Está en la página 1de 4

CIRCUITO EQUIVALENTE - EXEMPLO SOLUÇÃO

Um motor de indução trifásico de oito pólos, 440 V, 75 HP, 60 Hz, Usando o circuito equivalente recomendado pelo IEEE:
conectado em estrela tem os seguintes parâmetros por fase (circuito
equivalente recomendado pelo IEEE):

R1 = 0,08 Ω X1 = X’2 = 0,4 Ω

R’2 = 0,075 Ω Xm = 8 Ω

As perdas no funcionamento a vazio são de 2400 W. Considerando


que o motor funciona com escorregamento s = 0,025, determine: (a) A impedância vista dos terminais do estator é
Determinar ⎛ R' ⎞
Z1 = R1 + jX 1 + jX m //⎜⎜ 2 + jX 2' ⎟⎟
⎝ s ⎠
(a) A corrente de linha e o fator de potência.
= R1 + jX 1 + jX m // Z 2'
(b) A corrente do rotor por fase, referida ao estator.
jX m (R2' / s + jX 2' )
(c) A potência de saída, em kW e HP. = R1 + jX 1 +
R2' / s + j( X m + X 2' )
(d) O rendimento
= Z1∠θ1
(e) O torque de saída.
Substituindo os dados do motor, temos:
Z1 = 2,49 + j1,64 = 2,99∠33,38° Ω
Resolver com o uso do circuito equivalente recomendado pelo
A corrente de linha é a tensão de fase pela impedância por fase:
IEEE e com o uso do circuito equivalente simplificado da Fig.
V1 440∠0° / 3
14 b e comparar os resultados. I1 = = = 85,08∠ − 33,38° A
Z1 2,99∠33,38°

O fator de potência é o cosseno do ângulo entre a tensão e a


corrente:
FP = cos ϕ = cos 33,38° = 0,835
(b) A tensão induzida no estator (força contra-eletromotriz) pelo 48,70
Pout = = 65,3 HP
fluxo magnético resultante no entreferro E1 é igual a tensão aplicada 0,746

menos a queda de tensão nos enrolamentos do estator: (d) O rendimento é a relação entre a potência de saída e a potência
E1 = V1 − (R1 + jX1) ⋅ I1 de entrada:

440 Pout
E1 = ∠0° − (0,08 + j0,4) ⋅ 85,08∠ − 33,38° η =
Pin
3
E1 = 230,95∠ − 6,13° V A potência de entrada pode ser calculada de duas formas:
A corrente do rotor, por fase, referida ao estator é a tensão E1 pela - Somando à potência de saída as perdas:
impedância equivalente do rotor: Pin = Pout + Pvazio + P2 + P1 = Pag + P1

E1 230,95∠ − 6,13° onde P1 são as perdas nos enrolamentos do estator.


I2' = = = 76,31∠ − 13,73° A
R2 3 + j 0,4
+ jX 2 P1 = I12R1 = 0,08 ⋅ (85,01)2 = 578,1 W por fase
s
Pin = Pag + P1 = 3 ⋅ (17,47 + 0,58) = 54,15 kW

(c) A potência na resistência R’2/s no circuito acima é a potência - Através das variáveis de entrada (tensão, corrente e fator de
eletromagnética Pag (que atravessa o entreferro): potência):
R2 0,075 Pin = 3 ⋅ VL ⋅ IL ⋅ cos ϕ
Pag = I2'2 = (76,31)2 = 17,47 kW por fase
s 0,025
= 3 ⋅ 440 ⋅ 85,01.0,835 = 54,15 kW
A potência mecânica desenvolvida Pmec é igual à potência
Logo, o rendimento é
eletromagnética menos as perdas no circuito do rotor P2:
48,70
η= = 90%
P2 = I2'2R2 = sPag = 0,025 ⋅ 17,47 = 436,7 W por fase 54,15

Pmec = Pag − P2 = (1 − s)Pag

= (1 − 0,025) ⋅ 17,47 = 17,03 kW por fase (e) A potência de saída do motor pode ser expressa por:
Pout = Tout ⋅ ωm
A potência de saída é a potência mecânica total menos as perdas em
vazio: onde Tout é o torque de saída (em Nm) e ωm é a velocidade angular

Pout = Pmec − Pvazio = 3 ⋅ 17,03 − 2,4 = 48,70 kW mecânica (em rad/s), que é
2 Usando o circuito equivalente simplificado:
ωm = (1 − s)ωs = (1 − s) ⋅ 2πf
P
onde ωs é a velocidade do campo magnético girante, f a freqüência e
P o número de pólos.
Assim:
Pout Pout
Tout = = = 530 Nm
ωm 4πf
(1 − s)
P

(a) A corrente de linha I1 é constituída de duas parcelas: Iφ


(corrente de magnetização) e I’2 (corrente do rotor por fase referida
ao estator):

I1 = I2' + Iϕ

A corrente do rotor por fase referida ao estator é obtida neste


modelo por:

V1 440∠0° / 3
I2' = = = 79,83∠ − 14,56° A
⎛ R ⎞ 3,08 + j0,8
⎜ R1 + 2 ⎟ + j( X1 + X2 )
⎝ s ⎠

E a corrente de magnetização por:


V 440∠0° / 3
Iϕ = 1 = = 31,75∠ − 90° A
jX m j8

Assim,
I1 = 79,83∠ − 14,56° + 31,75∠ − 90°
= 93,03∠ − 33,85° A

FP = cos ϕ = cos 33,85° = 0,830


A corrente de linha é quase 10% maior que o valor encontrado no (d) A potência de entrada pode ser calculada de duas formas:
circuito equivalente recomendado pelo IEEE. O fator de potência é - Somando à potência de saída as perdas:
praticamente o mesmo. Pin = Pout + Pvazio + P2 + P1 = Pag + P1

P1 = I2'2R1 = 0,08 ⋅ (79,83)2 = 509,8 W por fase


(b) O valor de I’2 foi determinado na letra (a) e é quase 5% maior
Pin = Pag + P1 = 3 ⋅ (19,12 + 0,51) = 58,88 kW
que o valor encontrado no circuito equivalente recomendado pelo
- Através das variáveis de entrada (tensão, corrente e fator de
IEEE.
potência):

(c) A potência eletromagnética Pag é: Pin = 3 ⋅ VL ⋅ IL ⋅ cos ϕ

R2 0,075 = 3 ⋅ 440 ⋅ 93,03.0,830 = 58,88 kW


Pag = I2'2 = (79,83)2 = 19,12 kW por fase
s 0,025 Logo, o rendimento é
As perdas no circuito do rotor P2 são: 53,52
η = = 90,9%
58,88
P2 = I2'2R2 = sPag = 0,025 ⋅ 19,12 = 478 W por fase
As perdas nos enrolamentos do estator, por este método, são
A potência mecânica desenvolvida Pmec é
menores que no anterior, pois desconsidera-se o efeito da corrente
Pmec = Pag − P2 = (1 − s)Pag
de magnetização. O valor da potência de entrada é quase 9% maior.
= (1 − 0,025) ⋅ 19,12 = 18,64 kW por fase
Como as potências aumentam aproximadamente na mesma
A potência de saída é: proporção, o valor de rendimento é praticamente o mesmo.
Pout = Pmec − Pvazio = 3 ⋅ 18,64 − 2,4 = 53,52 kW

53,52 (e) O torque de saída Tout (em Nm) é:


Pout = = 71,7 HP
0,746
Pout Pout
Tout = = = 582,4 Nm
A potência de saída é quase 10% maior que o valor encontrado no ωm 4πf
(1 − s)
P
circuito equivalente recomendado pelo IEEE. A diferença é
aproximadamente o quadrado da diferença na corrente do rotor
O valor do torque depende do valor da potência de saída, logo a
referida ao estator.
diferença nos valores destas grandezas obtidos nos dois circuitos é a
mesma.