Está en la página 1de 2

A IMPORTÃNCIA DA UTILIZAÇÃO DE MÚSICAS NO ENSINO BILÍNGUE

Utilizar música para o ensino da Língua Inglesa possibilita a criança aprender o ritmo do novo idioma,

novos vocabulários e praticar a pronúncia de maneira adequada. Para provar isso, o estudioso Stephen Krashen,

demonstrou a Hipótese do Filtro Afetivo.

Aprendizes motivados, confiantes e com baixa ansiedade tendem a ser mais bem-sucedidos no processo

de aquisição de uma segunda língua. Isso quer dizer que você está criando o estado mental ideal para que a

aprendizagem ocorra da forma mais tranquila e natural possível, sem pressão negativa, sem bloqueios.

Estudos na área da neurociência comprovam que o ato de ouvir música ativa áreas do hemisfério direito

do cérebro conectados a interpretação de significados, sentimentos e emoções.

Outras teorias mostram que as "Nursery Rhymes" também ativam outras áreas do cérebro incluindo o

sistema límbico, o qual está diretamente ligado as emoções e memória de longa duração. Então, a explicação

de como lembramos as canções e brincadeiras com músicas lá da nossa infância.

Recentemente, Howard Gardner, psicólogo cognitivo e educacional da Universidade de Harvard, nos

Estados Unidos, contribuiu também para a valorização da música como elemento primordial para o

desenvolvimento humano na sua teoria das Inteligências Múltiplas. Através de pesquisas utilizando ressonância

magnética e de pontos de ativação em diferentes partes do cérebro humano. Gardner identificou oito principais

tipos de inteligência, entre elas a musical.


Quando utilizamos as "songs" durante as aulas o aluno tem muito mais prazer e motivação para

desenvolver as quatro habilidades comunicativas básicas do inglês, que são:

compreensão auditiva – ao ouvir e tentar entender as palavras e expressões;

fala – ao cantar a música, prestando atenção e comparando a pronúncia das palavras;

leitura – ao ler e tentar entender a letra em inglês;

escrita – ao escrever a letra para se familiarizar e reforça o contato com o novo idioma.

Do ponto de vista linguístico e pedagógico as atividades com música aumentam a exposição a Língua

Inglesa fazendo com que a criança conheça e consolide:

 Itens Lexicais (palavras novas e usos diferentes para vocábulos já conhecidos);

 Padrões e estruturas da Língua Inglesa (gramática e expressões);

 Pronúncia (sons, entonação e sotaques de diferentes lugares);

 Características da linguagem falada (gírias, abreviações e licenças poéticas).

Enfim, use e abuse das Nursery Rhymes e TPR – Total Physical Response em suas aulas, pois apresentam

excelente aspecto motivacional, as crianças aprendem de modo mais prazeroso e eficaz e não esquecem. Assim,

as músicas potencializam o processo de aquisição e apropriação do novo idioma pelos alunos.