Está en la página 1de 84
Shana cS FERDINAND BEYER Escola Preparatéria le Piano p. 101 se adaptacdo de MIGUEL IZZO eDITORES, re NOCGOES DE MUSICA | Pata musical (4 uma ou Pentagrama sult Linhas suplementares prem one ai ~=2:2 es f ] ‘orerewaie que nko tem numero ABIGSa genes Peneraarannd Notas colocadas nas linhas Notas colocadas nos espacos mi sol si ré fa fa la i sol ~ Notas colocadas féra da pauta Notas colocadas nes . linhas suplementares == i i = | Notas colocadas nos espagos suplementares | si Notas na clave de Fa si © mi do ia fe ré si sol sol si ré fa la la do mi sol do mi sol * * fa Para aprender facilmente os nomes das notas, 0 aluno deve saber corretamente a escala musical: do ré mi fa sol la si, antes na ordem suces- siva, depois em tergas: do mi sol si ré fa la do, tanto subindo como descendo, e aplicar estas notas nas teclas correspondentes do piano. Decima- Decima Segunda Terga Quarta Quinta Sexta Sétima Oitava Nona Decima primeira segunda | 2 iS Intervalos | 16-m Quadro comparativo do valor das Figuras e das Pausas Uma semibreve yale: 4 seminimas t Tt t t ¢ 8 colcheias oa (am a a 4 grupos de tresquiatteras crs ter tir tity 16 semicolcheias pet? Of Ef Sits Gea 82 fusas Figuras pontuadas —( trv ¢ screecic de etae de sou valor quando tex um posto a0 Ie). ete. Valor Figuras com dois pontos eee Chave Pausas pontuadas ete. Valor 4 Compasso 6 a divisio simetrica dos valores musicais, sho separados um do outro por linhas verticals chamadas Jinhas divisoras ou barras divisoras. ‘Cada compasso deve conter o mesmo numero de tempos. A di visdo do compasso & indicada no comego di pauta e depois da clave, por numeros sohrepostos, O'numero su: perior indies quantidade de tempos e 0 inferior quais as figuras que’devem compor cada tempo. Sao chamados Simples os compastos Indieados com os pumeros 2, 3 e 4: compostos com os numeros 6, 9 © 12. inferiores mais usados sio:2/p, 4p, °° Compasso binario simples (dois quartos) C Compasso quaternario simples Compasso ternario simples (tres quartos) ‘Os. numeros Compasso binario composto (seis oitavos) Compasso ternario simples (tres oitavos) Compasso ternario composto (nove oitavos) sia ain, alea\aoio Sinais de alteragado Os sinais de alteracdo servem para elevar ou abulxar altura das nolas. 0 sustenido eleva a note aatra devunsemltono Sema b ablna de meto to bequacro alt efell dotted 0 tem fuse do meemo anes das notae. No prineird caso sko chamades Jexon, seu efeHo atinge today as. notas fiesino notte e-em todo 0 trecko. No’ egundo aso suo chumados ocorvences © seu efeko atiowe somente as Tolar do mesmornome que esliverem no mesmo compare # Sustenido Bemot —_ Bequadro SS $ = do dor doe re veh ey Nomes das notas com sustenidos Nomes das notas com bemdis = sib dob & fe dot fat lat sit dot ret mit solt reb mib fab sols lab Escala cromatica ascendente e descendente 2 do do#ré rét mi fa fat sol solt la lat si tite tp be Sead labsol solbfa mi mibré réb do do si sib la Quando duas notas de diferentes nomes so executadas na mesma tecla, tomam © nome de enharménico, por exemplo: do sustenido e ré bemél, sustenido e mi bemél etc. O mesmo sucede com os intervilos e acordes enharménicos, tomam nomes diferentes e correspondem aos mesmos sons. como os acordes de dog, mif, solf e ré bemédl, fa, la bemél. PATTY aotreh) | il 1 tatsolb| | solfiab| man me HU eR ITT dot ral Teclas pretas mM | i mi fab/fa mis “epee 16-m ‘Teclas braneas SVAVLIO Z WOD ONVid Od TOF ILL odavi1dal O 16-m Exercicios para os dedos da mao direita Cada dedo deve ser levantado no momento exéto quando 0 seguinte abaixar a tecla. A articulagao dos dedos deve ser feita com igualdade, fir- meza e em andamento vagoroso. Nao deve-se ferir as teclas com muita for- ¢a, pois do contrario, habitua-se os dedos e a mao dquela contracéo muscular resultando dai sonoridade sempre pesada, dura e desagradavel. Cada nume- ro destes exercicios deve ser repetido tantas vezes até o aluno conseguir 4.4,2, 24242 Bae 488 nas tte itt pet Bans Baas Tas aah tere reer eee tr tht NT hs NOTA. Conforme as indicagdes do professor 0 aluno tocaré em pri- meiro lugar estas duas paginas de cér e quando tera adquirido os conheci- mentos indispensaveis de foque poderd iniciar o estudo das paginas seguintes. Exereicios do mesmo genero e mais desenvolvidos, seréo encontrados no suplemento deste livro. 16-m A tres mdos © Professor Moderato. 1 _ $885 saad Tema. Deze lem u A tres maos © aluno Para a mAo direita 86. Posigdo da mio S=ssE= do ré mi ta sol Tempo moderato. (movimento moderado) legato mi ré fa mi ré do ‘do ré ry ry 1234 12384 © aluno deve contar os tempos em voz alta Ligadura SS Os sons devem ser ligados uns aos outros e isso se obtém quando o dedo que esté sobre a tecla nao a deixe até que o seguinte tenha tocado soutra, Em regra geral, deve-se executar sempre assim e tendo-se que tocar ‘a mesma tecla diversas vezes com o mesmo dedo, levantar-se-é a méo. Variagdes L 16-m Professor Var. 7. BE Var. 8. 2 Var. 9, Var. 10. FE Paar dd det J SS Var. 11. fj tid side P- JZ) J Var. 12. = Durante a espera de uma pausa, 0 dedo nunca deve ficar sobre a tecla, deve-se levantar a mao. 16m Professor A tres mos Moderato. 2. fiat gest “git sitet iat ee “ A dada gta Tema. Ss = — —— = = =} —pe- s ae o Bs : gist pide dedd fiat phat g ied gids ge ee TUT DOD DD Dob po Dp Dy pe pas eae ue vereee sn eG fae ga gag 99 : q dads fale gist fiat ede ae oa dad ae ee ee PF sad Var. 2. FE == oe —s- jeje dada =e dja dd f fay ad badd Jala Var. 3. 2 =a ce Aluno A tres maos Para a mio esquerda 66. Posigao da mao. Moderato. Var. 1. TR BY si sol sol Var. Var. 4. *) Para contar, recomenda-se chamar 0 nome da nota no primeiro tempo, por exemplo: sol 284, s1284 ete. 16-m Professor 7 Aluno Sinal de repeticao ff a a3 2 a ates Var. 5. Posigéo da mao. == sol la si do ré Sa Professor Moderato. ; se do ré mi fa sol Posigo da mao. 4o ré_ mi fa sol Cada tecla con- serva 0 dedo pre- serito pelas posi- ges das maos, 3. 19 A quatro maos Aluno Primeira parte Mio direita i234], 3s ha Mio esquerda izaali23% 20 Professor 21 Aluno Allegretto (vivaz € gracioso) z 2 16m Professor Moderato. {/ Aluno Comodo (comodo, com tranquilidade) 3 2 2 3 Z 2 ara 0! Moderato. sat ta oot 8 2 Jem © aluno nfo deve esquecer que uma bla posigéo do corpo, dos bra- gos, das mos e dos dedos, assim como um bélo toque e bastante igualdade na marcaggo do compasso, sfo a base de uma execugdo correta, Moderato. ans » i Moderato. 1 "Allegretto. : t 16-m 0°” Allegretto. 9°? 3 casa gas’ | 3 do i ta aot ¢ Allegretto. alae <3 _ en 3 % mi te aot legato 3 6 5 gat Moderato. 3 Gorminel 94 Aaa ee 0 26 rat ta et ao sbeebs Moderato. eee Moderato 0 6 mf sol Posigfo das mios 2 .— 16-m i nnn Moderato. aged o> £5 a> 3 4 e22885 * wane! 26. o> oa sl = ° ® Gt eS i eS 16-m A segunda nota nfo repete-se, porém, o dedo deve permanecer sobre a tecla durante toda a duracdo desta nota. Para facilitar o estudo do aluno, 0 professor poderé tirar a ligadura que une as duas notas da mesma altura. (A ligadura que abrange dois ov mais compassos, indica que os sons devem ser bem ligados. Professor Anite Kote Bae to Bee “sto ©2222. 32] Te - ll. Allegretto. P 31 Aluno Andante mas nio muito lento oe . fae a ff ae 39 Posigiio das mios ees | ahs go vt | Allegretto. (a rennin tintin | 32 Moderato. eh 2 == tt . Ww, | East ao ° Moderato. Allegretto. Professor all 4 = = = Andante. Moderato. nf 43. Allegretto, Aluno s peSaUsl AA, Moderato. Professor 2 _ 37 As notas que tém encima o numero 8 e um rastilho, devem ser execu- tadas uma oitava acima, isto ¢, oito notas mais agudas; terminada essa linha a execugHo ¢ feita na altura exata que estdo escritas as notas. ive Exemplo: Execugao: 6 te sl 26 mi fe 01 Aluno 7 Moderato. 8 133 a]sempre legato | Exereicio para estudar o valor das figuras até colcheias 16-m 38 Exercicios com figuras de Colcheias eee ere a tt Spaae = "Ipara ser tocado na segunda ver SS i E z — - ee Moderato, Allegretto. = Ge T 16m 40 Comodo. Os cotovélos nfo devem afastar-se do corpo, mesmo que as méos fiquem distantes uma da outra, eetttee a ween Lee. = ~eetes. > = gapete > Cada compasso 7 vezes [fare sceter eos + ? = dorémitaelin mire dota doremire dot tn remitasolinscltomi 16 sollesi dors dosti ot ae Moderato. 2 er ea ers 51. —— Allegretto. 52, legato 7 3 Moderato. L 53. St 7 a Sf torvey — 3 Comodo. 54. f ESTER OSE SE SECEREOSIOSSUS a Moderato. o— nf (meio forte) Allegretto. Seb oe P(docemente, com pouca forga) 16-m B Moderato. —= crescendo, aumentando de sonoridade. = diminuindo de sonondade, Allegretto, 3 ¢ scentuar a nota, ‘crese. (crescendo) te Notas pontuadas Allegro moderato, cvivo, alogre mas moderado) ims — ——~ 61. doloe doce suave) 16m 45 Allegro moderato. 1 Git a, ME | (a. Quando encontra-se um ponto sobre a nota, deve-se destacar vivamente; isso se faz, retirando o dedo da tecla logo depois de te-la tocada, an lng En rn En rn =r oe wre rr reuse gg gos nv gS T a Allegretto. Professor ee ee co a | 16m 16m 48 Exercicios para o dedo polegar. Mao direita 86. oe Cada compasso deve-se repetir 8 vezes. Para terminar Escala em Do maior Na passagem do polegar sob qualquer dedo, 08 cotovélos néo devem se alastar da sua posigdo natural, Ziel Stat Sad te 2 35 tea 5 Mao esquerda 56 = Escala em Do maior 1 3 D 2 16-m Moderato. Mo esquerda 86.7 Cada compasso deve-se repetir 4 vezes, Allegretto. 66. dole, — 16-m As notas duplas devem ser executadas com bastante igualdade e muito figadas, fazendo pereeber claramente os sons das duas notas dando a ambas a mesma intensidade, ~ Moderato. 4 4 I Escala em Sol maior. peo 51 Moderato. 4i™N t 70. 16-m Tresquialteras. Escala em Ré maior. Moderato. b. nf 4 Ss — Allegretto. « 3a =| a fo fat 16-m Escala em La maior. 11.9. a Bab Io oe Allegretto. iyaaas Loa tat inet i a Apojatura. (appoggiatura) — Execugao ae ft NB, Quando nfo tem ponto sobre a nota que segue # apojatura, deve-se dar 4 figura o seu valor real. Allegretto, i 1 81. 16-m Escala em Mi maior. Allegretto. f. 16-m Allegretto. 82. t dolce A Fermata/~\colocada sobre a nota ou pausa, indica que 4 essa nota ou pausa deve-se dar uma duragéo maior que a representada pela figura Allegretto. ra mareato (mareado) 16-m Professor owt 3 Allegro moderato, 87. nf, 16m nn EE nnn En nr nn =r =e =v eer rr = =n reefer Sn go gv SET 61 Aluno Para estudar o valor das figuras até as semicolcheias, Moderato. y 3 ¥ |staceato en staceato (destacado) Hi Para desenvolver a agilidade. Allegro moderato. is : 7 1 a! | nf 16-m 88. 89. o Moderato. 2 dolce — 1 Je yale ye ya fe yd Te Andante. 5 dotce| =~ ——__ re yt jay vfJe rt dt lyd layed F 16m 2 f I6-m Escala em La menor. 1 ee e Moderato. 4 we~ wi as, rt 93. hase | ee | a | ee Go Be — z mareato 5 16-m Escala em Fa maior. Alle; o 2 5 retto. £ ——,. —- 16-m 16m As notas com o sinal 4 devem ser bastante acentuadas, Si bemél maior. Adagio. (muito vagaroso) 16-m Allegro moderato. aa 102. A mudanga dos dedos Moderato. sobre a mesma tecla deve ser feita com bastante rapidez, 16-m Allegro moderato. Escala cromatica. abaps 112 4 tye 1 348 a2 Mao direita 86. tat o Este dedilhado é mais comodo para as mfos pequenas. sg 23 Abgie 4 tat a4 92 Mio direita so. iat Este dedilhado é mais usado. 2 2 143 2p P ° 234 be Mio esquerda 86 Este dedilhado 6 mais comodo para as mios pequenas. 1 3 143 2b ie 33 a Mas 13 3» Ho bes 23 113 ‘Mao esquerda 6, 9 Este dedilhado é mais usado. Mao direita 66 Mao esquerda 86, = lem Vill. 7 ra4¢ Allegro moderato. 105. fis, p 76 Allegro moderato. : 7 Suplemento. Exercicios de dedilhados a serem intercalados no metodo preparatorio. Para a mio direita s6. Cada numero deve ser executado varias vezes. Pode-se tocar na extensdo de duas ou mais oitavas. ‘ —.2 21 in l= Z a sempre leguto | 16-m ge1a2i3e13 7 g sempre légato 1 shzbates : 16m g21 g2ise4 16-m Para as duas méos juntas. 16m J6-m 83 84 24 escalas em tons maiores @ menores, dispostas segundo a semelhanga do dedilhado e para a comparagio dos tons maiores & menores. (Escala 6 uma progressio definida, ascendente e descendente, de oito sons separados por intervalos de tonos e semitonos. Esta progressdio que péde ser reproduzida em diferentes oitavas chama se escala Diatonica. A escala 6 de dois modos: Maior e menor). 6. Ré menor harmonica 2. Do menor harmonica 7 La maior Sol maior 5. Ré maior 6m fi. Si maior + 42. Si menor harménica = 47. Mi b maior Pepe 4 18. Mis menor harmonica 2 49, La + maior 20.La menor harmonica 4 3 Ix QA. RE + maior Is: 24. Fa * menor harmonica 42 lem 86 Independentemente destas escalas menores, ha ainda duas outras maneiras de executar. Escala menor melodica. 4 Escala menor mixta. 4 | tl (cendente 6 melo ¢ descendent 6 barméale Ordem de todos os tons Maioré e Menores. Do maior La menor Sol maior Mi menor Ré maior Si menor ee $ Fa SF La maior Fa # menor Mi maior Do # menor Si maior Sol # menor a | a maior Ré # menor Do # maior La # menor Fa maior Ré menor ; ea SS Sib maior Sol menor ‘Mib maior Do menor Lab maior Fa menor 2 Réb maior Sib menor Sol b maior Mi} menor Dob maior Lab menor = — bE (Rul 16m