Está en la página 1de 19

QUESTÕES DE MICROECONOMIA

POR ASSUNTO
Prof. Daniel da Mata

I. INTRODUÇÃO À MICROECONOMIA

I.1 Conceitos Básicos

1. (AGENTE DA POLÍCIA FEDERAL – CESPE – 2014). Os modelos utilizados na


microeconomia são essencialmente de característica indutiva e ignoram a
complexidade do mundo real.

2. (ANALISTA LEGISLATIVO – CÂMARA DOS DEPUTADOS – CESPE –


2014). Os modelos empregados em economia são teorias simplificadas que sintetizam
as relações entre as variáveis econômicas por meio de equações matemáticas,
ressaltando as conexões mais importantes entre essas variáveis.

I.2 Estruturas de Mercado

3. (AGENTE DA POLÍCIA FEDERAL – CESPE – 2014). Em determinado


mercado, a existência de grande número de compradores e vendedores, a
homogeneidade dos produtos e a existência de informação completa acerca do preço
do produto são requisitos insuficientes para a classificação desse mercado como de
concorrência perfeita.

1
4. (Fundação Carlos Chagas/Especialista em Políticas Públicas e Gestão
Governamental/2000) – Uma estrutura de mercado caracterizada pôr muitas firmas e
compradores, produtos homogêneos, livre entrada e saída do mercado, completo
conhecimento e mobilidade, é conhecida como:
a) Concorrência monopolística
b) Monopsônio
c) Oligopólio
d) Concorrência imperfeita
e) Concorrência perfeita

5. (IFECT – PROFESSOR DE ENSINO TÉCNICO – ECONOMIA – 2010). Um


mercado constituído por poucas empresas compradoras como é o caso do setor de
hortifruti de Aracaju, que depende dos supermercados para o escoamento de sua
produção, é um exemplo de:
a) Duopsônio.
b) Oligopólio.
c) Duopólio.
d) Concorrência monopolística.
e) Oligopsônio.

6. (CESPE – BANCO DO BRASIL - 2010.2). No mercado em concorrência perfeita,


(A) os bens são heterogêneos.
(B) há um conhecimento parcial dos preços e processos produtivos envolvidos.
(C) existem barreiras à entrada de novos concorrentes.
(D) há grande número de compradores e vendedores agindo individualmente.
(E) é possível que os agentes afetem os preços dos bens e serviços por meio de ações
individuais.

7. (CADE – CESPE – 2014). Em uma competicao monopolistica, o consumidor tem a


sua disposicao uma diversidade de produtos.

8. (CESPE – BANCO DO BRASIL - 2010). Acerca das características das principais


estruturas de mercado, assinale a opção correta.
(A) O produto, em um mercado oligopolista, é não diferenciado.
(B) No mercado de monopólio, há baixa dificuldade de entrada.
(C) No mercado monopsonista, o vendedor determina o preço.
(D) Agroindústria é um bom exemplo de mercado oligopsonista.
(E) Em oligopólios, comportamento cooperativo tende a ser cumprido, por gerar ganhos
iguais para todos.

2
I.3 Fundamentos de Mercado

9. (CESPE – ANS – Especialista em Regulação de Saúde Suplementar – 2013).


Julgue o item.

( ) O surgimento de uma nova tecnologia que permita uma menor utilização de insumos e
que reduza os custos de produção deslocará a curva de oferta para a esquerda.

10. (FUNIVERSA- COFECON 2010)

11. (FUNIVERSA- CEB 2010)

3
12. (AGENTE DA POLÍCIA FEDERAL – CESPE – 2014). A curva de demanda por
determinada mercadoria comprada a preço de mercado, mantendo-se constantes a
renda e os preços nominais das demais mercadorias, está relacionada às quantidades
de equilíbrio dessa mercadoria.

13. (CESPE – ANEEL – ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE SERVIÇOS


PÚBLICOS DE ENERGIA – 2010).

( ) O mercado de um bem é considerado em equilíbrio quando a quantidade que os


consumidores estiverem dispostos a adquirir a determinado preço coincidir com a quantidade
que os produtores estiverem dispostos a vender a esse mesmo preço. O preço de equilíbrio
será aquele em que a oferta e a demanda são iguais.

4
14. (ESAF/Auditor do Tesouro Municipal - Prefeitura do Recife - 2003) - No gráfico
a seguir, são apresentadas as “curvas” de oferta e de demanda por um determinado
bem:

onde: “O” representa a “curva” de oferta e “D”, a “curva” de demanda.


Com base nessas informações, é incorreto afirmar que:
a) a interseção das duas curvas resulta no preço e quantidade de equilíbrio de mercado.
b) se o bem for classificado como “normal”, um aumento da renda resultará, tudo mais
constante, numa redução no preço e o aumento na quantidade de equilíbrio de mercado.
c) para preços acima do equilíbrio, haverá excesso de oferta.
d) para preços abaixo do equilíbrio, haverá excesso de demanda.
e) mudanças em “outros” determinantes da oferta e demanda provocarão deslocamentos
nas curvas, alterando tanto o preço quanto a quantidade de equilíbrio.

15. (CESPE – BANCO DO BRASIL - 2010). Assinale a opção correta em relação a


mercados.
(A) Demanda é a realização efetiva da compra de determinado bem ou serviço.
(B) Oferta é a realização efetiva da venda de determinado bem ou serviço.
(C) A periodicidade não é relevante para o mercado.
(D) Quanto maior for o preço de determinado bem, maior será o desejo dos produtores de
vender este bem.
(E) Quanto maior for o preço de determinado bem, maior será o desejo dos consumidores de
adquirir esse bem.

16. (ESAF/AFC-STN/2005) - Com relação ao conceito de excedente do consumidor, é


correto afirmar que

a) o excedente do consumidor não sofre influência dos preços dos bens.


b) o excedente do consumidor pode ser utilizado como medida de ganho de bem estar
econômico com base nas preferências dos consumidores.
c) quanto maior o excedente do consumidor, menor será o bem-estar dos consumidores.

5
d) o excedente do consumidor não pode ser calculado a partir de uma curva de demanda
linear.
e) a elevação das tarifas de importação aumenta o excedente do consumidor.

17. (ESAF/AFC/STN – 1997) – Indique a afirmação falsa em relação ao conceito


microeconômico de “excedente do consumidor”.
a) Seu montante depende da elasticidade da demanda em um mercado.
b) Seu montante não depende dos custos de quem produz o bem em questão.
c) Ele pode ser usado como um tipo de medida de bem-estar dos consumidores.
d) Ele pode ser usado no contexto da avaliação da eficiência econômica de uma determinada
política tributária sobre o bem em questão.
e) O fato de um mercado estar em equilíbrio não implica que o montante do excedente do
consumidor seja igual ao montante do excedente do produtor.

18. (CESPE - IRBr – Diplomata – 2008) Considere-se que, em determinado mercado, a


curva de demanda de um bem seja dada por Qd = 10 - 3p, e a curva de oferta desse
mesmo bem seja dada por Qo = 5 + 2p, em que p seja o preço do bem. Nessas
condições, é correto concluir que o equilíbrio nesse mercado será atingido para
(A) p = 1.
(B) p = 2.
(C) p = 3.
(D) p = 5.
(E) p = 10.

19. (ESAF/AFC-STN/2000) Caso haja uma geada na região que produz a alface
consumida em uma cidade, pode-se prever que, no curto prazo, no mercado de alface
dessa cidade:
a) a curva de demanda deverá se deslocar para esquerda em virtude da elevação nos preços, o
que fará com que haja uma redução na quantidade demandada
b) a curva de oferta do produto deverá se deslocar para a esquerda, o que levará a um
aumento no preço de equilíbrio e a uma redução na quantidade transacionada
c) a curva de oferta se deslocará para a direita, o que provocará uma elevação no preço de
equilíbrio e um aumento na quantidade demandada
d) não é possível prever o impacto sobre as curvas de oferta e de demanda nesse mercado,
uma vez que esse depende de variáveis não mencionadas na questão
e) haverá um deslocamento conjunto das curvas de oferta e de demanda, sendo que o impacto
sobre o preço e a quantidade de equilíbrio dependerá de qual das curvas apresentar maior
deslocamento

6
20. (FUNIVERSA- IFB 2012)

21. (FUNIVERSA- COFECON 2010)

7
22. (FUNIVERSA- EMBRATUR 2011)

II. ELASTICIDADE

1. (UFFS – PROFESSOR DE ECONOMIA – 2011). A demanda por bens normais:


a. É inelástica ao preço.
b. Aumenta com a renda do consumidor.
c. Tem elasticidade-preço cruzada unitária.
d. Diminui com a queda no preço do produto.
e. É explicada pelo efeito de alterações no preço do produto.

2. (UFFS – PROFESSOR DE ECONOMIA – 2011). Caso a elasticidade-preço da


demanda de um produto seja de 1,5 em módulo:
a. Se o preço passar de R$ 10 para R$ 11, a quantidade demandada cairá 15%.
b. Uma redução do preço em 10% levará a uma redução de 5% na demanda.
c. A demanda pode ser considerada inelástica.
d. Há uma relação positiva entre quantidade demandada e preço.

8
e. As variações percentuais de preço são iguais às variações percentuais da quantidade
demandada.

3. (ESAF/Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental/2003) - Com


base no conceito de elasticidade-cruzada da demanda, é correto afirmar que:
a) os bens A e B são inferiores se a elasticidade-cruzada da demanda do bem A em relação ao
bem B é negativa.
b) os bens A e B são complementares se a elasticidade-cruzada da demanda do bem A em
relação ao bem B é positiva.
c) os bens A e B são normais ou superiores se a elasticidade-cruzada da demanda do bem A
em relação ao bem B é positiva.
d) os bens A e B são substitutos se a elasticidade-cruzada da demanda do bem A em relação
ao bem B é positiva.
e) os bens A e B são substitutos se a elasticidade-cruzada da demanda do bem A em relação
ao bem B é zero.

4. (UFFS – PROFESSOR DE ECONOMIA – 2011). Sobre a elasticidade-preço


cruzada da demanda, é correto se afirmar:
a. Pode ter tanto sinal positivo quanto sinal negativo.
b. Não traz informação relevante para os ofertantes de produtos complementares.
c. O preço de um produto reage na direção inversa de seu substituto.
d. O seu módulo contém toda a informação relevante.
e. Permite medir a reação da quantidade vendida ante mudanças na renda do consumidor.

5. (ESAF/Analista/Economia/MPU/2004) - Considere as três curvas de demanda


representadas graficamente a seguir.

Com base nessas informações, é correto afirmar que


a) a elasticidade-preço da demanda, no caso da função de demanda representada pelo gráfico
(a), é igual a um.
b) a elasticidade-preço da demanda, no caso da função de demanda representada pelo gráfico
(b), é igual a zero.
c) o gráfico (c) representa uma demanda por bens de procura infinitamente elástica.
d) o gráfico (a) representa uma demanda por bens de procura absolutamente inelástica.
9
e) as elasticidades-preço da demanda relacionadas às funções dos gráficos (a) e (b) são
idênticas em valores absolutos.

6. (CESPE - IRBr – Diplomata – 2008). A elasticidade preço da demanda de um bem


é fundamental para se compreender a reação da quantidade demandada a mudanças
em seu preço. Com relação a esse tema, julgue (C ou E) os itens seguintes.
( ) Bens que têm pequena participação no orçamento tendem a ter uma demanda inelástica
em relação ao preço.
( ) Bens essenciais têm demanda elástica em relação ao preço.

7. (CESPE – CORREIOS – ANALISTA:ECONOMISTA – 2011). Julgue o item a


seguir:
( ) A elasticidade-renda da demanda mede a variação percentual da renda em relação à
variação percentual da quantidade demandada. E, se os bens são normais, a demanda aumenta
diante de um aumento na renda, mas, se os bens são inferiores, é esperado que a demanda
diminua quando a renda aumenta.

8. (CESPE – BANCO DO BRASIL – 2009). Considere que o BB ofereça uma


modalidade de seguro para veículos cuja elasticidade-preço da demanda seja igual a
1,2. Assinale a opção que descreve corretamente as características desse mercado.

(A) Trata-se de um mercado impossível; a elasticidade-preço da demanda nunca pode ser


superior a 1.
(B) O seguro descrito tem demanda inelástica.
(C) O oferecimento pelo BB de modalidade de seguro com características semelhantes à
considerada diminuirá a elasticidade-preço do produto original.
(D) Não é possível determinar como a receita total decorrente da venda desse produto reagirá
às variações de preços.
(E) Se o preço do seguro for reduzido, a receita total aumentará.

9. (CESPE - Banco do Brasil – 2010 - modificada). Em relação a elasticidade,


assinale a opção correta.
(A) Para um bem necessário, a elasticidade-renda da demanda é positiva e menor que um.
Para o caso em que a elasticidade-renda da demanda é maior que um, o bem é dito superior.
(B) Aumento de preço de determinado bem com demanda elástica leva a aumento da receita
total da empresa.
(C) Redução de preço de determinado bem com demanda com elasticidade de demanda
unitária provoca aumento proporcional na receita total.
(D) A variável tempo afeta a elasticidade-preço da oferta, mas não afeta a elasticidade-preço
da demanda.
(E) Bens necessários tendem a ter demanda preço elástica.

10
10. (CESPE – BANCO DO BRASIL - 2010.2). Variações dos determinantes da oferta e
da demanda provocam alterações nas quantidades ofertadas e demandadas,
respectivamente. Com base nos conceitos de elasticidade, assinale a opção correta.
(A) Se a elasticidade-renda da demanda pelo bem X for inferior a zero, isso mostra que X é
um bem normal.
(B) Se a elasticidade-preço da demanda pelo bem Y for igual a -1,7, esse bem será preço-
inelástico.
(C) Empresários que negociam bens do tipo preço-elástico devem diminuir seus preços para
aumentar suas receitas.
(D) A elasticidade-preço da oferta tende a ser alta quando há problema de disponibilidade de
insumos.
(E) Suponha que a renda dos clientes do BB tenha aumentado 5%
em determinado ano e que, com isso, os depósitos em caderneta de poupança do banco
tenham aumentado 3%. Nesse caso, os depósitos em poupança são um bem renda-elástico.

11. (CESPE - BASA – Técnico Científico – Área: Economia – 2007). A análise das
interações entre vendedores e compradores em uma economia de mercado constitui o
cerne do estudo dos fenômenos econômicos. A esse respeito, julgue os itens a seguir.
( ) A crescente onda de insegurança no Iraque conduz à elevação do preço do barril do
petróleo cru no mercado internacional e aumenta o preço da gasolina, provocando, no Brasil,
um deslocamento ao longo da curva de oferta desse combustível.
( ) O aumento da renda dos consumidores, ao contribuir para expandir a demanda por
serviços hoteleiros, pode levar ao aumento dos preços e da quantidade demandada desses
serviços.
( ) As elevadas exigências — quanto a qualificação técnica e habilidade — indispensáveis
aos bons neurocirurgiões concorrem para reduzir a elasticidade da demanda pelos serviços
desses profissionais em relação àquelas que caracterizam a demanda pelos serviços de
médicos menos especializados.

12. (CESPE - INMETRO 2009 – Pesquisador-tecnologista). A microeconomia é o


ramo da ciência econômica que estuda o comportamento das unidades de consumo,
das empresas, dos fatores produtivos e dos produtores de bens e serviços. Julgue os
itens seguintes, que versam acerca da teoria do consumidor, da teoria da produção e
do funcionamento do mercado.
( ) Considere dois bens X e Y sucedâneos entre si. Caso ocorra um aumento no preço do bem
Y e admitindo-se condição coeteris paribus em relação ao bem X, a elasticidade-preço
cruzada da demanda entre os bens será maior que zero.
( ) Um aumento da renda agregada faz que a elasticidade-renda de um bem inferior se
desloque para a direita.
( ) Considerando o potencial turístico do município do Ipojuca, é correto afirmar que
investimentos neste setor fazem que a curva de oferta de serviços se desloque para cima e
para a esquerda.

11
13. (CESPE - DPU – ECONOMISTA - 2010). Assinale a opção correta em relação a
elasticidade da procura.

(A) Um bem de luxo é um bem normal com elasticidade renda da demanda inferior a 1.
(B) A elasticidade de uma demanda linear para preço igual a zero tende para infinito.
(C) Quando a demanda for inelástica, a receita do produtor aumentará quando o preço do bem
comercializado aumentar, mantidas as demais variáveis constantes.
(D) Quando um bem for inelástico, a receita aumentará quando se aumentar a produção.
(E) A elasticidade renda da demanda por um bem inferior é menor que 1.

14. (CESPE - PF – AGENTE – 2009). Julgue os itens a seguir:


( ) Um dos principais fatores determinantes da elasticidade-preço da oferta de produtos
agrícolas é a disponibilidade de crédito subsidiado para custeio e investimento. Restrições ou
escassez de crédito ou encargos elevados tornam menos elástica a capacidade de oferta
mesmo com aumentos nas cotações dos produtos.

15. (CESPE - EMBASA – Analista de Saneamento – 2010). Julgue o item:


( ) Considerando que os aumentos recentes do preço da energia elétrica elevaram os gastos
dos consumidores com esse serviço, é correto afirmar que a demanda de eletricidade é
elástica em relação ao preço.

16. (CESPE – BANCO DO BRASIL – 2011). Considerando os diferentes conceitos de


elasticidade na teoria econômica, assinale a opção correta.
(A) O surgimento de novas formas de energia, por reduzir a elasticidade preço da demanda de
fontes tradicionais como o petróleo, contribui para elevar o preço desse combustível.
(B) Caso a alta recente do preço da gasolina aumente os gastos familiares com esse
combustível, então, a demanda de gasolina é preço-elástica.
(C) Melhorias tecnológicas, por reduzirem a inclinação da curva de oferta, diminuem a
elasticidade preço da curva de oferta.
(D) A oferta, no longo prazo, tende a ser mais elástica em relação ao preço que a oferta de
curto prazo, fato que se explica, em parte, pela existência de maiores possibilidades de
substituição entre insumos.
(E) Se o aumento da renda da população de determinado local implicar redução da procura
por locação de imóveis, fica excluída a possibilidade de os serviços de aluguel de imóveis
serem considerados bens inferiores.

17. (CESPE - IEMA/ES – ANALISTA ECONOMICO, ADMINISTRATIVO E


CONTABIL – 2007). A teoria microeconômica estuda o processo de decisão dos
agentes econômicos, incluindo-se, aí, consumidores e produtores. A esse respeito,
julgue os itens a seguir.

12
( ) Considerando que, de acordo com o Estado de S. Paulo (31/8/2007), o Ministério da
Fazenda está preparando a implantação de desonerações fiscais para o setor hoteleiro, é
correto afirmar que tais desonerações, quando forem implementadas, deslocarão a curva de
oferta desse setor para baixo e para a direita.
( ) Pneus recauchutados constituem exemplos típicos de bens inferiores.

18. (CESPE – BANCO DO BRASIL – 2011). Assinale a opção correta a respeito da


oferta de bens e serviços.
(A) A relação direta entre preços e quantidade, que caracteriza a curva de oferta, explica-se
pelo fato de os preços mais baixos para uma dada mercadoria induzirem mais firmas a
substituir a sua produção pela de outros bens que se tornaram relativamente mais lucrativos.
(B) A redução nos preços dos fertilizantes orgânicos implica deslocamento ao longo da curva
de oferta do trigo orgânico, reduzindo-se, assim, a quantidade produzida desse cereal.
(C) Se os produtores de aço acreditarem no aumento substancial, no futuro próximo, dos
preços desse produto, o efeito imediato dessa expectativa será o deslocamento da curva de
oferta desse produto para cima e para a esquerda.
(D) O fato de os preços mais elevados viabilizarem o uso de fatores de produção mais
ineficientes contradiz a existência de uma curva de oferta positivamente inclinada.
(E) Os progressos na informatização dos serviços bancários elevam a inclinação da curva de
oferta desses serviços, tornando-os mais inelásticos.

19. (FUNIVERSA- EMBRATUR 2011)

13
20. (FUNIVERSA- EMBRATUR 2011)

21. (FUNIVERSA- CEB 2010)

22. (FUNIVERSA- CEB 2010)

14
23. (CESGRANRIO – BNDES – ECONOMISTA – 2008). Suponha que a curva de
demanda por determinado bem seja dada pela equação q= 5 - p, 0 < p ≤ 5, onde q é a
quantidade demandada e p é o preço do bem, medidos em unidades adequadas. Pode-
se afirmar que
(A) a elasticidade da demanda em relação ao preço é -1, ao longo de toda a curva de
demanda.
(B) a receita marginal como função de q é dada pela expressão RMg = 5 – 2q, 0 < q ≤ 5.
(C) quando p = 2, a elasticidade da demanda em relação ao preço é -1.
(D) quando p = 2, a quantidade demandada também é 2.
(E) sem saber quais são as unidades de medida de p e q, não é possível calcular a elasticidade
preço da demanda.

15
III. INCIDÊNCIA TRIBUTÁRIA

1. (CESPE – DPU – Economista – 2010 - modificada). Com relação ao padrão de


concorrência e competitividade, julgue os itens.
( ) Tributar um mercado competitivo faz que a carga fiscal incida fortemente sobre os
consumidores.

2. (CESPE - DPU – ECONOMISTA - 2010). Julgue os itens com relação ao


equilíbrio do consumidor.
( ) O estabelecimento de uma política de preço agrícola mínimo ajudará uma economia a se
aproximar do seu ótimo social.
( ) Quando o excedente do consumidor se iguala ao excedente do produtor, tem-se uma
situação de equilíbrio de mercado.
( ) Um mercado com demanda e oferta sensíveis, no qual o governo resolva tributar a
economia, levará necessariamente a uma igual divisão do pagamento dos impostos devidos
entre consumidores e produtores.
( ) A definição de salário mínimo pelo governo leva o mercado de trabalho a ficar
equilibrado, bem como ao bem-estar social.

3. (CESGRANRIO - BNDES – Economista - 2002). Do ponto de vista da incidência


tributária, é disseminada a hipótese de que os tributos indiretos tendem a ser
totalmente transferidos pelo contribuinte legal. Esta hipótese é realmente verificada
no caso de um imposto sobre a
(A) renda, quando se estabelecem alíquotas diferenciadas por tipo de rendimento.
(B) venda de um bem de consumo, quando a demanda por esse bem tem elasticidade-preço
igual a zero.
(C) venda de um bem de capital, quando a demanda por esse bem tem elasticidade-preço
igual à unidade.
(D) renda, quando a demanda por salário tem elasticidade- preço unitária.
(E) venda de bem de consumo, quando a demanda por esse bem tem elasticidade-preço
infinita.

4. (FGV – Consultor do Senado – 2008 – modificada). Sobre os tributos, avalie a


seguinte afirmativa:
“A parcela de um imposto que é repassada aos consumidores depende das elasticidades da
oferta e de demanda do mercado envolvido.”

16
5. (ESAF – AFRF – 2002). Modelos simples de oferta e demanda podem ser utilizados
para analisar uma ampla variedade de políticas governamentais. Com base no impacto
de um imposto, aponte a única opção falsa.
a) O impacto de um imposto depende das elasticidades da oferta e da demanda.
b) Se a demanda for muito inelástica em relação à oferta, a carga fiscal recairá principalmente
sobre os compradores.
c) Se a curva da oferta for horizontal, nenhuma parcela do imposto será repassada aos
consumidores.
d) Se a demanda for muito elástica em relação à oferta, a carga fiscal incidirá principalmente
sobre os vendedores.
e) O ônus de um imposto é a perda líquida do excedente dos consumidores e produtores
resultante da aplicação do imposto.

6. (ESAF – AFRF – 2003). Com base na imposição de um imposto, assinale a única


opção falsa.
a) Quando um imposto é aplicado num mercado, há dois preços de interesse: o que o
demandante paga e o que o ofertante recebe.
b) O imposto sobre a quantidade é uma taxa cobrada por cada unidade vendida ou comprada
do bem.
c) O imposto sobre o valor é uma taxa expressa em unidades percentuais.
d) A parte de um imposto que é repassada aos consumidores independe das inclinações
relativas das curvas de oferta e demanda.
e) A produção perdida é o custo social do imposto.

17
GABARITO

I. INTRODUÇÃO À MICROECONOMIA
1. F
2. V
3. V
4. E
5. E
6. D
7. V
8. D
9. F
10. D
11. B
12. V
13. V
14. B
15. D
16. B
17. B
18. A
19. B
20. C
21. D
22. A

II. ELASTICIDADE
1. B
2. A
3. D
4. A
5. D
6. VF
7. F
8. E
9. A
10. V

18
11. FVV
12. VFF
13. C
14. V
15. F
16. D
17. VV
18. A
19. E
20. C
21. D
22. A
23. B

III. INCIDÊNCIA TRIBUTÁRIA


1. F
2. FFFF
3. B
4. V
5. C
6. D

19