Está en la página 1de 84

SUMÁRIO

07
LIÇÕES
Primeiras Palavras
Você sabe orar? 28 O discurso da prosperidade
data

10 32 Dinheiro:
um assunto espiritual
data

36 Deus é dono ou nosso sócio?


data

Igreja
Cada batista um missionário 40 A bênção da satisfação
data

14 44 A família e as finanças
data

48 Integridade a toda prova


data

Mundo Jovem
Antes que seja tarde!
52 Odignifica
trabalho que
o homem 
data

18 56 Empregando os
recursos de Deus
data

Saúde Emocional
60 Quem há de ter compaixão?
data

Cegueira da alma
64 Escapando das dívidas
data

24 68 A união faz a força


data

72 Direitos e deveres
sacerdotais
Apresentação data

Princípios Bíblicos
sobre Finanças 76 Investindo no futuro
data
Cidadãos dos céus e da terra e Mulheres da Bíblia), trazendo-
nos uma visão mais profunda,
Faço uma crítica ao artigo
levando-nos e "forçando-nos" a
"Cidadãos dos céus e da terra
um estudo também mais profundo
também". Não concordo quando
do texto e conseqüentemente
o autor diz que "todo indivíduo ao
a um amadurecimento bíblico
habitar em sociedade é político, queira
maior. Parabéns Convenção Batista
ou não”.
Fluminense.
Detesto política. Infelizmente, hoje,
Parabéns irmã Lília. Em Cristo Jesus
política é sinônimo de corrupção.
nossa viva esperança,
Nem os evangélicos têm coragem
de aparecer na TV ou no rádio para Pr. Josué Pereira Brum -
combater a corrupção, ou admitir Igreja Batista Boa Fortuna
quem são os corruptos. Também não
concordo quando o autor diz que "O Quero iniciar, com gratidão,
exercício da cidadania, a colaboração primeiramente a Deus, pelas maravilhas
com o bem-estar geral, obrigação que tem operado no meio do seu
de todos, faz de homens e mulheres povo. Estou radiante pelo conteúdo
legítimos políticos". Considero que: inserido na revista deste trimestre
se estamos numa democracia, não (Homens e mulheres na Bíblia). Amei
se deve ser obrigado a votar, mas a revista porque aprendi coisas de que
este é sim um direito que um cidadão nunca tinha ouvido falar. As lições são
deve ter. Não é uma atitude correta de fácil compreensão.
ameaçar o eleitor, ser multado, ou
cancelado o seu título de eleitor etc. Patrícia Carmem
Igreja Batista em Vale do Sol
Jesiél Araújo Teixeira em Nova Iguaçu – RJ.
Igreja Batista Betel em Parque Santo
Antônio – Duque de Caxias É com prazer que lhes escrevo estas
Diácono e professor da E.B.D linhas com o intuito de parabenizá-
los pela formidável Revista Palavra &
Vida (Homens e Mulheres da Bíblia).
Homens e Mulheres na Bíblia Layout agradável, formato adequado,
Queremos expressar nossa objetividade, estudos edificantes. Há
gratidão pela vida da irmã Lília prazer em ensinar e em aprender!
Dias Marianno ao escrever de Houve apenas um trecho confuso
forma relevante as lições (Homens na Lição 6 onde a autora ao citar o

2
contexto da época do patriarca Judá, no Jardim Aeroporto em Campos dos
levou-nos a 1.000 (mil) anos depois, Goyatacazes- RJ
após o exílio. No mais, nossa mestra Professor secular- Professor da EBD
Lília Dias Marianno foi muito feliz! e Professor do Seminário Teológico
Batista Fluminense
Helio Vieira
PIB em Japeri- RJ Amados irmãos, há muito tenho
vontade de escrever-lhes, mas o
Quero parabenizar a professora tempo me escapa, só que desta vez
Lília Marianno pelas lições na revista não pude deixar passar.
Palavra e Vida. Quero parabenizá-los pela revista
A linguagem da revista está fácil. É deste primeiro trimestre de 2008
a primeira vez que eu consigo ler toda (Homens e Mulheres da Bíblia).
a revista!
Realmente creio que a irmã Lilia Dias
Maria Cintia Araújo foi muito feliz na sua inspiração,
PIB de São Vicente as lições tem uma linguagem
Belford Roxo – RJ maravilhosa, muito clara, de fácil
entendimento, abordam questões que
Gostaria de dar os parabéns à ''considerávamos'' que fossem do
Convenção Batista Fluminense, por mundo ''moderno'', mas na verdade
proporcionar a nós, leitores, alunos e já existiam desde os tempos antigos.
professores da EBD, uma leitura crítica, Todos os temas têm muito a ver com
inspirada nas palavras e ensinamentos a realidade dos nossos dias, sem falar
acerca de nosso Deus. que estas lições me trouxeram de volta
Temos obtido uma grande o desejo de estudar mais a Biblia e de
quantidade de instruções, até mesmo me aprofundar nos estudos. Nâo posso
de importantes ensinamentos, nunca destacar esta ou aquela, todas as lições
antes descobertos, afinal escola é têm sido benção na minha vida.
para "ensinar" e este papel tem sido Muito OBRIGADA! Que Deus
desempenhado com louvor pelos continue abençoando essa revista.
irmãos da CBF ao proporcionar tal Dione Claer
material. Infelizmente muitos ainda PIB Pq. São Vicente - Belford Roxo.
andam afastados das escolas bíblicas;
que pena, eles estão perdendo,
deixando de beber água da fonte e de Mulher de Ló
se alimentar da Palavra de Deus.
Como historiador, sei da
Edson Carlos Pinto de Souza importância de procurarmos através
Filósofo - membro da Igreja Batista de pesquisas enriquecer as nossas

3
aulas. Mas a autora da lição a revista Palavra&Vida a seguinte
respeito da Mulher de Ló, quando informação: Qual a base bíblica
afirma que ela teria outras duas usada pela autora ao fazer certas
filhas, percebo que ela perdeu a colocações na lição sobre a
subjetividade, pois no grego a palavra mulher de Ló? Como seminarista
genro dá sentido de casado ou reconheço que existe uma série
noivo, mas ela entende que seria de fontes possíveis de serem
casado. Com isto a conclusão exposta pesquisadas, porém minha
por ela seria que a mulher de Ló preocupação volta-se para os
teria olhado para trás por amor às alunos da EBD, que em sua maioria
supostas duas filhas que ficaram para são leigos e desconhecem estas
trás. Não vejo respaldo bíblico para fontes.
tal afirmação.
Continuo com o que a Bíblia Fátima Maia
mostra. Que os futuros maridos das
filhas pereceram e as duas filhas foram Por favor, tenho uma dúvida,
salvas. quanto à quantidade de filhas que
Ló, sobrinho de Abraão, tinha, pois
Edílson Quintanilha Martinez nas minhas pesquisas só encontro
Prof. EBD Adultos que ele tinha duas filhas. Por favor
Igreja Batista Memorial em Itaúna me dê uma fonte de informação que
São Gonçalo - RJ me diga que ele tinha quatro filhas
conforme foi escrito no estudo dessa
Gostaria de uma explicação última revista. E onde eu consigo
sobre a lição 3. A autora colocou achar também o nome de sua
um exemplo, que Ló teve quatro esposa.
filhas, enquanto a Biblía diz que Ló
teve apenas duas filhas. A autora Cleide Moraes
colocou na revista um exemplo da
tradição rabínica, que Ela diz que
Revista para crianças
enriquece o texto, falando sobre as
quatro filhas de Ló. Gostaria que me Gostaria de sugerir que fosse
mandassem uma explicação sobre aproveitado o material humano que
essa comparação paralela que a temos e fossem elaboradas revistas
autora fez. para estudo infantil.

Cláudia Fagundes Joseli Laurindo


Coordenadora do Depto Infantil
Gostaria de receber do irmão da Igreja Batista em Parque
responsável pela edição da Independência

4
Outras Convenções professor da EBD da classe de
adultos.
Sou Gaúcha, e conhececi a revista
Ao tomarmos conhecimento da
Palavra e Vida em dezembro quando
fui ao Rio de Janeiro, e não consigo literatura produzida pelos irmãos
parar de ler, pois ela é muito fácil e sermos recomendados a utilizá-
de entender e nos ajuda a conhecer la, entro em contato, para saber
mais e melhor a Palavra de Deus. Por como poderemos adquirir a revista
isso gostaria de saber se tem alguma Palavra e Vida para utilizarmos na
forma de eu ter acesso a esta revista. nossa classe de EBD.
Desde já agradeço. Um grande abraço,
Keila Wanderlúcio Rezende Oliveira

Conheci a revista "Palavra e vida"


Apocalipse
e fiquei interessada em apresentar
à igreja em que trabalho, para que Estou satisfeito com as lições que
a classe de adultos possa estudar. a revista tem trazido, pois estão
Será que podemos comprar? O meu sendo de grande edificação para a
esposo é pastor e eu trabalho com a vida dos servos de Deus. Gostaria
educação religiosa da igreja, somos da que esta amável revista fizesse um
Convenção Batista de Minas Gerais. estudo sobre o livro de apocalipse,
Aguardo resposta. Que Deus os pois é muito difícil vermos
abençoe. pregadores trazendo mensagem
sobre este livro. Tenho certeza
Doricéia Alves Pedroso Souza de que esta lição com a direção
do Espírito Santo vai despertar e
Sou membro da Igreja edificar muitas vidas.
Batista Central em Contagem
– Convenção Batista Mineira, e Sebastião Cordeiro
colaboro no reino de Deus como PIB itambi

5
6
Você sabe
orar?
E
sta foi uma das perguntas que
ouvi quando criança, antes de
ser convidado a orar em uma
reunião infantil. Eu disse que sabia e
orei. Hoje admito que ainda não sei
orar como deveria. Mesmo tendo
estudado um pouco mais sobre o
assunto, mesmo tendo pregado
sobre oração, ainda preciso pedir
como os discípulos: “Ensina-me a
orar”. prática da Palavra de Deus, somados
Uma coisa agora sei: orar se ao exercício dos dons se constituem
aprende orando. Quanto mais na fórmula que permitirá um
buscamos conversar com Deus, mais relacionamento agradável, eficiente e
aprendemos sobre como Ele quer se crescente com Deus.
relacionar conosco. A oração, por exemplo, tem
A Convenção Batista Fluminense permitido êxito à campanha de
está liderando uma campanha evangelização “Tenha Vida em
de oração no campo fluminense. Jesus”. A oração tem aberto portas
Cada igreja e cada crente batista para o programa de estudo bíblico,
está sendo convidado a se engajar, especialmente providenciando
“sem cessar”, numa busca pela recursos para a edição e distribuição
intimidade com Deus a sós, em da revista Palavra e Vida no campo
família, em vigílias, em dupla, em fluminense. A oração permitirá o
parceria com outras igrejas, enfim, êxito na campanha Vivo Feliz, que
de todas as maneiras. A oração, a pretende estimular cada crente a ser

7
um mordomo fiel. Através da oração Assembléia da Convenção, que vai
podemos buscar a pureza de alma, acontecer em julho próximo, na
a eficiência administrativa, o alcance cidade de Volta Redonda. Oremos
dos objetivos nos encontros de pelos membros de nossas igrejas
treinamento, maior compreensão da para que aprendam a lidar com
Palavra e muito mais. os recursos que são de Deus,
Sem cessar. Todos os crentes, em empregando adequadamente cada
todas as igrejas, orando em todo o centavo no crescimento do Reino
tempo, “com toda oração e súplica”. de Deus por meio da Campanha
Este é o desafio. “Vivo Feliz”.
Intercedamos a Deus pelo Na verdade “vivo feliz” por estar
programa de plantação de Igrejas aprendendo a orar e convidá-lo para
em nosso estado e país. Oremos um compromisso “Sem cessar”.
pela campanha de evangelização Oremos, irmãos!
no sul do Brasil, promovida pela
Junta de Missões Nacionais e Pr. Nilson Godoy
apoiada também pela Convenção Coordenador Geral
Fluminense. Oremos pela 100ª Convenção Batista Fluminense

8
9
Cada
batista um
missionário
O
s batistas se assemelham a
outros grupos evangélicos
oriundos da Reforma. Aceitam
e pregam com eles doutrinas básicas
da fé cristã. Defendem juntos vários
princípios cristãos. Entretanto, diferem
em determinadas doutrinas e práticas.
As divergências não os lançam a
trincheiras opostas, nem os envolvem servos têm de evangelizar e fazer
em batalhas fratricidas. A luta dos missões, duas faces da mesma
salvos por Cristo trava-se a favor do moeda. Evangelizamos, quando
Reino de Deus, e contra os poderes testemunhamos de Jesus nos lugares e
espirituais da maldade. Uma ação às pessoas de perto. Fazemos missões,
eficiente e eficaz nessa tremenda quando proclamamos a redenção pelo
guerra espiritual é o cumprimento da sangue de Cristo, em lugares e às
grande comissão do Senhor. pessoas distantes.
O mandamento de Jesus aos No propósito de dar cumprimento
discípulos de todos os tempos refere- à grande comissão, os batistas
se ao testemunho e anúncio da brasileiros se comprometem
mensagem da salvação. De todas inteiramente com evangelização
as maneiras, em todos os lugares, e missões. Sua existência resulta
a todas as nações, a toda criatura. da obediência de muitos à ordem
Os Evangelhos e os Atos registram a do Senhor. A união dos batistas
grande comissão de formas diferentes, brasileiros, embora membros de
mas com a mesma exigência. O igrejas autônomas, deve-se em grande
Mestre não oferece opções. Seus parte à cooperação efetiva com a obra

10
de missões e evangelização. Missões autoridades esta intimação: - “Ponha
estão no DNA dos batistas no Brasil. aí no papel os nomes dos missionários
As organizações missionárias, grandes dos batistas. Vamos prendê-los todos,
inspiradoras de nossa vida, nasceram também.” Oncken não perdeu tempo.
na primeira assembléia da Convenção De imediato, escreveu: “Cada batista
Brasileira, não por acaso. um missionário.”
Denton Lotz, ex-Secretário Executivo Praticar missões é dar cumprimento à
da Aliança Batista Mundial, entidade santa vontade de Deus para salvação de
representativa de milhões de batistas mulheres e homens de todo o mundo.
no mundo, inclusive dos brasileiros, Missões locais, regionais, estaduais,
escreveu num informativo um pouco nacionais, mundiais, transculturais são
da história de Johann Gerhard aspectos diversos de uma mesma obra,
Oncken, pioneiro da obra batista divisão em setores para tornar mais fácil
entre os alemães. Esse homem nasceu a promoção e administração. Não nos
em 1800, na cidade de Varel, na cabe preferir uma e menosprezar outra.
Alemanha, e morreu em Zurique. Deus quer participação de seus filhos
Em seus oitenta e quatro anos de em todas elas.
vida, Oncken, autêntico missionário, Jesus já ensinava: “O campo é o
distribuiu mais de dois milhões de mundo.” Apóstolos e pregadores
Bíblias. Converteu-se na Inglaterra. cristãos primitivos obedeceram, e
Tornou-se membro de uma igreja espalharam o evangelho por todos
congregacional. Aceitou depois as os lugares então conhecidos. Paulo
doutrinas batistas, e submeteu-se, se declarava devedor e disposto
com sua esposa Sarah e cinco filhos, a pregar o evangelho a todos os
ao batismo bíblico, no Rio Elba, em povos. O metodista João Wesley
Hamburgo, na noite de 22 de abril afirmava: “Minha paróquia é o
de 1834. Às escondidas, porque as mundo.” O batista William Carey
autoridades consideravam a insistência declarava: “Na mente divina não há
dos batistas quanto ao batismo por distinção entre missões estrangeiras
imersão uma atitude ofensiva à igreja e missões nacionais. Onde houver
oficial, a luterana. A primeira igreja um coração perdido, aí está um
batista na Alemanha, organizada logo campo missionário.” Pela fidelidade
depois, passou a ser imediatamente desses cristãos de tempos anteriores
perseguida. aos nossos, a mensagem salvadora
Antes do estabelecimento da veio à Europa, às Américas, e chegou
liberdade religiosa em seu país, ao Brasil. Como missionários, os
Oncken foi preso pela ousadia de crentes são cidadãos do mundo.
organizar uma igreja fora do controle No que se refere à prática da obra
da oficial. Na prisão, ouviu das missionária, não há preferências

11
pessoais. Deus ensinou essa lição ao obreiro do interior, sapateiro de
profeta Jonas. profissão, existe até hoje. E ela
O sonho de um jovem era servir enviou o primeiro missionário dos
na África. Mas Deus o pôs num dos novos tempos, o próprio Carey, para
países da América do Sul. E que trabalhar como missionário na India,
missionário fiel foi aquele homem, onde ele esteve por quarenta e um
juntamente com seus familiares! anos, até morrer. Como ignorar esse
Outro queria ir aos campos, mas o precioso legado?
Senhor o tem usado aqui como líder Os crentes batistas destes tempos e
de uma igreja realmente missionária. lugares podem resgatar o entusiasmo
O campo de cada um é o escolhido e a disposição dos primitivos
pelo Senhor da seara. Se Deus o tempos da igreja. Devem honrar os
envia, o missionário vai, e faz missões antepassados que com destemor
lá. Se não, o missionário fica e faz se dedicaram à evangelização do
missões aqui. Evangeliza os perdidos mundo. Precisam retomar o lema do
de perto. Ora por quem vai longe, e antigo pioneiro alemão, e permitir
pelos perdidos nos campos. E sustenta que continue verdadeira a declaração
com ofertas quem desce ao fundo da dele. Devem fazer de cada membro
mina a colher almas preciosas para de igreja um autêntico missionário.
Jesus. Jerusalém, Judéia, Samaria e Cada igreja batista necessita ser uma
os confins da terra são, ao mesmo congregação realmente missionária.
tempo, campo missionário de quem Os crentes têm condições de tornar
ama a Jesus, e permanece fiel a realidade a eloqüente afirmação de
ele,mesmo ficando aqui. Oncken: Cada batista um missionário.
A Junta de Missões Nacionais Ao final de sua reflexão, no
presenteou pastores com a obra de informativo da Aliança, Denton Lotz
Patrick Johnstone, A Igreja é maior faz a observação: “Se vivesse hoje,
do que você pensa. Entre estudos Oncken escreveria a mesma coisa?”
e desafios sérios, o autor fala da Ampliemos a pergunta: Se vivesse
presença de batistas no início das hoje e aqui, Oncken diria a mesma
chamadas “missões modernas”. coisa?
A Sociedade Missionária Batista
de Londres, organizada em 1792, Pastor Iomael Sant´Anna, da
por insistência de Carey, humilde Primeira Igreja Batista de Mesquita, RJ

12
13
Antes que
seja tarde!
S
omos uma nação abençoada
por Deus e devemos cuidar dela.
Nós, evangélicos, representamos
grande parcela da população e
devemos demonstrar nosso valor
como tais. Importa saber que somos
uma parte relevante da sociedade
e que devemos fazer valer nossa
condição de cidadãos.
Existem, hoje, variados grupos
da sociedade exigindo a sua
representatividade na democracia. (Teoria que relaciona a fome com o
Como produto disso temos o dia da crescimento demográfico, postulada
‘Consciência Negra’ (dia do Zumbi), o pelo economista inglês Thomas
respeito aos dias comemorativos dos Robert Malthus, 1766-1834) que
judeus e até mesmo os movimentos afirmava ser importante um ‘controle’
de ideologia homossexual. Estes e no crescimento familiar. Com base
outros exigem com veemência seu nela, algumas instituições e homens
espaço na sociedade e o respeito às empregam altas cifras na campanha
suas convicções. No entanto muito contra a família, acreditando que
pouco temos visto por parte dos o controle da natalidade seja
cristãos. interessante economicamente.
Aproveitando esse pacifismo, há Grandes corporações empresariais,
muitos anos, iniciou-se na sociedade tais como Fundação Ford e Instituto
uma luta maciça contra a família, Rockfeller começaram a patrocinar
projeto de Deus. Neste período campanhas, despejando milhões de
ganhou força a teoria malthusiana dólares pelo mundo. A astúcia da

14
campanha foi grande, eles sabiam sociedade: a propaganda do aborto,
que se tentassem jogar as idéias do homossexualismo e da eutanásia.
para reduzir a família não obteriam Golpeada em seu crescimento,
sucesso. Dessa forma, tudo isso foi a família não teve sequer tempo
proposto gradativamente com uma de se recuperar da ‘pancada’, e já
manipulação lenta e gradual da estava frente a um novo ataque
opinião pública. Organizações não- terrível. O produto é que, hoje,
governamentais foram fundadas, em muitos países, o aborto já é
algumas delas existem até hoje como autorizado, o direito de oposição ao
a IPPF e a BEMFAM. homossexualismo é quase um crime
A campanha contou também hediondo (já existem pastores presos
com produções cinematográficas na Suécia e até mesmo no Brasil
que iam gradativamente propondo há sérios processos) e os debates
novas idéias para as pessoas. referentes à eutanásia já estão bem
Primeiramente, a proposta era a idéia adiantados para a liberação em vários
da mulher como figura independente, países.
desestimulando-se a submissão e Grande parte dos cristãos se
taxando aquelas que cuidavam do lar colocou pacífica ante a isso. Hoje, por
como ‘subutilizadas’ na sociedade. exemplo, em toda a Europa, vemos
A idéia por trás de tudo isso era igrejas evangélicas fecharem dando
defender um feminismo insano e lugar a um crescimento estrondoso
propor uma saída da mulher do da religião islâmica. Isso se deu pelo
lar. Junto a isso, lançava-se a idéia conformismo sonolento e preguiçoso
da proposta de família muito vista por parte de muitos cristãos
em filmes: “pai, mãe, dois filhos (evangélicos inclusive), permitindo
e um cachorro”. Ora, os cristãos que todo aquele continente fosse
atuais podem até ter uma família tomado por padrões de valores
nesse tamanho. Mas isso de fato que não condizem com o universo
foi uma proposta baseada na teoria cristão, incluindo a legalização do
malthusiana. casamento gay e a prática de aborto
Bom seria se fosse só isso. em qualquer mês de gestação. Os
Infelizmente não pára por aí. Com cristãos precisam reagir.
a total aceitação do feminismo e Aqui estamos em posição vantajosa
do modelo familiar proposto, o em relação a outros países. Tivemos
segundo passo da campanha estava aqui um governo militar, que durante
com um caminho livre pela frente. o início dessa campanha não permitia
O que antes não tinha nenhum a constituição de ONG’s, dificultando
espaço sequer para ser discutido, muito o trabalho deles, e onde a TV
agora começava a ser lançado na tinha forte censura. Dessa forma, a

15
campanha na opinião pública contra (sociedade)? Não somos nós, os
a família no Brasil está atrasada em donos do dinheiro e da sociedade?
relação aos outros países. Aqui, a Então que Estado Laico é esse, que
maior parte da população ainda é a propõe que eu paute minhas opiniões
favor da família natural bíblica. No fora daquilo em que acredito? Enfim,
entanto não podemos nos calar, eles se elegermos chefes de Estado
estão atrasados, mas estão investindo que não governam segundo o que
pesado no Brasil. acreditam e tomarmos opções civis
A ‘jogada de mestre’ da campanha fora daquilo que consideramos
no Brasil é pautada na idéia do certo, não estaremos no controle da
‘Estado Laico’. Todas as discussões sociedade.
políticas terminam sempre na frase
que tem sido quase um clichê: “isso Feliz é a nação cujo Deus é o
é argumento religioso e o Estado é Senhor! Vamos colocá-lo no lugar
laico”. Bom, chegamos ao cúmulo devido! Seja um cristão cidadão,
de ter um presidente que afirma ser antes que seja tarde!
contra o aborto, por ser católico, mas
ele não pode ser contra por ser um “E não sede conformados com este
chefe de Estado. Ora, votamos em mundo, mas sede transformados pela
alguém por qual motivo? Não seria renovação do vosso entendimento,
por compactuarmos com suas crenças para que experimenteis qual seja a
e confiarmos na sua intelectualidade, boa, agradável, e perfeita vontade de
na sua capacidade de tomar Deus.” (Romanos 12.2)
decisões?
Ora, raciocinemos friamente: Carlos Paes Leme
quem deve decidir como nosso Pib do Recreio dos Bandeirantes
dinheiro será gasto (dinheiro público) Diretor Presidente da Aliança Vida
e como será o lugar onde vivemos e Família.

16
17
Cegueira
da alma
E
m certas manhãs abro os olhos
e percebo que os raios de sol já
mergulham por entre as frestas
das janelas. Levanto e sigo tateando
até o banheiro onde, com as mãos em
concha, recebo o jato de água fria que
faço deslizar pela face. Ao despertar
avisto o reflexo no espelho que vejo
surgir nos contornos de um semblante
embaçado e distorcido. Em momentos
assim concluo: sou míope.
A miopia é como neblina seguindo obsessivo, visto que até no momento
meus passos e mais que isso, de dormir não consigo desgrudar dos
afetando meu modo de perceber a meus óculos, deixando-os ao lado do
vida. Dei-me conta disso ao assistir travesseiro (mania que tem me dado
ao belíssimo documentário Janelas grande prejuízo, afinal já quebrei dois
da Alma, que entrevista anônimos e assim), pois além do fácil acesso para
famosos revelando como lidam com o momento de acordar há também
suas limitações visuais. Identifiquei-me a possibilidade de, sei lá, vai que eu
muito com certo diretor de cinema tenho um sonho com legendas; eles já
que declarou sua preferência pelos vão estar ali pertinho. Será exagero?
óculos em detrimento das lentes de Contudo existem limitações de tipos
contato, justificando que aqueles largamente variados que atingem não
lhe conferem enquadramento, uma somente o corpo, mas há também as
moldura através da qual as cenas da que alcançam a alma. Eu mesmo tenho
vida emergem. encontrado pessoas que parecem
Penso, às vezes, que além de míope sofrer de osteoporose na alma, dada
estou passando a ser sensivelmente a caminhada espiritual severamente

18
limitada que experimentam, outros e até mesmo em nós. A presença de
parecem que desenvolveram amargura Cristo ao mesmo tempo em que torna
cardíaca de modo que o azedume possível o restabelecimento da visão
corre pelas veias. Por falar nisso, espiritual, traz à tona a cegueira até
acredito que existem muitos que, mesmo daqueles que se acham com
mesmo sem saber, parecem estar visão apurada, mas não passam de
acometidos por certa miopia existencial enfermos que rejeitam confrontar-se
que, se não receber tratamento, com o diagnóstico.
poderá evoluir até mesmo para uma Lembrei da anorexia. Doença terrível
cegueira da alma, que tem se tornado que, segundo dizem os psicólogos,
uma verdadeira epidemia. consiste em um distúrbio psicológico,
Antes que seja acusado pelas em que o doente, devido à privação
autoridades de estar tentando alarmar auto-imposta de alimento, pode
a população sem motivos – como se já chegar até mesmo ao óbito. Segundo
não bastasse toda esta conversa sobre os estudiosos da psique humana,
febre amarela, dengue, meningite, a anorexia vem acompanhada de
agora ainda tem mais essa de cegueira uma distorção no olhar, visto que o
da alma. portador do distúrbio ao ver-se no
Cristo certa vez ao deparar-se espelho visualiza com persistência
com um cego de nascença e curá-lo, uma figura sempre acima do peso
olhou para os líderes religiosos, que desejado, ainda que esteja em pele
se colocavam a criticá-lo porque o dia e osso para todos, não é o que ele
da cura não estava adequado a sua percebe e por isso a rejeição ao
agenda de tradições, e diagnosticou: alimento permanece.
“Para um discernimento é que vim Desconfio que, para além da
a este mundo: para que os que não anorexia, existem pessoas portadoras
vêem, vejam, e os que vêem, tornem- de uma distorção no olhar, e tal
se cegos. Alguns fariseus, que se enfermidade já tinha sido identificada
achavam com ele, ouviram isso e lhe por Cristo ao longo do exercício do
disseram: Acaso também nós somos seu ministério, quando diagnosticou
cegos?” (João 9. 39,40). A cegueira de maneira incontestável que “a
dos religiosos os impedia de, diante dos lâmpada do corpo é o olho, se o teu
feitos singulares de Jesus, atentarem olho estiver são, todo o teu corpo
para o fato de que o autor era o ficará iluminado; mas se o teu olho
Senhor, e se colocavam em rota de estiver doente, todo o teu corpo
colisão com o próprio Deus. Portanto, ficará escuro. Pois se a luz que há em
a visão turva compromete tantas ti são trevas, quão grandes serão as
vezes nossa capacidade de perceber trevas” (Mateus 6.22,23). O Mestre
claramente o que Deus faz nos outros nos convida a notar que determinadas

19
pessoas que jazem imersas em uma enfim, olhos que machucam. Outras
escuridão existencial, e que para vezes somos nós que, como quem
onde olham só avistam uma neblina tem escamas nos olhos, com um
cinzenta que envolve tudo a sua volta, mal olhar vamos manchando a vida
sufocando a alma e desnorteando com a impureza que escorre não do
a caminhada, apresentam, não olho, que é apenas órgão, mas do
meramente, um drama circunstancial, olhar, que é alma da retina, e com
e sim uma tortuosidade no olhar. nossos olhos agredimos, ferimos e até
Entretanto, tendemos a projetar destruímos o outro.
a tortuosidade dos nossos próprios A verdade é que são muitos os
olhos nas coisas e nos outros; fica mais que vêem mal. E vale dizer que tal
fácil do que encarar um auto-exame distorção não pode ser percebida com
na maneira como vemos a vida, que uma simples visita ao oftalmologista,
pode revelar a necessidade de repensar nem mesmo com a realização de
o nosso modo de ser. É Lya Luft que poderosos exames possibilitados pela
declara: “Não gostamos de refletir e alta tecnologia dos aparelhos médicos;
decidir: se a gente parar para pensar, tal distorção no olhar talvez exigisse
tudo desmorona, me disse alguém. uma nova especialidade médica: a
Temos receio de encontrar a ponta oftalmologia da alma. Nessa área
do fio dissimulada na confusão do descortinaríamos o véu que encobre
novelo, e, puxando por ela, ver tudo milhares de pessoas portadoras de
desmontar”. Preferimos evitar os uma alma que enxerga mal, e que nos
espelhos que nos fazem olhar dentro de faz tatear na procura do caminho que
nós, e seguimos com olhos embaçados nos conduzirá dos desertos da vida ao
nos distanciando de nós e dos outros. oásis existencial.
Não é à toa que o primeiro sintoma Pois eu acredito que almas
do pecado no jardim do Éden foi uma portadoras de deficiência visual podem
alteração do olhar, onde homem e passar a enxergar. Como? Ah sim, seria
mulher diante dos olhos um do outro preciso reconsiderar a maneira como
agora precisavam se esconder. nos relacionamos com Deus. Para
É Rubem Alves quem afirma que “os isso, podemos aprender com a leitura
olhos foram a primeira parte do corpo que Ed René Kivitz faz de Yancey,
a se envenenar. De olhos de carinho declarando: “Philip Yancey, jornalista,
transformaram-se em ferrões”; ainda é um dos mais premiados escritores
hoje eventualmente nos sentimos cristãos da atualidade. Em seu livro O
feridos pelo olhar do outro, quando Deus (in)visível, você vai encontrar as
somos atingidos por olhos que seguintes afirmações: “buscar o Espírito
acusam, olhos que condenam, olhos é como procurar os óculos estando
que discriminam, olhos que rejeitam, com eles [...] o Espírito é com mais

20
precisão aquilo pelo qual percebemos, necessário nos relacionarmos com Deus
não aquilo que percebemos: é quem não como um dos gomos da vida, do
abre os nossos olhos para destacar as qual lançamos mão quando precisamos,
realidades espirituais subjacentes”. O mas sim como lentes, aquilo que se
que ele está dizendo é que a maioria interpõe entre nós e o mundo dando-
de nós encara a vida como uma laranja nos uma visão adequada da existência.
e pensa que Deus é um dos gomos. Enxergar a vida através de Deus para
Funciona mais ou menos da seguinte alguns pode parecer apenas uma ilusão
maneira: assim como interagimos de ótica através de nossas próprias
com o trabalho, o lazer, o dinheiro, as retinas, entretanto ilusória é a visão da
pessoas, o corpo, a igreja e por aí vai, vida sem Deus, pois através do Senhor
também interagimos com Deus – Ele é fazemos a passagem de um mundo de
uma das nossas interações. Mas essa sombras para a luz brilhante onde as
é uma concepção errada da realidade. coisas podem, enfim, ser vistas como
O correto é compreender que Deus realmente são ou podem, finalmente,
está por trás de cada uma das nossas vir a ser.
interações.”
Portanto, para que a alma possa Pr. André Santana
reaver uma percepção saudável faz-se Pastor da Igreja Batista da Redenção
Princípios Bíblicos
sobre Finanças
O
s estudos deste trimestre enfocam a nossa responsabilidade em usar com
sabedoria os recursos financeiros que o Senhor coloca em nossas mãos.
Em primeiro lugar, precisamos ter clareza de que não temos nada. Tudo é
do Senhor e nós somos apenas mordomos.
Jesus viveu com simplicidade. Ele nos ensinou a confiar em Deus que alimenta
os pássaros e veste os líriospregou, e muito mais fará por seus filhos. No entanto
diariamente somos estimulados a comprar, a fazer dívidas, a ter sempre mais
do que precisamos. A falta de controle financeiro afeta a nossa participação na
igreja, na entrega dos dízimos, põe em risco o bem-estar da família e também
a nossa saúde emocional
Devemos estar sempre nos perguntando: Onde está o foco do nosso
coração? Onde reside a nossa devoção? Qual é nosso maior amor?
Uma família cristã não pode fazer do dinheiro o seu foco principal pois ficarão
todos fascinados e desequilibrados na busca da riqueza. Os versículos abaixo
apontam para a esta questão crucial. Mas uma confusão muito comum: pessoas
pensam que a verdadeira liberdade financeira é poder comprar tudo o que se
sonha ou ter tanto dinheiro a ponto de não se preocupar com ele. Na verdade,
a verdadeira libertação financeira é ter uma família livre da ansiedade e da
preocupação quanto ao dinheiro porque aplica os princípios bíblicos que evitam
problemas, produzem soluções quando os problemas aparecem e geram
estabilidade.
Jesus disse: "Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de
aborrecer-se de um e amar o outro; ou se devotará a um e desprezará ao
outro. Não podereis servir a Deus e as riquezas" - Mt 6:24. E Paulo nos adverte:
"Porque o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça,
se desviaram da fé, e a si mesmo se atormentaram com muitas dores" - 1 Tm
6:10.

24
Quem escreveu?
Amilton ribeiro vargas – Bacharel de Irajá. Autor de vários livros, entre
em teologia e em direito. Pastor da eles: Parábolas Vivas, A Túnica
Igreja Batista Central do Redentor Inconsútil, Mordomia e Missões,
e atual gestor do Colégio Batista Aperfeiçoamento dos Santos
Fluminense. Casado com Venância pela Integraçcão das Gerações,
Maria dos Santos Vargas, tendo duas Aconselhamento Cristão em
filhas: Rayanne Christine 14 e Lorraine Tempos de Crise, Jesus de Gênesis
Caroline 13 anos. Autor da lição 11. a Apocalipse, O Espírito Santo de
Gênesis a Apocalipse, A Predestinação
Ebenézer Bittencourt - Bacharel à luz da Bíblia, A Busca de Deus,
em teologia e mestre em divindade Tudo é Vosso, além de várias revistas
pela Universidade Internacional trimestrais. Casado há 54 anos com
de Columbia - EUA. Graduado Zênia dos Santos Falcão, tem dois
do Instituto Haggai Internacional filhos, uma filha, duas noras, um
em Maui. Atua como consultor de genro e 7 netos, todos integrados na
empresas e facilitador nas áreas obra do Senhor em suas Igrejas. Autor
Finanças Pessoais, Comunicação, da lição 2.
Liderança, Desenvolvimento de
Equipes Sinérgicas, Planejamento Jorge Schutz Dias - Pastor da Igreja
de Vida e Carreira, Aconselhamento Batista da Lapa- SP. Formado em
Profissional de Sucessores em Teologia pelo Seminário Teológico
Empresas Familiares. Palestrante, Batista do Sul do Brasil com mestrado
pastor e administrador cristão durante e doutorado em Ciências da Religião
31 anos no Brasil, Estados Unidos, pela UMESP. Autor das lições 1, 4, 6.
Peru e Argentina. Diretor Executivo
do Instituto Haggai do Brasil desde Juracy Carlos Bahia - pastor batista,
2001. Autor dos livros “Qual é o casado com Maria Cristina Moreira
Nosso Negócio?” e “O Poder que Bahia, com quem tem três filhos:
nos Move”. Docente Internacional Priscilla, Patrícia e Thiago Moreira
do Haggai na área de Comunicação. Bahia. Trabalhou nove anos na
Casado com Marta, eles têm três Junta de Missões Nacionais onde
filhos adultos. Autor das lições 5 e 10. foi diretor dos departamentos de
Apoio Missionário, Evangelismo e
João Falcão Sobrinho - pastor Comunicação e onde desenvolveu
emérito da Primeira Igreja Batista vários projetos relacionados com

25
evangelização e crescimento das Valdo Romão - advogado, contador,
igrejas. É o fundador da Associação de professor de Teologia Sistemática
Amigos do Ministério Pastoral – AAMP e Administração Eclesiástica da
– que presta serviços a pastores, com Faculdade Teológica Batista de
destaque para distribuição de mais de São Paulo, pós-graduado em
200 mil livros subsidiados em menos Administração, autor da obra: Manual
de quatro anos. É também executivo do Terceiro Setor e Instituições
da Ordem dos Pastores Batistas do Religiosas, Editora Atlas. Diretor
Brasil. Autor da lição 12. Executivo da Convenção Batista do
Estado de São Paulo, e Pastor Emérito
Nilson Godoy – pastor, formado da PIB em Jardim Iva, São Paulo-SP.
em teologia no Seminário Teológico Autor da lição 3.
Batista do Sul do Brasil e graduando
em Administração de Empresas Vanderlei Batista Marins é pastor
na UFF. Atual Coordenador Geral titular da Primeira Igreja Batista em
da Convenção Batista Fluminense. Alcântara (RJ) e possui bacharelado,
Casado com Lilia Matilde Freichos mestrado e doutorado em Teologia e
Godoy, pai de Nilson Jr., Liliane e bacharelado em Direito. É presidente
Felipe. da Convenção Batista Fluminense e
Diretor Geral e professor de Ministério
Rosilene Estevam Nazar - Pastoral, Aconselhamento e Doutrinas
Farmacêutica Bioquímica, com do Seminário Teológico Batista
especialização em Gestão e Avaliação Gonçalense. É membro da Comissão
de Programas e Projetos Sociais. de Apoio Jurídico-Parlamentar da
Relatora do Comitê Consultivo de Convenção Batista Brasileira. Casado,
Ação Social da Convenção Batista há 22 anos, com a profa. Rita de
Brasileira. Coordenadora do Comitê Cássia, pai de Eber Jonathas, Mikhael,
do Programa para Ação Social Fátima e Elildes. Autor da lição 13.
da Convenção Batista Mineira.
Coordenadora do Ministério de Ação Sócrates de Oliveira - pastor batista,
Social da Igreja Batista do Barro Preto. formado em teologia pelo Seminário
Conselheira Estadual dos Direitos da Teológico de Niterói. Atual diretor
Criança e do Adolescente de Minas executivo da Convenção Batista
Gerais - CEDCA e Coordenadora da Brasileira. Casado com Lúcia Cerqueira
Comissão de Orçamento e Finanças Oliveira e pai de Mariane e Camile.
do CEDCA. Autor da lição 9. Autor da lição 7.

Veja no site:
sugestões didáticas www.batistafluminense.org.br
27
Data do Estudo

Licao 1
Texto Bíblico: Amós

O discurso da prosperidade

“O melhor jogador do mundo é crente


e rico. Eu sou crente. Deveria ser
rico?”

A
exposição da foto do jogador
Kaká: rico, bonito e famoso (três
pilares dos sonhos da juventude),
declarado crente em Jesus, que
exibiu a frase “I belong to Jesus”
(eu pertenço a Jesus) estampada em
sua camisa, depois de exímia vitória
do Milan sobre o Boca Junior no

28
Japão. O melhor jogador do mundo morte na cruz! Como conciliar tudo
representa um ícone e um modelo do isso com a idéia circulante hoje que
cristão próspero – modelo daquele possuir bens e sucesso é indicador
que, pela confiança em Deus, chegou de ligação íntima com este mesmo
ao topo. Suas declarações em tom Cristo?
de humildade, recheadas de citações Não serão os pobres aqueles que
bíblicas, reforçam no imaginário dos entrarão primeiros no Reino de Deus
cristãos que o caminho para se chegar (Mt 5.3)? O que dizer de Lázaro (Lc
ao “pódio da riqueza” passa pela 16.19-31)? E do encontro de Jesus
figura de Jesus Cristo – muito embora com o publicano – que após salvo,
esse mesmo Jesus tenha sido pobre repartiu seus bens com os pobres (Lc
e com os pobres tenha convivido em 19.2-10)? Que leitura se fará do ensino
sua peregrinação terrena. de Jesus acerca do juízo final quando
os denominados ‘benditos do pai’ são
Algumas perguntas aqueles situados à direita, que não
para nossa reflexão: tiveram água, nem roupas ou pão (Mt
O conceito de prosperidade que se 25.34-40)? Seria justo estes serem
busca tem suas raízes na comunhão chamados de benditos do meu pai,
com Deus ou essa busca configura a conforme afirmou Jesus?
secularização dos cristãos que, com A Bíblia condena ao inferno aquele
suas mentes cativadas pelo desejo que possui bens? O rico está perdido
do consumo, cultuam outro senhor porque é rico e o pobre será salvo
nos templos denominados shopping porque vive nesta condição?
centers?
Que relação há entre ser crente e ter 1. O sonho do brasileiro
bens? Especialmente se ponderarmos O ideal de prosperar, de progredir,
o ser crente em Cristo, que articulou parece povoar o imaginário do
seu convite aos seguidores propondo brasileiro. Este vive a cada dia mais
que eles deixassem tudo para segui- assustado com os escândalos e atos
lo (Mc 10.21), que viveu no meio de de corrupção por parte de nossas
uma nação marginal, vindo à luz num autoridades, sobrevivendo diante da
lugar de exclusão (manjedoura) e violência urbana – sem controle pelo
que desenvolveu seu ministério junto Estado, e ante ao difícil acesso aos
aos fracos e oprimidos, multiplicando meios de subsistência e proteção,
pães, curando cegos e paralíticos (Lc resistindo mesmo na ausência dos
2.7, Mt 14.14-21, Mc 8.22-25, Mt bens essenciais para a dignidade
9.2). O Cristo que foi submetido a humana: alimento, moradia com
um processo judicial marcado pela saneamento básico e direito a
corrupção e chegou até a morte e educação.

29
Os cristãos brasileiros, envolvidos de ouro na eternidade, preferem ter
pelo discurso capitalista de que ter barras dele em depósito no banco;
dinheiro é ter poder e que o homem que não estão interessados em vestes
é medido pelo que consome e brancas e na companhia do Cordeiro
não pelo seu caráter, entre outros no futuro, pois preferem ‘vestes de
conceitos, encontraram na divindade marca’ e a companhia dos ricaços no
o refúgio e o meio a ser acionado presente.
para alcançarem seus objetivos O discurso tradicional da igreja,
consumistas. Encontrou-se assim, na focado na pessoa e revelação de
religião e na divindade, o respaldo Deus em Cristo, é, então, de certa
para o desejar sem sentimentos de forma, ampliado. Assim, o Cristo,
culpa e o pensar que tal cobiça não que ocupava um espaço proeminente
possa ser chamada de pecado. Isto no pensamento do cristão, agora se
porque a própria religião incentiva e desloca na mesma linha de igualdade
sacraliza esses desejos de consumo, com outras figuras poderosas no
interpretando-os como válidos diante “novo panteão de divindades” e
de Deus. autoridades religiosas em exercício
que medeiam o sagrado.
2. Uma religiosidade sedutora
Muito embora o bispo Tiago 3. O domínio de Satanás
de Jerusalém tenha reconhecido O Cristo, a fé, o batismo, a Bíblia
que são os ricos que oprimem e o culto são “enriquecidos” desta
os pobres e contaminam a igreja forma como o urânio e transformados
(Tiago 2.6), ao que parece, temos numa “bomba multifacetada”. O
olvidado tais recomendações à igreja culto agora é da libertação, de
contemporânea – hipnotizada pela descarrego, da busca do sucesso no
sedução do acesso ao carro zero em emprego e na família. A presença
setenta prestações e pelo cartão de de Cristo não é mais reivindicada
crédito que permite o consumir. Foi e sim a do diabo para que este, o
nesta compreensão que o movimento inimigo, seja expulso do lugar sagrado
denominado neopentecostal de forma coreográfica na presença
encontrou adeptos. de um mediador, mediúnico, que
Daí se percebe pelo menos uma incorpora o Espírito Santo e que “luta
das causas do sucesso do discurso da e vence” o Príncipe das Trevas. As
prosperidade via religião, ao cativar mazelas que assolam os cidadãos e
adeptos que não pretendem mais suas famílias não são mais atribuídas
esperar as mansões celestiais, mas ao enorme fosso entre ricos e
desejam-nas aqui e agora. Adeptos pobres, à desigualdade social ou à
que não aspiram transitar por ruas má distribuição de renda, mas ao

30
domínio de Satanás. As autoridades Para pensar e agir
do governo e os grandes banqueiros A prosperidade põe em risco a
deveriam agradecer aos pregadores solidariedade e, com o tempo, torna-
da mensagem da prosperidade, pois, se sua inimiga.
de certa forma, por este discurso, Na sociedade onde o deus é o
são isentados de culpabilidade. dinheiro e a prosperidade é cultivada,
Assim, não são mais eles, de carne o auto-interesse é a mola propulsora
e osso, que oprimem o povo, mas do progresso que aponta o lucro
uma entidade espiritual chamada (ganho - prazer) como ideal. Porém
de diabo e que deve ser expulsa isto é um golpe mortal na construção
mediante humilhação pública. Desta de uma coletividade fraterna e
forma, também a responsabilidade pacífica.
individual é minimizada, uma vez que Na prosperidade nos imolamos à
o mal praticado tem sua origem num vida solitária e nos incapacitamos à
demônio e não na vontade, nem na partilha, pois a fartura compromete
perversão do indivíduo. a vontade de viver em comunidade
Esta proposta de religiosidade não e cega nossa visão na percepção das
“cai como uma luva” para os cristãos carências do próximo.
de hoje? Nela não há culpa, não há No horizonte da prosperidade as
confissão, não há pecado. Nela não necessidades do outro nos oferecem
se fala de fé, de esperança e amor. ocasiões ao lucro em lugar da
Nela não há Graça de Deus, há prazer compaixão.
humano. A vivência na prosperidade facilita
Finalmente, resgatam-se a partir a vida do próspero e endurece-lhe o
do profeta Amós indicadores para a coração. Foi assim que pensou o moço
vivência da religiosidade equilibrada rico interpelado por Cristo (Mt 19.16-
numa sociedade que respira ares de 22). Ele seguia a lei, mas não conseguia
prosperidade e a valoriza. Amós partilhar suas riquezas com outros. Por
oferece-nos cinco visões – das quais isto retirou-se triste da presença de
se recomenda a leitura para o devido Cristo. Prosperidade não traz felicidade.
entendimento – de uma religiosidade
plausível e equilibrada, na qual Deus e Segunda Amós 5
o próximo têm valores intrínsecos que Terça Amós 8
Leituras Diárias

precisam ser respeitados e honrados; Quarta Lucas 16.19-31


na qual pessoas e relacionamentos Quinta Mateus 25.34-40
valem mais que objetos e posição
Sexta Lucas 19.2-10
social; e na qual o crer e a ética valem
Sábado Mateus 14.14-21
mais que o possuir a capacidade de
Domingo Mateus 19.16-22
articulações e “jeitinhos”.

31
Data do Estudo

Licao 2
Texto Bíblico: Malaquias 3

Dinheiro:
um assunto espiritual

M
ordomia cristã é a consciência tempo, dos nossos dons e talentos,
de que tudo o que somos e influência, dinheiro, profissão. Tudo
tudo o que está em nossas o que temos e somos deve glorificar
mãos pertence a Cristo. Jesus é o a Cristo. Nossos bens terrenos devem
Senhor do nosso corpo, da nossa glorificar a Jesus tanto na forma de
mente, das nossas emoções, da nossa serem adquiridos, quanto na sua
alma aqui e na eternidade, assim posse e uso. Não somente os dízimos
como dos nossos bens, do nosso que entregamos com alegria para a

32
realização dos propósitos de Jesus responde às suas perguntas, purifica
por intermédio da igreja, mas tudo o você dos seus pecados, preenche suas
que retemos para o nosso sustento carências, alivia seus fardos, expulsa
continua pertencendo a Jesus e só seus temores. Não é da vontade de
pode ser usado conforme a sua Deus que o homem se converta a
vontade e para a sua glória. Desde a Cristo e fique em casa assistindo aos
casa, os móveis, os eletrodomésticos, cultos pelo rádio ou pela televisão,
incluindo a geladeira, a televisão, o que certamente têm o seu lugar, mas
computador, como também o carro, a não substituem sua vinda ao templo
bicicleta, até as panelas, a caneta Bic, para adorar a Deus junto com a igreja
roupas e calçados que eu uso, tudo de Cristo. Já exclamava o salmista:
pertence a Jesus porque eu pertenço “Alegrei-me quando me disseram,
a Jesus. vamos à Casa do Senhor” (Salmo
Vamos analisar Malaquias 3.10 122.1).
à luz do Novo Testamento e da
nossa experiência com Cristo, nosso 2. Todos os dízimos
Salvador. Que significa “todos os dízimos”?
Significa os dízimos do gado e das
1. Trazei colheitas, do lucro no comércio e
Para trazer os seus dízimos, você na indústria. É o dízimo do salário,
precisa vir pessoalmente ao templo do das comissões, dos aluguéis, das
Senhor. Deus não está tão interessado ajudas de custo, das gratificações,
em seus dízimos, quanto em você, na da aposentadoria, dos juros em
sua pessoa (Leia Malaquias 3.17). Se poupança e investimentos. Se você
você enviar os seus dízimos, mas ficar quer colher bênçãos espirituais,
em casa, não estará obedecendo à plante fidelidade. A começar pelos
ordem do Senhor. Deus quer que você seus dízimos. A primeira pessoa que
venha à igreja com seus pensamentos, Deus quer abençoar com os dízimos
com suas emoções, com suas alegrias e que você entrega na sua igreja é você
motivos de louvor, com suas perguntas mesmo. Por intermédio dos seus
e carências espirituais, com seus dízimos, Deus quer que você cresça no
problemas e fardos, com seus medos seu amor.
e esperanças, com sua solidão e até
mesmo com suas fraquezas, porque, 3. “À casa do tesouro”
na convivência com o povo de Deus, O lugar certo para entregar os
na presença de Deus, na adoração a seus dízimos é a Casa do Tesouro,
Deus, pela exortação da Palavra por ou seja, a casa de Deus. Jesus diz
meio do ensino e da pregação, pelas que “onde estiver o vosso tesouro,
suas orações junto com a igreja, Deus aí estará também o vosso coração”

33
(Mateus 6.21). Se você não entrega os possível a pregação do Evangelho
dízimos do Senhor na casa do Senhor no mundo inteiro. Se você não os
é porque o seu coração não está na entregar, o Evangelho não deixará
casa do Senhor. Se nem 10% do seu de ser proclamado, mas você
tesouro estão na casa de Deus, é perderá a alegria de participar da
impossível que lá esteja o seu coração. edificação espiritual da sua igreja e
Você pode contribuir para a obra da pregação do Evangelho de Cristo
que quiser, para os pobres, para uma ao mundo. Na verdade, cada vez que
causa justa, mas depois de entregar você entrega os dízimos do Senhor
os seus dízimos na Casa do Senhor. no templo do Senhor, você está
Se você encaminhar seus dízimos declarando sua fé na providência
para outro lugar, por mais justo que de Deus para o sustento da sua
lhe pareça, estará dando o que não vida, você está contribuindo para
lhe pertence, porque o dízimo não é a obra missionária, está colocando
seu. “O dízimo é do Senhor”. “Todos azeite na lâmpada da esperança da
os dízimos da terra, quer dos cereais, volta de Cristo para iluminar este
quer do fruto das árvores pertencem mundo mergulhado em trevas. Deus
ao Senhor. Santos são ao Senhor” abre as janelas do céu e derrama
(Levítico 27.30). bênçãos espirituais sobre o crente,
sobre a família e sobre a igreja em
4. “Para que haja mantimento conseqüência da fidelidade de cada
na minha casa” um na sua mordomia. Deus é liberal
O mantimento era para o sustento com os que lhe são fiéis: “Mas
dos sacerdotes e levitas, que tinham agora, diz o Senhor: Longe de mim
o encargo do culto. Eles tinham que tal coisa, porque honrarei os que me
dedicar todo o seu tempo a estudar honram, mas os que me desprezam
e ensinar a Palavra de Deus para serão desprezados” (1 Samuel 2.30).
que o povo não se desviasse da lei
do Senhor. O mantimento que o
5. “E depois fazei prova
povo trazia como prova de sua fé, de mim, diz o Senhor”
com alegria, em forma de dízimos, Não há como duvidar da fidelidade
sustentava os cultos, mantinha a de Deus. Ele é fiel a nós porque é
esperança da vinda do Messias fiel a si mesmo. Ao nos desafiar para
prometido. Assim, a causa última da fazermos prova da sua bondade e
fidelidade na entrega dos dízimos misericórdia, Deus está declarando
era manter acesa, na alma de Israel, que nós devemos dar prova a nós
a esperança do Messias. Jesus é mesmos da nossa fidelidade, do
a causa da fidelidade nos nossos nosso amor a Ele, do nosso amor
dízimos. Os seus dízimos tornam pelo pecador perdido e da nossa

34
espiritualidade. Deus não precisa como aconteceu com o povo de
dar maior prova do seu amor por Israel conforme denuncia o profeta:
mim do que a prova que deu no “Vós sois amaldiçoados com a
Calvário. Eu é que preciso entregar maldição; porque a mim me roubais,
os meus dízimos como prova da sim, vós esta nação toda” (Malaquias
minha fidelidade, como prova de 3.9). Quantos crentes têm tido
que o meu coração pertence a prosperidade na vida material, mas
Cristo. A única motivação válida para por não buscarem primeiro ser fiéis
entregar todos os dízimos é o amor. ao Senhor a prosperidade material se
Se os dízimos forem entregues por tornou em maldição, afastando-os
medo de punições, por vaidade, por da vida cristã.
competição, por mera rotina ou por
qualquer outro motivo que não seja Para pensar e agir
o amor a Cristo, não trarão alegria • As crises, desemprego, carestia
ao coração “Porque Deus ama ao não afetam nem tiram a alegria
que dá com alegria” (2 Coríntios do crente fiel porque a sua
9.7). felicidade e segurança não
dependem de coisas materiais,
6. “Abrirei as janelas do céu” mas da presença de Deus em sua
Muitos pensam que, quando Deus vida.
promete abrir as janelas do céu • Leia Habacuque 3.17,18
e derramar bênçãos sem medida aplicando o texto nas situações
– “chuvas de bênçãos...” que a do seu cotidiano. Deus é maior
promessa é de bênçãos materiais. do que todas as bênçãos que dele
Para eles, a “maior abastança” será possamos receber. Alegrar-se no
a prosperidade material: dinheiro, Senhor e exultar no Deus da sua
casa, bens, saúde, riquezas. Esse salvação é a bênção da fidelidade
é, porém, o ensino das igrejas que porque “O justo viverá da fé e se
adotam a teologia da prosperidade. ele recuar, a minha alma não tem
Essa teologia inverte a ordem dos prazer nele” (Hebreus 10.38).
valores e pretende transformar
Jesus em um promotor de venda de Segunda Mateus 6.19-24.
favores materiais. Mas as bênçãos Terça Mateus 6.25-30.
Leituras Diárias

que nos vêm do céu são bênçãos Quarta Mateus 6.31-34


espirituais. As bênçãos materiais, Quinta 1 Pedro 1.13-21
quando Deus quer concedê-las, são
Sexta Filipenses 4.4-9
conseqüência da bênção espiritual.
Sábado Salmo 27.4-10
Bênçãos materiais sem fidelidade
Domingo Salmo 37.22-29
espiritual se tornariam em maldição,

35
Data do Estudo

Licao 3
Texto Bíblico: Deuteronômio 10.14

Deus é dono ou nosso sócio?

36
O
tema, como posto, admite posse, este nem sempre é o legítimo
algumas interpretações. Seria proprietário. Ter posse é estar com,
Deus nosso dono, ou nosso é ter o poder de usar, sem, contudo,
sócio? Ou é Deus dono do que está poder dispor do bem, pois não lhe
em nossas mãos, ou sócio do que pertence. Segue-se a definição do que
está em nossas mãos. Há ainda uma é ser sócio: O sócio, diferentemente
outra possibilidade: Deus é dono da do dono, deve obedecer a certas
nossa vida, ou é sócio dela? Todas as condições para usar, gozar e dispor
possibilidades apontadas merecem de um bem, pois ele compartilha
o nosso debruçar. No entanto, antes a propriedade com outrem. Ele é
de nos ocuparmos com o tema, ele um participante de uma sociedade.
pede desde logo que entendamos as Mesmo sendo majoritário, sobre
expressões que constroem a pergunta ele recaem certas condições para
apresentada. dispor do bem compartilhado. Ele
Não é prudente discutir, refletir não é dono absoluto. Não tem a
sobre qualquer assunto sem antes propriedade plena.
entender os termos básicos que Focaremos Deus como dono
agasalham qualquer tema. Sócrates, absoluto sobre todas as coisas criadas
o grande filósofo grego que viveu por Ele, e nelas estamos nós também.
entre 469-399 a.C, ficou conhecido na É o salmista, que, de maneira clara,
história da filosofia pela contribuição afirma o domínio de Deus sobre tudo.
que deu quanto a duas coisas O Salmo 24.1 registra: “Do Senhor
importantes: os argumentos indutivos é a terra e tudo o que nela existe, o
e as definições universais. Para ele, mundo e os que nele vivem” (NVI).
o método dos diálogos é indutivo Tendo como norte esta escritura
e, para esses diálogos, ele buscava pública de Deus, vejamos então alguns
provê-los de definições. Assim é que aspectos desse domínio de Deus.
ele disse “se queres conversar comigo
define tuas palavras...”. Vamos, então, 2. O domínio de Deus
definir os termos presentes no tema. A relevância do Senhorio de Deus é
tão acentuada na Bíblia que, entre os
1. O que é ser dono? principais nomes atribuídos a Deus,
Temos, no ordenamento jurídico um deles é Senhor. A palavra Senhor
do nosso país, um instituto chamado aparece por oito mil vezes na Bíblia
domínio, que define o que é ser dono. como um nome de Deus, isso no
Dono é aquele que tem o direito de Antigo Testamento; e por cerca de
usar, gozar e dispor de um bem. É setecentas vezes no Novo Testamento,
aquele que tem propriedade plena. onde, na maioria das vezes, refere-se
Diferentemente do que detém a ao Senhor Jesus.

37
Como já mencionamos, o termo 3. O que somos para Deus?
domínio é atribuído àquele que tem Pelo que já vimos, Deus é o legítimo
propriedade no sentido absoluto da proprietário de tudo que aí está. O
palavra. Duas expressões encontramos seu Senhorio sobressalta em todo
na Bíblia para confirmar que Deus é o contexto bíblico. No entanto, Ele
Senhor. A primeira delas é Adonai, delega tarefas para nós. Isso, desde
talvez a forma plural de Adon, um a criação; no livro do Gênesis 2.15
antiqüíssimo nome de Deus que lemos: “E tomou o Senhor Deus o
denota propriedade, controle. Esse homem, e o pôs no jardim do Éden
termo é aplicado a Deus como o para o lavrar e o guardar”.
proprietário e o dirigente da terra Aparece aqui uma relação entre o
inteira. Adonai Yaweh aparece em homem e Deus, o dono de todas as
combinação, sendo usualmente coisas. Portanto, Deus é Senhor por
traduzido por Senhor Deus. Assim direito de criação e porque continua
afirmam R. N. Champlin e J. M. sustentando tudo que criou. A
Bentes, em sua Enciclopédia de Bíblia, nossa presença nesse contexto é de
Teologia e Filosofia. ajudador. Não nos tornamos sócios
A outra expressão bíblica é Kúrios. de Deus, somos cooperadores dele,
Foi usada como tradução de dois diga-se, alto privilégio. Nessa relação,
termos hebraicos, Yahweh e Adonai. somos servos de um excelente Senhor.
No Novo Testamento, Deus Pai é Somos amados por Ele. O seu cuidado
revelado como o Senhor dos céus e por nós é tremendamente grande.
da terra. Apocalipse 4.11 “Tu, Senhor Jesus se apresentou para ser
e Deus nosso, és digno de receber exemplo dessa relação. Ele viveu
a glória, a honra e o poder, porque intensamente sua vida demonstrando
criaste todas as coisas, e por tua submissão a Deus. Isaías, o profeta,
vontade elas existem e foram criadas”. mostra o Servo do Senhor; duas
Esta expressão é normalmente usada expressões que são usadas como
no Novo Testamento para indicar o figuras simbólicas, para indicar a
Filho, Jesus Cristo, na sua qualidade de relação de Jesus Cristo e o Pai. A
Messias. Septuaginta, tradução do Antigo
A generosidade com que a Testamento do hebraico para o
Bíblia apresenta o tema demonstra grego, algumas vezes diz pais kuriou
claramente a importância dele. e, outras vezes, doulos kuriou,
Isso mostra que a Bíblia é um livro expressões que podem ser traduzidas
teísta. O teísmo ensina que Deus não por criado do Senhor e escravo do
somente criou o que aí está, mas Senhor.
também continua interessado pela Aprendamos com Jesus, que viveu
sua criação. obedecendo ao Senhor. Algumas

38
passagens bíblicas mostram essa o apresenta, apesar de muitos
submissão. Destacamos aqui a de não admitirem esse senhorio.
Lucas 22.42. Registra Jesus orando a Muitos querem usurpar o que a
Deus, dizendo: “Pai, se queres, afasta Ele pertence. Infelizmente, não
de mim este cálice; contudo, não seja enxergam o seu lugar. Somos servos,
feita a minha vontade, mas a tua”. e servos de um Senhor que entrega
Há de estar bem cristalina a nossa para nós aquilo que é dele para nos
relação com o Senhor: somos servos, abençoar, e essa entrega não nos
em outras palavras, somos escravos, torna seus sócios.
serviçais do Senhor. Nisso, não há Pelo seu grande amor, podemos
qualquer demérito, pois somos lançar mão do que é dele, e por isso
propriedade desse Senhor que nos somos contemplados pelas maravilhas
ama, nos trata com dignidade, da sua obra. Este Senhor nos ama, a
nos dá a sua casa para nós. Abre maior prova disso foi a sua doação
as despensas dele para dela nos em nosso favor, dando Jesus Cristo,
abastecermos. Ele espera que sejamos o seu filho, para morrer por nós,
bons despenseiros. Em 1 Coríntios esperando que cada um de nós o
4.1 temos: “Assim, pois, importa que aceite como Salvador e Senhor da
os homens nos considerem como vida.
ministros de Cristo e despenseiros dos
mistérios de Deus. Ora, além disso, o
Para pensar e agir
que se requer dos despenseiros, é que • Quem é o Senhor da sua vida?
cada um deles seja encontrado fiel”. • Você se coloca como servo, sendo
obediente à vontade de Deus?
4. Mordomos fiéis • Você imagina um escravo dando
Deus coloca em nossas mãos ordens ao seu senhor? O que você
incontáveis bens. Tornamo-nos apenas acha de alguns crentes que querem
mordomos desses bens. A nossa fazer de Deus seu escravo?
tarefa é cuidar da melhor maneira, • O que muda na sua vida ao admitir
sabendo que em nenhum momento que Deus é dono de tudo?
Deus abdicou do que lhe pertence. Ele
não virou as costas para sua criação, Segunda Deuteronômio 10.12-22
antes, continua interessado por ela. Terça 1Coríntios 4
Leituras Diárias

No entanto, compartilha conosco de Quarta Lucas 22. 39-46


maneira amorosa aquilo que é dele. Quinta Gênesis 2
O que aí está foi colocado à nossa Apocalipse 4
Sexta
disposição.
Sábado Salmo 24
Não há como não ver que Deus
Domingo Isaías 40
é Senhor. A sua Palavra assim

39
Data do Estudo

Licao 4
Texto Bíblico: ucas 16.19-31

A bênção da satisfação

N
o famoso texto A Divina
Comédia, o autor apresenta a
peregrinação do protagonista
com destino ao paraíso. Nessa
caminhada, encontra-se o
caminhante com várias situações e
personagens, todas recobertas de
adjetivos e minuciosas descrições.

40
A chegada à porta do inferno futuro? A sociedade clama por luz, e
é um quadro singular encontrado os cristãos por bem-estar.
no 3º canto da referida obra. No
vestíbulo, como é descrito pelo 1. Uma nova revolução
autor, estão reunidas as almas Recorro ao sintético roteiro de
dos indiferentes (aqueles que não Jung Mo Sung apresentado no livro
praticaram nem o bem, nem o mal). Deus numa economia sem coração.
Estes, porque não fizeram o mal, O referido autor prossegue
não merecem o inferno e, porque declarando em seu livro que o
também não lhes atraiu o bem, o Brasil fora um excelente local para
céu os repele. Estão no setor das a implantação de indústrias de
almas que não cabem em lugar produção por possuir mão-de-obra
nenhum. São os neutros. barata, uma legislação trabalhista
Será que a cristandade do incipiente e um governo corruptível;
século XXI não se tornou a que o país viveu a segunda revolução
“massa dos neutros” da sociedade (da indústria de produção) no seu
contemporânea? Pois, como na tempo áureo, porém a economia
Divina Comédia, a esta não se brasileira e a sua sociedade,
reserva nem céu, nem inferno. São despreparadas para o novo
pessoas que, na busca por curas, paradigma, viram-se traídas pela
libertações e prosperidade, ocupam- chegada da revolução tecnológica.
se em esquivar-se de sofrer o mal: a Pois esta, assumindo em muitos
dor, a penúria, o infortúnio. Do bem, espaços o lugar dos trabalhadores,
elas não sentem o apelo à prática. empurrou à informalidade centenas
Mal compreendem a salvação que de chefes de família, gerando caos
se recebe por graça, isto é, sem social nas áreas da saúde, transporte,
méritos, logo não admite obras. Do saneamento básico, bem como
sal, perderam o sabor que salga. nos bens essenciais à vida. Estes,
Da luz, colocou-se o lampião sob a negados ou subtraídos aos que não
mesa, fora do velador e o lampião dispunham mais da renda suficiente,
já não alumia os que pela casa nem emprego, para “bancá-los”.
transitam (Mateus 5.13-16).
Pergunta-se, então: Do que 2. Trabalho e prosperidade
reclama a sociedade se não é da Por outro lado, desde a reforma
revelação dos filhos de Deus? Do que protestante, em 1517, o trabalho
reclamam os filhos de Deus, senão e a produção foram interpretados
de bênçãos celestiais aqui e agora? como dádiva divina. Por
Perdeu-se a dimensão escatológica conseqüência, também os bens por
da fé e a expectativa do galardão eles auferidos. “Mesa farta”, família

41
saudável, filhos educados em boas 3. Pobreza: projeto de Deus?
escolas, poupança constituída sob Mas o que a cristandade tem a
rigorosa administração financeira dizer aos pobres? Será a pobreza
e outros valores como estes são um projeto de Deus para alguns?
produtos do protestantismo. Quando é o pobre afirmado em sua
Contudo, não faltam autores pobreza como fruto da vontade de
para indicar que esse espírito Deus?
de produção e trabalho formou Por existir um componente
o substrato do conceito do perverso nas relações humanas, o
capitalismo selvagem moderno. mundo social educa os seus filhos
O fato é que aqueles que não segundo os valores da carne, não
conseguem equilibrar-se na vida do Espírito. Valores estes que são
produtiva pretensamente denunciam propensos à idolatria e à dominação.
a existência de certa ruptura A idolatria em suas múltiplas formas
espiritual na sua própria constituição admite a acumulação ilegítima
– no seu caráter. Por esta mesma de bens mediante a opressão e o
razão o protestantismo histórico trabalho escravo do semelhante,
se vê às voltas com os movimentos negando-lhe o exercício de sua livre
modernos de avivamento religioso. consciência e o seu direito a voz.
Movimentos em que a bênção da Segundo os gregos, a partir da
prosperidade não é conseguida pelo natureza uns se manifestam como
trabalho, mas pela busca de um deuses e outros como homens; uns
Deus que é essencialmente ‘o Senhor como livres e outros como escravos.
do ouro e da prata’. Cria-se assim Seria possível então se construir,
um novo padrão de relacionamento partindo daí, uma teologia da
com Deus e, conseqüentemente, resignação? Justificando assim o fato
com a riqueza e bens no sentido de alguém ser “pobre”; dizendo:
geral. “Deus assim o quis”. Igual postura,
“Consumir” é a religião do ou construção teológica nefasta, é se
momento, pois sustenta os propor o amor e a reconciliação dos
conglomerados produtivos. Busca-se ricos dominadores com os pobres
acesso ao consumo pelo trabalho oprimidos (estes, assassinados
– uma alternativa para poucos e pelos pecados daqueles), sem que
altamente especializados, ou pela aos pobres tenham sido dadas as
contravenção, pela corrupção, pelo condições objetivas para o perdão,
tráfico e pelo contrabando; ou numa ou melhor, para o acesso à partilha e
religião, movimento da prosperidade, ao bem comum.
em que Deus é ‘Papai Noel’ o ano Como, então, a cristandade
todo. moderna pode constituir caminhos

42
em que o pobre e a pobreza Deus e a produção nela é do homem
sejam convidados ao diálogo e à para todos os homens. O mal é a
experiência de vida e de fé, de tal acumulação de riquezas que produz
forma que se possa desenvolver a pobreza em qualquer aspecto no
no interior das igrejas cristãs uma outro. A pobreza do rico é a amarga
nova dimensão de alegria no servir solidão de um coração insensível e
e de gratidão no estender a mão insaciável.
ao próximo? Algumas indicações
práticas a partir de Henrique Dussel Para pensar e agir
são: À cristandade cabe seguir os
a) À cristandade cabe o desafio passos de Cristo e considerar o
de opor-se ao “reino do mal”. Esta início do ministério daquele que
luta começa quando alguém tem a nos cede o nome. O ministério
coragem de sair de tal reino e buscar dele começou no deserto e
uma relação com o outro face a face. é caminhando no deserto,
Ali haverá a possibilidade da partilha com nossos semelhantes, com
de tristezas, porém na comunhão se quem somos companheiros em
achará o caminho da alegria. direção ao futuro. No deserto,
b) À cristandade cabe a revisão unidos reviveremos os únicos
da consciência ética, o que significa mandamentos úteis e necessários
abrir-se ao outro e levá-lo a sério. aos caminhantes: “Amarás ao
c) À cristandade cabe readquirir senhor Deus de todo o coração
a consciência de nossa culpa pelo e ao próximo como a ti mesmo,
mal alheio, de sentir-se responsável, não terás outros deuses diante
direta e indiretamente, pelo mal de mim... Não furtarás, não
que aflige o semelhante e tomar adulterarás e não cobiçarás o bem
iniciativas concretas, ainda que do teu próximo.” Nessa caminhada
localizadas, para diminuir o impacto a alegria encherá de ânimo o
perverso da dor que o assalta. coração dos peregrinos, ainda que
d) À cristandade cabe antecipar- o calor do deserto seja escaldante.
se e não esperar que o dia mau a
acometa para, só então sob a dor, Segunda Salmos 9
perceber que perdeu tempo demais Terça Lucas 16.1-14
Leituras Diárias

consigo em detrimento de olhar o Quarta Lucas 17.1-10


próximo – assim como aconteceu Quinta Deuteronômio 15.1-11
segundo o registro da parábola do
Sexta Salmo 12
rico e Lázaro.
Sábado Eclesiastes 5.10-17
e) À cristandade cabe redefinir a
Domingo Miquéias 6
riqueza como boa. A criação é de

43
Data do Estudo

Licao 5
Texto Bíblico: Mateus 6

A família e as finanças

44
O
nde está o foco do nosso dinheiro. Assim, cabe ao casal: (a)
coração? Onde reside a nossa definir um correto sistema de valores;
devoção? Qual é nosso maior (b) ensiná-lo aos filhos e (c) aplicá-lo
amor? Uma família cristã não pode à prática diária de forma a produzir
fazer do dinheiro o seu foco principal, estabilidade. Quero sugerir alguns
pois ficarão todos fascinados e princípios que podem ser um esboço
desequilibrados na busca da riqueza. inicial de estudo e prática familiar.
Os versículos abaixo apontam para
esta questão crucial. Mas uma Sete princípios geradores de
confusão muito comum: pessoas estabilidade financeira
pensam que a verdadeira liberdade Antes mesmo de ter os filhos, o
financeira é poder comprar tudo o casal deve estabelecer estes princípios
que se sonha ou ter tanto dinheiro a como base sólida mínima essencial
ponto de não se preocupar com ele. para a gestão de suas finanças. Isto foi
Na realidade, a verdadeira libertação o que eu fiz com minha noiva, Marta,
financeira é ter uma família livre da e desde então, temos usufruído dos
ansiedade e da preocupação quanto benefícios de tais convicções e práticas
ao dinheiro porque aplica os princípios ao longo de mais de trinta anos
bíblicos que evitam problemas, de casados. Os mesmos princípios
produzem soluções quando os transmitimos aos nossos filhos, que, já
problemas aparecem e geram adultos, seguem a mesma trilha.
estabilidade. 1. Deus é dono de tudo o que
Jesus: “Ninguém pode servir a nossa família tem e nós teremos
dois senhores; porque ou há de que lhe prestar contas pela nossa
aborrecer-se de um e amar o outro; administração
ou se devotará a um e desprezará ao O cristão crê que o dinheiro não
outro. Não podereis servir a Deus e as é algo a que deva se aferrar, mas
riquezas” - Mt 6.24. algo que deva administrar diante de
Paulo: “Porque o amor ao dinheiro Deus. Este é o princípio mais forte
é a raiz de todos os males; e alguns, e libertador. Crendo nisto já haverá
nessa cobiça, se desviaram da fé, e a si uma mudança radical na gestão das
mesmos se atormentaram com muitas finanças pessoais e familiares.
dores” - 1 Tm 6.10. “Porque dele, por meio dele, e
Cuidar da atitude é essencial, mas para ele são todas as coisas”. – Rm
percebo que os problemas familiares 11.36; Sl 24.1; Ag 2.8; 1 Cr 29.13,14.
aumentam porque, mesmo querendo A parábola dos talentos (Mt 25.14-30)
dar ao Senhor Jesus o primeiro lugar, ensina o mesmo princípio.
os membros da família não tomam 2. Juntos, em família, não
ações práticas corretas com o seu amaremos o dinheiro; nós o

45
obrigaremos a tornar-se um servo membros da família. É verdade que
de nossos ideais e não o senhor de as necessidades aumentam com a
nossas vidas. Quando uma família complexidade da vida, mas também
perde o equilíbrio psico-espiritual não podemos sucumbir a uma lista
a ponto de ficarem obcecados interminável de itens não-essenciais
pela riqueza, praticarem a cobiça que a sociedade de consumo nos quer
e amarem o dinheiro acima de impor.
tudo, então esta família também “E o meu Deus, segundo sua
sucumbirá às tentações e armadilhas riqueza em glória, há de suprir, em
da compra desenfreada, dos Cristo Jesus, cada uma de vossas
negócios obscuros, chegando até necessidades” – Fp 4.19; Mt 6.25.
mesmo a desviar-se da fé. “Tendo sustento e com que nos
“Ora, os que querem ficar ricos vestir, estejamos contentes” – 1 Tm
caem em tentação e cilada, e em 6.8; Pv 30.8,9.
muitas concupiscências insensatas 4. Se o Senhor nos abençoar com
e perniciosas, as quais afogam os abundância, nossa família verá nisto
homens na ruína e perdição. Porque uma oportunidade para contribuir
o amor do dinheiro é raiz de todos mais generosamente. É natural que
os males; e alguns, nessa cobiça, se qualquer família que pratica princípios
desviaram da fé, e a si mesmos se saudáveis de finanças, chegue
atormentaram com muitas dores” (1 também a ter estabilidade e muitas
Tm 6.9,10; ver também Mt 6.19-21; vezes ir além, tendo abundância
Mt 13.22). e riqueza. Uma família precisa
A desonestidade tem perna curta. estabelecer a meta de contribuir mais
Fuja dos negócios desonestos, do quando tiver mais ao invés de tornar-
engano, do suborno, da fraude – Pv se mais mesquinha quando crescer
15.27. A inveja produz doença mental. financeiramente.
Não queira enriquecer-se depressa – “Deus pode fazer-vos abundar... a
Pv 21.5; 23.4-6. fim de que, tendo sempre, em tudo,
3. Nós estabeleceremos a diferença ampla suficiência, superabundeis em
entre as necessidades e os desejos toda boa obra” – 2 Co 9.8-11.
de nossa família, contentando- 5. Nossa família vai seguir três
nos com uma vida mais simples. O princípios práticos diariamente: (a)
caos financeiro na vida de muitas não decidir apressadamente sobre
famílias surge da tentação de adquirir questões financeiras; (b) não gastar o
bens que não são essenciais. Deus que não tem; e (c) não desperdiçar o
prometeu suprir as necessidades, não que já adquiriu.
todos os caprichos ou os lançamentos Planejamento ao invés de pressa:
da última moda para todos os “Os planos do diligente tendem

46
à abundância, mas a pressa os padrões mais elevados de
excessiva, à pobreza” – Pv 21.5. profissionalismo.
Orçamento antes de construir (Lc “Senhor, confiaste-me cinco
14.28-30). Gaste só o que você talentos; eis aqui outros cinco
tem (Pv 19.1,2). “Tesouro desejável que ganhei” – Mt 25.20,21. “Vês
e azeite há na casa do sábio, mas o um homem perito em sua obra?
homem insensato os desperdiça” – Perante reis será posto; e não entre
Pv 21.20. a plebe” – Pv 22.26.
6. Tranqüilidade emocional será
algo inegociável em nossa família, Para pensar e agir
por isso nunca entraremos em Marque com X as afirmações que
dívidas. Isto significa que vamos estão corretas.
apenas fazer os compromissos ( ) Para não perder a promoção
que podemos honrar, pagar da loja, a família deve decidir
nossas obrigações e não vamos apressadamente sobre a compra de
pedir dinheiro emprestado para um eletrodoméstico.
familiares, amigos ou bancos. Não ( ) Quando a situação ficar crítica o
entraremos no cheque especial. jeito é fazer um empréstimo.
Queremos estar totalmente livres
em todos os momentos. Nota: Se ( ) Todos os membros da família
você já está em dívidas, negocie devem participar do planejamento
para pagá-las. Negociar é mais financeiro.
íntegro do que dever e fugir do ( ) Se estabelecer metas e diminuir
credor. os gastos, a família pode conquistar a
“O rico domina sobre o pobre, casa própria.
e o que toma emprestado é servo
[escravo] do que empresta” – Pv ( ) Os pais devem fazer o possível
22.7. “A ninguém fiqueis devendo para que seus filhos tenham o melhor,
coisa alguma” – Rm 13.8. mesmo que isso implique gerar
7. Promoveremos entre todos dívidas.
nós, pais e filhos, um compromisso
com a excelência profissional, de Segunda Mateus 25.14-30
modo que possamos construir, Terça Lucas 14.28-30
Leituras Diárias

da melhor maneira possível, um Quarta 2 Coríntios 9.8-11


futuro mais estável e promissor. Quinta 1 Timóteo 6.9,10
Seja o melhor profissional que Mateus 6.19-21
Sexta
existe na sua área conforme a sua
Sábado 1 Crônicas 29.13,14
capacidade. Dê exemplo para os
Domingo Romanos 11.36
filhos e incentive-os a buscarem

47
Data do Estudo

Licao 6
Texto Bíblico: Salmo 85

Integridade a toda prova

O
desafio ético de ser íntegro
não deve ser um ideal como
atributo meramente pessoal
e diferencial da experiência de um
indivíduo isolado. Ele deve promover
transformação rumo à construção
de uma cultura de paz, apontando
para uma sociedade inclusiva e

48
contaminada pelos valores da fé cristã. uma comunidade construída sobre
Uma sociedade em que as pessoas três pilares: liberdade, igualdade e
sejam saciadas da fome de pão e de fraternidade.
beleza, como indica Carlos Alberto L. Portanto, estavam as igrejas
Christo. capacitadas a responder às novas
As igrejas protestantes brasileiras perguntas que passaram a instigá-
sofreram pressões e grandes las diante da modernidade no
mudanças desde a segunda metade horizonte da liberdade, da igualdade,
do século XX para cá e este cenário foi da fraternidade e da pluralidade?
se remodelando por causa de rápidas Ou será que as comunidades de fé,
mudanças culturais. Consideramos mesmo com os pés no século XX,
que estas mudanças foram provocadas continuaram tendo suas mentes
pelo processo de secularização, êxodo configuradas no século XIX? Como ser
rural, industrialização e urbanização. sal e luz numa sociedade urbana onde
Geoval Jacinto da Silva aponta que há múltiplas vozes e padrões de vida,
a partir de 1910 o protestantismo e todos aparentemente corretos? As
alcançou sua fase de expansão mais respostas prontas e consagradas para
aguda – quando sua matriz tinha as antigas perguntas são válidas para
configuração de igreja rural. Foi por as novas perguntas hoje articuladas?
volta de 1950 que os movimentos Aglomerados nos templo, ou cativos
de recorte pentecostal, e depois os diante da televisão, mergulhados
neopentecostais mais recentemente, incógnitos em grandes auditórios
consolidaram-se como expressões de massa humana, secularizados,
cristãs com perfis litúrgicos e vitimados pela industrialização e
missionários mais voltados para a vida escravizados pela tecnologia, esses
na cidade. ‘novos cristãos urbanos’ buscam
alento espiritual para os enormes
1. Relação igreja e cidade conflitos da alma – conflitos que
A cidade é complexa em todas as surgem das experiências humanas
suas dimensões e viver nela é um cotidianas. Não conseguem abordar
desafio a ser superado a cada dia. a complexidade da vida, por isto a
Porém a cidade não pode arrancar reduzem ao simplório. Não dispõem
as dimensões humanas dos que nela de ferramentas adequadas, oferecidas
vivem. Dimensões estas que clamam por suas igrejas de tradição, capazes
por relações humanas saudáveis e de permitir novas reflexões e posturas
relações com Deus – com o sagrado. críticas, consistentes e saudáveis,
O conceito ‘cidade’, a se considerar em torno do que é plural e novo.
sua origem na Grécia, no sentido Alguns desses temas são: a violência
da pólis grega, se expressa como urbana em suas diferentes formas,

49
o homossexualismo, a emancipação social são: o levantar da bandeira da
religiosa da mulher, o aborto, o integridade, o resgate do modelo
consumismo, o materialismo, o cristão de ser agente transformador
uso de drogas lícitas e ilícitas, a como nas metáforas do sal e da luz, o
desintegração das relações humanas e remodelar das formas de comunicação
o surgimento de novas expressões de segundo a verdade como ilustra a
amor entre pessoas de mesmo sexo, a ética da palavra falada e garantida:
clonagem de seres humanos, produtos sim, sim – não, não, o visitar o órfão e
transgênicos, a pedofilia, a corrupção, a viúva em suas tribulações, o partilhar
guerras – especialmente no Oriente de bens com os irmãos menos
Médio, a expansão do islamismo, o favorecidos, o promover encontros de
crescimento numérico de religiões afro trabalho para a elaboração de planos
e a desigualdade. para a implantação de projetos de
Os cristãos dessa nova ordem justiça social, entre outros.
optam pela religião como um ópio,
em busca de mecanismos emocionais 2. Relação paz e integridade
de fuga da realidade concreta. Ser íntegro implica rejeitar de
Entregam-se ao rito solene e religioso forma ativa e concreta o mal, num
presidido por um sacerdote, seja ele engajamento em favor do bem. Esse
católico ou protestante. Vitimados engajamento tem como cenário e
pelo carisma desse personagem horizonte o tecido social e urbano.
travestido de poder divino, eles Integridade não é uma “roupa de
recebem confissão de bênção, grife” a ser usada em ocasiões
forças para libertação de medos, especiais, mas uma experiência de
traumas, vício e demônios. Assim, vida cotidiana de compromisso com
são eles incentivados ao pensamento Deus e com o próximo, atentando
positivo da aquisição de riquezas e para o exemplo de Jesus, que veio
saúde. Embora não haja nenhuma para os pecadores, comia com eles e
garantia concreta em tal opção, o peregrinava cercado por multidões de
importante é “estar de mãos abertas pobres, famintos e desajustados.
para receber a bênção”, segundo o Ser integro é ser da paz e trabalhar
linguajar corrente. Bênção esta que pela construção da paz em gestos e
provavelmente não virá, mas produz atitudes de não-violência, em ações
um efeito positivo e restaurador, no premeditadas contra a violência e a
momento em que é proclamada, favor da vida em toda a sua plenitude.
naquele que busca ser abençoado. A paz é o shalom da Bíblia proposto
Contudo, indicadores de significativa pelo Cristo aos seus discípulos: Paz
e radical conversão na dinâmica de se seja convosco! Paz é ação, não
fazer a vida cristã no atual contexto sensação. Não se trata de uma

50
oposição à guerra, mas às múltiplas Para pensar e agir
formas de manifestação da violência. • Até que ponto somos nós
‘Violência’ vem do termo violar, que cúmplices dos processos de
quer dizer: invadir, romper, provocar violência que hoje governam o
ruptura, alterar o curso pela força, mundo, especialmente a mídia?
ou provocar desequilíbrios (nas • Quanto ao papel dos “agentes
pessoas: emocional; ao ecossistema: de poder” (político, econômico,
ambiental). As guerras são somente cultural, religioso etc.), nossa
expressões peculiares dessa violência. submissão sem crítica a eles revela
A reflexão prática em torno da nosso compromisso com Cristo?
integridade, na construção de uma • De que forma se podem
cultura de paz, tendo-se no horizonte desenvolver princípios de não-
a sociedade, o próximo e Deus, pode violência e práticas de mutualidade
eleger como eixo o Salmo 85 a partir (amai-vos uns aos outros; dar a
dos seguintes indicadores: outra face)?
Paz é ter a Palavra implantada • Quanto ao clamor pela paz na
no coração e semeá-la na alma do terra (Orai pela Paz de Jerusalém),
próximo. Paz é a superação do mal, que espaço ocupa esse motivo em
vencendo-o com o bem. Paz é inserida nosso cardápio de oração?
no discipulado de Cristo e a serviço • Qual a melhor atuação, onde
do Reino de Deus na terra. Paz é preferimos agir: junto às vítimas
sinal de submissão ao Espírito Santo da violência ou na criação de uma
cultura preventiva de Paz?
e da esperança que Ele venha sobre
toda a carne. Paz é amizade estreita Notas:
com Iavé e a inimizade com o mundo Geoval Jacinto da Silva: teólogo.
secular que atenta contra a vida e a Carlos Alberto L. Christo, teólogo e
obra criada por Ele. Paz é a conduta jornalista.
com base na sabedoria; sabedoria
que clama na entrada principal da
cidade (Pv 8.1-3). Paz é semente a
ser plantada nas sociedades e nos
Segunda Salmo 85
corações daqueles de boa vontade.
Terça Provérbios 8.1-3
Leituras Diárias

“Bem-aventurados os puros de
Quarta João 14. 27-31
coração e os pacificadores: aqueles
Quinta João 16.29-33
verão a Deus, e estes serão chamados
Sexta Salmo 4
de seus filhos” (Mt 5.8 e 9).
Sábado Salmo 37.1-20
Haja paz na terra, a começar pelos
Domingo Salmo 37. 21-40
íntegros!

51
Data do Estudo

Licao 7
Texto Bíblico: Eclesiastes 2.24 

O trabalho que
dignifica o homem 

A
felicidade que Deus deseja que
todos os homens alcancem inclui
ser útil e ser produtivo por meio
do trabalho. O trabalho, portanto,
é uma dádiva de Deus aos homens.
Uma simples pesquisa na Bíblia sobre
o trabalho irá nos conduzir a diversas
orientações. Não poderia ser diferente,
pois a Bíblia aponta sempre na direção
de Deus conduzindo nossas vidas.

52
“Não há nada melhor para o realizado em tarefas domésticas ou
homem do que comer e beber, e intelectuais deixa de ser considerado
fazer que sua alma goze do bem como tal. De acordo com alguns
do seu trabalho. Vi que também estudiosos de sociologia  o que
isso vem da mão de Deus”(Ec chamamos de trabalho hoje é:
2.24).  “O esforço do ser humano para
O texto acima afirma que “não sobreviver. Trabalho é meio de
há nada melhor”. Isto significa dizer sobrevivência. A atividade produtiva
que o trabalho é bom, que produz assalariada, definindo as pessoas
satisfação e alegria, pois aquele que como produtivas (assalariadas) ou
trabalha tem a alegria de sentir que improdutivas (crianças, idosos,
é útil. Trabalhar significa também doentes, aposentados, pensionistas,
parecer com Deus, pois Deus também desempregados).”  
trabalha para que todos nós sejamos Para outros o ser humano
abençoados com todas as bênçãos. trabalha quando cria a vida ou
Como se pode ver, o trabalho melhora as condições de vida. O
tem que produzir alegria, satisfação, trabalho transforma a natureza
sustento e principalmente o para obter sustento e bem-estar,
sentimento no trabalhador de que criando entre as pessoas as relações
ele é produtivo, eficaz e eficiente. Se sociais que marcam o cotidiano.
for diferente deixa de ser trabalho, No entanto, às vezes, o trabalho é
passando a escravidão ou algo algo penoso, forçado, um esforço
semelhante. Também é claro que obrigatório, pouco reconfortante.
todos devem trabalhar, todos devem Isso pode ser percebido na origem
sentir a alegria de se tornarem da palavra trabalho, que vem
produtivos e necessários. O texto do latim tripallium, o nome de
acima declara a necessidade do um instrumento com o qual se
sustento em termos de alimentação e castigavam os escravos no tempo do
a satisfação desta necessidade deve se Império Romano.
dar pelo fruto do trabalho. O Instituto Brasileiro de Geografia
e Estatística – IBGE elaborou uma
1. O significado do trabalho classificação sobre o trabalho em
Há um sem-número de definições que se considerou como trabalho em
sobre o que significa trabalho. Muitos atividade econômica o exercício de:
vêem erradamente como trabalho a) Ocupação remunerada em
apenas a atividade remunerada com dinheiro, produtos, mercadorias ou
um salário em espécie, e desta forma benefícios (moradia, alimentação,
classificam as pessoas em produtivas e roupas etc.) na produção de bens e
improdutivas. Muitas vezes o trabalho serviços.

53
b) Ocupação remunerada em Como se pode ver no quadro
dinheiro ou benefícios (moradia, acima quase sempre o entendimento
alimentação, roupas etc.) no serviço de trabalho está relacionado de
doméstico. alguma forma com uma recompensa,
c) Ocupação sem remuneração pois todos estes conceitos foram
na produção de bens e serviços, elaborados a partir da perspectiva
desenvolvida durante pelo menos do capital especulativo e pouco
uma hora na semana: em ajuda a produtivo, não só do ponto de vista
membro da unidade domiciliar que econômico, mas, sobretudo, do ponto
tivesse trabalho como: empregado de vista social, político e cultural.  
na produção de bens primários Como já afirmado acima o
(que compreende as atividades da trabalho precisa ser entendido como
agricultura, silvicultura, pecuária, necessário, mas também prazeroso,
extração vegetal ou mineral, que não escraviza, para tanto se
caça, pesca e piscicultura), conta- faz necessário evitar que ele seja
própria ou empregador; em ajuda a somente a busca desenfreada por
instituição religiosa, beneficente ou de remuneração, provocando muitas
cooperativismo; ou como aprendiz ou vezes afastamento do convívio com
estagiário. seus familiares e dos amigos. Como
d) Ocupação desenvolvida, durante destaca o pregador em Eclesiastes 3.1,
pelo menos uma hora na semana: “Que proveito tem o homem, de todo
na produção de bens, do ramo o seu trabalho, com que se afadiga
que compreende as atividades da debaixo do sol?”  Tudo isto tem a
agricultura, silvicultura, pecuária, ver com a organização do tempo de
extração vegetal, pesca e piscicultura, trabalho. 
destinados à própria alimentação de
pelo menos um membro da unidade
2. Como organizar seu
domiciliar; ou na construção de tempo de trabalho
edificações, estradas privativas, poços Talvez a primeira reação a
e outras benfeitorias para o próprio esta questão seja: “eu tenho um
uso de pelo menos um membro da horário a cumprir em meu trabalho
unidade domiciliar. profissional: como posso organizar
Portanto, no conceito de trabalho melhor meu tempo, se tenho hora
caracterizam-se as condições de: para iniciar, para almoçar, para sair? 
trabalho remunerado (itens a e b); E como posso organizar melhor
trabalho não-remunerado (item c); e meu tempo se trabalho em uma
trabalho na produção para o próprio linha de produção com tarefa diária
consumo ou na construção para o definida? Como organizar melhor
próprio uso (item d). meu tempo se gasto três, quatro

54
horas viajando na ida e volta para o homem resiste às mudanças com a
trabalho?”.  Claro que não se pode mesma intensidade que as procura.
deixar de considerar todos estes A resistência às mudanças não se
questionamentos. Mas mesmo com limita a coisas desconhecidas ou
todas estas condições variáveis há impróprias. O homem, então, faz
espaço para melhorar o tempo de as mudanças e resiste a elas. E a
trabalho, de melhorar a qualidade história pende mais para o lado dos
do trabalho. Na verdade muitas que as fazem do que para o lado
pessoas perdem tempo demasiado dos que resistem a elas.” Assim
em suas atividades exatamente pela quem deseja melhorar o uso de
falta de organização na execução do tempo deve estar disposto a um
trabalho. processo de mudança. Mesmo que
A organização do tempo é você pense “eu sempre fiz assim
importante porque ela produz e deu certo”, nem sempre, dar
satisfação. Quem não fica feliz ao certo aponta para o mais eficaz
concluir uma tarefa?  E se essa e eficiente. O trabalho é muito
tarefa é concluída com menos importante, é necessário e produz
tempo, menos esforços, a satisfação satisfação, mas é fundamental a
é ainda maior. É preciso que perfeita distribuição do tempo para
cada um desenvolva seu próprio que todos os objetivos de nossa
programa de organização do tempo vida possam ser alcançados.
e que a transforme em uma prática.
Tenho visto e ouvido de pessoas que
Para pensar e agir
leram textos ou participaram de um • Você se realiza no que faz em sua
curso de aperfeiçoamento do uso profissão?
do tempo dizer que para eles nada • Como você administra o seu
significou, que nada mudou em sua tempo?
rotina de trabalho. Isto é verdade • Você realiza as suas tarefas com
em muitos casos, mas sempre tenho competência?
observado que estas pessoas são
totalmente resistentes a mudar, a
introduzir uma nova forma de atuar Segunda Eclesiastes 1
em seu trabalho. De nada adianta Terça Eclesiastes 2
Leituras Diárias

ler ou fazer um curso se você não Quarta Eclesiastes 4


está disposto a mudar para alcançar Quinta Eclesiastes 5
uma melhora em seu uso do tempo. Eclesiastes 6
Sexta
Costumo repetir uma expressão Eclesiastes 8
Sábado
que escrevi em um artigo intitulado
Domingo Eclesiastes 9
“Algo chamado mudança” que: “O

55
Data do Estudo

Licao 8
Texto Bíblico: Salmo 24.1; Malaquias 3.10; Mateus 28.19,20

Empregando os
recursos de Deus

“Do Senhor é a terra e a sua


plenitude, o mundo e aqueles que
nele habitam”, disse o Salmista.

C
omo dono Ele precisa ser ouvido
hoje sobre o modo como
gastamos os recursos e Ele nos
convidará amanhã para a prestação
de contas de 100% do valor a nós
confiado. De igual modo, o tempo,
a língua, as oportunidades, a terra, o
carro, a casa, as roupas e jóias (tudo!)
precisa ser gasto de modo que agrade
ao dono. (Leia a parábola dos talentos
em Mt 25.14-30)

56
1. Deus sustenta a sua causa Bendita Missões, por exemplo, é expressão
O Deus onisciente já sabia de todos de amor a Deus, amor à igreja e ao
os recursos que seriam necessários próximo. Ofertar é amar. 3) Embora
aos projetos do seu Reino. O Deus sendo ordem de Deus, dizimar e
provedor já os providenciou e os ofertar não substituirá os demais
colocou suficientemente nas mãos compromissos do crente. Jesus disse
dos seus filhos. O Deus poderoso que importa tanto contribuir quanto
capacita os seus filhos para o amar a Deus e praticar a sua justiça
emprego correto dos recursos. E (Lc 11.42). Não se pode comprar a
a nossa oração é que cada crente, Deus, até porque tudo já pertencia ao
cada igreja e a denominação sejamos Senhor.
auxiliados por Deus mesmo no 2. Deus ordena:
alcance dos propósitos divinos.
Dizimar é obedecer. O homem “Ide por todo o mundo”
precisa de alimento, roupa, moradia, O mesmo Deus que é meu dono,
transporte, educação e muito mais é dono também dos japoneses,
e deve suprir isto com 90% daquilo iraquianos e de toda a humanidade
que Deus lhe confia. O homem e quer que seus recursos, que estão
também precisa reunir-se com em nossas mãos, sejam também
aqueles que com ele têm comunhão empregados na difusão do seu Reino
de fé, pregar as palavras de Cristo em toda a terra. O mesmo Deus
até os confins da terra, sustentar que é o dono da igreja local onde
os órfãos e viúvas, ensinar tudo o congrego é o dono das igrejas que,
que Jesus ensinou. Tudo isto como estando perto ou longe, cumprem o
expressão de sua pura religiosidade. seu propósito bendito.
E para possibilitar isto, Deus usa Sempre precisaremos investir
10% dos recursos dele que estão em nossa comunidade local,
conosco. Dizimar também é crescer melhorando o templo, sustentando
espiritualmente. condignamente os obreiros,
Quero destacar três coisas que comprando novos equipamentos,
precisamos aprender: 1) Que 90% ajudando o setor de beneficência e
gasto com a aprovação de Deus tanto mais. Graças a Deus porque
significa muito mais que 100% sem Ele deixa o dízimo de todos os
Ele. Por isso Ele ordena: “Trazei todos crentes para sustentar a sua Casa e
os dízimos ... e fazei prova de mim”. Causa. Mas ao mesmo tempo que
Ml 3.10. 2) Que dos 90% que ficam cuidamos de nossa “Jerusalém”,
conosco podemos fazer “ofertas será preciso investir vidas e recursos
alçadas”. Abrir mão de algo que seria para que o projeto de Deus chegue
significativo para nós e contribuir para até aos “confins da terra”. Deus

57
espera que simultaneamente sejamos Deus que estavam com cada crente e
testemunhas “tanto em Jerusalém, igreja são empregados em qualquer
Judéia e Samaria e até aos confins da parte do mundo para o sustento
terra” e promete revestir-nos com o do culto, sustento dos obreiros,
Poder do Espírito Santo para tal (At missões, ação social, formação
1.8). Nenhuma pessoa ou igreja deve teológica, treinamento, crescimento
julgar-se incapaz de obedecer a Deus, cristão, produção da revista Palavra
pois é Ele mesmo quem nos capacita. e Vida, administração da igreja,
“Ide por todo o mundo... E eu estarei administração da denominação (por
convosco...” (Mt 28.20) meio das Associações, Convenção
Batista Fluminense e Brasileira e
3. Deus estabeleceu a cooperação até da Aliança Batista Mundial),
A prestação de contas a Deus será plantação de novas igrejas,
individual. Cada mordomo receberá comunicação, Campanha Tenha Vida
a avaliação e a recompensa pelo em Jesus, coordenação do trabalho
modo como empregou os recursos com homens, meninos, meninas,
de Deus “indo por todo o mundo”. amigos de missões, jovens, senhoras,
Contudo, como é impossível para diáconos, músicos, auxílio a pastores
uma pessoa cumprir sozinha toda a e muito mais.
ordem de Deus, ela precisa unir-se à Em Nm 18.26 e Ne 10.38
igreja local. Ali deve empregar os seus encontramos que até os levitas,
dons “para o crescimento dos santos”, que recebiam os dízimos, deveriam
entregar e auxiliar humildemente entregar os “dízimos dos dízimos”.
na administração dos seus dízimos, É claro que o texto bíblico não é
alcançar as pessoas do seu bairro com alusão ao Plano Cooperativo como
testemunho etc. Mas igreja é muito conhecemos hoje, mas ilustra a
mais que a comunidade que se reúne oportunidade que todos devem
em meu bairro, pois igreja é o corpo ter de participar igualmente no
de Cristo, composto de membros cumprimento da ordem de Deus
com dons, recursos, compromissos e e ilustra a multiplicação que Deus
de locais diferentes. O corpo ilustra faz dos recursos que lhe são
de forma clara o funcionamento entregues.
coordenado e cooperativo da igreja de Quando o crente é fiel, emprega
Cristo, “O Cabeça”. no máximo 90% daquilo que
O apóstolo Paulo disse que “nós é de Deus para atender as suas
somos cooperadores de Deus” (1 Co. necessidades pessoais, e entrega
3.9). “Um planta, outro rega, mas 10% que também pertencem a Deus
Deus dá o crescimento”, acrescenta. para o sustento da Causa. Quando
Pela cooperação, os recursos de a igreja local participa fielmente

58
do Plano Cooperativo, conforme o “socorro” é mobilizado por Deus
acordado entre os batistas, fica mesmo, por meio da fidelidade de
com 90% daquilo que é de Deus e outra parte.
emprega 10% dos dízimos e ofertas
no esforço de alcançar o mundo. Para pensar e agir
Sendo assim, pelo menos 1% da
receita de cada crente é empregado Qual a minha motivação para
em projetos que ficam além do seu entregar o dízimo?
bairro, com parte de sua cooperação ( ) Desejo de ser recompensado
pelo Senhor em bênçãos espirituais
no cumprimento do “Ide”. Dizimar
e materiais.
é cooperar para o cumprimento do
( ) Demonstrar o meu amor a
“Ide”.
Deus e a sua obra.
4. As vantagens da cooperação ( ) Cooperar para o sustento da
igreja e denominação
Várias são as vantagens do esforço
( ) Obedecer à Palavra de Deus.
cooperativo: Cooperar é uma forma
inteligente de cumprir cabalmente a
Marque a frase mais importante pra
ordem divina. A cooperação batista
você:
utiliza uma forma democrática de
( ) É um privilégio contribuir para
administrar, com a realização de
ver os recursos de Deus alcançando
assembléias para decidir sobre o
os seus propósitos ao redor do
emprego dos recursos de Deus, além
mundo.
de ser esta também uma forma justa
( ) Cooperar é a ação que facilita
de fiscalizar os valores empregados.
o cumprimento dos compromissos
Cooperar com o dízimo e com 10%
individuais.
para o Plano Cooperativo significa que
( )Tanto o que entrega quanto
todos participam de forma equânime:
o que recebe os recursos de Deus
tanto ricos como pobres, tanto igrejas
prestarão contas, e ninguém poderá
grandes como pequenas, todos
culpar o outro pelo compromisso que
participam com os mesmos 10%.
Cooperar é uma forma moderna
de multiplicar os recursos, já que o Segunda Números 18. 24-32
“atacado” (trabalhar em conjunto) Terça 2 Crônicas 31. 5-12
Leituras Diárias

faz diminuir os custos e ampliar os Quarta Malaquias 3.7-12


resultados. E por fim a cooperação Quinta Lucas 11. 41-42
permite uma forma contínua de
Sexta Atos 4.31-37
realizar: mesmo quando uma parte
Sábado 1 Timóteo 6. 3-21
recebe menos do Senhor, a obra
Domingo 2 Reis 12. 10-15
dele não sofre e nem pára, porque

59
Data do Estudo

Licao 9
Texto Bíblico: 2 Coríntios 8.1-15

Quem há de ter compaixão?

Quem há de ter compaixão? 


Neste mundo cheio de crueldade e
desamor,
Onde há interesses pessoais,
Onde a ganância pelo dinheiro e pelo
poder são personagens principais,
Quem é que está disposto a,
voluntariamente,
Doar-se de coração aberto
Para suprir as necessidades daquele que
está bem perto,
Daquele que nem bate mais à sua porta
Porque a rua já é uma grande porta
aberta... para adentrar
Ao submundo das drogas, do álcool,
Da prostituição infantil e delinqüente...?
Quem há de ter compaixão da menina ou
do menino
Estuprados nos becos desta vida,
Por corações inflamados de egoísmo e
crueldade

60
Os quais não conhecem o Senhor da mínimo de vida condizente com o
Verdade? contexto onde vivem”. A LOAS –
– O meu Jesus se importa com os sem Lei Orgânica da Assistência Social
abrigo... define este padrão como o acesso
O meu Jesus... teve compaixão dos fracos aos mínimos sociais – refere-se ao
e oprimidos!
suprimento das necessidades básicas
Estendeu suas mãos e num afago amigo
de um ser humano para garantir a sua
Acalentou almas sofridas e lhes deu
abrigo: sobrevivência. A pobreza, então, gera
Primeiro em Seu coração, desqualificação para o mercado de
Depois através das Suas mãos supriu a trabalho, o desemprego, o trabalho
fome, deu-lhes o pão, infantil, a exploração sexual de
O pão para os seus corpos, mas também o crianças, a violência contra a mulher, o
Pão do Céu uso, abuso e tráfico de drogas, entre
Deu vida àqueles espiritualmente mortos! outros problemas muito sérios.
Atrás de um rostinho sujo...
De mãos que há muito tempo não tocam 2. Responsabilidade social da Igreja
na água... Em Isaías 58.6,7, Deus nos exorta
Olhinhos fixos buscam... esperam... sobre o jejum que Ele deseja: “...
Querem ver o amor de Jesus refletindo em é que soltemos as correntes da
você!
injustiça, desatemos as cordas do
Por dentro de uma pedra bruta não
jugo e coloquemos em liberdade
trabalhada,
Podemos encontrar tesouro inestimável os oprimidos”. Ele deseja também
De um diamante a ser lapidado... que partilhemos nossa comida com
“Ele compadeceu-se deles...” o faminto, abriguemos o pobre
Não jogue as pedras fora, desamparado e que nunca nos
Deus pode através de você, recusemos de ajudar o próximo.
Transformá-las em jóias para Sua honra e A igreja primitiva nos dá exemplo
glória ! ao tratar o problema da desigualdade
(Vera Lúcia Alves Farto Batista) social e econômica, a ponto de
ser declarado em Atos 4.34 que já
1. Contexto social brasileiro “não havia entre eles necessitado
Parte significativa de nossa algum”. Em Atos 6.1-7, vemos como
população não tem acesso a foi resolvida a questão das viúvas
condições mínimas de dignidade e helenistas e hebréias. Tiago, o irmão
cidadania. A enorme desigualdade na do Senhor, nos mostra que participou
distribuição de renda leva à pobreza, das soluções para as questões sociais
e esta é definida como “situações surgidas na igreja, podendo mais
de carência em que as pessoas não tarde afirmar: “A religião pura e
conseguem manter um padrão imaculada diante de nosso Deus

61
e Pai é esta: visitar os órfãos e as voluntário que nos permita ser bênção
viúvas nas suas aflições e guardar-se em outras vidas por intermédio de
isento da corrupção do mundo” – Tg nossas doações e ofertas.
1.27. E completando estes ensinos
encontramos em 1 João 3.18: “...meus 4. Investindo com sabedoria
filhinhos, nosso amor não deve ser Como discípulos de Cristo, temos
somente de palavras e de conversa, a responsabilidade de usar os nossos
mas um amor verdadeiro, que se recursos para ajudar os necessitados.
mostra por meio das ações”. Generosidade faz parte do caráter
Somos, então, levados a refletir: do cristão verdadeiro. Mas a
Qual o papel social da igreja? Que generosidade e o investimento devem
soluções apresentaremos para ser exercidos com sabedoria.
amenizar problemas que afligem tanto Seremos sábios se a nossa ajuda
membros quanto comunidade? Qual o produzir uma promoção social na vida
nosso papel como cristãos? do outro. Esta ajuda deve produzir
mudança para melhor, aumentar
3. Compromisso de doação sua auto-estima, demonstrando-
Em 2 Coríntios 8.1-5, Paulo se lhe que a sua situação é transitória
refere com alegria à fidelidade e à e que ele é sujeito de seu direito
generosidade dos crentes macedônios. social. É necessário entendermos a
Apesar de serem de poucos recursos, diferenciação entre assistencialismo,
reconheceram sua responsabilidade assistência social e ação social.
social, deram o que podiam e além do 1. Assistencialismo – é socorrer
que podiam. Na verdade, eles pediram a pessoa em situações concretas e
encarecidamente que lhes fosse dado o essenciais como, por exemplo, cestas
privilégio de contribuir. Foi uma oferta básicas, doação de medicamentos etc.
abundante, alegre e voluntária. Paulo O assistencialismo será uma bênção
nos revela que: “Eles a si mesmos se se for feito de uma forma esporádica,
deram primeiramente ao Senhor”. Os mas poderá se tornar uma maldição se
crentes da Macedônia descobriram a for permanente, pois assim estaremos
verdade na prática, perceberam que dizendo a esta pessoa que ela sempre
contribuir não fazia deles pessoas mais será pobre e miserável, sem condições
pobres, e sim mais ricas. de sair do ciclo de pobreza, sempre na
Deus nos concedeu a graça condição de “assistido”, “favorecido”
de contribuir. Não devemos nos e nunca de cidadão, usuário de um
furtar a esse privilégio. Diante das serviço a que tem direito.
necessidades dos membros de 2. Assistência Social – segundo a
nossa igreja e das pessoas da nossa Constituição Federal, é a prestação de
comunidade, devemos ter um coração serviço gratuito de natureza variada

62
aos membros da comunidade visando passagem para outra cidade, mas
atender necessidades daqueles que preferencialmente investindo em
não dispõem de recursos suficientes, projetos sociais. Projetos sérios nos
e segundo a LOAS, a assistência quais a transparência é evidenciada nos
social tem por objetivos: a proteção relatórios e nas atividades, e o público
à família, à maternidade, à infância, é atendido com dignidade e amor
à adolescência e à velhice; o amparo sendo tratado como cidadão de direito.
às crianças e adolescentes carentes;
a promoção da integração ao Para pensar e agir
mercado de trabalho; a habilitação e Lembrem-se: aquele que semeia
reabilitação das pessoas portadoras pouco, também colherá pouco, e aquele
de deficiência e a promoção de que semeia com fartura, também
sua integração à vida comunitária. colherá fartamente. Cada um dê
A Assistência Social se realiza por conforme determinou em seu coração,
meio de um conjunto integrado não com pesar ou por obrigação, pois
de ações de iniciativa pública e da Deus ama quem dá com alegria. E Deus
sociedade, como, por exemplo, é poderoso para fazer que lhes seja
creches, projetos de geração de renda, acrescentada toda a graça, para que
cursos profissionalizantes etc – pelas em todas as coisas, em todo o tempo,
quais procura-se atender a certas tendo tudo o que é necessário, vocês
necessidades das pessoas levando-as transbordem em toda boa obra. Como
à promoção social, a sair do ciclo da está escrito: “Distribuiu, deu os seus
pobreza. bens aos necessitados; a sua justiça dura
3. Ação Social – visa à mudança para sempre”.
não apenas nos fatos sociais, mas • Como tem sido a sua semeadura?
mudanças estruturais, políticas e • Seu coração é doador?
sociais da sociedade, eliminando as • A quem sua doação e oferta tem
causas das necessidades humanas sido direcionadas?
por meio de atividades políticas e • Sua generosidade tem resultado em
econômicas, tudo feito em busca ação de graças a Deus?
da justiça.  Exemplos: Conselhos de
Direitos, conferências municipais etc. Segunda Deuteronômio 15.7-11
A igreja deve atuar no assistencialismo Terça 2 Coríntios 8.1-5
Leituras Diárias

e na assistência social, mas deve dar Quarta Marcos 12.30,31


uma ênfase especial à ação social. Quinta Atos 4.32-35
O crente e a igreja de Jesus Cristo Tiago 1.27; 2.14-26
Sexta
devem usar com sabedoria as suas 1 João 3.1618
Sábado
ofertas e doações. Não se limitando a
Domingo Isaías 58.6,7
doação de cesta básica, medicamentos,

63
Data do Estudo

Licao 10
Texto Bíblico: Salmo 37

Escapando das dívidas

N
ão se deixe enganar: eles querem
que você entre em dívida e
permaneça endividado. Esta
é uma marca de nossa sociedade
de consumo. Você recebe cartões
de crédito absolutamente de graça,
sem pedir, sem mensalidades, sem
anuidades, sem assinar coisa alguma.
Por quê? Porque eles sabem que você
cederá à tentação de gastar o que
você não tem. Eles contam com isto.
Eles conhecem a fraqueza humana e
jogam com ela para terem lucro. E é
assim que eles vão acabar com sua
vida, tornando você um escravo.

64
1. Faça a lista de suas dívidas normal. Elas apenas sentem a dor de
e leve o maior susto possível. ter a dívida e suas conseqüências, mas
elas não sentem que precisam mudar.
Um amigo meu descobriu que
Você precisa entender, de uma vez
já devia tudo o que havia pago no
por todas, que estar endividado é uma
seu apartamento. Assim, o primeiro
tragédia.
passo é fazer o levantamento. Use
uma planilha e coloque todas as 3. Faça um plano de pagamento
prestações. Tire aqueles carnês que com ajuda de um especialista.
estão escondidos no fundo da gaveta.
Coloque tudo, mas tudo mesmo, no Existem muitas variáveis em um
papel. plano de pagamento de dívidas e
Depois, olhe para o papel e talvez a melhor coisa que você deva
deixe a mensagem cair fundo na fazer é procurar alguém que possa
sua alma. Leve o maior susto. Sinta ajudar com conselhos práticos.
a maior culpa. Permita que Deus Se você quer ajuda para sair das
lhe fale ao coração e produza as dívidas de verdade, procure alguém
mudanças necessárias. Jesus ensinou que entenda de dinheiro, um
a importância de fazer uma lista de conhecedor dentro da área. Na maior
despesas antes de se construir uma parte das vezes, este especialista
torre ou ir lutar contra um exército (Lc não é o seu pastor. Ele ajudará você
14.28-30). a tomar algumas decisões práticas e
você deverá se comprometer a segui-
2. Arrependa-se profundamente, las.
porque ter dívidas é uma tragédia. 4. Monte seu orçamento
Não pense que dívida é apenas uma
de modo a viver com 70%
questão de dinheiro. É muito mais do
que isto. Dívidas causam preocupação ou 80% do seu dinheiro.
contínua, estimulam brigas e Se você está atolado em dívidas
confusões familiares, produzem isto significa que você não faz um
incapacidade de pagar impostos, orçamento há muitos anos. Isto já é
desestimulam o investimento na obra uma calamidade. Mas você precisa
de Deus, acabam com a beneficência fazer um orçamento agora de
e revelam falta de bom senso e qualquer forma.
equilíbrio pessoal. Você vai precisar de dinheiro
Minha experiência em para pagar suas dívidas; então,
aconselhamento mostra que as logicamente, sobretudo, precisa
pessoas têm dívidas, mas não sentem economizar. Você precisa cortar de
arrependimento. Elas acham isto 20 a 30 por cento de todos os seus

65
gastos e só poderá fazer isto com um c) Decida pagar somente a vista.
orçamento. Rasgue seu cartão de crédito e talão
de cheques. Pague com dinheiro ou
5. Tome as seguintes transferência bancária. Pague à vista
decisões inegociáveis: e peça desconto por pagar a vista.
a) Adote uma vida mais simples: Se a tentação for grande demais,
corte mesmo. Estou falando de decida comprar somente amanhã,
cortar “na carne” as coisas de que ou seja, tire 24 horas para pensar.
você gosta e com as quais está Disse Salomão: “Nunca diga a outra
acostumado. Pare com as assinaturas pessoa: “Passe aqui amanhã e eu lhe
de TV e revistas, mude para celular darei isso, se você puder fazer agora
pré-pago ou fique totalmente sem mesmo” (Provérbios 3.27,28).
celular, não compre roupas novas, d) Criatividade com novas rendas.
pare de ir ao cinema, não alugue Você precisa buscar ganhar um pouco
DVDs (leia um livro), desligue mais de dinheiro em algum lugar. (a)
algumas lâmpadas da sua casa e Uma amiga minha resolveu se tornar
também o freezer (um amigo meu representante de cosméticos. (b)
colocou um cadeado no telefone para Sei de outra pessoa que começou a
ninguém da família fazer ligações fazer algum artesanato em casa com
para fora) e elimine todos os gastos ajuda do marido e dos filhos. (c) Uma
extravagantes. “Quem vive para dona de casa fazia doces e pastéis e
comer, ficará pobre; quem procura vendia na vizinhança. (d) Um amigo
os grandes banquetes e os melhores meu vendeu o seu carro novo, pagou
vinhos, acabará na pobreza” tudo que devia e começou a andar de
(Provérbios 21.17). ônibus. (e) Uma família resolveu fazer
b) Não faça nenhuma dívida nova. uma lista de algumas coisas que podia
Na verdade, esta decisão deve ser vender e distribuiu entre os vizinhos,
feita para o resto de sua vida, mas amigos e na igreja. Em resumo: você
neste período de libertação de dívidas precisa trabalhar para ganhar algum
ela é uma questão de vida ou morte. dinheiro extra e não viver somente de
Talvez isto signifique que você não vai sonhos, achando que vai ganhar na
comprar coisa alguma extra ou nem loteria. “Ficar apenas sonhando ao
mesmo sair de férias nos próximos invés de trabalhar é tolice.” (Ec 5.7).
três anos. Lembre-se de que “Os e) Negocie com os credores e pague
maus pedem emprestado e depois mesmo. Você vai ficar impressionado
dizem: ‘Não tenho como pagar” como os gerentes de banco e cartões
(Salmo 37.21). Se quer sair de dívidas, de crédito estão dispostos a cortar
você não pode fazer novas dívidas. É juros e diminuir suas dívidas quando
simples assim. você está mesmo disposto a pagar.

66
Fale com eles honestamente. Diga que mas não devemos dever dinheiro
está arrependido e que tomou uma para ninguém. Quem segue este
decisão diante de Deus de acertar mandamento bíblico andará em
sua vida. Mas não adianta pagar juros tranqüilidade. Claro, é muito mais
abusivos. Um amigo meu conseguiu fácil não entrar em dívidas do que sair
reduzir sua dívida bancária e com delas. Minha oração é que o Senhor
cartões de crédito em 40%. Peça lhe dê forças para fazer as decisões
ajuda para alguém com experiência corretas, adquirir novos hábitos e sair
financeira e com jeito profissional para destes sete palmos sob os quais você
negociação: ele pode colaborar com está enterrado.
um simples telefonema e ajudá-lo
muito a cortar suas dívidas. Para pensar e agir
f) Construa uma reserva. Sei que 1. Leia o pensamento abaixo e faça
parece uma estupidez falar em seus comentários na sua classe.
construir uma reserva quando estamos
pagando dívidas, mas aqui está um “Será preciso muita disciplina,
ponto muito prático. Você precisa coragem, adiamento de gratificações,
desenvolver um novo hábito. “O resistência, persistência, integridade,
homem de bom senso economiza... caráter e comprometimento para
mas o tolo gasta todo seu dinheiro escapar da dívida.”
assim que o recebe” (Pv 21.20). Você Whist Criswell - ex-banqueiro,
instrutor e homem de negócios.
já esteve praticando o hábito tolo
de gastar mais do que tem há muito
tempo. Agora você precisa aprender 2. Que conselhos daria para alguém
a guardar dinheiro. Então, tão logo que está com muitas dívidas?
você consiga negociar suas dívidas ________________________________
________________________________
e reduzir seus gastos em 30%, você
________________________________
pode perceber que há algum pequeno
________________________________
dinheiro sobrando por aí. É hora de
aprender a investir e a guardar para
os anos de vacas magras (e pode ter
certeza, estas vacas magras aparecem Segunda Provérbios 3.27-28
de tempos em tempos em nossas Terça Eclesiastes 5.1-7
Leituras Diárias

vidas). Quarta Romanos 13.8-14


Paulo disse: “A ninguém fiqueis Quinta Provérbios 21.20
devendo coisa alguma, exceto o Provérbios 21.17
Sexta
amor” (Rm 13.8). Ou seja, jamais
Sábado Salmo 37
chegaremos ao ponto de pagar
Domingo Provérbios 15.27
nossa dívida de amor às pessoas,

67
Data do Estudo

Licao 11
Texto Bíblico: Eclesiastes 9.10

A união faz a força

E
mbora o desejo de Deus seja ver os alvos, ou pela sensação de trabalho
pessoas realizadas e felizes no solitário no qual muitos deixaram de
serviço, algumas vezes ocorre cooperar, gerando sobrecarga para
que o serviço ao Senhor tem sido a poucos.
causa de tristeza para alguns. Muitos O texto bíblico lido contém
empreendem um grande esforço, instruções maravilhosas para
dão o melhor de si, dedicam-se ao realizarmos o trabalho do Senhor,
extremo e depois ficam frustrados daí entendemos que para termos
com o resultado, seja por não atingir eficiência e eficácia precisamos ...

68
1. Fazer o trabalho que Deus quer. próprias expectativas, a fim de que os
Acredito que uma boa maneira objetivos sejam alcançados.
de aprofundar essa reflexão seja Deus tem um trabalho para cada
estabelecer algumas questões: pessoa, e descobrir essa tarefa é o
Por que existimos? Qual a nossa ponto de partida para a eficiência
missão? O que devemos ser? Onde nesse trabalho frutífero. Eu preciso
estamos? Aonde desejamos chegar? obedecer à vontade do Senhor Jesus,
O que precisamos fazer? Que passos conforme registrou João 15.16.
precisamos dar individualmente e 2. Fazer o trabalho
coletivamente como igreja de Cristo e
como Convenção Batista Fluminense?  do jeito que Deus quer.
Nem todas as pessoas têm um Precisamos fazer a obra de Deus
entendimento claro e pessoal daquilo da maneira que Ele mesmo orienta,
que Deus deseja que elas façam. “faze-o conforme as tuas forças”.
Ao mesmo tempo essa percepção O texto diz que façamos conforme as
também não existe por parte de nossas forças, e isto significa que não
algumas igrejas, que são estruturadas devemos usar menos, nem mais forças
num processo de eleição para do que seria razoável. Precisamos
cargos, sem nenhum pré-requisito, fazer a obra de Deus de acordo com a
daí a proeminência ser o fator capacitação que Deus opera em nós.
preponderante de escolha, não a Em outras palavras, precisamos dar
competência, que é resultante do o melhor de nós, pois não haverá
chamado e capacitação divina.   eficiência sem dedicação e persistente
Para entender o que significa a amor. Quando a Palavra de Deus
expressão “tudo o que lhe vier às diz que preciso fazer tudo conforme
mãos”, precisamos recorrer à Palavra as minhas forças, entendo que essa
de Deus. Veja o que diz 1 Pedro 4.10 – palavra não se resume a aspectos
“servindo uns aos outros conforme religiosos ou devocionais, mas a todas
o dom que cada um recebeu, como as atividades, sejam profissionais,
bons despenseiros da multiforme educacionais ou de relacionamento
graça de Deus.” É necessário servir interpessoal. Devemos fazer tudo o
a Deus do jeito que Ele nos fez, que Deus nos incumbir a fazer como
“servindo uns aos outros conforme se fosse um culto a Ele.
o dom.” Não podemos desprezar Nossa devoção precisa ser expressa
isso, pois o êxito de qualquer projeto não apenas nas atividades da igreja,
inicia-se com a seleção daquela mas em todas as demais. Por essa razão
pessoa que possivelmente melhor Jesus recomendou que fizéssemos
atenda às exigências do trabalho “bem-feito”, quando disse em Mateus
e reciprocamente também às suas 5.16 “Assim resplandeça a vossa

69
luz diante dos homens, para que valorize cada pessoa e minimizando
vejam as vossas boas obras, e conflitos. Ninguém é uma ilha em si
glorifiquem a vosso Pai, que está mesmo: eu preciso do seu ministério
nos céus.” e você precisa do ministério de outros
A expressão boas obras que Jesus usa ao seu redor. Nosso esforço também
faz referência ao trabalho competente precisa ser concentrado em uma
e bem-feito, que depende também ação conjunta à semelhança do que
da motivação certa. Precisamos por aconteceu em Jericó, quando todo o
nosso trabalho competente mostrar povo marchou, bradou e os sacerdotes
a glória de Deus, conforme exige o tocaram as trombetas, e as fortes
texto sagrado em Efésios 6.6 “não muralhas desabaram pelo poder de
servindo somente à vista, como Deus. (Josué capítulo 6)
para agradar aos homens, mas Geralmente desperdiçamos muito
como servos de Cristo, fazendo de de nossos recursos por falta de uma
coração a vontade de Deus.” Essa estratégia adequada. Por exemplo:
deve ser a razão e motivação correta algumas igrejas mobilizaram seus
para o trabalho competente. membros no passado para formar
Devemos ter a humildade de pequenos grupos que foram chamados
reconhecer que a obra de Deus não de NEBS (Núcleos de Estudos Bíblicos),
pode ser feita isoladamente sem a uma idéia maravilhosa, que não
cooperação dos irmãos, pois juntos funcionou, sabe por quê? Primeiro
seremos muito melhores, como disse porque reuniram pessoas pelo fato
Paulo, “Pois assim como em um de morarem próximo, eram vizinhos,
corpo temos muitos membros, só que estes nem sempre têm
e nem todos os membros têm a afinidades. Por outro lado os dons
mesma função, assim nós, embora foram desprezados, pois para receber
muitos, somos um só corpo em e liderar um grupo de estudo em
Cristo, e individualmente membros sua casa, que dons você precisa ter?
uns dos outros” (Romanos 12.4,5). Dons de hospitalidade, liderança ou
Esse texto encontra paralelo administração, ensino, conhecimento,
importantíssimo em 1 Coríntios 12.1- sabedoria, encorajamento. Sem esses
31. Em ambos aprendemos que cada dons as pessoas não continuarão.
cristão é um ministro do corpo de Por que será que alguns pastores
Cristo; possui diferentes funções; pregam um sermão ardente sobre
possui uma função importante; evangelismo pessoal, convocam a
pertence ao outro. igreja para sair às ruas e na hora
A igreja de Cristo precisa ter uma aparecem pouquíssimas pessoas? Será
estrutura simples que reduza a que a maneira precisa ser uniforme?
competição, que privilegie a união, Alguns simplesmente não se sentem

70
confortáveis em uma exposição Para pensar e agir
pública, talvez alguém com aquele dom É imperioso acordarmos para
especial de culinária, faça uns bolinhos a eficiência e eficácia de nossos
e leve à vizinha não-crente como métodos, precisamos de um profundo
uma maneira de abrir o coração para senso de urgência, pois como o texto
que, naturalmente, pelo testemunho, bíblico inicial diz, não podemos perder
a pessoa conheça a Jesus. Talvez os tempo: “porque na sepultura, para
jovens possam convidar os amigos para onde tu vais, não há obra nem
um evento de lazer, no qual em dado projeto, nem conhecimento, nem
instante todos parem para orar e refletir sabedoria alguma”.
sobre a importância de Jesus, etc. Tão logo tenhamos a definição
Alguns saem às ruas para evangelizar daquilo que devemos ser e do que
de casa em casa e ficam maravilhados, precisamos fazer, devemos agir sem
pois esse é o seu dom, mas a graça demora, pois como diz o Senhor Jesus,
não é uniforme, veja 1 Pedro 4.10 – em João 4.35 ”Não dizeis vós: Ainda
“servindo uns aos outros conforme há quatro meses até que venha a
o dom que cada um recebeu, como ceifa? Ora, eu vos digo: levantai
bons despenseiros da multiforme os vossos olhos, e vede os campos,
graça de Deus”. que já estão brancos para a ceifa.” 
Grandes estrategistas do presente O Tempo de demonstrar
têm sido inspirados pela Palavra de competência na execução da obra
Deus para nos fornecer metodologias de Deus já chegou, e não podemos
que podem se tornar um ponto de ficar inertes ou perdendo tempo com
partida para nossa reflexão bíblico- ações inadequadas, mal planejadas e
eclesiástica, por exemplo, Christian desprezar o manancial de recursos que
Shwurtz, em sua abordagem sobre o temos em nossas igrejas. Entre os mais
desenvolvimento natural da igreja, diz preciosos, na unção e dependência do
que o que leva uma igreja a ser eficaz poder de Deus, o principal é você! Use
e eficiente no crescimento é o que ele sua vida para a glória de Deus!!!
chama de “fatores mínimos”, as oito
marcas de qualidade em uma igreja,
que são: Liderança capacitadora, Segunda Efésios 4.1-13
ministérios orientados por dons, Terça Romanos 12.1-5
Leituras Diárias

espiritualidade contagiante, estruturas Quarta 1 Coríntios 12.1-31


funcionais, culto inspirador, existência Quinta Eclesiastes 9.1-10
de grupos familiares, evangelização
Sexta 1Pedro 4.7-11
sensível às necessidades das pessoas e
Sábado Efésios 6.1-9
relacionamentos marcados pelo amor
Domingo Josué 6
fraternal.

71
Data do Estudo

Licao 12
Texto Bíblico: Jeremias 23, 1 Timóteo 3.1-7

Direitos e deveres sacerdotais

E
m Jeremias 23, Deus está
decepcionado com os pastores,
mas quando o texto parece sugerir
que Deus irá eliminar de sua mente a
figura do pastor, Ele arremata: “E lhes
darei pastores”. Mesmo com as muitas
falhas dos pastores e das igrejas, Deus
não tem outro plano: Ele decidiu usar
a igreja local, bem liderada por um
pastor. Nestes dias difíceis, também no
relacionamento entre pastor e igreja,
quais seriam os direitos e deveres dos
pastores?

72
1. O que a igreja deve e pode esperar intelectual e espiritual de alguns
do pastor ? (1Timóteo 3.1-7) crentes. Um pastor sabe que trabalha
na indústria de transformação de
a) Que aja como homem de Deus. vidas.
“Se alguém aspira ao episcopado,
excelente obra deseja” (v.1). O pastor c) Que seja saudável
não tem a obrigação de portar- emocionalmente
se como um bom arquiteto, ou “Temperante, sóbrio” (v.2).
contador, ou mesmo administrador. O pastor é um trabalhador do
É claro que o ministério exige que ele departamento de recursos humanos.
entenda a necessidade de assessoria Ele lida com relacionamentos. Como
nas muitas áreas específicas. É fará o seu trabalho se ele mesmo
vital, porém, que ele seja de fato é cheio de gritantes problemas
vocacionado, que revele dependência emocionais? Nenhuma igreja merece
do Senhor, que seja um homem um pastor que vive se defendendo,
de oração e da Palavra, que tome buscando elogios, tomando decisões
decisões a partir dos princípios precipitadas; muito menos um
bíblicos. O homem de Deus está espancador ou amigo de contendas. O
consciente de que suas forças estão pastor deve estar preparado para ser
no Senhor e demonstra isto no dia- um servo de todos.
a-dia. O homem de Deus é ainda
alguém que discerne as questões d) Que tenha um caráter
espirituais. Ele é um líder espiritual. irrepreensível
“É necessário, pois, que o bispo
b) Que estimule você a crescer seja irrepreensível, marido de uma
“Apto para ensinar”(v .2). É só mulher, temperante, sóbrio,
comum ver bons pastores ordeiro, hospitaleiro, apto para
preocupados até com a vida ensinar... não neófito, para que
acadêmica dos membros de sua não se ensoberbeça” (v.2,6). Ser
igreja. Ele trabalha o tempo todo irrepreensível é um tremendo desafio
para o crescimento da igreja. para todo pastor, mas a Bíblia não
Muitas vezes tem que incomodar relaxa nas exigências para aqueles
os anestesiados. Outras vezes, Deus que almejam o episcopado. As roupas
usa o pastor para sacudir uma igreja sujas de sangue que aceitamos em
acomodada. O pastor tem um plano um açougueiro não aceitamos em um
para fazer a igreja crescer. Ele tem médico. Práticas que toleramos em
o direito de preferir um método de alguns profissionais não admitimos
educação religiosa a outro, mas não nos pastores. Jó era um homem
tem o direito de aceitar a preguiça íntegro, que temia a Deus e evitava o

73
mal. A igreja deve esperar que o seu ou fugindo do trabalho? Alguém
pastor seja assim também. disse que ser pastor é saber contar
as ovelhas. Ora, a igreja merece um
e) Que tenha uma família exemplar pastor que esteja disposto a contar
“Marido de uma mulher... pois, as ovelhas todas as manhãs, todas as
se alguém não sabe governar a sua tardes e ainda dormir no portão do
própria casa, como cuidará da igreja aprisco.
de Deus?” (v.2,4,5). Este texto é tão
claro que dispensaria comentários. h) Que seja apaixonado por missões
Mesmo assim, o relativismo dos dias “É necessário que tenha bom
atuais leva algumas igrejas a flexibilizar testemunho dos que estão de fora”
esse ponto quando estão para (v.7). Pode-se dizer que “aspirar ao
convidar um novo pastor. Um homem episcopado” equivale a “desejar a
com problemas familiares pode ser um alma dos homens”. Toda igreja merece
bom profissional em algumas áreas, um pastor apaixonado por aquilo pelo
mas terá terríveis dificuldades para que Deus também está apaixonado:
exercer o ministério pastoral. a salvação dos perdidos, seja aqui, ali
ou lá. Não existe igreja sem missões. A
f) Que lidere a igreja para Cristo igreja quer escolher um novo pastor?
“... que governe bem... como Procure conversar antes com os
cuidará da igreja de Deus?” (v4,5). vizinhos dele.
Nenhuma igreja merece um pastor
que trabalha para si mesmo, para 2. O que uma igreja deve
construir o seu “império”. O pastor oferecer ao pastor?
deve conduzir a igreja para Cristo e A igreja deve esperar muito de um
para a Santidade de Cristo. O trabalho pastor. Também deve oferecer muito.
do pastor é dizer “Eis o Cordeiro de
Deus” ou “Façam tudo o que Ele a) Honra - Filipenses 1.3-11.
mandar”. Considere seu pastor como homem
de Deus. Não seja como Saul, que
g) Que tenha disposição para o não esperou Samuel chegar para o
ministério culto. Não se atreva a ocupar o lugar
“Quem aspira ao episcopado deseja do homem de Deus. Deixe que ele
uma nobre função” (v.1,2). O nosso seja o líder da igreja. A assembléia
texto diz que o episcopado é uma da igreja toma as grandes decisões,
tarefa escolhida. O pastor escolheu mas é o pastor quem decide se o
este trabalho. Então precisa estar irmão fulano vai cantar ou não, se o
disposto a fazê-lo. Quem suporta culto vai atrasar um pouco mais ou
um trabalhador que vive reclamando não e tantos outros detalhes na vida

74
da igreja. Não dispute a liderança c) Oração - Efésios 6.18.19
com o pastor. Deixe-o sentir-se Cada dia mais pastores estão se
realizado em seu ministério. Desfrute convencendo de que o sucesso do
bênçãos espirituais de seu ministério. ministério depende basicamente de
(v.11-14a). Quando tocamos em um sua rede de intercessores. É algo
homem de Deus no cumprimento maravilhoso quando um pastor
de seu ministério, recebemos do íntegro trabalha com uma igreja que
poder de Deus que nele opera. Um intercede continuadamente por ele. O
pastor realmente vocacionado quer líder pastoral precisa de intercessores
ser considerado como ministro do para prevenção, para proteção e para
Senhor. unção.

b) Sustento - 2 Reis 4.8-11 Para pensar e agir


Não é útil à igreja ver o seu • A igreja deve flexibilizar os padrões
pastor passando dificuldades exigidos para um pastor?
materiais, tendo ela condições de • Um dentista renomado fez uma
evitar isto. Um pastor realmente cirurgia na filha de um pastor.
vocacionado está sempre pronto Questionado pelo fato de não
a trabalhar com uma igreja sem querer cobrar, argumentou que se
grandes recursos financeiros, mas sentia “honrado em tocar na obra
não tem disposição para trabalhar que Deus estava construindo”. O
com uma igreja sem visão de que você acha da atitude deste
sustento digno, uma igreja que fica dentista?
contando quantos litros de gasolina • Em sua opinião, como os
o pastor gastou e coisas do tipo. A seminários e a Ordem de Pastores
igreja pode não ter condições de podem auxiliar as igrejas no
providenciar uma aposentadoria processo de descobrir, capacitar e
digna para o pastor, mas não há examinar os vocacionados? Você
motivo para deixar de pensar no está decidido a ser apenas bênção
assunto, de procurar idéias criativas na vida de seus pastores?
e amorosas para que o pastor não
tenha dificuldades, seja no presente Segunda 1 Timóteo 3.1-7
ou no futuro. Sustento, entretanto, Terça Efésios. 6.18,19
Leituras Diárias

é mais que salário e facilidades. Quarta 2 Reis 4.8-11


Quando o pastor está liderando Quinta Filipenses. 1.3-11.
um projeto que vem do Senhor, a
Sexta Jeremias 23.1-8
igreja deve oferecer todo o suporte
Sábado Jeremias 23.9-22
possível para que ele não faça o
Domingo Jeremias 23.23-40
seu trabalho “gemendo”.

75
Data do Estudo

Licao 13
Texto Bíblico: Mateus 6.19-21

Investindo no futuro

É
preciso investir na vida terrena de
forma espiritual, usando o que
vem às nossas mãos para nos
abençoar, abençoar a nossa família,
as pessoas que nos cercam e o Reino.
Não devemos pensar só em nós, nem
fazer das nossas conquistas pessoais
na terra o nosso próprio reino.

76
É preciso também investir na vida umidade, eram corroídos por traças e
espiritual de forma espiritual. Tudo as moedas, pela ferrugem.
o que pensamos, temos ou fazemos Outro fator era que os ladrões,
deve ser para a glória de Deus e conhecedores do método, quando
não apenas para a nossa satisfação os donos da casa saíam, cavavam o
pessoal. Devemos entender que a quintal (minavam), procurando os
motivação é a exaltação do Senhor. tesouros enterrados.
Investir na vida espiritual esperando Jesus foi claro ao dizer que no céu
recompensas, como dar para receber, não há traça, ferrugem e ladrão. Ele
ser fiel para Deus devolver, fazer não condenou o ter riquezas, mas o
obras para obter favores dos céus é seu acúmulo, colocando-a como que
ficar muito aquém dos propósitos num altar.
de Deus; é trabalhar o espiritual Jesus deu uma aula de investimento
agarrado à matéria, ao passageiro, ao futuro e, com base nela, faremos
efêmero. algumas aplicações, tendo em foco o
O que significa então ajuntar lugar onde está e deve estar o nosso
tesouros na terra e no céu? coração.
O texto bíblico em destaque
apresenta um contexto singular da 1. Com discernimento e prudência
pregação sempre contextualizada de O futuro começa agora, por isso,
Jesus. Para nós, por questões óbvias não devemos negligenciar o cuidado
de tempo e espaço, a idéia exata da com a vida aqui e no céu. Aqui se
fala do Mestre está distante, mas, inicia a vida do céu, e a visão que
para os ouvintes primeiros, está temos de lá não pode deturpar as
perfeitamente clara. coisas daqui.
Quando Jesus falava sobre o não Mateus registra que a motivação
acumular tesouros na terra, onde a não pode ser errada: estamos aqui,
traça e a ferrugem destroem e onde como salvos, para glorificar ao Senhor.
ladrões arrombam e furtam, estava A minha vida, o meu trabalho e os
trazendo à mente dos seus ouvintes a meus bens devem ser instrumentos
realidade de vida deles, pois, à época, viabilizadores deste ideal. Quando não
era comum o hábito de enterrar são aplicados para esta finalidade,
riquezas. se o ladrão minar ou roubar, estará
A razão é simples: não havia decretado o meu fim, pois o meu
bancos, o jeito era enterrar as coração estava num tesouro perecível.
riquezas, resumidas em moedas e Como é bom ver os crentes e a
tecidos. igreja como um todo, com visão
Enterrados em recipientes de barro, de Reino, visão de servo, visão
os tecidos, com o tempo, expostos à espiritual; assim, as demandas do

77
mundo secularizado e capitalista não permitindo que nada impeça ou tome
conseguirão lhes subtrair ou tirar a o seu lugar de prioridade em nossa
beleza do ensino bíblico de que o vida.
valor do ser humano não está no ter,
mas no ser. A igreja não é empresa, 2. Valorizando e cuidando de pessoas
mas expressão do Reino que reparte Jesus sempre viu o ser humano
a graça por obediência ao Mestre e como obra-prima e investiu nele a
por amor ao pecador. O discernimento sua vida. Ele é o maior exemplo de
nos impede de fugir ou inverter a investimento em pessoas.
ordem dos valores bíblicos. O texto de Mateus 6 mostra Jesus
A pessoa pode ter tudo e não ensinando às pessoas, preocupando-
ser nada para Deus. O símbolo da se com elas, preparando-as para um
aprovação de Deus não é mais como viver digno. O coração de Jesus está
no Antigo Testamento – possuir voltado para pessoas, pois Ele sempre
terras, gado ou outros bens – mas o as colocou acima das coisas. Sabemos
temor, a compaixão, o compromisso que ensinar é custoso. Só faz assim
com Cristo, o quebrantamento e o quem entende que pessoas têm o seu
envolvimento com o Reino. valor.
A prudência nos livra do exagero, Investir em gente é abraçar um
do consumismo, das compras empreendimento sem fim, porque o
desnecessárias e nos ensina o caminho investimento presente produz efeitos
do equilíbrio entre receitas e despesas, que se desdobram pelo futuro.
a não gastar além do que se ganha, Como é gratificante investir
poupar para não ficar desprovido no amor, na educação, no
nas emergências. Essa atitude de companheirismo, na vida espiritual
prudência, ser comedido no gastar, e na qualificação das pessoas.
não é sinônimo de ser sovina ou São “coisas” que não se limitam à
mesquinho, mas de ser precavido, ter dinâmica da terra, não se desfazem e
sempre alguma reserva para não ficar nem se perdem.
exposto aos favores de terceiros. Investimos em quem amamos; isso
Ajuntar tesouros no céu não é não apenas inclui esposa, filhos e
incentivo ao esbanjamento na terra, familiares próximos, mas outros que
nem tampouco à imprudência de viver precisam e renderiam muito se fossem
o hoje como se ele não construísse por nós beneficiados. Às vezes, com
as conseqüências para o amanhã. pouco se faz muito na vida de alguém.
Ajuntar tesouros no céu leva-nos a Os recursos financeiros são
uma vida de dependência, usando viabilizadores desses investimentos.
e aproveitando tudo que vem às Use suas finanças para deixar uma
mãos para glorificar o Senhor, não herança imperecível para os seus.

78
Podendo, não deixe de ajudar os Para pensar e agir
outros. Fazer o bem é mandamento O belíssimo texto retrata
do Senhor. O que investimos nas com praticidade o que Jesus
pessoas não se perde, tem dimensão deseja que experimentemos na
eterna, pois as influenciará para caminhada cristã em relação aos
sempre. investimentos.
É preciso pensar na vida como
3. Privilegiando o reino
um todo. Temos uma história, uma
Precisamos ser zelosos, honrando base. Vivemos um presente, mas,
os nossos compromissos, tendo além do futuro que nos espera
cuidado para não prejudicarmos nem aqui, temos uma eternidade com
sermos pesados a ninguém. Contudo Cristo.
devemos priorizar o Reino. Estamos neste mundo, mas
Investir no Reino é buscá-lo em não somos daqui, nem mesmo
primeiro lugar (Mateus 6.33). O perigo temos tempo de fincar raízes
se apresenta quando invertemos nele. Entretanto, enquanto
essa ordem: buscamos os nossos aqui estivermos, devemos nos
interesses, para, depois, os do Senhor. empenhar para viver de forma
O que adianta ganhar o mundo digna, sem perder o foco da nossa
inteiro e perder a alma? Não adianta passagem entre a humanidade.
construir tesouros na terra se, em Invista no futuro, reconhecendo
primeiro lugar, não os temos no céu. a ajuda do Senhor no seu passado.
Jesus foi claro ao dizer que “onde Invista no futuro, estabelecendo
estiver o seu tesouro, aí também estará prioridades para um presente
o seu coração” (v.21). O nosso coração coerente. Invista no futuro,
deve estar apegado majoritariamente colocando o seu coração no que
aos investimentos eternos de um futuro realmente tem valor. Invista no
que já começa agora. futuro, na certeza de que aquele
Quando investimos no Reino que conosco está garante a vitória.
criamos um ambiente de prazer
espiritual: pensamos, buscamos e
sentimos necessidade das coisas Segunda Mateus 6.24-33
do alto (Colossenses 3.1-3), além Terça Tiago 4.13-17
Leituras Diárias

de termos o íntimo preenchido, o Quarta Eclesiastes 5.10-17


vigor renovado e o coração cheio de Quinta 1 Timóteo 6.6-10
esperança. Quem coloca seus ideais Deuteronômio 8.6-18
Sexta
no Senhor, investindo no Reino, não
Sábado Levítico 25.35-38/Filemom 8-19
amarga frustrações nem lamenta o
Domingo Mateus 5.43-48
passado.

79
Currículo 2008 CONVENÇÃO
BATISTA
FLUMINENSE

Primeiro Trimestre Revista da Convenção Batista Fluminense


Ano 5 - Nº 17 - Abril/Maio/Junho 2008
Homens e Mulheres da Bíblia Direção Geral: Pr. Nilson Gomes Godoy
Autora: Professora Lilia Marianno Diretoria da Convenção Batista Fluminense:
Pr. Vanderlei Batista Marins
(Presidente da CBF)
1° vice - Pr. Josué Ebenézer de Souza Soares
2° vice - Pr. Marcos Luiz Lopes

Segundo Trimestre 3° vice - Pr. Nilson do Amaral Fanini


1ª secretário - Pr. Elildes Marcharete Fonseca Júnior
2ª secretária - Profª Lóide Gonçalves
3° secretário - Pr. Antônio Júnior
Princípios Bíblicos sobre Finanças 4° secretário - Pr. Jardel Filho
Diversos Autores Coordenador de Educação Religiosa:
Pr. Marcos Zumpichiat Miranda
Redação:
Olga Maria R. Nogueira Sant'Anna
Terceiro Trimestre Revisão:
Bíblico-Doutrinária: Pr. Paulo R. F. Albuquerque
Pr. Paulo Pancote
O livro de Atos Revisão Geral: Adalberto de Souza
Autor: Alexandre Carvalho Castro Arte:
Produção Editorial: oliverartelucas
Direção de Arte: Rogério de Oliveira
Projeto Gráfico: Vitor Coelho
Diagramação: Andréa Menezes
Quarto Trimestre Distribuição:
Horebe Transporte e Logistica

Os dez mandamentos Convenção Batista Fluminense


Rua Visconde de Morais, 231, Ingá, Niterói
Autor: Pr. Marcelo Moura Tel.: (21) 2620-1515
E-mail: batistafluminense@batistafluminense.com.br

Seja mordomo Esta revista foi elaborada pela Convenção


Algumas Igrejas poderão estar recebendo Batista Fluminense, com o dízimo dos
mais revistas que o número de jovens e adultos crentes batistas, com a participação de
matriculados na EBD ou em outro grupo de estudo sua igreja no Plano Cooperativo e com a
bíblico. Por favor, avise a Convenção se for este o contribuição das Associações Regionais. A
seu caso. Queremos investir seu dízimo também em distribuição desta revista é gratuita.
outros projetos.

Veja no site: sugestões


didáticas www.batistafluminense.org.br
Sem Cessar
CONVENÇÃO
BATISTA
FLUMINENSE

Orai Sem Cessar.

Informações em cada igreja Batista ou na Convenção Batista Fluminense:


Rua Visconde de Morais, 231 - Ingá - Niterói - RJ - CEP 24210-145
- Site: www.batistafluminense.org
e-mail: eventos@batistafluminense.com.br