Está en la página 1de 68

Sol Instituto Terapêutico

Formação em
Acupuntura
Disciplina de Diagnóstico
Aula 01 a 08
Sol Instituto Terapêutico

Escola de Formação Profissional


Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.
CEP: 03308-020
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

SOL Instituto Terapêutico Curso de Acupuntura Sistêmica


Elaborado pelo Prof. Rogério Fernando

Disciplina: Diagnóstico

Índice

Aula 01: Oito critérios Diagnósticos


....................................................03

Aula 02: Diagnóstico pelos 4 níveis


.....................................................17
Diagnóstico pelos 6 estágios (Canais Unitários)
Diagnóstico pelo San Jiao (3 Aquecedores)
Diagnóstico e diferenciação de síndromes
.....................................................18

Aula 03: Diferenciação de Síndromes Zang Fu I (Água)


.....................................................30

Aula 04: Diferenciação de Síndromes Zang Fu II (Madeira)


.....................................................33

Aula 05: Diferenciação de Síndromes Zang Fu III (Fogo)


.....................................................38

Aula 06: Diferenciação de Síndromes Zang Fu IV (Terra)


.....................................................44

Aula 07: Diferenciação de Síndromes Zang Fu V (Metal)


...........................................50
Sol Instituto Terapêutico

Aula 08: Interrogatório ..........................................54


2 Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

AULA 1

Oito Princípios (Ba Gang)


Os 8 Critérios
8 Critérios de Diagnóstico
são utilizados
para um melhor
diagnóstico
considerando:
Yin/Yang
Frio/Calor
Interno/Externo
Deficiência/Excesso

É a primeira análise dos sinais e sintomas apresentados pelo paciente, Desta forma, é
permitindo a obtenção de um diagnóstico mais específico de acordo com as possível
manifestações apresentada. identificar os
padrões que
A diagnóstico de acordo com os Oito Princípios (Ba Gang) é a base de todos estão
os outros métodos de formulação de diagnóstico. acometendo o
É o fundamento básico de identificação do padrão na medicina chinesa, paciente e a
permitindo ao terapeuta identificar a localização e a natureza da melhor forma de
desarmonia, bem como estabelecer o princípio de tratamento. tratá-lo.

O método de identificação de padrões de acordo com os Oito Princípios é


aplicável em qualquer caso, porque nos permite distinguir Exterior de
Interior, Calor de Frio e Excesso de Deficiência.
O método de
Nenhuma condição é complexa demais para não se enquadrar ao âmbito identificação de
de identificação de acordo com os Oito Princípios. (Maciocia). padrões de
acordo com os
Os Oito Princípios não devem ser vistos em termos de "ou isso ou aquilo". Oito Princípios é
Sol Instituto Terapêutico

aplicável em
Não é absolutamente incomum ver condições que são simultaneamente
qualquer caso.
Exteriores e Interiores, ou Calor e Frio, ou Excesso e Deficiência, ou Yin e
Yang.
É bem possível uma condição conter todos esses aspectos ao mesmo
tempo.
3
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Só depois de compreender isso poderemos decidir sobre o tratamento
para uma desarmonia em particular.
Os 8 Critérios:
Pode ser utilizado para identificar: Pode ser utilizado
 A localização e a natureza térmica da desarmonia. para identificar:
 A Força relativa dos fatores patogênicos e do Qi Defensivo . A localização e a
(antipatogênico). natureza térmica
 Estabelecer o princípio de tratamento. da desarmonia.
. A Força relativa
EXTERNO X INTERNO dos fatores
patogênicos e do
Definição da localização e profundidade patológica Qi antipatogênico.

A diferenciação entre Exterior e Interior não é feita com base naquilo que . Estabelecer o
causou a desarmonia (etiologia), mas sim na localização da doença. princípio de
tratamento.
Por exemplo, uma doença pode ser causada por um fator patogênico
exterior, mas se ela estiver afetando os Órgãos Internos, a condição será
classificada como interior.
Então, uma doença é classificada como "exterior" não porque seja
decorrente de um fator patogênico exterior, mas porque suas
manifestações são tais que ficam situadas dentro o "Exterior" do corpo.

Exterior
Definição:
"Exterior" do corpo inclui a pele, os músculos e os canais.
Mais especificamente, o "Exterior" refere-se ao espaço entre a pele e os
músculos; este é o espaço onde o Qi Defensivo (Wei Qi) e o suor ficam
situados e também é o espaço que é invadido primeiro pelos fatores
patogênicos exteriores.
Às vezes, esse espaço também é chamado de "porção do Qi Defensivo
do Pulmão".
Sol Instituto Terapêutico

Uma condição é então definida como "exterior" de acordo com sua


localização (ou seja, o "Exterior") e não de acordo com a etiologia (por
exemplo, Vento exterior).

O diagnóstico de condição "exterior" é feita então


com base em suas manifestações clínicas.
Exterior: A pele, os músculos e os canais.
Interior: Órgãos Internos o "Interior".
4
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Causas dos Padrões Externos
Quando dizemos que uma condição exterior afeta a pele, os músculos e os Causa dos Padrões
canais, queremos dizer que essas áreas foram invadidas por um fator
Externos
patogênico exterior, originando manifestações clínicas típicas do "exterior".
Porém, seria equivocado assumir que qualquer alteração que se manifeste
Uma condição
na pele seja um "padrão exterior". Na realidade, a maioria dos problemas
exterior afeta a
cutâneos crônicos são decorrentes de um padrão interior que se manifesta
pele, os músculos e
na pele.
os canais,
queremos dizer que
essas áreas foram
Há dois tipos de condições exteriores:
invadidas por um
1. Aquelas que afetam a pele e os músculos e são causadas por um fator fator patogênico
patogênico exterior, apresentando um início agudo (tais como na invasão de exterior, originando
Vento-Frio ou Vento-Calor), manifestações
clínicas típicas do
"exterior".
2. Aquelas que afetam os canais e têm um início mais lento em (Síndrome de
Obstrução Dolorosa).
Há dois tipos de
condições
Condição - Padrão Externo exteriores:
1. Aquelas que
Quando um fator patogênico exterior invade a pele e os músculos, origina um afetam a pele e
grupo de sinais e sintomas que dependem de outras características, ou seja,
se são do tipo de Frio ou de Calor, e do tipo de Deficiência ou de Excesso os músculos e

Em termos gerais, podemos dizer que os principais sintomas de um padrão são causadas
exterior são:
por um fator
"Febre“;
patogênico
Aversão ao frio;
exterior.
Corpo dolorido;
Rigidez no pescoço. 2. Aquelas que
afetam os canais
Sol Instituto Terapêutico

O início é agudo e o tratamento correto normalmente e têm um início


induzirá a melhora rápida e acentuada da condição. mais lento
5 Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Invasão de Vento-Frio
Os sintomas são:
 "Febre“ leve;
 Aversão pronunciada ao frio;
 Dores intensas no corpo;
 Rigidez severa no pescoço;
 Ausência de sudorese;
 Ausência de sede;
 Revestimento da língua branco e fino

Invasão de Vento-Calor
Se a condição for do tipo de Calor (como Vento-Calor) os sintomas são:
 Febre;
 Aversão ao frio;
 Sudorese leve;
 Sede;
 Revestimento da língua branco fino e, às vezes, vermelhidão da língua nas laterais ou
na frente, ou ambos.
 As dores do corpo não são tão pronunciadas.

Frio Exterior e Calor Exterior


Manifestações de padrões de Frio Exterior e de Calor Exterior
Sol Instituto Terapêutico

6
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Vento Frio x Vento Calor
Os principais fatores na diferenciação do caráter de Calor ou de Frio de um padrão exterior
são:

Padrão Exterior e Excesso

O Padrão exterior é caracterizado por definição por Excesso, uma vez que consiste em uma
invasão por um fator patogênico exterior.
O Qi da pessoa ainda está relativamente intacto e o fator patogênico luta contra o Qi do corpo.
É precisamente isso que define uma condição de excesso:
Caracterizada pela presença de um fator patogênico e a luta resultante com o Qi do corpo.
Assim, uma condição exterior deve ser, por definição, de Excesso.

Padrão Exterior com Excesso


Se uma pessoa tiver tendência a Excesso, o padrão exterior terá um caráter de Excesso.
As manifestações clínicas de tal padrão de Excesso exterior são:

 Febre;
 Ausência de sudorese;
 Dor severa no corpo;
 Aversão ao frio;
 Pulso tenso;
 Revestimento da língua branco fino.

Sol Instituto Terapêutico

Padrão Exterior com Deficiência x Excesso



 Se uma pessoa apresentar tendência à deficiência do Qi ou do Sangue, o
padrão exterior manifestará um caráter de Deficiência.
 Isso também é descrito como um padrão exterior de Vento-Frio com
prevalência de Vento.
 Deve ser observado que a "Deficiência", nesse caso, deve ser entendida num
sentido relativo, ou seja, o padrão ainda é de Excesso (porque há fator
patogênico), mas é relativamente por Deficiência (comparado com outros
padrões).
7
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

Padrão Exterior
Padrão Exterior com Deficiência com Deficiência

Porém, de acordo com a condição preexistente de uma pessoa, pode-se De acordo com a
então diferenciar uma condição exterior entre Excesso e Deficiência, mas condição
só em condições relativas. preexistente de
uma pessoa, pode-
As manifestações clínicas de um Padrão de Deficiência Exterior são: se então
diferenciar uma
 Ausência de febre ou febre leve; condição exterior
 Sudorese; entre Excesso e
 Aversão ao vento; Deficiência, mas só
 Dor leve no corpo; em condições
relativas.
 Pulso lento;
 Revestimento da língua branco.

Padrão Exterior com Deficiência x Excesso

Os principais fatores na diferenciação de uma condição exterior de


Deficiência de Excesso são:

Deficiência Excesso

Sudorese Presente Ausente

Pulso Lento Tenso

Intensidade das Mais intensas Menos intensas


dores

Fator Patogênico invadindo os canais


Fator Patogênico
invadindo os
O segundo tipo de padrão exterior ocorre quando um fator patogênico
canais
exterior invadir os canais de maneira gradual, causando Síndrome da
Obstrução Dolorosa. O segundo tipo de
Sol Instituto Terapêutico

padrão exterior
Isto é caracterizado pela obstrução da circulação do Qi nos canais e nas
ocorre quando
articulações por um fator patogênico que pode ser Frio-Umidade, Vento
um fator
ou Calor.
patogênico
exterior invadir os
canais de maneira
gradual, causando
Síndrome da
Obstrução
Dolorosa.
8
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

INTERNO
A desarmonia é definida como interior quando os Órgãos Internos forem afetados.
Isso pode se originar de um fator patogênico exterior, mas uma vez esta localizada no
Interior, é definida como um padrão interior, e tratada como tal.

Quando uma condição interior começa com a invasão de um fator patogênico exterior, os
sintomas mais importantes que marcam a mudança de exterior para fase de interior são o
desaparecimento da aversão ao frio e o início da aversão ao calor.
Por exemplo, se um paciente sofre uma invasão de Vento (seja ele Vento-Frio ou Vento-Calor),
Sol Instituto Terapêutico

no estágio inicial o fator patogênico está no Exterior e a condição é definida como exterior;
os dois principais sintomas que denotam isso são aversão ao frio e "febre"

CALOR x FRIO
Diferenciação da natureza patológica
Calor e Frio descrevem a natureza de um padrão e suas manifestações clínicas dependem da
combinação comum a condição de Excesso ou Deficiência.

CALOR
Calor por Excesso
9

O Calor por Excesso (se exterior ou interior) é uma manifestação de Excesso de Yang.
Página

As principais manifestações do Calor por Excesso em uma condição interna são:

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
• Sede;
• Sensação de calor;
• Um pouco de inquietude mental;
• Face vermelha;
• Fezes ressecadas, urina escura escassa;
• Pulso rápido, e língua vermelha com revestimento amarelo.

Calor por Excesso

Calor Interior por Excesso


O Calor interior por Excesso pode derivar diretamente do consumo excessivo de alimentos
de energia quente.
Por exemplo: carnes vermelhas, temperos e álcool ou indiretamente de tensão emocional.

A tensão emocional tende a causar estagnação do Qi em suas fases iniciais; se o Qi estagnar


durante algum tempo, normalmente origina algum Calor.
Calor interior por Excesso também pode derivar da transformação de um fator patogênico
que penetra no Interior e transforma-se em Calor.

Manifestações: febre, preferência pelo frio, sede com desejo de tomar bebidas frias, desejo
por alimentos frios, face e olhos avermelhados, irritabilidade, agitação, insônia, urina
escassa e avermelhada, possível ardência ao urinar, fezes secas ou constipação.

Resumo da Causas:
Lesão por Calor;
Excesso de Yang;
Deficiência de Yin
Hiperatividade das funções vitais do corpo, aumento do metabolismo.
Sol Instituto Terapêutico

10
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Exemplo:

Mulher de 50 anos de idade


Sofria de dor queimação no epigástrio;
Náusea com vômito ocasional;
Sangramento gengival;
Dispnéia, sede e insônia.
Sua Língua estava vermelha, com rachadura no centro e revestimento seco.

Essas manifestações indicam Calor por Excesso no estômago.

Calor por Deficiência


Do ponto de vista de Yin-Yang, o Calor por Deficiência surge da Deficiência de Yin.
Se a energia Yin estiver deficiente por um longo período, o Yin é consumido e o Yang fica
relativamente em Excesso.

Causas:
Excesso de trabalho (no sentido de trabalhar longas horas);
Alimentação irregular;
Atividade sexual excessiva;
Perda de sangue persistente, intensa (como na menorragia).

Calor por Deficiência decorrente da deficiência do Yin


Sol Instituto Terapêutico

Calor por Deficiência

As principais manifestações gerais de Calor por Deficiência são:

 Sensação de calor à tarde ou à noite;


 Boca seca com vontade de beber em pequenos goles;
 Garganta seca à noite;
 Sudorese noturna, sensação de calor no tórax, nas palmas e nas solas (também
chamado "calor das cinco palmas"), língua vermelha descascada;
11

 Urina escura escassa, fezes ressecadas.


Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Caso Clínico:
Uma mulher de 54 anos de idade sofria de ansiedade intensa, insônia, tontura, tinidos,
lombalgia, sensação de calor à noite, boca seca e sudorese noturna.
Sua face estava corada na região malar.
Seu pulso estava Vazio e ligeiramente Rápido e sua língua estava Vermelha.
Esse é um exemplo de Calor por Deficiência (boca seca, sensação de calor, região malar
corada, sudorese noturna, pulso Rápido e língua Vermelho-Descascada originário da
deficiência do Yin do Rim (Iombalgia, tontura e tinidos).
O Calor por Deficiência estava afetando o coração,
indicado pela ansiedade e insônia.
Sol Instituto Terapêutico

FRIO POR EXCESSO


Do ponto de vista de Yin-Yang, Frio por Excesso origina-se de Excesso de Yin.
Em particular, o Frio exterior pode invadir o Estômago causando:
• Vômito e dor epigástrica;
• Os intestinos provocando diarréia e dor abdominal;
• O útero causando dismenorréia aguda.
Todas essas condições apresentariam um início agudo.

O Frio pode também invadir o canal do Fígado causando


12

inchaço e dor do escroto.


Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
O Frio interior por Excesso pode ser causado pelo:
Consumo excessivo de alimentos de energia fria (como saIadas, frutas e bebidas geladas) ou
pelo Frio exterior;
Quando o Frio exterior invadir o corpo, invadirá primeiro os canais e então, os órgãos.

As principais manifestações são:


• Sensação de frio;
• Membros frios;
• Ausência de sede;
• Face pálida;
• Dor abdominal agravada por pressão;
• Vontade de beber líquidos mornos;
• Fezes amolecidas;
• Urina abundante clara;
• Língua pálida com revestimento branco espesso.

Exemplo: Mulher de 24 anos de idade apresentou um ataque repentino de dor abdominal


espástica intensa.
Suas fezes tornaram-se amolecidas.
Sua língua tinha revestimento espesso, branco,
Essas manifestações indicavam claramente um ataque de Frio e Umidade exteriores. Esses é
um caso de Frio por Excesso.
A gravidade e o início repentino das dores indicam uma condição de Excesso.
O Frio e a Umidade originam-se do exterior, mas atacaram diretamente o Interior, nesse caso
os Intestinos.

FRIO POR DEFICIÊNCIA

A causa do Frio por Deficiência é a deficiência do Yang.


As causas principais de deficiência a de Yang são:
• Trabalho físico excessivo;
• Dieta, ou seja, consumo inadequado de alimentos quentes. Atividade sexual excessiva
(yang do rim);
• Frio interior que prejudica o yang.

Frio por Deficiência decorrente da deficiência do Yang


Sol Instituto Terapêutico

13
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
As principais manifestações são sensação de frio:
• Membros frios;
• Face pálida, embotada;
• Ausência de sede, apatia;
• Sudorese, fezes amolecidas;
• Urina abundante clara;
• Pulso profundo ou fraco;
• Língua pálida com revestimento branco fino.

FRIO X CALOR

Diferenciação da natureza patológica

Ambas as condições estão relacionadas, podendo acontecer simultaneamente em casos


complexos e também um pode se transformar no outro, sob certas condições como exemplo:
Um padrão de dor com característica de Frio e logo Yin, se tornar Yang e Calor ao gerar
inflamação.

Excesso e Deficiência

A diferenciação entre Excesso e Deficiência é extremamente importante.


Sol Instituto Terapêutico

A distinção é feita de acordo com a presença ou a ausência de um fator patogênico e da força


das energias do corpo.
É importante definir claramente as condições de Excesso e de Deficiência.

EXCESSO
Uma condição de Excesso é caracterizada pela presença de um fator patogênico (que pode ser
interior ou exterior) de qualquer tipo e pelo fato do Qi do corpo estar relativamente intacto.
Então, ocorre uma luta contra o fator patogênico e isso resulta no caráter pletórico dos
sintomas e sinais.
Então, "Excesso" denota excesso de um fator patogênico, não excesso de Qi.
14
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Excesso
• Voz forte alta;
• Dor torturante;
• Face muito vermelha;
• Sudorese profusa;
• Inquietude;
• Retirar as roupas;
• Explosões temperamentais

DEFICIÊNCIA
Uma condição de Deficiência é caracterizada pela debilidade do Qi do corpo e pela ausência de
um fator patogênico.

Se o Qi do corpo estiver debilitado, mas um fator patogênico persistir, a condição


será de caráter Deficiência agravada com Excesso.

Deficiência:
• Voz fraca;
• Dor surda e persistente;
• Face muito pálida;
• Sudorese leve;
• Apatia,
Deitar-se com o corpo enrolado e quietude

YIN X YANG

As categorias do Yin e Yang dentro dos Oito Princípios apresentam dois significados:
1. Em um sentido geral, consistem no resumo dos outros seis; .
2. Em um sentido específico são usados principalmente na Deficiência do Yin e Yang e
Colapso do Yin e Yang.
3. Yin e Yang são uma generalização dos outros seis Princípios, uma vez que Interior,
Deficiência e Frio são de natureza Yin e Exterior, Excesso e Calor são de natureza Yang.
4. A patologia por fim terá uma característica Yin ou Yang classificando assim a
manifestação, caracterizam um aspecto mais intenso, severo e grave no paciente.
Sol Instituto Terapêutico

Deficiência de Yang: não há controle do Yin, disfunção em aquecer, controlar, metabolizar e


transportar: rosto pálido, frio, fadiga, respiração superficial e curta, transpiração espontânea,
incontinência urinária e fecal, dor melhora com a pressão.

Deficiência de Yin: não há controle do Yang, febre baixa, sensação de calor à tarde, calor dos 5
palmos, garganta seca à noite, sudorese noturna, dor melhora com a pressão.

Excesso de Yang: febre, distensão abdominal que se agrava com pressão, dor piora com a
pressão, opressão torácica, irritabilidade, desmaio, delírio, respiração ruidosa, catarro em
15

excesso, dificuldade urinária, sede intensa.


Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Excesso de Yin: aversão severa ao Frio, distensão abdominal que piora com pressão, dor piora
com a pressão, fadiga, cansaço, respiração curta, catarro branco em excesso, urina abundante,
ausência de sede.

Colapso de Yin - transpiração abundante, pele quente ao toque, membros quentes, boca seca
com vontade de beber líquidos frios em pequenos goles, retenção urinária, constipação.
Pulso: Superficial, Rápido
Língua: vermelha, ressecada, curta com saburra amarelada.

Colapso de Yang - calafrios, membros frios, respiração débil, sudorese profusa com suor
oleoso, ausência de sede, urina frequente ou incontinência urinária, fezes amolecidas ou
incontinência fecal, dificuldade nas funções orgânicas.
Pulso: Profundo, Lento
Língua: pálida, úmida, curta, inchada com saburra branca.
Sol Instituto Terapêutico

16
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

Aula 02
Diagnóstico pelos 6 Estágios e 4 Níveis
Diagnóstico pelos 3 Aquecedores
Diagnóstico e diferenciação de síndromes.

Diagnóstico pelos 4 NÍVEIS E 6 ESTÁGIOS

A MTC define os níveis patológicos através da técnica dos 4 Níveis e 6 Estágios.

A técnica dos 4 Níveis implica em verificar a que nível de profundidade a patologia está
instalada assim como o que foi afetado no indivíduo conforme a tabela abaixo.
Meridianos Principais

Que possamos entender os 6 estágios vamos revisar o conceito de conexões entre meridianos
principais.

Formas de conexão entre os 12 meridianos principais:

1. Sistema dos Acoplados

2. Associação de Meridianos Principais

3. Colaterais de Conexão (Luo transversal)

PASSAGEM DA ENERGIA DE UM MERIDIANO PARA OUTRO

1. Sistema dos Acoplados:


No exterior: ocorre nas extremidades dos dedos.
Um meridiano principal se comunica com o Ponto Ting de um determinado canal de
polaridade diferente da sua.
Sol Instituto Terapêutico

17
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
No Interior
No Interior a passagem ocorre ao nível dos Zang FU (órgãos e vísceras e também pelos canais
de Energia Distintos.

2. Associação de Meridianos Principais

Canais Unitários

A circulação de energia nos Canais de Energia Unitários é bidirecional e flui tanto no sentido do
Alto para o Baixo como no sentido inverso.

Desta forma, fisiologicamente, o Canal de Energia Unitário deve sempre ter um nível
energético equilibrado nos seus dois componentes.

Este fluxo bidirecional nos Canais de Energia unitários estabelece-se graças às funções
energéticas normais dos pontos Shu Antigos, principalmente dos pontos Ting e Iong, que
Sol Instituto Terapêutico

aumentam o Qi dentro do Canal de Energia principal, e do Iu, que estimula a circulação


energética nestes Canais de Energia.
18
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

6 Estágios
Sol Instituto Terapêutico

19
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

Canais Unitários

O nível Tai Yang (Yang Maior)


É mais externo, e representa uma situação de abertura e contato com o meio exterior,
é a primeira barreira à penetração do fator patogênico.

O nível Shao Yang (Yang Brilhante)


Tem um papel de “dobradiça”, articula-se na defesa do organismo, e representa um nível
secundário à penetração patológica perversa assegurando a integração e harmonia do todo.

O Yang Ming (Yang Menor)


É o nível de abertura ao interior, a última proteção e fronteira para a penetração do fator
patogênico no interior.

O nível Ta Yin (Yin Maior)


É o mais externo dos Yin, e representa uma situação de abertura, porque recebem a energia
respiratória (Da Qi), do Pulmão e a alimentar (Gu Qi) do Baço-Pâncreas.

O nível Jue Yin (Yin Menor)


Tem a função de organização e interação: no caso, Fígado (metabolismo) e a Circulação-
sexualidade (Sistema Nervoso Autônomo).

O nível Shao Yin (Yin Terminal)


Tem relação direta com o Xue, no caso o Rim com a produção e o Coração com a distribuição.
Os Canais Unitários promovem o bom funcionamento do organismo.

Quando um dos canais da “dupla” fica afetado, pode-se utilizar o seu par para auxiliar no
tratamento, assim como prevenir que sua dupla o afete com patologias.

Sendo assim, é importante manter sempre o Canal Unitário em bom funcionamento.

Os Canais Unitários promovem o bom funcionamento do organismo.


Quando um dos canais da “dupla” fica afetado, pode-se utilizar o seu par para
auxiliar no tratamento, assim como prevenir que sua dupla o afete com patologias.
Sol Instituto Terapêutico

Sendo assim, é importante manter sempre o Canal Unitário em bom


funcionamento.
20
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Os 4 Níveis e 6 Estágios
A técnica dos 4 Níveis implica em verificar a que nível de profundidade a patologia está
instalada assim como o que foi afetado no indivíduo conforme a tabela.

Wei

Qi

YIN NUTRITIVO

XUE

WEI PADRÃO DA INVASÃO DA PORÇÃO DA ENERGIA DEFENSIVA


Desarmonias neste padrão são caracterizadas por febre, medo leve de frio, cefaléia, tosse,
pouca sede com ou sem transpiração, com o corpo ou a ponta da língua levemente vermelha.
Nos 8 princípios descreve um padrão de calor exterior.

QI PADRÃO DE INVASÃO DA PORÇÃO QI


O segundo nível do corpo.
Caracterizada por febre sem aversão ao frio, similar ao estágio YANG MING ou calor interior dos
8 princípios.
Vários padrões vão depender do órgão afetado, por exemplo no pulmão, o calor vai causar febre
Sol Instituto Terapêutico

alta, tosse, língua amarelada e sede.


Calor no estômago causa febre alta, sudorese, urina escura e pouca, constipação, dor abdominal
e epigástrica e pulso superficial.

YIN PADRÃO DE INVASÃO DA PARTE YIN


O YIN descreve o aspecto nutritivo do QI associado com o sangue.
Os principais sinais são língua vermelha escarlate, irritabilidade, falta de sono, delírio, ou coma,
febre alta a noite, sede (mas não tanta quanto na porção QI) erupções vermelhas na pele, pulso
fino e rápido.
21

Por causa da invasão tão profunda do calor, a língua fica escarlate e o Shen é perturbado
enquanto a sede reduz porque os fluidos evaporam e vão para a boca.
Página

O calor invade o sangue, assim o nariz pode sangrar, bem como haver sangue nas fezes e na
urina.
Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.
CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

Os 4 Níveis demonstram a profundidade do Fator Etiológico e qual estágio de


comprometimento terá o organismo, considerando suas camadas: quanto mais profundo se
alojar o Fator Patogênico, maior será o comprometimento do indivíduo assim como maior a
dificuldade para se obter a melhora do quadro.

DIAGNÓSTICO PELOS 3 AQUECEDORES

Apesar do Triplo Aquecedor – San Jiao ser considerado uma Víscera, não é palpável no
organismo, sendo presente somente em suas funções e como via de tratamento onde serve
como via para o Yuan Qi (Qi Primordial), distribuição e metabolismo dos Jin Ye (Fluídos
Corporais), Aquecimento do Corpo, digestão e excreção, regula os Canais de Água (Jing Shui) na
transformação e formação na Via das Águas.

• Aquecedor Superior (névoa): Coração, Pulmão e Pericárdio.

• Aquecedor Médio (espuma): Baço, Estômago e Vesícula Biliar.

• Aquecedor Inferior (pântano): Fígado, Rim, Bexiga, Intestino Grosso e Intestino


Delgado.
Sol Instituto Terapêutico

22
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

Os Aquecedores auxiliam como um “elevador” do organismo.

Tem como função:

 Tem como função mobilizar Qi Original (Yuan Qi) ;


 Distribuição e metabolismo dos Jin Ye (Fluídos Corporais);
 Aquecimento do Corpo, digestão e excreção,
 Regula os Canais de Água (Jing Shui) na transformação e formação na Via das Águas.

Se este estiver desregulado ou com algum dos 3 Aquecedores em mal funcionamento, pode-se
ter uma patologia alojada gerando desgaste ou excesso, sendo necessário manter os
aquecedores sempre em bom funcionamento regulando o corpo e mantendo suas funções
normais.

Os 3 Aquecedores e os 6 estágios
Sol Instituto Terapêutico

23
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

DIAGNÓSTICO E DIFERENCIAÇÃO DE SÍNDROMES.

A Medicina Tradicional Chinesa engloba diversas formas de


diagnóstico e uma delas, se não a mais importante, é a Diferenciação
de Síndromes, está técnica abrange todo o conhecimento de teorias DIAGNÓSTICO E
de base, assim como a reunião de todos os conceitos para se chegar DIFERENCIAÇÃO
em resultados objetivos e seleção do melhor tratamento, sempre DE SÍNDROMES.
focando na Queixa Principal e tratando os seus sinais e sintomas.
a Diferenciação
de Síndromes,
Visão Ocidental X Visão Chinesa está técnica
abrange todo o
conhecimento
Visão Ocidental: conjunto de manifestações clínicas simultâneas de teorias de
que indicam a presença de uma doença base, assim
como a reunião
de todos os
Visão Chinesa: conceito que expressa à generalização da causa, da conceitos para
natureza, do local e a evolução de uma doença num período se chegar em
determinado. Evolui um conjunto de manifestações específicas. resultados
objetivos e
seleção do
Em todas as bases, lembre-se sempre se priorizar a Teoria Yin e Yang melhor
pois, será possível verificar que a mesma Síndrome terá diversos tratamento,
tratamentos assim como diversos padrões patológicos terão um único sempre focando
tratamento, variando caso a caso. na Queixa
Principal e
tratando os seus
Diagnóstico e diferenciação de síndromes. sinais e
sintomas.
Síndromes Externas;

Síndromes Internas;

Síndromes do Qi;
Sol Instituto Terapêutico

Síndromes do Sangue (Xue);

Síndromes Yang;

Síndromes Yin.
24
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
SÍNDROMES EXTERNAS
Toda Síndrome
Externa terá início
São mudanças patológicas cujos sinais e sintomas são causados pela
súbito e por causas
invasão de fatores patogênicos externos que afetam o corpo através
diversas, sendo seu
da pele, boca, nariz, músculos e canais. Normalmente ocorrem em
maior
estágios iniciais de doenças externas caracterizadas por início abrupto e
comprometimento
de curta duração.
devido a deficiência
do Wei Qi que,
Sintomas Gerais: fragilizado, permite
• Início recente; que este Fator
• Febre com temor ao frio ou ao vento simultâneos; Etiológico penetre
no corpo, chegando
• Cefaleia;
até os Canais – Jing
• Cervicalgia;
Luo, acometendo
• Congestão nasal ou coriza;
Zang Fu.
• Garganta irritada ou dolorida;
• Tosse.
• Pulso: superficial / língua: saburra fina e branca.

Ocorre em duas situações:


 Invasão de FPE na superfície impede dispersão normal de Wei Qi:
gera febre e aversão ao frio;
 Bloqueio dos canais pelo FPE que impede livre circulação de Qi:
dores de cabeça e pelo corpo todo.

A presença de manifestações de febre sem aversão ao frio ou aversão ao


frio sem febre é sinal que o fator patogênico se interiorizou, agravando
o quadro da doença como descrito no quadro abaixo:

Vento Calor Vento Frio

Invasão via nariz, garganta ou poros cutânea Invasão via nariz e poros cutâneos
Sol Instituto Terapêutico

Febre Alta Febre baixa


Leve aversão ao frio Intensa aversão ao frio

Expectoração espessa e amarelada Expectoração fina, branca e aquosa

Sede e transpiração Ausência de sede

Amidalite
25

Pulso Rápido Pulso Tenso


Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

Tratamento: Liberar a superfície e expulsar Fator Patogênico


Já quando ocorre o Bloqueio dos canais, tem o início é mais lento associado às Síndromes
de Obstrução Dolorosa – Bi Zheng. As manifestações seguem as áreas relacionadas ao trajeto
de cada canal principal dos Zang Fu.

SÍNDROMES INTERNAS

As Síndromes Internas são sempre resultado de padrões de Excesso ou Deficiência de


Qi,Sangue, Yin e Yang, que acometem Zang Fu.

SÍNDROMES DO QI

Sempre que a manifestação acometer o Qi, pense em FUNÇÃO, logo o Excesso dirá
excesso de função e a Deficiência, falta de função.
Da mesma forma, quando pensar em Qi, pense também em Xue, já que o Qi movimenta
o Xue e o Xue carrega o Qi por todo corpo.
Outro jeito de analisar se a síndrome acomete o Qi: reflita sobre os verbos: andar,
caminhar, enxergar, respirar, sonhar, MOVIMENTAR..., todos são possíveis conjugar, se pode
conjugar por ser verbo, trata-se de uma função, logo, Qi.
Em resumo, o Qi é aquele que MOVIMENTA e dá AÇÃO, ATIVIDADE, FUNÇÃO ao Zang Fu
e a todo o corpo.
Facilitando sua diferenciação, o Qi terá seus sinais e sintomas de base, depois é só
relacionar ao Zang Fu afetado e pensar nas funções do mesmo.

Manifestações Gerais do Qi – Respiração curta, sem vontade de falar, lassitude, aversão ao


vento, sudorese espontânea.
Pulso: FRACO / Língua: PÁLIDA.

Causas Deficiência do Qi:


• Excesso de esforço ou atividades;
• Alterações emocionais persistentes;
• Dieta irregular;
• Acúmulos de alimentos ou mucosidades;
• Estase de xue gerando estagnação de qi, espasmos musculares por torção;
• Bloqueio em jing luo (canais e colaterais).
Sol Instituto Terapêutico

Agora, basta associar com as manifestações gerais das funções do Zang Fu afetado. Ex:
- Funções do Pulmão: respirar, descender o Qi, auxiliar na formação do Wei Qi.

Manifestações Gerais da Deficiência do Qi


• Respiração curta;
• Sem vontade de falar;
• Lassitude;
26

• Aversão ao vento;
• Sudorese espontânea
Página

• + Sinais e sintomas do zang fu afetado.

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
SÍNDROMES DO XUE

Ao tratar do sangue (Xue) é expressa sua função associada à nutrição do corpo,


portanto, quando relatada a deficiência do Yin, o Acupunturista deve lembrar que o sangue
por ser Yin também pode estar deficiente, comprometendo assim o aspecto Yin de todos os
Zang Fu.

DEFICIÊNCIA DE Sangue (XUE)


• Causas da Deficiência do Sangue (XUE):
• Dieta deficiente e irregular;
• Hemorragias por diversas naturezas;
• Ansiedade;
• Preocupação;
• Desgaste físico e mental por excesso de trabalho; doença prolongada.

Manifestações Gerais da Deficiência de Xue


• Compleição amarelada ou pálida;
• Vertigem;
• Fraqueza pelo corpo;
• Lábios e unhas pálidas e fracas;
• Tendões “rangendo”;
• Queda e secura dos cabelos;
• Menstruação escassa e vermelho pálido.
• Pulso: fino / língua: pálida e seca.

Tratamento: Tonificação / Nutrição

1- ESTASE DE XUE – Tratamento de Dispersão / Nutrição

Pode ser decorrente de um sangramento interno que não foi dispersado e circulado ou
pela Estase de Xue em vasos de órgãos e tecidos, promovendo estagnações locais.
Sol Instituto Terapêutico

Manifestações Gerais da Estase do Xue


 Dor fixa agravada por pressão ou à noite;
 Massas fixas abdominais; Inchaço, calor com febre baixa;
 Tumor, hemorragia, compleição escurecida;
 Pele escamosa e seca, febre baixa, manchas pelo corpo.
 Pulso: EM NÓ e fino / Língua: ARROXEADA e/ou com púrpuras.

Causas: ocorre devido ao bloqueio da livre circulação de Xue gerando dor (associado à
Estagnação de Qi), Estase de Xue gerando inchaço, Estase de Xue gera Calor com febre
baixa, bloqueia Wei Qi e Ying Qi, comprometendo a pele com aspecto escamoso e seco,
27

compleição escurecida, extravasamento de sangue dos vasos.


Página

Tratamento: Dispersão / Nutrição

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

SÍNDROMES YANG

1- DEFICIÊNCIA DO YANG (FRIO VAZIO)

Manifestações Gerais da Deficiência do Yang


• Sintomas de frio;
• Calafrios, membros frios;
• Palidez, ausência de sede ou sede em pequenos goles; diarreia, urina clara e
abundante;
• Pulso: profundo e LENTO;
• Língua: PÁLIDA, úmida com saburra branca.

Causas:
 Yin afetando o yang e o yang não consegue controlar o yin;
 Invasões de frio e umidade intensas e/ou constantes;
 Doenças crônicas;
 Excesso de atividade física ou sexual;
 Excesso de alimentos e bebidas frias.

Tratamento: Tonificar e Aquecer

2- EXCESSO DE YANG

Manifestações Gerais do Excesso de Yang


• Febre alta ou aversão ao calor;
• Mãos e pés quentes;
• Rosto vermelho, olhos vermelhos;
• Sudorese espontânea;
• Sede intensa com desejo de bebidas frias;
• Urina escassa e escura, constipação;
• Pulso: RÁPIDO E CHEIO;
• Língua: VERMELHA, saburra grossa e amarela podendo ocorrer ausência de
saburra.

Sol Instituto Terapêutico

Causas do Excesso de Yang:

 Inflamação causada por infecção;


 Deficiência do yin persistente;
 Exposição por longo período ao calor;
 Ingestão de alimentos quentes;
 Acessos de fúria.
28
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
SÍNDROMES YIN

1- DEFICIÊNCIA DO YIN (CALOR VAZIO)


Manifestações gerais da deficiência do yin
 Calor dos 5 palmos (5 centros);
 Insônia, inquietude;
 Rubor malar, boca seca à noite;
 Suor noturno, micção noturna;
 Pulso: profundo, rápido e fraco;
 Língua: vermelha, com pouca saburra ou saburra amarelada.

Causas da DEFICIÊNCIA DO YIN :


• Yang afetando o yin e o yin não consegue controlar o yang;
• Excesso de atividade sexual;
• Excesso de trabalho;
• Pouca ingestão de líquidos;
• Sono e descanso insuficientes.

Tratamento: Tonificar e Nutrir o Yin

2. EXCESSO DE YIN
Manifestações Gerais do Excesso de Yin – aversão ao Frio, mãos e pés frios, rosto pálido
e/ou arroxeado, ausência de sudorese, ausência de sede, urina abundante e clara, constipação
ou diarreia aquosa e clara.
Pulso: LENTO E CHEIO, profundo
Língua: PÁLIDA ou ARROXEADA, saburra grossa e branca.
Causas: doença crônica e severa, desgaste do Jing, exposição por longo período ao Frio,
ingestão excessiva de alimentos frios e/ou gelados, depressão e problemas emocionais.
RESUMO
Em Síndromes, quando afetam o Qi e o Xue são de tratamentos mais rápidos, quando
afetam o Yang e o Yin, o tratamento é mais lento.
As síndromes de Qi e Xue podem lesar com o tempo o Yang e o Yin.
Veja no quadro abaixo a intensidade e a profundidade das Síndromes, seguindo a teoria
dos mais fáceis de tratar aos mais profundos e demorados.

Tratamento: Dispersar o Frio e Aquecer


Sol Instituto Terapêutico

Relaciona-se com a Forma Relaciona-se com as Funções


FRIO CALOR
- Excesso remete aumento da forma - Excesso remete à hiperfunção.
(Zang Fu) ou fluxo de líquidos.

- Deficiência remete à deficiência e XUE QI - Deficiência à hipofunção.


fraqueza.
- Estagnação à diminuição da
- Estase à paralisação da circulação e YIN YANG função
29

nutrição.
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
AULA 3
SÍNDROMES DE ÁGUA
SÍNDROMES DE
RIM – SHEN ÁGUA
Órgão (Zang) do Movimento Água
Localizado no Triplo Aquecedor Inferior;
Acoplado a Bexiga e unido ao Canal Unitário do Coração;
Se Qi é descendente.

• 17h ás 19h;
• Armazena o Jing;
• Ancora a mente – Shen;
• Origina o Yin e Yang;
• Recepciona o Qi da Respiração – Pulmão;
• Controla a água, ossos e orifícios inferiores;
• Produz medula;
• Abre-se na orelha e manifesta-se nos cabelos.

Causas gerais da deficiência do Rim:


 Atividade sexual excessiva;
 Deficiência congênita do jing do rim;
 Medo intenso e prolongado causa afundamento do qi;
 Envelhecimento;
 Desnutrição;
 Partos seguidos em curto tempo nas mulheres.
Deficiência de Qi
Deficiência de Qi do Rim do Rim – afeta as
principais funções
Manifestações Gerais: do Rim gerando
 Alterações urinários (frequência e quantidade); descontrole;
 Incontinência urinária;
 Gotejamento pós micção;
 Nos homens ocorre espermatorreia, ejaculação precoce;
 Nas mulheres, leucorréia (corrimento) clara e diluída,
infertilidade.
 Lombalgia, joelhos doloridos;
Sol Instituto Terapêutico

 Perda de dentes, desgaste ósseo;


 Queda de cabelos.
 Pulso: profundo e fino
 Língua: pálida, saburra branca.

Complicações: comprometimento do Jing do Rim.

Doenças Ocidentais: nefrite crônica, enurese, neurastenia, diabetes


insipidus
30
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Deficiência de Yin do Rim

Sinais e sintomas:
 Manifestações Gerais + Calor dos 5 Palmos;
 Sudorese noturna;
 Urina curta e amarelada com ardor ao urinar;
 Osteoporose;
 Zumbido em “cachoeira”;
 Memória fraca;
 Lombalgia e fraqueza nos joelhos;
 Tontura;
 Insônia;
 Emissão seminal;
 Menstruação escassa;
 Emagrecimento;
 Febre vespertina;
 Secura da garganta e rubor malar;
 Pulso: rápido e fino;
 Língua: vermelha e seca.

Complicações: desgaste do Jing, agitação orgânica e enfraquecimento dos ossos e


internamente nos Zang Fu.

Doenças Ocidentais: climatério, tuberculose pulmonar, diabetes mellitus, lombalgia


crônica, hipertensão, problemas crônicos de audição, nefrite crônica, vertigens e
labirintite, hipertireoidismo.

Deficiência de Yang do Rim


Sinais e sintomas:

 Manifestações Gerais + sensibilidade;


 Dor e fraqueza na região lombar e joelhos;
 Aversão ao Frio, membros frios especialmente os inferiores;
 Inchaço dos tornozelos, inchaço das pernas;
 Vertigem;

Sol Instituto Terapêutico

Tontura;
 Apatia;
 Palidez;
 Impotência;
 Urina clara e abundante;
 Perda da libido.
 Pulso: profundo e fino;
 Língua: pálida, aumentada, saburra branca.

Complicações: infertilidade, impotência, depressão e fraqueza do corpo.


31
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Doenças Ocidentais: nefrite crônica, hipotireoidismo,
hipoadrenocorticismo, depressão, insuficiência cardíaca,
disfunção sexual, lombalgia crônica, envelhecimento precoce e
doenças senis.

BEXIGA – PANG GUANG


Víscera (Fu) do Movimento Água,
Localizado no Triplo Aquecedor Inferior;
Acoplado ao Rim e unido ao Canal Unitário do Intestino Delgado
Tai Yang;
O Qi é descendente na eliminação e ascendente para nutrir pele
e pelos.
Horário do relógio biológico: 15h ás 17h;
Recebe, armazena e transforma Jin Ye;
Controla a eliminação do Jin Ye impuro pela urina.

BEXIGA – PANG GUANG


Umidade-Calor na
Bexiga – típica Calor-Umidade na Bexiga
síndrome de cálculos Sinais e sintomas:
renais e infecção
urinária.  Frequência e urgência de micção, micção dolorosa;
 Gotejamento contínuo;
 Interrupção súbita do fluxo urinário;
 Urina túrbida podendo ter pus e sangue na urina com odor
fétido;
 Urina pode apresentar um aspecto arenoso ou com pequenos
cálculos “pedras”;
 Febre;
 Sede, boca seca;
 Lombalgia;
 Dor em cólica na região lombar irradiando para flancos.
 Pulso: rápido, arame
 Língua: vermelha.

Complicações: cálculos renais levando a cirurgias ou muita dor.


Sol Instituto Terapêutico

Doenças Ocidentais: infecções agudas do trato urinário,


prostatite aguda, urolitíase.
32
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
AULA 4
SÍNDROMES DE MADEIRA Síndrome do
Fígado
FÍGADO – GAN

Órgão (Zang) do Movimento Madeira, localizado no Triplo


Aquecedor Médio, porém suas funções estão no Triplo Aquecedor
Inferior, acoplado a Vesícula Biliar e unido ao Canal Unitário do
Pericárdio – Jue Yin, seu Qi é ascendente e circulatório.
Horário do relógio biológico:
 01h ás 03h;
 Relaciona-se com o sistema nervoso central e autônomo;
 Relaciona-se com a circulação do Xue;
 Controla o livre fluxo de Qi na harmonia das emoções;
 Harmoniza a digestão;
 Harmoniza a menstruação;
 Processa a secreção da bile;
 Controla os tendões e músculos;
 Abre-se nos olhos e manifesta-se nas unhas.

Causas de desarmonias do Fígado:

 Consumo excessivo de álcool;


 Frituras e carne vermelha;
 Dieta pobre em nutrientes ou proteína;
 Baço e Estômago deficientes gerando patologias em Fígado
sobrecarregando-o em suas funções;
 Uso excessivo da visão e fadiga.
 Alterações emocionais marcantes;
 Frustração;
 Fúria reprimida;
 Ressentimento por um longo período;

Estagnação de Qi do Fígado Estagnação de Qi


do Fígado – gera
Manifestações Gerais:
Sol Instituto Terapêutico

dor
 Dor em distensão em hipocôndrios e flancos; principalmente
 Sensação de opressão torácica; no hipocôndrio;
 Dor e distensão de mamas antes e durante menstruação.
 Visão e tendões comprometidos em suas funções;
 Tendência a suspirar;
 Melancolia, Depressão, Irritabilidade;
 Unhas;
 Nas mulheres ocorre dismenorreia;
 Pulso: em corda
33

 Língua: vermelha clara, saburra fina e branca.


Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Complicações: dor e estagnação nos Jing Luo, sobrecarregando o
Movimento Terra, debilitando Baço e Estômago.

Doenças Ocidentais: depressão, colecistite, mastite, TPM, amenorreia,


neurose.

Estagnação de Qi do Fígado invadindo o Estômago


Estagnação de Qi
do Fígado
Sinais e sintomas:
invadindo o
 Manifestações Gerais
Estômago –
 Distensão e dor epigástrica que piora com alterações compromete a
emocionais digestão;
 Eructação com regurgitação ácida;
 Náusea, vômito, anorexia.

Complicações: o Qi do Fígado afeta o Qi do Estômago complicando as


funções digestivas e alimentares.

Doenças Ocidentais: gastrite, úlcera, anorexia.


Estagnação de Qi
Estagnação de Qi do Fígado invadindo o Baço do Fígado
invadindo o Baço –
Sinais e sintomas: compromete a
 Manifestações Gerais; nutrição e gera
 Distensão abdominal; desgaste físico;
 Gases, Borborigmo, Diarreia;
 Aumento do peso;
 Pulso: escorregadio e em corda;
 Língua: inchada, dentilhada, saburra branca e gordurosa.

Complicações: estagnação de Qi do Fígado associado com deficiência de


Baço gerando debilidade na Transformação e Transporte,
comprometendo Qi.
Doenças Ocidentais: gastrite crônica, câncer hepático, hepatite
infecciosa.
Sol Instituto Terapêutico

Deficiência do Xue do Fígado


Sinais e sintomas: Deficiência do Xue
 Rigidez nas articulações; do Fígado – há má
 Fraqueza, espasmos, tremor dos membros; nutrição nos canais
 Tontura e vertigem; acometendo
 Parestesia dos membros; principalmente os
 Zumbido em “apito”; aspectos da
 Compleição pálida e sem brilho; menstruação;
 Unhas frágeis; visão turva;
34

 Irritabilidade;
 Devaneios, insônia;
Página

 Manchas no campo visual;


 Menstruação escassa;
Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.
CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
 Pulso: fino e em corda
 Língua: pálida e seca.

Complicações: desgaste gerado devido a hemorragias e má nutrição


do corpo gerando deficiência do Rim, podendo gerar também Vento
Interno.

Doenças Ocidentais: anemia, esgotamento, nervosismo, hipertensão,


hepatite, hepatite crônica, amenorréia, distúrbios crônicos dos olhos.
Hiperatividade de
Hiperatividade de Yang do Fígado
Yang do Fígado –
aumenta o Yang
Sinais e sintomas:
levando a
 Manifestações Gerais + tontura intensa;
agitação e
 Zumbido agudo tipo “apito”;
irritabilidade;
 Insônia;
 Dor em distensão na cabeça e nos olhos;
 Irritabilidade com pequenas explosões de raiva moderada;
 Fraqueza na região lombar e nas articulações do joelho.
 Pulso: rápido, forte ou fino
 Língua: vermelha especialmente nas laterais, saburra amarela
ou seca.

Complicações: consome o Yin do Fígado e do Rim, aumentando o Yang,


potencializando as perturbações e distúrbios orgânicos.

Doenças Ocidentais: hipertensão, cefaleia, enxaqueca, TPM


hipertireoidismo e doenças oftálmicas.

Deficiência de Yin do Fígado

Sinais e sintomas:
• Manifestações Gerais + tontura; Deficiência de Yin
• Secura nos olhos; Cegueira noturna; do Fígado – gera
• Sensação de queimação nos hipocôndrios; Calor moderado
• Disforia, Secura na boca e garganta; descontrolando
Sol Instituto Terapêutico

• Tremor nas mãos e pés, convulsões; os aspectos Yin e


• Pulso rápido, em corda, fino; de repouso;
• Língua: vermelha e seca.

Complicações: aumento dos transtornos emocionais por aumentar o


Yang do Fígado e consumir o Yin do Rim e Coração.
Doenças Ocidentais: hipertensão, climatério, distúrbios menstruais,
doença ocular crônica.
35
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Calor-Umidade no Fígado e Vesícula Biliar

Sinais e sintomas: Calor-Umidade


no Fígado e
 Manifestações Gerais + dor em distensão com queimação no Vesícula Biliar –
hipocôndrio, distensão abdominal; aumenta as taxas
 Gosto amargo na boca; de colesterol no
 Náusea, Vômito, Anorexia; organismo e
 Pele e olhos ictéricos; esteatose;
 Alternância de calafrios e febre;
 Vermelhidão e edema do escroto;
 Leucorreia fétida e amarela;
 Urina escassa e amarela;
 Hipersecreção nos ouvidos com odor.
 Pulso: rápido, escorregadio, em corda
 Língua: vermelha, saburra amarela e pegajosa.

Complicações: O Calor-Umidade debilita também o Baço, diminuindo


assim suas funções.

Doenças Ocidentais: esteatose (gordura no fígado, hepatite aguda,


colecistite, colelitíase, cirrose hepática, pancreatite aguda.

Retenção de Frio no meridiano do Fígado Retenção de Frio


no meridiano do
Sinais e sintomas: Fígado – afeta os
homens
• Manifestações Gerais; principalmente,
• Plenitude e distensão no abdome inferior; podendo levar à
• Edema, Extremidades frias; impotência;
• Dor com sensação de que os testículos são puxados para baixo;
• Contratura e dor escrotal ou vaginal;
• Pulso: lento, profundo, em corda
• Língua: pálida, saburra branca.

Complicações: estagnação de Qi no hipogástrio com comprometimento


Sol Instituto Terapêutico

dos canais gerando dor.

Doenças Ocidentais: hérnia, espasmo intestinal, distúrbios de testículo


e epidídimo, prostatite, doença inflamatória pélvica.
Vento do Fígado
Vento do Fígado
Além da tontura,
o Vento pode
Sinais e sintomas:
elevar o Yang do
Coração afetando

36

Tez, lábios e unhas pálidos;


com problemas
 Visão borrada;
cardíacos;
Página

 Tontura, Tremor;
 Tique, Espasmos; Paralisia;
Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.
CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
 Parestesia, Convulsões;
 Espasmos ou movimentos involuntários (coréia);
 Menstruação escassa;
 Irritabilidade;
 Assusta-se com facilidade;
 Insônia com excesso de sonhos;
 Menstruação escassa;
 Atrasada ou amenorreia;
 Perda de consciência;
 Pulso: fino, em corda;
 Língua: pálida e seca.

Complicações: pode gerar ou ser gerado por Calor extremo, deficiência


de Yin do Fígado com aumento do Yang do Fígado gerando Vento ou
deficiência de Xue do Fígado gerando Vento.

Doenças Ocidentais: Parkison, Coréia de Huntington, labirintite,


vertigem, desmaios.

VESÍCULA BILIAR – DAN Vesícula Biliar-DAN

Deficiência de Qi da Vesícula Biliar Deficiência de Qi da


Vesícula Biliar –
Sinais e sintomas: diminui a coragem e
compromete a
 Falta de coragem; degradação das
 Dificuldade em tomada de decisões e iniciativa; gorduras no corpo.
 Timidez;
 Propensão a sustos;
 Suspiro; Tontura;
 Visão turva; Nervosismo;
 Insônia terminal (acordar de madrugada);
 Pulso: fraco
 Língua: pálida ou normal, saburra fina.

Complicações: gerar deficiência de Xue, dificuldade na digestação


Sol Instituto Terapêutico

quando a Vesícula Biliar não secreta a bile.

Doenças Ocidentais: colelitíase, colecistite.


37
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
AULA 5
SÍNDROMES DE FOGO

CORAÇÃO – XIN

Órgão (Zang) do Movimento Fogo, localizado no Triplo


Aquecedor Superior, acoplado ao Intestino Delgado e unido ao Canal
Unitário do Rim – Shao Yin, seu Qi é ascendente.
Horário do relógio biológico:
 11h ás 13h;
 Alberga (estoca) a mente – Shen;
 Governa o Xue e os vasos sanguíneos;
 Relaciona-se com a transpiração;
 Abre-se na língua e manifesta-se na face.

Causas:

 Alterações emocionais (todas as emoções dos 5 Movimentos


passam pelo Coração) principalmente a euforia;
 Tristeza e ansiedade;
 Doença prolongada e/ou crônica;
 Problemas de Pulmão enfraquecem o TA Superior afetando o
Coração deficiência do Xue e Qi enfraquecem o Coração;
 Dieta irregular que não nutre o Xue do Coração ou afetado após
quadro hemorrágico;
 Excesso de trabalho.

Deficiência de Qi do Coração Deficiência de Qi do


Coração –
Manifestações Gerais: compromete a
formação do Zong Qi
 Opressão torácica; e consequentemente
 Transpiração espontânea; do Wei Qi;
 Palpitação;
 Respiração curta ao se esforçar;
 Apatia;
Sol Instituto Terapêutico

 Lassitude;
 Desinteresse em falar (relacionado diretamente com o coração);
 Fraqueza;
 Pulso: fraco e/ou intermitente;
 Língua: pálida, saburra branca (verificar alterações na ponta).

Complicações: transpiração espontânea enfraquece o Qi do Coração


comprometendo Zong Qi, deficiência do Qi do Pulmão pode gerar
deficiência do Qi do Coração ou vice-versa, estase de Xue do Coração.
38

Doenças Ocidentais: cardiopatias, arritmia, insuficiência cardíaca,


Página

doença cardiopulmonar.

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Deficiência do Sangue do Coração
Deficiência de
Sinais e sintomas:
Sangue do
Coração falta
 Manifestações Gerais + ansiedade;
nutrição do Shen
 Irritabilidade;
comprometendo
 Propensão a assustar-se; os pensamentos;
 Insônia com muitos sonhos;
 Enfraquecimento da memória;
 Compleição;
 Lábios e unhas pálidos e sem brilho;
 Tontura;
 Obscurecimento da visão;
 Formigamentos e entorpecimento dos membros superiores.
 Pulso: fino e fraco / Língua: pálida, fina, seca.

Complicações: deficiência de Xue do Fígado afetando Coração, Yin do


Coração deficiente debilitando Xue.

Doenças Ocidentais: anemia, esquecimentos repentinos, cardiopatias,


menstruação irregular, neurose, astenia.

Deficiência do Sangue do Coração e Fígado Deficiência de


Sangue do
Sinais e sintomas: Coração e Fígado
 Manifestações Gerais + insônia com agitação; Gera estase de
 Memória debilitada; Xue com
 Tontura; formigamentos;
 Visão turva;
 Entorpecimento de membros;
 Convulsão;
 Irritabilidade sem causa aparente;
 Tremores leves pelo corpo, zumbido.
 Pulso: fino, em corda
 Língua: pálida, seca.
Sol Instituto Terapêutico

Complicações: o Shen deixa de ser nutrido pelo Xue, má circulação de Xue


em Jing Luo comprometendo movimentos e lesionando a nutrição do
corpo em geral.

Doenças Ocidentais: hipertensão, arterioesclerose, anemia, demência


e/ou patologias relacionadas ao cérebro e a mente.
39
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Estase do Sangue do Coração

Sinais e sintomas: Estase do Sangue do


 Manifestações Gerais + amnésia; Coração –
 Dor em pontadas no tórax; compromete a
 Opressão torácica irradiando para os ombros e costas; circulação gerando
 Cianose nos lábios e unhas; deficiência corpórea e
 Mãos frias; formigamento;
 Dispneia;
 Formigamento nas mãos e membros superiores;
 Manchas arroxeadas no rosto e pescoço.
 Pulso: fino, áspero, nodoso;
 Língua: roxo-escura com equimoses.

Complicações: agravado o quadro devido a ansiedade, ressentimento,


fúria crônicas, a deficiência do Yang do Coração compromete a
circulação.

Doenças Ocidentais: cardiopatia, angina pectoris, infarto.

Deficiência de Yang do Coração


Deficiência de Yang do
Sinais e sintomas: Coração – compromete
 Manifestações Gerais + cansaço; o Yang do Rim
 Apatia, sudorese fria; debilitando as funções
 Dor precordial; gerais do corpo;
 Sensação de frio;
 Membros frios (especialmente mãos);
 Face pálida e brilhante.
 Pulso: profundo, fino, fraco
 Língua: pálida, úmida, edemaciada.

Complicações: deficiência do Qi do Coração, deficiência crônica de Yang


do Rim lesando o Yang do Coração.

Doenças Ocidentais: arritmias, insuficiência cardíaca,


Sol Instituto Terapêutico

arterioesclerose coronariana, angina pectoris, fraqueza geral.

Colapso de Yang do Coração


Colapso de Yang do
Sinais e sintomas: Coração – quadro
severo
 Manifestações Gerais + dor precordial intensa de início súbito;
comprometendo a vida
 Transpiração profusa e fria;
do paciente;
 Membros extremamente frios;
40

 Respiração curta e fraca;


 Compleição pálida com lábios cianóticos podendo se agravar
Página

com inconsciência ou coma.

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
 Pulso: em nó, escondido
 Língua: curta, flácida, muito pálida ou púrpura azulada.

Complicações: ocorre após longo período de deficiência do Yang do


Rim, doenças crônicas, coma podendo levar a óbito.
Doenças Ocidentais: falha cardíaca, desidratação aguda, doença
crônica de estágio terminal, hipertermia com transpiração profusa ou
vômito e diarreias por longos períodos.

Hiperatividade do Fogo do Coração


Hiperatividade do
Fogo do Coração –
Sinais e sintomas:
presente em
 Manifestações Gerais + sede intensa;
doenças graves
 Úlceras na boca e língua;
como AVC e infarto
 Agitação mental; e compromete o
 Impulsividade e descontrole emocional; mental com
 Sensação de Calor intenso; patologias severas;
 Insônia intensa;
 Rubor facial;
 Urina de coloração escura;
 Com sangue ou escassa;
 Gosto amargo (de queimado) na boca pela manhã.
 Pulso: rápido e forte
 Língua: vermelha com intensidade e edemaciada na ponta,
petéquias, saburra amarela chegando até a ponta.

Complicações: pode gerar estagnação do Qi do Fígado, ascensão do


Yang do Fígado ou Fígado em ascensão elevando o Yang do Coração.

Doenças Ocidentais: AVC, infarto, glossite, úlceras na língua, infecções


agudas urinárias.

Deficiência de Yin do Coração Deficiência de Yin


do Coração –
Sinais e sintomas: compromete a
Sol Instituto Terapêutico

formação de Xue;
 Manifestações Gerais + Calor dos 5 Palmos;
 Febre vespertina;
 Transpiração noturna;
 Secura da boca e da garganta;
 Devaneios e irritabilidade.
 Pulso: rápido e fino ou superficial e vazio
 Língua: vermelha, seca, ponta vermelha e rachadura na linha
média até a ponta.
41

Complicações: Calor Exterior consumindo Jin Ye, Calor no Fígado


Página

consumindo o Yin do Coração, Yang do Rim consumindo o Yin do


Coração.
Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.
CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

Doenças Ocidentais: neuroses, ansiedade, arritmia, hipertensão,


hipertireoidismo.

Muco-“Fleuma” Obscurecendo o Shen


Muco-“Fleuma”
Obscurecendo o
Sinais e sintomas:
Shen – dificuldade
no raciocínio e
 Fala desarticulada e confusa;
compromete a
 Confusão mental;
formação do Xue
 Olhos fixos para cima;
gerando fraqueza;
 Surto;
 Estupor letárgico;
 Vômito;
 Crepitação na garganta (som em forma de chocalho na
garganta);
 Possível perda de consciência;
 Incoerência nas atitudes, esquecimento, amnésia.
 Pulso: escorregadio, rápido ou fraco
 Língua: inchada, rachadura central até a ponta com pápulas,
pode apresentar forma de coração na ponta indicando quadro
mental crônico ou agravante, saburra branca, espessa e
pegajosa.

Complicações: constitucional relacionado a retardo mental ou dislalia,


excesso de alimentos crus e gordurosos geram Muco, lesão por
problemas emocionais severos.

Doenças Ocidentais: depressão endógena (psicótica), neurose,


esquizofrenia, coma em AVC, epilepsia, sequelas de doenças crônicas.

Fogo-Muco afetando o Coração Fogo-Muco


afetando o Coração
Sinais e sintomas: – relacionado a
 Insanidade com agressividade e comportamento violento; doenças severas
 Delírio; mentais.
Sol Instituto Terapêutico

 Fala incoerente;
 Choro e riso sem razão aparente, “verborragia”;
 Falar e resmungar consigo próprio;
 Sono perturbado por sonhos confusos;
 Gosto amargo na boca;
 Tendência a assustar-se, manias.
 Pulso: rápido, escorregadio, cheio
 Língua: vermelha, saburra pegajosa e amarela, rachadura na
linha média, ponta vermelha e edemaciada com formato de
42

coração.
Complicações: obscurecimento do Shen leva à Fogo no Coração, estase
Página

de Xue do Fígado e Coração geram Fogo e o muco por consumir o Jin


Ye.
Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.
CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

Doenças Ocidentais: neurose, depressão severa, psicose maníaca,


esquizofrenia, epilepsia.

INTESTINO DELGADO – XIAO CHANG

Causas: parasitas acumulados nos intestinos provocando dores ao


redor do umbigo.

Estagnação de Qi no Intestino Delgado


Estagnação de Qi no
Sinais e sintomas:
Intestino Delgado –
 Dor vazia no hipogástrio irradiando para região lombar;
comum na presença
 Dor em cólica e distensão no abdome inferior irradiando
de parasitas
para testículo e escroto;
intestinais;
 Borborigmo;
 Dor abdominal aliviada por flatos;
 Sensação de peso em TA Inferior;
 Dor ao evacuar (quando afeta IG).
 Pulso: profundo, em corda;
 Língua: pálida, saburra branca.

Complicações: Frio-Umidade gerando estagnação.

Doenças Ocidentais: hérnia, enteroespasmo.

Excesso de Calor no Intestino Delgado


Excesso de Calor no
Sinais e sintomas: Intestino Delgado –
 Queimação na uretra; indica padrões de
 Queimação anal quando irradiado para IG; infecções ou
 Fraqueza por comprometer a reabsorção dos alimentos; inflamações, sua
 Irritabilidade; principal
 Sede; manifestação é
 Ulceração na boca e língua; quando o Calor do
 Urina amarelo-âmbar; Coração invade seu
Sol Instituto Terapêutico

 Dor no abdome inferior. acoplado.


 Pulso: rápido, cheio;
 Língua: vermelha na ponta e bordas.

Complicações: Calor no Coração afetando seu acoplado Intestino


Delgado, Calor no Estômago irradiando em descendência.

Doenças Comuns: infecção aguda do trato urinário, hérnias


inguinoescrotais, espasmos intestinais.
43
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
AULA 6
SÍNDROMES DE
SÍNDROMES DE TERRA
TERRA
BAÇO - PI
Órgão (Zang) do Movimento Terra, localizado no Triplo
Aquecedor Médio, acoplado ao Estômago e unido ao Canal Unitário
do Pulmão – Tai Yin, seu Qi é ascendente.
Horário do relógio biológico:
 09h ás 11h;
 Relaciona-se com a digestão;
 Governa o Xue;
 Governa a Transformação e Transporte;
 Controla os Músculos;
 Mantém o Xue dentro dos vasos;
 Eleva e mantém os órgãos em sua posição;
 Abre-se na boca e manifesta-se nos lábios;

Causas: consumo excessivo de alimentos crus e frios e/ou em


períodos irregulares, dieta pobre em proteínas, excesso de
pensamentos, exposição prolongada à Umidade, qualquer patologia
crônica irá debilitar o Baço.

Deficiência do Qi do Baço Deficiência do Qi


do Baço –
Manifestações gerais: compromete
principalmente a
 Anorexia; transformação e
transporte;
 Distensão abdominal pós- prandial;
 Cansaço;
 Compleição amarelada;
 Lassitude;
 Edema;
 Fezes soltas com presença de alimentos mal digeridos;
 Tez amarelada;
 Respiração curta e indisposição para falar;
Sol Instituto Terapêutico

 Cansaço nos membros com peso.


 Pulso: moderado, fraco e escorregadio
 Língua: pálida, úmida, inchada e dentilhada podendo ter
rachaduras transversais em casos graves.

Complicações: acúmulo de Umidade, gerar deficiência do Qi do


Pulmão (Canal Unitário) e deficiência do Xue do Coração, pode afetar
o Qi do Estômago gerando Deficiência do Qi Central.

Doenças Ocidentais: dispepsia nervosa, anemia, diarreia crônica,


44

gastrite crônica, úlcera gástrica ou duodenal, enterite crônica,


Página

hepatite crônica, tuberculose intestinal.

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Baço não controlando Xue (sangue)
Baço não
Sinais e sintomas: controlando Xue
 Manifestações gerais + exaustão física e mental (sangue) – ocorrem
 Tontura; hemorragias e
 Palpitações; hematomas;
 Sangramentos principalmente da parte inferior do corpo
como melena, hematúria;
 Hemorragia subcutânea;
 Fluxo menstrual prolongado e/ou volumoso;
 Hemorragia uterina.
 Pulso: fino e fraco possivelmente escorregadio
 Língua: pálida com saburra fina e branca podendo estar
dentilhada.

Complicações: deficiência do Xue do Coração e/ou do Fígado.

Doenças Ocidentais: hemorragia uterina funcional anormal,


sangramento das hemorroidas, hemofilia.

Submersão do Qi do Baço
Submersão do Qi do
Baço – gera
Sinais e sintomas:
estagnações, ptoses
 Manifestações Gerais + diarreia crônica;
e diarreia crônica.
 Incontinência urinária;
 Ptose com dor abdominal descendente;
 Prolapso do Estômago;
 Útero, ânus, vagina, frequência e urgência urinária;
 Hemorroida, varizes.
 Pulso: lento, profundo e fino
 Língua: pálida e aumentada, saburra fina e branca.

Complicações: acúmulo de Umidade, peso nos membros e cansaço


gerando também deficiência do Qi Central.

Doenças Ocidentais: prolapsos, diarreia crônica, incontinência


Sol Instituto Terapêutico

urinária.

Deficiência de Yang do Baço Deficiência de Yang


do Baço – padrão
Sinais e sintomas: antigo que
 Manifestações Gerais + dor abdominal que melhora com compromete com
calor; cansaço; peso nas pernas,
 Fezes líquidas; cansaço ao esforço
 Membros frios; mínimo e plenitude
45

 Dificuldade de urinar; abdominal;


 Sensação de frio e peso no corpo;
Página

 Edema em todo o corpo;

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br

Umidade-Frio
invadindo o Baço –
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
 Leucorreia abundante e fina;
 Sonolência constante.
 Pulso: escorregadio, lento, profundo e débil
 Língua: pálida e aumentada, saburra branca e úmida.

Complicações: acúmulo de Umidade, gerar deficiência do Qi do


Pulmão (Canal Unitário) e deficiência do Xue do Coração, pode afetar
o Qi do Estômago gerando Deficiência do Qi Central.

Doenças Ocidentais: disenteria crônica, hepatite crônica, leucorreia,


cirrose hepática.

Umidade-Frio invadindo o Baço


Umidade-Frio
Sinais e sintomas: invadindo o Baço
 Manifestações Gerais + náusea; – diarreia aquosa,
 Peso na cabeça e membros; retenção de
 Boca insípida; líquidos e
 Ausência de sede; ausência de sede;
 Compleição amarelada;
 Lassidão geral;
 Edema;
 Urina turva e escura.
 Pulso: escorregadio, mole e lento
 Língua: pálida, inchada, saburra branca.

Complicações: acúmulo de Umidade, gerar deficiência do Qi do


Pulmão (Canal Unitário) e deficiência do Xue do Coração, pode afetar
o Qi do Estômago gerando Deficiência do Qi Central.

Doenças Ocidentais: gastroenterite aguda ou crônica, disenteria


aguda ou crônica, hepatite crônica, cirrose hepática.

Umidade-Calor invadindo o Baço Umidade-Frio


invadindo o Baço
Sol Instituto Terapêutico

Sinais e sintomas: – diarreia aquosa,


 Manifestações Gerais + plenitude em abdome inferior; retenção de
 Sede sem desejo de beber ingerindo em pequenos goles; líquidos e
 Febre baixa; ausência de sede;
 Cefaleia;
 Pele e esclera amareladas;
 Náusea;
 Gosto pegajoso na boca;
 Sensação de peso;
46

 Fezes soltas com odor desagradável;


 Sensação de queimação no ânus;
Página

 Urina escassa e amarela.

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
 Pulso: rápido e escorregadio;
 Língua: vermelha, saburra amarela e pegajosa.

Complicações: afeta quase sempre o Fígado e Vesícula Biliar


gerando Calor-Umidade.

Doenças Ocidentais: gastrenterites crônicas, hepatite ictérica


aguda, colecistite e cirrose hepática, pancreatite aguda.

ESTÔMAGO – WEI
SÍNDROME
Víscera (Fu) do Movimento Terra, localizado no Triplo Aquecedor Médio,
ESTÔMAGO - WEI
acoplado ao Baço e unido ao Canal Unitário do Intestino Grosso – Yang
Ming, seu Qi é descendente.

Horário do relógio biológico:

 07h às 09h;
 Controla o recebimento e a degradação dos alimentos – Mar dos
Alimentos;
 Controla o transporte do Qi dos alimentos – Gu Qi;
 Dá origem ao Jin Ye corpóreo.

Causas:

 Fadiga e excesso de trabalho;


 Dieta irregular;
 Doença prolongada.
Deficiência do Qi
Deficiência do Qi do Estômago do Estômago –
dificuldade na
Manifestações Gerais: degradação dos
 Dor surda ou plenitude e distensão no epigástrio; alimentos;
 Aversão alimentar e pela água;
 Eructação frequente;
Sol Instituto Terapêutico

 Borborigmo;
 Perda do paladar;
 Vômito de fluído claro, pode apresentar sinais e sintomas da
deficiência do qi do baço relacionadas.
 Pulso: profundo e fraco
 Língua: pálida com saburra fina e branca.

Complicações: pode ser complicada por ataque de frio gerando


estagnação de frio no Estômago podendo originar Estagnação de Qi e de
47

Xue no Estômago.
Página

Doenças Ocidentais: gastrite crônica, dispepsia, anorexia.

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

Retenção de alimentos no Estômago

Sinais e sintomas:
 Manifestações Gerais + distensão epigástrica aliviada após o Retenção de
vômito; alimentos no
 Plenitude e dor epigástrica e no abdome que pioram com Estômago –
pressão; sensação de peso e
 Eructação com odor fétido de alimento mal digerido; distensão
 Regurgitação ácida; epigástrica;
 Náusea;
 Perda de apetite;
 Flatulência fétida;
 Constipação ou diarreia com fezes fétidas;
 Tendência a ulcerações na pele com secreção amarelada.
 Pulso: escorregadio e fraco
 Língua: saburra grossa e gordurosa.

Complicações: se associado à estagnação de Qi do Fígado, pode piorar


com perturbações mentais e emocionais.

Doenças Ocidentais: indigestão por excesso de alimentos, dispepsia,


gastrite crônica ou aguda.

Estase de Xue do Estômago


Sinais e sintomas:
 Manifestações Gerais + dor epigástrica aguda; Estase de Xue do
 Perfurante e fixa que se agrava após se alimentar; Estômago –
 Ocorre mais dor que distensão; borborigmos com
dor fixa, massas
 Borborigmo gástrico;
palpáveis e diarreia
 Vômito com sangue violáceo/negro em casos mais graves;
com sangue;
 Melena, possíveis massas ou protuberância abdominal ou
epigástrica.
 Pulso: em corda e áspero;
 Língua: arroxeada com manchas violáceas.
Sol Instituto Terapêutico

Complicações: desgaste do Qi do Baço e do Fígado.

Doenças Ocidentais: úlcera gástrica hemorrágica, carcinoma gástrico,


Hiperatividade do
tumores.
Fogo no Estômago –
consome o alimento
Hiperatividade do Fogo no Estômago podendo gerar
anemia, gastrite e
Sinais e sintomas: úlceras, vômito e
 Manifestações Gerais + dor em queimação no epigástrio; queimação com
48

 Excesso de apetite; gengivite e


 Preferência por comidas e bebidas frias;
Página

constipação;
 Regurgitação ácida ou vômito depois de comer;

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
 Sede;
 Halitose;
 Gengivite;
 Constipação.
 Pulso: rápido, longo e escorregadio
 Língua: vermelha, saburra amarela.

Complicações: ascensão do Yang do Fígado elevando o Yang do


Estômago, desgaste do Qi do Baço, perturbações orgânicas e desgaste do
Estômago.

Doenças Ocidentais: úlceras na boca, periodontite, gastrite crônica,


diabetes mellitus.

Deficiência de Yin do Estômago


Deficiência de
Yin do
Sinais e sintomas:
Estômago –
 Manifestações Gerais + dor surda no epigástrio
secura gerando
 Anorexia;
sede, dor ao se
 Secura da boca e lábios;
alimentar,
 Dificuldade para engolir;
dificuldade em
 Constipação, sensação de plenitude após ingerir alimentos;
metabolizar o
 Dor após se alimentar;
alimento, calor
 Febre baixa ou sensação de calor à tarde.
que sobe à boca.
 Pulso: rápido e fino
 Língua: vermelha, seca com fissura central.

Complicações: ascensão do Yang por deficiência do Yin, calor após se


alimentar e sensação de mal-estar após alimentação com alimento
retido no Estômago.

Doenças Ocidentais: gastrite crônica, doenças do Estômago de origem


nervosa e emocional, diabetes mellitus.
Sol Instituto Terapêutico

49
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

AULA 7
Síndrome
SÍNDROMES DE METAL
Pulmão Fei
PULMÃO - FEI

Órgão (Zang) do Movimento Metal, localizado no Triplo


Aquecedor Superior, acoplado ao Intestino Grosso e unido ao Canal
Unitário do Baço – Tai Yin, seu Qi é descendente e dispersante para a
superfície.
Horário do relógio biológico:
 03h às 05h
 Relaciona-se com a respiração;
 Harmoniza o Qi;
 Controla Jing Luo e os vasos sanguíneos;
 Controla o exterior – Wei Qi;
 Abre-se no nariz e manifesta-se nos pelos e pele.

Causas: postura errada inclinada para frente, invasão de Vento com Frio
ou Calor, exposição a agentes poluentes por longos períodos, consumo
excessivo de alimentos gordurosos e/ou frios relacionando-se com o
Baço, doenças respiratórias antigas, debilidade hereditária, tabagismo,
exposição excessiva a ambientes quentes ou frios, pouca ingestão de
água, deficiência do Wei Qi.

Deficiência de Qi do Pulmão
Deficiência de Qi
do Pulmão
Manifestações Gerais:
compromete o
 Tosse fraca; expectoração aquosa fina e clara; Wei Qi e a
 Dispneia; função de
 Voz debilitada; respirar para
 Intolerância ao frio; captar o Qi do Ar
 Compleição pálida e cansaço. Quando há fragilidade na – Kong Qi;
imunidade - wei qi - transpiração espontânea, propensão a
gripes, tendência à obstrução nasal.
 Pulso: fraco
Sol Instituto Terapêutico

 Língua: pálida, saburra branca.

Complicações: deficiência de Qi do Pulmão e Coração – Zong Qi ficando


comprometido falhando em promover a respiração e a circulação de Xue
além de debilitar o Wei Qi aumentando os riscos de Fatores Etiológicos.

Doenças Ocidentais: resfriado comum, sinusite, rinite, amidalite, alergias,


enfisema, bronquite crônica, tuberculose pulmonar.
50
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Deficiência de Yin do Pulmão
Deficiência de Yin
Sinais e sintomas: do Pulmão
 Manifestações Gerais + secura na pele e cabelos; compromete a
nutrição
 Tosse seca ou com pouca expectoração pegajosa e amarelada;
sobrecarregando
 Às vezes com traços de sangue;
o Rim na Via das
 Secura da boca e da garganta promovendo maior ingestão de
Águas em nutrir a
líquidos para tratar a secura;
superfície;
 Febre vespertina;
 Rubor malar;
 Transpiração noturna;
 Calor dos 5 Palmos;
 Prurido na garganta ou “pigarro”.
 Pulso: rápido, superficial e/ou vazio
 Língua: vermelha, seca, descascada com rachadura na área do
Pulmão.

Complicações: Secura em Intestino Grosso, Secura em Pulmão, má


formação de Xue, deficiência do Yin do Rim e geração de Calor.

Doenças Ocidentais: bronquite crônica, bronquiectasia, faringite crônica,


tuberculose, falta de ar constante e tendência a pneumonia.

Mucosidade-Calor retidos no Pulmão Mucosidade-


Calor retidos no
Sinais e sintomas: Pulmão secreção
 Manifestações Gerais + tosse com expectoração abundante excessiva
espessa; comprometendo
 Purulenta de cor amarela ou esverdeada ou rajada de sangue; a respiração,
 Odor fétido; obstrução
 Plenitude torácica; pulmonar
 Dispneia; comprometendo
 Dor nas costelas; as funções do
 Respiração asmática; Pulmão;
 Calafrios e febre.
 Pulso: rápido e escorregadio
Sol Instituto Terapêutico

 Língua: vermelha, saburra amarela e pegajosa.

Complicações: deficiência em Zong Qi, fraqueza de Qi e acometimento de


outras síndromes.

Doenças Ocidentais: pneumonia, tuberculose, abscesso pulmonar, asma,


bronquite crônica, enfisema.
51
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Mucosidade-Frio retidos no Pulmão Mucosidade-Frio
retidos no Pulmão
Sinais e sintomas: gera deficiência do
 Manifestações Gerais + tosse crônica manifestada com crises; Pulmão
 Expectoração fácil abundante e branca; comprometendo o
 Obstrução torácica com sensação de plenitude; Wei Qi alojando o
 Dispneia que se agrava ao deitar ou ao esforço; Fator Patológico
 Asma ocasional controlada; por mais tempo.
 Compleição pálida.
 Pulso: lento e escorregadio
 Língua: pálida, saburra pegajosa, espessa e branca.

Complicações: deficiência em Zong Qi, fraqueza de Qi e acometimento de
outras síndromes.

Doenças Ocidentais: asma, bronquite crônica, bronquiectasia.

INTESTINO GROSSO – DA CHANG


Intestino Grosso
Víscera (Fu) do Movimento Metal, localizado no Triplo Aquecedor Inferior, acoplado ao
Pulmão e unido ao Canal Unitário do Estômago – Yang Ming, seu Qi é descendente.
Horário do relógio biológico:
 05h ás 07h;
 Recebe os alimentos do Intestino Delgado;
 Reabsorve a água dos alimentos para formar o Jin Ye;
 Elimina impurezas pelas fezes.

Causas: consumo excessivo de alimentos quentes e/ou oleosos, podendo também ser por estarem
contaminados ou estragados, Calor de Verão e Umidade.

Calor-Umidade no Intestino Grosso

Sinais e sintomas: Calor-Umidade


 Abdome dolorido principalmente ao toque; no Intestino
 Diarreia de início agudo; Grosso – gera
Sol Instituto Terapêutico

 Tenesmo; fezes moles com


 Fezes com cheiro putrefato; episódios de
 Fezes com pus ou sangue; constipação
 Sensação de queimação anal; afetando o
 Boca seca; Estômago
 Sem desejo de beber líquidos; podendo
 Sensação de peso corporal; comprometer a
 Urina escassa e avermelhada. digestão e a
 Pulso: rápido e escorregadio alimentação
52

 Língua: vermelha, saburra amarela e pegajosa.


Página

Complicações: reabsorção de toxinas, Calor tóxico no corpo, comprometimento no Qi do Estômago.

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
Secura no
Intestino Grosso
gera constipação
com estagnação
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

Doenças Ocidentais: disenteria causada por bacilos ou ameba, tênia entre outros, enterite aguda.

Secura no Intestino Grosso

Sinais e sintomas:
 Constipação;
 Fezes ressecadas de difícil defecação;
 Intervalos de uma vez em vários dias;
 Secura da boca e da garganta;
 Gengivite;
 Urina escassa e escura.
 Pulso: fino e áspero
 Língua: vermelha e seca.

Complicações: o acúmulo gera Calor interno afetando Pulmão e Estômago, dor e debilidade com
retenção no TA Médio e Inferior.

Doenças ocidentais: constipação, obstipação.


Sol Instituto Terapêutico

53
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

Aula 08
Interrogatório
ANAMNESE
10 PERGUNTAS CLÁSSICAS

Segundo o dicionário Aurélio, anamnese é o “relato dos padecimentos feito pelo doente à
cordialidade inquisidora do médico”.

Em MTC, diversas são as técnicas de Diagnóstico, variando de escolas chinesas, experiência


clínica e o próprio paciente com os seus sinais e sintomas.

Considerando os critérios em 8 Princípios visto anteriormente, é possível através deste basear


um critério com 10 situações - perguntas clássicas, capazes de identificar padrões patológicos
importantes, afim de proporcionar um melhor atendimento e seleção dos pontos, assim como a
melhor técnica a ser utilizada.

Se pensarmos um pouco nesta definição, verificamos que "à cordialidade" está se referindo ao
jeito do profissional. É fácil entender que um acupunturista que se mostre moralista ou curioso
demais irá inibir o paciente, bem como direcionar o relato ao que o paciente sentir que vai “agradar"
ao profissional.

É exigido também do profissional um aguçado sentido de observação. Olhar o paciente, desde


o momento em que entra no consultório, seu jeito de andar, o tom da voz, a forma que explica sua
patologia, a cor da pele, cheiros, enfim, absorver dados importantes para compor o diagnóstico.

A observação leva também a um “sentido de apreensão”. Em outra palavra, o profissional capta


a dinâmica do sujeito a sua frente. Percebe se ele é falante ou não; qual o nível de percepção que tem
em si; se é tímido ou está descontraído etc. e irá se comportar de maneira complementar no sentido
de colocá-lo numa situação de confiança mútua e desinibição favorecendo um clima de intimidade
propício à confissão de seus males.

Antes do interrogatório, serão analisados e questionados outros aspectos como dados


biográficos, históricos, pulso e língua que serão abordados futuramente.

Por hora, o Interrogatório dará a base justamente pela sua ideia relacionada aos 8 Princípios –
Sol Instituto Terapêutico

Ba Gang.

INTERROGATÓRIO

Neste primeiro momento, o Acupunturista deve identificar se o paciente apresenta patologia


emergencial, que dará um tratamento mais objetivo com um questionamento simples e direto à
patologia, ou não-emergencial, onde faz uma avaliação completa com mais perguntas, para que um
tratamento mais completo e adequado possa ser realizado.
54 Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

Descobrir sobre a patologia torna-se essencial, e através do


Interrogatório será possível estreitar as possibilidades patológicas,
chegando cada vez mais perto da Queixa Principal e a raiz do
problema.
Durante a Dinastia Ming, o importante praticante e estudioso
Zhang Jie Bin, escreveu o que ele denominou como Dez Perguntas
que servem como base, como guia, para o interrogatório.
1. Febre e calafrios;
2. Transpiração;
3. Dores;
4. Urina e fezes;
5. Apetite;
6. Sede;
7. Visão;
8. Sensações no peito;
9. Tomada de pulso, observação;
10. Inspeção, Audição e Olfação.

1- FEBRE E CALAFRIO (YANG E YIN)

A presença de Calor ou Frio indica a natureza dos fatores


Febre com
Sol Instituto Terapêutico

patogênicos, correspondendo à disputa entre o Qi Verdadeiro


(Zheng Qi) X Qi patogênico (Xie Qi). aversão ao Frio

 Febre com aversão ao Frio refere invasão de


Fator Externo, se
Quando simultaneamente, é observada nas fases iniciais de
doenças de origem Externa (Wei Qi versus Xie Qi). Divide-se em: for com:

Severa aversão ao frio e febre leve: Severa aversão ao


 Sinais de frio mais forte que os de calor com cefaleia; Frio e febre leve:
55

 Dor por todo o corpo; Invasão de Vento-


 Ausência de transpiração; Frio;
Página

 Ausência de sede;

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
 Corresponde à invasão externa de vento-frio;
 Pulso: superficial, tenso e/ou lento
 Língua: saburra esbranquiçada.

Febre severa e leve aversão ao frio:


 Sinais mais fortes de calor do que de frio com sede;
 Transpiração espontânea; Febre severa e leve
 Corresponde à invasão externa de vento-calor; aversão ao Frio:
 Pulso: superficial e rápido Invasão de Vento-
 Língua: saburra fina e levemente amarelada. Calor;

Febre suave e aversão ao Vento:


 Febre baixa e leve sensação de aversão ao frio;
 Quando o paciente é exposto ao vento;
 Sem a sensação quando protegido do vento;
 O vento afeta áreas yang do corpo, fazendo-as ficarem Febre suave e
mais sensíveis correspondendo à invasão externa de aversão ao Vento:
vento; Invasão de Vento
 Pulso: superficial, ligeiramente rápido e fino pela nuca e
 Língua: saburra fina e branca. membros.

Aversão ao Frio sem febre

São as situações em que o paciente tem sintomas de Frio,


porém NÃO apresenta sensação de Calor. Pode estar associado a A Aversão ao Frio
quadros de excesso ou deficiência se referindo a Síndromes sem febre refere a
Internas. Fator interno sem
Calor sendo com:
 Aversão ao Frio em doença recente:
 Invasão de Frio no interior do corpo afetando
 Zang Fu, bloqueando o Yang Qi (Qi responsável pelas
funções do corpo); Aversão ao Frio em
 Apresenta membros frios, dor abdominal aliviada com doenças recentes: o
calor; Frio se aprofundou e
 Vômito e diarreia; se alojou
 Pulso: Superficial e Fino internamente
Sol Instituto Terapêutico

 Língua: saburra fina tendência à saburra grossa e branca. gerando Frio Interno;

Intolerância ao Frio em doença antiga:


 Ocorre principalmente na deficiência do Intolerância ao Frio
em doença antiga:
 Yang;
relacionado a
 O paciente sente medo do frio apresentando membros
síndromes crônicas
frios;
que debilitam o Yang
 Compleição pálida;
Qi.
 Postura encolhida;
56

 Pulso: profundo, lento e fraco



Página

Língua pálida.

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

Febre sem aversão ao Frio


A febre sem aversão
ao Frio ocorre
Ocorre quando o paciente apresenta Calor e sente-se
quando o Frio
agradável com o Frio podendo ser devido ao Excesso de Yang ou
agrada devido à
Deficiência do Yin (Calor Vazio).
presença de Calor
sendo:
Febre alta:
 Acima dos 39ºc podendo ser Excesso de Calor no Interior;
Febre alta: Calor
 Frio ou Vento-Frio que se aprofundou e se transformou em
Interno lesando o Yin
Calor;
ou Frio em
 Zheng Qi lutando com o Fator Exógeno no Interior; intertransformação;
 Ocorre por longo período e com aversão ao Calor e não ao
Frio;
 Inquietude;
 Muita sede com preferência por bebidas geladas;
 Transpiração profusa;
 Rosto vermelho;
 Olhos vermelhos;
 Pulso: Rápido e Cheio;
 Língua: vermelha e saburra amarelada ou sem saburra.

Febre baixa: Febre baixa:


 Sensação real ou subjetiva; sintomas de Calor
 Não passa de 38º e por um período prolongado ocorrendo mais amenos
por deficiência de yin (calor vazio) especificamente por associado às
fatores emocionais; emoções;
 Pulso: rápido e fraco;
 Língua: saburra branca e fina.

Febre Recorrente – em Maré Febre em Maré:


 Febre Recorrente – em Maré por Calor Vazio; ocorre à tarde
 Vespertina com sintomas de Calor Vazio podendo se levando o Calor até
agravar levando o paciente a sentir Calor nos ossos; os ossos.
 Febre Recorrente – em Maré por Calor-Umidade; Quando ocorrer em
 Febre vespertina ou à noite; alternância de febre
Sol Instituto Terapêutico

 Não se sente Calor ao tocar a pele do paciente; e Frio requer


 Opressão torácica; atenção ao Triplo
Aquecedor.
 Distensão abdominal e epigástrica;
 Sensação de peso na cabeça e/ou no corpo;
 Náusea;
 Vômito;
 Fezes soltas;
 Pulso: Rápido e Escorregadio;
 Língua: saburra grossa e pegajosa.
57


Página

Febre Recorrente – em Maré em Yang Ming (Meridiano do


Estômago e Intestino Grosso);
Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.
CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
 Alterações gastrointestinais;
 Calor-Secura no E e IG se agravando entre 5h e 9h com
massas abdominais;
 Constipação;
 Dor à palpação na região abdominal;
 Pulso: Rápido e Áspero principalmente na posição do E e IG
 Língua: avermelhada com fissura central.

***Alternância entre Febre e Frio:


 Febre alternada com períodos calafrio durante um mesmo
período de 24 horas afetando Shao Yang (Meridianos do
Triplo Aquecedor e Vesícula Biliar) devido ao conflito entre
o Qi Verdadeiro (Zheng Qi) e os fatores patogênicos no
interior e no exterior do corpo;
 Muito comum em casos de malária com os sintomas de
cefaleia severa, forte sede e transpiração profusa;
 Febre diminuída após a transpiração;
 Pulso: Vazio e Rápido;
 Língua: a saburra pode ser fina e branca ou amarelada.

2- TRANSPIRAÇÃO

A transpiração tem como funções manter a umidificação e


Transpiração:
suavidade da pele, regular a temperatura corporal e auxiliar na
eliminação de impurezas do corpo e na eliminação de agentes
O Suor deve ser de
patogênicos através da pele. Está associada com os Líquidos
prontidão
Corporais (Jin Ye), tem estreita relação com Qi Defensivo (Wei Qi) e
relacionado ao
o Qi Nutritivo (Ying Qi). Em situações patológicas. a transpiração
Coração, logo,
pode ocorrer de maneira alterada tanto por invasão de agentes.
qualquer alteração
no suor e suas
manifestações
Patogênicos exteriores, como por desequilíbrios internos entre o Yin
deve-se levar em
e o Yang.
conta o padrão do.
 Sudorese: Vento-Calor
 Anidrose: Vento-Frio
Sol Instituto Terapêutico

 Hiperidrose: Deficiência do Qi
 Transpiração noturna: Deficiência do Yin (Calor Vazio)
 Transpiração diurna: Deficiência do Yang (Frio Vazio)
 Deficiência do Wei Qi: Sudorese fria e profusa em doente
grave como com
 Colapso de Yang.
58
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
É de extrema importância verificar também o local do suor, associando a parte do corpo com o
Zang Fu ou com o Meridiano que segue seu trajeto pela região

Localização Síndrome e manifestação

Cabeça Calor em Aquecedor Superior ou por ingestão de alimentos / Calor em


Aquecedor Superior por Calor Umidade no Aquecedor Médio /
Deficiência do Yin em doença crônica.

Metade do corpo Umidade bloqueando a circulação de Qi / Vento-Umidade.

Palmas das mãos/pés Deficiência do Yin / Calor Excessivo / Calor Umidade em Aquecedor
Médio.

Tórax Síndromes de deficiência do Coração, Baço e Rim.


Suor Frio Ataque de Frio ou deficiência do Yang
Suor Quente Calor
Suor Oleoso Vento-Calor com Umidade

3- DORES

A IASP- International Association for the Study of Pain (Associação Internacional para
Estudo da Dor) define a dor como sendo “Experiência sensitiva e emocional desagradável
associada ou relacionada a lesão real ou potencial dos tecidos. Cada indivíduo aprende a
utilizar esse termo através das suas experiências anteriores. ”
Em MTC, a dor é considerada qualquer padrão de obstrução: onde há obstrução, há dor.
Desta forma, compreende-se que todos os padrões de dor se referem a uma obstrução e cabe
ao Acupunturista identificar o tipo de dor e sua localização para assim proporcionar o melhor
tipo de tratamento. Para tal, deve-se ter os seguintes questionamentos:
 Início dos sintomas dolorosos;
 Localização e possível irradiação;
 Circunstâncias em que a dor ocorre: situações que amenizam ou agravam a dor;
 Severidade, duração;
 O que melhora e o que piora a dor.
Sol Instituto Terapêutico

Cabeça (cefaleia)
- Ocorre devido aos fatores patogênicos que invadem a cabeça gerando estagnação do Yang
Qi ou do Xue ou do Qi. De acordo com sua localização, é possível identificar os canais afetados
como:

Yang Ming E - IG cefaleia frontal


Shao Yang VB - TA cefaleia temporal
59

Tai Yang B - ID cefaleia posterior


Jue Yin F - PC cefaleia no vértice
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Tórax
Coração e Pulmão

Abdome
- Hipocôndrio – atravessado pelos canais do Fígado (Gan) e Vesícula Biliar (Dan). Pode
apresentar dor tanto nos quadros de excesso quanto na deficiência.
- Epigástrio – refere-se ao abdome superior onde se situa o estômago. As dores podem
resultar da retenção de alimentos, invasão de Frio patogênico, invasão do Estômago pelo Qi
do Fígado (Gan), Deficiência do Jin Ye do Estômago, Excesso do Yang do Estômago.
- Abdome – retenção de Frio, acúmulo de Calor, estagnação de Qi, estase de Xue, retenção
de alimentos ou doenças parasitárias podem produzir dor com características de excesso.
Atente-se se este paciente possui constipação, pois esta condição pode alterar as funções e o
Qi abdominal.

Coluna
- Vaso Governador (Du Mai) pelo seu trajeto, Bexiga (Pang Guang) através dos pontos Bei
Shu e o Rim (Shen) por sua relação com os ossos, além da relação com a região lombar.

Extremidades
- Ocorre por fatores patogênicos externos, devendo ser analisado o trajeto da dor e o
Canal que passa com maior proximidade pela região afetada.

A natureza da dor se torna importante na anamnese quando verificado o tempo e a


intensidade da patologia. Sendo assim temos na tabela:

YIN YANG
Dor Crônica (Profundo) Dor Aguda (Superficial)
Melhora com a pressão Piora com a pressão
DEFICIÊNCIA EXCESSO

Entre os livros clássicos de MTC, encontramos os seguintes tipos de


dor:

DOR YIN / DEFICIÊNCIA


Sol Instituto Terapêutico

Dor fixa : presente à estase de Sangue (Xue) ou Frio e Umidade


(principalmente em membros e articulações).

Dor fria–: apresenta frio na região que piora no clima frio e melhora
com o calor.

Dor tipo cólica:


 Em torção, aguda e bem localizada;
 Sensação de uma faca fincada e girando na região;
60

 Ocorre por invasão de fator patogênico que gera estase de


Página

xue ou estagnação de qi mais acentuada com o frio.

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Dor pesada: dor com sensação de peso devido à Umidade.

Dor furtiva: considerada dor escondida, semelhante à surda, porém,


variando os aspectos de deficiência.

Dor vazia: paciente refere sensação de vazio na região. Condição de


Deficiência, podendo dizer que se trata de uma “sensação de dor”.

Dor entupida:
 Dor muito intensa;
 Possível sentir certa moleza à palpação relacionada com
deficiência de yin do rim;
 Deficiência de baço e presença de mucosidade.

Dor ácida: dor não muito forte acompanhada de fraqueza.

DOR YANG / EXCESSO

Dor em queimação:
 Além da sensação de queimação;
 Paciente pode ter aversão a temperaturas quentes e
preferência por frias. Se for aguda e agravada com a
palpação;
 Calor por excesso;
 Se for mais crônica e melhorada com a pressão;
 Calor por deficiência.

Dor pulsátil ou latejante: dor com característica Yang, por Excesso


de Yang ou Deficiência de Yin (sintomas mais fracos).

Dor espástica:
 Dor com espasmos irradiando de um lugar para o outro,
afetando músculos e tendões principalmente nas
extremidades;
 Relaciona-se com ascensão do yang do fígado ou frio-
mucosidade nas extremidades;
Sol Instituto Terapêutico

 Sendo dor característica por afetar jing luo.

Dor cortante: aguda relacionada à estase de Xue e piora com


pressão.

Dor paroxística:
 Dor forte e de curta duração;
 Como sensação de sucessivas pontadas;
 Facadas;
61

 Queimação;
 Choques elétricos;
Página

 Relâmpagos;

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
 Ou penetração de calor de forte intensidade relacionada à
estase de xue
 Onde há uma condição localizada de excesso e áreas
próximas sem a devida nutrição de qi e sangue (xue).

DOR DEVIDO O QI OU XUE (Estagnação, Estase ou Deficiência)

Dor em distensão: sensação de inchaço por estagnação de Qi

Dor em pontada: agulhada como se estivesse espetando o local


afetado. Estase de Sangue (Xue).

Dor surda:
 Leve;
 Constante e tolerável;
 Não tem localização exata que melhora por pressão
associada com a deficiência de Qi e Xue.

DOR RELACIONADA AO VENTO

Dor migratória:
 Tem relação com o Vento e relacionado à estagnação de Qi;
 Pode ser Vento com Frio;
 Calor ou Umidade.

Dor apressada:
 Parecida com a migratória
 Muda de lugar de forma rápida também com a presença de
vento ou estagnação de qi que gera vento.

DOR EM 5 MOVIMENTOS
Calor local ou inflamações Calor - Fogo
Em pontada e fixa Frio - Água
Pesada Umidade - Terra
Migratória Vento - Madeira
Sol Instituto Terapêutico

Com crepitação Secura - Metal

4 - Urina e Fezes
Consistência e forma:

 Fezes com alimentos não digeridos: Deficiência do Qi do Baço e Estômago podendo


ter deficiência do Rim associada com uma fraqueza no Portão da Vitalidade (Ming
62

Men) impedindo o processo digestivo do Baço;



Página

Alternância entre fezes soltas e secas: disfunção do Fígado e deficiência do Baço


ou desequilíbrio entre estes Órgãos;
Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.
CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
 Fezes com pus, sangue e muco: disenteria por infecção do Intestino Grosso que
provoca normalmente fortes dores abdominais, ulceração das mucosas, tenesmo e
diarreia, sempre acompanhada de muco e sangue, após estágio inicial de diarreia
aquosa, implica a uma condição de Calor Umidade no Intestino Grosso.

Coloração:
 Escura ou avermelhada: Calor ou Excessos;
 Clara: Frio ou Deficiências;
 Arroxeadas: padrões de estagnação de Qi ou estase de Xue.

Sensações:
 Queimação anal: sensação de ardência e queimação na região anal ao evacuar,
condição de Calor nesta região, normalmente decorrente de uma invasão de Calor
no Intestino Grosso ou uma migração descendente de Calor Umidade, comum em
casos de disenteria;

 Dificuldade de evacuação: dores abdominais, sensação de opressão ao tentar


evacuar e flatulência normalmente associada com ataque transversal do Qi do
Fígado no Baço e obstrução do Intestino Grosso;

 Incontinência fecal: condição crônica de diarreia com Deficiência do Baço e Rim


na qual não consegue controlar a eliminação das fezes perdendo o controle
retal. Pode ocorrer também em pacientes com lesão medular ou idosos;

 Proctoptose: o ânus, reto, tende a descer, sair de seu local normal chamado
afundamento de Qi do Aquecedor Médio (Zhong Jiao), normalmente relacionado
com Deficiência do Baço ou diarreia crônica;

 Tenesmo retal: sensação dolorosa na região anal, com desejo contínuo, mas
praticamente inútil de evacuar com sintomas associados de desconforto abdominal
e desejo de evacuar, normalmente por retenção de Calor Umidade ou disenteria.

4- APETITE

Em MTC, a alimentação tem relação com o Baço e o Estômago sendo estes conhecidos
por serem raízes do Jing pós Celestial – adquirido.
Sol Instituto Terapêutico

Excesso de apetite:

 Calor no Estômago (Wei) –fome excessiva, dor epigástrica em queimação,


regurgitação ácida, náusea, mau hálito, sede. Pulso: cheio e rápido / Língua:
vermelha com saburra amarela.
 Fogo no Estômago (Wei) – fome excessiva, sangramento das gengivas, dor
epigástrica em queimação, náusea, vômito logo após comer, regurgitação ácida,
sede intensa, úlceras na boca, agitação mental, fezes ressecadas. Pulso: cheio e
63

rápido / Língua vermelha com saburra amarela e seca.


Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
Falta de apetite:

Deficiência do Qi do Baço e do Estômago:


 São derivadas de irregularidades alimentares;
 Excesso de atividade mental tanto no estudo quanto no trabalho;
 Preocupações e pensamentos excessivos;
 Pulso: fraco e escorregadio.
 Língua: inchada, úmida e dentilhada.

Umidade estagnada no Baço:


 Comum além dos sintomas do Baço;
 Distensão abdominal;
 Massas palpáveis no abdome;
 Fezes soltas ou constipação;
 Dor após ingerir alimentos;
 Sensação de satisfação mesmo com pouco alimento;
 Pulso: em corda e escorregadio.
 Língua: inchada e úmida;

Calor Umidade no Fígado e Vesícula Biliar:


 Além dos sintomas de base do Baço;
 Irritabilidade;
 Dor no hipocôndrio;
 Gosto amargo na boca;
 Regurgitação ácida;
 Pulso: em corda ou arame.
 Língua: vermelha e com manchas arroxeadas nas laterais, vasos sublinguais;

*** Umidade estagnada no aquecedor médio prejudica a função de descendência do


Qi do Estômago, provocando náusea e apetite diminuído.
***Gravidez: perturbação do Meridiano Chong Mai interferindo na função descendente do
Estômago.

A preferência alimentar implica no fato de ter preferência e, às vezes, exclusividade


pela ingestão de determinado tipo de alimento. Isso identifica determinadas patologias
como referidas no quadro abaixo:
Sol Instituto Terapêutico

Amargo Excesso de Calor


Doce / Pastosos Umidade-Calor no Baço
Insípido e Brando Deficiência do Estômago ou Baço
Picante Calor no Pulmão
Salgado Deficiência do Yin do Rim
64

Retenção alimentar no Estômago


Azedo
Página

Desarmonia entre Fígado e Estômago

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional

FOGO TERRA METAL ÁGUA MADEIRA

AMARGO DOCE / BRANDO PICANTE SALGADO AZEDO

5- SEDE

A ingestão de líquidos é extremamente importante para uma boa saúde, nutrir Xue e além
de tudo auxiliar na produção de Jin Ye que nutrirá pele, músculos, cabelo, auxiliar na
circulação, suor entre outros. Sendo assim, compreender e saber questionar sobre este tópico
ao paciente garantirá detalhes sobre sua patologia.

Sede sem Ingestão de Líquidos:


 Indivíduo tem sede;
 Mas ingere os líquidos em pequenos goles, de preferência por líquidos em
temperatura ambiente, associado a quadros de deficiência de yin e os sintomas
serão compatíveis com os zang fu acometidos pelo calor vazio.

Sede aumentada:
 Excesso de Calor que consome os líquidos orgânicos ou se bebe líquidos quentes
e alivia a sede;
 Há presença de estagnação interna de líquidos.

Ausência de sede:
 Os Líquidos Corporais (Jin Ye) não foram prejudicados ou pode indicar um
padrão de Frio;
 Geralmente de Estômago ou Baço. Divide-se em:

Deficiência de Yang do Baço


 Ausência de sede;
 Pouco apetite;
 Distensão abdominal pós-prandial;
 Cansaço;
 Lassitude;
 Membros frios;
Sol Instituto Terapêutico

Frio no Estômago – ausência de sede, dor intensa no epigástrio, sensação de frio,


membros frios, preferência por calor, vômito de fluídos claros, náusea, vômito após ingerir
líquidos frios.

Sede intensa Yang em Excesso


Sede em pequenos goles Yang Vazio
65

Pouca sede sem desejo de beber Yin Vazio


Ausência de Sede Yin em Excesso
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
6- VISÃO

Em MTC, a visão tem relação com o Fígado, assim como sua vitalidade com o
Rim e o Jing. Observar os olhos do paciente traz informações importantes,
principalmente quanto a sua vitalidade.

Deficiência de Xue do Fígado


 Visão turva;
 Diminuição da acuidade visual;
 Diminuição da visão noturna;
 Miopia;
 Tontura;
 Entorpecimento;
 Formigamento de membros;
 Menstruação escassa;
 Compleição pálida-embotada;
 Em casos graves;
 Estrabismo.

Deficiência de Xue do Coração
 Visão turva;
 Palpitação;
 Tontura;
 Insônia;
 Sono perturbado por sonhos;
 Memória fraca;
 Tendência a assustar-se facilmente;
 Compleição pálida-embotada;
 Lábios pálidos.

Deficiência de Yin do Fígado


 Olhos secos;
 Visão turva;
 Tontura;
 Entorpecimento;
Sol Instituto Terapêutico

 Formigamento de membros;
 Menstruação escassa;
 Compleição pálida-embotada;
 Mas com rubor malar;
 Unhas secas e quebradiças;
 Pele e cabelos secos;
 Transpiração noturna.

Deficiência do Yin do Rim


 Olhos secos;
66

 Visão turva;
Página

 Tontura;
 Tinidos;
Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.
CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
 Dificuldades para ouvir;
 Memória fraca;
 Transpiração noturna;
 Boca e garganta seca à noite;
 Dor lombar;
 Constipação;
 Urina escassa e escura
 Cansaço;
 Lassitude.

7- SENSAÇÃO NO PEITO

A região do peito ou tórax tem grande influência na MTC,


principalmente na formação do Zong Qi (Qi Torácico), que influencia o Pulmão
e o Zheng Qi (Qi Verdadeiro) que se divide em Ying Qi (Qi Nutritivo) e Wei Qi
(Qi Defensor).
Desta forma, relatar a sensação do peito indicará padrões que indicarão
a fragilidade na região, comprometendo principalmente a imunidade e as
funções do Pulmão quanto à respiração, Wei Qi e absorção do Kong Qi (Qi do
Ar). Da mesma maneira, sensações de opressão torácica podem ser
relativamente descritos como Deficiência do Qi do Pulmão, Deficiência do Qi
do Coração, Calor no Pulmão ou Qi do Pulmão em contra-corrente.

A pergunta 9 – Tomada de pulso, observação será abordada


futuramente.

10- INSPEÇÃO

Em MTC, analisar o rosto do paciente quanto à transpiração, acnes,


coloração, flacidez entre outros diz muito sobre seus padrões internos. Da
mesma maneira, temos a relação dos Órgãos em cada parte do rosto, como
mostra a imagem abaixo.
Sol Instituto Terapêutico

67
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br
SOL Instituto-Escola de Formação Profissional
 Erupções cutâneas: Calor e Excessos
 Suor sem fluidez: Calor-Umidade
 Vermelhidão geral: Calor e Excessos
 Vermelhidão Malar: Calor Vazio
 Palidez: Frio e Deficiência de Xue
 Flacidez: Deficiência de Qi e Xue
 Escamações: Secura
 Manchas escuras: Deficiência do Yang do Rim
 Manchas arroxeadas: Estagnação e/ou Estase

AUDIÇÃO (Ausculta) e OLFAÇÃO

O Pulmão controla os sons, se entrar no Fígado é o grito, se entrar no Coração é a fala,


se entrar no Baço é o canto, se entrar no Rim é o gemido, se entrar nele mesmo é choro.
Sobre os odores, fica nítido o cheiro que o paciente apresenta, desde sua pele, hálito,
fezes, urina, também muito importante na anamnese.
Sol Instituto Terapêutico

68
Página

Rua Cel. Luís Americano, 315 - Tatuapé - São Paulo SP.


CEP: 03308-020
www.solinstituto.com.br