Está en la página 1de 203
'S + caderno de solucdes Peet eer ety ar eet ios Caicsed sh ‘We ‘4: a ¢ indice © —— sian A 6 16 8 By 30 BRS 42 43 45 46 Programa e Metas Curriculares de Portugués Capitulo A - As letras Cx eee lel) Oalfabeto escrito Oalfabeto falado As yoo: As consoantes Os ditongos Os digrafos Os grupos consonénticos Asilaba Acconstituigao da silaba A classificagio das palavras quanto a0 numero de silabas A.constituigdo da palavra: silaba tonica e silaba atona A classificagao das palavras quanto 4 posigao da silaba tonica Verifica o que aprendeste (© que aprendit Plim! Cory ES ee agi) da lingua Os acentos graficos til, a ceditha e o hifen As regras de acentuagao grafica As regras de ortografia Os sinais de pontuagao As regras de pontua Os sinais auxiliares de escrita As regras de translineacao Verifica o que aprendeste (© que aprendi! Plim! 48 49 50 52 54 58 6 62 £2s Beg 67 69 70 n 2 4 75 76 8 80 \ ', eS ERG ey C-Asclasses COPE ry Aclasse ea subclasse As palavras variéveis e invariveis Onome ‘© nome préprio ‘O nome comum eo nome comum coletivo © género: masculine e feminino © néimero: singular e plural © grau: diminutive e aumentativo Verifica o que aprendeste © que aprendi! Plim! O determinante © determinante artigo definido e indefinido © determinante possessive © determinante demonstrative O pronome © pronome pessoal: formas ténicas e formas Stonas © pronome possessivo © pronome demonstrative Verifica 0 que aprendeste (© que aprendi! Plim! Oadjetivo O adjetivo qualificativo O adjetivo numeral O género: masculino e feminine (© ndmero: singular e plural (© grau: normal, comparativo e superlativo Verifica 0 que aprendeste (© que aprendi! Plim! a1 82 as 87 89 n 93 9s 96 7 98 98 100 100 101 102 103 Capitulo C - As classes de palavras (continuacao) Overbo As conjugagées: 28 Cerl-or) e 3. Gi) © némero: singular e plural A pessoa: 1. #03. pessoas © modo: indicativo e imperativo © tempo: presente, pretérito e futuro (© presente do indicativo O pretérito perfeito do indicativo O pretérito imperfeito do indicativo © futuro do indicativo Os verbos regulares e irregulares Verifica 0 que aprendeste © que aprendit Plim! Oadverbio O advérbio de afirmagao O advérbio de negagéo O advérbio de quantidade e grau A preposigao As preposigées simples As preposigdes contraidas (© quantificador numeral Verifica 0 que aprendeste (© que aprendi! Pim! 106 107 107 109 m 1B na 14 ns 16 Ww 18 19 120 122 25 126 27 29 131 Capitulo D Bear As palavras simples e complexas (Os processos de formagio de palavras A derivagéo A composigéo © campo lexical ‘As onomatopeias As siglas Verifica 0 que aprendeste © que aprendit Plim! As relagdes entre palavras: sinénimos As relagdes entre palavras: anténimos Verifica o que aprendeste (© que aprendi! Plim! Capitulo E SCRE Os tipos de frase As formas de frase A expansio e a redugio de frases ‘As fungSes sintaticas: sujeito As fungées sintaticas: predicado Verifica o que aprendeste (© que aprendit Plim! 35 36 137 138 B9 140 141 12 146 8 150 152 153 154 156 157 158 159 Corr Baer aoe ry Os destaques do texto: italico, negrito e sublinhado Accoeréncia do texto Acoesio do texto Os conectores discursivos Qautor eo leitor Verifica o que aprendeste O texto narrative O texto descritivo O texto conversacional O texto poético O texto dramético O texto expositive A noticia A banda desenhada (© texto instrucional Acarta eo e-mail © convite, 0 aviso e o recado Verifica o que aprendeste © que aprendit Plim! ‘A margem, 0 parégrafo e 0 periodo 162 163 164 165 166 167 169 170 m 74 Capitulo G - Acomunica¢ao ‘A comunicagéo: tipos de linguagem O texto oral eo texto escrito Os principios essenciais de comunicagio O registo formal e 0 registo informal As formas de tratamento O discurso direto e o discurso indireto Verifica 0 que aprendeste (© que aprendi! Plim! Glossario Apéndice Programa e Metas Curriculares de Portugués (Conteddos Objetivos e descritores de desempenho do Programa das Metas Curriculares ‘Ano. ] i Respeitorregras da interagae diseursiva, pepe es 4.2 Respeitar 0 principio de cortesia. Percagio e discriminasao Sci Assis Cgosras onl pron fonéticas; consclénciaslabca; | &, Detenvolver a conseinciefonoligia « eperar com fonemos. | | 51 Discriminar pares minimos. _fensidade fono}ogies | 5.3 Conta nimero de silabes numa pale de 2,3 04 sabes, 10413 |) Asoc osfomes mins alsa detects dab, nttcamtdaas | Reheat ne rend en canee eos Correspondencias 6.3 Eseover toda tat do alabeto, as formas inGscul masula, een eT tm resposta to nome ou to segment erica que covresponde Ggtemsecimdacrtes, | mete Eovepordencte 6.4 Pronuncar of) segmentt) nico) de todos os grafemes com acento aie ka uciertis os gator e Ronges oo 6.5 Escrever todos os digrafos e ditongos, de uma das maneiras possiveis em portugués, quando stds peat) segmertt ica) serresponderta "16. Conheceroalfabeto eos grafemas. 6.1 Nomear a totalcade das letras do alfabetoe pronunciar os Alfabeto | respetivessegmentos fnicos ealiagio dos valores fonol6gico. Letra maicscula, letra 6.2 Fazer corresponder a formas minésculae maidscula de maiora ds letras minGscula do aifabeto. | Valores fonolégicos 6.3 Recitaro alfabeto na ordem dos letras, sem cometererros de posigdo de grafemas, digrafos relativ e ditongos 6.4 Escrever letras do elfabeto, nas formas miniscule e meidscula, fem resposta a0 nome da letra ou 20 segmento fénico que corresponde f | habitualmente aetea. tt = 3. Apropriar-se de novesvocdbulos. yen Vocabulério: | 91 Reconhecero significado de novas palavras, relatives a temas do quotdia: | alargamento e 10, drees de interesse dos alunos e conhecimento do mundo (por exemplo, | adequacio casa familia alimentagio, escola vestusro, fests, jogos e brincadeires, rimals, arc, cidade, campo) : Hq 1B. Desenvolver conhecimento do ortegrofia. 243, 12:1 Escrever corretamente a grande maioriadas slabasCV,CVC eCCY, | 20-21 Siabas, palavras em sitvagio de dtado. Gegularese 13.4 Eserever corretamente os grafemas que dependem do contexto | irveguares), frases fem que se encontram. | 13.5 Elaborare escrever uma frase simples, respeitando as regres E de correspondéncia fonema - grate ee ra serpama | 14 Mobfizoro conhecimento da pontuogée. (38 Sinise pontvago:ponto | 1 igetfe eliza adequndarert os Seguintes Smale pontuagio: | nal, pont de interroger ponto finale ponto de interogagS. : Zi. Descobrirregularidades no funcionomento da lingua. 58-59, cies tues 211 Fararferins emacs derames adios de exter | 76-77 | qualincativo: flexdo em sits lsouoggr tour | quafeativo:flexioem | 21.2 Formar singulares plurals de nomese acjetivos que segue a regra ore a 4geral (crescent -s 20 singular) inluindo os que terminam em -m | __efazem 0 puralem-ns i eae nase 72. Compreenderformos de organtagéo dolérico. 7-118 Se 22.1 pati de eividades de oralidade, verficar que hi palavras que tm _ Sana significado semelhante e outras que tém significado oposto. | [22 Ano fe Z Principio de cortesas [1 Respeitar egos da interagio discursive 164,166 formas de tretamento 1.1 Respeltaro principio de cortesia e usar formas de tratamento adequadas. | 6. Conhecer 0 alfabeto e os grafemas. [10-19 =. ‘Objetivos e descritores de desempenho Programa das Metas Curriculares 22 Ano (continuagio) 14. Desenvalvero conhecimento da ortografi. Savas, plovras, frases, texto | I.) Eserever corretamentetodes os slobes CV, CVC eCCV,em sitio | 20-21 Acentose tl de dado. | Identificare utiizaros acentos(agudo, gravee circunflexe) eat, | 30-31 15. Moblizoroconhecimento da pontuagéo. 40 15.1 Kentiieareulzaradequadamente a virgula em enumerages coordenasies 16, Tranterever e escrever textos. 16.3 Ererever um pequene text, em stuagio de tado,respeitando 34.37 Informagses, explicagdes: a ragrasposcionas © contexts relatives a grafia de cle; csislefxy pequenes naratvas lize min.em fungio ca conscante sequinte | 165 Escrever pequenas naratvas,apartirde sugestdes do professor, 42-1483 com identificaglo ds elementos quem, quando, onde, qué,como. | r 24. Explicit reguaridades no funcionamento da lingua. |s0-s1 nee 24.1 Identificar nomes. | Determinante artigo 24. Explicitar reqularidades no funcionamento da lingua. b64 Gofinido e indefinido) 24.2 Identificar o determinante artigo (definido e indefinido). | Marto 24. Explicitar regularidades no funcionamente da lingua. 24.3 Identificar verbos. | 24. Explicitar regularidades no funcionamento da lingua. | 72-73 pile apeliteative 24.4 Identificar agjetivos. | 25. Compreender formas de organizagéo do léxico. |e 25.1 A partir de atividades de oraldade e de litura, verfcar que hs palavras | aque tém significado semelhante e outras que tem significado oposto, Sinénimos ¢ anténimos: reconhecimento 3° Ano Sinal grfico: hifen 13, Mobilizar © conhecimento da representagso gréfice eda pontuacéo. 38-43 Sinal auxiiar de escrita: aspas 13.1 Identificar e utilizar ohifen. Sinais de pontuagao: 13.2 ldentifieare utlizar 0 seguinte sinal auxiliar de escrita pas, Ponto de exclamaslo, 13,3 Utiizar adequadamente os seguintes sina de pontuacio: ponto de ois pontos introduc do exclamagio} dois pontos (introdugbo do discurso deta) ravessio, scursodireto),travessio {no discurse direto). (0 discurso direto) 13.4 Fazer a transineagio de palavas no final das slabas terminadas em vogal | Translineagdo e-em ditongo ena separagio dos dgrafos er es 16. Escrever textos narratives. | 142143 16.) Escrever pequenes textos, incluindo os elementos constituintes quem, ‘quando, onde, o qué, come 16.2 Intrduzir dilogos em textos narativos. | Textos decaractersticas: 17. Escrever textos expostivos/nformatives. 152-153 narratives, expositiva, 174 Escrever pequenos textos, partir de ajudas que identfiquem | informativas,cisiogo: 2 introdugio 20 tépico, o desenvolvimento do topico com factos Carta, convite; dialog fe pormenores, ea concluséo, «legends para banda 18, server textos diologais. 146-147 desenhada 18.1 Escrever dialogs, contendo a fase de abertura, a fase de interacso fa fate de fecho. 19, Escrever textos diversos. | 1941 Eserevarcartase convites 187-158 19.2 Escrever falas, dislogos ou legendas para banda desenhacda [154-185 Monosstabos, cisiabor, | 26. Explor xpetosfundamentai do foroagi do portugues. |2228 trisslabos, polssilabos | 26. Clasificarpalavras quanto ao nimero de slabas. | phe ee ae | 26. Explicitor aspetos fundamentois da fonclogio do portugués. |24 26.2 Distingurslaba tonics da atona. | Silaba tonica e silaba stona (Conteados Objetivos e descritores de desempenho Paginas do Programa das Metas Curriculares 3° Ano (continuacao) Polavas agudas, graves 26. Explicitarexpetos fndamentes do fonologia do portugués 25-26 ce esdrinulas 6.3 Cassifcar polavtas quanto & posigao da sabe tonica, ‘Nome proprio e nome 27. Conhecer propriedodes dos palovas. 52-85 comum 271 Identifier nomes prprios © comuns. Pronome pessoal 2. Conhecerpropriedades dos poovres. 6 (Forme nies) 273 dentcarpronomes persons (forma tonic) Determinante demonstrative: | 27. Conhece propriedodes das polavos. 65-66 denerminante pestesihe. | 274 Identifier ox determinantes demonstrativose posessivos. T._ Conhecer propriedades dos paloves- 102 275 Wdentfcar © quantifieador numeral Advérbios de negeSo 77. Conhece propredades dos pelovas. 98 ode afragao, 27.6 kdentifiear advérbios de negagaoe de afirmacko. Palavrasvariéveis 7. Conhecer propriedades das palevres. “9 €palovras invariveis 27.7 Diatnguie palavras varavels de irvaréves. 27. Conhecer propriedades das polavros. 58-59, 27.8 Reconhecer masculinos e femininos de radical diferente. \ 76-77 27.9. Formar o plural dos nomes e adjetivos terminados em 2710 Formar o feminina de nomes e adjetivos terminados em Nomes, adjetivos qualificativos:flexo em género; flexdo em nimero Pronome pessoal (forma tonica): nomero, genero e peso 27. Conhecer propriedodes das palavras. or 27.11 Flexionar pronomes pessoais (ndmero, género © pessoa). 27. Conhecer propriedades dos polavras. 82 connate eter 27.2 Identificar as ts conjugagdes verbeis. 27. Conhecer propriedades dos palavras. 87,95 27.12 Cenjugar 0s verbos regulares e os verbosirregulares mais frequentes {por exemplo, dizer, estar, faze, ir, poder, querer, Ser, ter, vi) Flexdo de verbos regulares ce irregulares: presente eo ineative no presente do indicative. | Tipor de fra 2. Anolisar e estruturar unidadessintéticas. 122-124 ca ciaativa, frase interrogativa | 28 Identificar os seguintestipos de frase: declarativa, interrogate frase exclamativa eexclamatva. Frase afirmativa 28. Analsore estruturar unidades sintaticas. 125 frase negativa 28.2 Distinguir frase afirmativa de negative. 28. Anolisar¢ estruturar unidades sintticos. Discurso direto 28.3 Identificar marcas do discurse direto no mado escrito, 28. Analisor e extruturar unidades sintaticas. Expansio e redugio de frases. | 28.4 Expandire reduir frases, acrescentendo, substituindo, deslocando ou suprimindo palavras e grupos de palavras. 29. Compreender processos de formagdo de organizagao do 291 Identificar radicais de palaveas de uso mais frequente, Radice de palavras Pee 75. Compreender processos de formagéo de organizagio do léxico, ‘Afixos; prefixos e sufixos 29.2 ldentificar afixos de uso mais frequents. 29.3 Produtir novas palavras a partir de sufixos e prefixos, 29. Compreender processos de formagdo de organizagao do léxico. wm-12 Familias de palavas 29.4 Revorhecerpalavras ue pertencem & mesma familia 29. Compreender pracessos de formagio de orgonitagao do léxico. 117-18 Shetnlmos seasnines 295 IdentfiearrelagSes de significado entre palavras:sindrimos ¢ anténimos yados Objetivos e descritores de desempenho pecanae’ rograma das Metas Curriculares ig 42 Ano Fregisto de lingua formal | 1._Excutar para aprender e construitconhecimentos. 165-168 Aeerformal | 1.5 Identificar ciferentes graus de formalidade em discursos ouvides. “4. Produc dscursos com diferentes fnaidodes tendo em conto asituogdo | 158 ‘Aviso, recado, conte eo interlocutor, 4.3 Formular avisos, recados, comvte. Sinais de Pee tod | 14. Mobilizar 0 conhecimento da representagdo gréfica e do pontuacao. 38-44 dois ports inteduedo de 141 Utiraradeqndhmente ox sequntes sas de ontasho dos porter Se noesh reticence: (introdug3o de enumerages); reticéncias; virgula (deslocag3o virgula (deslocacao de de elementos na frase). i Hi i elementos na frase) | 42 Utiizarorparenesescurvos, Sinal ausiliar de escrt 114.3 Fazer a translineagio de palavras em consoantes sequidas pertencentes Reeressescurvos a silabas diferentes e em palavras com hifen. Transineacio (progress) es ere mien, Textualizecio: mecanismos de |, pg 5. Redigr coretament. 136-138 czesiondcomrris toms | seat tevon edo ot cain conse comrnc | Tominalse pronominais |)” gdequados (retomas nominal e pronominal; adequacio dos tempos adecuagio dos tempor verb | Sori conectoesdisursWa0. onectoresscursios) | | | 17. Escrever textos narratives. 142-143 | 171 Escrever pequenos textos, integrando os elementos quem, quando onde, ‘0 Ue, como erespeltando uma sequéncia que contemple:presentacHo do cenario e das personagens, agao e conclusao, 172 introduardaserigoes na naratv. ‘18. Escrever textos expositivos/informativos. 152-153 Tertos decaracterstica: | 181 Escreverpequenos textos com uma introdilo 20 topo; o desenvolvimento narraivs, expositivas deste, com ainformagao agrupada em pardgrafese uma conclusbo, descrgao, didlogo 19, server textos daipats 146-147 Carta, convite;dilogo | 19.1 Escrever didlogos, contendo a fase do abortura, fase de interagio log - ¢ legends pare bande ta Fase de fecho, com encadesmento lgica, desenhade 20, Eserever tents deserves 144-145 20.1 Eserever descrigBes de pessoescbjtos ou pasagens, referindo carecterttieas exsencas 21. Escrever tees dversot 211 Eserevercartas e conites. 197-188 | 21.2 Escrever falas, dislogos ou legendas para banda desenhada. 154-155 | 213 Eserever avis, (opetonal 158 Te epee mre Texto postica estrofe, verse, | 24:1 Reconhecercaractereics exenciais do texto postice extrofe verso, | 148-149 roe rima e sonoridades. Personagens prinipas; | 24.2 Reconhecer onomatopeis 14 cae 24.3 Identificar, justificando, personagens principeis e coordenadas de tempo ee de hger Cust do toxtoem partes 24.4 Delmitaros trés grandes momentos da ago situagio inca, 142-143 (ae desenvolvimento e situagio final. 7 27 Dine eescever, em termes pesoolseeritivos. 142-143 | 273 Eserever pequenas narratives, a partir do ajuda, qUe identiiquem & Texto escrito:narratvas __|—_sequéncias apresetaro do cerio(empo ugar dos personages | acontecimento, esencadeador da 2530; 3580; conclusdo; emogoes | __Siteniente rovosados elo desteco dros | 28. Conhecer propriedades das palavros e explicitar aspetos fundamentais Nomeseadjtivosterminados Nemes eaditienerninads | "eee muragie sv erspartonnts seis Fone caine 28.1 Formar o plural dos nomes e adjetivos terminados em consoante. 58-59 ot 28.2 Formar o feminino de nomes e adjetivos terminados em consoante. ‘76-77 Nomes: variago em grau | 28. Conhecerpropriededes dos polovos explicitarespetesfundementas | da sua morfologiae seu comportamente sntético. [28.4 Fazer variar 05 nomes em grau (aumentativo ¢ diminutivo). Contetidos ‘Objetivos descritores de desempenho ] do Programa __| das Metas Curriculares |_4-° Ano (continuagée) - Ti” Conhece propredade ds polowoseexplitrexpetosfundamentas [78 Gravs dos adjetvos da tuo merfologiae seu comportamentosinstice 20.3 dentifenr ox gavs dos acervoseproceder a leraes de aru, Flows de verbos requares | 78. Conkecerpropriededes dex polovaseexplicitaraspets fundamentals | 85-B6, tineguares:indeatvo ae merfaogine seu comportomento sinttice. 99.95 (pretsrito perfeito, | 26.5 Conjuger verbos regulares e verbos irregulares muito frequentes een Reperfto future), | ne naeatv (preter perfeito, preterit mperfeit e futuro) croimperatve. at Ta. Conhecer propriedodes das polovras e explicitar ospetos fundamentais | 67 Pronome pessoleretoma _dasua mrfoogie sev comportamento sinttiza | da roferancie nominal ¢.6 Substiuir homes pelos corespondentespronomes pessoa. [2857 Relesionar os pronomes pessonis com 05 nomes que subttuem, fa 29. Reconhecerccses de polowes. 30-57 Nome comumcoletive _ 25 Integrar x palavrasnas closes aque pertencer: rome: popro.comumecomum cleo. a fect taraeae 7. Reconhecer clases de polewros. Ves peal eevetaeaneres 29. Integrar as palavras nas classes @ que pertencem: a | b) adjetivo: qualificativo e numeral zs | 75. Reconhece classes depalovro. a 2 Integer os palvra ny cases a ue pertencem: | Serbo lee 79. Reconhecer classes de paleo. 0-9 Advérbio de quantidade 29.1 Integrar as palavras nas classes a que pertencem: i ‘Dederbio de nega, de sfiracio ede quantdadee rau Pronome pessoal 7. Reconhecer cases de poavos. 8 (Foon tniene forma dtona;_| 29 Integra as palawes nas classes 0 que pertencer pronome demonstrative FH incnomes pessoal forma tonic form ston), demonstrat [pronome posensvo—_|_epostesivo DD. Reconhecer cases de poaves. 100-101 55. ntegrar os pelavrs as cases aque pertencer: propose : 0. Compreender processes de formogde «de organize d xcs. 106 | ol denier races 20. Compreender process de formaydo ede organiza do lic v07-108 Prefixos ¢ sufixos | 30.2 ldentificar prefixos esufixos de utilizagao frequente. i 30.4 Produ novspalawras oper de sutivose prefs L_ Panwassinpleve pulowas | 20. Compreender process de formagioe de organizes do ei. 706 | 30's Dut palbeas tinplate compen. ; stasrearnenceene 50. Compreenderprocesos de fermagSo ede erganiagéo do xo. wie Fs 30.5 Organizar familia de palavras. i Fangbessntaticn 5), Anolsre estratraruidades ntti. 127-130 Sujetoe predicado 5 kdenticar a equines Fungoes sities . ‘2-124 frase imperative S12 Kent iar Upode fase impertva Discurso dreto edcurso | 31. Anaiar e extretrar anidadessntatcas. 167168 313 Dating escurso eto de dacuro Inet. Pe 5). Anolisar estraturaronidade sintticos. 26 Expansio e redugdo de frases | 3) 4 Expandir e reduzir frases, acrescentando, substituindo, deslocando u suprimindo palavras ¢ grupos de palavras. © pai, que se chamava Alfabeto e tinha ainda mais 25 filhos depois dele, exclamou: — Gosto muito de vos ver contentes! Alice Vieira, Livro com Cheiro © Baunilho, Texto Editores, 2007 O alfabeto escrito Oalfabeto de uma lingua o conjunto ordenado das letras que se utilizam para reproduzir os sons da linguagem falada. O alfabeto da lingua portuguesa pode representar-se na forma mindscula e na forma maidscula, em letra de imprensa ou em letra manuscrita. abcdefghijkImnopqrstuvwxyz ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ abedefghiphlmmengnalumnmoyy ABCDETELIFKE MN NOPZRPTUL WEY Z |. Completa o alfabeto com as letras em falta. 4 4 O alfabeto da lingua portuguesa é composto por (a) letras. © Alfabeto do Corpo Humano, de José Jorge Letria, Oficina do Livro Asletras e os sons da lingua ‘As letras tem um nome, embora possam ter varios sons. AG jiGot) | sSlesse) bB(bé) kK (Capa cuca) tT (ta) eC (a) IL@le) uw) 4D Ge) mM(eme) VV) [eE@ “nN@ene) —— wW(dablio) f oe) FF (efe) 008) xX (xis) ” r . gG(geougué) pP (pa) VY Gipsilon) e hH (ga) © qQ (qua) 22) 0 rReerre) As letras k, w @ y usam-se apenas em palavras de origem estrangeira, siglas, simbolos ou unidades de medida. Por exemplo: Taylor, windsurf, km, OK, WWW. Escrever por ordem alfabética é ordenar um conjunto de letras ou palavras pela ordem em que se encontram no alfabeto, tendo em conta as suas letras iniciais ou seguintes. 2, Lé o poema e rodeia as palavras que comegam pela letra b. Um dia 0 boi, 0 burro, 0 besouro, O borrego, o bifalo e a borboleta Repararam que os seus nomes Comegavam todos por b. Disseram ao mesmo tempo: _ : — Que bonito! ‘Maria Alberta Menéres, Conversos com Versos, Asa, 2010 2.1 Esereve por ordem alfabética as palavras que rodeaste no poema. smumnn(” Sabias que? _!mnmwmnansnunaMNANHAHHANANAHNNNHN © alfabeto braille 6 um cédigo escrito, representado por pontos salientes, que permite que os cegos leiam, através do tato. Procura um exemplo da escrita braille numa caixa de medicamentos. W 12 O alfabeto falado O alfabeto escrito tem 26 letras, mas a essas letras ndo correspondem apenas 26 sons. O alfabeto falado tem mais sons do que as letras do alfabeto escrito. Existem letras que tém varios sons, e existem varios sons que sao representados pela mesma letra. A mesma letra pode ter sons diferentes. Por exemplo: Letraa Letrae Letra o | Memoree gato/facil boneca/boné | dominé banana ledo dado avela. camelo torre telefone poe 1. Liga as palavras em que a letra destacada tem o mesmo som. amarelo veado 2. Esereve uma palavra com o mesmo som da letra destacada jacaré arvore caneca ) selo roma camaledo | 5. As letras e os sons da lingua = Aletra ¢ em camelo, couve e cuidado tem o som da letra __ Lé e descobre os diferentes sons da mesma letra. Aletra c em cigarra e cebola tem 0 som da letra : Aletra g em galinha, golfinho e agulha tem o som da letra 5 Aletra g em girassol e geral tem o som da letra _ ee > A letra r em Renato, raio e Henriqueta tem um som forte / fraco. A letra r em arara e sonhar tem um som forte / fraco. Aletra x em xisto tem o som da letra x, em exercicio tem 0 som da letra z, em proximidade tem o som da letra s e em oxigénio tem o som cs. A letra x tem sons. © mesmo som pode ser representado por letras diferentes. Descobre-as. Nas palavras eampedo, quinze e karaoke, o som da letra k é produzido pelas letras : e : Nas palavras sereia, cabega, circulo e maximo, o som da letra s é produzido pelas letras eee Nas palavras azeitona, roseira e exame, o som da letra z é produzido pelas letras : e . ne Nas palavras Julio e gelatina, o som da letra j é produzido pelas letras e “ Nas palavras Xavier e chinelo, o som da letra x é produzido pelas letras e Em algumas palavras, a letra h ndo tem som, ou seja, nao se 1é. Acrescenta palavras a lista de exemplos seguintes. + No inicio das palavras: horrio, helicéptero, —__ + Em palavras compostas por duas palavras ligadas por hifen (: anti-higiénico, pré-historia, super-homem, = + Em interjeigdes: Ah!, Ohi, OH Perdeu uma Perna, de Ana Vicente, Oficina do ak 16 As vogais © alfabeto € constituido por letras que representam, na escrita, os sons das vogais e das consoantes da lingua falada. Vogais: a, @,i,0, u. Consoantes: b, ¢, 4, £9, hy jk, m,n, p,q, 6 8, t Vx, 2 Além destas 24 letras, existem também as letras y € W, que podem funcionar como vogais ou consoantes. Por exemplo, o y tem o som da letra i (hobby) e o w tem o som da letra u (windsurf) ou o som da letra v (wagneriano). As vogais podem ser orais ou nasais. Quando se pronuncia uma vogal oral, o som sai livremente pela boca, como acontece em menina, lobo, bussola. As vogals orais séo representadas pelas letras: aeiou Quando se pronuncia uma vogal nasal, o som sai pela boca e pelo nariz, como acontece em mie, melées, mundo, pente, computador. As vogais nasais sdo representadas por: 4 an am en em in im 6 on om un um desc Nad 1. Noalfabeto seguinte, pinta de amarelo as consoantes e de verde as vogais. No caso das letras w e y, podes pinté-las de ambas as cores. ABDOOOHUHOHUWKhO)™) NHOMQVROOYNDIWMWAOOZ 2. Léas palavras e redeia a azul as vogais orais e a roxe as vogais nasais. antigo perfume gua inventor mochila empada escola campedo aventura livro sabedoria André histéria Mariana avelé umbigo 2.4 Sublinha as palavras que comegam por vogal. As letras e os sons da lingua - As consoantes ‘As consoantes formam-se quando o ar no sai livremente pela boca e 0 som produzido é modificado pelos labios e pela lingua. quinta foca boca Pedro "As consoantes andam sempre acompanhadas por vogais. 4. Completa as palavras com as consoantes em falta. 2. Insere a consoante s nas palavras e escreve a palavra que descobriste. gota rico lema ruga pote ama pata gata 3. Substitui uma das consoantes das palavras e legenda as imagens. é. . ¢ es) te terra ponte | parte touro sente Os ditongos © ditongo forma-se quando uma vogal se junta a outra que com ela forma uma sé silaba. Por exemplo: ©som do ditongo sai pela boca ou pelo nariz de uma sé vez, pois pertence sempre a mesma silaba. cauda oito irméo _beijo 1. Nas palavras destacadas, redeia os ditongos. — O Rui fugiu de casa — gritou 0 Joao. — Nao o encontrei em lado algum. Pai, mae, Jodo — tudo andou & procura do Rui. Mas o Rui nio aparecia. Nao estava no desvae do corredor, nem em casa do vizinho Simées, que tinha um papagaio de que ele gostava muito. Nao estava em casa da avo Aida que, assim que 0 vé, Ihe pée na mesa geleia de ameixa e leite quente com cacau. Nao estava no museu em frente, onde hé ledes e um esqueleto de dinossauro. ‘Alice Vieira, Livro com Cheiro © Chocolote, Texto Editores, 2008 1.1 Esereve os ditongos que descobriste. As letras eos sons da lingua m ditongos podem ser orais ou nasais. mau cantei foi aconteceu gritei boi O O Os digrafos Os digrafos séo grupos de duas letras que representam um Gnico som, pelo que uma palavra com um digrafo tem mais letras do que sons, Por exemplo, a palavra earre tem cinco letras e apenas quatro sons. 1. L@as palavras e redeia os digrafos. Blt >| e serra passaro ninho _velho chuva guerra quilo Em portugués, existem os seguintes digrafos: | Meee | rr ss nh th ch gu qu (apenas junto das letras e oui) 2. Pinta o namero de triéngulos que corresponde aos sons de cada palavra. Segue o exemplo. olho terreno pessoa queque MAMAAA AAAAAA AAAAAA AAAAA vizinho Guida chuva BAALAAA AAAAAA AAAAAA 3. Completa os nomes dos animais com os digrafos em falta, ms. © ove. a ofa ols gurtla. igs ogg, a. —_int i Aa, 18 As letras e 0s sons da lingua bid s grupos consonéanticos Im grupo consonantico é o nome que se d le duas consoantes numa mesma silaba. ungao 5 grupos consonanticos mais frequentes so aqueles em que a segunda letra é! ou r: bi, cl, dl, fl, gl, pl, tl; br, ‘er, dr, fr, gr, pr, tr vee s grupos consonénticos menos frequentes so: gn, mn, pn, ps, pt, tm. Descobre 14 palavras com os grupos consonanticos mais frequentes. ror owaora bcos O>r Tr DUMNMOPZ owo<>aO> (->amooas rPmvO<>pme nNOMODZAYD c2zoOnmr win 4amp-o-vev nOOrPuCrK oD | 1.1 Esereve as palavras que descobriste. Completa as palavras com alguns dos grupos consonanticos menos frequentes. Asilaba Ao pronunciar uma palavra lentamente, separamo-la em unidades (tantas quantas as vogais) que, no seu conjunto, constituem uma palavra, Aeessas unidades damos o nome de silaba. 1. Descobre as palavras que esto divididas em silabas U © rodeia-as. As vezes 0 meu pai debrugava-se sobre 0 meu bergo e murmurava: — Ba.na.na E as vezes, as escondidas, vinham os meus irméos, o Diogo eo Pedro, debrucavam-se sobre o meu bergo e murmuravam: — Dor.mi.nho.co Claro que isso nunca ninguém soube. A primeira palavra que eu disse foi «Avon. Alice Vieira, Livre com Cheire « Banano, Texto Editores, 2010 (adaptade) 2. Pinta os circulos de acordo com o nimero de silabas de cada palavra. Escreve as palavras, dividindo-as em silabas. Segue o exemplo. mesa cadeira borracha livro cartaz desenho caderno OOO O00 OOO As letras e os sons da lingua ” constituigao da silaba |. Lee descobre como sio constituidas as silabas. Sublinha o que descobriste. Toda a manhé procurei uma silaba. E pouca coisa, é certo: uma vogal, uma consoante, quase nada. Mas faz-me falta. S6 eu sei a falta que me faz. Por isso a procurava com obstinagao. Eugénio de Andrade, Oficio de Pociéncia, FEA, 1994 Em portugués, as silabas podem ser constituidas por: a) vogal: afia-lapis b) ditongo: Aida ¢) vogal ou ditongo + consoante: armério, auscultador 4) consoante + vogal ou ditongo: livro, cadeira €) consoante + vogal ou ditongo + consoante: lapis, bales f) 2. consoantes + vogal ou ditongo: professora, livreiro 9) 2 consoantes + vogal ou ditongo + consoante: frasco, degraus 2. Faz corresponder uma das alineas acima a cada uma das palavras Seguintes, de acordo com a constituigao da silaba destacada. O giz () unha ©) itha © euromithées O vidrao () autoavaliagao ©) almofada C) leiga © pe A classificagdo das palavras quanto ao nimero de silabas 1, Lé e descobre quantas silabas tém as palavras destacadas. © monossilabo deu o cha ao pai O dissilabo fugiu para cima do gato Otrissilabo tropegou e deslizou até ao cadeirao O polissilabo arrecadou a magnifica televisio. 2. Completa as frases, de acordo com o numero de silabas das palavras, As palavras deu, ché e pai tem silaba. ‘As palavras fugiu, para, cima e gato tem silabas, As palavras tropegou, deslizou © cadeiréo tém —_ silabas. As palavras eserevinhou, magnifica c televisio tem _ silabas. De acordo com o nimero de silabas, as palavras séo classificadas da seguinte forma: * Monossilabo: palavra com uma sé silaba ae + Dissilabo: palavra com duas silabas labo: palavra com trés silabas bo: palavra com mais de trés silabas . Descobre o niimero de silabas de cada palavra. quatro brincadeira paz caracol 22 felicidade torre estudante chao As letras e os sons da lingua S Observa e encontra imagens que representem palavras constituidas pelo numero de silabas indicado abaixo. Esereve-as nos conjuntos corretos. Dissilabos Trissilabos Polissilabos 5. Descobre outras palavras, alterando a ordem das silabas. ) broa logo cava toca cacho J A maior palavra da lingua portuguesa 6 Pneumoultramicroscopicossilicovuleanoconiose (oenca pulmonar causada pela inspiragao de cinzas vulcanicas) () Aconstituigao da palavra: silaba tonica e silaba dtona ue 1. Lé.o poemae diz em voz alta as palavras destacadas. Descobre a silaba que pronunciaste com mais intensidade em cada palavra e redeia-a. Esta palavra é uma nuvem, 4s Aquela palavra é uma pétala, Esta palavra 6 um cantaro, Aquela palavra é uma chama. Esta palavra é um sino, Aquela palavra é uma pedra. Jobo Pedro Mésseder, Verses com Reversos, Editorial Caminho, 1998 Uma palavra é constituida por uma silaba tonica e uma ou varias silabas atonas. A silaba ténica é aquela que se pronuncia com mais intensidade quando se lé a palavra. As silabas atonas séo as restantes silabas que constituem a palavra e que se pronunciam com menos intensidade. Na lingua portuguesa, uma palavra tem apenas uma silaba ténica, mas pode ter varias silabas dtonas. Gree ned 2. Completa. Palavra Divisdo silabica Silaba ténica —_Silabas dtonas ab6ébora laranja pinhio tamara castanha 24 As letras e os sons da lingua -™ classificagdo das palavras quanto a posi¢ado silaba ténica A Ménica Tinha um diario E tinha um herbario E tinha um sumario E tinha uma tanica... Lé e rodeia a silaba tonica nas palavras destacadas. E grave é muito grave Se o lavagante sonha ser uma corvina Ese acorvina sonha ser uma menina E se a menina sonha ser uma sereia. José Fanha, Esdrixulas, Graves ¢ Agudas - Mogrinhas e Barrigudos, Texto Editores, 2010 Do Brasil a0 Paquistio Do Paquistio ao Estoril A partida era sé um A chegada mais de mil. we 1.1 Escreve as palavras destacadas na coluna correta, de acordo com a posigo da silaba ténica, Silaba ténica na... .» antepeniltima silaba (3! silaba a contar do fim) peniltima silaba jlaba a contar do fim) Ultima silaba jlaba a contar do fim) a) Esdraxulas, Graves e Agudas - Magrinhas e Barrigudas, de José Fanha, Texto Editores 25 A slabs tonica pode ocupar posigées diferentes na ae palavra, determinando a sua classificago: _ Memori + A palavra aguda quando a silaba tnica é a éltima 2 silaba da palavra. + Apalavra grave quando a silaba ténica é a peniiltima silaba da palavra. +A palavra € esdraxula quando a silaba tonica 6 a antepentiltima silaba da palavra. O EGA vai ajudar-te a memorizar! EGA Esdraxula (antepeniltima silaba) ) "Aguada (Gltima silaba) ) ( Grave (penditima silaba) ) 2. Identifiea cada um dos conjuntos de palavras e classifiea-es quanto & posicao da silaba tonica. atengado magnifica ponte gritar Alvaro verdade ananas paciéncia érgao ——$— — — : >) Palavras Palavras | Palavras 2.1 Escreve nas linhas acima mais trés palavras para cada um dos conjuntos. 26 As letras e os sons da lingua Vanier tera 1. Completa com a letra antes e depois, de acordo com a ordem das letras no alfabeto. CTel) Clk Q ane 1.1 Pinta as consoantes do exercicio anterior. Escreve as palavras na coluna correta. Aveiro Ditongos orais __Ditongos nasais cg SERRE OSS Oe ers os Use| melées Faixa ] Viseu pies faisao Be 3. Liga corretamente. Grupos consonanticos Digrafos 4. Completa, de acordo com o que é pedido. : Classificagso Rae Divisio lassficago quanto silébica eaeeie posicdo da bee silaba tonica Japio Angola México Guiné Mogambique O que Ey este ALFABETO Forma mindscula e maidscula Letra de imprensa e manuscrita a,b, ¢, d, e, f, g, h, i,j, ky I, m,n, 0, p,q, FS, a, b, ¢, d, e, f, g, hy i,j, ks 1, m,n, 0, p,q, r,s, th ULV WX, Ys Z tU,v, WX, YZ A F,G,H, I,J, K,L, M,N, O, P, 0, od a fg Bas fhe amy a 8 pu g QRS TUVWXYZ 1 8s, A M95 Ea bad fahikhmn,p.g 5st %%z Orais: a, e, i, 0, u { Orais: ai, au, ei, eu, iu, oi, ui Nasai em, in, im, 6, on, om, (seis de, 0, ) (seis de, 0, ) 40, 6e un, um pe bl, cl, di, fl, gl, pl, tl; br, cr, dr, fr, gr, pr, tr, vrs CONSONANTICOS gn, mn, pn, ps, pt, tm A aa, DIGRAFOS ( rssnhy th, ch, gu, qu ) eee CLASSIFICAGAO DAS PALAVRAS QUANTO AO NUMERO DE SILABAS Monossilabo Dissilabo Trissilabo Polissilabo Palavra com Palavra com Palavra com Palavra com mais uma silaba duas silabas trés silabas de trés silabas CLASSIFICAGAO DAS PALAVRAS QUANTO APOSICAO DA SILABA TONICA Silaba ténica Silaba que se pronuncia com mais intensidade Esdruxila Grave Silaba étona Antepeniltima Peniiltima Ultima Silaba que se silaba a contar silaba a contar silaba a contar pronuncia com do fim do fim do fim menos intensidade 28 ‘A.uma virgula sem nome Chamaram virgolina. Tinha um primo muito tonto Chamado ponto. Encontraram-se a esquina Da pagina de um conto. E pronto! Luis Infante, Poemas Pequenines pare ‘Meninas ¢ Meninos, Gallivro, 2004 Os acentos graficos Na lingua portuguesa existem trés acentos graficos: @ + Acento agude (’): assinala a vogal ou o ditongo que se pronuncia de forma aberta e marca a silaba tonica: Agua, café, pais, éculos, misica, etc. + Acento grave (): assinala a vogal que surge da contragao da preposiggo a como determinante artigo definido feminino (a + oua tas = ag) ‘cou com o determinante ou pronome demonstrativo (a + aquele = Aquele). Na lingua portuguesa, 0 acento grave s6 se escreve nas seguintes palavras: a, as, Aquele, aquela, aquilo, aqueles, aquelas. Nao se emprega em mais nenhuma palavra. + Acento circunflexo (*); assinala as vogais a, e € 0 que se pronunciam de forma mais fechada e marca a silaba ténica: |ampada, |é, av. 1. Lé o texto e rodeia as palavras acentuadas graficamente. — Posso ir com vocés? — perguntou a Isabel. — Isso é que ndo — disse 0 pai. — S6 vai ao po quem tiver um acento no nome. — O qué? — estranhou a Isabel, que era muito pequena. < Maso Libanio era mais velho e explicou: — Um acento é um sinal que se pde em cima de certas letras... Olha: 0 € em Inés, 0 4 em Tomas, 0 é em Amélia, 0 4 em Libanio, M que sou eu. — Mas como la em casa toda a gente me chama Bé — disse a Isabel, que era muito pratica —, esta o caso arrumado! Alice Vieira, Livro com Cheiro @ Chocolate, Texto Editores, 2008 (texto com supressées) 1.1 Esereve os nomes das personagens acentuados graficamente. 2. Acentua as palavras corretamente. publico silencio tenis. ~—aqueles_lapis | agucar tarantula oasis as tambem 30 Aescrita da lingua = til, a cedilha e o hifen til indica que determinada vogal ou ditongo é nasal: 2 , balio, limdes. cedilha emprega-se na letra c para esta ter 0 som letra s antes das letras a, o e u: calgado, acorda, careiro. hifen usa-se para: ligar elementos de algumas palavras: guarda-chuva, cor-de-rosa, pré-escolar, ex-colega, vice-presidente, super-homem, micro-ondas ligar os verbos aos pronomes pessoais: disse-Ihe, contou-me, escreveu- -lhes * separar as silabas de uma palavra no final da linha: choco- / late 1. Coloca o til na letra correta. avela colchoes_ ~— mexilhao.—-érgao maes camioes anao la Damiao 2. Completa as palavras com ¢a, ¢0, gu. eal» patho a_can a_eema, a a 3. Usa o hifen para ligar os elementos e escrever seis palavras. couve os mar saca flor cor rolhas de Montes feijio rosa beira Tras verde As regras de acentuagao grafica A ~ So acentuadas graficamente as palavras agudas terminadas em: 78, 7, +0: Ci avé, avé, pa -em ou -ens, com mais de uma silaba: armazém, alguém, Santarém -eis, plural de palavras terminadas em -el: anéis, pincéis ditongo oral aberto: chapéu, lengéis -i ou -u, que no formem ditongo com a vogal anterior: pais, bat E também as formas verbais com pronome terminadas em -a, -e, 0: fazé-lo, conté-lo, pé-lo. B ~ Sao acentuadas graficamente todas as palavras esdrizxulas. Exemplos: idolo, cémoda, angulo, péssego. 1 Completa as palavras com a silaba em falta e acentua-as graficamente. 2. Deseobre duas palavras esdrdxulas em cada um dos provérbios e 32 rod Quanto mais médicos, mais moléstias. Mais vale a pratica do que a gramatica. Aescrita da lingua @ Acentua corretamente as palavras esdrixulas e sublinha-as. A Monica Tinha uma maquina E tinha uma magica E tinha uma metrica E tinha uma musica E tinha uma tonica Mesmo no meio da cabega. José Fanha, Esdréxulas, Graves e Agudas ~ Mogrinhas e Borrigudes, Texto Editores, 2011 ~ So acentuadas graficamente as palavras graves terminadas e + -l,-n,-1, x: facil, hifen, agiicar, torax + -i(s) ou -u(s): lépis, virus * ditongo oral: tiineis, pénei “+ vogal ou ditongo nasal: érfa, érfao, album E também as palavras com vogal ténica i ou u que nao forme ditongo: saida, satide. 4. Em cada um dos grupos existe apenas uma palavra grave que nao é acentuada graficamente. Deseobre-a ¢ rod abdomen acordao fenix bonus galinha tunel automovel serpente 4.1 Acentua corretamente todas as outras palavras. As regras de ortografia Algumas regras da escrita de vogais e ditongos o1 is ‘A - Em algumas palavras escreve-se a letra e antes de uma silaba iniciada por vogal (por exemplo, leao), mas 0 e temo som da letra i. A letra i tem sempre som da letra i. B — Escreve-se sempre a letra o (mas que tem 0 som da letra u) no final das palavras, 8 excegdo de algumas palavras agudas (por exemplo, caju, urubu, tu, tatu, hindu, tofu, bambu) e de verbos no pretérito (passado) na 3.* pessoa do singular (por exemplo, cozeu, serviu, viu, pensou). C - Utiliza-se a letra u: «+ no inicio das palavras: uvas, ultravioleta, Ulisses «+ no meio das palavras quando faz parte da silaba t6nica: pantufa, camurga + quando as palavras terminam nos ditongos iu, au e eu: caiu, carapau, coliseu 1. Completa as palavras com as letras € ou i, ro ade phv_mende. Loner 1 opande police 2. Completa as palavras com as letras 0 ou u. Rome comgur— harvig. _de- gafombt it —_ bigs hocalha, Aapalein. pedi poli dice 3. L80 texto e sublinha os verbos no pretérito terminados em u. — Que é preciso fazer? — perguntou o Antonio. —Tudo — respondeu 0 anao. Entao o Anténio limpou, lavou, aspirou, poliu, varreu. — Agora é preciso tratar dos animais — disse 0 ano. % Ent&o, o Antonio escavou, ordenhou, selou e alimentou os ‘animais do anao. ‘Alice Vieira, Livro com Cheiro « Chocolate, Texto Editores, 2008 (texto com supressées) Aescrita da lingua ™ umas regras da escrita de vogais e ditongos nasais - Otil serve para marcar o som nasal das vogais e dos ngos. Por exemplo: maga, Cao, pée, mae. — Antes das letras p e b e no final das palavras usa-se a am: pomba, comboio, homem. Em todas as outras jtuagdes, utiliza-se a letra n: antipatico, ensinou, lulagdo, antigo, encarnado, indefinido. Coleea o til nas palavras finais de cada verso. Era uma vez uma ana Era uma vez uma mae Que sé gostava de maga A quem chamavam mama _ Era dona de um cao Que nao gostava de anoes Cujo cachorro era anao. E Ihes pregava sermoes. 2. Completa as palavras e escreve-as no local correto, de acordo com a escrita das palavras envelope e computador. 2_rsdlone co_ypulador smmu__de- hfe. te MUS mip te pu pr gio capi, bee Algumas regras da escrita de consoantes 1. L@ as explicagées e esereve outras palavras para yi cada uma das regras apresentadas. ‘Baste A-~Asletras r e s duplicam-se para manter 0 som entre vogais. 7 passaro Siena bas carro aes B~ Alletra s entre vogais tem 0 som da letra z. lasanha a C — As letras s er entre uma consoante e uma vogal mantém os sons das letras ser. yensamento a Henrique __ = iq D ~Aletra c antes das letras ¢ e i tem o som da letra s. cebola eee cinema _ E~Aletra g antes das letras ¢ e i tem 0 som da letra j. ginastica gelatina ; F —O digrafo gu antes das letras ¢ ei tem 0 som da letra 9. Guilherme G -Aletra h, embora nao tenha som, escreve-se no inicio de algumas palavras e nas interjeigées. Herculano _ Aescrita da lingua = A letra x usa-se quase sempre depois: um ditongo: caixa, peixe fa silaba en: enxada, enxoval ja silaba me: mexeu, mexicano Em algumas palavras ouve-se 0 som da letra x, mas e som é representado pelo digrafo ch. Completa com x ou ch e esereve as palavras no local correto. Escrevem-se com letra maitiscula: ‘0s nomes de astros e entidades sagradas: Lua, Sdo Joio ‘0s nomes préprios e apelidos de pessoas: Alice Vieira ©s nomes de rios, montanhas, regiées, cidades, ses, continentes, mares, oceanos: Douro, Serra da Estrela, Ribatejo, Evora, Portugal, Europa, lediterraneo, Atlantico s nomes de festividades e épocas histéricas: Carnaval, Pré-historia Os sinais de pontuagao Os sinais de pontuago representam, na escrita, a entoagao que se dé as frases. Comm O Serafim e 0 Malacueco vao ensinar-te a usa-los. (Excertos com supressdes e adaptados de Anténio Torrado, Teatro és Trés Pancadas, Caminho, 2013) © ponto final + Usa-se no fim de uma frase declarativa ou imperativa. «Malacueco e Serafim tomam conta dos remos.» «Toca a embarcar, Toca a remar.» «D. Ordonho |, rei das Espinhas de Carapau.» lepois de um ponto final escreve-se sempre letra maidscula, © ponto de interrogagao + Usa-se no final de uma frase interrogativa, ou seja, emprega-se para fazer perguntas. «E 0 Rei eo Pirata da Perna de Pau? Que sera feito deles?» © ponte de exclamacao + Usa-se no final de uma frase exclamativa, ou seja, emprega-se para expressar admiragdo. «Qual mensagem, qual carapuca!» + Usa-se no final de uma frase imperativa, ou seja, para dar ordens ou salientar o que se diz. «Obedecei ao Almirante-Mor!» «Puxa-nos para o mar! Socorro!» | + Usa-se com as interjeigdes. | «Eh! Eh! Combinado!. 38 Aescrita da lingua = Classifica como V (verdadeiro) ou F (falso), de acordo com 0 que aprendeste sobre os sinais de pontuagao. { O ponto de interrogagao serve para fazer perguntas. Os sinais de pontuacao representam a entoagdo que se dé as frases. Aseguir a um ponto final escreve-se sempre letra mindscula. Para expressar espanto termina-se a frase com um ponto final. Para informar ou afirmar algo usa-se 0 ponto final no fim da frase. Para dar ordens usa-se 0 ponto final ou 0 ponto de exclamagio. Completa com os sinais de pontuacao em falta. — Sabes quem eu sou(_ ) Serafim e Malacueco fazem que nao com a cabega(_) ~ Eh(_)Eh(_)Adivinhem(_)Sou a Branca de Neve(_) —Aprimeira vista nao parece(_) — Eh (_) Eh (_) Sou 0 Capuchinho Vermelho (_) Ou sou © Lobo Mau (_) Nao sabem(_) Sou o Pirata da Perna de Pau(_) = Que medo(_) reticéncias Usam-se para no terminar uma frase, indicando hesitago ou davida, «Se calhar era...» atlie Rel Escreve uma frase usando reticéncias. «Serafim e Malacueco na Corte do Rei Escama», em Teatro as Trés Pancadas, de Anténio Torrado, Caminho 39 A virgula é * Usa-se nas datas, a seguir ao local. — Porto, 12 de julho de 2015 % + Usa-se para separar elementos numa frase. «No nos chamem vagabundos, vagabundos, vagabundos, que vagabundos nao somos.» + Usa-se para separar 0 nome da pessoa a quem nos dirigimos do resto da frase. «Serafim, meteste-me em bons trabalhos.» «Que bonito, Serafim.» WV «Olha, Serafim, onde o peixe nos deixou» + Usa-se para separar alguns elementos relativos a0 tempo e ao espago do resto da frase. Ontem, o Martim leu a pega de teatro do Serafim e do Malacueco. Na proa, o Serafim olhava as ondas do mar. acl) 4. Escreve a data do dia de hoje. 5. Transforma as frases seguintes numa sé frase. Evita repetir palavras. Serafim pescou um carapau. Pescou um bacalhau. Pescou um besugo. Pescou uma dourada. Completa o texto, colocando virgulas nos locais corretos. Serafim © Malacueco vestiam calgas esfarrapadas camisola amarrotada botins de couro e chapéu de marinheiro. Nesse dia 08 dois vagabundos partiram para o mar. Na popa Malacueco & Serafim iam sentindo 0 vento do mar. — Serafim ainda bem que viemos! — Tens razio Malacueco! 40 Aescrita da lingua = jois pontos Jsam-se para introduzir a fala de uma personagem pessoa num diélogo. e rafim: Que bom, Malacueco. Estamos salvos.» Jsam-se para introduzir uma enumeragao. «Cenério: uma casa simples, uma porta, uma janela, com estrutura de rodas.» Isam-se para dar uma explicacao. wApareceram dois vagabundos: Serafim, o magro, Malacueco, 0 gordo.» itravessio ‘Usa-se para indicar a fala de uma personagem ou pessoa num dialogo. — Adorei a pega de teatro do Serafim e do Malacueco. — Eu também. E mesmo uma pega de teatro fantastica! Usa-se para isolar uma ou mais palavras da frase. «— Onde esto os barcos da esquadra? — perguntou o Pirata da Perna de Pau.» Completa o texto, colocando travessio e dois pontos nos locais, corretos. (_JAi que sono! Que preguiga! (_) boceja Serafim. (Ai que estafa! Que fadiga!(_ afirma Malacueco. Malacueco(_) Cansago de qué? Serafim (_) De nao fazer nada! L@ 0 texto, Reesereve o que o homem rico escreveu com duas + Possibilidades de pontuagao. Um homem rico, sem filhos, sentindo que morreria logo, pediu Papel e caneta e escreveu sem ter tido tempo de pontuar: «Deixo os meus bens 4 minha irma n&o ao meu sobrinho jamais sera paga a conta do mordomo nada dou aos pobres.» 41 As regras de pontuagao A= Depois de um ponto final escreve-se sempre letra (17 maidscula. (gia 8 — Nunca se utiliza a virgula: + entre 0 sujeito e 0 predicado: O Serafim, caiu do barco. X » entre o verbo e os restantes elementos da frase: O Serafim caiu, do barco. X » para separar 0 predicado e os elementos seguintes iniciados por que e se: O Serafim perguntou, se alguém o empurrara. X ‘C ~ Quase nunca se utiliza a virgula com os elementos e, nem, ou: Serafim, e o Malacueco gritaram por socorro . Nao foram salvos, nem se afundaram. Vao ter de nadar, ou mergulhar. X > D ~ O ponto de interrogago, 0 ponto de exclamacio e as reticéncias podem ser usados em conjunto numa frase, sem que esteja errado, . Completa as frases com o sinal de pontuagao correto. Que belo teatro(_} Viste a pega de teatro(_) Antonio Torrado é um escritor portugués (_ Emprestas-me esse livro(_) se faz favor (_) Ainda estou na divida se (_) Puxa o barco(_) (() Malacueco (_) dé-me a cana de pesca(_ 42 Aescrita da lingua S sinais auxiliares de escrita spas uw” eosparénteses curves () sdosinais “iliares de escrita. Blin sy re quando devem ser utilizados. Liga corretamente estabelecendo uma correspondéncia entre as regras de utilizagao das aspas e dos parénteses curvos e as frases. aspas usam-se no inicio eno (© OSerafim era muito «findrio». im de uma citacdo, por exem- «No nos chamem vagabundos, que vagabundos nao somos.» ‘plo, no excerto de um livro. Rei: Pescar e cozinhar para o ‘As aspas usam-se para indicar uma secgdo de um livro. rei € uma honra. (Dé-Ihes uma Os parénteses curvos usam-se quando se quer introduzir informaggo complementar ou uma explicagio no meio de uma frase. cana de pesca e uma frigideira para a mao.) Va, Marqués e Duque, ide, ide... Usam-se as aspas em algumas © Jodo leu a pega de teatro palavras ou expressées menos «Serafim e Malacuecona Corte comuns. do Rei Escama». Vv Pratica * Reescreve as frases colocando 0s parénteses curvos no local correto. Ajuda-me, Serafim. Serafim agarra-se a Malacueco. Ai que 0 peixe tem mais forga do que nés! Malacueco 0 pirata gordo estava quase a cair ao mar. Inclui as aspas nos locais corretos. Adorei a pega de teatro Serafim e Malacueco na Corte do Rel ee Escama e todo 0 livro de Anténio Torrado, Teatro ds Trés Pancadas. A gene, Este livro tem ainda a divertida pega O Zé das Moscas. — ao 43 As regras de translineagao Na escrita, quando nao ha espaco na linha para escrever a palavra inteir separamo-la em duas partes. Essa separagdo chama-se translineagao e& marcada por um hifen (-). Geralmente, segue as regras da divisao silabica, mas ha excegées. Na translineagao, no se separam: = as vogais que formam ditongos: cai-xa « os digrafos: cha-ve + duas consoantes que iniciam uma silaba: cir-cun-fle-xo + as vogais ¢ 0s ditongos dos digrafos qu ou gu: ma-qui-na Na translineagao, devem separar-se: * os digrafos rr e ss: car-ro, tos-se » duas consoantes seguidas que pertencem a silabas diferentes: pes-ca-da * sequéncias de vogais que pertencem a silabas diferentes: Co-im-bra 1. Inclui uma barra (/) no local onde é possivel fazer a translineacao. peixe ninho quadro paixio planta Guida velho cravo 2. Fara translineagao das palavras. burro péssego. -— nuvem_~—s ovo__—verde _beija-flor HAHAH EHEMNANMMNGKMNIR NRA Nas palavras em que ha um hifen e este coincide com o fim da linha, repete-se o hifen no inicio da linha seguinte: guarda- / -chuva. Devemos evitar escrever uma s6 vogal no inicio ou no fim da linha: a- / gudo. X 44 Verifica 0 que aprendeste 1. Corrige o texto, completando-o com os elementos em falta: acentua corretamente as palavras sublinhadas e inelui os sinais de pontuagao nos espacos. ©Ponto(_ Ja Virgulae o Ponto de Interrogacao tentavam descobrir qual deles era o mais importante(_ () Quem e que faz todas as perguntas(_} — disse o Ponto de (Eu sou a resposta a todas as perguntas(_) disse © Ponto. (JE tul_)serves para quel_}— perguntou 0 Ponto de Interrogacao a Virgula. (_) Experimentem dizer{_) Ana Teresa Maria Jose Rita Sofia eram da mesma familial} Sem mim(_} quantos irmaos tem a familial _) (Seis — diz o Ponto. O Comigo(_) podem ser apenas tres) Ana Teresa(_) Maria Jose(_} Rita Sofia(_) Mas também podem ser quatro{_)Ana(_}Teresa{_) Maria Jose) Rita Sofia. Sem mim{_) nunca saberao. —= — Pronto {_} disse o Ponto Final. (__} Digamos que valemos todos mesmo pois(_}sem pontos e virgulas(_} as palavras andavam todas perdidas pelo meio das historias. Alice Vieira, Livro com Cheiro « Chocolate, Texto Editores, 2008