Está en la página 1de 2

Aquecimento Vocal - Exercícios

Relaxamento:

- Circular a cabeça para a Direita e para a esquerda


- Circular a cabeça para os lados, para cima e para baixo
- Fazer caretas procurando utilizar todos os músculos do rosto
- Articular A/E/I/O/U, forçando o diafragma e anasalando as expressões.

- Articular A/E/I/O/U, em bocejo.

Sibilação:

Execute estas sílabas:


Zi - Si - Fi - Chi - Vi - Gui - Qui - Z - S - F - C – V

(e depois em exercícios rítmicos)

Para articulação dos RR:


Bar - Mur - Per - Vur - Der - Xar - Cor -Ter - Quer - Dru - Cro - Vri - Fra - Tre - Terê - Fará -
Viri - Coro - Duru.

(e depois em exercícios rítmicos)

Exercício para relaxamento:

Obs. De forma suave, com baixa intensidade.


ME - TRÚ - VÊ - JÊ - QUE - GUE - ZÊ - BRÊ

Limpeza das cordas vocais e Fono-Articulação:


"O mameluco maluco e melancólico meditava e a megera megalocéfala macabra e
maquiavélica mastigava mostarda na maloca, minguadas e míseras miavam na moagem
mas mitigavam mais e mais as meninas"

Para leitura lenta:

"E há nevoentos desencantos dos encantos dos pensamentos nos santos lentos dos
recantos bentos, dos cantos dos conventos. Prantos de intentos, lentos tantos que
encantam os atentos ventos."

Conferir a decitura vocal

Vocalizos (oitavas, quintas, terceiras, sétimas, quartas, segundas) AEIOU

Cuidados com a voz

Períodos curtos de rouquidão em adultas geralmente não são motivos de maiores


preocupações. Costumam aparecer por causa de gripes que atinge a laringe aonde estão
localizadas as cordas vocais.Dificuldades emocionais também podem estar por trás dos
sintomas. A associação entre agressões físicas causadas pelo cigarro, alergias, infecções e
o uso inadequado da voz é de fato o agente causador de boa parte dos problemas das
cordas vocais.

A ansiedade aumenta a tensão muscular e modifica a postura. O paciente tende a não


relaxar o corpo para a respiração diafragmática, a forçar a voz na garganta e até agitar sem
motivo.O tratamento destes casos conjuga exercícios fono, técnicas de relaxamento e
diminuição de ansiedade.

Em situações stressantes as pessoas podem perder complemente a voz.


CONCEPÇÃO DO CANTO

É muito importante observarmos neste nosso início de estudo que os movimentos na fala são
realizados por MÚSCULOS, e que, como todos os outros do nossos corpo tem de ser treinados
e desenvolvidos para só depois serem ativados para a prática. Para tanto, é necessário antes
de tudo muita precaução para não danificarmos qualquer parte desse órgão
chamado APARELHO FONADOR.

Alcançar notas médias e agudas com precisão não é resultado de força muito menos de
pressa, mas sim de sutileza, conhecimento e desenvolvimento de um timbre natural num
minucioso e demorado tempo de estudo.

os músculos do aparelho fonador são delicados, sujeitos a frequentes inflamações(quando não


há cuidado ou há o abuso) portanto especiais. Não se desenvolvem sendo treinados em
academias de musculação, mas sim com percepção, inteligência e autoestima da pessoa que
pratica.Lembramos sempre que nossas cordas vocais não são como as de uma guitarra, que
podem ser trocadas a toda hora e quando bem entendermos, portanto todo cuidado é pouco.

Temos de ter a consciência de que a voz é como a digital de um ser humano. Cada pessoa tem
um timbre uma característica de voz a ser desenvolvida. Imitadores são raros e nunca perfeitos
portanto temos de nos acostumar com nossa própria voz, cada qual com sua cor e seu
valor.Não existe cantor perfeito, e nem um melhor que outro. O que existem são timbres
diferentes, de diferentes desenvolturas, bem e mal desenvolvidos.

O nosso início de estudo consiste basicamente naquilo que é primordial para o


desenvolvimento do canto: Relaxamento e Aquecimento dos músculos e cordas vocais.

10 EXERCÍCIOS DE RELAXAMENTO VOCAL

1 - Circular a cabeça para a esquerda lentamente, sem forçar a musculatura. De 5 a 10 vezes.


2 - Idem ao exercício 1, para a direita.
3 - Movimentar a cabeça na horizontal e depois na vertical, procurando o alongamento dos
musculos do pescoço. Sem força-los, de 10 a 20 vezes cada.
4 - Circular a cabeça para a esquerda e direita lentamente, alongando os músculos do
pescoço. De 5 a 10 vezes.
5 - Alongamento de ombro em forma de nado e braços em forma de borboleta(para frente e
para trás), forçando um pouco para ativar a musculatura.
6 - Fazer massagens no pescoço para relaxar a musculatura, dar seguidos beliscões em toda a
região do pescoço para ativar bem a circulação sanguínea local.
7 - Fazer gestos e massagens faciais para soltura do modulo muscular em todo o rosto(em
frente ao espelho para compreende-los).
8 - Abrir e fechar os lábios como se fosse um peixe, ganhando agilidade e postura segura nas
pronúncias.
9 - Respirar profunda e lentamente por 20 segundos "inchando" a barriga para abertura do
músculo diafragma. Espirar lentamente, forçando os músculos abdominais no fim da reserva de
ar.
10 - Alongar a língua para frente, para trás, para os lados e circular sem forçar o pescoço. Por
20 vezes cada.

5 EXERCÍCIOS DE AQUECIMENTO DAS CORDAS VOCAIS

OBS: Todos os exercícios usando ar diafragmático.

1 - Sonorizar somente nos lábios frouxos fazendo vibrá-los. Lembra o gesto bucal dos cavalos:
BR...BR....BR. Por 2 minutos.
2 - Sonorizar somente na língua solta fazendo vibrá-la atrás dos dentes: DR..DR..DR. Por 2
minutos, sem forçar o ar e a garganta.
3 - Bocejos seguidos de várias combinações entre todas as vogais: ae, ai, ao, au... suaves e
profundas abrindo bem os lábios.
4 - Bocejos com os lábios fechados forçando a pronúncia subindo e descendo numa escala
confortável a tessitura.(Técnica bocca-chiusa).
5 - Pronunciar a palavra "HUM" mastigando ininterupto e seguidamente.