Está en la página 1de 24

CLP -Controlador Lógico Programável

Aprendendo linguagem Ladder


com o Clic Edit - WEG

Apostila de Exercícios

Prof. Cláudio R. Truffa

- 2005 -
2

Introdução

Este material tem como objetivo a familiarização com a linguagem LADDER,


utilizando o software (freeware) da WEG, que estã disponível na página
www.weg.com.br, pois este posibilita a implementação e simulação de programas
em linguagem ladder não necessitando, como na maioria dos CLP de se ter o
equipamento.

O Clic Edit é um software de simples operacionalidade, bastando se ter os


conhecimentos básicos da linguagem para se implementar diversos sistemas que
poderão ser ativados de modo real, conectando-se o microcomputador com o
software a um CLP através de um cabo próprio.

A seqüência determinada nesta apostila não é obrigatória, mas facilita a utilização


didática do software para uma aprendizagem que possibilitará ao discente todas as
condições para a aprendizagem da linguagem bem como a utilização do CLP WEG
em sua totalidade.

São 26 exercícios que poderão ser alterados ou complementados de acordo com as


necessidades de cada curso tais como carga horária, disponibilidade de laboratório,
etc.

Espero com isso ter contribuido com o corpo docente e, esperando sugestôes e
contribuições para melhoria deste material

O autor

ctruffa@pop.com.br
3

SUMÁRIO de Exercícios

Exercício 01 - Três interruptores em série e uma saída ............... 04


Exercício 02 - Dois interruptores em paralelo e uma saída ............ 05
Exercício 03 - Comando simples - uma botoeira ......................... 05
Exercício 04 - Comando simples - duas botoeiras ....................... 05
Exercício 05 - Comando reversor - tipo 1 ................................... 06
Exercício 06 - Comando reversor - tipo 2 ................................... 06
Exercício 07 - Comando reversor - com duas botoeiras ................ 07
Exercício 08 - Solução de problemas combinátórios 1 .................. 08
Exercício 09 - Solução de problemas combinátórios 2 .................. 08
Exercício 10 - Solução de problemas combinátórios 3 .................. 09
Exercício 11 - Solução de problemas combinátórios 4 .................. 10
Exercício 12 - Solução de problemas combinátórios 5 .................. 10
Exercício 13 - Solução de problemas combinátórios 6 .................. 11
Exercício 14 - Minuteria ........................................................... 12
Exercício 15 - Chave estrela-triângulo ........................................ 12
Exercício 16 - Seqüência de pistôes A+B+A-B- .......................... 13
Exercício 17 - Seqüência de pistôes A+A-B+B- .......................... 14
Exercício 18 - Seqüëncia de pistôes A+B+A-C+B-C- ................... 15
Problemas ............................................................................. 16

ctruffa@pop.com.br
4

Exercício 01 - Três interruptores em série acionando uma saída

Objetivo : Demonstrar o funcionamento básico de um CLP, tanto em linguagem


ladder como também a sua simulação.

Anotaçôes :

___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

ctruffa@pop.com.br
5

Exercício 02 - Dois interruptores em paralelo e uma saída

Objetivo : Demonstrar o funcionamento básico e simulação de um CLP.

Exercício 03 - Comando simples - uma botoeira.

Objetivo :

Exercício 04 - Comando simples - duas botoeiras

Objetivo :

ctruffa@pop.com.br
6

Exercício 05 - Comando reversor - tipo 1

Objetivo :

I1 - desliga
I2 - esquerda
I3 - direita

Exercício 06 - Comando reversor - tipo 2

Objetivo :

I1 - desliga
I2 - esquerda
I3 - direita

ctruffa@pop.com.br
7

Exercício 07 - Comando reversor - com duas botoeiras

Objetivo :

I1 - desliga
I2 e I3 - esquerda
I4 e I5 - direita

ctruffa@pop.com.br
8

Exercício 08 - Solução de problemas combinátórios 1

Objetivo :

B A S
0 0 0
0 1 1 A B'
1 0 1 A' B
1 1 0

Exercício 09 - Solução de problemas combinátórios 2

Objetivo :

C B A S
0 0 0 0
0 0 1 0
0 1 0 1 A' B C'
0 1 1 1 A B C'
1 0 0 1 A' B' C
1 0 1 1 A B' C
1 1 0 0
1 1 1 0

Minimizando as equações pelo método gráfico temos : B'C + B C'

ctruffa@pop.com.br
9

Exercício 10 - Solução de problemas combinátórios 3

Objetivo :

C B A S
0 0 0 0
0 0 1 0
0 1 0 0
0 1 1 1 A B C'
1 0 0 0
1 0 1 1 A B' C
1 1 0 1 A' BC
1 1 1 1 ABC

Minimizando as equações pelo método gráfico temos : AB + AC + BC

ctruffa@pop.com.br
10

Exercício 11 - Solução de problemas combinátórios 4

Objetivo :

C B A S
0 0 0 0 A+B+C
0 0 1 1
0 1 0 1
0 1 1 0 A'+ B' + C
1 0 0 1
1 0 1 1
1 1 0 1
1 1 1 1

Minimizando as equações pelo método gráfico temos : ( A + B + C ) . ( A' + B' + C)

Exercício 12 - Solução de problemas combinátórios 5

Objetivo :

C B A S
0 0 0 0
0 0 1 0
0 1 0 1 A'B C'
0 1 1 1 A B C'
1 0 0 0
1 0 1 0
1 1 0 1 A'BC
1 1 1 1 ABC

Minimizando as equações pelo método gráfico temos : AB + AC + BC

ctruffa@pop.com.br
11

Exercício 13 - Solução de problemas combinátórios 6

Objetivo :

D C B A S
0 0 0 0 1 A' B' C' D'
0 0 0 1 0
0 0 1 0 1 A' B C' D'
0 0 1 1 0
0 1 0 0 0
0 1 0 1 1 A B' C D'
0 1 1 0 0
0 1 1 1 1 A B C D'
1 0 0 0 1 A' B' C' D
1 0 0 1 0
1 0 1 0 1 A' B C' D
1 0 1 1 0
1 1 0 0 0
1 1 0 1 1 A B' C D
1 1 1 0 0
1 1 1 1 1 ABCD

Minimizando as equações pelo método gráfico temos : AC + A'C'

ctruffa@pop.com.br
12

Exercício 14 - Minuteria
Objetivo : Manipular váriaveis de tempo

OBS: O temporizador deverá ter o modo 3 e um "Reset Input" diferente do


acionador ( I1 )

Exercício 15 - Chave estrela-triângulo

Objetivo :

ctruffa@pop.com.br
13

Exercício 16 - Seqüência de pistôes A+B+A-B-

Objetivo : Implementar um circuito utilizando o método cascata elétrico para fazer


cumprir a seqüência solicitada.

Entradas
Saídas
botão liga I1
sensor recuado A0 I2 avança A+ Q1
pistão A
A avançado A1 I3 recua A- Q2
sensor recuado B0 I4 avança B+ Q3
pistão B
B avançado B1 I5 avançado B+ Q4

ctruffa@pop.com.br
14

Exercício 17 - Seqüência de pistôes A+A-B+B-


Objetivo :

Entradas
Saídas
botão liga I1
sensor recuado A0 I2 avança A+ Q1
pistão A
A avançado A1 I3 recua A- Q2
sensor recuado B0 I4 avança B+ Q3
pistão B
B avançado B1 I5 recua B- Q4

ctruffa@pop.com.br
15

Exercício 18 - Seqüëncia de pistôes A+B+A-C+B-C-


Objetivo :

Entradas
Saídas
botão liga I1
sensor recuado A0 I2 avança A+ Q1
pistão A
A avançado A1 I3 recua A- Q2
sensor recuado B0 I4 avança B+ Q3
pistão B
B avançado B1 I5 recua B- Q4
sensor recuado C0 I6 avança C+ Q5
pistão C
C avançado C1 I7 recua C- Q6

ctruffa@pop.com.br
16

PROBLEMAS

Nesta fase são fornecidos problema para que o aluno desenvolva a sua solução.

P1 - Exercício 19 - Seqüência de pistões A+(B+A-) C+B-C-

P2 - Exercício 20 - Semáforo para pedestre

P3 - Exercício 21 - Semáforo duas vias

P4 - Exercício 22 - Semáforo duas vias + pedestres

P5 - Exercício 23 - Situação-problema 1 (combinatório)

P6 - Exercício 24 - Situação-problema 2 (seqüëncial )

P7 - Exercício 25 - Situação-problema 3 (contador )

P8 - Exercício 26 - Situação-problema 4 (analógico)

ctruffa@pop.com.br
17

Anexo 1

Método Cascata Elétrico

ctruffa@pop.com.br
18

Método cascata - elétrico

Para se projetar um circuito que satisfaça uma seqüência de operação de


acionadores pelo método cascata elétrico é necessário seguir os passos seguintes,
que são bastante similares ao cascata pneumático.

1º passo - Separar os grupos ( processo idêntico ao processo pneumático).

2º passo - Montar a cascata

3º passo - Implementar o circuito de acordo com a seqüência exigida.

1º passo - Separar os grupos

Para dividir uma seqüência em grupo deve-se, primeiramente, escrever a


seqüência. Em seguida deve-se ler a seqüência, da esquerda para a direita,
cortando-a com um traço vertical toda vez que uma letra for se repetir, não
importando, no momento, os sinais de ( + ) ou ( - ).

Finalmente, o número de subdivisões provocadas pelos traços verticais é igual ao


número de setores que a cascata deve possuir.

Eis alguns exemplos:

1) A + B + | A – B –
1 2

2) A + B + | B – A –
1 2

Nos exemplos 1 e 2 o traço subdivide a seqüência em duas partes, determinando


dois grupos.

3) A + | A – B + | B –
1 2 1

Aqui, embora os traços tenham fracionado a seqüência em três partes, a letra


contida na terceira divisão não está contida na primeira. Neste caso, com o intuito

ctruffa@pop.com.br
19

de se economizar relés, pode-se considerar o retorno de B como parte integrante da


primeira divisão.

Assim, para a construção do comando elétrico pelo método cascata serão


necessários dois grupos.

4) A + B + C+ | A – B – | A + B + C – | A – B –
1 2 3 4

Neste caso, os traços subdividem a seqüência em quatro grupos.

2º passo - Montar a cascata

Após a identificação do número de grupos será necessário montar a cascata que


será parte da preparação para o circuito final.

Cascata para 2 grupos

Cascata para 3 grupos

ctruffa@pop.com.br
20

Cascata para 4 grupos

Somando-se a cascata devemos incluir na cascata o circuito de comando da


cascata.
O exemplo demonstra uma cascata para 3 grupos.

Detalhe A

ctruffa@pop.com.br
21

Kn k11

k1
k1 k2

k2
k2 k3

Detalhe B
Detalhe A : Este contato (normal fechado) deve ter o endereço do último relé da
cascata, no caso mostrado acima seria k3

Detalhe B : Estes contatos serão acionados quando da mudança do grupo .

Os demais seguem a regra geral, ou seja são idênticos ao exemplo, notando que o
último relê é responsável pelo final do ciclo, não possuindo um contato de retenção.

3º passo - Implementar o circuito de acordo com a seqüência exigida

Para implementação do circuito admiti-se a regra geral para desenvolvimento de


circuitos ( "regra do : quem ativa ? quem mostra que ativou ? ")

Exemplo 1

A + B+ A - B -

1º passo - Separar os grupos ( processo idêntico ao processo pneumático).

ctruffa@pop.com.br
22

A + B+ |A - B -
Grupo 1 Grupo 2

2º passo - Montar a cascata

+ -
k1 quem quem
ativa ? mostra
que
ativou ?

k1

k2 k1

k1
k1 k2

3º passo - Implementar o circuito de acordo com a seqüência exigida.

s1 s2 s3 s4

y1 y2 y3 y4

ctruffa@pop.com.br
23

+ s0 -
k1 s1 y1

s2 s3 y3

k1
s2 y2

s1 s4 y4

k2 s4 k1

k1

k1 s3 k2

ctruffa@pop.com.br
24

ctruffa@pop.com.br