Está en la página 1de 1

Dando uma olhadinha para os lados

Quando estamos dirigindo, precisamos ter bastante atenção, pois qualquer olhadinha para os lados pode
ocasionar uma tragédia. Às vezes, uma pequena desatenção pode nos custar a própria vida. Mas, não é de
trânsito nem de instruções de auto-escola que eu queria falar. Isso é apenas uma ilustração que nos faz
refletir acerca dos problemas gerados pela desatenção na nossa caminhada cristã.

O que, então, seria desatenção na caminhada com Jesus?

Quando somos regenerados, feitos novas criaturas com Cristo, iniciamos uma jornada em direção à
Eternidade com Ele. Começamos com um grande desejo de adorá-lo e servi-lo, olhando para o alvo. Nessa
circunstância, passamos a ter um inimigo astucioso, que tenta constantemente nos fazer parar de várias
formas. Ele só quer que nós paremos. Para ele, isso já basta, pois ele sabe que a Palavra de Deus afirma
que é na perseverança que ganharemos a nossa alma (Lc.21.19). Portanto, sem perseverança não
chegaremos ao nosso destino.

Muitas vezes a forma que ele usa para nos fazer parar é tentar nos desconcentrar na direção. Ele é sutil e
usa coisas sutis para que nos acidentemos. Uma das coisas que ele tenta usar contra a minha vida ainda
hoje, é me fazer olhar para os lados. Os lados são, muitas vezes, pessoas que estão na igreja. Não quero
dizer que essas pessoas são joio no meio do trigo. Absolutamente não, pois não podemos julgar ninguém
de forma temerária, ou seja, pelas nossas impressões! São apenas seres humanos que algumas vezes, por
serem seres humanos, erram, simplesmente. E nós, por não estarmos totalmente em sintonia com o PAI, ou
seja, olhando para a frente (Jesus), cometemos as mesmas falhas e batemos o nosso veículo. Pensamos
assim: se fulano, que é um homem de Deus, toma essa posição é porque ela é a mais correta e a que
também eu devo tomar. Não paramos para analisar o contexto em que aquela pessoa se encontra e em que
sua decisão foi tomada. Existe também a situação de uma pessoa estar na mesmice, vivendo
relaxadamente na igreja, e nós, por não vermos a punição de Deus sobre a pessoa em questão, pensamos
assim: “acho que estou sendo muito radical; vou pegar mais leve; vou olhar mais para mim do que para os
outros, pois aquele irmão está fazendo assim e está indo tubo bem com ele”. De forma totalmente cômoda e
instantânea, fechamos questão. Não pagamos o preço de orar e submeter ao Senhor, confiando que Ele
nos conduzirá na direção certa. Caímos exatamente na nossa falta de fé, de confiança em Deus, de oração
e de estudo bíblico. Não é aquilo que olhamos que nos faz bater, e sim a nossa desatenção do Alvo –
Jesus. Não são as pessoas que nos fazem errar a direção, e sim o virar da nossa cabeça para os lados! O
diabo não possui o poder de nos causar um acidente na hora que ele bem quiser! O condutor atento e
defensivo, dificilmente se envole em batidas, ou seja, o cristão que olha somente para Cristo dificilmente é
levado a se conduzir pelas atitudes dos outros. E “olhar somente para Cristo” não significa não ter outras
pessoas como referenciais. Significa que os referenciais devem ser olhados através do para-brisas do
nosso carro, e nunca da janela do lado!!! E quando eles errarem, é porque eles se desviaram do caminho,
passando a serem vistos somente pelo vidro lateral do nosso carro.
Relembremos, portanto, as palavras ungidas do apóstolo Paulo:

...prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus


em Cristo Jesus.
Filipenses 3.14

Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo.


1 Coríntios 11.1

Deus abençoe a todos!


Paulo Victor C. de Albuquerque