Está en la página 1de 15

INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA

ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO,


COMUNICAÇÃO E DESPORTO

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS E CULTURAS

REGRAS
DE
ACENTUAÇÃO
GRÁFICA
(DOC. PROVISÓRIO)
ANO LETIVO 2010 / 2011

Rui Formoso
Mário Meleiro
Regras de Acentuação Gráfica

REGRAS DE ACENTUAÇÃO GRÁFICA

Índice
REGRAS DE ACENTUAÇÃO GRÁFICA .......................................................................... 3
TIPOS DE ACENTOS GRÁFICOS E SEU VALOR ........................................................... 6
I. PALAVRAS ESDRÚXULAS ........................................................................................ 7
II. PALAVRAS GRAVES ................................................................................................. 9
III. PALAVRAS AGUGAS ............................................................................................. 12
IV. REGRA DAS HOMÓGRAFAS ................................................................................ 14

2
Regras de Acentuação Gráfica

REGRAS DE ACENTUAÇÃO GRÁFICA

Em Português, existem palavras não acentuadas (ou átonas) e palavras acentuadas (ou
tónicas).

I. As palavras não acentuadas (ou átonas) são geralmente monossilábicas (uma sílaba),
mas em alguns casos podem ter duas sílabas, como, por exemplo, minha, contra, para...
As palavras não acentuadas (ou átonas) podem ser de três tipos:

1. proclíticas, quando se apoiam no acento da palavra seguinte.


- Exemplos: o homem, com amigos, para casa...
2. mesoclíticas, quando do pronome oblíquo átono se coloca entre o radical e a
desinência das formas verbais do futuro do presente e do futuro do
pretérito (condicional).
- Exemplos: vê-lo-ei, contar-me-ás...
3. enclíticas, quando se apoiam no acento da palavra anterior, à qual, no caso dos
pronomes, vão unidas por hífen.
- Exemplos: acharam-no, vejo-a...

II. As palavras acentuadas (ou tónicas) classificam-se quanto ao lugar do acento tónico.
Assim, dependendo da sílaba em que recai esse acento, podem ser classificadas como:

1. Agudas (ou oxítonas): são as palavras que levam o acento tónico na última sílaba,
podendo, em determinadas circunstâncias, também receber acento
gráfico. As palavras agudas seguem-se, em importância, às graves. São
compostas principalmente pelos verbos (infinitivos como cantar, beber,
partir, perfeitos como cantei, bebeu, parti, e futuros, como cantarei,
beberás, partirá.

Com acento tónico:


Exemplos:
li, tu, mãe, cão, põe, tem, mal, mar, vez, paz.
ali, peru, canção, botão, papel, pomar, rapaz.
javali, canguru, coração, carrossel.
educação.

3
Regras de Acentuação Gráfica

Com acento gráfico:


- Agudo (´)
Exemplos:
pá, fé, pó.
está, café, totó.
acolá, jacaré, dominó.
também, conténs.
parabéns.
- Circunflexo (^)
Exemplos:
lê, rô.
relê, avô.
antevê, bisavô.
vês.
cortês.

2. Graves (ou paroxítonas): são as que recebem o acento tónico na penúltima sílaba.
A maior parte do vocabulário português é formado por palavras graves.
Elas constituem quase dois terços do idioma. Podem receber acento
gráfico.

Com acento tónico:


Exemplos:
casa, pente, carro.
caneta, cadeira, serpente, caminho.
aberrante, escaldante, facilidade, acastanhado.

Com acento gráfico:


Exemplos:
júri(s), bónus.
órfã, órgão.
fácil, pólen, ímpar, bíceps, tórax.
açúcar.
automóvel.

4
Regras de Acentuação Gráfica

3. Esdrúxulas (ou proparoxítonas): são as que têm o acento na antepenúltima


sílaba. Estas palavras encontram-se em número muito reduzido e datam, na sua
maioria, do Renascimento, época que se deu na língua a introdução em grande escala
de vocábulos artificiais e eruditos, afastados da tendência natural simplificadora do
povo.

Exemplos:
hábito, câmara, médico, pêssego, íncola,
módico, música.
matemática, efémero, paralelepípedo,
acróstico, estômago, esdrúxula,

Nota: Só excepcionalmente, em português, pode o acento recair numa sílaba anterior


à antepenúltima. É o que acontece quando se dá a junção de monossílabos
enclíticos a formas verbais.
Exemplo: louvávamo-lo, comêssemo-lo.

5
Regras de Acentuação Gráfica

TIPOS DE ACENTOS GRÁFICOS E SEU VALOR


1º (´) Acento agudo
O acento agudo é utilizado nas vogais tónicas, quando são abertas [a], semiabertas [ɛ] e
[ɔ] e fechadas [i] e [u].
Marca a força e intensidade com que se pronuncia uma sílaba e assinala a abertura das
vogais sobre as quais recai.
Exemplos: mármore, fácil, está, médico, fértil, pé, pórtico, sótão, dó, lírico, difícil,
púcaro, túnel.

2º (^) Acento circunflexo


O acento circunflexo é utilizado nas vogais tónicas, quando são semifechadas [ɐ], [e] e
[o].
Marca a força e intensidade com que se pronuncia uma sílaba e assinala o fechamento das
vogais sobre as quais está colocado.
Exemplos: âmago, pêssego, você, vês, estômago, pôs, avô.

3º (`) Acento grave [Base XII, 1.º a) e b)]:


O acento grave nunca funciona como acento de intensidade, não marcando portanto sílaba
tónica. Serve apenas para indicar o carácter aberto das vogais átonas, quando contraídas entre
uma preposição e um determinante:
Exemplos: a+a=à
a + as = às
a + aquele = àquele
a + aquele = àqueles
a + aquela = àquela
a + aquelas = àquelas
a + aquilo = àquilo
a + aqueloutro = àqueloutro
a + aqueloutros = àqueloutros
a + aqueloutra = àqueloutra
a + aqueloutras = àqueloutras

Nota: (~) O til tem como principal missão indicar a nasalidade de uma vogal, como em órfã,
órgão. Indica, no entanto, a sílaba tónica quando existir sozinho na palavra, como em
maçã, cãibra, irmão, capitães...

6
Regras de Acentuação Gráfica

I. PALAVRAS ESDRÚXULAS

1ª REGRA [Base XI, 1.º a) e 2.º a)]: acentuam-se graficamente todas as palavras esdrúxulas,
sem excepção.
Com acento agudo (´) nas vogais abertas -a, semiabertas -e e -o, fechadas -i, e -u.
Com acento circunflexo (^) nas semifechadas -a, -e e -o.

EXEMPLOS
-a- matemática, análise, hidráulico
Acento -e- exército, efémero, médico
Agudo -o- histórico, económico
ESDRÚXULAS

(´) -i- índice, íntimo, líquido, ídolo


-u- último, público, múltiplo, esdrúxulas
Acento -a- câmara, ângulo, âmago
Circunflexo -e- pêssego, hermenêutica, êxodo
(^) -o- estômago, côncavo

7
Regras de Acentuação Gráfica

2ª REGRA [Base XI, 1.º b) e 2.º b)]: acentuam-se graficamente todas as palavras esdrúxulas
aparentes.
- terminadas em sequências vocálicas pós-tónicas -ea, -eo, -ia, -ie, -io, -oa, -ua, -ue,
-uo, seguido ou não de -s, praticamente consideradas como ditongos crescentes.
EXEMPLOS
a e i o u
-ea área(s) errónea(s)
-eo terráqueo(s) erróneo(s)
-ia boémia(s) glória(s)
Acento -ie cárie(s) espécie(s) imundície(s)
Agudo -io pátio(s) colégio(s) exercício(s) sócio(s) Júlio
(´) -oa mágoa(s) nódoa(s)
-ua água(s) régua(s) língua(s)
-ue ténue
GRVAES

-uo árduo(s) contínuo(s)


-ea côdea(s)
-eo argênteo(s)
-ia ânsia(s)
Acento -ie
Circunflexo -io mênfio(s)
(^) -oa amêndoa(s)
-ua
-ue
-uo

NOTA [Base XI, 1º b) e 2.º b)]: Para alguns gramáticos, palavras como língua, água, boémia, história, fêmea,
assíduo, exercício, Índia, são consideradas esdrúxulas. Para outros graves. De qualquer modo, para se evitar uma
leitura errada deste tipo de palavras, há necessidade de se acentuarem graficamente. Assim, podemos entender que
este tipo de palavras são, do ponto de vista da realização fonética, verdadeiramente graves, na medida em que
actualmente, as últimas vogais já são realizadas como ditongo crescente e não como hiato. Estas palavras
continuam, no entanto, a ser consideradas esdrúxulas do ponto de vista ortográfico. Se preferirmos, por outras
palavras, para efeitos de acentuação gráfica, os possíveis ditongos átonos em português são normalmente ditongos
crescentes. Podem, no entanto, ser emitidos com a separação dos dois elementos, formando assim um hiato (Celso
Cunha e Lindley Cinta (101994), Nova Gramática do Português Contemporâneo, Lisboa: João Sá da Costa, pp. 50-
51).

8
Regras de Acentuação Gráfica

II. PALAVRAS GRAVES

3ª REGRA [Base IX, 2.º a) e 5.º a)]: acentuam-se graficamente, sem excepção, todas as palavras
graves:
- terminadas em -l, -n, -r, -x, -ps.

EXEMPLOS
a e i o u
-l fácil indelével difícil móvel útil
Acento -n Cármen éden hífen abdómen númen
Agudo -r carácter éter ímpar póquer açúcar
(´) -x cálix Fénix índex tórax dúplex
GRVAES

-ps bíceps fórceps


-l têxtil cônsul
Acento
-n cânon
Circunflexo
-r âmbar aljôfar
(^)
-x

4ª REGRA [Base IX, 2.º b) e 5.º b)]: acentuam-se graficamente todas as palavras graves:
- terminadas em vogal nasal -ã(s), -um(-uns)
- terminadas em ditongo nasal -ão(s)

EXEMPLOS
a e i o u

Acento órfã(s),
- v. nasal álbum(uns)
Agudo fórum(uns)
GRVAES

(´) - dit. nasal Sátão orégão(s) ímã(s) órfão(s)

Acento - v. nasal
Circunflexo
(^) - dit. nasal bênção(s)

9
Regras de Acentuação Gráfica

NOTA: Não estão sujeitos a esta regra as palavras graves terminadas nos ditongos nasais
átonos grafados -am e -em que constituem as terminações mais vulgares das
terceiras pessoas do plural dos verbos, bem como de alguns nomes.
Exemplo: cantam, bebam, partam, amem, comem, partem (verbos).
homem, homens, jovem, jovens (nomes).

5ª REGRA [Base IX, 2.º b) e 5.º b)]: acentuam-se graficamente, sem excepção, todas as palavras
graves:
- terminadas em -i(s), ou -us

EXEMPLOS
a e i o u
Acento -i lápis ténis íris júri(s)
Agudo
-u tálus Vénus vírus bónus húmus
GRVAES

(´)
Acento -i dândi(s) Mênfis
Circunflexo
(^) -u ânus

6ª REGRA [Base IX, 2.º b) e 5.º b)]: acentuam-se graficamente todas as palavras graves:
- terminadas em ditongo oral -ei(s)

EXEMPLOS
a e i o u
Acento
GRVAES

amáveis fizéreis devíeis hóquei(s) púnheis


Agudo - ei
ágeis férteis difíceis fósseis túneis
(´)
Acento
GRVAES

escrevêsseis
Circunflexo - ei fôsseis
têxteis
(^)

10
Regras de Acentuação Gráfica

7ª REGRA [Base X, 1.º]: acentuam-se graficamente todas as palavras graves:


- com -i- ou -u- tónicos, seguidos ou não de -s
- precedidos de vogal com a qual não formem ditongo (hiato).

EXEMPLOS
a e i o u
saída(s), cafeína(s), moído(s), juízo(s),
Acento -i
GRVAES

arcaísmo panteísta(s) egoísta juízes


Agudo
graúdo(s),
(´) -u peúga(s) viúvo(s)
balaústre

EXCEPÇÃO: Não estão sujeitas a esta regra as palavras graves nas quais a vogal tónica, mesmo
precedida de vogal com a qual não forma ditongo:

⇒ é seguida de -m, -n e -r a fechar sílaba [Base X, 2.º]:


Exemplo: Coimbra, ainda, constituindo, sairdes.
⇒ é seguida de -nh- a iniciar a sílaba seguinte [Base X, 2.º]:
Exemplo: rainha, grainha, moinho.
⇒ é base de ditongo (-iu- e -ui-), ou seja, quando constituem centro de sílaba
de ditongos decrescentes [Base X, 6.º]:
Exemplo: atraiu, caiu, contribuiu, pauis.
⇒ a vogal tónica -i- é precedida da vogal -u- que com ela não forma ditongo,
nas palavras em que anteriormente se grafava o -u- com trema [Base XIV]:
Exemplo: linguista, linguiça, aguista, aquista, saudade, saudar.

11
Regras de Acentuação Gráfica

III. PALAVRAS AGUGAS

8ª REGRA [Base VIII, 1.º a) e 2.º a)]: acentuam-se graficamente todas as palavras agudas:
- terminadas em -a aberto, -e e -o semiabertos e -e e -o semifechados, seguidos ou
não de -s.

EXEMPLOS

Acento -a pá(s), acolá, papá(s), dará(s), aliás, lilás, Satanás, maracujá


Agudo -e pé(s), bebé(s), café(s), jacaré(s), através
AGUDAS

(´) -o pó(s), avó(s), dominó(s)


Acento -e vê(s), você(s), mercê, Inês
Circunflexo
-o avô, alô, bisavô, pôs, repôs
(^)

NOTA [Base VIII, 1.º b) e 2.º b)]: Nesta regra incluem-se as formas verbais agudas
quando conjugadas com os pronomes clíticos -lo(s) e -la(s). Depois de <a>, <e> e
<o>, o <r>, <s> e <z> assimilaram-se ao <l> da forma antiga do pronome -lo(s),
-la(s), caindo depois o primeiro <l>:
- dar-lo > dá-lo, dá-lo-á,
- beber-lo > bebê-lo, bebê-lo-á, qué-lo, resolvê-la-íeis,
- por-lo > pô-lo, pô-lo-á, dispô-la-ão

9ª REGRA [Base VIII, 1.º c)]: acentuam-se graficamente todas as palavras agudas:
- terminadas em -em e -ens
- com mais de uma sílaba

Acento -em também, porém, contém, Santarém, armazém, mantém-no


AGUDAS

Agudo
(´) -ens parabéns, conténs, deténs, armazéns, mantém-na, mantém-la

12
Regras de Acentuação Gráfica

10ª REGRA [Base VIII, 1.º d)]: acentuam-se graficamente todas as palavras agudas:
- terminadas em ditongos abertos -éis, -éu(s) e -ói(s), podendo estes dois últimos ser
seguidos ou não de -s.

Acento -ei fiéis, papéis, hotéis, anéis, pastéis


AGUDAS

Agudo -eu céu(s), réu(s), véu(s), ilhéu(s), chapéu


(´) -oi herói(s), rissóis, caracóis, sóis

NOTA: Repare-se que a acentuação gráfica não se verifica nos ditongos fechados:
⇒ -ei (andei, rei).
⇒ -eu (comeu, camafeu).
⇒ -oi (foi, boi).

11ª REGRA [Base X, 1.º]: acentuam-se graficamente todas as palavras agudas:


- com -i- ou -u- tónicos, seguidos ou não de -s
- precedidos de vogal com a qual não formem ditongo.

EXEMPLOS
a e i o u
Acento -i- saí(s) Luís
AGUDAS

Agudo
(´) -u- baú(s)

EXCEPÇÃO [Base X, 2.º)]: Não estão sujeitas a esta regra as palavras agudas que tenham o -i-
ou o -u- tónicos, mas terminem por outra consoante que não seja -s:

⇒ terminadas em -l (Raul, Madail, paul).


⇒ terminadas em -m (Caim, ruim).
⇒ terminadas em -r (sair, atrair).
⇒ terminadas em -z (juiz, raiz).

13
Regras de Acentuação Gráfica

IV. REGRA DAS HOMÓGRAFAS

12ª REGRA [Base VIII, 3.º]: Acentua-se, obrigatoriamente, o verbo pôr, homógrafo da
preposição por.

Acento
AGUDAS

Circunflexo -o- pôr / por


(^)

13ª REGRA [Base IX, 5.º c)]: Acentuam-se, obrigatoriamente, as terceiras pessoas do plural
do presente do indicativo dos verbos ter e vir, e seus derivados, homógrafas das
terceiras pessoas do singular.

Acento
GRVAES

Circunflexo tem / têm, vem / vêm, detém / detêm, advém / advêm…


(^)

14ª REGRA [Base IX, 6.º a)]: Acentua-se, obrigatoriamente, a forma verbal pôde que têm a
vogal tónica semifechada e é homógrafa de outra flexão da mesma palavra na qual
a vogal tónica é semiaberta pode.

Acento
GRVAES

Circunflexo -o- pôde / pode


(^)

15ª REGRA [Base IX, 4.º]: É facultativo acentuar as formas verbais da primeira conjugação, na
primeira pessoa do plural do pretérito perfeito do indicativo, para se distinguir do
presente.

Acento
GRVAES

Agudo andámos / andamos; cantámos / cantamos


(´)

14
Regras de Acentuação Gráfica

16ª REGRA [Base IX, 6.º b)]: É facultativo acentuar as formas verbais dêmos / demos, bem
como o substantivo fôrma, para se distinguir de forma, também substantivo e
forma verbal do verbo formar.

Acento -e- dêmos / demos


GRVAES

Circunflexo
-o- fôrma / forma
(^)

15