Está en la página 1de 19

GIMNOSPERMAS

PRIMITIVAS

Alunos:
Davi
Euclides
Fabiano
Mauro
Rosana

e as das plantas com sementes . INTRODUÇÃO Na Paleozóica Superior existiu um grupo de plantas chamadas progimnospermas (filo Progymnospermophyta). que tinha características intermediárias entre as das trimerófitas. plantas vasculares sem sementes.

Progimnospermas .

Archaeopteris .

Evolução das plantas .

365.a . ORIGEM DAS GIMNOSPERMAS As gimnospermas surgiram no Devoniano (paleozoico). m.

Primeira planta com semente Elkinsia polymorpha .

representantes das gimnospermas. Gimnospermas Primitivas As gimnospermas mais antigas tem registros datando do Carbonífero. Os gingkos. como a Williamsonia. são árvores decíduas que provavelmente se originaram durante o Carbonífero. Assemelhavam-se inicialmente a samambaias. .

a Gingko billoba. Um fóssil do período Triássico (cerca de 220 milhões de anos) mostra que esta espécie já existia naquela época. Hoje resta apenas uma espécie. . Gimnospermas Primitivas Mas foi no Mesozóico que elas atingiram seu auge. e permaneceu praticamente inalterada até os dias de hoje.

• As Cordaitales (plantas primitivas semelhantes a coníferas). Pteridospermales Cordaitales . GIMNOSPERMAS EXTINTAS • As Pteridospermales.

Mexilhões e crustáceos eram encontrados entre as raízes destas árvores. principalmente nos Países Baixos. Os fósseis são encontrados em seções de rochas do Carbonífero Superior. Gimnosperma Cordaitales Apareceram no Carbonífero e se estabilizaram no Permiano. . que crescia em solos húmidos. . É um gênero extinto de gimnosperma. Bélgica e Alemanha.

Cordaites principalis .Algumas das espécies eram: .Cordaites ludlow .

. Pteridospermae Fronde de pteridófita e presença de semente.

Gimnosperma Glossopteridales Glossopteris O Glossopteridales é um grupo extinto de gimnospermas que apareceu no fim do carbonífero (carbonífero superior) e permiano no continente ao sul do mundo conhecido como Gondwana. .

. Gimnosperma Glossopteridales Estas plantas foram uma parte dominante da flora do sul no fim do permiano. Austrália. Alguns fósseis podem ter existido no hemisfério norte. e de Antártida. África. Mais de 70 espécies deste gênero foram reconhecidas na Índia. o gênero Glossopteris foi o maior e o mais bem sucedido dos Glossopteridales. embora tivessem sido dominantes os glossopteris foram extintos no final do triássico. mas não há certeza se são mesmo glossopteridales. com espécies adicionais na América do Sul.

Mas sua linhagem é mais antiga. remontando do Carbonífero. formas grandes (algumas chegam facilmente aos 50m de altura) em geral podem ser encontradas em relativa abundância nas regiões subtropicais. Gimnosperma Conífera Durante o Mesozóico as coníferas dominavam a paisagem. . Ainda no grupo das coníferas destacam-se as araucárias. juntamente com os pinheiros e os ciprestes.

que perdem todas as folhas no inverno e atingem uma altura de 20–35 m (alguns espécimes. . na China. mas posteriormente verificou-se que duas pequenas zonas na província de Zheijian (China) albergavam exemplares da espécie. Foram durante muito tempo consideradas extintas no meio natural. chegam a atingir os 50 m). Ginkgo biloba São árvores caducas.

Medullosa noei Samambaias com sementes ou gimnospermas com hábitos de samambaia. .

RAVEN. D. L. LIBERATO. P. H. .oi.acidi. M.pt/docs/Col_Percursos_Intercultu ra/1_PI_Cap3. 2011. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. FUTUYMA. M. Disponível em: www. Biologia evolutiva. A ecologia das plantas e a interculturalidade. M. Ribeirão Preto: FUNPEC Editora..REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS FERRÃO. E. Biologia vegetal.pdf.gov. C. J.. CAIXINHAS. Acesso em: 23/03/2012. 2009.