Está en la página 1de 16

MATERIAL EXTRA

Unidade 3
1

O DESESPERO
DESESPERO DE ESPERAR UM TELEFONEMA

Autora: Maitena em Mulheres alteradas

Profª Paula de Aloysio


2

Leia o texto a seguir e comente com seus colegas.

Vivendo e....
Eu sabia fazer pipa e hoje não sei mais. Duvido que hoje pudesse jogar uma bola de gude com a
precisão que tinha quando era garoto. Eu sabia a fórmula de fazer cola caseira: farinha, água e muita
confusão na cozinha, de onde éramos expulsos sob ameaças. Hoje não sei mais.
Juntando-se as duas mãos de um determinado jeito, e assoprando pelo buraquinho, conseguia-se tirar
um silvo bonito que inclusive variava de tom. Hoje não sei mais que jeito é esse. Ainda no terreno dos
sons: espremendo-se a mão entre o braço e o corpo, claro, tinha-se o chamado trombone axilar, que
muito perturbava os mais velhos. Não consigo mais tirar o mesmo som.
Na verdade, deve-se revisar aquela antiga frase. É vivendo e desaprendendo. Não falo daquelas
coisas que deixamos de fazer porque não temos mais as condições físicas. Falo da sabedoria desperdiçada,
das artes que nos abandonaram.

Veríssimo, L. F. "História estranha"(adaptação) em Comédias para ser ler na escola

Você se identifica com aquilo que é contado na história? Por quê?

Você concorda com a afirmação feita no texto? Explique.

____________________________________________________________________

PRETÉRITO IMPERFEITO

1) Complete você mesmo as caixas dos verbos no pretérito imperfeito. Os verbos


salientados no texto servem de modelo.

VERBOS REGULARES

-AR -ER -IR


EU
ELE
NÓS
ELES

Profª Paula de Aloysio


3

VERBOS IRREGULARES

SER TER VIR PÔR


vinha
punha

Complete as lacunas com os verbos conjugados no pretérito imperfeito. Depois escute o


áudio e confira.

Meu nome é Dhelba Alliegro. Eu nasci aqui em São Paulo na capital e sou terapeuta, taróloga,
numeróloga e trabalho com programação neurolinguística.
_____ (ser) uma outra época da vida que eu_____________ (frequentar) muito o Bixiga. Duas,
três horas da manhã você _____________(andar) na rua, na boa, porque não _________(ter) o
problema que o Bixiga tem hoje e tal.
E lá ______ (ser) um celeiro de artistas, atores e tudo mais. Então a gente se
_________ (encontrar) na rua e
_________ (conversar) na rua. Grandes projetos_____________ (sair) na rua.
________ (ter) muitos bares que a gente _____________ (frequentar), mas vamos lá.
________ (ter) um bar chamado Celeiro que a gente ____ (ir) muito. Boca da Noite também .
Porque o Boca da Noite_____________ (ser) bacana... A cidade
________ (ferver) com os eventos, com os shows e tudo mais. Quando esses artistas
_____________ (terminar) esses shows, eles _____________ (ir) para o Boca da Noite. Então
você_____________ (ficar) ali no Boca da Noite e _____________ (entrar) Djavan entendeu?.
_____________ __________________________________
________ (entrar) Gilberto Gil, _____________ (entrar) Hermeto Pascoal, né?. ___________
________ (entrar) todas essas jóias da nossa música popular brasileira. Eles
________ (dar) um canja lá, entendeu?. E você ali_____________ (ver) tudo de bom, né?. Puxa!
_____________ (ser) muito legal!
Fonte: Museu da pessoa.
http://www.museudapessoa.net/MuseuVirtual/hmdepoente/depoimentoDepoente.do?action=ver&idDepoenteHome
=10238

Profª Paula de Aloysio


4

Leia o texto e complete com pretérito imperfeito.

O TELEFONE
Nos primórdios do telefone, a comunicação _____________ (ser) realizada através de
fios e cabos. Os telefones_____________(ser) fixos e se ______________(resumir) às
residências particulares e aos estabelecimentos comerciais. Os primeiros
telefones______________ (estar) conectados a uma central manual, operada por uma
telefonista, quem ________________ (comunicar) um assinante com outro.
Por volta de 1980, surgiram os primeiros telefones celulares trazendo a "Era da
comunicação sem fio”.
Eles__________(pesar) de 3 a 10 quilos, __________ (consumir) muita bateria
e____________(ter) baixa qualidade de voz.
Em 2001, os celulares começam um processo de hibridização
incorporando em suas funções mensagens de texto, envio e recebimento de
e-mails, etc.
Graças ao aspecto cada vez mais portátil do celular, percebemos novas
tendências no comportamento humano com reflexos marcantes na cultura. Por
exemplo, para estabelecer um diálogo no telefone nos ______________(afastar) do
“mundo”, ______________(ter) que nos concentrar e as conversas
______________(possuir) até mesmo um caráter e um sentido íntimo e confidencial.
Nos dias de hoje, a função do celular, diferente do telefone convencional, é de
monitoramento e parece não mais haver a distinção tradicional privado/público. A
comunicação se faz de forma rápida e a função principal é a de identificar a localização
do usuário e a de trocar informações bem resumidas. O significado do telefone mudou,
interferindo nos hábitos sociais.
Atualmente, também, vem crescendo o uso da telefonia pela internet. Há muitos
programas que usam esta tecnologia, entre os quais pode-se destacar o Skype.

Giovana Azevedo Pampanelli em “A Evolução do Telefone e uma Nova Forma de


Sociabilidade: O Flash Mob”
http://www.razonypalabra.org.mx/anteriores/n41/gazevedo.html

Profª Paula de Aloysio


5

Telefone

Unir as palavras com a sua definição

(___) Dispositivo de escuta telefônica secreta


(1) Grampo

(___) Mensagem curta enviada por meio de telefone celular


(2) DDD
(___) Discagem direta internacional.
(3) Orelhão
(___) Cartão magnético cuja leitura libera crédito (no total do
valor pago pelo cartão) para ligações telefônicas, em telefone
(4) Carregador
público ou celular.

(5) Secretária eletrônica (___) Aquele que tem contrato com uma empresa para receber
determinado serviço
(6) Prestadora
(___) Discagem direta à distância

(7) Torpedo (___) Dispositivo para carregar baterias

(8) DDI (___) Tipo de cabine de telefone público instalada nas ruas, que
lembra uma grande orelha.

(9) Cartão telefónico


(___) Dispositivo que, ligado a uma linha ou aparelho telefônicos,
atende automaticamente as ligações para gravar e
(10) Assinante posteriormente reproduzir mensagens faladas.

(___) Sistema no qual você fala e escuta a pessoa sem que haja
(11) Viva-voz
necessidade de colocar o fone próximo ao ouvido.

Profª Paula de Aloysio


6

Fonte: Um português bem brasileiro. p. 13

Profª Paula de Aloysio


7

Fonte: Português 1, p. 2 e 3, unidade 4

Escute os áudios e complete os diálogos.

1)
A: Alô, Marisa _________?
B: Marisa?
A: ____, __________________ Marisa.
B: Não tem ninguém_______________________, não senhor.
A: Então______________, foi _____________.

2)
Andréa: ______, Marisa está?
Alguém: _____________________?
Andréa: ______________ Andréa, colega __________________.
Alguém: __________________, por favor. Vou chamá-la.
Marisa: Alô, __________________?
Andréa: ______ Marisa, é Andréa!
Marisa: Oi, Andréa, _______________?
Andréa: _________. Você está ocupada nesta __________________?
Marisa: ______ sexta? __________________ não. Por quê?
Andréa: Ganhei ___________________________. Não quer ir comigo?

Profª Paula de Aloysio


8

Marisa: __________que ______! Você sabe que ________________! Que peça é?


Andréa: “Máster Class” com Marília Pêra.
Marisa: _________! Que _________!
Andréa: Está no Cultura Artística.
Marisa: ____________! __________________ da minha casa! Você não ______ dar uma
passadinha aqui antes de irmos? Você nunca veio me visitar!
Andréa: Também, você nunca me ____________ antes!

3)
A: _____!
B: Supermercado Souza, _________!
A: _________! ____________de falar_______________, _________!
B: __________________. Seria só com ele ou eu poderia ajudar?
A: _________, mas_____________de falar______________
B: ___________________________?
A: diga-lhe, por favor, que Elza, da Castro e Companhia telefonou e que se ele puder dar
um retorno ainda hoje eu ficarei agradecida. _____________________sobre
um_______________ que estamos lançando no mercado e _________de _________ se
ele estaria interessado em ______________e _____________mais esse novo produto.
B: _________. O recado será dado assim que a reunião terminar. Pedirei ao gerente para
que dê um retorno ainda hoje. Posso ajudá-la em mais alguma coisa?
A: Não, por enquanto é só isso. ___________________________

4)
A: É do banco?
B: _________, com quem__________________?
A: __________________?
B: Qual deles?
A: Tanto faz, __________________.
B: ______________ só, _________.
C: Valter.
A: ___________, seu Valter, ___________ é Aldo. Gostaria de
fazer um resgate de aplicação.
C: _________, senhor Aldo. Qual o número de sua conta?
A: _________. Tenho duas aplicações vencendo hoje. O senhor poderia me informar os
valores dos resgates?

Profª Paula de Aloysio


9

C: __________________, vou verificar. Acho que há um engano. Uma das aplicações,


__________________, o CDB de 60 dias, vence só _________. A aplicação que vence
hoje é a de _________. ___________________________?

A: Não, acho que já sei aproximadamente. Pode desaplicá-la. A aplicação que vence
amanhã é __________________?
C: Sim, a menos que o senhor deseje ______________________.
A: Não, __________________.
C: _________, senhor Aldo. __________________?
A: Não, ___________________________. Até logo.
C: _____________.

Fonte: Bem-Vindo, p. 91

1
Resgate de aplicação: Emprego de capital e/ou títulos em condições de produzir juros ou conservar o
seu poder aquisitivo; investimento.
Ex.: <fez boa a. do dinheiro público> <fez uma a. na bolsa de valores>. Fonte dicionário Houaiss
CDB - Certificado de Depósito Bancário
RDB - Recibos de Depósito Bancário
O CDB e o RDB são títulos de renda fixa, representativos de depósitos a prazo, utilizados pelos bancos
comerciais como mecanismos de captação de recursos.
Estes tipos de investimento envolvem uma promessa de pagamento futuro do valor investido, acrescido
da taxa pactuada no momento da transação.
Ao comprar um CDB, você está emprestando dinheiro para o Banco e recebendo juros em troca. Ao
final do prazo contratado, o banco deve lhe pagar o valor aplicado (principal), acrescido da remuneração
prevista quando da aplicação.
Esta remuneração nunca é negativa. A diferença entre os CDBs e os RDBs é que os CDBs podem ser

Fonte: Português 1, p. 2 e 3, unidade 4

Profª Paula de Aloysio


10

Fazer um convite
Antônio convida seus colegas para almoçar. Organize o diálogo e depois ouça o áudio para
conferir.

-Pois é. Quem sabe...


-Que pena, eu tenho que fazer algumas ligações! Eu vou comer um pouco mais tarde.
-Não. Eu não posso. Tenho que terminar de editar o programa 8. Justamente o programa sobre
comida.
-Ótimo, estou morrendo de fome.
-Mas nós só temos que terminar esse programa amanhã de tarde. Você tem tempo de sobra.
-E você, Pedro, não quer vir com a gente?
-Gente, vamos almoçar, já está na hora!
-Acontece que eu quero adiantar um pouco.
-Não sei não. Para mim, essa sua dieta forçada tem alguma outra razão mais interessante.
Fonética. Fique atento à pronúncia das sílabas de
e te no final das palavras, e também da sílaba di.

Fonte: Conhecendo o Brasil

Profª Paula de Aloysio


11

Em duplas: escolha uma das atividades abaixo e convide seu colega para fazer juntos.
Como ele/ela não pode nesse dia/horário, ou prefere ir a outro lugar, você terá que
tentar convencê-lo/a, ou negociar até chegarem a um acordo.

CINEMA
GATO DE BOTAS
Direção: Chris Miller
Elenco: Vozes de Antonio Banderas e Salma Hayek
Sinopse: Quem não se lembra do olhar mimoso e jeito
malandro do Gato que se destacou nos filmes da franquia
Shrek? O filme Gato de Botas, dirigido por Chris Miller, chega
para contar a trajetória desse herói felino.
O filme figurou entre os indicados ao Oscar 2012 de melhor
animação, concorrendo com Um Gato em Paris, Kung Fu Panda
2, Chico & Rita e Rango, o vencedor.
Local: Cine Livraria Cultura - Sala 2
Endereço: Avenida Paulista, 2073, Conjunto Nacional.
Data, hora e preço: 11 h somente sábado·.

TEATRO
CADA UM COM SEUS POBREMA
Texto e direção: Claudio Castro Filho
Sinopse: A comédia Cada Com Seus Pobrema volta à cidade de
São Paulo para a diversão do público. Diante da necessidade de
crítica ao cotidiano, o espetáculo, escrito e interpretado por
Marcelo Médici, sobe ao palco Teatro Frei Caneca.
Em cena, o ator assume o papel de nove personagens e, por
meio de uma linguagem moderna e humor inteligente, o
enredo leva a plateia às gargalhadas do início ao fim.
Local: TEATRO FREI CANECA
Endereço: Rua Frei Caneca, 569, 6º andar.
Consolação
Data e hora: Até 30 de maio de 2012.
Preço: R$ 70.

MÚSICA
JORGE ARAGÃO E LECI BRANDÃO
Sinopse: Jorge Aragão e Leci Brandão, dois dos principais
nomes do samba de raiz, se juntam nesta sexta-feira (23), para
show único no Carioca Club. Sucessos que pontuaram as duas
carreiras são esperados no repertório desta roda de samba. Do
lado de Jorge Aragão, as cultuadas “Eu e Você Sempre” e “Você
Abusou” estão entre as mais esperadas.
Local: CARIOCA CLUB
Endereço: R. Cardeal Arcoverde, 2899 – Pinheiros, São Paulo,
Data e hora: 23 de março de 2012.
Preço: Não divulgado

Profª Paula de Aloysio


12

ALGUMAS COMIDAS E BEBIDAS

Profª Paula de Aloysio


13

Solicitação de serviços.
Antônio foi ao restaurante com Maria, Sílvia e Miguel para almoçar. Coloque os
quadrinhos em ordem, escute o áudio e confira.

Fonte: Conhecendo o Brasil

Profª Paula de Aloysio


14

Atenção!

QUERER PODER ESTAR TER IR SER


Eu VOU SOU
QUERO POSSO ESTOU TENHO

Você, ele, ela, VAI É


QUER PODE ESTÁ TEM
A gente
VAMOS SOMOS
Nós QUEREMOS PODEMOS ESTAMOS TEMOS

Vocês, eles, QUEREM PODEM ESTÃO SÃO


TÊM VÃO
elas

Complete os diálogos a seguir usando os verbos irregulares querer, poder, estar, ser, ir e ter.

-Alô?
-Alô, de onde fala?
-Banco do Brasil, bom dial
-Bom dia. O Mário ________________ ?
-Quem gostaria de falar com ele?
-Aqui ________ Ricardo.
-Acho que Mário e o gerente _____________________ numa reunião. Um momento por favor, vou perguntar.

- Alô, Ricardo, tudo bem?


- Oi, Mário, tudo bem. Você ________________ tempo sábado à noite? _________________ duas entradas para
um show. ________________________________ de um guitarrista espanhol muito famoso.
-Ah! Que pena! Não _____________________ . Já ______________ um compromisso marcado. Sábado à noite
já estou ocupado.

-Alô?
- De onde fala?
-342-6509
- ___________ falar com a Sílvia, por favor?
-________ ela mesma.
- Oi, Sílvia.__________ o Paulo.
-Fala, Paulo.
- Amanhã ________ o aniversário da Duda. Às onze horas ____________________ jantar no restaurante Tropeiro.
Você ____________ ir?
-Quero, sim. Mas eu só __________________ chegar à meia noite.

Profª Paula de Aloysio


15

VINICIUS DE MORAES
PROSA
O aprendiz de poesia
Eu ______________ (haver) sempre laborado na arte da poesia, desde os mais verdes anos. Às vezes, em meio aos
brinquedos com os irmãos, na Ilha do Governador, ______________(fugir) e ______________(ir) me ocultar no
quarto, a folha de papel diante de mim.
______________(ser) tão estranho aquilo! Eu de nada
______________(saber)ainda, senão que ______________(ter) nove anos
e Cocotá ______________(ser) o meu mundo, com sua praia de lodo, seu
cajueiro e seus guaiamuns. Mas ______________(saber) vibrar em
presença da folha branca que me ______________(pedir) versos, viva
como uma epiderme que pede carinho. ______________-me (passar) os
mais doces pensamentos, a imagem de minha mãe cantando, o rosto de
Cacilda, minha namorada, da Escola Afrânio Peixoto, o beijo que Branca me
dera - menina danada! - em plena Igreja São João Batista, quando as
cabeças dos fiéis se ______________(haver) mansamente curvado para a
bênção.
Mas de alguma coisa ______________(carecer), que me
______________(arrastar) logo a antologias (muito obrigado, Fausto Barreto; muito obrigado, Carlos de Laet!) ante
as quais ______________(morrer) de inveja. Ah, escrever um soneto como o "Anoitecer", de Raimundo Correia!
Minha maior tentação ______________(ser), no entanto, meu próprio pai, Clodoaldo Pereira da Silva Moraes, poeta
inédito, cujos manuscritos ______________(folhar) deslumbrado, os mesmos que Bilac lera e cuja publicação
aconselhara.
Lembro que ______________ (haver) entre eles um soneto que ______________(levar) meu nome, feito quando eu
ainda no ventre materno. Cada vez que o ______________(ler), as lágrimas ______________-me (correr) livremente
- e quantas não enxuguei sobre o papel amarelado para que não borrassem a linha antiga... ______________(Partir),
ato contínuo, para a folha branca que me ______________(esperar), virgem, a procurar um tema, uma frase, uma
palavra que me desse para abrir as portas daquela cidade cobiçada, cujos rumores ______________-me (chegar)
maravilhosamente acústicos.
Pus-me a imitar. Primeiro meu pai, mais à mão, menos preocupado com a glória literária, a que não
______________ (dar) grande crédito. Um dia, como um ladrão, levei comigo, enfiada por dentro da camisa de
banho, uma longa pastoral em decassílabos, que fui mostrar a Célia, minha garota da Ilha, uma menina grande e
mais velha, que se ______________(entreter) de mim.
- Que beleza! - disse-me ela pondo as mãos nas minhas. - Você quer dar ele para mim?
Covarde, dei. Hoje a pastoral de meu pai anda por aí, não sei onde, talvez na gaveta de uma cômoda no Encantado,
onde ______________(morar) quando ______________(vir) ao Rio; talvez em Miami, Acapulco ou Pago-Pago, para
onde a tenha levado sua imensa tontice.
http://www.viniciusdemoraes.com.br/site/article.php3?id_article=693

Profª Paula de Aloysio