Está en la página 1de 6

A  ditadura  militar  no  Brasil  

 

A   ditadura   militar   no   Brasil,   é   o   nome   dado   ao   período   em   que   os   militares  

estiveram  no  poder  do  país,  de  1964  à  1985,  período  de  imensa  instabilidade  política  e  
econômica  no  país,  que  marca  a  história  do  Brasil  até  hoje,  definitivamente.    
O  último  presidente  a  governar  o  Brasil  antes  do  Golpe  militar  de  1964  foi  João  
Belchior   Marques   Goulart   (conhecido   como   Jango),   sucessor   de   Juscelino   Kubitschek  
(1956   –   1961).   É   preciso   antes   de   tudo,   entender   o   que   acontecia   no   mundo   nessa  
época.  No  começo  dos  anos  60,  o  mundo  vivia  o  período  da  chamada  guerra  fria,  onde  
havia   uma   distinção   clara   entre   os   dois   grandes   modelos   políticos   do   mundo:   o  
socialismo,   representado   pela   União   Soviética,   e   o   capitalismo,   representado   pelos  
Estados  Unidos.  
A   guerra   fria   foi   um   período   de   fortes   tensões   ideológicas   e   diplomáticas,   onde  
cada   sistema   político   tentava   se   prova   melhor   do   que   o   outro.   Talvez   o   evento   que   mais  
tenha   marcado   esse   período   tenha   sido   a   construção   do   muro   de   Berlim   em   1961.   É  
também   interessante   notar   alguns   acontecimentos   do   cenário   mundial   nessa   época,  
como:  
-­‐

Cuba  se  declara  oficialmente  socialista.  Uma  preocupação  enorme  para  os  
Estados   Unidos;   um   território   socialista   praticamente   colado   à   Flórida.  
Os   Estados   Unidos   responderam   a   isso   com   a   Invasão   à   baía   dos   Porcos,  
que   não   foi   bem   sucedida,   sendo   lembrada   inclusive   como   um   dos  
maiores  fracassos  do  governo de John F. Kennedy.  

-­‐

Construída uma base militar em Cuba. Um período de tensão diplomática
extrema, e perigo para a paz mundial, nesse momento, Estados Unidos e
União Soviética quase entram em guerra, e os dois países tinham capacidade
de armamento nuclear suficiente para explodir o planeta.  

Jango  governou  o  Brasil  com  esse  cenário.  Na  realidade,  Jango  tomou  posse  em  
consequência   à   renúncia   de   Jânio   Quadros,   e   era   por   muitos   considerado   herdeiro  
político   de   Getúlio   Vargas   (1930   –   1945),   talvez   por   isso   tido   por   muitos   como  
esquerdista.   Seu   governo   foi   marcado   por   instabilidades   políticas   e   econômicas,   como  
seria  o  Brasil  até  o  fim  da  ditadura.  Houve  uma  radicalização  política,  processo  que  pode  
ser   denomidado   polarização   direita-­‐esquerda,   onde   os   setores   da   sociedade   se  
posicionavam  entre  duas  linhas  políticas  bem  distintas  e  definidas.  

 ao  passo  que  outros  setores  eram  a  favor  das  reformas.   setores   importantes   da   população   ficaram   então   contra  Jango.  apoiava  Jango  e  as  reformas  de  base.   apenas   dois   partidos   políticos   no   Brasil.   A   mais   polêmica   das   reformas   era   a   agrária.   que   instituiu   a   eleição   indireta   para   presidente   e   o   bipartidarismo   no   Brasil.  que  era  contra  Jango.  Sendo  o  MDB  de  oposição.   o   AI-­‐2.   e   alegava   ter   como   objetivo   protejer   o   estado   do   avanço   do   comunismo   e   reparar  a  imagem  do  brasil  perante  ao  mundo.  que  garante  poderes  excepcionais   ao  presidente  da  república.  que  estabelecia  agora  eleições  indiretas  para  governadores  e   para   os   prefeitos   das   capitais.Jango   propunha   as   reformas   de   base.   devido  ao  fato  de  que.  Assume  então  o  poder.   Castello   Branco   foi   um   dos   principais   idealizadores   do   golpe   militar.   também   chamada   de   “oposição   responsável”   ou   “concedida”.  o  chamado  “comando  supremo  da  revolução”.  momento   em  que  decretam  o  AI-­‐1  (Ato  Institucional  número  1).   mais   precisamente   em   5   de   fevereiro   de   1966.     Goulart   foge   então   para   o   Rio   Grande   do   Sul.   Existiam   então.   foi   decretado   outro   ato   institucional.   agrária.   e   é   peça  fundamental  para  o  início  das  duas  ditaduras  brasileiras.   ele  intervia  diretamente  em  ambos  partidos.     Em   27   de   outubro   de   1965.  ocasionando  um  rompimento  de  hierarquia).   O   comando   da   revolução   indica   portanto   o   Marechal   Humberto   de   Alencar   Castello   Branco   para   assumir   a   presidência   da   república.  Ocorreram  duas   manifestações  de  extrema  importância  no  governo  de  Jango:   -­‐ O   Comício   Central   do   Brasil:   realizado   no   Rio   de   Janeiro   (e   por   isos   o   nome  “central”).   que   teve   como   consequência   o   golpe   militar   de   1964   (fruto   também   da   influência   dessas   tensões   dentro   das   forças   militares.   uma   série   de   medidas   que   previa   a   reformulação   administrativa.   Vale   lembrar   que   Olímpio   Mourão   Filho   foi   anteriormente   membro   da   Ação   integralista   brasileira.   a   partir   daí.   As   tensões   chegaram   portanto   à   um   estopim.  tropas   lideradas   po   Olímpio   Mourão   Filho   iniciam   o   movimento   golpista.  Em  31  de  março  de  1964.   E   em   janeiro   de   1967.   -­‐ A  marcha  da  família  com  Deus  pela  Liberdade.   Ainda   no   governo   de   Castello   Branco.   tributária.   o   MDB   (Movimento   Democrático   Brasileiro)  e  o  ARENA  (Aliança  Renovadora  Nacional).   urbana   e   educacional   no   país.  foi  decretado  o  AI-­‐3.   de   onde   acaba   fugindo   para   o   Uruguai.   o   congresso   (fechado   desde   .   Castello   Branco   ficará   na   presidência   até   1967.  mas   uma   oposição   moderada.  como  o  prosidente  agora  tinha  poder  de  caçar  mandatos  (AI-­‐1).

  2   e   3).   o   auge   do   movimento   negro   (assassinato   de   Martin  Luther  King).  pela  polícia  (que  depois  alegou  ter  sido  um  engano).   Marechal   Arthur   da   Costa   e   Silva.   Assume   o   poder   logo   em   seguida.  Em  1968  foi  decretado   o   AI-­‐5   (o   ato   mais   expressivo   de   todo   movimento   ditatorial).  existia  o   movimento   hippie.   que   consistia   basicamente   de:   -­‐ fechamento  de  todos  os  legislativos.  nos  Estados  Unidos  por  exemplo.   também   sofria   com   fortes   manifetações  civis  de  vários  setores  sociais.   que   buscava   trazer   o   investimento   de   capital   para   o   Brasil.   foi   reaberto   para   aprovar   uma   nova   constituição   da   república:   A   constituição  de  1967.   -­‐ fim  do  habeas  corpus   -­‐  proibição  das  manifestações   -­‐ liberdade  vigiada   -­‐ cassação  de  mandatos     Este   foi   o   último   ato   a   ser   decretado.   Aconteceram   everntos   importantes   como:   -­‐ A  passeata  dos  100  mil   -­‐ Protestos  da  União  dos  Estudantes   -­‐ Greves  operárias  em  Osasco  e  Contagem.   conhecido   por  compor  (junto  com  seu  sucessor)  o  que  chamamos  de  “linha  dura”.   e   pode-­‐se   afirmar   o   mais   sangrento   também.   pois   a   partir   dele   o   governo   começou   a   fazer   uso   excessivo   de   órgãos   de   .   o   movimento   feminista.  governo  militar   lembrado  por  ações  repressoras  e  enérgicas.outubro   de   1966).   o   governo   implantou   o   PAEG   (Programa   de   Ação   Econômica   do   Governo).   tentando   assim   resolver   o   problema   econômico  oriundo  ainda  do  antigo  plano  de  metas.   Todos  esses  movimentos  no  Brasil  culminaram  com  o  assassinato  do  estudante   Edson  Luiz.   Com   relação   à   economia.  Costa  e  Silva  assume  o  governo  com  forte   oposição   da   sociedade   civil   e   agitação   política.  que  apenas  diferia  de  sua  antecessora  pelo  fato  de  conter  os  Atos   institucionais   decretados   até   o   momento   (AI   1.   -­‐ Frente  Ampla     Vale   lembrar   que   o   cenário   global   nesse   momento.

  sucessido   pelo   general   Ernesto   Beckmann   Geisel.controle   e   repressão   como   os   DOI-­‐CODI.     da   presença   de   multinacionais   e   do   crescimento   do   emprego.   o   milagre   entra   crise.  etc.   que   teve   como   papel   escolher   o   novo   presidente.   a   entrada   abundante   de   capital   estrangeiro.   Em  1969.   Nessa   época   ainda.   com   o   objetivo   principal  de  acabar  com  a  guerrilha  do  Araguaia.   Em   1973.     Médici   foi   o   último   candidato   da   “linha   dura”.  e  devolução  do  poder   aos   civis.  desaparecimentos  de  pessoas.  etc.B.   responsável   por   um   novo   processo   político   brasileiro.   chamado   de   “distensão”.   processo   este   que   deveria   ser   controlado   pelos   militares.   Emílio   Garrastazu   Médici.  que  nada  mais  é  que  o  processo  de  abertura  política.   Costa   e   Silva   morre   em   dezembro   de   1969.   consequência   imediata   da   guerra   do   Yom   Kippur.I.   o   país   realizando   vários   empréstimos   e   investindo   em   infra-­‐estrutura.   É   importante   lembrar   que   apesar   do   grande   crescimento   econômico.   Em   30   de   outubro   de   1969.   o   período   da   ditadura   militar   como   um   todo   foi   marcado   por   uma   política   de   arrocho   salarial   (em   outras   palavras.  além  de   uma  escassez  do  dinheiro  mundial.  torturas.  e  qualquer  outra.   Torna-­‐se   a   partir   de   então   comum   prisões.   Ponte  Rio-­‐Niterói.   o   crescimento     do   salário   mínimo   era   menos   do   que   a   inflação).  Angra  1.   existe   um   ufanismo   enorme   (o   governo   se   utilizando   vastamente   de   slogans   e   propaganda).   Durante  o  governo  de  Médici  já  existe  uma  autonomia  dos  órgãos  de  repressão.   o   Brasil   ganha   a   copa   de   1970.).   Porém   a   mesma   época.   o   barril   de   petróleo   passa   de   US$   3   para  US$  12.   que   anteriormente   era   diretor   do   SNI   (serviço   nacional   de   inteligência)   passa   a   exercer   o   cargo   de   presidente   da   República.  e  um  aumento  drástico  da  dívida  externa.   sendo   sucedido   por   uma   junta   militar.  Costa  e  Silva  sofreu  uma  trombose  cerebral  e  se  afastou  da  presidência.   e   há   a   construção   de   obras   faraônicas   (transamazônica.   Dops.   começa   a   ser   conhecida   como   “Milagre   econômico”.   etc.   que   representou  um  aumento  muito  grande  no  crescimento  econômico  do  país  (em  média   10%   do   P.   Devido   ao   milagre   econômico.   o   governo   ganha   apoio   da   classe   média.   .   Há   também   ai   o   interesse  por  parte  do  governo  de  que  o  poder  passe  majoritariamente  para  a  mão  dos   civis  que  apoiam  o  governo.  Há  no  Brasil  portanto  um  descontrole  da  inflação  (somente  corrigido  com   o  plano  real  no  início  dos  anos  90).   causada   por   uma   cris   emundial   do   petróleo.   ao   ano).

 o  que  não  se  faz  verdade.   O   poder   passa   então   às   mãos   do   general   João   Baptista   de   Oliveira   Figueiredo.   o   MDB   era   o   partido   mais   forte   nesse   período.   portanto   torturados   e   torturadores.  responsável  pelo  aumento  da  pressão  da  oposição.   Uma   emenda   constitucional   chamada   .  se  tornou  apenas  o   PDS   (e   futuramente   o   PP   e   Democratas).  ao  passo  que  a  ARENA.   pois   este   era   visto   como   crime   militar.  PTB.   É   interessante   notar   que   a   anistia   não   perdoa   os   militares   que   foram   favoráveis   à   democracia   no   início   da   ditadura   militar.   e   com   a   reforma   política.  o  Atentado  do  Riocentro   em   1981.   Entretanto.   A   reforma   partidária   pode   ser   vista   como   uma   manobra   política   interessante:  existiam  na  época  dois  partidos  como  já  foi  citado.  O   governo   tinha   objetivo   de   continuar   no   controle   durante   esta   transição   de   regime.   também   antigo   diretor   do   SNI   e   então   último   governo   da   ditadura   militar   no   Brasil.   movimento   civil   de   reivindicação   das   eleições   presidenciais   diretas.  juros   altíssimos.   e   Manuel   Fiel   Filho.   em   1979.   A  linha  dura  reage  enérgicamente  ao  início  desse  processo  de  distensão  política.  desemprego.   que   tiveram   ligação   com   Lula   e   com   o   nascimento   do   PT.  PDT  e  PMDB.  Geisel  responde  com  a  demissão   do  general  Ednardo  D’Ávila.   foram   outorgadas   a   Lei   Falcão   (1976).   o   pacote   de   Abril.  a  ARENA.  inflação.   e   também   a   pressão  pela  redemocratização  exercida  pela  oposição.   se   quebrou   em   5   outros   partidos  (mais  fracos):  PT.   Dessa   forma   se   diluiu   um   pouco   a   força   de   oposição  do  MDB.     Aconteceram  ainda  por  responsabilidade  dos  militares.   A   primeira   medida   importante   do   governo   de   Figueiredo   é   a   implantação   da   ANISTIA.   e   aconteciam   grandes   greves   no   ABC   paulista.   O   governo   afirmou   na   época   o   atentado   ter   sido   realizado   pela   extrema   esqueda.     Era   necessário   que   Geisel   tomasse   alguma   providência   para   conter   a   reação   enérgica   da   linha   dura.  em  13  de  Outubro  de  1978.   onde   se   declararam   perdoados   todoas   aqueles   que   teriam   cometidos   crimes   políticos.O  governo  de  Geisel  também  é  marcado  por  uma  crise  econômica  ferrenha.   esses   militares   só   foram   perdoados   em   1998.  e  o  MDB.   no   governo     de   Fernando   Henrique   Cardoso.   Também   aconteceu   a   reforma   partidária   (abolição   do   bipartidarismo).   Em   1984   aconteciam   os   comícios   das   Diretas   Já.   com   o   assassinato   de   Vladimir   Herzog.  e  um  cenário  político  que  caíra  no  desgosto  popular.     Para   controlar   a   oposição.   e   obviamente   pretendia   que   seus   interesses   fossem   atendidos.  Ernesto  Geisel  revoga  o   AI-­‐5.  Por  último  e  mais  importante.

  em   1985)   pelo   Colégio   Eleitoral.   .   antes   ARENA).emenda  Dante  de  Oliveira.   Encerrou-­‐se   assim   a   ditadura  no  Brasil.  foi  encaminhada  para  o  congresso  para  que  fosse  aprovada:   não   foi.   Tancredo   Neves   é   eleito   (indiretamente.   mas   anteriormente   da   ARENA).   assumindo   então   a   presidência   seu   candidato   a   vice-­‐presidente   José   Sarney   (PMDB.   Em   seguida.     Tancredo   morre   um   dia   antes   de   assumir.   ganhando   de   Paulo   Salim   Maluf   (nesta   época   do   PDS.