Está en la página 1de 14

Mecânica dos fluidos

Aula 05

Prof. Maxwell Lobato


Uma placa exposta a um líquido, como a parede de uma represa ou de um tanque de
armazenamento, está sujeita à pressão dos fluidos distribuída sobre sua superfície.

Na maioria dos casos o lado externo da placa está exposto à atmosfera e, portanto, a
pressão atmosférica age em ambos os lados da placa, produzindo uma resultante nula.

Neste caso é conveniente subtrair a pressão atmosférica e trabalhar apenas com a pressão
manométrica.
Para uma superfície horizontal:
Já nas paredes verticais, observa-se que a pressão não é uniforme:
A coordenada yR da força resultante pode ser determinada pela soma dos momentos
em torno do eixo x
FR y R   ydF   yhdA   seny 2 dA
A A A

 dA
2
y
Como FR  Ay c sen , yR  A
yc A
A integral no numerador desta equação é o momento de segunda ordem ou momento de
inércia, Ix, em relação ao eixo formado pela interseção do plano que contém a superfície
e a superfície livre (eixo x).
Ix
yR 
yc A
Se utilizarmos o teorema dos eixos paralelos, Ix pode ser expresso como:
I x  I xc  Ayc2
onde Ixc é o momento de segunda ordem em relação ao eixo que passa no centróide
e é paralelo ao eixo x. Assim:
I xc
yR   yc
yc A I xyc
xR   xc
Com relação a coordenada xR yc A
A figura a seguir apresenta as coordenadas do centróide e os momentos de inércia de
algumas figuras geométricas usuais.
Exercícios
1. A Figura abaixo mostra o esboço de uma comporta circular inclinada que está localizada
num grande reservatório de água (γ= 9,8 kN/m3 ). A comporta está montada num eixo
que corre ao longo do diâmetro horizontal da comporta. Se o eixo está localizado a 10 m
da superfície livre, determine: (a) o módulo e o ponto de aplicação da força resultante na
comporta, e (b) o momento que deve ser aplicado no eixo para abrir a comporta.
Dados: Ixc=12,56m4
2. A Figura mostra o esboço de um aquário de água salgada (γ = 10,0 kN/m3) que apresenta
profundidade igual a 3,0 m. O reforço triangular mostrado deve ser instalado no aquário
devido a um problema que surgiu num dos seus cantos inferiores. Determine o módulo e a
localização do ponto de aplicação da força resultante nesse reforço triangular.
Dados: Ixc=0,0182 e Ixyc=9,11x10-3
FORÇA HIDROESTÁTICA EM SUPERFÍCIES CURVAS

O modo mais fácil de determinar a força resultante é


calculando as componentes horizontal e vertical
separadamente. Considera-se o bloco líquido mostrado,
delimitado pela superfície curva e por suas projeções no
plano vertical e no plano horizontal. Assim a força que age
sobre a superfície curva sólida é igual e oposta à força que
age na superfície curva do bloco líquido (Newton).

FH = Fx
FV = Fy + W
FORÇA HIDROESTÁTICA EM SUPERFÍCIES CURVAS

Quando a superfície estiver acima do fluido, o peso do


líquido e a componente vertical se opõem e, neste caso:
FV = Fy - W.
Exercícios
3. A figura abaixo mostra o esboço de um conduto utilizado na drenagem de um
tanque e que está parcialmente cheio de água. Sabendo que a distância entre os
pontos A e C é igual ao raio do conduto, determine a força que atua sobre a
seção curva BC (devida a presença da água). Admita que esta seção apresenta
comprimento igual a 1 m.
Fim da aula