Está en la página 1de 56

 

Portuguese titles selection 
 
 

C/ Estany 13, Nave D‐1 08038 BARCELONA 

Telf: (34) 932 988 960   Fax (34) 932 988 961 

E‐mail: info@puvill.com 

http://www.puvill.com 

www.facebook.com/Puvill.Libros 
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

Table of Contents

B - FILOSOFÍA. PSICOLOGÍA. RELIGIÓN ............................................................................................................................ 1


BF - PSICOLOGÍA ........................................................................................................................................................................ 2
BJ - ÉTICA. COSTUMBRES SOCIALES. ETIQUETA ........................................................................................................... 3
BM - JUDAÍSMO ........................................................................................................................................................................... 3
BR - CRISTIANISMO ................................................................................................................................................................... 3
BX - DENOMINACIONES CRISTIANAS .................................................................................................................................. 4
CS - GENEALOGÍA ...................................................................................................................................................................... 5
D - HISTORIA GENERAL Y DEL VIEJO MUNDO ................................................................................................................ 5
DK - UNIÓN SOVIÉTICA. RUSIA. POLONIA ......................................................................................................................... 6
DP - ESPAÑA Y PORTUGAL ...................................................................................................................................................... 6
DT - ÁFRICA (HISTORIA) ........................................................................................................................................................ 13
G - GEOGRAFÍA (GENERAL), ATLAS, MAPAS .................................................................................................................. 14
GF - ECOLOGÍA HUMANA. GEOGRAFÍA HUMANA ........................................................................................................ 14
GN - ANTROPOLOGÍA ............................................................................................................................................................. 15
GV - ENTRETENIMIENTO. OCIO .......................................................................................................................................... 15
H - CIENCIAS SOCIALES ......................................................................................................................................................... 16
HD - HISTORIA Y ECONOMÍA (PRODUCCION, TRABAJO, TIERRA) ......................................................................... 16
HM - SOCIOLOGÍA .................................................................................................................................................................... 17
HN - HISTORIA SOCIAL. PROBLEMAS SOCIALES. REFORMA SOCIAL ................................................................... 19
HQ - FAMILIA. MATRIMONIO. MUJER .............................................................................................................................. 19
HS - SOCIEDADES ..................................................................................................................................................................... 19
HT - COMUNIDADES. CLASES SOCIALES. RAZAS .......................................................................................................... 19
HV - PATOLOGÍA SOCIAL. BIENESTAR PÚBLICO. CRIMINOLOGÍA ........................................................................ 20
JC - TEORÍA POLÍTICA. TEORÍA DE ESTADO .................................................................................................................. 22
JF - HISTORIA CONSTITUCIONAL Y ADMINISTRACIÓN ............................................................................................. 23
JV - COLONIAS Y COLONIZACIÓN. EMIGRACIÓN E INMIGRACIÓN ...................................................................... 24
ML - LITERATURA SOBRE MÚSICA .................................................................................................................................... 24
N - BELLAS ARTES .................................................................................................................................................................... 24
NA - ARQUITECTURA .............................................................................................................................................................. 30
NC - DIBUJO. DISEÑO. ILUSTRACIÓN ................................................................................................................................ 30
ND - PINTURA ............................................................................................................................................................................. 31
PN - LITERATURA (TIPOS) ..................................................................................................................................................... 31
PQ - LITERATURAS ROMANCES .......................................................................................................................................... 33
Q - CIENCIA ................................................................................................................................................................................ 49
TE - INGENIERÍA DE CARRETERAS. CAMINOS Y PAVIMENTOS .............................................................................. 49
TR - FOTOGRAFÍA .................................................................................................................................................................... 49
U - CIENCIA MILITAR .............................................................................................................................................................. 51
LB - TEORÍA Y PRÁCTICA DE LA EDUCACIÓN ............................................................................................................... 51
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

Agostinho da Silva en Sesimbra


FILOSOFÍA. PSICOLOGÍA. RELIGIÓN
B 790-5739 > Filosofía moderna Martins, Pedro
1 ed.
A seguir, que #outraescolha Vai Fazer? Zéfiro, 2017
(Nova águia)
Pombeiro, João 208 p. 22x16 cm.
1 ed. 9789896771508
Chiado, 2017 21,02 €
(Viagem filosófica)
116 p. 21x13 cm.
9789895201211
17,19 €

Sabia que o gato Luís e o gato Zé, companheiros de


Agostinho nos anos do Príncipe Real, eram
sesimbrenses de gema? Que o filósofo tinha em
Se é humano, este livro é para si! Sesimbra a sua "Residência de Estudos"? Que em
Se pudesse alterar algo na sua vida, que outra 1971 punha a Piscosa a par do Porto e de Barca
escolha faria? d’Alva no seu coração? Que em 1973 retomou, n’O
Cada pessoa interpreta o mundo à luz das lentes com Sesimbrense, o célebre "Baldio do Povo", com um
que o vê. Com o que interpreta, faz escolhas. escrito ainda ignorado? Que em 1977, pela voz do
Existindo biliões de pessoas, existem biliões de seu pseudónimo João Cascudo de Moraes, a si
lentes, biliões de interpretações, biliões de escolhas mesmo se intitula o sesimbrense Amigo?
possíveis! Entre a biografia, a história e o ensaio, esta narrativa
Uma intenção deste livro é ajudar a que descubra sobre a presença - que é pertença - do estranhíssimo
outras escolhas que lhe podem ser úteis. Ao ler, vai colosso na capital da Arrábida nasce de uma
olhar para situações diárias e, para o que deseja, investigação ambiciosa, que institui um novo
imaginar... que outras escolhas posso fazer a partir paradigma nos estudos agostinianos, ao contemplar
de agora? testemunhos surpreendentes e documentos inéditos e
Misturando leveza e importância, diz quem já leu, ao revelar Sesimbra como um insuspeitado lugar
este livro é muito fácil de levar e ler nas pausas espiritual onde, de modo decisivo, se cruzam ainda
diárias. No sofá, na esplanada, até no autocarro ou no vultos como António Telmo, Rafael Monteiro,
metro. Entrando dentro das histórias e dos António Quadros, Orlando Vitorino, Afonso
personagens, dará por si a revisitar-se em memórias Botelho, Álvaro Ribeiro, Joel Serrão, Vergílio
e sentimentos que viveu. Vai observar e aprender Ferreira, Eugénio de Andrade, João dos Santos,
sobre si, sobre os outros e sobre si em relação com os Almir de Campos Bruneti e Henryk Siewierski.
outros. De uma forma inspiradora e serenamente
emocionante.
Marinando na imaginação do João durante anos, com
inspiração em múltiplas experiências, pessoas e
países, este livro reúne palavras que podem
transformar vidas. Será a sua uma delas?

Página 1
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

Rosenzweig propôs o que chamou um «novo


Estátuas de anjos : para uma fenomenologia pensamento». A sua rejeição do pensamento
da vida e da clínica monológico - rejeição tão veemente como em
Martins, Florinda Schopenhauer, Kierkegaard e Nietzsche - obrigou a
1 ed.
olhar de outro modo para os filósofos «desde a Jónia
Edições Colibri, 2017
140 p. 22x15 cm. até Jena»; a sua visão da revelação como apelo do
9789896896874 outro ajudou a moldar o curso da filosofia e da
15,87 € teologia no século XX; as suas reflexões sobre a
finitude e os contornos temporais da experiência
humana antecipam as reflexões de Martin Heidegger
e Jean-Paul Sartre; a importância que atribuiu à
linguagem promoveu esta área de estudos, depois
cultivada por Walter Benjamin, Paul Ricoeur e
A obra de Michel Henry desenvolve-se em torno da Jacques Derrida.
fenomenalidade da vida considerada, sem mais, Finalmente, o destaque atribuído à relação entre o eu
como a fenomenalidade de aquilo em que vivemos. e o tu originou os estudos dialógicos, em que se
Ora aquilo em que vivemos é aquilo que, no e pelo salientaram Martin Buber e Emmanuel Lévinas.
nosso agir ou em nosso encontro com outro vivente
ou ser, nos supera e nos transcende e desse modo nos
inscreve num viver originariamente comunitário. PSICOLOGÍA
BF 1-940 > Psicología (General)
Proponho então que procuremos ver se, desse âmbito
de fenomenalidade dos fenómenos, podemos Intervenção psicológica com jovens agressores
enunciar um princípio fenomenológico que oriente as Rijo, Daniel ... [et al.]
nossas investigações em torno de uma 1 ed.
fenomenologia da vida e da clínica e que enuncio Pactor, 2017
assim: a vida em que vivemos é tanto mais nossa (Intervenção en psicologia)
208 p. 20x16 cm.
quanto mais, em nosso agir, ela nos supera e nos 9789896930721
transcende. 27,91 €

Franz Rosenzweig : e o pensamento dialógico


Henriques, Mendo Castro
1 ed. Este livro, resultante da experiência dos autores na
Universidade Católica Editora,
investigação, ensino e intervenção com jovens
2017
124 p. 22x15 cm. agressores, foi pensado para auxiliar os psicólogos
9789725405376 que avaliam e intervêm nesta população, tanto num
11,33 € setting de intervenção individual como em contexto
de grupo. Tendo em conta os fatores de manutenção
desta problemática, são também apresentadas
estratégias de intervenção adequadas ao trabalho
com pais e professores.
A presente monografia é um passo decisivo para a
receção em Portugal de Franz Rosenzweig
(1886-1929), autor cuja profundidade, originalidade
e compaixão têm vindo a ser reconhecidas,
granjeando-lhe um lugar cimeiro entre os filósofos
contemporâneos.
No seu livro de 1921 "A Estrela da Redenção"

Página 2
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

JUDAÍSMO
ÉTICA. COSTUMBRES SOCIALES. ETIQUETA
BM 150-449 > Historia
BJ 1518-1697 > Ética. Carácter. Virtud

A ética comunitarista : exposição, análise História e cultura judaicas = Jewish history


crítica e implantação and culture
Pinheiro, Joaquim Cardoso Fernandes, Adília (ed.)
1 ed. 1 ed.
Princípia, 2017 Edições Húmus, 2017
384 p. 25x16 cm. 370 p. 22x16 cm.
9789897161551 9789897552687
26,31 € 19,84 €

Esta é uma «viagem no tempo, desde as éticas da A importante presença dos Judeus na História de
modernidade, centradas no racionalismo e no Portugal é um facto incontornável.
individualismo, até aos anos 80 do século XX, A sua influência foi sentida em diversos domínios,
quando começaram a surgir as primeiras propostas como o comércio, a finança e os ofícios mecânicos.
de uma ética comunitarista pelo punho dos seus Muitos deles destacaram-se como notáveis médicos,
principais representantes: Alasdair MacIntyre e filósofos e cientistas.
Charles Taylor. Da prática livre da religião, passaram à conversão
Apoiando-se numa leitura crítica de textos canónicos forçada ao Cristianismo, ao culto clandestino, ou à
da ética comunitarista, por um lado, e de textos dos fuga.
pensadores liberais, como John Rawls, por outro, o Os que ficaram tornaram-se o alvo preferencial da
autor postula que a ética comunitarista, ao Inquisição e do Tribunal do Santo Ofício.
reconhecer a inalienável dependência biológica e Fruto dos Encontros realizados em 2015 e 2016, esta
moral dos seres humanos uns dos outros no decurso publicação remete-nos para a História e Cultura
de todo o seu devir histórico, e ao afirmar o primado Judaicas e convida-nos, ainda, a reflectir sobre as
do bem sobre o justo, é capaz de responder aos nefastas consequências da intolerância.
principais mal-estares da modernidade, que ainda
hoje permanecem, a saber: o desaparecimento de CRISTIANISMO
horizontes morais pela vigência de um BR 140-1500 > Historia

individualismo demasiado cioso da liberdade


pessoal; a invasão da razão instrumental em todos os
O legado das Ordens do Templo e de Cristo em
Portugal : história, património, símbolo &
domínios da vida humana; e a perda de liberdade, espiritualidade
que resulta não só da influência dos mercados e do Eustáquio, Francisco de Sousa
Estado na vida das pessoas, mas também de um certo 1 ed.
alheamento da participação política. Zéfiro, 2017
Finalmente, o autor apresenta alguns caminhos para (Arquivos da Cavalaria)
296 p. 22x15 cm.
que a ética comunitarista se possa constituir como 9789896771492
uma alternativa credível no domínio da cultura, da 29,11 €
política e da educação nas sociedades ocidentais».

«A Ordem do Templo e os seus cavaleiros tinham

Página 3
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

Branca – assim chamada por oposição à Praça


nas terras que hoje habitamos um papel Vermelha de Moscovo –, ou de submeter o seu
determinante. A luta faz-se contra a incursão e pontificado à proteção de Nossa Senhora, como fez o
expansão muçulmana na Península e em papa Francisco nos dias imediatos à sua nomeação.
contra-ataque, através das cruzadas no Oriente, em Já antes, enquanto teólogo, Bento XVI elaborara
sucessivos avanços e recuos, atingindo o seu auge uma polémica explicação para a terceira parte do
nas fronteiras junto do rio Tejo. Segredo.
Estabilizadas, pela reconquista, as fronteiras do Nesta sua investigação, João Céu e Silva procura
território vem a ocorrer, no ano de 1312, o fim da explicar Fátima em toda a sua dimensão,
Ordem do Templo. A Ordem de Cristo será a enriquecendo-a com depoimentos de teólogos
continuadora do projeto da Expansão Marítima, portugueses e estrangeiros, bem como de
graças à ímpar acção política do rei D. Dinis. responsáveis do próprio Santuário. E revela a razão
Com a publicação da presente obra damos a que teima em assustar o Vaticano relativamente à
conhecer os trabalhos que foram desenvolvidos pelos terceira parte do Segredo, que João Paulo II tão bem
investigadores no ‘Encontro das Ordens do Templo e utilizou para explicar o atentado de que foi vítima.
de Cristo’ e, certamente, contribuímos para um
melhor entendimento da realidade templária no História da origem e estabelecimento da
nosso território.» inquisição em Portugal, 3.
Herculano, Alexandre
1 ed.
DENOMINACIONES CRISTIANAS 11x17, 2017
BX 80-4795 > Iglesia católica romana
264 p. 16x110 cm.
9789722534543
Fátima : a profecia que assusta o Vaticano 9,26 €
Silva, João Céu e
1 ed.
Porto Editora, 2017
272 p. 23x15 cm.
9789720049452
20,49 €
«A perseguição, que torna indomáveis os ânimos
nobres, que os purifica e os eleva acima do vulgo nas
épocas de profunda decadência, não os elevava a
eles. À mentira opunham muitas vezes a mentira, à
hipocrisia a hipocrisia, à corrupção a corrupção; mas
A 13 de maio de 1917 três pastorinhos analfabetos não era nestas artes ignóbeis que podiam levar
tornaram-se o símbolo de uma Mensagem, já vantagem aos seus adversários. Depois, Roma sabia
comparada pela Igreja aos textos da Sagrada calcular: as grossas somas que eles podiam
Escritura, e fizeram de Fátima um santuário que atrai despender, e que despendiam de feito, era um ganho
milhões de peregrinos todos os anos, superando os transitório; as pensões, que o rei de Portugal podia
grandes centros de fé mundiais. conceder, e concedia, eram permanentes e seguras.
Esta mensagem continha uma profecia tão (...) A cúria romana buscava conciliar tudo; o
ameaçadora que o papa Pio XII depositou o envelope máximo lucro com a ponderação dos valores e com a
onde está escrita no Arquivo Secreto do Santo Ofício mais alta probidade com o tráfico das coisas santas.»
e proibiu a sua divulgação. O Segredo tem obrigado
todos os sumos pontífices (desde a eleição de Paulo
VI) a vergarem-se às exigências de Lúcia e a
prestarem vassalagem pessoalmente à Senhora da
Cova da Iria.
Desde então nenhum papa deixou de ir à Praça

Página 4
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

HISTORIA GENERAL Y DEL VIEJO MUNDO


GENEALOGÍA
D 1-1075 > Historia (General)
CS 2300-3090 > Personal y nombres de familias

Descubra as sus origens Tony Judt : historiador e intelectural público


Moscatel, Cristiana Bebiano, Rui
1 ed. 1 ed.
A Esfera dos Livros, 2016 Edições 70, 2017
280 p. 23x15 cm. 226 p. 20x13 cm.
9789896267827 9789724418537
23,68 € 19,70 €

Procurar as nossas origens e descobrir quem foram A partir de uma observação da biografia e da obra do
ao certo os nossos antepassados é uma epopeia historiador britânico Tony Judt (1948
fascinante. Porém, quantas vezes recuar no tempo -2010), Rui Bebiano analisa algumas das
parece ser impossível, porque a informação se transformações relativas ao lugar e ao papel do
perdeu ou tornou-se incerta na memória dos nossos intelectual público, desde o final da Segunda Guerra
mais velhos? Quantas vezes desistimos, por não Mundial até à atualidade. Confronta
sabermos quais os pontos de partida, por esbarrarmos -se aqui a possibilidade ou a necessidade de a
em documentos que nos parecem indecifráveis? Não história confluir, como saber e como representação,
se trata de uma tarefa impossível: a nossa história com as grandes mutações de natureza política e
familiar está simplesmente escondida. cultural e com os dilemas e opções que estas sempre
Frequentemente, as respostas surgem nos lugares levantam ou produzem.
mais inesperados e em arquivos que nunca nos Em particular quando ocorrem em períodos mais
lembraríamos de consultar. recentes e quando se cruzam com escolhas cujo eco
É por tudo isto que, conduzindo-nos pelas veredas permanece. A partir da intervenção e da escrita de
quase labirínticas da Genealogia, Descubra As Suas Tony Judt, cuja maior parte da obra foi publicada em
Origens vem responder às questões fundamentais de Portugal pela Edições 70, Rui bebiano enfatiza e
quem quer embarcar nesta aventura surpreendente: valida o lugar, o trabalho e a necessidade do
onde e como pesquisar o rasto dos antepassados? «historiador público», reequacionando o próprio
Como interpretar os dados recolhidos? Como conceito de história à luz da intervenção na
organizá-los numa árvore genealógica, contemporaneidade.
reconstituindo a saga da nossa família ao longo de
várias gerações? Os autores, Francisco Queiroz e
Cristina Moscatel, historiadores especialistas em
Genealogia e Ciências Documentais, revelam
também inúmeras dicas, facilitando a conclusão
bem-sucedida desta missão, tão importante para
compreendermos melhor aquilo que efectivamente
somos.

Página 5
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

ocorrida na década de 1990. Inês era uma das


UNIÓN SOVIÉTICA. RUSIA. POLONIA mulheres mais cultas do seu tempo, talento que
DK 1-973 > Unión soviética. Rusia (General) Lenine muito valorizava. Confiou nela mais do que
em qualquer outra pessoa do seu círculo passando a
A Revolução Russa : 100 anos depois ser o seu braço direito.
Louçã, António ... [et al.] Apesar de alguns aspetos da vida de Inês
1 ed.
permanecerem ainda hoje obscuros, este livro
Parsifal (Marcelo Teixeira),
2017 apresenta-se como uma importante contribuição para
200 p. 22x15 cm. a compreensão deste capítulo da história russa e da
9789898760449 vida desta mulher fascinante. Inês Armand morreu
21,16 €
de cólera, em 1920, aos 46 anos. O seu corpo foi
sepultado na Necrópole do Muro do Kremlin, na
Praça Vermelha, em Moscovo, tendo sido a primeira
mulher a receber essa honra.

Um contributo fundamental para compreender um


dos mais extraordinários acontecimentos da história ESPAÑA Y PORTUGAL
DP 501-900 > Portugal
da humanidade.
1147 : a conquista de Lisboa na rota da
Inês Armand : o grande amor de Lenine Segunda Cruzada
Luís, Filipe Martins, Miguel Gomes
Armeni, Ritanna 1 ed.
1 ed. A Esfera dos Livros, 2017
Verso da Kapa, 2017 400 p. 23x16 cm.
240 p. 23x16 cm. 9789896268404
9789898816726 30,29 €
21,83 €

Inês Armand nasceu em Paris, em 1879, filha de pais A conquista de Lisboa aos muçulmanos, comandada
artistas. Cresceu a falar francês e inglês, a língua por D. Afonso Henriques e coadjuvada pelos
materna de sua mãe. Após a morte do pai, aos cinco Cruzados, teve início em Julho de 1147 e terminou
anos, mudou-se para a Rússia onde foi educada por em Outubro do mesmo ano. Ao recorrer ao
uma avó e uma tia, ambas professoras. Aos 14 anos testemunho de múltiplas fontes portuguesas e
já falava quatro línguas, russo, inglês, francês e estrangeiras que até hoje têm sido pouco utilizadas, o
alemão, e era uma excelente pianista. Tornou-se uma historiador Miguel Gomes Martins apresenta uma
mulher atraente e apaixonante, uma importante nova perspectiva sobre este episódio algo esquecido
figura do movimento comunista pré-revolucionário e pela historiografia das últimas décadas.
ativista na luta pela defesa dos direitos das mulheres
e da sua emancipação.
Casou aos 19 anos com o seu primeiro marido. De
dois relacionamentos teve cinco filhos mas largou
tudo para se dedicar de corpo e alma à Revolução
Russa e às causas feministas. Regressou a Paris, em
1908, onde conhece Lenine. Apaixonam-se e
mantêm uma relação longa que só se veio a conhecer
depois da divulgação parcial dos arquivos soviéticos

Página 6
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

base para erguer edificações grandiosas, igualmente


A cruz da Ordem de Malta nos brasões resistentes, sem prejuízo da sua modernidade.
autárquicos portugueses
Pinho, António Brandão de A luta do poder contra a Maçonaria
1 ed.
Chiado, 2017 Loja, António Egídio
(Ecos da história) Fernandes
426 p. 24x15 cm. 2 ed.
9789897748837 Âncora Editora, 2017
26,45 € (Caminhos da história)
416 p. 23x15 cm.
9789727806027
30,42 €

Andam esquecidas por parte de muitos a origem, a


natureza, as virtudes, as tradições e a extrema
actualidade da Soberana e Militar Ordem Hospitalar
«Aquele que foi um dos mais prestigiados
dos Cavaleiros de São João de Jerusalém, dita de
historiadores portugueses e diligente investigador na
Rodes, dita de Malta. Presentemente, Portugal é
área da Maçonaria, o Professor Doutor António
mesmo dos países em que tal esquecimento se
Henrique de Oliveira Marques, referiu a obra que
mostra mais acentuado. E onde semelhante
agora publicamos em 2.ª edição, A Luta do Poder
esquecimento menos se justificará, dado o
contra a Maçonaria - Quatro perseguições no século
paralelismo, ou a interpenetração, que se verificou,
XVIII, como sendo livro de indiscutível mérito e
através dos séculos, entre a própria gesta portuguesa
revelador da capacidade de investigação do seu
e a também magnífica gesta dos Cavaleiros malteses.
autor.
Destacando, nas perseguições movidas à Maçonaria
O referido esquecimento dos portugueses é mesmo
no século XVIII, os motivos de ordem religiosa,
estranho, além de lamentável, porquanto
evidentes na Europa Central sobretudo em solo
desconhecer a Ordem de Malta, e toda a sua
alemão, as perseguições violentas, patrocinadas em
grandeza, implica também a ignorância de múltiplos
Portugal pela Inquisição e depois pela Polícia de
aspectos particularmente significativos da História
Pina Manique, ganham rapidamente um carácter
de Portugal. Ora a recordação de tais aspectos, há-de
obviamente político sobretudo depois do eclodir da
contribuir para um melhor entendimento da
Revolução na França, mais uma vez vincando a
trajectória passada e dos rumos previsíveis da nação
cumplicidade existente entre o Absolutismo e a
portuguesa, porquanto a vida dos povos, as suas
Igreja Católica no propósito evidente de travar o
ponderadas potencialidades e perspectivas dependem
curso da História e opor-se à
sempre de uma linha de tendência que vem de trás,
modernização/substituição das instituições.
não se improvisa, não é traçada arbitrariamente e
Esta Luta do Poder contra a Maçonaria inscreve-se
sempre condiciona o futuro plausível desses mesmos
no cenário mais vasto de uma sociedade portuguesa
povos. Todos os seres, individuais e colectivos,
decadente e exausta pela aventura dos
vivem na forçosa sequência do seu pretérito.
descobrimentos e conquistas. Além disso está
Por isso, a lembrança das ligações históricas que
amesquinhada pelos poderes crescentes da Inglaterra
prendem Portugal à Ordem de Malta não tem de
e da França que prendem os países menos poderosos
reflectir o gosto de pesquisar ruínas minadas pelo
na teia irresistível dos seus exércitos e das suas
tempo. Essa mesma lembrança comunica mais
esquadras. Decorre nas nossas cidades e nas
apurado relevo à compreensão do que foi, do que é, e
pequenas comunidades rurais, liga entre si por
do que, presumivelmente, virá a ser, a nação
interesses tornados comuns grupos sociais
portuguesa, na continuidade da sua essência. A
habitualmente adversos, e conduz alguns membros
solidez das muralhas, mesmo carcomidas, serve de
da Nobreza a indispor-se com os seus iguais na

Página 7
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

procura das novas ideias, arrasta dezenas de Curiosidades da História de Portugal :


Intrigas, segredos e mitos
sacerdotes a posições de conflito com as suas
Oliveira, Ana Margarida
hierarquias pela sua adesão militante às novas lojas
1 ed.
maçónicas e finalmente ganha a força de um Verso da Kapa, 2017
irresistível movimento de fundo que conduz às 240 p. 23x16 cm.
revoluções liberais em todos os países europeus e, 9789898816696
21,82 €
logo depois, nas colónias da América do Norte e do
Sul.
O prestígio da Maçonaria cresce na visão de toda a
sociedade da época. E não é por casualidade que a
mulher do morgado Luís Vicente do Carvalhal
Esmeraldo, um dos mais prestigiados membros da
Vamos espreitar algumas curiosidades da História de
nobreza madeirense, onde as Lojas prosperaram
Portugal! Quantos reis não consumaram o
antes de surgirem no Continente, afirma
casamento? Como se curavam as doenças? De que
publicamente que todo o homem que não era
forma é que um surto de piolhos criou uma moda?
Pedreiro Livre não devia ter o título de homem.»
Por que razão se proibiram sedas e vestidos bordados
(1ª edição, 1986).
a ouro? O que se comia na corte e como surgiram os
doces conventuais? Quantos se fizeram passar por D.
Açorianos ilustres Sebastião, depois de o rei desaparecer em
Cymbron, Augusto Alcácer-Quibir? Qual foi o maior diamante de
1 ed.
Letras Lavadas, 2017 Portugal? Quem inspirou a figura da república?
502 p. 23x15 cm. Neste livro, vai encontrar as respostas a estas e a
9789897351471 muitas outras perguntas, porque a História de
24,27 € Portugal também é feita de muitas curiosidades,
extravagâncias, mitos e segredos escondidos atrás
dos factos e dos acontecimentos conhecidos.

Estratégias de classificação dos arquivos


familiares e pessoais contemporâneos : o
É resultado de um vastíssimo trabalho de recolha exemplo do arquivo da família Benito Maçãs
desenvolvido pelo Dr. Augusto Cymbron, ao longo Lima, Luís Horta
de muitos anos, e, por outro lado, um estudo pioneiro 1 ed.
que fazia falta aos Açores. Santa Casa Misericórdia de
Lisboa-SCML, 2016
200 p. 22x16 cm.
9789898712592
10,58 €

Os arquivos pessoais e familiares têm vindo a


merecer uma atenção cada vez maior por parte de
investigadores, biógrafos, historiadores, instituições
e da própria comunidade arquivística. Uma das
questões teóricas centrais da arquivística é,
precisamente, a classificação dos documentos de
arquivo, sublinhando-se a sua ligação aos princípios

Página 8
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

extraordinárias conquistas.
fundamentais e aos conceitos básicos da disciplina.
Os problemas teóricos e metodológicos da Grandes vinganças da história de Portugal
classificação de arquivos familiares e pessoais são o Raimundo, Ricardo
tema central deste livro de Luís Horta Lima, baseado 1 ed.
na sua dissertação de mestrado em Ciências da Manuscrito Editora, 2017
Informação e Documentação. 360 p. 23x15 cm.
9789898818997
Prefaciada pelo professor Armando Malheiro da 23,14 €
Silva, a obra tem como objeto de estudo um
importante núcleo documental à guarda do Arquivo
Histórico da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa: o
acervo da família Benito Maçãs, incorporado no
âmbito do cumprimento das disposições
testamentárias de Delmira Maçãs, benemérita desta O que terá levado D. João II a assassinar o seu
instituição. cunhado? D. Afonso II a se opor às suas irmãs, D.
João IV a disputar o poder com os seus meios-irmãos
Factos memoráveis da história de Portugal : os ou o infante D. Afonso a rivalizar com o seu próprio
acontecimentos mais importantes da hístória pai, D. Dinis? Que sentimento avassalador terá
do nosso país
guiado D. Pedro I contra os carrascos de Inês de
Macedo, Luís António de
Castro e as conspirações de D. Carlota Joaquina
Almeida
1 ed. contra D. João VI?
Alma dos Livros, 2017 O que terão em comum as mortes de Sidónio Pais e
256 p. 23x15 cm. Humberto Delgado com o atentado falhado a
9789899993310
Salazar, a conspiração contra o Marquês de Pombal
23,08 €
ou o processo contra a família Távora?
Vinganças norteadas por razões políticas, religiosas
ou em defesa da honra. Vinganças cometidas por
mulheres ou entre irmãos, motivadas por amor ou
por dinheiro. Vinganças que terminaram em sangue,
Todas as nações do mundo têm tido épocas de
disputadas em lados opostos do campo de batalha ou
brilhantismo; esta verdade apresenta-se naturalmente
aquelas que passadas à prática falharam
ao espírito quando se indagam os seus anais: aqueles
redondamente.
de Portugal são assaz interessantes. Desde há muito
O historiador Ricardo Raimundo reúne neste livro
que os feitos do povo português se tornaram dignos
mais de 40 episódios de traições e vinganças da
de ocupar as páginas da História. Ou não fosse esta
História de Portugal, desde o início da nacionalidade
uma nação valente e cheia de heróis. Este livro é um
até ao século XX. Um retrato curioso da nossa
autêntico resumo da História de Portugal feito
História feito à lei do olho por olho, dente por dente.
através da narração dos acontecimentos mais
importantes e marcantes da história do nosso país
desde a Antiguidade até ao século XIX. Acompanha
a nação desde o berço e conduz-nos através de uma
extraordinária epopeia dos feitos mais grandiosos
dos portugueses através dos séculos. Descubra ou
recorde os episódios mais notáveis da vida da nação
lusitana, num quadro autêntico e fiel que ilustra um
povo único e fascinante. São mais de cinquenta
capítulos com relatos brilhantemente contados e que
nos levam diretamente para épocas gloriosas e de

Página 9
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

Portugal. Na quinta da Arealva, à beira Tejo, em


José Liberato Freire de Carvalho (1772 - 1855) Almada, ainda restam os armazéns, o cais e até os
: sua vida e pensamento rótulos dos vinhos, negócio que, em 1757, trouxe os
Dias, Mário Simões O'Neill para Portugal. A família viveu na quinta por
1 ed.
várias gerações, mas a azáfama acabou por dar lugar
Lema d'Origem Editora , 2017
152 p. 22x14 cm. ao vazio que ali perdura. Os lugares abandonados
9789898342874 são uma viagem fascinante ao passado. Saber o que
17,19 € foi aquele lugar, quem ali viveu, o que aconteceu e
porquê, perceber o que restou, de tudo isso nos falam
os escombros ou as paredes que se mantiveram de
pé. De uma forma geral, somos surpreendidos com o
que descobrimos. Neste livro, a jornalista Vanessa
Fidalgo percorre o país de norte a sul e revela-nos a
Trata-se de uma análise historiográfica da vida e história de dezenas de lugares abandonados.
pensamento de José Liberato Freire de Carvalho Recupera personagens que os habitaram, as suas
(1772-1855), figura destacada do liberalismo vivências, amores e desamores, os episódios que
Português. conferiram a esses locais uma alma e uma memória.
São histórias de aldeias inteiras que, de um dia para
Lugares abandonados de Portugal : palácios, o outro, ficaram abandonadas; de estações
quintas, conventos, aldeias, fábricas, minas, ferroviárias onde o apito dos comboios deixou de se
sanatórios... : as historias, as meorias, as
lendas, os misterios ouvir; de mansões e palacetes em que o silêncio se
Fidalgo, Vanessa instalou como uma herança maldita.
1 ed.
A Esfera dos Livros, 2017 Manteigas : no Outro lado do Tempo
240 p. 23x15 cm.
9789896268381 Rosa, Nataniel Lopes da
21,83 € 1 ed.
Chiado, 2017
(Compendium)
426 p. 21x14 cm.
9789895209064
21,16 €

É impossível passar pela Quinta do Comandante, em


Oliveira de Azeméis, e ficar indiferente ao edifício
em avançado estado de degradação que ali se ergue.
Atrás daquelas paredes em ruínas tanto se escondem "Manteigas: No outro lado do tempo" é um relato
histórias de amor como episódios trágicos com um concentrado sobre Manteigas, Coração da Serra da
final surpreendente. Numa certa noite, o comandante Estrela, nas décadas de 1950 e 1960, onde a
Batista de Carvalho juntou um grupo de amigos e ruralidade imperava e sem interrupção o autor viveu,
familiares para uma festa. A meio do jantar podendo por isso fazer eco presencial e testemunhal
levantou-se, dirigiu-se ao quarto, pegou num dos factos aqui relatados. A reconstituição dos
revólver e suicidou-se. Não é caso único nas hábitos e tradições de muitos manteiguenses, da sua
tragédias que assolam os lugares abandonados de cultura serrana, da sua vida dura, difícil, de miséria e
Portugal. A 10 de Julho de 1957, a GNR avançou por vezes de fome, revela-nos homens e mulheres de
sobre a população do Colmeal, em Figueira de grande honestidade e dignidade, pessoas de carácter
Castelo Rodrigo. Houve mortos, feridos e no fim da sóbrio e comportamento austero, habituadas a
luta, ninguém ficou na aldeia para contar a história. sobreviver em tempos de muita escassez. Foi dentro
O silêncio passou a ser o único habitante daquela que deste ambiente que o autor cresceu e aprendeu a ser
é apenas uma das muitas aldeias abandonadas de homem e, na sã convivência com os mais velhos,

Página 10
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

séculos XVI e XVII, assegurando assim um vasto


aprendeu também a dar atenção aos problemas da controlo do comércio de produtos asiáticos, desde o
sua terra e do seu país. Golfo Pérsico à China.
Mas há muito mais para saber sobre esta figura
Memórias da Freguesia e Paróquia de São fascinante da História Universal, que contribuiu para
Mamede do Coronado a estruturação de uma importante entidade imperial
Sousa, Adelino Matias de portuguesa no Oriente - o Estado da Índia. Quem era
1 ed. na realidade Afonso de Albuquerque? Deixou
Chiado, 2017
(Ecos da história) descendência? E quem era Ximena, a "minha moça
184 p. 21x13 cm. Ximena", nas palavras do governador? Como se
9789895207091 processaram as campanhas militares que permitiram
18,52 € a conquista do Índico e cuja chefia revela estarmos
perante um homem invulgar que, com forças
limitadas e muitas vezes em inferioridade numérica,
conseguiu em ambientes hostis vencer o inimigo,
graças a uma boa utilização da sua superioridade
Freguesia de Coronado (São Mamede) localiza-se na tecnológica e estratégica?
Província do Douro Litoral, no concelho da Trofa, Nesta biografia inovadora e amplamente
Distrito do Porto, sete quilómetros da sede do documentada e ilustrada, o historiador José Manuel
Concelho, dezoito do Bispado da cidade do Porto, Garcia ajuda-nos a conhecer a fundo o percurso de
trezentos e cinquenta da Capital Lisboa. vida e a personalidade de Afonso de Albuquerque,
A nascente, freguesias de Coronado (São Romão), dando voz ao próprio e aos cronistas do seu tempo,
São Salvador de Folgosa, sul, Santa Maria de Silva para que possamos ouvir o governador do Estado da
Escura, poente, Avioso (Santa Maria) São Cristóvão Índia passados mais de quinhentos anos após a sua
do Muro, norte, São Martinho de Covelas, Bougado morte.
(Santiago).
Os Vikings em Portugal e na Galiza : as
O Terrível, a grande Biografia de Afonso de incursões nórdicas medievais no Ocidente
Albuquerque : o governador que dominou o Ibérico
Índico Pires, Hélio
Garcia, José Manuel 1 ed.
1 ed. Zéfiro, 2017
A Esfera dos Livros, 2017 256 p. 22x15 cm.
704 p. 23x16 cm. 9789896771515
9789896268459 26,32 €
39,55 €

Escandinávia, França, Ilhas Britânicas, Gronelândia


Afonso de Albuquerque, que se tornou célebre pela e América do Norte. São estes os locais que o grande
sua coragem, tenacidade e audácia, é uma das figuras público associa com frequência aos vikings e com
cimeiras dos Descobrimentos portugueses. Também razão, porque deles partiram ou neles
conhecido por O Terrível, conquistou e dominou protagonizaram episódios memoráveis entre os finais
pontos-chave no oceano Índico através de uma dos séculos VIII e XI. Contudo, é pouco divulgado
estratégia ambiciosa e de um arrojado conjunto de que estiveram também no território que hoje é
ações que ampliaram o quadro em que os português e galego, não de forma esporádica, mas
portugueses se movimentaram no Oriente durante os sistemática, e isto ao longo de aproximadamente

Página 11
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

da sua época, dez delas nunca estiveram em


duzentos anos. Para além disso, na primeira metade Portugal. Duas não chegaram a consumar os seus
do século XII, a presença de nórdicos na costa matrimónios. Uma foi repudiada. Outra foi coroada
ibérica persistiu, já não como piratas pagãos, mas depois de morta.
como cruzados.
Esta obra pretende dar a conhecer uma parte da Sezures revisitado : Penalva do Castelo
nossa História que se encontra intimamente ligada à Almeida, Manuel de Campos
da Escandinávia e da Europa ocidental. Quem eram 1 ed.
os vikings? De onde vinham, que crenças tinham, Edições Esgotadas, 2016
quais as suas motivações, até onde chegaram e o que 294 p. 24x22 cm.
9789898801494
fizeram, não só no que é hoje Portugal e a Galiza, 39,68 €
mas também noutros lugares, sendo enquadrados
num contexto mais amplo?
Neste livro encontrará as respostas a estas e outras
perguntas. Os vários capítulos que o constituem
encontram-se tematicamente subdivididos, ajudando
a decifrar a informação de fontes nem sempre claras, Narrar eventos com interesse para a história de
muitas delas obscuras e quase todas breves. E o Sezures e região circundante é o principal objetivo
resultado, espera-se, será um melhor conhecimento deste Sezures Revisitado. Penetrar na espuma do
da Idade Viking, que é também uma parte da nossa tempo e recuperar lembranças de pessoas e de
História, para lá dos clichés da violência e dos elmos acontecimentos que se encontram recolhidos em
com cornos que, na verdade, não eram usados. arquivos, bibliotecas, publicações periódicas e
diversas obras escritas constitui a nossa mais
relevante pretensão.
Rainhas de Portugal : as mulheres que Trata-se de um livro de história que se digladia com
custruirám a nação a neblina do tempo passado, de uma peregrinação a
Benevides, Francisco da factos já esbatidos, em busca de um tempo perdido
Fonseca
proustiano, por vezes pensado como tempo mítico,
1 ed.
Cultura Editora, 2017 idade do ouro, oposto ao decadente tempo presente.
568 p. 23x15 cm.
9789899956377 Vila boim : ...Se boa é a terra, melhor é a gente
29,10 €
Jesuíno, Rui
1 ed.
Edições Colibri, 2017
148 p. 22x15 cm.
9789896896690
19,84 €
Conheça os mais de trinta reis e quarenta rainhas que
governaram Portugal desde a fundação da monarquia
até à implementação da republica. Saiba quem foram
as duas rainhas reinantes e as nove que foram
regentes ou estiveram encarregadas do governo do
país em um determinado periodo. Descubra que nem
Vila Boim: "... se boa é a terra, melhor é a gente é
todas as consortes dos chefes de estado português
uma monografia sobre a história e o património
foram rainhas. Cinco não chegaram a ser coroadas
cultural desta Freguesia do Concelho de Elvas. Ao
porque faleceram antes da exaltação dos seus
longo das suas páginas vai conhecer uma história
maridos ao trono. Quatro casaram-se quando os
milenar que envolve a presença fenícia, a criação de
maridos já tinham deixado de ser reis. Enleadas no
um entreposto comercial no período romano, o
meio da trama politica e dos casamentos combinados
surgimento de uma moçarabia no período islâmico e

Página 12
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

todos aqueles que, por razões diversas, povoaram o


por fim a transformação de Moçarava, depois de lugar, para que se orgulhem da sua terra e daquela
tomada por D. Sancho II, em Vila Boim. Seguem-se que os acolheu.
histórias que marcam a história de uma vila: o
castelo, mandado construir pelo Duque de Bragança
ÁFRICA (HISTORIA)
e destruído num ataque espanhol no âmbito da DT 43-154 > Egipto
Guerra da Restauração, uma verdadeira reforma
agrária no séc. XVIII que aumentou Os grandes mistérios do Antigo Egito
exponencialmente a riqueza da vila, a perda da sede Araújo, Luís Manuel de
de concelho e muito mais, demonstrando que nem só 1 ed.
os grandes aglomerados populacionais estão A Esfera dos Livros, 2017
550 p. 23x15 cm.
carregados de história. 9789896268145
Vila Boim é hoje uma vila localizada no Concelho 32,67 €
de Elvas com cerca de 1.200 habitantes, mas já teve
mais de 3.000 e já foi sede de concelho com castelo,
importante fortificação e pelourinho manuelino no
centro da vila. O desaparecimento deste património
não faz desaparecer a sua história e não menoriza a
qualidade patrimonial da vila. Ao longo deste livro O fascínio pelo antigo Egito permanece intacto.
poderá ver que a história de Vila Boim começa há Apesar de já terem passado mais de dois mil anos
muitos milhares de anos e é imensamente rica. Este após o fim desta civilização, muitos são os mistérios
facto serve também para se perceber que a história e sobre os seus costumes, política, religião ou cultura
património cultural, seja ele material ou imaterial, que continuam por desvendar.
não se resume às cidades ou a grandes e médios Quem fundou a monarquia egípcia? O que havia no
núcleos populacionais. túmulo de Tutankhamon? Os egípcios acreditavam
no Além? O «Livro dos Mortos» era mesmo um
Vila Verde : olhares no tempo livro? O que significa a maldição das múmias? Os
Sousa, Vera egípcios faziam sacrifícios humanos? Porquê tantos
1 ed. escaravelhos? Onde estão os grandes palácios reais?
Chiado, 2016 Como eram os haréns faraónicos? Já havia
(Ecos da história)
pornografia no Antigo Egito? Porquê tantos túmulos
200 p. 21x14 cm.
9789895196005 em Tebas-Uaset? Quem assaltou os túmulos reais?
12,48 € Onde estão os túmulos de Alexandre e Cleópatra?
Quem foi o maior faraó do Egito? Os egípcios eram
mesmo negros? Quantos deuses tinham? Para que
serviam os hieróglifos? Os escribas eram
privilegiados? Como foram construídas as
Vila Verde - Olhares no Tempo é um livro que pirâmides? Quem venceu a batalha de Kadech?
contempla a História desta aldeia saloia, situada na Estas são apenas algumas das perguntas a que o
União de Freguesias de S. João das Lampas e prestigiado egiptólogo Luís Manuel de Araújo
Terrugem, concelho de Sintra. responde neste livro ilustrado que resulta de uma
Uma obra interessante que atravessa diversas épocas profunda investigação e se revela essencial para
históricas, desde a ocupação romana à atualidade. melhor compreendermos uma civilização notável.
Numa escrita entusiasmante, estas páginas darão a
conhecer ao leitor a História, a cultura e os valores
de uma povoação que ainda preserva muitas das suas
tradições.
Esta é uma homenagem a todos os vila-verdenses e a

Página 13
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

GEOGRAFÍA (GENERAL), ATLAS, MAPAS


ÁFRICA (HISTORIA)
G 149-570 > Viajes (General.Naufragios, safaris,
DT 615-615.9 > Santo Tomé y Principe
descubrimientos...)

Percursos da luta de libertação nacional : Açores a petro e branco = Azopres in black and
viagem ao interior do MPLA : memórias white
pessoais
Ávila, Sérgio
Menezes, Hugo Azancot de Dores, Victor Rui
1 ed. 1 ed.
Nova Vega, 2017 Letras Lavadas, 2017
(O facto e a verdade) 384 p. 28x22 cm.
312 p. 24x17 cm. 9789897351426
9789897500671 39,08 €
29,44 €

Açores a Preto e Branco tem capa dura e mostra


Com organização, preâmbulo e notas do historiador
todas as ilhas dos Açores e alguns ilhéus (a foto da
Carlos Pacheco, este livro reúne um conjunto de
capa foi tirada nos Ilhéus das Formigas), ao longo de
textos escritos por Hugo Azancot de Menezes que
384 páginas.
ilustram o que foi a luta de libertação angolana
contra o jugo colonial. Este seu testemunho abrange
momentos da história tão marcantes como o da ECOLOGÍA HUMANA. GEOGRAFÍA HUMANA
GF 500-900 > Por región o país
organização do Movimento de Libertação dos
Territórios Africanos Sob Domínio Português Amp 2020 : Crescimento sustentável
(MLTADP), constituído por refugiados políticos da
Marques, Teresa Sá
Guiné-Bissau e de cujo Bureau directivo fez parte, a 1 ed.
fundação do MPLA, na Tunísia, em que participou Caleidoscópio, 2017
activamente acabando por integrar o quadro de 128 p. 27x21 cm.
militantes com o estatuto de membro do Comité 9789896584627
25,93 €
Director, e, já nos anos 70, o período conturbado que
se seguiu à independência de Angola, que, devido ao
fraccionismo, culminou nos trágicos acontecimentos
do 27 de Maio de 1977. São muitas as histórias,
algumas jamais narradas por outros intervenientes,
que surpreendem e chocam neste livro.

Página 14
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

tambores, na qual dialoga com etnomusicólogos que


ANTROPOLOGÍA estudaram as rítmicas africanas, com especial
GN 301-673 > Etnología. Antropología social y cultural destaque para o etnomusicólogo ganense Willie
(General)
Anku, o etnomusicólogo nativo, também acompanha
Futebol, o estádio global de perto as transformações profundas que esta festa
tem atravessado nos últimos tempos.
Sobral, Fernando
1 ed.
Fundação Francisco Manuel
ENTRETENIMIENTO. OCIO
dos Santos, 2017 GV 1800-1860 > Circo, espectáculos, etc. (Cine, teatro, etc.)
(Ensaios da Fundação)
96 p. 20x13 cm.
9789898863225 Introdução à marrativa cinematográfica
6,61 € Mancelos, João de
1 ed.
Edições Colibri, 2017
94 p. 22x15 cm.
9789896896713
Quem nunca foi treinador de bancada levante o 13,23 €
braço. Não há estudos, mas, em 10 milhões de
portugueses, não será arriscado afirmar que 10
milhões já viram um jogo, comentaram um lance,
deram palpites sobre uma grande penalidade. Ou,
simplesmente, cantaram o hino com a selecção
nacional. Era uma vez uma bola redonda. Universal e Independentemente da época ou lugar em que vive, o
apaixonante, este é o retrato que faltava da grande ser humano gosta de contar e de ouvir histórias.
paixão nacional. Precisamos das ficções para sobreviver à realidade,
partilhar sentimentos e ideias, ou dar azo à
imaginação.
Os tamboreiros da Ilha das Montanhas :
música e sociabilidade no Colé Son Jon de Este livro debruça-se sobre a narrativa
Porto Novo cinematográfica, focando aspetos como a
Lopes, Alcides José Delgado ficcionalidade, as personagens, o espaço, o tempo, o
1 ed. narrador, a estrutura, a intertextualidade, a adaptação
Livraria Pedro Cardoso, 2017 cinematográfica e os géneros.
160 p. 23x16 cm.
Escrito numa linguagem acessível e recorrendo a
9789899987036
17,85 € exemplos de grandes filmes, o autor propõe a todos
os cinéfilos uma forma mais atenta de olhar para as
histórias contadas no ecrã.

Os tamboreiros da Ilha das Montanhas apresenta ao


leitor uma pincelada breve, ou poderemos dizer, um
toque na superfície de uma das maiores e mais
intensas manifestações culturais do arquipélago: o
Colá Son Jon de Porto Novo.
Neste livro, o autor leva-nos numa viagem, na qual
navegamos entre os locais e os momentos da festa
que acontece todos os anos durante o mês de junho,
na cidade de Porto Novo.
Para além de uma análise sobre a música dos

Página 15
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

influenciaram a sua concretização.


CIENCIAS SOCIALES
H 1-99 > Ciencias sociales (General) Segredos de gestão estratégia e inovação : A
PT e Outros Desafios de Murteira Nabo
Perspectivas
Dias, Albertina
Martins, Alexandra (ed.) 1 ed.
1 ed. Gradiva, 2017
A Causa das Regras, 2017 368 p. 21x15 cm.
122 p. 24x16 cm. 9789896167912
9789898754288 23,14 €
15,87 €

A gestão estratégica da inovação é essencial no


Fruto de um protocolo entre a Associação iBrain e a mundo altamente competitivo em que as empresas
Associação Causa das Regras, é um espaço aberto a têm de actuar. e criar um ambiente que favoreça a
todos os que queiram participar, deixando o seu inovação é, por isso, um foco de atenção dos
contributo e servindo assim para alargar horizontes e gestores.
outras visões do saber. Este livro, que conta a história profissional de
Murteira Nabo, é também uma abordagem da
HISTORIA Y ECONOMÍA (PRODUCCION, TRABAJO, TIERRA) inovação, descrevendo casos reais de gestão
HD 2321-4730.9 > Industria estratégica e inovação.
Este livro apresenta uma maneira incrível e original
História da indústria portuense, 1. Dos finais de contar a história da vida do Dr.Francisco Murteira
do século XVIII a 1852
Nabo, com a vantagem de obter uma visão mais clara
Cordeiro, José M. Lopes
de como e quando a inovação foi, e ainda é,
1 ed.
Afrontamento, 2017 fundamental para os nossos países e vidas pessoais.
(Biblioteca das ciências Ao ler os casos de gestão estratégica deste livro é
sociais.História) possível imergir numa experiência real da estratégia
246 p. 24x16 cm.
de negócios, identificar desafios actuais semelhantes
9789723615937
26,58 € e conseguir estudar e planear jogos estratégicos e
processos de decisão e implementação.

Este primeiro volume, para além da apresentação de


uma descrição pormenorizada do processo de
industrialização portuense desde os finais do Antigo
Regime até ao início da Regeneração, tem também
como objectivos procurar contribuir para o
esclarecimento de três outros aspectos com ele
relacionados: avaliar até que ponto esse processo
estava concluído em meados do século XIX ;
indagar, caso tal não se verifique, quais as
dificuldades e obstáculos que motivaram essa
situação; e tentar compreender quais foram as suas
características principais e de que forma

Página 16
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

SOCIOLOGÍA
HISTORIA Y ECONOMÍA (PRODUCCION, TRABAJO, TIERRA)
HM 1-299 > Sociología (General y teórica)
HD 28-9999 > Historia y condición económica (Actual)

Perfectível : o ser humano e a economia A universidade e modos de produção do


conhecimento
Gomes, Daniel Tavares
1 ed. Balsa, Casimiro ... [et al.]
Chiado, 2017 1 ed.
(Compendium) Edições Húmus, 2017
198 p. 22x13 cm. 194 p. 22x15 cm.
9789895208197 9789897552380
17,19 € 16,82 €

Equacionamos algumas críticas dirigidas as


orientações da Universidade, seja por defeito, por
HISTORIA Y ECONOMÍA (PRODUCCION, TRABAJO, TIERRA) que ela não seria capaz de acompanhar as finalidades
HD 4801-8943 > Trabajo(Huelgas, paro, sindicatos, relaciones
laborales...) de uma economia globalizada, seja por excesso, na
medida em que ela tenderia a impor um modelo de
Assédio laboral : quando o trabalho aprisiona fazer ciência considerado inadequado no plano de
Carvalho, Noémia culturas e contextos locais.
1 ed. Num primeiro momento procuramos elucidar estas
Chiado, 2017 críticas a partir do plano epistemológico, da
(Compendium)
178 p. 22x14 cm. governação e da responsabilidade da Universidade.
9789895208517 Em seguida confrontamos os modos de produção de
17,19 € conhecimentos científicos com os saberes populares
ou tradicionais.
Finalmente, e analisada a responsabilidade da
Universidade, particularmente em relação com os
valores de justiça e de igualdade e a forma como ela
pode associar se aos movimentos sociais que
procuram promovê-los.
Do trabalhador ao recurso
Moreira, Luís Alberto
1 ed.
Chiado, 2017
(Compendium)
76 p. 22x14 cm.
9789895207688
13,23 €

Página 17
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

Genética e Saúde - a presente coletânea parte da


Elementos essenciasi de sociologia geral constatação de que as tecnologias genéticas não são
Rosado, David Pascoal neutras, mas antes suscitam problemáticas que
1 ed. percorrem pontos diversificados na justiça criminal,
Gradiva, 2017
na investigação científica e na esfera médica e
176 p. 21x15 cm.
9789896167905 terapêutica.
22,48 € Inquietantes desafios se colocam às relações entre
genética e cidadania: Como pensar e dar valor ao
corpo e dignidade humana em contextos de risco
acentuado de redução do social ao biológico?
Que imaginários de futuro se constroem?
Que novas e velhas formas de desigualdade e
«Propositadamente este é um livro de sínteses com o exclusão social se agudizam?
intuito principal de conter, de forma objetiva,
algumas das noções elementares no âmbito da Sociedade em debate
sociologia geral. [...] Augusto, Nuno Augusto
Este livro é assim, por imperativo lógico, apenas um 1 ed.
primeiro passo para leituras mais arrojadas na área Edições Húmus, 2017
da sociologia, aqui entendida em sentido lato como 440 p. 22x15 cm.
9789897552434
ciência social que é. Serão leituras que certamente 19,84 €
compensarão, porque aprender sociologia é muito
mais do que apenas estudar problemas sociológicos.
É, sobretudo, pensar em maneiras de resolver esses
problemas. Tal como chegou a afirmar um sociólogo
muito prestigiado (de seu nome Pierre Bourdieu)
numa alusão que se tornou bastante conhecida, ‘a O presente livro resulta da contribuição de um
sociologia é uma arte marcial’.» conjunto de investigadores nacionais e internacionais
da área das Ciências Sociais, que se quiseram
Genética e cidadania associar à comemoração dos 25 anos da Licenciatura
Machado, Helena (1970- ) em Sociologia da Universidade da Beira Interior.
(ed.) O livro recobre um conjunto de áreas, que se
1 ed.
organizam em seis secções - Exclusão Social,
Afrontamento, 2017
(Biblioteca das ciências Desenvolvimento e Sociedade Civil; Diversidade
sociais.Sociologia, Cultural, Migrações e Religião; Arte e Cultura;
epistemologia) Família, Género e Saúde; Política, Ideologias e
244 p. 23x16 cm.
Comunicação e Dinâmicas Populacionais e
9789723615739
19,84 € Territoriais.
Procurou-se, deste modo, abranger uma
multiplicidade de abordagens, que contribuam para a
A centralidade dos genes nas sociedades investigação e para o ensino das Ciências Sociais em
contemporâneas é reveladora de profundas Portugal.
transformações culturais, éticas, económicas e
políticas. Este livro pretende debater criticamente as
implicações da genética nas relações humanas, nas
práticas institucionais e regulatórias, e nas formas
como pensamos o coletivo, os grupos sociais, a
família e o individuo.
Organizada em duas secções - Genética e Crime e

Página 18
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

SOCIEDADES
HISTORIA SOCIAL. PROBLEMAS SOCIALES. REFORMA
HS 1-3369 > Sociedades: secretas, beneficencia, etc. Clubes
SOCIAL
HN 50-981 > Por región o país
Da composição ao aplauso de um projecto
A engenharia do consenso social cultural : A Fundação Comendador Manuel
Correia Botelho, Conservatório Regional de
Dias, Fernando Nogueira Música de Vila Real
1 ed.
Chiado, 2017 VV.AA.
(Compendium) 1 ed.
272 p. 23x15 cm. Lema d'Origem Editora , 2017
9789895202461 160 p. 22x16 cm.
19,84 € 9789898342959
17,19 €

Esta publicação comprova o quanto valeu enfrentar


FAMILIA. MATRIMONIO. MUJER desafios de vária índole, pela sua força no acreditar,
HQ 1101-2030.7 > Mujeres. Feminismo. Club de mujeres
pela verdade que nos deixa, pelo estímulo do não
Da miséria humana : escravidão e atrofia do abandono do esforço que a todos comete defender,
feminino em particular pelos músicos oriundos deste
Avelar, Manuel Maria de Conservatório, artistas já firmados, galardoados com
1 ed. prémios em concursos nacionais e estrangeiros.
Chiado, 2017
(Compendium)
342 p. 21x13 cm. COMUNIDADES. CLASES SOCIALES. RAZAS
9789897748813 HT 390-395 > Planificación regional
23,81 €
Amp 2020 : crerscimento inclusivo
Marques, Teresa Sá
1 ed.
Caleidoscópio, 2017
128 p. 27x21 cm.
9789896584603
25,93 €

Página 19
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

PATOLOGÍA SOCIAL. BIENESTAR PÚBLICO. CRIMINOLOGÍA


COMUNIDADES. CLASES SOCIALES. RAZAS
HV 40-696 > Servicios sociales. Caridad
HT 401-485 > Sociología rural

O turismo como fator de desenvolvimento local A participação : um paradigma para a


: O Caso de Penedos (Mértola) intervenção social
Pereira, Orlando Manuel Vieira, Isabel de Freitas
Fonseca 2 ed.
1 ed. Universidade Católica Editora,
Caleidoscópio, 2017 2017
200 p. 23x18 cm. 248 p. 23x16 cm.
9789896584368 9789725405642
21,02 € 23,14 €

A presente obra decorreu do projeto do A leitura da obra A Participação: um paradigma para


Pós-doutoramento em Turismo, partiu de uma base a intervenção social é importante não só para os
territorial, tendo em consideração a participação dos trabalhadores sociais e para a sua formação e
atores locais, no sentido de serem encontradas reflexividade profissional, mas também para quem
respostas conjuntas para os problemas existentes: tem responsabilidades no desenho e
abandono populacional, envelhecimento e desenvolvimento de politicas sociais.
empobrecimento geral, mas sobretudo, ausência de Identificamos o Serviço Social como uma profissão
políticas públicas de desenvolvimento local. Assim, que pode empreender um caminho para a realização
o objetivo central visou mostrar que o turismo é um de uma cidadania democrática, tomando-o como
fator diferenciador de desenvolvimento económico percurso de intervenção para a construção de uma
local sustentável. sociedade mais justa e mais igualitária.
Conclui-se que há a emergência de um desafio
estratégico dominante - dinamizar e promover os Do outro lado : programa
recursos endógenos e o Centro Interpretativo de
intergeraçoes/interações : para o conhecimento
das pessos em situação sem-abrigo em Lisboa
Penedos, por via das várias formas de comunicação,
Marrana, João ... [et al.]
com vista à promoção turística do território, 1 ed.
constituindo este um elemento agregador de Santa Casa Misericórdia de
atividades convergentes para a Rota do Guadiana (a Lisboa-SCML, 2017
criar), sob pena de se perder para sempre esta (Ação social)
182 p.
oportunidade turística para salvar estes territórios da 9789898712288
desertificação. 11,90 €

Página 20
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

vindo a transformar-se em função da evolução e da


Intervencão comunitária : conhecimentos e pró-pria dinâmica das sociedades.
práticas da Santa Casa da Misericórdia de No estudo e investigação apresentados neste livro
Lisboa
pretende-se analisar a problemática das crianças em
Nunes, Maria Natália (ed.)
situação de rua da cidade de Lisboa, recorrendo à
1 ed.
Santa Casa Misericórdia de metodologia de intervenção desenvolvida pelo
Lisboa-SCML, 2017 Instituto de Apoio à Criança.
(Ação social) Neste sentido, o foco central desta investigação foi a
136 p. 23x16 cm.
avaliação do Projecto Trabalho de Rua com Crianças
9789898712530
10,58 € em Risco ou Situação de Marginalidade; atualmente
designado por Projecto Rua Em Família para
Crescer.
Na procura de um conhecimento sobre o legado que
o Projecto Rua deixa à sociedade portuguesa,
Ao longo do tempo, a Santa Casa da Misericórdia de
procura-se estabelecer a ligação entre a missão do
Lisboa testemunhou os diferentes momentos de
Instituto de Apoio à Criança - Projecto Rua, a sua
crescimento da capital, muitas vezes marcados por
proposta pedagógica, o papel dos diferentes
desigualdades, tanto sociais como urbanísticas.
interventores sociais e a realidade das crianças e
A posição institucional que ocupa na cidade
jovens em situação de rua.
conferiu-lhe, simultaneamente, grandes
Através de uma pesquisa exploratória de estudo de
responsabilidades nos processos de inclusão e de
caso único, apoiada numa abordagem qualitativa
construção das comunidades, sobretudo nos bairros
teórico e analítica, faz-se uma análise aprofundada
mais desfavorecidos.
do desenvolvimento do Projecto que visou a
São essas experiências de Desenvolvimento
compreensão do seu papel na construção de
Comunitário dos técnicos da Santa Casa na Lisboa
percursos de inclusão, em torno das seguintes
da segunda metade do século XX e início do XXI
dimensões: como Observatório Social da
que este livro sistematiza, traçando um percurso de
problemática, como Laboratório Social, como
aprendizagem e observações que, mais do que um
Serviços de Cuidados de Proximidade e como
resumo do passado, constituem propostas de
contributo para a adequação das Políticas Públicas.
modelos e abordagens para o futuro.

Programa de preparação da criançã para a


PATOLOGÍA SOCIAL. BIENESTAR PÚBLICO. CRIMINOLOGÍA adoção : diário de bordo : caderno de
HV 697-4959 > Protección, asistencia, y ayuda (Minusválidos, profissional
suicidio...)
Henriques, Margarida Rangel
Crianças en situação de rua : o caso do IAC : ... [et al.]
Projecto Rua "Em Família para crescer" 1 ed.
Coisas de Ler, 2017
Sirgado, Matilde 100 p. 29x20 cm.
1 ed. 9789898659859
Edições Sílabo, 2017 18,52 €
180 p. 24x17 cm.
9789726188971
20,37 €

A aplicação do programa será apoiada por outro


livro, o "Diário de Bordo" que constitui um cader-no
para o profissional, capaz de lhe facilitar a aplicação
O complexo problema social das Crianças de Rua e o registo dos resultados da mesma. Recomendado
está presente na maioria das cidades do mundo e tem pela Faculdade Psicologia do Porto e Instituto da

Página 21
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

Segurança Social. TEORÍA POLÍTICA. TEORÍA DE ESTADO


JC 348-497 > Formas de Estado (imperialismo, fascismo,
estado mundial..)

TEORÍA POLÍTICA. TEORÍA DE ESTADO


JC 311-323 > Nacionalismo Democracia : Linhagens & configurações de
um conceito impuro
O cónego Manuel das Neves : um nacionalista Feijó, Rui Graça
angolano : ensaio de biografia política 1 ed.
Lopes, José Manuel da Afrontamento, 2017
Silveira (Historias e ideias)
1 ed. 144 p. 20x14 cm.
Nova Vega, 2017 9789723615760
(O facto e a verdade) 13,23 €
216 p. 23x17 cm.
9789897500640
23,81 €

Este livro força-nos reflectir sobre o que a


Democracia é (e não é), propondo uma definição
Considerado como uma figura relevante da história racional, e não um conjunto de boas intenções.
de Angola, o cónego Manuel das Neves Acompanhando uma panorâmica das raízes desta
notabilizou-se pela rara coragem com que inscreveu palavra, defende um conceito de Democracia que
o seu nome nas lutas de independência desse país. não se baseia nos benefícios materiais que dela
Indignado com as iniquidades e prepotências podem advir, mas nos mecanismos sociais e
exercidas sobre o seu povo, começou por as institucionais que facilitem tal objectivo. Nesse
denunciar do alto do seu púlpito mas foi sobretudo sentido, a sua noção de Democracia é "um conceito
na condição de vogal efectivo do Conselho do formulado por pessoas reais para se adaptar ao
Governo da colónia, lugar que ocupou em 1945, que mundo real, e não um que seja asséptico e válido
a sua voz se levantou com mais ímpeto. para um mundo de anjos e santos".
Mais tarde, não hesitou em inspirar a "rebelião de Por essa via incorpora no centro da definição as
1961" e apoiar as actividades da UPA, por achar que dimensões vertical e horizontal de responsabilidade
mais do que padre tinha a obrigação de defender um política. Existe Democracia onde os governantes
povo oprimido. Essa tão difícil decisão, entre o dever eleitos por períodos bem definidos respondem
eclesiástico e a luta pela independência de Angola, verticalmente perante quem os elegeu mas onde
valeu-lhe naturalmente a prisão e a reclusão até ao estão igualmente controlados horizontalmente por
fim dos seus dias. outros órgãos de soberania, "diferentes ramos do
Estado que possuem capacidade para limitar o poder
dos outros".

Página 22
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

empresário da comunicação social, fundou o


HISTORIA CONSTITUCIONAL Y ADMINISTRACIÓN semanário Expresso e a SIC; na qualidade de
JF 1321-2112 > Gobierno. Administración primeiro-ministro e líder da maioria parlamentar, deu
um contributo decisivo para a configuração do
Demodiversidade : Imaginar novas regime democrático em que hoje vivemos.
possibilidades democráticas
Da infância à vida académica, dos negócios à
Mendes, José Manuel
política, a família, os amigos, as cumplicidades e as
Santos, Boaventura de Sousa
1 ed. inimizades, eis o primeiro retrato de corpo inteiro de
Edições 70, 2017 Francisco Pinto Balsemão publicado em livro.
616 p. 23x15 cm. Investigada e escrita por um autor que trabalhou para
9789724419671
ele durante uma década e meia, esta é uma biografia
32,94 €
não oficial rigorosa, exaustiva e surprendente.

Presidentes que mudaram Portugal : a vida, as


histórias e as polémicas
Luís, Filipe
O livro, composto por 24 capítulos, parte da seguinte 1 ed.
pergunta: terá o capitalismo derrotado a democracia Desassossego, 2017
representativa? A resposta é dada a partir da 256 p. 23x16 cm.
apresentação e discussão dos novos contextos de 9789899987555
21,95 €
investigação do projeto ALICE, analisando-se o que
permite que a democracia, uma vez introduzida e
presente numa dada sociedade, assuma uma
dinâmica própria, com consequências específicas,
muitas das quais inesperadas, e com configurações
institucionais específicas e concretas.
A pistola que Ramalho Eanes transportou durante a
A indagação que fundamenta o livro situa-se no
viagem de helicóptero que aterrou no Palácio de
período temporal posterior a 2000, em que a
Belém. A paulada nas costas que Mário Soares levou
democracia deixa de ser algo pensado pelas e para as
na Marinha Grande. A conversa que Jorge Sampaio
elites, assistindo-se a uma popularização da
teve frente ao espelho. O camião de dez toneladas
democracia, a um enraizamento da democracia no
que Cavaco Silva conduziu aos 16 anos. Ou os
imaginário popular, consequência de várias lutas
«vivas» que Marcelo Rebelo de Sousa ouviu durante
locais e globais.
o Mundial de 2006. Cinco histórias marcantes, com
forte carga psicológica, são o ponto de partida para
Francisco Pinto Balsemão : O patrão dos Filipe Luís traçar os perfis pessoais, profissionais,
media que foi primeiro-ministro
cívicos e políticos dos Presidentes eleitos da
Vieira, Joaquim
Democracia Portuguesa.
1 ed.
Planeta (Portugal), 2017 Filipe Luís oferece-nos uma nova perspetiva sobre a
276 p. 23x15 cm. forma de fazer política, traçando um retrato dos
9789896579692 últimos quarenta anos. Sem prescindir da análise
30,28 €
crítica, o autor tenta valorizar o contributo de cada
um dos Chefes de Estado para a nossa democracia,
procurando demonstrar que só foi possível terem
chegado onde chegaram porque, tal como cada um
de nós, todos foram portugueses comuns.
Francisco Pinto Balsemão tem um protagonismo
singular na história portuguesa. Como ousado

Página 23
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

BELLAS ARTES
COLONIAS Y COLONIZACIÓN. EMIGRACIÓN E INMIGRACIÓN
N 1-9165 > Artes visuales (General)
JV 1-5810 > Colonias y colonización. Emigración e
inmigración
Amadeo de Souza-Cardoso : fotobiografia :
Refugiados : 50 vidas sem pátria e com história catálogo raisonné
Letria, José Jorge Alfaro, Catarina (ed.)
1 ed. Freitas, Helena de (ed.)
Guerra e Paz, 2017 Oliveira, Leonor de (ed.)
184 p. 20x14 cm. 2 ed.
9789897023125 Documenta
24,47 € Fundação Calouste
Gulbenkian, 2016
432 p. il. 29x25 cm.
9789898834140
66,13 €

Um livro de uma realidade actual e que identifica um Esta edição da Fotobiografia de Amadeo de
fenómeno que ficará como uma das marcas trágicas e Souza-Cardoso foi publicada por ocasião da
inultrapassáveis do nosso tempo Hoje, uma em cada exposição «Amadeo de Souza Cardoso 1887-1918»,
113 pessoas na Terra está deslocada , refugiada ou à organizada pela Fundação Calouste Gulbenkian e
espera de asilo. É a maior crise migratória forçada pela Réunion des Musées Nationaux - Grand Palais,
desde a Segunda Guerra Mundial: 65,6 milhões de em Paris, de 20 de Abril a 18 de Julho de 2016.
seres humanos precisam de ajuda e protecção. A Fotobiografia de Amadeo de Souza-Cardoso
apresenta-se na forma de uma malha organizada
entre texto e imagem. A multiplicidade de
LITERATURA SOBRE MÚSICA
ML 3469-3541 > Música popular documentos e fotografias reproduzidos permite
contextualizar a sua vida artística, fixar o seu rosto
RAPublicar : A micro-história que fez história em sucessivas poses, cristalizar alguns dos seus
numa Lisboa adiada pensamentos na grafia das cartas. Sabemos como
Simões, Soraia Amadeo não se deixa aprisionar nesta rede. O artista
1 ed. não tem um discurso regular, desloca-se com
Caleidoscópio, 2017
64 p. 23x16 cm. destreza entre vários registos, na vida como na obra.
9789896584542 Percebe-se na diversidade da pose (entre o
16,82 € provinciano e o cosmopolita), no estilo versátil da
escrita, na letra instável, no desconcertante traçado
das assinaturas. Parte tudo isto de um sentido de
velocidade que lhe percorre a vida e a obra, de um
destino que tem que cumprir. [Helena de Freitas]

Página 24
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

Art and photography in media environments O avesso do visível


Matoso, Rui Ferreira, Luísa Ramos
Pinto, José Gomes 1 ed.
1 ed. Afrontamento, 2017
Edições Universitárias (Álbuns)
Lusófonas, 2017 118 p. 17x24 cm.
(Imagens, sons, maquinas e 9789723615616
pensamento ; 16) 18,52 €
179 p. il. 23x15 cm.
9789897570490
19,84 €

Uma mulher deitada de costas, cabeça suspensa e


cabelo caído raspando o chão. A pose é sensual. Em
Calçada portuguesa : Lux Platearum que pensa? Espera algo? Talvez. Uma árvore de
folhas grosseiras olha-a de perto. Guarda frutos de
Matos, Ernesto
Corréia, António formas estranhas -- parecem sólidos geométricos. Ao
1 ed. longe, um relógio cansado adormece. Em primeiro
Sessenta e nove manuscritos, plano uma espécie de camaleão tenta apanhar um
2017 inseto. (...) O sol parece observar, com um olho
176 p. il. 21x20 cm.
9789892073668 atento e uma poupa encaracolada.
32,80 €
BELLAS ARTES
N 4390-5098 > Exposiciones

A geometria do tempo
Uma viagem pela calçada portuguesa espalhada pelo
Oliveira, Maria José (1943-)
mundo através da luz das fotografias e dos poemas
1 ed.
que os autores calcorrearam. Documenta, 2017
A Sessenta e Nove Manuscritos volta a apostar no 80 p. 20x14 cm.
tema da calçada portuguesa. Desta vez num duplo 9789898834744
19,84 €
olhar, a estética fotográfica de Ernesto Matos e do
visionário poeta, contista e romancista António
Correia. Através da luz, dessa luz misteriosa,
revelam e revelam-se pedaços do chão um pouco por
todo o mundo, onde a tradição, de ainda fazer tapetes
com pedra ainda persiste no imaginário de cidades
Este livro foi publicado por ocasião da exposição «A
que cobrem o chão de poesia entrelaçada de luz e
Geometria do Tempo», realizada na Fundação
sombras, de pedras brancas e pretas, amarelas e
Carmona e Costa, entre 21 de Março e 4 de Maio de
rosas... nenúfares e crisantemos e os nossos passos
2007.
de fronte à luz do sol, da lua ou das estrelas... numa
livraria perto de si.

Página 25
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

mundo. Não precisa de muitos artifícios para nos


Amadeo de Souza-Cardoso : pintura fazer rir (tantas vezes de nós próprios), para nos
Souza-Cardoso, Amadeo de fazer pensar, para arranhar a indiferença e a
2 ed. prepotência. É um exercício de liberdade tão
Documenta
incómodo como imprescindível para aferirmos a
Fundação Calouste
Gulbenkian, 2016 nossa liberdade.
496 p. 29x24 cm.
9789898834157 Da sombras do verão, do dia e da noite
79,35 €
Lagarto, Margarida
1 ed.
Documenta, 2017
56 p. 22x16 cm.
9789898834713
Esta edição de Pintura de Amadeo de Souza-Cardoso 15,87 €
foi publicada por ocasião da exposição «Amadeo de
Souza Cardoso 1887-1918», organizada pela
Fundação Calouste Gulbenkian e pela Réunion des
Musées Nationaux - Grand Palais, em Paris, de 20 de
Abril a 18 de Julho de 2016.
«Amadeo de Souza-Cardoso é a primeira Descoberta Este livro foi publicado por ocasião da exposição
de Portugal na Europa do século XX. O limite da «Margarida Lagarto: Das Sombras do Verão, do Dia
Descoberta é infinito porque o sentido da Descoberta e da Noite», com curadoria de Filipa Oliveira e
muda de substância e cresce em interesse — por isso Manuel Costa Cabral, que teve lugar no Fórum
que a Descoberta do Caminho Marítimo prá Índia é Eugénio de Almeida, em Évora, entre 6 de Maio e 2
menos importante que a Exposição de Amadeo de de Julho 2017, realizada em parceria com a
Souza-Cardoso na Liga Naval de Lisboa.» Fundação Carmona e Costa.
José de Almada Negreiros, Exposição de pintura: Já tinha passado naquele jardim centenas de vezes,
amadeo de souza cardoso, Liga Naval de Lisboa, mas as suas sombras ainda não lhe tinham cativado o
1916 olhar. Durante o passeio fixou-as nessas tais folhas.
Fascinada com o resultado do exercício voltou ao
Cartoons do ano 2016 jardim, desta vez sozinha. Descobriu um velho muro
VV.AA. onde várias árvores projectavam as sombras
1 ed. intermitentes das suas folhagens.
Documenta, 2017
O muro branco, gasto pelo tempo, tornou-se o seu
128 p. 22x17 cm.
9789898834676 caderno, e Margarida Lagarto visitou-o
19,84 € incessantemente a diferentes horas do dia, durante
meses e meses. Sentava-se e olhava-o, fotografava-o
e filmava-o. Mas não o desenhava, não ali. As visitas
ao muro tornaram-se quase uma obsessão. Era
preciso vê-lo todos os dias. Como estariam as
sombras hoje? Haveria sombras neste dia quase sem
2016 mostrou-nos um mundo a precisar de sarar as sol? Ou neste outro em que ele é excessivo? E hoje
feridas. Algumas antigas, do Vietname ao Japão, de com o céu tão enublado? Ou com tanto vento?
Cuba ao Irão. Barack Obama deu passos em direções O muro tinha-se transformado num ecrã que acolhia
prometedoras. Mas há demasiadas feridas abertas, da formas e movimentos. [...]
Síria ao terrorismo sem fronteiras. Velhos e novos
ditadores num mundo que começou a erguer
barreiras à globalização. [...]
O cartoon é uma janela rasgada sobre o nosso

Página 26
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

Escultura em Filme = The Very Impress of the Estranhos dias recentes de um tempo menos
Object feliz
Curtis, Penelope (ed.) Dinis, Hugo (ed.)
1 ed. 1 ed.
Fundação Calouste Documenta, 2017
Gulbenkian, 2017 128 p. 20x16 cm.
72 p. il. 9789898834737
9789898758385 23,81 €
23,81 €

A exposição Escultura em Filme. The Very Impress Este livro foi publicado por ocasião da exposição
of the Object explora o fascínio que a escultura «Estranhos Dias Recentes de um Tempo Menos
clássica tem vindo a exercer sobre alguns artistas Feliz», a proposta curatorial de Hugo Dinis,
contemporâneos. Em torno desta questão, sete vencedor da 2.ª edição do Prémio Atelier-Museu
artistas internacionais foram convidados a expor as Júlio Pomar / EGEAC 2016, realizada no
suas obras: Anja Kirschner e David Panos, Fiona Atelier-Museu Júlio Pomar de 30 de Março a 21 de
Tan, Mark Lewis, Rosa Barba, Lonnie van Maio de 2017.
Brummelen e Siebren de Haan. Através destes filmes A exposição apresenta obras de Júlio Pomar (Lisboa,
e da leitura minuciosa que as suas câmaras fazem de 1926), André Romão (Lisboa, 1984), Carlos Bunga
objetos antigos, famosos ou esquecidos, é-nos (Porto, 1976), Igor Jesus (1989), Joana Bastos
permitido um novo olhar sobre esculturas do (Lisboa, 1979), João Leonardo (Odemira, 1974),
passado. João Pedro Vale (Lisboa, 1976) & Nuno Alexandre
A publicação que aqui se apresenta é constituída por Ferreira (Torres Vedras, 1973), Pedro Barateiro
um texto de Penelope Curtis, curadora da exposição, (Almada, 1979) e Rodrigo Oliveira (Sintra, 1978).
que nos conduz através das obras que integram a [...] os desequilíbrios económicos, sociais e culturais
mostra e destas relações entre arte contemporânea, acentuam-se e, sem empatia, marcam
trabalhos em suporte fílmico e escultura clássica. definitivamente o fosso entre todos, prevendo que
Esta edição é ainda enriquecida por fotografias de nos canais (de comunicação) que os separam o
dupla página que mostram a forma como as obras se desespero e a luta sejam as palavras que mais
integram no espaço expositivo, captando a relação ordenam. Porém, não se tentará aqui nem avaliar as
entre o amplo espaço da galeria, o jardim que a culpas de um passado recente nem prever um futuro
rodeia, o movimento dos filmes e a quietude da por vir, mas sim aflorar quais os sentimentos, as
escultura clássica que neles se reproduz. No fim da reacções e as reflexões presentes na
publicação, uma seleção de stills ilustra ainda as contemporaneidade. Nesta óptica, as obras
cinco obras em exposição. apresentadas na exposição «Estranhos dias recentes
de um tempo menos feliz» confluem, em última
instância, num rumo comum: a nostalgia da perda, da
decadência e da precariedade.

Página 27
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

japonesa e colecionadas por Helmut Federle. De


Foradaordem : obras da coleção Helga de seguida, apresentam-se três questões colocadas ao
Alvear artista sobre a sua vertente de colecionador e sobre o
Chiarelli, Tadeu (ed.) forte sentido de abstração que parece ligar as suas
Mesquita, Ivo (ed.)
obras às peças que foi adquirindo. Através das suas
Ribeiro, José Augusto (ed.)
1 ed. respostas, somos conduzidos, quase que diretamente
Pinacoteca de São Paulo pela sua voz, à forma como Helmut Federle encara
(Brasil), 2016 estas questões. Por fim, um texto de Elisabeth von
146 p. il. col. 28x23 cm.
Samsonow que desenvolve as várias vertentes da
9788582560730
25,43 € abstração encerra a publicação. A par destes textos
reproduz-se uma seleção das obras que fazem parte
desta conversa, desde as pinturas de Helmut Federle
às peças que integram a sua coleção e a Coleção do
La Colección Helga de Alvear es una de las más Fundador, reforçando o diálogo entre os objetos
importantes colecciones de arte contemporáneo en expostos.
Europa. Reune 3000 piezas en lenguajes y materiales
diversos, de artistas de todas partes del mundo. La Maria José Oliveira : 40 anos de trabalho
exposición Fora da Ordem presenta más de 130
Oliveira, Maria José (1943-)
obras de este conjunto, a fin de señalar la intensidad 1 ed.
dinámica de obras tenidas por sobrias y neutras, Documenta, 2017
colocadas aquí en fricción con la disciplina de 160 p. 27x21 cm.
imágenes con contrasentido y absurdo. 9789898834720
34,39 €
Helmut Ferdele : matéría abstrata : [pinturas e
cerâmicas]
Ferderle, Helmut
Waal, Edmund de (ed.)
Samsonow, Elisabeth von
(ed.) É o tempo que se celebra nesta visão dos 40 anos de
1 ed. trabalho de Maria José Oliveira. Este livro foi
Fundação Calouste
publicado por ocasião da exposição «Maria José
Gulbenkian, 2017
32 p. Oliveira – 40 Anos de Trabalho», com curadoria de
9789898758378 Manuel Costa Cabral, realizada na Sociedade
13,23 € Nacional de Belas-Artes, Lisboa, com o apoio da
Fundação Carmona e Costa, de 15 de Maio a 17 de
Junho de 2017 Longe de fazer desaparecer, a morte
O Museu Calouste Gulbenkian apresenta uma
inicia o desvelamento mais profundo, em direcção às
exposição sobre o trabalho e as coleções de
origens. A verdadeira revelação começa com a
cerâmicas marroquinas e japonesas do século XVII
morte.» José Gil «[...] é uma artista das cores da
do pintor suíço Helmut Federle, colocadas em
terra, dos amarelos ouro, da infinidade dos tons de
diálogo com as cerâmicas de arte islâmica do Museu,
cinza, das aguadas da cal, dos brancos da porcelana,
quer no espaço da Galeria de Arte Islâmica da
dos tons e timbres da grafite e do carvão. [Raquel
exposição permanente, como na Galeria do Piso
Henriques da Silva] Percorremos, demoradamente
Inferior. Para acompanhar esta exposição, lançamos
um a um, com o olhar os objectos preciosos e quase
agora a segunda publicação deste espaço conversas.
mágicos de Maria José Oliveira, e uma
Um texto do escritor e ceramista Edmund de Waal,
multiplicidade de transmutações parece estar a
autor do aclamado livro A Lebre com Olhos de
ocorrer a cada instante.» Ana Godinho «Tempo [...] é
Âmbar, inicia esta edição abordando a importância
também um conceito profundo que percorre o seu
das taças chawan, utilizadas na cerimónia de chá
trabalho: as matérias primeiras do mundo, o arco

Página 28
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

testemunham e em alguns casos traduzem as


entre a vida e a morte, a história familiar, o discreto primeiras formas de interpretar o diálogo com o
existir de cada dia. [Paulo Henriques] o corpo é um Oriente, e perpetuam essas relações comerciais,
alimento a meio caminho entre carne e espírito : o científicas e artísticas, sempre aventurosas, através
que [...] nos dá a comer é pão seco, é leite, é cera, de um significado latente que ainda hoje é possível
são folhas, é pólen, é sangue, é sémen – e tomamos identificar.
nas mãos um vaso sagrado.» João Pinharanda «Em Os jardins, no domínio da História da Arte, foram
consciência, sem pudor e com desprendimento, dá sendo ignorados e desvalorizados, vem este trabalho
nome às «coisas» e sempre as coloca no lugar certo. inédito em boa hora colmatar essa falha.
Seja o corpo, o chão, a parede, uma mesa ou uma
cadeira. Se esse lugar não existe, constrói-o.
BELLAS ARTES
[Cristina Filipe] Partindo do adorno e da elaboração N 7475-7483 > Crítica de arte
de um corpo impossível, Maria José Oliveira inicia
uma aventura poética muito pessoal, onde perpassa Alberto Carneiro : natureza dentro
tanto a nostalgia como a comemoração, ou Belo, Duarte
explicitando, quiçá, a dor da ausência 1 ed.
Documenta, 2017
128 p. 20x14 cm.
Missão fria 9789898834768
Casqueiro, Pedro 23,81 €
1 ed.
Documenta, 2017
136 p. 26x21 cm.
9789898834775
34,39 €

Nesta natureza intacta, cidade imaginária, nos


encontramos. Este livro foi publicado por ocasião da
exposição Alberto Carneiro - Árvores e Rios, com
curadoria de António Gonçalves, realizada na
Galeria Ala da Frente, em Vila Nova de Famalicão,
de 10 de Junho a 23 de Setembro de 2017. Este
trabalho é sobre o projeto, sobre o desenho. É sobre a
BELLAS ARTES
N 5300-7418 > Historia del arte terra, sobre a arte, sobre as «cidades». É sobre a
natureza, sobre a transparência da opacidade do que
A India nos Jardins portugueses não vemos, sobre a densidade de um mundo
Castel-Branco, Cristina fascinante. [...]Conheci pessoalmente Alberto
1 ed. Carneiro em Outubro de 1987, como seu aluno na
Editorial Verbo, 2017 disciplina de Desenho, do segundo ano do curso de
456 p. 23x16 cm.
9789722231732 Arquitetura da Faculdade de Arquitetura da
39,01 € Universidade do Porto. Trinta anos decorreram desde
essa data. Nesta natureza intacta, cidade imaginária,
nos encontramos. Em mim ficou esse fascínio da
ligação entre o ensino e a obra, os diálogos do olhar,
as conversas que mantivemos depois de terminado o
ano, os contactos esparsos ao longo destas três
Os jardins construídos em Portugal por influência da últimas décadas. A amizade, uma profunda
Índia expressam, em primeira mão e de formas admiração e gratidão. A maquete deste livro foi
diversas, esta maravilhosa aventura vivida pelos apresentada a Alberto Carneiro e por si bem
Portugueses no período dos Descobrimentos: recebida. À data desta publicação já não podemos

Página 29
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

contar com a sua presença. A sua obra e a sua visão, Júlio Pomar - Dom Quixote
permanecem Pinharanda, João
Pomar, Júlio
1 ed.
ARQUITECTURA
Fundação Júlio Pomar, 2016
NA 9000-9428 > Estética de las ciudades. Planificación y 269 p. 22x16 cm.
embellecimiento 9789899973503
39,68 €
Autenticidade : considerações sobre a condição
urbana contemporánea
Duarte, Rui ... [et al.]
1 ed.
Chiado, 2017
(Compendium) Ilustrações para Dom Quixote de Cervantes.
160 p. 21x13 cm. Romance gráfico. O livro está incluindo entre as
9789897745270 edições em francês, quando se trata de uma
19,84 €
publicação portuguesa (também com traduções do
texto em espanhol, fr e inglês.

Lisboa graphics
Fonseca, Sérgio
1 ed.
Objecto anónimo, 2017
(City graphics)
DIBUJO. DISEÑO. ILUSTRACIÓN
NC 1-1940 > Dibujo. Diseño. Ilustración
160 p. 18x17 cm.
9789898256744
21,16 €
Anatomia artística
Lauricella, Michel
1 ed.
Gustavo Gili (Brasil), 2017
320 p. il. 20x14 cm.
9788584520688 Lisboa Graphics é assim um convite a descobrir a
22,43 €
cidade de uma forma gráfica, com uma especial
atenção aos desenhos que desenham a cidade, às suas
características, aos materiais, às técnicas e aos
significados. Faz uma viagem no tempo sem sair do
presente, entra num jogo com formas, cores e cheiros
e deixa-te deambular pelas ruas para conheceres esta
É fundamental compreender a morfologia e a
cidade.
estrutura do corpo humano para poder representá-lo
adequada e artisticamente. Este livro introduz de
forma prática e visual a anatomia artística por meio
do écorché e de outras técnicas de desenho. Cerca de
mil ilustrações permitem captar a natureza do corpo
humano em seu aspecto mais formal, com vistas a
que este aprendizado se converta em poderosa fonte
de criatividade.

Página 30
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

longamente autor da única obra historiográfica sobre


PINTURA esse período – interrompeu o seu estudo no final dos
ND 25-3416 > Pintura (General) anos cinquenta, deixando em suspenso a
problematização do que representaram os ditos anos
Diário da Natureza 2018 : pássaros 60 no contexto da arte nacional. Quem,
Nunes, Luísa Ferreira de conscienciosamente, abordar a arte portuguesa
1 ed.
realizada no período de forte transformação vivido
Editora Exclamação, 2017
(PLanetaVivo) no início da década de setenta, deve começar por
120 p. 21x14 cm. entender a profunda mudança de contexto e de
9789899995802 significações culturais que ocorreu nesses anos:
17,87 €
mudança substancial que se prendia, desde logo, com
as transformações ocorridas na década anterior, em
que toda uma nova paisagem no plano das práticas e
conceitos próprios do campo artístico tomara lugar,
na arte e cultura portuguesas, reflectindo debates
mais alargados, num momento em que secretamente
se iniciara um novo surto de globalização.
Do Ocidente para Oriente : pinturas de Natália
Gromicho
Gromicho, Natália LITERATURA (TIPOS)
PN 441-1009.5 > Historia de la literatura
1 ed.
Edições Vieira da Silva, 2017
112 p. 20x21 cm. Os vícios dos escritores : As loucuras, manias e
9789897367809 excessos dos grandes génios da literatura
34,39 € Costa, André Canhoto
1 ed.
Desassossego, 2017
384 p. 23x16 cm.
9789899987531
23,40 €

Memórias do presente, passagem de Isabel e


Rodrigo Cabral na arte portuguesa
Almeida, Bernardo Pinto de Os especialistas em literatura afirmam que a vida dos
1 ed. autores não tem utilidade para compreender os seus
Afrontamento, 2017
(Álbuns) livros. Mas os estudos sobre as grandes obras
224 p. 27x25 cm. literárias acabam sempre por explicá-las através da
9789723615807 vida e personalidade dos escritores. Kafka era um
55,55 € hipocondríaco vegetariano com um gosto suspeito
por menores; Eça de Queiroz, um mulherengo
vaidoso com tendência para o cinismo; Camilo
Castelo Branco, um maníaco-depressivo, com
tendência para o jogo; Dickens manteve uma amante
Os anos 60 em Portugal têm sido considerados, por secreta e expulsou a mulher de casa; Gogol era um
vários sectores da crítica, como uma década de fanático religioso e um homossexual reprimido;
ruptura. Por outro lado deveremos ter presente que Dostoiévski arruinou financeiramente a família no
no seu levantamento exaustivo sobre a arte casino.
portuguesa no século XX, José Augusto França -- Sendo assim, será que a chamada grande Literatura

Página 31
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

nos pode ensinar alguma coisa sobre a vida? Os LITERATURA (TIPOS)


PN 80-99 > Crítica
Vícios dos Escritores é uma viagem rara e
surpreendente sobre os segredos da Literatura, os
Introdução aos estudos literários
enigmas da beleza e as imposturas da crítica literária.
Matos, Maria Vitalina Leal de
Borges, Vera
LITERATURA (TIPOS)
1 ed.
PN 4699-5650 > Periodismo. Periodistas, etc Almedina, 2017
432 p. 23x16 cm.
O dever : os primeiros dez anos (1917-1926) 9789724070964
23,68 €
Soares, José Quintela
1 ed.
Companhia das Ilhas, 2017
(Transeatlântico)
544 p. 21x14 cm.
9789898828347
26,45 € Escrito para servir de apoio à cadeira de Introdução
aos Estudos Literários, uma disciplina transversal a
diversas licenciaturas de Línguas e Literaturas
Modernas da Faculdade de Letras da Universidade
de Lisboa, este livro traça um panorama geral quer
da história das disciplinas literárias, quer das formas
No ano em que se assinala o centenário do jornal "O
de abordagem que têm sido propostas na nossa
Dever", fundado pelo Padre Xavier Madruga, José
cultura; por outro lado, dá ainda conta do conceito de
Quintela Soares, na sequência de um aturado
literatura e das dificuldades que a teoria literária tem
trabalho de investigação, apresenta-nos uma longa
tido ao procurar construí-lo. No processo de escrita
selecção de textos publicados nos primeiros dez anos
deste livro, que preserva a forma pessoal de um
(de 1917 a 1926) do jornal, órgão da imprensa
percurso marcado pela própria formação intelectual,
católica, nascido na ilha açoriana de São Jorge e,
histórica e culturalmente situada da autora, a
uma dezena de anos depois, mudado para a vizinha
finalidade propedêutica foi dando lugar a um
ilha do Pico, onde ainda se mantém. Além do seu
aprofundamento de questões que o tornaram mais
interesse documental, da sua natureza de peça
teórico e ambicioso do que estava inicialmente
importante para a história da imprensa açoriana do
previsto. Para tratar o tema imprescindível dos
século XX, este "O Dever. Os Primeiros Dez Anos
géneros literários, que ocupa o capítulo final, Maria
(1917-1926)", de José Quintela Soares, revela-se
Vitalina Leal de Matos solicitou a colaboração de
igualmente como fundamental para conhecermos
Vera da Cunha Borges.
aspectos da vida económica, social e cultural de
Vista previa en http://www.puvill.com/
parte do mundo açoriano, mas também das suas
relações com o todo português, num período da
história de grandes mudanças sócio-culturais:
vivia-se então em plena primeira república, em 1926
o dito Estado Novo dá os seus primeiros passos, e o
jornal, católico, apostólico e romano, assume-se
claramente como monárquico e, portanto,
decididamente contra o regime vigente, por vezes de
forma intempestiva. É um mundo diferente, pois,
aquele que se abre nestas páginas de "O Dever",
reflexo de uma época que já não imaginamos mas
com a qual ainda temos muito a aprender.

Página 32
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

fome, o frio, a doença, as condições precárias de


LITERATURAS ROMANCES higiene, a incerteza quanto à vida no presente e no
PQ 9000-9999 > Literatura portuguesa futuro. E, depois, a prepotência com que eram
tratados os mais frágeis e, de entre eles, as crianças.
A feira dos asombrados O homem é fruto das suas circunstâncias, como
Agualusa, José Eduardo habitualmente ouvimos dizer. José Salgueiro,
1 ed.
nascido em Montemor-o-Novo, cresceu num
Livros Quetzal, 2017
(Obras de José Eduardo ambiente de conflito social e de revolta contra a
Agualusa) miséria social e económica, as condições de trabalho,
152 p. 23x14 cm. as injustiças do dia-a-dia e da vida por inteiro.
9789897223969
Convicto das suas razões, e em conjunto com outros
20,50 €
companheiros, participa na política de forma activa e
empenhada, nomeadamente na luta pelas oito horas
de trabalho diário contra a jornada medieval de sol a
sol. Eram lutas perigosas e a repressão era tremenda,
A Feira dos Assombrados tem como cenário a velha com espancamentos, prisões e mortes. Havia que
cidade do Dondo, nas margens do rio Quanza, em manter os privilégios dos ricos, dos senhores
Angola, nos últimos dias do século XIX. Tudo abastados, dos grandes proprietários, e o governo de
começa com a descoberta de um misterioso cadáver: Salazar era a expressão desse poder anacrónico e
«O primeiro corpo que o rio trouxe ainda nos desumano. O Autor deste livro forjou o seu
pareceu humano. Tinha as partes todas de que somos pensamento, a sua personalidade no dia a dia
compostos, a pele lisa e sem escamas, como a nossa, complexo e duro da luta pela sobrevivência e pela
e os enormes olhos abertos guardavam até um resto superação dum presente sem horizontes, mas nunca
de luz e de calor.» A partir desta descoberta, o se rendeu.
Dondo, lugar inteiramente apartado do mundo, vai O Mestre José Salgueiro é um desses seres únicos
mergulhar num estranho pesadelo. que marcam indelevelmente o seu tempo e as
Com este primeiro corpo - que veio pelo rio como gerações posteriores. Seres que, pela sua força
um navio fantasma e que ainda parecia humano, ao interior, são o centro do universo onde quer que
contrário dos que haviam de chegar em seguida -, estejam. Mas Salgueiro distingue-se neste universo
José Eduardo Agualusa conta uma alegoria sobre a restrito, mas imenso, por pôr as suas potencialidades
situação política e social de Angola, a sua ao serviço da comunidade, do bem comum. Por outro
turbulência e os seus medos e horrores. lado, o Mestre Salgueiro é um exemplo vivo de
(1ª ediçao, 1992). como foi o século XX português no Alentejo, ele que
comeu o pão que o diabo amassou. Todavia, essa
A minha vida dava um romance marcante vivência não o tornou um ser triste, azedo,
Salgueiro, José desiludido, antes pelo contrário, mantém intacta, aos
1 ed. 91 anos, essa particularidade que o caracteriza: uma
Edições Colibri, 2017
342 p. 22x16 cm. personalidade de espírito aberto e entusiasta, ainda
9789896896218 com muitos sonhos para cumprir.
19,84 €

O autor desta obra, José Salgueiro, senhor de uma


memória invulgar, lembra-nos a miséria desses
tempos. A miséria que consumia os mais pobres: a

Página 33
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

A substância do amor e outras crónicas Apesar disto, afinal wuem sou eu?
Agualusa, José Eduardo Laureano, Zilda
1 ed. 1 ed.
Livros Quetzal, 2017 Chiado, 2017
192 p. 23x15 cm. 110 p. 18x10 cm.
9789897223983 9789895201976
21,95 € 14,55 €

A crueldade feminina fascina os homens. Amar uma Depois de um acontecimento traumático, Maria
mulher sem veneno é como jogar à roleta-russa com decide encetar uma viagem interior que acaba por
uma pistola fulminante. A obscura força que leva um conduzi-la aos problemas do mundo. O
sujeito a lançar-se da Pedra da Gávea, no Rio de conhecimento de si torna-se pilar na sua conduta e
Janeiro, preso a uma frágil lona (um parapente ou um relacionamento com o outro e não lhe permite
asa-delta), em direção ao imenso abismo azul, aos assistir impávida e serena aos acontecimentos que
prédios aguçados, às areias luminosas da praia do contribuem para o definhar da humanidade.
Pepino, é a mesma que o precipita, indefeso e nu, “Afinal quem sou eu?” é uma história verdadeira e o
para os braços de uma mulher. espelho de uma mulher que, passando pela morte e
Quando o louva-a-deus encontra a sua deusa e esta pelo sofrimento, encontrana esperança e na fé a
lhe diz vem, vou-te comer, o infeliz sabe que aquilo resposta para as suas perguntas.
não é uma metáfora. Mesmo assim, seguro de que
depois do amor será servido ao jantar, o louva-a-deus Apontamentos históricos e genealógicos para
persigna-se e vai. É o que nós fazemos - homens e
uma monografia da Freguesia de Santana
mulheres -, à procura do amor, em fuga do amor, Rodrigues, Joaquim Marques
1 ed.
desencontrados. Chiado, 2017
(Compendium)
A terra da bruxa : lendas de uma bruxa 228 p. 22x14 cm.
curandeira 9789895207480
17,19 €
Ramos, Casimiro
1 ed.
Chiado, 2017
(Palavras soltas)
p.
9789895202539
14,55 €

Página 34
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

Às vezes são precisas rimas destas = AVC : recuperação do Guerreiro da Liberdade


Manchmal braucht man solche reime : poesía Saúde, José
política portuguesa e de expressão alemã 1 ed.
(1914-2014) Chiado, 2017
Barrento, João (ed.) ... [et al.] (Compendium)
1 ed. 184 p. 22x14 cm.
Tinta da China, 2017 9789897748295
528 p. 24x16 cm. 21,16 €
9789896713911
28,96 €

Carlos Alexandre : A primeira biografia do


Cem anos de história de Portugal e dos países de homem que mandou deter José Sócrates e
língua alemã em poemas de grandes escritores do Ricardo Salgado
século XX. Bastos, Inês David
Uma antologia que reúne mais de cem poemas de Lito, Raquel
quase cem poetas, traçando o panorama poético dos 1 ed.
Planeta (Portugal), 2017
acontecimentos políticos desde a Primeira Guerra 368 p. 22x15 cm.
Mundial até ao século XXI. Desencadeados por 9789896579524
acontecimentos diversos — guerras, revoluções, 26,38 €
ditaduras, resistência, catástrofes —, estes poemas
têm como denominador comum o facto de revelarem
a experiência humana comum em tempos de
mudança e recomeço.
Poemas de Alexandre O’Neill, António Ramos Rosa, A primeira biografia sobre o juiz mais mediático do
Armando Silva Carvalho, Bertolt Brecht, David país.
Mourão-Ferreira, Eugénio de Andrade, Fernando Conhecido como superjuiz pelo seu arrojo em
Assis Pacheco, Fernando Pessoa, Fiama Hasse Pais desafiar os mais poderosos e por ter na mão os
Brandão, Gastão Cruz, Günter Grass, Heiner Müller, maiores e mais mediáticos processos da justiça
Ilse Losa, Jorge de Sena, José Afonso, José de portuguesa dos últimos anos.
Almada Negreiros, José Saramago, Karl Kraus, Descrevem-se as maneiras de pensar, agir e decidir
Luiza Neto Jorge, Manuel Alegre, Mário Cesariny de do magistrado, até as ameaças que já sofreu.
Vasconcelos, Mário Dionísio, Mário-Henrique O livro por que toda a gente esperava e que, ao
Leiria, Miguel Torga, Natália Correia, Paul Celan, mesmo tempo, ninguém esperava, dado o carácter
Ruy Belo, Sophia de Mello Breyner Andresen, reservado do biografado.
Vasco Graça Moura, entre outros.
Edição bilingue Organização de Goethe-Institut
Portugal, com Fernando J.B. Martinho, João
Barrento, Helena Topa e Joachim Sartorius.

Página 35
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

começar com a enigmática e controversa figura


Casa das Penas histórica do pai do conhecido Abade Faria. Para
Roque, José Manuel remate, uma peça teatral no salão nobre do
1 ed. Seminário de Rachol de gloriosas tradições. Mal Goa
Chiado, 2017
deixara de ser Índia Portuguesa.
(Palavras soltas)
274 p. 22x14 cm.
9789895201198 Depois a Louca sou eu
17,19 €
Bernardi, Tati
1 ed.
Tinta da China, 2017
144 p. 21x14 cm.
9789896713867
19,71 €

Crónicas : o espírito da praia


Peta Maria
1 ed.
Chiado, 2017
O primeiro ataque de pânico de Tati Bernardi,
(Palavras soltas)
98 p. 21x13 cm. espirituosa cronista e guionista brasileira, foi num
9789897748691 aeroporto em Paris? Ou foi deitada debaixo da cama
13,23 € dos pais da amiga Daniela, quando tinha seis anos?
Também pode ter sido no supermercado, no
desespero de não conseguir escolher um melão.
Talvez não seja possível determinar quando
começou, mas a autora foi aprendendo a viver com a
ansiedade — recorrendo a terapias convencionais ou
muito alternativas, vários comprimidos, mantendo-se
Cruz de guerra : e outros textos perto de lugares seguros ou, como acontece em
Rocha, Leopoldo da Depois a Louca Sou Eu (livro que decidiu escrever
1 ed. num dia em que se convenceu mesmo de que o avião
Adab Edições, 2017 ia cair), através do humor.
p. 20x14 cm.
9789897552649 Este livro é um desabafo autobiográfico que contém
19,84 € uma forte dosagem de honestidade frenética, com
substâncias activas como medos, manias,
taquicardias e desesperos, e que, contra tudo e por
vontade da autora, ainda deixa espaço para uma
gargalhada.

A primeira parte deste livro é constituída por onze


contos breves. Há nestas páginas muito sofrimento,
dor e sacrifício que um goês da ex-colónia não podia
deixar de partilhar. Os sete textos que fazem parte do
segundo grupo relembram figuras amigas com quem
o autor conviveu, e se cruzou.
No contexto de letras ou crítica literária, o autor
seleccionou nove textos que formam o grupo três.
Por fim, para o grupo final, à laia de fugazes
apontamentos para a história goesa vão seis textos a

Página 36
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

Dia Nacional dos Avós : sim, valeu a pena Elza, minha luz
Faria, António Couto Romeira, Almerinda
1 ed. Esteves, Edite
Novembro, 2017 1 ed.
196 p. 22x15 cm. Cultura Editora, 2017
9789898825575 176 p. 23x15 cm.
19,84 € 9789899956339
19,84 €

O Dia Nacional dos Avós tem como base a cidade de A HISTÓRIA INSPIRADORA E EMOCIONANTE
Penafiel e a determinação de D. Ana Elisa. DA FORÇA DE VIVER UMA MULHER.
o de muitos anos, a D.Aninhas, como era conhecida, Elza, Minha Luz é o relato de uma história verídica,
lutou com os meios que lhe foram proporcionados passada no Sul de Portugal, e escrita a quatro mãos
para alcançar o seu objectivo e implantar em por duas jornalistas algarvias. Cumpre-se, desta
Portugal uma festa comemorativa deste dia, que forma, um pedido feito por Elza, a figura central
presta homenagem aos avós. deste livro: alertar o mundo para todos os pequenos e
Esta é a história de uma mulher que jamais grandes sinais do corpo quando se trata de cancro.
abandonou o seu sonho, tão pouco a necessidade de Mas Elza, no seu diário, deixou ainda notas sobre a
o concretizar. forma como lidar com a doença em família, o que
fazer, como falar com os filhos.
Eça de Queirós : da "Chronica" à Crónica Esse diário inspirador e comovente de uma jovem
mãe alegre e cheia de luz, que morreu aos 39 anos
Rita, Annabela
1 ed. vítima de um cancro fulminante, é a principal fonte
Gradiva, 2017 deste tributo, que conta ainda com testemunhos da
(Fora de colecção) família, amigos e especialistas da doença. Um livro
328 p. 21x15 cm. tão pessoal como informativo, tão emocional como
9789896167721
23,81 € esclarecedor, que nos alerta, nos conforta e nos faz
celebrar a vida.

Em tons de valsa aguarela-fogo : colectânea de


contos
VV.AA.
1 ed.
Tecto de Nuvens, 2017
128 p. 21x14 cm.
9789898197863
15,87 €

"Quem conta um conto acrescenta um ponto" é


frequentemente repetido com uma conotação
negativa, e que implica que cada narrador vai
inventando detalhes que vão afastando a estória da

Página 37
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

História. Eu sempre tive uma perspectiva diferente, e Está alguém desse lado? : correspondência
entre 1993/2015
se calhar daí a justificação para toda uma vida ligada
Coelho, João
aos livros e às estórias; para mim, este acrescentar de
Peres, Salvador
detalhes é sinal de criatividade, de um talento natural 1 ed.
para tornar as narrativas mais interessantes! Chiado, 2016
Quantas vezes ouvimos narrar um evento, que (Palavras soltas)
230 p. 23x15 cm.
presenciámos, de uma forma tal que até nós,
9789895184538
testemunhas, somos obrigadas a admitir ser mais 18,52 €
interessante do que a realidade?
Partindo deste pressuposto de que todos herdamos o
talento natural dos nossos antepassados para contar
estórias (e daí Portugal ter um património de
Esteve quase sempre alguém do outro lado. Em
Literatura Oral e Tradicional bem rico), aceitámos o
1992, dois absolutos desconhecidos encontram-se,
repto dos nossos autores para fazermos uma
por um daqueles acasos da vida que poderia nunca
colectânea de contos (sim, desta vez o desafio foi
ter ocorrido. Um encontro que se foi desenvolvendo
feito ao contrário!).
e fortalecendo num intenso debate de ideias e
O resultado está à vista e eu, correndo o risco de me
opiniões. Duas pessoas curiosas, ávidas de
contradizer, não lhe vou acrescentar um ponto...
questionar, de tentar compreender a complexidade e
Leiam e apreciem!
as contradições do mundo e da natureza humana.
Dois espíritos atentos, muitas vezes antagónicos,
Escrever é outra forma de te amar com concepções diferentes da vida, mas sintonizados
Aleixo, Ricardo pela necessidade de sacudir o quotidiano, de virar as
1 ed.
Chiado, 2017 coisas do avesso, de tentar dar novos sentidos às
(Palavras soltas) coisas. Uma correspondência que começou com a era
130 p. 22x14 cm. do correio electrónico e que foi fazendo caminho ao
9789895204373 longo dos últimos vinte e três anos. Um diálogo
14,55 €
epistolar franco, espontâneo, nem sempre regular ou
amistoso, mas nunca rude, feito por dois amigos que
se respeitavam e não tinham receio de expor as suas
ideias, as suas convicções e dúvidas. Desse diálogo,
irónico e inquieto, mesclado de humor e seriedade,
Tu és as veias e o sangue, és a crosta e a ferida, és a leve e profundo, nasceu uma grande amizade. E este
pele e a cicatriz, és o livro e a poesia, és o que calo e livro, que partilhamos com os nossos leitores.
o que de melhor tenho para dizer, és o destilar dos
corpos, o desenfrear dos lábios e o desalinhar dos
sentidos, tu és tudo o que sou, tudo o que tenho e
tudo o que sei, pode até a morte levar-me consigo
mas é por tudo o que és em mim que te
digo...amar-te será sempre o mais próximo que
estarei da vida eterna.

Página 38
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

em 1943, uma curiosa monografia sobre a Linha de


Estórias do Arco da Vela Cascais.
Robles, Roberto O facto de ser próxima da rainha D. Amélia e de ter
1 ed. militado a favor da restauração da monarquia, talvez
Edições Colibri, 2017
explique o silêncio a que foi votada.
162 p. 22x15 cm.
9789896896850 Foi portanto em boa hora que Anabela de Campos
19,84 € Salgueiro e Inês da Conceição do Carmo Borges
decidiram dar à estampa este volume que resgata
Branca de Gonta Colaço do esquecimento. Eduardo
Pitta, Escritor, Crítico Literário
Intelectual reconhecida e respeitada, Branca de
Gonta Colaço impôs-se pela palavra escrita, por
Desafiar o neto dum oficial de máquinas a navegar a actos e enquanto cidadã interveniente e atenta.
todo o pano por estas deliciosas histórias, não sendo Setenta e dois anos sob a morte, Anabela de Campos
uma provocação trata-se duma ideia do... arco da Salgueiro e Inês da Conceição do Carmo Borges
vela. Mesmo sem direito a Pés em cima da Mesa, resgatam de um duradouro silenciamento consentido,
nem me arvorar em Captain Diesel, digo que ler este a poetisa e a Mulher. Retiram--na da invisibilidade
livro é uma vivência recomendável a todos quanto madrasta do tempo; repõem-na na História e nas
gostem do mar e queiram conhecer os marinheiros. Letras portuguesas.

Estrada da luz : Obra poética e iconográfica de Franco-atirador : Textos de cidadania de um


Branca de Gonta Colaço alentejano de Estremoz
Borges, Inês da Conceição do Matos, Hernâni
Carmo 1 ed.
1 ed. Edições Colibri, 2017
Palimage Editores, 2017 476 p. 22x15 cm.
(Raiz do tempo) 9789896896942
568 p. 23x17 cm. 22,43 €
9789897031793
39,66 €

A história da Literatura está cheia de nomes que a


posteridade varreu. Desatenção dos contemporâneos,
inscrições ideológicas, equívocos de vária índole, são
muitas as razões que explicam a rasura.
Branca de Gonta Colaço (1880-1945) faz parte de
uma constelação de autores que a
contemporaneidade silencia. No limite, refere-se o
facto de ser filha de Tomás Ribeiro e mãe de Tomás
Ribeiro Colaço.
Sucede que Branca de Gonta Colaço foi poetisa, com
obra publicada entre 1907 e 1945, além de
dramaturga, memorialista e cronista. Também se lhe
deve a edição da correspondência entre seu pai e
Camilo Castelo Branco, bem como, em 1930, o
volume de Memórias da Marquesa de Rio Maior.
Em colaboração com Maria Archer publicou ainda,

Página 39
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

cenas do quotidiano, um fil rouge representado pela


Fronteiras perdidas : contos para viajar personagem-cão é uma proposta deveras interessante
Agualusa, José Eduardo e uma homenagem muito bela aos nossos grandes
1 ed. amigos patudos.
Livros Quetzal, 2017
(Obras de José Eduardo
Agualusa) Lembra-me de mim
128 p. 23x14 cm. Paixão, Pedro
9789897223976 1 ed.
20,50 € Licorne, 2017
148 p. 20x13 cm.
9789898789310
15,87 €

Um morto da guerra descansa numa caneca de leite,


a meio da noite, em Luanda. Está um passageiro
transformado em serpente no lavabo de um avião.
Um elevador, no Recife, foi desviado para Cuba por
alturas do quarto andar. Um hotel em que alguém Contos sobre relações interpessoais.
afirma que dormiu está abandonado há anos. E
Plácido Domingo contempla o rio, em Corumbá. O Lembrei-me de ti
sonho, o delírio, a vergonha, a fé, a pele, a memória,
Neto, Diana
o feitiço, o nome, o ódio e a entrega são territórios de 1 ed.
exílio e, nessa condição, lugares de morança. Chiado, 2017
Misturam-se com uma fluidez voraz: são fronteiras (Palavras soltas)
perdidas, linhas de vida de outra maneira, um p. 21x14 cm.
9789895203772
catálogo de paisagens oníricas. Histórias que não são 21,16 €
visíveis mas são visitáveis. Este livro é um caminho
para elas e encerra pequenas sabedorias, sendo a
maior: não existem sítios, apenas posições. E como
diz um dos percursos: «Não há mais lugar de
origem.»
Este é um livro repleto de histórias acompanhadas
por alguns testemunhos reais, escritos do meu ponto
Homem e cão, em união de facto : contos de vista, de alguns amigos e conhecidos, que
Almeida, Leonor Duarte partilharam a sua história comigo, e agora convosco.
1 ed. Desabafos, pensamentos e reflexões - também fazem
Parceria António Maria
Pereira, 2017 parte desta aventura repleta de emoção, amor,
132 p. 21x14 cm. paixão, dor, traição, sofrimento, alegria, tristeza,
9789728645908 loucura, desespero, luta e algumas vitórias
18,52 € acompanhadas de muita força e sobretudo vontade
de viver e ser feliz, sem nunca esquecer o mais
importante: o amor-próprio. Uma aventura minha e
agora vossa, a qual vos convido a entrar. - Sejam
bem-vindos e sintam-se em casa.
A ideia de um livro de contos enquadra-se na
carreira literária desta surpreendente escritora
médica.
Arranjar, entre enredos tão diferentes, que descrevem
a solidão, o desespero ou os desamores, mas também
a companhia, a esperança, o amor e a amizade, em

Página 40
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

Este livro é um relato desse longo exílio, dessa vida


Maria Ondina Braga : em busca de um centro para lá de Badajoz, em que, afinal, me senti sempre
Vieira, Maria Adelina uma estranha em terra alheia
1 ed.
Mosaico de Palavras Editora,
2017 Memórias boas da minha guerra, 1.
304 p. 23x17 cm. Ferreira, José
9789898682864 1 ed.
15,87 € Chiado, 2016
(Bios)
218 p. 21x13 cm.
9789895182343
19,84 €

Meia vida, 2. Para lá de Badajoz


Ferreira, Margarida Ponte A guerra é a guerra!
1 ed. MAS, mesmo na guerra-guerra (em tempo de
Chiado, 2017
guerra!) surgem, por vezes, imprevistos, situações
(Bios)
280 p. 21x13 cm. bizarras e com humor, em perfeita contradição com o
9789897748653 ambiente que se vive, embora só mais tarde, ao
21,16 € recordar, nos provoque uma gargalhada.

Memórias boas da minha guerra, 2.


Ferreira, José
1 ed.
Deixei Lisboa numa fria manhã de Dezembro de Chiado, 2017
1977. Ia por um ano, voltei 32 anos depois. Hoje, (Bios)
276 p. 21x13 cm.
muitos jovens académicos vão para fora. Há quarenta 9789895202553
anos, num Portugal tradicionalista e isolado, eu 19,84 €
própria vinda duma família conservadora, deixando
atrás o marido e uma filha de um ano, isso
representava um acto de rebeldia.
"Não existe audácia sem desobediência às regras",
dizia Jean Coteau. Desobedeci às normas, parti Decorridos quase quarenta e três anos do termo da
contrariando a opinião dos que me rodeavam e Guerra na Guiné, então colónia Portuguesa, e
mesmo a vontade expressa de quem estivera na cinquenta anos do termo da sua Comissão de Serviço
origem daquela decisão, um norueguês com quem Militar, naquela Província, o José Ferreira,
tinha iniciado um relacionamento. Não sabia o que conseguiu transportar-nos para os terríveis anos da
me esperava, era um salto no desconhecido. guerra sangrenta que se abateu sobre uma geração de
Aquela controversa partida seria o início de uma jovens, que estoicamente se bateram na defesa da
segunda vida, de um exílio por vontade própria na Pátria, utilizando a escrita, uma escrita fluida,
Noruega, na Suíça, na Bélgica. Tempos nem sempre simples e corrida, de alguma forma até sibilante, que
fáceis, longe da família e dos amigos, sem poder nos transporta para a parte boa, se é que há boa, da
falar a minha língua, a ter que me adaptar a culturas guerra.
e costumes muito diferentes dos meus. Cruzei gente O título do livro, Memórias boas da minha guerra, é
de muitas nacionalidades, trabalhei em vários desde logo uma garantia de uma boa leitura, despida
organismos internacionais, tive experiências de qualquer referência bélica, que nos faça relembrar
gratificantes, outras menos felizes. os trágicos anos de 1961/1974.

Página 41
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

aprende-se com a vida e com os mais humildes"


Não era suposto referido in: Pensador Cora Coralina.
Alegre, Inês Para aquele que morre, o mundo acaba. Para aquele
1 ed. que sobrevive, o mundo continua. Um livro recorda
Chiado, 2017
o que pouca gente sabe, ou já esqueceu. Estas
(Palavras soltas)
74 p. 22x14 cm. páginas são uma narração simples, sem estridências
9789895205028 intelectualizantes. O conhecimento faz os homens
13,23 € sábios e a humildade faz os grandes homens. Os
artistas não constituem uma classe. São livres,
mágicos e servidores de quem tem a verdade e a
história do seu lado. Ora a verdade e a história estão,
como sempre estiveram, do lado do povo. Estas
Se metade de nós morreu no amor que perdemos, páginas são para os meus amigos que, de longe ou de
então que estas folhas e estas palavras se tornem perto, me incentivaram a realizar este trabalho.
imortais, e consigam mostrar, que o amor além de
nos matar, faz-nos vivos para sempre. Nova arte de conceitos : contos
Que corram o mundo, que viagem nas viagens que Rosa, Luís Miguel
nunca fizemos, que encantem e assustem. 1 ed.
Companhia das Ilhas, 2017
Nem tudo acontece por acaso (Azulcobalto.Ficções)
184 p. 21x14 cm.
Nascimento, Manuel do 9789898828286
1 ed. 18,52 €
Edições Colibri, 2017
114 p. 20x14 cm.
9789896896843
15,87 €

Seguindo um poeta muçulmano na Reconquista ou a


desrazão na actualidade, estes contos ora contam ora
cantam, em vários estilos onde o barroquismo e o
registo mais chunga se alternam numa odisseia pela
Esta é a narrativa de um homem preso a um papel Língua Portuguesa.
Moi après la guerre marier avec toi... assinado pelo
alferes Raimundo Marques, 1918 e encontrado por Nu, de botas
acaso. O mesmo era destinado à sua avó. Numa Prata, Antonio
viagem a Lisboa, uma cidade que não conhecia, e 1 ed.
num momento de descanso num café no Cais do Tinta da China, 2017
Sodré perto da Praça da Ribeira, ouço uma conversa 152 p. 21x14 cm.
9789896713959
inadvertidamente onde o nome do alferes português 19,71 €
Raimundo Marques, Versalhes e Paris são referidos
inúmeras vezes.
Ao ouvir esse nome da boca de um mendigo que
conversava com uma lindíssima, mulher com um
reluzente cabelo loiro, lembrei-me de algo que
mantinha escondido no fundo da minha memória e No princípio, era a infância. E é até aí que Antonio
que julgava até já ter esquecido. Porém, nunca me Prata regressa em Nu, de Botas, construindo a partir
esqueci de que o futuro tem sempre razão, porque o dessas memórias um universo inteiro com
passado também tem a sua história. "Se o Saber se tonalidades de final de tarde na praia, sons de
aprende com os Mestres e com os livros, a Sabedoria comboios inventados em caixas de areia e o cheiro

Página 42
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

Além de escritor prolífico, com uma produção a


do jantar a ser preparado enquanto há todos os títulos espantosa, Nelson Rodrigues foi
desenhos-animados na televisão. protagonista de uma vida extraordinária: pobreza,
Com o sentido de humor que o transformou num dos fome, cegueira, sucesso, doenças fatais e sucessivos
mais amados cronistas da sua geração no Brasil, e golpes à sua vasta família trágica, desde homicídios
com a rara capacidade de elevar a perspectiva da a desastres naturais. Por seu lado, Ruy Castro é o
criança acima do saudosismo do adulto, este livro grande nome da biografia no Brasil, respeitado
consegue fazer com que qualquer pessoa tenha romancista, historiador e jornalista, conhecido por
vontade de ganhar uma BMX vermelha, se indigne investigar até onde ninguém antes alcançou.
com a obrigação de usar cuecas, se ria da leitura da Escreveu livros também emblemáticos sobre
sílaba que junta as letras C e U, e sinta aquele aperto Garrincha e Carmen Miranda. É deste encontro de
na barriga perante três opções de resposta que só forças desmedidas que nasce O Anjo Pornográfico,
aparentemente é que são simples: Sim? Não? livro que reconstitui a assombrosa história de Nelson
Talvez? Rodrigues, desde a vida dos seus pais até ao
momento da sua morte. A partir de entrevistas a 125
O anjo pornográfico : a vida de Nelson pessoas que conheceram o escritor, Ruy Castro segue
Rodrigues o rasto das muitas obsessões que marcam também a
Castro, Ruy obra de Nelson Rodrigues - sobretudo o sexo e a
1 ed. morte - e tenta resolver as muitas questões que
Tinta da China, 2017
512 p. 23x16 cm. pairam sobre a forte impressão que deixou: Génio ou
9789896713782 louco? Tarado ou pudico? Reaccionário ou
31,60 € revolucionário? Raivoso ou apaixonado?

O conto literário : a memória de tradição


Duarte, Noélia
1 ed.
Nelson Rodrigues é um mito do século XX Chiado, 2017
brasileiro, e um dos escritores mais prolíferos e (Compendium)
690 p. 22x14 cm.
aclamados. Nasceu no Recife em 1912, mudando-se
9789895206650
em 1916 para o Rio de Janeiro, cidade que seria o 29,10 €
cenário privilegiado de toda a sua obra. Começou a
trabalhar como jornalista aos 13 anos, logo na secção
policial, num jornal fundado pelo pai, e nunca mais
parou. Fez da crónica e da escrita um hábito diário e
destacou-se em todos os géneros literários, pela
qualidade e pela quantidade: escreveu 17 peças de
teatro, nove romances e milhares de páginas de
contos e crónicas, que mais tarde deram origem a
várias edições de textos reunidos, assim como a
adaptações para teatro, cinema e televisão. Idolatrado
e odiado, politicamente conservador, Nelson
Rodrigues tanto apoiou a ditadura militar brasileira
como foi, mais tarde, defensor acérrimo das suas
vítimas. Reaccionário assumido, desencadeou
sempre sentimentos fortes, não só devido à sua obra
como também à sua vida pública e privada. Morreu
no Rio de Janeiro em 1980.

Página 43
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

ciclotimia ou até a histeria (no trânsito), porque,


O estranho caso de André como diz o Galo, «ser feliz à portuguesa é perceber
Granja, André que tudo vai correr mal no fim. Mas que, no
1 ed. entretanto, nos vamos safar maravilhosamente bem».
Chiado, 2017
Porque a melhor definição de saudade, como escreve
(Bios)
128 p. 22x14 cm. o autor, é arroz de cabidela
9789897749964
17,19 € O mago das palavras : contos, texto dramático
e outros tecidos
Proença, Rogélia Maria
1 ed.
Hórus, 2017
p. 20x14 cm.
Este Livro fala-nos da história de um jovem rapaz 9789898837363
aventureiro, diga-se, que depois de ter terminado o 15,21 €
seu curso superior, decidiu ir ao encontro de um
mundo novo.
Na Polónia fez muitas realizações, concretizações,
façanhas e intentos de sonho. Viajou, viu mundos,
novas culturas...
Foi atrás de um amor, que se perdeu no «O Mago das Palavras é composto por uma
tempo...,outro se encontrou e???... O estranho caso coletânea de ensaios, um conjunto de textos em
de André. prosa narrativa e poética, e texto dramático: uma
Aventuras e Desventuras num país distante... adaptação didática do Auto da Barca do Inferno, a
alegoria dramática de Gil Vicente. »
O livro do galo : O Manual do Verdadeiro
Português O nascer e o povo do Casal Novo
Reis-Sá, Jorge Serôdia e Domagro, Mão
1 ed. 1 ed.
Cultura Editora, 2017 Chiado, 2017
136 p. 22x15 cm. (Palavras soltas)
9789899956346 242 p. 22x14 cm.
20,50 € 9789895205875
21,16 €

Diz-se que Portugal é o país da melancolia, do Para o desenvolvimento do lugar e evolução das
«quase», do «vai-se andando». O Livro do Galo famílias, devem ter contribuído os moinhos de água
mostra-nos a forma peculiar, e bem lusitana, de localizados especialmente na ribeira de A-do-Magro
estarmos felizes – mesmo que o não saibamos, ou de Amôr e ainda na ribeira do Fagundo.
«porque o português é feliz estando triste. Porque o
português é triste estando feliz». Do sol ao mar, da
comida ao desenrascanço, da língua à maledicência,
da seriedade da literatura à obsessão com a Selecção
Nacional, este livro, repleto de humor e perspectiva.
Mas o Livro do Galo é também um guia, passo a
passo, para encontrar a felicidade de ser português,
ajudando o leitor a lidar com a melancolia, a

Página 44
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

O padre de Savimbi Os trilhos ferroviários do Douro


Oliveira, António de Araújo Teixeira, Luísa
1 ed. 1 ed.
Alêtheia Editores, 2017 Edições Vieira da Silva, 2017
420 p. 22x14 cm. 80 p. 22x14 cm.
9789896229399 9789897368288
21,16 € 14,55 €

«O Padre Espião ou o Espião de Batina Branca. Este Este livro apresenta um conjunto de histórias
seria, talvez, o melhor título, ao estilo de Graham partilhadas pelo Sr. Morais com o seu neto, sobre a
Green, com todos os ingredientes para uma obra de construção dos trilhos de ferro do Douro, num belo
espionagem. Mini-armas debaixo da batina branca, dia de pesca.
câmaras fotográficas em miniatura disfarçadas na O antigo maquinista, filho de um fogueiro e obreiro
caneta, gravadores escondidos no missal... No ano que ajudara a construir a linha, encontra-se
1978, um jornalista soviético publicou um livro, acompanhado pelo neto, Tomás, que regressara de
traduzido em várias línguas, no qual sou acusado de Lisboa para passar com ele as férias escolares.
colaborar com a CIA!» Os dois vão viver e recordar momentos
Este livro é um testemunho pessoal do padre António memoráveis...
Oliveira que acompanhou o conflito de Angola entre
a UNITA e o exército português. Desempenhou um
papel de intermediário nas negociações secretas entre Palavras sem voz
Jonas Savimbi e as autoridades portuguesas. Um Saraiva, Maria José
relato impressionante e essencial para ajudar a 1 ed.
Chiado, 2017
descodificar a personalidade misteriosa de Jonas (Palavras soltas)
Savimbi. Conta também com cartas nunca antes 134 p. 22x14 cm.
publicadas entre o padre Oliveira e o guerrilheiro da 9789895190980
UNITA. 11,90 €

Os pilares da fé
Vasconcelos, Maria José
1 ed.
Chiado, 2017 Neste majorado de palavras melancólicas, explodem
(Palavras soltas) da sombra archotes de luz. Pesadelos e da tímida
22 p. 14 cm.
sensualidade anoitecida, ruge o silêncio que a noite
9789895205042
14,55 € adormeceu. Há um silêncio intemporal, que se agita,
nas fronteiras da melancolia e o sonho se agita na
escuridão das trevas. Onde o abismo e as "palavras
sem voz" se escondem num mar de escuridão.

Página 45
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

enfrentar para que hoje se tornasse na pessoa que é.


Passageiros em trânsito Acreditem, nunca é tarde para sonhar!, esse é o seu
Agualusa, José Eduardo lema de vida, que o fez acreditar que a edição de um
1 ed. livro, a realização de um sonho antigo, pudesse ser
Livros Quetzal, 2017
possível.
(Obras de José Eduardo
Agualusa) Momentos que fizeram parte do seu passado e esta
160 p. 23x15 cm. foi a melhor forma/ maneira que o autor encontrou
9789897223990 para os exprimir, revelar.
20,50 €
Se foi difícil?
Sim, foi, mas quando isso acontece, o gozo é ainda
maior.

Um índio peruano atravessa lentamente, numa velha Poeira


bicicleta, a imensa solidão do Sul de Angola. O que Araújo, Pedro
faz ali? Um diplomata angolano desaparece em 1 ed.
Brasília como se nunca tivesse existido. Será que Chiado, 2017
realmente existiu? (Palavras soltas)
80 p. 22x14 cm.
Na Ilha de Moçambique, um estranho estrangeiro 9789897748479
tenta esquecer quem foi para melhor ser esquecido. 13,23 €
Conseguirá eludir o passado? São passageiros em
trânsito (como todos nós), mas nenhum conhece
realmente o seu destino.
José Eduardo Agualusa inventa personagens sobre
cuja existência real duvidamos - ou em cuja Passo a mão pelas rugas, já sem procurar decifrar
existência acreditamos. essa estranha cartografia, sinto-lhes a profundidade e
Uma prosa magnífica que nos deixa à beira de todos meço, com a ponta dos dedos, o que poderiam
os abism contar, o que poderiam conter. Apago a luz, uma luz
branca que assusta as sombras, e fico frente ao
Pedaços de uma vida espelho. No escuro. No silêncio. Quieto. Uma vaga
Laranjeiro, Tiago Pedro impressão de existência.
1 ed.
Chiado, 2017
(Bios) Por ti e para ti, mãe
386 p. 22x14 cm. Melo, Tomé
9789895202973 1 ed.
26,45 € Chiado, 2017
(Palavras soltas)
158 p. 18x10 cm.
9789895207404
14,55 €

Pedaços de uma vida..., é um testemunho contado na


primeira pessoa que começa a dar os seus primeiros
passos na escrita. Um jovem de uma Aldeia do
Concelho de Porto de Mós que pretende dar a
conhecer um livro inspirador de memórias,
sacrifícios e recheado de muita descoberta, desafios e
aventuras. Através do seu percurso, quer
profissional, quer pessoal, são contadas histórias
verídicas pelas quais o autor teve de passar e

Página 46
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

Reis como nós Teatro estático


Carvalheira, Rui Pessoa, Fernando
1 ed. Freitas, Filipa de (ed.)
Matéria Prima Edições, 2017 Ferrari, Patricio (ed.)
272 p. 23x15 cm. 1 ed.
9789897691041 Tinta da China, 2017
21,16 € 424 p. 18x13 cm.
9789896713881
23,81 €

Um olhar pela história de Portugal através dos Publicada no primeiro número da revista «Orpheu»,
segredos, medos e aspirações de alguns dos seus «O Marinheiro» é a peça mais conhecida de Pessoa,
mais marcantes protagonistas. embora não esgote de todo a sua criação teatral. A
dramaturgia ocupou lugar de relevo na ambição
Sobrevivência : maldição ou bênção pessoana de ser diverso e serviu de palco a todos os
grandes temas da sua obra. Este volume colige 14
Coelho, Filipe de Lima
1 ed. peças e muitos materiais inéditos, trazendo para a
Chiado, 2017 boca de cena mais uma das prodigiosas facetas
(Palavras soltas) criativas de Fernando Pessoa.
280 p. 22x14 cm. «Pessoa teve uma natureza dramatúrgica, mesmo
9789895206346
18,52 € quando esse carácter se revelou pela
despersonalização poética, originando mais de uma
centena de autores fictícios. Relembremos que o
universo heteronímico – indubitavelmente um dos
aspectos mais significativos da sua criação literária –
foi definido como "um drama em gente", na "Tábua
O mundo em que vivemos parece ser MUITO
Bibliográfica" publicada na revista "Presença", em
aborrecido de vez em quando, mas para Peter e
1928. A experiência dramatúrgica da heteronímia
Mary, não será esse o caso. Eles irão deparar-se com
não foi, contudo, única: na verdade, os textos
um poder 'antinatural' que lhes enviará por uma
dramáticos de Pessoa precedem o desenvolvimento
aventura que ninguém alguma vez imaginaria
dos heterónimos.»
possível; mas em conjunto com diversão, virá
também perigo. Quem irá SOBREVIVER?
Texturas diversas
Crespo, Jaime
1 ed.
Chiado, 2017
(Palavras soltas)
144 p. 21x13 cm.
9789897748776
13,23 €

Num mundo cujo tempo é medido pelo relógio do


politicamente correto, Jaime Crespo ousa um livro ao
qual correto não é certamente o adjetivo seu

Página 47
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

parceiro. Um homen não tem salvaçao no mundo dos


batráquios : contos selecionados
Texturas diversas é uma coletânea constituída por
Craveiro, João Lutas
textos variados quer no assunto, quer no género, no
1 ed.
estilo e no nível de linguagem. Argusnauta (Althum.com),
De leitura leve e fácil, a diversidade deste livro leva 2017
o leitor de um quase roçar a poesia a uma crítica 72 p. 22x15 cm.
9789896831356
literária, de uma crónica de costumes ao comentário
19,84 €
político, de um texto mais intimista a um texto
cosmopolita sobre uma grande cidade, para ainda nos
deslumbrar com um conto leve e simples.
Neste livro, o leitor pode viajar da indignação e raiva
incontidas pela situação política até à ternura do
O conjunto de contos que aqui se apresenta ao
amor ou à timidez confessional do intimismo
público é, contudo, uma obra inédita constituindo,
pessoal. Da timidez de experimentar uma metáfora,
mesmo, a sua primeira obra em género literário
ao deslumbramento da ironia e ao desbragamento do
como único autor.
escárnio, este livro vai passando por vários estados
de espírito. Com uma linguagem bem cuidada, o
autor percorre nestes textos todo o espetro da língua,
Vão morrer meninos de cem anos
de uma linguagem elevada e cuidada desce, por Noras, José Miguel
1 ed.
vezes, ao nível do calão e mesmo do indignado Âncora Editora, 2017
palavrão. 110 p. 19x13 cm.
Estamos, pois, perante um livro erigido na 9789727806140
diversidade e é essa diversidade a verdadeira riqueza 14,55 €
de Texturas diversas.

Turista infiltrado
Gaivão, Bernardo
1 ed.
Fundação Francisco Manuel Certa vez, Dionísia disse-me: «É incrível como os
dos Santos, 2017 cães nos ensinam a ser mais humanos e menos
104 p. 19x12 cm. bichos...» Morreu cedo a minha irmã única, que só
9789898863126
uma irmã vale por mil. Foi uma estrela de pouco
4,62 €
durar e de muito viver. Na verdade, vivem mais uns
em pouco tempo do que outros em muitos anos.
Ninguém é dos anos que dura. Somos todos do
tempo que vivemos. Há, contudo, estrelas que nunca
se tornam passado.
Partem, mas ficam... Permanecerão como
efemérides, vivas, indelevelmente inscritas nos
alcatruzes do tempo e da sua própria ausência.

Página 48
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

You got a message INGENIERÍA DE CARRETERAS. CAMINOS Y PAVIMENTOS


TE 1-450 > Ingeniería de carreteras. Caminos y pavimentos
Jesus, Alexandra
Serejo, Filipa
Vivar, Ana Rita Calçada Portuguesa no Mundo : Stellis Undis
1 ed. Contactis
Chiado, 2017 Matos, Ernesto
(Palavras soltas) 1 ed.
252 p. 21x14 cm. Sessenta e nove manuscritos,
9789897748615 2016
19,84 € 424 p. 29x28 cm.
9789729560897
52,64 €

CIENCIA
Q 1-385 > Ciencia (General) Este livro dá a volta ao mundo onde os portugueses
deixaram a sua marca no chão, de Honolulu a
Lúis de Alburquerque : um cientista Portugues Pequim, de Lisboa a Malaca, de todas as ilhas
Providência, Natália Bebiano portuguesas e das grandes viagens sentimentais
da
1 ed. deixadas em pedra nas escritas de Camões ao passar
Gradiva, 2017 por Macau, nas escritas dos apaixonados poetas,
184 p. 21x15 cm. calceteiros, arquitetos, ferreiros e outros que deram o
9789896167875 seu contributo escrito para que em português, inglês
19,84 €
e chinês pudessem levar também ao mundo o valor
da escrita na pedra, tal como os nossos antepassados
o registaram em Foz Coa.

Uma obra sobre uma figura incontornável do século FOTOGRAFÍA


TR 1-1050 > Fotografía
XX português, autor de uma profusa obra científica
que abarca diversas áreas. Álbum Micaelense : memórias e factos
Professor de Matemática na Universidade de
Mello, José de Almeida
Coimbra, historiador dos Descobrimentos e da 1 ed.
Ciência Náutica com projecção internacional, Luís Letras Lavadas, 2017
de Albuquerque foi ainda divulgador de ciência, 168 p. 28x22 cm.
9789897351419
sendo a sua voz sempre inspiradora.
37,74 €
Nesta obra biográfica, a autora traça o perfil e
percorre a vida e a obra de Luís de Albuquerque, que
registou contributos significativos para a Ciência, em
que se insere o domínio da História da Astronomia
Náutica e da Cartografia.

Página 49
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

António Arnaut fotobiografia Fotografia e cinema moderno : os cineastas


amadores do pós-Guerra
Arnaut, António
Garcia, Isabel de Garcia (ed.) Mendonça, Luís
1 ed. 1 ed.
Edições Minerva Coimbra, Edições Colibri, 2017
2017 264 p. 22x15 cm.
506 p. 30x21 cm. 9789896896553
9789727983766 21,16 €
85,96 €

Esta fotobiografia retrata a vida diversificada (desde


Na transição da fotografia para o cinema, um grupo
o nascimento à actualidade) e o percurso
de nova-iorquinos operou uma revolução silenciosa
vincadamente humanista e solidário, ao serviço das
no coração da linguagem do cinema. Sustenta-se
grandes causas da humanidade, de António Duarte
nestas páginas a ideia de que não podemos pensar o
Arnaut.
cinema moderno ignorando a especificidade estética
Obra em 512 páginas (policromia) composta por 7
e as circunstâncias sociais e políticas da fotografia de
capítulos que se entrelaçam: 1. Uma vida, 2. Cidadão
rua nova-iorquina do pós-guerra. Por trás de
e político, 3. Serviço Nacional de Saúde, 4. O
Jean-Luc Godard, François Truffaut, Jean Rouch,
escritor, 5. O maçon, 6. O advogado, 7.
Jonas Mekas ou John Cassavetes existe uma história
Doutoramento Honoris Causa e outras homenagens.
clandestina de fotógrafos que se aventuraram no
Ao Serviço Nacional de Saúde foram dedicadas 104
cinema e aí convocaram a liberdade da fotografia.
páginas, focando desde a tomada de posse de
Produziram, com isso, antes de toda a gente, um
António Arnaut como Ministro dos Assuntos Sociais
verdadeiro cinema de rua saído do contexto do
(30 de Janeiro de 1978) até à actualidade, onde é
pós-guerra e que, nalguns casos, realizou de facto
notória a sua forte intervenção na luta e defesa do
alguns dos preceitos realistas de André Bazin e
SNS. Com prefácios de Marcelo Rebelo de Sousa,
Siegfried Kracauer
Manuel Alegre, Manuel António Arnaut e António
Miguel Arnaut, esta obra conta ainda com textos de
alguns dos amigos de infância de AA, condiscípulos
Poemas fotográficos
e outras individualidades que foram convidadas a Andrade, Katia
1 ed.
escrever e cujos testemunhos se encontram Guerra e Paz, 2017
repartidos pelos sete capítulos. 56 p. 16x16 cm.
António Arnaut (“pai do SNS”), escritor, maçon, 9789897022722
advogado e político, foi Ministro dos Assuntos 19,84 €
Sociais do 2º Governo Constitucional, e foi nessa
qualidade que elaborou o projecto, que deu origem à
Lei 56/79, de 15 de Setembro, que criou o Serviço
Nacional de Saúde, sendo ainda autor do Despacho
Ministerial de 29/7/78, que antecipou o SNS. Esse
despacho tornou o acesso a cuidados de saúde, pela Poemas Fotográficos é um livro de poesia e
primeira vez, universal, geral e gratuito. A criação do fotografia: uma e outra num só corpo, inteiro e
SNS foi “uma teimosia contra a maré dominante”. único. Um livro escrito em três línguas diferentes. As
Para António Arnaut o SNS era “um imperativo línguas que me habitam: o português, por amor à
nacional”. pátria; o inglês, por vocação científica; o francês, por
opção. Um livro sem muros nem ameias. Para voar.

Página 50
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

seu sector o Vitecong ter sido reduzido a mínima


Porto e Douro panorâmico = Panoramic = expressão. Pois bem, interroga-se Willard se no meio
Panorámico = Panorama = Panoramique de uma guerra completamente fora dos padrões
Cardal, Nuno clássicos, mal conduzida, exorbitada em termos
1 ed.
militares, por parte dos norte-americanos, no âmbito
Lidel, 2017
164 p. 34x15 cm. do que deveria antes ser uma acção de
9789897522710 contra-subversão judiciosa, faz algum sentido acusar
33,05 € alguém de assassínio.
A Willard parece-lhe ser a coisa mais louca alguma
vez ouvida, porque e como querer multar os pilotos
por excesso de velocidade nas 500 milhas de
Indianapolis. Na verdade, tem Willard razão e não
tem. Porque se na guerra nem tudo vale, sob pena de
Mais de 180 fotografias para conhecer as magníficas ascensão aos extremos, naquele caso particular,
cidades do Porto e Gaia, bem como toda a bacia do como quiçá em todos os demais, no meio da
rio Douro, desde a fronteira até à foz. Legendado em violência desatada, do homicídio generalizado que e
6 línguas, é um convite para viajar por estas a guerra, particularmente se pensarmos no
maravilhosas paisagens do Norte de Portugal. empenhamento de meios possíveis e na ingente
Historiador e fotógrafo, Nuno Cardal associa mobilização estratégica de recursos no século XX
conhecimento e imagem para registar o que o (superando em muito a dimensão tão só militar), as
sensibiliza, o que descobre como particular e como reflexões de Willard não são de todos descabidas.
essencial: marcas da História e da Geografia, Ainda hoje não há uma resposta cabal, se e que
gravadas num território belo e variado – que o olhar alguma vez haverá, para dar ao perplexo capitão da
continuamente educado do fotógrafo enquadra e 173a Brigada Aerotransportada, apesar de já
glorifica. habituado a patrulhas de longo raio de acção, e
Vista previa en http://www.puvill.com/
sobretudo, a operações clandestinas com a CIA.
Está em causa, ao mesmo tempo a malignidade da
CIENCIA MILITAR guerra e a sua complexidade. Ou melhor, a
U 1-900 > Ciencia militar (General. Para historia militar, ver
D-F) complexidade por via da malignidade.

Guerra e política : livro dos contrastes


TEORÍA Y PRÁCTICA DE LA EDUCACIÓN
Fernandes, António Horta LB 2300-2430 > Educación superior
1 ed.
Fronteira do Caos Editores, A universidade como deve ser
2017
152 p. 23x16 cm. Feijó, António M.
9789898647702 Tamen, Miguel
25,13 € 1 ed.
Fundação Francisco Manuel
dos Santos, 2017
(Ensaios da Fundação)
96 p. 19x13 cm.
9789898863249
4,62 €
Em Apocalise Now, o genial filme de guerra
realizado por Francis Ford Coppola, inspirado, como
e sabido, no livro de Joseph Conrad, o Coração das
Trevas, ao protagonista, capitão Willard, e proposta a Que farei com este curso? Esta é a pergunta que
missão de terminar com o comando, a todos os milhares de alunos fazem todos os anos. Mas se for a
títulos, extraviado, do coronel Kurtz. pergunta errada? O que a universidade realmente é e
Kurtz e acusado de ser um assassino, apesar de no aquilo que deve ser, num ensaio que faz a radiografia

Página 51
Puvill Libros, S.A.
c/Estany, 13 Nau D-1
08038 BARCELONA (SPAIN)
http://www.puvill.com | info@puvill.com

do coração do País: a educação universitária.

O ensino superior em Portugal


Queiró, João Filipe
1 ed.
Fundação Francisco Manuel
dos Santos, 2017
(Ensaios da Fundação)
128 p. 20x13 cm.
9789898863270
4,62 €

A Educação, uma bandeira de líderes políticos e


sociais. Quando o futuro do país está na Educação,
conhecer as universidades e as escolas superiores,
que problemas enfrentam, como funcionam, que
variedade oferecem, e sobretudo que valor
estratégico têm para o nosso desenvolvimento é vital.
Este livro contribui para um debate importante: que
ensino superior queremos para Portugal?

Página 52
Libros Españoles para Bibliotecas 
 
 
Tenemos  el  gusto  de  presentarles  nuestra  última  selección  especial 
para Bibliotecas. 
 
Si  Ud.  está  interesado  en  alguna  obra  que  no  figure  en  nuestros 
boletines,  podemos  conseguírsela,  siempre  que  esté  disponible  en  el 
mercado. A través de nuestra "WEB site” (www.puvill.com) podemos 
informarles  de  nuestra  amplia  gama  de  servicios  y  información 
bibliográfica de las últimas novedades editoriales. 
 
Con  su  tecnología  avanzada  y  su  personal  cualificado,  PUVILL  LIBROS 
ofrece  un  servicio  completo  y  adaptado  a  las  necesidades  de  cada 
biblioteca,  incluyendo  planes  de  aprobación,  continuaciones  y 
suscripciones.  Este  servicio  está  disponible  también  para  los  libros 
publicados en Latín America y Portugal. 
 
___________________________________________________________________ 
 
Spanish books for Libraries 
 
We are very pleased to offer you our latest selection for Libraries. 
 
If  you  are  interested  in  any  work  which  does  not  appear  in  our 
bulletins,  we  can  obtain  it  for  you  .  Through  our  website 
(www.puvill.com) we are able to give you all information about our 
services and bibliographical information for new releases. 
 
With  advanced  technology,  PUVILL  LIBROS’s  experienced  and 
dedicated  staff  offer  comprehensive,  library  materials  selection  and 
adquisition  services  for  publications  from  Spain,  including  approval 
plans,  standing  orders  and  subscriptions.  Also,  all  PUVILL  LIBROS 
services  are  available  for  book  publications  from  Latin  America  and 
Portugal.  
 
_________________________________________________________________________ 
PUVILL LIBROS S.A. 
• Estany 13 Nave D‐1 • 08038 BARCELONA • España •  (34) 93 298 8960 • (34) 93 298 8961 
info@puvill.com  ‐ www.puvill.com        http://www.facebook.com/Puvill.Libros