Está en la página 1de 34

Transtornos do

Espectro Autista
DR. DANILO BLANCO
MÉDICO ESPECIALISTA EM SAÚDE MENTAL
CRM-183046
SAÚDE MENTAL E ACOLHIMENTO
CULTURA EXPECTATIVA INTENÇÃO
NOMENCLATURAS

 Transtorno Global do Desenvolvimento – TGD


(CID 10)

 Transtorno do Espectro Autista – TEA (DSM V -


atual)
TRANSTORNO DO ASPECTO AUTISTA

COMPROMENTIMENTOS
Habilidades de interação social recíproca;

Habilidades de comunicação;

Presença de comportamentos, interesses e


atividades estereotipadas.
ISSO SIGNIFICA QUE…

Os comportamentos são comuns entre todos


os indivíduos do TEA.

O que muda é a intensidade das


manifestações e a gravidade do
acometimento.
DSM-V

PRESERVAÇÃO BOM
NÍVEL 1
COGNITIVA FUNCIONAMENTO

TEA

NÍVEL 2

RETARDO BAIXO
MENTAL FUNCIONAMENTO

NÍVEL 3
EPIDEMIOLOGIA

Razão entre os sexos:

 Afeta 3 a 5 vezes mais os meninos do


que as meninas, mas as meninas
autistas tendem a ser mais
seriamente afetadas.
PREVALÊNCIA

NÚMERO SUBESTIMADO
CAUSA

Os estudos ainda não são conclusivos, porém


existem vários estudos que relacionam:
+ DE 6 GENES
GENÉTICA CATALOGADOS

IDADE MATERNA

SANGRAMENTO GESTACIONAL
AMBIENTAIS VULNERABILIDADE
DIABETES GESTACIONAL

POLUIÇÃO 3X
DIAGNÓSTICO

O DIAGNÓSTICO É
COMPORTAMENTAL.
NÃO HÁ NENHUM EXAME QUE
CONFIRME O DIAGNÓSTICO.
O autismo é um conjunto de déficits, e não uma ou outra característica.
INTERVENÇÃO
OBJETIVOS DO TRATAMENTO

Diminuir os sintomas comportamentais;

Auxiliar no desenvolvimento de funções


atrasadas, rudimentares OU inexistentes,
tais como linguagem e habilidades de
autonomia.
INCLUSÃO

O ambiente estruturado em sala de aula


parece ser o mais eficaz para crianças
autistas, obtendo-se progressos nas áreas de
linguagem e cognição, bem como uma
redução dos comportamentos inadequados.
Os pais precisam de apoio e aconselhamento.
VOU DAR MEDICAÇÃO PSIQUIATRICA PARA O MEU FILHO

Medicamentos são utilizados, embora não exista


nenhum específico para a síndrome. Os objetivos
da medicação são:
REDUZIR AS ESTEREOTIPIAS DISTÚRBIOS DO SONO

REDUZIR AGRESSIVIDADE CONTROLE DAS FOBIAS

REDUZIR A HIPERATIVIDADE MELHORA DA ATENÇÃO

REDUÇÃO DOS SINAIS E SINTOMAS QUE


DIFICULTAM SOCIABILIDADE E A INTERVENÇÃO REDUÇÃO DAS COMORBIDADES
DA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR
OS
NT
ME S
TA VO
OR ITI
MP E T
C O RE P
SOCIALIZAÇÃO
M
GE
UA G
LIN
TRÍADE
INTERAÇÃO SOCIAL

 Isolamento em graus variados;


Não utiliza o relacionamento como fonte de segurança,
conforto e alívio para a ansiedade;
 Não apresenta movimento antecipatório;
 Dificuldade de contato olho a olho;
Pode apresentar rosto inexpressivo, dificultando a
apreensão de suas emoções;
INTERAÇÃO SOCIAL

 Deficiência na capacidade de perceber


sentimentos e respostas sociais dos outros,
interpretando de maneira inadequada o tom de voz e
a expressão facial;

Dificuldade de criar vínculos de amizade e cooperação


em brincadeiras de grupo;

Às vezes age como se fosse surdo;


TIMIDEZ ≠ AUTISMO
 Não busca aprovação do adulto;
LINGUAGEM

 Déficit na compreensão da linguagem falada;

 Fala pouco, e a fala não tem qualidade social


e reciprocidade;
 Às vezes fala sem conversar;
 Pode ter fala ininteligível;
LINGUAGEM

Às vezes a fala tem uma forma estereotipada com


ecolalia e inversão dos pronomes “eu-você”;
Às vezes fala de forma incessante, mas com tom de
voz constante, monótono ou “cantado”;
Freqüentemente imita com perfeição as frases no
mesmo tom de voz e ritmo de quem as pronunciou;
LINGUAGEM

 Alguns aprendem a ler precocemente, sem a


ajuda dos outros. Contudo demonstram pouca
compreensão do que foi lido e não sabem
utilizar essas informações para a comunicação
com outras pessoas.
COMPORTAMENTO

 Hiperatividade / Passividade;
 Rotinas e estereotipias (mãos, balanceio do corpo) e às

vezes auto-mutilação;
 Brincadeiras repetitivas, pouco imaginativas e sem

variedade;
 Os brinquedos são usados de forma pobre, sem

simbolismos e sem criatividade;


 São raras as brincadeiras de faz-de-conta;
 A imitação é prejudicada (bater palminha, dar tchau,

cumprimentos de forma geral);


COMPORTAMENTO

 Não utiliza objetos de acordo com sua função;


 Pode desenvolver apego exagerado a alguns objetos;
 Resistência a mudanças de rotina ou de ambiente

(necessidade de organização e previsibilidade dos


acontecimentos);
 Preocupação com itinerários, horários, datas, números;
 É comum ter fases de preferência por determinados

alimentos;
 Fascinação por movimento;
COMPORTAMENTO

 Pode demonstrar preferência por sabores


muito fortes que desagradam a maioria das
crianças (caldo Knorr, tempero Arisco, etc.);
 Tendência a tocar e cheirar pessoas e objetos;
 Pode prender-se a detalhes, tornando-se
classificadores e colecionadores de objetos
(pedras, tampinhas de garrafa, etc);
COMPORTAMENTO

Preocupação com
partes de objetos;

 Pode estudar um tema


único até saber tudo a
respeito, falando
incessantemente sobre o
assunto.
DIFICULDADES DO PENSAMENTO

 Pensamento concreto e literal (não


entende brincadeiras, ironias, metáforas,
piadas...);

 Dificuldade em organização e seqüência;

 Dificuldade em generalizar;

 Não tem noção de perigo;

 Identifica o ambiente pelos seus detalhes.


NÍVEL 1 - AUTISTA DE BOM FUNCIONAMENTO

Muitas vezes é considerado como um


autista de bom funcionamento, em virtude
disso há atraso no diagnóstico e portanto
atraso nas ações que promovem
restauração global ao indivíduo.
CARACTERÍSTICAS

 Atraso na linguagem é mínimo ou


inexistente;

Não apresenta atraso cognitivo significativo


(alguns podem ter inteligência acima do
normal);

Tendência ao isolamento;
Interesses focados em coisas como:
CARACTERÍSTICAS

 Podem apresentar habilidades extraordinárias em


áreas específicas (música, cálculos,...)
 Normalmente são estabanados;
 Movimentos – tendem a ser “desajeitados”;
 Apresentam dificuldade na escrita;
 Gostam de falar apenas de assuntos de seu interesse
específico (geralmente matemática, ciências, mapas,
carros, foguetes, trens, astronomia...);
CARACTERÍSTICAS

 Linguagem “pedante”;
 Pouca habilidade para iniciar e sustentar conversas;

 Dificuldade de compreensão das regras sociais


(cumprimentos de forma geral, por favor, com licença...);
 Dificuldade de expressar seus sentimentos e emoções;
 Capacidade prejudicada para colocar-se no lugar do outro;
CARACTERÍSTICAS

 São ingênuos - são facilmente passados para trás


(não percebem que os outros às vezes os roubam ou
enganam);

 Dificuldade de compreender piadas, metáforas,


ironias;

Dificuldade de lidar com mudanças de rotina ou de


ambiente

 Preferem trabalhar sozinhos a trabalhar em grupo;


CARACTERÍSTICAS

 Percepção de que é diferente dos colegas e


irmãos (a partir da pré-adolescência);
 Costumam ser muito auto-críticos e
geralmente apresentam dificuldade para
tolerar seus próprios erros, com tendência à
depressão;

 Memória muito boa.


COMO AJUDAR EM CASA
LINGUAGEM
OBRIGADO