Está en la página 1de 28

Associação de Pais e Encarregados de Educação

Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

JARDIM DE INFÂNCIA JOSÉ MARTINS


CENTRO DE TEMPO LIVRES

RECONVERSÃO/ REVITALIZAÇÃO DE ESPAÇO

ENTRADA JARDIM DE INFÂNCIA JOSÉ MARTINS

Jardim dos Amigos

PLANO DE INTENÇÕES

AGOSTO, 2010

Associação de Pais - Plano de Intenções


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

"O tempo é algo que não volta atrás.


Por isso plante seu jardim e decore sua alma,
Em vez de esperar que alguém lhe traga flores..."

William Shakespeare

Associação de Pais - Plano de Intenções


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

JARDIM DE INFÂNCIA JOSÉ MARTINS


CENTRO DE TEMPO LIVRES

RECONVERSÃO/ REVITALIZAÇÃO DE ESPAÇO

ENTRADA JARDIM DE INFÂNCIA JOSÉ MARTINS

Jardim dos Amigos

PLANO DE INTENÇÕES
Memória Descritiva

INDÍCE

1 - INTRODUÇÃO ....................................................................................................................1 

2 - CARACTERIZAÇÃO DA SITUAÇÃO DE REFERÊNCIA ....................................................2 

2.1 - Considerações Gerais ..................................................................................................... 2 

2.2 - Espaços Multifuncionais do Jardim de Infância José Martins ......................................... 2 

2.3 - Área a Reabilitar .............................................................................................................. 4 

3 - O "JARDIM DOS AMIGOS" .................................................................................................6 

3.1 - Objectivos ........................................................................................................................ 6 

3.2 - Descrição do Projecto ..................................................................................................... 6 

3.3 - O Plano Pedagógico Associado ao Jardim dos Amigos ................................................. 9 

3.3.1 - Fase 1: Construção do Jardim ..................................................................................... 9 

3.3.2 - Fase 2: Utilização do Jardim ...................................................................................... 10 

Associação de Pais - Plano de Intenções


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

3.4 - Meios Necessários para a Implantação do Projecto ..................................................... 11 

3.5 - Desactivação do Projecto .............................................................................................. 12 

4 - CONCLUSÕES .................................................................................................................14 

ANEXOS:

Anexo 1 - Peças Desenhadas e Mapa de Quantidades

Anexo 2 - Notas de Imprensa

Associação de Pais - Plano de Intenções


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

1 - INTRODUÇÃO

O Plano de Intenções a que se refere este documento tem como objectivo a apresentação
de uma proposta por parte da Associação de Pais Associação de Pais e Encarregados de
Educação do Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro para
reconverter um espaço "morto" à entrada do referido Jardim de Infância, com o objectivo de
recuperar paisagisticamente e promover a sua utilização num novo espaço de lazer.

No Capítulo 2 efectua-se uma caracterização da situação actual, fazendo referência aos


espaços multifuncionais existentes neste estabelecimento de ensino e enquadramento/
descrição da zona a reconverter.

No Capítulo 3 apresenta-se o conceito pretendido para o espaço a intervencionar, as


funcionalidades e o "layout" proposto, com referência às peças desenhadas de projecto.
Apresenta-se igualmente o Plano Pedagógico que se pretende associar ao projecto em
causa e os meios e apoios necessários para a efectivação do mesmo.

No Capítulo 4 encerra-se este Plano de Intenções em jeito de conclusão.

Associação de Pais - Plano de Intenções 1


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

2 - CARACTERIZAÇÃO DA SITUAÇÃO DE REFERÊNCIA

2.1 - Considerações Gerais


O Jardim de Infância José Martins em Linda-a-Velha pertence ao Agrupamento de Escolas
Amélia Rey Colaço. Neste estabelecimento de ensino funciona também o Serviço de Apoio
à Família providenciado pela Associação de Pais, através do Centro de Tempos Livres
(CTL) que acolhe as Crianças do Jardim de Infância José Martins e da Escola Básica
Armando Guerreiro, situada no quarteirão adjacente.

Actualmente estão em funcionamento 3 salas, com cerca de 20 alunos cada, com Crianças
com idades compreendidas entre os 3 e os 6 anos. No CTL, aberto desde as 7h30m e com
encerramento às 19h30m (interrompendo apenas para o horário lectivo), estão inscritos 65
alunos com idades compreendidas entre os 3 e os 12 anos.

No Ano Lectivo 2010/ 11 prevê-se que o CTL acolherá igualmente mais 10 a 20 Crianças,
provenientes da Escola Básica D. Pedro V, actualmente em obras de reabilitação e
ampliação.

Nesse sentido, pretende-se dotar a área de recreio com mais uma zona funcional que
permita diversificar o leque de actividades, promovendo uma distribuição "natural"1 das
Crianças pelos diversos espaços multidisciplinares, de acordo com as respectivas faixas
etárias e interesses.

2.2 - Espaços Multifuncionais do Jardim de Infância José Martins


O Jardim Infantil José Martins possui um amplo espaço exterior, com cerca de 750 m2, com
elevado potencial para a prática de actividades de exterior e para a estruturação em
espaços diferenciados.

No decorrer do ano lectivo 2009/ 2010 a Associação de Pais apostou na melhoria e


adequação do espaço existente no Jardim de Infância através de uma atitude pró-activa de

1
Entre aspas, porque a distribuição pelos espaços é orientada de forma intencional através de uma
monitora ou auxiliar de acção educativa. A forma como os espaços foram concebidos têm uma
intencionalidade e funcionalidade pensada para as diversas faixas etárias e grupos de crianças que
frequentam o estabelecimento de ensino, pelo que a apropriação que cada criança ou grupo faz de
um determinado espaço é que se pretende que seja realizada de forma natural.

Associação de Pais - Plano de Intenções 2


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

melhoramento das condições existentes através da implantação de espaços multifuncionais,


sendo esta uma política que se pretende prolongar para o ano lectivo 2010/11. Nas alíneas
seguintes referem-se de forma resumida alguns dos projectos já implantados e em estudo:

a) Hortinha Pedagógica: implantação de uma horta pedagógica que recentemente foi


ampliada com mais um canteiro com cerca de 30 m2. A continuidade deste projecto
está desde já assegurada através da elaboração de um Plano Pedagógico (em
curso) que prevê a transição das culturas actuais de Primavera/ Verão para as de
Outono/ Inverno.

b) Zona de Jogos: criação de áreas reservadas para a prática de desportos com/ sem
bola, a saber: delimitação de um campo de futebol e respectivas balizas, fixação de
dois cestos de basket e aquisição/ montagem de um trampolim com rede de
protecção;

c) Ampliação do Espaço Interior: através de uma construção modular com 65 m2 de


área coberta, passando o CTL a funcionar em duas salas distintas: Sala Partilhada
com as Crianças do Pré-Escolar e Sala Modular com as Crianças do Ensino Básico;
(em curso)

d) Projecto "Circuito de Cordas de Baixa Altura”: pretende-se reabilitar uma parcela


de terreno sem utilização implantando um espaço para a prática de actividades ao ar
livre; (em apreciação por parte da Câmara Municipal de Oeiras e Direcção do
Agrupamento de Escolas Amélia Rey Colaço)

e) Projecto “Pontos de Leitura”: Colocação de cestos com livros e revistas colocados


em locais de interior e exterior estratégicos incentivando a leitura; (em concepção,
por parte da Associação de Pais)

f) Projecto “Música aos Pedaços”: Instalação de colunas de som na área do telheiro


para colocação de música para as actividades que se entenderem convenientes ou
para a colocação de simples música ambiente. (em curso)

Associação de Pais - Plano de Intenções 3


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

g) Projecto “Jardim dos Amigos”: a que diz respeito este Plano de Intenções, prevê a
reconversão da área da entrada do Jardim de Infância num jardim com estruturas
simples de ensombramento e mobiliário amovível que permita a estadia de Crianças.

Na figura seguinte observa-se a distribuição espacial dos espaços e projectos acima


referidos.

Projecto:
"Parque de Desporto"
(Projecto em Apreciação)

Horta
Pedagógica

"Campo de
Basket"

Sala 1
Telheiro
Projecto:
"Projecto Musica
Sala 2 "Jardim dos
aos Pedaços"
Amigos"

Sala 3

Refeitório

Ampliação
Espaço
Interior
2
+ 65m "Campo de
Futebol"

Figura 01 – Espaços Multi-Funcionais do Jardim de Infância José Martins

2.3 - Área a Reabilitar


A área que se pretende agora aproveitar situa-se à entrada do Jardim de Infância, possui
uma forma rectangular e tem um comprimento compreendido entre 9 a 14 m, com uma
largura média de 4.4 m.

Associação de Pais - Plano de Intenções 4


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

Fotos 1, 2 e 3

Figura 02 – Área a Reconverter (indicação das dimensões em metros)

Em rigor, deve-se salientar que a permanência dos sacos de lixo registada nas fotografias
seguintes foi provisória e esteve associada à implantação da Horta Pedagógica.
Actualmente estão a decorrer obras de pintura relacionadas com a conservação do prédio
contíguo que eliminarão o aspecto degradado da fachada.

1 2

4
3

Não obstante, a entrada do Jardim de Infância não deixa de ser algo inóspita perante o
amplo revestimento de alcatrão que caracteriza a área exterior deste estabelecimento de
ensino.

Associação de Pais - Plano de Intenções 5


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

3 - O "JARDIM DOS AMIGOS"

3.1 - Objectivos
A Associação de Pais propõe a implantação de uma área ajardinada à entrada do Jardim de
Infância que terá os seguintes objectivos e funcionalidades:

1. Implantação de uma zona verde, melhorando do ponto de vista visual e estético a


entrada do Jardim de Infância; e

2. Criação de uma área de lazer, que permita a permanência das Crianças em


pequenos grupos, para uma simples conversa, leitura, troca de cromos ou
brincadeira mais calma.

Além deste dois objectivos principais, pretende-se associar outras actividades pedagógicas
a este espaço, relacionadas com a expressão plástica, incentivo à leitura, e promoção do
envolvimento dos Pais e Encarregados de Educação na vida escolar. Estes aspectos serão
abordados em capítulo próprio, no âmbito do Plano Pedagógico que se pretende associar a
este espaço.

3.2 - Descrição do Projecto


O "layout" proposto para o espaço contou com a colaboração em modalidade "pro bono" da
Oficina dos Jardins, Arquitectura Paisagista Lda (www.oficinadosjardins.pt), empresa que
conta no seu Portfolio com projectos de execução de áreas verdes para estabelecimentos
de ensino, entre outros a saber: Jardins Privados e Públicos, Parques, Praças e Planos de
Pormenor relacionados com o Ordenamento do Território.

A Oficina dos Jardins Lda projectou a organização do espaço a reconverter, definiu as


plantas a introduzir na área ajardinada assim e estabeleceu o tipo e material necessário. As
peças desenhadas que dizem respeito aos Planos de Plantação e Esquema Geral de
Altimetria (Desenhos AP001 a 003) são apresentadas em anexo, juntamente com o Mapa
de Quantidades.

Em termos gerais definiram-se duas áreas:

Associação de Pais - Plano de Intenções 6


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

a. Área Ajardinada - zona de canteiros em "L", com cerca de 17 m2 de área,


composta por espécies herbáceas, arbustivas e arbóreas, com modelação da
superfície associando a zona sobre-elevada aos locais de plantação das três
árvores previstas (elementos dominantes). O esquema de plantação
preconizado considerou o contraste e a gradação expectável para as
espécies escolhidas com o objectivo de obter o melhor enquadramento
paisagístico. A profundidade dos canteiros varia entre 0.40 a 0.65 m;

b. Área de Estadia - zona rectangular, com cerca de 20 m2, com superfície


revestida de calhau rolado. Pretende-se que este recanto esteja associado a
uma zona de lazer onde as Crianças se possam sentar tranquilamente e
optarem por um momento de leitura através de cestos com livros à sua
disposição. A altura dos canteiros relativamente ao solo (0.35 m) e a
espessura dos mesmos constituem por si só um banco ou mesa "corrida" que
poderão ser complementados com "puffs" ou outro mobiliário temporário. Na
fachada do prédio propõe-se a criação de uma "parede de giz" ou de uma
pintura mural efectuada pelas Crianças, alusiva ao espaço.

Na figura seguinte é possível observar o "layout" proposto:

Fachada do Prédio

Parede de Giz e/ R
ou Pintura Mural
Entrada
u
Jardim a

Área de Estadia Área Ajardinada d


e

G
ô
a

Rampa de Acesso ao JI
Figura 03 – Extracto do Plano de Plantação (Des. Ref.ª AP 003, em Anexo)

Associação de Pais - Plano de Intenções 7


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

O tipo de pavimento proposto pretende imprimir à superfície um carácter diferente em


termos texturais e auditivos, em oposição ao existente na restante área pavimentada com
betuminoso. Em alternativa poderá equacionar-se a utilização de casca de pinheiro.

O "mix" de plantas seleccionadas é adequado para as Crianças e pretende despertar os


sentidos do olfacto (ex: lavanda), paladar (ex: romãzeira e ameixeira dos jardins), visão (ex:
crisântemo, lírio roxo) e tacto (ex: festuca, pata de cavalo).

Pretende-se dotar a área de estadia com uma estrutura simples de ensombramento que
poderá passar por uma lona (pano) facilmente amovível fixa em 6 pontos por intermédio de
"camarões" e "argolas". Em alternativa poder-se-á equacionar uma estrutura mais sólida,
tipo pérgola de madeira.

As fotografias seguintes ilustram algumas das espécies escolhidas:

Neve de Verão Lírio Roxo Pascoinha/ Festuca

Crisântemo Pata de Cavalo Laranjeira Mexicana

Associação de Pais - Plano de Intenções 8


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

Madressilva Couve do Jardim Jasmim

Ameixeira dos Jardins Romãzeira Lavanda

3.3 - O Plano Pedagógico Associado ao Jardim dos Amigos


Pretende-se associar este espaço a um Plano Pedagógico, que numa primeira fase passa
pelo aproveitamento directo das actividades e tarefas relacionadas com a implantação do
jardim e, numa fase posterior pela utilização do mesmo associado às áreas da expressão
plástica, comunicação, ambiente, entre outras.

3.3.1 - Fase 1: Construção do Jardim


Para aliar a pedagogia à construção do Jardim dos Amigos, é necessário pensar que este
será mais do que um conjunto estético de plantas, e referir o pensamento de alguns
urbanistas e paisagistas que recomendam a existência de jardins mais afectivos, que
tenham significado para as pessoas que o usufruem: "É muito importante que cada planta
tenha significado para quem a plantou, é essencial que quando alguém a coloque na terra
tenha uma intenção mais afectiva." - Peter Webb (Paisagista).

Este aspecto foi possível percepcionar no âmbito do Projecto Horta Pedagógica em que a
construção de raiz da mesma levada a cabo pelas Crianças e respectivas Famílias (ver
Notas de Imprensa em Anexo) foi importante para que as mesmas se apropriassem do
espaço criando uma ligação afectiva com o mesmo. Volvidos três meses, temos Crianças

Associação de Pais - Plano de Intenções 9


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

que reconhecem perfeitamente qual o seu canteiro e muitas identificam, inclusive, o pé de


tomateiro ou feijoeiro por elas plantado.

Nesse sentido, a Associação de Pais pretende repetir a experiência pelo que propõe-se a
organizar um Dia de Trabalho e Convívio que envolva uma vez mais as Crianças e
respectivas Famílias no ambiente e espaço escolar, a construir algo em conjunto. Neste dia
serão igualmente convidadas a participar todas as pessoas ligadas ao estabelecimento,
incluindo Pessoal Docente e Não Docente do Jardim de Infância José Martins, assim como
os colaboradores do Centro de Tempos Livres.

Será igualmente uma oportunidade para os intervenientes se conhecerem, trocarem ideias e


expectativas relativamente aos Planos Educativos e ao universo de estabelecimentos de
ensino do Agrupamento em que se encontram inseridos.

Com esta actividade estaremos a reforçar a articulação Escola/ Família. Como o Centro de
Tempos livres abrange Crianças do Pré-Escolar e Ensino Básico, estaremos a criar
momentos de articulação entre os ciclos.

3.3.2 - Fase 2: Utilização do Jardim


Neste ponto enumeram-se por áreas e de forma resumida as actividades que podem ser
associadas ao Jardim dos Amigos, sem perder de vista um dos objectivos principais do novo
espaço, que é o de proporcionar às Crianças um recanto sereno, visualmente aprazível que
promova de forma "natural" momentos de leitura ou jogos didácticos em pequenos grupos:

1) Leitura: Assumem-se os mesmos objectivos patentes no Plano Nacional de Leitura


(PNL) que é o de "criar um ambiente favorável à leitura", assumindo-a como um
"factor de desenvolvimento individual". Nesse sentido, o Jardim dos Amigos poderá
ser um Ponto de Leitura através da colocação em local apropriado de livros
facilmente acessíveis. Poder-se-á inclusive aproveitar a partilha no mesmo espaço
de Crianças do Pré-Escolar com as do Ensino Básico para promover momentos de
leitura dos mais velhos para os mais novos, aproveitando os benefícios do ensino
vertical e integrado. Alerta-se que sendo um espaço exterior, este aspecto estará
limitado a condições climatéricas favoráveis. A verificar-se o sucesso desta iniciativa,
a mesma poderá ser replicada a outros locais do Jardim de Infância José Martins

Associação de Pais - Plano de Intenções 10


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

(por ex: alpendre previsto no âmbito do "Projecto Circuito de Cordas de Baixa Altura",
em caso de aprovação);

2) Ambiente e Natureza: pretende-se promover o contacto com a natureza e o gosto


pela jardinagem. A simples observação do testemunho que as plantas fornecem da
passagem do tempo e mudança de estações (crescimento, alternância de cores e
tons, queda de folhagem, floração, crescimento do fruto, etc.) constitui um bom
exercício associado às ciências da natureza. A rega automática poderá ser uma
opção mas na opinião da Associação de Pais esta deverá ser uma tarefa e
responsabilidade das Crianças, através da utilização de uma mangueira a instalar no
local;

3) Expressão Plástica e Comunicação: conforme já se referiu propõe-se a pintura na


parede (numa área a determinar) com tinta efeito ardósia de cor negra que, aplicada
numa parede devidamente preparada, permite obter uma superfície onde se pode
escrever com um giz e apagar com um pano molhado. Esta parede assumiria um
carácter dinâmico, com uma multiplicidade de conteúdos a estipular pelo pessoal
docente do J.I. e Coordenador do CTL, em sintonia com os respectivos Planos
Pedagógicos. As pinturas poderiam ser efectuadas por grupos etários em zonas
distintas, alusivas a determinadas épocas, estações, dias comemorativos, avisos aos
Pais, convites, comunicação de eventos, entre outras. Se associadas à leitura,
poder-se-ia inscrever uma quadra ou um verso escolhido pelas Crianças. Em
alternativa poder-se-á optar por uma pintura mural de carácter permanente, a realizar
pelas Crianças, com conteúdos pré-determinados.

3.4 - Meios Necessários para a Implantação do Projecto


A Associação de Pais pretende assegurar a organização do Dia de Trabalho e Convívio,
responsabilizando-se pela divulgação do evento, pela angariação de "mão-de-obra"
voluntária e pela articulação dos meios envolvidos.

No entanto, este projecto só será possível com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras e
Junta de Freguesia de Linda-a-Velha, a quem pedimos colaboração no fornecimento dos
seguintes meios e materiais:

Associação de Pais - Plano de Intenções 11


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

a) Instalação de Ponto de Água, para assegurar a rega das plantas. A rede de


rega a jusante deste ponto ficará a cargo da Associação de Pais;

b) Fornecimento de Plantas, provenientes dos Viveiros Municipais da Fábrica da


Pólvora. Poder-se-ia associar este fornecimento a uma visita de estudo ao local
para que as Crianças se apercebessem das funções dos viveiros municipais,
permitindo o contacto directo com a produção de espécies vegetais. Em caso
de ruptura de stock relativamente às espécies pretendidas, gostaríamos de
contar com o apoio dos Serviços técnicos da Câmara Municipal de Oeiras -
Espaços Verdes no sentido de aconselharem a melhor alternativa à planta em
falta;

c) Fornecimento Terra Vegetal (9.5 m3). Caso se verifique a existência de um


fraco teor de matéria orgânica, a Associação de Pais providenciará o
fornecimento de estrume de cavalo;

d) Fornecimento de Manta Geotêxtil (28.5m2) e Brita Média (2.0 m3),


necessário para garantir a boa drenagem do espaço.

A Associação de Pais procurará ainda obter junto de empresas públicas e do tecido


empresarial privado o seguinte material em falta:

a) Chulipas de Madeira (não tratada);

b) Acessórios para Contenção dos Canteiros; e

c) Areão de Rio ou, em alternativa, Casca de Pinheiro.

Ficará a cargo da Associação de Pais assegurar as ferramentas necessárias para a


execução da obra (berbequins, carrinhos de mão, pás, sachos, etc.), que assumirá
igualmente as despesas do almoço e lanche para o Dia de Trabalho.

3.5 - Desactivação do Projecto


Prevendo-se a integração do Jardim de Infância José Martins na Rede de Escolas de
Excelência (ESCXEL) e consequentemente a extinção do estabelecimento de ensino, o
Jardim dos Amigos foi concebido de forma a facilitar, caso se pretenda, a sua desactivação.

Associação de Pais - Plano de Intenções 12


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

Com efeito, prevê-se que a contenção das chulipas em madeira seja efectuada através de
um conjunto de pilaretes de madeira com sapata metálica, pelo que a sua desmontagem
será futuramente facilitada. Com a colocação do geotêxtil e brita média, certificamo-nos da
preservação do pavimento existente.

Por outro lado, o crescimento radicular das plantas estará confinado ao volume dos
canteiros pelo que em caso de necessidade, bastará preservar os torrões individuais ou em
grupo para assegurar o transplante das mesmas para outros locais a definir.

Associação de Pais - Plano de Intenções 13


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

4 - CONCLUSÕES

Face ao exposto consideramos que este é um projecto interessante para as Crianças e para
o Jardim de Infância José Martins, tendo como base a reconversão de um espaço sem
utilização em termos estéticos e funcionais.

Linda-a-Velha, 20 de Agosto de 2010

Tiago Beirão Reis

Associação de Pais

Associação de Pais - Plano de Intenções 14


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

ANEXO 1
Oficina dos Jardins, Arquitectura Paisagista Lda
Peças Desenhadas (Formato A2) e Mapa de Quantidades

Associação de Pais - Plano de Intenções


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
JARDIM DE INFANCIA JOSÉ MARTINS
Julho 2010
ZONAS VERDES - MAPA DE QUANTIDADES

Nº DESIGNAÇÃO UNID. QUANT.

1. CONTENÇÃO EM CHULIPAS
1.1. Contenção do canteiro
Fornecimento e execução de contenção em chulipas
de madeira sobrepostas de 0,48m, incluindo
fundações, fixação entre chulipas e todos os
trabalhos complementares ml 9.80
1.2. Limite do pavimento
Fornecimento e execução de limite do pavimento
em chulipas de madeira, incluindo fundações,
fixação entre chulipas e todos os trabalhos
complementares ml 3.20
TOTAL CAPÍTULO 1

2. ENCHIMENTO DOS CANTEIROS

Fornecimento e espalhamento de camada de brita


média com 0,10m de espessura sobre o fundo do
3
canteiro, incluindo todos os trabalhos necessários m 2.00

Fornecimento de manta geotêxtil tipo ‘Fonseca e


Canário’ ou equivalente Ref. FIBERTEX-F200 sobre
o composto de plantação, incluindo todos os
2
trabalhos m 28.50
Enchimento com composto de plantação e
modelação do terreno para as definidas nas peças
desenhadas, incluindo fornecimento, transporte e
espalhamento de terras, até à cota razante de
acordo com as cotas de projecto, e todos os
3
trabalhos complementares m 9.50
TOTAL CAPÍTULO 2

3. PAVIMENTO EM AREÃO DE RIO


Fornecimento e colocação de camada de areão de
rio (0,07-0,15m) com 0,05m de espessura sobre
pavimento existente, incluindo todos os trabalhos
3
necessários m 1.03
TOTAL CAPÍTULO 3

OFICINA DOS JARDINS, Arquitectura Paisagista Lda.


estaleiro navalrocha I cais rocha conde d´óbidos I 1350-352 lisboa I t./f. 21 4582169 I mail@oficinadosjardins.pt 1
JARDIM DE INFANCIA JOSÉ MARTINS
Julho 2010
ZONAS VERDES - MAPA DE QUANTIDADES

Nº DESIGNAÇÃO UNID. QUANT.

4. PLANTAÇÕES
4.1. Plantação de árvores
Plantação de árvores, incluindo abertura de cova
correspondente ao tamanho do vaso, fornecimento
e plantação da árvores, e todos os trabalhos
necessários
a) Prunus cerasifera 'Pissardii' (PAP 14/16) unid. 1.00
b) Punica granatum(porte arbustivo, ramificada da
base, altura 2,00/2,50m) unid. 2.00
4.2. Plantação de arbustos e trepadeiras

Plantação de arbustos, incluindo abertura de cova


proporcional ao torrão, fornecimento e plantação
dos arbustos, e todos os trabalhos necessários
a) Choysia ternata (V3l, 30/40cm) unid. 3.00
b) Cotoneaster lacteus (V3l, 30/40cm) unid. 2.00

c) Jasminum officinale (vaso 3l, altura 1.00-1.50m) unid. 3.00


d) Lonicera periclymenum (vaso 3l, altura 1.00-
1.50m) unid. 5.00
e) Nandina domestica (vaso 3l) unid. 4.00
4.3. Herbáceas vivazes e arbustos de revestimento

Plantação de arbustos de revestimento em zona


verde, incluindo todos os trabalhos necessários
a) Bergenia crassifolia (vaso 1l) unid. 28.00
b) Chrysanthemum leucanthemum (vaso 1l) unid. 35.00
c) Cerastium tomentosum (vaso 1l) unid. 14.00
d) Festuca glauca (vaso 1l) unid. 16.00
e) Iris germanica (vaso 1l) unid. 28.00
f) Lavandula angustifolia (vaso 2l) unid. 7.00
g) Ligularia tussilaginea 'Gigantea' (vaso 1l) unid. 4.00
4.4. Mulch
Fornecimento e espalhamento de pedra de rio
lavada - granulometria 0,07-0,15m, numa
espessura de 0,02m sobre o composto de
3
plantação, incluindo todos os trabalhos m 0.50
TOTAL CAPÍTULO 4

OBRA TOTAL

OFICINA DOS JARDINS, Arquitectura Paisagista Lda.


estaleiro navalrocha I cais rocha conde d´óbidos I 1350-352 lisboa I t./f. 21 4582169 I mail@oficinadosjardins.pt 2
Associação de Pais e Encarregados de Educação
Jardim de Infância José Martins e Escola Básica Armando Guerreiro

ANEXO 2
Notas de Imprensa
(Horta Pedagógica)

Associação de Pais - Plano de Intenções


Reconversão de Espaço - Jardim dos Amigos
11 a 17 MAIO 2010 JR Oeiras 7

Jardim-de-infância ganha horta pedagógica


Pais e crianças lançam mãos à obra
A pequena Inês, uma das cer- estará a dar frutos em termos -nos em paliçadas delimitado-
ca de 70 crianças que frequen- pedagógicos e lúdicos. ras dos canteiros da horta, reti-
tam o Centro de Tempos Li- “Os miúdos reagiram raram pedras e ervas daninhas,
vres (CTL) do Jardim-de-In- com entusiasmo assim que cavaram e… brincaram.
fância José Martins, em Lin- viram aqui o monte de ter- O plano de trabalhos in-

Fotos: João Carmargo Prata


da-a-Velha, não percebia por- ra”, disse ao JR Tiago Reis, cluía, ainda, a pintura de linhas
que havia um baloiço e um es- pai da Inês, enquanto supervi- de jogos no amplo recreio do
correga num espaço vedado pa- sionava os múltiplos trabalhos JI – campo para futebol e para
ra onde não se podia ir brin- que ocuparam, no passado do- basquetebol, mais a colocação
car. Era assim como um rebu- mingo, os cerca de 30 progeni- das respectivas balizas e tabe-
çado mesmo ali à mão, mas tores que responderam positi-
que não se conseguia alcançar. vamente ao repto lançado pela
Quando se queixou ao pai, Associação de Pais da EB1 Ar- Requalificação
agrónomo, acabaria por lançar mando Guerreiro (situada ali
a semente de um projecto que perto e que tem alguns alunos do recreio de
transformaria um lote de terre- a frequentar o CTL) e Jar-
no abandonado, com ervas da- dim-de-Infância José Martins. equipamento
ninhas, equipamentos recreati- Adultos e crianças puseram
vos não homologado, inade- mãos à obra e com afinco ge- educativo de
quado para os mais pequenos neralizado movimentaram oi-
poderem brincar, numa horti- to m3 de terra, afiaram paus Linda-a-Velha
nha pedagógica que em breve com machados e espetaram-
las, além de linhas de jogos tra- Entusiasmo foi nota dominante assim que começaram a chegar os materiais para dar forma à horta pedagógica
dicionais como a macaca… –
bem como a pintura de dese- ria daquela parcela de terreno tis numa única parcela. “Tí- deu mais porque era preci-
nhos alusivos no mural branco e de outras duas contíguas. nhamos pressa porque que- so começar os trabalhos
dentro da horta, mas a ausên- “O plano inicial era mais ríamos aproveitar o ciclo com urgência – da Junta de
cia de tempo seco adiou esta ambicioso e previa a ocupa- produtivo de Verão, que as Freguesia, do agrupamento
parte da empreitada (apoiada ção das três parcelas, uma crianças pudessem plantar, de escolas, da coordenado-
pelas tintas Cin). para horta, outra para par- tratá-las e observar o seu ra do JI, do coordenador do
“Os miúdos tinham mui- que infantil e a última para crescimento, e colher os fru- CTL, e, claro de todos os
to espaço no recreio, mas um pomar”, explicou. No en- tos no fim". pais, nada disto teria sido
faltavam estas pequenas coi- tanto, o orçamento tinha algu- Após algumas reuniões, re- possível”, faz questão de fri-
sas; além disso, não tinham ma dimensão, obrigava a inter- uniram-se as boas vontades e sar Tiago Reis, que agora vai
contacto com a natureza, venção da Câmara, e a decisão os recursos necessários. “Eu colocar a sua formação em
por ausência de árvores, ar- foi-se arrastando… tive a ideia, mas sem o dina- agronomia ao serviço da horti-
bustos ou flores”, sublinhou Até que, há cerca de um mismo da Sandra Marques, nha pedagógica.
Tiago Reis, que assinou o pla- mês, a associação de pais vol- presidente da associação de Uma iniciativa que preten-
no de intenções com que apre- tou à carga, desta feita com pais, sem os apoios da Câ- de ser exemplar e cujos frutos
sentou o projecto, em Outu- um projecto mais reduzido, in- mara – que deu metade da não tardarão, decerto, a surgir.
bro do ano passado, à Junta corporando horta pedagógica terra, algumas ferramentas
de Linda-a-Velha, proprietá- e alguns equipamentos infan- e o sistema de rega e só não Jorge Ferreira
27 JULHO a 2 AGOSTO 2010

REPÓRTER JR
reporterjr@jornaldaregiao.pt

Horta pedagógica dá frutos


Cultivar na escola beneficia hábitos alimentares e a aprendizagem
Quem a viu e quem a vê! Referi-
mo-nos à hortinha pedagógica
do Jardim-de-Infância (JI) José
Martins, em Linda-a-Velha, a cu-
jo nascimento o JR assistiu, em
meados de Maio, a partir de um
espaço degradado e abandonado
existente ali mesmo ao lado. En-
tão, a associação de pais que agru-
pa este Jardim-de-Infância e a
EB1 Armando Guerreiro – escola
situada ali perto e que tem alguns
alunos a frequentar o Centro de
Tempos Livres (CTL) do JI – to-
mou em mãos a missão de recon-
verter um talhão de terreno, per-
tença da Junta de Freguesia, em
canteiros para cultivo de produ-
tos hortícolas, o que conseguiu
com o apoio da proprietária do es-
paço e da Câmara de Oeiras, bem
como de algumas empresas, com
destaque para as Tintas Cin. Para
além, é claro, da mão-de-obra ar-
regimentada entre pais e alunos. ‘Como acompanharam o crescimento dos legumes, acham-lhes graça e até apreciam melhor o sabor’, regozijam-se os adultos
Pouco mais de dois meses pas-
sados sobre o frenesim das obras, e, depois, fazem vários traba- los pais e eles dizem que os crianças são mais confiantes e
o resultado dá nas vistas: girassóis lhos sobre a horta, desde re- miúdos acabam por comer os tendem a adquirir hábitos de
grandes e coloridos, milheiral viço- dacções a obras de expressão legumes na sopa”, conta Pedro vida mais saudáveis”, diz aque-
so, abóboras, ‘courgettes’, rabane- plástica”, explica o mesmo res- Lourenço, acrescentando que até le encarregado de educação,
tes, morangos, cenouras, batatas, ponsável, adiantando que para o as pequenas cenouras são saborea- acrescentando: “Nota-se mais
feijão-verde, tomates, ervas aro- próximo ano já está planeada das pelas crianças ‘in loco’, cruas, vontade de aprender, a litera-
máticas (tomilho, coentros, alfaze- uma feira biológica. depois de bem lavadas. “Como cia e as competências mate-
ma). “Até manjericos temos!”, Tiago Reis, pai de uma das alu- acompanharam o crescimento máticas são superiores, e a im-
atira Pedro Lourenço, coordena- nas do JI, que divide com Pedro acham graça e até lhes sabem previsibilidade própria destes
dor do CTL, guiando o JR em visi- Lourenço a tarefa de regar a hor- melhor”. trabalhos, em que muitas va-
ta pela “apetitosa” horta. ta aos fins-de-semana, salienta Tiago Reis corrobora dos be- riáveis podem afectar o resul-
As cerca de 40 crianças que que os benefícios vão para além nefícios desta actividade e tado final, obriga as crianças a
diariamente frequentam o CTL da transformação do espaço – apoia-se num estudo feito em serem mais flexíveis, a pensa-
foram divididas em pequenos gru- agora bonito, de paredes brancas Inglaterra. rem por si mesmas, e torna-as
pos que tomam conta do seu can- pintadas com desenhos alusivos, “Foi realizado pelo Royal mais eficazes na resolução de
teiro, onde são responsabilizados bem organizado e até com um Horticultural Society, que in- problemas”.
por uma placa com os seus nomes. trampolim para os miúdos brinca- quiriu 1300 professores de 10 Sem dúvida, um exemplo a
“Regam, colhem as ervas rem em jeito de prémio pelos escolas e que concluiu que na- “semear” noutros estabelecimen-
daninhas e pedras, por vezes, bons trabalhos na horta... quelas em que a jardinagem e tos de ensino...
medem as folhas e as plantas “Os produtos que temos re- a horticultura fazem parte
para verem como cresceram colhido foram distribuídos pe- das actividades propostas as Jorge A. Ferreira