Está en la página 1de 382

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

,

A

DIARIO DA CAMARA DOS DEPUTADOS
F

ANO LVI - N° 035 - QUINTA-FEIRA, 22 DE l\IARÇO DE 2001 - BRASÍLIA .. DF

MESA DA CÂMARA DOS DEPUTADOS
(Biênio 2001/2002)

PRESIDENTE

AÉCIO NEVES - PSDB - MG

1 2 VICE-PRESIDENTE

EFRAIM MORAIS - PFL - PB

2º VICE-PRESIDENTE

BARBOSA NETO - PMDB - GO

1 2 SECRETÁRIO

SEVERINO CAVALCANTI - PPB - PE

2 2 SECRETÁRIO

NILTON CAPIXABA - PTB - RO

3 2 SECRETÁRIO

PAULO ROCHA - PT - PA

4!! SECRETÁRIO

CIRO NOGUEIRA - PFL - PI

1 2 SUPLENTE DE SECRETÁRIO

PEDRO VALADARES - PSB - SE

2º SUPLENTE DE SECRETÁRIO

SALATIEL CARVALHO - PMDB - PE

3 2 SUPLENTE DE SECRETÁRIO

ENIO BACCI - PDT- RS

4 2 SUPLENTE DE SECRETÁRIO

WILSON SANTOS - PMDB - MT

CONGRESSO NACIONAL
Faço saber que o Congresso Nacional aprovou, e eu, Jader Barbalho, Presidente do Senado Federal,
nos termos do art. 48, item 28, do Regimento Interno, promulgo o seguinte
DECRETO LEGISLATIVO N° 26, DE 2001
Aprova o ato que renova a concessão de "Fundação Santa Luzia de Mossoró"
para explorar serviço de radiodifusão sonora em onda média na cidade de Mossoró,
Estado do Rio Grande do Norte.
O Congresso Nacional decreta:
Art. 1° É aprovado o ato a que se refere o Decreto s/na, de 20 de dezembro de 1996, que renova
por dez anos, a partir de 1° de novembro de 1993, a concessão de "Fundação Santa Luzia de Mossoró" para
explorar, sem direito de exclusividade, serviço de radiodifusão sonora em onda média na cidade de Mossoró,
Estado do Rio Grande do Norte.
Art. 2° Este decreto legislativo entra em vigor na data de sua publicação.
Senado Federal, 21 de março de 2001. - Senador Jader Barbalho, Presidente do Senado Federal.

Faço saber que o Congresso Nacional aprovou, e eu, Jader Barbalho, Presidente do Senado Federal,
nos termos do art. 48, item 28, do Regimento Interno, promulgo o seguinte
DECRETO LEGISLATIVO N° 27, DE 2001
Aprova o ato que autoriza a "Associação Comunitária Cultural de Morro Redondo" a executar serviço de radiodifusão comunitária na localidade de Morro Redondo, Estado do Rio Grande do Sul.
O Congresso Nacional decreta:
Art. 1° É aprovado o ato a que se refere a Portaria n° 106, de 30 de julho de 1999, que autoriza a
"Associação Comunitária Cultural de Morro Redondo" a executar, por três anos, sem direito de exclusividade,
serviço de radiodifusão comunitária na localidade de Morro Redondo, Estado do Rio Grande do Sul.
Art. 2° Este decreto legislativo entra em vigor na data de sua publicação.
Senado Federal, 21 de março de 2001. - Senador Jader Barbalho, Presidente do Senado Federal.

Faço saber que o Congresso Nacional aprovou, e eu, Jader Barbalho, Presidente do Senado Federal,
nos termos do art. 48, item 28, do Regimento Interno, promulgo o seguinte
DECRETO LEGISLATIVO N° 28, DE 2001
Aprova o ato que autoriza a "Associação Comunitária de Comunicação e
Cultura de Barra" a executar serviço de radiodifusão comunitária, na localidade de Barra, Estado da Bahia.
O Congresso Nacional decreta:
Art. 1° É aprovado o ato a que se refere a Portaria n° 142, de 2 de setembro de 1999, que autoriza
a "Associação Comunitária de Comunicação e Cultura de Barra" a executar, por três anos, sem direito de exclusividade, serviço de radiodifusão comunitária na localidade de Barra, Estado da Bahia.
Art. 2° Este decreto legislativo entra em vigor na data de sua publicação.
Senado Federal, 21 de março de 2001. - Senador Jader Barbalho, Presidente do Senado Federal.

06246

QUlllta-leira 22

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Março de 200 I

CÂMARA DOS DEPUTADOS
-----------SUMÁRIO - - - - - - - - - - 1 - ATA DA 24 8 SESSÃO DA CÂMARA
DOS DEPUTADOS, SOLENE, MATUTINA, DA
3 8 SESSÃO LEGISLATIVA ORDINÁRIA, DA 51 8
LEGISLATURA, EM 21 DE MARÇO DE 2001
I - Abertura da sessão
11 - Leitura e assinatura da ata da sessão anterior
111 - Leitura do expediente
MENSAGENS
N° 229/2001 - Do Poder ExecutIvo, solicItando a retirada do PL n° 4.11212001.........

06258

N° 231/2001 - Do Poder Executivo, solicitando ser atribuído regime de urgência ao PLP n°
06258

23199.

OFíCIOS
N° 222/2001 - Do Senhor Senador Carlos
Wilson, Primeiro Secretário do Senado Federal,
comunicando que o Senado Federal aprovou, em
revisão, nos termos do Substitutivo, o Projeto de
Lei da Câmara n° 47/94.........................................
N° 1/2001 - Do Senhor Deputado Jutahy Júnior, Líder do Bloco Parlamentar PSDBlPTB, indicando
o Deputado Roberto Jefferson para o cargo de 1° VIce-Líder do referido Bloco, e o Deputado Nárcio Rodrigues para o cargo de 1° Vice-líder do PSDB.
N° 36/2001 - Do Senhor Deputado Jutahy
Júnior, Líder do Bloco Parlamentar PSDB/PTB,
indicando o Deputado Carlos Mosconi para o
cargo de Vice-Líder do referido Bloco. '"

06258

06259

06259

N° 40/2001 - Do Senhor Deputado Jutahy
Júnior, Líder do Bloco Parlamentar PSDB/PTB,
solicitando a substituição do Deputado Léo Alcântara pelo Deputado Zenaldo Coutinho na Comissão de Constituição e Justiça e de Redação.

06260

W 41/2001 - Do Senhor Deputado Jutahy
Júnior, Líder do Bloco Parlamentar PSDB/PTB,
solicitando a substituição do Deputado Ricardo
Ferraço pelo Deputado Raimundo Gomes de Matos na Comissão de Minas e Energia.

06260

W 42/2001 - Do Senhor Deputado Jutahy
Júnior, Líder do Bloco Parlamentar PSDB/PTB,
solicitando a substitUição do Deputado Marcus Vicente pelo Deputado Arnon Bezerra na Comissão
de Relações Exteriores e de Defesa Nacional. .....

06260

N° 43/2001 - Do Senhor Deputado Jutahy
JÚnior, Líder do Bloco Parlamentar PSDB/PTB,
solicitando a substituição do Deputado Amon Bezel ra pelo Deputado Antônio Cambraia na Comissões de Minas e Energia.

06260

N° 44/2001 - Do Senhor Deputado Jutahy
JÚnior, Líder do Bloco Parlamentar PSDB/PTB,
indicando o Deputado Léo Alcântara para integrar a Comissão de Economia, Indústria e Comércio.

06260

W 48/2001 - Do Senhor Deputado Jutahy
Júnior, Líder do Bloco Parlamentar PSDB/PTB,
encaminhando a relação dos membros do refendo Bloco que concorrerão aos cargos de Presidente e Vice-Presidentes que cabem ao Bloco,
nas Comissões Permanentes...............

06260

W 45/2001 - Do Senhor Deputado Xico
Graziano, Vice-Líder no exercício da Liderança
do Bloco Parlamentar PSDB/PTB, indicando o
Deputado Léo Alcântara para Integrar a Comissão de Constituição e Justiça e de Redação. ........

06262

W 46/2001 - Do Senhor Deputado Xico
Grazlano, Vice-Líder no exercíCIO da Liderança
do Bloco Parlamentar PSDB/PTB, indicando o
Deputado Ayrton Roveda para integrar a Comissão de Direitos Humanos.

06262

N° 47/2001 - Do Senhor Deputado Xico
Graziano, Vice-Líder no exercíCIO da liderança do
Bloco Parlamentar PSDB/PTB, solicitando a substituição do Deputado João Castelo pelo Deputado
Antônio Kandir para Integrar a Comissão de Relações Exteriores e Defessa Nacional...... .... ..........

06262

N° 49/2001 - Do Senhor Deputado Xico
Graziano, Vice-Líder no exercício da Liderança
do Bloco Parlamentar PSDB/PTB, solicitando a
substituição do Deputado Ubiratan Aguiar pelo
Deputado Dino Fernandes na Comissão de Educação, Cultura e Desporto.

06262

W 5012001 - Do Senhor Deputado Xico
Graziano, Vice-Lider no exercício da Liderança
do Bloco Parlamentar PSDB/PTB, solicitando a
substituição do Deputado Dino Fernandes pelo
Deputado Lino Rossi na Comissão de Trabalho,
de Administração e Serviço Público.

06262

Março de 2001

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

W 51/2001 - Do Senhor Deputado Xico
Graziano, Vice-Líder no exercício da Liderança
do Bloco Parlamentar PSDB/PTB, indicando o
Deputado Ubiratan Aguiar para integrar a Comissão de Educação, Cultura e DespoI10..........
W 5212001 - Do Senhor Deputado Xico
Graziano, Vice-líder no exercício da Liderança
do Bloco Parlamentar PSOB/PTB, solicitando o
desligamento do Deputado Léo Alcântara da Comissão de Economia, Indústria e Comércio.
N° 53/2001 - Do Senhor Deputado Custódio Mattos, Vice-Líder no exercício da Liderança
do Bloco Parlamentar PSOB/PTB, indicando a
Deputada Maria Abadia para íntegrar a Comissão de Economia, Indústna e Comércio.. ....... ......
N° 54/2001 - Do Senhor Deputado Custódio Mattos, Vice-Líder no exercício da Liderança
do Bloco Parlamentar PSDB/PTB, indicando o
Deputado Ubiratan Aguiar para integrar a Comissão de Direitos Humanos.....
N° 55/2001 - Do Senhor Deputado Xico
Graziano, Vice-Líder no exercício da Liderança
do Bloco Parlamentar PSDB/PTB, indicando o
Deputado Léo Alcântara para integrar a Comissão de Economia, Indústria e Comércio.
N° 325/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar PFUPST,
indicando o Deputado Robson Tuma para ocupar
o cargo de 2° Vice-Presidente da Comissão de
Constituição e Justiça e de Redação......................
W 326/2001 - Do Senhor Deputado InocêncIo Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, indicando o Deputado José Carlos
Fonseca Júnior para ocupar o cargo de 2° Vice-Presidente da Comissão de Finanças e Tributação.
N° 327/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, indicando o Deputado Francisco Garcia para ocupar o cargo de 2° Vice-Presidente da
Comissão de Minas e Energia...............................
N° 328/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, indicando o Deputado Luciano Pizzatto
para ocupar o cargo de 3° Vice-Presidente da
Comissão de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias. .
N° 329/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, indicando o Deputado Paulo Octávio
para ocupar o cargo de 3° Vice-Presidente da
Comissão de Desenvolvimento Urbano e Intelior.

Quinta-feira 22

06247

06263

N° 330/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, indicando a Deputada Celcita Pinheiro
para ocupar o cargo de 2° Vice-Presidente da
Comissão de Educação, Cultura e Desporto.........

06264

06263

N° 331/2001 - Do Senhor Deputado InocêncIo Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, indicando a Deputada Laura Carneiro
para ocupar o cargo de Presidente da Comissão
de Seguridade Social e Família........

06264

N° 33212001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, indicando o Deputado César Bandeira
para ocupar o cargo de Presidente da Comissão
de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática.

06265

N° 334/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, indicando o Deputado Gerson Gabrielli
para ocupar o cargo de 1° Vice-Presidente da
Comissão de Economia, Indústria e Comércio......

06265

ND 335/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, indicando o Deputado Francistônio Pinto para ocupar o cargo de 1° Vice-Presidente da
Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação
e Informática.

06265

N° 336/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, lideI' do Bloco Parlamentar
PFLlPST, Indicando o Deputado Ronaldo Caiado
para ocupar o cargo de 1° Vice-Presidente da
Comissão de Agricultura e Política Rural. ..... ........

06265

N° 340/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, indicando o Deputado Paulo Octávio
para integrar a Comissão de Desenvolvimento
Urbano e Interior..

06265

N° 341/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, indicando o Deputado José Carlos
Fonseca Júnior para integrar a Comissão de Finanças e Tributação...................

06265

06264

N° 34212001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, informando que o Deputado Milton
Barbosa deixa de fazer parte da Comissão de
Fiscalização Financeira e Controle....

06266

06264

N° 345/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, indicando o Deputado Milton Barbosa
para integrar a Comissão de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias. .

06266

06263

06263

06263

06263

06264

06264

06248

QUlllla-tima 22

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

W 346/2001 - Do Senhor Deputado Inocênclo Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFUPST, indicando o Deputado Divaldo Suruagy
para integrar a Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público.

06266

Março de 2001

para integrar a Comissão de Economia, Indústria
e Comércio.
W 359/2001 _ Do Senhor Deputado Inocênclo Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFUPST, indicando o Deputado Paulo Mannho

06268

W 347/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar

para integrar a Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática.

PFUPST, indicando o Deputado Robson Tuma
para integrar a Comissão de Relações Exteriores
e de Defesa Nacional.

06266

W 360/2001 _ Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFUPST, indicando o Deputado Francisco Gar06268

06266

cia para integrar a Comissão de Minas e Energia.
W 361/2001 _ Do Senhor Deputado Inocêncio OliveIra, Líder do Bloco Parlamentar
PFUPST, Indicando o Deputado Gilberto Kassab
para integrar a Comissão de Economia, Indústna
e Comércio.

06268

W 348/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, indicando o Deputado José Carlos
Fonseca Júnior, para integrar a Comissão de Mi..
nas e Energia.. .
W 350/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, indicando o Deputado Jaime Martins
para integrar a Comissão de Direitos Humanos....
W 351/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFUPST, indicando o Deputado Ivânio Guerra
para integrar a Comissão de Seguridade Social e
Família
..
N° 352/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, comUnicando que os Deputados Ricardo Fiúza e Paes Landim permutam as vagas de
titular e suplente que ocupam na Comissão de
Constituição e Justiça e de Redação
.
W 353/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFL/PST, indicando o Deputado Ricardo Fiúza
para integrar a Comissão de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias
..
N° 354/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio OliveIra, Líder do Bloco Parlamentar
PFUPST, indicando o Deputado Paes Landim
para integrar a Comissão de Defesa do Consumi..
dor, Meio Ambiente e Minorias
N° 355/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST.
indicando o Deputado Euler Ribeiro para integrar
a Comissão de Finanças e Tributação
..
W 356/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFL/PST, indicando o Deputado Airton Cascavel
para integrar a Comissão da Amazônia e DesenvolVimento Regional.
..
W 357/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFLlPST, indicando o Deputado Marcos Cintra

06266

06267

06267

06267

06267

06267

06267

..

06268

W 36212001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFUPST, Indicando o Deputado Pauderney AveImo para integrar a Comissão de Finanças e Tributação
..
.
.

06268

N° 376/2001 - Do Senhor Deputado Inocêncio Oliveira, Líder do Bloco Parlamentar
PFUPST, indicando o Deputado Sérgio Novais
para integrar a Comissão de Desenvolvimento
..
Urbano e Interior

06269

N° 117/2001 - Do Senhor Deputado Geddei Vieira Lima. Líder do PMDB, comunicando
que a Deputada Elcione Barbalho passa a fazer
parte da Comissão da Amazônia e Desenvolvimento Regional.
.

06269

N° 136/2001 - Do Senhor Deputado Geddei Vieira Lima, Líder do PMDB, comunicando
que o Deputado Uno Rossi passa a integrar a
Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público
.

06269

N° 166/2001 - Do Senhor Deputado GeddeI Vieira Lima, Líder do PMDB, comunicando
que o Deputado Tilden Santiago passa a integrar
a Comissão de Defesa do Consumidor, Meio
Ambiente e Minonas
.

06269

N° 121/2001 - Do Senhor Deputado Walter
Pinheiro, Líder do PT, indicando o Deputado Nelson Pellegrino para ocupar o cargo de Presidente
da Comissão de Direitos Humanos, e o Deputado
Padre Roque para ocupar o cargo de 1° VIce-Presidente
.

06269

N° 123/2001 - Do Senhor Deputado Walter
Pinheiro, Líder do PT, indicando o Deputado WelIington Dias para ocupar o cargo de Presidente
da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle
.

06270

Março de 2001

DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS

N° 124/2001 - Do Senhor Deputado Walter
Pinheiro, Líder do PT, indicando o Deputado José
Pimentel para ocupar o cargo de 3° Vice-Presidente da Comissão de Finanças e Tributação.

06270

W 125/2001 - Do Senhor Deputado Walter

Qumta-teíra 22

06273

N° 152/2001 - Do Senhor Deputado Alexandre Cardoso, Líder do Bloco Parlamentar
PSB/PCdoB, indicando o Deputado lédio Rosa
para concorrer ao cargo de 2° Vice-Presidente da
..
Comissão de Direitos HUmanos

06273

06273

Pinheiro, Líder do PT, indicando o Deputado Jaques Wagner para ocupar o cargo de 2° Vice-Presidente da Comissão de Economia, Indústi ia e Comércio. ... ........ ... ......... . ...... ...... .. ..... .....

06270

N° 128/2001 - Do Senhor Deputado Walter
Pinheiro, Líder do PT, indicando o Deputado Marcos Afonso para ocupar o cargo de 3° Vice-Presidente da Comissão da Amazônia e de
Desenvolvimento Regional.
..

NO 160/2001 - Do Senhor Deputado Alexandre Cardoso, Líder do Bloco Parlamentar
PSB/PCdoB, indicando o Deputado José Carlos
Aleluia em substituição ao Deputado Eduardo
..
Campos na Comissão de'Minas e Energia

06270

W 155/2001 - Do Senhor Deputado José

N° 129/2001 - Do Senhor Deputado Walter
Pinheiro, Líder do PT, indicando o Deputado Tilden Santiago para ocupar o cargo de 1° Vice-Presidente da Comissão de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias
..
N° 141/2001 - Do Senhor Deputado Professor LUlZlnho, Vice-líder no exercício da liderança do PT, indicando o Deputado Tilden Santiago para integrar a Comissão de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias.
N° 71/2001 - Do Senhor Deputado Odelmo
Leão, Líder do PPB, em aditamento ao Ofício n°
66/2001 da referida Liderança, encaminhando a
complementação da relação dos parlamentares
que deverão compor as Comissões Permanentes.
N° 78/2001 - Do Senhor Deputado Odelmo
Leão, Líder do PPB, indicando o Deputado Ary
Kara para integrar a Comissão de Constituição e
Justiça e de Redação.
N° 7/2001 - Do Senhor Deputado Rubens
Bueno, Líder do Bloco Parlamentar PDT/PPS, indicando o Deputado Márcio Bittar para integrar a
Comissão de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias, e comunicando algumas substituições nas Comissões que especifica..................
N° 8/2001 - Do Senhor Deputado Rubens
Bueno, Líder do B/oco Parlamentar PDT/PPS, indicando os candidatos às vagas que cabem ao
referido Bloco nas Comissões Permanentes.. ......

06270

06270

06271

06272

06272

06272

N° 9/2001 - Do Senhor Deputado Rubens
Bueno, Líder do Bloco Parlamentar PDT/PPS, indicando o Deputado Airton Cascavel para integrar a Com issão de Viação e Transportes. ..... ...

06272

N° 10/2001 - Do Senhor Deputado Rubens
Bueno, Líder do Bloco Parlamentar PDT/PPS,
comunicando algumas substituições nas Comissões que especifica.

06272

06249

N° 13/2001 - Do Senhor Deputado Rubens
Bueno, Líder do Bloco Parlamentar PDT/PPS, indicando o Deputado José Roberto Batocllio para
..
o cargo de Vice-Líder.

Antônio Almeida, Vice-Líder do Bloco Parlamentar PSB/PCdoB, indicando a Deputada Socorro
Gomes para concorrer ao cargo de 1° Vice-Presidente da Comissão de Desenvolvimento
Urbano e Interior.
.

06273

NO 156/2001 - Do Senhor Deputado José
Antônio Almeida, Vice-Líder do Bloco Parlamentar PSB/PCdoB, Indicando o Deputado Alex Canziani para concorrer ao cargo de 3° Vice-Presidente da Comissão de Economia, Indústna e Comércio.

06273

N° 157/2001 - Do Senhor Deputado José
Antônio Almeida, Vice-Líder do Bloco Parlamentar PSB/PCdoB, indicando o Deputado Inácio
Arruda em substituição à Deputada Socorro Gomes na Comissão de Defesa do Consumidor,
Meio Ambiente e Minorias.
.

06274

N° 8/2001 - Das Bancadas do PSB e do
PCdoB, indicando o Deputado Eduardo Campos
para exercer a função de Líder do Bloco
PSB/PCdoB.

06275

NO 92/2001 - Do Senhor Deputado Valdemar Costa Neto, Líder do Bloco Parlamentar
PUPSL, indicando a Deputada Socorro Gomes
para integrar a Comissão de Desenvolvimento
Urbano e Interior.

06275

N° 690/2000 - Do Senhor Deputado Gerson Peres, Presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural, comunicando que a referida
Comissão aprovou o parecer favorável do Relator
ao PL n° 659-A/99....

06275

S/N°/2001 - Do Senhor Deputado Eber Silva, comunicando seu ingresso no PST..................

06276

NO 151/2001 - Do Deputado Josué Bengtson, solicitando a retirada de Requerimento pelo
qual foi solicitada instalação da CPI destinada a
apurar denúncias de Irregularidades praticadas
pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD)... ......

06278

TO) . 64 da Constituição Federal ao Projeto de Lei Complementar n° 23.. de 2001 Mensagem n° 231. 06409 .Ocorrência de epidemia de dengue no Estado do Rio de Janeiro. DE VELASCO . no Estado do Paraná.Solicitação à Secretaria da Receita Federal de reexame da proposta de aumento do Imposto sobre Produtos Industrializados .PR) Transcurso do 129° e do 37° aniversários de emancipação politico-administrativa.IPI. MENSAGENS Mensagem n° 229. Necessidade de abertura de Comissão Parlamentar Mista de Inquérito para apuração de denúncias de corrupção nos Poderes Legislativo e Executivo . GILMAR MACHADO. DA 51 8 LEGISLATURA.. de projetos de desenvolvImento do Estado de Tocantins. Necessidade de apresentação... 06408 LUCI CHOINACKI (PT .317.06250 Quinta-lima 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS N° 12/2001 .. 06402 MARCOS AFONSO (PT . POSicionamento do Conselho Diocesano de Pastoral a respeito dos conflitos envolvendo agricultores e índios na Diocese de Chapecó.Implementação...452. ORDINÁRIA. DA 3" SESSÃO LEGISLATIVA. .Transcurso do Dia Mundial da Água . de 2001 (do Poder Executivo) .760.ES) Defesa de implantação no Brasil do sistema de monitoramento eletrônico de condenados.. . PRESIDENTE (Nilton Capixaba) . e não ao PPS. REGIS CAVALCANTE.RJ) . COMUNICAÇÃO .Altera o caput do art.Encerramento 2 _ ATA DA 258 SESSÃO DA CÃMARA DOS DEPUTADOS. 06387 IV .PI) . PROJETOS DE LEI Projeto de Lei n° 4. Santa Catarina. Apoio do Governo Federal ao processo de revitalização da economia tocantmense.Homenagem ao povo angolano.25 de março . de 1999. .SC) Transcurso do 67° aniversário de emancipação polítlco-admmistrativa do Município de Timbó. de 2001 (do Senado Federal) PLS nO 183/00 .245/2001 .Do Senhor Deputado Magno Malta.112. incidente na aquisi.. aprovada pelo Decreto-Lei n° 5. de 2001 (do Poder Executivo) Aviso .. para dispor sobre a nova composição das Comissões Internas de Prevenção de Acidentes . ALCEU COLLARES. NecrológiO do Governador Mário Covas..Leitura do expediente 06359 06362 06362 06363 06368 06371 SESSÃO SOLENE DE 21-3-2001 IV . EM 21 DE 06371 JAQUES WAGNER. dos Municípios de Tlbagi e Telêmaco Borba.CIPA. de plano de ação destinado à erradicação da doença no País . 06403 MARCUS VICENTE (Bloco/PSDB . no Estado de Santa Catarina . 06404 MÁRCIO MATOS (Bloco/PTB .Solicita a retirada do Projeto de Lei . 2° do Decreto-Lei n° 9.365/2000 .Pequeno expediente PAULO GOUVÊA (Bloco/PFL . ção de veículo popular. comUnlcando sua desfiliação do PTB. Projeto de Lei n° 4. como consta nos documentos desta Casa. requerendo voto de pesar pelo falecimento e desaparecimento dos corpos dos trabalhadores da Plataforma P-36 da Petrobras. ..Altera o caput do art. e dá outras providências ... TÂNIA SOARES. JOÃO ALMEIDA. 164 da Consolidação das Leis do Trabalho.Leitura e assinatura da ata da sessão anterior 111 . REQUERIMENTO . Augusta Valentim e Joana Lima para composição da Mesa dos trabalhos. de 1° de maio de 1943..Considerações sobre a demarcação de terras indígenas no País.316.Homenagem Homenagem ao povo angolano. n° 4.Leitura do pronunciamento do Presidente Aécio Neves em homenagem ao povo angolano.. 06371 PRESIDENTE (Jaques Wagner) . de 5 de setembro de 1946. Solicitação de apoio ao projeto de lei sobre denominação da BR-1 01 de Rodovia Mário Covas .Do Senhor Deputado Fernando Ferro.SC) .Convite aos Deputados angolanos João Melo.Do Senhor Deputado Salomão Gurgel.Abertura da sessão 11 . comunicando que pertence ao PDT. 06402 JOÃO MENDES (PMDB . NILTON CAPIXABA. de 2001 (do Senado Federal) PLS n° 617/99 . pelo Ministério da Saúde. . respectivamente. do Estado de São Paulo. REGINALDO GERMANO. atualizando o conceito de terrenos de marinha .. . 06403 JOÃO HENRIQUE (PMDB . ELCIONE BARBALHO.21 de março...AC) .. 06407 KÁTIA ABREU (Bloco/PFL . ERRATA Projeto de Lei n° 3.. 06357 06359 MARÇO DE 2001 1. Março de 2001 V . ALEXANDRE CARDOSO. pelo Governo Siqueira Campos.Solicita ao Congresso Nacional seja atribuído o regime de urgência previsto no § 1° do art.

21 de março.... ..Protesto contra aprovação.RN) Ocorrência de epidemia de dengue no País.Transcurso do Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial . de reunião para debate das Implicações ambientais da implantação do Projeto de Transposição de Águas do rio São Francisco.Matéria publicada na revista norte-americana New Vork Magazine sobre o sucesso das ações promovidas pelo Ministério da Saúde contra a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida ..... Estado do Mato Grosso do Sul.. pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis .ABIN. 06420 WALDIR PIRES (PT .RS. ... à Mesa. . em Fortaleza. Nomeação do Deputado Estadual Ernani Boldrim para a referida secretaria. HELENO (Bloco/PSDB . Despropósito da transferência às Prefeituras Municipais.. para discussão do acesso ao Banco da Terra. de requerimento de urgência para o projeto de lei sobre regulamentação da pesca amadora no País.IBAMA. Estado do Ceará. no Estado do Mato Grosso do Sul. Colapso no abastecimento de água potável às comunidades rurais na região do Seridó. 06420 MARÇAL FILHO (PMDB .Refutação à nota publicada na coluna "O Painel".Defesa da união de partidos de centro-esquelda em torno da campanha eleitoral de 2002 no Estado de Rondônia. .RO) .. 06412 MAURO BENEVIDES (PMDB . 06418 CLAUDIO CAJADO (Bloco/PFL . 06411 EULER MORAIS (PMDB .. Estado do Ceará.CE) Anúncio de realização. 06414 MIRIAM REID (Bloco/PSB ... pelo período de doze meses após a exoneração.. 06414 PAULO DELGADO (PT .MS) ....Apresentação de requerimento à Presidência da Casa para inclusão da Comissão de Seguridade Social e Família na tramitação do Projeto n° 3. atnbuidora ao orador da autoria de aditivo a contrato da Companhia Docas do Estado de São Paulo . da Saúde. 06415 QUl1lta-felra 22 06251 ENIO BACCI (Bloco/PDT . Pela ordem) .. do Projeto de Lei n° 605..CE) ...Realização do Semináno "O Trabalhismo e a Gestão Municipal" pelo Partido Trabalhista Brasileiro do Estado do Rio Grande do Sul.BA) Transcurso do Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial . Posse dos novos membros do Conselho Estadual do Negro. na Bacia de Campos. da Saúde.... de apoio aos trabalhos realizados pela entidade. de 2000. 06419 SALOMÃO GURGEL (Bloco/PPS . Histórico da atuação do Parlamentar na Presidência da Companhia. 06421 DR.Excelência dos trabalhos desenvolvidos pela Irmandade Beneficente da Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza... Solicitação ao Ministro José Serra. e pelo Ministério da Integração Nacional.GO) . Defesa de instauração de Comissão Parlamentar de Inquérito para investigação da formação de cartel pelas empresas montadoras de automóveis. vítima de injúria. e sobre impedimento ao ocupante do cargo. no Estado do Rio de Janeiro.. 06414 MÁRIO ASSAD JÚNIOR (Bloco/PFL . Posse dos novos administradores da instituição... Necessidade de reformulação da política de recursos humanos da empresa..Inauguração da nova sede da Secretaria de Desenvolvimento da Baixada Fluminense.SP) Reajuste abusivo nos preços de automóveis e peças automotivas. 06413 MANOEL VITÓRIO (PT ..Anúncio de apresentação.Defesa de instalação de Comissão Parlamentar Mista de Inquérito para apuração de denúncias de corrupção nos Poderes Executivo e Legislativo. 06417 RAIMUNDO GOMES DE MATOS (Bloco/PSDB ..Reunião do orador com pequenos produtores rurais do Município de Rio Brilhante. Pela oldem) .RJ) .Rigor nas investigações das causas do acidente da plataforma P-36 da Petrobras.. Solidariedade ao Procurador da República Luiz Francisco F. Elogio ao Governo Federal pelas medidas adotadas no combate à doença. do jornal Folha de S. pelo Ministro José Serra.MS) .. da responsabilidade pelo combate ao agente transmissor da dengue e da febre amarela. Sugestões .944.Paulo. Pela ordem) .. pelos servidores de delegacias de polícia..Apresentação de projeto de lei sobre estabelecimento de normas para nomeação do Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência .MG.BA) ..MG) . 06415 EURÍPEDES MIRANDA (Bloco/PDT . Estado do Rio de Janeiro. pela Casa....RJ) . da prestação de serviços a empresas privadas...AIDS... 06417 FERNANDO ZUPPO (Sem Partido . 06422 SIMÃO SESSIM (PPB ..CODESP.MG. Estado do Rio Grande do Norte.. do direito legal do aborto... Combate à dependência química no País.SP) ... 06415 WAGNER ROSSI (PMDB . sobre obrigatoriedade de informação às vítimas de estupro. de 1999. de Souza.Maryo de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS LAEL VARELLA (Bloco/PFL ..RJ) . Importância do apoio da Casa às reivindicações dos petroleiros...21 de março..

. Críticas ao programa de privatização do setor elétrico .06252 Quinta-feIra 22 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS para melhoria da qualidade de vida da população da Baixada Fluminense.AGESPISA.Razão da visita do urologista Sami Arap e do Ministro José Serra. EDINHO BEZ (PMDB .SC) .PETROBRÁS. Necessidade de criação de universidade pública.SP) .Conseqüências da política de privatização do Governo Fernando Henrique Cardoso.Transcurso dos Dias do FunCionário Público Municipal e do Motociclista . 06434 WELLlNGTON DIAS (PT . 06437 NELSON PELLEGRINO (PT .MG. 06422 06424 06424 06425 ROBÉRIO ARAÚJO (Bloco/PL . Município de São Miguel do Fidalgo 06434 ODELMO LEÃO (PPB . Poluição da Lagoa do Fidalgo. SÉRGIO MIRANDA (Bloco/PCdoB . Emissão. 06432 CORIOLANO SALES (PMDB . pelo assassinato do dirigente político Nathur ASSIS Filho.Congratulação ao Deputado Cesar Bandeira pela posse na Presidência da Comissão de Ciência e Tecnologia.IBAMA.RJ.PI) . publicada pelo jornalO Globo.19 e 11 de março respectivamente.. sobre municipalização do trânsito local.RS) . 06428 AROLDE DE OLIVEIRA (Bloco/PFL .Descaso da Prefeitura Municipal de Santos com os serviços de assistência à saúde.. Comunicação e Informática. Inconsistência de campanhas de difamação contra o ex-Ministro Alceni Guerra e o ex-Deputado Federal Ibsen Pinheiro. 06427 MANOEL SALVIANO (Bloco/PSDB ..Necessidade de aplicação da lei estabelecedora de punição aos praticantes de queimadas em períodos não-autorizados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis . Repúdio à concessão. no Estado de São Paulo . 06429 JANDIRA FEGHALI (Bloco/PCdoB . 06432 TELMA DE SOUZA (PT . apresentadas pelo Governo Federal. Defesa de reconhecimento do Sítio Arqueológico da Serra da Capivara como patrimônio natural da humanidade. no . entre a Prefeitura MUniCipal de Vitória da Conquista e o Departamento de Trânsito . Estado de Minas Gerais.RJ) Visita da Comissão Externa da Casa à Bacia de Campos para averiguação do acidente ocorrido na Plataforma P-36 da empresa Petróleo Brasileiro S. no Município de Ubaíra. ANDRÉ BENASSI (PSDB .. A. 06429 ALDO ARANTES (Bloco/PCdoB . ConveniênCia de lançamento.DETRAN..Regulamentação de procedimentos para quebra do sigilo bancário pela Receita Federal.BA) . próximo ao MUnicípio de Uberaba... . dos prejuízos causados pelas queimadas 06426 MAURíLIO FERREIRA LIMA (PMDB . de liminar em ação destinada à suspensão de deCisão judicial favorável à nulidade de sessão de votação de pleito eleitoral realizado no Município de Uruçuí. 06438 ARY KARA (PPB .Elogio à Agência Nacional de Vigilância Sanitária pela Resolução n° 58. Estado da Bahia . pelo Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Piauí. .RR) . 06430 JANDIRA FEGHALI (Bloco/PCdoB .. escolas técnicas e pólo de desenvolvimento no Município.Urgente tramitação da proposta de emenda constitucional sobre as atribuições do Conselho Consultivo do Conselho de Comunicação Social. Pela ordem) .. ..SP) .. . ao Município de Jundlaí.. pelo Governo Federal. . proibitiva da importação e comercialização de alimentos bovinos oriundos de países europeus.Irreparabllidade dos danos morais causados a personalidades por denúncias Improcedentes veiculadas pela imprensa. SoliCitação ao Governo Federal de providências para conclusão das obras de duplicação da rodovia . 06433 PEDRO FERNANDES (Bloco/PFL . Pela ordem) .Solicitação ao Ministério da Justiça de providências para celebração de convênio. Como Líder) .Ameaça de colapso no abastecimento de energia elétrica no País. Protesto contra a anunciada desestatlzação da Companhia de Saneamento do Estado do Piauí S.MA. Necessidade de apuração das causas do acidente.. de campanha de esclarecimento .. da Saúde.SP) ..PE) . Estado de São Paulo .Crônica "O homem que chorava". pelo sistema eletrônico. Decretação da prisão preventiva de Ivan Eça Menezes. da Câmara dos Deputados . da Requisição sobre Movimentação Financeira . 06431 AIRTON DIPP (Bloco/PDT . Março de 2001 de Luís Fernando Veríssímo. de 2001..CE) Nota da Associação Brasileira dos Produtores de Soluções Parenterais a respeito da veiculação de informações sobre a qualidade da solução parenteral.GO) Apresentação de projeto de lei sobre regulamentação do trabalho aos domingos no comércio varejista .Manifestação de pesar pelo falecimento de estudantes da zona rural em decorrência de acidente automobilístico na BR-OSO. no Estado do Rio de Janeiro...BA) . A..MG)Rejeição das propostas de correção de saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço FGTS. .RJ) .

Defesa de construção de hidrelétrica no Município de Diamantino.Petrobras. 06468 GONZAGA PATRIOTA (Bloco/PSB .... Estado do Rio de Janei10 Qumta-íetra 22 WILSON SANTOS (Bloco/PMDB .. 06440 VIRGíLIO GUIMARÃES (PT . >0. através do Programa Correios Educando para o Futuro . de providências para apuração do assassinato do Pe.. sobre a remuneração dos militares das Forças Armadas . .. RUBEM MEDINA (Bloco/PFL .21 de março.CE.Transcurso do Dia Mundial da Água .Anulação de concurso público realizado pela Prefeitura Municipal de Belfold Roxo. da Petrobras... Transcurso do Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial. do Projeto de Lei n° 61... . 06463 WILSON BRAGA (PFL .Atuação do Movimento dos Pequenos Agricultores .ECT. Pela ordem) . negros e outras etnias 06468 MARCELO TEIXEIRA (PMDB .. .Superação.. ... para facIlitação do acesso de estudantes a cursos de pré-vestibular.MT) Reflexão acerca do tema "Vida Sim. NELSON MARQUEZELLI (Bloco/PTB SP) .Anúncio de apresentação.21 de março.MG.. na Bacia de Campos. de Fortaleza.MT) Responsabilidade do Governo Federal por possível racionamento de energia elétrica no País. Utilização.. à Mesa Diretora. JOÃO COSER (PT .... 06462 V ....GO) Inserção do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Goiás no Projeto Genoma... Estado do Rio de Janeiro . de 1999. Estado do Ceará.Regozijo com a aprovação.Manifestação de voto contrário à Medida ProviSÓria n° 2. pelo Partido dos Trabalhadores. . A.. 06439 ALMERINDA DE CARVALHO (Bloco/PFL RJ) .Março de 200l DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS Defesa de extensão aos policiais rodoviários federais de gratificação pleiteada pela Polícia Federal. para a Campanha da Fraternidade de 2001... 06439 PAULO ROCHA (PT .CE) . lntelierência do mercado estrangeiro no processo de banimento do amianto crisolita do Município de Minaçu..Déficit habitacional brasileiro.. Solicitação ao Presidente Fernando Henrique Cardoso de demissão da diretoria da estatal.. 06455 06455 06456 IARA BERNARDI (PT ..Grande Expediente 06441 06441 06442 LUISINHO (Bloco/PST . Estado do Ceará. Combate ao racismo no Brasil...BA) . sobre as diretrizes nacionais para o saneamento básico. Pela ordem) Transcurso do Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial . Solicitação ao Governador Dante de Oliveira. pelo estabelecimento de parceria com o jornal Diário do Nordeste. pelo Brasil. de trabalho de menor na área operacional.PA) . Estado de Goiás . . escolhido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil . ..Realização de reunião semestral da Sociedade Interamericana de Imprensa.RJ) ....Conseqüências negativas da política econômica adotada pelo Governo Fernando Henrique Cardoso.Parabenização ao Prefeito Juraci Magalhães. 06253 06457 LUIZ BITTENCOURT (PMDB . . Pedido à Procuradoria-Geral da República de levantamento das causas do acidente ocorrido na Plataforma P-36. . . Nazareno.. ... Necessidade de realização das reformas política e tributária e de conclusão da reforma previdenciária. e de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito destinada à investi.Realização de encontro para de- . pela Câmara dos Deputados. Contrariedade à transferência da titularidade dos serviços de água e esgotos para os Estados. Pela ordem) . e ao Sistema Verdes Mares. Drogas Não". pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos . Necessidade de alteração do modelo econômico .ES) .... do Poder Executivo.. ..MS. Necessidade de controle da comercialização dos referidos produtos.PE. EUNíCIO OLIVEIRA (PMDB .SP) .21 de Março. 06467 JOÃO GRANDÃO (PT . . sobre crime de assédio sexual. ocorrido no Município de Jauru. Pela ordem) .131. implantado no País 06460 WALTER PINHEIRO (PT ..PETROBRAS. em Fortaleza.. Estado de Mato Grosso.SP) .. Henri Philippe Reichstul...CNBB.... de substitutivo ao projeto de lei. de requerimentos de demissão do Presidente da empresa Petróleo Brasileiro S.21 de março..RJ) . Necessidade de implantação de política permanente para o setor.PB. Pela ordem) Preocupação com a ameaça de extinção da empresa Petróleo Brasileiro S/A .Transcurso do Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial ... 06438 CELCITA PINHEIRO (Bloco/PFL . Repúdio à exploração e vulgarização pela mídia do corpo feminino .MPA. Denúncia de uso indiscriminado de agrotóxicos no Estado do Espírito Santo.. gação da situação do setor elétrico. Apresentação.. do Estado do Mato Grosso. 06458 ALOIZIO MERCADANTE (PT .. dos efeitos de crises internacionais. de 2001. Importância da educação no combate à cultura secular brasileira de segregação de indígenas.

pelo Congresso Nacional. relativo às penalidades fixadas para praticantes de crimes considerados hediondos . Perfil do Estado do Espírito Santo...Indignação com denúncia publicada pela revis.RJ.RS..PRo Peja ordem) .SUDAM 06479 RUBENS BUENO (Bloco/PPS .RJ.SUDENE.. desempenho da agropecuária brasileira GIVALDO CARIMBÃO (Bloco/PSB . 06486 .Nota da Direção Nacional do Partido Popular Socialista pela Imediata suspensão do programa de privatlzação do setor elétrico . pelo Ministro Fernando Bezerra...GO. 06477 HENRIQUE FONTANA (PT . da Integração Nacional.. pelo Governo Federal. ta Veja envolvendo o nome do orador .MG.PE. e de outros órgãos desenvolvimentistas..PA. LUIZ ALBERTO (PT . 06482 PRESIDENTE (Aécio Neves) .. em Brasílía.Solicitação ao Ministério dos Transportes de medidas para preservação da malha rodoviána federal. sobre instituição de penalidades aos pecuaristas pelo descumprimento de normas de combate à . Pela ordem) .. 06481 MICHEL TEMER (PMDB . 06478 GERSON PERES (PPB . FERNANDO CORUJA (Bloco/PDT . .. 06476 IÉDIO ROSA (Bloco/PSB . Pela ordem) . Pela ordem) .21 de março. Pela ordem) Transcurso do Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial . 06479 ALEX CANZIANI (Bloco/PSDB .RS. Pela ordem) Requenmento de informações ao Sr.. Conveniência de preservação.06254 QUinta-lima 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS bate do tema "Desenvolvimento Regional_ Combatendo as Desigualdades no Brasil". Maior divulgação dos trabalhos realizados pelos Parlamentares com vistas ao fortaleci. L1NCOLN PORTELA (Bloco/PSL .RS..Exclusão do segmento de cosméticos do texto do projeto de lei de autoria do Deputado Paulo Paim. Pela ordem) . Pela ordem) . 06486 MILTON TEMER (PT .SP.Apresentação de projeto de lei sobre obrigatoriedade de divulgação do valor de mercadorias anunciadas em classificados de jornais.RJ. Pela ordem) .. Pela ordem) .136. Estado do RIO de Janeiro .SC. Distrito Federal.Elogio ao Governador Anthony Garotinho pelas ações desenvolvidas em prol do desenvolvimento da Região dos Lagos. Solicitação ao Governo Federal de apoio ao empresanado capixaba.Apoio à preservação da Superintendência do . de 2000.908. HÉLIO (Bloco/PDT .. Desenvolvimento da Amazônia ..IPEA..SP.. Revisão. Pela ordem) . Ministro de Minas e Energia sobre planilha detalhada do benefício do tíquete para os frentistas e a razão de sua incorporação ao preço final do combustível. 06480 POMPEO DE MAnOS (Bloco/PDT . sobre o tema. Pela ordem) . ITAMAR SERPA (Bloco/PSDB .IBGE.Defesa de inclusão da carreira de sanitansta na Medida Provisória 2.AL.Manifestação de solidariedade ao Deputado Michel pelo reconhecimento de sua dignidade.Defesa de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito para investigação de denún.. JOSÉ CARLOS ELIAS (Bloco/PTB . Realização. Pela ordem) . sobre criação e reestruturação de carreiras na Administração .SUDENE .Apresentação de requenmento de urgência para o Projeto de Lei n° 3. . em Brasília.. sobre o . de sua posição favorável à extinção da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste . pela Organização das Nações Unidas - 06469 06469 06473 06473 06474 06474 06475 06475 Março de 2001 ONU. cias de corrupção no Governo Federal. mento do Poder Legislativo DR. de 1998.Preocupação com ameaça de extinção da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste . ORLANDO DESCONSI (PT .Dados da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística .. compostura e alto espírito público . Apoio à regulamentação do instituto da medida provisória..677. Pela ordem) Questão de ordem sobre investigação pela Corregedoria-Gerai da Câmara dos Deputados da denúncia publicada na revista Veja envolvendo o nome do Deputado Michel Temer . Pela ordem) .Expectativa de decisão do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul sobre convênio de transporte escolar firmado entre o Governo Estadual e Prefeituras Municipais.Solicitação aos Deputados de assinatura do requenmento de abertura da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito destinada à apuração de denúncias de corrupção nos Poderes Executivo e Legislativo .BA. Morosidade na tramitação de projeto de lei sobre reajuste da tabela do Imposto de Renda. de debate sobre as condições de vida da população negra brasileira. 06485 GEOVAN FREITAS (PMDB . sobre alteração de dispositivo da Lei n° 9. febre aftosa 06479 CARLOS BATATA (Bloco/PSDB . Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada . Distrito Federal.PRo Como Líder) ..ES) Relevância da apreciação. das reformas tributária e política. Pública Federal.. de órgãos de desenvolvlmento regional. . Pela ordem) .

INOCÊNCIO OLIVEIRA... Orientação de bancada . à população e às famílias das vítimas de acidente em estabelecimento comercial em São Caetano do Sul... de 2000....... sobre o afundamento da Plataforma P-36... 06500 BISPO RODRIGUES..Apresentação de requerimento para alteração de despacho acerca da tramitação do Projeto de n° 3. na Bacia de Campos. do Poder Executivo. 06499 Usou da palavra para encaminhamento da votação o Sr...... . 06507 LUCIANO BIVAR (Pela ordem) .. 06503 Usaram da palavra para orientação das respectivas bancadas os Srs. 06499 Usou da palavra pela ordem o Sr Deputado Professor Luizinho.Concordância com a retirada do requerimento....Requerimento de urgência para apreciação do Projeto de Lei n° 3..Rejeição do acordo celebrado entre as centrais sindicais e O Governo Federal acerca da correção do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço .. Arnaldo Madeira... 06499 ODELMO LEÃO (Pela ordem) ....Pedido de retirada do requerimento... ..Votação do requerimento . HÉLIO (Pela ordem) . 06507 LUCI CHOINACKI (Pela ordem) . 06503 DR.Solidariedade ao Prefeito Luiz Olinto Tortorello... Estado de São Paulo...... 06501 MARCONDES GADELHA (Pela ordem) Apresentação de requerimento para transformação da sessão plenária da Câmara dos Deputados do dia 27 de março de 2001 em Comissão Geral para discussão do problema da segurança pública no País. ..Cumprimentos aos Srs.. ..Questão de ordem sobre processo de votação... respectivamente. Deputados José Genoíno..Oportuno exame. de 2001..... 06502 PRESIDENTE (Efraim Morais) .... . da Confederação Nacional dos Transportes e da Fundação Memória do Transporte .Requerimento de urgência para apreciação do Projeto de Lei n° 3. 06506 IVAN VALENTE (Pela ordem) ..Petrobras. do requerimento de pauta..Retirada.. que equipara a agroindústria à empresa rural. reeleitos para a Presidência... MENDES RIBEIRO FILHO... 06468 VI . .... Eduardo Campos. 0604 IÉDIO ROSA (Pela ordem) . EDUARDO CAMPOS..Ordem do Dia PRESIDENTE (Aécio Neves) ..Solidariedade às famílias de vítimas de acidente em estabelecimento comercial em São Caetano do Sul.Resposta ao Deputado Arnaldo Faria de Sá. de 1991. Estado de São Paulo.. . Estado de São Paulo. João Almeida. votação o Sr Deputado Arnaldo Faria de Sá 06502 PRESIDENTE (Efraim Morais) .....Resposta ao Deputado Arnaldo Faria de Sá.. Deputado Arnaldo Faria de Sá.. pela Presidência.212.FUMTRAN.. Odelmo Leão... determinando que ela passe a contribuir com 2.. que altera a Lei n° 8.524......Repúdio à violência praticada pela Polícia Militar contra indígenas. e dá outras providências. 06507 PAULO DELGADO (Pela ordem) .....Marçu de 20UI DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPurADOS PRESIDENTE (Aécio Neves) .. do do Rio de Janeiro. do Poder Executivo..998. 06508 ......... 06506 NEUTON LIMA (Pela ordem) ..FGTS...944.. PROFESSOR LUIZINHO (Pela ordem) . que dispõe sobre a qualificação dos órgãos e das entidades do Ministério da Defesa como Centro de Prestação de Serviços ... Estado de São Paulo. conforme denúncia contida em documento proveniente do Cimi de Rio do Sul e do Conselho de Missão dos índios das Igrejas Cristãs. Deputados Rubens Bueno.. Clésio Andrade e Valter Boscatto.. 06502 {)umta-telra 22 U6255 Usou da palavra para encaminhamento da . 06507 DUILlO PISANESCHI (Pela ordem) . Inocêncio Oliveira..870. 06505 PROFESSOR LUIZINHO (Pela ordem) Solidariedade às fam í1ias de vítimas de acidente em estabelecimento comercial em São Caetano do Sul... de 0.. Mendes Ribeiro Filho.1 % para o financiamento do beneffcio previdenciário de aposentadoria especial... 06498 ARNALDO FARIA DE SÁ {Pela ordem} Recurso da decisão à Comissão de Constituição e Justiça e de Redação.. Bispo Rodrigues. ... e a Lei n° 8. de 1994.........A ... JOÃO ALMEIDA... 06500 PRESIDENTE (Efraim Morais) .. 06498 PRESIDENTE (Aécio Neves) . da sugestão do Deputado Milton Temer...Nota recebida da assessoria de imprensa da empresa Petróleo BraSileirO S...... 06504 Usaram da palavra para orientação das respectivas bancadas os Srs.. PRESIDENTE (Efraim Morais) ... de ofício....5% do faturamento para a Seguridade Social.CPS. Esta..... 06498 ARNALDO FARIA DE SÁ ... 06501 06502 ARNALDO FARIA DE SÁ (Pela ordem) Indagação à Presidência sobre processo de votação.Solidanedade às famílias de pessoas acidentadas em estabelecimento comercial no Município de São Caetano do Sul.......

06256

QUllIta-felra 22

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

MARCOS AFONSO (Pela ordem) - Falecimento do artista plástico acreano Hélio Melo........
ARY KARA (Pela ordem) - Transcurso do
32° aniversário de fundação da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, ECT - 20 de março..
RICARDO BERZOINI (Pela ordem) _
Urgência para apreciação de projetos de autoria
do orador e do Senador Paulo Hartung sobre
correção da tabela do Imposto de Renda de pessoa física.

06508

06508

06510

Malço de 2001

Usou da palavra pela ordem, para registro
de voto, o Sr. Deputado Marcos Rolim.

06523

Usou da palavra para proferir parecer ao
projeto, em substituição à Comissão de Viação e
Transportes, o Sr. Deputado Antonio Carlos Pan.. ..
nunzio.

06523

Usou da palavra pela ordem, para registro
de voto, o Sr. Deputado Jorge Wilson.

06523

Usou da palavra pela ordem o Sr. Deputado Antonio Carlos Pannunzio. ........ .. .... .....

06523

Usou da palavra para proferir parecer ao
projeto, em substituição à Comissão de Constituição e Justiça e de Redação, a Sra. Deputada
Veda Crusius.Usou da palavra pela ordem, para
registro de voto, o Sr. Deputado Gerson Peres.....

06523

POMPEO DE MATTOS (Pela ordem) - Repúdio à não-inclusão do time do Esporte Clube
Juventude, do MunicípIo de Caxias, Estado do
Rio Grande do Sul, na Chave A do próximo Campeonato Nacional de Futebol.
..

06511

PRESIDENTE (Aécio Neves) - Encerramento da votação.

06511

LUIZ CARLOS HAULY - Justeza da homenagem prestada ao Governador Mário Covas.......

PRESIDENTE (Aécio Neves) - Aprovação
do requerimento de urgência.................

06523

06511

Usou da palavra para encaminhamento da
votação o Sr. Deputado Marcus Vicente
.

06524

06521

Usou da palavra pela ordem, para registro
de voto, o Sr. Deputado Ricarte de Freitas
..

06524

PRESIDENTE (Aécio Neves) - Encerramento da discussão
..

06524

Usou da palavra pela ordem, para registro
de voto, o Sr. Deputado Ricardo Fiuza.
PRESIDENTE (Aécio Neves) - Discussão,
em turno único, do Substitutivo do Senado Federal ao Projeto de Lei n° 3.657-C, de 1989, que
dispõe sobre a extinção progressiva dos manicômios e sua substituição por outros recursos
assistenciais e regulamenta a internação psiquiátrica compulsória...............................

Votação e aprovação do proJeto

06521

..

06524

Usou da palavra pela ordem, para registro
de voto, o Sr. Deputado Wilson Santos . ..
..

06524

PRESIDENTE (Aécio Neves) - Votação e
aprovação de emenda de redação
.

06524

PRESIDENTE (Aécio Neves) - Consulta
aos Líderes de Partido sobre a retirada do projeto de pauta..................

06521

Usaram da palavra pela ordem os Srs. Deputados Dr. Rosinha, Paulo Delgado..

PRESIDENTE (AéCIO Neves) - Votação e
..
aprovação da redação final.

06524

06521

ARNALDO FARIA DE SÁ (Pela ordem) Concordância com a retirada de pauta da matéria.

Encaminhamento da matéria ao Senado
Federal.
.

06524

06522

Usou da palavra pela ordem o Sr. Deputado João Almeida
.

06524

FERNANDO FERRO (Pela ordem) - Solidariedade às famílias das vítimas do aCidente da
Plataforma P-36, da empresa Petróleo Brasileiro
SA - PETROBRAS. Apresentação de solicitação de reabertura do inquérito para investigação
das denúncias sobre as relações da estatal com
a empresa Marítima
.

06524

Usou da palavra pela ordem, para registro
..
de voto, o Sr. Deputado Mauro Benevides

06525

INÁCIO ARRUDA (Pela ordem) - Propósito
de acompanhamento da Comissão Externa em visita a instalações da empresa Petróleo Brasileiro
SA - PETROBRAS. Apresentação de projeto de
lei para reconhecimento dos trabalhadores como
legítimos detentores do direito sobre o Fundo de
..
Garantia do Tempo de Serviço - FGTS

06525

Usaram da palavra pela ordem, para registro de voto, os Srs. Deputados Oscar Andrade,
Jair Bolsonaro, Albérico Filho

06522

PRESIDENTE (Aécio Neves) - Retirada,
de ofício, da matéria de pauta.

06522

Usaram da palavra pela ordem, para registro de voto, os Srs. Deputados Rommel Feijó, Pedro Eugênio, Luiz Carlos Hauly, Wagner Rossi,
Sérgio Carvalho, Darcísio Perondi, Jair Bolsonaro, João Eduardo Dado, Romel Anizio, Nelson
Marchezan, Pedro Eugênio, Antônio Carlos Konder Reis, Givaldo Carimbão, Emerson Kapaz, Sebastião Madeira.

06522

PRESIDENTE (Aécio Neves) - Discussão,
em turno único, do Projeto de Lei n° 4.194, de
2001, que denomina "Rodovia Mário Covas" a
BR -101.................

06522

Março de 2001

DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS

Usou da palavra pela ordem, para registro
de voto, o SI'. Deputado Murilo Domingos.
PAES LANDIM (Pela ordem) _ Encaminhamento de indicação ao Ministério do Meio Ambiente de reconhecimento do Parque Nacional da
Serra da Capivara como patrimônio da humanidade......
CABO JÚLIO (Pela ordem) - Expectativa
de decisão da Mesa acerca de campanha de valorização do trabalho do Parlamentar.
Usaram da palavra pela ordem, para registro de voto, os Srs. Deputados Glycon Terra Pinto, João Magalhães.
Apresentação de proposições: MARÇAL
FILHO, MARCUS VICENTE, MÁRIO ASSAD
JÚNIOR, ALDO ARANTES, ODELMO LEÃO,
NELSON PELLEGRINO, JAIR MENEGUELLI, DR.
HÉLIO, LUCIANO ZICA E OUTROS, PADRE
ROQUE E OUTROS, MILTON MONTI, ALBÉRICO
FILHO E OUTROS, RUBENS BUENO, NILMÁRIO
MIRANDA, CARLOS BATATA, PAULO DELGADO,
MÁRIO DE OLIVEIRA E OUTROS, VIRGíLIO
GUIMARÃES,
JANDIRA
FEGHALI,
BISPO
RODRIGUES, DEUSDETH PANTOJA, FERNANDO
FERRO E LUCI CHOINACKI, LUIZ EDUARDO
GREENHALGH E OUTROS, MARCONDES
GADELHA E OUTROS, Luís BARBOSA,
SALVADOR ZIMBALDI, PAULO MOURÃO, PAULO
JOSÉ GOUVÊA, PAULO JOSÉ GOUVÊA E
OUTROS,
RICARDO
BERZOIN,
LAURA
CARNEIRO, ALOíZIO MERCADANTE, EDUARDO
BARBOSA E JOÃO ALMEIDA, FERNANDO
FERRO, ANTÔNIO CARLOS KONDER REIS,
PAES LANDIM, ROBERTO PESSOA, ALOíZIO
MERCADANTE E LíDERES, ZULAIÊ COBRA..... ....
VII- ENCERRAMENTO
3 - ATO DA PRESIDÊNCIA
a) Em aditamento ao Ato da Presidência
que constituiu "Comissão Externa, destinada a
acompanhar a apuração do acidente ocorrido na
Plataforma P-36, da Petrobras, no campo de
Roncador, na Bacia de Campos", resolve
designar os Deputados que relaciona para fazer
parte da mesma.

06257

06525

06556

06525

d) Designação por Acesso: Adivany Maria Viterbo dos Santos, Maria Aparecida Córdua
Boson, Salvador Roque Batista Júnior.

06570

COMISSÕES
5 - ATAS DAS COMISSÕES
a) Comissão de Agricultura e Política Rural, ia Reunião (Instalação e Eleição de Presidente e VicePresidentes), em 21-3-01.

06573

b) Comissão da Amazônia e de Desenvolvimento Regional, 1a Reunião (Instalação e Eleição
de Presidente e Vice-Presidentes), em 21-3-01. ....

06574

c) Comissão de Constituição e Justiça e de
Redação, 18 Reunião (Instalação e Eleição de
Presidente e Vice-Presidentes), em 21-3-01.........

06580

d) Comissão de Desenvolvimento Urbano
e Interior, 18 Reunião (Instalação e Eleição de
PreSidente e Vice-Presidentes), em 21-3-01.........

06581

e) Comissão de Economia, Indústria e ComércIo, 18 Reunião (Instalação e Eleição de Pre
sidente e Vice-Presidentes)e 28 Reunião (Extraor.
dinária), em 21-3-01.

06582

f) Comissão de Finanças e Tributação, 1a
Reunião (Instalação e Eleição de Presidente e
Vice-Presidentes), em 21-3-01.

06583

g) Comissão de Fiscalização Financeira e
Controle, 18 Reunião (Instalação e Eleição de
Presidente e Vice-Presidentes), em 21-3-01.........

06585

h) Comissão de Minas e Energia, 1a Reunião (Instalação e Eleição de Presidente e
Vice-Presidentes), em 21-3-01..............................

06585

i) Comissão de Seguridade Social e Família, 18 Reunião (Instalação e Eleição de Presidente e Vice-Presidentes), em 21-3-01.

06586

6 - DISTRIBUiÇÃO DE PROJETOS
a) Comissão de Desenvolvimento Urbano e
Interior, n° i, em 21-3-01.

06587

b) Comissão de Finanças e 1i'ibutação, n°
1, em 21-3-01.

06587

06525

06525

06526

06547

4 - ATOS DO PRESIDENTE
a) Exoneração: Kamy Lima Formiga Ponce, Maria Anunciada Freire Solano, Nélia da Conceição Bicalho, Olavo Dalcanale Rigon Neto, Rejane Mayer Ventura, Renato Dinlz Machado. .

06548

b) Dispensa: Adivany Maria Viterbo dos
Santos, Salvador Roque Batista Júnior.

06554

c) Nomeação: Antônia Jussara Gomes Alves
de Sousa Lima, Eliane Mascarenhas Guerra, Fabia-

Quinta-Ieira 22

ne Alves Crispin Domingos, José Carlos Viana, José
Rezende de Almeida Gonçalves, Kamy Lima Formiga Pon~e, Letícia de Almeida Bo.r~es, Maria Anuncia.da. Freire Solano, Man~ da Glona Peres Pa??Vanl,
Nalde .":na ?e Cerquelra Costa Go~es, Neha da
Concelçao Blcalho, Olavo Dalcanale RIgon Neto, Rejane Mayer Ventura, Renato Diniz Machado...............

l-MESA
8 - LíDERES E VICE-LíDERES
9 - DEPUTADOS EM EXERCíCIO
10 - COMISSÕES

06258

Quinta-feIra 22

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Março de 2001

Ata da 248 Sessão, Solene, Matutina, em 21 de março de
2001
Presidência dos Srs.: Nilton Capixaba, 2° Secretário; Jaques Wagner e João Almeida,
§ 2° do artigo 18 do Regimento Interno
I - ABERTURA DA SESSÃO
(Às 10 horas e 19 minutos)
O SR. PRESIDENTE (Nilton Capixaba) - Declaro aberta a sessão.
Sob a proteção de Deus e em nome do povo
brasileiro iniciamos nossos trabalhos.
O Sr. Secretário procederá à leitura da ata da
sessão anterior.

11- LEITURA DA ATA
O SR. JOÃO ALMEIDA, servindo como 2E Secretário, procede à leitura da ata da sessão antecedente, a qual é, sem observações, aprovada.
O SR. PRESIDENTE (Nilton Capixaba) - Passa-se à leitura do expediente.
O SR. DE VELASCO, servindo como 1° Secretário, procede à leitura do seguinte
111 - EXPEDIENTE
MENSAGENS
Do Poder Executivo, nos seguintes termos:
MENSAGEM N° 229
Senhores Membros do Congresso Nacional,
Solicito a Vossas Excelências a retirada do Projeto de Lei n° 4.112, de 2001 , que "Dispõe sobre o pagamento dos militares e dos servidores do Poder Executivo Federal, inclusive de suas autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de economia
mista e dá outras providências", enviado à Câmara
dos Deputados com a Mensagem na 137, de 15 de fevereiro de 2001.
Brasília, 20 de março de 2001. - Fernando Henrique Cardoso
MENSAGEM N° 231
Senhores Membros do Congresso Nacional,
Dirijo-me a Vossas Excelências para solicitar
seja atribuído o regime de urgência, de acordo com
os termos do § 1° do art. 64 da Constituição Federal,
ao projeto de lei complementar que tramita na Câmara dos Deputados com o na 23 de 1999 (na 45/00 no
Senado Federal), que "Acresce e altera dispositivos

da Lei Complementar na 95, de 26 de fevereiro de
1998", encaminhado ao Congresso Nacional com a
Mensagem na 489, de 13 de abril de 1999.
Brasília, 20 de março de 2001. - Fernando
Henrique Cardoso.
OFíCIOS
Do Sr. Senador Carlos Wilson, Primeiro-Secretário do Senado Federal, nos seguintes
termos:
Ofício n° 222 (SF)
Brasília, 21 de março de 2001
A Sua Excelência o Senhor
Deputado Severino Cavalcanti
Primeiro-Secretário da Câmara dos Deputados
Senhor Primeiro-Secretário,
Comunico a Vossa Excelência que o Senado
Federal aprovou, em revisão, nos termos do Substitutivo em anexo, o Projeto de Lei da Câmara na 47, de
1994 (PL n° 1.177, de 1991, nessa Casa), que "Dispõe sobre o exercício profissional do Técnico de Segurança Patrimonial e dá outras providências", que
ora encaminho para apreciação dessa Casa.
Em anexo, restituo um dos autógrafos do projeto
originário.
Atenciosamente, - Senador Carlos Wilson, Primeiro-Secretário.
Substitutivo do Senado ao Projeto
de Lei da Câmara na 47, de 1994 (PL n°
1.177, de 1994, na Casa de origem), que
"Dispõe sobre o exercício profissional do
Técnico de Segurança Patrimonial e dá
outras providências".
Substitua-se o Projeto pelo seguinte:
Dispõe sobre a criação da profissão
de Técnico de Segurança Patrimonial e
dá outras providências.
O Congresso Nacional decreta:
Art. 1° E instituída a profissão de Técnico de Segurança Patrimonial, em todo o território brasileiro.
Art. 2 0 São atribuições do Técnico de Segurança
Patrimonial:

Marçode200[

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Quinta-lima 22

06259

I - planejamento, organização, supervlsao e
operacionalização dos serviços de segurança patrimonial nas organizações privadas;
11 - assessoramento à empresa nos problemas
relativos à defesa e conservação do patrimônio, à
segurança física das instalações e das vidas humanas ali existentes;

Técnicas de Segurança Patrimonial", com carga horária mínima equivalente aos demais cursos técnicos.
Art. 5° É o Ministério do Trabalho e Emprego
autorizado a efetivar a criação da categoria diferenciada de "Técnico de Segurança Patrimonial" e a
proceder à inclusão da categoria na "Classificação
Brasileira de Ocupações- CBO".

111 - organização, controle e fiscalização dos
serviços de vigilância privada, próprios da empresa

Art. 6° Esta Lei entra em vigor na data de sua
publicação.

ou prestados por terceiros;
IV - estabelecimento de normas, regulamentos
e instruções operacionais de segurança a serem implantados pela empresa;

Senado Federal, 21 de março de 2001. - Senador Jader Barbalho, Presidente do Senado Federal.

V - organização e planejamento das atividades de segurança patrimonial e de instalações, no
tocante à integração com as atividades de segurança pública e defesa civil;

Do Sr. Deputado Jutahy Junior, Líder do
Bloco Parlamentar PSDB/PTB, nos seguintes termos:

VI - propor e detalhar normas, regulamentos e
instruções operacionais de segurança a serem implantados pela empresa;
VII - assessoramento à empresa em programas de treinamento, formação e reciclagem de pessoal na sua área de competência.
Art. 3° São qualificados como Técnicos de Segurança Patrimonial:
I - os portadores de certificado de conclusão de
ensino médio, habilitação de "Técnico de Segurança
Patrimonial", com currículo mínimo e realizado em escolas técnicas reconhecidas no País, nos termos de
regulamento a ser estabelecido pelos órgãos federais
competentes;
11 - os portadores de certificado de conclusão
de ensino médio, com "Curso de Formação de Técnicas de Segurança Patrimonial", realizado por instituições reconhecidas e autorizadas, nos termos de
regulamento a ser estabelecido pelos órgãos federais competentes;

OF.PSDB/PTB/I/N° 1/2001
Brasília, 21 de fevereiro de 2001
A Sua Excelência o Senhor
Deputado Aécio Neves
DD. Presidente da Câmara dos Deputados
Senhor Presidente,
Tenho a honra de indicar a Vossa Excelência o
Deputado Roberto Jefferson para o cargo de 1° Vice-Líder do Bloco PSDB/PTB, e o Deputado Nárcio
Rodrigues para o cargo de 10 Vice-Líder do PSDB.
Atenciosamente, - Deputado Jutahy Júnior, Líder do Bloco PSDB/PTB.
Defiro. Publique-se. Ao Sr. Diretor-Geral.
Em 21-3-2001. - Aécio Neves, Presidente.
OF.PSDB/PTB/I/N° 36/2001
Brasília, 20 de março de 2001

111 - os portadores de certificado de curso de
especialização realizado no exterior reconhecido no
Brasil, nos termos de regulamento a ser estabelecido pelos órgãos federais competentes.

A Sua Excelência o Senhor
Deputado Aécio Neves
Presidente da Câmara dos Deputados

Parágrafo único. Poderão qualificar-se como
"Técnico de Segurança Patrimonial", aqueles que,
no prazo máximo de noventa dias, a contar da publicação desta Lei, comprovem estar exercendo a chefia, gerência ou direção de atividades de segurança
patrimonial por período não inferior a três anos, mediante documentação trabalhista ou previdenciária.
Art. 4° É o Ministério da Educação autorizado a fixar o currículo mínimo para o "Curso de Formação em

Tenho a honra de indicar a Vossa Excelência o
Deputado Carlos Mosconi para o cargo de Vice-Líder do Bloco PSDB/PTB.

Senhor Presidente,

Atenciosamente, - Deputado Jutahy Júnior,
Líder do Bloco PSDB/PTB.
Defiro. Publique-se. Ao Sr. Diretor-Geral.
Em 21-3-2001. - Aécio Neves, Presidente.

06260

QUInta-feIra 22

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

OF. PSDB/PTB/I/N° 40/2001
Brasília, 21 de março de 2001
A Sua Excelência o Senhor

Março de 2001

OF. PSDB/PTB/I/N° 43/2001
Brasília, 21 de março de 2001
Senhor Presidente,

Venho solicitar a Vossa Excelência a gentileza
de determinar a substituição do Deputado Léo
Alcântara pelo Deputado Zenaldo Coutinho, como
membro titular, na Comissão de Constituição e Justiça e de Redação.

Venho solicitar a Vossa Excelência a gentileza
de determinar a substituição do Deputado Arnon Bezerra pelo Deputado Antônio Cambraia, como membro titular, na Comissão de Minas e Energia, deixando este de ser membro da Comissão de Finanças e
Tributação.

Atenciosamente, - Deputado Jutahy Júnior,
Líder do Bloco do PSDB/PTB.

Atenciosamente, - Deputado Jutahy Júnior,
Líder do Bloco do PSDB/PTB.

Defiro. Publique-se.
Em 21-3-2001. - Aécio Neves, Presidente.

Defiro. Publique-se.
Em 21-3-2001. - Aécio Neves, Presidente.

Senhor Presidente,

OF. PSDB/PTB/I/N° 41/2001
Brasília, 21 de março de 2001
Senhor Presidente,
Venho solicitar a Vossa Excelência a gentileza
de determinar a substituição do Deputado Ricardo
Ferraço pelo Deputado Raimundo Gomes de Matos,
como membro suplente, na Comissão de Minas e
Energia.
Atenciosamente, - Deputado Jutahy Júnior,
Líder do Bloco PSDB/PTB.

Defiro. Publique-se.
Em 21-3-2001. - Aécio Neves, Presidente.
OF. PSDB/PTB/I/N° 42/2001
Brasília, 21 de março de 2001
A Sua Excelência o Senhor
Senhor Presidente,
Venho solicitar a Vossa Excelência a gentileza
de determinar a substituição do Deputado Marcus
Vicente pelo Deputado Arnon Bezerra, como membro titular, na Comissão de Relações Exteriores e de
Defesa Nacional.
Atenciosamente, - Deputado Jutahy Júnior,
Líder do Bloco do PSDB/PTB.

Defiro. Publique-se.
Em 21-3-2001. - Aécio Neves, Presidente.

OF. PSDB/PTB/I/N° 44/2001
Brasília, 21 de março de 2001
A Sua Excelência o Senhor
Deputado Aécio Neves
Presidente da Câmara dos Deputados
Senhor Presidente,
Tenho a honra de indicar a Vossa Excelência o
Deputado Léo Alcântara para integrar, como membro
titular, a Comissão de Economia, Indústria e Comércio. Atenciosamente, - Deputado Jutahy Júnior, líder do Bloco do PSOB/PTB.

Defiro. Publique-se.
Em 21-3-2001 - Aécio Neves, Presidente.
OF. PSDB/PTB/I/N° 48/2001
Brasília, 21 de março de 2001
A Sua Excelência o Senhor
Deputado Aécio Neves
Presidente da Câmara dos Deputados
Senhor Presidente,
Encaminho a Vossa Excelência a relação, em
anexo, dos membros do Bloco PSDB/PTB que concorrerão aos cargos de Presidente e Vice-Presidentes que cabem ao Bloco, nas Comissões Permanentes desta Casa.
Atenciosamente, - Deputado Jutahy Júnior,
Líder do Bloco do PSDB/PTB.

Defiro. Publique-se.
Em 21-3-2001. - Aécio Neves, Presidente.

s::
~

"'.c
ç..
(1;

~
;::>
~

CARGOS DO BLOCO PSDB/PTB NAS COMISSÕES PERMANENTES - 2001

COMISSÃO
Agricultura
Ciência

SIGLA

PRESIDÊNCIA

1a VICE

3 a VlCE

2a VICE

BENGTSON

CAPR
el CCTel

Tecnologia
Justiça
Desenvolvimento

rcG:JR
CDUI

Urbano
Educação
Minas e Energia

CECD
ANTONIO FEIJAO

CME

PSDB/AP
HAROLDO LIMA

Relações Exteriores CREDN
Seguridade Social

PcdoB/BA
VICENTE CAROPRESO

CSSF

PSDBlSC
Trabalho

CTASP

FLEURY

:.
:::
~

~

§

~
c

o-

l'..J

o-

06262

QUlDta-fima 22

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Março de 200 I

Do Sr. Deputado Xico Graziano, Vice-Líder
no exercício da Liderança do Bloco Parlamentar

plente, na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional.

PSDB/PTB, nos seguintes termos:

Atenciosamente, _ Deputado Jutahy Júnior,
Líder do Bloco do PSDB/PTB.

OF. PSDB/PTB/I/W45/2001
Brasília, 21 de março de 2001
A Sua Excelência o Senhor
Deputado Aécio Neves
Presidente da Câmara dos Deputados
Senhor Presidente,
Tenho a honra de indicar a Vossa Excelência o
Deputado Léo Alcântara para integrar, como membro
suplente, a Comissão de Constituição e Justiça e de
Redação.
Atenciosamente, - Deputado Jutahy Júnior, Líder do Bloco do PSDB/PTB.
Defiro. Publique-se.
Em 21-3-2001. - Aécio Neves, Presidente.

OF. PSDB/PTB/I/N° 46/2001

Defiro. Publique-se.
Em 21-3-2001. - Aécio Neves, Presidente.
OF. PSDB/PTB/I/N° 49/2001
Brasília, 21 de março de 2001
A Sua Excelência o Senhor
Deputado Aécio Neves
Presidente da Câmara dos Deputados
Senhor Presidente,
Venho solicitar a Vossa Excelência a gentileza
de determinar a substituição do Deputado Ubiratan
Aguiar pelo Deputado Dino Fernandes, como membro titular, na Comissão de Educação, Cultura e Desporto, deixando este de ser membro suplente desta
Comissão.
Atenciosamente, - Deputado Jutahy Júnior, Líder do Bloco do PSDB/PTB.

Brasília, 21 de março de 2001
A Sua Excelência o Senhor
Deputado Aécio Neves
Presidente da Câmara dos Deputados
Senhor Presidente,
Tenho a honra de indicar a Vossa Excelência o
Deputado Ayrton Roveda para integrar, como membro titular, a Comissão de Direitos Humanos.
Atenciosamente, - Deputado Jutahy Júnior, Líder do Bloco do PSDB/PTB.
Defiro. Publique-se.
Em 21-3-2001. - Aécio Neves, Presidente.

OF. PSDB/PTB/I/N° 47/2001
Brasília, 21 de março de 2001
A Sua Excelência o Senhor
Deputado Aécio Neves
Presidente da Câmara dos Deputados
Senhor Presidente,
Venho solicitar a Vossa Excelência a gentileza
de determinar a substituição do Deputado João Castelo pelo Deputado Antônio Kandir, como membro su-

Defiro. Publique-se.
Em 21-3-2001. - Aécio Neves, Presidente.

OF. PSDB/PTB/I/N° 50/2001
Brasília, 21 de março de 2001
A Sua Excelência o Senhor
Deputado Aécio Neves
Presidente da Câmara dos Deputados
Senhor Presidente,
Venho solicitar a Vossa Excelência a gentileza
de determinar a substituição do Deputado Dino Fernandes pelo Deputado Uno Rossi, como membro titular, na Comissão de Trabalho, de Administração e
Serviço Público, deixando este de ser membro da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e
Informática.
Atenciosamente,- Deputado Jutahy Júnior, Líder do Bloco do PSDB/PTB.
Defiro. Publique-se.
Em 21-3-2001. - Aécio Neves, Presidente.

Deputado Juthay Júnior.Deputado Juthay Júnior. Atenciosamente. Presidente. Presidente. Em 21-3-2001. Defiro. PSDB/PTB/N° 51/2001 QlIlllta-teira 22 06263 OF. 21 de março de 2001 Brasília. . Atenciosamente. Em 21-3-2001. Presidente. Do Sr. líder do Bloco do PSDB/PTB. para integrar a Comissão de Economia. Presidente . Indústria e Comércio. líder do Bloco do PSDB/PTB. Tenho a honra de indicar a Vossa Excelência a Deputada Maria Abadia. como membro suplente. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. Deputado Custódio Mattos. OF. Indústria e Comércio.Deputado Inocêncio Oliveira. Senhor Presidente. Vice-Líder no exercício da Liderança do Bloco Parlamentar PSDB/PTB. para integrar a Comissão de Economia.Aécio Neves. Do Sr. Indico a Vossa Excelência o Deputado Robson Tuma para ocupar o cargo de 2° Vice-Presidente da Comissão de Constituição e Justiça e de Redação. Publique-se. líder do Bloco do PSDB/PTB. Atenciosamente. Cuttura e Desporto. Publique-se. líder do Bloco do PSDB/PTB. Deputado Juthay Júnior. Indústria e Comércio. Tenho a honra de indicar a Vossa Excelência o Deputado Ubiratan Aguiar. Publique-se. . deixando de ser membro da Comissão de Seguridade e Família. nos seguintes termos: üF. Defiro. Senhor Presidente. Em 21-3-2001. PSDB/PTB/N° 54/2001 Brasília. Atenciosamente. 21 de março de 2001 A Sua Excelência o Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados A Sua Excelência o Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Senhor Presidente. Em 21-3-2001 . Defiro. Publique-se.Aécio Neves.Aécio Neves. Em 21-3-2001 . Publique-se. Tenho a honra de indicar a Vossa Excelência o Deputado Léo Alcântara. Presidente. PSDB/PTB/I/N° 52/2001 OF. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. Tenho a honra de indicar a Vossa Excelência o Deputado Ubiratan Aguiar. Publique-se. .Deputado Jutahy Júnior. Venho solicitar a Vossa Excelência a gentileza de determinar o desligamento do Deputado Léo Alcântara da Comissão de Economia. 21 de março de 2001 Brasília. . para integrar a Comissão de Direitos Humanos. Deputado Inocêncio Oliveira. . Senhor Presidente. como membro titular. Defiro. Atenciosamente. .Março de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEI'1J1 Anos OF.Aécio Neves. para integrar a Comissão de Educação. Líder do Bloco Parlamentar PFL-PST. como membro suplente. líder do Bloco do PSDB/PTB. PSDB/PTB/I/N° 55/2001 Brasília. Atenciosamente. nos seguintes termos: Ofício n° 325-L-PFU01 Brasília. como membro titular. . 21 de março de 2001 A Sua Excelência o Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Defiro.Aécio Neves. Em 21-3-2001 .Aécio Neves. 21 de março de 2001 A Sua Excelência o Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados A Sua Excelência o Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Senhor Presidente. Deputado Jutahy Júnior. PSDB/PTB/N° 53/2001 Brasília. Presidente.

Publique-se. . Publique-se. Em 21-3-2001. Em 21-3-2001. Presidente. Presidente. Presidente. conforme entendimento com o Líder do PSDB. Líder do Bloco Parlamentar PFL-PST. Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente.Deputado Inocêncio Oliveira.Deputado Inocêncio Oliveira. Em 21-3-2001. Líder do Bloco Parlamentar PFL-PST Atenciosamente. Ofício n° 330-L-PFLlOI Brasília. Cultura e Desporto.Deputado Inocêncio Oliveira. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. Atenciosamente. . Presidente.Aécio Neves. Ofício n° 327-L-PFLl01 Brasília. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. Atenciosamente. Indico a Vossa Excelência o Deputado Francisco Garcia para ocupar o cargo de 2° Vice-Presidente da Comissão de Minas e Energia. Líder do Bloco Parlamentar PFL-PST Publique-se. .Aécio Neves.Deputado Inocêncio Oliveira. Indico a Vossa Excelência o Deputado Paulo Octávio para ocupar o cargo de 3° Vice-Presidente da Comissão de Desenvolvimento Urbano e Interior. . Em 21-3-2001. . . Em 21-3-2001. Atenciosamente. Presidente. 20 de março de 2001 Brasília. Ofício n° 328-L-PFLl01 Brasília.Deputado Inocêncio Oliveira.Aécio Neves. Em 21-3--2001. Indico a Vossa Excelência o Deputado José Carlos Fonseca Júnior para ocupar o cargo de 2° Vice-Presidente da Comissão de Finanças e Tributação. .Aécio Neves. Ofício n° 331-L-PFLl2001 Brasília.Aécio Neves. . Indico a Vossa Excelência a Deputada Celcita Pinheiro para ocupar o cargo de 2° Vice-Presidente da Comissão de Educação. . Presidente. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. . . 21 de março de2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente.Deputado Inocêncio Oliveira. Líder do Bloco Parlamentar PFL-PST Publique-se. Atenciosamente. Publique-se. Atenciosamente. . Meio Ambiente e Minorias.Aécio Neves. Líder do Bloco Parlamentar PFLlPST Publique-se. Líder do Bloco PFL-PST. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. Indico a Vossa Excelência o Deputado Luciano Pizzatto para ocupar o cargo 3° Vice-Presidente da Comissão de Defesa do Consumidor. . Indico a Vossa Excelência a Deputada Laura Carneiro como presidente da Comissão de Seguridade Social e Família.06264 QUlIlta-feira 22 Manjll de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Ofício n° 329-L-PFLl01 Ofício n° 326-L-PFLl01 Brasília.

Presidente. Indico a Vossa Excelência o Deputado Paulo Octávio para. .Deputado Inocêncio Oliveira.Deputado Inocêncio Olivei~ ra. Comunicação e Informática. . . Presidente. Defiro. Publique-se. Comunicação e Informática. Presidente. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST Senhor Presidente. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Indico a Vossa Excelência o Deputado Gerson Gabrielli para ocupar o cargo de 1° Vice-Presidente da Comissão de Economia. Atenciosamente. . conforme acordo feito com o Líder do PPB. Indústria e Comércio.Deputado Inocêncio Olivei· ra. Em 21-3-2001. Indico a Vossa Excelência o Deputado César Bandeira como presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. 20 de março de 2001 Brasília. Ofício n° 334-L-C-PFU2001 Brasília. Publique-se. Em 21-3-2001. 20 de março de 2001 Senhor Presidente. . Ofício n° 340-L-PFU01 Brasília.Líder do Bloco Parlamentar PFUPST Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente.Aécio Neves. Em 21-3-2001. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. Atenciosamente. Presidente. Presidente. Em 21-3-2001. Atenciosamente. como membro titular. Em 21-3-2001. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. Atenciosamente. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Ofício n° 341-L-PFLl01 Brasília. . .Deputado Inocêncio Oliveira. Indico a Vossa Excelência o Deputado José Carlos Fonseca Júnior para. Atenciosamente. .Aécio Neves.Março de 2UU1 OIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPurADOS Ofício n° 332-L-PFU2001 Quinta-Icira 22 06265 Ofício nO 336-L-PFU2000 Brasília. compor a Comissão de Desenvolvimento Urbano e Interior. Publique-se. Publique-se. . 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. em vaga existente. Atenciosamente. Publique-se. Indico a Vossa Excelência o Deputado Ronaldo Caiado como 1° vice-presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural.Deputado Inocêncio Oliveira. Defiro.Aécio Neves. Ofício n° 335-L-PFU2001 Brasília.Deputado Inocêncio Oliveira. . Em 21-3-2001.Aécio Neves. Publique-se. Senhor Presidente.Aécio Neves. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. Indico a Vossa Excelência o Deputado Francistônio Pinto como 1° vice-presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia. . . em vaga existente. . compor a Comissão de Finanças e Tributação. como membro titular.Aécio Neves. Presidente.

compor a Comissão de Minas e Energia. Publique-se. Presidente. Indico a Vossa Excelência o Deputado Milton Barbosa para. como membro suplente. Atenciosamente.Aécio Neves.Deputado Inocêncio Oliveira. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. . como membro suplente. Publique-se. Em 21-3-2001. dente. Atenciosamente. Defiro.Deputado Inocêncio Oliveira. 20 de março de 2001 Brasília.Deputado Inocêncio Oliveira. Atenciosamente.AL) para integrar. 20 de março de 2001 Excelentíssímo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Brasília. Publique-se. Meio Ambiente e Minorias. Em 21-3-2001. . Presidente. . Presidente. Ofício n° 350-L-PFU2001 Ofício n° 346-L-PFU2001 Brasília. Em 21-3-2001. Em 21-3-2001. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. Indico a Vossa Excelência o Deputado Jaime Martins para integrar. Informo a Vossa Excelência que o Deputado Milton Barbosa deixa de fazer parte da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle.Deputado Inocêncio Oliveira. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST Defiro. em vaga existente. Ofício n° 345-L-PFU2001 Ofício n° 348-L-PFU2001 Brasília. que o referido parlamentar deixa de integrar como membro suplente a mesma Comissão. Em 21-3-2001. a Comissão de Trabalho. Atenciosamente. de Administração e Serviço PÚblico. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST.Deputado Inocêncio Oliveira. a Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional. Atenciosamente. em vaga existente. a Comissão de Direitos Humanos. . Senhor Presidente. . Em 21-3-2001. ainda. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST Senhor Presidente. Defiro. . como membro titular. Indico a Vossa Excelência o Deputado José Carlos Fonseca Júnior para. em vaga existente.Aécio Neves. Publique-se. compor a Comissão de Defesa do Consumidor. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. .06266 QU1l1ta-feira 22 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Ofício n° 342-L-PFU2001 Ofício n° 347-L-PFU2001 Brasília. Publique-se.Deputado Inocêncio Oliveira. Publique-se. em substituição ao Deputado Pedro Bittencourt. . Presi- Defiro. . Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. Defiro. . Presi- dente. Defiro.Aécio Neves.Aécio Neves. em vaga existente. como membro titular.Aécio Neves. Presidente. .Aécio Neves. . Ex" o Deputado Divaldo Suruagy (PST . Comunico. Indico a Vossa Excelência o Deputado Robson Tu ma para integrar. . Indico a V. como membro titular. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. Atenciosamente. 20 de março de 2001 Brasília. Senhor Presidente.

Publique-se. Defiro. Comunico a Vossa Excelência que os Deputados Ricardo Fiúza e Paes Landim permutam as vagas de titular e suplente que ocupam na Comissão de Constituição e Justiça e de Redação. Publique-se. Defiro. . Atenciosamente. em vaga existente. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST.Deputado Inocêncio Oliveira. Indico a Vossa Excelência o Deputado Paes Landim para. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST.Deputado Inocêncio Oliveira. Ofício n° 356-L-PFU2001 Brasília. Em 21-3-2001. . Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. como membro titular. Presidente. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. compor a Comissão de Defesa do Consumidor. Atenciosamente. ainda. Comunico. a Comissão de Trabalho. que o referido parlamentar deixa de integrar. Em 21-3-2001. Ofício n° 355-L-PFU2001 Brasília. Em 21-3-2001. Publique-se. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. de Administração e Serviço Público. .Deputado Inocêncio Oliveira.Aécio Neves. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente.PDT/RR) para integrar. . . como membro titular. Publique-se. Meio Ambiente e Minorias.Aécio Neves. Defiro. Em 21-3-2001.Deputado Inocêncio Oliveira. em substituição ao Deputado Paes Landim. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. em vaga existente. Em 21-3-2001. . Defiro.Aécio Neves.Aécio Neves.Deputado Inocêncio Oliveira. . Meio Ambiente e Minorias. Defiro. Presidente. Atenciosamente. Presidente. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. como membro suplente.Deputado Inocêncio Oliveira. como membro suplente. compor a Comissão de Finanças e Tributação. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. Indico a Vossa Excelência o Deputado Ivânio Guerra para integrar. Em 21-3-2001. respectivamente. Presidente. Defiro.Matço de 2001 ()uillta-leIl8 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Ofício n° 351-L-PFU2001 Brasília. Publique-se. . . Presidente. Presidente. . a Comissão de Seguridade Social e Família. . Ofício n° 353-L-PFU2001 Brasília. Indico a Vossa Excelência o Deputado Ricardo Fiúza para.Aécio Neves. em substituição ao Deputado Euler Ribeiro. . Indico a Vossa Excelência o Deputado Euler Ribeiro para. Atenciosamente. 20 de março de 2001 06267 Ofício n° 354-L-PFU2001 Brasília. Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. Ofício n° 352-L-PFU2001 Brasília. Publique-se.Aécio Neves. compor a Comissão de Defesa do Consumidor. como membro suplente. Atenciosamente. como membro suplente. em substituição ao Deputado Miro Teixeira (PDT/RJ). . a Comissão da Amazônia e Desenvolvimento Regional. Atenciosamente. Indico a Vossa Excelência o Deputado Airton Cascavel (PPS .

em substituição ao Deputado Pauderney Avelino. Em 21-3-2001. Publique-se.Aécio Neves.06268 QUlllta-felra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Ofício n° 357-L-PFU2001 Brasília. Atenciosamente. Indico a Vossa Excelência o Deputado Gilberto Kassab para integrar. Presidente.Aécio Neves. . a Comissão de Ciência e Tecnologia. . Presidente. Em 21-3-2001. Publique-se. Atenciosamente.Deputado Inocêncio Oliveira. como membro titular. Presidente. Em 21-3-2001. como membro titular. . Ofício n° 362-L-PFU2001 Brasília.Aécio Neves. ainda. Atenciosamente. Presidente.Deputado Inocêncio Oliveira. Publique-se. 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. Publique-se. . ainda. Em 21-3-2001. que o Deputado Paudemey Avelino deixa de compor a referida comissão como membro suplente. Senhor Presidente. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. em substituição ao Deputado Paulo Octávio. .Deputado Inocêncio Oliveira. Defiro. em substituição ao Deputado Divaldo Suruagy.Deputado Inocêncio Oliveira. Indico a Vossa Excelência o Deputado Pauderney Avelino para integrar. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. Em 21-3-2001. 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. . Defiro. 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. Indústria e Comércio. Atenciosamente. em substituição ao Deputado Gilberto Kassab. como membro titular. que o referido parlamentar deixa de fazer parte da Comissão de Finanças e Tributação. 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. . Indico a Vossa Excelência o Deputado Paulo Marinho para integrar. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. a Comissão de Finanças e Tributação. como membro titular. Ofício n° 360-L-PFU2001 Brasília. a Co- Ofício n° 361-L-PFU2001 Brasília. como membro titular. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Março de 2001 missão de Minas e Energia. Indico a Vossa Excelência o Deputado Marcos Cintra para. Atenciosamente. Defiro. compor a Comissão de Economia. Comunicação e Informática.Deputado Inocêncio Oliveira. Defiro. a Comissão de Economia. . Indico a Vossa Excelência o Deputado Francisco Garcia para integrar. Comunico. Indústria e Comércio. Presidente. Defiro.Aécio Neves. . Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. Publique-se.Aécio Neves. Ofício n° 359-L-PFU2001 Brasília. Comunico. . em substituição ao Deputado Marcos Cintra. como membro titular. .

. Do Sr. Presidente. Presidente. Por oportuno.Março de 2()() I DIÁRIO DA CÀMARA DOS D1:. Publique-se. Indico a Vossa Excelência o Deputado Sérgio Novais (PSB . Publique-se. 21 de março de 2001 A Sua Excelência o Senhor Deputado Aécio Neves DO. Atenciosamente. OF. a Comissão de Trabalho. . Do Sr. renovo a Vossa Excelência protestos de estima e consideração. Líder do PMDB.PUfADOS Ofício n° 376-L-PFU2001 Brasília. Meio Ambiente e Minorias. em substituição ao Deputado Francisco Garcia. . Líder do PMDB. 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Senhor Presidente./IIW 136 Brasília. Presidente da Câmara dos Deputados Senhor Presidente. Defiro. Líder do PT. Comunico a Vossa Excelência que a Deputada Elcione Barbalho passa a participar.Deputado Inocêncio Oliveira. Em 21-3-01. . Presidente da Câmara dos Deputados Senhor Presidente.Aécio Neves. Presidente. . Publique-se. nos seguintes termos: OF. OF./GAB. . nos seguintes termos: Ofício n° 121/PT Brasília. 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. Pu blique-se. Administração e Quinta-ti::ira 22 06269 Serviço Público. Líder do PMDB. e o Deputado Padre Roque (PT/PR) para ocupar o cargo de 1° Vice-Presidente. Líder do PI.Deputado Ged~ dei Vieira Lima. em substituição ao Deputado Dino Fernandes. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. . na qualidade de Titular. Deputado Walter Pinheiro. . 20 de março de 2001 A Sua Excelência o Senhor Deputado Aécio Neves DD. Em 21-3-01.PSDB passa a integrar. na qualidade de Titular. como membro titular. Em 21-3-2001. 21 de março de 2001 A Sua Excelência o Senhor Deputado Aécio Neves DD. Líder do PMDB. na qualidade de Titular./I/N° 166 Brasília. a Comissão de Defesa do Consumidor. renovo a Vossa Excelência protestos de estima e consideração.Aécio Neves. Por oportuno./I/W 117 Brasília. . renovo a Vossa Excelência protestos de estima e consideração.Deputado Geddel Vieira Lima. para ocupar o cargo de Presidente da Comissão de Direitos Humanos.CE) para. em vaga existente. Deputado Geddel Vieira Lima. Defiro.Deputado Ged~ dei Vieira Lima. Presidente. Defiro. Por oportuno./GAB.Aécio Neves. Tenho a honra de dirigir-me a Vossa Excelência para indicar o Deputado Nelson Pellegrino (PT/BA).Deputado Walter Pinheiro. Presidente da Câmara dos Deputados Senhor Presidente. Em 21-3-01. Publique-se.Aécio Neves. Defiro. . em vaga existente./GAB.PT passa a integrar.Aécio Neves. . Presidente. compor a Comissão de Desenvolvimento Urbano e Interior. Em 21-3-01. Comunico a Vossa Excelência que o Deputado Lino Rossi . da Comissão da Amazônia e Desenvolvimento Regional. Comunico a Vossa Excelência que o Deputado Tilden Santiago . Atenciosamente.

Presidente. será indicado pelo líder do PMDB. . Atenciosamente. Atenciosamente.Aécio Neves.CE). . Em. Tenho a honra de dirigir-me a Vossa Excelência para indicar o Deputado Wellington Dias (PT/PI). Do Sr. Presidente. Presidente. Liderança do PT. . Meio Ambiente e Minorias. . 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Senhor Presidente. Indústria e Comércio. 21 de março de 2001 Brasília.AC). Tenho a honra de dirigir-me a Vossa Excelência para indicar o deputado José Pimentel (PT .Aécio Neves.BA).Deputado Walter Pinheiro. Atenciosamente. nos seguintes termos: Ofício n° 141/PT Brasília. para ocupar o cargo de 3° Vice-Presidente da Comissão de Finanças e Tributação. Líder do PT. Em 21-3-01. para ocupar o cargo de 30 Vice-Presidente da Comissão da Amazônia e de Desenvolvimento Regional. por acordo. . Ofício n° 129/PT Brasília.Aécio Neves. Líder do PI. Comunicação e Informática. Publique-se.Deputado Walter Pinheiro.06270 Qumta-felra 22 Março de 20(H DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Ofício n° 123/PT Ofício n° 128/PT Brasília. . 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Senhor Presidente. Ofício n° 125/PT Brasília. Em 21-3-01. 21-3-01. . . que passará a ocupar a vaga de Titular da Comissão de Ciência e Tecnologia. Tenho a honra de dirigir-me a Vossa Excelência para indicar o deputado Jaques Wagner (PT .Aécio Neves. por meio de acordo. . . Vice-Líder do PT. Líder do PI.Deputado Walter Pinheiro. Publique-se. Em 21-3-01. como Titular. em substituição ao Deputado Tilden Santiago. Meio Ambiente e Minorias em substituição à Deputada Ana Maria Corso (PT . 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Senhor Presidente. Tenho a honra de dirigir-me a Vossa Excelência para indicar o deputado Marcos Afonso (PT . Presidente.Aécio Neves. . Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Senhor Presidente. .Deputado Walter Pinheiro. Tenho a honra de dirigir-me a Vossa Excelência para indicar o deputado Tilden Santiago (PT . Publique-se.Deputado Walter Pinheiro.. Presidente. Atenciosamente. para ocupar o cargo de 2° Vice-Presidente da Comissão de Economia.Deputado Professor Luizinho.MG). Líder do PI. na Comissão de Defesa do Consumidor.Aécio Neves. Em 21-3-01.RS). Em 21-3-01 . para ocupar o cargo de 1° Vice-Presidente da Comissão de Defesa do Consumidor. e informar que o cargo de 1° Vice-Presidente. Presidente. Atenciosamente. Ofício n° 124/PT Brasília. Publique-se. Deputado Professor Luizinho. 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Senhor Presidente. Líder do PI. Atenciosamente. em vaga cedida pelo PMDB. Publique-se. para ocupar o cargo de Presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle. Publique-se. 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Senhor Presidente. Tenho a honra de dirigir-me a Vossa Excelência a fim de indicar o Deputado Tilden Santiago (PT MG).

Deputado Odelmo Leão.jo 2. . Deputado Pastor Arnarildo 3.- Deputado .DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 Do Sr. 1--::. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Defiro. Deputado Ezidio Pinl1eiro 4_ Deputada lV:Iiriam Reid (vaga cedida ao bloco PSB/PCdoB) (vaga cedida ao bloco PSB/PCdoB) .SSÃO DE EDUCAÇÃO. Deputado Eurico :Miranda 3.tônio Joaquim Araú. Deputado Bni Voltolini (vaga do PlV:IDB) 5.A E DESPOR. tenho a honra de encaminhar a Vossa Excelência a complementação da relação dos parlamentares indicados pelo PPB. nos seguintes termos: Ofício n° 71/01 Brasília-DF. Deputado José Linhares CO~SSÃ. Senhor Presidente. Líder do PPB.TO (3 vagas) TITULARES 1- Deputada Alcione Ailiayde 2.O DE SEGURIDADE SOCIAL E FAlv.I:ÍLIA (4 vagas) TITULARES 1.Aécio Neves. Presidente. Deputado Antônio Joaquim Araújo 2_ Deputado Arnaldo Faria de Sá 3. Benedito Dias 4. COJVJ::I. CULTUR. Deputado José Linhares SUPLENTES 1. Deputada Tania Soares (vaga cedida ao bloco PSB/PcdoB) SUPLENTES 1. Publique-se.. Atenciosamente. Deputado Dr. PPB. que deverão compor as Comissões Permanentes.An. Líder do QlIlllta-llma 22 06271 Em aditamento ao n° 66/01 da Liderança do PPB. Deputado Iberê Ferreira 2.Deputado Odelmo Leão. Deputado Pastor A:rnarildo 3. . Em 21-3-01.

na Comissão de Finanças e Tributação. na Comissão Defesa do Consumidor. . OF/BLOCO/N° 8/01 Brasilia. líder do PPB. 20 de março de 2001 Brasília. Comunicação e Informática. Em 21-3-01. como titular. em substituição ao Deputado João Pizzolatti. Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. nos seguintes termos: te. na Comissão Técnica de Constituição. Publique-se.Aécio Neves. e o Deputado Olímpio . como titular. como candidato à vaga de Presidente. Indico o Deputado Airton Cascavel (PPS) para ocupar a vaga este Bloco. tenho a honra de indicar a Vossa Excelência o Deputado Ary Kara. . Publique-se. Informo a Vossa Excelência que o Deputado Eurípedes Miranda não compõe. Em aditamento ao n° 66/01 da Liderança do PPB. na Comissão de Viação e Transporte em ao substituição ao Deputado Olimpio Pires (PDT). Líder do Bloco PDT/PPS. 20 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves DD.Aécio Neves.DF.06272 QUlllta-felra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 Senhor Presidente. em substituição ao Deputado Airton Cascavel. na Comissão de Viação e Transporte. como titular.PPS. Presidente. como suplente. Indico a V. em face de estar a titularidade da Comissão da Amazônia e Desenvolvimento Regional. OF/BLOCO/N° 9/01 OF/BLOCO/N° 7/01 Brasília.PPS. 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves DO. Presiden- Ofício n° 78/01 Brasília .Aécio Neves. Em 21-3-01. da Comissão da Amazônia e Desenvolvimento Regional. Ex" o Deputado Márcio Bittar para ocupar a vaga que cabe a este Bloco.Deputado Rubens Bueno. Exa o meu nome para ocupar a vaga que cabe a este Bloco. Atenciosamente. em substituição ao Deputado Miro Teixeira do PDT. Defiro. Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. como titular. como membro titular da Comissão de Ciência e Tecnologia. Defiro. OF/BLOCO/N° 10/01 Brasília. e para a de 3° Vice-Presidente da Comissão de Direitos Humanos. Publique-se. o Deputado Regis Cavalcante . 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves DO. . . o Deputado Euripedes Miranda PDT e como 1° Vice-Presidente o Deputado Airton Cascavel . Presidente. Defiro. Justiça e de Redação. Líder do Bloco Parlamentar PDTJPPS. o Deputado Lael Varella do PR. Indico a Vossa Excelência. PDT/PPS.Deputado Rubens Bueno.Aécio Neves. Atenciosamente. Deputado Rubens Bueno. Publique-se. Para a vaga de 2° Vice-Presidente. na Comissão de Amazônia e Desenvolvimento Regional em substituição ao Deputado Airton Cascavel. Em 21-3-01. Meio Ambiente e Minorias em substituição ao Deputado Marcio Bitiar do PPS. o Deputado Olímpio Pires do PDT. indico o Deputado Neiva Moreira . . Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Do Sr. Defiro. Líder do Bloco PDT/PPS. na Comissão Defesa do Consumidor. como titular. Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. como titular. Em 21-3-01. e o Deputado Eurípedes Miranda. Indico a V. Presidente. Meio Ambiente e Minorias em substituição ao meu nome.Deputado Odelmo Leão. que cabe ao Bloco Parlamentar Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves DO. . . Atenciosamente.Deputado Rubens Bueno. Líder do Bloco PDT/PPS. Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. . Atenciosamente.PDT. da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional. 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves DD.

. . Por oportuno. Deputado Alexandre Cardoso. . Por oportuno. Em 21-3-01. Por oportuno.Aécio Neves.Março de 2UO! DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUl'ADOS Pires do PDT para ocupar uma vaga de suplente na Comissão de Minas e Energia.Deputado Rubens Bueno. Publique-se. OF/PSBI 156101 Brasília. Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Sr. 21 de março de 2001 A Sua Excelência o Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. Indico a Vossa Excelência o Deputado José Aleluia em substituição ao Deputado Eduardo Campos. Deputado José Antônio Almeida. . . Atenciosamente.Aécio Neves.Deputado Alexandre Cardoso. nos seguintes termos: OF/A/PSB/152/01 Brasília. Presidente. Presidente da Câmara dos Deputados. Atenciosamente. Presidente da Câmara dos Deputados. Em 21-3-2001. Defiro.Aécio Neves. Atenciosamente. Atenciosamente. Do Sr. Líder do Bloco PSB/PCdoB. Em 21-3-2001. Presidente. renovo a Vossa Excelência protestos de estima e consideração. 21 de março de 2001 A Sua Excelência o Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. nos seguintes termos: OF/A/PSB/155/01 Brasília. de titular na Comissão de Minas e Energia desta Casa. Presidente. Do Sr. Atenciosamente. Presidente. Publique-se. Presidente. Publique-se. Líder do Bloco PSB/PCdoB. Defiro. Em 21-3-01. nesta 3 a Sessão Legislativa. Nos termos regimentais. Vice-Líder do Bloco PSB/PCdoB. 20 de março de 2001 A Sua Excelência o Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. Indico a Vossa Excelência o Deputado lédio Rosa para concorrer ao cargo de 2° Vice-Presidente da Comissão de Direitos Humanos desta Casa. . Publique-se. 21 de março de 2001 A Sua Excelência o Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Senhor Presidente. Quinta-feira 22 06273 OF/A/PSB/160/01 Brasília.Deputado José Antônio Almeida.Deputado Rubens Bueno. Líder do Bloco Parlamentar PSB/PCdoB. da 53a Legislatura. Em 21-3-2001.Deputado Alexandre Cardoso.Aécio Neves. Publique-se. . renovo a Vossa Excelência protestos de estima e consideração. renovo a Vossa Excelência protestos de estima e consideração. . .Aécio Neves. Indico a Vossa Excelência o Deputado Alex Canziani para concorrer ao cargo de 3° Vice-Presidente da . 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves DD. OF/BLOCO/N° 13/01 Brasilia. Vice-Líder do Bloco Parlamentar PSB/PCdoB. . indico a Vossa Excelência para compor a vaga de Vice-Líder destinada ao Bloco Parlamentar PDT/PPS o Deputado José Roberto Batochio/PDT. Indico a Vossa Excelência a Deputada Socorro Gomes para concorrer ao cargo de ID Vice-Presidente da Comissão de Desenvolvimento Urbano e Interior desta Casa. Presidente.

Aécio Neves. Brasília.. Em 21-3-2001. Vice-Líder do Bloco PSB/PCdoB.r da Comissão de Desenvolvimento Urbano e Intenor desta Casa. Publique-se. . Indico a Vossa Excelência o Deputado Inácio Arruda em substituição à Deputada Socorro Gomes..:::'-4. C--- ALEXANDRE CARDOS01...---<. Presidente. Das Bancadas do PSB e do PcdoB. Em 21-3-2001...J-_7Lfj:.. nos seguintes t:errnos: • OF/AJPSBI 008 ! 01..9:. 15 de fevereiro de ZUU Senhor Presidente. ALMEI // CORNÉLIO~ LuíZA ERUNDINA DJAJ. cOIUbinado com art. § 2° do Reghnent Deputados Federais do Partido Socialista Brasileiro PSB e do Partido Comuni&ta do Brasil . assim como. Por oportuno. Vice-Líder do Bloco PSB/PCdoB... . .--_-_ _.::._~-====MlR.~'1é-=7"'--=~---"'f'->:I'=.. Presidente.Deputado José Antônio Almeida. art.MA PAES ~-::. reitero a indicação do Deputado Djalma Paes para a vaga de titula. 9°. Em contonnidade com o Interno da Câmara dos Deputados. Aproveitamos o ensejo para ITIanirestar a Vossa Excelência votos de estima consideração. Industria e Comércio desta Casa. Atenciosamente. para a vaga de titular na Comissão de Defesa do Consumidor.::===----r:l"AULO B ALTAZAR EZÍDIO PINHElRO _-. Por oportuno...LI-_-..=-.oe::::..Aécio Neves.PC do B. Senhor Presidente. Meio Ambiente e Minorias.v/C PEDRO VALADARES .. ..:=-='---_ JOSÉ A. Atenciosamente.Deputado José Antônio Almeida. renovo a Vossa Excelência protestos de estima e consideração. OF/PSBI 157101 Brasília. 21 de março de 2001 A Sua Excelência o Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Publique-se. 12... nós.AMREID EVANDRO MILHOMEM _-/-_T1~~.=. indicaInos o Deputado EDUARDO CAMPO: (PSB-PE) para exercer a função de Líder do Bloco PSB!PC do B.06274 QUll1ta-felra 22 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Comissão de Economia. renovo a Vossa Excelência protestos de estima e consideração.

no seguintes termos: DF. Publique-se. Aécio Neves. Sendo o que se apresenta para o momento. J . Deputado Gerson Peres.:w 1u-. Exa.Deputado Valdemar Costa Neto.. Do Sr. Nos termos do art. SÉRGIO NOVAIS 'I/"-r-~f)/'\--=~l::::::::: . 6 de dezembro de 2000 o Exm Sr. para integrar a Comissão de Desenvolvimento Urbano e Interior.-\---.. / SERGIO MIRANDA. TANIA SOARES \J /C~~/. 21 de março de 2001 Exmo Sr. comunico a Vossa Excelência que. como titular.' ~.INÁCIO ARRUDA --. data da apresentação da presente indicação. Deputado Michel Temer DO. líder do Bloco Parlamentar PUPSL.--J u lL4ROLDO LIMA ____ / {. em .. . Deputado Aécio Neves DO. Presidente.1---"---.DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS Marçn de 200 I QUlUta-leira 22 06275 ~ GIVALDO CARIMBÀO . Presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural. 58 do Regimento Interno desta Casa. Do Sr. Aécio Neves.-\-- VANDERLEY MARTINS IÉmOROSA PCdoB AGNELO QUEIROZ ALDO ARANTES ALDO REBELO ---ir'" ~ ~/LN'~lOooRAOGOMES ~ . Publique-se. nos seguintes termos: Ofício n° 690/00 Brasília. reitero ao ilustre Presidente meus protestos de elevado apreço e distinta consideração. Tenho a honra de comunicar a V./.J OF.. Líder do Bloco PUPSL. Em 21-3-01. Deputado Valdemar Costa Neto. n° 92/01 .. Ao Senhor Diretor-Geral.. Senhor Presidente. . a partir de 21 de março de 2001. Em 21-3-01.Deputado Alexandre Cardoso e outros Defiro. Presidente da Câmara dos Deputados Nesta.:" -rt-H!7'-1. Defiro.~ C. que o Bloco PUPSL indica o Deputada Socorro Gomes - VANESSA GRAZZIOTIN PCdoB/PA.!Jf. 8/01 . Presidente.BP Brasília. Presidente da Câmara dos Deputados Nesta. Senhor Presidente.

..7. Na forma da lei./ ""~""?:" t. UI c ~ u u: ~n-_ Rio de Janeiro (RJ) 11 Rua Gil 1cr=~a~L~ de ~..035-245 ~L.'"o ~~ ~ ..Jlc9lflO Março de 2001 H'aA . o parecer favorável do Relator. esta Comissão aprovou..aEllOfW.06276 QUlllta-feu'a 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Do Sr. Deputado Silas Brasileiro.. Respeitosamente. nos seguintes termos: reunião ordinária realizada hoje.E. parcialmente.cv.~I L " 21/0... Em 21-3-01.l . às de nOs 3. com substitutivo e complementação de voto. Defiro. sc / .. unanimemente.:7~~ . ... . O Deputado Xico Graziano apresentou voto em separado.. ~i= .Op II ..~=s MIll.. nesta Casa. 21 de março de 2001 o Exm Sr. passo a integrar..". Deputado Aécio Neves DD. C~ dos Goytacases RJ. nesta data. ~~entl:O.. . Brasília.. Deputado Eber Silva... Aécio Neves.~~ .. ao PL n° 659-A/99. [õ3t"DE~~~~ o 12{49 EB:R SILVA D[ZO.J) MAAIA ...9 e 10./ o PROGRAMA E ESTATIJTO 00 PARTIOO I I ..2001 .. Atenciosamente. PR(FE5S(R O r. 4. ::3 < < ~_o I:ll '" . . Solicito a Vossa Excelência autorizar a publicação do referido projeto e do parecer a ele oferecido. 'o'lftl0 JUlZ. informo a Vossa Excelência que.R..--- D. CEP: 28. Social Trabalhista (PST).5./ O C/) ~I Icnm"~~ (R.. . DECLARO Que ESTOU DE ACORDO COM 18... Presidente. - [psT1\ 00s ~~DO=~1 ~ ~~~ "!.Deputado Eber Silva. 6 e 8 e... Senhor Presidente. às emendas da CDCMAM nOs 1. 2.03..Deputado Gerson Peres. Presidente da Câmara dos Deputados Nesta.JClSt DA SILVA "" """'.. Publique-se. bancada a qual. Anexos: Cópias da ficha de filiação partidária e da comunicação ao Juiz Eleitoral com protocolo A. Presidente. RAtoCS DA SILVA ~ g~ --< ti .

-:. AV.t~._':: i I I I I I p'J~T.Eber SIIva. _ ~ tiJs Deputados ~xo I.::.. vem respeitosamente a Vossa Excelência comunicar que nesta data filiou-se . Brasllla (DF)... 7 S 2 . Goytacazes D RJ Brasil l' . ~ocial Trabalhista . ---- 111~llllllllllilllln~1111111111111 o .-" ------------.!_ sala 172-8 [F 'Brasília 7 O 1 6 O O 9 BRASI_ l O DESTINATÁRIO DO OBJETO I DESTINATAIRE NOME ou RAVlO SOCIAl DOOEST1N. Deputado Fed era.. Depu'd I d °d t'd d o tado Federa.RE 98Il ~ ~toral do Rio de. I ENOEREÇOIADRESSE Alberto Torres n2 JJ4..1 Ou PklSON soelALE DU DESTlNAT'. :.-. 7. seção 0123.~ D~ .PST. Or.: ::'.I po rt ador da ce u a e I en I a e n 094910692 SSP/RJ e título de eleitor n° I o 0--1 : -::' -~.----."".. Do Forun Nilo Peçarha ... -Ed. JaneJroIRJ i I : .'_ 128035-500 . ..I 8 .." "--...J i ..~L / / Lidera1ça do PST.' I =t .TARIO DO OBJETO '''01. ao Partido..Mmço de 200 j Quil1ta-t~ira 22 DIÁRIO DA CÀMARA DOS jWPlI j ADOS Excelentíssimo Senhor Dr. . 0-- . .-. Juiz da Mm. professor.. . t.-..-------=-. casado...... L. I ~ c'. brasileiro. 4 S - 9 06277 424906403-29.-.... 98 Zona Eleitoral do Estado de Rio de Janeiro Eber Silva.. 21 de março de 2001.

venho à presença de Vossa Excelência para encaminhar pedido de Retirada de Requerimento por mim encabeçado.Deputado Eber Silva Março de 200 I Senhor Presidente. .o DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). Publique-se.~. Ao Sr.: Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Brasília . pelo qual foi solicitada instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pelo Companhia Vale do Rio Doce (CVRD)..L . Defiro. REQUERIMENTO N. Diretor-Geral. nos seguintes termos: Ofício 151/2001-JB Atenciosamente. .Aécio Neves. Com meus cumprimentos. I RENATO VIANNA I PMDB/SC I 209 I ! \ oL· I ) -.06278 Qumta-feJfa 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Of. S/no/1 ."ll'iíi. Do Sr.Publique-se. 1/::'""":' .Aécio Neves. 20 de fevereiro de 2001 PA. Presidente.Josué Bengtson. Presidente. .f<i. Deputado Josué Bengtson. Em 21-3-2001. Exmo Sr.DF Defiro.jiJ&$tI''''r~·''~.'. . Em 21-3-2001. PTB Brasília.

.e"tií.r·" . r·'4 \ ~]'ll ~ > ... ~$t. PPSIPR ~ Assinatura • ._.. .. .."a".' M.l.o _ _DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). ' '\'" i·' "p. '.....j. 820 ..~. . :·~. > ~ ~I • J'. ~ 'J RUBENS BUENO .' :"" ..: ' .'::. I . Gabineut'::. ".Marçu de 200 I Quinta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS 06279 REQUERIMENTO N.p.>.4tl. --I.

06280 QUlIlta-felra 22 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.o _ _DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). RUBENSFURLAN PFL/SP Ass' atura 836 .

o _ _DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRO).Março de 2001 DIÁRIO DA ('ÀMARA DOS DEPUTADOS Quinta-feira 22 06281 REQUERIMENTO N. SARAIVA FELIPE PMDBIMG 429 .

06282 QUlDta-ti:ma 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.o Março de 200 I DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). 446 .. PAULO OCTÁVIO PFLIDF Assinattita-...... '\ ~ .

Mal ço de 2(l() 1 Quinta-feira 22 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS Oó283 REQUERI1V1ENTO N. PARLAMENTAR PARTIDOIESTADO GABIAETE SERAFIM VERZON PDTJSC 711 .000 Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). DE 2.o _ _ _ .

.000 Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD)..o .DE 2...06284 QUl11ta-felra 22 Marçu de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N. PARlAMENTAR PARTIDO/ESTADO GABINETE TELMA DE SOUZA PT/SP 467 \ .

. 403 .o Quinta-lcira 22 06285 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).""Gabiltete". ..Março de 2001 DIÁRIO DA ('ÀMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N. - .. .. ' Paria_ta. "' THEMISTOCLES SAMPAIO / ~/ / . ..-. PMDBfPl . . l' . '. . .' '4. 'Pfirdí1iiiJtS~ . .do .

DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). VALDEMAR COSTA NETO PL/SP 542 c "" .06286 QUlllta-felra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.O Março de 2001 .

o 06287 _ _ _ _ ~ DE 2.000 Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companllia Vale do Rio Doce (CVRD).Março de 200 I Quinta-feira 22 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N. PARLAMENTAR PARTIDO/ESTADO GABINETE WAGNERSALUSTIANO PPB/SP 548 .

. r ...... ...o _ _DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). WALFRIDO MARES GUIA 207 PTBIMG ..'"".06288 QUInta-feIra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 REQUERIMENTO N.

o _ _DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD)..Marçu de 200] DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPU'l ADOS Quinta-ttdra 22 06289 REQUERIMENTO N. WANDERLEI MARTINS PDTIRJ Assinatura 939 .

DE 2.06290 Quinta-feIra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.000 Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).o Março de 2001 _ _ _ _ . PARLAMENTAR PARTIDOIESTADO WELLINGTON DIAS PTIPI 'G~c~Assinatura GABINETE 264 .

. ...- .. ' ..' ~ ---:.-DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD)....-.--/ r t1fl6 ESTADO MSr:: 1./ ff-<nl3 . ~ L..' é~ ~ PARTIDO e)-\ ~ -..1" &ó ~ ~ ... ~t/~ ~ p- / .~..M arç(l de 20() I ()uillta-telra 22 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPlrIADOS 06291 REQUERIMENTO N.....V{C(AS !< u3c(tfv VI - 1/ ~ \.. _f'""" te.---. NOME ASSINATURA )\ ~ J~\ ·~tr ~OY) ~\õ:Ld I. Cl .4 C~ ' _ _11....

J!.L I . ..O .. 'r D \0b ~\\ R~)..\LH (...DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).) PartidolEstado e (tI fj lJ/ rn Gabinete cy...06292 Quinta-lelra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Marçu de 2001 REQUERIMENTO N./9 ...- \. Parlamentar t.

L Gabinete .S ll~1 ./ .}~.Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS IJEPlrI ADOS REQUERIMENTO N. PartidolEstado Parlamentar l"t\ n~ (··O~) ~'Cj~i ~ ~tt-I R.1 / Assinatura .+ 06293 .o QUlllta-íeira 22 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).

06294 Quinta-feIra 22 Março de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.O DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). Parlamentar Partido/Estado Gabinete FRANCISCO GARCIA PFL/AM 839 I Assinatura .

Parlamentar PartidolEstado Gabinete POMPEO DE MATTOS PDT/RS 810 \ i .o Quillta-tuira 22 06295 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). Assinatura ..Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.

Partido/Estado Gahinete PLIRS 641 A PAULO JOSE GOUVEA (\ ....06296 Quinta-teira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 REQUERIMENTO N. Parlamentar .O .' I i f \ I .DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).

Março d. O 06297 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).NTO N. Parlamentar PartidolEstado Gabinete ANGELA GUADAGNIN PTISP 285 .: 2001 Quinta-teira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS UEPUTADOS REQUERIME.

06298 QUlllta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.O Março de 2001 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de írregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). Parlamentar Partido/Estado Gabinete MARCOS AFONSO PTIAC 366 Dbs.: Após assinadafavor contatar os ramais 5584 ou 3584 .

Marçll de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS UEP1JTADOS REQUERIMENTO N. O Quinta-teira 22 06299 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). Partido/Estado Gabinete PSBISP 620 1 Assinatura Obs.: Após assinadajàvor contatar os ranlais 5584 ou 3584 . Parlamentar LUIZA ERUNDINA I I.

: Após assínadafavor contatar os ramais 5584 ou 3584 . Gabinete Assinatura Obs. Parlamentar Partido/Estado MURILO DOMINGOS PTB/MT .06300 Qumta-tima 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregulariçades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).O Março de 2001 ---.

-os ramais 5584 ou 3584 '" .DIÁRIO DA ('ÀMARA DOS DEPlnADOS Março de 20lJl REQUERIMENTO N.~ Obs. I " / " /&0) I 1\. ..7VARDES PartidolEstado Gabinete PPBIRS 530 .ssinatura .: Após assinada/avor cont~tar.... Parlamentar ~4 UGUSTO J.-----.o ()ullIta-feira 22 OÓ30[ DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).

Parlamentar Partido/Estado Gabinete PL/MG 327 . CABO JULIO Obs..06302 Qumta-felra 22 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.: Após assínadafavor contatar os ramais 5584 ou 3584 . O DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de iITegulari~ades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRO).

!do II I i JOÃO HERRMANN NETO ( I PPS/SP I l • Gabitlete 637 Obs.o Qumta-ícira 22 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). Parlamentar ll!f}J1idl!!~S~.: Após assinada favor contatar os ramais 5584 ou 3584 06303 .Mmço de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU lADOS REQUERIMENTO N.

f..06304 Quinta-feIra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERI"MENTO N. PARLAMENTAR PARTIDO/ESTADO JOÃO SAMPAIO PDTIRJ I Após assinadofavor contatar os ramazs 558-1 ou 358.000 Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).VETE I! 944 :I .. (J. lBI.o _ _ _ _ ? Março de 2001 DE 2.

o Quinta-Ieira 22 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). I Parlamentar JOSÉCARLOSMARTThffiZ - PartidO/Estado I --->~-' PTBIPR Gabinete 513 Obs.Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.: Após assinada favo r contatar os ramais 5584 o1l3584 06305 .

_~_:.·t_a_do--.:-: __G_"'~_"b_.o Março de 200 I DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD)..lI_e_te __'1 Parlamentar i JOSÉ ROBERTO BATOCHIO . I PDT/SP I " Dbs.----.: Após assinadafavor contatar os ramais 5584 ou 3584 728 I . I_P_a_rti_·_da_V.06306 Quinta-tima 22 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.

~~'. :. ~ ~ ::. .. .Marçu de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU1ADOS REQUERIMENTO N.O Qumta-teira 22 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).: Após assinada favor contactar os ramais 5584 ou 3584 06307 .~.~' ..'. I '.~ . LINCOLN PORTELA PST/MG 615 übs." : ~~ ~:'~..

/ übs.o Março de 2001 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce ( CVRD ).0630S Quiuta-felra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N..: Após assinada favor contactar os ramais 55S4 ou 3584 . LUIZ ANTONIO FLEURY PTB/SP 945 i '.

"Após assinadafavor contatar os ramais 5584 ou 3584 Oó309 .~------- r LUIZ EDUARDO PSDBIRJ 517 Obs. ----. -...- Parlamentar PartidolEstado... --~- ..._--"-...Oumta-feira 22 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPU fADOS Mar'ill de 200 I REQUERIMENTO N.....~------_.o _ _DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).--_..._-------Gabinete ---_.

06310 Qumta-íeira 22 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N. PARLAMENTAR PARTIDOIESTADO GABINETE LUIZ MAINARDI PTIRS 369 Assinatura Após assinado favor contatar os ramalS 5584 ou 3584 . DE 2.000 Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). o _ _ _ _ .

LUIZ RIBEIRO PSDB/RJ 583 übs.O ()uillta-íeira 22 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).Munio de 2001 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.: Após assinada favor contactar os ramais 55-84 ou 3584 06311 .

06312

QUIDta-feira 22

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

REQUERIMENTO

N. o

Março de 2001

DE 2000

Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para
apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do
Rio Doce (CVRD).

Parlamentar

PartidolEstado

MAReIO BITTAR

PPS/AC

G"billete

r---~-----

,

343

Assinatura

Obs.: Após assinadafavor contatar os ramais 5584 ou 3584

~--

Mar<jo de 2()() I

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU rADOS

REQUERIMENTO N. o

Quínta-Icira 22

()6313

_ _ _ ,DEl.OOO

Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de
Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia
Vale do Rio Doce (CVRD).

PARLAMENTAR

PARTIDOIESTADO

MARCIO MATTOS

PTIPR

Após assinado favor contatar os ramais 558.f. ou 358'"'

GABLVETE

577

06314

QUl1lta-feíra 22

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS
o

REQUERIMENTO N.

Março de 200 I

DE 2000

Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para
apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do
Rio Doce (CVRD).

Parlamentar

MARCOS DE JESUS

Partido/Estado

?SDB

.

Gabinete-----745

1!S'FIPE

,

I

I

:

Obs.: Após assinadafavor contatar os ramais 5584 ou:3584

Março de 2001

DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS

REQUEFJMENTO N.o

QUlllta- ttma 22

DE 2000

Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para
apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do
Rio Doce (CVRD).

------

Gabillete
Parlamelltar ----- PartitlolEstado
---------- ,----.-.MARCOS LIMA

PMDBIMG

220

Obs.: Após assinada favor contatar os ramais 5584 ou-3584

06315

06316

QUl11ta- felfa 22

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

REQUERIMENTO N. o

Marçu de 2001

_ _ _ _ , DE 2.000

Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de
Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia
Vale do Rio Doce (CVRD).

PARLAMENTAR

PARTIDOIESTADO

MARIA DO CARMO LARA

PTfMG

'111

/

O , t-- /~--

______-.:.f_JttL
__'L_v.",:}t_'_/(;
.... ~
Assinatura

Uç9 .....""-

I

Após assinado favor contatar os ramais 5584 ou 358-1

GABINETE

373

Marçll de 20ül

DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS

REQUERIMENTO N.o

QU1l1ta-teira 22

DE 2000

Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para
apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do
Rio Doce (CVRO).

Parlamentar

Partido/Estado
-

Gabinete

MÁRIO DE OLIVEIRA

PMDBIMG

381

r----'----- ---------.------~---.,-.

c

---------------~

."....

..~\)

Assinatura

Obs.: Após assinadafavor contatar os ramais 5584 0113584

-

063 I7

06318

Quinta-feIra 22

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

REQUERIMENTO N.o

Março de 200 I

DE 2000

Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para
apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do
Rio Doce (CVRD).

MAX MAURO

PTBIES

476

Assinatura

Obs.: Após assinadafavor contatar os ramais 5584 otr3584

Marçu de 2001

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUrADOS

Quiuta-ítma 22

REQUERIMENTO N.o _ _DE 2000

Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para
apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do
Rio Doce (CVRD).

NEUTONLlMA

PFL/SP

509

Obs.: Após assinadajavor contatar os ramais 5584 ou 3584

06319

06320

QUlnta-telra 22

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

REQUERIMENTO N.o

Marçu de 2001

DE 2000

Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para
apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do
Rio Doce (CVRD).

OLIMPIO PIRES

PDTJMG

Obs.: Após assinadafavor contatar os ramais 5584 ou 3584

384

Março de 2001

DIÁRIO LJA CÀMARA DOS DEPUl ALJOS

REQUERIMENTO N.o

Quinta- teira 22

06321

_ _ _ , DE 2.000

Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de
Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia

Vale do Rio Doce (CVRD).

PARLAMENTAR

PARTIDOIESTADO

GABINETE

PAULO BALTAZAR

PSBIRJ

370

/

Após assinado jàvor contatar os ramais 5584 ou 3584

06322

Quinta-feIra 22

Março de 200 I

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

REQUERIMENTO N.o

_ _ _ _ , DE 2.000

Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de
Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia

Vale do Rio Doce (CVRD).

PARLAMENTAR

PAULO JOSE GOUVEIA

PARTIDOIESTADO

PLIRS

..

Após assinado favor contatar os ramais 5584 ou 3584

GABINETE

641

Março de 2001

QUlllta-tctra 22

IJIÁRIO DA C ÂMARA DOS DEPUTADOS

REQUERIMENTO N.o _ _--'DE 2000

Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para
apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do
Rio Doce (CVRD).

~~,f/{~~ 1>~~~~~~,,~:i; ~~

,',

..',

'"

~>

PHILEMON RODRIGUES

PMDBIMG

226

Obs.:_Após assinadafavor contatar os ramais 5584 ou 3584

06323

06324

QUlllta-felra 22

Março de 2001

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

REQUERIMENTO N.o

DE 2000

Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito
para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia
Vale do Rio Doce ( CVRD ).

PASTOR VALDECIR

508

übs.: Após assinada favor contactar os ramais 5584 ou 3584

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU I'ADOS

Março dt' 2001

REQUERIMENTO N.o

Quinta-lelra 22

D.E 2000

Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para

apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do
Rio Doce (CVRD).

BADU PICANÇO

PSDB/AP

733

Obs.: Após assinada/avor contatar os ramais 5584 0ll"3584

06325

Q ManiO de 2001 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). BENEDITO DIAS 574 PFL/AP c Obs.: Após assinadafavor contatar os ramais 5584 ou'3584 .06326 Qum1a-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.

O Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).: Após assinadafavor contatar os ramais 5584 ou3584 06327 . BISPO RODRIGUES 737 PLIRJ • maruria Obs.Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUrADOS ()uinta-teira 22 DE 2000 REQUERIMENTO N.

06328 QUlnta-tima 22 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.: Após assinada favor contactar os ramais 5584 ou 3584 . CAIORIELA PTBIRS 70S '---------- übs.O DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce ( CVRD ).

-' -rv Mf?'?5 ~ )/N u ~ .Março de 200 I DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUrADOS REQUERIMENTO N. NOME A$lINATURA PARTIDO ESTADO fI 5G ~ ú.o 0uillta-íeira 22 06329 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD)..A-t G.. V - ... .

....DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). Obs..06330 Quinta-feIra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 REQUERIMENTO N. DE VELASCO PST/SP 354 ..: Após assinadafavor contatar os ramais 5584 ou 3584 .o _ _.

..MUl'<. ROSINHA PTIPR Assinatura Após assinado favor contatar os ramais 5584 ou 3584 GABINETE 474 . PARLAMENTAR PARTIDOIESTADO DR.DE 2.l1 de 2001 Quinta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUrADOS 06331 REQUERIMENTO N.o ...000 Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).

EBERSILVA PDTIRJ 435 Assinatum Obs.: Após assinada favor contatar os ramais 5584 aa3584 .06332 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU'IADOS QUlIlta-felra 22 Março de 2001 REQUERIMENTO N.o _ _~DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).

EDUARDOSEABRA PTB/AP 303 Assinatura Obs.: Após assinadafavor contatar os ramais 5584 aa-3584 06333 .o _ _DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).Mal'Yo de 2001 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS Quinta-feira 22 REQUERIMENTO N.

EURIPEDESMIRANDA PDTIRO / Obs.06334 Quinta-feIra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 200 I REQUERIMENTO N.: Após assinadafavor contatar os ramais 5584 ou 3584 252 .o _ _DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).

Março de 2001 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPtrlADOS REQUERIMENTO N.: Após assinada favor contactar os ramais 5584 ou 3584 06335 . EVANDROMILHOMEM PSB/AP 571 übs.o Quinta-leüa 22 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce ( CVRD ).

. .: Após assinada favor contactar os ramais 5584 ou 3584 ..~ ". " . ~.O Março de 2001 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce ( CVRD ).. . . ~ .06336 QUllIw-felra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.. ~.' -. : '. ' ... EVILÁSIO FARIAS ' .' 454 übs. PSB/SP .

FERNANDO GABElRA PV/RJ 374 ___tj.: Após assinada favor contactar os ramais 5584 ou 3584 _ .--I--et_~.O Qumta-tima 22 06337 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce ( CVRD ).Março de 2001 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N. Assinatura übs.60_~_I('-_~ . ..

' . " ~ FERNANDO GONÇALVES PTB/RJ 256 ~.06338 Quinta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N..------etu~e:. ' .' _ .. . / übs.e.' ... . >c... : I .:'..K.o Março de 2001 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce ( CVRD ).5 c Assinatura /"""' \. • ". . '.. • .. ~ . .. :. " -7 .e c... ..-<-.'.: Após assinada favor contactar os ramais 5584 ou 3584 - .(j. " .

Marçl1 ele 200! QUlUta-teira 22 DIÁRro DA ('ÀMARA nos DEPUTADOS REQUERIMENTO N.. ' Após assinado favor contatar os ramais 5584 ou 3584 .o 06339 ..DE 2. PARLAMENTAR PARTIDOIESTADO GABINETE FRANCISCO RODRIGUES PFLIRR 304 Assinatura " ir' I ...000 Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD)....

L!)b ~ - C-. rJ.06340 QUlllta-fima 22 MarçLl de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.o D. ~ c - . .E 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).IaV\ I ~ ///~.il1. NOME ASSINATWlA· // ---'> PARTIDO ESTADO / ~(.

. {~ Após assinado favor contatar os ramais 5584 ou 358.Março de 200 I mARIO DA CAMARA DOS DEPU lADOS Qumta-telra 22 06341 REQUERIMENTO N..o .000 Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).. DE 2. PARLAMENTAR PARTIDOIESTADO GABINETE HELENILDO RIBEIRO PSDB/AL 575 ./ ..

: Após assinadafavor contatar os ramais 5584 003584 . ILDEFONÇO CORDEIRO PFUAC 231 Assinatura ) Obs.o DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).06342 Qumta-teira 22 Mal ço de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.

PARLAMENTAR PARTIDO/ESTADO GABlh'ETE IRISSIMÕES PTBIPR 948 ----y----- ~C "" Após assinadofavor contatar os ramais 5584 ou 3584 .Março de 2001 Qumta-Itma 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N. DE 2.o 063-13 _ _ _ .000 Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS 06344 QUInta-feira 22 REQUERIMENTO N.o Março de 2001 D.E 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). NOME ASSINATURA PARTIDO ESTADO .

%çC ///r // - O/i345 . ~ V PARTIDO ESTADO ) pr M..L .o _ _..:DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD)..S (" V --L- fJ. ~INA~ NOME kXúJ Ou:IMM (1\//111JJ J'u 1 ~~ M / ':r/I'/ '" ~..Marçu de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Quinta-lima 22 REQUERIMENTO N.

. y ' ""-./vIAI<f).JJ/ ?'r t< .c:fl1-: /) )(!L"'~LA Df -.v ~ .06346 Qumta-teira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.)" ". ~ i\J \J~ ASSINATURA -tC-rL yv ~ ..<'('ljU.{8W ESTADO ~r i'CJ 51. /'(1\. I p~ 'Ii ~QEl L(..- C:..:-"r ~ j. ritJf.". . J /' ~:.-< ' { ) UI tJPoi\J .<'\ PARTIDO q.--- 0f &:: r:!fJ. 1- C C -- .\ '../ r<.j D G 0/1- ~ --} fSDE 'f. NOME -=.. ~IJ J ?~~\S ~~ 1) R C t· ".s ...) '1/ ChP".> { .-li' 'v --~7'.O Março de 2001 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).

.I/ (l. PARTIDO .o 06347 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).I'/y'iJA ES)~ADO ?.:J "I 1/ .Muniu de 200 I llumtu-telru 22 orARIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.--' G .

) V. ~\l{QN IPt(. • - I ell~ () ~ }tU ::.M ~ 'V)eve.J . I NOME A. \:-{t\1\iAJ\G ~ r f /c}.-e-~ú~ ry r.\r.o Março de 200 I DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).Y~'. M J.06348 Qumta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.SSINATURA 1 (AN V~Uu \ éJt I íJfl J ./3. L.-j' (VI fl s/I :J f{\ \J í?J LG f1. /fi/JIJ/J PARTIDO (fI ESTADO Ç~riA/lV ç/t-Q. -- -. d·p Jk ({/~:evVL :7 i (/.- .A.

.-L-(.. .I----+-\-------... NOME fV/L ~ ~ouR ASSINATURA PARTIDO ESTADO ~ J--'----"'--'------'----+----I--+-~-+__----}__.L---____l C ~-=-~-[-=-Y-._=/::I'::::==+7-~~-f-_r__-~-r--t-fl-o---_j e.- - {!' • J II __ ..f)-. ..o QUlOta-leira 22 06349 DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD)..f-+-I---1---L.- Sr 0fJ f---'------I--I+--+---.'0c-"J....----\-----l C'" CC - (.:..--...Março de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS IJEPUTADOS REQUERIMENTO N.

o DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).06350 Qumta-feira 22 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N. AGNALDO MUNIZ PDTIRO 833 - Obs.: Após assinada favor contatar os ramais 5584 ou 3584 .

.DE 2...MalçLl de 2001 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS Quinta-teira 22 06351 REQUERIMENTO N.000 Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).. PARLAMENTAR PARTIDOIESTADO AGNELO QUEIROZ PCdoBIDF Após assínadofavor contatar os ramaís 5584 ou 3584 GABINETE 379 .O .

"" PARTIDO f1t'19~ ESTADO (ê~ .sTE" 11 UN\~1. NOME Pt~.E 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRO).06352 QU1I1ta-felra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.o Março de 200 I D.-rr~~1 V .P(\ ASSINATURA \! ~~.

000 Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).Qumta-teua 22 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPU rADOS M1ll"'i0 de 2001 REQUERlMENTO N. DE 2. PARLAMENTAR PARrIDOIESTADO ALDIR CABRAL PSDBIRJ Assinatura I Após assínadojàvor contatar os ramais 5584 ou 3584 GABINETE 904 . o 06353 _ _ _ _ .

PARLAMENTAR PARTIDOIESTADO ANTONIO JORGE PTBrrO c Assinatura Após assinadofavor contatar os ramais 5584 ou 3584 GABLII.06354 QUlllta-felra 22 DIÁRIO DA ("ÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 200} REQUERIMENTO N.o _ _ _ _ .000 Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).TETE 631 . DE 2.

: Após assinada favor contatar os ramais 5584 ou 3584 06355 . ÁTILA LINS PFL/AM 730 Obs.o _ _--'DE 2000 Requer retirada do pedido de instalação de Comissão de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD).ll de 200 I QU1llta-lclra 22 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.Man.

06356 Quinta-10ira 22 Marçl) de 2001 DIÁRIo DA CÂMARA DOS DEPUTADOS REQUERIMENTO N.~ DE 2.000 Requer a retirada do pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias de irregularidades praticadas pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD)..o .. PARLAMENTAR PARTIDOIESTADO GABINETE B.. SA PSDBIPI 643 Após assinado favor contatar os ramais 5584 ou 3584 .

... conforme cópia anexa da Ficha de Filiação Partidária mantida em arquivo no Diretório Municipal de Caicó/RN. • p.. ~.......... .r f \: • . Presidente da Câmara dos Deputados Brasília . e não no Partido Popular Socialista . ~ ".' _ -.. nos seguintes termos: Ofício n° 2 Ofício n° 12/01 Exmo Senhor Deputado Aécio Neves Md.... . 1.PPS. Aproveitamos a oportunidade para manifestarmos a Vossa Excelência votos de estima e elevado respeito. n:lt~l" .. Noticiamos a Vossa Excelência que o Dr.... 16 de março de 2001 Brasília-DF.. 1 J~l':"'i_. ]~L....Março de 200\ DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Quinta-feira 22 Do Sr.-tt. Presidente. venho por meio deste comunicar-lhe que pertenço ao Partido Democrático Trabalhista . Deputado Salomão Gurgel. . '" ... Sem mais para o momento despeço-me. Presidente da Câmara dos Deputados Nesta Exm o Senhor Presidente. _ ... J.Salomão Gurgel...! _.. . Atenciosamente. como consta nos documentos desta Casa. .Fernando Antônio Bezerra.L...PDT.. . Salomão Gurgel Pinheiro é filiado ao Partido Democrático Trabalhista desde 26 de setembro de 1999.. __ 06357 .. 1li C I j:·rr 1'1... - . .... .j'!\!~1 !!~:. I~. " __ ' _Li:]:l }:-.. )j :: .DF Caicó/RN.-':\ . Cumprimentando Vossa Excelência.. r. . \ 1\ h j r. ...... Deputado Federal... . '"""\.'_ . .. • '.l: ..t. 'J_ J:· i '11': . .. !" íí l ~ Senhor Presidente... 14 de março de 2001 Exmo Senhor Deputado Aécio Neves Md.. _ _ . ... !..

.J I • (.) I li!' I ·!l0 UI" I. -".... ACOnll() COM o I'/WGH/\M/\ ~ ~SlMlJl0 UO l°.'" I/ ( ~ . ( / I..SrOIJll1... lo.. AilNATURA 60 El~lroR . ...06358 Quinta-ttma 22 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS '. . . .~) Pl\llTlllO I .

R. Josevaldo Dias de Sousa. nos seguintes termos: Brasília. desfiliei-me do Partido Trabalhista Brasileiro PTB. . nesta data. nesta Casa. Requerimento - Deputado Fernando Ferro Submeta~se ao Do Sr. 21 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Deputado Aécio Neves Presidente da Câmara dos Deputados Brasília . . 21-2-01 _ A' . Sendo esta iniciativa comunicada às famílias enlutadas. Sentimento de orgulho por estar tratando do futuro de nossos filhos. nos seguintes termos: E m Plenário. REQUERIMENTO (Do Sr. ()uinta-feira 22 06359 Sala das Sessões. brasileiro. Ao Sr. Juiz da Mm.Deputado Fernando Ferro. passo a integrar. Deputado Magno Malta. Brasília. .Magno Malta. Atendendo ao que dispõe ao Art. Brasília (DF). Charles Roberto Oscar.Magno Malta Deputado Federal. É viver no limite dos sentimentos de orgulho e humildade. Senhor Presidente. Presidente.Deputado Salomão Gurgel Defiro. concomitantemente. informo a Vossa Excelência que. 21 da Lei n° 9. da força dos elementos da natureza extraídos que à luz do fiare se materializa e encandesce nosso olhar. Humildade ao compararmos nosso tamanho à grandiosidade do mar.Aécio Neves.. desligo-me do quadro de filiados co Partido Trabalhista Brasileiro .Magno Pereira Malta Deputado Federal. 32° Zona Eleitoral do Estado do Espírito Santo Magno Pereira Malta. casado. Mario Sergio Matues e Sergio dos Santos Souza. 21 de março de 2001 Ao Exm o Sr.096/95. Em 21-2-01. 21 de março de 2001. ouvido o Plenário. PT . Deputado Max Mauro Presidente do Partido Trabalhista Brasileiro . ExB . comunico a Vossa Excelência que. Título de Eleitor n° 86458414-14. Manoel Portela Lima. Excelentíssimo Senhor Dr. Fernando Ferro) Requer voto de pesar pelo falecimento e desaparecimento dos corpos dos trabalhadores da Plataforma P-36 da Petrobras. Orgulho pela grandiosidade do dever cumprido em um equipamento tão gigante e ao mesmo tempo tão poderoso capaz de extrair das entranhas da mãe Terra o combustível que move grande parte do desenvolvimento do mundo. da comunicação ao PTB. inciso XVIII. Na forma da lei. . seja registrado nos Anais da Casa voto de pesar pelo falecimento dos senhores: Adilson de Almeida de Oliveira. eClo eves.PTB. prende nossa atenção elevando nossos pensamentos ao imenso azul do universo. Ernesto de Azevedo. n° 12/01 . Trabalhar em Plataforma é viver sob a pressão constante de um perigo eminente. Laerson Antonio dos Santos. Deputado Federal. nesta data. .PT8 Diretório de Espírito Santo Senhor Presidente. Seção 0538.Marçu de 2001 DIÁRIU DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Of. Sentimento de humildade frente a certeza de que cada pequena ação na plataforma é grande e é uma prova de segurança e do amor gigante que nos move ao deixarmos nossas famílias a cada novo período de embarque. Requeiro a V. resl en te. nos termos do art. 21 de março de 2001. do Regimento Interno. portador da cédula de identidade n° 2067764-SSP/PE e título de eleitor n° 86458414-14 seção 538 vem respeitosamente a Vossa Excelência comunicar que nesta data desfiliou-se do Partido Trabalhista Brasileiro . ingresso no Partido Social Trabalhista (PST). bancada a qual. Deputado Fenando Ferro. Publique-se.PE. Anexos: Cópias da ficha de filiação partidária. da comunicação ao Juiz Eleitoral com protocolo A.PTB. Diretor-Geral. . N P'd. e. Atenciosamente. Geraldo Magela Gonçalves.DF Senhor Presidente. Do Sr. Zona Eleitoral 32 B . Quero levar a cada uma das famílias atingidas por esse acidente a certeza de nós do PT estaremos vigilantes para elucidarmos as causas dessa tragédia e a certeza de que estaremos lutando para que novas famílias não sejam tão abruptamente destruidas. empresário. com protocolo AR. Atenciosamente. Luciano Cardoso de Souza. 117.

.OJNlcIP10E EST..ilARTIOO o PROGRAMA E ESTATUTO DO PARTIDO J ! 1 I .II ""'ÁS I! Macarani (SA) PRCFISSAC eFRESMIO I1 Rua L.06360 Quinta-feIra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS """.T~JI ~ Março de 2001 'Y~Lf/! .: ~ <: g 1 \ :! tZJ fi: O . \pSTII ~-~I :Cn --. ' ~~l I [E 538 llLIgus~o Bote~CêN1'Ô8 ~ 18 II ..1PARTlO I 2001 tA...s:tcRDAASSl..TlJR. c> .. li: G~"~_·~ SEÇÃO MAlXl PEREIRA MALTA C·'~~[ZO.IMIl MAlTA EDALIA PEREIRA "'UAÇÃO I ~ w Vila Velha ..()Q 86458414-14 O ::..: gE-...../ .OlJDAOE Atfl.... . ~--k -11 ..... 21/Õ31i. 'URA LA ~ N·O":"IÍ'cSC ".ES _00== pAJ 1 110/57 t.... II ~ g u Q u ...... DECLARO QUE ESTOU DE: ACORDO COM 03 1\ CASAOO " Vy I OOêL~70 / ESTAOOCIYIL \ ..--.. -< c: a: -< Q <C f= a: c::::: o «oo.t. t ~_ II VISTO JUIZ ELEITORAL I I I SOJZA ..:..-.

(6)61 .' AVISO DE RECEBIMENT. El~toral .-: AVIS CNO- --=====- _:::=... 1335 - 29100-201 centro Vila Velha ES Brasil I I .:.:~===========-----' liderança do PST. Cânara dos Deputados Anexo 11 Sala 172-8 ~ Brasília 7 o 1 6 o 9 o o :. ZCIla. lmiEnJ da Neves.Marçll de 2001 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPU lADOS Quinta-leira 22 DESTINATÁRIO DO OBJETO IDE5TINATAIRE 1J2§. -.de Espírito santo lRua.

em virtude da urgência da matéria.Aécio Neves.-_. MENSAGEM N° 229. DE 2001 (Do Poder Executivo) Solicita a retirada do Projeto de Lei n° 4. . de 2001..t6ria ES ___ ~- ~~ _ Brasil. Publique-se. Orçamento e Gestão.C. I111m IIIIIIIIIIIII~ III~ 1111111~llllIllm nlllll~ 1111 7 5 2 4 Defiro. considerando-se que. de 15 de fevereiro de 2001.112... 14 de março de 2001 Excelentíssimo Senhor Presidente da República. .Max. de 2001.~ Oi I RAZAO SOCIAL DO DEST:l'\l&. de 2001. Diretor-Geral. Submeto à elevada deliberação de Vossa Excelência proposta no sentido de que seja retirado do Congresso Nacional o Projeto de Lei n° 4. que "Dispõe sobre o pagamento dos militares e dos servidores do Poder Executivo Federal. Respeitosamente.-. Chefe da Casa Civil da Presidência da República. MENSAGEM N° 231. Est.\ -. 21-3-01.. Defiro..Silvano Gianni. inclusive de suas autarquias.06362 Qumta-íelra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 DESTINATÁRIO 00 OBJETO I DESTINATAIRE t "'~Ot.TA.Jusmar EcI • sala 620 -vl. do PTB no ~írito santo I~NDERECO. Exa o Senhor Deputado Severino Cavalcanti Primeiro-Secretário da Câmara dos Deputados Brasília . Ministro de Estado do Planejamento... Senhores Membros do Congresso Nacional..ADREsse IPraça Getúl. Encaminho a essa Secretaria Mensagem na qual o Excelentíssímo Senhor Presidente da República solicita a retirada do Projeto de Lei n° 4._.:t-JA \.io Vargas nQ 35 129018-900 . de 15 de fevereiro de 2001.. . Brasília. --. Interino. Em.RIO DO OB. empresas públicas e sociedades de economia mista e dá outras providências". ficou resolvida com a inclusão de artigos na Medida Provisória n° 2. .DF Senhor Primeiro Secretário. de 25 de janeiro de 2001. Aviso n° 243 . objeto da Mensagem n° 137.077-28.112. Solicito a Vossas Excelências a retirada do Projeto de Lei n° 4. de 2001 .--.r:. das sociedades de economia mista e das demais entidades controladas direta ou indiretamente pela União.1E o NOM OU RAISON SOCtALE OU DE5TtNATAIRE ~Deputado. Ao Sr. bem como dos empregados das empresas públicas. inclusive de suas autarquias e fundações. Brasilia. EM n° 41/MP. enviado à Câmara dos Deputados com a Mensagem n° 137. em 23 de fevereiro de 2001. ~ 5 - 9 dos militares e dos servidores do Poder Executivo Federal.112. Civil Em.. Presidente. Atenciosamente. . 20 de março de 2001 A S.Fernando Henrique Cardoso.Martus Tavares. 64 da Constituição Federal . 20 de março de 2001. a data de pagamento da remuneração C . ~'t. fundações.i {.112. DE 2001 (Do Poder Executivo) AVISO N° 245/01 Solicita ao Congresso Nacional seja atribuído o regime de urgência previsto no § 1° do art.077-29.MaurO. reeditada sobo n° 2. . Publique-se.PreSid.

(Às Comissões de Relações Exteriores e de Defesa Nacional. 2° do Decreto-Lei n° 9.Silvano Gianni. passa a vigorar com a seguinte redação: "Art. Apense-se a este o projeto de Lei n° 3.passam à propriedade dos Municípios onde situadas. I · Sen hores Memb ros do Congresso NaCiona. da posição da linha da preamar média observada no ano de 2000:" (NR) "a) os situados no continente. Defiro. bem como as áreas que estejam. de Administração e Serviço Público.continuam sob a titularidade da União. 24. Dirijo-me a Vossas Excelências para solicitar seja atribuído o regime de urgência. de acordo com os termos do § 1° do art. 11. de 1999. e as parcelas atualmente cedidas. Exa o Senhor Deputado Severino Cavalcanti Primeiro-Secretário da Câmara dos Deputados Brasília .760. por força da nova preamar média estabelecida no art.316. que "Acresce e altera dispositivos da Lei Complementar n° 95. encaminhado ao Congresso Nacional com a Mensagem n° 489. para a parte da Qumta-Ieira 22 06363 terra. . passam a ter a sua propriedade assim distribuída:" (AC)* "I . em uma extensão de 33 (trinta e três) metros medidos horizontalmente. ou terrenos acrescidos de marinha. . aquelas em que edificados prédios públicos que abriguem órgãos ou entidades da administração federal. Brasília. Atenciosamente. Civil Em. d . locadas. arrendadas ou aforadas a particulares pela União.DF Senhor Primeiro Secretário. aquelas em que edificados prédios públicos que abriguem órgãos ou entidades da respectiva administração estadual ou estejam destinadas à utilização por prestadores de serviços públicos concedidos OU permitidos pelos Estados:" (AC) "111 . de 5 de setembro de 1946. e de Constituição e Justiça e de Redação (art. de 1999 (nO 45/00 no Senado Federal).760.Mauro de :!()()j DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPurADOS ao Projeto de Lei Complementar n° 23. 215-A. até d f t" fi' . ao projeto de lei complementar que tramita na Câmara dos Deputados com o n° 23 de 1999 (nO 45/00 no Senado Federal). de 13 de abril de 1999. " on e se aça sen Ir a In uencla as mares. 1° O caput do art. desde que protocoladas através de processo administrativo na Secretaria do Patrimônio da União até 1° de janeiro de 2000. aquelas doadas mediante prévia autorização em lei federal:" (AC) * (AC) = acréscImo "IV . regular ou irregularmente. Publique-se. 64 da Constituição Federal. 2° São terrenos de marinha. destinadas à utilização pelas Forças Armadas e no caso de prestadores de serviços públicos concedidos ou permitidos pela União. de 5 de setembro de 1946. ou venham a ser. Encaminho a essa Secretaria Mensagem do Excelentíssimo Senhor Presidente da República na qual solicita ao Congresso Nacional seja atribuido o regime de urgência previsto no § 1° do art. é condicionada à utilização dos recursos correspondentes:" (AC) . "b) os que contornam as ilhas situadas em zona onde se faça sentir a influência das marés. 20 de março de 2001.593. 2°. aquelas não enquadráveis nas hipóteses descritas nos incisos I a 111 do caput deste artigo." (AC) "Parágrafo único. na forma do inciso IV deste artigo. deixam de constituir terrenos de marinha. de 5 de setembro de 1946. Aviso n° 245 . passa a vigorar acrescido dos seguintes dispositivos: "Art." (AC) "11 . na costa marítima e nas margens dos rios e lagoas.Fernando Henrique Cardoso. A alienação dos imóveis recebidos pelos Municípios. 2° do Decreto-Lei n° 9.permanecem sob a titularidade dos respectivos donatários. As áreas públicas que. atualizando o conceito de terrenos de marinha. PROJETO DE LEI N° 4. 64 da Constituição Federal ao Projeto de Lei Complementar n° 23.C.pertencem aos Estados onde situadas. DE 2001 (Do Senado Federal) PLS N° 617/99 Altera o caput do art. 54) art. 20 de março de 2001 A S. de 2001) O Congresso Nacional decreta: Art. de 26 de fevereiro de 1998". Chefe da Casa Civil da Presidência da República.760." Art. Interino. ou ocupadas. 2° O Título VI do Decreto-Lei n° 9. de Trabalho.

a alteração e a consolidação das leis obedecerão ao disposto nesta lei Complementar. . aos decretos e aos demais atos de regulamentação expedidos por órgãos do Poder Executivo. de 5 de setembro de 1946. Senado Federal." (AC) "Art. a redação. O projeto de lei aprovado por uma Casa será revisto pela outra. e alterações posteriores.760. Sendo o projeto emendado. 1° A elaboração. em um só turno de discussão e votação. da posição da linha do preamar médio de 1831 : a) os situados no continente. em uma profundidade de 33 (trinta e três) metros. As disposições desta lei Complementar aplicam-se. ainda. a alteração e a consolidação das leis. até onde se faça sentir a influência das marés.Senadar Jader Barbalho. CAPíTULO I Disposições Preliminares Art. ainda. no que lhe for aplicável. Parágrafo único. às medidas provisórias e demais atos normativos referidos no art. ou seus acrescidos. DE 5 DE SETEMBRO DE 1946 Dispõe sobre os bens imóveis da União e dá outras providências. 65. na costa marítima e nas margens dos rios e lagoas. o Decreto-lei n° 9. conforme determina o parágrafo único do art. Parágrafo único. que ocorra em qualquer época do ano.06364 Qumta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS "I . 215-8. voltará à Casa iniciadora. LEI COMPLEMENTAR W 95. LEGISLAÇÃO CITADA ANEXADA PELA COORDENAÇÃO DE ESTUDOS LEGISLATIVOS _ CeDI CONSTITUiÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASil 1988 TíTULO IV Da Organização dos Poderes CAPíTULO I Do Poder Legislativo Março de 2001 estabelece normas para a consolidação dos atos normativos que menciona. a redação. . DECRETO-LEI W 9. medidos horizontalmente. ou arquivado. 59 da Constituição Federal.760. no que couber. Art. 11 .no abatimento do estoque de dívidas junto à União: e" (AC) "11 . DE 26 DE FEVEREIRO DE 1998 Dispõe sobre a elaboração. as leis ordinárias e as leis delegadas terão numeração seqüencial em continuidade às séries iniciadas em 1946. b) os que contornam as ilhas situadas em zona onde se façam sentir a influência das marés. regerá a administração desses bens. 3° Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. se o rejeitar.na capitalização de fundos de previdência para seus servidores. e Da Conceituação Art. Presidente do Senado Federal. 59 da Constituição Federal. bem como. em 15 de março de 2001. Até que os Municípios para os quais forem transferidas as propriedades dos imóveis que deixarem de constituir terrenos de marinha. 2° (VETADO) § 1° (VETADO) § 2° Na numeração das leis serão observados. para a parte da terra. se a Casa revisora o aprovar. 2° São terrenos de marinha. os seguintes critérios: 1.as leis complementares. SEÇÃO VIII TíTULO I Do Processo Legislativo Dos Bens Imóveis da União SUBSEÇÃO 111 Da Declaração dos Bens CAPíTULO I Das Leis SEÇÃO /I Art. Para os efeitos deste artigo a influência das marés é caracterizada pela oscilação periódica de 5 (cinco) centímetros pelo menos do nível das águas. legislem sobre a destinação dos mesmos.as emendas à Constituição Federal terão sua numeração iniciada a partir da promulgação da Constituição." (AC) Art. e enviado à sanção ou promulgação. Parágrafo único.

BENS IMOVEIS.PLENÁRIO A PreSidênCIa comuntca ao PlenáriO ao Plenário que procedeu adequações de técnIca legIslatIva e meramente redaClonalS no texto do proJeto. COORDENAÇÃO LEGISLATIVA DO SENADO ProcedIda a reVIsão dos autógrafos.SUBSECRETARIA DE EXPEDIENTE IJltlT'ld Acaü SF PLS 011617/1999 Data: 20/02/2001 Local: ATA-PLEN . (SPU). À Subsecretarra de ExpedIente. que dIspõe sobre os bens ImóveIS da Umão e dá outras prOVidências. COORDENAÇÃO LEGISLATIVA DO SENADO . 104 deste Decreto-lei. 216. COORDENAÇÃO LEGISLATIVA DO SENADO Encamirhado ao PlenáriO para comunicação do termmo do prazo de apresentação de recurso. 27/12/2000 SSCLSF . baixará as instruções e normas necessárias à execução das medidas previstas neste Decreto-lei. JustIça e Cldadanta. DOCUMENTO.SUBSECRETARIA DE ATA . ALTERAÇÃO. correndo Quinta-lima 22 063ó5 os prazos para o seu exercício da data da notificação de que trata o art. ALT_ERAÇAO. COMPROVAÇAO. Os direitos peremptos por força do disposto nos artigos 20.SUBSECRETARIA DE ATA . 08/03/2001 SSEXP .28 e 35 do Decreto-lei na 3.SUBSECRETARIA DE ATA .r d.às fls. para estrita observânCia do disposto na LeI Complementar na 95/98 e esclarece arnda ao Plenâno que à mténa não fOI Interposto o recurso. Tendo SIdo aprovado termrnatrvan:ente pela ComIssão de Constituição.SUBSEC.ào.'Cil() atual SF CC] ComIssão de ConstltulI. Rclatc:\~s Cc] Carlos Wilson CC] Roberto Freire Inverter ordçmaç~o de tramltaçl>es (Data ascendente) 5F PLS 00617/'1999 08/03/2001 SSEXP . O Ministro da Fazenda.666. A SSCLSF Publicação em 21/02/2001 no D5F págmas: 1413 í V".5UBSEC. 20/02/2001 ATA-PLEN . em em caráter termrnatlvo pela CCJ. APROVADA A MATÉRIA (DECISÃO TERMINATIVA) A PresidênCia comUnica ao PlenáriO o encerramento ontem do prazo sem que fosse mterposto recurso no sentido da apreciação pelo PlenáriO do presente ProJeto. Encaminhado ao PlenáriO. DEMARCAÇAO. Tendo SIdo aprovado termmatlvamente pela Comissão de Constltul<.Paulo Hartung AlJ!"r Fnlc-ntCa Altera o caput do artIgo 2 0 do Decreto-leI na 9760. 215.drJO I 19/02/2001 5SCLSF . 08/03/2001 SSEXP . TERRENO DE MARINHA. de 5 de setembro de 1946. !'-1ANUTENÇÃO. DECRETO LEI FEDERAL. às fls. a matérra vaI à Câmara dos Deputados. TERRENO DE MARINHA.SUBSECRETARIA DE EXPEDIENTE À SSCLSF para reVIsão dos autógrafos. 63 e 64. AREA. e 7 do Decreto-lei na 5.PLENÁRIO Situação: APROVADA A MATÉRIA (DECISÃO TERM[NATIVA) Texto: A PresIdência comunIca ao Plenário o encerramento ontem do prazo sem que fosse Int~ recurso no sentido da aprecIação pelo Plenárro do presente Projeto. UNIÃO FEDERAL. {lt~spil("l1a f. a maténa vaI a Câmara dos Deputados.SUBSECRETARIA DE EXPEDIENTE Recebido neste órgão às 18'05 hs. atualizando o conceIto de terrenos de marmha. COMPETENCIA. 08/03/2001 SSCLSF . 5F rLS 00617/:1.SUBSECRETARIA DE EXPEDIENTE recebido neste argila às 10:00 hs./19<)9 SENADOR . 11. À SSEXP para os deVIdos frns. DETERMINA_ÇAO. ficam revigorados. de 05/09/1946.ào.Março de 100 I DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS TíTULO VI Disposições Finais e Transitórias Art.SUBSEC.PLENÁRIO SItuação.': I t:i I ( ocah. 06/03/2001 SSCLSF . de 17 de julho de 1941. PLANTA DE IMOVEL. cUJo prazo encerrou-se no dIa 20 último. 65 a 101. JustIça e Cidadania.lr. JustIça e Cidadania SSEXP . NORMAS. UMITE GEOGJ3AFICO. a íntegra do Decreto· Lei nO 9. A SSCLSF. de 15 de julho de 1943. 07/03/2001 ATA-PLEN .438. por proposta do diretor do SPU. mrnuta adaptando o texto aos ditames da Lei Complementar na 95/98 Anexei.760. Art. COORDENAÇÃO LEGISLATIVA DO SENADO Anexel.SUBSEC.999 de Q9/11.

Justiça e Cidadania Situação: PRONTO PARA A PAUTA NA COMISSÃO Recebido o RelatÓriO reformulado do Sen.Comissão de ConstitUição.06366 QUlIlta-felra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS SENADO Situação: AGUARDANDO INTERPOSIÇÃO DE RECURSO Em virtude do Aditamento ao Ato Convocatóno do Congre~so Nacional (fls. 91.Comissão de ConstitUição.3 e 4. por um décima da composição da Casa.Comissão de Constituição.2. 17/10/2000 CO . E lido a Ofício 149/00. Publicação em 16/12/2000 no DSF páginas: 25388 . de autona do Senador Paulo Hartung. Justiça e Cidadania Situação: PRONTO PARA A PAUTA NA COMISSÃO Recebida o relatóno da Seno Roberto Freire. Leitura do Parecer na 1322/00-CO (Relator Senador Roberto Freire).Roberto FreIre.2001.25403 ( Ver diário) Publicação em 16/12/2000 no DSf páginas: 25412 ( Ver diário) 15/12/2000 SSCLSF . 12/12/2000 CO . 3 e 4. o prazo para interpOSição de recurso ao presente projeto é o seguinte: 10 dia: 27/12/2000 Ultimo dia: 19/02/2001 20/12/2000 SGM . com minuta de relatóno favorável e pelo acatamento das emendas nas 1. em reumão realizada no dia 13/12/00. Justiça e Cidadania Situação: APROVADO PARECER NA COMISSÃO Por unanimidade e em caráeter terminativo a Comissão aprova o Projeto com as Emendas de na 1-CAE a n0 4-CAE e Emenda nO 6-CO. e pelo acolhimento parCial da Emenda nO 5 da CAE. do RISF. Anexada legislação citada nas pareceres da CO e CAE. para que se manifeste sobre o ménto da proposição Leitura do Parecer na 1321/00CAE (Relator Senador Jefferson Péres). 15/12/2000 ATA-PLEN .CAE. favorável à matéria e pela audiência da CAE. tendo em Vista a substitUição do Seno Carlos Wilson como membro da CCJ. favorável à matéria com acatamento das Emendas nOS 1 a 5-CAE. 10/10/2000 CAE . JustIça e Cidadania Encammhado ao Gabinete do Senador Roberto Freire. 19/09/2000 CAE . acolhendo. 13/12/2000 CO . Justiça e Cidadania Situação: AGUARDANDO DESIGNAÇÃO DO RELATOR Matéria aguardando redlstnbulção.2 nos termos das Subemendas 01 e 02-CAE. a pedido. 02/08/2000 CAE . 2. de fls. do Presidente da CO. À CO. 61/62).COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÓMICOS Março de 2001 .COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS Situação: PRONTO PARA A PAUTA NA COMISSÃO DevolVido pelo relator.PLENÁRIO Leitura do Parecer nO 1320/00-CCJ (Relator "ad hoc· Senador Roberto Freire). 4 e 5 . COORDENAÇÃO LEGISLATIVA DO SENADO Situação: AGUARDANDO LEITURA PARECER (ES) Aguardando leitura de pareceres. para a matéria seja apreCiada pelo Plenário. para reexame do relatório.SUBSECRETARIA DE ATA . com as subemendas n Os 1 e 2 que apresenta. Justiça e Cidadania Situação: MATÉRIA COM A RELATaRIA DIstnbuido ao Senador Roberto Freire. nOs 57 a 59.Comissão de Constituição. A SGM. Senador Jefferson Péres. de autona do Senador Paulo Hartung. nos termas do art.COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS Situação: MATÉRIA COM A RELATaRIA Foram apresentadas as Emendas nas 1.Comissão de Constituição. com 'Jato pela aprovação do projeto com as Emendas nOs 1 a 4 da CAE. Integralmente as Emendas nas 3.devldamente. para emitir relatono 11/10/2000 CO . que ora apresenta. na forma da Emenda nO 6. ainda. 10/10/2000 CAE . e pela rejeição da Emenda nO 5 da CAE. com voto pela aprovação do projeto. que apresenta Matéria pronta para a Pauta na Comissão em 13/12/2000.SUBSEC.COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS Situação: APROVADO PARECER NA COMISSÃO A Comissão aprova o parecer do relator favorável ao Projeto e às Emendas nas 1. 12/12/2000 CCJ .Comissão de ConstitUição.SECRETARIA GERAL DA MESA Situação: AGUARDANDO INTERPOSIÇÃO DE RECURSO Prazo para interposição de recurso: 16 a 22. e com as Subemendas nas 1 e 2-CAE. 29/11/2000 CO .COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS Situação: PRONTO PARA A PAUTA NA COMISSÃO Foi apresentada a Emenda nOs 05. anexada ao Processado. À SSCl5F. voto pela aprovação das emendas 1 a 4 da CAE. 09/08/2000 CAE .02. na forma da Emenda na 6. pela aprovação das Emendas nas 1 a 4-CAE e pelo acolhimento parcial da E~enda nO 5-CAE. anexadas ao processado. comunicando a aprovação do projeto naquela Comissão. Abertura do prazo de cinco dias úteis para interposição de recurso. §§ 3 0 e 50.

10/11/1999 ATA-PLEN . 09/11/1999 ATA-PLEN . com a finalidade de requerimento de tramitação conjunta.99 AO PLEG com destino à CCJ. À CCJ. Refeito o avulso e republicado com o of.Março de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU1ADOS 02/08/2000 CAE . QlIllIta-tCira 22 06367 . é aprovado por unanimidade o relatório do Senador Roberto Freire (anexo às fls. pelo prazo de cinco dias úteiS.Comissão de Constituição. Justiça e Cidadania Situação: PRONTO PARA A PAUTA NA COMISSÃO Recebido o relatório do Senador Carlos Wilson com voto pela aprovação do projeto. 14/06/2.11. Publicação em 11/11/1999 no DSF páginas: 30452 . A SSCOM. Paulo Hartung. conforme o baf nO 2. em deCisão termrnativa. 07/12/1999 CCJ . Observo que a matéria. Matéria pronta para a pauta na Comissão. do Sr. 09/06/2000 SSCLSF .30454 10/11/1999 SSCLSF . COORDENAÇÃO LEGISLATIVA DO SENADO Situação: AGUARDANDO DOCUMENTAÇÃO COMPLEMENTAR SOLICITADA Encaminhado ao Plenário. 11/11/1999 CO .PROTOCOLO LEGISLATIVO • Este processo contém 10 ( dez) folhas numeradas e rubricadas.SUBSECRETARIA DE ATA .30363 09/11/1999 PLEG . Justiça e Cidadania Situação: APROVADO PARECER NA COMISSÃO Reunida a Comissão.000 CO .PLENÁRIO Situação: AGUARDANDO DOCUMENTAÇÃO COMPLEMENTAR SOLICITADA É lido e deferido o Ofício nO 143/GSPH/99.COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS Situação: MATÉRIA COM A RELATORIA O Presidente da Comissão designa o Senador Jéfferson Péres relator da matéria. a pedido. 07/06/2000 CO . em caráter terminatlvo"em conformidade com o despacho (BAL nO 2) do PreSidente do Senado. no que tange aos aspectos econômicos dele decorrentes. 17 à 21). para Que esta se manifeste sobre o mérito da propOSição. Justiça e Cidadania Situação: MATÉRIA COM A RELATORIA Matéria aguardando distnbUlção. 08/06/2000 CC) .SUBSECRETARIA DE ATA .11.Comissão de Constituição.SUBSEC. Publicado no DSF. posteriormente. a PreSidência concede vista coletiva nos termos regimentais. após publicado e distribuído em avulsos. Justiça e Cidadama Situação: PEDIDO DE VISTA CONCEDIDO Reunida a Comissão. COORDENAÇÃO LEGISLATIVA DO SENADO Devolvido a CCJ em Virtude do Autor ter deSistido de apresentar o Requerimento.. Justiça e Cidadania Encaminhado à SSCLSf. a pedido. solicitando a republicação do referido projeto. após leitura do relatórro pelo Senador Roberto Freire ("Ad Hoc"). Justiça e Cidadama À SSCLSf. 10/11/1999 CO • Comissão de ConstitUição.99.Comissão de Constituição. deverá retornar a esta Comissão (CO) para ser objeto de deliberação. no DSf. Publicação em 10/11/1999 no D5F págmas: 30361 . Justiça e Cidadania Situação: MATÉRIA COM A RELATORIA Matéria aguardando distribuição.Comissão de ConstItUição. anexados ao processado. onde poderá receber emendas.Comissão de ConstitUição.SUBSEC.PLENÁRIO Leitura. Justiça e Cidadanra Distribuído ao Seno Carlos Wilson para emitir relatóno.Comissão de Constituição. de 06/06/2000. À CO.Comissão de ConstitUIção. de 11. com voto por audiência à Comissão de Assuntos Econômicos-CAE. 10/11/1999 CO . A CAE. 16/03/2000 CO . de 10. em atendimento à Ordem nO 84/00.

Sendo o projeto emendado. titulares e suplentes. serão por eles designados. 165. de acordo com os critérios que vierem a ser adotados na regulamentação de que trata o parágrafo único do artigo anterior.452. Cada Cipa será composta de representante da empresa e dos empregados e. Parágrafo único. de 1999. 65 da Constituição Federal.Senador Carlos Wilson.)) O Congresso Nacional decreta: Art. (Às Comissões de Trabalho. 164 da Consolidação das Leis do Trabalho. 24. nos termos do art. 2° Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.art. Senado Federal. PROJETO DE LEI N° 4. de 1° de maio de 1943. se a Casa revisora o aprovar. atualizando o conceito de terrenos de marinha". 15 de março de 2001. o Projeto de lei do Senado n° 617. ou arquivado.CIPA.452. 164. 11. . DE 2001 (Do Senado Federal) PLS N° 183/00 Altera o caput do art. e de Constituição e Justiça e de Redação (art. de acordo com os critérios que vierem a ser adotados na regulamentação de que trata o parágrafo único do art. Cada Cipa será composta de representantes da empresa e dos empregados. 164 com redação dada pela LeI n° 6." (NR) Art.452. Primeiro-Secretário. DE 1° DE MAIO DE 1943 Aprova a Consolidação das Leis do Trabalho. Por oportuno.06368 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Quinta-teira 22 Ofício n° 194 Brasília. § 1° Os representantes dos empregadores. que "altera o caput do art 2° do Decreto-lei n° 9. constante dos autógrafos em anexo.760. *Arl. O projeto de lei aprovado por uma Casa será revisto pela outra. 54) . . TíTULO 11 Das Normas Gerais de Tutela do Trabalho CAPíTULO V Da Segurança e da Medicina do Trabalho SEÇÃO 111 Dos Órgãos de Segurança e de Medicina do Trabalho nas Empresas Art. Encaminho a Vossa Excelência. 65. passa a vigorar com a seguinte redação: "Art. informo a Vossa Excelência que o texto do projeto aprovado pelo Senado Federal. aprovada pelo Decreto-lei n° 5. para dispor sobre a nova composição das Comissões Internas de Prevenção de Acidentes . Atenciosamente.Senador Jáder Barbalho.317. e dá outras providências. foi adequado à lei Complementar n° 95. aprovada pelo Decreto-Lei n° 5. e enviado à sanção ou promulgação. de 22-12-77. LEGISLAÇÃO CITADA ANEXADA PELA COORDENAÇÃO DE ESTUDOS LEGISLATlVOSCeDI CONSTITUiÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASil 1988 TíTULO IV Da Organização dos Poderes CAPíTULO I Do Poder Legislativo SEÇÃO VIII Do Processo Legislativo SUBSEÇÃO 111 Das Leis Art. quando for o caso. 15 de março de 2001 S. 1° O caput do art. também de representantes das empresas e de seus empregados que prestem serviços para a empresa que as contratou. DECRETO-LEI N° 5. voltará à Casa iniciadora. de 5 de setembro de 1946. de Administração e Serviço Público. Presidente do Senado Federal. de 1° de maio de 1943. de 26 de fevereiro de 1998. . 164. Exa o Senhor Deputado Severino Cavalcanti Primei ro-Secretário Senhor Primeiro Secretário. a fim de ser submetido à revisão da Câmara dos Deputados.514. em um só turno de discussão e votação. se o rejeitar. 164 da Consolidação das leis do Trabalho.

514. LEGISLAÇÃO TRABALHISTA.SUBSECRETARIA DE ATA . de 22-12-77. ~64 da Consolidação das LCI!J do Trabalho para dispor sobre a nova composição das Comissôes Internas de Prevenção de Acidentes . independentemente de filiação sindical. 165. A PreSIdênCIa esclarece que não foi interposto o recurso.~~ Inverter ordenaçi'o de tramItações (Data ascendente) SF PLS 00183/2000 08/03/2001 SSEXP . 08/03/2001 SSEXP . A SSEXP. eles. econômico ou financeiro.514. Aprovado termlnativarnente pela CAS Câmara dos Deputados. COMISSÃO INTERNA. havendo objeção do PlenáriO proceder-a a 07/03/2001 SSCLSF .\o.CIPA e dá outras providênCias. caberá ao empregador. o prazo para interposlI.SUBSECRETARIA DE ATA .SUBSECRETARIA DE EXPEDIENTE À SSCLSF para revlsl'lo da redaçilo final.t""1arlna Silva E:rncnlCi Altera o art. À Subsecretaria de Exopedlente. § 3° O mandato dos membros eleitos da Cipa terá a duração de 1 (um) ano. PREVENÇÃO.5UB5EC. 20/02/2001 SSEXP . 20/02/2001 ATA-PLEN . ce-Presidente. R!=PRESENTANTE.SUBSECRETARIA DE EXPEDIENTE Açc:'íc. § 5° O empregador designará. de 22-12-77.. tre os seus representantes. cujo prozo encerrou-se no dia 20 últ:lrno. ALTERAÇÃO. SF CAS COMISSÃO DC ASSUNTOS SOCIAIS lndcx. vIesse à aprecIação do P/cnárto e não retificação do texto do projeto a ser enc:amonhado à Câmara dos Deputados A SSEXP.514.SUBSECRETARIA DE ATA .cação do termino do prazo de apresentação de recurso. tenha participado de menos da metade do número de reuniões da Cipa. 165 com redação dada pela LeI na 6.nto ao Ato Convocatórlo do Congresso NaCIonal (fls. publlcaçào em 21/U2/2001 no OSF paginas: 1413 ( Ver diário) 19/02/2001 SSCLSF SUBSEC. 16/17). (CIpe-). ACIDENTE DO TRABALHO. § 4° O disposto no parágrafo anterior não se aplicará ao membro suplente que. a fim de que o proJeto. de 22-12-77. de 22-12-77. MEMBRO. COORDENAÇÃO LEGISLATIVA DO SENADO Procedida a revisão dos autógrafos. 0 * § 2 com redação dada pela Lei n° 6.SUBSECRETARIA DE EXPEDIENTE recebido neste orgZio às 18: 15 hs. EMPRESA.514.ho Iniciai J clI. APROVADA A MATÉ:RIA (DECISÃO TERMINATIVA) A PreSidênCia comunica ao PlenáriO que esgotou o prazo .. SF PLS 00J.uLur SENADOR . * § 30 com redação dada pela Lei n° 6 514. REGULAMENTAÇAO. Parágrafo único.. comprovar a existência de qualquer dos motivos mencio!.~ SF PLS 001830000 Data: 20102/2001 Local: ATA-PLEN . Aprovado terrralnatlvamente peja CASo À Câmara dos Deputados À SSEXP.. de 22-2-77. 08/03/2001 SSCLSF .. técnico. Ocorrendo a despedida..PLENÁRIO SItuação: APROVADA A MATÉRIA (DECISÃO TERMINATIVA) Texto: A Presidência comunIca ao Ple. o Vi- * § 5° com redação dada pela Lei n° 6. de 22-12-77. COORDENAÇÃO LEGISLATIVA 00 SENADO Encarr\lnhado da Plenado para cO'Y'lun.514.' 3tual lJlt!rT1cl SSEXP . exclusivamente os empregados interessados.5UBSeC.SUBSECRETARIA DE EXPEDIENTE Recebido neste 6rgão dS 18:05 hs. § 2° Os representantes dos empregados. CAS MoreIra Mendes Tr"tJn)tta~ .nário que esgotau o prazo.. 27/1212000 55CLSF . ~em que tenha sIdo interposto recurso no sentido da apreciação da matéria pelo PlenáriO.PLENÁRIO Sltuaç<..PLENÁRIO É lido O Oficio nO 85/2001."":lr:áo ne~pdc. (CLT). de 22-12-77. do Sr.i!io de recurso ao presente Projeto é o À . CRITÉRIOS. COORDENAÇÃO LEGISlATIVA DO SENADO Situação: AGUARDANDO INTERPOSIÇÃO DE RECURSO Em virtude do Aditam. COORDENAÇÃO LEGISLATIVA DO SENADO Encaminhado ao PlenáriO.!ados neste artigo..SUBSEC.83/2000 de 29/06/2000 P. COMPOSIÇAO. 20/02/2001 SSEXP . 08/03/2001 SSEXP . titulares e suplentes. Art. Os titulares da representação dos empregados nas Cipa não poderão sofrer despedida arbitrária. durante o seu mandato. § 1°cam redação dada pela Lei na 6. 07/03/2001 ATA-PLEN . COMPOSIÇÃO.ManiL1 de 2001 Quinta-íetra 22 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS .:aJJzaçao . permitida uma reeleição. em caso de reclamação à Justiça do Trabalho. serão eleitos em escrutínio secreto.SUBSECRETARIA DE EXPEDIENTE À SSCLSF para revlsiio dos autógrafos.514. EMPREGADO. entendendo-se como tal a que não se fundar em motivo disciplinar. 6l. do qual participem. Mendes. anualmente. empregados elegerão. * Art.SUBSECRETARIA DE EXPEDIENTE Recebido neste órg€io ~s 9h50min.. * Parágrafo * § 40 com redação dada pela Lei n° 6. den- dentre 06369 ÚniCO com redação dada pela LeI n° 6. More". sob pena de ser condenado a reintegrar o empregado. o Presidente da Cipa e os . sem que tenha s\do It"ltorpost:o recurso no sentido da apreclaÇao da matéria pelo Plenário.

em decisão terminativa. 08/08/2000 CAS . o prazo para interposição de recurso ao presente Projeto é o seguinte: 1° dIa: 27/12/2000 Ultimo dia: 19/02/2001 19/12/2000 SGM . COORDENAÇÃO LEGISLATIVA DO SENADO Situação: AGUARDANDO LEITURA PARECER (ES) Aguardando leitura de parecer. 29/05/2000 CAS . para conferência de avulsos 09/08/2000 CAS . Março de 2001 . o Senador Ernandes Amorim e a Senadora Emilia Fernandes. 15/17). após sua publicação e dIstribuição em avulsos.SUBSECRETARIA DE ATA . 5 a 8. Á SGM. 29/06/2000 ATA-PLEN . foi aprovado. 91. 07/12/2000 CAS . onde poderá receber emendas por um período de CinCO dias úteis. em decisão terminativa. com abstenção do Senador Henrique Loyola. comunicando a aprovação do Projeto.06370 QU1lJta-felra 22 DIÁRIO DA ('ÁMARA DOS DEPUTADOS (fls. Publicação em 30/06/2000 no DSF páginas: 14172 Republicado em 13/09/2000 no DSF páginas: 18467 .12.PLENÁRIO Leitura do Parecer nO 1304/0Q-CA5 (Relator Senador Moreira Mendes). em decisão terminativa.9 a 14) 04/10/2000 CAS . À SSCOM.COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS Situação: AGUARDANDO DESIGNAÇÃO DO RELATOR À SSCLSF. É lido o Ofício 108/00. Ao PLEG com destmo à Comissão de Assuntos SociaiS.SUBSECRETARIA DE ATA . 06/09/2000 CAS . 20/09/2000 CAS .COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS Ao Senhor Senador Moreira Mendes. do Presidente da CAS. do RISF.PLENÁRIO Leitura. Publicação em 16/12/2000 no DSF páginas: 25337 .00. para que o Projeto seja apreCiado pelo Plenário. À Comissão de Assuntos SOCiais. às fls. não foram oferecidas emendas à presente matéria. §§ 30 e 50. Aberturta do prazo de 5 dIas úteIs para lnterposlção de recurso por um décimo da composição da Casa.SECRETARIA GERAL DA MESA Situação: AGUARDANDO INTERPOSIÇÃO DE RECURSO Prazo para interposição de recurso: 15 a 22/02/2001. na reunião realizada no dia 6/12/00. (fls. COORDENAÇÃO LEGISLATIVA DO SENADO AnexeI.COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS Situação: APROVADO PARECER NA COMISSÃO À SSCLSF.SUBSEC. nos termos do art.COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS Situação: APROVADO PARECER NA COMISSÃO Reunida a Comissão em 06. favorável à matéra.COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS Situação: AGUARDANDO RECEBIMENTO DE EMENDAS No prazo regimental. 19/09/2000 SSCLSF . para relatar a presente matéria.18469 ( Ver diário) 29/06/2000 PLEG . para relatar a presente matéria.COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS Situação: AGUARDANDO RECEBIMENTO DE EMENDAS Aguardando recebimento de emendas.SUBSEC.COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS Devolvido pelo Relator Senador Moreira Mendes. À Comissão de Assuntos Sociais.COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS Situação: MATÉRIA COM A RELATaRIA Ao Senador Moreira Mendes.25339 ( Ver diário) Publicação em 16/12/2000 no DSF páginas: 25413 ( Ver diário) 07/12/2000 SSCLSF . 07/12/2000 CAS . para as devidas providências. assinaram sem voto. o Projeto. cópia das págmas 18467 a 18469 do DSf de 13/09/2000. onde consta publicação do presente ProJeto. com minuta de Parecer concluindo pela aprovação do Projeto. 15/12/2000 ATA~PLEN .PROTOCOLO LEGISLATIVO Este processo contém 04 (quatro) folhas numeradas e rubricadas.

ao final. da Unita Renovada.452. . Ministro do Tribunal de Contas da União. o Abono Salarial. pela sua gente. e Fernando Luiz Colta da Silva. pela sua formação. Presidente. Elenita Torres. (Apense-se ao Projeto de Lei n° 1.998. DE 2000 (Do Sr. Mario Assad Junior) Altera o art. DE 2000 (Do Sr. de Angola.475.FAT. ERRATA (Republica-se em virtude de novo despacho do Sr. 24. Com mais carinho ainda os recebemos nesta Casa. de Angola.BA.do. Cheguei àquele Estado em 1974. o Abono Salarial. é autor do requerimento de realização desta sessão. Deputado João Melo. amigos do povo e da nação de Angola. terra que tem grande identidade com Angola.Senador Carlos Wilson.) O SR.365.HOMENAGEM Oficio n° 195 (SF) Brasília. de Administração e Serviço Público. PRESIDENTE (Nilton Capixaba) .998. Atenciosamente. nos termos do art. Imagino ser a mesma motivação para a luta do povo angolano: construir definitivamente uma nação inde- . PRESIDENTE (Nilton Capixaba) . Deputada Augusta Valentim. aprovada pelo Decreto-Lei n° 5. o Projeto de Lei do Senado n° 183. O requerimento para sua realização é de autoria dos Deputados Jaques Wagner e deste Deputa. já me considero um filho da Bahia. 54) . empresários brasileiros que aqui estão e que contribuem para a reconstrução de uma Angola livre. 15 de março de 2001 A Sua Excelência o Senhor Deputado Severino Cavalcanti Primeiro-Secretário da Câmara dos Deputados Senhor Primeiro Secretário.11) O SR. cujo sangue corre nas veias do povo brasileiro. Neste momento. Gerente Administrativo e Financeiro da Nigata Comércio Internacional Ltda. Deputado Nilton Capixaba. Deputada Joana Una. 10 da Lei n° 7. O SR.Sr. convido as Deputadas Augusta Valentim e Joana Uma e o Deputado João Melo. Primeiro-Secretário.365. de Finanças e Tributação. Ronaldo Chaer. Sem revisão do orador.Esta sessão solene destina-se a homenagear o povo angolano. nesta justa homenagem ao povo angolano.art. O SR.Finda a leitura do expediente.CIPA e dá outras providências". para dispor sobre a nova composição das Comissões Internas de Prevenção de Acidentes . filho de poloneses e nascido no Rio de Janeiro. de 1996) Leia-se: PROJETO DE LEI N° 3. 65 da Constituição Federal. de 11 de janeiro de 1990. convido todos a assistirem ao vídeo em homenagem ao povo angolano. Alberto Correia Neto. Para a admiração de alguns. que "Regula o Programa do Seguro-Desemprego. que ora preside a sessão.ManiO de 2001 OIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPU'lADOS Qutnta-leira 22 Oó3?1 IV .Concedo a palavra ao Deputado Jaques Wagner que. Embaixador de Angola e demais autoridades. institui o Fundo de Amparo ao Trabalhador . Presidente) Onde se lê: PROJETO DE LEI N° 3. do MPLA. constante dos autógrafos em anexo. Sr. de 1° de maio de 1943. e de Constituição e Justiça e de Redação (art. e dá outras providências".) . PRESIDENTE (Nilton Capixaba) . a fim de ser submetido à revisão da Câmara dos Deputados. de 2000. 164 da Consolidação das Leis do Trabalho. Para compor a Mesa. PRESIDENTE (Nilton Capixaba) . do MPLA.FAT. Uncoln Magalhães da Rocha. de Angola. 10 da Lei n° 7. levado. que "altera o caput do art. passa-se à o SR. foi com muito carinho que pensamos nesta sessão e que a preparamos. juntamente comigo. Mario Assad Junior) Altera o art. infelizmente . de 11 de janeiro de 1990. institui o Fundo de Amparo ao Trabalhador .Registro a presença dos Srs. Embaixador de Angola. Presidente da Câmara do Comércio e Indústria Brasil-Angola. por momentos difíceis que a Nação brasileira vivia de falta de liberdade. (Às Comissões de Trabalho. Encaminho a Vossa Excelência. que 'Regula o Programa do Seguro-Desemprego. Tenho de Bahia praticamente o tempo que Angola tem de independência. pela sua cultura. porque acabei adotando a Bahia -. e dá outras providências". como foi dito no filme a que acabamos de assistir. Assessora da Área de Ciências Sociais do Conselho de Defesa dos Direitos do Negro do Distrito Federal. representando o povo angolano. JAQUES WAGNER (PT . (Exibição de vídeo. felizmente.

Queremos que esta sessão motive o Governo brasileiro a intensificar as relações. ra. permitindo o encontro dos dois povos · d' d . Preside~te. fruto dessa raça miscigenada que consegue. por meio desta homenagem. hoJe. mas pensamos no amanha. uma ao lado da outra. n~o so neste m~mento. I on aplxa a on cedo a palavra ao nobre Deputado João Almeida.confesso . O jeitinho brasileiro deveria. no âmbito da comunidade internacional. Alberto Correia Neto. na verdade. militantes em A~gola aq~1 presentes. Isso demonstra a irmandade de nossos povos. o Governo brasileiro.não pesquisei e não sei se antes já se realizou nesta Casa uma sessão solene para homenagear um povo especificamente.. esse mesmo jeitinho brasileiro. senhoras e senhores. Independente. Queremo~ tam?ém que estimul~ o~ d~ls governo~ a tomaren:' Imedlat~mente a declsao bilateral de dispensar o VistO de tunsta para angolanos ~ brasileiros se visitarem.tem papel fundamental na :~cons~ruçao d~ Angola livre. estão sintonizados com esta sessão.t Por opo rt uno. Ilustr:s representantes do povo ~ngolano. Imagino que exista essa mesma criatividade. empresano. . Porém. nao posso elxar e regls rar o · d o I'MO do pu b"'t" .Cor~lIssoes tem funcionamento pleno. faz ao povo angolano. foi possível a realização desta sessão solene. intercâmbio cultural e comercial entre os dois países. O Brasil . Fazer uma sess~o solene na Camara. à frente do Congresso Nacional. governada pelo seu povo e para seu povo.de superar tantas dificuldade por que seu povo passa. Deputado J?ao.) O SR. . nome dado em homenagem ao grande líder negro da luta contra a escravatura. G uerICI ano S'erglo Iançamento.Melo. Deput~das Joana Llna e Augusta Vale~tlm. Seguramente. da Câmara dos Deputados. Viva Angola! Viva o Brasil! Um abraço a todos! (Palmas. Deputado Jaques Wagner. A identidade entre Brasil e Africa. muitas vezes. esta Presidência parabeniza V.iisso. . outros nesta Casa e o próprio Presidente da Câmara dos Deputados.~r. a ara pelo PS _e dlspora de CinCO minutos. JOAO ALMEIDA (Bloco/PSDB . por intermédio de três deputados. O SR PRESIDENTE (N'lt C . desejo muito mais do que essa singela homenagem que a Câmara dos Deputados. S~s e Srs. depois de décadas de sangrenta guerra civil. que não queria que a democracia se instalasse no Brasil. talvez chamado de jeitinho angolano . Embaixador de Angola e às S~s e Srs. do~ De~utado~ numa quarta-felr~. Ett e o convida a compor a Mesa. Tenho certeza de queyamos trabalhar na Comlssao Parlament~r Brasil-Afr!ca e nesta Cas~ para que n~ssas relaçoes se ampliem e se consol~dem. Precisamos valorizar aquilo que. nao e tarefa facll. Desejo sinceramente que. Mais do que homenagem. é tratado com desdém.não sei se há essa cunha naquele país . às vezes.BA. o intercâmbio comerci~1 com Angola. assim como da obstinação e persistência de Sérgio Guerra. ser chamado de grande criatividade brasileira. b) _ C _ .s brasileiros. é o ideal de fraternidade entre as nações. devemos manifestar o apoio e o regozijo da Nação brasileira. Isto foi o que me fez ir para a Bahia. Gostaria de dizer ao Sr. . a Câmara dos Deputados e empresários que já contribuem com a reconstrução de Angola sintam-se estimulados a ampliar os laços de amizade. voluntariamente ou como empresários. socialmente justa. O acontecimento se dará no Espaço Cultural Zumbi dos Palmares. Quando o processo de paz parece caminhar. entre Brasil e Angola está send~ en!oca?a nesta sessão. Nao se assustem as deputadas e os deputados angolanos e o Embaixador de Angola com o número de presenças. S~m revis~o do orador. encontrar saídas que os livros não oferecem. Representa uma quebra do protocolo que tem tudo a ver com o povo brasileiro e o povo angolano.Sr. Trans~l. Além <.Sr. um apaixonado por Angola.06372 QUlllta-fena 22 D IÁRlü DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 pendente. que f ( . imbuído de um profundo sentimento de solidariedade humana. luta por meio da qual. Deputado Nllton Capixaba. como brasileiro e baiano. na Angola.s . Esta sessão é um pouco diferente das outras.to meu f?rte abraço ao povo angolano. meu amigo pessoal. Ilustres representantes de entidades ligadas ao Movimento Negro. sou membro da Comissão Parlament~r Brasil-Africa. quando a. já contribuem para a reconstrução do País. que nos traz hoje a esta tribuna para participar desta sessão solene em homenagem ao povo de Angola. Deputados. do nosso cerimonial hastear duas bandeiras. Deputados angolanos que não faz parte O SR. por Intermedlo ~os tres de~utados angolanos nesta Casa e do Exm Sr. DB'" . fugindo da ditadura militar. que os receberá hoje à tarde. queremos que esta sessão seja um estímulo àqueles que em terra ango(ana. democratlca e Justa socialmente.) . PRESIDENTE (Nilton Capixaba) . Ilustre Emb~l~ador d~ ~ngola. Esta sessão foi pensada com muito carinho porque . cujos representantes diplomáticos e militares vêm colaborando nas negociações de paz em Angola. Embaixador da An~ol~.

Não será exagero afirmar. As negociações do atual governo angolano com a Unita prometem evoluir. doentes e famintos. Pela primeira vez. O confronto com as tropas rebe~d:s da Un~ta desencad~o~ um processo de destrulçao que nao. os guernlh~lros d~ Unlta dominam a produçao de dladmantes. tanto em função da comum colonização portuguesa. ~nquanto. destlllados baslca~ente ao fln~ncl~~ento d~quele qu~ se tornou o maiS longo conflito CIVil dO. que já fez mais de um milhão de mortos e mais de 3 milhões de refugia.v~tlma das maIs contu~~entes mamfestaçoes de barbane de que se te~ notiCia. . vivencia. cobre: petro~eo e gas n~tu~al.envergonha se o confrontamos com a . recentemente aprovada pela Assembléia Nacional. nem. sendo que a taxa de mortalidade infantil.o gove~no controla o_petrol~o. e da Lei de Anistia. fosfato. volta-se a ter esperança com o programa da Comissão Intersetorial para a Paz e a Reconciliação. que vêm transformando Angola em um país de mutilados. Angola transformou-se. a segunda maior do mundo. ~o~rendo ~e inanição em filas ~nte~mináveis de dlstnbulçao de al. . relativamente ao respeito aos direitos humanos em qualquer parte do globo. A ausência de saneamento vem aumentando enormemente o alcance das epidemias. que somos seus devedores históricos.5 milhões de pessoas devem ser infectadas por doenças raras ou até então erradicadas. antes dos cinco anos. De acordo com os dados produzidos pela Associação Humanitária Médicos sem Fronteiras.laneta.porem. ainda. ~ngola ~em sendo . tal como proposto pelo Governo português após a Revolução dos Cravos. 76% da população não têm acesso aos serviços de saúde e 69% não encontram água potável./mento~. e também pela AIDS. buscando comida por qualquer ~ei~. ambiciosos em relação à paz e à prosperidade que desejamos para o futuro de sua tão sofrida população. As notícias que se tem são de que a população civil se tornou o alvo dos combates. Todos esse~ recursos. Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) e União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA) _ deram início à violenta guerra civil. e~~ontrou limites. do Pais e~ nome do MPLA. missão especial da ONU esteve em Angola para avaliar a extensão do drama dos refugiados e a capacidade de suas agências de operar no país. ciosos de nossas responsabilidades passadas. Esse cenário. dos em todo o Pais. criado pelo Govemo angolano na seqüência dos acordos de Bicesse e Lukasa. promoveu-se uma grande manifestação popular. em apoio à iniciativa do governo de dar início à reconstrução nacional. 4. Segundo as previsões mais recentes. em palco de um cruel e assustador espetáculo: o mundo se choca diante das imagens de milhares de civis inocentes. como diamante.s desperdIçados.c?ntlnente afncano~ sem qualquer retorno ou benefiCIO pa!a êl populaç~o. o Brasil um sentimento de particular irmandade em relação a Angola. os números da fome seguem estrondosos: a expectativa de vida atualmente é de 45 anos. Terras agricultáveis estão interditadas em função de minas terrestres ainda ativadas. Luanda. É assim que se anuncia uma nova oportunidade para Angola. para uma composição de forças em torno da união nacional. na de~en~enc/a do socorro prestado por entidades IIlternaClonalS. . Em muitas das cidades não há absolutamente o que comer. A descoberta de novas Jazidas de petróleo no Iitoral angolano trouxe novo otimismo ao país. qu~ndo o governo sO~lallsta de Agostinho Neto assumiu o control~. pois. representa o Qumta-tclra 22 06373 óbito de uma criança em cada três. quanto em função do grande contingente de angolanos que contribuiu para a formação do povo brasileiro. est~o sendo ha d~cada. Sr. desenvolvido e consumado em plena Guerra Fria dilacerou-se na luta entre as tendências ideológic~s que buscavam o poder no País.mesmo na onda de fome e mlsena que assolou o Pais. prometendo destinar 250 milhões de dólares para colaborar na tarefa monumental de reassentar as populações deslocadas. Presidente. Fracassada a tentativa de estabelecer um governo de transição. Depois de décadas de um dos mais dolorosos conflitos armados do mundo contemporâneo. como pelagra e doença do sono. estando hoje abandonada à própria sorte. Angola e um pais nco. o processo de independência de Angola. as três facções rivais _ Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA). Enquanto isso. principalmente meningite e cólera. a reunir 6 mil pessoas nas ruas da capital. Como se sabe.Março de 2001 DIÁRIO DA ('ÀMARA DOS DEPUTADOS Não bastasse o senso de responsabilidade. ~esde nove~bro de 1975. . a despeito do passado recente. assim. tem algumas das maiores reservas mine~ais do p. . Também as Nações Unidas se empenham em facilitar o processo: há poucos dias. cUJatrecelta reverte totalmente para a compra e armamen os. durante a abominável prática da escravidão.ealrda~e ?a nqueza de Angola. torna-se ainda mais cruel e aind~ mais nos . por meio do que parece ser uma real conjunção de esforços rumo à paz.

REGINALDO GERMANO (Bloco/PFL BA. pois. As empresas baianas têm tido uma possibilidade. que certamente será brilhante. em plano internacional. para pregar o Evangelho.Tem a palavra o próximo orador. tem prestado a Angola uma valiosa colaboração e apoio. tendo em vista o atual cenário político-militar e as reformas macroeconômicas ora empreendidas por Angola e que projetam um cenário de maior confiança e segurança para atuação da iniciativa privada. (Palmas. Sl""s e Srs. assim como eu. cultural e econômico. Presidente. quero aproveitar esta homenagem a Angola por uma razão especial. pelo PFL. que também tenho razão de ordem pessoal. O SR. Embaixador da Angola Alberto Correia Neto. que também se constituem. Há nove anos. Se V.Antes de conceder a palavra ao próximo orador. assim. Presidente. Uma agenda que identifique oportunidades de negócios para atuação da iniciativa priva- Março de 2001 da. Ouvi os discursos dos Deputados Jaques Wagner e João Almeida e. a presença da Bahia tem sido marcante. Mauro Benevides .06374 Quinta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Espera-se. de campanhas de saúde no combate a endemias e na prevenção e tratamento do HIV/SIDA. O Sr. também. Deputado Jaques Wagner. Exmo Sr. senhoras e senhores. PRESIDENTE (Nilton Capixaba) . apoiada pelos governos. quero registrar a presença do Ministro Pedro Mota. pois que são os mais elevados valores da humanidade que estão sendo solapados em função da disputa pelo poder. Viveu lá uns quatro anos e hoje vive em Moçambique. Deputados. Penso. Exa tem muitas razões. Uma agenda que contemple ações mais efetivas no âmbito das instituições internacionais. têm realizado negócios com aquele país. a partir do que se poderá investir na recuperação da economia angolana e em condições dignas e humanitárias para toda a população. Como bem destacou o baiano polaco Jaques Wagner. Deve incluir. de forma indireta. assim.Sr. Exma SF Deputada Augusta Valentim. Sem revisão do orador. manifesta-se. em mensagem de solidariedade e esperança. o teor da homenagem que esta Casa rende hoje ao povo angolano. que temos particularmente com aquele país. no reconhecimento de que. Deputado João Melo. casado com uma moçambicana. Chefe do Departamento de África e Oriente Próximo do Ministério das Relações Exteriores. a generosidade e a interpretação flexível do Regimento pelo nosso Presidente Nilton Capixaba. saiu do Rio de Janeiro e aportou na Bahia para que pudéssemos. em que constato estar presente o Embaixador e outras figuras preeminentes da representação angolana neste País. em partidos diferentes mas com idéias semelhantes. Presidente. Ouço com prazer o aparte do nobre Deputado Mauro Benevides. V. um irmão mais novo foi viver em Angola para pregar a palavra de Deus. contando com a complacência. permita-me deslustrar o discurso de V. Sr. Exa. diria a V. Uma agenda que valorize a nossa base comum da língua portuguesa. SI"" Deputada Joana Una. que o nosso decidido apoio e empenho na construção dessa agenda seja a melhor forma de prestar efetiva homenagem aos irmãos d'Angola. PRESIDENTE (Nilton Capixaba) . em significativa ajuda ao povo angolano na busca de superação das suas dificuldades. nobre Deputado Reginaldo Germano. tão útil a programas de colaboração nas áreas de ensino formal. são tão largos os horizontes de cooperação possíveis entre Brasil e Angola e ainda tão grande o legado cultural aqui deixado por quase 3 miIhões de angolanos para aqui trazidos como escravos na época colonial que acredito podemos e devemos construir uma agenda de futuro muito mais ampla e ambiciosa para o nosso intercâmbio político. Muito obrigado. mesmo submetendo até ao risco de vida os seus representantes. podemos dizer assim. sou obrigado a invocar neste instante uma motivação de natureza histórica para que eu também intervenha no seu pronunciamento. O SR. No entanto.) O SR. o nosso País. uma grande facilidade no intercâmbio comercial com a Angola. sem dúvida. de políticas públicas que por aqui já alcançaram sucesso. Angola vem resistindo em situação indigna da civilização. Sr. não por outra razão senão por aquela da identidade cultural e de raça. que. histórica e de natureza sentimental para interferir diante do .Com a concordância do Presidente Nilton Capixaba. tenho uma razão especial para falar de Angola. Exa diz que tem razões sobradas para se ocupar desta homenagem a Angola. Portanto. a reiteração de responsabilidades. visando ao cumprimento das decisões das Nações Unidas e ao fechamento dos canais de contrabando de armas e diamantes que nutrem o terrorismo. Exa . diretamente pelas suas instituições públicas e governos. como refém de um conflito ideológico sem limites. Deputado Nilton Capixaba. Deputado Reginaldo Germano. pela cessação definitiva dos conflitos e pela desativação das minas. Algumas corporações privadas brasileiras. neste instante.) . lutar em prol da sociedade. cuja história tem sido exemplo de um sofrimento tão absurdo quanto brutal.

está aqui neste instante. E muito bom saber que S. adere ao longo do processo de descolonização ao qual estavam englobadas colôn!as européias da África e da Ásia.ONU . A exemplo disso. econômico e político. para que ele possa ser sempre reverenciado. que presidiu o Senado Federal e que hoje ocupa uma cadeira na Câmara dos Deputados. A Independência de Gana. mais precisamente na Bacia do Congo. chegando-se ao ponto de comercializar seres humanos como escravos para abastecer o tão sonhado comércio triangular. Nas colônias anglófonas surgem várias lideranças e personalidades marcantes. ao Sul.parte integrante do que se denominava África portuguesa -. com o Zimbabwe.Capital de Gana -. Foram muitos os eventos realizados fora e dentro do continente africano no sentido de ampliar as discussões sobre o processo de descolonização e. os quimbundos. que. realizada na Indonésia. marca o início da libertação dos países da chamada África Negra. com a Namíbia. Em reverência ao povo tombado no Massacre de Sharpeville. a data de hoje. em 1961.Capital da Libéria . onde os países afro-asiáticos autodenominaram-se parte integrante do chamado Terceiro Mundo. procura honrar os seus ancestrais. foi instituída pela Organização das Nações Unidas . senhoras e senhores.Agradeço ao Deputado Mauro Benevides a ex~elente manifestação em favor do povo angolano. por meio do então conhecido Plano Marshall. originário da comunidade negra. seu destino histórico. Entretanto.como ponto de partida para uma luta internacional de combate ao racismo no mundo contemporâneo. A colonização de Angola foi um projeto português que se concretizou a partir do século XV. Este espírito. divide suas fronteiras com a República Democrática do Congo. em 1957. É a partir daí que se inicia a fixação dos portugueses em solo angolano. No entanto. sabendo que um Deputado de nome Mauro Benevides aparteia V. entre os quais se destacam. que deu ao povo angoiano a oportunidade de crescer e de se desenvolver dentro de um clima de liberdade. Casablanca. permaneceu por décadas à frente das mais variadas lutas. Angola. 21 de março. Culturalmente. tais como a de Acra . com o advento da Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Os países participantes dessa histórica Conferência proclamaram o compromisso pela libertação dos países dependentes. na década de 1970. sobretudo. Dessas relações ditas "amistosas". No caso de Angola. ao Leste. Como Parlamentar e homem público. como uma feitoria da Coroa Portuguesa. E vou dizer-lhe o porquê: na linha de ancestralidade da minha família.Estados Unidos da América e Europa . REGINALDO GERMANO . em 1958. vem resistindo às barbáries e às dificuldades impostas por uma infanticida e intolerável guerra civil. historicamente marcou-se o início do processo de descolonização. creio ser oportuno nesta data falar sobre a histórica luta de um povo irmão. erguida no século XV. e logo tornou-se a colônia portuguesa mais rica da África. percuciente e lúcido.e da extinta União Soviética. Capital de Angola. em clara evidência de contrariedade aos intaresses do Ocidente . O nobre representante angolano. não podemos deixar de lembrar que o nefasto sistema do apartheid foi um dos principais pilares da política internacional de financiamento na guerra civil em Angola. perceberá por que um Benevides. em um passado longínquo. destaca-se Agostinho Neto. Hoje há uma herma de Salvador Correia de Sá e Benevides em uma das principais praças da capital angolana. Angola está representada por dezenas de grupos étnicos. o mais distinguido dos meus parentes. percebe-se que os colonizadores foram além do comércio puro e simples com os nativos do reino do Congo. ao Norte. Exa . cito a Conferência de Bandung. em número de integrantes. Exa. ao povo aguerrido de Angola. com seu status de colônia portuguesa na África . chamado de Espírito de Bandung. nobre Deputado. foi exatamente Salvador Correia de Sá e Benevides. A década de 50 é considerada a década da libertação da África. colocando a Europa Ocidental em uma situação política e econômica muito fragilizada e dependente dos Estados Unidos da América. o libertador de Angola.Março de 200l DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS eminente Embaixador. Podemos citar inúmeras conferências ocorridas. qui- Quinta-feira 22 OÓ375 congos e umbundos. região onde se situa a cidade de Luanda. o mais ilustre. Monróvia . hoje África Subsaariana. Angola. Dia Internacional para Eliminação da Discriminação Racial. ao longo de sua independência. objetivando estabelecer um fluxo comercial com os povos nativos daquela região. acompanhando a seqüência dos movimentos de libertação nacional. O SR. por meio das gerações. optando pelo socialismo e pelo neutraIismo. Muito obrigado. com bastante emoção. com o seu raciocínio rápido. país africano situado na África Austral. como o homem que contribuiu significativamente para dar liberdade ao povo angolano. Refiro-me. na África do Sul.

Vitimado por câncer.. tinham de assumir uma posição política entre ambos. Angola. Moçambique. . mas de toda a comunidade internacional acerca do não-incentivo e da intervenção por parte dos países desenvolvidos. 1975-1976 . aos EUA e declarar hostilidade à URSS. ergUia-se tambem um muro de SilenCIO nos ·d t· t d I· . 1998 . Angola se insere na economia de mercado. tanto entre as forças coloniais e os três momentos de libertação. Agostinho Neto.06376 Quinta-feIra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 200\ -. Frente de Libertação de Moçambique . 1992 1994 G t · . veemente~ente. É nesse clima político que surgem os movimentos de Iibertação de Angola. participaram trinta países africanos independentes.PAIGC . em Moscou. ou seja. ou aliar-se São muitos os questionamentos não só do povo angolano. meios OCI en ais em orno as questoes co OnlalS portuguesas sobre maus tratos dispensados aos nativos das colônias. Com o advento da sua morte.MPLA e a força armada de oposlçao que ainda persiste . apoiando todas as forças que visavam ao desmantelamento daquele regime. Com a criação da Org~nizaçã? da Unidade Africana. . ~Iante d~ todo o pro:esso Iibertário ~~e o. de caráter supranacional. " . Preocupada com os novos arranjos do pós-Guerra Fria. Cabo Verde. Lançado em 1958. As cinco guerras ocorridas pela independência política em Angola.G uerra cont . Todavia. morre. Contudo. Guiné Bissau e São Tomé e Príncipe respectivamente..MPLA _.e Movimento de Libertação de São Tomé & Príncipe . Angola começa a mudar o seu percurso histórico a partir de 4 de fevereiro de 1961.Guerra dos Três Movimentos contra o Colonialismo Português. Os próprios angolanos concluíram que a única explicação plausível para a não-intervenção do Ocidente no conflito é o fato da manutenção de seus interesses econômicos na região. teve como principai expoente o líder revolucionário Antônio Agostinho Neto. t uerra con ra o Inimigo In erno (UNITA). a partir de 1993. cujos marcos que as separaram foram momentos de relativa estabilidade política e econômica. Partido Africano para a Libertação da Guiné e Cabo Verde . . o IIder da UNITA Jonas Savlmbl. Isso significou que a luta pela independência política nas colônias estava condicionada a uma tomada de partido pela bipolaridade política entre os EUA e a URSS.. essa situação em que estavam inseridos os movimentos de Iibertação nacional condicionou-se ao dilema: aliar-se à URSS e declarar hostilidade aos EUA. estabelecendo o acordo de relações diplomáticas com os Estados Unidos. a !a~TlI~er~da e Intolerante guerra c~ntra o maior inimigo Int~rn~ do povo angolano.A~e os nossos dias persiste ainda. O Movimento Popular de Libertação de Angola foi a primeira manifestação angolana anticolonialista organizada na história contemporânea. em 10 de setembro de 1979. . Este fato é simbolizado até hoje como o ponto de partida da luta armada organizada em Angola contra o domínio colonial português. .. considerado pelo povo angolano como o condutor imortal da luta pela independência. pôde experimentar a erra- . . e os confrontos mais recentes entre as forças governistas . estão assim cronologicamente divididas: 1961-1975 . Observe-se que esses períodos demarcados levaram em conta os momentos de auge dos confrontos armados. quando um grupo de militantes do Movimento Popular de Libertação de Angola iniciou a luta pela libertação de prisioneiros políticos que se opuseram à administração colonial portuguesa.a UNITA. a exemplo do trabalho forçado. José Eduardo Santos assume a presidência do país. Angola passa para uma nova fase na sua história contemporânea. alem de condenar. Dessa forma.Guerra pela libertação do país do domínio português e a vitória' final do MPLA sobre a FNLA e afastamento da UNrTA para o centro-sul de Angola· 19'85-1988 . Nesse ato.FELlMO -. por unanimidade. criar a Organização da Unidade Africana. onde seus participantes decidiram. definiu-se uma ~~va Africa. quanto os confrontos entre os três movimentos entre si. a polltlca segregacionista do apartheid na Africa do Sul. não havia escolha. Movimento Popular de Libertação de Angola .ML8TP.Capital da Etiópia -. Faz-se necessário levar em conta que todo e qualquer povo colonizado no pós-guerra e no decorrer das décadas de 50 e 60 não poderia decidir o seu destino sem antes prestar atenção à evolução de forças políticas externas. A Organização da Unidade Africana.rEPresent~das pelo. em 1961 e de Adis Abeba .corria na Afnca. foi resultado desses eventos e teve como objetivo promover a unidade e a solidariedade dos estados africanos e eliminar todas as formas de colonialismo na África. para pôr fim a essa guerra que já dura quarenta anos. no seu pouco período histórico de estabilidade política. ra o'inimIgo Interno (UNITA).

Estas últimas.jf(iO de lO!)l Quinta-tcira 22 06377 Foi o que ocorreu em Goa e Damão. Brasil e as demais calônias da Africa formaram uma comunidade atlântica multissecular. Ouço. com alma. ELCIONE BARBALHO (PMDB . tanto no enriquecimento do vocabulário como na musicalidade da pronúncia. não posso fazê-lo.Concedo a palavra à Deputada Elcione Barbalho. com o povo de Angola. Exmo. que até hoje por aqui permanecem e florescem. Presidente Deputado Nilton Capixaba. lingüística e culinária. S. PRESIDENTE (Nilton Capixaba) . Embaixador Alberto Correia Neto. e Srs. do racismo e do analfabetismo. com força de vontade. Minha descendência é africana e nunca poderei deixar de reconhecer isso. social. com espírito. em especial no ensejo das comemorações de seus 500 anos. Deputadas Joana Una. que durou séculos e esteve mesmo acima das relações entre as colônias e Portugal. (Palmas. São Tomé e Príncipe. na verdade. Moçambique. poIitico e econômico foram desmantelados em razão do desvio de recursos destinados à área social para o setor bélico. manteve estreitos laços com a metrópole portuguesa. Essa influência se reflete. . junto conosco. o que mais nos chama a atenção é a vontade de liberdade que resiste no íntimo. porém. ter-se originado do encontro entre nossas culturas. brasileiros. nos relacionamos com os povos da África por meio de estreitos laços históricos e. E nós. Eu me sinto um angolano. todos esses ganhos social. demais companheiros presentes. cujos reflexos se fazem sentir até hoje. de outro. perseguido e injustiçado como um país que pode produzir. cultural e político. mostrando-se ao mundo.M. embora livre. negros do mundo inteiro. Assim poderemos mostrar ao mundo que Angola é um país que também o integra. servindo como entreposto comercial ao tempo do mercantilismo. Sras. na América e na Ásia. Augusta Valentim. com sabedoria.Exa. Portugal as tinha na África. mas não menos importante. É do conhecimento público também a considerável influência em nossa alimentação. a partir do momento em que os países desenvolvidos se voltarem para Angola e olharem para aquele país sofrido. con~luíram que Angola. nesta sessão solene. Todos conhecemos o verdadeiro sincretismo religioso que aqui se desenvolveu. pelo PMDB. dispõe de cinco minutos na tribuna. Guiné Bissau. Além de expressar meu lamento pelo fato de que até DIÁRl<) DA ('ÀMARA DOS DEPlfTADOS dicação da pobreza e das doenças. Isto porque nós. Acredito fielmente que. orgulho-me de dizer que somos todos co-irmãos. Sr. Angola caminhará com seus próprios pés e poderá criar. ao tempo das colônias européias. a vontade de ser uma nação próspera. com prazer. As relações entre nosso País. via África. Fruto de corajosas viagens de redescobertas do Novo Mundo. assim. aquele povo irmão continua resistindo e mantendo viva a esperança e a chama de conseguir a paz nacional e. Porém.) . em especial a primeira. mais recentemente. senão na perspectiva da solidariedade. que. trouxe-nos grandes influências daquelas culturas. Deputado João Melo. Na África. Até mesmo politicamente. creio que cessam por aqui os motivos de orgulho e regozijo nesta data.Sr. Ao apresentar minha saudação ao povo angolano. o Deputado José Lourenço. o feijão com arroz. senhoras e senhores. portanto. a começar dos condimentos que tanto a enriqueceram e a conc1uir pelo fato de o prato principal do nosso povo. Mas. O que é menos conhecido. Parlamentares. Os historiadores que repensaram o Brasil. bravas companheiras. Foi substancial a influência no idioma português. e Macau. a vontade de ser livre. a situação foi bastante diversa. na China. crescer e produzir. da miscigenação entre o catolicismo do branco e as religiões anímicas da África. tudo isso é sabido por aqueles que se iniciaram nos meandros da história das colônias em geral e da história do Brasil em particular.) O SR. entre tantas outras. na alma do povo angolano. Sras. devemos mostrar a todos que também temos capacidade de fazê-lo não com armas. na índia. Afinal. eram pequenos enclaves no território asiático. acabaram por perecer como colônias. mas com inteligência. de um lado.PA Sem revisão da oradora. nas dimensões religiosa. nossa homenagem ao povo angoIano terá um caráter predominantemente sentimental. formam um formidável patrimônio culturallusitano de além-mar. retomar o processo de crescimento e desenvolvimento econômico. por exempio. No Oriente a honrosa exceção é o Timor. Cinco países irmãos de alma entre si e do Brasil. Como brasileira. Isso deu frutos. ante a existência da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa a que o Brasil e a Angola pertencem. que pode deixar de ser uma pendência para os países em desenvolvimento. A SRA. Apesar de tudo e de todas essas formas de barbárie. diante do imenso sofrimento a que este povo irmão já foi submetido no passado e ainda continua sendo no dia de hoje. e as colônias de Angola. em especial. Senhoras e senhores. Cabo Verde. é a estreita relação intercolonial Brasil-África.

um dos organizadores deste evento juntamente com os Deputados Nilton Capixaba e Paulo Rocha. em 11 de novembro de 1975.06378 Qumta-telra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS no século XIX a Colônia do Sudeste Africano teve a sua população escravizada e traída para as lavouras e minas brasileiras.MG.) O SR. Deputado Jaques Wagner. Não estamos sendo sensíveis a ponto de ouvir o desesperado pedido de socorro de um povo vitimado pela tragédia e pela desgraça. . e nesta justa homenagem a um povo a quem nós. E não posso também mencionar esse martírio sem admitir que não temos reconhecido nossas responsabilidades perante tal quadro e situação.Concedo a palavra ao próximo orador. com as nações pertencentes à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. o Sr. Parabenizo aqueles que. é com alegria e honra que falo em nome do Partido dos Trabalhadores nesta data de reflexão: Dia Internacional de Combate ao Racismo. Que. Entristeço-me também porque hoje este povo sofre com a disputa entre as forças do Governo e os rebeldes da União Nacional para a Independência Tatal da Angola . elaboram e executam seus projetos de ajuda ao povo angolano. a adoção de medidas concretas de ajuda e socorro ao povo irmão. Se não bastasse o flagelo da guerra em si. também a fome assola a população. Nilton Capixaba. Cabe-nos. PRESIDENTE (Jaques Wagner) .Associação Evangélica Beneficente Pró-África -. a despeito da falta de apoio oficial e mesmo em meio aos perigos que a situação política do país apresenta. movidos pela solidariedade. Com algumas unidades já em funcionamento. como pelo compartilhamento de uma dor e de uma situação tão crítica. para presidir a sessão. Quisera ter ao alcance de minhas mãos a possibilidade de fazer algo concreto a favor deste povo e com a urgência que se requer. GILMAR MACHADO (PT . a tomarmos medidas efetivas a favor desta nação irmã. Descrever situação tão desoladora incomoda-me. mas aguardando firmemente a esperança de dias melhores. no despertar de um novo tempo para o povo de Angola.) . no dia de hoje. as ações práticas de nosso País a favor de Angola revelam que ainda não conseguimos compreender a gravidade e a profundidade de seus conflitos. colegas Parlamentares. em especial meus colegas da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional. absolutamente consciente do momento especialmente difícil. desde a independência do país. bem como o Governo Federal. Angola está presente no nosso idioma. O SR. PRESIDENTE (Nilton Capixaba) . possa se iniciar uma era de paz e prosperidade em um caminho de proximidade mútua com nosso País. que sempre reafirma a prioridade no relacionamento de nosso País com a comunidade africana e. Longe do discurso diplomático oficial. Março de 2001 Encerro minha homenagem ao sofrido povo de Angola. antes de mais nada. 2° Secretário. em particular.Convido o autor do requerimento de realização desta homenagem. brasileiros. simplesmente discursar exaltando as relações históricas do nosso País com Angola. Admiro organizações como a AEBA . deixa a cadeira da presidência. Sem revisão do orador. utilizando-se da estrutura das igrejas. Saúdo todo o povo angolano. conclamando todos os Parlamentares. Deputado Jaques Wagner. Jaques Wagner. um pedido de desculpas por esta inadmissível omissão. afirmei no princípio que nossa homenagem tem caráter eminentemente sentimental.UN ITA. Deputado Gilmar Machado. deu à Angola o amargo título de pior país para uma criança viver. o Fundo das Nações Unidas para a Infância UNICEF. (Palmas. Meu desejo mais íntimo é que esta verdadeira guerra civil acabe. mas para além disso. que já resultou no contingente de 1 milhão 700 mil refugiados e quase 800 mil mortos. Com efeito. Muito obrigada. que é ocupada pelo Sr. Por isso. Não me posso permitir. Como resultado deste cenário desolador. que tanto se inspirou nas línguas do tronco banto. deixando de mencionar o martírio daquele povo.Sr. tanto pelos laços históricos e culturais. devemos muito. Angola é uma das nações a quem o País mais deve. Exemplos como esse contrastam-se com a inércia do Estado brasileiro em relação a essa tragédia. Presidente. que sofre com as cerca de 30 milhões de minas terrestres plantadas por todo o país. § 2° do artigo 18 do Regimento Interno. por meio do Ministério das Relações Exteriores. que desenvolve hoje em Angola um projeto que objetiva a criação de núcleos escolares de alfabetização. atendem até 2 mil 500 crianças em cada uma delas. O SR. que já deixaram 1 milhão 200 mil pessoas mutiladas. e assim faço minha oração. pelo PI.

Deus tem reservado dias de.e Angoiano tem demonstrado ser lutador. Foram eles que. seus .Exa. No entanto. tendo uma Vida mais digna e fehz. gostana. a fim d~ se II1stalar em Angola a paz.Nob~e Deputado Gllmar Contudo apesar dos fortes laços históricos e Machado. tor~em a s~ reumr p~ra discutir um governo de africano. O ancomo disse. Nos. que trabalha ha m~ltos ~nos em Ango~a em . Cost~ Ferreira . Além ~ prospendade p~r~ ~odos os ango~anos. A I G a V. mação desta grande Nação. que é um pouco angolano.com os. afinal tem sabido resistir aos árduos anos de guerra civIl. está preAlmejamos a vitória daqueles que querem de fato construir uma Angola mais forte. fellcld~de tatorial e conservador que vivemos no Brasil. quer o ~ove. harmonicamente nosso famoso sincretismo. ~am s~r superados e haja e feliCidade para todos. Não basta apenas sermos parceiros.sslm como o sao os trabalhos concretos de açao soAngola. E que. Todos lá vêm desenvolvendo grande trabalho Ito obngado pelo aparte. Parabéns a todo povo angolano.Exa. o povo brasileiro.) o aparte e o incorporo ao meu pronunciamento.) 3 . As oraçoes sao fundam~mtals não se empenhar em apoiar mais decididamente a. nas. ~omens e te além de resistir a esse conflito o Governo de mulheres. . de aproximação. quando lembralros. Lembro-me da ~oss~ quenda mlSSlonana próxima de cumprir seu destino glorioso de grande nação africana e mundial. Recebam. parabéns às vez mais a resistência da UNITA.ha~ltantes. . o abraço do povo brasileiro. o mais breve posslvel. braslledisso. quimbundos. temos certeza de que começa a diminuir cada agora.?ndades angolanas. quer a Opocontribuição e visão em relação à nossa política de soberania nacional e da nossa relação com o povo SIÇ~O. dança e música. (Palmas. Esperamos dele ações afirmativas e obmens e mulheres dos diversos grupos étnicos angolajetivas de solidariedade. que vieram para cá na indigna e cruel condição de esOuço com prazer o nobre Deputado Costa Fercravos.ut. Sr. remos agir a fim de estabelecermos parcerias concrePa~abens ao povo angolano e aos braSileiros. como a Dra. suor.Março (Ie 2001 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS Quinta-feIra 22 06379 está presente em nossas religiões. saberá dar a resposta adequada ajudando a construir elal que venhamos a desenvolver.' . angolano! Levem o nosso abraço. e agir por ~Ie... deram contribuição decisiva para a for. o Braanalfabetismo e com um bom atendimento na área da saúde. Trabalhamos exatamente nesse sentido. possamos comemorar mais do que Zaire. Felizmengola Ja o e . o Brasil talvez deva mais aos hono brasileiro. um POu?O angolanos. pos~'. Esperamos contribuir para nos . ~sclarece-Ios a fln: de ue tr~bé:lo Governo brasileiro foi o primeiro a reconhecer a inIhem cada vez mais por aquela na~ao tao ~~fnda! dependência de Angola. ond~ t?dos os traumas posme contribuição na embaixada brasileira. E. vemo brasileiro deu a devida importância às nossas Parlamentares ~ngolanos m~ulto su~esso. mesmo durante o regime diCom cert~za.. . Presidente. mento. tas e objetivas para ajudar esse povo que luta. nosso reconheciO SR.Agradeço a V. sem problemas de sente também na nossa culinária. o aparte que me concede e de desejar aos cu Iturals que nos unem a ngo a. Oramos.rno. Que De~s relações bilaterais.: povo. no homenagens.p0vo~ ~as ~~ dades. para que de fato a guerra civil possa ser Muito obrigado. sem dúvida. Que~ de fato. possam orgulhar-se mais. Uma nova divisão autoridades presentes que representam aqui o povo dentro dela possibilitará um processo de diálogo cada vez maior.ovimbundos. mas e vidas. quiquongos etc. próximas Com a recente derrota do ditador Mobutu. que as mos do saudoso Embaixador ítalo Zappa. com sua a. a cada dia. GILMAR MACHADO . com seu sangue. que formaram superada e a solidariedade venha a ser vitoriosa. Como Concluo. da qual A~gola vem apresentando novas pro'postas. a Temos de ressaltar figuras que têm dado enorprospendade e a alegn~. lágrireira. de agr~decer ' ' . unlao n~clonal. mas acima de tudo q u e . Não fosse pelas culturas originárias de Angola. preocuO povo angolano saberá resistir a essas difieulpo~me nao apenas em orar por esse . O Sr. Esperamos que esse diálogo seja cada vez mais intenso. parceiros solidários. poucas vezes o 0. Apesar disso. se o Governo brasileiro Ana Alzlra. que Angola cresça cada vez mais. pois. estamos solldanos co~ o sofnmento?o povo angola~o e esperamos. Angola está perto da reconciliação e da paz. Esperamos contar com a presença do Goversil seria. temos de dizer que possa. nesta oportumdade. temos de falar na diplomacia. MuIrene. evangéli~o.l0s ~er constrUlda uma gra~de naçao .favor de se. membro de uma igreja batista. em especial com o povo angolano. (Palmas. mais pobre e triste. Somos essa nação irmã.

enquanto o Brasil perde com o afundamento da maior plataforma de extração de Petróleo do mundo . Se é com os países ricos que obtemos déficits permanentes na balança comercial. Convido o Deputado João Almeida. . Desde 1995. com a assinatura do Memorando de Entendimento entre nossos países. Certamente. inclusive com petróleo. Sra. Deputados João Melo e Augusta Valentim. Angola detém a segunda maior fronteira marítima com o Atlântico e possui riquezas naturais das mais cobiçadas em todo o planeta. reorientar a política nacional de relações exteriores. Unidos pela língua portuguesa e pelos valores culturais da raça negra. Sem revisão do orador. que devemos fortalecer nossas relações comerciais como parceiros do hemisfério sul. NILTON CAPIXABA (Bloco/PTB . para presidir a sessão por alguns instantes. é que devemos voltar nossas atenções para a ampliação de relações bilaterais com Angola. buscamos uma aproximação econômica. com a iminente crise na Argentina. A diplomacia brasileira também trabalhou para que os Estados Unidos da América reconhecessem o Estado Angolano em 1993. obrigados a dizer ao mundo que prestaremos maior assistência à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. um povo que responde com sorrisos aos sofrimentos impostos pela guerra nos últimos quarenta anos. Exma. com tantos atributos naturais. É nessa conjuntura internacional. O Brasil foi o primeiro País a reconhecer o novo Estado independente de Angola. Jaques Wagner. estamos nós. brasileiros. PRESIDENTE (Jaques Wagner) Concedo a palavra ao nobre Deputado Nilton Capixaba. haverá de ser com os países pobres e em desenvolvimento.06380 QUlllta-ftma 22 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS o SR. quando o Mercosul atravessa um dos piores momentos desde a sua criação. Sr. O SR. que haveremos de equilibrar nossas contas em dólares. Na condição de líder da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. em 1975. diante das desigualdades entre as Nações. Sr. Embaixador da República de Angola. são as resistentes e autênticas manifestações culturais. quaisquer que sejam os sistemas utilizados para mensurar sua riqueza e economia. Inclusive agora. de realizar novas eleições em 2002. Exmos. diante dos desafios que a economia globalizante nos impõe.Exmo. De maneira pontual.RO. São as estratégicas riquezas naturais. baiano como eu. em que os países ricos impõem suas regras ao comércio internacional. Não é apenas a língua pátria o nosso vínculo. Nesses esforços cabem às autoridades brasileiras uma enorme parcela de responsabilidade na medida em que o momento histórico atual é para alçar o Brasil à qualidade de potência líder mundial. Parlamentares. José Eduardo Santos. Brasil e Angola estão separados tão-somente pela distância geográfica.) . Digo isso em função especialmente das relações econômicas multilaterais. com a exportação de alimentos e tecnologia nacional. Alberto Correia Neto. valores esses que fazem parte da população brasileira. em relação às quais o Brasil se Malço de 2001 apresenta como capaz de obter superávit na balança comercial. de maneira justa e solidária. também de Angola. diante da necessidade da minha presença na Comissão de Economia. uma gente agraciada com uma força própria da natureza africana. Furnas e a Petrobras atuam em território angolano. Ali brotam majestosamente petróleo e diamantes. Nem mesmo as características físicas do sétimo maior país em extensão do continente africano diferem das do Brasil. Indústria e Comércio. Diante das realidades que movem o cenário internacional. devemos nós.a P-36 . Presidente. imbatível. Deputada Joana Una.a PETROBRAS pode e deve ampliar nossos contratos com este setor na bacia petrolífera da costa atlântica de Angola. posso afirmar-lhes que o valor maior da nação angolana é o seu povo. além dos índices socioeconômicos. Contudo. deve o Brasil. nosso grande portal de acesso aos mercados africanos. Empresas como a Norberto Odebrecht. Homenagear o povo angolano é homenagear um povo irmão. A dívida de Angola para com o Brasil está paga até 2002. Angola é uma nação que reclama seu espaço na comunidade internacional. que falará pelo PTB. uma nação cujo esforço pela democratização converge na decisão do Presidente da República. Srs. Seus rios representam fartura para o cultivo de um dos solos mais férteis do planeta em que vivemos. Chefe da Delegação Parlamentar da República de Angola. Exmo.

Sras. alimentos básicos . submete projeto de lei de anistia ampla. o apoio soviético. então líder do MPLA. uma missão de observadores com sete mil homens. Deputados. Sr. Deputados. a cooperação nas áreas da saúde pública. na década de 80.200 militares brasileiros. como o do Centro de Formação Profissional do Cazenga. E. a UNITA resiste. demonstrando que seu governo não quer mais ser citado apenas como estatística.carne. Haja vista a recente decisão do Conselho de Ministros de Angola de criar o Fundo para a Paz e Reconciliação Nacional. imediatamente aprovado pela Assembléia Legislativa. e Srs. Há o presidente angolano de passar para a história como o estadista artífice da democracia na África subsaariana. Os números são pequenos. a melhor forma de homenagearmos o povo angolano. Aqui é que se justifica o que eu disse há pouco. também. veículos. é manifestando nosso apreço por sua heróica resistência aos descalabros históricos da Guerra Fria. Presidente. notadamente Luquembo. suas viúvas. não se curva à proposta dos guerrilheiros e frisa. Deputados. e Srs. que "a via democrática das eleições representa a melhor forma de negociar a paz". máquinas e instrumentos mecânicos. beneficiando inclusive seu maior rival. solidariedade para com o país que apresenta a . que a Nação. tratores. já enfraquecida por vinte anos de guerra. aço.200 profissionais de nível médio por ano. No ano seguinte. quando diz que "exercitar o poder sem humanidade significa gerar um tipo de violência que não pode ser combatida com armas. Ainda que em bolsões no interior do país. em favor do seu povo. Dá-nos uma lição de humanidade. No meio. em uma franca demonstração de busca pela paz. Presidente. da engenharia civil e da petroquímica. O Presidente José Eduardo dos Santos. a presença do SEBRAE. em 1995. Para monitorar esse acordo. de natureza imbatível. nas eleições de 1992. Tudo isto leva a comunidade internacional a reconhecer os esforços do Governo angolano. e Srs. Sras. definitivamente. na Zâmbia. os projetos de cooperação. faz recrudescer a guerra civil. Desde 1997 temos saldo favorável no comércio com Angola. nas armas que chegavam para a UNITA. foi incendiada pelas guerrilhas. que lá permanecem até agosto de 1999. ainda. A derrota de Jonas Savimbi para José Eduardo dos Santos. em 2000 o comércio entre o Brasil e Angola registrou um volume de 137 milhões de dólares. porque deles necessitam para a sua manutenção e desenvolvimento. Presidente. na província de Malanga. De um lado. laticínios. Emprego e Segurança Social de Angola com o nosso SENAI. devemos criar um sentimento de solidariedade". É de se ressaltar. líder do Movimento pela Libertação de Angola (MPLA). em 1979. Sr. Se quisermos vencer essa violência. a preferência comercial por países que não impõem barreiras aos produtos brasileiros . em convênio com o Instituto Nacional da Pequena e Média Empresa de Angola (INAPEM) e até mesmo a cooperação entre a Prefeitura do Rio de Janeiro e o Governo Provincial de Luanda para a limpeza urbana. Sras. uma iniciativa conjunta do Ministério da Administração Pública. Quirima e Sautar. uma região de difícil acesso. determinando a desmobilização de tropas. Sr. Mas a guerrilha prossegue. O embargo da venda de armas para o país dá resultados e a UNITA assina um acordo de paz com o MPLA em Lusaca. o Presidente. a expressão da força norte-americana. entre os quais 1. o Conselho de Segurança da ONU cria. O que a diplomacia e o comércio internacional vislumbram para a nação angolana. Lá estaremos formando 1. Foi com a morte do Presidente Agostinho Neto. um povo que começava a sonhar com a liberdade e com a democracia. destinado a remunerar ex-militares e seus dependentes. não difere da crítica lúcida e pertinente do humanista argentino Ernesto Sábato. nesta data.Marçu de 2001 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUlADOS Há. sendo 106 milhões de exportações brasileiras para Angola e 31 milhões de importações. mas evidenciam uma prioridade incontestável. de outro. e viu ruírem suas esperanças. o líder da UNITA. É com os mercados alternativos que o Brasil haverá de manter relações comerciais favoráveis ao balanço de pagamentos. às vésperas do 25° aniversário da independência de Angola. políticos e indivíduos que deixaram as armas e propugnaram pela reconstrução nacional. o Conselho de Segurança da Organização Quillta-teira 22 06381 das Nações Unidas emite resoluções que forçam a oposição armada a negociar. a formação de um governo de união nacional e a integração da guerrilha a um exército nacional unificado.

apenas 49% vivam até os 2 anos de idade.68%. Não sei se as pessoas observaram a importância do estudo do genoma nos últimos dois anos. Temos de trabalhar com essa lógica. PRESIDENTE (João Almeida) Diferentemente do que tem ocorrido em outras sessões solenes realizadas nesta Casa. sua cara e seu povo. para que possamos concluir esta sessão com a participação de todos que aqui vieram. Não adianta tentarmos buscar explicações. E como se expressa a solidariedade senão por firmes decisões e ações dos líderes políticos? Expressa-se. deixa a cadeira da presidência. àqueles que estão lutando para dar transparência a essas diferenças. Está em curso hoje um processo para acabar com a independência cultural do homem e para impor ao mundo situações iguais para problemas diversos. E essa é a principal luta que devemos travar. hoje. no mundo. que não têm culpa alguma e que se não têm o leite materno perecem. pelo abraço fraterno que recebem os angolanos em nosso país. mas esse mesmo sistema financeiro empresta esse dinheiro ao mesmo povo a 12%. João Almeida. apenas 24% da população tenha acesso à assistência médica. Nilton Capixaba. ALEXANDRE CARDOSO (Bloco/PSB RJ. é não deixarmos que o capital realize o processo de globalização no mundo. . representante do povo do Rio de Janeiro. o Sr. dessas. Com todas as riquezas de Angola. O SR. Solidariedade para com as crianças. O SR. sim. o sistema financeiro remunera a poupança do povo a 0. desta vez quase todos os partidos políticos. Estamos homenageando um povo que deu o exemplo de solidariedade ao mundo. que em determinado momento se pregou com veemência no mundo. Trago também mensagem do nosso Presidente.) . há ainda seis oradores inscritos. Com isso. a preservação das culturas regionais. presidido por Miguel Arraes. foi desmontada até mesmo pela ciência. (Palmas. não estamos homenageando Angola. nada menos que 295 por 1000. Muito obrigado. que é ocupada pelo Sr. tem deixado claro que temos de encontrar um fator de unidade mundial. que menos de 40% tenha acesso à água potável. em um país com capacidade de produzir um milhão de barris de petróleo/dia. a guerra faz com que 19% das crianças nasçam abaixo do peso e. expressa-se pela música que une os nossos povos. hoje. essa luta se impõe hoje. em nome do Partido Socialista Brasileiro. quando não abaixou a cabeça e lutou. A homenagem que lhes prestamos.) Durante o discurso do Sr. a quem rogo atenção especial ao Regimento. da qual se vale Caetano Veloso para dizer que "a língua é nossa Pátria". que falará em nome de seu partido. O que aconteceu em Angola provavelmente foram financiamentos puramente comerciais para que imposições comerciais dividissem os povos. Sem revisão do orador. E esse fator é a solidariedade. neste País. Não terminou a vontade que alguns têm de subjugar os outros. indicaram representantes para fazer uso da palavra. Março de 2001 transparência genética que hoje se oferta ao mundo: a chamada supremacia racial. o SR. Presidente. Esses fatos são atuais. acerca de fatos ocorridos há 25 ou 50 anos. § 2° do aJ1igo 18 do Regimento Interno. mas as pessoas que querem preservar a dignidade do homem. primeiramente. Sr. PRESIDENTE (João Almeida) Concedo a palavra ao ilustre Deputado Alexandre Cardoso. Jaques Wagner. Angola é o exemplo vivo da luta que travamos nesta Casa contra a globalização. no mundo. que mais da metade das crianças sofram de nanismo e que apenas 10% da população façam uso contínuo do sal iodado. Presidente. As publicações envolvendo o genoma desmontaram a farsa da supremacia racial. conforme relatório do UNICEF. é também para nós. Não posso imaginar que. ele está matando nosso povo da mesma forma como o sistema financeiro mundial matou o povo dos senhores. Governador Miguel Arraes. no anseio de prestar sua homenagem ao povo de Angola. o PSB. Irmãos angolanos. O Partido Socialista Brasileiro. hoje. Presidente. no nosso País. São situações semelhantes. exclusivamente com o leite materno.06382 Quinta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS segunda maior taxa de mortalidade infantil até 5 anos. porque é a lógica do embate neste plenário. Talvez este tenha sido o fato mais importante dessa Sr. quero saudar os irmãos angolanos. pela preservação dos costumes e pela demonstração de que um país precisa ter sua cultura. Desta forma. a história de Angola é a mesma por que passa o mundo neste momento.Sr. § 2° do artigo 18 do Regimento Interno.

Interno. pouco se importando com as maiorias que vivem no suor de cada dia. Nós. § 2° do artigo 18 do Regimento Interno. espanhóis . Agora. As outras etnias para cá vieram. Sem dúvida alguma. Presidente. na lágrima de cada hora.Sr. nós. as grandes ambições. uma esperança muito grande de que este seja apenas um momento da humanidade. Muitos brasileiros não têm essa dignidade. os negros. Assim. os pobres. por poucas nações ricas do mundo que concentram a renda nas mãos de uma minoria. por outro. Mas entre nós. com certeza. mas carregamos um fardo muito mais pesado: dificuldades. E. O SR. dos que estão sendo violentamente explorados. Esse povo merece não só nosso respeito. uma preocupação em saber o que está acontecendo com nossa África. como ferramenta para a realização do desenvolvimento econômico. portugueses. e Srs. um fator comum. Alexandre Cardoso. contra nossa vontade. solidariamente somos maioria. estão vivendo como lobos do próprio homem? Estamos sendo. Para ali. russos para cá vieram de livre e espontânea vontade. voltam-se os olhares de toda a humanidade. fraternidade e justiça social. Deputados. do Rio Grande do Sul. eminentes representantes do Parlamento angolano. na aurora das vidas coletivas.Murço de 20D I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS colocou sua vida em defesa da preservação do homem com dignidade. há um Quinta-íelra 22 06383 sentimento profundo. aqui chegamos como escravos. e fomos utilizados como instrumento.brancos. alemães. Há. mas nossa profunda admiração. Homenageio aqui cada um dos angolanos. Ontem. a globalização. o Sr. depois a colonização. agora. um denominador de fraternidade. que falará em nome do PDT. neste momento. Se. é evidente que temos de voltar nossos olhos para a África. Vamos buscar isso. E parece que temos um fator de solidariedade. veremos momentos destinados a profundas reflexões: para onde caminha a humanidade? O que será do mundo daqui a um século. Acho que isso é um atestado de dignidade que estão dando ao mundo. § 2° do altigo 18 do Regimento. analisamos de forma pessimista a hora em que a humanidade está vivendo. e o que se verifica sempre são os grandes conflitos. como tal no mundo. O que está acontecendo com nossa África? O que está acontecendo com a mãe África? Por que esse monumental sofrimento a que são submetidos nossos irmãos? Concedo um aparte ao nobre Deputado Paulo Delgado. eram as caravelas. e. espanhóis. ao invés de viverem fraternalmente. Sras. pode-se dizer que também está surgindo. Se formos analisar a história de Angola a partir de Agostinho Neto. de profunda tristeza da humanidade. Nós. haveremos de fazer prevalecer nossos sentimentos de igualdade. de amor à terra. Não é vergonha que de cada três crianças que vivam até os cinco anos uma morra. . de uma ou de outra forma. considero este dia um dos mais importantes para que se possa sempre rememorar o sofrimento da própria humanidade. onde inúmeras doenças estão dizimando nossa gente e o empobrecimento está cada dia se aprofundando mais na alma coletiva do povo. negros. incompreensões. Sem revisão do orador. enraizado de nativismo. portugueses. que não veio para cá por livre e espontânea vontade. que é ocupada pelo Sr.RS. vítimas de uma hora de angústia. a falta total de solidariedade para com os seres humanos. sem dúvida alguma. Tenho em mente o negro brasileiro. não. em todo lugar para onde foi o negro da África transferido. italianos.) .) Durante o discurso do Sr. PRESIDENTE (Jaques Wagner) Concedo a palavra ao nobre Deputado Alceu Collares. por um lado. no sangue que está sendo derramado permanentemente. deixa a cadeira da presidência. em busca de nova pátria. se os homens. de Mandela. com certeza. ALCEU COLLARES (Bloco/PDT . que é o sentimento dos povos pobres. O SR. alemães. nos encontramos nessa luta da humanidade . depois desse extraordinário conflito na Europa. intolerâncias. daqui a um milênio. Já se vão alguns séculos. Jaques Wagner. de Patrice Lumumba. solidariamente. João Almeida. agora. perseguições. as criaturas humanas não procuram se entender. sem dúvida alguma. Muito obrigado por mostrarem essa dignidade ao mundo! Muito obrigado por preservarem a espécie com dignidade! (Palmas. certamente.

sinalizava para o mundo uma posição que deveria ser de continuidade histórica. mas. ALCEU COLLARES . para a sua diplomacia. Espero que a diplomacia brasileira. com~ V. .outro lado. que precisa caminhar nesse rumo. polltlcas. império que não tenha tido ascensão e queda. sem dUVida alguma. o som.Exa. ~o~. de subdesenvolvimento para situações de competitividade regional e internacional? É o que queremos para Angola. ex-Governador do Rio Gran~e do Su. de ~alta de esperança. de Governos regionais. ouço com muita satisfação o discurso de V. magmflc~s . de falta de fe. na figura do nosso Embaixador Celso Lafer. corre-se o risco de desaparecer essas nações. se hoje não são majoritários do ponto de vista econômico e político. e temos a convicção de que a próxima ascensão vai ser a dos povos pobres . quando há uma luta entre um país rico e um pobre. Que extraor~lI:ano momento estamos ':. a explosão tecnológica de meia dúzia. quem está falando traz na alma todas as garras das dificuldades. na história da humanidade. quando.Exa. surge. assírio e tantos outros. ext~aordlnar~~s.Deputado Paulo Delgado. esses impenos que mandaram ao longo do tempo na humanidade e que traçaram os rumos para o sofrimentos dos povos pobres. afirmou tão bem. E inaceitável que haja qualquer tipo de recrudescimento e de mudança da política internacional em relação àquele país. é inaceitável que haja. d? negro era a esperan9a. ? que ~ud~u na Afnca. VeJo com entuslas~o a mlcl~tlva dos Deputados Jaques Wagner e Nllton Capl~aba de homen~gear o povo angolano. para os seus representantes. Não há. sua alma e seu d~seJo de luta e de Indep. cumprimento Março de 2001 os autores do requerimento de realização desta homenagem.~. . Deputado. é porque sentimos na carne. ~ue te~ tambem vln. .~conomlcas. de c~rta for~a ta~b~m.) . quando a luta é entre países ricos. o deseJo. como a África e a Ásia. (Risos. culturaiS. a diplomacia brasileira. quem vai desaparecer é a ONU. a poesia. pioneira.m Est~do. ' A única coisa que tra~ia a alma ~oletiva. cujo pai às vezes dizia assim: "Não tem comida hoje mas amanhã vai ter". Aliás. amplas. . de q~e lado ~stamos no plano internacional.Exa.Exa. fazer uma reflexao mais profund~. ~eu sentlr~en~o. de V. tão extraordinariamente bela. Não há império. no âmbito das Naçoes Umda~. . da desesperança. É o que desejamos por parte do Brasil.. tão suave. Se tivermos co~dlçoes ~e. a Africa do Sul de Mandela torna-se forte e independente. quando 90% da humanidade está passando fome.'vend~. que. têm a sua história. O SR.?m mUito cUldad9 a poslçao amencana em relaçao a Angola. Essa independência da Africa do Sul e as vicissitudes políticas _na Na~íbia não p~dem muda:. queremos fazer e uma parte da Ásia já está fazendo: passar de situações de miséria. d~ Sul mudou para a mdeper:dencla. como nós. um recrudescimento da luta na África ou em continentes que. a alegna. bra~llelro.culaçao ~~I!O. por que a África não pode fazer.Comunidade dos Países de Língua Portuguesa: a de que possamos fazer com que o povo brasileiro sinta como pulsa a África no sangue. De que adiantam as riquezas materiais. ~ poslçao em relaçao a Angola: O que mudou na Afnp~ do Sul mudou para melhor. cientificas e tecnologlcas. os amigos e amigas de Angola presentes nesta sessão e V. na América do Sul. é natural que se espere desapareça o pobre. miséria e indigência? Se estamos falando assim. o desenvolvimento. SOCiaiS. As Na~o:s Umda~ tem que olhar c. pessoa sensível a essas questões. se elas não podem trazer justiça social para toda a humanidade? De que adiantam o crescimento. na memória e na história do nosso povo.. agora. que não tenha ascensão e queda. tão linda. um momento de peSSimismo. Por fim.. pelo brilhante discurso e agradeço-lhe a oportunidade de aparteá-Io. grande com a Afnca. So~ de u. É emocionante ver a integração que existe entre uma parte do Parlamento brasileiro. Por isso. mas apenas uma tentativa de fraternização da própria humanidade. ~ste e. Mmas Gerais. su~s autondades. E exatamente isso que contém a poesia do Agostinho Neto. tal como romano. a mUSlca. quando a luta é entre duas nações pobres. . o SOrriSO.l.não vai ser um império. possa sinalizar para o povo angolano. reconheceu a independência de Angola e Moçambique. Paulo Delgado . de opressão. na esquina do tem~o" ~ POSSlblll?ade de prof~n~as. por vicissitudes da política internacional das grandes potências. Alias.Nobre Deputado Alceu Collares. tive um professor de Direito Internacional Público que dizia que a ONU é uma organização tal que. e pa!a a dlgmdade do s~r hu~ano. para o seu governo.. Por isso temos uma esperança grande na CPLP .. de falta de cren~a. porque a Africa.endencla p~rmane~t~. Quem está falando era vendedor de laranja. Governador Alceu Colares.06384 QUllltu-fClra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS O Sr. com a África.e amazon~c~s transfo~ma9oe~.

em 1482. assusta ver o desfile de multidões de feridos e mutilados que exibem à face atônita de todo o mundo o horror de uma guerra fratricida por todos condenada. que bom que os senhores não perderam a fé. No seu "O Trato dos Viventes". pelo que se sabe. impediam que o povo angolano pudesse. sobrevier a tudo isso. deixando nessa civilização nascente a marca perene de sua cultura. como. Basta de carnificina. de um barbarismo que nada ficou a. Sr. dever às hordas de Átila. da divisão acirrada dos butins. em sua solidariedade.) . Presidente.) O SR. com José Eduardo dos Santos. entranhada que está profundamente na cultura brasileira. esse ódio não leva a nada.MUlÇO de 2UOI ])[ÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU lADOS Quero dizer-lhes: que bom que os senhores vieram nos visitar. nesta oportunidade. demais membros da Mesa. valendo-se. que bom que os senhores têm esperança. Esse povo irmão. o homem do campo e das ruas. além de desfrutar de sua liberdade. impediu o surgimento em Angola. de Gengis Khan. espera pelo momento em que possam todos. viviam há muitos e muitos séculos. Mas veio a vitória. Isso tem de acabar. e sentindo a impossibilidade de escravizar os indígenas. pela primeira vez na historiografia brasileira. para que. o MPLA. E esses mercenários agem da mesma forma desapiedada como agiam os colonizadores. O SR. conhecedores de cada palmo de uma terra onde. retornar ao cultivo e ao pastoreio. ainda sob governo racista. que vivem em território com cerca de 1 milhão e 200 mil quilômetros quadrados. De fato. nas demais colônias portuguesas. guerreando entre si. REGIS CAVALCANTE (Bloco/PPS AL. da pilhagem de suas riquezas. oportunidade em que nos ensina uma história de Angola. pudessem aumentar o número de escravos a serem vendidos e transportados para o Brasil. desde que tenha paz. companheiro da tragédia. oficialmente descobertas em 1500. devolver ao povo angolano a liberdade por que lutou e segue lutando desde o século XV até os nossos dias. Trazemos a ele a solidariedade dos homens que. o navegante português Diogo Cão. apesar dos sacrifícios. Os mais de 8 milhões de angolanos. que falará em nome do PPS. uma vez que mercenários financiados pela África do Sul. preferiu levar a cizânia às tribos locais. o que ocorre. sua pátria tem potencial suficiente para. de mãos dadas e coração e mentes abertos. afinal. PRESIDENTE (Jaques Wagner) Convido a fazer uso da palavra o Deputado Regis Cavalcante. convivem com a tragédia histórica do colonialismo à guerra pela libertação. vamos ver que a vida naquela região revestiu-se com as cores atrozes da violência. de Diogo Cão a Agostinho Neto e. como forma de reduzir o desgaste a que estariam sujeitas suas forças. todos os que. decidiu-se o colonizador luso pela necessidade de importar mão-de-obra escrava e negra. de lideranças capazes de levar adiante uma autêntica luta de libertação. à produção de bens e serviços. Abrimos largamente os braços para com ele montar um abraço que comporte. se examinada a história de Angola desde que ali aportou. no Brasil. Louvamos o povo angolano. agora. inteiramente descompromissados com o que deve existir de humano e fraterno dentro de um povo que quer viver em paz consigo mesmo. Pronuncia o seguinte discurso. reconstruir seu país. O povo. Não aquela sonhada por Agostinho Neto e seus pares. valendo-se para isso da maior ferocidade. de suas largas possessões africanas. da luta e das doenças! (Palmas. que já em 1961 iniciava a rebelião libertadora de seu povo. dando início a um movimento que os portugueses tentaram em vão liquidar. de resto. em um processo QU1l1ta-fClra 22 U63í!5 colonizador absolutamente predatório que. com a colaboração efetiva e a solidariedade real dos povos livres de todo o mundo. Luís Felipe de Alencastro nos traça magistral retrato dessa época. para isso. E foram quase quatro séculos de feroz opressão e exploração. E ali. Já dada como certa a imensidão das terras brasileiras. Assim. um futuro que auguramos para os filhos de todos em todo o mundo. Presidente. que acorreram logo nos primeiros dias da libertação para reconhecer o novo . veio a independência em 1975. lutam também por um futuro socialmente justo para nossos filhos. à divulgação de uma cultura que tanto nos ensinou e nos ensina. em nome da bancada do Partido Popular Socialista na Câmara Federal. Há de ser possível. saudamos fraternalmente o brioso povo angolano. por muitos e muitos anos. senhoras e senhores. resistiu a tudo isso e ainda trouxe importante contribuição para o processo civilizatório que se desenvolveu nas Américas. Os angolanos criaram seu Movimento Popular pela Libertação de Angola. sabem que sua terra. Paz! Angola quer paz! Nossos diplomatas.Sr.

SE. amigos angolanos. Só mais recentemente é que os Estados Unidos foram reconhecer o legítimo Governo de Luanda. foi necessária muita resistência para que chegássemos a ser uma Nação reconhecida no mundo. Sr. Deputados. devem seguir este caminho e estimular os fóruns de debate e negociação para que se alcance a liberdade definitiva. o Partido Comunista do Brasil saúda o povo angolano e com ele se solidariza. que. fazendo de tudo para desestabilizar as forças políticas dirigentes de sua revolução. esse país com certeza dará um salto de qualidade em seus níveis de desenvolvimento econômico e social. Infelizmente. em nossa cultura como um todo. Reunindo essas condições materiais. Antes de mais nada. ocasião em que podemos resgatar a história de luta desse povo. seja na identidade da língua. Inácio Arruda . o Brasil foi o primeiro País do Ocidente a reconhecer sua condição de país soberano. Tem imensas jazidas de petróleo. E nós. orgulha-nos imensamente a presença de V. Alberto Correia Neto. é falar de sua luta de independência contra o colonialismo português. É com grande satisfação que. Angola. (Palmas. assim como os angolanos atualmente. alguns países não reconheceram sua nova condição de ator ativo no cenário político internacional. com seus hábitos e costumes trazidos para cá nesses últimos séculos. Conseguida sua independência. associar-me à V. Deputados. trazemos nossa mensagem de apoio e solidariedade nesta sessão solene em que se homenageia o povo angolano. e Srs. com prazer. dirigindo o MPLA.) . O povo angolano existe muito antes do que os povos da América. É falar de um país e de um povo que é símbolo de resistência e de abnegação na luta por sua autodeterminação. minas de diamante. e Srs. de índios brasileiros. quero. mais uma vez juntos. que falará em nome do PCdoB.) O SR. fechando um ciclo de libertação nos países do Terceiro Mundo. a mensagem de solidariedade e apoio do Partido Comunista do Brasil. que derrubou a ditadura salazarista. Falar de Angola.Exas. os Deputados Jaques Wagner. em defesa da paz! Muito obrigado. políticas e culturais com esse país irmão. A SRA. O Sr. Deputada Joana Una. Cumprimento especialmente o Embaixador da Angola. Nilton Capixaba e Paulo Rocha. cujos grandes beneficiados serão nossos povos. brasileiros. e demais autoridades presentes. o nobre Deputado Inácio Arruda. em problemas e lutas comuns. Diante disso. somada à Revolução dos Cravos em Portugal. Sras. Essa força nos ajudou a formar um novo povo no mundo: o povo brasileiro. foi um dos momentos mais importantes de sua história. fosfato e grande potencial na agricultura. organizou a grande luta de libertação de seu povo. Pelos vínculos históricos que temos. PRESIDENTE (Jaques Wagner) Convido a fazer uso da palavra a Deputada Tânia Soares. pois a luta do povo angolano é também a nossa luta. podemos ter uma parceria longa e duradoura. livre e democrático. Tal . Sra. E somos. quero cumprimentar os autores da feliz proposta de realização desta sessão solene. Março de 2001 especialmente no continente africano.Sr. Sra. com amplo apoio popular do povo português. Angola luta hoje para conseguir definitivamente a sua paz interna e retomar seu desenvolvimento econômico. Angola possui grandes riquezas capazes de dar um grande padrão de vida para o seu povo. Recebam. cobre. senhoras e senhores presentes. que tem muita força. O episódio da independência de Angola.Deputada Tânia Soares. filhos de Angola. Presidente. aliada a seus quadros intelectuais formados nesses últimos 25 anos. com um forte movimento revolucionário popular. na condição de Líder do Partido Comunista do Brasil. é falar de um povo que deu grande contribuição na formação de nossa cultura. digamos assim. em nome do Partido Comunista do Brasil. sucesso na luta de vocês. TÂNIA SOARES (Bloco/PCdoB . Sras. um povo que tem raízes. desejando. nesta sessão solene. Falar de Angola. Deputada Augusta Valentim. Portanto. O nosso sangue é de negros africanos. tendo à frente o grande líder Agostinho Neto. não temos dúvidas de que logo esse bravo povo conseguirá. Presidente. inaugurou um tempo novo em sua história. exortando o Governo brasileiro a estreitar as relações econômicas. de todo o coração. Sem revisão da oradora.06386 Qumta-felra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Governo angolano. nas palavras de homenagem ao povo angolano no processo de libertação e de luta por sua afirmação. associado ao sangue dos europeus que nos colonizaram com brutalidade e violência. em novembro de 1975. nos aspectos de nossa etnia. Ouço. Brasil e Angola. Exa.

quando no mundo inteiro o mercado passa a ser o senhor de todos e um deus absoluto que a todos oprime. Deputados. Dessa forma. deitado no Qum\a-fClra 22 06387 colo da minha mãe. (Palmas. Bastariam esses três elementos para me fazerem amá-lo.Março de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU rADOS atitude de Angola ocorre particularmente hoje. com a diferença de que. Assim. autoridades angolanas. senhoras e senhores.) O SR. nos dizeres de Casemiro de Abreu. o mercado oprime também Angola. membros da Mesa já nomeados. três lembranças me assaltam. do mercado que impede que um país tão rico como Angola também se sobressaia no cenário internacional como um povo livre. que considero importante pelo fato de ser S. precisa também lutar contra as fórmulas premeditadas do mundo do mercado absoluto. Exa o Presidente da Câmara dos Deputados do Brasil: Ao requererem a presente homenagem. Angola. pela falta de oportunidades. Deputado Aécio Neves. com grande qualidade de vida. por não poder estar neste momento conosco.Obrigada. que está em Angola para garantir isso. O que desejamos para nós. pela beligerância que mata. no hoje de sua força. que povoa a noite e que povoava a minha infância. país responsável por muito de nossa cultura. proponentes desta sessão solene. que planta e que colhe. Muito obrigado.) O SR. como é o Brasil. DE VELASCO (Bloco/PSL .SP. (Palmas. seja com catanas. por certo tiveram em mente algumas circunstâncias: a coincidência da língua. mutila e destrói. por muitos dos vocábulos que povoam o nosso vernáculo e a nossa mitologia. são tempos "da aurora da minha vida. Olhando as razões desses símbolos pátrios. a mesma inexorabilidade do destino de ambos os países. e Srs. que. vemos que o angolano é um povo que. O SR. do homem que transforma o que o braço colhe e transporta. Isso é o que desejamos para Angola. Mas não é esse o espírito dessa República nova. diplomáticas. símbolo do trabalho. Contem com a Igreja Universal do Reino de Deus. nobres Deputados Jaques Wagner e Nilton Capixaba. Deputado De Velasco. de fazer reconhecer a sua independência. quando. em nome dos quais cumprimentamos os demais Sras. aplaina. Inclusive oprime nações até de porte continental. contemplava os céus coalhados das miríades delas. povo brasileiro. povo angolano. TÂNIA SOARES . caminhando a passos largos para o amanhã. culturais. no pátio da fazenda. Também buscamos isso intensamente para o nosso povo. políticas. da força do braço. Sras. nobre Deputada. os laços étnicos. Primeira: a catana. O fato é que a iniciativa é bem-vinda sob todas as formas. mas também da força da máquina. PRESIDENTE (Jaques Wagner) . gostaria de fazer a leitura do que seriam as palavras do Presidente desta Casa. onde as riquezas naturais se contrapõem à mais terrível miséria humana. da minha infância querida que os anos não trazem mais". Deputado Inácio Arruda. Segunda: a engrenagem. no Brasil. prepara. Presidente. seja com engrenagens. representante do Estado de São Paulo. que ainda é obrigado a sofrer com mazelas resolvidas por outros povos no início do século passado. os Deputados Jaques Wagner e Nilton Capixaba. e Srs. ao contemplar as armas da República de Angola. desejamos em dobro para o povo angolano. ao largo de conduzir sua luta histórica. símbolo do trabalho. O Brasil foi o primeiro país a reconhecer o novo Estado de Angola. da velha fazenda de meu pai. e da indústria. erigido no ontem de sua cultura. mas constrói a cada dia. Deputados. no agora de sua esperança e perseverança e no sempre da sua verdade. que esmaga. os encontros da história. pelas desigualdades. Terceira: a estrela que guia. Por trazer-me à recordação momentos idos e vividos. do velho engenho da fazenda da minha infância. guiado pela estrela da esperança. após . representantes de países amigos. que. enquanto que. encerro meu discurso. por muitos dos motivos que nos levam à mesa ou à transcendência. a agressão se consuma via discriminação. o travo comum das atrocidades cometidas contra os povos brasileiro e angolano. tendo um povo firme e forte.Sr.) . A SRA. Pronuncia o seguinte discurso. senhor e opressor. do homem que bravamente desbrava. nos envia sua mensagem. que se mostram exibidas quando não há a luz dos homens a empanar-lhes o cintilar noturno. PRESIDENTE (Jaques Wagner) Convido a fazer uso da palavra o último orador inscrito. Muitas felicidades para o povo angolano. em Angola. olha firme adiante para o grande futuro que o seu povo não espera.Antes de encerrar a presente sessão. das plantações de cana-de-açúcar. que falará pelo PSL. embora sem esquecer de seu passado.

primeiramente contra o colonizador. existente nas monumentais reservas petrolíferas. O SR. depois. Marçal Filho e Themístocles Sampaio. 1 ° Vice-Presidente. exaurindo a economia. (Encerra-se a sessão às 12 horas e 28 minutos. mas também que cumpra o papel de solidificar a nossa relação de amizade. em 21 de março de 2001 Presidência dos Srs.ENCERRAMENTO O SR. os negros angolanos viriam a se tornar a massa trabalhadora mais importante na economia colonial. divide. tendo por origem as diversas tribos que habitavam aquela porção da África. uma riqueza imensa. Efraim Morais. PRESIDENTE (Jaques Wagner) _ Nada mais havendo a tratar.) Só gostaria de dizer que espero que realmente esta sessão solene cumpra o papel de ser . a presente sessão Março de 2001 cumpre o dever humanitário de esta Casa de Leis brasileira prestar àquele povo a solidariedade que merecem todos os cidadãos que sofrem e se estiolam. contra o próprio irmão. em face da imensa riqueza nacional. Presidente. no paradoxo de sua crueldade.: Aécio Neves Efraim Morais Barbosa Neto Severino Cavalcanti Nilton Capixaba Paulo Rocha Ciro Nogueira Pedro Valadares Salatiel Carvalho Enio Bacci Wilson Santos . PRESIDENTE (Jaques Wagner) . pela fibra e pela bravura do povo angolano. mais que qualquer outra. as nossas relações comerciais e que cada vez mais o povo brasileiro e o povo angolano possam ser partes _ segundo disse o Deputado Alceu Collares _ de um povo do mundo todo que sonha com um planeta fraterno. subjuga e violenta. Deputado Aécio Neves. mutilando. bem como nas jazidas de diamante. que fique a mensagem do respeito desta Casa pela dor. a pior de todas as guerras. reduzindo a nada o desenvolvimento. Na impossibilidade de fazê-lo. à sanha inesgotável dos que se digladiam em nome de supostos ideais que a própria guerra inviabiliza.06388 Qutnta-feua 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS a independência. impedindo a consumação de um destino.Está encerrada a sessão. a partir do século XVI. Estas são as palavras que envia o Presidente desta Casa. apertaríamos hoje a mão de cada um de seus descendentes. Ela dura desde então e segue matando. Tivéssemos nós o dom da onipresença e. Decorridos 26 anos do dia histórico da independência angolana. mas pela força direta de um estigma ancestral. (Palmas. § 2° do artigo 18 do Regimento Interno ÀS 14 HORAS COMPARECEM OS SRS. sobreveio a guerra civil. em reverência ao povo que. (Palmas.repitonão só uma homenagem. porque. aniquilando todas as forças vivas da população. A Angola desse início de milênio é uma nação que sangra dentro de um continente tinto de sangue. constituiu o maior contingente de escravos vindos para o Brasil. Mas uma coisa é admirável: a capacidade de resistência do povo.: Aécio Neves. Vendidos por traficantes portugueses. as nossas relações de parceria. Enio Bacci. Para os angolanos. no passado. São quarenta anos de lutas.) V . assim. vítima da própria riqueza. a paz continua sendo a utopia mais preciosa. não tanto por uma causa ou por um sonho que no mais das vezes mal compreendem. que poderia ser outro. atravessássemos o Atlântico na direção inversa à que um dia seguiu o negro vindo de Angola para participar da construção da Nação brasileira. vou encerrar a sessão.) Ata da 25 a Sessão. A partir de 1975. arruinando velhos sonhos de liberdade e justiça. em homenagem ao povo angolano. em meio à cobiça. 3° Suplente de Secretário.

Março de 2001 DlÁRIO DA CÀMARA DOS DEPU lADOS Quinta-feIra 22 06389 Roraima AIRTON CASCAVEL PPS LUIS BARBOSA PFL ROBERIO ARAUJO PL Presentes de Roraima: 3 Amapá ANTONIO FEIJAO PSDB BADU PICANCO PSDB DR. BENEDITO DIAS PPB EDUARDO SEABRA PTB I FATIMA PELAES PSD8 JURANDIL JUAREZ PMDB SERGIO BARCELLOS PFL Presentes de Amapã: 7 Pará ANIVALDO VALE PSDB ASDRUBAL BENTES PMDB BABA GIOVANNI QUEIROZ PT PMDB PPB POT HAROLDO BEZERRA PSDB JOSE PRIANTE PMDB JOSUE BENGTSON PTS RAIMUNDO SANTOS PFL ELCIONE BARBALHO GERSON PERES .

06390 Quinta-feira 22 DIÁRlO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 SOCORRO GOMES PCdoS VIC PIRES FRANCO PFL ZENALDO COUTINHO PSDB Presentes de Pará: 14 Amazonas ARTHUR VIRGILlO PSDB ATILA LINS PFL EULER RIBEIRO PFL FRANCISCO GARCIA PFL PAUDERNEY AVELlNO PFL SILAS CAMARA PTB VANESSA GRAZZIOTIN PCdoB Presentes de Amazonas: 7 Rondonia AGNALDO MUNIZ PPS EURIPEDES MIRANDA PDT EXPEDITO JUNIOR PFL OSCAR ANDRADE PFL SERGIO CARVALHO PSDB Presentes de Rondonia: 6 Acre ILDEFONCO CORDEIRO PFL JOAOTOTA PPB JOSE ALEKSANDRO PSL MARCOS AFONSO PT NILSON MOURAO PT ZILA BEZERRA PTB Presentes de Acre: 6 Tocantins ANTONIO JORGE PTB FREIRE JUNIOR PMDB IGOR AVELlNO PMDB JOAO RIBEIRO PFL .

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 Qumta-lClra 22 KATIAABREU PFL OSVALDO REIS PMDB PASTOR AMARILDO PPB PAULO MOURAO PSDB Presentes de Tocantins: 8 Maranhão ALBERICO FILHO PMDB ANTONIO JOAQUIM ARAUJO PPB CESAR BANDEIRA PFL COSTA FERREIRA PFL GASTA0 VIEIRA PMDB JOAO CASTELO PSDB JOSE ANTONIO ALMEIDA PSB NEIVA MOREIRA PDT NrCElOBAO PFL PEDRO FERNANDES PFL PEDRO NOVAIS PMDB REMI TRINTA PST SEBA8TIAO MADEIRA PSDB Presentes de Maranhão: 13 Ceará ADOLFO MARINHO PSDB ANIBAL GOMES PMDB ANTONIO CAMBRAIA PSDB ARNON BEZERRA PSDB CHIQUINHO FEITOSA PSDB EUNICIO OLIVEIRA PMDB INACIO ARRUDA pedeS JOSE UNHARES PPB JOSE PIMENTEL PT LEO ALCANTARA PSDB MANOEL SALVIANO PSDB MARCELO TEIXEIRA PMDB MAURO BENEVIDES PMDB MORONI TORGAN PFL 06391 .

SA PSDB HERACLlTO FORTES PFL JOAO HENRIQUE PMDB MARCELO CASTRO PMDB MUSSA DEMES PFL PAES LANDIM PFL THEMISTOCLES SAMPAIO PMDB WELLlNGTON DIAS PT Presentes de Piauí: 10 Rio Grande do Norte ANA CATARINA PMDB MUCIOSA PMDB SALOMAO GURGEL PPS Presentes de Rio Grande do Norte: 3 Paraíba ADAUTO PEREIRA PFL ARMANDO ABILlO PSDB CARLOS DUNGA PTB DAMIAO FELlCIANO PMDB ENIVALDO RIBEIRO PPB INALDO LEITAO PSDB MARCONDES GADELHA PFL RICARDO RIQUE PSDB .06392 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Qumta-teira 22 Março de 2001 NELSON OrOCH PSDB RAIMUNDO GOMES DE MATOS PSOB ROBERTO PESSOA PFL ROMMEL FEIJO PSDB SERGIO NOVAIS PSB UBIRATAN AGUIAR PSDB Presentes de Ceará: 20 Piauí ATILA LIRA PSDB B.

Março de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU lADOS WILSON BRAGA QUlllta-teira 22 PFL Presentes de Paraíba: 10 Pernambuco CARLOS BATATA PSDB CLEMENTINO COELHO PPS DJALMA PAES PSB EDUARDO CAMPOS PSB FERNANDO FERRO PT GONZAGA PATRIOTA PSB INOCENCIO OLIVEIRA PFL JOAQUIM FRANCISCO PFL JOEL DE HOLLANDA PFL JOSE CHAVES PMDB LUCIANO BIVAR PSL LUIZ PIAUHYLlNO PSDB MARCOS DE JESUS PL MAURILlO FERREIRA LIMA PMDB PEDRO EUGENIO PPS WOLNEY QUEIROZ PDT Presentes de Pernambuco: 18 Alagoas AUGUSTO FARIAS PPB DIVALDO SURUAGY PST GIVALDO CARIMBA0 PSB JOAOCALDAS PST REGIS CAVALCANTE PPS Presentes de Alagoas: 5 Sergipe AUGUSTO FRANCO PSDB IVAN PAIXAO PPS JORGE ALBERTO PMDB Oó3lJ3 .

06394 Qumta-llma 22 Marçu de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS SERGIO REIS PSDB TANIA SOARES PCdoB Presentes de Sergipe: 6 Bahia ARISTON ANDRADE PFL BENITO GAMA PMD8 CLAUDIO CAJADO PFL CORIOLANO SALES PMDB EUJACIO SIMOES PL FELlX MENDONCA PTB FRANCISTONIO PINTO PFL GEDDEL VIEIRA LIMA PMD8 GERSON GABRIELLI PFL JAIME FERNANDES PFL JAQUES WAGNER PT JOAO ALMEIDA PSDB JOAO LEAO PSD8 JONIVAL LUCAS JUNIOR PMOB JORGE KHOURY PFL JOSE CARLOS ALELUIA PFL JOSE LOURENCO PMDB JUTAHY JUNIOR PSDB LEUR LOMANTO PMDB LUIZ ALBERTO PT LUIZ MOREIRA PFL MARIO NEGROMONTE PSDB MILTON BARBOSA PFL NELSON PELLEGRINO PT NILO COELHO PSDB PAULO MAGALHAES PFL PEDROIRUJO PFL REGINALDO GERMANO PFL ROLAND LAVIGNE PMDB SAULO PEDROSA PSDB URSICINO QUEIROZ PFL .

Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Qumta-lima 22 WALDIR PIRES PT WALTER PINHEIRO PT YVONILTON GONCALVES PFL Presentes de Bahia: 34 Minas Gerais ANTONIO DO VALLE PMD8 ARACELY DE PAULA PFL BONIFACIO DE ANDRADA PSOB CABO JULIO PL CARLOS MOSCONI PSDB CLEUBER CARNEIRO PFL CUSTODIO MATTOS PSDB DANILO DE CASTRO PSDB EDMAR MOREIRA PPB EDUARDO BARBOSA PSDB ELIAS MURAD PSDB ELlSEU RESENDE PFL GILMAR MACHADO PT GLYCON TERRA PINTO PMDB HELIO COSTA PMDB HERCULANO ANGHINETTI PPB IBRAHIM ABI-ACKEL PPB JAIME MARTINS PFL JOAO MAGALHAES PMDB JOAOMAGNO PT JOSE MILITA0 PSOB LAEL VARELLA PFL L1NCOLN PORTELA PSL MARCOS LIMA PMDB MARIO ASSAD JUNIOR PFL MARIO DE OLIVEIRA PMDB MAURO LOPES PMDB NARCIO RODRIGUES PSDB ODELMO LEAO PPB 06395 .

EURICO MIRANDA PPB FERNANDO GONCALVES PTB .PART. PFL MAGNO MALTA PTB MARCUS VICENTE PSDB MAX MAURO PTB RITA CAMATA PMDB Presentes de Espírito Santo: 7 Rio de Janeiro ALDIR CABRAL PFL ALEXANDRE CARDOSO PSB ALMERINDA DE CARVALHO PFL AROLDE DE OLIVEIRA PFL BISPO RODRIGUES PL CANDINHO MATTOS PSOS CARLOS SANTANA PT CORNELlO RIBEIRO PSB DI NO FERNANDES PSDB EBER SILVA S.06396 Quinta-feira 22 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS OLlMPIO PIRES POT OSMANIO PEREIRA PS08 PAULO DELGADO PT PHILEMON RODRIGUES PL RAFAEL GUERRA • PSD8 ROMEL ANIZIO PPB ROMEU QUEIROZ PS08 SARAIVA FELIPE PMOB SAULO COELHO PSOB SERGIO MIRANDA PCdoB VIRGILlO GUIMARAES PT WALFRIDO MARES GUIA PTB Presentes de Minas Gerais: 42 Espírito Santo JOAOCOSER PT JOSE CARLOS ELIAS PTB JOSE CARLOS FONSECA JR.

Março de 200! Qumta-feira 22 OIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS IEDIOROSA PSB ITAMAR SERPA PSDB JAIR BOLSONARO PPB JANDlRA FEGHALI PCdoB JOAOMENDES PMDB JOAO SAMPAIO PDT JORGEBIITAR PT JORGE WILSON PMDB JOSEEGYDIO PL LAURA CARNEIRO PFL LUISINHO PST MARCIO FORTES PSDB MILTON TEMER PT MIRIAM REID PSB MIRO TEIXEIRA PDT PAULO BALTAZAR PSB PAULO FEIJO PSDB ROBERTO JEFFERSON PTB RODRIGO MAIA PTB RONALDO CEZAR COELHO PSDB RUBEM MEDINA PFL SIMAO SESSIM PPB VALDECI PAIVA PSL WANDERLEY MARTINS PSB Presentes de Rio de Janeiro: 36 São Paulo ALBERTO GOLDMAN PSDB ALOIZIO MERCADANTE PT ANDRE BENASS\ PSDB ANGELA GUADAGNIN PT ANTONIO CARLOS PANNUNZIO PSDB ANTONIO KANDIR PSDB ARNALDO FARIA DE SA PPB ARNALDO MADEIRA PSDB ARYKARA PPB 06397 .

HELIO POT DUILlO PISANESCHI PTS EMERSON KAPAZ PPS FERNANDO ZUPPO S.06398 Quinta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 BISPO WANDERVAL PL CHICO SARDELLI PFL CLOVIS VOLPI PSOB CORAUCI SOBRINHO PFL CUNHA BUENO PPB OEVELASCO PSL DELFIM NETTO PP8 DR.PART. GILBERTO KASSAB PFL IARA BERNARDI PT JAIR MENEGUELLI PT JOAO EDUARDO DADO PM08 JOAO HERRMANN NETO PPS JOAOPAULO PT JORGE TADEU MUDALEN PMDB JOSE COIMBRA PTB JOSE DIRCEU PT JOSE GENOINO PT JOSE ROBERTO BATOCHIO POT JULIO SEMEGHINI PSOB KINCAS MATTOS PSB LAMARTINE POSELLA PMOB LUCIANO ZICA PT LUIZ ANTONIO FLEURY PTB LUIZ EDUARDO GREENHALGH PT LUIZA ERUNDINA PSB MARCELO BARBIERI PMOB MARCOS CINTRA PFL MEDEIROS PL MICHEL TEMER PMDB MILTON MONTI PMOB NELSON MARQUEZELLI PTB NEUTON LIMA PFL .

Março de 200 i DiÁRiO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Quinta-feira 22 ORLANDO FANTAZZINI PT PAULO KOBAYASHI PSDB PROFESSOR LUIZINHO PT RICARDO BERZOINI PT RICARDO IZAR PMDB ROBSON TUMA PFL RUBENS FURLAN PPS SALVADOR ZIMBALDI PSDB SAMPAIO DORIA PSDB SILVIO TORRES PSDB TELMA DE SOUZA PT VADAOGOMES PPB VALDEMAR COSTA NETO PL WAGNER ROSSI PMDB WAGNER SALUSTIANO PPB XICO GRAZIANO PSDB ZULAIE COBRA PSDB Presentes de São Paulo: 62 Mato Grosso CELCITA PINHEIRO PFL UNO ROSSI PSDB RICARTE DE FREITAS PSDB TETE BEZERRA PMDB WELlNTON FAGUNDES PSDB Presentes de Mato Grosso: 6 Distrito Federal AGNELO QUEIROZ PCdoB ALBERTO FRAGA PMDB GERALDO MAGELA PT JORGE PINHEIRO PMDB MARIA ABADIA PSDB PAULO OCTAVIO PFL Presentes de Distrito Federal: 6 06399 .

06400 Quinta-feIra 22 Março de 200l DlÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Goiás ALDO ARANTES EULER MORAIS pedo8 PMDB GEOVAN FREITAS PMDB JOVAIR ARANTES PSD8 LJDIA QUINAN PSD8 LUCIA VANIA PSDB LUIZ BITTENCOURT PMDB PMDB NAIR XAVIER LOBO NORBERTO TEfXEfRA PEDRO CANEDO PSOB PEDRO CHAVES PMDB RONALDO CAIADO PFL PMD8 Presentes de Goiás: 13 Mato Grosso do Sul JOAO GRANDAO PT MANOEL VITORIO MARCAL FILHO PT PMDB MARISA SERRANO NELSON TRAD PSDB PT8 PEDRO PEDROSSIAN WALDEMIR MOKA PFL PMDB Presentes de Mato Grosso do Sul: 7 Paraná ABELARDO LUPION PFL AFFONSO CAMARGO PFL ALEX CANZIANI PSDB BASILIO VILLANI DILCEU SPERAFICO DR. ROSINHA FLAVIOARNS PSDB GUSTAVO FRUET PMD8 IRISSIMOES PTB PPB PT PSDB .

DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPU r AOOS Março de 200] Quinta·teira 22 0640] IVANIO GUERRA MARCia MATOS PFL PTB MOACIR MICHELETTO PMDB NELSON MEURER OLIVEIRA FILHO PL PPS OSMAR SERRAGLlO RICARDO BARROS PMDB RUBENS BUENO SANTOS FILHO PPS PFL VVERNER VVANDERER PFL PPS Presentes de Paraná: 19 Santa Catarina. ANTONIO CARLOS KONDER REIS PFL EDINHO BEZ FERNANDO CORUJA PDT GERVASIO SILVA PFL PMDS JOAO PIZZOLATTI PPB LUCI CHOINACKI PAULO GOUVEA RENATO VIANNA PT SERAFIM VENZON VICENTE CAROPRESO PFL PMDS PDT PSOB Presentes de Santa Catarina: 10 Rio Grande d o Sul ADAO PRETTO PT AIRTON DIPP ALCEU COLLARES PDT PDT ANA MARIA CORSO AUGUSTO NARDES PT PPI3 CLOVIS ILGENFRITZ DARCISIO PERONDI EDIR OLIVEIRA ESTHER GROSSI EZIDIO PINHEIRO PT PTB PT PSB FETTER JUNIOR PPB PMDB GERMANO RIGOTTO PMDB HENRIQUE FONTANA PT LUIS CARLOS HEINZE PPB MARCOS ROLlM PT MENDES RIBEIRO FILHO PMDB NELSON MARCHEZAN PSDB NELSON PROENCA PMDB ORLANDO DESCONSI PT PAULO JOSE GOUVEA PL TELMO KIRST PPB VEDA CRUSIUS PSDB Presentes de Rio Grande do Sul: 23 .

SC. repetindo uma prática comum às autoridades que pensam que o mal está não na notícia.06402 QUlllta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS 1. cujo Município no próximo domingo celebra 67 anos de vida autônoma. Foram notificados 400 casos no mês passado. É Timbó. PRESIDENTE (Marçal Filho) . é conhecido como a Pérola do Vale. Strelow. de serviços e a produção agrícola. Brandt. enviando os parabéns a todos os timboenses. Sob a proteção de Deus e em nome do povo brasileiro iniciamos nossos trabalhos. É preciso louvar e saudar essa boa gente. Mas a história de Timbó deita suas raízes na segunda metade do século passado Em 1869.PEQUENO EXPEDIENTE Concedo a palavra ao Sr. que se dedica ao esporte e nele consegue ter nomes de distinção. continue a se alastrar de forma descontrolada num dos Estados mais desenvolvidos do Brasil. O SR.Sr.LEITURA DA ATA O SR. cultiva o trabalho e valoriza o esforço de construção de um Município ainda mais forte e progressista. PRESIDENTE (Marçal Filho) . em 1922. Butzke. no centro da concha formada pelo Vale do Itajaí. Pronuncia o seguinte discurso.Passa-se à leitura do expediente. e Srs. Krause. trentinos principalmente.RJ. Adam e tantos outros imigrantes alemães. O timboense trabalhador é o mesmo que sabe divertir-se nas típicas sociedades de caça e tiro. Existe. com apenas 14 anos de idade. que nasceu da parceria entre o Governo (Municipal e Federal). em região cujos lotes haviam sido medidos pela equipe do Dr. por esta circunstância. Só o mês de janeiro assistiu à irrupção de 1.ABERTURA DA SESSÃO O SR. no Estado de Santa Catarina. O SR. De lá saíram seis Deputados Estaduais.) . JOÃO MENDES (PMDB . a Distrito de Blumenau. PRESIDENTE (Marçal Filho) . de máquinas e equipamentos. mecânico. Donner iniciava uma empreitada cheia de incerteza e de risco. O Sr. procede à leitura da ata da sessão antecedente. que. Benz. o Rio de Janeiro. que atinge menos pessoas. Sras. servindo como 2E Secretário. Numa mesma Legislatura (1959-1962). A ele se juntaram os Scheidemantel. Secretário procederá à leitura da ata da sessão anterior. Deputado Paulo Gouvêa. Aos 26 anos. Essas breves referências revelam-nos um pouco do espírito da gente timboense. Está aberta a sessão. mas que escondia também um belo sonho que alimentava desde sua chegada ao País. o Governo da Hungria e a Universidade Regional de Blumenau. localiza-se um Município que. a cada dia. Decker. à bovinocultura de leite. do qual se emanciparia doze anos depois. O Secretário de Saúde da cidade. e Srs. destacando-se os setores têxtil. agrupada em dez comunidades rurais. aos quais se juntariam depois imigrantes italianos. Março de 2001 A vida política catarinense teve expressiva participação de Timbó por um bom período. É o que faço nesta Casa. PAULO GOUVÊA (Bloco/PFL .Sr. que cultiva suas tradições nos grupos folclóricos. corno Rosemar Piazza (doze vezes recordista nacional na marcha atlética) ou Ruth Hoepke e Carmem Stedile (balonistas de expressão nacional). a qual. sendo um de dengue hemorrágica. Deputados. tendo à frente o interventor Capitão Ernesto João Nunes. essa doença mortal e epidêmica. O SR.) . mas com fúria muitas vezes maior.135 casos da dengue clássica. é inadmissível que a dengue. milho e banana. Blumenau. porém. sabe preservar as belezas da Pérola do Vale. mas na sua . o Município teve três de seus filhos na Assembléia Legislativa.A lista de presença registra na Casa o comparecimento de 401 Senhores Deputados. sem observações.Passa-se ao IV . o imigrante alemão Frederico Donner construiu a primeira moradia no núcleo inicial. O SR. Pronuncia o seguinte discurso. Seus membros dedicam-se ao cultivo do arroz. Mas também são destacados os setores do comércio. Timbó foi elevado. A indústria é responsável por 80% do movimento econômico do Município.EXPEDIENTE Não há expediente a ser lido. em 25 de março de 1934. atividade fortemente impulsionada pela Fundação de Piscicultura Integrada do Vale do Itajaí (FUNPIVI). IVAN PAIXÃO. apicultura e à piscicultura. Presidente. Presidente. é aprovada. metalúrgico. persiste negando o surto. Deputados. a forma hemorrágica. ainda. 111 . que no próximo dia 25 completa 67 anos de autonomia política e administrativa. 11. O Município de Três Rios está amedrontado. Sras. Fuck.

Marçll de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS divulgação. mais grave.Sr. .Sr. mas a própria ~ubstância do ~oder. A plataforma já afundou. não somente paus e pedras serão levadas pelas águas de março. e as dimensões da epidemia permitem-nos invocar as responsabilidades estaduais e federais. temendo perder receitas turísticas. co~ tantas denuncias feitas pelos Senadores:. De~~ados. a corrupção endêmica no Governo FHC. A mídia mantém-se praticamente muda. e Srs. muito embora o Governo Federal reclame de Quinta-feira 22 064(n estiagem que possa comprometer o fornecimento de energia no País. tornando-se fato corriqueiro. Deputados. de 1 bilhão de reais. a Petrobras tentou até mudar a sigla para "ganhar nomenclatura de mercado internacional" (lembram-se da Petrobrax?) e vem sofrendo perda de qualidade com terceirizações de produção e serviços que comprometem seriamente a imagem da empresa no mundo. na Bacia de Campos. a P-36.~ os" ~alrros . que. Lembramos que hoje é o Dia Mundial da Água e. multlphcam-s.ostas concretas a sua prinCipal IIldlgnaçao hOJe. 5 estao co~ a vaned~de hemorraglc~. 1. a posição deste Parlamento. lsso nao e nor~a~. erradamente diagnosticada. O que foi notícia num ano. no Rio de Janeiro. negava um surto de febre amarela. No ?. fl~a . que envolvem Jader. medicada com soro e mandada de volta para casa. ~fetad<:s. MARCOS AFONSO (PT . após cinco dias da explosão de uma das suas colunas. ao repetir-se nos anos seguintes. Ministro da Saúde para que apresente um plano de ação que nos impeça de assistir.airro de.da Secretaria de Saude _de r~duzlr o a~ar~clmento ?e. cedo ou tarde. nesta terça-feira. e o carro que deven. É possível. E ela vai cobrar. As denúncias na SUDAM. ACM J d A b tA ~ a er se ac~s~m . e Srs. e Srs. ao retorno da mesma epidemia que já poderia ter sido erradicada há meio século. é. O SR. que nosso maestro (como o chama Chico Buarque) não imaginasse que as torrentes de março pudessem arrastar outras coisas além de paus e pedras.) . Jader Barbalho ensaia. Dessa~. literalmente. para abafar a ofensiva da oposição na instalação da Comissão Parlamentar Mista da Corrupção e minimizar os dilemas internos da própria base governamental. Sras. Sem revisão do orador. deveria preocupar-se em evitar que ocorresse o que aconteceu ao cozinheiro Luís Carlos de Paula.AC. novos casos n~o esta sendo at~ng~da. sobr~ eles mesmos -.ando os p~sslvels focos da doença ate hOJe nao fOI Visto na reglao. tenha composto uma das canções mais completas e talentosas do Brasil. O mesmo ocorreu na cidade de Alto Paraíso. A sociedade não.a p~ssa! fun:ug. Nlterol concentra a malona das pessoas co_m sllltomas da dengue: 908.m _os em razao. em Goiás. corra-se o nsco de nada ser Investigado. Isso temos tentad~ fa~:r. Alvo cobiçado dos ventos neoliberais soprados pelo Palácio do Planalto. Presidente. Presidente.ssa menina. no Congresso Nacional. Pronuncia o seguinte discurso. tenta-se lançar ao mar a famosa Pasta Cor-de-Rosa e outros escândalos que navegam ao redor de ACM. por águas abaixo.ra ~ de d~r resp. Se o Congresso Nacional não apurar suas próprias denúncias.apre~nslva ao constatar que. Estava com dengue hemorrágica. chegam à praia como ondas e. t~lvez. JOÃO HENRIQUE (PMDB . Antonio Carlos Magalhães já assinou a CPI. em vez de tentar acobertar o caso. . provocando o Sr. de representar os mteresses d? socledad~ b~asllel.e sua famlha. ano após ano. É o caso do naufrágio melancólico. cuja filha de 5 anos foi levada ao hospital. Pois bem: não creio que a dengue seja um problema menor e chamo a atenção desta Casa para a precária situação sanitária brasileira.A SOCiedade braSileira.. J~ tao cansa~a das retoncas deste Congresso.36 estao comprovadam~nte com a f?rma maIs slm?l~s da doença. Entretanto o afundamento da P-36 caiu como uma luva para o Governo de FHC e está sendo usado. Sras. A meta . contra as evidências. está cercada de sérias suspeitas que comprometem esta nova fase da Petrobras. parece perder o apelo noticioso. Deputados Tom Jobim encantou-se com as águas de março e.PI. inclusive. O SR.) .e. da plataforma da Petrobras. embalado ao som das chuvas. há poucos dias li entrevista concedida pelo Presidente da Associação dos Fabricantes de . Na vlzlIlha Sao Gonçalo foram notIfIcadas 71 suspeitas. A perda da maior plataforma do mundo. Poderíamos dizer que as autoridades municipais mantêm-se relapsas frente ao problema.. que. A Prefeitura de Três Rios. Sras. .. também trágico. qua. prmclpalmente os ~~ reglao oceanlc~. . indigno de manchetes. Ambos continuam se digladiando. mcluslve Oito pessoas d.se t~das ~s pessoas Ja contral~~m a d~ng~e. na contrapartida. muitas coisas estão indo.

de transformação da realidade. talvez um ponto percentual a cada semestre.) . agora o propósito da Receita Federal é ampliar de 10% para 16% a alíquota de IPI do carro popular. O sistema penitenciário é um desses assuntos que mobilizam sentimentos. Muitas pessoas deixarão de adquirir automóvel. Ora. de 25% o que considero um absurdo. A democracia precisa mais do que de opinião ou preconceito. Entretanto. com um ano de fabricação. com a bênção de Deus. a fim de que o sonho da aquisição do automóvel. Se for realmente necessária a alteração nas alíquotas. Há uma escala: o consumidor que não pode comprar um carro de 12 mil reais. De outro modo. e argumento se faz com raciocínio ou com prova. Deputados. que muitas vezes se torna necessidade para o cidadão brasileiro. Deputados para o fato e faço apelo ao Secretário da Receita Federal.06404 Quinta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Automóveis do Brasil à revista IstoÉ Dinheiro e posteriormente. Sendo assim. No Governo Itamar Franco. o bom senso diz que é melhor mudar. opta por outro. de 10% para 16%.. e tudo continua como dantes. tornando-o mais acessível. com um diferencial: um dia depois dos debates penais. Essas centelhas de idéias. Mas. Fala-se também em reduzir a alíquota de IPI incidente sobre o preço dos automóveis mais caros. É do conhecimento de todos: há uma grave e interminável crise neste País. se vimos fazendo alguma coisa de uma maneira e os resultados não atendem. a noite esfria. Nas regiões ainda em desenvolvimento. avaliar com sensibilidade esta proposta tecnológica socialmente inovadora. ou por um carro com dois anos de fabricação. O que mais se ouve quando o assunto é complexo. com uma das maiores responsabilidades no País. o exercício da democracia é a onipresente discussão de idéias. Presidente. pois. o objetivo era dar oportunidade a uma parcela da população brasileira de adquirir um automóvel. quando valores são ajuizados. ou seja. não seja tolhido. o aumento da taxa de IPI. o carro tem chegado à casa da população menos pobre. Defender idéias não se faz com a pequenez da mera opinião.podem estar assentadas em preconceitos. Alguma violência. que dificilmente chegam à residência dos brasileiros. com apenas um detalhe a mais: quando se trata de penitenciarismo a situação já terá se agravado um pouco mais nos recônditos das instalações penitenciárias nacionais. uma idéia que já virou ação em muitos países: o monitoramento eletrônico a condenados.para 16%. Gastar cera com assoalho ruim é besteira! . Há que se ter argumento. O problema está justamente aí: como mudar o sistema penitenciário nacional? A solução financeira na reforma completa é possível. Os carros mais simples. são vendidos hoje por 12 mil reais. pois equivale a um quarto do preço do automóvel. Na verdade. Março de 2001 Meu desejo é o de que na maioria das residências brasileiras chegue o carro popular tão necessário no dia-a-dia para a locomoção ao local de trabalho. até chegar atualmente a 10%. principalmente no meu Estado. possa. que custa em torno de 7 mil e 500 reais. De alguma maneira.1%..ES. Trago. De qualquer forma. a alíquota do IPI incidente sobre o preço do carro popular foi sendo paulatinamente ampliada. que custa aproximadamente 9 mil e 500 reais. neste País buscam-se vorazmente impostos onde quer que possam encontrá-los. MARCUS VICENTE (Bloco/PSDB . precisa de verdades. pouco representava no preço final do automóvel. No entanto. com a prerrogativa que tem de ser uma agente de mudanças. Pronuncia o seguinte discurso. Chamo a atenção dos Srs. acarretará aumento nos preços dos carros populares. conversando com um amigo que dirige uma revenda autorizada de veículos fabricados por uma montadora nacional. Ocupo hoje a tribuna numa tentativa de provocação de alguma mudança. Tema prenhe de emoção gera tantas opiniões como decisão de campeonato de futebol. o copo esvazia. os chamados populares. são opiniões. que seja feita de forma gradativa. ou seja. espero que esta Casa. De que forma? A alíquota do IPI incidente sobre o preço do veículo foi reduzida para 0. tão superficiais quanto destrutivas . para que reveja o assunto. Muito mais dificuldades terá o consumidor para adquirir seu automóvel. Everardo Maciel. mas o montante a ser despendido seria tão vultoso que evidentemente sacrificaria áreas importantes do tecido social.. o Piauí. e parece não haver solução técnica em curto prazo.. chamou-me a atenção assunto referente à fabricação de carros populares. a exemplo do Nordeste. e Srs. que passarão de 12 mil reais para aproximadamente 13 mil e 200 reais. Sras. um homicídio.Sr. O SR. continuar sustentando um sistema falido parece não ser a melhor opção. defendeu-se a idéia de retomar a fabricação do Fusca.quando não subsidiadas de argumentos . uma lesão corporal a mais.

a população carcerária é de aproximadamente 226. evidentemente. e das mais distantes no tempo. plantão. para os casos de infração penal. uma rachadura. solidária e totalmente cristã. a abolição da pena de prisão. permanecer encarcerados! E muito bem encarcerados em prisões de segurança máxima. se no futuro ocorrerão crimes na humanidade? Pode ser que a sociedade evolua de tal forma. por aventureiros de O mundo já provou que a prisão convencional não é um método eficaz de combate ao crime.00. construção de uma sociedade justa. detido por assalto a .511 presos e um outro tanto tão grande quanto.digo isso considerando que. Evidentemente. Os resultados parecem ser muito pequenos em qualquer parte do mundo.511 presos. Quem pode dizer.957 vagasdados do último mês de fevereiro. Difícil crer nisso? Impossível não é.e hoje.511 indivíduos. mesmo naquelas prisões modelo do Primeiro Mundo. antes que esse mal seja combatido sob a égide de argumentos populistas e com armas antidemocráticas. pensar assim. Inglaterra. de fato. pretendo estimular o debate para o que vislumbro ser uma opção. Acrescente-se aos dados estatísticos o montante estimado para a Nação de algo em torno de 300 mil mandados de prisão. Holanda e Bélgica estão estudando o projeto. certamente. factível de ser levada a sério . que esta faceta humana possa tornar-se coisa para sempre extinta da face da Terra. até agora -. considerando a intensa movimentação prisional diária no País. senhoras e senhores. Atualmente. além dos Estados Unidos. menos maléficas que as da prisão convencional! Considerando que sua aplicação será entremeada de critérios e com a anuência do condenado para sua inserção nessa modalidade penal. evidentemente. prisão virtual. O monitoramento eletrônico é socialmente válido. que não apregôo. É 8l crise dentro da crise! É o caos! Se considerarmos a quantidade de vagas em todo o sistema prisional . o latrocida e quaisquer outros que cometeram violência contra a vida. um indício de enfraquecimento dessa vigorosa e duradoura crise penitenciária . evidentemente. Sua implementação. retoma para a prisão.o que é grande começa pequeno. temos um total de 156. cujo valor seria de uns R$60. os dados enviados pelas instituições penais para confecção final desta estatística estarão.englobando os presos denominados fora do sistema ou provisórios -. Mas. pois as conseqüências do aprisionamento virtual são. como nos ensina a Bíblia.OO. da criminalidade e do tratamento penal com acuidade. Evidentemente. E devemos enfrentá-lo democraticamente. já é um começo. Libertado. Austrália e Canadá. o que significa dizer que temos um sistema funcionando aos pedaços com 226.954 vagas. finalmente. como não são hoje os suplícios e castigos impingidos aos condenados da época medieval. assim como todos os que atentem real ou potencialmente contra a sociedade devem. Isso ainda é ficção. Quem hoje é capaz de prever se no futuro evidentemente distante . Já está sendo aplicado em alguns países. para o total geral de 226. O mero isolamento social do indivíduo infrator em praticamente nada adianta na sua recuperação. ainda. só dependendo da ação policial. o psicopata. devem estar com alguma margem de erro. debato e argumento é a condição prisional para realidades como aquela de um jovem que roubou um par de tênis. o monitoramento eletrônico é eticamente correto. talvez a solução de aplicação imediata e com a certeza de resultados positivos: o monitoramento eletrônico ou. refletindo totalmente a realidade nacional. Espero e conto com a consciência de cada um dos nobres colegas para avaliar criteriosamente esta proposta. no mínimo. O monitoramento eletrônico é tecnologicamente com possível e financeiramente viável. O indivíduo perverso. Dou-me o luxo de Qumta-feira 22 060105 em potencial. Outros países como a França. um déficit de 69. aproximadamente um terço do custo da prisão convencional. parece ser este .ainda existirão prisões? Pelo menos nos moldes das que temos hoje certamente não serão. com um custo para o Estado de R$ 7. na esteira das soluções alternativas. ou seja. com descobertas de um punhado de tecnologias e da. Mas a realidade é hoje! É agora! Temos que encarar o problema da violência. O que defendo. principalmente na consecução do objetivo que em nosso País parece ser exatamente inverso. O quadro estatístico da prisão no Brasil é nítido e revelador. se pelo fruto se conhece a árvore. E se pode ser pensado por um. ato contínuo. não tão pequenos quanto os daqui. não ferindo nenhum preceito de direitos humanos. deverá criar uma fissura. e passou doze meses preso. se preferirem. como aqueles da ala mais radical progressista do penitenciarismo.200.Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Por essa razão. critério e determinação.

e obter um resultado de quase 75% de reincidência criminal. iniciar uma humanização no sistema penitenciário. Pode-se declarar virtualmente qualquer área como sendo restrita ao usuário. Mas ainda estamos muito distantes de países como a Alemanha. já é argumento a ser seriamente considerado para implantação dessa modalidade penal alternativa. iniciada em 1962. ainda jovem. sendo que agora. é que foram ampliadas. Hoje. É seu atestado de óbito. O problema penitenciário é grave. especializa o crime. Falecido em 6 de março. Só o fato de um indivíduo infrator ter sua liberdade cerceada sem. que. E enviada mensagem ao presidiário para sair da área imediatamente. O grande avanço social/penal patrocinado pela inserção das penas alternativas em nosso Código Penal é fato a ser louvado. Caso este entre ~uma zona restrit?. no conjunto social. desejo abordar outro assunto. Louvado sobretudo pelo muito que tem servido como adiamento da explosão iminente do sistema há mais tempo. suspeito. Deputados. Como Deputado Federal. Mário Covas deixa uma lição de exemplo como cidadão e político. agrupá-lo junto a outros criminosos no conjunto penitenciário. ampliando sua eficácia. ética e profunda sensibilidade social. em 1998. retirá-lo da comunidade. Outro emprego útil do sistema é a respeito de investigação criminal. com todos os malefícios que daí decorrem. onde somente 17% dos condenados recebem penas detentivas. tornando mais eficiente o infrator. e os resultados evidentemente pífios. o Governador de São Paulo. grande e vem crescendo. o sistema já teria explodido completamente. um alarme é automaticamente disparado. Com isso se está efetivamente mudando o perfil caracteristicamente aprisionador do sistema penal nacional.06406 Quinta-feIra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS banco. crescente. na oportunidade. esperamos. é alarmante! É o atestado estatístico de inviabilidade técnica do sistema como sistema. no início deste mês. educação. no entanto. de fato. Inúmeros são os adjetivos que qualificam a vida pública de Mário Covas: durante toda sua carreira política. nos Estados Unidos. Sras. e Srs. sem. Investir o volume de recursos como os que se investe atualmente. no mundo. Vítimas em potencial podem ser avisadas caso o presidiário entre numa zona restrita. praticamente ontem. um de seus mais importantes filhos. ganhou e perdeu eleições. Foi cassado. visando ao que pretendemos aqui no Brasil: o cerceamento da liberdade do condenado. da nova ordem nacional. Portanto. Sr. E a implantação de penas alternativas deu-se muito recentemente. humano. a necessidade de separar o joio do trigo é fator inquestionável se se quiser construir realmente um sistema penal racional. pode-se verificar a exata localização do mesmo no momento do crime ou se o mesmo esteve nas proximidades do local onde foi praticado o delito. dentre muitos similares que ocorrem em nosso País. construção de moradias. a famosa pós-graduação no crime. Ocorrendo um delito na área de localização do presidiário. Senador e Governador de Estado soube ganhar a admiração mesmo dos mais convictos adversários. é argumento! É prova! O que temos hoje no País é um escombro do que se pode chamar de sistema penitenciário previsto na legalidade. A rede de satélites GPS rastreia a localização do PTO 24 horas por dia. Mário Covas. com a grandeza do espírito de homens públicos que somos e pelo papel e responsabilidade social a nós creditados. O Brasil perdeu. O monitoramento eletrônico foi idealizado em 1968. Não fora isso. Não reeduca. traçou para . Presidente. O Março de 2001 dispositivo de rastreamento informa ao centro de controle sobre a localização do presidiário. O monitoramento consiste em um pequeno aparelho que é acoplado ao tornozelo do usuário e fornecido um dispositivo de rastreamento (PTD). mas nunca se distanciou do caminho que. demonstrou clareza de princípios. para ele e para a sociedade. E isso não é opinião. reduzindo custos penitenciários e os realocando para as áreas sociais da saúde. O volume de recursos despendidos é grande. depois de mais de dois anos de luta contra o câncer. com aquilo que podemos chamar de retreinamento social. no entanto. Conclamo todos a avaliar essa idéia na exata dimensão social a ela inerente. já existem 52 tipos de penas alternativas. são práticas comprovadas e eficazes na prevenção da criminalidade. Este é um fato real. iniciando a carreira em sua cidade natal. é mais do que preocupante. Prefeito de São Paulo. eficiente e irrestritamente dentro da legalidade. Aplicamos recursos da ordem de cinco salários mínimos mensais por preso (média atual) para se obter exatamente o inverso do que desejamos! Esse sistema está realmente fora da ordem. nos padrões da política de segurança pública e da política nacional de direitos humanos. Na esperança de que o Poder Judiciário acolha esta nova realidade tecnológica. com a agravante da especialização criminal.

são homenagens acanhadas. ainda. Na dedicação à campanha pelas Diretas-Já. mas de todos os membros desta Casa para a aprovação dessa proposta que hoje vem à apreciação do Plenário. sem dúvida. uma ind'sutria de papel . Em São Paulo. e está na segunda geração de seus filhos. a cidade onde nasceu e começou sua carreira profissional e política. seja em 1998. Seja como Líder do antigo MDB. É uma cidade tradicional. MÁRCIO MATOS (Bloco/PTB . não mediu esforços nem negligenciou decisões. que tem enorme potencial madereiro. ou na fundação do PSDB. Ao contrário do que costuma acontecer no mundo político. Santos. Em todos os seus atos. São 150 mil hectares de reflorestamento. bem organizada. de quem. momentos em que ficavam patentes o carinho e o apoio da população. seja em 1986. durante a celebração da missa em memória de Mário Covas. o Diretor da Escola Politécnica da USP conferiu o nome Mário Covas Júnior ao prédio da administração da faculdade. Esperamos. O mesmo há que se dizer da Escola Politécnica. pela qual Mário Covas sempre demonstrou enorme carinho e onde descansa agora. durante o regime militar. no dia 18. sua visão sempre abarcou o País como um todo. tem apenas 37 anos. Para isso. Mário Covas demonstrou a coerência de quem sempre buscou o bem público e a justiça social. Qumta-Itnra 22 06407 Entretanto. está à altura de ostentar o nome daquele que é um exemplo tanto para a classe política como para todos os cidadãos brasileiros. Telêmaco Borba. Presidente. fazia questão de participar de muitos eventos. completará 129 anos. Santos. faço neste momento homenagem a duas cidades paranaenses que estão fazendo aniversário de emanciapação política neste mês: Tibagi. ética e honra. Telêmaco Borba. um político de expressão nacional. que abraça todo o litoral do País. Referência no seu partido. Tibagi representa um segmento da cultura paranaense. Em sua cidade natal. evitou ao máximo licenciar-se do cargo de Governador.Sr. quando sofreu o primeiro enfarte. São justas e perfeitamente compreensíveis tais homenagens. Durante cerca de 26 meses em que se submeteu ao penoso tratamento médico.) . em dar o nome do ex-Governador à Rodovia dos Imigrantes ou ao Rodoanel. Começa a haver agora um vínculo entre a população e a ciade. O SR. quando foi diagnosticado o câncer na bexiga. com seu caráter de integração nacional. Muito obrigado. seja como Líder do PMDB na Assembléia Constituinte. no dia 21 de março. Como bem lembrou D. Sua atuação não se confinou às fronteiras de São Paulo. não apenas da bancada paulista. principalmente no que se refere à cultura política. trabalhando até o limite de suas forças. grnade produtora de grãos e que tem vocação para o turismo motivada pelas suas belezas naturais. segundo suas próprias palavras durante a campanha presidencial de 1989. pois. é jovem. Covas enfrentou com dignidade e transparência a doença que acabou por tirar-lhe a vida. Cláudio Hummes.PR. ou de São Paulo. o Prefeito Beto Mansur deu o nome do ex-Governador à Avenida dos Portuários. 37 anos. mesmo as mais polêmicas e impopulares. Sem revisão do orador.Marçl) de 20tH DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS si: fazer da política um meio para promover o bem público. Mário Covas foi. mostrando que é possível conciliar política. limitada à sua cidade de origem. Estado que ele representou no Congresso e governou com competência e dedicação. Uma das marcas da vida pública de Covas foi a coragem com que agia em todos os momentos. inaugurando obras e visitando áreas carentes do Estado. Mesmo quando forçado pelas circunstâncias a licenciar-se. Ele não era um político de expressão local. contar com o apoio irrestrito. não apenas da bancada do PSDB. a cidade da família e dos amigos. em toda sua extensão. Era o que tínhamos a dizer. em 1988. Arcebispo de São Paulo. além de pretender erigir uma estátua e construir o Memorial Mário Covas. passando por Santos. Somente uma rodovia como a BR-101. diante da dimensão da figura de Mário Covas. não poderia deixar de homenagear seu filho ilustre. Sr"s e Srs. em 1984. em cujo grêmio estudantil Covas ensaiou seus primeiros passos na política. Fiel a seu estilo pessoal. Fala-se. de norte a sul. Inúmeras iniciativas estão surgindo para homenagear a memória de Mário Covas. Covas jamais escondeu suas enfermidades. contorno viário de São Paulo que se encontra em construção. sua motivação não era pessoal ou paroquial. compreendia "a função política na democracia como instrumento mais eficaz para a transformação e aperfeiçoamento das estruturas sociais". Essa compreensão da estatura política de Mário Covas é que nos levou a apresentar projeto de lei conferindo o nome Rodovia Mário Covas à BR-101. Coragem que se revelou tanto diante de fatos delicados da vida política nacional como na sua vida pessoal. o Governador "honrou o mandato que recebeu do povo". Deputados.

a definição de doze metas prioritárias por parte do Governo Estadual. vê-se sacudida com a implantação do grande Projeto Orla. O Governo de Tocantins viabiliza um pacote de obras capaz de dar ao Estado. na cidade de Tibagi. padecem muito pelas circunstâncias atuais. como o Maranhão e o Pará. eleita pelo Governador Siqueira Campos. Carlos Hugo WoJf Von Grafen. dos 5 e 6 mil funcionários que ela empregava. além da confiança que o empresariado tem demonstrado para . Uma outra reivindicação da cidade de Tibagi é a telefonia móvel. Uma exploração turística privatizada. O Governo vai direcionar ações para implantação imediata da Universidade Federal do Tocantins. com o asfaltamentoe dos últimos oitenta quilômetros da estrada Transbrasiliana. no Orçamento Geral da União. Tudo seguindo as normas de preservação ambiental e com cuidado redobrado para se evitar a favelização da mais nova e moderna Capital do País. KÁTIA ABREU (Bloco/PFL . infelizmente. mas de outros Estados que fazem divisa com o de Tocantins. a cidade mãe. que não existe. com gastos inferiores a 40% das receitas com a folha de pagamento. a industrialização. nesse sentido. com90 grande produtora de grãos. Há que se resguardar. Trata-se de importante rota de cargas de grãos. A indústria não pode dar empreto a todos. A prioridade número um. com o represamento do Rio Tocantins. há muito tempo. e o Porto de Paranaguá. Pensar alto e transpor para a realidade vontades. esta no PPA.06408 Quinta-lima 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS e de celulose. certamente. Tanto uma quanto a outra. Anualmente ela aparece no Orçamento.Sr. que já atrai empresários do ramo hoteleiro de todo o País e do exterior e vai esquentar a economia regional com o aproveitamento das margens do grande lago que se formará. que muito diminui a distância entre o norte pioneiro do Estado. é a pedra de toque que transforma a condição de vida.) . e Sr. E é aí que reside o ganho que possibilita uma capacidade de endividamento do Governo do Estado para tocar adiante projetos de interesse da população. Tanto Tibagi. Muito obrigado. gerando milhares de empregos e movimentando a economia regional. Entretanto. nos próximos anos. mas. que está muito difícil deser agilizada talvez pelo excesso de telefones ou falta de cabos. não só tocantinense. A região sonha com a implantação de um pólo madereiro. na figura dos seus Prefeitos. Telêmaco Borba é uma cidade que tem indústria rica e Prefeitura potente. reivindicação de mais de vinte anos. a cidade filha. e Srs. à satisfação de carências que grassam por todo e qualquer lugar onde depende da vontade política do homem e de sua força interior a eliminação plena de necessidades vitais à sobrevivência humana. mas não compareceu a esse trecho de oitenta quilômetros. mas a cidade cresce em decorrência dela. com agricultura bem mecanizada. de tal Março de 2001 modo que se estabeleçam direções e rumos certos. a BR-153. autorizada pelo Presidente Fernando Henrique Cardoso. em função do fechamento das comportas da Hidrelétrica do Lajeado. que levem a melhores oportunidades e. estrutura suficiente para receber grandes investimentos que gerem retorno financeiro ao empresariado e tragam dividendos sociais à população do nosso querido Estado. o asfaltamento não sai. Há pouco tempo. Sras. como Telêmaco Borba. É lá no Tocantins que o funcionalismo tem um piso mínimo superior a 300 reais e o Governo cumpre rigorosamente a Lei de Responsabilidade Fiscal e a Lei Camata.TO. Pronuncia o seguinte discurso. situada ao norte do Paraná. elencado como uma das prioridades de Governo. Deputados. São projetos de vulto e que já estão sendo executados na prática. na cidade de Telêmaco Borba. também padece desses mesmo males. Nossa Capital. A SRA. a Capital Curitiba. fazendo dessas vontades instrumento de mudanças. A cidade de Telêmaco Borba deseja desenvolver o pólo moveleiro. o Ministro dos Transportes ewteve visitando uma região de estradas que têm deser recuperadas. Palmas. e também a fixa. José Tibagi de Melo. lutam para industrializar suas cidades e trazer o benefício do emprego aos seus habitantes. aprovada neste Congresso Nacional e cujo processo de implantação encontra-se tramitando no Ministério da Educação e faz parte da agenda de compromissos do Governo Federal para com o Tocantins. a história registra que grandes sociedades são formadas por grandes idéias e projetos grandiosos. Tibagi. de modernizar seus métodos de produção. A outra cidade. Ela sonha. assim como são múltiplas as formas de se reinventar atitudes. Presidente. Sr. só restaram mil poucos. em função da necessidade de competir internacionalmente. em seu 13° ano de criação. está centrada na educação. O Tocantins vê agora. a partir de setembro deste ano. porém seu povo é pobre em decorrência do desemprego.

SC. que. que serão aplicados no asfaltamento de rodovias no Estado e na construção de pontes. ' Quinta-feira 22 06409 carne livremente para outros Estados e até para o mercado internacional. pnnclpalmente do sul do País. o sangue continua jorrando e a semente da dignidade dos povos não brotou. . Isso tudo. Precisamos de amigos e de colaboradores.. .Sr.. como livre da aftosa. podendo comercializar sua A . A' S P I t Ih d StS1m . rs. O apoio do Presidente Fernando Henrique Cardoso é a alavanca fundamental no processo de revitalização da economia tocantinense. ~elhor aproveitamento da capacidade energetlca do Estado. . para . 5 mil dos quais atendendo a 83 famílias de posseiros. que já viviam na área e foram resguardados como priorida~~ do Gov~rno. Se se deixar o povo trabalhar. juntamente com a implantação do Linhão de Transmissão de Energia Norte-Sul 2.Matço de 2(0) DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU lADOS com o potencial tocantinense." Assim canta o poeta Renato Russo na música "índios". quando o Estado é definitivamente colocado. por organismos mundiais de vigilância sanitária e pelo Governo Federal. vai possibilitar a entrada de recursos que atingem a cifra de 1 bilhão de reais. e Srs. e a . região carente. não se tem dúvidas de que as prioridades elencadas serão viabilizadas. porque a população é necessitada. Parlamentares.a determlnaçao d? seu criador. Quero lembrar que.o.. Não precisamos de pessoas que denigrem a imagem do nosso querido Tocantins. na dl~lsa de Toc~ntlns com o Maranha~. Mas não poderia ficar de fora das prioridades a Ferrovia Norte-Sul. respo~savel pela Implantaçao do programa de desenvolvimento do cerrado em todo o País. "nos deram espelho e vimos um mundo doente. O Governo quer ampliar o número de produtores rurais atendidos pelo programa de eletrificação rural.um novo perfil a ~ampos lindos. são metas a serem perseguidas com afinco pela administração estadual. onde foi implantado um projeto de colonização.. perseverança e coragem de lutar Inerentes ao povo. e vai intensificar as negociações com o Médio Crédito Centrale. E agora o Governo vê emergir o grande pólo de produção de grãos e frutos de Campos Lindos. com a Fede~aç~o dos Trabalhadores na Agrlc. I d E t d po encla a ~er exp ora o no s a . visto que foram os primeiros habitantes do solo que hoje recebe o nome de Brasil. imprensa que nos acompanha. assim.ultura e com o. No Tocantins temos pressa. . numa área de 105 mil hectares. d' 5 d t b 't comp e a os no. somad?s a~~ empresarlos que ~celtar~m investir na . darao. Srs. . vindas do Maranhão. pro~lmo . necessidades energetlcas. Smdlcato dos Trab~lh~dores RuraiS de. LUCI CHOINACKI (PT .. Sras. Governador Siqueira Campos. i . O reconhecimento da dívida constitucional da União para com o Tocantins. mas aos produtores estabelecidos na região de fronteira. o resultado será certamente o que ocorre hoje no nosso Tocantins. ligando a Capital à Belém-Brasília. é definido num momento importantíssimo para o Tocantins. recolocada na agenda política e econômica do País pelo Governador Siqueira Camposo Acelerar o ritmo das obras que já adentraram o Tocantins. o Governador Siqueira Campos estabeleceu também como um compromisso a solução definitiva para o problema de divisas com Goiás e Bahia. Sem revisão da oradora. . o aval do Governo Federal. Consciente desse potencial. Tudo feito em conJun~o com a Federaçao da Agr~cultura. ~sses. Presidente.reglao e J~ c?meçam a p~oduzlr. cuja meta atual é de 19 mil propriedades com energia elétrica. pois este País ainda não reconhece o direito dos indígenas de recuperar suas terras. O processo já está no Supremo Tribunal Federal e o Tocantins já está pronto para cumprir com a sua parte. que tantos prejuízos têm causado não somente ao Estado. Ia e ?U u ro. o Presidente F~rn~ndo _Henriqu~ C~rdos~ de~ ~inal verde par~ a pnvatlzaçao de mais cm~o hldreletncas no Toca~tms. A SRA. Deputados. que serao I t d . Fechando o pacote de medidas.e o ~UI o que se ~onsegulu ate aquI. da Itália.. .. dá exemplo ao País de que nosso desenvolvimento nós mesmos o conquistamos e que o País é fértil.) . Campos LIn~os e ?om o aval te:n1co da ~ompanh~a de Promoçao Agrlcola. Muito obrigada. passados 500 anos. feito pelo Presidente Fernando Henrique Cardoso. para o financiamento de 100 milhões de dólares. como a monumental ponte metálica sobre o grande lago. d' O Brasil Ja sofre com os blecautes e energia elétrica e o Tocantins pode contribuir para suprir as . A entrada em operação da Hidrelétrica Luis Eduardo Magalhães com 850 megawatts de I d pot encla e apenas o começo e uma parce a o t . com gente que trabalha. gr~ças.. d ar ~m:n adre~ o t~n o para ~s poucos reze anos e cnaçao o locan ms. como o Brasil tem conhecimento. funcionárias e funcionários desta Casa.

Março de 2001 Portanto. sem qualquer assistência à saúde. Parece que o Sr. No sul do Brasil. por omissão do Presidente Fernando Henrique Cardoso e. este Governo põe a culpa em agentes da pastoral. uma lei de 1973. Interessados em tirar proveito econômico ou político do caso. xoklen e xetá não foram demarcadas. Fernando Henrique. sofrendo com a invasão de sua mãe terra e com o desrespeito com sua cultura. na comemoração dos 500 anos de invasão do Brasil. esperam a demarcação de suas terras. Manoel. Sr. D. . a barbárie e o desrespeito praticados contra o bispo e seus agentes por aqueles que sempre usaram os recursos públicos para enriquecer e o espaço político para denegrir os lutadores do povo. Os agricultores foram enganados ao comprar terras que pertenciam aos índios. de 1988. O Estatuto do índio. Temos certeza de que o povo de Santa Catarina e do Brasil. Antes de encerrar. em Santa Catarina. em bispos e lideranças realmente comprometidas com o povo e que querem buscar uma solução para esse conflito. Só assim poderemos pensar em desenvolver nossa Nação. deixamos aqui nossa solidariedade em nome do povo do oeste. Eles têm direito à terra. mas não nos esquecemos de que os pequenos agricultores não podem ser abandonados e jogados à beira da estrada.06410 QUlllta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Os pOVOS indígenas. guarani. que luta pela dignidade e por justiça social. Muito obrigada. Saudades e Cunha Porão O problema é realmente sério e tem se agravado pela atuação de alguns oportunistas que nem sequer possuem terras nas áreas em conflito. movem intensa e injusta campanha difamatória contra o nosso bispo. de que os homens e as mulheres de bem. tem mantido uma atuação firme e corajosa na defesa dos povos indígenas e dos pequenos agricultores ameaçados pela política econômica neoliberal. o Conselho Diocesano de Pastoral analisou a grave situação dos agricultores que vivem em terras reivindicadas por comunidades indígenas nos municípios de Abelardo Luz. De novo nada foi feito. voltou a estabelecer um prazo de cinco anos para que o Estado cumprisse essa importante tarefa. Dom Manoel João Francisco. D. Presidente. temos 106 terras indígenas. Manoel João Francisco nessa caminhada. que só contempla multinacionais. que defendem os direitos humanos. Os pequenos agricultores e índios estão sendo vítimas de um processo de omissão e engodo. Sr. com todos os agentes de pastorais. tudo não passa de discursos bonitos só para inglês ouvir. apenas dezoito estavam em processo de demarcação. sem que eles soubessem. quando o Presidente. em Porto Seguro.ocou no lix~ todo seu co~~eci~ento de Sociologia. Presidente. que vivem em todos os recantos do Brasil. Por enquanto. os representantes do GIMI. está passando da hora de este Governo criar vergonha na cara e resolver o problema da reforma agrária e da demarcação de terras indígenas. reprimindo os movimentos sociais. Chapecó. estão juntos como D. desejamos registrar nos Anais da Casa documento em que a Pastoral da Diocese de Chapecó denuncia a violência. A memória histórica é tão importante quanto a coerência. queríamos deixar registrada nossa solidariedade ao Bispo da Diocese de Ghapecó. 62. DOCUMENTO A QUE SE REFERE A ORADORA: Posicionamento do Conselho Diocesano de Pastoral a respeito dos conflitos envolvendo agricultores e índios na Diocese de Chapecó Reunidos nos dias 10 e 11 de março de 2001. pOIS reco~hecla a dor e a Injustiça quando escreveu naquela epoca. Nada saiu do papel até hoje. os sindicalistas. Sr. latifundiários e banqueiros. A atual Constituição. Manoel João Francisco. A memória histórica não deixará apagar do povo essa triste cena em pleno regime dito democrático. Para se livrar da responsabilidade. do Governador Esperidião Amin. que não coloca em prática as leis e o que está na Constituição. à educação e à auto-sustentação. No oeste de Santa Catarina está ocorrendo um problema sério: o conflito entre índios e pequenos agricultores.3% das terras dos povos kaingang. mandou bater em índios. Compraram as terras como quem compra carro roubado. e contra os agentes de pastoral do Conselho Indigenista Missionário (CIMI) e da Comissão Pastoral da Terra (GPT). Foi uma grande enganação. de acordo com o Conselho Indigenista Missionário GIMI. a transparência e a responsabilidade que devemos ter no exercício de mandatos políticos. Fernando Henrique Cardoso col. Mas não pensam assim nossos governantes. que reconhecem o direito dos índios e dos agricultores. O culpado é este Governo. em Chapecó. diz claramente que o Poder Executivo deveria fazer a demarcação de todas as terras indígenas em um período de cinco anos. Vejam. só no sul do Brasil. Defendemos a dignidade dos índios. que.

Sua Santidade fez essa declaração no dia 4 de outubro de 1997. do PT de São Paulo. Condenamos a violência cometida contra um agente da Pastoral da Juventude Rural (PJR) no dia 3 de março. repetindo decisão firmada pelo Tribunal do Rio de Janeiro. . que "dispõe sobre a obrigatoriedade de os servidores das delegacias de polícia informarem às vítimas de estupro sobre direito de aborto legal".Mmço de 2()O) OIÁR)O DA CÁMARA DOS DEPLnADOS As famílias agricultoras que poderão ser atingidas pela demarcação das terras indígenas não estão sendo corretamente informadas dos seus direitos. a Justiça o derrubará. . Não podemos admitir que continuem as agressões contra eles. Destaco o seguinte trecho da entrevista: Catolicismo . Escondido como mercadoria de contrabando. Presidente. que assegura o direito à vida e à inviolabilidade da liberdade de consciência. "receberão uma mixaria pelas benfeitorias e terão que entregar a terra sem direito a nada".~és das emissoras d~ radlo. É tempo de despertar e identificar os "lobos vestidos de cordeiro. frustrando a expectativa dos agricultores. Ele é Delegado de Polícia do Rio de Janeiro. E preciso que as lideranças comunitárias assumam com coragem e determinação o compromisso de impedir que nosso povo seja prejudicado.. alarde ou debate." Qumta-ttma 22 (64)1 Chapecó. Por que esses MCS. o Projeto de Lei n° 605/99. que todos os dias entrevistam os agressores. que obrigava as delegacias de polícia a fornecer às mulheres vítimas de estupro a lista de hospitais onde elas poderiam fazer abortos. o Papa declarava em sua visita ao Brasil que o aborto é crime abominável. por contrariar nossa Constituição.. por último. em regime de urgência urgentíssima. a base governista na Assemblela Legislativa impediu sua aprovação. Pedro UC~~1. através do então deputad~ Lamentavelmente.d~ndo a um convite feito atra. alguns meios de comunicação social vivem divulgando mentiras. em março de 2000. Sras. contrariando a índole cristã de nosso povo.. jogando excluídos contra excluídos? Alguma vez a Igreja deixou de defender e apoiar os pequenos agricultores? Esses políticos que estão se manifestando realmente defende os pequenos agricultores? De que lado estavam no caso da peste suma? Costumam votar em defesa dos direitos do povo? . uma vergonha para a humanidade. LAEL VARELLA (Bloco/PFL . à CPT. Ao contrário. compa~eceu a um~ reulllao para defender os IIlteresses dos Jovens rurais. Reafirmamos total apoio e solidariedade ao nosso pastor Dom Manoel ao CIMI. que tem o objetivo de manter os agricultores desi~formados sobre os seus direitos. Pronuncia o seguinte discurso.Sr. Espero que o Senado repare o erro cometido por esta Casa ou. em menos de vinte minutos. 'todo o Oeste catarinense será tomada pelos índios" etc. áreas indígen~s. "Felizes os que são perseguidos por causa da justiça. no caso das demarcações de. enquanto a Prefeita de São Paulo. 11 de março de 2001 O SR. nunca dão espaço para os representantes da Igreja? Condenamos com veemência essa boataria tendenciosa que deixa os agricultores em permanente tensão. em votação simbólica.Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro considerou inconstitucional a Lei Estadual n° 2. a Associação dos Delegados de Polícia do Rio de Janeiro (ADEPOL) e tendo sido essa a entidade que apresentou a representação de inconstitucionalidade dessa lei. E os ag~es~ores se dizem defensores da propnedade e da dignidade. Presidindo o Sr. o projeto do PT entrou no pacote de projetos em defesa da mulher. foi ameaçado de morte e !ICOU sem alguns perten~es. 10). Reale esclarece a ação vitoriosa. O PT vem incessantemente tentando legalizar o aborto em nosso País. à PJR e a todos os agentes de pastoral envolvidos nesses casos. Dele não se fez propaganda. fazia campanha pelo aborto. para garantir a possibilidade dos agricultores receberem pagamento pela terra.) . porque deles é o Reino dos Céus" (Mt 5.802/97. Lembramos que. e Srs. Deputados. Ocupou igualmente a Presidência da International Police Association (IPA) _ Seção Brasileira (1979/1981). nosso~ agentes de pastoral encaminharam um projeto de le~. Wladimir S. Numa entrevista à revista Catolicismo. devido ao seu trabalh~ na Diocese de Chapecó.MG. Esse incentivo ao crime abominável foi aprovado. a ex-Deputada do PT. Acusado de ser um agente "infiltrado". Marta Suplicy. o Dr. Assim. Presidente da Associação dos Delegados desse Estado desde 1990. na semana passada foi aprovado. como: "Os colonos sairão com uma mão na frente e outra atrás". Repudiamos toda essa manipulação. do Deputado Professor Luizinho. Aten. tendo sido também Presidente dos Delegados de Polícias do Brasil (1993/1995 e 1995/1997). A quem interessa esse clima. que razões foram aventadas para fundamentar tal recurso? .

disciplina a atividade da pesca amadora. Nas áreas reservadas à pesca amadora. Discute-se muito sobre o assim chamado aborto legal diante das condições em que ele não é considerado crime. Desde o mês passado. Sras. Na medida em que essa é realmente inviolável. concebida a partir de sugestões de técnicos do Ibama e associações de pescadores. com a livre decisão da mulher. uma vez que a Constituição do Estado. Durante o recesso parlamentar. Além disso. a Constituição. ali as coisas são todas efervescentes. a nossa posição baseia-se inclusive no que estabelecia a Constituição estadual.APEGO. Wladimir S. Pelo projeto. projeto de lei que regulamenta a pesca amadora ou esportiva no País. apresentei no ano passado.editada quando era governador o Sr.GO. bem como a pesca de subsistência imediata. E. Como então querer atribuir a um policial de plantão a responsabilidade de encaminhar a mulher à prática do aborto. pelo Órgão especial que é o seu Órgão máximo . espécies e petrechos para a pesca amadora em todo o País.) . diz que o Poder Público garantirá o direito à auto-regulação da fertilidade. promovido pelo programa Pesca e Companhia e pela Associação dos Pescadores de Goiás . Marçu de 2001 do homem ou do casal para procriar ou deixar de fazê-lo.formado pelos 25 mais antigos desembargadores . em Minas Gerais. O objetivo é definir regras claras para determinar as épocas.merece ser lembrado: sua aprovação ocorreu num momento extremamente infeliz. o projeto de lei está . e como tal deve sempre ocupar um lugar de supremacia. O projeto propõe também a criação de um cadastro nacional de pescadores amadores e uma licença obrigatória para o exercício da atividade. educação ambiental e estimulará a formação de associações. Então também essas razões .acabou entendendo que a lei era inconstitucional. Com seu movimento. e a posição anunciada por ele foi a de que efetivamente o aborto é um crime abominável. uma vergonha para a humanidade. a essa posição contrária à liberdade de consciência? Nós sabemos o que é uma delegacia policial. A proposta.Inicialmente. tive a oportunidade de participar de um encontro de pescadores em Tupaciguara. Então. é clara a vedação de qualquer atuação coercitiva ou indutiva. A proposta foi aprovada sem emendas na Comissão de Meio Ambiente e agora está sendo analisado pelas Comissões de Educação e Constituição e Justiça. O SR.e não somente as de natureza de consciência nos impeliram a levar isso ao tribunal. somente será permitida a prática do pesque-e-solte. assegura a inviolabilidade da liberdade de consciência. Sua Santidade fez essa declaração no dia 4 de outubro de 1997. efetivamente. esse direito é abrangente. porque naquele instante o Papa visitava o País. EULER MORAIS (PMDB . Tenho dito. reproduzindo a federal. em seu artigo 35. Um particular aspecto dessa lei estadual. Reale .sob pena de punição. Na ocasião.06412 Quinta-feIra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU1ADOS Dr. até dentro da grande polêmica que se instalou depois de 1988 discute-se se. tem princípios.br e pescaecia. no ponto em que ela. sob pena de sanções. esse ponto de consciência é fundamental em tal matéria. num momento em que nem se sabe efetivamente se haveria o problema da gravidez. o que tem de trepidante. Então. seja a Federal seja a do Estado do Rio de Janeiro.Sr.com. como obrigar o servidor .br sugeriram a disponibilização do projeto na rede para que internautas e pescadores amadores de todo o País pudessem opinar e apresentar sugestões para a proposta. os responsáveis pelos sites fishpoint. Pronuncia o seguinte discurso.que amanhã poderia ter um pensamento diferente a respeito do tema . Essa é uma regra expressa da lei positiva. esse direito à vida não teria revogado também o próprio Código Penal. Deputados. Marcelo Alencar . o Poder Público também desenvolverá ações para recuperação de ecossistemas aquáticos e matas ciliares. A proposta tem sido discutida por associações de pescadores de várias regiões do País e tem obtido o apoio de desportistas da área e ambientalistas. à luz da atual Constituição.com. locais. estabelece um cadastro nacional de pescadores amadores e os critérios para fiscalização e preservação das espécies. quando se fala da Constituição Federal no que diz respeito ao direito à vida. diga-se mais. E o Tribunal de Justiça. Então. e Srs. Presidente. conjuntamente com o Deputado Flávio Derzi.

com um potencial de 4 bilhões de metros Qumta-tima 22 06413 cúbicos e. Mostraremos às populações ribeirinhas que não vamos tirar o rio do lugar'. Ao concluir as declarações prestadas. .Sr. Está demonstrado. deverá ser realizado com Parlamentares. uma mudança na realidade nordestina". beneficiário da idéia. que a pequena quantidade de água que será eventualmente transportada do Rio São Francisco para o semi-árido não irá prejudicá-lo". já com duzentos milhões inseridos no Orçamento da União do corrente exercício". O Ceará. e Srs. sem prejuízo para os Estados da Bahia. excepcional realce ao encontro desta sexta-feira. as carências hídricas que atormentam os Estado do Ceará. para atender à importante faixa da região jaguaribana. assim. Paraíba. Alagoas e Sergipe. Vou apresentar requerimento de urgência para que a proposta possa ser incluída na Ordem do Dia o mais breve possível. 23. controvérsias em torno da viabilidade do projeto. Deputados. tornando o controle ineficiente e conflituoso. Deputados. o Ministro da Integração. sem uma norma federal correm o risco de ser contestadas e estimulariam o surgimento de várias legislações estaduais.) . antes do início da temporada de pesca deste ano. do engenheiro José Cândido Pessoa. no entanto. A regulamentação vai evitar situações como a que vivemos no ano passado em Goiás. As medidas. Bezerra mencionou o fato de que "a transposição deve ser entendida como elemento de um projeto de crescimento.CE. aqui.planeja-se o início das obras para agosto vindouro". O SR. Vou solicitar a realização de audiência pública para debater a proposta com os setores governamentais e não-governamentais envolvidos com as mudanças que podem ser implementadas com a aprovação do projeto. nesta sexta-feira. ensejando. Alagoas e Sergipe. quer no âmbito da Comissão Especial. em caráter definitivo. o efetivo inicio das obras planejadas. o que tem sido comprovado nestes 42 anos de sua existência. Como propugnador daquela iniciativa. dentre outros. Rio Grande do Norte e Pernambuco.Março de 2{)(ll DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUIADOS nos dois endereços e já comecei a receber sugestões. Senador Fernando Bezerra. cujo surgimento ocorreu ainda em 1856. sobretudo em função de reações que se localizam entre os representantes da Bahia. Interpelado por jornalistas qualificados. Acrescentou aquele auxiliar direto do Presidente da República que "a partir do licenciamento ambientalprevisto para acontecer após as audiências públicas . valendo contra um autêntico manancial. há uma expectativa de que os representantes do Ibama reúnam maiores dados para fundamentar o Relatório de Impacto Ambiental. Muito obrigado. sob a coordenação do Ibama e do Ministério da Integração Nacional. quando se aguarda que sejam dissipadas todas as dúvidas que remanescem em torno do Projeto de Transposição de Águas do Rio São Francisco. como foi o caso. Presidente. reputada como de inquestionável significação para nosso Estado. como a poluição e o assoreamento. quando se esperam superadas as divergências que vêm ocorrendo em torno dessa complexa iniciativa. Srs. Respondendo a uma indagação do jornalista Wilson Ibiapina. Pronuncia o seguinte discurso. técnicos e líderes comunitários um amplo debate em tomo da transposição de águas do Rio São Francisco. de Brasília. foram ouvidas vozes categorizadas que testemunharam a relevância da transposição. ex-Diretor-Geral do DNOCS e responsável pela construção do Açude Orós. De conformidade com entrevista concedida no dia 18 ao Diário do Nordeste. o apoio dos nobres colegas para agilizar a tramitação do PL. em pleno Governo Juscelino Kubitschek. confia em que as dificuldades sejam ultrapassadas. Empresta-se. Na reunião desta sexta-feira. de conotação permanente. através do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas. assim. quer neste plenário. apontada como capaz de suprir. cientificamente. também. suscitando. MAURO BENEVIDES (PMDB . Quero solicitar. destaca que "o projeto da transposição tem custo total de 3 bilhões. com a apreensão de peixes pela Agência Ambiental e adoção de medidas para controlar o transporte de pescados no Estado. Sras. indispensável para que se proceda ao respectivo licenciamento. o titular da Pasta da Integração enfatizou que "é preciso esclarecer que a transposição não irá agravar os males já existentes hoje no rio. na época. pretendo comparecer ao evento para recolher subsídios que ainda mais me capacitem a identificar a justeza da proposição. o Senador Fernando Bezerra voltou a demonstrar que "não haverá comprometimento ambiental. com sucessivos pronunciamentos desta tribuna e intervenções na Comissão Especial de que fui membro. assunto que vem prendendo a atenção do Congresso Nacional. Durante as discussões sobre essa palpitante temática.

~ . a Nação brasileira assistiu comovida. Sr. Presidente. Deputados. É preciso também que não se olhe apenas para a questão física do local de trabalho. ocaslao propicia para a declaraçao de boas intenções. manifestando-se em ato pacífico. chocada e com profundo sentimento de perda ao afundamento da plataforma P-36. ainda mais na véspera de uma Conferência Mundial. Pela ordem. MANOEL VITÓRIO (PT . ~ com todas as dificuldades que teremos em funçao do afundamento da plataforma. Afirmamos que o caso do Brasil é singular. MIRIAM REID (Bloco/PSB . porém.r do Brasil. Deputados. Sras.) . O SR. e Srs. Presidente.. E são estatísticas de organismos oficiais. . da definição de prioridades de alocação de recursos. mostrando. Trata-se de colocar a Março de 2001 superação dessas desigualdades no centro de todas as políticas sociais do Governo Popular. O racismo é a negação do Estado de Direito. Presidente. mas. A data evoca o massacre de Sharpeville. assim como quando da sua exoneração. Sem revisão do orador. em 1960. Quero trazer à reflexão a questão emocional daqueles trabalhadores. ~ situação é tão grave como na mmha Cidade. hoje.RJ. Não há democracia com racismo. buscamos uma solução definitiva que amenize nossas agruras seculares. . .c~ade-platafor~. cearenses. a exemplo da campanha veiculada em boa hora pela Rede Globo. Neste ano da Conferência Mundial contra o Racismo. O SR. a data voltou a chamar a atenção dos meios de comunicação. na hora da elaboração do Orçamento da União. até para começar a prevenir certas situações futuras. ~s declaraçoe~ das vlu~as. O Governo Zeca assumiu hoje o compromisso de ir além dos dados estatísticos sobre as desigualdades raciais. Sras. .06414 Qumla-tcira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Nós. v~nho a esta tnbuna para dizer que . em nenhu~ luga.~ ostuma.Sr. A SRA. . solicito a V. porque as desigualdades raciais só têm visibilidade nas estatísticas. Pronuncia o seguinte discurso. A revista Veja desta semana veicula uma reportagem sobre racismo e educação e. que nenhum fator reduz tanto o salário de um trabalhador quanto a educação. MÁRIO ASSAD JÚNIOR . . prati~~ente. São pessoas que vivem sob tensão . que deu posse aos novos membros do Conselho Estadual do Negro. C . em detrimento dos legítimos interesses de outras unidades federativas do País. desejo encaminhar à Mesa projeto de lei em que proponho normas para nomeação ao cargo de Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência. . nunca. O qu~. como o IPEA e o IBGE. homenagear as vítimas do apartheid e estimular a solidariedade internacional. quando dezenas de pessoas negras. Exa a palavra. E o racismo e a discriminação negam exatamente que todos possam ter as mesmas possibilidades e oportunidades de realização e crescimento. e Srs. Macaé. a Sr. de 31 de agosto a 7 de setembro.preClsamos Investigar a f~~do as causas desse aCidente. Nossos votos de trabalho fecundo aos conselheiros empossados hoje em Campo Grande. é urna . O SR. O caso do Brasil é singular no que diz respeito às desigualdades raciais. Macae. e. peço a palavra pela ordem. Ex que meu pronunciamento seja divulgado nos meios de comunicação da Casa. MÁRIO ASSAD JÚNIOR (Bloco/PFL MG.. em que o Governo brasileiro não tem mesmo nada a acrescentar.Sr. que vive na mtranqUlhdade porque sabemos que o trabalho off-shore tem como característica a insegurança e o alto risco por ser no mar. ~reslde~te. ainda com dados oficiais. a razão do dia 21 de março ser considerado o Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial é. A reportagem avalia também o impacto nos salários decorrente dessa desigualdade educacional. . na origem. a questão racial desaparece. foram assassinadas na África do Sul. PRESIDENTE (Marçal Filho) .MS.Concedo a palavra à Deputada Miriam Reid. . O SR. a ser realizada na África do Sul. Na hora da formulação de políticas. realidade da minha Cidade. ontem.Sr. Presidente. . utilizando-se de dados oficiais do IPEA Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada _. ~. Nao ~odenamos deixar de registrar a IniCiativa tomada hOJe pelo Governo Popular do Mato Grosso do Sul.) . As estruturas das plataformas já estão com mais de dez anos de uso. demonstra que a educação dos negros no Brasil é pior do que na África do Sul. Sem revisão da oradora. PRESIDENTE (Marçal Filho) . HOJe. . O SR.Tem V. r~aparecer nas datas : efemendes.Sr.) . Quase todas as famlhas que moram lá tem uma ou mais pess~s embarcad~s. Presidente. companheiros conscientes de que não existe democracia sem igualdade de oportunidades. se a~ompan~ou nos Jo~nals.

no Porto de Santos. PAULO DELGADO . Portanto. Os trabalhadores vivem hOJe sob tensao ?e um arrocho salarial.ribuem para a economia da Nação braSIleira.Março de 2001 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTAOOS permanente. Portanto. WAGNER ROSSI (PMDB . políticos.Sr. eu não era Presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo. no País. com a . meus queridos companheiros Deputados e Deputadas. para que haja uma política de segurança não só para a Petrobras e su~s subsidiárias. como isso foi feito. Presidente. Também manifesto a minha preocupação com a própria legislação off-shore. quero ~egistrar. Muito obrigado. requerendo um novo despacho à tramitação do Projeto 3. Venho tratar dessas questões. nos termos do art. E não são só esses. Trata-se de hábito muito ruim.Sr. Sem revisão do orador. E aqui. gostaria de encaminhar requerimento ao Presidente Aécio Neves. com ampla participação dos . e Srs. PRESIDENTE (Marçal Filho) . com~ també'!' uma relaça~ ~e 30 mil tercelrlzados para 6 mil petroleiros.para outras multlnaclonals: EXlst~m cerca de 3 mil estrangeiros ~abalhand~ na ml~. A partir daí. sobretudo por jornalistas sérios e em jornais tão importantes e fazedores da opinião nacional. jornal de grande circulação e um dos mais importantes do nosso País. a discussão da mudança da escala de trabalho de 14 por 21.Paulo. 141 do Regimento Interno. Mas. Pela ordem. O SR. nem fiz o contrato da obra referida. de 2000. Mas nós. há tendência a se plantar a notícia e depois investigar sua procedência. àqueles a quem devo satisfação. confesso que gostaria de ocupar a tribuna hoje por outras razões mais importantes e de interesse da população brasileira. pude realizar a tarefa muito importante. ainda a qu~stao salarial. Presidente. Sr. e temos compromisso com esses trabalhadores e com essas famílias. com o sacrifício das próprias vidas. de uma vez por todas. acarretando um problema mUito grave em todo o País e muito maior na nossa cidade. É muito grande o número de pessoas que já fazem acompanhamento psiquiátrico pela própria dificuldade que têm de continuar naquele trabalho. sem um aprofundamento maior.Tem V. pro. como também um aprimoramento da I. Mas. O SR. sobretudo. Qumta-tima 22 OMI5 O SR. como vimos agora. venho implorar pelo sangue derramado pelos petroleiros. Sr. passar ao Plenário os documentos que comprovam minha assertiva. Presidente. Era o que tinha a dizer. A política de redução de custos com aumento de produção gerou recordes de produção da Petrobras e um aumento muito grande de arrecadação. peço a palavra pela ordem. Não fui eu quem contratou esse aditivo.é a nossa preocu~açao maior em Macaé. de ouvir as aspirações desses trabalhadores e atendê-Ias por questão de justiça. para incluir a Comissão de Seguridade Social e de Família. para reafirmar a necessidade de se encerrar.eglslaçao. mas também . o que sena uma SImples forma de compensação pelo ~~ito que cont. Esta semana a Folha de S.ha Cidade. Dessa forma. A nossa legislação tem praticamente vinte anos e foi feita no improviso. Esse tipo de trabalho é recente no Brasil. Presidente. que não deveria ser exercitado. Presidente. tão logo assumi. quero dizer que quando o contrato e o aditivo foram firmados. Claro que vou dar explicação aos meus companheiros. São seis anos sem aumento de salário.e quero ressaltar a importância da orientação que recebi dos Ministros Humberto Souto e Walton Alencar -.944. Há u~a profunda injustiça com esses trabalha?ores q~e nao recebem o que teriam direito. que já estão há muitos anos no trabalho no mar. Sem revisão do orador.Com a palavra o nobre Deputado Wagner Rossi.MG. _ Sr. A Comissão Externa formada por esta Casa tem a grande responsabilidade de reatar diálogo produtivo. Sras.) . mudamos radicalmente o caráter da administração portuária. Deputados. deixaram lá seu futuro em troca de dar um futuro para a Nação brasileira. porque esta nota comete engano brutal e factual.ab~rtur~ da ~xploraçao do petróleo . Sr. PAULO DELGADO (PT . à Casa e. pnmelro processo de pnvatlzaçao portuana no BraSIl.) . publicou na sua coluna "O Painel" nota atribuindo a mim a contratação e o aditivo a um contrato da ordem de 141 %. é preciso que haja rigor na fiscalização das condi9ões de trabalho ~ seg~rança. numa media de 5 por 1. O SR. que trabalham numa escala de 14 por 14.Sr.ces~o altamente comple~o q~e la se ?~senvolvl~.SP. Quero apontar a necessidade de se estender esse direito aos demais trabalhadores terceirizados. Hoje. Fui eu quem anulou o aditivo. de sanear. permitam-me. PRESIDENTE (Marçal Filho) . é necess~rio que se estud~ com profundidade esses procedimentos. meus constituintes. Mais de cem. O SR. Exa a família. Presidente. ao longo desses anos. estamos sempre sujeitos a dar satisfação. sob orientação do Tribunal de Contas da União . Presidente.

e corrigi em 99. O aditivo que anulei está aqui. Ressalto que é preciso a superação. Mas se fosse. Mas. porque era hora de se fazer grande administração. aparentemente. foram substituídos por um técnico da área. em média. conciliando objetividade. Malço de 2UOl Sr. nos ~ltimo~ três ano~. por meio das normas do CND. O Porto de Santos superou a fama de porto mais caro. porque aqui está o ato em que anulei o contrato que me atribuem e que foi firmado muitos anos antes de eu lá chegar. à época Presidente da Casa. no caso específico. a partir principalmente da posse do atual Governador José Bianco. Não o fez. como eu iria responder? É preciso mais juízo e respeito à Casa que defendemos. à democracia que ajudamos a impor. transformamos a Diretoria em três técnicos. administradores. o programa de governo da Oposição deve resultar da decisão da pluralidade de inteligências que.06416 QUInta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS sindicatos. cada um indicado por um partido da base do Govemo aqui representada.t~cnologia. Paulo já recebeu comunicado oficial e me garantiu. no qual não há. tinha a tarefa de corrigir erros. a assumir de público um compromisso com o povo. Vivemos num quadro político dramático e difícil. que faria hoje a retificação. consensualmente reconhecidos pelas forças vivas que se opõem à atual direção política do Estado de Rondônia. como está sendo diariamente. e Srs. agricultura e estrada. urgentemente. EURípEDES MIRANDA (Bloco/PDT _ RO. Deputados. acima de tudo. para a campanha eleitoral de 2002. Pronuncia o seguinte discurso. Disponho dos relatórios do Tribunal de Contas aprovando minhas ações e que estancaram. Muito obrigado. Os que me antecederam podem ter tido. Presidente. até agora. Mas. Todos nós. através do respeito das ações. Exa pediu-me que nenhum diretor fosse político. foi feito muitos anos antes de eu ser Presidente da empresa. e suas tarifas públicas baixaram 70%.) . discutindo todos os assuntos abertamente. mas o fará amanhã. após minha saída . a unidade da Oposição e a diversidade e a autonomia dos partidos e dos cidadãos que a integram. nós mesmos. para fazer frente à campanha oficial de reeleição do atual Governador do Estado. porque é factual. Hoje vejo referências ao Porto de Santos. processo que tinha irregularidades.Sr. Tenho visto outras injustiças. Fizemos mais: completamos a obra com cerca de 15% do valor permitido. O Deputado Michel Temer. sobretudo numa área cuja complexidade associa tradição sindical e. não se concretizam sem tentativas e erros. disfunções. visando. além de in~orpor~r. mas apenas boato -. defendo ampla aliança envolvendo os partidos de centro e de esquerda. sim. é preciso darmos. Quando para lá fui. O SR. superar eventuais divergências partidárias. encontram-se dispersas. sabemos que um aditivo não pode ter mais do que 25% do valor do projeto original. mas fizeram sua parte. pautado no resgate da cidadania. É necessário. principalmente nas áreas de saúde. com base no qual se possa assegurar. A Folha de S.que não fosse fato. permitirão construir um programa comum. provavelmente por falta de tempo. onde devem movimentar-se as Oposições. da imprensa. :udo ISSO fOI conseguido com mUito sacnflclo e com mmha participação. De cinco diretores indicados por políticos. indicado pelo partido e acolhido pelo Governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso. numa democracia constitucional. E S. aleivosia cometida contra um político .9% todas as eventuais mazelas -. no meu caso foi muito fácil defender-me. preocupo-me com o fato de que atos difíceis de serem realizados. defeitos administrativos. educação. específico e pragmático de governo. um compromisso público sem se apegar a interesses subalternos. os quais. Deputados. como processo de privatização. ao mesmo tempo. Você terá total e absoluto respaldo para mudar a Diretoria". sequer muito espaço e poder para os partidos. Sras. têm como requisitos necessários a sua efetividade e os princípios que. Ela está pronta e em processo de privatização. principal . mesmo em relação aos que me antecederam. concreto. porque a complexidade do processo deixou arestas. Essa é fácil perceber. por meio do autor da nota. e Srs. como única alternativa de reverter o caos que se instalou no Estado de Rondônia. segurança. ao mesmo tempo. dos empresários. você precisa cumprir tarefa muito importante de resgatar a administração do nosso Governo e do nosso partido no Porto de Santos. Distribuirei nota aos meus companheiros Deputados e aos órgãos de imprensa. testemunho de seriedade quando se trata de falar da honra alheia. nenhuma do período em que fui Presidente. necessidade de renovação empresarial. imaginação e coragem. Sras. Presidente. Substituí a Diretoria com cinco diretores. disse-me: 'Wagner. A natureza e a responsabilidade das Oposições. para que tenha validade e legitimidade.

ginecologia. O SR. composta de um conjunto de quatro empresas. PRESIDENTE (Marçal Filho) . peço a palavra pela ordem. Apesar de se tratar de proposta clara e simples. ) Sr. assistentes sociais. enfermeiros. exclusivamente. de modo que sua mera existência é incompatível com a lógica de democracia pluralista. como Presidente da . do bem-estar e de melhores dias para a população rondoniense dependem de que a unidade das Oposições se construa sobre a base de um programa político de centro-esquerda. Exa a palavra. nova administração. oncologia. RAIMUNDO GOMES DE MATOS (Bloco/PSDB . clínica médica. farmacêutico e nutricionista. que se consideram portadores de uma teoria verdadeira acerca dos fundamentos e do destino da ordem sociopolítica. Era o que tinha a dizer. pois estão aparentemente inibidas para competir no mercado eleitoral. Realiza. por quatro anos. Francisco Batista Torres de Melo que administrou com proficiência o complexo da Santa Casa. Pela ordem. novecentos pacientes do Sistema Único de Saúde. O SR. preferencialmente. em substituição ao Gen. Presidente. Muito obrigado. englobando várias especialidades: cirurgia. com o tema "O Trabalhismo e a Gestão Municipal". pneumologia. Presidente. Admito as dificuldades não insuperáveis desta ampla aliança no Estado de Rondônia. aqui. hoje. praticamente. que se presumiria sepultados com a desintegração do fascismo e do leninismo.RS.Sr. ortopedia.Sr. dentistas. bem como suas prementes necessidades porque. Quero. a estratégia e a operação capazes de realizá-Ias. dias 23 e 24 de março. ainda. tem sido da maior importância o papel desempenhado pelas Santas Casas de Misericórdia espalhadas por todo o País. Raimundo Gomes de Matos. Por esse motivo. O seminário tem como objetivo oferecer aos Prefeitos trabalhistas conjunto de programas e Qumta-tclra 22 06417 instrumentos a serem por eles praticados. respostas aos problemas específicos que hoje a população do Estado enfrenta. que estabelece a universalização no acesso do cidadão aos serviços básicos de saúde. sua permanência. O SR. psicólogos. Para que tenha validade e legitimidade. Temos que renunciar a esta qualificação e. resultar da decisão da pluralidade de inteligências que até agora se encontram atuando de forma isolada. As Oposições carecem de um programa positivo e alternativo de governo. Seus serviços são estruturados dentro da nova concepção de saúde mental e implementados por lima equipe multidisciplinar composta por médicos. que incorpore. Deputados. ENIO BACCI (Bloco/POT . entidade filantrópica com 140 anos de existência. todas elas voltadas. ENIO BACCI . urologia.) . há quatro anos.. diariamente. PRESIDENTE (Marçal Filho) . oftalmologia. Tornou posse como Provedor o Cel. 160 cirurgias eletivas por mês e atende. Será organizado pelo PDT do Rio Grande do Sul e realizado na Assembléia Legislativa. especificamente.Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS responsável pelo abandono total da ação de governo em áreas vitais para a população. através de consultas. Presidente. O Hospital Psiquiátrico São Vicente de Paulo. A Irmandade Beneficente da Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza tem. era Mordomo da Santa Casa. quero fazer o registro de um seminário que se realiza no final desta semana. e que vive. desde o dia 19 de março próximo passado. tem. em média. ao mesmo tempo.Concedo a palavra ao Sr. administrado pelo Dr. que tem mandato de dois anos. conclamo as Oposições para que assumam a tarefa histórica de conceber metas comuns e de definir e redefinir permanentemente. por 15 anos. O SR. um programa de governo da Oposição deve. Sua rica experiência profissional engloba. já conhece muito bem a estrutura da instituição. ressaltar o grande trabalho desenvolvido pela Irmandade Beneficente da Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza. José Raimundo Sobnnho. A expectativa da recuperação da economia. ao atendimento da população carente de todo o Estado. hoje. A Santa Casa de Fortaleza desenvolve. Lívio Silva de França. as suas atividades em onze clínicas. O novo Provedor. inaugurado em 1886. à vocação para o protesto e nos prepararmos para a competição democrática e para a responsabilidade pelo Governo. mais de 90% dos seus leitos reservados para pacientes do SUS.CE. e Srs. conhecido como Asilo de Parangaba. para o cumprimento da exigência constitucional. Sem revisão do orador. Sras. terapeutas ocupacionais. O SR. ela esbarra em outra dificuldade: o problema e a ameaça contidos na sobrevivência residual de partidos ou grupos extremistas de direita ou de esquerda. do repasse de recursos oriundos do Sistema Único de Saúde. todavia. Pronuncia o seguinte discurso.Tem V.

que mais. FERNANDO ZUPPO (Sem Partido . Apenas com este instrumento. Deputado~.) . _ TodaVia. no mercado livre. ainda. de uma Usina de Oxigênio. novamente quem perde é o consumidor de carros populares. a ampliação da Residência Médica e do Curso de Mestrado.00. O Cel. fala-se agora na antecipação do IPI único para todas as categorias de carros. no exterIor. subiu 215. será possível. no sentido de apola~. Através de gestões desenvolvidas pelo Gen. também. um CIlindro mestre ~ara carros da Volkswagen custa. estamos requerendo. 58. dentre outras realizações. Lívio de França tem a grande missão de preservar a instituição que enfrenta aguda crise financeira. qu~ pode ~~egar a mais de 600 Yo. e Srs. voltado. Aproveito a oportunidade para fazer um apelo ao Minis~ro da Sa~de. posto que. enquanto as empresas que formam o cartel das montadoras ~uferem luc~os fabulos~s. que teve o apoio de vários segmentos da comunidade cearense. com destaque para o Exército Brasileiro. o aumento abUSIVO dos preços dos automovels e de seus custos de manutenção caracteriza inaceitável monopólio das montadoras de veículos no Brasil. as montadoras criam uma série de acessórios supérfluos e os impõem aos consumidores. qu~ trans~erem a suas matrIzes. foi possível viabilizar a implantação de novo Centro Cirúrgico.Sr.~Iasse trabalhad?~a.06418 QUluta-íelra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Companhia Docas do Ceará e o exercício de Presidente da Associação Comercial e da Federação das Associações Comerciais. § 30. como tais orgaos amd~ n~o con. Apoiar as Santas Casas é. D. segundo elas. seja mantido e preservado.SP. Uma das formas de se fazê-lo é o fortalecimento dos órgãos responsáveis pela garantia da concorrência no País. uma das melhores formas de garantir a sustentabilidade da política de universalização do acesso das populações marginalizadas aos serviços básicos de saúde. R$38 00 mas quando embalado pela montadora pass~ a ~usta( R$245. Somente com o resultado dessa investigação é que teremos meios para tentar melhorar essa situação. nos termos do art.!am com autonomia e estrutura para cumpnr tais funçoes. Senador J?sé Serra. como o Conselho Administrativo de Defesa Econômica . da Constituição Federal. Evidentemente o poder das empresas. conforme afirma a médica pneumologista. hoje. D~ Teresa Barros Arrais Maia. hoje. mordoma dessa instituição. GM e Ford. Mas. O resultado dessa estratégia tem sido tornar os aut?móveis inacessíve~s à . ' Não bastasse essa situação. que o pod~r de que dispõem sobre o mercado está causando sérios prejuízos aos brasileiros.ve alijada dos beneficIos do crescimento economlCO.SAE. Fiat. encarecendo. A titulo de Ilustraçao. O exemplo mais gritante desse fato está no preço dos chamados carros populares que. elevar o padrão de qualidade e de eficiência no atendimento prestado à população. assume a Vice-Presidência. Como médico e Parlamentar.5% contra uma inflação acumulada de apenas 142%. Ambrosina Stela de Oliveira. a Santa Casa consegue prestar um serviço de qualidade. Com os parcos recursos de que dispõe. Ao lado do novo Presidente. para os exclUldos. o Importante trabalho desenvol~ldo pela Santa Casa d~ Fortaleza. Alem disso ha a estarrecedora ?Ife~~nça de p~eço~ das autopeças entre as concesslonarIa~ e as 10Ja~ Independent~s. poderemos investigar e demonstrar à sociedade que as montadoras realizam cartel no Brasil auferem lucros excessivos e. como Volkswagen. Diante do exposto. Precisamos ter coragem para enfrentar tal poder. r h d' E ra o que In amos a Izer. seu único atrativo é a redução da alíquota do imposto. O SR. penso ser nosso dever a instauração de Comissão Parlamentar de Inquérito para que se aprofunde a investigação de tais fatos. dessa forma. Torres de Melo. Unificando-se as alíquotas. As grandes empresas já falam no fim do carro popular. hoje. uma vez ~e . assim. que é a CPI. Apesar dos indicadores de superprodução mundial de automóveis. os chamados modelos populares. é muito grande e elas o utilizam para tentar bloquear as ações da sociedade no sentido de limitar as práticas monopolistas. Além da elevação dos preços. efetivamente. sou testemunha da qualidade dos serviços prestados pela Santa Casa. é fundamental que seja alocado maior volume de recursos. a Secretaria de Direito Econô~i~o . Pre~idente. considerada. preferencialmente. Sras. E. desde 1995 até Março de 20() 1 agosto de 2000. os efeitos da concorrência não chegaram aos consumidores brasileiros.. e na . Pronuncia o seguinte discurso. a fim de que o atendimento.CADE.SDE e a Secretaria de Acompa~hamento E~o~or~lco .. como "um dos mais belos exemplos de solidariedade humana". que compartilha com o Presidente e os demais Mordomos a tarefa administradora da instituição.

As pressões deram resultados. etc. Os jovens de hoje terão. contamos com o apoio necessário de todos os Srs.) . Passo a abordar outro assunto. os gregos e os cristãos da Europa chamavam de bárbaros os povos diferentes deles. Sras. é: "doutrina que sustenta a superioridade de certas raças" . Os romanos.. raça ou cor. começaram a ser aprovadas leis que extinguiam a separação das raças. a responsabilidade da condução deste País futuramente. é um problema sério e merece atenção especial. Ficou proibida a existência de áreas reservadas só para brancos. O ClAVE e o CETAD/UFBACentro de Atendimento ao Dependente da Universidade Federal da Bahia. Nas décadas de 70 e 80. tipo crack. eram dominados por uma minoria branca.Organização Mundial da Saúde .Sr. da cocaína. Deputados. Presidente. Pronuncia o seguinte discurso. O racismo foi eliminado da legislação sul-africana. do crack. que lutava pela igualdade entre os grupos étnicos. Ou seja. cocaína. os números da dependência química crescem a cada ano. seja lícita no caso do álcool e do cigarro. em muitos países. hoje há leis que nos amparam e nos garantem o princípio da igualdade entre os homens. o então Presidente De Klerk tomou medidas no sentido de acabar com o racismo oficial. corno no caso da maconha. debates e campanhas. E o mesmo faziam os europeus às pessoas do continente americano. Muitos países cortaram QUInta-feira 22 06419 relações diplomáticas com a África do Sul. O mundo mostrava seu repúdio ao racismo. Sr. maconha e álcool. revoltados com o apartheid. Foram negados os direitos políticos e civis. intensificou a luta contra o apartheid. Presidente.BA. segundo o dicionário Aurélio. Na metade do século XX. A confiança na vida é importante para dar firmeza ao dependente químico. o que não garante. os bons empregos. Sras. A partir dos anos 60. Muito obrigado. Havia praia para brancos e banheiros públicos separados. independente de religião. Para isso. para que ele possa se curar desse mal e se integrar à sociedade de forma respeitável e sadia. vale a pena citar como exemplo a África do Sul. Sr. movimento político. Presidente. hoje é comemorado o dia mundial contra a discriminação racial. Muito Obrigado. movimentos antiracistas de vários países. seja ilíc~a. e Srs. Presidente. O SR. Vinte e cinco por cento dos atendimentos feitos nas clínicas e hospitais brasileiros são de dependentes químicos por drogas. Ao contrário do que acontecia no passado. o uso das mesmas calçadas ou dos mesmos bancos nas praças. que no século XIX foram criadas as primeiras leis que discriminavam e confinavam a sociedade negra. E tudo isso num país onde a maioria da população (85%) é negra. dos poderes públicos e da sociedade é fundamentai na persecução deste objetivo. então liderado por Nelson Mandela. são instituições em Salvador que têm programas de atendimento aos dependentes químicos. Isolado internacionalmente e acuado internamente. além de provocar um crescimento da oposição internacional ao regime da África do Sul. essa que considero uma das maiores mazelas da humanidade. Precisamos encorajá-los de que terão um País a ser continuamente construído. pois aí corremos o risco de não formarmos os dirigentes do amanhã. foi fundado o Congresso Nacional Africano (CNA). O conceito de racismo. Esse movimento ganhou mais força quando o CNA. os negros deviam ficar em pé. 35 do Regimento Interno. os conflitos internos se intensificaram. como tivemos e temos. Deputados. O apoio da família. foi aprovada uma lei que colocava os negros numa posição humilhante. tornando-se mais sangrentos. a instituição de Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar a realização de carte! pejas montadoras de automóveis.Março de 2001 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS forma do art. ainda.como modelo no atendimento de casos de intoxicação. os negros recuperaram o direito de possuir terras e de votar para o parlamento. que em holandês quer dizer separação.e é tão remoto quanto a humanidade. de vez. Deputados. nacionalidade. No ano de 1989. Ela foi proibida de participar de competições esportivas internacionais e vários artistas se recusaram a se apresentar em solo sul-africano. Sr. No ano de 1912. Na Bahia. e Srs. que esta data nos sirva de reflexão para que possamos encontrar ainda que tardiamente as soluções para extirpar. O Ciave é referência em todo o Nordeste. A essa segregação foi dada o nome de apartheid. CLAUDIO CAJADO (Bloco/PFL . A repressão teve o efeito de unir ainda mais os negros no combate ao racismo. essencial para o futuro de qualquer nação. Essa condenação legal do racismo. só foi conquistada à custa de muitas lutas. No ônibus. A dependência química. inclusive sendo considerado pela OMS . pressionaram os líderes de seus países a tomarem medidas contra a África do Sul. a posse de terras ou a moradia em áreas reservadas aos brancos. que brancos e negros vivam sem conflitos raciais. . Não podemos permitir que nossos jovens se percam.

Sr. passamos grande parte do último domingo debatendo e discutindo a situação do Programa Banco da Terra em nosso Estado. Sr. Na ocasião. Deputados. Sr. meus amigos. Presidente. Enio Bacci." Como exemplo do boicote que estaria sendo praticado pelos Governos Estaduais petistas. Hoje. o dirigente citou o caso do Rio Grande do Sul. 30 Suplente de Secretário. para voar? O Governo não investiu na Fundação Nacional de Saúde. que também é o Presidente do Con- . Porto Alegre. em São Paulo. Ainda segundo o dirigente. na qualidade de convidado pela Associação Riobrilhantense pela Conquista ao Direito da Terra. na semana passada. justificando por que hoje enfrentamos essa situação. por isso. uma vez que o mosquito transmissor das duas doenças é o mesmo. urge que o Ministro da Saúde saia da fase de transferir a responsabilidade para Prefeituras desprovidas dos instrumentos suficientes para tratar a questão e cuide do combate ao mosquito da dengue e da febre amarela. Presidente. existem comunidades rurais que estão sofren- 0 Gurgel. O SR. Presidente. Sr.Tem a palavra o Sr. durante manifestação de produtores ocorrida recentemente em frente daquela Secretaria. do PT. onde o Governo Federal precisa formalizar os Convênios do Programa diretamente com as Prefeituras Municipais. O Ministro da Saúde não se comporta como uma pessoa responsável. Sr. enquanto médicos preocupados com a saúde dos brasileiros. ou não ligaram para a questão da epidemia. Salomão Ora. Ninguém pode dizer que hoje a febre amarela esteja restrita apenas a Minas Gerais. o que deveria ser feito pelos órgãos governamentais de combate às epidemias. ao ocupar esta tribuna. Sr. Sras. ou são desleixados. na tarde de hoje. Mato Grosso do Sul. Então.) . Rio Grande do Norte. MARÇAL FILHO (PMDB . Marçal Filho. e Srs. deixa a cadeira da presidência. do com a falta do abastecimento de água potável de boa qualidade. o Presidente do Conselho Fiscal da Associação pela Conquista ao Direito da Terra. sob a alegação da descentralização e da municipalização dos serviços de saúde. Presidente. e da qual tive a grata oportunidade de participar. § 2 do artigo 18 do Regimento Interno. Transferiu para os Municípios a competência de cuidar do problema. venho a esta tribuna preocupado com fato que está acontecendo praticamente em todo o território nacional: o agravamento das condições de saúde do nosso povo diante da epidemia de dengue que assola o País. porque o nordestino já está acostumado a passar fome. Em nove Municípios do Seridó. Presidente. em 18 Estados brasileiros se constata essa epidemia. Piauí e em qualquer parte do País. as populações estão sendo sacrificadas e afetadas. como no Rio Grande do Norte. sucateou a Fundação Nacional de Saúde. denunciou que "o Governo Estadual. SALOMÃO GURGEL (Bloco/PPS . o Governo Federal. porque onde hoje está a dengue estará amanhã a febre amarela. Durante o discurso do Sr. que é ocupada pelo Sr. Vanderlei Barbosa referiu-se. Ao lado de cerca de duzentos produtores rurais e do Prefeito Paulo Cuel. Fernando Bezerra. O Ministro se comprometeu com os Prefeitos daquela região a tomar medidas urgentes junto ao Presidente da República. Ela também está chegando ao Nordeste. se continuarmos assim. à declaração feita pelo Vice-Governador e titular da Secretaria de Produção e Desenvolvimento. "o próprio Secretário Estadual de Produção e Desenvolvimento admitiu que deixou passar os prazos para apresentação dos projetos". Prefeitos. Obrigado. mas até este momento sequer uma gota d'água caiu do céu ou foi levada pelos caminhões-pipa do Ministério da Integração Nacional. Presidente. diz apenas que a culpa é dos Srs. o Sr. Deputado Marçal Filho. Moacir Kohl.06420 QlI1ota-tima 22 DIÁRIO DA ('ÂMARA DOS DEPUTADOS Março dlj 200 I O SR. com o objetivo maior de viabilizar a aquisição e implantação de infra-estrutura básica nas propriedades rurais para reforma agrária e melhorar as formas de acesso ao Banco da Terra. com representante do Incra. Na ocasião. Deputados. o Vice-Governador. Sras. o economista José Serra. Hoje. o SR. registro a realização de uma produtiva reunião de trabalho em Rio Brilhante. fiz um apeIo ao Ministro da Integração Nacional. Ministro da Saúde. Vanderlei Barbosa. mas não a passar sede. que ou são preguiçosos. é contra o programa e. como um Município isoladamente vai combater o mosquito da dengue se este não tem fronteira para se locomover. sucateou-a e depois transferiu competências para os Municípios. está fazendo corpo mole em relação aos prazos estabelecidos pelo Banco da Terra. O Sr. e há alguns casos de morte. para que cumpra o prometido aos Prefeitos da região do Seridó.MS.Sr. Não podemos conceber.RN. PRESIDENTE (Enio Bacci) . as conseqüências vão ser gravíssimas. Sem revisão do orador. e Srs. ao contrário. no Rio Grande do Norte. Pronuncia o seguinte discurso) .

. Srs e Srs. ' . e essencial que esta Casa.. . a ord .e sua destlnaçao. de todos os partidos. depois de ter anunciado aos quatro ventos a existência de um dossiê contra o Governo. . d 't' d nes e aiS. que nossos colegas. representando as esperanças do povo brasileiro. Presidente. Para que se instale a CPI. tas as correçoes necessanas no formato do Banco da . Encerro.Sr. estímulo e apr:ço ao 'p ro cur~or LUIZ ~ranclsco de Souza: q.u~ esta cumpnnd? seu ever. Ex . Ministro da Reforma Agrária Raul Jungmann. O Governo do Estado precisa atender ao clamor dos que querem terra para trabalhar e proceder . porque ela e mdlspensável ao exercício dos direitos e dos deveres da democracia e porque não é regime das maiorias. Peço a V. Presidente. basta que. Pr. de outros 44 milhões. em e esa o regIme emocra ICO.a C~nstltUJç~o. sempre haverá dificuldade na hora de composição dos grupos. .?sldente: que o Procurador LU. _ . por exemplo.) . para isto. Terra. Deputados. conclamo. Antonio Carlos Magalhães de encomendar dossiês. d"d . a . e coloquei ISto ao. Em Rio Brilhante. tornando-o digno da credibilidade pública. AntOniO Carlos Magalhães na Procuradoria-Geral da República sem gravar a conversa. Sr. alegou "questões técnicas" para o atraso no processo de implantação do programa. em face da reputação do Sr. sim. como vem acontecendo em nosso Estado. quando a democracia e o esforço de construção democrático no mundo descobriram a Comissão Parlamentar de Inquérito. Sr. O próprio BIRD.Fe. O que faria o Procurador Luiz Francisco de Souza se não tivesse gravado? O que diria o Sr. que autorize a divulgação de meu ronunciamento nos órgãos de comunicação da asa. solidari~dade. mas..J~ral ~a~ 11nhas mestras da orgamzaçao do Mlmsteno PubliCO t P . já solicitado isto ao Sr. numa fórmula vitoriosa de se facilitar a compra de terra e complementar o processo de reforma agrária. para que possamos sair por ai de cabeça ~r~L1lda. para este ano. a Comissão Parlamentar de Inquérito não precisa de aprovação das maiorias. mas aquela que assegure garantias fundamentais da pessoa humana e que garanta as liberdades.. peço que os membros desta Casa. Res~alto.nto. inclusive. Sem revisão do orador. O SR. foi exatamente um ato institucional para torná-Ia exeqüível e possível.tras Con~tJtUJçoes do ~undo. nao po~e ~er Invlablllzada por eve~t~als dlferenças conceituais sobre a reforma agrana. Presidente. Presidente.. sobretudo atribuído à possibilidade do cumprimento das tarefas d~ ~p~sição.Março dt:200 1 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTA!JOS selho Curador do Banco da Terra. para honrar o Parlamento. Sr. necessita-se simplesmente da assinatura de um terço do nLImero de membros desta Casa. Exa que apresentasse suas provas.. O~ recursos e~lst~m. melhor distribuição de renda e combate à fome e à miséria que ainda. a It ernat'Iva ef'Icaz de Iogo a. num momento de tantas desesperanças. Presidente. a fim de que haja licitude nos atos da administração pública e no exercício das tarefas parlamentares.rlamentar de Inguérito.lz FranCISco de Souza nao poderIa receber o Sr. não depende do comando dos governos. ~m JU!'I ~ca. Por isso. não simplesmente a democracia formal. ~Igo mais. insiste que o Projeto Banco da Terra é um dos melhores. Então. Nao se vota para se cnar a CPI.'. d f d . hoje limitados a trinta produtores. lamentavelmente impera em nossos rincões . Que prevaleça a equação do binômio recursos/área disponível. a tal ponto que tem sido copiado por outros países. ao recebê-lo em audiência pública? Mandou que entrasse em seu gabinete um corpo de jornalistas e disse a S. Itamar Franco. aprovem a idéia de instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar a corrupção neste País. Antonio Carlos Magalhães ao País? Que tipo de provas ou do- . . Espero.nu~eros de assinaturas p~r~ que ~e constitua a Comls~ao Parlamentar de I~~ue. qu~ e Justa. É isso que a caracteriza . de modo a atender às peculiaridades de cada Município participante do programa. que no ano passado dispunha de três miIhões de reais e. t .Imp Iantaçao fixação do homem no campo. preencham-se det~rmlnados . ou orgado pel. os In eresses s~~lals e I~ IVI uals Indlsponlvels.. WALDIR PIRES (PT . aproveito a oportunidade para manifestar. . 'd' d . . onde predominam as grandes propriedades. " . . O que fez o ex-Presidente da República. Só que o Senador não as tinha. aquela que assegura os direitos da minoria. <)umta-tcira 22 06421 Nos Parlamentos. _ . . mas vem sendo Vitima de Incompreensao e J~Juna. . assinem a Comis~ão Pa. segundo ou. MUito obrIgado. continuarei intercedendo junto ao Governo Federal para que sejam fei_ . ela é um ato do Parlamento. gue o Banc~ ~~ Terra deve incluir o maior numero posslvel de MUnlclplOS do Mato Grosso do Sul. . recolheu-se e voltou cabisbaixo. Sr.. que não seja mentira. ~r. Banco Mundial.do programa. . aliando-me aos produtores rurais na defesa da ampliação do limite de tamanho das áreas a serem adquiridas através do Banco da Terra. tendo eu. E.s pr~duto~es a~1 reumdos.BA.

Para mim. Desta tribuna. que fincou seus alicerces na cidade de Nova Iguaçu. Para a conceituada revista americana. o que mereceu o devido destaque.RJ. Deputados. Foram alguns milhares de escravos lançados ao abandono. tem significado todo especial para mim. o que garante uma expectativa de vida longa e em melhores condições.Sr. a atuação do Ministério da Saúde do Brasil deve servir de modelo para os países em desenvolvimento e que enfrentam o mesmo problema. cttando. Presidente. no tocante à distribuição gratuita de medicamentos. que vem fazendo vítimas em todo o mundo sem distinção de raça. assinar a criação da CPI e. mas tem uma medicina social de alta qualidade. quer por meio da doação pura e simples do coquetel de drogas para controle da doença.RJ. de um lado. sendo insensível à grande dívida social do País. mas sem um naco de terra onde pudessem plantar o necessário para a sua sobrevivência. mostrando como é possível evttar a doença. a minha presença na tribuna desta Casa. já tive oportunidade de falar sobre essa dívida. em que os escravos. a SR. está erradicada por meio da gotinha salvadora. Srs e Srs. A reportagem da revista americana apenas revelou ao mundo que o Brasil não é apenas um grande produtor de café. foi dupla satisfação: saber que a Baixada Fluminense começa a ser olhada com mais carinho pelo Governo do Estado e que um órgão tão importante para o seu desenvolvimento está sob o comando de ilustre Parlamentar. inclusive.) . DR. conhecedor profundo das necessidades do povo da região. temos certeza de que. Na quinta-feira da semana passada. Pronuncia o seguinte discurso. que vêem a Aids como um castigo divino à licenciosidade dos costumes de nossos jovens. no dia de hoje. Presidente. publicou uma reportagem sobre o combate à Aids e a ação do Ministério da Saúde.06422 Quinta-ltma 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS cumentos teria assacado à opinião pública. Com isso. Assim tem sido a política de saúde do Presidente Fernando Henrique Cardoso. religião e ideologia. exportador de craques de futebol. Com relação à Aids. como convidado do Governo do Estado. realizados pela rede de saúde com recursos do SUS Hoje. o Ministério da Saúde envidará todos os esforços para adquiri-Ia para a população. a SR. tão logo a medicina encontre uma vacina contra o HIV. é muito mais fácil fazer o teste anti-HIV do que há 10 anos. de outro. hoje. Presidente. o Brasil já conseguiu não só prolongar a expectativa de vida dos Março de 2001 infectados pelo HIV. HELENa (Bloco/PSDB . de uma só penada. devemos. de que o Governo do Presid'ente Fernando Henrique Cardoso só se preocupa com a economia e com os poderosos. da instalação da nova sede da Secretaria de Desenvolvimento da Baixada Fluminense. Hoje. ) . sobretudo para prestigiar o nobre correligionário e Deputado Ernani Boldrim. com liberdade. que a rede pública de saúde é atuante e eficiente no combate a doenças como a paralisia infantil. a quem também felicitamos pela honrosa nomeação do cargo de Secretário de Desenvolvimento da Baixada. bem no coração da região. uma das mais conceituadas do mundo. bem como a realização de campanhas públicas de esclarecimento. Muito obrigado. prestar homenagens à coragem. Sr"s e Srs. que continuaram senhores e passaram a importar mão-de-obra estrangeira. graças às campanhas em favor dos exames preventivos. Sua Excelência o Governador Anthony Garotinho foi categórico em seu discurso quando revelou que está cada vez mais se aproximando da população da Baixada Fluminense para ouvir de perto suas reivindicações e dar aos moradores de uma das áreas mais necessitadas do Estado a oportunidade de se . Pronuncia o seguinte discurso. tive a honra de participar. Mais uma vez a realidade derruba o mito tão caro à Oposição. Foi uma festa política bastante concorrida. está sob controle no Brasil pela persistência do Ministro José Serra. da realização de campanhas publicitárias no rádio e na TV. como melhorar as condições dessa sobrevida. diríamos assim. A revista New York Magazine. no Brasil. mas sem um teto para se abrigar. Graças a essa atuação do Governo. como um dos legítimos representantes da Baixada Fluminense no Congresso Nacional. o Ministro José Serra insiste nas campanhas de prevenção. sem a comida que antes era oferecida pelos senhores das terras. foram libertos e ganharam as ruas das cidades e dos povoados. Mesmo enfrentando a oposição de setores da Igreja. à bravura e à dignidade do Procurador Luiz Francisco de Souza. o processo de extinção da escravatura. é possível começar o tratamento. a fim de criar dúvidas e impugnar a legitimidade e o comportamento do Ministério Público? Sr. A Aids. a minha vinda a esta tribuna desta feita é para fazer um registro. SIMÃO SESSIM (PPB .Sr. por meio da distribuição gratuita de camisinhas. entregue nas mãos competentes do Ministro José Serra. o índice letal da doença vem caindo no País. Era o que eu tinha a dizer. mostrando que é possível controlar a doença. quer pela promoção de campanhas educativas. que já foi o terror de nosso País e. Deputados.

até o final do seu mandato. Um pequeno exemplo é a execução da RJ-1 09. uma iniciativa espetacular para uma região que se notabilizou por empunhar pires à cata de recursos minguados junto aos Governos Estadual e Federal. penalizando de forma cruel e injusta a população que clama por benefícios nas áreas da saúde. Aliás. não podemos também esquecer de pedir a S. a todo custo. Eu diria ainda ao Governador Anthony Garotinho que a criação de escolas técnicas são imprescindíveis para a formação e qualificação de centena de milhares de jovens carentes. além de outras unidades de atendimento médico ao longo da região. dispor desse tipo de atendimento. Trata-se. transporte e desenvolvimento econômico. seja ela estadual ou federal. como muito bem lembrou o Governador. da indigência. o Centro de Formação Tecnológica de Química. num futuro muito breve. Entendemos que toda e qualquer iniciativa do Governo deve ser antecedida de um ampio debate com as lideranças comunitárias e políticas de cada Município da região. que não têm acesso a uma faculdade particular exatamente por falta de recursos financeiros. capaz de suprir a demanda por esse tipo de serviço essencial para a saúde e sobrevivência de sua população. de espaço físico e de mão-de-obra ociosa. dois anos depois de seu anúncio. possam. uma rodovia de enorme importância para a economia da região. para atender à população carente da Baixada Fluminense. educação. de um desafio que precisa ser feito o mais rápido possível para que jovens vocacionados para diversas áreas do saber não sejam descartados do processo de desenvolvimento da região. inclusive. dos moradores do bairro Joaquim de Almeida Flores. na esperança de que o Governo se sensibilize e nos ajude a solucionar mais este problema. que o Governador aproveite os espaços de tempos ociosos nos Ciep. em Duque de Caxias. Presidente e Srs. clama pela construção de mais um novo reservatório. e de Nilópolis. sem dúvida alguma. O tormento é mais cruel ainda em épocas de verão. Eu mesmo pude dar a minha contribuição. Pelo menos 4 milhões de pessoas ainda sofrem com a falta de um atendimento médico-ambulatorial. Presidente e Srs. já fiz uma queixa ao Ministro José Serra. Sr. Traumatizados enfartados vítimas de acidente vascular cerebral e ~utros tipos de paciente não dispõem de leitos adultos e neonatal de CTI nos hospitais públicos. em fartura. independente de partidos e de ideologias. que temos a honra de representar. a região sofre há décadas a síndrome do esquecimento de seus governantes. disputar o mercado de trabalho. ficar doente naquela região é diagnóstico precoce de sofrimento. muito bem obrigado. lamentavelmente. para que possa criar outras tantas escolas técnicas na região da Baixada Fluminense. que a Baixada Fluminense é hoje em dia um caldeirão de problemas a ferver numa temperatura explosiva. QUlllta-teira 22 06423 no Município de Nilópolis. Sr. em Nova Iguaçu. como o da Posse. Da mesma forma que defendemos um ensino qualificado para garantir aos jovens a democratização do mercado de trabalho. que reputo bastante grave. Sua Excelência o Governador Anthony Garotinho revelou que pretende investir algo em torno de 1 bilhão de reais na região. Chegamos ao cúmulo de só dispor de um leito público de CTI para cada 300 mil habitantes. Sugerimos. Governador Anthony Garotinho que a questão do abastecimento de água na região é outro problema crucial que atormenta e martiriza a população da Baixada Fluminense. Ali residem cerca de 4 milhões de pessoas pobres. A nossa expectativa é a de que hospitais bastante concorridos. dor e morte. a se desenvolver e a sair do pesadelo da miséria. razão pela qual se propôs a implementar os recursos necessários de forma a oferecer meIhores condições de vida a seus moradores. Nilópolis. Exa o Governador Anthony Garotinho que crie um pólo de desenvolvimento econômico na região. infra-estrutura. Deputados. Eu diria. que tem como característica a disponibilidade. Não podemos esquecer que inúmeros projetos localizados em cada Município adormecem nas gavetas da burocracia ou dos conflitos político-partidários. É. que está funcionando. por exemplo. que vai garantir o seu sustento pessoal e de seus familiares. ligando Duque de Caxias ao Porto de Sepetiba. que precisam. Até porque. portanto. Hoje em dia. da violên- ° . capaz de garantir a dignidade e a integridade física e mental de quem dele necessita. como a que acabamos de sair. recentemente. Gostaríamos ainda de lembrar ao Exmo Sr. de Saracuruna. Sr. que só a geração de empregos poderá ajudar País a crescer. Deputados. Presidente e Srs. a exemplo de outras regiões. da mendicância. Não posso esquecer de citar aqui o meu sonho particular de ver também executado o projeto de implantação de uma universidade pública. sequer percorreu 10 centímetros de estrada. clamando por uma gota d 'água. em Nilópolis. criando. somente assim a região poderá ganhar um projeto de desenvolvimento à altura de sua realidade e necessidade. mas que.Mauro de ZOOI DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS manifestar sobre o seu desempenho. Dói-me o coração ver o desespero. da Saúde. Até porque. Deputados. Entendemos.

Atualmente. com muita competência e responsabilidade. granadas etc. Na verdade. com muita propriedade e sensatez. porque vem ao encontro dos anseios e sonhos antigos de uma população marcadamente excluída pelos seus governantes durante décadas. Antonio Adelino Louzada Brandão. Muito obrigado. Por isso mesmo. as políticas públicas que o Ministério da Saúde vem implementando.MG. Deputados. Sr. é o que não falta. O SR. desde os tempos de professor titular de Urologia na Faculdade de Jundiaí e também agora. e a sua grande luta pela implantação dos medicamentos genéricos. sobretudo. o instituto é coordenado. de assoreamento de rios. Sem revisão do orador. Sami Arap sempre demonstrados para com a comunidade jundiaiense. A palestra sobre urologia foi uma iniciativa do Dr. permitiu. a chegada da Secretaria de Desenvolvimento da Baixada Fluminense foi oportuna. Deputados. com a presença do emérito urologista e Professor Sami Arap proferindo palestra sobre o câncer de próstata e os avanços no seu tratamento. que também envidou esforços para a realização da palestra. nessa área de vital importância para a qualidade de vida da população. Recursos. em Nilópolis. organização que tenho a honra de presidir e que se dedica a abordar assuntos de interesse nacional e a realizar ações sociais e culturais em benefício da juventude. O outro acontecimento relevante que marcou a semana no Município foi a aula inaugural.Centro de Estudos de Problemas Nacionais e Regionais de Desenvolvimento Urbano e Social. na condição de Diretor de Urologia do Hospital das Clínicas de São Paulo. Presidente e Srs. para criar um macroprojeto de geração de emprego e renda. O Governo pode perfeitamente aproveitar os recursos disponibilizados no Orçamento da União.SP.) . pode representar a redenção socioeconômica da cidade de Nilópolis. mediante exames periódicos em homens com mais de 45 anos. Arap. transferência e processamento do lixo da região. importantes eventos para a área da Medicina. srts e Srs. Pronuncia o seguinte discurso.) . ANDRÉ BENASSI (PSDB . O Dr. desde a necessidade da prevenção e do diagnóstico precoce. Uma oportunidade ímpar para que a comunidade acadêmica ouvisse a experiência e a mensagem de quem administra. necessário se faz uma grande discussão em torno dessas reivindicações no sentido de que todos os Municípios da região sejam contemplados com medidas e benefícios. Verão e Collor I. Sr. a decisão do Supremo Tribunal Federal que garantiu aos trabalhadores o direito legítimo à correção monetária que lhes tinha sido esbulhada durante os Planos Bresser. expor o caráter do Governo Fernando Henrique Cardoso. na Faculdade de Medicina. e nada mais. .Sr. aos novos procedimentos cirúrgicos e com medicamentos mais eficazes.Sr. que tanto mal e estragos tem feito à memória de sua população. Fica o registro do reconhecimento de Jundiaí pela atenção. a exemplo do campo de treinamento do Exército. a cidade de Jundiaí. teceu considerações quanto à importância. canais e valões. proferida pelo Ministro José Serra. que ainda está por ser paga. Luiz Roberto Annichino. na última semana. Temos ainda problemas do escoamento da rede de esgoto. pelo Ministro da Saúde José Serra. com a participação desse notável profissional. srts e Srs. O SR. Gericinó. O Governador diz dispor de R$1 bilhão. para a população do Município. O Prof. Presidente. Repito: além de mão-de-obra farta. Ali. quando este Parlamentar exercia o mandato de Prefeito Municipal de Jundiaí. contar com o Instituto Sami Arap e. Sugiro até uma espécie de dobradinha envolvendo os Governos Estadual e Federal num grande mutirão de desenvolvimento no sentido de resgatar para a Baixada Fluminense uma dívida sociai muito alta. Bastaria que se usasse os recursos disponibilizados dentro do projeto de Despoluição da Baía de Guanabara. para Jundiaí e todos nós que lutamos por melhores condições de saúde do nosso povo. Presidente. se bem planejado. não foram poucas as vidas ceifadas pelos rojões. em São Paulo. que também atormenta não somente a população como também os Prefeitos da região. Gericinó. além de retificar a injustiça. da existência do Instituto de Saúde Prostática que leva o seu nome. de transporte de massa e muitos outros. criado em 1996. a dedicação e o zelo do Prof.06424 Qumta-íeira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS cia e da criminalidade que assolam toda a Nação brasileira. Esse dinheiro pode ser usado ainda na criação de novas usinas de coleta. Presidente. É uma honra. Entendemos que tudo só depende de vontade política. a região dispõe de área abundante. com extrema dedicação. Sami Arap discorreu a respeito da evolução dos tratamentos para as doenças de próstata. e a aula inaugural na Faculdade de Medicina de Jundiaí. viveu. pelo Dr. por nós votado aqui nesta Casa. Deputados. SÉRGIO MIRANDA (PCdoB . acreditamos. competente coor- Março de 2001 denador da Comissão de Saúde do CENDUS .

Capítulo 11. os que vão alimentar títulos para propriedade dos grandes .) . assim. País de Gales. estamos assistindo a medidas protelatórias do Executivo. (Risos. de 15 de março de 2001 DO de 16-3-2001 O Diretor da Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. desde o início do Governo Fernando Henrique Cardoso. 7 bilhões e 700 milhões de reais. assim. Guernsey. comerciantes. aeroportos e fronteiras. Escócia. Holanda. O objetivo da proibição é proteger a população de uma possível contaminação pela doença de Creutzfeldt-Jakob. considerando o disposto no art. inutilização da mercadoria e cassação do alvará de funcionamento. Muito obrigado. miúdos. Irlanda do Norte. é agravar o emprego. varejistas e os proprietários de quaisquer outros estabelecimentos que comercializem esses produtos terão que recolher os produtos do ponto de venda imediatamente.7 bilhões de reais em passivos contingentes. Srs e Srs.esses são reconhecidos.782. em todo o território nacional. Itália. A União assumiu. no uso da atribuição que lhe confere a Portaria n° 724. um total de 59. Ora. Deputados. Somam-se a isso. Espanha. Embraer. de 10 de outubro de 2000. em que a União se comprometeu a pagar 714 milhões de reais. O descumprimento da determinação implica penalidades previstas na Lei n° 6. distribuidores. Agravar a folha de pagamento. Os produtos proibidos são os destinados à alimentação humana que contenham em sua composição carne. Eis a Resolução: "Resolução . a forma humana do mal da vaca louca. são assumidos pela União. os seguintes: Banco Meridional.Sr. Dezenove países europeus tiveram produtos derivados de carne industrializada proibidos no Brasil. determinou a proibição.RE n° 58. EDINHO BEZ (PMDB . considerando a recente epidemia da Enfermidade de Creutzfeldt-Jacob nova variante . Vísceras. Liechtenstein. o do trabalhador. da importação.) O do rico. essa dívida é da União. Portugal e Suíça. Estão fora da lista leite e produtos lácteos originários de animais ruminantes das espécies bovina. a partir de exposições de motivos do Ministério da Fazenda. ovina. determinando. por meio de medidas provisórias. a Agência Nacional de Vigilância Sanitária ANUVIAS. República da Irlanda. de 26 de janeiro de 1999. principalmente naquelas empresas que contratam mais pessoas. de 15 de março de 2001 (Diário Oficial de 16 de março de 2001). É preciso que fique bem claro que o passivo do Fundo de Garantia é um esqueleto . que já monta a quase 10 bilhões de reais. que de todas as formas quer se furtar à obrigação determinada pelo Supremo Tribunal Federal. do Diretor-Presidente. o Executivo tergiversa. fica evidenciado o caráter do Governo. por decisão judicial ou de Governo. o Governo Fernando Henrique Cardoso inova. como outras. Dinamarca. privatizado. São eles: Inglaterra. Luxemburgo. 4 bilhões e 200 milhões de reais. mas é uma dívida clara do Tesouro Nacional. Segundo nossa compreensão. Sf"s e Srs. Deputados. Presidente. O mais alto Tribunal de Justiça do País reconhece que é devida ao trabalhador a correção monetária esbulhada pelo Plano Collor I. em humanos constatada nos países europeus e a forte . Estudos científicos têm demonstrado a relação da doença em seres humanos com o consumo de carne de animais infectados presentes em rebanhos da Europa. dívida reconhecida pela Justiça. A fiscalização deve ser feita pelas Vigilâncias municipais e estaduais. diz que a responsabilidade é do FGTS. caprina. por exemplo. Bélgica.jargão usado para os passivos encobertos que. e. Siderbrás.vCJD. inclusive em projeto de lei. além de qualquer subproduto. comercialização e exposição ao consumo de alimentos embalados e prontos para consumo produzidos em dezenove países da Europa. 230 milhões de reais. que essa dívida seja assumida pelo Tesouro Nacional.437. Jersey. da Lei n° 9. o das empresas. de 20 de agosto de 1977.Março de 2001 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPU 1ADOS Desde aquela decisão. Podemos negociar os prazos. pois diferencia os esqueletos. A decisão foi regulamentada pela Resolução QUll1ta-tima 22 06425 n° 58. sem mencionar o grande esqueleto do Fundo de Compensação e Variação Salarial. bubalina (búfalo) e ruminantes silvestres. interdição do estabelecimento. Sunaman. e tenta retirar os recursos ou dos trabalhadores ou da folha de pagamento das empresas. A resolução estende a proibição aos procedimentos de importação já iniciados e aos produtos em trânsito em portos. em caso de reincidência. com multas de R$2 mil a R$200 mil. Alemanha. ]O. não assume a responsabilidade. Pronuncia o seguinte discurso. França. Ilha de Man. O SR. uma total inversão de valores. A posição do Partido Comunista do Brasil é defender. Os importadores.SC. sangue ou outros derivados.

06426

QUlIlta-felra 22

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

suspeita de sua relação com a Encefalopatia Espongiforme Bovina - EEB;
Considerando os países de risco definidos pelo Escrttório Intemacional de Epizootias
- alE; Considerando a necessidade de proteger a saúde da população e prevenir contra as
encefalopatias espongiformes transmissíveis,
possivelmente causadas pelo consumo de alimentos cámeos ou com ingredientes cámeos
infectados, importados de países europeus;
Considerando a existência de evidências epidemiológicas que demonstram a relação dessas enfermidades em seres humanos com o
consumo de produtos cámeos e derivados,
elaborados de ruminantes infectados; considerando as medidas brasileiras adotadas no sentido de proibir, por tempo indeterminado, a importação de ruminantes vivos, das espécies
bovina, ovina, caprina, bubalina e ruminantes
silvestres e seus produtos derivados para consumo humano e ou alimentação animal (carnes e miúdo in natura ou transformados, peles
e aparas de peles, gelatinas comestíveis e de
uso farmacêutico, sangue e hemoderivados,
farinhas de came e osso, sêmen e embriões
de bovinos), resolve:
Art. 10 Proibir em todo o território nacional, transitoriamente e em caráter de
emergência, o ingresso, a comercialização
e a exposição ao consumo dos aditivos alimentares e dos alimentos embalados e
prontos para consumo, destinados à alimentação humana, que contenham em
sua composição ingredientes de: carnes,
miúdos, vísceras, sangue, outros derivados e qualquer subproduto, Exceto Leite e
Produtos Lácteos, originário de animais
ruminantes das espécies bovina, ovina,
caprina, bubalina e ruminantes silvestres,
provenientes do Reino Unido (Inglaterra,
Escócia, País de Gales, Irlanda do Norte,
Ilha de Man, Jersey e Guernsey), da República da Irlanda, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Espanha, França, Itália, Liechtenstein, Luxemburgo, Holanda, Portugal e
Suíça.
Parágrafo único. A proibição mencionada neste artigo é extensiva para os procedimentos de importação já iniciados e os
produtos em trânsito em portos, aeroportos
e fronteiras.

Março de 2001
0

Art. 2 Os importadores, distribuidores, comerciantes, varejistas e os proprietários de quaisquer outros estabelecimentos que tenham os produtos acima
discriminados para comercialização devem recolher os mesmos, não podendo
expor ao consumo, ficando o seu não
cumprimento sujeito às penalidades previstas em lei.
Art. 30 Esta Resolução entra em vigor na data
de sua publicação. - Ricardo Oliva. 11
Neste ato, quero parabenizar a iniciativa da
Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA,
em nome de seu Presidente, Sr. Gonzalo Vecina
Neto, e, parabenizando-o, estendo os cumprimentos
aos demais pesquisadores e funcionários que colaboraram para que a saúde do nosso povo brasileiro
fosse protegida.
Sr. Presidente, medidas como essa, que visam
à proteção da saúde do nosso povo, devem ser enaltecidas, mesmo sendo uma medida drástica, mas de
interesse nacional, haja vista sua importância para
resguardar nossa população.
Era o que tinha a dizer.
O SR. ROBÉRIO ARAÚJO (Bloco/PL - RR.
Pronuncia o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, Sf"s
e Srs. Deputados, mais uma vez, como ocorreu em
1998, com sérios prejuízos para o meio ambiente, Roraima está sofrendo com as queimadas que surgem
em vários pontos do Estado, já causando transtorno à
população, morte de animais silvestres e perda de
grande área de floresta.
De acordo com relatório que acabo de receber, os pontos mais críticos estão nos Municípios
de Mucajaí, Amajari e Pacaraima. A ação do fogo
levou o Prefeito de Mucajaí, Aparecido Vieira Lopes, a decretar estado de emergência em toda a
extensão territorial do município pelo prazo de 45
dias em conseqüência das queimadas.
O Coordenador-Geral das Operações de Combate às Queimadas e Incêndios a Florestas em Roraima, Tenente-Coronel Edivaldo Amaral, declarou à imprensa roraimense que os focos de incêndio são de
responsabilidade de pessoas que teimam em continuar fazendo queimadas num período de estiagem e
fortes ventos.
Reconhecemos que o Governo de Roraima, o
Ibama, a Polícia Militar e o Exército têm feito todos os
esforços para debelar as chamas e acabar com os fo-

Mar'i0 de 2001

DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS

cos de incêndio. Este ano, ao contrário de 1998, o
pessoal está mais preparado para o combate, mas
assim mesmo as proporções são grandes e podem
aumentar.
Se as autoridades sabem, como afIrma o Coronel Edivaldo, que os incêndios são provocados por
produtores rurais, está na hora de se aplicar a Lei n°
9.605, de 1998, que estabelece prisão àqueles que
praticam a queimada durante o período da seca e
ventos.
Por outro lado, medidas preventivas podem ser
tomadas. É preciso que o Governo Federal faça uma
grande campanha de esclarecimento aos produtores
rurais sobre os malefícios causados pelos incêndios
que sempre ocorrem em vários estados da Amazônia.
Após o incêndio de 1998, o Governador de Roraima apresentou ao Governo Federal um projeto de
mecanização agrícola para os produtores rurais empregarem a tecnologia em suas lavouras, evitando,
dessa forma, as queimadas. No entanto, como sempre acontece em pleitos relacionados a Amazônia,
não foi dada a mínima importância.
Para que esses lamentáveis incêndios que tantos incômodos e prejuízos acarretam não só em Roraima mas em todos os estados amazônicos, é preciso que se dê condições aos pequenos agricultores.
Do contrário, eles vão continuar fazendo queimadas e
causando grandes perdas à população e ao meio ambiente.
Muito obrigado.
O SR. MAURíLIO FERREIRA LIMA (PMDB PE. Pronuncia o seguinte discurso.) - O Brasil
atravessa um dos períodos mais tristes de sua
história. As lideranças políticas ocupam a totalidade
das manchetes dos jornais, o espaço das televisões e
dos rádios para se xingarem mutuamente de ladrões.
O pior é que a opinião pública não duvida um só
instante dessas acusações e está convencida de que
todos têm razão no que dizem.
Quero destacar, nesse lamaçal, o episódio ocorrido com a Senadora Heloísa Helena, de Alagoas.
Esta Senadora, pelo seu passado, pela sua trajetória,
pelas companhias que escolheu, é, irrefutavelmente,
uma pessoa séria e digna. No Senado, o seu porte informal, trajando calça jeans, destoa com o porte dos
barões assinalados da política brasileira.
Esta Senadora foi atingida por insinuações feitas pelo Senador Antonio Carlos Magalhães, figura
controversa e cujo passado não corresponde ao papel que quer hoje assumir na vida pública brasileira. O
mais grave que vi em todos esses episódios foi uma

QUlllta-lima 22

06427

declaração da Senadora Heloísa Helena afirmando
que fossem quais fossem as conclusões das investigações sobre o seu voto, ela nunca mais se livraria da
dúvida levantada que atingiu a sua honorabilidade. É
preciso que todos reflitam sobre a crueldade desse
episódio.
Quando o homem público é atingido no seu conceito, fica indelevelmente marcado. É chegado o momento de o Congresso Nacional retirar dos armários
muitos casos que aconteceram nesta Casa e que
atingiram figuras que até hoje pagam um preço altíssimo, sem falar no sofrimento que lhes foi imposto nas
épocas em que viveram esses infortúnios. Quero me
referir a dois casos específicos: o ex-Ministro Alceni
Guerra e o ex-Deputado Ibsen Pinheiro.
A poucos dias, estive em Curitiba, numa reunião
com o Governador Jaime Lerner. Avistei o ex-Ministro
Alceni Guerra, que é chefe da Casa Civil do Governador do Paraná. No rosto de Alceni vi rugas, não da idade, mas das amarguras que passou e nos seus olhos
faltam o brilho com que ele deu vida a sua atuação
nesta Casa. Alceni foi crucificado como um dos maiores corruptos desta República. Os seus filhos tiveram
que ser retirados das escolas que freqüentavam em
Brasília, e sua esposa tinha dificuldade de fazer compras nos supermercados. Lembro de uma infame
charge publicada na primeira página do jornal O Globo, na qual Alceni Guerra era desenhado se equilibrando numa bicicleta com um guarda-chuvas nas
mãos. Hoje diminuiu a mortalidade infantil no Brasil
por conta das bicicletas e dos guarda-chuvas que são
usados pelos agentes de saúde em todos os rincões
do País. Alceni foi absolvido em todas as instâncias
onde correu algum processo contra ele, mas isso infelizmente tem pouca importância no nosso País. A tragédia que marcou sua vida será sempre usada por almas sebosas para denegrir a dignidade de um cidadão, que, pintado por uma imprensa irresponsável
como um dos maiores corruptos do Brasil, vive uma
modesta vida de homem de classe média.
O outro caso é o do ex-Deputado Ibsen Pinheiro,
que teve o seu mandato cassado por esta Casa nas
investigações da Comissão de Orçamento. O jornal O
Globo também publicou, na primeira página, uma
charge de Ibsen Pinheiro. O título era "Ibsen
Dinheiro", e como ele usava o cabelo cortado no meio
da cabeça, a charge, no lugar de cabelos, colocou na
sua cabeça notas de dólares. Nenhum processo, em
nenhuma área da Justiça, condenou Ibsen Pinheiro.
Os que fizeram a campanha para destruir Ibsen não
vão hoje a Porto Alegre constatar como vive modesta
e decentemente uma pessoa que foi apontada à

06428

Qumta-lima 22

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Março de 2001

Nação como um dos maiores ladrões do Brasil. O
Congresso, em nome do País, e em respeito à
verdade, deve ter a coragem de fazer um gesto para
restabelecer a dignidade de figuras como Alceni
Guerra e Ibsen Pinheiro.
Era o que tinha a dizer.
Muito obrigado.

das pelo Ministério da Saúde. Em 1992, a Abrasp,
em conjunto com o Ministério da Saúde e com o
apoio da Organização Panamericana da Saúde, realizou programas de treinamento e qualificação de
técnicos para aplicação e inspeção das normas de
fabricação. Mais de uma centena de técnicos das indústrias passaram por este programa.

O SR. MANOEL SALVIANO (Bloco/PSDB - CE.
Pronuncia o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, Sras
e Srs. Deputados, o surto de febre amarela e da
dengue, registrado em alguns estados brasileiros,
tem servido para a divulgação de estranhas especulações, em torno da qualidade das soluções parenterais. Trata-se de uma manobra supostamente patrocinada por laboratórios multinacionais que utilizam a propaganda enganosa para desmoralizar o
produto nacional e, por conseguinte, auferir lucros
astronômicos. Atribuem eles que a solução estaria
contaminada, quando, na verdade, meticulosos estudos técnicos têm revelado que dificilmente isto
pode ocorrer.
A Associação Brasileira dos Produtos de
Soluções Parenterais foi fundada em 3 de novembro
de 1987, com a finalidade de integrar os fabricantes
de soluções parenterais e desenvolver tecnicamente
o setor, acompanhando de perto a evolução das
atividades atinentes ao assunto em todo o território
nacional.
Ao longo de seus 16 anos de existência, a conceüuada associação tem participado ativamente de
todas as ações inerentes aos produtos parenterais,
de um lado contribuindo e orientando as autoridades
da área da Saúde na formulação de normas de fabricação e na adoção de mecanismos de controle da
qualidade desejada para o setor, e, de outro, estimulando os produtores a investirem em tecnologia e
melhoria de qualidade. Com isso a Abrasp tem presença ativa no grupo de trabalho criado no âmbito do
Ministério da Saúde. É oportuno evidenciar que a
Abrasp vem promovendo programas e cursos de treinamento para a melhor qualificação de mão-de-obra
especializada, além de manter importante convênio
com a Universidade de São Paulo que lhe permite realizar cursos de validação em equipamentos específicos para soluções parenterais.

A partir de então, tornou-se possível a criação
e implementação de um novo e eficaz instrumento:
o Selo de Qualidade Abrasp.
Destinado a todos os fabricantes associados à
Abrasp, como forma de garantir ao usuário a estrita
observância dos critérios ofIciais, além de outros
pontos de real interesse para o mercado, o Selo de
Qualidade Abrasp tem sido o principal motivador
dos fabricantes na busca de qualidade.
Como se nota, Sr. Presidente, as denúncias
contra os produtos são inteiramente improcedentes,
levando-se em conta, principalmente, que os fabricantes filiados à Abrasp, através de uma empresa
certificadora, tendo como base regras oficiais e a leg~sla9ão em vigor, são subme~dos a um~ rigorosa.audltorla, abrangendo a produçao, garantia de qualidade, arm~ze~agem e tr~n~po~e, bem como outros aspectos tecnlcos e administratIvos.
Somente a aprovação em grau de excelência
garante aos produtos a concessão de uso do selo.
Ao encerrar as minhas considerações, deixo a
advertência sobre o perigo de denúncias completamente infundadas que visam apenas enxovalhar o
conceito da indústria nacional, as quais ensejaram a
Abrasp a divulgar o seguinte comunicado que deixo
registrado nos Anais desta Casa:

Espelhando o resultado de todo o trabalho e
esforço realizado até aq ui, a Abrasp certifica com o
selo de qualidade os fabricantes que cumprem as
boas práticas de fabricação, de forma a assegurar
ao mercado o melhor padrão de qualidade atingível,
a partir de normas técnicas oficialmente estabeleci-

COMUNICADO
A ABRASP - Associação Brasileira
dos Produtores de Soluções Parenterais,
vem a público esclarecer:
Nos últimos dias, a imprensa em geral
vem noticiando fatos envolvendo e culpabilizando as soluções parenterais (soro) como
causadoras de eventos adversos ocorridos
em hospitais;
Tais informações estão sendo veiculadas de forma precipitada sem estabelecimento com base científica de causa e efeito
entre os episódios e as soluções parenterais. As empresas e profissionais estão sendo
julgados e culpados sem que os elementos
de convicção da culpa estejam apurados;
A Abrasp foi pioneira na criação de
normas de Boas Práticas de Fabricação e

Março de 2001

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

sempre apoiou as vigilâncias sanitárias para
sua aplicação. Temos colaborado com a
ANVISA no sentido de se estabelecer uma
política de farmacovigilância e farmacoepidemiologia no País para que tenhamos parâmetros confiáveis e metodologia científica
na investigação de acidentes envolvendo o
uso de medicamentos, inclusive soluções
parenterais, conhecidas como soro, onde
muito freqüentemente são adicionados medicamentos, que igualmente precisam ser
investigados;
Necessitamos urgentemente de legislação ágil, pertinente e factível e que principalmente sejam abrangentes, assegurando
a boa utilização dos medicamentos e do
soro.
São Paulo, 6 de março de 2001.
Era o que tinha a dizer, Sr. Presidente.
O SR. AROLDE DE OLIVEIRA (Bloco/PFL - RJ.
Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras e Srs.
Deputados, venho a esta tribuna fazer rápida análise
sobre o uso dos meios de comunicação no Brasil. Vez
por outra, deputados e deputadas levantam a questão
do abuso e da ofensa à moral e aos bons costumes
em programas veiculados nos meios de comunicação
de massa.
Na verdade, a Constituição brasileira, nos arts.
220 a 224, deu um avanço muito grande, quando reuniu neste Capítulo todo o aspecto de defesa dos direitos intelectuais, das liberdades de expressão e, ao
mesmo tempo, estabeleceu as regras administrativas, regras básicas dos mecanismos de concessão
para esses meios de comunicação de massa, em particular o rádio e a televisão.
Na mesma época e no mesmo Capítulo, a Constituição previu a criação do Conselho de Comunicação Social, com atribuições amplas sobre toda a matéria incluída naquele capítulo. O conselho foi instituído em 1991, pela Lei n° 8.389, e, desde então, vem
aguardando sua instalação que também tem sido objeto de reclamação e de discussão nesta Casa.
O Conselho tornou-se um pólo de antagonismo,
com as reformas que aconteceram na Constituição,
principalmente aquelas no setor de telecomunicações, que, com a Lei Geral de Telecomunicações,
trouxeram outros órgãos com as mesmas atribuições
que deveriam ser desse conselho.
Uma lei específica que regulamentava a TV por
assinatura através de cabo por linha física estabeleceu que o Conselho deveria opinar, inclusive, nas autorizações para aqueles serviços. Criou-se então um

Qumta-felra 22

06429

impasse e esse conselho não pôde, desde então, ser
instalado.
Propus, em emenda constitucional que está tramitando na Casa, que fizéssemos no Capítulo da Comunicação Social da Constituição uma separação
dos assuntos que tratam do conteúdo da mensagem
daqueles que tratam da administração, da gerência,
enfim, da concessão dos veículos. E que atribuíssemos ao Conselho Consultivo, do Conselho Nacional
de Comunicação Social, apenas as atribuições de
análises do conteúdo. Deste modo, teríamos, como
órgão consultivo da Câmara dos Deputados e do
Congresso Nacional, um conselho representado por
toda a sociedade, que poderia opinar e estabelecer limites para as mensagens ou para o conteúdo das
mensagens veiculadas nos meios de comunicação
de massa, em particular os meios abertos, ou seja,
rádio e televisão.
Sr. Presidente, essa emenda está em tramitação, e vou agir junto a minha Liderança do PFL para
que possamos agilizá-Ia. Assim, teremos condição de
instalar, de vez, o Conselho de Comunicação Social.
De outra forma, não vejo jeito, porque esse conselho,
como está hoje, com as atribuições a ele atribuídas desculpem-me a redundância - não pode ser instalado porque vai bater de frente, vai ter problemas com a
Anatel, com o próprio Ministério das Comunicações,
nas suas atribuições mais recentes.
Sr. Presidente, Sr'lS e Srs. Deputados, era este o
registro que eu queria fazer.
A SRA. JANDIRA FEGHALI (Bloco/PCdoB RJ. Sem revisão da oradora.) - Sr. Presidente, Sras e
Srs. Deputados, agradeço a tolerância do tempo, porque me sinto no dever de fazer breve relato sobre as
visitas que realizamos - eu e mais dez deputados
desta Casa -, em nome da Câmara, a Macaé, na ocasião do acidente na Bacia de Campos, na Plataforma
P-36.
Ontem, com o afundamento da plataforma, eu e
o Deputado Fernando Gabeira voltamos àquele Município, com o conhecimento do Presidente desta Casa,
representando a Comissão de Parlamentares. A situação é dramática, muito difícil, a começar pelos familiares das vítimas que sequer terão o corpo de seus
entes queridos para enterrar. Hoje eles farão um enterro simbólico, jogando flores ao mar no local do
afundamento da plataforma.
A apuração das causas do acidente terá de ser
feita de forma indireta, porque não há possibilidade
de verificação física, tendo em vista que a plataforma
está a 1.300 metros de profundidade. A apuração deverá ser feita por desenhos, projetos, relatos e depoi-

06430

Qumta-feira 22

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

mentos dos trabalhadores embarcados no momento
do acidente. A Petrobras deu trinta dias para que se
proceda à apuração e permitiu a integração de um engenheiro da Coppe, centro de excelência da UFRJ.
De acordo com as informações que tivemos
ontem, conversando com um engenheiro da área
ambiental e com o coordenador do Comitê de Defesa
Ambiental- o Deputado Fernando Gabeira, inclusive,
permanece em Macaé acompanhando a contenção
do óleo e sua conseqüente dispersão - a questão
ambiental será o problema menor desse grave
acidente.

É claro que o fato de a Câmara dos Deputados
ter aprovado uma Comissão Externa, com vinte
parlamentares, para acompanhar todo o processo de
apuração do acidente é muito importante. Mas acho
que esta Comissão deve fazer mais do que isso. O
Presidente da Petrobras não só concorda, como
aceita que participemos do acompanhamento das
apurações da causa e de todo o desdobramento
técnico e político desse processo, mas que também
levantemos as questões de segurança operacional da
Petrobras, que envolvem, inclusive, a discussão
sobre recursos humanos, treinamento, qualidade de
segurança operacional e, com isso, a prevenção de
desastres fatais para as vidas humanas e para as
questões ambientais.
Ontem o clima era de muita tensão, particularmente por parte das famílias. Por parte da Petrobras,
há a clara disposição de indenizar as famílias, inclusive custeando o estudo dos filhos dos trabalhadores
mortos.
A decisão da Petrobras de declarar a morte dos
desaparecidos é fundamental. Caso contrário, só depois de cinco anos as famílias poderão receber ao
que fazem jus. A Petrobras busca legalmente antecipar essa caracterização. Acho que essa cobertura
não é preocupante. Nossa preocupação é saber por
que ocorreram nove acidentes em tão pouco tempo, e
alguns fatais.
Apurar significa apurar tudo: contratos, segurança operacional e as bombas de efeito retardado deixadas na gestão anterior e que caíram no colo da atuai Diretoria.
O que está acontecendo estruturalmente? Sabemos que a área de exploração de petróleo é de risco. No entanto, há acidentes evitáveis. A população
pergunta se houve ou não sabotagem. Em todo lugar
por onde ando, as pessoas perguntam se não avaliamos a possibilidade de sabotagem. Essa é uma conclusão a que ainda não podemos chegar.

Março de 2001

Também podemos dizer que um técnico da Petrobras não sabotaria a empresa sabendo que poderia matar seus companheiros. Se há alguma sabotagem, é governamental, é da Agência Nacional de Petróleo, é do esvaziamento de investimentos ou da política geral de segurança da empresa, o que precisamos apurar.
As duas visitas de acompanhamento foram importantes, porque colocaram o Parlamento brasileiro
na apuração de acidente ocorrido em uma empresa
pública, que defendemos: a Petrobras. Isso vai permitir uma apuração conjunta da própria Comissão com
os técnicos e a própria Direção da empresa e vai permitir que levantemos situações que hoje colocam a
Petrobras em descrédito perante a sociedade. Vamos
apurar responsabilidades, para que se possa punir e
para que se possa, em última instância, defender uma
empresa que é patrimônio do povo brasileiro. Aliás,
empresa essa que nos interessa defender. E, para defendê-Ia, é preciso apurar os erros, as responsabilidades, punir, doa a quem doer, e garantir realmente que
a Petrobras avance com eficiência e com competência, mas com proteção à vida e ao meio ambiente.
Hoje iremos ao Rio de Janeiro a fim de conversar com a Coppe e, amanhã, com o Presidente da Petrobras. Vamos acompanhar o processo, dando relatos e satisfações à Câmara dos Deputados.
Muito obrigada.

Durante o discurso da Sr Jandira Feghali, o Sr. Enio Bacci, 3° Suplente de Secretário, deixa a cadeira da presidência, que é
ocupada pelo Sr. Themístocles Sampaio, §
2° do artigo 18 do Regimento Interno.

o SR. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio)Concedo a palavra ao nobre Deputado Aldo Arantes.
O SR. ALDO ARANTES (Bloco/PCdoB - GO.
Pronuncia o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, Sras
e Srs. Deputados, a principal marca deste Governo,
do ponto de vista dos trabalhadores, tem sido a constante redução dos seus direitos. Em nome da flexibilização dos direitos trabalhistas como parte do projeto
neoliberal, as relações de trabalho foram redimensionadas na direção de oferecer ao mercado a liberdade
dita necessária para o desenvolvimento da nossa
economia.
Em verdade, ofereceu-se ao mercado todas as
possibilidades para a sua atuação, sempre ostentando o discurso de que a nossa inserção no primeiro
mundo dependia da modernização, entre outros, das
relações de trabalho.

Março de 2001

DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPU ÇADOS

QUlllla-lclra 22

06431

Entre os direitos dos trabalhadores que foram
mitigados pela sanha neoliberal está a autorização
dos trabalhos aos domingos para os trabalhadores do
comércio varejista em geral.
O repouso semanal tem sua origem vinculada
às práticas religiosas e, mesmo antes de quaisquer
legislações dispondo sobre o assunto, o repouso semanal já era praticado. Ainda no século XIX foi incorporado como direito, inicialmente na França, em lei de
1814. Seguiram-se a Suíça, em 1877, a Alemanha,
em 1891, a Rússia, em 1897, a Áustria, em 1898, e a
Espanha, em 1904.
Em 1919, já constava entre as recomendações
do Tratado de Versalhes e na 1a Conferência
Internacional do Trabalho, realizada em Washington,
veio a constar logo no art. 2°, onde ficou estabelecido
que a duração do trabalho não deveria exceder de
oito horas diárias, quarenta e oito por semana,
ficando, assim, implicitamente, assegurado o direito
ao repouso semanal de 24 horas.
No Brasil, o repouso semanal foi convertido em
lei em 1932, por meio do Decreto n° 21.186, do Govemo Provisório, que o estabelecia acolhendo as ressalvas já consagradas no direito comparado, dizendo:
Art. 3° O descanso semanal terá a duração de vinte e quatro horas consecutivas,
e ser-Ihe-á destinado o domingo, salvo convenção em contrário entre os empregadores
e empregados ou motivos, quer de interesse
público, quer de natureza de ocupação.

Governo editou e reeditou 75 vezes a Medida Provisória n° 1.982, dispondo sobre a matéria, autorizando
o trabalho aos domingos no comércio varejista em geral. Transformada em lei, tal diploma significou um dupio golpe para os trabalhadores nos estabelecimentos comerciais. Por um lado, atingiu a categoria que já
não mais poderia contar como certo o descanso aos
domingos e ainda atingiu os sindicatos da categoria,
quando, mais que retirar um direito, estabeleceu novo
dispositivo legal colocando a negociação em outro
patamar.
A apresentação do projeto de lei que acabo de
oferecer para a apreciação dos membros desta Casa,
é resultado de entendimentos com a categoria dos comerciários, por meio de suas entidades representativas e nele pretende-se resgatar a conquista histórica
dos trabalhadores em ter de volta a garantia do repouso semanal aos domingos, podendo ser flexibilizada
por acordo coletivo da categoria com o patronato.
A SRA. JANDIRA FEGHALI - Sr. Presidente,
pela ordem.
O SR. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio)Tem V. Exa a palavra.
A SRA. JANDIRA FEGHALI (Bloco/PCdoB - RJ.
Pela ordem. Sem revisão da oradora.) - Sr. Presidente,
peço:- Exa que ?ut.oriz~ ~ registr~ nos Anais da Casa
de c~onlca de Vensslmo Intitulada O hom:~ que chorava . Penso que todos devem ler essa cronlca.
CRÔNICA A QUE SE REFERE A
ORADORA:

Constando no art. 121, alínea e, da Constituição de
1934, e também no art. 137, alínea d, da Constituição de
1937, o repouso semanal remunerado ganha status
como direito fundamental do trabalhador e viria a integrar
a Consolidação das Leis do Trabalho, em seu art. 676.
Em todas estas oportunidades, o repouso semanal fica
estabelecido aos domingos.
Com a Constituição de 1946, tornou-se compulsório o pagamento do descanso semanal. Em 1988, a
Constituição retomou a tradição ao dispor, no seu art.
]O, XV, que são direitos dos trabalhadores urbanos e
rurais, além de outros que visem a melhoria de sua
condição social, o repouso semanal remunerado, preferencialmente aos domingos.
Na CLT, desde a sua edição, está assegurado a
todo empregado um descanso semanal de vinte e
quatro horas consecutivas, o qual, salvo motivo de
conveniência pública ou necessidade imperiosa do
serviço, deve coincidir com o domingo.
A despeito de regulamentar a participação dos
trabalhadores nos lucros ou resultados da empresa, o

O Globo - 21-3-2001
O homem que chorava
Não sei quem é aquele funcionário da Petrobrás
que a câmera pegou chorando, vendo a plataforma
afundar. Pode ser um funcionário antigo, pode ser um
dos ''terceirizados''. Também não sei por que chorava.
Acho que nem ele sabia.
Pensava nos colegas mortos, estava apenas impressionado com o espetáculo da grande armação indefesa morrendo lentamente como um bicho, chorava
de frustração por não ter podido salvá-Ia, não importa.
Era um homem emocionado. E portanto um retrógrado, uma anomalia anônima que obviamente não
aprendeu a lição destes últimos anos: a que não se
deve ser sentimental com a Petrobras.
A lição é que esses sentimentos ultrapassados
- orgulho do que é nosso, a idéia de pertencer a algo
que representa mais do que nossas pequenas vidas,
ou dono de algo que representa mais do que a ambição do momento e o lucro - são os que nos atrasam,
porque negam a realidade e negam os tempos.

y.

06432

QUInta-feIra 22

DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Mar'i0 de 2001

O homem que chorava é um anti-histórico. O hodo de forma séria e grave a população e os setores
produtivos da sociedade gaúcha, fato que por sorte
mem que chorava é um desajustado. O Brasil nunca
vai chegar ao Primeiro Mundo com homens que chonão ocorreu.
ram assim.
Mas em relação a outras regiões do País, como
Não quero nem pensar que o choro do homem
a região Sudeste, podemos verificar que a situação é
gravíssima, porque neste verão as chuvas atingiram
era mais do que sentimental. Que era um choro informado, um choro sofisticado, um choro indignado, de
os seus menores índices médios aferidos nos últimos
68 anos, deixando os reservatórios de água nas usiquem assistia sem poder fazer nada mais um episódio do assassinato da Petrobras por ela mesma. Prefinas hidroelétricas com menos 30% de suas médias
ro a pieguice. Prefiro que o homem também não saiba
históricas.
por que chorava. Prefiro as lágrimas sem retórica,
As regiões Norte e Centro Oeste sofreram com
sem arrazoado, até sem razão. Quem sabe a pieguice
o apagão ocorrido no dia 7 de março, que deixou no
não seja a nossa última resistência? Talvez a alternaescuro parte dos Estados do Maranhão, Tocantins e
tiva para o que querem fazer de nós sejam coisas do
Pará.
pior gosto possível, coisas antigas, embaraçosas Some-se a essa situação as informações divulgadas pelo Operador Nacional do Sistema elétrico, de
idealismo, patriotismo, essas infantilidades. Talvez
nossa única defesa, enquanto tentam nos arrastar
que o Brasil está na iminência de implantar o racionapara o mundo sem sentimentalismos obsoletos dos
mento no fornecimento de energia elétrica em algugrandes, seja espernear, e chorar, como crianças.
mas regiões do Brasil, o que será profundamente laMas o homem que chorava também podia estar
mentável e prejudicará os esforços de alguns setores
chorando porque tem vergonha na cara. Neste caso
importantes da economia brasileira, que estavam tensim, estaríamos, decididamente, diante de uma raritando superar a recessão e inércia vividas pelo País
dade nacional.
nos últimos anos.
O SR. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) Tendo em vista essa situação, é imprescindível que
Com a palavra o Deputado Airton Dipp.
o Govemo paralise imediatamente o processo de
O SR. AIRTON DIPP (Bloco/PDT - RS.
privatização do setor hidroelétrico, direcionando os
Pronuncia o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, S~s
investimentos privados ao incremento da produção de
e Srs. Deputados, no ano passado, manifestei nessa
energia elétrica, priorizando a construção de pequenas e
tribuna preocupação com a política desenvolvida pelo
médias usinas, que sabidamente são mais baratas e
podem ser construídas de forma mais célere, trazendo
Governo Federal, para evitar que o País sofresse um
colapso na produção e distribuição de energia
menores impactos ambientais e sociais.
elétrica, comprometendo a capacidade da nossa
Nobres colegas, por conta desses fatos, informo
economia de se desenvolver de maneira sustentável.
que encaminhei requerimento ao Presidente da
Comissão de Minas e Energia, solicitando a
Baseados em dados apresentados por
estudiosos, defendi que o Governo viabilizasse por
convocação do Ministro das Minas e Energia, Sr. José
intermédio de recursos próprios e parcerias com a
Jorge, para que o mesmo preste esclarecimentos
iniciativa privada, investimentos anuais de 3 bilhões
sobre a iminência de colapso no fornecimento de
de reais na geração de energia elétrica e mais 3
energia elétrica no País.
bilhões de reais na distribuição dessa energia.
Para encerrar, digo que o Brasil é um país que
Consta que, passado esse tempo, podemos
não pode dar-se ao luxo, ter a pretensão de
perceber que infelizmente a única medida apontada
apresentar índices consistentes de desenvolvimento
pelo Governo é a proposta de privatização de algueconômico sem a certeza de ter um programa
mas das principais usinas hidroelétricas brasileiras,
exeqüível de aumento constante da produção e
como Furnas, Chesf e a Eletronorte.
distribuição de energia elétrica.
Lamentavelmente, incidentes no fornecimento
A SRA. TELMA DE SOUZA (PT - SP. Pronuncia
de energia elétrica estão sendo verificados com maior
o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, Sf"s e Srs. Deconstância de norte a sul do País. No caso do Estado
putados, não raro, corremos o risco de cair na insensido Rio Grande do Sul, especificamente, este últimobilidade e perder nossa capacidade de indignação diverão foi o verão da tensão, pois a distribuição de
ante das injustiças e brutalidades do cotidiano. Deenergia elétrica estava nos mesmos níveis do consunúncias não apuradas de atos de corrupção em várimo, e pequenos acidentes poderiam ter sido o suficios setores do Governo; trabalhadores mortos durante
ente para que ocorressem blecautes, comprometeno exercício de sua função, como ocorreu agora com a

724. foi perversamente desmontado ao longo dos últimos anos. usuários são obrigados a esperar 90 dias ou mais para marcar consultas com especialistas. diante de sua impotência em oferecer um atendimento digno à população. Pronuncia o seguinte discurso. SrBs e Srs. obedecendo a uma estratégia de pura e simples retaliação política. milhares de medicamentos com prazo de validade vencido são incinerados.Março de 200I DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPtrlAUOS explosão da Plataforma P36 da Petrobras. exercer o cargo de Prefeita. fruto de uma política econômica perversa que privilegia o lucro e a exclusão. como se costuma dizer. Ele só não diz como e quando. as policlínicas e pro~tos-socarros. No início desta semana. seja por exclusão. pois do contrário teria que admitir publicamente a omissão do Prefeito. enfermeiros e outros profissionais do setor são vitimados por constantes crises de estresse e desespera. menores ou. em um plenário onde se tem por costume discutir temas de abrangência nacianal. autorizada pela Lei Complementar n° 105. O sistema municipal de saúde. o auditor fiscal poderá encaminhar informações relativas a terceiros (quebra de sigilo fiscal . como os programas de prevenção e atendimento à AIDS e de humanização do tratamento à saúde mental.BA. foram minadas as estratégias de serviços pioneiros. muitas vezes. Deputados. somada a outros interesses que não os inspirados pelo dever público. publicado no Diário Oficial da União de 11 de janeiro de 2001. Deputados se abordamos esta tragédia "meno!". gaze. ambulâncias estão circulando em regime de lotação.rra. até mesmo "paroquiana". falta de garantia de emprego e de sobrevivência para grande parte da população brasileira. foram regulamentados os procedimentos para a quebra de sigilo pela Receita Federal. 'mas atin~ giu também. por falhas no sistema de distribuição e condições inadequadas de armazenagem. por meio do Decreto Presidencial n° 3. Essa tragédia vem atingindo a cidade de Santos. Enquanto filas de pacientes se formam nas policlínicas e PS. que se reelegeu em relação à prioridade máxima que a saúde deva ter em qualquer administração. equipamentos de raio X e freezers para a conservação de amostras de sangue estão quebrados. Não é de hoje que se acumulam as queixas e as denúncias sobre o mau atendimento à saúde que a atual administração do município vem prestando aos santistas. resultados de exames demoram meses para serem liberados. Deputados. cresci e tive a honra de. que tiveram seus melhores profissionais alijados. que se tornara exemplo em âmbito nacional e internacional. "paroquianas". não poderia deixar de usar esta tnbuna para expressar meu protesto e minha indignação diante do que está acontecendo no serviço municipal de saúde pública de Santos. já a partir das camadas mais jovens de nosso povo. que se agrava a cada dia. mulheres e crianças. se quiserem. No meio deste turbilhão. a pecar pela omissão frente a questões mais ~mplas. que é a nossa insensibilidade diante das tragédias cotidianas que nos leva. algodão. Em nossas visitas a essas unidades.pronunciamento nos meios de comu~lcaçao. Mas é exatamente uma tragédia cotidiana que gostaria de abordar neste momento. realmente. porém. Confesso que fiquei esfarrecida e indignada. Pois bem. Diz o atual Secretário Municipal de Saúde que os problemas atuais são frutos de erros passados e que todos serão resolvidos em breve. tentando entender o que tinha acontecido com o outrora eficiente sistema de saúde pública de sua cidade. lençóis e até receituários.duç~o deste . médicos. ou. Conviver com esse quadro de violência.ortável. E lógico que não poderia o atual Secretário adotar outra atitude. onde nasci. Desculpem-nos as Srs e os Srs. durante as duas gestões do Partido dos Trabalhadores. e imaginando que crime haviam cometido para serem tratados com tanto desrespeito e desdém pelo ser humano. aprovada pelo Congresso Nacional. juntamente com vereadores da bancada de oposição da Câmara Municipal de Santos. espeCialmente no programa A Voz do BraSIl. só prestam socorro aos doentes quando há cinco ou seis Quinta-lima 22 06433 chamados acumulados. visitando algumas das unidades de saúde de minha cidade. vai anestesiando nossa sensibilidade. a ponto de sentirmo-nos tentados a fechar nossos olhos frente às tragédias cotidianas. como também não explica porque um governo que conseguiu se reeleger para a Prefeitura deixou que: a situação chegasse a esse ponto de descalabro. vimos a angústia estampada nos rostos de homens. O SR.Sr.) . Com isso. Entendemos. estive. falta de remédios a soro. Srs e Srs. isto é. S~lIclto a repro. seja por total falta de condições de trabalho. Presidente. CORIOLANO SALES (PMDB . mas nunca uma tragédia menor ou s~p. por quatro anos. previsões catastróficas para a economia nacional devido a sua subserviência aos interesses da agiotagem monetária internacional. neste País uma tragédia cotidiana. O desmonte contudo não se restringiu a esses setores de ponta. O mau atendimento à saúde da população é. Por isso. de forma ainda mais contundente a rede de atendimento básico. seja on~e for que isso oco. Aos poucos.

querendo fazer crer aos brasileiros que nada oriundo do Estado tinha ou tem qualidade. ta e meia. São onze as hipóteses consideradas indispensáveis para que a Receita Federal possa quebrar o sigilo bancário: empréstimos sem comprovação. de que o Estado deveria se retirar das atividades empresariais e se dedicar à função precípua de promover a saúde. sendo que esta será ~~~iada aos bancos. retoma aos noticiarios. que tem poderes para suspender a flscahzaçao e abrir processos administrativos contra os funcionários . que vol. I d" I .SA. segurança. se houver resistência do contri?~inte à flscahzaçao. vamos abor~ar . empesteando o ar e enlameando ainda mais a imagem do Governo FHC. poderao ?Inglr representaçao ao Corregedor-Geral da R. O SR. ~ELLlNGTON DIAS ~PT .MA. O sistema eletrônico que emitirá a Requisição sobre Movimentação Financeira . Deputados. Pronuncia o segUinte discurso. Somente no início deste mês foram abertos 6.Sr. PEDRO FERNANDES (Bloco/PFL .ir o verdadeiro dono dos r~cursos. à época em que estourou o escândalo N d' t' ' 'st unca vamos nos esquecer a re onca governl a. operação em países considerados paraísos fiscais.ecel~a F:deral. O. Sem revisão do orador. Wellington Dias. PresIdente.PI. PEDRO FERNANDES . quando assumiu o Governo da República o Sr. caso mais notOrIO e a pnvatlzaçao do Sistema Telebras.Sr. Presidente. os cont rI Uln es que se sen 1. Sr. Desde o início dos anos 90. Pela ordem. gastos superiores à renda disponível. Agora é a água que está ameaçada de privatização. os brasileiros estão acostumados a ouvir que o grande entrave ao desenvolvimento nacional e o causador de todos os males de nosso País é a excessiva presença do Estado na economia. razão pela qual quero deixar registrado o meu pleno apoio à medida. Ex" a palavra. verdadeiro acinte aos interesses maiores da Nação.. que tanto trabalhou para abafar qualquer investigação sobre o assunto. dentre outras.já está no ar. saneamento e bem-estar geral da população. O. Quanta . a responsável por uma verdadeira tentativa de lavagem cerebral. Contas fantasmas. Somente delegados. . Agradeço ao Líder Inocêncio Oliveira a confiança na nossa bancada. .. 'b .hoje. Presidente. Muito obrigado. empresa cancelada ou Inapta. educação.er~r a~ Ins~tUlçoes financeiras os dados necessarIOS a flscahzaçao. do PFL do Maranhão. O acesso às contas bancárias também poderá ~er r~que:ido. Era o que tinha a dizer. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio)Tem V.a ~eceber con~lrmar sua legitimidade por meio da pagina da Receita na Internet. quando se tratar de pessoa flSlca ou jurídica com cadastro cancelado ou se houver indícios de que a movimentação financeira é feita por outros os chamados "laranjas" com o intuito de encob.RMF .ec~lta: ~~ tor~o de ~20 pessoas. O SR. hoje engordam os cofres de uns poucos.. O SR. As instituições financeiras têm um prazo máximo de vinte dias para entregarem as informações solicitadas pela Receita e poderão sofrer sanções em casos de não-cumprimento da determinação.a?oes ou vitimas_de abuso de autondade. martelada à exaustão. f rem preJu Ica os pe o uso I~ eVI o as I~ or~. Março de 200 I O SR. t t" VaIe ressa Itarque. uso de "laranjas" e outras irregularidades justificam a suspeita de sonegação e a quebra de sigilo. mais grave ainda é o fato de que algumas pri~atizações est~o envoltas em e~andalosas su~pelt?~ d~ fav~rec!me~tos e ~aracutalas. não bastasse o fato de que a privatização não resolveu os graves problemas do País. . d' d i ' d 'd d . Foi a massiva propaganda. qua ca aver Insepu to. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio)Tem a palavra o Sr.06434 QUlllta-felra 22 J) IÁRIO DA CÂMARA DOS DEPur AnOS e bancário) quando houver procedimentos de fiscalização em curso e tais exames forem considerados imprescindíveis. Presidente. mais uma vez" o relevante assunto das prIvatlzaçoes em nosso Pais.600 processos de fiscalização contra contribuintes que apresentaram distorções entre a renda declarada e os dados da CPMF. paga com o dinheiro dos contribuintes. quando vemos que os excluídos estão cada vez mais excluídos. Inspetor~s d~ alf~ndega e c?ordenadores Aduaneiro e de Flscal~açao da R. S~s e Srs. podera~ ~equ. parabenizo o Deputado Cesar Bandeira. omissão de rendimentos ou ganhos líquidos obtidos com aplicações financ~iras de renda fixa ou variável. Todos nós sabemos que isso não é verdade.Sr. subfaturamento das importações.) . S~s e Srs. peço a palavra pela ordem. por ter assumido a Presidência da Comissão de Ciência e Tecnologia.) . Todos nós temos consciência dos bilhões que valiam as empresas privatizadas que. supermtendentes. num verdadeiro presente à iniciativa privada. Comunicação e Informática. conte~do uma sen~~ que permitira ~ quem . Deputados. . Fernando Collor.

o Governo FHC quer privatizar o setor de saneamento. Sr"s e Srs. qualquer preso que nelas tenha posto os pés. mais uma vez. somente interessada em seus lucros. Não queremos ver esses abusos já existentes em outros países se repetirem no Brasil. da forma como estão estruturadas. Sr. Logo a água.Mauro de 20tH DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS ironia! O patrimônio público foi quase todo vendido e nós. um bem que é considerado por especialistas no mundo inteiro como um grande diferencial. No que se refere à segurança. passo agora a tratar de outro assunto. Estaremos aqui. além de diversos problemas de falta de água. e retornar ao convívio social. a qualidade da água foi deteriorada. crise cambial e uma sensação tão aguda de falta de perspectivas que até mesmo o ex-Ministro Domingo Cavallo foi chamado às pressas para tentar solucionar a crise. A água é um direito de todos. os estragos que uma política econômica regulada apenas pelo capital internacional pode provocar. com tantos exemplos. um país que só faz lotar inutilmente as prisões. Nos vários países em que a privatização dos serviços de saneamento já está avançada. como se não bastassem os nossos próprios problemas. aí está a Argentina para ilustrar. apesar das promessas. Pois bem. São os equívocos técnicos. na Câmara dos Deputados. Após os dez anos do governo Carlos Menen. corte de programas sociais. um bem essencial à vida. Deputados. brasileiros. num futuro muito próximo. as empresas tiveram lucros escandalosos. Em nosso Estado. a Argentina está mergulhada na maior crise de sua história. . Não podemos permitir mais esse assalto e esse ataque ao povo do Piauí. o Piauí. quando foi seguida à risca a cartilha neoliberal do FMI. um país em que milhares morrem à espera de atendimento nos hospitais públicos e onde há pouca esperança para os jovens. É um absurdo que um Estado tão carente de saneamento básico vá entregar à iniciativa privada. encaminhado pelo Executivo e tramitando na Casa em regime de urgência. setor tão importante para a vida das pessoas e de fundamental relevância para a saúde da população. de 2001 . Isso demonstra não ter o Governo FHC. um país que não educa seus filhos. Quer entregar à iniciativa privada a água. jamais poderão recuperar.147. aumento de impostos. com desemprego galopante. e podemos citar novamente a Argentina e também a Bolívia. as privatizações selvagens e a ausência de políticas sociais que possibilitem a inclusão de milhões de brasileiros. a nos mostrar diuturnamente que o modelo está equivocado. Enfim. maus tratos. Nós defendemos veementemente a permanência desse importante setor para a vida humana nas mãos do Estado. Lamentavelmente. Se formos pesquisar em nossa consciência. vigilantes e denunciando as manobras do Govemo Mão Santa. ilegalidades e inconstitucionalidades contidos no Projeto de Lei n° 4. chega a ser trágico: assistimos aterrados a uma série de rebeliões em presídios e Febem. todos nós estamos cansados de saber que a escandalosa desigualdade social. Nem assim. causada por uma política econômica errada. que são o obJeto de repúdio do setor em todo o Brasil. São estas as razões que já movimentam diversos setores da sociedade organizada em defesa do saneamento público e da água. está na lista de privatizações do Governo Mão Santa. fatalmente. Presidente. as tarifas aumentaram absurdamente. os mais pessimistas chegam a afirmar que poderão ocorrer guerras entre os países na disputa sobre esse bem tão precioso para a história da humanidade. empresa de saneamento. não vemos a melhoria nas áreas sociais que tanto foram prometidas. entre as nações. um recurso natural em que o nosso País é privilegiado pela natureza. desrespeito aos direitos humanos e toda a sorte de problemas que transformam nossas prisões em verdadeiros cárceres medievais. Presidente. um sem-número de dificuldades e prejuízos à população causados por privatizações de um setor essencial. A água não pode ser privatizada. a Agespisa. Deputados. o profundo abismo que separa uma minoria privilegiada e rica de uma maioria que nada tem. levarão o Brasil para o mesmo caminho. causados por uma política econômica irresponsável. com resultados pífios. Não à privatização! Sr. sras e Srs. Agora. política consistente de segurança para pôr fim a esse verdadeiro festival de horrores. para nosso espanto. com lamentáveis mortes de presos e de funcionários das unidades prisionais. insegurança. o Governo FHC se convence de que a política econômica suicida. Essas prisões. arrocho salarial. quando julgamos que o festival de crimes contra o Brasil estivesse perto Quinta-lima 22 06435 do fim. é a origem de um país injusto.

o que acarretou mudança do quadro de vereadores inicialmente eleitos. Mas. Digo de forma estranha. Outrora. assuntos de grande importância para o desenvolvimento do nosso Estado. quando cheias. Acontece que. o Juiz Federal do TRElPI. porque caberia ainda recurso ou correição. a interrupção da votação antes do horário por problemas na urna eletrônica. Tratamos ainda da Lagoa do Fidalgo. E esse procedimento. Não posso deixar de me manifestar sobre esta matéria. o Piauí. concedeu liminar suspendendo a sentença proferida em primeira instância. ou seja. localizada no Município piauiense de São Miguel do Fidalgo. no restrito ~umprimento da lei. havíamos apresentado nesta Casa indicação dirigida ao Ministro do Meio Ambiente. confirmando o desejo dos eleitores daquele município e corrigindo uma injustiça contra aqueles vereadores e os eleitores que foram impedidos de participar do processo eleitoral. laUl. conhecida como Lagoa Grande. possa ser utilizado propositalmente para alterar os resultados eleitorais.. determinando nova recontagem de votos. fica localizada no Município de São Miguel do Fidalgo.. mas entendíamos da necessidade de reforçarmos o pedido. e nesta audiência solicitamos. acatou o pedido de anulação da urna referida. PPS e PSB. que acatou pedido de anulação da Sessão n° 26. essas lagoas formam um grande lago com cerca de quarenta quilômetros de cumprimento por um quilômetro de largura. para o raSI . nheclmento do SitiO Arqueologlco da Serra da CaplI I' d M' . _ . também. Março de 2001 Entendemos que a manutenção da decisão de primeira instância cria jurisprudência e impede que essa artimanha possa ser utilizada com intuito. a urn. oca lza a no UnlClplO . Ministro sobre a situação dos mais de seiscentos poços jorrantes existentes no Piauí.R' vara. atentando para o fato de que a sua apreciação é de grande importância no sentido de não abrir precedentes para que outros fatos como esse possam ocorrer. do dia 0 1 de outubro de 2000. plaulense e ao aimundo Nonato. desde 1972.e na Lel. apesar de tanta fartura de água. Quero registrar. . sendo que a maior delas. Nesse sentido é que usamos deste plenário para externar a nossa defesa na manutenção da referida sentença proferida pelo Magistrado de primeira instância. garantindo o cumprimento já determinado pelo Exmo Juiz. visando a suspender os efeitos da medida liminar concedida no mandado de segurança impetrado perante o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí. Rui Gonçalves. Baseado nisso. José Ribamar Mateus Ferreira dos Santos. E. em que ressaltávamos a importância que teria para o E t d d P" B'I d s a. com o objetivo de sustar a decisão do Exmo Juiz Eleitoral José Ribamar de Oliveira. e alertamos o Sr. que os Srs. de forma estranha. José Ribamar Mateus e Geraldo Filho fossem conduzidos ao cargo de Vereador. Ao ~es':l0 te~po.DNOCS A • • . do Meio Ambiente. . formada por um conjunto de 22 lagoas ao longo do leito do Rio Fidalgo. a região passou a conviver. como já falamos. assim. Ministro Maurício José Corrêa.06436 QUInta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Ontem. ulçao D esta forma. d t . como patrlmonlo natural da humanldade. que teve interrompida a sua votação a partir das 14h30min. mais uma vez. EI't I' I d d' "s' I A Lel elora e c ara quan o IZ que: era nu a t' 'd t . Geraldo Dias Franco Filho e Davi Teixeira de Brito. quando o Departamento Nacional de Obras Contra a Seca . estivemos com o Presidente do Tribunal Superior Eleitoral. .TSE. A Fundaçao Museu do Homem Americano. a eIelçao que Iver SI o ermma a an es das 17 horas". que despejam diariamente milhões de metros cúbicos de água sem qualquer uso racional. de burlar o resultado eleitoral. o o . baseado na ConstI't" Eleitoral o Juiz Eleitoral do Município de Uruçuí. que coordena o sítio arqueológico. conforme precel"t ua a nossa Ca rt a Magna. e. Ministro no encaminhamento desta questão. a Coligação recorreu ao TSE para que fosse suspensa a liminar que cassou a sentença inicial. .a que:e~~ sua vo!açao InterrompIda ImpediU que ~~IS de cl~qu~nta eleitores pudessem exercer o seu direito constitucional. já havia encaminhado pedido nesse sentido. garantindo.para o mun o o reco-. tendo como signatários os Srs. que tratamos ontem com o Ministro José Sarney. oportunidade em que tratamos da suspensão de liminar requerida pela Coligação Uruçuí Para Todos. atenção especial do Sr. Ocorre que a Coligação Uruçuí Para Todos deixou de eleger Vereador por falta de onze votos ap_e~as. d S. da Comarca de Uruçuí. A Lagoa do Fidalgo é um dos maiores reservatórios de água potável do semi-árido piauiense. composta pelo PT. conforme jurisprudência do Superior Tribunal Federal.

Sr. rodovia que corta a região do Triângulo Mineiro. O acidente ocorreu por volta da Oh30mim de hoje. uso esta tribuna de maneira enlutada pelo desastre ocorrido na BR-OSO. Exa dispõe de quatro minutos.MG. que de maneira definitiva incluam no Orçamento da União recursos necessários para a conclusão e duplicação dessa tão importante via que liga os estados do Sul com Minas Gerais. faço este veemente apelo. Aliás. S. A água ficou salinizada e provocou a morte de peixes e outros animais. Esse desastre ocorreu no quilômetro 135. transportando alunos da zona rural se acidentou na- Neste momento. objetivando a elaboração de estudos de impacto. onde uma perua van. a nosso pedido. com um grande desastre ecológico e econômico. Presidente.CPRM para pesquisa de recursos minerais naquela região. Orçamento e Gestão. ao lado da nossa bancada. ODELMO LEÃO (PPB . porque acredito nas suas propostas. nas proximidades da cidade de Ube- No Município de São Miguel do Fidalgo dois desses poços. água com elevado teor de sal. Muito obrigado. O SR.determine definitivamente a conclusão e a duplicação dessa via tão importante não só para Minas Gerais como para todo o Brasil. é preciso uma solução para o problema e. S~s e Srs. Foi isso que tratamos com o Ministro Sarney Filho. acima de tudo.Sr. Deputados. Presidente. no sentido da mobilização dos setores interessados que muitos benefícios propiciarão para o desenvolvimento daquela região. Exa que determine ao Sr. Presidente. Goiás e Brasília. ao Presidente Fernando Henrique Cardoso. oportunidade em que o convidamos para visitar o Piauí. a Minas Gerais. Centro-Oeste. com profundidade próxima a mil metros. criação de animais. pessoa à qual dedico empenho. O SR.Março de 200! DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUrADOS Quinta-lclra 22 06437 contratou perfuração de poços à Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais . Era o que tinha a registrar. com uma agenda que possibilite a realização de conferência sobre esses temas. a Secretaria do Meio Ambiente no Estado do Piauí elaborou estudo objetivando a vedação dos poços e o tratamento para recuperação da Lagoa do Fidalgo. prejudicando as mais de oitocentas famílias que habitam a região e que viviam da pesca. Norte e Nordeste. quela rodovia. totalmente dependentes dessa lagoa. Sr. enxofre etc. principalmente. para que essa rodovia possa ser concluída e os mineiros e os brasileiros possam trafegar ali com tranq üilidade e ter suas vidas protegidas. raba. juntamente com o Ministro Martus Tavares. Que no Orçamento do ano 2002. Exa .temos dado todo o apoio político e todas as condições de governar o Brasil a S. dou todo o meu apoio. na qualidade de parceiro político. por meio da Liderança do meu partido. e ao Ministro dos Transportes. matando 10 crianças de 12 a 15 anos e também os motoristas da van e do caminhão que vinha em sentido contrário. Repito. Eliseu Padilha. infelizmente. S. Pedimos ainda o empenho do Ministro Sarney Filho pela implantação do Conselho da Bacia do Parnaíba. .a cada ano lutamos por migalhas para que nossa estrada possa ser duplicada . . por iniciativa própria. da agricultura de vazantes. Sem revisão do orador. não mais por emendas de bancadas ou de parlamentares . e a recuperação das nossas lagoas. quero aqui ressaltar a boa vontade que o Ministro dos Transportes tem tido no atendimento a nossa bancada. Martus Tavares. desde aquela época. para o desenvolvimento e a integração dos nossos estados do Sul. atentar para o fato de que foi o próprio DNOCS o principal responsável por esse desastre que em muito prejudicou os moradores daquela região. para que fatos como esse não venham enlutar mais famílias da nossa região como ocorreu. de boa vontade política de Governo. Este é o apelo que faço em nome da Liderança do PPB. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio)Concedo a palavra ao nobre Deputado Odelmo Leão para uma Comunicação de Liderança. em Uberaba. jorram e despejam no leito da lagoa.) . quando da discussão e votação. Ministro do Planejamento. pelo PPB. Mas é preciso o envolvimento das autoridades responsáveis pelo meio ambiente. precisamos de uma decisão maior.no sentido de dar mais atenção ao Triângulo Mineiro. Importante ressaltar que. Como Líder. que também tem tido toda a aquiescência em nos atender. quero fazer um apelo ao Presidente Fernando Henrique Cardoso . Exa . para que possamos evitar o desperdício da água. na maneira como governa o Brasil. Solicito a S.

as precauções devem ter importância redobrada. resolvendo seus problemas. estudiosos e profissionais especializados nesta importante área. Quero também dar conhecimento à Casa de que recebi notícia de que o Juiz da Vara Criminal da Comarca de Ubaíra decretou prisão preventiva de Ivan Eça Menezes. nas estradas. Amigo motociclista. Pronuncia o seguinte discurso. Deputados. que. que diz muito de perto a todos nós. desde que se respeitando todas as normas de segurança de trânsito. As motocicletas são veículos ágeis e de grande importância. São aqueles servidores que militam nas Prefeituras e Câmaras Municipais. mas eis que tivemos a feliz notícia de sua captura e prisão. segunda-feira. no convívio direto com os moradores das cidades. com seu trabalho sério e sua dedicação à função pública. pudemos entregar à Nação um Código dos mais modernos.vem impedindo a municipalização do trânsito de Vitória da Conquista. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) - Concedo a palavra ao Sr. você deve acionar o freio de forma correta. nobre Deputado Odelmo Leão. funcionário público municipal. Exa será recebido. ajudando com seu trabalho no desenvolvimento e na melhoria da qualidade de vida de nossos municípios.) . prestando um serviço cotidiano e eficiente. Quando realizamos o trabalho de Relatoria do Código de Trânsito Brasileiro. Neste momento. somos um municipalista convicto. Srs e Srs. homens públicos: o Dia do Funcionário PÚblico Municipal. às vezes não devidamente respeitados e incompreendidos por uma parcela significativa da sociedade. esta decretada em audiência. estudo. por algo banal. você é o menor na corrente do tráfego motorizado. formam suas famílias. nas cidades as pessoas nascem. você . ao frear a moto. corroborando decisivamente para que a chamada máquina municipal esteja voltada e a serviço dos munícipes. sempre que for sair de moto lembre-se de que deve manter a posição correta. O SR. os veículos de duas rodas têm comandos separados para os freios dianteiro e traseiro. faz de nossas cidades cada vez mais lugares melhores e mais gostosos de se viver. Como reiteradamente temos dito.BA. mas que valem para a preservação da vida e a realização de uma viagem prazerosa para todos quantos curtem esses veículos de duas rodas. Desse modo. tivemos o cuidado de contemplar todos os aspectos relativos ao trânsito. desde a educação de seus filhos até a pavimentação de seu bairro. servindo para romper distâncias e engarrafamentos com maior rapidez. principalmente nas grandes cidades. o que ocorre neste dia 19 de março. Presidente. Presidente. nas repartições e divisões municipais. estão os funcionários municipais. aumentando o atrito entre o pneu da frente e o solo. o peso do piloto e da moto recai sobre a roda dianteira. ARV KARA (PPB . PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) O justo apelo de V. E. registrado e publicado de acordo com o Regimento da Casa. o Detran local.Sr. plantam e colhem seus sonhos. Sem revisão do orador. Srs e Srs. Numa ação odiosa. vivem e convivem com suas mais ricas tradições históricas e sociais. O assassino estava foragido. que assassinou o companheiro Nathur Assis Filho. Passo a abordar outro assunto. por isso tenha cuidado para que veja e seja visto perfeitamente. Espero que o Tribunal de Justiça do Estado não revogue a prisão preventiva desse assassino! O SR. NELSON PELLEGRINO (PT . O SR. Os motociclistas.Sr. da tribuna da Câmara Federal. Presidente.pertencente ao grupo político do Senador Antonio Carlos Magalhães e o Governo do Estado . estamos encaminhando requerimento ao Ministro da Justiça.) . Afinal. no último dia 19 de março. Aproveitamos a oportunidade para relembrar cinco regras simples. Deputado Nelson Pellegrino. comemorou-se uma data das mais especiais. Parabéns a você.SP.06438 QUinta-feIra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS O SR. Mauro de 200 I da coleta do lixo ao atendimento nos postos de saúde. É nos municípios que as pessoas têm seu trabalho. completos e abrangentes de todo o mundo. mereceram um tratamento todo especial de nossa parte. apesar de todos os pareceres técnicos serem favoráveis a isso. Deputados. queremos cumprimentar todos os bons motociclistas pelo transcurso de sua data comemorativa. Onze de março é o Dia do Motociclista. queremos registrar da tribuna da Câmara Federal nossos mais sinceros e respeitosos cumprimentos aos funcionários públicos municipais pelo transcurso de sua data comemorativa. dessa forma poderá evitar acidentes decorrentes do cansaço e desgaste em viagens longas. no dia 9. na qual estive presente juntamente com outros deputados e a Prefeita do Município. solicitando providências no sentido de que seja celebrado convênio entre a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista e o Detran da Bahia. Graças à colaboração de uma plêiade de técnicos. Sr.

Sabe-se que o problema da droga. tivemos a morte do Pe. Os motivos desses crimes. os roubos e crimes acontecem quase que diariamente. Deputados. quando foram percorridos 34 mil quilômetros entre as três Américas. matando 39 pessoas. este ano. conclamo os demais parlamentares desta Casa para que ampliemos o debate sobre esse assunto. claro que vêm estimular os jovens a fazer uso desse mal. o motociclista poderá curtir sua moto e realizar viagens felizes e inesquecíveis. Ainda em Mato Grosso. Pronuncia o seguinte discurso. Vojciechoviski e Clodoaldo T. hoje são um verdadeiro terror. como os que freqüentemente acontecem nas grandes metrópoles.Mal«o de 2001 DIÁRIO DA ('ÂMARA DOS DEPU'lADOS pode enfrentar situações adversas. Lá o que manda é a droga. Não estou aqui colocando os meios de comunicação. Ao encerrar este pronunciamento. É importante usar sempre roupas com cores fortes e faixas reflexivas no capacete. rádios e televisões crimes relacionados a drogas. destaco a data de hoje. Muito obrigado. Braga. com isso. temos uma área na divisa do nosso Estado com a Bolfvia. Srs e Srs. como também na elucidação de outros crimes. como Rio de Janeiro. Por isso. Esta semana mesmo a imprensa cuiabana está apresentando uma estatística em que mostra o triste registro de 87 assassinatos na Grande Cuiabá.RJ. O pior disso tudo é que muitas pessoas inocentes são assassinadas. como os principais responsáveis pela propagação das drogas. Com cuidados simples como esses e respeito ao Código de Trânsito. Presidente. volto a apelar à Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso para que haja com mais rigor não só no combate às drogas. que já é conhecida como Fronteira do Terror. e particularmente Cuiabá. Concluindo. Solicito ao Sr. sua data. Marcos A. Até hoje ninguém sabe quem ou quais foram os autores do crime e muito menos o motivo. "Vida Sim. A SRA.Sr. pelo visto. ser necessário que haja um melhor controle no que se refere a músicas e programas radiofô- Quinta-feira 22 06439 nicos e televisivos. aventura magistral de dois motociclistas curitibanos. como vem fazendo desde 1962. Pronuncia o seguinte discurso. não se terá controle são as apologias às drogas apresentadas em artigos na Internet.MT. Esta é a campanha da CNBB e merece todo nosso apoio.Organização das Nações Unidas -. porque está cada vez mais destruindo a juventude. neste caso rádio e televisão. Sr. Areia.Confederação Nacional dos Bispos do Brasil-. inclua também a Polícia Rodoviária Federal. Também não queremos a volta à censura. ALMERINDA DE CARVALHO (Bloco/PFL . Parabéns a você. Mas é preciso ser visto no contexto socioculturaJ e nas condições físicas e psíquicas que envolvem seu consumo. Drogas Não" traz ao debate um assunto que merece a reflexão de todos nós. mas em todo o mundo. Dia Internacional para Eliminação da Discriminação Racial. Mas esses órgãos. Drogas Não". alastra-se cada vez mais. No mês passado. no entanto. E um mal do qual. para evocar o massacre de Sharpeville. por meio da CNBB . Deputados. ocorrido a 21 de março de 1960. a Igreja Católica no Brasil. até a soberania do País. instituída há 35 anos pela Assembléia-Geral da ONU . inclusive. Presidente. que durou 71 dias. ao apresentarem músicas e programas enfocando o assunto. quando da edição da nova medida provisória sobre a gratificação da Polícia Federal. Sr. pondo em risco a vida de seus moradores.Sr. que é de grande importância para o País e a comunidade brasileira. são sempre relacionados a drogas. Presidente. comemorada neste dia 11 de março. Srs e Srs. Nazareno. Todos os dias vemos nos jornais. desestruturando a família e pondo em risco. em Jauru. a capital. meu Estado. Presidente da República que. "Vida Sim. A Polícia mostra-se ineficiente e não consegue dominar a situação. com todo mérito. São Paulo e outras. manchas de óleo e pistas alagadas são situações de risco no trânsito. Sr.) . Acho. na África do Sul. amigo motociclista que respeita as leis de trânsito e que assim pode festejar. onde a Polícia abriu fogo contra o apartheid. . Estados e cidades que até então viviam de forma tranqüila e pacata. E.) . A SRA. até atingir o último ponto alcançável por terra antes do Pólo Norte. É inadmissível que ela fique sem essa gratificação. Presidente. como viajar de Curitiba até o Alasca. CELCITA PINHEIRO (Bloco/PFL . mais uma vez e em tão boa hora. lançou a Campanha da Fraternidade com um tema que precisa ser analisado com mais atenção porque o problema que aborda vem prejudicando muita gente. caso de Mato Grosso. que não ocorre apenas no Brasil. Está na hora de o Governador Dante de Oliveira sair da inércia e procurar meios para solucionar esse bárbaro crime e muitos outros insolúveis em Mato Grosso.

Deputados.06440 QUlIlta-teira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Presidente. chamar-lhes habltaço~s. o dos nossos campos. conseqüente e continuada. n~m precisamos de e~tudos. Há muito deixamos de ser um país de popufação eminentemente rural. pelo menos. a única saída para tantos de nossos irmãos. atualmente. com o desenvolvimento urbano e. na verdade. Presidente. Deputados. com o desenvolvimento do País como um todo". E.e~lste P~lv~cldade e se torna quase Imposslvel uma higiene baslca.essa transformação não obedeceu a nenhum planejamento. essa lei prescrita em nossa Carta Magna ajuda apenas a dissimular a discriminação existente. são sempre relegados a segundo plano nas esferas sociais.Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicosrealizou um levantamento em que mostrou que. não só as entidades representativas de segmentos sociais. junto com os pardos.c~nte~plar as penfenas das nossas grandes e medias cidades.' ?. religiões e seus projetos de vida? Apesar de a Constituição Federal assegurar os mesmos direitos e oportunidades a todos. reclama atenção imediata. essa rea. A ele não façamos ouvidos de mercadores. E . . O Brasil é o País com a segunda maior popu/ação negra do mundo. trabalho. num processo contl~u. É o que estão reclamando os brasileiros das classes menos privilegiadas.o dos seculos. O resultado não podia ser outro senão o que se verificou. uma política habitacional séria.o ~e_ extermlnlO e abandono sofre uma gradual dlmmUlçao de sua gente. In. Alguns mllhoes deles carec~m das condlçoes mmlm. Sr"s e Srs. já que decorre de um conjunto intrincado de distorções sociais. PAULO ROCHA (PT . Deputados. como índios e negros.PA. educação e moradia. Sf"s e Srs. em Sharpevllle na . casas ou moradias ch~g~ mesmo a ser um aCinte ao. com mais de 30 milhões de trabaIhadores. estimado em mais de cinco milhões de moradias novas.rova-Ia. Deputados.~s capaze~ de assegurar abngo dec~nte para as fa~lhas ~ue ~II se amontoam e aos ~uals f~lta tudo. Assim sendo. depois da África. econômicas e políticas.o que é grave . Sf"s e Srs. hoje existem aproximadamente 250 mil nativos em todo o território nacional.~ua p'recan~d~de.Afnca do ~ul. No Brasil. Basta olhar em torno e.modo eVidente que. Deputados. sua cultura.43 da população. Reclamo que se faz contundente com as invasões realizadas pelos sem-teto.mp. atenuem o problema e permi- Março de 2001 tam a um maior número de brasileiros desfrutar do direito básico a uma moradia digna. O povo I~dlgena. o DIEESE . compondo. Se em 1500 existia uma população de 5 milhões de habitantes. Aglomeram~se. E a grande maioria daqueles que mais sofrem com essa situação são as mulheres e os homens negros. um dos maiores desafios com que o País se defronta nesta virada do milênio. Ano passado. mas todos aqueles que são alvos de discriminação racial. malgrado reconheçamos a complexidade da questão. não podemos dela nos alhear e cumpre que busquemos medidas que. ao lo~g. há que acrescentar os milhões de moradias indignas desse nome. Sr's e Srs. barracos e caseb~es ~os q~al~. Deputados. Não é nenhuma novidade que vivemos hoje num País onde as desigualdades sociais provocam o sofrimento de milhões de seres humanos desassistidos em seus direitos essenciais. O que comemorar quando existe todo um processo de destruição de um povo que continua sendo massacrado por lutar pela preservação de sua terra. IIdade e de tal . sob enfoque global. ape- . 200 ficaram fendas em um protesto c~n ~a o apartheld. é óbvio que a solução para o problema habitacional neste País está longe de ser simples. é incontestável a necessidade de que se implante. O SR. Mas apesar de os negros representarem 5. S~s e Srs. No entanto. nesses espaço~. como saúde. Hoje. nos acomete. neste País. das f\!a~ões Unidas (~NU) em 1960. sob enfoque específico. Dados e estatísticas revelam quão graves . s~r hu~a.no.Sr.são as condições habitacionais da população brasileira. têm sido freqüentes em nossos meios de comunicação notícias dando conta de pessoas sem moradia invadindo imóveis desocupados em todo o País. instituído peja Organização. A esse já crônico déficit. que corresponde a 45% da força de trabalho. Sf"s e Srs. "numa atuação conjunta. expressiva parcela da força de trabalho. de numeros ou de estatlstlcas para co. de maneira sobremodo expressiva.) . depol~ que 68 pessoas morrer~m e mais de.e perversas . o número dos habitantes das nossas cidades suplanta.. é óbvio que o déficit brasileiro de moradias só se resolverá com a adoção de uma perspectiva ampla. sua identidade. Reivindicam-lhes sejam proporcionadas as condições mínimas para o exercício de um dos mais elementares direitos do cidadão: dispor de um teto sob o qual abrigar dignamente a si e à sua família.ada a. O nosso déficit habitacional. hoje é o dia internacional contra o racismo. que. não têm nenhum motivo para comemorar o Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial. Pronuncia o seguinte discurso.

pedindo coerência e justiça. Pela ordem. Ainda não é possível avaliar todos os prejuízos causados às Forças Armadas e aos seus valiosos e honrados componentes. Presidente. NELSON MARQUEZELLI (Bloco/PTB SP. Vários movimentos vêm fortalecendo a luta do negro para pôr fim ao descaso e ao desrespeito quanto aos direitos assegurados na Constituição e nas leis existentes. não bastam projetos e leis se não houver punição para quem afronta a dignidade do povo negro. gerada pela medida provisória assinada pelo Exmo Sr.Sr. fato que em várias oportunidades já foi comprovado. nos navios. Porém. ocupo hoje a tribuna para reiterar meu repúdio à Medida Provisória n° 2. DOS DEPUTADOS sar desses números. Presidente. enquanto isso. Depois da aprovação da Medida Provisória n° 2.131-2. Numa análise simples é bem fácil verificar que a Medida Provisória n° 2. O SR. Estou também coletando assinaturas para instalação de CPI referente ao grave problema de energia elétrica no Brasil. . Reichstul. atual Presidente da Petrobras. inclusive. proventos ou pensões receberam uma enorme cassação de seus direitos adquiridos. O SR. do Senado Federal ou mesmo do Congresso Nacional. quiçá. Presidente. os negros são discriminados no emprego e na remuneração são eles a receberem os menores rendimentos. como poderão as Forças Armadas atualizar seus quadros de oficiais (generais. sempre tão necessários em todas as regiões naturais deste País continente. que. Meu objetivo é tão-somente dar conhecimento à Casa da insatisfação existente nos comandos. mais uma vez está bastante claro que as medidas provisórias preparadas com as urgências nem sempre justificadas e sem a clareza requerida. E)(. que esperavam ver corrigida para os níveis modernos de desenvolvimento econômico-social. de 23 de fevereiro de 2001. prejudicam. nobres deputados. VIRGíLIO GUIMARÃES .Mml[(I de2()()J DIÁRIO DA CÂMAR. graduados e outros). Henri Philippe Reichstul. Sr.) . peço a palavra pela ordem. O SR. em vez de estimular vocações. do mundo.) . consignados numa vasta legislação. exigirão a ação institucional desta Casa. Sr. O SR. faz-se necessário realizar urna revisão completa e criteriosa dessa medida provisória para evitar tantos descontentamentos e tantas injustiças no seio das Forças Armadas. intermediários e subalternos). com data de 23 de fevereiro de 2001. desejamos a demissão desse desastre que é o SI'. em 28 de dezembro passado. novamente. que a proporção entre a nossa população e os efetivos militares é um dos menores do continente e. produzem o êxodo dos mais capacitados? Várias manifestações de insatisfação e decepções já chegaram a esta Casa. na falta de políticas públicas e na educação. Presidente. Era o que tinha a dizer. eliminando direitos e benefícios seculares. Presidente. mensagens eletrônicas e telefônicas. estive nesta mesma tribuna para externar minha posição contrária à edição dessa MP.Sr. estou colhendo assinaturas para requerimento em que peço a imediata demissão do Presidente da Petrobras.Sr. Sr"s e Srs. o risco próximo de medida de racionamento. VIRGíLIO GUIMARÃES (PT . superiores. O SR. provocam injustiças e insatisfações.. antes de resolver problemas de grande prioridade para a Nação.MG. nos quartéis.a possibilidade de um negro ingressar na universidade é de 18%. Em fevereiro próximo passado. nas bases aéreas e em todos os outros estabelecimentos militares. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio)Tem V.131-2. em razão dos absurdos que vem cometendo.A. que. aguardando uma atualização dos seus soldos. Lembro. Presidente da Quillta-teila 22 0ó441 República. Pronuncia o seguinte discurso. enquanto essa possibilidade para os brancos é de 43%. bem como de praças (especiais. que são a verdadeira garantia dos Poderes constituídos. se não houver uma política de igualdade de oportunidades e se não houver medidas com engajamento entre Governo e sociedade. É preciso apurar esses fatos. Sem revisão do orador. a palavra. oriundos das antigas legislações militares ou incorporadas com base em legislações de países vizinhos e de outros de maior desenvolvimento social. porém.131-2 é visivelmente injusta e prejudicial para os militares. remunerações. Mas. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio)Com a palavra o Deputado Nelson Marquezelli. por cartas. quando. Deputados. com ações efetivas e concretas para a melhoria da qualidade de vida de toda a população. com o devido respeito e acatamento. e que agora é renovada como Medida Provisória n° 2. em que existe as mais altas taxas de analfabetismo e número de anos de estudo inferiores a outros segmentos . salários. para serem corrigidas.131-2. sobre o qual pesa.

Sr. nosso compromisso com a luta dos pequenos agricultores. agora se agrava com a informação de que. No Nordeste. expulsa os pequenos agricultores e aumenta os custos dos alimentos. Trata-se da utilização irregular e indiscriminada de agrotóxicos. que resiste e que. em conseqüência. com militares honrados e felizes com suas atribuições e com seus direitos reconhecidos pelo Governo e pelo nosso povo. estariam sendo utilizados produtos não indicados para essa cultura. JOÃO COSER (PT . a aprovação imediata de lei instituindo a tributação compensatória para os produtos agrícolas subsidiados.2.ES. o mercado de agrotóxicos e dos produtos transgênicos.MPA. fabricado pela Rhõne-Poulenc Agro Brasil Ltda. fabricado pela Bayer SA. com garantia de indenização de 100% do valor segurado.) . Sr. Considerando a renda familiar no Sudeste. Os jornais do Estado do Espírito Santo trazem a notícia da morte de três pessoas no Município de Governador Lindemberg e a internação de outra em estado grave no Município de Colatina. nobres colegas. sem a devida fiscalização dos órgãos responsáveis. certamente. denunciando principalmente a falta de uma política agrícola diferenciada para esse setor e o modelo de agricultura que privilegia as grandes propriedades. em não havendo mudanças rápidas e drásticas na política agrícola e no modelo de agricultura brasileira. Presidente. é um movimento que pretende a realização dessas mudanças..150. gera renda inferior a dois salários mínimos. o que significa dizer que 81 % dos estabelecimentos agrícolas brasileiros encontram-se nessa condição. Sr. O SR. o surgimento do MPA. Presidente. nobres colegas. O segundo fato. que já era uma fonte permanente de casos de contaminação. Altomix 103. a atividade agrícola desenvolvida nos estabelecimentos inferiores a 100 hectares (89% do total). mais uma vez. Temik . incluem-se em tal condição os estabelecimentos até 200 hectares. organizados no Movimento dos Pequenos Agricultores . as projeções mostram que o Brasil caminha para uma situação na qual deve- Março de 2001 rão restar apenas 600 mil estabelecimentos agrícolas dos atuais 4. são aproximadamente 30 mil famílias de pequenos agricultores mobilizados em todo o País. uma classe que não se curva. Parabenizo-a por isso. com o crescimento do plantio de coco. 74. a implantação de um seguro agrícola nacional para os pequenos agricultores. ou menos. incluindo os custos de produção e remuneração da mão-de-obra familiar. Queremos parabenizá-los. todos de grau toxicológico 1 e não recomendados . que hoje se encontra presente em onze estados da Federação. a prorrogação imediata de todas as dívidas dos pequenos agricultores financiados pelo Pronaf e Fundos Constitucionais e a implantação de uma linha de crédito para moradia. Baysistron GR. Quanto ao primeiro fato. é justamente a demonstração da perversidade do modelo e do descaso do Poder Público para com a agricultura. Quero registrar. fabricado pela Novartis Biociências S. Sua pauta de reivindicações inclui a exigência de linhas de crédito permanentes para a agricultura familiar. que estimula a concentração de terra. fabricado pela FMC do Brasil Indústria. voltará às ruas sempre com mais força até que tenhamos de fato um novo modelo de agricultura no País. A utilização indiscriminada de agrotóxicos na lavoura do café. Presidente. As denúncias referem-se aos agrotóxicos Furadan 360-C. dois fatos repercutem na sociedade capixaba e possuem importância capital sobremaneira para o desenvolvimento da agricultura no Estado do Espírito Santo. específica para os pequenos agricultores familiares. Nesta última situação encontra-se a quase totalidade da agricultura capixaba. no Sul e Sudeste. Srs e Srs. Deputados. Pronuncia o seguinte discurso. Um modelo que. Presidente.5% dos estabelecimentos recebem até um salário mínimo.9 milhões.06442 Qumta-íima 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS o Brasil precisa de suas Forças Armadas.A. Estudos recentes mostram que nas cinco macrorregiões a atividade agrícola praticada nos estabelecimentos com áreas inferiores a 50 hectares oferece remuneração menor que o valor correspondente a um salário mínimo. em conseqüência da intoxicação por produtos agrotóxicos. que. sem qualquer controle por parte das autoridades sanitárias estaduais e federais. Dessa forma. os estabelecimentos até mil hectares não oferecem aos membros das famílias remuneração competitiva com o salário mínimo. O primeiro é a mobilização dos pequenos agricultores. Na região Norte. Muito obrigado.Sr. por dia-homem-equivalente. O segundo diz respeito à disseminação sem controle de agrotóxicos nas lavouras capixabas. realizam manifestações nas principais capitais do País.

Todos os produtos desse porte deveriam ter sua venda controlada. Sr.por que não dizer . Por isso emprestamos a esses movimentos todo nosso apoio e. Muito obrigado. Esse não é um problema exclusivamente da área rural. c) Realizar o estágio na forma da legislação vigente. privilegiando a realização em regime de quatro horas diárias. b) Limitar o estágio em posições e áreas operacionais que guardem correlação com o curso freqüentado pelo estagiário. pois acompanhada de documentos. à apuração dos fatos e. os menores realizaram as atividades normais de um carteiro. ainda em 1996. nem o fato de as autoridades públicas serem ágeis apenas para tentar explicar o que não têm feito depois que vidas foram ceifadas. acompanha a denúncia cópia de termo de compromisso assinado pelos representantes das empresas junto à Procuradoria do Trabalho. queremos aproveitar a oportunidade para abordar outro assunto. não constituem novidade as denúncias sobre mortes por intoxicação por agrotóxicos. ao que assistimos é justamente o contrário. neste momento em especial. não menos chocante é saber que urna empresa do porte dos Correios poderia estar se valendo de expediente ilegal ao utilizô.em outros estados. por mais que a este se pretenda dar roupagem de apoio ao desenvolvimento integral da juventude. No entanto. restringindo o estágio apenas ao curricular. estaria utilizando o trabalho de menores na sua área operacional. em caráter de urgência. no Estado do Espírito Santo. ao Movimento dos Pequenos Agricultores do Espírito Santo. consideramos que os fatos devem ser devidamente apurados e as irregularidade punidas com rigor. no trabalho informal das ruas. Se já não bastassem as inúmeras denúncias de trabalho infantil nas carvoarias.r menores de idade para diminuir custos econômicos. e a sociedade exige que se ponha fim a todo e qualquer tipo de exploração do trabalho do menor. Presidente. que a Mesa encaminhe ao Ministério PÚblico do Trabalho e ao Ministério do Trabalho. faço juntar. colocando nosso mandato à disposição. e} Limitar o contingente de estagiários a 10% (dez por cento) do total de empregados da empresa. Sr. nos termos regimentais. na lida dos canaviais. Presidente. d) Limitar o tempo de duração do estágio ao período máximo de dois anos. Presidente. ainda. nos termos da legislação pertinente. cobramos das autoridades competentes as devidas providências para ao menos impedir um desastre de maiores proporções no Estado do Espírito Santo e . em que esta se comprometia ao seguinte: a) Abolir o denominado "estágio vivêncial" no âmbito da empresa. cana-de-açúcar. o qual queremos parabenizar. O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares. batata. Presidente. o usuário devidamente cadastrado e treinado e o responsável pela comercialização identificado e responsabilizado. Sr. Presidente. considerada uma das mais sérias e eficientes do País. nobres colegas. três seriam menores de idade. por meio do Programa Correios Educando para o Futuro. DOCUMENTOS A QUE SE REFERE o ORADOR: . Diz. para que procedam. requerendo. Sr. casos como esse que enfocamos é que reforçam nossa convicção da justeza da proposta pela implantação de um novo modelo de agricultura. Não podemos admitir. que em várias unidades dos Correios. encaminha-nos denúncia que reputamos de extrema gravidade. Informa que essa empresa. revelando a completa omissão do Poder Público no exercício do poder de polícia que lhe é inerente.Março de 200 I DIÁRIO \)1\ CÂMARA DOS DEPU II\DOS para utilização no plantio de coco e de produtos de produção rápida e de consumo imediato. Nobres colegas. considerando com fundamento a denúncia do sindicato. à aplicação das sanções pertinentes. No momento. dada a ação sistêmica do produto às plantas. tais como hortaliças. recebendo apenas 75 reais Quinta-li::ira 22 ()644~ mensais por quatro horas diárias de trabalho. porque os produtos qufmicos incorporados às plantas podem contaminar aqueles que consumirem o produto in natura ou seus derivados. uma vez constatadas as irregularidades. no que denomina de estágio vivencial. Sr. com identificação do responsável técnico pela receita. pelos smdicatos de trabalhadores rurais. pelo Movimento dos Sem-Terra. a cada cinco funcionários. Isso seria o mínimo. como a que é apresentada pelo Movimento dos Pequenos Agricultores. Segundo informa a entidade representativa dos trabalhadores. como parte integrante deste pronunciamento. para que conste dos Anais da Casa cópia dos documentos que nos foram encaminhados pelo sindicato.

Sr..(02"j:n3-rn()lF_~(Olron. vem expor e requerer a V.47..~ ::"íO E~T·WQ DQ Jj~Q SANTO SINTEC 1'.074/2001 e 080/2001.1 Vitória.Ql(). da CF. o seguinte: Já enviamos totos e tílmagem de exploração de menores. ~ RCT agsinou um TERMO de COMPROMISSO junto ao Ministério Público do Trabalho ("ópia em anexo). Of. trabalhando na funyãn de carteiro. vrróJUA-ES-CIZP~~.140 ~f:O.l 14C()"("G:" 1R~21.\lUA1t-S:OOlíOOLC~N1'Ro. o SINTECT-ES: Sindicato dos Traballladores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares no Estado do Espírito santo~ com fundamento no inciso llL do art 8°..S. No dia.ALBAM·:. João Carlos Coser.tNSC EST JSTh!O-TI:L.. no âmbito da.:UtO. Deputado Federal. 30 de setembro do ano de 1996. lJ" A. K~ ! ! . ECI no Estado do Espírito Santo. OF... RUR. A: Elmo. Assunto: Explorações de menores nos Correios do E..a. Ex."t3M I . 08412001 Do: SINTECT-ES.. _ _I-(){'..06444 Qumta-ílma 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 SINDICATO DOS TRABALHADORES E1\f E1\1PRESAS DE CORREIOS E T'ELÉGRAFO~ E :iL\llLâ1U. 20 de março de 2001. Isto porque a ECT usava estudantes (menores). como ESTÁGIO VIVENCIAL~ fazendo j AV mRÔNIMO MONn.t:OOO .

como representante do povo~ evidenciada tal carência. em suo. a cada 4 ou 5 funcionários tem-se de 3 a 4 menores sendo explorados. não podendo este subscreycnte ficar passivo. cabem aos deputados. respo~ narrando tatos alcosivos. sempre qu~ acaba um meio suhtemagio de exploração ao menor desassistido y'em outro. depois que ficam maiores são colocados no mercado de trabalho COIU "ários tipos de doenças adquiridas em função do trabalho antes desempenhado (LER ou DORT).áriul'> unidades dos Corretos.. . emitido pela DR/ECT. as mentiras ali consigqªç!a. não há respeito à Lei ou ao Compromisso firmado anteriormente. já que a exploração dos menores t:onstitui a maior fonte de lucro. princípalmentc. uma falta de consideração muito grande para com a Deputada Federal Senhora Rita Camatl. fica 90 gabando que a receita está maior que as despesas" quando resta demonstrado que tais parâmetros foram alcançados graças a estes menore9_ não necessitando a empresa de aumentar seu efetivo. . " Nos discursos teitos dcntl~da empresa. estas têm que ser 5e~:cramentc aplicadas. Não basta a elaboração de leis que combatam tais abusos.  evidenCia.na sua tàJta. o diretor regional. elabonu lluva~ leis. tIgurando a forma de espoliação do trnbalho com outro nome~ ~endo certo aílnnar que tudo é igual.. pelo menos. Verifiêa-se! no OF:SEJIDj'GABDR/ES:02l!99.ê de ~ufrerem acidentes de percurso.Março de 200} DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS Qumta-leira 22 06445 mcn. e:. e. E esses ll1enOre5~ como ficarão amparados diante de tal situação se não faze1l1jus a esses beneticios? (~ra. A valorização de: uo~:sus menores é incontestável. já que são eles o futuro desta nação. Hodicrnamcnh. Fernando ESlevez Gadelha.c. quando os infratores são os detentores do cargos públicos. ~ . Os carteiros. têm assistência medica e previdenciária.

jovens OlI mesmos crianças que não têm mais condições de trabalho fuce as doenças adquiridas em função da atividade e das condições ambientais e da saúde no seu local de trabalho. tà1tou com a verdade quandu diz que Quais são ns supostas at. es3C~ pobre::s menores estão â .&155/99)..06446 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Qumta-fClra 22 a função de carteiro Março de 2001 trabalhando na área operaçional da ECT. utiJizando-se de mão-de-obra barata e desquali1icada. recebendo. apenas.i\:idades auxiliares desenvolvidas?!!. Nas Carvoari~R. Juvens sem pc:rna3 ou bra9OS. Estes que estão nas fotos ou na filmagem são uma prova de que a DR/ECT/ES "·Os adolescentes. so perdendo para os bancários. O que se verifica são os men01'C5 fazendo o mesmo serviyo normal de um carteiro e em piores condições de trabalho. Excelentíssimo Deputado.RAMA CORREIOS EDUCANDO PARA O FUTURO". burlando o TERMO de COMPROMISSO. criou outro modelo de exploração denomínndo "PRO(. Futuro de quem? Hoje. em tarefas compatíveis com a condição de adolescentes assistidos" (cópia em anexo do PIJCODIN-n. uns míseros RS 75~OO (setenta e cinco r~js) TIIellsai~ por 4 horas diárias de trabalho~ ~lll contar que exercendo essas a1Í\'idaJes como çarteiro3~ fazenJo ~a::n:iços externos. Assim como tem nos canaviai~. a categoria de trabalhadores dos Corretos tem o segundo lnaior índice de doenças relacionadas com o trabalho.. que nos assuntar A ECT está criando para o futuro. (lU A ECTIDR/ES.. jovens com doenças relacionadas com o trabalho. demais disso~ exercem atividades auxiliares aos empregados. É isto.

lIlas serão Lratados como determina a legislação vigente. ê. Certo:) de que pooeremos contar com o seu apoio e colaboração para que tais firtos denunciados sejam eietivamente apurados~ desde já agradecemos. Exigimos uma apuração a fundo em todo o Estado do Espírito Santo dos tàtos denunciados ea exaustiva compro\ndos.rupulosos~ que só vísam o lucro e seus interesses pessoais~ em detrimento do social. aos fatos aquí narrados. no compromisso tÍrmaào perante o Ministério Público Federal. Diretoria Colegiad:l do SINTECT-ES . A valonzação do hom~m começa peJa ~ma educação: criando um povo vencedor:> não uma naçãu explorada pur in~\. y relação do!\ locais de trabalho de todos os menore~ bem como funcionários das agencias de correios no Estadt' do Espírito Santo.Março de 2()OI DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU1ADOS Quinta-lclra 22 06447 Queremos El garantia de que estes menores não serão demitidos çomo vingança. Sugerimos que Vossa Excelência solicite ã ECT para maior entendimento. principalmente o que disciplinado no Estatuto da Criança e do Adolescente. Atenciosamente.

Nada mais havendo. às 11 :OOhs (onze horas) na Procuradoria Geral do Trabalho.sala 618. MARCOS CÉSAR LUZ ALVES. residente e domiciliado à SON 202 • Bloco A .064 .BraslliaIDF (Cep: 70732-010) e. este deveria ser mais curto. dado constituir Jornada de trabalho de empregado efetivo e Impossibilitar o estudo do estagiário. lavrei a presente ala.664-20.SRES.. presidida pelo Subprocursdor-Geral do Trabalho Or. tendo comparecido em nome da eCT o Oro MOZART GOMES FERRAZ. Chefe do Departamento Jurldlco. sandar . casado. divorciado. casado. compareceu o Sr.035 SSPlDf. O representante da ECT acolheu 85 ponderações relativas â lornada do estágio. LUCIl:. o presidente da Inqu4rlto fixou em 150 (cento e clnquenta) dias o prazo para cumprimento integral do termo que fol1 enlao. BrssllialOF.010.Ap. Assim. representando o SINDICATO DOS TRABALHADORES DOS CoRRErOS E TELÉGRAFOS E REGlAO 00 ENTORNO. CPF nO 240. o presidente do Inquérito reportou que 8 contra-proposta de minuta de lermo de compromisso formulada pele ECT poderia ser acolhida pelo MPT no concernente à admisSao de estttglo em éreas operadonal9. Omanto ao prazo de adequaçao ao termo. mas reportou as dificuldades de adequação da empresa 80 disposto no termo de compromisso dentro do prazo previslo pela Procuradoria.Bloco Casa 44 . desde que guardando relação com as matérias cursadas. foi realizada audiência de conciliação referente ao Inquérito civil público Instaurado contra a EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS. InlcJada a audiência.Quadra 04 Bloco ~L"". residente e domiciliado' Quadra 06 .741-68. brasileiro.ura~jO(al do Trabal o /Yj / M~{J370MES / tJ'ctc do O(lpartame F- Rk> o urldico da eCT ~ ~ l. encerrou-se 8 Bud/Oncfa pelo que eu. assinado pel~s presentes. Secretâfio de Estudos Sócio-Econômicos.041.858. Setor de Autarquia Sul . expedida em 19106190. portador da Carteira de Identidade na 757.RAFOS E SIMILARES • FENTECT. brasileIro. de 120 (cento e vinte) dias 8 contar da liIss/natura do termo.-"" . em vista das razões oferecidas pelo representante <Ia ECT.06448 Quinta-feIra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 200\ MINISTÉRIO PÚSL/CO DO TRABALHO PROCURADOR~ GERAL ATA DE AUDiêNCIA Aos trinta dias do mês de setembro do ano de hum mil novecentos e noventa e seis. representando a FEDERAÇAO NACIONAL OOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE CORREIOS E TEL~G. portador da Carteira de Identidade nO 431. brasileira. CPF nO 063. CPF n° 028.fVES GANORA DA SILVA MARTINS fILHO. Já no concernente à jornada do estágio.831-20 e. que v:ll por todos assinados. o MPT n[lo poderia admitir est:i\glo de 8 horas. Secrelán3 do Inquérito. SecretArio Geral. 206 .SSPIOF. compareceu o senhor ASCLEPIAOES ANTONIO DE OUVERA ALHO.portador da Carteira de Iden~Bde n-199270DF.NE AMALIA GOrr. expedida em 18110181. a- wes G~~if:/!!:iifLHO SUlJProc.

da Lei 7. de acordo com a conveniência da Empresa e do estagiário. vedada a utilização de estagiário para. TenDO.Eer.lelra 22 TERMO DE COMPROMISSO A EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS .SSPIDF. neste ato representada por seu Chefe do ~putamcnto Jurídico. nos termos dos arts. 5) Limitar o contingente de estagiários I 10% (dez por cento) do total de empregados da Ecr. _ _ LucienCAht1ii8 Gol! 06449 . ~ GCI c 13 da Lei 1. BrasUill. desde que. restringindo o estágio apenas ao curricular.000 UFlR (hum mil wúdades fiSCllÍ5 de referência) por estagiário enconlrado em situação irregular em cada fiscaliznç~o realizada. nos termos do art. compromisso. RG nO )99270 . perante ~ MlNlSTERJO PUBLICO DO TRABALHO. CPF na 028.347/85. fuma pelo presente instrumento. 4) Limitar o tempo de duração do estágio ao período máximo de 2 (dois) anos. neste caso seja assegurado ao aluno a realização plena de suas atividades escolares.341/85.!. reversível ao FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador). § 6°. J) Abolir o denominado "estágio vivencial" no âmbito da empresa. Encerrando o prazo de adequaçio a que se refere o parágrafo anterior deste sujeitar-se·'. A Ecr ter' o pnlzo mibtimo de 150 (cento e cinqucnla) dillS t a contar da IlSsinatura do presente termo. mediante dcsanpcnho de atividndes que impliquem apn:ndizado prático daquilo que é ministrado teoricamente nas instituiçõeS de ensino.Marro de 2001 DIÁRIO IJA CÂMARA DOS DEPUTADOS Qumta. Or.. 1) ümiw O estágio em posições das áreas operacionais que guardem relação com o curso frequentado pelo estagiário. nos Bulos do inquérito civil público PGT na 011/95. no sentido de: . representado pelo seu Sub procurador. "-----' IVES GANO DA SILVA MARTINS FILHO Subprocurador-Geral do Trabalho C?~~--:". excepcionalmente 6 (seis) horas diárias. ' 3) Realiutr o estágio na Conna da legislação vigente privilegiando a realização em regime de 4 (qualro) horllS diárias ou. 30 de setembro de 1996. Que deve guardar relação com o curso frequentado pelo estagiário.o desenvolvimento da atividade de c:art!=íro. Or.858. em havendo o seu descumprimento. IVES GANDRA DA SILVA MARTINS FILHO. MOZART GOMES FERRAZ brasileir. . Geral do Trabalho. Ecr Amulta no valor de 1.831-20. 5~. 5". para adequar o regime de estAgio ao disposto no mesmo.

necessidade de treinamento. ausêl. . principalmente no tocante a faltas ao trabalho. queda de rendimento no trabalho. implantou-se o "PROGRAMA CORREIOS EDUCANDO PARA O FU11JRDII que vem se desenvolvendo há alguns anos em âmbito nacional e em nossa Regional. Tais medidas se concretizam com orientaç6es. exemplos e oportunidades de transformar erros em acertos.. "Tratar co di Idade nouas Crfanças e Adolescentes é garantir a cIdadania futura de nosso ParI" .: Assunto: "Programa CorreiOs' Educando para o Futuro" Vitória. quaisquer situaçOes envolvendQ os Adolescentes Assistidos cadastrados no programa.. o programa ~ssita de reformulaç6es e ajustes pennanentemente o que vêm sendo providenciado e tão logo ocorra serão divulgados às áreas.. imediatamente. para a Seção de Relaç6es do TrabalholGEREC (gestora do programa.1Cias à escola. a fim de que sejam adotadas as providências cabíveis.06450 QU1l1ta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS ICORREIO<I Março de 2001 -------------------- DE: DIRETOR REGIONAL . 8ub8tltUiç0e9. ensinar e educar. 25 de maio de 1999 Considerando B funçao social da ECT junto à comunidade brasileira.através do Serviço Social). solicitamos especial atenção de todas as lideranças em comunicar.Q266199 Ret. Contudo. Para fonnarmoe consciências cidadas é necessário informar.DRlES AO: ASJUR CIISEAD/GABDRJES. etc. comportamentos Inadequados.

028. incorrendo em delito criminal aquele que transgredir esse preceito. CEP 29002-900.N°155J99 EMPRESA BRASILEIRA DE CORREJOS E TELÉGRAFOSfeT. nomeado na forma da Portaria na 093/88 (doc. Vitória/ES. por sua Diretoria Regional no Estado do Espírito Santo. inscrita no CGC/MF sob nO 34. empresa pública federal instituída pelo Decreto-Lei nO 509 de 20 de março de 1969.538178 tutelam tal direito (inviolabilidade das correspondências). representada por seu Diretor RegjonaJ. No ordenamento infra~consUtucional.SINTECT e o faz nos seguintes termos: Ab ínitio. quanto a Lei 6. . A Carta Magna da República assegura a inviolabilidade da correspondência. é oportuno enfatizar que à ECT compete prestar os serviços postais e telegráficos em regime de monopólio em todo o território nacional. MARIA DE LOU~DES HORA ROCHA . anexo). via de seus advogados e procuradores signatários (instrumento de mandato junto).. Centro. à presença de V.01202 OSfC'9l1999 .. sendo a ECT responsável pelas correspondências que lhe são confiadas até a ultimação dos procedimentos de entrega aos respectivos destinatários. nO 310. mui respeitosamente. com sede à Avenida Jerônimo Monteiro. Dentro dessa premissa. 15: 10: 1S SR'1RorOCOLO PI/CODIN. MPT/PRT -171 Regiãc: 08147 . vem. compete-lhe zelar pela integridade dos objetos postais. apresentar sua manifestação acerca da denúncia oferecida pelo SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE CORREIOS E TELÉGRAFOS E SIMILARES NO eSTADO DO ESP(RITO SANTO . tanto o Código Penal.PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO _ 17a REGIAO.316/0012-66.Exa. e.Março de 2001 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS Quinta-feira 22 0645 I EXCELENT[SSIMA SENHORA PROCURADORA DO TRABALHO DRA.

palestras. como não poderia deixar de ser. os usuários e a própria Empresa. em estrita observância aos parâmetros legais alusivos aoS menores. O programa foi concebido sob a égide do Estatuto da Criança e do Adolescente. Em verdade. de seus direitos e deveres. como empresa pública. foi implantado pela ECT em âmbito nacional. adotar-se o procedimento de sindicância. tem a Empresa a obrlgação legal de averiguar. eis que jntegrada. a fim de viabilizar a inser~o dos mesmos na Empresa de acordo com sua necessidade. entretanto. chegando ao seu conhecimento qualquer f~to tendente a sinalizar pela ocorrência de transgressão à norma constitucional.06452 Quinta-fena 22 DIÁRIü DA CÀMARA DOS DEPUTADOS Marçll de 2001 Dessa forma. no que respeita aos adolescentes participantes do já citado Programa. houve apenas e tão somente uma conversa com os adolescentes. vem mantendo o Programa por entender ser necessano proporcionar aos jovens a oportunidade de contato com o mercado da trabalho. porquanto a par das relevantes funções sociais que exerce. plenamente cônscio de suas responsabílidades. semI contudo. sob pena de responsabilidade do administrador públíco. Assim é que. entendeu-se primordial a participação da Empresa. sem provocar-lhes quaisquer constrangimento. no qual nosso Estado também se inseriu. etc. pelas áreas competentes. nesse contexto. em função de reclamação de usuário quanto a violação de correspondência. conforme Pedidos de Informações anexos (formulário através do qual os usuários efetuam reclamações sabre objetos postais) foí determinada a averiguação dos fatos. . orientações. e. adolescentes prestam seIViços dentro do "Programa Correios Educando para o Futuro". buscando através de treinamentos. A ECT. o aprimoramento do menor. o "Programa Correios Educando para o Futuro". No transcurso das averiguações. inclusive com a finalidade de resguardar Seus empregados. operacionalizando-se através de parcerias com entidades que congregam ado\escen~es carentes.. tanto que nenhum empregado foi responsabilizado e os menores permanecem prestando serviços normalmente. dedica-lhes especial atenção. bem como às atividades que e esses podem ser atribufdas. muito menos o estabelecimento de Comissão com essa finalidade já que na unidade (Agência de Correios no município de Aracruz). Vela a ECT pelo respeito às normas de proteção aos trabalhadores. sem quaisquer outros formalismos por não se tratar de sindicànci. pois para muitos é o "primeiro emprego". já que o procedimento dos mesmos não estava sendo objeto das verificaçOes. Tais levantamentos foram efetuados de forma clara e aberta . a fim de torná-lo verdadeiro cidadão.8 ou processo administrativo. os adolescentes foram ouvidos na presença do chefe da Agência. e.

a máxima do Pro§rama é ItTratar com dignidade nossas Crianças e Adolescentes é garantir a cidadania futura de nosso Pais". Aludido empregado prestou depoimento na mais perfeita normalidade. seria conveniente. Ademais. as assertivas do Sindicato ora denunciante são indubitavelmente inverídicas.Correios . através da PRT-10 a Região. porquanto a carga horéria diária de trabalho dos adolescentes é de quatro horas. . que inclusive promove Ação Civil Públíca cujo fundamento é a operacionalização do Programa em tela. assistência médica e odontoJógica. Nesse particular. sendo sua coordenação nacional na Sede dos Correios em Brasília-DF: A Empresa. sem exposição a constrangimentos ou a tratamento vexatório. ou seja. repita-se. 8. No que pertine ao empregado ADENIS JOSÉ MONFARDtNI. com enfoque sódo- educativo. periodicamente são expedidas orientações às lideranças da Diretoria Regional. exercem atividades auxiliares aos empregados. que o denunciante apontasse de forma objetiva a direta quais atividades privativas de empregados. tanto que na Diretoria Regional do Espfrito Santo. em reconhecimento ao tr~balho que vem sendo realizado em nível nacional. e é desenvolvido pejas áreas de Recursos Humanos da Empresa e coordenado pejo Serviço Social de cada uma das Diretorias Regionais dos . De outra parte t refuta-se a jornada laboral diária declinada pelo Sindicato por ser inverídica. Oa mesma formal nenhuma insinuação lhe foi efetuada. conforme se vê do documento anexo. está sendo objeto de análise perante a Procuradoria Geral do Trabalt1o. prestam os mesmos serviços das 13:00 às 17:00 horas. no espírito de proteção à criança e adolescente. além de acompanhamento psicossocial objetivando sua valorização e melhor integração no meio social. estão sendo desempenhadas por menores e deixem o campo das insinuações posicionamento que se repudia. ainda destina aos adolescentes.Março de 2()()! D!ÂRICJ DA CÂMARA DOS DEPUTADOS ()ulllta-íima 22 UM53 Trata-se de um programa. peja ABRIMQ. valeu-lhe o título de "'empresa amiga da criança". faz-se necessário informar que o indigitado Programa por se desenvolver em nível nacional como já dito anteriormente. a fim de manter-se sempre em destaque os princípios norteadores da Programa. em 'tarefas compatrveis com a condição de adolescentes assistidos. Os adolescentes. Dentro dessa tinha de procedimentos. demais disso.

a fim de dirimir qualquer controvérsia que possa remanescer acerca da improcedência da denúncia formulaoa. e principalmente aos adolescentes que profissional que lhes é oferecida. pelas razões acima expendidas não merecem prosperar as denúncias formuladas pelo SINTECT/ES. bem como a juntada de novos documentos. Termos em que P. Com efeito. Vilória/ES. com a oportunidade de experiênci. quadra registrar que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos.06454 Quinta-teira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 Contudo. pelo respeito aos seus colaboradores. sempre se pautou pela observância ao ordenamento jurídico vigente. do representante da entidade que congrega os adolescentes. devendo o presente Procedimento Investigatório ser arquivado. Deferimento. colaboram com a qualidade dos serviços prestados pela ECT. . 03 de setembro de 1999. requer a ECT a oitiva dos empregados envolvidos.a Por derradeiro.

vive dias de intranqüilidade. Mas nestas emergências de crise mundial. Isso se deve naturalmente aos organizadores. seus produtos e populações. quem atestou a sanidade do gado brasileiro . ao se constatar que o concurso estava eivado de imperfeições e vícios tendentes a favorecer um esquema de cartas marcadas. Depois das crises na Turquia e no Japão. que anulou o pleito. a importância das medidas preventivas que o Brasil adotou. Paralelamente. punindo. Falta a reforma tributária e o complemento da reforma da previdência.RJ. não tinha o Prefeito outra alternativa senão cumprir a ordem.nos EUA. tenha o discernimento necessário a um final feliz de toda essa problemática. Qual não foi a decepção de todos. Sr. pelo Judiciário.RJ. o Brasil está preparado com um orçamento público superavitário. No Brasil. que são muitos. Mas nos preparamos para este problema e agora estamos na invejável situação de ter o rebanho bovino mais saudável do mundo.é que percebemos a importância de nos esforçarmos para ter equilíbrio orçarnentário em todos os níveis de poder. A Europa. O Brasil se preparou para as crises. o Brasil está proibindo o ingresso de carne européia no País suspeita de contaminação pela febre aftosa e pela vaca louca.081 exonerações. RUBEM MEDINA (Bloco/PFL .Sr.) . por meio de favorecimentos. imbuídas dos melhores propósitos. que tenho a honra de representar nesta Casa. havia proibido o ingresso de carne brasileira. selecionando aqueles que realmente tenham competência. Para as epidemias financeiras. na Baixada Fluminense.quem diria! . Sei o quanto é dolorosa situação como essa. Para contornar emergencialmente o problema. Freqüentaram cursinhos. Espero que o novo concurso se realize em clima de lisura e austeridade. prevalecerá a Justiça. qualquer que seja a solução. Srs e <)ulI1ta-teira 22 0645:. Era o que tinha a dizer. Acontece. o Brasil se preparou. que garantem as divisas que ainda estão faltando na balança comercial. .e isso passou a ser um selo de garantia que abre as portas dos demais mercados. de concurso público realizado há dois anos pela Administração anterior. Com base em sentença prolatada pelo Juiz Luiz Francisco Negrão. parece dispensado ou excessivo o esforço despendido na direção de algumas reformas. com a recente anulação. Agora. independentemente de influências isoladas. suspeita de febre aftosa. o que levou à medida judicial. Presidente.) . O Brasil sempre foi o primeiro País a detectar a febra aftosa no rebanho. Registro o fato. A Lei de Responsabilidade Fiscal é um deles. LUISINHO (Bloco/PST . Presidente. mais do que nas vezes anteriores.Sr. tanto o que há de bom quanto o que há de ruim entram neste intercâmbio. ocorrem no mundo as epidemias da vaca louca e da febre aftosa. culminando com 2. muitas vezes. ao mesmo tempo em que espero que o atual Prefeito. Presidente. empenharam todos os esforços na esperança de conseguirem habilitação.que certamente se repetirão muitas vezes . Srs. O SR. interessado na melhoria das condições de vida da população de Belford Roxo. passamos da obsolescência das telecomunicações para a disseminação do celular. Presidente. a cidade de Belford Roxo. que esse concurso levou milhares de pessoas a se inscreverem. a atual Administração prevê a realização de outro concurso público dentro de um mês.Março de 2()()] DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU lADOS O SR. Na medida em que se intensificam os contatos entre os países. nosso desafeto comercial. mas ainda falta alguma coisa. que a Justiça há de comprovar. mediante concurso. Srs e Srs. um esforço de elevação da produtividade na economia e o ingresso de investimentos estrangeiros. configuram-se situações críticas na Argentina e .para o bem ou para o mal. hipotecando minha irrestrita solidariedade a todos aqueles que foram ludibriados por ocasião da realização do concurso. que só veio prejudicar uma legião de pessoas bem intencionadas. É fácil compreender agora. Pronuncia o seguinte discurso. conhecendo as medidas de forte rigor e conotação anti-social que a Argentina está adotando. houve fraude e procedlmento destinado a comprometer a seleção dos inscritos. com rigor. Sr. Globalização pode ser considerada uma espécie de contaminação . para as turbulências financeiras que voltam a rondar o mundo. Deputados. interessados em tumultuar o processo. Mas o Brasil se preparou para as crises. pagaram taxas de inscrição. Deputados. para a informatização de muitas atividades . Em qualquer outro tempo. Conseguimos o que parecia impossível: foi precisamente o Canadá.e também para os riscos. a bola da vez seria o Brasil e não a Argentina. Pronuncia o seguinte discurso. Às vezes. que sempre sonharam com um lugar ao sol por meio do serviço público. Segundo a Justiça. Renovo minhas esperanças de que. aqueles que não têm compromissos com a seriedade e a lisura no trato da coisa pública.

E da própria essência da vida cada vez mais interativa do mundo. todos convictos de que só há efetivo Estado de Direito com imprensa livre e independente. constituindo o encontro um acontecimento de considerável importância para o fortalecimento da imprensa no continente americano. pela Comissão de Direitos Humanos da Organização dos Marçu de 2001 Estados Americanos.353. Precisamos estar sempre preparados para absorver os efeitos positivos desta situação e nos defender dos efeitos negativos. Srs e Srs. que em todas as épocas da história de todos os povos a imprensa foi sempre um instrumento poderoso de informação e de formação de opinião. SIP. quando foi reconhecida. Acompanha o que lhe passa. a URRpassou a investigar novos casos de assassinatos de jornalistas.Paulo. Danilo Arbilo Bisqueda. decidiram pela formação de uma entidade interamericana permanente para defender. Dispondo desse apoio valioso. iniciado em 21 de janeiro de 2000. O SR. na cidade do México. Deputados. mas o meio para se chegar ao fim.06456 QUlllta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Mas principalmente falta a reforma pol ítica. de forma consensual. consagrado universalmente. Temos de prosseguir nesta preparação do País para os riscos sist~micos da globalização. a necessidade de se proteger de forma efetiva a liberdade de expressão nas três Américas. Diretor-Presidente do Grupo de Comunicação O Povo. com 1. já proclamava ser o meIhor caminho para disseminar idéias e vê-Ias concretizadas a conquista da opinião pública.300 membros. O Brasil não pode parar no aperfeiçoamento de sua estrutura econômica e social. na Flórida. com circulação de 43.762 exemplares de publicações. Srs e Srs. colhe o que lhe sonegam. que se destacou nos acontecimentos que culminaram com a derrocada do primeiro Império e Rui o demolidor do regime monárquico e pregador persuasivo do movimento republicano. Eles nunca mais cessarão. Sobre o encontro da SIP. Presidente. EUNíCIO OLIVEIRA (PMDB . Muito obrigado. não como uma concessão dos Estados. devassa o que lhe ocultam e tramam. Deputados. com o objetivo de determinar se esses crimes foram ou não cometidos por motivos profissionais. Sr. de Montevidéu. Diretor-Superintendente do grupo O Estado de S. Sem embargo. Fortaleza. a livre manifestação de informação e de pensamento. presidida pelo jornalista Francisco Mesquita Neto. Pronuncia o seguinte discurso. mas como direito fundamental. o encontro da SIP. demonstrou com precisão ser uma das prioridades da Sociedade Interamericana de Imprensa. Foi anfitrião do importante conclave o jornalista Demócrito Dummar. ou rou- . A liberdade de imprensa foi defendida com firme determinação pelos jornalistas reunidos em Fortaleza. Houve no encontro de Fortaleza amplo debate sobre a liberdade de imprensa em todos os países. com sede em Miami. no período de 16 a 20 de março corrente. Rui. "a imprensa é a vista da nação. igualmente. ao seu tempo. em âmbito internacional. ressaltou o Presidente da ANJ o fato de a primeira reunião da SIP no terceiro milênio ter sido sediada em Fortaleza. Sua fundação data de 1926. o polemista temido. a reunião semestral da Sociedade Interamericana de Imprensa. Ceará. Já nos idos de 1920 dois primorosos jornalistas brasileiros ressaltavam a contribuição da imprensa no aprimoramento da vida institucional das nações: Evaristo da Veiga e Rui Barbosa. por ter sido o primeiro encontro realizado após a aprovação da Declaração de Princípios sobre a Liberdade de Expressão. ao incorporar o espírito de Chapultepec. sediou. levando-se em conta relatórios apresentados pelo Presidente da SIP.Sr. É por todos reconhecido. Enxerga o que malfazem. Evaristo.) .CE. não haverá povo livre. No Brasil. Estados Unidos. com participação de mais de quatrocentos jornalistas. E de importância ainda maior. em Fortaleza. em todo o Hemisfério Ocidental. Presidente. o fortalecimento da Unidade de Resposta Rápida (URR) do Programa Crimes sem Punição contra Jornalistas. O Poder Legislativo sempre participou das mudanças que foram efetivadas recentemente e cuja utilidade estamos agora compreendendo. um dos Vice-Presidentes da SIP. a um povo livre". integra a SIP a Associação Nacional de Jornais (ANJ). com apoio econômico da Fundação John & James L. ou seja. que representam jornais e revistas da Patagônia ao Alasca. para que não se repita no futuro o período de imobilismo parlamentar que estamos vivendo. Em passado distante já sentenciava o Juiz Fran Furter: "Sem imprensa livre e responsável. dos mais influentes jornais das três Américas e do Caribe. reunidos em Washington. a capital do meu Estado. A Sociedade Interamericana de Imprensa é uma instituição destinada a defender a liberdade de expressão. E nenhum instrumento mais adequado para sensibilizá-Ia e convencê-Ia do que o jornal. no 1° Congresso Interamericano de Jornalistas. quando 1. Estados Unidos. Knight. ao perto e ao longe. a liberdade de imprensa por si só não é o fim. e de imprensa. Uruguai. Para ele. em Fortaleza.300 jornalistas.

Para piorar a situação. esta área ainda pertence à comunidade indígena. José Jorge. que não defendem valores importantes para os leitores. e se acautela do que a ameaça". jornalista Fernando Unero. Presidente da Eletricidade de Mato Grosso Ltda. mesmo estando distante oitenta quilômetros da reserva dos índios Parecis. por sua vez. e este. por mais distantes que se situem. com licença de instalação expedida pela Fundação Estadual do Meio Ambiente . Srs e Srs. assim como todo o projeto técnico. com determinação e sem medo. em que a ética na administração pública. com a Internet rompendo fronteiras e levando a notícia instantânea a todos os lugares.MT. Mas temos pânico. E fui mais além: "Jornais cansados. medidas compensatórias àquela comunidade indígena. pela estabilidade democrática. empresa encarregada da construção da hidrelétrica. É gratificante ressaltar. que não influenciam nada na comunidade. Tive que fazer pressão para que ela divulgasse o parecer. que não se metem em questões polêmicas. Deputados. Pronuncia o seguinte discurso. com os que abusam do poder. ter chegado a hora "de se perder o medo de mudar. enfatizou. o Vice-Presidente do grupo José Lifíero e Associados. Presidente. da Costa Rica. vela pelo que lhe interessa.FEMA.INMET é de que as chuvas da estação QUlIlla-fcll'a 22 0ti457 não serão suficientes para normalizar o nível das barragens. Presidente. Explico: por mais que possa parecer estranho. Sr. percebe onde lhe alvejam. Um exemplo disso foi relatório de impacto ambientai (ElA/RIMA) aprovado pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente . Irmanados. não sendo permitido o aumento da área cultivada. encaminhou o processo ao Ministério Público em Brasília. O próprio Ministro de Minas e Energia. Mas o início previsto para a construção foi obstaculizado desde maio do ano passado. com precisão. Deputados. que. Defendendo a necessidade de mudanças no feitio dos jornais. O SR. ou destroem. não há nenhum motivo que possa ser levado em consideração. ao registrar nos Anais da Câmara dos Deputados os resultados auspiciosos da reunião da SIP. mede o que lhe cerceiam. em Fortaleza. Sr. por ser também considerado sagrado o local. ricos ou pobres. todos os cuidados preliminares foram tomados justamente para que as obras de construção estivessem dentro de todas as normas exigidas pelos órgãos públicos de fiscalização. é que na região do Município de Diamantino. Luiz Dando argumenta que foram adotadas. segundo relatou o Sr. ELMA. Não consigo compreender o motivo desse entrave. E acrescentou: "O público está em perfeita condição de aceitar que seu jornal mude. Dar apenas o que os leitores estão acostumados a receber já não funciona". disse há pouco que o Ministério está aguardando o parecer técnico do Operador Nacional do Sistema Elétrico . a previsão para o outono formulada pelo Instituto Nacional de Meteorologia . desde o princípio.ANEEL para decidir sobre a necessidade de se tomarem ou não medidas de racionamento. que foi destaque também no encontro de Fortaleza um amplo debate sobre a necessidade de adaptação dos jornais de todos os países aos fantásticos avanços tecnológicos do mundo globalizado. medo de que eles nos abandonem".Sr. O processo levou quase um ano nas mãos da Procuradora da República. foi adquirida uma área de cem hectares e doada aos Parecis. como deslocamento do eixo da barragem em 1. não posso deixar de lembrar que a imprensa e o Parlamento sempre estiveram juntos em todos os países. têm sido a segurança dos direitos fundamentais e continuarão a defender uma ordem social mais justa e democrática. destinados ao cultivo de uma área de oitocentos hectares. por sinal. Além disso. em Mato Grosso. que alegou que. de algum tempo para cá esse risco tem sido iminente. Presidente. .) . Sr. por ingerência da Justiça Federal em Mato Grosso. que não são implacáveis com os corruptos. Luiz Dondo. WILSON SANTOS (PMDB . estão fadados à morte no mercado atual". O Sr. Débora Duprat. conhecido como Ponte de Pedra. Outros itens acordados foram o fornecimento durante cinco anos de sementes exclusivamente de arroz e milho e fertilizantes. a construção de uma escola agrícola dentro da reserva e prestação de serviços odontológicos por meio de um ônibus equipado com gabinete odontológico que atenderá todas as aldeias que façam parte da reserva. no rio Sucuruína. Srs e Srs. isso devido a não se sabe o quê.Março de 20ü 1 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS bam. Presidente. em todos os países. lutando.8 quilômetro. o Brasil anda vivendo ultimamente a ameaça de racionamento de energia elétrica. seja um compromisso sagrado das elites dirigentes. neste ensejo. buscando preservar o local considerado sagrado pela comunidade. A empresa recorreu ao Tribunal Regional Federal. Mas o que muitos não sabem.ONS e da Agência Nacional de Energia Elétrica . sob a alegação de que estava "sem tempo" para analisá-lo. porque. chamado Cidade de Pedra. ou enodoam. há um projeto de construção de uma hidrelétrica que está travado.CONSEMA.

aS.. em 2000 foram investidos 361 milhões de reais. Os dados mostram que. É essa possibilidade que une 26 laboratórios em todo o País no Projeto Genoma Brasileiro. o salário dos pesquisadores que compõem a .. sem dúvida. em 2000. Presidente. Essa queda nos investimentos vai na contramão da elevação do consumo e das necessidades de acréscimo de fornecimento para garantir o crescimento da economia. a violaceína seria produzida em larga escala como potencial remédio para o tratamento de doenças como leischmaniose e mal de Chagas. apenas 3 bilhões de reais.si~. Como exemplo. Sr. responsável por produzir o pigmento violaceína. Março de 2001 Sr. isso não tem acontecido porque a Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL não está cumprindo o contrato. e ainda há que se levar em consideração o valor social para a região que terão quatrocentos empregos gerados em 22 meses. Presidente. . Afirma ela que. em 1997. certamente. assegurando ao País posição de destaque no mundo científico internacional. Tudo isso é fruto de uma irresponsabilidade generalizada. Antes de ocorrer a privatização. Tudo isso está diretamente interligado com a questão da possibilidade de racionamento de energia. e em 2000. 60% da capacidade agora. a inserção da Universidade Federal de Goiás nesse programa. com o mapeamento.o por ~m~ ba9tena da regla?amazonrca pode ser utll na ellmlnaçao do protozoano causador da Doença de Chagas. todos os requisitos para a instalação da hidrelétrica foram preenchidos. redundará num considerável avanço tecnológico. os reservatórios tinham mais de 50% da capacidade nesta época. Sr. LUIZ BITTENCOURT (PMDB . no qual o Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Goiás está inserido. é que os reservatórios possuam. para ter uma situação confortável nos meses de seca. de importante iniciativa que. Já na década de 1990. Presidente. sup~indo.~o e. A situação é agravada porque as empresas distribuidoras não ampliaram os investimentos no setor. em 1987. foram investidos quase 16 bilhões de dólares. mas não poderiam ter sido 600 milhões de reais? Pelo que parece. Sr. a queda nos investimentos no setor energético na década de 1980 foi superior aos 1 O bilhões de dólares em média._ Um p~gr:nento produz~d. a carência em outras r~gloes. S~s e Srs. Mas há um fator que não anda sendo observado.) . no controle da leishmaniose. responsável por 25% do fornecimento do Brasil. Trata-se. altamente benéfico para a economia do Estado. sob a coordenaç~o da D~ C~lIa ~ana Soares.GO. O objetivo desse projeto é decifrar o genoma completo da bactéria chromobacterium violaceum. Pelo VistO. Pronuncia o seguinte discurso. . O financiamento do projeto pelo CNPQ e pelo Ministério da Ciência e Tecnologia não inclui. Ur:na equipe de cinco professore_s do Instituto. já não há mais por que o Brasil ficar passando por previsões anuais de racionamento de energia elétrica. a partir do mapeamento de novos genomas. Muito obrigado. a Eletropaulo investiu 118 milhões de reais. entretanto. a hidrelétrica em Diamantino poderá muito bem gerar energia para as regiões onde não haja chuvas ~_suficiente. sendo que o ideai. culpar a ausência de chuvas pela falta de energia é resumir todo o problema. Entre os custos encontra-se o valor em dólar pago pela energia da usina de Itaipu. Se os níveis dos reservatórios das usinas hidrelétricas não aumentarem 10% em abril. Por exemplo. quando termina a estação de chuvas. na produção de plástico biodegradável e no processo de concentração do minério de ouro. Presidente. o que era uma promessa certa de acontecer quando do início do programa de privatização. como também o investimento na ordem de 63 milhões de reais. Ora.Sr. Na opinião da coordenadora da equipe goiana do Projeto Genoma. deve acontecer racionamento já no Estado de São Paulo. o Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Goiás está desenvolvendo o Projeto Genoma. a média ficou em torno dos 6 bilhões de dólares. vem.06458 QUllJta-tell"a 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Não há O que discutir mais. Presidente. que tem em sua constituição potencialidades de benefício humano.~e Pat~logla Tropical. pelo menos. garante ao Estado grande desenvolvimento científico. A verdade é que o Governo não fez os investimentos necessários e promoveu uma privatização descontrolada do setor de distribuição de energia. ~fetuan~o pesquisas ~e relevancla nesse ca~. O SR.500 sequencla~ do genoma da chromobactenum vlolace. Apesar de que parte dos reservatórios do Centro-Sul do País estão com seus estoques de água 20% abaixo da média nesta época do ano. Deputados. financiado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. e mais facll Jogar toda a culpa em Sao Pedro. Ja assumiu o compromisso de o~ter 2. O Governo atribui o problema exclusivamente à falta de chuva.um em seis me~es. que diz que as empresas poderiam repassar às tarifas os custos que não dependem delas. .

o café. as caixas d'água. O seqüenciador automático de DNA é um equipamento que facilita bastante o mapeamento de material genético e foi instalado em janeiro deste ano. atestam os estudos realizados por Cientistas conhecedores do assunto. enalteço a rica contribuição que oferecem ao País e formulo votos de patriotismo para nos colocar em primeiro plano no mundo científico. em quase quatro séculos de altos e baixos.Marçu de 20Dl DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS equipe. relacionando-o. Luís Bataus. em depoimento feito à imprensa do meu Estado. Sr. Os professores que participam do Projeto Genoma em Goiás são todos ligados ao Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública. à Universidade Federal de Goiás toda vez que ocupo esta tribuna para trazer ao conhecimento da Nação o que essa instituição vem realizando no campo da ciência e da tecnologia. que reformulou toda a programação inicial quando recebeu o seqüenciador automático de DNA e estabeleceu nova infraestrutura. selecionados por currículo e histórico escolar. Que em sua cadeira produtiva encontramse mai~ de duzent~s mil trabalha9or~s. riqueza que a natureza presenteou Goiás e o Brasil. canos e pastilhas de freio. Maristela Pereira e Sílvia Izaac. até mesmo. como caixas d'água e telhas. à coordenação das atividades referentes às pesquisas que constituem o alvo principal do projeto. Sr. ao fazer a comunicação de como se desenvolve em Goiás o Projeto Genoma Brasileiro. Em situações diversas contam. que atualmente dirige a Agência Goiana de Desenvolvimento Industrial e Mineral. uma gama de minerais e. formado pela UFG. Deputados. felicito os pesquisadores e cientistas do meu Estado. dentro dos parâmetros exigidos pelas organizações internacionais de saúde pública. s~guramente protegidos de q~alsquer agr~ss?es a saude. Muito embora pertença à área da engenharia. Eles contam também com a colaboração de alunos bolsistas.foi prestigiado pela natureza. Refiro-me com entusiasmo. a fim de que não houvesse interrupção nos respectivos trabalhos. ocupacional e meio ambiente. telhas. O geólogo Luiz Fernando argumenta que se montam peças e encenações. assim com seus detratores. nossas aeronaves e a famigerada vaca louca foram e continuam sendo objeto de marginalização no mercado estrangeiro por exigência de empresas multinacionais. necessários à maquiagem de inverdades. tem como ponto de fundo único e exclusivo grandes interesses econômicos pela disputa de mercado de aproximadamente três mil produtos. registrados em constantes investidas alienígenas. mestres de assinalada fé de ofício e autores de trabalhos científicos de reconhecido valor. Hoje. O banimento do amianto crisolita de Minaçu. Certo é que o Brasil. errada e restritivamente à saúde pública e a do trabalhador. Dessa dádiva da natureza são fabricados produtos. com representantes locais. Srs. No caso do amianto crisolita de Minaçu os proponentes do seu banimento. da única mina de amianto crisolita da América Latina. a saber. no mínimo desavisados. passo agora a tratar de outro assunto. declara com muita ênfase que a QUlIlta-telra 22 0645Y nossa história é rica em exemplos dessa natureza. A cana-de-açúcar. mais recentemente. a borracha da seringueira. dos quais podemos destacar. com a locaIização. Presidente. que acabam assumindo papel importante aos interesses alienígenos em relação à soberania nacional. Os professores são contratados pela UFG e à frente deles está a Profa Célia Maria Soares. usando todos os meios disponíveis de mídia. mais especificamente no Estado de Goiás.é ainda o geólogo que se pronuncia . uma situação extremamente constrangedora e até indefensável. quase em tempo integral. Esse viés tem colocado e rotulado os defensores do amianto crisolita. doutora em biologia molecular. em seu território. Divina Cardoso. como inimigos da vida e do meio ambiente. adequandoas e tornandoas verdades de senso comum. que contam com recursos financeiros suficientes para superar os obstáculos que venham a se contrapor aos seus interesses. O objetivo está claro: conduzir e transformar toda a discussão e posicionamento em deplorável e mero exercício maniqueísta entre as forças do mal e as forças do bem. já no primeiro momento. o geólogo Luiz Fernando MagaIhães. acompanho com interesse tudo quanto a comunidade acadêmica goiana produz em favor do Brasil e de nosso povo. têm apresentado a questão por meio de um bem ordenado apelo humanitário. mal-informados e equivocados. que por seu pre- . Presidente. e Srs. Sobre o assunto. além do meio ambiente. entre outros. Já demonstraram as autoridades do meu Estado e exames específicos efetuados nos laboratórios da Universidade de Campinas que fomos capazes de estabelecer cientificamente procedimentos e condutas para o uso controlado do amianto crisolita. A bióloga molecular Dra Célia Maria Soares tem tradição na área científica da comunidade acadêmica e se dedica. dirigentes políticos aliados. mestre e doutorando em Geologia Econômica pela Universidade Nacional de Brasília. Cirano Ulhoa.

os efeitos dessa política foram amplificados pela sobrevalorização da taxa de câmbio na fase subseqüente à reforma monetária de julho de 1994.Sr. que não levam em conta nenhuma das constatações registradas por laudos técnicos e conclusões laboratoriais.a soma do estoque de capital estrangeiro com a dívida externa. mas gerou um espetacular aumento das importações e dos gastos em serviços. além de desorganizar e promover a desnacionalização da economia e agravar a crise social. a política de abertura econômica com câmbio valorizado e juros altos. mestre em Geologia Econômica. como inimigos da vida e do meio ambiente. Não levam em conta as respostas técnicocientíficas como.SP. Era o que tinha a dizer.7 bilhões. emprego e garantia de qualidade de vida para a população brasileira. porque estamos contrariando interesses econômicos de além fronteiras. Divisão de Imagem e Departamento de Patologia). Sem dúvida. em 1994. sob a égide da garantia e da defesa da melhoria da vida do homem e do meio ambiente. Por outro lado. Em resumo.) . Srs e Srs. utilizamos um reconhecido presente da natureza. a curto e médio prazos. mas na capacidade de o País saber reconhecer suas riquezas naturais e transformálas. West Virgínia (USA). Departamento Diagnóstico por Imagem). Presidente. assinala que temos sido condenados como um mal. quando. redução do tamanho e funções do Estado e entronização do mercado como condutor e regulador da alocação de recursos constituem os eixos centrais desse modelo. O geólogo. deverá ter o seu foco de defesa não só no interesse da população de Minaçu e de Goiás. do padrão das políticas de estabilização e ajuste estrutural difundido pelo FMI e pelo Banco Mundial. gerou diversos desequilíbrios estruturais que condicionam fortemente as possibilidades de desenvolvimento futuro do País: a mai- .conclui esse depoimento sobre o amianto de Minaçu o geólogo mestre . Disciplina de Pneumologia). que catapultaram o déficit nas transações correntes do balanço de pagamentos de US$1 . em 1998. para US$35. contra a vida e o meio ambiente. deduzidas as reservas internacionais . sob o ponto de vista de desenvolvimento sustentável. gerando encargos. de forma cientificamente comprovada. Pronuncia o seguinte discurso. Disciplina de Pneumologia.06460 QUInta-feira 22 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS ço e eficiência são utilizados pela população de baixa renda na construção de sua moradia. o que secularmente não tem sido o objetivo da ação no banimento do amianto. e da National Institute for Occupational Safety na Health. do Ministério da Saúde do Canadá. esse banimento que se tenta oficializar agride a soberania nacional e produz um Março dtl 200l rombo de milhões de dólares. cujos critérios e diretrizes centrais foram consagrados. inclusive especulativos. transformandoo em riqueza. USP (Instituto do Coração. comprovadamente. em benefício da coletividade. no controle da demanda agregada e na absorção de recursos externos. embora à custa de um crescente endividamento externo e do aumento da vulnerabilidade externa da economia. Deputados. O conseqüente barateamento dos produtos importados vis-à-vis seus similares nacionais permitiu uma rápida queda da inflação. de Vancouver (Canadá). renda. no essencial.praticamente duplicou entre 1994 e 1998. Sabese também que essa utilização constitui ainda a base de qualquer programa habitacional que venha minorar as condições de vida da expressiva população de semteto existente no País. o modelo de política econômica adotado pelo Governo Fernando Henrique Cardoso não difere. Universidade Federal de São Paulo (Escola Paulista de Medicina. ou o estudo sobre a agressão do mineral ao ser humano (concluído em dezembro do ano passado pelas conceituadas Unicamp (área de saúde ocupacional. Abertura e desregulamentação geral da economia. neste último ano. Presidente. por inverdades fundadas exclusivamente em considerações e suposições. Niosh Morgantown. Muito obrigado! O SR. e que. Fundacentro e ainda os estudos internacionais da Megill Universny. O passivo externo Iíquido do País . que instituiu o real e sua paridade com o dólar e manteve a taxa interna de juros em níveis sumamente elevados. ALOIZIO MERCADANTE (PT . Assim. o aproveitamento desse recurso mineral. a obtenção do certificado ISO-14000 pela mineradora responsável pela produção do amianto crisolita em Minaçu. que permitiram financiar o déficit na conta de mercadorias e serviços. Na verdade . por exemplo. No caso brasileiro. Sr. que assenta a restauração dos equilíbrios macroeconômicos na exposição da produção local à concorrência das importações.2 bilhões. superiores à receita de exportações.somos um mal. em nossa economia. não tem afetado nenhum usuário desses produtos. dandolhe um pouco mais de dignidade e cidadania. Montreal (Canadá). da British Columbia University. em sua versão periférica. no chamado Consenso de Washington. Luiz Fernando Magalhães. a manutenção da taxa básica a juros em patamares extremamente altos favoreceu o ingresso de capitais externos.

começando a reverter-se no último trimestre desse ano. ao final desse período.4 bilhões de reais) é obviamente positiva. propiciou também a redução da conta de juros. ainda supondo a existência de condições externas favoráveis. e a geração compulsória de excedentes primários estabelecida no acordo com o FMI.2%. de um processo gradual de redução da taxa de juros.3 bilhões de dólares. Essa trajetória se consolida ao longo de 2000. mantendo o País refém dos interesses dos investidores externos e indefeso frente aos movimentos especulativos do capital financeiro. hoje na casa dos US$4. É provável que. em 1998. no essencial. particularmente no que se refere à evolução da Iiquidez internacional e à estabilidade dos mercados financeiros globalizados. Apesar da diminuição do déficit comercial e das transações correntes respeitante aos níveis recordes verificados em 1998.8 bilhões. com a reativação da economia.elas haviam saltado de US$33. diminua o afluxo desse tipo de investimento. refletindo o grande peso assumido pelos insumos importados na função de produção de alguns importantes setores da economia. em 1997 -. que de um patamar de 43. a abertura indiscriminada da economia elevou consideravelmente o coeficiente de importações da oferta global. passando de US$48 bilhões. é pouco provável que o País possa superar os índices medíocres e instáveis de crescimento prevalecentes nos últimos anos. encargos financeiros equivalentes a 46% da arrecadação de impostos e contribuições federais. depois de cair para US$49. já que a própria reativação da economia tende a gerar os fatores da sua autolimitação.5% foram cobertos por investimentos diretos. cai para 18. em 1999. para US$55. depende de que a expansão das exportações seja capaz de financiar parcelas crescentes dos encargos do passivo externo.2%. principalmente pelos setores exportadores ou que aproveitaram os espaços criados pela desvalorização para a substituição de importações. em 1998. A viabilidade a médio prazo do atual modelo de financiamento da economia. em 1994. componentes e bens intermediários foram os principais vetores dessa expansão. embora esse crescimento represente apenas 4% de acréscimo sobre os valores obtidos em 1997. em 2000. A desvalorização cambial de janeiro de 1999. que mais que quintuplicou entre 1994 e 1998. a economia já dava claros sinais de crise. do emprego formal.1 bilhões.o Governo já vendeu cerca de 76% do patrimônio público -. liderada pela indústria. no ano 2000. em 1999. não alterou. as importações aumentaram em 13.19% a. que em dezembro passado atingiu 16. sem criar fontes de expansão das exportações capazes de financiar este incremento dos gastos. o peso dessas restrições. das quais 51. Sem uma modificação desse padrão produtivo. aumente o volume de remessas de lucros. A desvalorização cambial favoreceu também a queda no ritmo de crescimento das importações . Isso se traduz em um incremento do PIS da ordem de 4. Note-se que. De fato. como reflexo da estabilização da taxa de câmbio e o início.4 bilhões.. Em 2000. para US$61.25% (taxa anualizada) em abril. pelo contrário. a partir de maio. embora esse se situe ainda em níveis alarmantes (seu aumento foi de 22% no biênio 1999/2000). as necessidades globais de financiamento externo da economia foram da ordem de 59. Essas tendências se acentuam em 1999.99% em dezembro. ainda que pouco expressivo. a dependência de capitais externos continua extremamente elevada. embora não tenha impedido sua sensível recuperação pari passu.29% do PIS. que.Mur'i0 de 2001 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPU lADOS or dependência da economia com relação ao capital estrangeiro reduziu a autonomia para o manejo da política monetária. com a reativação da economia. É precisamente essa característica da recuperação econômica que explica a redução da taxa de desemprego aberto e o aumento. chegaram a representar 13. Pe- Quinta-letra 22 06461 ças. Do mesmo modo que as remes- .1 bilhões. A queda para 8. ao mesmo tempo em que. as exportações aumentaram significativamente. Algo similar ocorre com o esquema de financiamento externo da economia.6 bilhões anuais. A diminuição da taxa básica de juros. que se reflete na elevada elasticidade das importações em relação ao crescimento do PIS. embora modificando positivamente algumas das condições preexistentes. Na frente externa. em termos nominais. previsivelmente. favoreceu a desaceleração do ritmo de crescimento da dívida interna. aumentou a exposição do País às turbulências do mercado financeiro internacional e expandiu os gastos em divisas relativos a juros e remessas de lucros.a. gerando. com crescimento nulo. Não existem evidências de que se tenha produzido ou esteja em curso uma modificação substantiva na estrutura e dinâmica da nossa pauta de exportações que aponte nessa direção.3 bilhões. com o fim das privatizações . explosão do desemprego e redução dos fluxos de exportação e importação. mas não altera o significado destrutivo e insustentável dessa forma de endividamento público. atingindo um montante de US$55.11% do PIS em 2000 (equivalentes a 87. e os juros elevados reduziram a capacidade operacional e de investimento do Estado e fizeram explodir a dívida pública interna.

o Dia Mundial da Água . dentro de um contexto de aperfeiçoamento da democracia ede afirmação da nossa identidade nacional e cultural. junto com os companheiros da Frente Nacional para o Saneamento Ambiental. Novamente iremos resistir. No dia 21 de fevereiro. consumindo na atualidade 40% das receitas de exportação (contra 20. comparativamente. o Governo Fernando Henrique Cardoso nada contra a maré. comprometido com essa lógica. principalmente nesses últimos seis anos. meio ambiente e desenvolvimento urbano à área. que expressa nossa extrema fragilidade face às turbulências externas. também as despesas com juros da dívida externa têm aumentado consistentemente. é francamente desfavorável.06462 QUJIlta-lelra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS sas de lucros. E o atual Governo. Presidente. a evolução da economia no período pós-desvalorização. que tenta passar para a opinião pública a idéia de que superamos nossos problemas e ingressamos em um ciclo virtuoso de crescimento. Estamos batalhando para retirar a urgência da tramitação e assim poder fazer o que é certo: debater com a sociedade qual o melhor caminho para a política de água e saneamento no Brasil. tendo como eixo o combate à exclusão social. Por isso colocou o projeto de lei em urgência constitucional. os desequilíbrios estruturais assinalados impõem severas restrições à retomada do crescimento sustentado. Pronuncia o seguinte discurso.5 bilhões. . Por isso. transfere a titularidade (responsabilidade) dos serviços de água e esgoto dos Municípios para os Estados. devendo os Parlamentares votá-lo até o dia sete de abril.) . além dos danos produzidos na economia ao longo da década dos anos 90. Mas.22 de março será marcado por notícia nada animadora. Em conjunto. Além disso. Apresentamos uma emenda substitutiva global ao projeto do Governo. inclusive com a chamada "década perdida".em torno de 700 miIhões de dólares até fevereiro passado . Pior do que isso. são indicadores claros da precariedade das bases em que se assenta o atual processo de expansão da atividade econômica. para não falar no caráter concentrador e excludente que. no Brasil. a continuidade da expansão industrial nesses primeiros meses de 2001.Sr. não avaliza o discurso triunfalista do Govemo. tende a assumiro processo de expansão da base econômica. atingindo US$17. dentro do modelo vigente. continuará jogando sobre os ombros do povo os custos sociais dos sucessivos "ajustes" impostos por nossos credores e seus agentes políticos. a comparação dessas melhoras com períodos anteriores. O aumento do déficit na balança comercial . focando apenas os serviços de coleta e tratamento de água e esgoto. Era o que eu tinha a dizer. abra caminho para a retomada de um crescimento econô- Marçu de 200 J mico e ecologicamente sustentável. se depender do PT e dos partidos de oposição nossa água não será jogada no ralo. como prevê a Constituição. os rumos da nossa economia continuarão sendo ditados pelos interesses e humores do capital financeiro globalizado. WALTER PINHEIRO (PT . Para o PT é incontestável que as gestões municipais são mais capazes de priorizar o atendimento às populações carentes e que apenas em âmbito local o controle social sobre o serviço é feito de forma próxima e real. o Executivo apresentou um projeto de lei que institui as diretrizes nacionais para o saneamento. Nosso substitutivo também amplia o conceito de saneamento. Enquanto diversos países criam mecanismos de proteção e aumento de vazão de suas bacias hídricas. é importante a renovação política verificada nas últimas eleições municipais.BA. Propõe um conceito restrito de saneamento básico. dado o descalabro provocado pela política de populismo cambial durante o primeiro mandato do atual Governo. o Governo tem pressa em aprovar o projeto e acelerar a privatização. Srs e Srs. O problema radica em que. seguindo direitinho a cartilha determinada pelo FMI. Deputados. ambos os itens têm crescido muito mais rapidamente que as exportações.e a crescente instabilidade dos mercados cambial e financeiro. em 1994). integrando recursos hídricos. que colocou o PT à frente da administração de prefeituras que envolvem uma população de 29 milhões de brasileiros. apresenta evidentes melhoras. embora bem-vinda. O SR. É o primeiro passo para a privatização do setor. Nesse sentido. ampliando o conceito de saneamento e mantendo a titularidade junto aos Municípios. Ela abre perspectivas para um debate mais qualificado sobre essas questões e revitaliza as esperanças de que um governo de outro tipo possa encaminhar o País em direção a um novo modelo econômico que. Em síntese. E. em 2000. Sem uma modificação substantiva do atual modelo econômico.400 Prefeituras! Mas. incorporando a ele drenagem urbana das águas pluviais e controle ambiental de vetores de doenças por veiculação hídrica. last but not least. Uma vez na mão dos Estados é mais fácil o repasse de nossas empresas de água para a iniciativa privada. É claro que negociar com 27 Estados é mais fácil do que com 5.3%. dá novo tratamento ao saneamento básico.

muitos países já lançam suas garras visando a dominar essa importante riqueza natural.SP. na última semana. tornado lei. o projeto foi concebido tendo como base a forma mais comum do assédio. Deputados. Srs e Srs. A detenção. é preciso que a sociedade saiba que a pena de detenção. é estratégico. de nossa autoria. e é sob essa ótica que produzirá resultados mais positivos. o Governo prefere entregar nosso manancial hídrico de bandeja. É preciso dizer. O Brasil tem sido um alvo fácil. sim. Sr. embora a proposta regule a questão de modo amplo e irrestrito. de 1999. quando tivemos várias discussões decorrentes do Dia Internacional da Mulher. e o nosso empenho de vê-lo aprovado foram realizados com muito orgulho e consciência de que representará avanço da sociedade brasileira para contingente enorme de mulheres e para sua aprovação definitiva como proposta. cometidos por homens. Presidente Aécio Neves. a mu er. A SRA. O assédio não se confunde com abuso sexual dos "amassos" nos trens ou ônibus urbanos. Agua para todos! O SR. A esse respeito. levando-se em conta todas as nuanças do caso e as características do réu. Contudo. Ameaçada de escassez. que tratam da questão da mulher. semi-aberto e até mesmo em sistema de pena alternativa. que é o do homem contra a mulher. Tudo dependerá do juiz e de cada caso concreto. não implicará abarrotar presídios. portanto. Ninguém irá preso por "cantar" uma mulher ou vice-versa. a ~idadania e a ~ign~dade ?a p~~soa_assediada e se alimenta da acelt~ç~o da Identlflcaçao do homem como caçador e sUjeito de d' d Ih . até por acordo de Lideranças e aprovação do Sr. Pode ser um regime aberto.Mauro de 200 I DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPur AnOS Qumta-felra 22 06463 A água se tornou líquido precioso no mundo. Essa discussão começou ainda na legislatura passada e se consubstanciou num projeto apresentado pela então Deputada Marta Suplicy. Tal classificação foi reconhecida na Conferência Mundial da Mulher e consta na Convenção Latino-Americana sobre a Violência contra a Mulher e em várias legislações nacionais de diversos países. Presidente. a "cantada" na rua e as relações sexuais forçadas entre parceiros em uniões conjugais. tipificará o assédio sexual no rol das condutas apenadas criminalmente. Por isso. Ter o controle da água. arquivado ao término do seu mandato. E chegamos à definição de que o assédio sexual é um delito operado principalmente nas relações de trabalho. Companheiros da Bahia de outros Estados e aqui de Brasília estão . fruto de intensa discussão entre pessoas e organismos envolvidos no movimento feminista brasileiro. com prestação de serviços à comunidade. esta Casa teve a grandeza de aprovar projeto de lei. Assim. em que a figura da pessoa com autoridade ou possibilidade de uso e abuso do poder de coação para obter favores sexuais é bem identificada. eseJos. Esse crime fere a liberdade i~dividual. é preciso reconhecer que a imensa maioria dos casos de assédio realmente ocorre contra mulheres. A ONU aponta que dentro de 50 anos a sua falta comprometerá a vida de pelo menos cinqüenta países.homens e mulheres . O agente ficará sujeito a uma pena que pode chegar a até dois anos de detenção. Foi aprovado o Projeto de Lei n° 61. . juntamente com outros. O projeto ganhou. como objeto de prazer e provocadora de instintos e desejos incontroláveis.precisam estar cientes é que o projeto não implicará acabar com as "cantadas". Outro fato importante que todos . PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) Passa-se ao V . quando da votação na semana passada. A reclusão. porém. Está a meio caminho de se tornar norma jurídica e dispor sobre importante e triste aspecto da realidade das mulheres brasileiras: o assédio sexual. O projeto. a quem rendo homenagens desta tribuna. é a pena de prisão em regime fechado.Sr. Precisávamos tipificar o crime. É contra tudo isso que lutamos. conforme determina o Código Penal hoje.h d t' .GRANDE EXPEDIENTE Essas são algumas questões quando se fala em julgamento ou é debatido o assédio sexual.) . Sr. O nosso compromisso de reapresentar o projeto. mais altura e mais fôlego. Presidente. IARA BERNARDI (PT . que dispõe sobre o crime de assédio sexual. independentemente do sexo do agente. A privatização da água e do saneamento brasileiro será a entrega definitiva de nossa soberania. simplesmente porque a detenção se difere da reclusão. ao invés de preservar. por dizer galantei- Concedo a palavra à Sr Deputada Iara Bernardi. Sem revisão da oradora. a paquera ou qualquer outra expressão de afeto ou com a forma expansiva e aberta do brasileiro. não. principalmente no Oriente. e.Ir Ique a nossa d Inue ~en o um em essencla . tem sido motivo de conflitos entre muitos povos. que o projeto aprovado nesta Casa criminaliza o assédio. ao contrário do que afirmou um Parlamentar do meu próprio partido.como eve ser. agua conrse empend an obpara garan . Aqui. Presidente.

Exa pelo pronunciamento. São situações. muitas mulheres não fizeram denúncias de haverem sofrido assédio sexual. É assunto extremamente preocupante. O crime de assédio sexual será configurando quando alguém. de forma alguma. emblemáticas de um comportamento bastante negativo. Antes que se pense o contrário. tornando naturais condutas que. particularmente incentivado pelas gravadoras e por diversas emissoras de rádio e televisão. na minha opinião. que rejeitou exemplarmente a ba~árie . conforme está tipificado no projeto que esta Casa aprovou. principalmente para a mulher que atua no mercado de trabalho. do padrasto contra a enteada. Paulo. usa de seu poder para tentar obter favores sexuais contra a vontade dela. além da degradação e do esgarçamento do tecido social. o grave momento por que passa o País na questão da violência contra a mulher. por incrível que pareça. na venda de CO e na publicidade em programas de rádio e TV. tais canções não fariam o sucesso que vêm fazendo. Deputados. do patrão contra a funcionária. tal situação irá mudar. Sr. ou deveriam sê-Ias. não poderíamos deixar de tocar em assuntos que demonstram a dificuldade ainda que teremos que enfrentar até atingirmos um patamar mínimo de respeito. simplesmente por haver ouvido tais músicas. por exemplo. pelo visto. Inventaram um tipo de música de nível extremamente baixo. A sociedade terá um mecanismo legal para punir o assédio. com prazer. raça ou classe social. que não escolhem idade. Se fôssemos uma sociedade mais atenta ao respeito entre os gêneros. ao simples fato de as gravadoras investirem mais num ritmo novo. Isso não será tipificado como assédio sexual. são reprováveis e condenáveis. Ouço. Sras. que envolvem o poder. Ricardo Berzoini . na Holanda. Esse será o crime de assédio. Não se trata disso. na verdade. de maneira bastante articulada. Temos aí um grande progresso! Aliás. nem a violência sexual. em que aborda tema de extrema importância.Sra. O que ocorre é que tais músicas. Não mencionarei a disseminada e consentida violência doméstica. E um novo patamar na jurisprudência do Direito Internacional. Presidente. Esses cnmes sequer eram julgados ou mesmo mencionados. nem mesmo tratarei dos homicídios em nome da honra. nada mais faz do que apenar um tipo de comportamento extremamente grave e que. e da ressonância desse tipo de mensagem por meio da mídia. porque não há legislação aplicável ao caso. Pode ser outro tipo de crime. O estupro. no dia 8 de março. ainda não havia sido tratado pelas leis brasileiras. foi consideradp pelo Tribunal de Haia crime contra a humanidade. do técnico do time contra a jogadora. inicialmente parabenizo V. Simplesmente. e outras tantas situações que vemos denunciadas. assim. Exa se refere. Deputada Iara Bernardi. Nossa proposta. esse sucesso se deve. do jornal O Estado de S. Essa questão deve ser debatida com profundidade por esta Casa. como no caso do jornalista Pimenta Neves. mas assédio. o progresso quanto ao respeito à mulher teve um marco mundial no final de fevereiro deste ano. Falarei das músicas que legitimam e incentivam a violência contra a mulher ao utilizarem refrões que dizem que ''tapinha não dói" ou que "o negócio é dar tapa na cara" das mulheres. Aliás. utilizando-se de ascendência sobre a vítima.06464 OS ou QUInta-feira 22 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS assobiar na rua quando alguém passa. portanto.ocorrida naquela ~uerra contra mulheres de etmas diferentes. mas poucas vezes julgadas e penalizadas. ou estas foram arquivadas. O País vive.8 de março. o nobre Deputado Ricardo Berzoini. sairá batendo em mulher por aí. um quadro de deterioração cultural. nós mulheres estamos tendo muito o que comemorar neste mês de março. que ofende principalmente a honra e a dignidade das mulheres. O Sr. Creio ser necessário debater. e Srs. do professor contra a aluna. Se. atuam no sentido de legitimar esse estado de coisas. Para exemplificar. a Confederação Nacional dos Bancários e o Sindicato dos Bancários de São Paulo elaboraram cartilha específica tratando da questão do assédio para os bancários e para as bancárias. Contudo. condenou três soldados sérvio-bósnios a penas de 12 a 28 de prisão por estupros cometidos contra mulheres muçulmanas durante a guerra na Iugoslávia. passados apenas alguns dias da aprovação do im- Março de 2001 portante projeto do assédio sexual e decorrida somente uma semana da sessão solene do Congresso Nacional que homenageou as mulheres pela passagem do Dia Internacional da Mulher . particularmente no que se refere ao conteúdo apelativo e ao mau gosto das canções a que V. Em todo o Brasil essa cartilha será lançada. não é. uma forma de controle social do conteúdo da programação veiculada pelas emissoras de rádio e . nesses casos. não estou entre os que acreditam que alguém. Não poderia deixar de mencionar desta tribuna. quando o Tribunal Penal Internacional de Haia. que incentivam comportamentos extremamente prejudiciais à formação das nossas crianças e adolescentes.

Esse tipo de imagem de mulher. Seria extremamente necessária a instalação desse Conselho. Recebemos várias reclamações de companheiras produtoras rurais. Deputada Katia Abreu. d ti' . Ora. Sr. ou seja. o Sr. ana Isaria a faixa de idade adequada e se contém pornografia. A sociedade brasileira qualificaria os meios de comunicação e o que veiculam. a mídia eletrônica brasileira está longe de um patamar aceitável. porque as mulheres brasileiras dirigem famílias. aproximadamente 26% das famílias brasileiras são chefiadas por mulheres. uma pro uti' "d' . que. para que s!tuaçoes corno essa nao voltem a acontecer num pais que pretende ser moderno. mas sei que têm capacidade de assumi-Ia.o~ c~ntrole transparente. IARA BERNARDI . seja principalmente na maneira como a mulher é retratada pelos meios de comunicação. na condição de autora dos projetos de lei aprovados no dia 8 de março. é necessário ainda criticar igualmente o papel dos meios de comunicação nesse processo. C~? . trata-se de compromisso assumido pelo Deputado Aécio Neves. c. será que só homem bebe cerveja neste País?! Será que os publicitários não têm criatividade suficiente para vender um produto sem utilizarem o corpo feminino de maneira tão pouco sutil?! De modo gera'. Deputada. Obrigada. assim como fizeram tantas companheiras. Inglu-~e ao anc~h para o~ar um ~~pres I~O. EX'. Os exemplos que me ocorrem são os dos comerciais de cerveja. destacando-se como uma das principais defensoras das mulheres nesta Casa. vamos ~ontlnuar nessa luta. em sessão solene realizada nesta Casa em homenagem às mulheres. projetada constantemente pela mídia. podem assinar contratos e possuir propriedades. Quinta-feira 22 06465 trabalham e se sustentam. em vez de ficar constrangida diante dos seus familiares.em geral alienante e desconectada da realidade da mulher atual. t b Ih ora rura . A SRA.Sem dúvida.Março de 200! DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS televisão. Esse tipo de discriminação não pode ser aceito.. a Deputada Jandira Feghali e outros Deputados mencionaram a necessidade da instalação ~ re~ulame. um corpo à disposição das fantasias dos homens.. Exa pelo grande trabalho em defesa da mulher. gera conseqüências negati- . Exa pelo pronunciamento e pelo trabalho que realiza. Na condição de Presidente da Federação de Agricultura do Estado do Tocantins.Elas já eram trabalhadoras rurais e agora são proprietárias. por Jornais e emissoras e e eVlsao. A começar por algumas propagandas veiculadas no rádio e TV.Reconheço que se trata de uma atividade nova para as mulheres. A SRA. com prazer. escondido atrás do banal. Presidente. AS K t" Ab E T t' d ra. que utilizam o corpo feminino de maneira agressivamente vulgar. Portanto. juntamente com os Deputados Professor Luizinho e Jandira Feghali. Por isso a necessidade permanente de chamar a atenção para o que. passa comumente despercebido. Também queremos garantir o controle social dos programas veiculados pelos meios de comunicação. sem fala própria e sem opinião. e o geren e a aconse ou a pe Ir ao m~n o que fizesse a propo~ta. a la reu.Agradeço a V. ouvem a recusa do gerente. quanto às mulheres. IARA BERNARDI .mpo. mas a muIher tem o direito de se inserir nesse processo com competência e capacidade. A Sra. no Estado do Tocantins. IARA BERNARDI . Sr. A sociedade pode. Deputado Ricardo Berzoini. por meio de mecanism~s democráticos e.Deputado Ricardo Berzoini. I' . ao chegarem à casa bancária com o intuito de tomar empréstimo para fazer investimentos ou mesmo custear suas propriedades. retardando o progresso nas relações sociais que todos almejamos. parabenizo V. A SRA. . IARA BERNARDI. A sociedade merece ficar alegre ao ligar a televisão ou o rádio. . A SRA. A grande maioria das propriedades rurais é dirigida por homens.Deputada Iara Bernardi. Nesse sentido. Estamos nessa luta. Ricardo Berzoini . simplesmente por serem mulheres.Agradeço a V. gostaria de deixar registrado que as mulheres têm enfrentado problemas no que diz respeito ao crédito rural. e esse é o sentido do nosso aparte. Ouço. Aliás. que ainda exploram a mulher como objeto sexual. d. Prossigo. IARA BERNARDI. Katia Abreu .Deputada Katia Abreu. segundo dados do próprio IBGE. garantir a permanente vlgllancla em relação a essas questões. Parabenizo V. P_ortanto. Deputada Iara Bernardi. Presidente.m ocan Ins. seja na programação destinada ao público feminino . o precioso aparte.~an o e e~presano e ~equer ra a a no. que provêm o sustento da casa.nta~ão_do C~n~~lho Naci?nal de Comunlcaçao Social. a Deputada Katia Abreu. . Não se trata evidentemente de reinstalar qualquer processo de censura. Ex" o aparte. Por isso a nossa luta de conscientização quanto à perniciosidade embutida no que deveria ser mera diversão dançante. A SRA. A Sra. orgao pantano que fana o controle de qualidade dos programas veiculados . Katia Abreu . urna vez que já estamos no terceiro milênio.

pois ela se vê diminuída e desrespeitada pela exploração pornográfica. Ouço o Sr. no Rio de Janeiro.06466 QUlllta-felra 22 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS vas bastante profundas para o reconhecimento feminino na sociedade brasileira. em todas as áreas: esporte. rádio e TV. inteligente. v. em todas as profissões e campos de atuação humana. .Nobre p~putada Iara Bernard~. Muito obrigado. Concedo um aparte à Deputada Almerinda de Carvalho. Beleza não significa baixaria. Ex" tem toda a razão com relação à discriminação das mulheres. Para nossa felicidade. E algumas dessas mulheres que se destacam na mídia simplesmente não sabem a gramática da Língua Portuguesa. Ex" o aparte. política. já está havendo um retrocesso com relação a essas músicas.Deputada Iara Bernardi. João Grandão . é o último ritmo a ser tocado. principalmente com relação à mulher. A SRA. ha t~mbem ~ma. quero dizer que estamos muito preocupados com esta questão. invasiva e degradante das partes do corpo feminino em programas de grande audiência. Alm~nn?a de ~arvalho . lutamos por melhores condições de vida para as mulheres. Parabenizo também mulheres como V. Principalmente neste Dia Mundial contra o Racismo.Não sei. de 7 anos. que tem toda a força das gravadoras. imagine-se em que situação se encontra a mulher negra!? Ela sofre muito mais discriminação e falta de respeito. principalmente quanto a esse tipo de música. Almerinda de Carvalho . se elas gostam ou são levadas pela intensa propaganda veiculada pela mídia de um novo ritmo. Tentou-se adotar esse modismo. a mídia insiste em mostrar mulheres que fizeram não sei quantas plásticas e colocaram alguns centímetros cúbicos de silicone. Aproveito este momento para fazer uma lembrança: se existe toda essa problemática que envolve a mulher. Aliás. IARA BERNARDI. possuidoras apenas de gestos corporais pretensamente eróticos. A Sra. discriminação. pois não ouço mais tocarem tanto! Espero que tenha sido um modismo que passou. A Sra. o Partido dos Trabalhadores. Entretanto. Sr. Há um recuo muito grande dos meios de comunicação. está participando de bailes e ouvindo músicas que não condizem com sua idade. violência. Além disso. estaremos reunidos com o Movimento de Mulheres do Estado de Mato Grosso do Sul. sem contar a influência sobre crianças e adolescentes de ambos os sexos na construção e reforço da imagem desse tipo de muIher. . Deputada Almerinda de Carvalho. com todo o nosso pesar. ao som de músicas vulgares?! As mulheres gostariam de assistir mais a programas informativos. Esses são os destaques que somos obrigados a ver e que não retratam a figura honrada e batalhadora da mulher brasileira. falta de respeito. competente e bem-informada. Muitas vezes. de músicas que desonram e atentam contra a dignidade da mulher. as próprias mulheres dão ibope a eles e gostam de ser chamadas de cachorras. quero cumprimentá-Ia pela abordagem que faz. E tem de ser divulgado. Este assunto deve de ser levado a sério. a discriminação com as mulheres negras é muito mais acentuada em termos de salário e aparência. a Vereadora Verônica Costa esteja à frente dos bailes funk. elas são Março de 2001 prejudicadas no mercado de trabalho somente por causa disso. Como disse. úteis ao seu papel como trabalhadoras. Obrigada. Elas não mereciam estar sendo tocadas.Agradeço a V. HOJe. nos. cultura. De exemplos de mulheres fortes o País está cheio. que é de extrema vulgaridade. IARA BERNARDI. O Sr. Deputadas da banc. enfraquece a auto-estima da mulher. Deputado João Grandão. é lamentável que hoje. com relação aos bailes funk. Judiciário.controverSJa em tudo o que V. A SRA. enfim. Ex". do meu partido. sou sim contra a qualidade das letras. V. Até o filho dela. Exa pelas conquistas feitas.Deputada Iara Bernardi. soubemos que o Juiz Ciro Darlan acaba de proibir que o garoto freqüente qualquer baile funk. esposas e que apresentem modelos que expressem a visão do que elas realmente gostariam de ver projetado na telinha: a da mulher batalhadora.ada feminina. uma Deputada Federal. Presidente! Será que para se fazer algo sensual e belo num programa de TV é preciso transformar as mulheres em bonecas de plástico. hoje comprova que não existem barreiras quando se quer e se tem toda uma organização e um procedimento político em que a pessoa acredita. Ex menciona. São necessárias políticas públicas definidas para a valorização da mulher. ainda mais em programas infantis. Graças a Deus. com crianças e adolescentes tendo uma imagem totalmente distorcida da mulher brasileira. porque agora é moda. mesmo o ritmo funk. Nada tenho contra qualquer tipo de ritmo. Ficamos muito tristes ao saber que as próprias mulheres estão contribuindo para sua desmoralização. mães. Realmente. Deputado João Grandão. na sexta-feira. não deveriam ser aceitas pelas mulheres. mas ele não pegou.

Hoje. tem preocupação com os filhos.PB. João Coser . João Coser . pelo reconhecimento de que só uma sociedade que tenha como premissa o respeito ao ser humano .) . Deputado Dr. Isso é lamentável! É importante termos uma Parlamentar da qualidade de V. Exa encaminhou a esta Casa. tão discriminada no nosso meio. quero parabenizá-Ia pelo pronunciamento e dizer que. é colaboradora no lar e preocupa-se com a violência da sociedade. É gratificante que muitas crianças e adolescentes do gênero feminino também estejam a salvo. Sr. da sua responsabilidade. protegendo ocultamente os próprios sabotadores da instituição. a mulher real. Disse o dirigente: "Os homens erguem muros e as mulheres constroem pontes. IARA BERNARDI . Exa mostrando para o País que precisamos ter capacidade de indignação. Sr. Deputada Almerinda. Outras ainda precisarão ser erguidas.e o respeito à mulher é uma questão de direitos humanos . onde muitas jovens se expõem por publicidade.. expondo a mulher seminua.. que atingem toda nossa orla marítima. que tem como comandante o Dr. o que V. Exa menciona é de grande propriedade.. O Sr. com prazer. ao papel que representa a mulher brasileira de fato. o processo de exploração e de publicidade da mulher. O SR. principalmente nos bailes funk. o Secretário-Geral da ONU. a criança. O Sr. IARA BERNARDI. nos programas de TV. Presidente. Mas o caminho está dado e nos enche de esperança. mas foram o resultado de uma sabotagem que vem sendo feita sob as vistas complacentes da atual administração. a adolescente. por propaganda. com prazer. WILSON BRAGA (PFL . onde o País e a PETROBRAS conseqüentemente sofreram prejuízos de milhões e milhões de dólares. todo o País acompanha. sendo dia internacional de luta contra qualquer forma de discriminação racial. O Sr. que têm autoridade perante elas. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio)Tem V. Gostaria de parabenizá-Ia e dizer que a mulher. que não quer assumir a sua responsabilidade e fica escondido nas penumbras. e Srs. (Muito bem! Palmas.pode ser classificada como uma sociedade justa.. rumo a uma sociedade mais justa. de repudiar esse tipo de comportamento. Ex pelas idéias e por essa defesa. SR. Henri Reichstul. culminou com o afundamento da Plataforma P-36. Deputado João Coser. No ano passado. quero a solidarizar-me com V.Obrigada pelo aparte.Sr. IARA BERNARDI . cumprimento V.Exatamente. Exa pela importância da lei que V. Exa a palavra. A SRA. Todos esses acidentes não foram obras do acaso.Deputado Iara Bernardi. O Sr. Deputados. ao Ano Internacional da MuIher. inclusive sofrendo assédio sexual. Essa é a mulher brasileira que gostaríamos de ver retratada nas novelas. a jovem sentem-se gratificadas por terem uma representante à altura de V. Deputados. o nobre Deputado Dr. lamentavelmente. quando não está verdadeiramente nua. os acontecimentos em que está envolvida a PETROBRAS: derramamentos de óleo. Muito obrigada. úteis. Sr. as questões levantadas por esta Parlamentar trazem também forte desejo de mudanças. Hélio. como já disse. como V. Dr. tristemente. a seriedade das nossas mulheres. Hélio .Agradeço o aparte. Dr. vai desde programas televisivos até o cotidiano da nossa vida. Presidente.Sr. Sras. Ouço. Exa bem disse." Acredito que a aprovação dos projetos com relação ao assédio sexual tenha sido uma ponte construída pelas mulheres e por esta Casa. WILSON BRAGA .Obrigada pelo aparte.Março ci~ 2001 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPU lADOS A SRA. lembro a mulher. as mulheres brasileiras gostariam de assistir a programas informativos. Quinta-lima 22 06467 No caso da mídia. Hélio _ Deputada Iara Bernardi. Hélio. É disto que precisamos: mulheres que defendam a dignidade. peço a palavra pela ordem. Presidente. aprovada como homenagem. Infelizmente. A SRA. muitas vezes. Repito. Presidente. e Srs. Kofi Annan. ameaçada no trabalho. o aparte do Deputado João Coser.. Presidente. do risco de ter o corpo e a mente atacados por pessoas.) O SR. Exa . causando graves prejuízos ao País e ao Meio Ambiente. nos programas informativos e naqueles dirigidos especialmente à mulher. . r=xa nesta Casa! A SRA. que trabalha. Ouço. IARA BERNARDI . principalmente a negra. E agora.A aprovação foi mérito desta Casa. que merecem muito! Muito obrigado e sucesso! A SRA. graças à lei de autoria de V. IARA BERNARDI _ É realmente uma imposição da mídia. afirmou que a experiência estava demonstrando às Nações Unidas que as mulheres se saíam melhores como mediadoras de conflitos do que os homens. Pela ordem. Sras.

quero solicitar ao Presidente da República que atenda aos anseios da população brasileira e demita toda a atual diretoria da Petrobras. a raça negra ainda tem muito pouco para comemorar. exigindo o ressarcimento de todos os prejuízos que foram causados à PETROBRAS e ao País. JOÃO GRANDÃO (PT . tripudiam a Constituição brasileira. espero. mas também a iniciativa do Sistema Verdes Mares. Presidente. Era o que tinha a dizer.MS. Como explicar a resistência do racismo na sociedade contemporânea. O SR. O SR. Aprendi a defender os postulados da Petrobras nas lutas de que participei promovida pela União Nacional do Estudantes . Março de 2001 No Brasil. que custou aos cofres daquela instituição milhões e milhões de dólares. movimentos sociais de luta e o entendimento quase unânime de entidades internacionais de que o racismo é umas das piores mazelas sociais da humanidade?! Recentemente. prevendo-se pena de dois a cinco anos de reclusão. Deputados. Geraldo Brindeiro. num esforço conjunto para. quando 69 ativistas anti-apartheid foram mortos por policiais. E parabenizo não apenas o Prefeito. a quem tenho uma estima muito grande.) . Presidente. Conforme um estudo publicado recentemente. Era o que tinha a dizer. Exa a palavra. o racismo está historicamente enraizado no seio da sociedade e é. A educação a que me refiro é ampla e igualitária e deve ser ministrada nas escolas. O racismo é um mal que interage com o tempo e que se esconde na hipocrisia e na arrogância de milhões de brasileiros equivocados. Presidente. Exa a palavra. Por isso espero ser atendido. O SR. a última conseqüência da escravidão dos povos indígenas e africanos.Sr. Faço também um apelo ao Procurador-Geral para que mande abrir um procedimento criminal no sentido de apurar a responsabilidade da atual diretoria. Como professor e advogado. sedimentar nas consciências de nossas crianças e jovens os ideais de igualdade entre os povos e as raças. essa empresa faz parte do patrimônio nacional.CE. pela qual o racismo é crime inafiançável. O SR. em que defendi uma tese de que o fim do racismo passa pela educação. Ao registrar o nosso protesto. na África do Sul. nesta data o mundo lembra o Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial. Era o que tinha a dizer. caros Deputados. Pela ordem. Presidente. As elites dominantes.06468 Quinta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Sr. peço a palavra pela ordem.UNE. universidades. Precisamos sepultar essa cultura segregacionista secular contra os negros. Sr. tenho convicção disso. Agora. O negro tem ainda um longo caminho para estabelecer a igualdade na acepção completa da palavra. quero felicitar o Prefeito de Fortaleza. ) . A desigualdade racial é uma tônica. MARCELO TEIXEIRA (PMDB . inclusive no Brasil. razão tem a opinião pública quando atribui todos estes fatos a um plano de esgotamento e enfraquecimento da Petrobras. JOÃO GRANDÃO . Dr. Entretanto. O SR. a atual administração da empresa é incompetente. É patrimônio cultural deste País. se existem legislações punitivas. essa parceria possibilitará que cerca de 10 mil alunos tenham acesso ao pré-vestibular em Fortaleza. que fomentam a discriminação racial. visando a forçar sua privatização. O SR. peço a palavra pela ordem. lamento afirmar que. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) Tem V. Todos temos grande estima pela Petrobras. Este é o meu apelo também ao Procurador-Geral da República. e Srs. Sras. nas famílias e igrejas. em função da iniciativa de realização de parceria com o Diário do Nordeste. tive oportunidade de elaborar um artigo sobre o assunto. evocando-se um massacre ocorrido em 21 de março de 1960. instituído há 35 anos numa assembléia-geral da Organização das Nações Unidas. desde os recursos gastos com a mudança da letra "s" para "X". do Estado do Ceará.Sr. que semeiam o ódio e a intolerância entre os seres humanos. Agora. depois de três décadas e meia. Presidente. querem acabar com a Petrobras.Sr. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio)Tem V. Pronuncia o seguinte discurso. Juraci Magalhães. Como eu já disse várias vezes desta tribuna. Presidente. Sr. Pela ordem. quando as dificuldades do setor social são muito grandes. a cor da pele é deter_ minante para ingressar no mercado de trabalho. Sem revisão do orador. os indígenas e os pertencentes a outras etnias. dando contornos raciais ao desemprego em nosso País. Mas a solução passa necessariamente pela educação. Presidente. em médio prazo. .Sr. quando defendia a sempre memorável campanha de "O Petróleo é Nosso". MARCELO TEIXEIRA .

Eis. entenda-se um Poder íntegro. bem como definir sua forma de execução. bem como. com força moral para se impor quando se identificam tentativas de submetê-lo a interesses menores. Felizmente. Pronuncia o seguinte discurso. exigir o melhor de nós próprios. Era o que tinha a dizer. solidariedade. Quem sabe. Nordeste e Centro-Oeste _ em defesa dos órgãos de desenvolvimento regional. a parte não pode contaminar o todo. na semana passada. exigiu-se tanto das Casas que o compõem: nem a indiferença que imobiIiza. O SR. nem a paixão que cega. Com efeito. GONZAGA PAmlOTA (Bloco/PSB . Deputados. GONZAGA PATRIOTA .Sr. Entre os participantes foi unânime ressaltar que a intensificação do ritmo de desenvolvimento da região Nordeste. que o Ministro da Integração. Sr. trará.000 no Sul). principalmente dos Municípios interioranos. JOSÉ CARLOS ELIAS (Bloco/PTB . entre outros. ponderação. Presidente. apesar de tudo que foi publicado na imprensa.5/1. Não existe democracia forte sem um Legislativo forte. Sras. sua população representa 29% da brasileira. reveja suas posições. Exa a palavra. sobre a extinção da Sudene e da Sudam.Norte. critério. com ganhos significativos em indicadores econômicos e sociais.000 crianças nascidas vivas (22.FINOR. sua sofrida população.PE. equilíbrio são hoje palavras de ordem. E jamais. o Ministro da Integração Nacional. porque se cansou das promessas vãs e dos pactos não assumidos. as ameaçadoras reestruturações propostas para os bancos regionais acarretarão enormes prejuízos para as economias das regiões Norte e Nordeste. na condição de membros do Parlamento brasileiro. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio)Concedo a palavra ao nobre Deputado José Carlos Elias. Presidente. o DNOCS. Jamais. Pela ordem. decidir com acerto. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) Tem V. sem sombra de dúvidas. Em boa hora.Sr. . E onde se ouve "forte". como DNOCS. junto aos Parlamentares das regiões menos favorecidas do País . CODEVASF e CHESF. ocorreu justamente após a criação do Banco do Nordeste . O SR. constata-se que a Região Nordeste ainda constitui o maíor bolsão de pobreza do País.Combatendo as desigualdades no Brasil.) . o comércio e as pequenas empresas. e Srs. e a mortalidade infantil é de 59 para 1.4% das pessoas com 15 anos ou mais (8. preservando o Nordeste e. O povo. Decoro. mantenha a Sudene e os demais órgãos de desenvolvimento regional. portanto. naturalmente. tanto mais se engrandece a democracia. a fim de traduzir. transparência.BNB. um encontro de trabalho denominado Desenvolvimento Regional. O SR. cobra de quem o representa e o tem feito de maneira tão clara quanto direta. Fernando Bezerra. Quinta-lim'a 22 06469 mudou o discurso e negou que quisesse extinguir a Sudene. seja individualmente. respeitado. dedicação. a Sudam. No entanto. Sras. Sr. aconteceu aqui em Brasília. quanto mais alto se estabelecem os novos paradigmas da relação de eleitos e eleitores.Março de 200 I DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS O SR. a taxa de analfabetismo é de 29. honestidade. A extinção dos órgãos de desenvolvimento regional. foram tão amplas e complexas suas responsabilidades institucionais. Presidente. como a Sudene. da Sudene e do Sistema de Incentivos Fiscais . embora seja preciso avançar. peço a palavra pela ordem. ao lado de contribuições dos organismos regionais preexistentes. em reunião com os Governadores nordestinos. Deputados. depois de enormes decepções. a mudança de opinião do Ministro tenha sido em função da pressão unânime dos Governadores pela manutenção da Sudene?! Espero. o sentimento da opinião pública e ir ao encontro dos vários segmentos da sociedade. Pronuncia o seguinte discurso. juntamente com o Presidente da República. ao longo da história. com repercussões altamente negatívas sobre a agricultura. dificultando o fortalecimento das cadeias produtivas e contribuindo para agravar as desigualdades dentro das próprias regiões. O objetivo desse encontro foi o de montar uma agenda de compromissos.) . E tal como o todo não pode comprometer a parte. grandeza cívica. conseqüentemente. com a maior fidelidade possível. sem manchas e sem concessões espúrias. apesar de todo o avanço registrado nas últimas três décadas. trabalhar de fato em proveito da Nação.3% no Sul). eficácia.Sr. uma mudança auspiciosa. Presidente. o costume político está deixando de implicar a demagogia como prática e sua anuência como regra. sensatez. A extinção das superintendências. um agravamento nos índices citados. o Parlamento brasileiro talvez jamais tenha experimentado a visibilidade deste instante. e Srs. um Poder altissonante. O SR. Presidente. cabe-nos. firmeza. Presidente. Seja institucional. não há como discordar. Sr. A importância do encontro se deu em função dos recentes boatos sobre a extinção de órgãos. Com a menor renda per capita regional.ES. que tem superado o do País nos últimos 30 anos.

Nesse sentido. sem outras dilações. algumas considerações. não defendo o açodamento. reside a essência verdadeiramente distributiva da reforma tributária. repudio categórica e veementemente o paradeiro. de desengano. injustos. Presidente. o nobre Deputado Mussa Demes. dispondo sobre a criação do imposto único. inclusive em razão do impacto sobre a arrecadação que. o segundo turno. Portanto. indagar: por que vias tortuosas. um mea-culpa. pelo tempo decorrido. Quanto aos que costumam honrar suas obrigações com o fisco. os ânimos recolheram-se em face das dificuldades e das pressões. de quem espero a energia e a percepção necessárias para que. ambas transformaram-se. que. não apenas no âmbito do Poder Público. nobres colegas. Ambas representam pontos nevrálgicos da grande reforma do Estado. Deputados. a habilidade e a vontade do nobre Presidente. legislatura após legislatura. bem como da Comissão Especial. as coligações. das Comissões e onde mais quer que repousem. Presidente. tramita no Congresso Nacional desde 1995. a matéria não andou mais. Contudo. tributos que favorecem a guerra fiscal. a esta ou àquela Casa. Em fins de 1999. Sr. ambas se cobrem de poeira nos escaninhos dos gabinetes. . Pelo visto. em verdade. anacrônicos. entravam o desenvolvimento e obstam à recuperação da economia. tem contribuído muito para retardá-Ia. Não quero me ater. cabe. as pesquisas eleitorais. num grande vexame nacional. uma: ou jogam boa parte da força produtiva para a informalidade. ou. A urgência da reforma é substrato de sua necessidade. Do meu ponto de vista. terá de passar ainda a reforma tributária? O mesmo questionamento se aplica à reforma político-partidária. haveremos de ser finalmente mais operosos do que vínhamos sendo. por quem nutro sincera estima pessoal e a mais elevada admiração. profundamente inquieto com os fatos que têm marcado o dia-a-dia da política brasileira. conforme se sabe. mas também da iniciativa privada. e Srs. ao contrário. a fidelidade partidária. Na conjunção dessas duas variáveis. logo neste início de mandato. a PEC n° 175-B foi levada a plenário. o voto facultativo. incitam à sonegação. a quem empenho o meu irrestrito apoio. constituir a razão maior para tocá-Ia adiante. a recuperação. considero merecerem prioridade absoluta as reformas tributária e política. A Reforma do Sistema Tributário Nacional propriamente dita. Assim é que das duas. ambas continuam deixando suspensas importantes decisões para a vida nacional. conto com a capacidade. ambas encontram-se até hoje. Não quero tampouco prejudicar a troca de idéias. como se isso não devesse. A reforma tributária surgiu. repete-se a subversão de prioridades e a assuada de sempre. Ano após ano. pondo termo ao chamado Custo Brasil. está custando muito caro ao País. Sras. estando pronta para a Ordem do Dia. E. às vezes. de descrédito. inclusive com o Governo. Sr. principio por enfatizar que já é tempo de superarmos as desavenças. Membros do Congresso Nacional. inadmissivelmente. de relevância nenhuma.06470 Qumta-tl. à espera de prosseguimento.ma 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Feito o exórdio. segue-se o principal motivo que me coloca hoje no Grande Expediente. a pretexto de aperfeiçoar a proposta. Depois. com imensas responsabilidades para com o povo. Deputado Aécio Neves. o nobre Deputado Flávio Rocha apresentava a PEC n° 17. os gestos de agressão deliberada. então. vem garantindo ao Tesouro recursos para o funcionamento da máquina pública. da necessidade de se organizar o babilônico sistema de impostos incidentes sobre o cidadão e a empresa: tributos em cascata. A abulia. Deputados Federais. doravante. Somente instrumentos de controle e fiscalização bastante eficazes poderão exaurir a sanha dos espertalhões. o mínimo que esperam são condições civilizadas de fazê-lo. o mandato e a suplência dos Senadores. Impõe-se como propósito. en- Março de 2001 carecem a produção. ambas já se tornaram alvo de chacota. que precisa modernizar-se para se ajustar ao momento histórico. No dia 20 de março de 2000. ao longo de toda a sessão legislativa de 2000. A complexidade da matéria desaconselha a pressa pela pressa. muitas vezes. Trago aqui uma autocrítica. até onde for necessária. nas mais das vezes. convocação após convocação. de nenhum modo. no conjunto das suas muitas propostas: o voto distrital misto. distorcem os preços relativos. a Comissão Especial aprovou por unanimidade o parecer favorável do Relator. das oportunidades já perdidas nesta Legislatura. de certa forma. de cálculos assim como de recolhimentos irracionais e burocratizados. de pouca relevância e. um clamor. consubstanciada na PEC n° 175. pior. Já em 1991. Falo do todo. com registro da leitura e publicação dos pareceres da CCJR. dê um prumo renovador à Casa. À vista da óbvia importância da matéria. prejudicam o desempenho das exportações. em torno de matérias. os entrechoques de pessoas e grupos.

Quanto mais se afirma essa convicção no Parlamentar tanto mais ele se aproxima das aspirações coletivas. Sr. e que tem contribuído para elevar o índice de industrialização regional. o sexto ma ior do Brasil. infelizmente. É a maior do País. com 1. a exploração de petróleo na bacia Iitorânea capixaba deve gerar cerca de 50 mil empregos diretos e indiretos. A mais importante motriz do desenvolvimento local é o petróleo. difícil pela falta de consolidação. Somos o maior exportador de minério de ferro do mundo. dos quais se espera cheguem o quanto antes a uma fórmula de conciliação: um buscando reverter a imagem terrível da submissão. num pensamento. sem dúvida. condenando-o a . um pedaço de paraíso. não está numa coisa. o maior importador de veículos do País. Na oportunidade que me cabe. O turismo.4 bilhão de dólares nos últimos três anos. com 84. a necessidade do debate. Hoje os portos capixabas já exibem a maior movimentação portuária do País. o maior exportador de celulose do mundo. De minha parte. o solo fértil. Não bastasse tudo isso. a produção capixaba tem caminhado a passos largos. Deputados. agravado pela pecha de haver um dia desafiado a democracia arduamente conquistada. e em algum momento teremos de nos dade capixaba sabem de sua vocação para o desenvolvimento. nobres colegas. sem exagero. nobres colegas. Os que conhecem a reali- O petróleo está inaugurando um círculo virtuoso.Maryo de 20!)) DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Quinta-leira 22 06471 Na matéria. Srs e Srs. No entanto. senão na síntese das coisas. estamos igualmente presos a uma babei de controvérsias. começo a temer que esse capítulo interminável da história do Parlamento brasileiro passe à história do Brasil como um embate sem vencidos ou vencedores. No conjunto. a revisão das disposições que à época tiveram o condão de viabilizar as liberdades plenas acabou por se impor como elemento indispensável à sua própria afirmação e continuidade. exclusivamente. assim como uma região serrana das mais aprazíveis. entre elas o respeito pelo oponente. Constituinte de 1988. existe a bênção da natureza.8 milhão de toneladas por ano. cerca de 6 biIhões de dólares. Vejam também.6 miIhões de toneladas por ano. havendo isso trazido divisas da ordem de 1. favorecendo e fortalecendo a formação de diferentes juízos de valor. com capacidade para suprir 1. o segundo maior exportador de café. transmite-nos algumas lições fundamentais. prometendo fazer do Espírito Santo o melhor complexo portuário da América Latina. Decorridos mais de doze anos da promulgação da Constituição. Sr. O desenvolvimento em torno do eixo Rio-São Paulo-Minas sempre passou ao largo do território capixaba. O convívio político exclui definitivamente a omissão. Tenho do Espírito Santo o mesmo orgulho natural de todos os seus filhos. cidade da qual tive oportunidade de ser Prefeito no período de 1993 a 1996. essas conquistas não foram capazes até agora de colocar o Espírito Santo à altura dos anseios do seu povo. Creio que a maioria aqui sabe das difíceis injunções históricas que fizeram do Estado o grande desfavorecido da Região Sudeste. acima do Rio Doce. Somos o sétimo Estado mais competitivo do País. num indivíduo. com mais de 110 milhões de toneladas de carga por ano.1 milhões de toneladas anuais. ainda pouco explorado. de interesses. A Baía de Vitória recebe mais de 2. desenvolveu-se um grande pólo moveleiro. mas o dever nos convoca a palmilhá-lo a qualquer custo. O complexo portuário responde por 10% das receitas cambiais do País. o terceiro maior exportador de soja. Pedra Azul é. sobretudo. entretanto. É forçoso reconhecer que aqui também se trata de uma empreitada difícil pela diversidade. Sobre ela repousa nada menos do que o próprio equllíbno entre os Poderes Legislativo e Executivo. Não termino ainda. pôr em marcha. que hoje já se estende aos Municípios do litoral norte. é uma das boas promessas para o futuro. O caminho que se afigura é longo e árduo. por incrível que pareça. não cansando de lhe louvar a natureza pródiga. Presidente. Nos próximos anos. com a marca de 2. de sobressaltos.4% das demandas diárias mundiais. a limitação das MP. Ao ensejar a dialética das diversas correntes ideológicas. enquanto o interesse mais visado deveria ser o do eleitor. de voltar-me um pouco para meu Estado. gostaria. Presidente. de tergiversações e. de todos os pensamentos e de todos os indivíduos. difícil pelo arrebatamento que desperta. A partir de Unhares. quem se referiu à reforma política como necessária para se criar um lastro institucional sólido. o outro dispondo-se ao diálogo. de imposições. humana e material. com 120 mil unidades anuais. Foi o Presidente da República. O Estado possui belas praias.500 navios por ano. a importância da contradição. as riquezas pujantes. pois a razão. Nas águas oceânicas do Espírito Santo repousam reservas de petróleo estimadas em mais de 350 bilhões de dólares.

depois de séculos de espera. em qualquer ocasião. que está para ser deliberada.mostrou que 59% da população não sabem o que faz um Deputado Federal ou Senador. O candidato a Prefeito não tem hora: abre ao eleitor sua casa. Nosso trabalho engloba nossa permanência no plenário. Exa tenha um exemplo. 8r' abordou. pesquisa realizada no Espírito Santo pelo Instituto Futura . hoje. a conceder audiência pública. Para que V. Presidente. Ouço novamente o nobre Deputado lédio Rosa. que. depois de eleito. não pode continuar. seu comércio . Tenho constatado isso em vários Municípios. O projeto de lei do Senador Paulo Hartung. nenhum político tem mais trabalho do que em época de campanha. lédio Rosa . Isso prova que o próprio Governo está atravancando a geração de renda. tem obrigação de atender o eleitor. Deputado lédio Rosa. nos gabinetes . Estendemos nosso apelo para o Presidente Aécio Neves no sentido de que as reformas tributária e política aqui sejam apreciadas e o Brasil comece a participar ativamente de uma realidade na qual todos possam trabalhar. encontra-se nesta Casa. com muito prazer. desconhecer o eleitor. JOSÉ CARLOS ELIAS . O Governo Fernando Henrique Cardoso tem de rever urgentemente tudo o que estava delineado em sua campanha política. Para terminar. se não atender de forma geral à reforma tributária. O que acontece? O eleitor fica a reclamar que não consegue falar com o Prefeito. parece que V. O Sr. O trabalhador brasileiro paga três vezes mais Imposto de Renda do que o trabalhador norte-americano. os representantes do povo capixaba têm ajudado a buscar as condições imprescindíveis ao futuro. nobre Deputado. para que. que promove o reajuste da tabela de Imposto de Renda. e o próprio Governo leva o empresário. Concedo o aparte. E. uma vez que estes não têm como arcar com tanto imposto. Ora. IOOio Rosa . o povo brasileiro está cobrando providências do Poder Legislativo. É este o apelo que fazemos neste pronunciamento ao Presidente Aécio Neves. para que possa. Para se ter idéia. Exa o aparte. porque divulga que os Deputados só trabalham às terças.Deputado José Carlos Elias. esse trabalho incansável há de se propagar e desdobrar. porque a população hoje se joga contra este Poder. Deputado José Carlos Elias. de certa forma. tranca-se no seu gabinete e passa a não mais atender nenhum eleitor. mesmo que durante uma ou duas horas. quer seja em seu gabinete. a Está errado! Esta é minha posição. Tenho votado com as propostas do Executivo. Exa quando Prefeito e sei que atendia a comunidade. para a clandestinidade. nas Comissões. E a Câmara não tem coragem de colocá-lo em apreciação. Hoje. A Câmara dos Deputados tem de mostrar claramente tudo o que fazemos aqui. quartas e quintas-feiras. a classe média. O político abraça o eleitor na época da campanha. quando é candidato. Comparávamos um trabalhador ganhando três mil reais no Brasil e outro recebendo três mil dólares nos Estados Unidos.Parte da imprensa é culpada disso. dinamiza nosso pronunciamento. Com união e determinação.de grande credibilidade no Estado . Dizíamos que o povo. conheço a posição de V. esta semana fizemos um pronunciamento nesta Casa com dados comparativos. Estamos pedindo à Assessoria Jurídica Parlamentar que nos apresente projeto pejo qual o Prefeito seja obrigado. à reforma política.Agradeço a V. que hoje praticamente não existe mais no País. o co- Março de 2001 merciante. ao Deputado lédio Rosa. Depois de eleito e empossado. Entretanto. O Sr. para a sonegação. que não o atende porque não pode ou porque está sempre em reunião.06472 Quinta-íell'a 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS um limbo não compatível com a sua força potencial e. gostaria de apontar o esforço. A Câmara dos Deputados tem de partir para novo andamento. Ex pelo seu pronunciamento! O SR. dar novo rumo ao País. novo projeto. durante a campanha. possa o futuro finalmente chegar ao Espírito Santo. Parabéns a V. no Brasil. fazendo com que seus assessores recebam as pessoas. imaginando que estamos aqui fazendo tudo aquilo que meia dúzia determina. de muitos interesses. pelo menos. a mobilização e a diligência maciça da bancada do Espírito Santo nesta Casa. o empresariado. Exa estava criticando a relação existente entre o político e o eleitor. pelo menos uma vez por semana. às vezes não se aprova aquilo que o povo e os empresários anseiam para geração de mais renda e emprego. ao seu desempenho econômico. Mas a verdade é que trabalhamos muito mais nas nossas bases do que nesta Casa. Imagino que isso aconteça no restante do Brasil. quer seja em sua casa. a carga tributária é bastante excessiva. a todo o momento . portanto. Se já se elegeu. É também de muita valia o assunto que V. Companheiros de inúmeras lutas. se está exercendo o mandato. principalmente na minha Região dos Lagos. Sr. em virtude de muitas pressões. Essa covardia de o candidato. O que se faz hoje com o trabalhador brasileiro é uma injustiça! A falta dessas correções apenas favorece os interesses do Governo. está esperando do Parlamento a reforma tributária.

RS. Portanto. DR.Sr. insistentemente. Pela ordem. São estas as indagações que faço. venho à tribuna fazer um apelo aos colegas para que assinem o requerimento de criação de CPI destinada a investigar as denúncias formuladas recentemente no Congresso Nacional. mas a base do Governo vem impedindo que isso aconteça. Muitos. Não podemos condenar ninguém sem proceder a um processo investigatório. Presidente. a partir desta Legislatura.Mdl''jl) de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Quinta-It::ll'a 22 OM73 e nas bases. Muitos brasileiros. e por que foi incorporado ao preço final do combustível pago pelo consumidor final. O SR. O SR. O SR. não atingir o número de assinaturas para a instalação da CPI é inadmissível. DR. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) Tem V. com coragem. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) Concedo a palavra. A população exige que essas denúncias envolvendo o dinheiro público sejam investigadas. nobre Deputado. Afinal.Sr. FERNANDO CORUJA . onde temos de manter contato para continuarmos acreditados. Por isso queremos que chegue à população tudo o que realizamos nesta Casa em nossa função de Parlamentar. Ministro de Minas e Energia a respeito de planilha detalhada demonstrando o benefício do tíquete para os frentistas dos postos de gasoIina. O SR. Sei perfeitamente das dificuldades. S. como seus representantes. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio)Esta Presidência solicita aos Srs. passar a limpo os fatos. O mínimo que o povo brasileiro espera de cada um de nós é que tenhamos coragem de depositar nossa assinatura nesse requerimento. sempre buscou que se instalasse CPI com o objetivo de investigar escândalos e denúncias envolvendo o dinheiro público. Sf'ls e Srs.SP. peço a palavra pela ordem. Presidente. jamais iremos valorizar. Sr. O SR. Presidente. viemos fazer nesta Casa. Faço um apelo à população que nos assiste pela TV Câmara no sentido de que acompanhe o Deputado do seu Estado para saber se ele já assinou o requerimento de instalação da CPI ou não. Diante da quantidade de denúncias feitas. foram desviados. encerro meu pronunciamento com a certeza de que com união e determinação vamos trabalhar incansavelmente para que nossa realização na Câmara dos Deputados seja conhecida. Portanto. mas com boa vontade. diante de tantas denúncias públicas. do PT do Rio Grande do Sul. e esperamos que hoje os Parlamentares de todas as bancadas reflitam sobre esse assunto e aponham sua assinatura nas listas que estão circulando pelas bancadas de cada Estado. ao nobre Deputado Orlando Desconsi. ORLANDO DESCONSI (PT . O SR. sobre aquele que se negue a assinar vai pairar uma dúvida por parte da sociedade: estará ele envolvido ou encobrindo alguém que possa estar? Era o que tinha a dizer. Deputados que estão nos seus gabinetes a comparecerem a plenário para iniciarmos os trabalhos da Ordem do Dia. Quem não deve não tem por que não assinar. Obrigado. Era o que tinha a dizer. O SR. haveremos de alcançar nossos objetivos. JOSÉ CARLOS ELIAS . Recentemente. pelo que foi declarado. Presidente. responsabilizar os culpados e limpar a imagem pública daqueles que eventualmente tenham sido citados injustamente. Sras e Srs. noticiados pela imprensa. de acordo com o Regimento Interno da Casa. Sem revisão do orador. O SR. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) Convido os Srs. a fim de que se possa dar início à Ordem do Dia. Exa. O SR. Se não conseguirmos avançar em tudo aquilo que queremos. para que a população brasileira possa. pelo menos em parte. quero solicitar informações ao Sr. Essa é a forma de o eleitor e a sociedade avaliarem se o Deputado ou o Senador estão fazendo jus ao seu voto. Presidente.) .Sr. HÉLIO . Deputados que venham ao plenário registrar presença. tenho certeza. Ex" serão recebidas e. Deputados. O SR. Deputados. Ex" a palavra. A Oposição. a CPI é o caminho. HÉLIO (Bloco/PDT . PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) As indagações de V. . Pela ordem. dignificar a classe política. Ex" O povo talvez não conheça essa realidade. Com isso daremos o primeiro passo: atingir o número de assinaturas necessárias para instalar a Comissão Parlamental' Mista de Inquérito destinada a investigar todas as denúncias levantadas. e é dever do Parlamentar fiscalizar a aplicação desses recursos. serão tomadas as devidas providências. não têm em mente aquilo que. peço a palavra pela ordem. permitindo que se passe o Brasil a limpo. Sem isso. acreditar em seus representantes federais. o povo paga impostos com muita dificuldade.Concordo com V.Sr. Todas as condições estão dadas para a instalação dessa CPI. Sem revisão do orador. dispõe de cinco minutos. pela ordem. temos assistido aos ataques entre integrantes da base do Governo.) . é o canal de que dispomos para investigar as denúncias.

2 bilhões no ano passado. Muito obrigado. resultado 10. querem acabar com a nossa SUDENE. venho repudiar essa posição e parabenizar os Prefeitos e Governadores que se estão mobilizando . Como sabemos. no curto prazo. . .em. tínhamos o PRODUBAN. por exemplo. ' O grande destaque. que tem no farelo de soja um dos principais itens de alimentação.conversando com a Prefeita Katla Born Ribeiro. Presidente peço a palavra pela ordem. Presidente. de Maceió. Dep~t~do~. que foi Deputado Federal. alcançou a cifra de US$275 milhões. Presídente. S~s e Srs.Sr.. Ou seja. não se dando por satisfeitos com tantos fechamentos de bancos de fomento da economia do Nordeste.Nao e poss!ve~ que. Alguns bancos foram prívatizados e deixaram de proporcionar fomento à economia da respectiva região. GIVALDO CARIMBÃO . ao Inves de pUnir os que. nesse ponto.Sr.Irregulandades em orgaos publlcos. S~~ e Srs. aberto com a verdadeira psicose que se abateu sobre o consumidor europeu em relação à segurança alimentar. e o Prefeito eleito de Pemambuco estão se reunindo para engrossarem fileiras. querem exttngUlr esse orgao que com tantos Investimentos fomentou nossa economia. nesse contexto. mais uma vez.~a SU~ENE. como também concorre para promover a imagem institucional dos produtos brasileiros no mercado internacional. Existe enorme espaço para o Brasil melhorar ainda mais seu desempenho no mercado internacional de soja. Pela ordem. Pronuncia o seguinte discurso.06474 Quinta-feIra 22 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS O SR. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio)Tem V. como os Estados Unidos.614 milhões de toneladas. o que representa quase 8% dos embarques totais.:> e pUnirem os culpado~.SC. Como Deputado por A~agoas. Trata-se de estratégia que não somente agrega maior valor à produção. FERNANDO CORUJA (Bloco/PDT . ha alguns dla. que e a SUDENE.34% superior ao registrado no ano agrícola anterior.AL. com folga. Repito: ao Inves de a~urar. . que atua na Região Nor~este. partlc~~ante do Governo do Estado e da Prefeitura de Macelo. a soja movimentou US$4. fl9uel sabe~?o que os Go~erna?ores do No~deste ~. sacaram contra o patrimônio público. SergIpe . fomos surpreendldos por noticias dlvulgada~ pel~ Imprensa de que o Governo Federal quer extmgulr a SUD~~ e a SUDENE. ?rg~o que fomenta a economia d~ reglao. Deputados. Agora. em Alagoas. leguminosas e oleaginosas deve somar 91. um quadro conjuntural particularmente tavorável. Marcelo Déda. A safr~ agrícola que vem sendo colhida no Centro-Sul cammh~ para bater novo re~or~e. _" . pelo terceiro ano consecutivo. o resultado líquido de apenas trinta dias da balança agrícola cobriria. Presidente. somente no primeiro mês deste ano. Acabou-se o fomento econômico do nosso Estado.Alagoas. Falo pela SUDENE. é a soja que. por não cultivar grão transgênicos. O SR. E. .. a inestimável contribuição do campo para o avanço da economia brasileira.s. como a soja dita orgânica. Pela ordem. vem sendo capitalizada por produtores.. o Brasil detém preciosa vantagem comparativa em relação a concorrentes que fornecem derivados de soja para o mercado europeu. ' O SR. ?I~nte de d. A possibilidade de oferecer um produto diferenciado. Como Deputado Federal pelo Estado de Alagoas.) . O SR. e não pela SUDAM. Exa a palavra. o déficit da balança comercial acumulado no ano passado de US$699 milhões. o Governo quelr~ saquear o N?rd:ste . Banco do Estado de Alagoas S/A.extlnçao. Sr. de aproximadamente US$50 bilhões. conforme avallaçoes divulgadas pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística -IBGE. Estima-se que a produção total de cereais. que sobressai na cesta de produtos agrícolas. Há.en~nclas de . PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) Tem V. o fato de que o saldo da balança agrícola no primeiro mês do ano avançou 63. Exa a palavra. os pro u ores rasl elros estão traduzindo o aumento da produção física de grãos em crescente receita em moeda forte. porque não tenho conhecimento. processadores e exportadores Março de 200! brasileiros. que lamentavelmente foi fechado. GIVALD~ _CARIMBA0 (Bloco/PS~ . quero hoje ressaltar.03 miIhões. venho manifestar meu repúdio a essa notícia. principalmente a de frango. Ont. O Prefeito de Aracaju. O SR.com a . . o incremento da oferta de grãos facilita o esforço para manter a inflação sob controle •· d t b··I· Com competenCla.Sr. nem mesmo tendo sido levado à privatização. Principal item da pauta de exportação brasileira.65% em relação ao ano passado. A constatação de inúmeros casos da doença da vaca louca deslocou o consumo de carne bovina para outras fontes de proteína animal. Chama a atenção. ~er~ambuco. . a nossa Prefeita Kátia Bom Ribeiro. . a tim de não deixarem acabar com esse órgão importante para o fomento da economia do Norte e do Nordeste do País. Sem revlsao?o orador) . somando US$699.em os f~to.:>tao se mobilizando para na~ deixarem extrair da reglao o banco de fomento.

MalljO de 200! DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Quinta-Jeira 22 06475 p~ra que não se enc~mem os trabalhos dessa agênpetir no mercado. se os mesmos vierem acompaIrreguland~~es que possam ser constatadas em pronhados dos seus respectivos valores. em desacordo com a regulamentação crita.m ~rincípi~. pela abrangência da ~edlda. President~. desconhecendo os valores. S~s e Srs.que motivou o setor Industnal nacional a se mografo. a dernlzar e desenvolver novas estratégias para compalavra cosméticos em seu texto. A legislação brasileira.) .alterações no sidente. que e a nossa SUDENE. Os leitores são consumidores em de três a vinte anos mais multa aqueles que adquirirem. atualmente. o que significa atender a um desejo emocio~al de b~lez~. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) Tem V. Pronuncia o seguinte discurso. shampoo que promete dar força e vida aos cabelos resultados que podem de fato ser alcançados se ~ O S~. Vale lembrar que . Ao contrário dos medicamentos. projeto de lei determinando a obrigatoriedade das que altera dispositivos do Código Penal. resl en e.RJ. S~s e ~rs. ao laboratório farmacêutico que fanomla proporclon~u ao consumidor braSileiro o acesbncou anticoncepcional de farinha. Deputados. Sr. de autoria do Pela ordem.Sr. A situação é completamente diferente. Ao inclUIr os cosmetlcos no mesmo rol dos medição de regulamentar e fiscalizar as normas dessa lei. quanvos apelos que despertem no consumidor o desejo de do resolve estabelecer contato com o anunciante.lquer I~gar do planeta. Na realidade. vigilante quanto às normas de qualidade e fabricação de produtos industrializados. 273 do Código Penal. Ex a palavra. e. dos nobres pares para a aprovação desse projeto. com justiça. como se o simpeço a palavra pela ordem. como as que foram feiordem.ITA~AR SER~A (BI?co/PSDB . A deciO intuito do projeto é proteger o consumidor são ~ corret~. sob pena de Imputar ao fabriI I· d r. uma vez estabelecida a obrigatoriedade de tlco tornar-se-ao refens das Interpretaçoes nem semconstar os valores nos anúncios. pre técnicas de qualquer fiscal sanitário. _ _ ginados em outros países. tologias. que deter~ina . O SR.P~im. de dOIS de Julho de 1998. _ Pela 1:1. controle sobre os artigos importados. sem mais nem menos. no entanto por um infeliz paráso a produto~ fabricados ~m qua. •.z que e Imp?~sl.h~ja qualquer risco para a saO Ministério das Comunicações terá a atribuiude. que muitos anuncios co~méticos. poderao mals_ utilizar apelos C?merClals sem a O SR ITAMAR SERPA-S P 'd t deVida comprovaçao. m~s. mais u~a barA aprovação dessa proposição oferecerá aos ~elr~ ao set~r na~lon~I. quem se interessar pelo produto oferecido terá condições de negociar. globaliz~ç~o da ecota~. corre o O SR. não exerce o mesmo Muito obrigado.Sr. sem que . cuja obrigatoritendo como base o preço previamente definido. as Ind_ustna~ naclo~als do seg'21 ento cosmépois. PreD. Pronuncia o seguinte discurso. usuário adotar uma vida alimentar saudável. o Congresso Nacional tem em O SR. a. Deputados. aumentando empresas de mídia escrita de apenas publicar anún~s pena~ na categoria de crime hediondo em caso de cios de classificados. tão rígida e cla de fomento. cél:mentos. o segmento cosmético necessita buscar nosujeita-se a todo tipo de informações ambíguas. pauta a votação de um projeto de lei. as ~mb~l~gens de produtos ~o~metlcos Era o que tinha a dizer. Presidente. pies fato de terem vindo do exterior configurasse O SR. L1NCOLN PORTELA .á.Sr.) . um~ ~e. sultados prometidos em embalagens de produtos ori. L1NCOLN PORTELA (Bloco/PSL _ MG. que penaliza com prisão negócio proposto. Neste momento. estou apresentando diSpoSitiVO da Lei n 9.eput~~o Paulo . antes dos classificados de jornais deixam de fornecer E importante atentar para a alteração proposta a principal informação: o valor da mercadoria ou do no art. Exa a palavra. o . Tem V. E por esta razao que conto com a c o l a b o r a ç a o . Pela risco de ser objeto de acusação a partir de qualquer autoridade policial a seu jugo. Presidente. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) _ atestado de qualidade e eficiência. do Serviço Nacional de Vigilância Sanitária. a lei que introduziu. dutos qualificados como de saúde pública. o que alguns chamam de estratéedade de informar detalhadamente sobre as aplicações terapêuticas do remédio para tratamento de pagia de marketing configura-se em verdadeira arrnadilha ao consumidor que.677.vel aos consumidores maior segurança nos negócios a serem realizados e diminuirá as chances de extorsão ao orgaos de flscal~zaçao sanltana cobrar eflcacla e reconsumidor. fabricarem ou venderem produtos falsificados ou potencial e é necessário que se estabeleça uma relação mais clara e informativa entre estes e a mídia esadulterados. compra. nao. incluindo Constatamos. peço a cante a qualificação de criminoso hediondo Um pa avra pe a or: em. a legis~ação brasileira criar.

para pôr em prática políticas que beneficiariam a grande maioria da população brasileira. como sociólogo que estudou as relações raciais no Brasil e reconhece suas desigualdades sociais profundas. E mais. a Discriminação Racial. estou empenhando esforços no sentido de retirar do referido projeto o segmento cosmético. Exa . de carater compensatono e reparatono para a populaç~o negra~ ou não con~egu. S. tem um discurso progressista e avançado para fora do País.) . Presidenta do Geledés -Instituto da Mulher Negra. um debate sobre as condições de vida da população negra brasileira.tendem a manter a brutal diferença de nível econômico e social existente. que ocorre~á este ano. do IPEA. mas também do Embaixador Sabóia. que perguntou por que S. O SR. pela primeira vez a ONU organizou. b~asllelro pror:nove Intenso pr~~rama de p~II~lcas publicas.BA. Robert~ Martins. geradora de empregos e de desenvolvimento para o nosso País. O Presidente respondeu ao jornalista que não o fazia porque a esse respeito não existe consenso entre a população brasileira. São dados de conhecimento do Governo e nos quais a revista Veja desta semana se baseou para publicar matéria em que afirma que o nível de escolaridade da população negra no Brasil é pior que o da população negra da África do Sul.ir~mos tran~formar o Brasll num p~IS e~ que haja minimamente Igualdade entre seus cldadaos. econômico. se o Governo não implementar um agressivo programa de políticas pública voltadas para a população negra brasileira. que estão excluídos do processo político. tem praticado uma política contrária ao que aponta. não põe em prática políticas que beneficiem a população negra. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) Concedo a palavra. procura saber se há consenso entre a sociedade. Isto é. Deputados. Deputados. mas internamente. o próprio IPEA Março de 20t11 afirma que. apesar de dispor de tais dados. em detrimento da grande massa de trabalhadores. mantendo a redação do texto apenas para os produtos farmacêuticos e alimentícios. aqueles que têm patrimônio se beneficiam. Srs e Srs. É o que tenho a dizer. o desenvolvimento econômico e social do Brasil estará irremediavelmente comprometido nos próximos anos. por intermédio do Itamaraty. Presidente. e a Dr" Sueli Carneiro. Presidente. O representante do IPEA apresentou diagnóstico estarrecedor sobre a situação da população negra brasileira. exige que haja consenso entre sociedade?! .Sr. o representante do I. Sr. social e cultural do País. O IPEA é um órgão do Governo Federal. Sem revisão do orador. O SR. Srs e Srs. PT. aqui em Brasília. um dos mais perversos e odiosos regimes do mundo. Ou seja. A!nca do Sul. que coordena a comissão brasileira que prepara a participação do Brasil na Conferência Mundial contra o Racismo. porque estava participando de outra atividade relativa à data. o dia 21 de março foi instituído pela Organização das Nações Unidas como Dia Internacional pela Eliminação do Racismo.Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas.P~A disse co~ todas as letras: ou o ~?verno.agosto a sete de setembro. O debate foi mediado pela jornalista Miriam Leitão. para promover o desmonte do Estado brasileiro. Estou certo de que esta batalha poderá ser vencida. Presidente: o IPEA também identificou que todas as políticas sociais de caráter universal implementadas no Brasil . Roberto Martins. Pela ordem. de cuja Mesa participaram o Sr. de crimes na área de produtos cosméticos falsificados. que de fato precisam de controle rigoroso para atender às necessidades vitais do consumidor. pela primeira vez a ONU realizou nesta cidade esse debate que contou com a presença não só do Sr. na cidade de Durban.06476 Quinta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS não houve nenhum caso de denúncia de qualquer produto cosmético tenha sido falsificado ou adulterado. ou simplesmente procura satisfazer os interesses das forças dominantes do País e do capital internacional? Então. Como Deputado Federal e dirigente empresarial ligado ao setor de higiene e beleza. Exa dispõe de cinco minutos na tribuna. dando às indústrias brasileiras de cosméticos a condição básica para ser competitiva. país que viveu até 1994 sob o apartheid. No entanto. Bahia. Deputados. Sr. Presidente. LUIZ ALBERTO (PT . Fernando Henrique Cardoso.todas elas . Para encerrar meu pronunciamento. Sr. O Governo do Sr. a Xenofobia e Intolerâncias Correlatas. Hoje de manhã esta Casa promoveu sessão solene em homenagem ao povo angolano. O tema tem de ser pautado pelo Congresso Nacional. à qual infelizmente não pude comparecer. do lPEA . lembro a provocação feita ao Presidente Fernando Henrique Cardoso por um jornalista de uma revista de circulação nacional. Fernando Henrique Cardoso. mas dormitam na gaveta do Sr. porque todos esses dados apresentados pelo IPEA e pela Dr Sueli Carneiro são do conhecimento do Governo. Será que o Presidente Fernando Henrique Cardoso. da Rede Globo de Televisão. de 31 ~e . ao nobre Deputado Luiz Alberto. de São Paulo. pela ordem. Srs e Srs.

60 nos finS de semana (mais 120%). Em Araruama. continua indispensável a negociação que admita a redução do preço do pedágio.30 nos dias . cresceram mais os recentemente emancipados. Pelo relatório final desse estudo é sugerido a reforma das rodovias RJ. na Região dos Lagos. quero discordar frontalmente da posição do PT fluminense. assefurando êxito ao progresso populacional comprovado pelo Censo.luinla-lelra 22 06477 tar o nosocômio de centro de terapia intensiva para adultos e crianças. pr~por?ionalmente.16. No sul do Estado. Chegam-me às mãos agora os primeiros resultados do Censo 2000 sobre o crescimento regional do Estado do Rio de Janeiro. A redução do pedágio pretendida importará o incremento do turismo. via Maricá) e RJ-140 (São Pedro da Aldeia-Cabo Frio).para . Rio das Ostras cresceu 6.a algumas dezenas de quilômetros em asfalto . 3. Pela ordemo Pronuncia I seguinte discurso. fundamental para o desenvolvimento econômico e social do País. que serviriam corno alternativas à privatizada Via Lagos (Rio Bonito-São Pedro da Aldeia). em vez d?s R$ 4. esquecendo-se de que as classes abaixo da média jamais terão suas vkfas melhoradas por sua ação exclusiva onde a força do capital não se faz presente. em todos os dias da semana. que realizou estudo técnico sobre o acesso à Região dos Lagos.63% e Mangaratiba 5. 5. Cabo Frio. aproveitando a futura nomeação. aliando a proximidade da Capital . pelo Governador Anthony Garotinho. 5..95% e Porto Real 8. Presidente. .08% e 2. ao declarar-se contrário à aprovação do projeto por entender que a redução do pedágio beneficiaria unicamente interesses da classe média. O SR.) _ Sr. IÉDIO ROSA .72%. para que essa questão. cresceram respectivamente 6. Com efeito._pnnclpalmente. com 11.75%. DOS DEPUTADOS Era o registro que gostaria de fazer. ao ar agradável e à garantia de segurança pessoal que os Municípios partícipes oferecem. e Srs. 6. foi também a região que. o edital de licitação da reforma na RJ-106 já foi publicado. preços absurdamente abusivos. pois disponibilizará cerca de 100 leitos hospitalares.rê~cia de auxlho Junsdlclon~1 gratUito.Marx\) de 200! DIÁRIO DA ('ÁMARA. principalmente em face das ondas migratórias de famílias que" após atingirem a aposentadoria. aos setor~s ma~s pobres da populaçao. a palavra.suprir a ca. entre na agenda do Congresso Nacional.00. São valores expressivos. uma das nossas bases políticas.106 (Tribobó-Búzios. e O Governo espera agora apenas o seu resultado para dar início às obras de recuperação. Entre os Municípios do Estado do Rio de Janeiro. aguarda os estudos que a ALERJ vem desenvolvendo por meio de uma Comissão Especial.59. Na Região dos Lagos. e São Pedro da Aldeia. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) _ Tem V. Estão também avançados os entendimentos para estender à região os serviços de defensoria pública. buscavam residir nas imediações do Rio de Janeiro.ao bom clima. obra de vital importância regional. Maricá. Angra dos Reis cresceu 6. que certamente ser~<:> d~ i~e~ti~ável valor. concursados e aprovados.49%. Para tanto. de 93 novos Defensores PÚblicos.Sr. Saquarema. o Governador está terminando a construção do Hospital de Base. que transformaram a Região do Lagos no espaço terrestre mais caro do País a ser alcançado por via rodoviária privada. melhores salários e redução da pobreza.77%. recentemente emancipados. há tempo assomei a esta tribuna para registrar informações por mim recebidas sobre o desenvolvimento dos Municípios componentes da nossa Região dos Lagos. IÉDIO ROSA (Bloco/PSB _ RJ. Segundo consta. onde se confirmam os ótimos índices alcançados pelas comunidades fluminenses nos últimos quatro anos. Araruama. A questão também faz parte das preocupações do Tribunal de Contas do Estado TCE). sendo o maior índice alcançado por Iguaba Grande. o que reduzirá o déficit de leito hospitalar na nossa região. Presidente. Muito obrigado. Búzios e Arraial do Cabo. . região turística. O SR. mais cresceu em termos populaCionais.25%. 4. bem corno o desenvolvimento socioeconômico da região. Exa. Sras. Foi certamente sob essa ótica de estrategista que o Governador Anthony Garotinho se dispôs a investir na Região dos Lagos com especial carinho. Deputados. Por outro lado. que demonstram o potencial de progresso dos Municípios. vlsando.57%. o que não deve ser desconsiderado pelos políticos governantes. O SR. cujo resultado foi enviado ao Governo estadual e à Assembléia Legislativa.69%. a maior circulação de dinheiro gerada pelo progresso que a rodovia possibilitará é que vai propiciar mais emprego.úteis (mais 43%) e R$ 6. " Persiste ainda o nosso Governador com aldeia d~ ~arantir a redução do valor da ~arifa básica do pedaglo para R$ 3. peço a palavra pela ordem. Qualquer que seja o resultado obtido na Assembléia Legislativa. além de do- <.

o Legislativo e o Executivo. e Srs. paradoxalmente. O Executivo tem o dever de executar as políticas e de exercer controle interno da corrupção no Governo. É uma obra de grande amplitude social que vai desafogar a ponte Rio-Niterói.7 quilômetros sob a Baia de Guanabara. em apenas dois anos. O Presidente Fernando Henrique determinou uma intervenção na Sudam. passando de R$ 84 milhões para R$ 158 milhões. eu pergunto: que estabilidade é essa que exige conivência com a corrupção? Para a estabilização do País é preciso uma profunda investigação. se a mudança nesse requerimento significará a assinatura e o apoio dos Deputados de seu partido a essa investigação. a população compreende cada vez mais que existe muito jogo de cena e evidências reais de corrupção dentro dos corredores deste Congresso. Por outro lado. PPB e PTB. senão. Alguns dizem que há um denuncismo no País. Iguaba Grande. todos nós. Sr"s. partindo do Largo da Carioca.Exa. a Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos (ASEP) aprovou. a alavanca para o progresso da nossa Região dos Lagos está bem posicionada. mas evidências muito fortes de existência de corrupção em diversas áreas do Governo Fernando Henrique Cardoso. Cabo Frio e São Pedro da Aldeia.06478 Quinta-feIra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Há ainda a intenção do Governador de atender à reivindicação da bancada federal do Rio de Janerio e ampliar o projeto da Linha 3 do metrô. tenho inclusive mudado a palavra: já não digo mais denúncias. S. temos enfrentado nos últimos meses as crescentes denúncias de corrupção dos mais altos escalões da República. através de um túnel de 3. pela ordem. de todos os Deputados de oposição.) . Líder do PMDB na Casa. E qual é a responsabilidade do Poder Legislativo Federal? A nossa responsabilidade é investigar as denúncias de corrupção. mas até o momento não conseguimos as assinaturas de Deputados e Senadores do PFL para completar as 171 que poderiam garantir a instalação da CPI. Tenho. Sr. Aos que dizem que uma investigação poderia desestabilizar o País.sensível às soluções que assegurem condições dignas de vida aos mais carente . PFL. O Judiciário também tem a sua obrigação no combate à corrupção. Mas. Presidente. Quero sensibilizar a Casa porque seguramente. S. Pela ordemo Sem revisão do orador. de maneira absolutamente antidemocrática ou. Há pouco. existem três Poderes da República: o Judiciário.Sr. certeza de que a ALERJ . mais precisamente do PMDB. Pergunto ao Deputado Geddel Vieira Lima.não negará apoio ao primeiro mandatário estadual para a aprovação dessas propostas que assegurarão à nossa Região dos Lagos pleno desenvolvimeto de suas características turísticas. e agora a extinção do Dner. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) . no mínimo. Restam os detalhes que espero sejam rapidamente resolvidos. que expôs. quero dizer que podemos e devemos ampliar esse requerimento para que a CPI possa investigar qualquer situação. A assinatura do Senador Antonio Carlos Magalhães nesse requerimento também pode ser um mero jogo de cena. fora deste plenário. pressiona Março de 2001 Deputados que compõem a base de apoio do Governo. As evidências são tão fortes que o próprio Poder Executivo já tomou decisões indicativas de que reconhece a existência de corrupção quase endêmica nos Poderes da República. Presidente. R$ 22 milhões em saneamento e R$ 20 milhões em água. em um ano. A atitude concreta que a população espera do Congresso Nacional é implementar as investigações das denúncias. Deputados e brasileiros em geral. Sf"s. Muito obrigado. Como se vê. no Rio de Janeiro. além de quase dobrar o valor dos investimentos ao longo da concessão. dispõe de cinco minutos na tribuna. dizendo que seriam desleais se assinassem o requerimento de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar todas essas denúncias de corrupção. A empresa propõe-se a aplicar. PSDB. a SR. Deputados. HENRIQUE FONTANA (PT . e Srs. a SR.RS.Concedo a palavra. que defina e puna os culpados e varra a corrupção da vida pública brasileira. as palavras do Senador Jader Barbalho podem transformar-se em jogo de cena. . Particularmente. Em nome. por isso. tenho certeza.Exa . Mas esse tipo de prática realmente prospera quando aqueles que detêm a hegemonia do poder bloqueiam as investigações. assinou-o em lances cinematográficos. inadequada para um Presidente da República. Deputados. em audiência pública para os Municípios de Búzios. estendendo-a até Itaboraí. da tribuna do Senado. Esseé um importante passo para salvar a Lagoa de Araruama. vital para a economia d região e do Estado. ouvi o Presidente Nacional do PMDB e do Congresso Nacional. senhoras e senhores que acompanham a sessão da Câmara dos Deputados Federais do Brasil. lá onde o Brasil real acontece. Cada um deles tem uma responsabilidade para com a Nação. ao nobre Deputado Henrique Fontana. sua vontade de ampliar o requerimento de instalação da CPI.

Presidente. façamos com coerência. Primeiro. Empresas importantes. não podem ser consideradas inúteis. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) . PRESIDENTE (Themístocles Sampaio) . Sem revisão do orador. ALEX CANZIANI. com requerimento de urgência. Se isso for verdade. com acervo de planejamento de mais de cinqüenta anos. . Não nos façam vir à tribuna cavar mais podridões dos porões dessas agências.Sr. O SR. E.PA. Brasília. peço a palavra pela ordem. Presidente. que a transformem num verdadeiro órgão de desenvolvimento. Era o que tinha a dizer. peço a palavra pela ordem. homem sério e correto. Paralelamente a essa iniciativa. como já ocorre com o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal. PRESIDENTE (Themístocles Sampaio)Tem V. fiquem de fora do Programa Nacional de Desestatização.PRo Como Líder. que seja incluída na pauta da próxima sessão a Medida Provisória 2. em sã consciência.Tem V. de 28 de fevereiro de 2001.) . capaz de aplicar executar o que o Presidente da República deseja para o Brasil.Exa . propondo que as empresas públicas ou sociedades de economia mista do setor elétrico. os Líderes do PPS na Câmara e no Senado proporão. Ex<' a palavra. Sr e Srs. no ano passado. Deputados. que os órgãos sejam fechados e seus ladrões fiquem soltos. não quero acreditar que o Presidente Fernando Henrique Cardoso. vamos apurar os erros e punir os culpados.Senador Roberto Freire. na reunião de Líderes com o Presidente do Congresso Nacional. as Presidente. Senador Jader Barbalho. S. Sr. RUBENS BUENO (Bloco/PPS . aperfeiçoar os órgãos. Pela ordem.Sr. portanto.ManiO de 2001 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS Muito obrigado. e preserve a Sudene.071. levaram-me a apresentar à apreciação desta Casa o Projeto de Lei n° 3. O SR.Líder no Senado Líder na Câmara. Elas ainda podem ser úteis. Não podemos entender. depois. o PPS está apresentando à Mesa do Senado Federal projeto de lei. baseado em escândalo de irregularidades. sejam direcionados para novas geradoras e ampliação da distribuição de energia. Eletronorte e Chesf. Presidente. que superintendentes irresponsáveis. meu amigo. Trata-se de um atentado ao programa de governo.) . O PPS entende que é hora de o Governo reconhecer que não há cenários político e econômico. O SR. O SR. Muito obrigado.Concedo a palavra ao nobre Deputado Rubens Bueno. Presidente do PPS.908/00. e Srs. ALEX CANZIANI (Bloco/PSDB . os focos de febre aftosa detectados em diversas propriedades no Sul do País. O SR. Queremos que as pessoas que roubaram tanto na Sudam quanto na SUDENE sejam punidas. Sabemos que existe uma CPI que apura irregularidades na Sudene e temos provas de que são semelhantes ou piores que as da Sudam. Sr. Ex<' a palavra. GERSON PERES (PPB . defende que os recursos existentes. para uma Comunicação de Liderança. O SR. sem vilipendiar regiões periféricas que possuem as mesmas características.Sr. Que País é este? Não é de estado de direito. Com base nessa realidade. que inclui as empresas Furnas. Presidente.491. O SR. Se é necessário mudar os órgãos de desenvolvimento. 20 de março de 2001. brasileiros não patriotas transformaram em áreas de enriquecimento ilícito. GERSON PERES . faço este registro porque só ele pode determinar que isso não ocorra e que a Amazônia não precise levantar-se para protestar. Pronuncia o seguinte discurso. Sr.Sr.) . vá permitir o fechamento da Sudam. Deputados. o Partido Popular Socialista (PPS) vem a público propor ao Governo a imediata suspensão do programa nacional de privatização do setor de energia elétrica. Presidente. Não concordamos que sobrevivam órgãos que realmente apodreceram. que dispõe sobre os procedimentos relativos ao Programa Nacional de Desestatização.PRo Pela ordem. Paulo Hartung Rubens Bueno. Presidente. O SR. queremos deixar clara nossa posição e dizer que protestamos e vamos à luta para preservar a Sudam e lá empregar homens corretos. públicos e privados. . Sr's.Sr. Sem revisão do orador. interno e externo. pelo Bloco Parlamentar PDT/PPS. de setembro de 1997. dispõe de três minutos. favoráveis à privatização das empresas de energia. a Direção Nacional do PPS Qumta-ttma 22 06479 e sua Liderança no Senado e na Câmara divulgam a seguinte nota oficial: Diante da iminente crise de desabastecimento de energia elétrica que vive o País. Presidente. previsto na Lei 9.

908/00 deve ser apreciado em regime de urgência. minha proposição se apresentava oportuna. § 2° do artigo 18 do Regimento Interno. Presidente. de 23 de fevereiro de 2001. Mas. impunha-se. Discutiram-se. Sendo a vigente legislação tolerante com os pecuaristas relapsos. a febre aftosa foi detectada em pelo menos 19 países. . Por outro lado. mas também nas categorias de carreiras da Administração Pública Federal direta e autárquica. Presidente. Aécio Neves. O Sr. Tal ameaça representa prejuízo de bilhões de dólares para os pecuaristas e. coordenação.Sr. peço a V. A' A . Entretanto. com o recente surgimento da epidemia da doença na Inglaterra e em outros países da Europa. Portanto. Exa que autorize a divulgação deste pronunciamento. Deputados. sanitária e ambiental.Tem V. ao lado das medidas profiláticas.Ana forma estabelecida pelo Regimento Interno da Camara. Presidente. chegou-se à conclusão da necessidade da implementação de rígidas medidas de controle. . nesta Casa. CARLOS BATATA-Sr. Pronuncia o seguinte discurso. visando à conscientização da importância da vacinação e da observação das normas de controle da doença. sobre aquilo que tem eito o atual Governo para a reforma administrativa.) . as medidas sanitárias. uma vez que. fazia-se necessária a aprovação de medidas legais e educativas. Naquela ocasião. CARLOS BATATA (Bloco/PSDB . Exa a palavra. supervisão. também. Pela ordem.908/00 foi apresentado em momento apropriado. O SR. com mais de 160 milhões de cabeças. pelo menos enquanto perdurar a crise pecuária em outros países. Assim. do Ministério da Saúde. Por se tratar de uma doença de fácil propagação. entendo que o Projeto de Lei n° 3. naquele momento. Sras e Srs. da Fundação Nacional de Saúde. deixa a cadeiira da presidência. direção. o retorno da febre aftosa apresenta-se como a maior ameaça de aplicação de barreiras não tarifárias à exportação do produto. PRESIDENTE (Aécio Neves) . reestrutura e organiza as carreiras. Themístocles Sampaio. a doença está batendo em nossas portas. uma imposição. peço a palavra pela ordem. a vigilância das fronteiras secas do País e maior fiscalização das atividades pecuárias em todo o território nacional. encaminhei à Mesa requerimento de urgência. Isto porque. E a Argentina já confirmou um foco da doença na província de Buenos Aires. hoje.908/00 seja aprovado em. Não somente na reforma do Estado. São. Muito obrigado. para a combalida balança comercial. e um dos maiores exportadores de carne bovina. não foi contempalda a reestruturação da carreira de sanitarista. Presidente. o que nos traz a esta tribuna é. o País poderá auferir resultados positivos. os cargos e as funções comissionadas técnicas. reestruturação e organização de carreiras. diante da ameaça da contaminação do rebanho brasileiro. na emissão da Medida Provisória n° 2. Sr. cargos e funções comissionadaas técnicas no âmbito da Administração Pública Federal direta. se. que estava praticamente erradicada. instituir normas educativo-punitivas. chegando-se à conclusão de que o caminho mais eficaz seria a vacinação dos animais. autárquica e fundacional e dá outras providências.136-34. Segundo o Departamento da Agricultura dos Estados Unidos. Os integrantes da carreira de sanitarista desempenham atividdes inerentes ao campo da saúde pública: normatização. Sr. que dispõe sobre a criação. com o apoio do Líder Jutahy Junior. e possa logo ser apreciado pelo Senado Federal. mantendo-se livre da febre. Sendo o Brasil possuidor do maior rebanho bovino do mundo. as autoridades sanitárias estaduais e federais debateram acaloradamente a respeito das causas que levaram ao retorno da enfermidade. nas quais cria. planejamento. vejo que o Projeto de Lei n° 3.064lW QUInta-feIra 22 D IÁRlü DA CÂMARA DOS DEPllTADOS com o objetivo de instituir penalidade ao produtor que não cumprir as normas de combate à doença. uma carreira técnica como a desanitarista não pode ser deixada de lado. sensata. estou convencido de que hoje a matéria se apresenta urgente. Neste sentido. O SR. Presidente.Neste mo~entol ~I~nte da I~portancla e da urgencla da materla. solicito o apoIo d~s nobres c?le: gas Parlam~ntaresl para que o Projeto de Lei n 3. Presidente. Sr. O SR. tentarmos fazer uma reflexão correta. no final do ano. Por este motivo. até mesmo. elaboração e análise epidemiológica. tempo recorde. que é ocupada pelo Sr. e até mesmo melhorar sua performance no comércio internacio- Marçu de 2001 nal. A fiscalização e o controle da febre aftosa já não são apenas uma questão programática. juntamente com nossos pares..PE. Assim. cresceu o risco da contaminação nos países da América do Sul.

A carreira tem apresentado benefícios: . Sras. Esquecese de que.Sr.136-35. a Ex . .240191. proposto pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul. especialistas.Março de 2(J()1 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPU fADOS Solicitamos ao Governo que estude a viabililidade de inclusão da carreira na citada medida provisória. o Convênio pode ser a porta da cadeia para os Prefeitos. que o Governo Federal sob o comando do Presidente Fernando Henrique ~ de seu Ministro da Saúde. no amblto do Mlnlst~n? da Saude e ent!dades vlnc~la?as qu~ ~xe~cem atlVl?ades de. multlproflsslonals. como conseqüência das ações de saneamento em saúde. José Serra. pode ser chamado de uma verdadeira arapuca para os Prefeitos. POMPEO DE MATTOS .Tem V. peço a V. Um das queixas do Governo Estadual. PRESIDENTE (Aécio Neves) . VenCimento iniCiai Pessoa e Encargos Sociais Valor R$ % MS e FUNASA . :omo ativid~deexclu~iv~de Esta?o. peço a palavra pela ordem.871. em 1999. Creio que o TCE dará seu aval ao documento e. M't b' d UI o o nga o. por isso. Quem assinar o Convênio corre risco de ser pego pela Lei de Responsabilidade Fiscal. dando ao Governo a possibilidade de preenchê-lo no valor que bem entender. insumos e produtos (alimentos. oriento os Prefeitos a não assinarem o Convênio antes de o Tribunal se manifestar. Examinando a minuta do contrato.136-35. QUInta-lima 22 06481 medicamentos. Int~gr~m ~ categori~ ~ais de 3 mil profissionais.13% Despesa prevista para pessoal e encargos Sociais . . ~ a ree~tr~t~r~çao da ~arrelra ~e sanlt~nsta.Carreira de Estado (MP n° 2.Como ápice registra-se a erradicação da varíola e a eliminação da poliomielite. que são pessoas sensíveis. economia de US$18. Pronuncia o seguinte discurso. da forma como está.190.11% 175118. meio e fim. Pois.RS. por inclusão na Medida Provisória n° 2.) .002.Sr. . Existe planejamento com início. sem a contrapartida que o Estado teria que dar. As Prefeituras infringem a lei ao assumirem um compromisso além do orçamento.136-35. Presidente.004. Quero dizer. O SR.Melhoria das condições sanitárias da população e do meio ambiente. Sr. principalmente nas comunidades menos assistidas.?mpetencla do Mlnlsteo ro da Saude.Comparado com despesa prevista e pessoal do MS e da Funasa. A estimativa de aumento em pessoal e encargos para o vencimento inicial da carreira será de 2% e para o vencimento final da carreira não ultrapassará 3.2002 liA) Ib) Ib/a) Ic) I c/a) VenCimento final Valor % 4. é fácil chegar à conclusão de que a assinatura do Convênio constituise em cheque em branco das Prefeituras. -Impacto de expressiva repercussão na economia nacional originado pela fiscalização sanitária do setor de serviços. da reforma do Estado. saneantes domissanitários) afetos à saúde humana e a fiscalização de portos. a exemplo do que comprovam estudos de custo-benefício realizados: Programa de controle da Esquistossomose (1984 . que atuam sob o regime de dedicação exclusiva. Situação proposta . .00 89. que carece de qualquer fundamento. por inclusão no Projeto de Lei Complementar n° 248/1998. o Estado não propôs nenhuma emen- . para terminar. Trata-se de manter a decisão adotada no Se~ad? Federal qu~ define a in?lusão da carreira d~ snaltansta no Projeto de Lei Complementar n 248/1998. a palavra. e não vão tirar o rumo dos que com certeza irão resolver a questão da saúde pública do País.Diminuição dos gastos públicos com assistência médico-hospitalar e diminuição do índice de absenteísmo no setor produtivo nacional. cosméticos.LOA de 5-1-2001 Despesa anual. está no caminho certo. Presidente.606 milhões).531130. aeroportos e fronteiras. O SR. excl~slva c.91 %.Impacto na economia nacional pela redução de doenças. . o Convênio do Transporte Escolar. O SR.Redução de incidência-prevalência de doenças endêmicas e epidêmicas. é a de terem os Deputados Federais rejeitado as emendas para o transporte escolar no Orçamento da União. . de 26-2-2001) . Deputados. e sua reestruturação. Motiva-nos a transformação da carreira de sanitarista em carreira exclusiva de Estado. e Srs. Presidente.1994. Convencido da gravidade da questão. POMPEO DE MATTOS (Bloco/PDT . Pela ordem. na superação de problemas afetos ao binômio saúde-doença da coletividade em seu meio ambiente natural e socioeconômico. mestres e doutores em saúde pública. enviei ao Tribunal de Contas do Estado um pedido de exame da minuta do Convênio. Os Prefeitos assumem todo o transporte escolar e nem ao menos sabem quanto vão receber. Exa que autorize a divulgação deste pronunciamento no programa A Voz do Brasil. mediante Inclusao na MP n 2.

que os bons propósitos muitas vezes são impedidos pelos maus. Venho dar satisfação a este nobre Plenário. Ex~ foram condescendentes com os erros que este Parlamentar praticou. competentes. peço a V. mas a instituição. E como corre em segredo de justiça. Vou andar de cabeça erguida!" Não por soberba ou arrogância. com a condescendência e a tolerância de V. idéias. jamais. tão atencioso e leal a um Deputado que presidiu esta Casa por quatro anos. aguardando a oportunidade para submeter a V. apreciaria imensamente que minha estréia nesta tribuna trouxesse. entretanto. porque o segredo de justiça deriva da lei. que significa cumprimento da lei.SP. honestidade e lealdade que sempre guiaram meus passos nesta Casa e na vida pública. honestos. trabalhador. em tempo algum. banalizamos tanto a idéia de cumprimento da lei que não nos apercebemos mais que o descumprimento dela. algumas sugestões ou. cometendo erros. Por isso. Gravamos pessoas. Verifiquei o quanto V. E corre normalmente em segredo de justiça. pacato. tão banalizadas estão as denúncias no País. O SR. porque a ordem jurídica está atenta ao fato de que em certas e determinadas relações familiares a honra das pessoas pode ser atingida. disse: "Não. Edisse: "Eu não vou andar de cabeça baixa na Câmara dos Deputados. retiramos autos onde correm . Não cada qual dos Deputados. MICHEL TEMER .se V. uma espécie de proposta positiva para o Brasil. jornal nenhum do País a divulgou". de alguma maneira. porque interessava-me falar sobre ele. agentes da lei. por conseqüência dessa demonstração da união estável. Afinal. ódios que não deveriam presidira reunião daqueles que representam um povo ordeiro. quando compareci à Executiva do partido. quando ouvi algumas afirmações pela televisão em debates havidos.Sr. disseram-me: "As denúncias. entrevista que concedi a repórteres do meu Estado. a tentativa de uma pensão alimentrcia. Venho tratar.064~2 QUlIlta-fcu'a 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS da nesse sentido e. episódi- Março de 200I os circunstanciais. Gravamos pessoas. e progresso. pensamentos. franco. todos probos. o Estado deveria ter condições de arcar com os seus. gera malefícios extraordinários ali adiante. não". tive de provocar o assunto.) . é difícil entender o que o Governo está fazendo com os recursos do Fundef. num primeiro momento. Até curiosamente. em entrevistas dadas. Presidente. Deputado Michel Temer. muitas vezes.Sr. Ex" que me permita manifestar-me da tribuna. ao lembrar que o Estado recebe o mesmo valor por aluno da rede estadual que os Municípios recebem pelo da rede municipal. como é do meu hábito. Fui. e Srs. Presidente. que serão repassados ao Estado. aconselhado por muitos a não me manifestar. e. Srs. E>r Mas fui surpreendido por matéria publicada nesse final de semana.Com muita honra. Ao contrário. nem mesmo o juiz pode autorizar sua quebra. Não me foi possível. corno é o brasileiro. em 2000. dois anos e meio. Ex" e dos colegas. pessoas que conviveram por dois anos. se me permitem expressão mais popular "está com as costas curtidas de tanto apanhar". disse: "Vou dar satisfação àqueles que em mim confiaram durante quatro anos".Presidente muito indiretamente atinge a Casa como instituição. corria em segredo de justiça. como sabem. Os colegas sabem a propósito de que venho à tribuna: em função de matéria publicada numa revista de grande circulação nacional que gera embaraços de maior monta. disputas momentâneas e ódios que nascem entre pessoas. Mas o fato é que. honesto. Eu a fiz repercutir na terça-feira. confesso. SrBs. Ex~ algumas considerações. Por isso. hoje assomo à tribuna. mas também por sentimentos pessoais. Os fatos políticos se precipitam de tal forma. Presidente. Assim. MiCHEL TEMER (PMDB . o Executivo encaminhou a emenda e a bancada destinou dois milhões de verbas federais para o transporte escolar. tendo em vista aspirações que tenho em São Paulo e. não e não. a classe política. E quando aqui me aconselharam a não usar da palavra. Afinal. pacífico. muitas vezes movidas pelo interesse nacional. No dia seguinte a ela. Disseram-me até que. PRESIDENTE (Aécio Neves) . Alem disso. que. no caso. mas pela transparência. nós.Presidente da Casa . E tomei ciência. como derivação do cumprimento da lei. o que atinge um ex. se as Prefeituras atendem seus alunos. Deputados.não presta. No meu caso. num país cujo lema é ordem. dessa petição. Sr. Confesso até que me estava preparando para tanto. estabelece-se o segredo de justiça. com segredo de justiça ou não. tentei gerar nesta Casa disputas entre Parlamentares. Deputados. de um caso familiar. como prestará a Casa? De alguma maneira. Ex~ me permitem mais uma expressão de menor nível . a matéria. praticando acertos. de resto. de uma ação onde se propôs a tentativa de demonstrar uma união estável entre duas pessoas. a reportagem não teve repercussão. como estou fazendo agora. por mais arriscado que seja dizer publicamente. quem sabe. O SR. se um ex. O SR. E sei que essa é a tônica da gestão de V. convenhamos. Pela ordemo Sem revisão do orador. afinal.

o processo já tinha ido para o arquivo. que havia proposto a ação. E verifiquei. mandei as pessoas examinarem esse fato. e esclareci todos os pontos.tive acesso à petição. na manhã de hoje. como conseqüência. também advogados. de maneira que houvesse modificações radicais. dia em que circula a revista. Parlamentares. ressaltando aspectos do segredo de justiça. verifico que os tenho. contatei o advogado Antônio Cláudio Mariz de Oliveira. Srs. Exa sabe e os colegas também que. que começou a trabalhar no domingo numa interpelação judicial em que pede explicações à litigante sobre tudo que ela alegou. fiquei estarrecido. não se atrevam! Comigo. O que aconteceu há três anos. Presidente. E. . a litigante estabelece que o seu ex-companheiro não vivia apenas dos modestos vencimentos que recebia na diretoria da empresa. E esta empresa. Se houver. entretanto. mas um segundo que ela houvera contratado. Apenas um veículo resolveu dar-lhe seqüência. como fez. Presidente? V. Sr. neste ponto. especialmente o advogado da litigante. ()Ulllta-íeira 22 064R3 Assim que o repórter me perguntou. que. mobilizou minha vida pública. Não o primeiro advogado. Srs. eu . Mais uma banalização do nosso sistema! Volto a dizer aos colegas Parlamentares que não vou vender minha alma para continuar na vida pública. fui indagado. não! E. sorrateira e covardemente deixados nos escaninhos das várias redações. E esse advogado acabou mantendo contato com colegas meus. Por isso. Quando tomei ciência desse fato . em face das minhas queixas. a revista. Mas é claro. disse a ele. Mas a partir daí. o Presidente da Câmara . onde. embora arquivada. E desistido e homologada a desistência. Vou tomar a liberdade de ler a declaração dessa senhora. agiu com lealdade. ao invés de ser ocupada partidariamente por vários partidos. Srs. é o patrimônio moral. e o dia de hoje. Só que esse patrimônio. a litigante já havia dela desistido há mais de um mês e meio. Ocorre. pois jamais tive ninguém que me auxiliasse nessa tarefa. a quem tentou alcançar a minha honra: comigo. sem padrinhos políticos. pelo repórter . Até compreendo. Parlamentares. que interesses . fazer uma declaração a respeito desses fatos. destruo minha vida pública. É por isso que estou aludindo a esse fato. com a graça de Deus. um grande patrimônio. Volto a dizer. Enlameia-se o nome de alguém que tem ao longo de quarenta anos. permitiu-me chegar. com a graça de Deus. para dizer que não estou violando. Portanto. cheguei. Presidente. e muitos.não sei de que natureza . porque um dos órgãos de comunicação me passou -. dissera que queria. O que fiz eu? Assim que saiu a matéria.fizeram com que a cópia dessa petição chegasse a todos os órgãos de comunicação do País. Sr. sendo que uma dessas modificações levou à Presidência da CODESP o nosso ilustre companheiro Deputado Wagner Rossi.portanto. porque nessa petição. repórter: se vier a ser publicado. a destruição desse patrimônio é o que mais interessa aos meus eventuais e possíveis inimigos. Sr. Amealhei ao longo dos meus quarenta anos de trabalho enorme e considerável patrimônio. eventualmente preocupada com as minhas afirmações referentes à queixa-crime. Antes a minha honorabilidade e. nos embates que tive nesta Casa. e acabei de receber há duas horas. Esclareci os pontos dos desacertos do passado e esses desacertos. mas tinha uma caixinha volumosa que derivava do fato de ele ter um padrinho político forte. passou a ser ocupada apenas por técnicos. minha vida pública. dizendo que ela. eu moverei imediatamente uma queixa-crime contra a autora da ação.no caso. no mesmo sábado em que saiu a revista em São Paulo. volto a dizer: o fato foi mencionado numa petição. de manhã. Efez. quando essa petição foi divulgada. em primeiro lugar. não! Comigo. o segredo de justiça. já que seria o primeiro a preservar o primado da lei. e achamos isso natural. realmente. Mas é claro que a essa altura eu mesmo me indagaria: mas e daí? Houve alegações da litigante no processo referente a sua participação. Srs. Parlamentares. porque os senhores sabem o que significa a publicação de uma matéria com este conteúdo". que. O que ocorreu entre o sábado. geradores de queixas minhas junto ao Governo. eu disse: "Eu sugiro que vocês antes investiguem se há efetivamente um envolvimento meu.Março de 2()()1 DIÁRIO OA CÂMARA DOS OEPUTADOS casos sob segredo de justiça. Essa interpelação foi protocolada no dia de ontem com vários quesitos que me darão espaço para formulação de uma queixa-crime. a pretexto de alcançar a pensão almejada. Eu que tinha a santa ingenuidade de imaginar que não tinha inimigos. naturalmente. todos se mobilizaram em torno desse assunto. como anunciei na aludida revista. porque antes me ouviu -. na verdade. Não vou mencionar o nome da litigante.e que havia até divisão de propinas. Parlamentares. tenho muito prestígio entre os advogados do meu Estado e do meu País.

timbre ou qualquer outra coisa. Srs. Logo no dia seguinte.064H4 QU1lJta-telra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS porque ainda tenho. ou dois dias depois. quando se utilizou do meu nome lá em Santos .. pelo que pude depreender. sem embargo da selva denuncista em que vivemos. O SR. etc. Devo esclarecer a Vossa Senhoria que jamais tive a intenção de ofender a sua honra pessoal ou política.A Casa quer ouvir o seu Presidente e o ouve com enorme atenção pelo tempo que V. porque estou preocupado comigo e com a instituição. sem identificação do remetente. deu-se há mais de um mês e meio. atual advogado dela.e que me motivou a pedir a desistência da ação proposta na 38 Vara da Família e das Sucessões de São Paulo. volto a dizer a V. que era o companheiro dela .fulano de tal. agradeço-lhe muito a sua tolerância. porque contratei novo advogado. a notificação feita por instrumento público. o que se vai fazer? E a revista acabou publicando. absolutamente. (Palmas. E esta desistência. Não há assinatura. não há dístico. Srs. datada de 21 de dezembro do ano 2000. Parlamentares.a resposta dessa interpelação judicial e. nada escrito. Sr. que fique a mácula de uma eventual desonra. etc. Exas. Ex8 que jamais eu cometerei essa impropriedade que estou cometendo aqui. compreendendo as razões da revista. tratei de destituí-los de imediato. então.. Então. o advogado sempre se faz acompanhar do próprio litigante. É um papel que poderia ter feito no meu escritório e mandado a quem eu quisesse. Deputados. Sr.chegaram-me às mãos. . eu era o Presidente da Câmara dos Deputados. Para não deixar dúvida em relação ao histórico contido na peça inicial daquela ação.. mas sim chegaram-me às mãos anonimamente. não sei o quê.claro que vou esperar ainda . tanto. Ex8 achar necessário. sem identificação do remetente. como não me impede nem me impedirá de vir a público para falar.. Presidente. Há uma sigla MT. em envelope fechado. mediante uma notificação. de nome José Manuel Paredes. Quero até revelar a minha surpresa em função da matéria publicada.Muito obrigado.é porque eu era "peixe grande". é uma folha datilografada. Entreguei os tais documentos aos meus ex-advogados para simples análise e não para serem utilizados. em envelope fechado.) O SR. e já a esta altura por via de consulta. ML. PRESIDENTE (Aécio Neves) . porque não quero. tais etantas possam ser as increpações que possam constar da peça inaugural. quando se trata de questão de família. Exas que espero . Mas mais do que isso. alguns pruridos éticos que me impedem de fazê-lo. Tenho aqui. mas não me impediu. quando a tiver. MICHEL TEMER . .se me permitem a expressão livre e entre aspas . Foi quando entrou em cena. pela Juíza. esclareço que os documentos mencionados nela não foram tirados do computador pessoal do meu ex companheiro fulano de tal.. que fique a mancha de que no passado eu tenha feito algo que desaprove a minha conduta. como foi dito -. Presidente.. Diz ela: . a qual eu não subscrevi. que menciona o seu nome como eventual favorecido de negócios que teriam ocorrido no porto de Santos-SP. trarei à tribuna da Câmara dos Deputados ou farei chegar a todos os Parlamentares. Março de 2001 Esse documento é apenas uma folha de papel em que se coloca o que quiser. MJ. Não faz sentido que uma instituição que deu a este modesto Deputado a Presidência desta Casa . uma notificação aos advogados destituindo-os do mandato que anteriormente lhes fora outorgado. o advogado José Manuel Paredes. venho à tribuna para dizer a V. . é fato jornalístico. já que não tinha certeza nenhuma da verdade do conteúdo e da sua origem.. Peço-lhe licença para dizer a V. anonimamente. Surpresa ao tomar conhecimento de que meus ex-advogados anexaram no processo os referidos documentos sem origem. 50%. sendo que inclusive já foi até homologada por sentença. E aqui eu devo dizer aos senhores colegas advogados que estão aqui que. que foi quem me fez entender a minha real situação jurídica com relação ao Sr. Diz ela: Tomei conhecimento da matéria publicada na revista "Veja" deste último Domingo. foi feita a certificação do cartório da citação dos senhores advogados.

V. ela nos dá o direito de nos indignarmos. Presidente Michel Temer . Presidente Michel Temer. prestigiado da Câmara dos Deputados e também pelo povo brasileiro. com a benemerência de V. Exa . pois V. Eu dizia. Portanto. Defender-me-ei. repito. se não revelar à saciedade a minha honorabilidade.alerto. senão da totalidade. sim. e todos os colegas que sabem como é esta questão do noticiário. (Palmas. peço a palavra pela ordem. V.) O SR. Isso seria dispensável. Sr. Presidente Michel Temer. mais do que isso.S~s e Srs. em todos os momentos em que se queira macular este Deputado e eventualmente esta Casa. Sr. Ex". um libelo em defesa daqueles que consideram que a atividade pública é. não. que agora nos assiste pela TV Câmara. Ex"s hão de compreender a minha manifestação. na caminhada que me trouxe à Presidência desta Casa. Eu não darei novos passos. sobretudo numa boa causa. dirijo-me ao ilustre Deputado Michel Temer. mas seria. da revista ou da pobre moça que simplesmente entregou dados a seu advogado. quando considerasse que ao fazê-Io estaria. Exa . de boa parte dos Parlamentares. Ex" pronuncia aqui. ao seu alto espírito público. não dela. Vou aqui ser brando ao classificar tal atitude de um veículo de imprensa como falta de cuidado e de preocupação investigativa maior. na nossa administração . . V. subterraneamente. Ex". extremamente rígida e firme na exigência do cumprimento do decoro parlamentar. afinal. Exa e de dizer que a Câmara dos Deputados do Brasil muito deve à sua dignidade. como todos os colegas aqui o fazem. em rápidas palavras. ele saiu. sorrateiramente. Muitas vezes. Certamente esse está longe de ser o caso de V. V. fizeram chegar a várias redações cópia de uma petição que . avaliados? Vamos fazê-los sob a via política. Ex". Exa e aos demais colegas. ex-Presidente desta Casa. Ex" ocupou este lugar por duas vezes consecutivas. que não é comum no meu gestual. ao contrário de uma defesa pessoal. enquanto este alguém não estiver maculado. ao mesmo tempo. Esta Casa já o conhece de longa data. Exatamente por ser digna. assim como V. na verdade. a mais digna de todas aquelas que podem ser exercidas por qualquer cidadão. que desde dezembro teve o seu mandato cassado.Mmço de 2001 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUrADOS por quatro anos fique maculada pela figura deste ex-Presidente. precisa de poucos advogados. vamos destruí-lo. V. Presidente. Deputados. que acredita na dignidade e na importância da vida pública. a seguinte oferta: V. de tê-lo sucedido na Presidência da Câmara dos Deputados. Não precisa contratar praticamente nenhum. Presidente. tentar transmitir algo que penso ser o sentimento. já sentado nesta cadeira honrada por quatro anos por V. mas. para não falar de outras motivações. Ex" faz aquilo que qualquer cidadão de bem faria. E todos se unem quando há uma agressão à instituição. e certamente por isso V. Sr. que esta Casa seria. Muito obrigado a V. do Presidente da Câmara dos Deputados. (Palmas. à sua compostura.não é nem a petição que está nos autos. Fizeram chegar a várias redações essa petição.) O SR. GEOVAN FREITAS . neste instante. Não obstante isso. o mais alto dentre todos que qualquer Parlamentar possa ter a perspectiva de ocupar. Presidente. um libelo em defesa desta instituição. como V. Há diferenças entre a petição dos autos e a distribuída. Ex" Mas eu. Presidente Michel Temer. com um nítido propósito: 'Vamos desmoralizar o Michel Temer. Exa foi vítima. mas dos inimigos que. mais do que isso. Tenho enorme orgulho. mais uma vez . não faz um pronunciamento em defesa pessoal. forte e corajosa na defesa de seus membros. Mas V. uma missão. Portanto. como gesto simbólico. defendendo a própria instituição Câmara dos Deputados. a falta de cuidado de setores da imprensa e a falta de preocupação investigativa. defender-se de forma franca e clara. aos seus pares. para. Exa tem. Há dados que devam ser analisados. Ex" -. Só há sentido estar na vida pública se pudermos cumprir uma tarefa. faça também algumas reflexões. Exa o faz. vem a público. para que ele não pense em dar novos passos". PRESIDENTE (Aécio Neves) . pela benesse dos seus colegas. mas não vamos alcançar a honra de alguém. exercitando a democracia de forma ímpar entre Oposição e Situação. . como esta. (Palmas. como depois de eleito. a partir deste instante.não diferente do que foi na de V. neste momento. na verdade. permite que a Câmara dos Deputados.repito -. antes de atender a qualquer solicitação de questão de ordem. porque.Sr. talvez um pouco indignada. na prática. Presidente Aécio Neves. Ex" os tem à vontade. na minha fala. têm sido fatais para algumas carreiras políticas.) V. tenho o dever de ser solidário a V. A minha indignação deriva da injustiça. Exa. QUlI1ta-leira 22 06485 Deputado Michel Temer. neste instante. a Procuradoria da Câmara dos Deputados como mais um instrumento a ser usado na defesa de um mandato legitimamente constituído. receba.

Ministro priori e aqui . não à 't b' d Procuradoria. objetivamente. Sem revisão do orado~. imprensa. Quero. mas à Corregedoria da Casa a M UI o o nga O. O SR. semelhante e iniciais iguais. s~gundo tes~~munho de V. Exa. c.Sr. MILTON TEMER (PT . MILTON TEM~R . faça os investimentos que a população preocupado com esse litígio conjugal. Não adianta transformar a Na minha região. dramática. e examinara. . para alem da questao fundamental que do País. Exa a palavra. Tenho certeza de que é uma sugestão que está Sras.profunda do assunto. O SR. E~ que a Mesa. estenda. Inves proteja baseada nas investigações feitas pela O SR. da Casa não foi o que se assumiu por solidariedade tambe~ podera receber representaçao. Disse S. de maneira assistir mortes e outras vítimas em virtude de buracos correta. dizer que vivemos conjuntura política e desleixos.tana qu~ minha Cl. do Rio de Janeiro.e é o jurista quem nos vai garantir isto -. Exa na última sessão sido tomadas no campo jurídico. Exa. mas antes de V. não apenas desta Casa.menos freqüentes do que comigo. Exa que o que O SR. Presidente. por VI. exaoportuno. Uma série de fatos está ocorrendo em O Ministério dos Transportes tem deixado a diversas áreas. Sr. já deve ter visto erros em jornal . o sudoeste goiano. curiosamente. defende. origem étnica. Exa foi por quatro necessano.xa que uma parte somente nao determIna. Corregedoria de que não há fundamento algum nas O SR. Jornal do Brasil. O Presidente Michel Temer. em primeiro lugar.Sr. ao cessar o período de chuvas apenas fundados na palavra de um aparte.) . tenha sido mantido por conta O SR. pela imprensa. Eliseu Padilha que.Sr: Presiden~e. MILTON TEMER . temos sobrenome mente S. proponho a. t'Igaçao . Exa A Mesa decidirá sempre que achar foi Presidente há dez anos.Tem V. Esse erro foi cometido.06486 Qumta-lclra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 O SR. Questão de da indicação do então Presidente da Câmara. de Temer lembra-se disso. louvar a iniciativa do ~grad~ce a V. PRESIDENTE (Aécio Neves) . Ex a con!ribuição.? Deputado Michel desejar quanto à preservação das rodovias federais Temer que. essa sugestao. Não sei as formas espera há muitos anos. há três imprensa em ré a priori. Faço isso olhando o da qual Juntos participamos. relatório final da emenda que liquidava com a O SR. que tem partes. Sem revisão do orador. Temer temos nos empenhado na defesa das Seria importante que isso fosse conduzido até instituições. Exa não papel de V.Sr. Não estou existentes. mas a todos nós. É fundamendefender as instituições republicanas. PreSidente. para que a Casa o . S. não raro o tal que isso ocorra. Presidente. acusações de que o diretor dessa empresa em Santos. meu lado particular. sobretudo quanto às solicitamente há dois meses. por uma clara razão. dizendo que o Exa a palavra.GO. PRESIDENTE (Aécio Neves) . Além dente Michel Temer sempre defendeu. E ocorre com ele acontece com a instituição.ORDEM DO DIA várias vezes.) . Eu. acusado de atos lesivos. S.A Mesa a Quero.uestao de acordo com os preceitos constitucionais que o Preside ordem tivesse sucedido a Intervençao d o · . E. Parlamentar tem a obrigação de atacar a Casa e M't b' d mostrar que não é o espírito corporativo que nos UI o o nga o. Presidente. no tempo pública sua posição sobre algo divulgado pela oportuno. E. até para com eqüidade para todos os Deputados. porque. Solicito ao Sr. O Deputado Michel tomamos conhecimento hoje.. Eu já vi primeira página do DEPUTADOS: r . Temer. quero acidente dramático em rodovia federal que vitimou proteger não apenas a instituição.RJ. a importantes rodovias federais. tações de V. o tem feito em tempo extremamente Algumas iniciativas fundamentais já deveriam ter breve. que não este ano.erta~ente com Presidente Michel Temer de vir ao microfone tornar Intençao que e de tod~s nos. PRESIDENTE (Aécio Neves) . anos Presidente desta Casa. ordem. gos.Tem V. para não continuarmos a pelas quais foi feito tal acordo. Então. Mas.Exa já tomou como providência. em ~empo ?p0. Presidente. Não temos o direito de dizer. Sr. Pela previdência pública era de autoria do Deputado Milton ordem. e Srs. Eu e o Deputado Michel elabora ou Julga o processo. Presidente Michel Temer. ~abe perf~itade algo em comum. peço a palavra para uma questao ordem. seu nome era muito maior. Creio nao ser justa ao Presidente Michel Temer. Faço sugestão ao Deputado. PRESIDENTE (Aécio Neves) . quase vinte pessoas.Claro. GEOVAN FREITAS (PMDB . corrigidos os desmandos e falhas houve tipo algum de investigação. ~eputados.!1uno. S. até porque a projeção do PRESENTES OS SEGUINTES SRS. o comportamento correto lembr? a V.

Benedito Dias PPB Eduardo Seabra PTB PSoB/PTB Anivaldo Vale PSOB PSOB/PTB Asdrubal Bentes PMoB Babá PT Gerson Peres PPB Giovanni Queiroz PDT PDT/PPS Haroldo Bezerra PSDB PSDB/PTB Nicias Ribeiro PSDB PSDB/PTB Paulo Rocha PT Renildo Leal PTB PSDB/PTB Socorro Gomes PCdoB PSB/PCDOB Vic Pires Franco PFL PFUPST Arthur Virgílio PSDB PSDB/PTB Atila Lins PFL PFUPST Euler Ribeiro PFL PFUPST Francisco Garcia PFL PFUPST Silas Câmara PTB PSDB/PTB RORAIMA Presentes de Roraima :3 AMAPÁ Presentes de Amapá : 3 PARÁ Presentes de Pará: 11 AMAZONAS Presentes de Amazonas : 5 .Março de 2001 DIÁRIO DA ('ÁMARA DOS DEPUrADOS Quinta-feira 22 06487 Partido Bloco Airton Cascavel PPS PDT/PPS Luis Barbosa PFL PFUPST Robério Araújo PL PUPSL Badu Picanço PSDB PSOB/PTB or.

06488 QUlLlta-tima 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPurADOS Marçu de 200\ Partido Bloco Agnaldo Muniz PPS PDT/PPS Eurípedes Miranda PDT PDT/PPS Nilton Capixaba PTB PSDB/PTB IIdefonço Cordeiro PFL PFUPST João Tota PPB José Aleksandro PSL Marcos Afonso PT Zila Bezerra PTB PSDB/PTB Antônio Jorge PTB PSDB/PTB Igor Avelino PMDB João Ribeiro PFL PFUPST Kátia Abreu PFL PFUPST Osvaldo Reis PMDB Paulo Mourão PSDB RONDONJA Presentes de ROI1donia : 3 ACRE PUPSL Presentes de Acre : 5 TOCANTINS PSDB/PTB Presentes de Tocantins : 6 MARANHÃO Antonio Joaquim Araújo PPB Cesar Bandeira PFL Eliseu Moura PPB Gastão Vieira PMDB João Castelo PSDB PSDB/PTB José Antonio Almeida PSB PSB/PCOOB Neiva Moreira PDT PDT/PPS Nice Lobão PFL PFUPST Pedro Fernandes PFL PFUPST Remi Trinta PST PFUPST Presentes de Maranhão : 10 PFUPST .

Sá PSDB PSDB/PTB Ciro Nogueira PFL PFUPST Heráclito Fortes PFL PFUPST João Henrique PMDB Marcelo Castro PMDB Mussa Demes PFL PFUPST Paes Landim PFL PFUPST Themístocles Sampaio PMDB Wellington Dias PT CEARÁ PSDB/PTB PSB/PCDOB Presentes de Ceará: 17 PIAuí Presentes de Piauí : 10 RIO GRANDE DO NORTE Ana Catarina PMDB Iberê Ferreira PPB Salomão Gurgel PDT Presentes de Rio Grande do Norte : 3 PDT/PPS 06489 .Marçn de 20n 1 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Quinta-feira 22 Partido Bloco Adolfo Marinho PSDB PSDB/PTB Aníbal Gomes PMDB Chiquinho Feitosa PSDB Eunício Oliveira PMDB Inácio Arruda PCdoB José Unhares PPB José Pimentel PT Léo Alcãntara PSDB PSDB/PTB Manoel Salviano PSDB PSDB/PTB Marcelo Teixeira PMDB Mauro Benevides PMDB Moroni Torgan PFL PFUPST Nelson Otoch PSDB PSDB/PTB Pinheiro Landim PMDB Raimundo Gomes de Matos PSDB PSDB/PTB Sérgio Novais PSB PSB/PCDOB Ubiratan Aguiar PSDB PSDB/PTB Atila Lira PSDB PSDB/PTB B.

06490 Qumta-ttma 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Partido Março de 2001 Bloco PARA{BA Armando Abílio PSDB PSDB/PTB Carlos Dunga PTB PSDB/PTB Damião Feliciano PMDB Efraim Morais PFL Enivaldo Ribeiro PPB Wilson Braga PFL PFUPST Carlos Batata PSDB PSDB/PTB Clementino Coelho PPS PDT/PPS Eduardo Campos PSB PSB/PCDOB PFUPST Presentes de Paraíba : 6 PERNAMBUCO Fernando Ferro PT Gonzaga Patriota PSB PSB/PCDOB Inocêncio Oliveira PFL PFUPST Joaquim Francisco PFL PFUPST Joel De Hollanda PFL PFUPST José Chaves PMDB Luciano Bivar PSL PUPSL Luiz Piauhylino PSDB PSDB/PTB Maurílio Ferreira Lima PMDB Pedro Corrêa PPB Pedro Eugênio PPS PDTIPPS Ricardo Fiuza PFl PFUPST Salatiel Carvalho PMDB Presentes de Pernambuco : 16 ALAGOAS Augusto Farias PPB Divaldo Suruagy PST PFUPST Givaldo Canmbão PSB PSB/PCDOB Heleníldo Ribeiro PSDB PSOB/PTB Luiz Dantas PST PFUPST Regis Cavalcante PPS PDT/PPS Augusto Franco PSOB PSDB/PTB Ivan Paixão PPS PDT/PPS Jorge Alberto PMDB Tânia Soares PCdoB Presentes de Alagoas :6 SERGIPE Presentes de Sergipe : 4 PSB/PCDOB .

Mar~'o de 20(J I DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUrADOS Qumta-letra 22 06491 Partido Bloco Ariston Andrade PFL PFLlPST Claudio Cajado PFL PFLlPST Coriolano Sales PMDB Eujácio Simões PL PUPSL Félix Mendonça PTB PSDB/PTB Francistônio Pinto PFL PFUPST Geddel Vieira Lima PMDB Haroldo Lima PCdoS PSB/PCOOB Jaime Fernandes PFL PFUPST Jaques Wagner PT José Carlos Aleluia PFL José Lourenço PMDB Jutahy Junior PSOB Luiz Alberto PT Luiz Moreira PFL PFUPST Milton Barbosa PFL PFLlPST Nelson Pellegrino PT Nilo Coelho PSOB PSDB/PTB Paulo Braga PFL PFLlPST Paulo Magalhães PFL PFUPST Pedro Irujo PFL PFUPST Saulo Pedrosa PSDS PSDB/PTB Ursicino Queiroz PFL PFUPST Waldir Pires PT BAHIA Presentes de Bahia : 24 PFUPST PSDB/PTB .

06492 Qumta-feira 22 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU fADOS Partido Bloco Aécio Neves PSDB PSDB/PTB Antônio do Valle PMDB Bonifácio de Andrada PSDB PSDB/PTB Cabo Júlio PL PUPSL Carlos Mosconi PSDB PSDB/PTB Cleuber Carneiro PFL PFUPST Custódio Mattos PSDB PSDB/PTB Danilo de Castro PSDB PSDB/PTB Eduardo Barbosa PSDB PSDB/PTB Elias Murad PSDB PSDB/PTB Eliseu Resende PFL PFUPST Gilmar Machado PT Hélio Costa PMDB Herculano Anghinetti PPB João Magalhães PMDB João Magno PT José Militão PSDB PSDB/PTB Lael Varella PFL PFUPST Marcos Uma PMDB Maria do Carmo Lara PT Maria Lúcia PMDB Mário Assad Júnior PFL Mário de Oliveira PMDB Mauro Lopes PMDB Narcio Rodrigues PSDB Nilmário Miranda PT Odelmoleão PPB Olimpio Pires PDr PDT/PPS Osmânlo Pereira PSDB PSDB/PTB Paulo Delgado PT Philemon Rodngues PL Romel Anizio PPB Saraiva Felipe PMDB Saulo Coelho PSDB PSDB/PTB Sérgio Miranda PCdoB PSB/PCDOB Silas Brasileiro PMDB Virgflio Guimarães PT MINAS GERAIS Presentes de Minas Gerais: 37 PFUPST PSDB/PTB PUPSL .

Março de 2(JO I ))IÁRIO DA CÂMARA DOS UEI'IrIADOS Partido Qumta-teira 22 (J64Y3 Bloco EspíRITO SANTO João Coser PT José Carlos Elias PTS PSDB/PTB José Carlos Fonseca Jr. PFL PFUPST Marcus Vicente PSDB PSDB/PTB Max Mauro PTB PSDB/PTB Ricardo Ferraço PSDB PSDB/PTB Rita Camata PMDB Presentes de Espírito Santo : 7 Partido Bloco RIO DE JANEIRO Alexandre Cardoso PSB PSB/PCDOB Alexandre Santos PSDB PSDB/PTB Almerinda de Carvalho PFL PFLlPST Arolde de Oliveira PFL PFLlPST PLlPSL Bispo Rodrigues PL Carlos Santana PT Cornélio Ribeiro PSB PSB/PCDOB Or. Helena PSDB PSDB/PTB Eber Silva PST PFLlPST Fernando Gonçalves PTB PSDB/PTB lédio Rosa PSB PSB/PCDOB Itamar Serpa PSDB PSDB/PTB Jair BoIsonaro PPB Jandira Feghali PCdoB João Mendes PMDB PSB/PCDOB João Sampaio PDT Jorge Bittar PT José Egydlo PL Laura Carneiro PFL PFLlPST Luisinho PST PFUPST Luiz Ribeiro PSDB PSOB/PTB Luiz Sérgio PT Milton Temer PT Minam Reid PSB PSB/PCDOB Miro Teixeira PDT PDT/PPS PDT/PPS PL/PSL Paulo Baltazar PSB PSB/PCDOB Paulo Feij6 PSDB PSDB/PTB Roberto Jefferson PTB PSOB/PTB Rodrigo Maia PTB PSDB/PTB Ronaldo Cezar Coelho PSDB PSDB/PTB Rubeln Medina PFL PFUPST Simão Sesslm PPB Valdeci Paiva PSL PUPSL Vivaldo Barbosa PDT PDT/PPS Wanderley Martins PSB PSBIPCDOB Presentes de Rio de Janeiro :35 .

06494 Quinta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 Partido Bloco André Benassi PSDB PSDB/PTB Antonio Carlos Pannunzio PSDB PSDB/PTB Arnaldo Faria de Sá PPB Arnaldo Madeira PSDB Ary Kara PPB Bispo Wanderval PL PUPSL Clovis Volpi PSDB PSDB/PTB Corauci Sobrinho PFL PFUPST Delfim Netto PPB Or. Hélio POT POT/PPS Ouilio Pisaneschi PTB PSDB/PTB Emerson Kapaz PPS PDT/PPS SÃO PAULO Fernando Zuppo S.Part. Gilberto Kassab PFL Iara Bernardi PT Ivan Valente PT PSDB/PTB PFUPST Jair Meneguelli PT João Eduardo Dado PMOB Jose Coimbra PTB José Dirceu PT José Genoíno PT José Roberto Batochio PDT PDT/PPS JulIo Semeghini PSOB PSDB/PTB Kincas Mattos PSB PSB/PCOOB Lamartine PoseUa PMDB LUCiano Zica PT Luiz Eduardo Greenhalgh PT Luiza Erundína PSB Marcelo Barbieri PMDB Marcos Cintra PFL Michel Temer PMDB Milton Monti PMDB Nelson Marquezelli PTB PSDB/PTB Neuton Lima PFL PFUPST Paulo Kobayashi PSDB PSDB/PTB Professor Luizinho PT Ricardo Berzoini PT Ricardo Izar PMDB Robson Tuma PFL PFLlPST Rubens Furlan PPS PDT/PPS PSDB/PTB PSB/PCOOB PFUPST .

Março de 2001 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS QUInta-lima 22 Olí495 Partido Bloco Salvador Zimbaldi PSDB PSDB/PTB Sampaio Dória PSDB PSOB/PTB Teima de Souza PT Valdemar Costa Neto PL Wagner Rossi PMOB Wagner Salustiano PPB Xico Graziano PSDB PSDB/PTB Zulaiê Cobra PSDB PSDB/PTB Celcita Pinheiro PFL PFUPST Lino Rossi PSDB PSDB/PTB Ricarte de Freitas PSDB PSDB/PTB Agnelo Queiroz pedoS PSB/PCDOB Alberto Fraga PMDB Geraldo Magela PT Jorge Pinheiro PMOB Maria Abadia PSDS Pedro Celso PT SÃO PAULO PUPSL Presentes de São Paulo : 48 MATO GROSSO Presentes de Mato Grosso : 3 DISTRITO FEDERAL PSOB/PTB Presentes de Distrito Federal : 6 GOIÃS PSB/PCDOB Aldo Arantes PCdoB Euler Morais PMOB Geovan Freitas PMDB lidia Quinan PSDB PSDB/PTB Lúcia Vânia PSDB PSDB/PTB Nair Xavier Lobo PMDB Norberto Teixeira PMDB Pedro Chaves PMOB VilmarRocha PFL Presentes de Goiás : 9 PFUPST .

Rosinha PT Flávio Arns PSDB Gustavo Fruet PMDB Hermes Parcianello PMDB Iris Simões PTB PSDB/PTB Ivanio Guerra PFL PFUPST José Borba PMDB Luciano Pizzatto PFL PFUPST Luiz Carlos Hauly PSDB PSDB/PTB Márcio Matos PTS PSDB/PTB Moacir Micheletto PMDB Nelson Meurer PPB Osmar Serraglio PMDB Padre Roque PT Rubens Bueno PPS PDT/PPS Santos Filho PFL PFUPST Werner Wanderer PFL PFUPST Presentes de Paraná : 20 PSDB/PTB .06496 QUlIlta-lima 22 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS Partido Marçu de 200 I Bloco MATO GROSSO DO SUL Manoel Vitório PT PT Marçal Filho PMDB Nelson Trad PTB PSDB/PTB Pedro Pedrossian PFL PFUPST Waldemir Moka PMDB João Grandão Presentes de Mato Grosso do Sul : 6 PARANÁ Affonso Camargo PFL PFUPST Airton Roveda PSDB PSDB/PTB Alex Canziani PSDB PSDB/PTB Dr.

Março de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Quinta-íclra 22 Partido Bloco Antônio Carlos Konder Reis PFL PFUPST Carlito Merss PT Edinho Bez PMDB Edison Andrino PMDB Eni Voltolini PPB Fernando Coruja PDT João Matos PMDB Luci Choinacki PT Paulo Gouvêa PFL PFUPST Pedro Bittencourt PFL PFUPST Renato Vianna PMOB Serafim Venzon POT PDT/PPS Vicente Caropreso PSDB PSDB/PTB SANTA CATARINA PDT1PPS Presentes de Santa Catarina: 13 RIO GRANDE DO SUL Adão Pretto PT Airton Dipp PDT PDT1PPS Alceu Collares POT PDT1PPS Augusto Nardes PPB Cezar Schirmer PMDB Clovis IIgenfritz PT Darcisio Perondi PMOB Edir Oliveira PTB PSDB/PTB Enio Bacci PDT PDT/PPS Esther Grossi PT Ezidio Pinheiro PSB Fetter Júnior PPB Henrique Fontana PT Marcos Rolim PT Mendes Ribeiro Filho PMDB Nelson Marchezan PSOB Orlando Desconsi PT Paulo José Gouvêa PL PUPSL Pompeo de Mattos PDT PDT/PPS Telmo Kirst PPB Presentes de Rio Grande do Sul : 20 PSB/PCDOB PSDB/PTB U6497 .

Várias requerimentos de urgência foram aprovados entre os anos de 1994 e 1998.Tem V. fiz consulta à Mesa a respeito. proposição que verse sobre matéria de relevante e inadiável interesse nacional. § 2°. 154 não existem. Diz o art. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. além de outros quatorze. o art. Presidente. cuja tramitação em regime de urgência foi aprovada em 1995. Vice-Líder do PPB.06498 Quinta-feIra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS o SR. em Março de 2001 24 de agosto de 1993. de 15 de abril de 1994. poderemos apreciar outro requerimento de urgência. 155. 154. Cito. antes do encaminhamento. por exemplo. aprovado pela maioria absoluta dos Deputados. O SR.Sr. e a Lei n° 8. descumprindo o § 2° do art. em razão de requerimento aprovado pelo Plenário. em 21 de março de 2001. Exa . PRESIDENTE (Aécio Neves) . várias outras foram aprovadas e se encontram prontas para serem deliberadas em Plenário. diz que: Estando em tramitação duas matérias em regime de urgência. Vice-Líder do Bloco Par1amentar PSDBlPTB. no qual as restrições constantes do art. Roberto Argenta. Assinam: Inocêncio Oliveira. Gerson Peres. de 24 de julho de 1991. submeto à votação essa matéria. ainda que iniciada a sessão em que for apresentada. Presidente. não se votará outro. Exa para esta diferença extremamente relevante: estamos votando requerimento de urgência urgentíssima. Exa a palavra. PRESIDENTE (Aécio Neves) . Dessa forma. do Regimento Interno. e 2. Jutahy Junior. de 1994. de autoria do Poder Executivo. portanto. 154 do Regimento Interno: Art. Exa .1 % para o financiamento do benefício previdenciário de aposentadoria especial.881. 155. PRESIDENTE (Aécio Neves) . O SR. Havendo mais de dois requerimentos de urgência aprovados e várias projetos prontos para serem apreciados em Plenário. PRESIDENTE (Aécio Neves) . que altera a Lei n° 8. Fernando Gonçalves. § 2° Estando em tramitação duas matérias em regime de urgência. de 2001. 154 do Regimento Interno? O SR. ou de Líderes que representem este número. Sala das Sessões. Sem revisão do orador.5% do faturamento para a Seguridade Social e 0. O SR. que tomarei a liberdade de ler para V. PRESIDENTE (Aécio Neves) - A lista de presença registra o comparecimento de 336 Senhores Deputados. Tenho aqui os dados e vou deixá-los à disposição da Mesa.Sr. Requeremos. cuja urgência foi aprovada em 1994. sem a restrição contida no § 2° do artigo antecedente. o art. ARNALDO FARIA DE SÁ . em razão de requerimento aprovado pelo Plenário. está inscrito o ilustre Deputado Arnaldo Faria de Sá. Questão de ordem. e o mérito do projeto não veio ainda a Plenário para ser apreciado.154 . O SR. mas não tiveram o mérito votado. ARNALDO FARIA DE SÁ (PPB-SP. Líder do PMDB. O SR. urgência para apreciação do Projeto de Lei n° 3.A Mesa responderá à questão de ordem de V. Geddel Vieira Lima. Chamo a atenção de V. Além de haver mais de quarenta matérias com regime de urgência aprovado.Vai-se passar à apreciação da matéria que está sobre a mesa e da constante da Ordem do Dia. 155: Art. sem mérito apreciado. Sr. Presidente. há mais de sete anos a urgência foi aprovada.870. determinando que ela passe a contribuir com 2. Portanto. Exa Diz o § 2° do art.Matéria sobre a mesa: REQUERIMENTO Senhor Presidente. 155 do Regimento Interno.) . O SR.792/90. PHS. Temos 43 urgências aprovadas sem que tenha sido apreciado o mérito. que equipara a agroindústria à empresa rural. Este não é um requerimento de urgência. PRESIDENTE (Aécio Neves) . . não se votará outro.212.998. a requerimento da maioria absoluta da composição da Câmara. Poderá ser incluída automaticamente na Ordem do Dia para discussão e votação imediata. os Projetos n~ 4.957. faço questão de ordem a V. inclusive a do PL n° 4.Para encaminhar contra a matéria. nos termos do art. que tem como base. Líder do Bloco Parlamentar PSDB/PTB.

ARNALDO FARIA DE SÁ (PPB-SP.Sr. Pela ordem. O SR. que diz o seguinte: "Pela aprovação do projeto". PRESIDENTE (Efraim Morais) . Presidente. na condição de Presidente da Câmara dos Deputados e em nome dos Parlamentares. PRESIDENTE (Aécio Neves) . Ora. votar somente o requerimento de urgência hoje. ARNALDO FARIA DE SÁ . não se trata do conjunto das centrais sllldicais. uma Comissão. O SR. a não ser com apoiamento. a CUT não está junto. e Srs. pode tramitar em regime de urgência sem passar. O SR. tenho adotado a posição regimental de tentar obstar a aprovação dos requerimentos de urgência. mas na semana que vem. Expliquei que há mais de quarenta requerimentos de urgência aprovados. O Sr. juridicidade e boa técnica legislativa".Tem V. Sr. O que acontece atualmente? O Presidente designa como Relator de Plenário qualquer Deputado. Presidente. Chama para proferir parecer pela Comissão de mérito outro Deputado. esclareço que o PT é contrário. apresentei em rápidas pinceladas o porquê da minha posição contrária. Sr. O SR. 10 Vice-Presidente. deixa a cadeira da presidência. quero justificar minha ausência desta Presidência por alguns instantes. Presidente. Sras.Sr. Presidente. PROFESSOR LUIZINHO (PT .SP. temos de ter um pouco mais de responsabilidade. PRESIDENTE (Efraim Morais) . Ex" que consulte os demais Líderes. ou seja. tem a palavra Quinta-lima 22 06499 nobre Deputado Arnaldo Faria de Sá. respeitosamente informo a V. peço a palavra pela ordem. sem conhecer o texto do projeto. que vem apresentar à Casa o resultado do acordo que possibilitará o pagamento da correção do FGTS aos trabalhadores brasileiros. que. pelo menos. O SR.) . a quem cumprimento pelo gesto. Ex". sem que o mérito da matéria tenha sido apreciado. que é ocupada pelo Sr. a me curvar diante da decisão de aprovar o requerimento. PROFESSOR LUIZINHO . Parece-me que havia concordância entre os Srs.Está acolhido o requerimento de V. Deputados. faz a seguinte declaração: "Pela constitucionalidade. a Ex a palavra. Deputado Efraim Morais. pela Comissão de Constituição e Justiça e de Redação. o conjunto das centrais sindicais. Presidente. já não se pode mais emendá-lo. pelo menos. mas a votação do requerimento de urgência foi adiada. PRESIDENTE (Efraim Morais) . por cinco minutos. Presidente. Assumirá a Presidência o 10 Vice-Presidente. Líderes. Sem revisão do orador) . muito menos urgência urgentíssima. Efraim Morais. Vou receber.Antes de conceder a palavra ao Deputado Professor Luizinho. Por isso. O SR. Então. Presidente. o que aguardamos há algum tempo. Quem quiser pode ter acesso aos dados que me foram fornecidos pela Secretaria da Mesa.A Mesa espera que haja entendimento entre as Lideranças. Outro detalhe extremamente importante: a Mesa Diretora da Casa deveria definir que o projeto. Aécio Neves.Sr. 155. qual era a urgência se o requerimento foi aprovado em 1993 e até hoje. Por isso. a mais importante.Para encaminhar contrariamente à matéria. porque várias urgências que citei foram aprovadas com base no art. A partir do momento em que um grupo de Líderes se reúne e decide aprovar a tramitação em regime de urgência de um projeto.Março UI. em 2001. Se o projeto não tiver sido analisado O .) 200l IJlÁRlO DA ('ÀMARA DOS DEPU fADOS O SR. Na questão de ordem que fiz anteriormente. caso seja requerida urgência para a tramitação de um projeto que já tiver passado por. Exa que vou recorrer dessa decisão à Comissão de Constituição e Justiça e de Redação. Ora. sem o mérito. em hipótese alguma. PRESIDENTE (Aécio Neves) . O SR. até que se firme novamente o acordo de ontem. Eles revelam que há urgências aprovadas desde 1993. Muitas das matérias estão prontas para serem votadas e não vêm a Plenário. independentemente da votação do mérito da matéria. o mérito não foi votado? Será que existia realmente urgência naquela época? Acredito que não. devemos respeitar e valorizar o trabalho das Comissões. Estou disposto. já havia dito ontem que só concordaríamos com a votação desses dois requerimentos de urgência se houvesse acordo entre o Líder do Governo e os demais Líderes partidários no sentido de não iniciarmos a discussão e a votação do mérito dos projetos nesta semana. Sem revisão do orador. O SR. Deveríamos tomar uma decisão. pois o projeto até hoje não foi apreciado pelo Plenário.Sr. solicito a V. sou contra a votação do requerimento de urgência. Sr. Presidente. sem que o mérito tenha sido apreciado.

Sem revisão do orador. Líderes. Sras. Será que há alguma coisa escondida nessa urgência.volto a ressaltar . mas não foi suficientemente debatido em todas as Comissões. Pela ordem. ninguém pode votar um projeto sem ter conhecimento integral. Como tal. Se já existe urgência c. ODELMO LEÃO . que não concordem com minha posição. O motivo é simples: iniciamos na manhã de hoje. E os Deputados vão continuar a ser desrespeitados enquanto não se insubordinarem contra as decisões do Colégio de Líderes. O SR. faço um apelo às Lideranças desta Casa.Tem V. peço a palavra pela ordem.Sr. com o amparo do Regimento Interno. conseqüentemente.06500 QUInta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS por nenhuma Comissão. Destaco. Isso tem que acabar. com a bancada rural da Comissão de Agricultura. está procedendo de forma irresponsável. um desrespeito total com o Parlamentar. É bis in idem. Sem revisão do orador. tranqüilidade na comercialização. O SR. BISPO RODRIGUES (Bloco/PL . Parlamentares. Se houver votação. 30. Se já existe a urgência. fazendo de conta que os Parlamentares vão atrás. trata de diminuir a alíquota de 20% para 2. Pergunto: qual era a urgência no momento em que foi votado o requerimento se depois a matéria fica nos escaninhos. uma vez que já existe a urgência constitucional.onstitucional. porque aprovar urgência regimental? E um absurdo. o Partido Liberal também é a favor de que se adie a votação da urgência. Parlamentares. ainda que muitos me considerem um chato. vamos votar contra. Portanto. para um projeto que tem urgência constitucional. chamar à responsabilidade o conjunto desta Casa. não precisa tramitar em regime de urgência regimental. continuarei sendo assim.A Presidência consulta os Srs. Ex a palavra. atenção. por exemplo. Portanto. e acabou. No caso de votarmos a urgência e em seguida o mérito. Acompanham simplesmente ~ orientação que está no painel. esta não é uma fábrica de salsicha. PRESIDENTE (Efraim Morais) . sem conhecer o parecer das assessorias técnicas legislativas. por conseqüência. ninguém pode estudá-Ia ou ter um conhecimento orientado? Temos assessoria para quê? Ela está aqui para estudar se a matéria tem viabilidade ou não. em que as empresas adquirentes. O SR. Esta é a proposta do PPB. o consumidor e o Governo brasileiro dando o poder de competitividade de que agricultura precisa para enfrentar o MERCOSUL e os demais mercados globalizados.5%. ODELMO LEÃO (PPB . Esse é um dos parágrafos cuja redação precisamos melhorar.para a agricultura brasileira. Ora. inclusive à nobre Relatora. Por isso. e Srs. O SR.Sr.RJ. Não podemos simplesmente deixar mais de quarenta projetos em regime de urgência sem apreciação. depois de discutir melhor esta importante matéria . porque outra urgência? Não sei qual é o interesse. não podemos. Presidente. Sras. que tão bem tem trabalhado nesta matéria para que retiremos essa urgência da votação de hoje'. para termos uma lei que assegure ao agricultorbrasileiro a venda da mercadoria e. e Srs. Presidente. dar urgência reg imental.Sr. mas basta verificar o avulso: o projeto foi remetido à urgência prevista no texto constitucional. Por isso. A urgência constituci~nal é mais forte e vai expirar na próxima semana. Vim para esta Casa acompanhar o que está sendo votado. Março de 2001 achando que sou impertinente. A grande maioria talvez não tenha percebido isso. A matéria que está sendo discutida agora tem um agravante: o prazo da urgência constitucional vai expirar na próxima semana. porque entendo ser essa a única possibilidade de o Parlamentar. apelo para o Líder Arnaldo Madeira e demais Líderes desta Casa no sentido de que possamos retirar essa urgência e votá-Ia na próxima semana. per se. muitos não saberão o que estão votando como às vezes ocorre. uma discussão sobre essa importante matéria para a pecuária brasileira. a ~ .) . um faz-de-conta. consumidoras. projeto favorecendo a agroindústria. que tem de ser aprovada rapidamente.MG. é uma Casa de Leis. Presidente. Ela precisa ser melhor estudada e analisada para que possamos votar conscientemente. PRESIDENTE (Efraim Morais) . não sei qual é o objetivo. porque alguns pontos precisam ser melhor analisados. continuarei brigando. pois se trata de matéria que vai privilegiar a agricultura brasileira e. E um passa-moleque. E esta Casa. o art. aguardando momento oportuno de ser incluída na Ordem do Dia? Não há urgência alguma. O . consignatárias ou cooperativas ficam sub-rogadas das obrigações do seguro daí para a frente na transação comercial. sou contra a urgência regimental. Deputada Katia Abreu. O SR. lamentavelmente. que faz o que quer e o que bem entende.) . ainda que sozinho.

Sem revisão do orador. PRESIDENTE (Efraim Morais) . INOCÊNCIO OLIVEIRA (Bloco/PFL PE. faço uma comunicação urgente. PRESIDENTE (Efraim Morais) Concedo a palavra ao Líder do PT. tem a palavra o Deputado Marcondes Gadelha. Portanto.RS. estupros. O SR.Sr. a matéria é da maior importância. pedimos que se adie. O SR. a bancada do PMDB está pronta para votar o projeto.Março de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU lADOS Queremos debatê-lo melhor. verificamos agora que a criminalidade chegou a um estágio até então insuspeitado pelo mais paranóico dos videntes: bandidos organizados politicamente em uma estrutura hierarquizada. para que se discuta. evidentemente aplaudo a decisão da sua retirada de pauta. JOÃO ALMEIDA (Bloco/PSDB . que se refere à luta do homem do campo. Deputado João Almeida. Os níveis de violência no Brasil ultrapassaram todos os limites do tolerável e depõem contra os nossos foros de nação civilizada. pois há renúncia fiscal sem prévia compensação. o mérito. estimula a geração de indústrias no campo. Quanto mais a empresa empregar. O SR.Sr. PROFESSOR LUIZINHO (PT . PRESIDENTE (Efraim Morais) . e seria prudente que tivéssemos mais tempo para debater o projeto em questão. tem extraordinário mérito. prejuízo algum pela sua retirada da pauta de hoje. estou de acordo com a retirada da votação da urgência. Hoje é moderno que o campo produza. O SR. No Quinta-feira 22 0 06501 entanto.SP. O SR. senão. O SR. Impressionados já com a onda de crimes bárbaros. por delegação da Liderança do PFL. PRESIDENTE (Efraim Morais) . Já fez os estudos necessários e já apresentou emendas. O SR. e a Casa precisa enfrentar o assunto e tomar uma decisão. Presidente. Presidente. Presidente. que aproveite seus produtos na geração de produtos secundários e terciários. Portanto. Sem revisão do orador. estimula a geração de empregos no campo. creio que este projeto já foi muito discutido. O SR. inclusive com a geração de emprego e renda.Como vota o Bloco Parlamentar PDT/PPS? (Pausa.Com a palavra o Deputado Inocêncio Oliveira. latrocínios. Por isso. EDUARDO CAMPOS (Bloco/PSB . Presidente. Conhecemos a realidade da Previdência nacional. Presidente da Federação da Agricultura do Estado do Tocantins.Sr. Convém acumular mais discussão. Sem revisão do orador.Sr. é uma das grandes especialistas em assuntos concernentes à agricultura. como 1 Vice-Líder da bancada. quanto mais registrar. Mas temos a compreensão de que neste momento seria oportuno retirar o projeto da pauta. O SR.Pela ordem.Com a palavra o Líder do PSDB. O PFL também concorda com a retirada para a votação da urgência.Sr. sendo que pode voltar na próxima semana com as contribuições que querem aduzir alguns Líderes importantes desta Casa.PE. Presidente. A Relatora. Líderes. possivelmente. estimule o emprego no campo e a geração de agroindústrias num setor tão fundamental para o País. votaremos contra a urgência. Portanto. Presidente. MENDES RIBEIRO FILHO (PMDB .) Como houve entendimento dos Srs. no entanto. Afinal. a bancada do PSB tem todo o interesse em discutir esta matéria. o PMDB não se opõe à retirada do regime de urgência e à volta do projeto à pauta quando entenderem as Lideranças ser o momento oportuno. relevante e inadiável. Pela ordem. pague ao INSS. Sem revisão do orador.) . concordamos com a retirada da urgência.) . nos demais Estados. Sem revisão do orador. PRESIDENTE (Efraim Morais) . O importante desse projeto é o bônus que se dá de 50% por empregado. O SR. até porque a reunião do partido ocorrerá na próxima semana. Sem revisão do orador. O SR. inclusive. nobre Deputada Katia Abreu.) . articulada em todo o Estado de São Paulo e. . PRESIDENTE (Efraim Morais) . está retirado de pauta o requerimento. nobre Deputado OdeImo Leão.) . Pela ordem.) . É. Ficamos com o Líder do PPB. em seguida. para que possamos discutir até mesmo o fato de o projeto ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal. vai fazer com que o campo saia da clandestinidade. sobretudo porque equipara a agroindústria. se vote a urgência na próxima terça-feira e. somos favoráveis à retirada da urgência neste momento.Tem a palavra o Deputado Eduardo Campos. é um projeto que mexe com a vida de milhões de cidadãos brasileiros que trabalham nesta Nação. Não vejo. MARCONDES GADELHA (Bloco/PFL PB. também um dos grandes especialistas no assunto. e conhece a informalidade da relação no campo. O SR. de ofício. aumentando seus recursos. O projeto está pronto.) . é de boa qualidade.BA.Sr. assaltos.

) . Sem revisão do orador. Presidente. O SR. seriam feitos os encaminhamentos contrários. O Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil responde pela visão de segmentos importantes da sociedade civil. Nagashi Furukawa. Secretário de Administração Penitenciária. Sras. semana passada. para tanto. ARNALDO FARIA DE SÁ . pois. de acordo com o art.524. possa apresentar os argumentos contrários. Sr. Ex" como autoridade máxima no assunto e da necessidade de maiores informações sobre o Plano Nacional de Segurança. apropriam-se das prisões. estamos encaminhando agora a V. Secretário de Segurança Pública de São Paulo. Vice-líder do Bloco Parlamentar. vivenciando uma crise que preocupa o País inteiro. segundo o Regimento. nos termos do art. posteriormente. Se a Mesa for dar oportunidade aos encaminhamentos a favor. nos termos do art. ARNALDO FARIA DE SÁ (PPB . para que este Plenário seja transformado em Comissão Geral no sentido de discutirmos apenas violência e segurança pública durante uma tarde inteira. Por essa razão.Sr. PRESIDENTE (Efraim Morais) . que vai criar centro de prestação de serviço. urgência para apreciação do Projeto de Lei n° 3. Presidente. Então. que corresponde praticamente à regulamentação da emenda constitucional da reforma administrativa. Sem revisão do orador. 192. esse projeto. Dr. Dr. se aprovarmos este projeto. além de fazer significar o interesse. E. sendo. Deputado Arnaldo Faria de Sá. repetindo os argumentos utilizados anteriormente. e Srs. O SR. Dr. Exa terá a palavra. Sr. O SR. eis o requerimento que entrego a V. Líder do PSDB. Assinaram: Aécio Neves. com manifestações de variadas fontes. de 2000. confiáveis e rápidas à população. estaremos abrindo outro precedente: quaisquer outras atividades funcionais poderão ter centros prestadores de serviços. Pela ordem. convidados os Srs. peço a palavra pela ordem.Sobre a mesa o seguinte requerimento: Março de 2001 Sr. entendo que matéria desta importância não pode ser votada pelo Plenário sem o parecer da Comissão de Constituição e Justiça e de Redação. PRESIDENTE (Efraim Morais) Concedo a palavra ao Sr. O SR. Os Secretários citados são responsáveis pela área de segurança e política carcerária do Estado mais desenvolvido. Ministro da Justiça. Presidente.) . ARNALDO FARIA DE SÁ (PPB . Fernando Coruja. O SR. § 8°. 91 do Regimento Interno. e dá outras providências". na verdade.SP. o requerimento é de urgência e só cabe encaminhamento contrário. o empenho e o envolvimento pleno da instituição parlamentar na busca de soluções. José Gregori. O requerimento já está formalizado com 175 assinaturas e diz respeito a esta necessidade inadiável de pormos cobro a essa situação. O convite ao Sr. O SR. Permitimos que o HFA contratasse mais de mil funcionários num novo sistema de contratação. requeiro. encaminhamentos contrários. Teoricamente. Ministro da Justiça parte do reconhecimento de S. . Ex" requerimento. e Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil. As rebeliões programadas com sessões dominicais e macabras são a parte apenas visível deste universo paralelo. com eles medindo forças. O SR. Marco Vinício Petrelluzzi.Sr.Nobre Deputado Arnaldo Faria de Sá. depois. Permite uma análise multidisciplinar e percuciente da matéria. V. para que a sessão plenária da Câmara dos Deputados de 27 de março de 2001 seja transformada em Comissão Geral para discussão do problema da violência e da segurança pública.CPS. 155 do Regimento Interno. PRESIDENTE (Efraim Morais) . PRESIDENTE (Efraim Morais) . é continuidade do que foi votado nesta Casa. para encaminhar contra. Rubens Approbato Machado. Presidente. Inocêncio Oliveira. Líder do PT. Exa a palavra. 31 de outubro de 2000. A data assinalada dá idéia da premência dos fatos e da imperiosa necessidade de dar respostas consistentes. Muito obrigado. Exa . indago à Mesa se os encaminhamentos a favor não são feitos antes.Tem V. controlam-nas com mão de ferro e leis próprias e se contrapõem aos sistemas da ordem. assim deveria ser e. com a apelação de ser necessário para a saúde do HFA. A transformação do Plenário em Comissão Geral implica a compreensão de que toda a sociedade que representamos está desafiada e dá a idéia da dimensão e abrangência do problema. eficiência e disciplina. que "dispõe sobre a qualificação dos órgãos e das entidades do Ministério da Defesa como Centro de Prestação de Serviços . Ou. então. Presidente.Sr. haveria apenas. Brasília. Presidente.SP. Deputados.06502 Quinta-telra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS reagem em bloco. solicito que sejam feitos em primeiro lugar para que eu.

da mais alta relevância. no mérito. para que a aprovemos rapidamente. principalmente. respeitando-se a Lei n° 8. já que existem Parlamentares contra. Mas. com interregno de tempo para apreciação do mérito. O SR. é uma matéria de muita importância. quando criamos os novos cargos para o Hospital das Forças Armadas. e gostaria que tivesse sido apreciada pela Comissão de Constituição e Justiça. porque se resolve tudo na hora. da maior amplitude. O SR.) . criando um centro prestador de É claro que sua função principal não é a prestação desses serviços. adequar o chamado contrato de gestão do administrador público. os centros prestadores de serviço. questão essa que trata da regulamentação da reforma administrativa.e ouso afirmar que iremos aprovar. PRESIDENTE (Efraim Morais) .Mauro de 2001 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS Qumta-Itdra 22 06:'03 Portanto. para que possamos. vou apresentar projeto de resolução dispensando os assessores técnicos legislativos. chamei a atenção para o fato de que. o precedente será pior ainda. Sem revisão do orador. como também o são todos os assessores técnicos legislativos. quando falo em assessor. estaremos dando um passo no escuro.Como votam os Srs. sem ouvirmos as assessorias técnicas legislativas. será o fim do serviço público. ao apreciar sua constitucionalidade e sua juridicidade. serviços da Aeronáutica e da Marinha fora de situações de adestramento e de preparo militar possam fazer contratos de gestão com a administração pública para prestação de serviços. já está no seu patamar mais baixo. como também poderemos fazer algumas emendas de ajuste para fornecer às Forças Armadas alguns recursos para seu reequipamento. levado que foi pelo Executivo. Líderes? . Iremos aprovar um projeto . Isso é responsabilidade da Câmara dos Deputados. porque. A matéria é da mais alta importância. Batalhões de Engenharia e de Construção. em Plenário.Em votação o requerimento. então. meu encaminhamento é contra essa urgência. quero desejar votos de pronto restabelecimento a um dos maiores assessores desta Casa. para que então saibamos efetivamente o que está sendo apreciado. negociar com o Governo uma ou duas emendas e. A votação deverá ser nominal. Lamentavelmente. O SR. para que eles possam exercitar sua função. Na verdade. abrindo um parêntese. Envio-lhe votos de pronto restabelecimento e digo-lhe que é importante. Presidente. Se votarmos a urgência agora. Não precisaremos mais ter assessores. Efetivamente.666. Mas. a aprovação da urgência desse projeto é da maior importância. estaremos decidindo uma questão da maior relevância. dizendo que o funcionário público não dá conta do recado. O pior é que não dá ao funcionalismo condições. admitindo-se a urgência. porque serão universalizados. PRESIDENTE (Efraim Morais) . Por isso. o serviço público. agora. e. se a Casa ficar aprovando urgência em cima de urgência e decidindo aprovar aumento. meios e equipamentos para trabalhar e depois faz uma contratação terceirizada. chamo a atenção. Então. Isso vai baratear algumas obras. estávamos abrindo um perigoso precedente. E. Semana passada. Somos ou não Parlamentares? Estamos aqui para votar ou simplesmente para dizer amém? Estamos aqui para votar com consciência e com responsabilidade.Sr. de maneira geral. seja Prefeito ou Governador. e abrir-se-á. Esse projeto é importante porque permite que. no âmbito da administração pública. esse projeto rapidamente virá ao Plenário e serão nomeados um Relator de Plenário para a CCJ e um Relator de Plenário para a Comissão de mérito. que poderá abrir um precedente mais grave ainda do que o que abriu na semana passada ao apelo da saúde. JOSÉ GENOíNO (PT . aos serviços prestados pelas Forças Armadas. o Assessor da Liderança do PDT Ricardo Zarattini Filho. que há sete anos não dá nenhum tipo de reajuste salarial. uma continuidade do que foi aprovado quando da votação relativa ao HFA. por exemplo. Neste caso. então. Presidente. regulamentando a reforma administrativa. estaremos renegando a nossa condição. que foi submetido a uma cirurgia. é a minha preocupação. esta Casa está deixando passar isso sem perceber o grande dano que está sendo causado à máquina administrativa do Estado.SP. é uma matéria que gostaria fosse discutida ao menos pela Comissão de Constituição e Justiça. E. Ora. não podemos desperdiçar a serviço. aí. o projeto deve tramitar no seu curso normal ou. como é algo acessório ou auxiliar. uma expectativa de que esses centros prestadores de serviço sejam aplicados para quaisquer atividades do setor público. Sr. porque a grande maioria não está nem preocupada com o que está sendo discutido e o que está sendo votado -.

no mérito. o Partido Liberal vai encaminhar o voto "sim" para a urgência. BISPO RODRIGUES (Bloco/PL . Sem revisão do orador. Sem revisão do orador. E não é recente.Sr. Devemos tomar como exemplo também o debate que acontece em relação à PETROBRAS.) .PE. suprimento. Presidente. antes de encaminhar pelo PDT sobre a urgência desse projeto. ODELMO LEÃO (PPB . Sem revisão do orador. Já discutimos este projeto.Sr. creio que este projeto é muito moderno. Presidente. Presidente. Sr. A prática do regime de urgência e de urgência urgentíssima é ruim e está impedindo a discussão de projetos. Presidente. o PMDB vota "sim". Sr. o PDT vota favoravelmente à urgência.666. para que possa ter uma relação de prestação de serviços com o conjunto da administração pública. é um projeto moderno que vem ao encontro daquilo que votamos aqui e que desejamos para o País: a modernidade das suas instituições públicas. Sr. Por exemplo: atendimento médico-hospitalar.) .SP. HÉLIO . que vem do ano passado. O SR. encaminhamos contra a urgência e contra o mérito se o projeto permanecer da forma em que está.Sr. o PPS vota "sim".) .) .300 funcionários para esse hospital. deixa a cadeira da presidência. O SR.Sr. O SR.) . O SR. entendemos que a relação de algumas unidades militares que prestam esses serviços com o Estado é boa inclusive para algumas instituições da administração pública.Como votam os demais Líderes? O SR.MG. cultura. Efraim Morais. Presidente. após o acidente que ocorreu com a P-36. através de contratos. Sem revisão do orador. mereceriam apreciação mais cuidadosa nas Comissões para receber aperfeiçoamento e contribuições.Sr.) . Presidente. INOCÊNCIO OLIVEIRA (Bloco/PFL PE. acabam neste .Sr. gostaria de solidarizar-me com o povo de São Caetano do Sul. ao contrário. que é ocupada pelo Sr. MENDES RIBEIRO FILHO (PMDB . o PPB vota "sim".Sr. vamos negociar com o Governo algumas emendas. Diante desses argumentos.BA. Presidente. Essa argumentação sobre o Hospital das Forças Armadas contestamos aqui há cerca de dois ou três meses. sem aperfeiçoá-lo. aprovando esse projeto em regime de urgência. embora tenha um posicionamento crítico em relação ao mérito desse projeto. estar abrindo aqui uma enorme avenida para a terceirização naquele Ministério. principalmente as relacionadas com a Lei n° 8. por isso mesmo. que tem parte de seus serviços terceirizados. Sem revisão do orador.06504 QUlIlta-ítma 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS possibilidade de pagar um preço mais barato às unidades militares pela prestação desses serviços. O SR. PRESIDENTE (Aécio Neves) . Presidente. Aécio Neves. O SR. É importante dar condições ao Ministério da Defesa. JOÃO ALMEIDA (Bloco/PSDB . no Ministério da Defesa. a queda do telhado de um hipermercado. Por isso. DR. EDUARDO CAMPOS (Bloco/PSB . Sem revisão do orador. o Sr. Ele permite que o Poder Executivo possa determinar que. O SR. temos a compreensão de que essa medida pode ser simplesmente uma forma de postergar concursos públicos para esse segmento do setor público. DA. sofre com um grave acidente. pesquisa. sobretudo quando vivenciamos a situação da PETROBRAS. PRESIDENTE (Aécio Neves) . O SR. Presidente.PR. Presidente. São projetos de grande mérito e. Presidente. Sem revisão do orador.Sr.Tem V. Presidente. mas. quando da votação do projeto que permitia a contratação de 1. em relação à terceirização naquela empresa. Pela ordem. Exa a palavra.RJ. tem algumas mudanças que irá propor. peço a palavra pela ordem.) . RUBENS BUENO (Bloco/PPS . O SR. 10 Vice-Presidente. mas nos causa preocupação a possibilidade de. início de sessão legislativa é bom momento para revermos algumas práticas que não estão sendo adequadamente conduzidas nesta Casa. Sem revisão do orador) . que. neste momento. HÉLIO (Bloco/PDT . São Paulo. Presidente. ensino. mas. o Bloco PSB/PCdoB entende que esse projeto carece de maior debate. votamos a favor da urgência. Manjo de 2001 O SR. Sr. No mérito.Sr. desenvolvimento e tantas outras atividades que não são específicas das Forças Armadas. o Partido da Frente Liberal vota "sim" à urgência e votará "sim" quando discutirmos o mérito. Várias pessoas feridas estão sendo atendidas nos hospitais públicos e privados da região. Por isso. algumas funções auxiliares sejam consideradas centros de atendimento ou contrato de gestão.RS. Presidente.

Parlamentar P-36 AFUNDA NA BACIA DE CAMPOS (12h) . e manifesto minha solidariedade às famílias dos mortos e a toda a família Petrobrás". todos os Parlamentares receberam nota da assessoria de imprensa da PETROBRAS. Sr. dia 15-3. . a fim de ter início a votação pelo sistema eletrônico. a fim de evitar essa enxurrada de urgências urgentíssimas no Plenário. Líderes a retomarem a pauta de deliberação nas Comissões Permanentes.V. Apelamos para V. mas com mais segurança aos seus funcionários. no final da manhã de hoje. afetada por três explosões na madrugada de quinta-feira. que promovem perda de qualidade na apreciação das matérias. A plataforma P-36 afundou às 10 horas da manhã de hoje depois de várias horas de expectativa das equipes de resgate. O tempo. A P-36. O PSDB vota "sim". O SR. O SR. NOTA A QUE SE REFERE O ORADOR Exmo Sr. os trabalhos haviam sido interrompidos por causa de uma brusca movimentação da plataforma. Todas as ações mitigadoras deste afloramento estão contempladas no plano. O PSDB vota a favor da urgência urgentíssima neste caso. dispõe de nove embarcações com técnicos e equipamentos. Por quê isso? Porque as Comissões não deliberam.o que deixou a todos consternados . que Quinta-icira 22 06S0S defende o fortalecimento da PETROBRAS. o afundamento da plataforma P-36. Era o que tinha a dizer. solicitamos a V. A preocupação da companhia agora é com o possível vazamento de óleo e diesel na Bacia de Campos. José Coutinho Barbosa. deixando a pauta para depois ou para nunca. peço a palavra pela ordem. PRESIDENTE (Aécio Neves) . Presidente.200. Presidente. Exa a transcrição nos Anais da Casa desta nota. na Bacia de Campos. PRESIDENTE (Aécio Neves) .20-3-2001 O presidente da Petrobrás Philippe Reichstul comunicou oficialmente. Eles vão supervisionar os trabalhos e também dar apoio às famílias dos desaparecidos. tendo em vista que o Presidente da PETROBRAS viajou para Macaé para dar assistência às famílias dos acidentados e falecidos . Sem revisão do orador. O SR.) . o Governo encaminha o voto "sim". Nas Comissões há também o instrumento do regime de urgência.A Presidência solicita aos Srs.SP. Presidente. ARNALDO MADEIRA (Bloco/PSDB . já que foi um dos assuntos de sua campanha. no sentido de que convoque os Srs. em urgência urgentíssima.Como vota o Governo? O SR.000 litros de óleo diesel nos tanques da P-36 e 300. e depois desemboca tudo neste Plenário.Sr. o PSB. Queiram seguir a orientação do visor de cada posto. Exa a palavra. tinha melhorado hoje de manhã e os técnicos aguardavam condições de segurança para fazer novas abordagens.000 litros de óleo nos dutos entre os poços e a plataforma. O SR. O Plano de Contigência Ambiental. Sem revisão do orador. que forçou o afastamento das 19 embarcações que estavam próximas. Ex'" será atendido. PRESIDENTE (Aécio Neves) . O SR. acompanhado do diretor de Exploração e Produção. Exa .RJ. O presidente lamentou especialmente o fato de se tornar muito mais difícil agora o resgate dos corpos dos nove empregados desaparecidos no acidente: "Sinto-me frustrado. de luto com essa tragédia humana. Aproveito também a oportunidade para solicitar a transcrição da nota do nosso partido. que desde os primeiros momentos do acidente já havia sido mobilizado.Sr. O presidente Philippe Reichstul viaja no começo da tarde para Macaé. PRESIDENTE (Aécio Neves) .e também para acompanhar o trabalho de vazamento de óleo diesel no local. mas o esquema montado na área é suficiente para evitar danos ambientais. Jamais participei de reunião de Comissão em que se invoca o instrumento da urgência.) . IÉDIO ROSA (Bloco/PSB . Por volta das duas horas da madrugada. Deputados que tomem os seus lugares.Março de 2001 DiÁRIO DA CÁMARA DOS DEPU lADOS Plenário. não suportou a entrada de mais água em seus compartimentos e afundou.Tem V. IÉDIO ROSA . na qual a empresa procura explicar a causa do afundamento da Plataforma P-36 na Bacia de Campos. Presidente. no entanto. haja vista que convocam consecutivamente sessões de audiência pública e outras. Pela ordem. O SR. Havia 1.Sr. Está iniciada a votação.

como o caso do Córrego dos Meninos. O SR. que culminou na cnaçao da Petrobrás e na instituição do monopólio estatal do petróleo no Brasil. Chefe do Escritório da Petrobrás em Brasília.Sr. mas exige mais transparência na apuração do acidente com o acompanhamento das sindicâncias pelo Congresso Nacional.e prevençao de aCidentes. PRESIDENTE (Aécio Neves) . que mora em Santo André. o ~S.SP. O Deputado Duilio Pisaneschi. As freqüentes enchentes. entidades representativas dos trabalhadores. O SR.Tem V. a chuva causou desabamento do teto de um supermercado.João Leal Neto. A opção da empresa foi colocar em risco a vida de seus funcionários. Os Deputados Ivan Valente e Jair Meneguelli.que há vinte feridos. Não é a primeira vez que isso acontece. de mortes de trabalhadores. deveria ?O Marçu de 2001 começar investindo na segurança dos funcionários da Petrobrás e dos demais trabalhadores brasileiros. peço a palavra pela ordem.06506 QUJl1ta-feira 22 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS A comissão encarregada de investigar o acidente terá 30 dias para se pronunciar.) . O PSB defende o fortalecimento da Petrobrás. Ao que tudo indica.morrerc:m nas plataformas de exploraçao e outras Instalaçoes da Petrobrás no Brasil. solidarizamo-nos com os moradores da cidade de São Caetano.B lamen~a a ~onvuls8:0 de uma e~presa ~rasllelra respeitada Internaclonalme~te.para que tragédias como essa não se repitam. Deixo minha solidariedade à população de São Caetano do Sul. O que salvou a vida das centenas de pessoas. o nobre Deputado Dr. IVAN VALENTE (PT . Ainda mais quando lembramos que o Partido Soci?lista ~artiCjpo~. com grand~ consterna. de São Caetano. foram as prateleiras que armazenam alimentos e produtos à . notícias de um violento temporal que se abateu sobre a cidade.SP.Sr. mais de 80 tr~balhadores . Sem revisão do orador. da campa~ha "O Petroleo e Nosso. informa-nos .Tem V. Graças a Deus parece-me que por enquanto não houve mortes. peço a palavra pela ordem. Hoje. A empresa fez pouco caso das denúncias dos sindicatos dos petroleiros e dos engenheiros da Petrobrás sobre o risco da contratação indiscriminada de mão-de-obra terceirizada. aplicar mais recursos no setor social e no bem-estar da população . O afundamento da P-36 demonstra a falta de inv~stimentos da comp~nhia n~ manutenç~o. Essa tragédia não pode ser usada para denegrir a imagem da Petrobrás junto à opinião pública como pretendem os oportunistas que querem a privatização da empresa.çao. como pion~iro. Trata-se de antigas empresas metalúrgicas que passaram a ser usadas para outro tipo de atividade certamente sem adequação da estrutura nem planejamento. Nos ultlmos tres anos. O SR. Sem revisão do orador. prejuízo financeiro e dos riscos_de desastre ecologlco. nos próximos dois anos. Fazem parte da comissão representantes da empresa. da CIPA e da Coordenação de Pós-Graduação e Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro-Coppe. Chega de desastres ecológicos. também da região do ABC. Pela ordem. Presidente. . PSB defende fortalecimento da Petrobrás e mais segur~nça par~ ~uncioná~io~ O Partido Soclah~ta Bra~llelro acompanhou. têm causado desaparecimentos e mortes. e este Deputado.corno apregoa -. o aClde~te na ~Iataforma da Petrobras P-36. O SR. Hélio pronunciou-se anteriormente desta tribuna sobre este assunto. IVAN VALENTE . Gostaria de aproveitar a oportunidade para informar que a maioria das fábricas das cidades se têm transformado em supermercados. tomando providências para punir os responsáveis pelo acidente na P-36 . Para dar seqüência à política irracional de redução de custos e aumento da produção. Exa a palavra. acabamos de receber. PreSidente. a Petrobrás também diminuiu em quase 50% o número de empregados nos últimos 10 anos. dos e~U1pamentos. deixando inúmeros feridos. uma tromba-d'água deixou o Município de São Caetano inundado e causou o desabamento do teto de um hipermercado. Assessoria de Imprensa da Petrobrás .Sr. não solucionadas. diretamente de São Caetano do Sul. . ' . Presidente.) . Pela ordem.como o Deputado Ivan Valente já havia feito . O SR. Se o governo Fernando Henrique Cardoso pretende realmente.Sr. PROFESSOR LUIZINHO (PT . a Ex a palavra. Alem da perda Irreparavel de 10 vida~. O SR. sem o treinamento necessário. autoridades do Ministério Público. PRESIDENTE (Aécio Neves) . ' Da tribuna da Câmara dos Deputados. cidade vizinha estamos muito preocupados. do Ministério do Meio Ambiente e da imprensa. PROFESSOR LUIZINHO . Presidente. deixando vinte feridos leves. de acordo com as informações que recebemos. O quadro de funcionários passou de 60 mil no início da década de 90 para 35 mil em 2001.

em todos os segmentos do setor: cargas. solicito sejam tomadas providência nesse sentido. peço a palavra pela ordem.Sr. Esses índios estão abandonados. Denunciamos esses fatos em nome dessas entidades. Presidente.PE.Sr. O SR. Quero cumprimentar também o Dr.) . urbano e interurbano. SFS. Sr. quero cumprimentar o Dr. PRESIDENTE (Aécio Neves) .MG. Exa a palavra.Sr.SC. Presidente. apresentei durante a sessão requerimento a V. sas pela reeleição. Antes de mais nada. LUCIANO BIVAR . Exa para alterar o despacho de tramitação do Projeto de Lei n° 3.Sr. redundando em maior pobreza para o País. Valter Boscatto. Segundo relatam os índios. Pela ordem. quero aproveitar a oportunidade para manifestar o repúdio do PSL ao acordo. desejo fazer uma denúncia amparada num documento que vem do CIMI de Rio do Sul e do Conselho de Missão dos índios das Igrejas Cristãs. O SR. NEUTON LIMA (Bloco/PFL . Exa a palavra. Pela ordem. Sem revisão do orador. Homenageamos S. os agressores estavam armados e usavam coletes da Polícia Militar. Ex8 a palavra. de cujo resultado tomei conhecimento de forma oficiosa. aos feridos e suas famílias. Presidente. Exa a palavra. porque ele só vai contribuir para o aumento do desemprego e da informalidade e para prejudicar cada vez mais a classe produtora. PRESIDENTE (Aécio Neves) . Pela ordem. autônomos. alguns índios foram agredidos pela Polícia Militar. Deputados. O SR. PAULO DELGADO (PT .Sr. trabalham e contribuem muito para o aprimoramento do setor de transportes em nosso País.. mais uma vez. desejando-lhes sucesso e êxito à frente dessas instituições que.) . repito. PRESIDENTE (Aécio Neves) . fazemos este registro e avisamos ao Ministro da Justiça que é melhor acelerar esse processo antes que haja mais violência e mortes na região. Presidente.Sr. Sem revisão da oradora.944. no sentido de aumentar a contribuição do FGTS de 8% para 9%. aeroviário.Tem V. O SR. peço a palavra pela ordem.Tem V. Presidente.A Mesa solidariza-se com V.Tem V. Presidente. no ano passado. Eles Qult1ta-feira 22 06507 faziam seu percurso normal quando foram atropelados com violência por carros da empresa Manoel Marcheti Ltda. O SR. No dia 12 de março deste ano. queremos deixar nossa solidariedade ao povo de São Caetano do Sul. O SR. Quero fazer um apelo aos Parlamentares para que repudiem cabalmente a mensagem que vier do Poder Executivo. Elas impediram que os artigos caíssem diretamente sobre os consumidores que estavam lá no momento. apesar de há muitos anos o Governo haver prometido resolver o problema. que agora tem cadeira cativa na confederação como 10 Vice-Presidente. sem dúvida.Março de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS venda. Sr. Flávio Benatti. A SRA. PAULO DELGADO . peço a palavra pela ordem. .Tem V.) . Pela ordem.Sr. Presidente. que se apossou de terras indígenas. O PSL é radicalmente contra esse acordo. Ex8 e com as vítimas dessa enchente. A SRA. NEUTON LIMA . e também o Dr. Essa é uma luta histórica. O SR. hoje em tomo de 32%. E aquela empresa. Muito obrigado. Presidente. em especial no Estado de São Paulo. entidade que reúne todas as federações do Brasil. Clésio Andrade. a maior do mundo. por entender que o mérito desse projeto exige que haja audiência na Comissão de Seguridade Social e Família. LUCIANO BIVAR (Bloco/PSL . reeleito na manhã de hoje Presidente da Confederação Nacional dos Transportes. Lembro o caso de Itaim. Sem revisão do orador. PRESIDENTE (Aécio Neves) .Sr. O SR. LUCI CHOINACKI (PT . LUCI CHOINACKI . Presidente. Presidente. peço a palavra pela ordem. O SR.SP.) .Fundação Museu do Transporte. uma vez que não é a primeira vez que ocorre desabamento de supermercado em São Paulo. Presidente. transporte ferroviário. pedindo ao Ministro da Justiça ação imediata de demarcação das terras dos índios La Klãnõ Xoklen na região de José Boiteux e também solução para o problema dos agricultores. feito entre as centrais sindicais e o Governo. O SR. Muito obrigado. PRESIDENTE (Aécio Neves) . Não se admite mais aumentar a carga tributária. Presidente da FUMTRAN . apossou-se de terras indígenas. queremos que o serviço especializado do Município inspecione as condições em que foram instalados esses empreendimentos. O SR. Sem revisão do orador. Sr. e Srs. que causou mortes. De modo que.

É o que p e ç o . é bom que nem tudo possa ser classificado ou estar submetido à taxonomia derivada das normas tradicionais que regem a profissionalização das atividades no âmbito das organizações internacionais de trabalho. todos eles acalentam neste momento. escritor e poeta. deve o projeto ser também analisado mais profundamente pela Comissão de Seguridade Social e Família. cidade do ABC paulista. MARCOS AFONSO . O SR. especialmente pelo sentimento de esperança que. Por isso.t0ne . é uma modalidade terapêutica tradicionalmente exercida após processo ch~~ado de ''formação''. Por isso. Presidente. peço a palavra pela ordem. a O SR. Por isso. peço a palavra pela ordem. tais como a . Sras e Srs. Srs e Srs. com orgulho. além da Comissão de Trabalho. Héli~ Melo. DUILlO PISANESCHI (Bloco/PTB . Pela ordem. PRESIDENTE (Aécio Neves) .Sr. MARCOS AFONSO (PT . ARV KARA .Tem V. além de músico. por trabalhar com singularidade a tecnlca da luz em seus quadros. destacou-se na pintura. a Ex a palavra. causando ferimentos em mais de vinte pessoas. posição defendida inclusive e principalmente pelo fundador da disciplina. existem alguns consensos éticos. Exa pelo passamento dessa importante figura da história. . de submeter a es~a. a toda a população da cidade e especialmente aos familiares dos feridos.Sr. Além do que. ' . Deputados. a Amazônia perdeu um dos seus filhos prediletos. o que necessariamente não se faz exclusivamente pela consolidação formal de profissões. Pela ordem. Presidente. Muito obrigado.Sr. O SR.Tem V. Sem revisão do orador. Muito obrigado.Tem V. Esse é felizmente. quero aproveitar este momento para solidarizar-me com São Caetano do Sul.SP. Sr. Dadas as impropriedade contidas no projeto. desejamos aqui expressar. mas tenho certeza de que a memória de Hélio Melo ficará marcada na história de resistência dos povos da floresta. notadamente por juntar a técnica do primitivismo com o realismo fantástico. peço que V. Teve seus trabalhos reconhecidos não somente em âmbito nacional. um documento que representa seu verdadeiro atestado . Nao e uma proflssao médica. não apenas da região amazônica. graças ao artista. O SR. Presidente. ARV KARA (PPB . Presidente.) . óleos e produtos oriundos de plantas e árvores da floresta amazônica. Exa defira este requerimento que faço e peça audiência à Comissão de Seguridade Social e Família. O SR. Pronuncia o seguinte discurso. Pela ordem. a atribuição ao Ministério da Educação da função de diplomarão e estabelecimento de currículo e inúmeras atribuições técnicas da área médica.SP. Sr. Sigmund Freud. não existe a profissão em nenhum país do mundo. Aliás..de descontrair o conceito de profissão. deve estudar o assunto dada a natureza do projeto. PRESIDENTE (Aécio Neves) . obra publicada nos anos 20. Minha solidariedade ao Prefeito Luiz Olinto Tortorello. era um plnto~ autoc.sadia tendência . O SR. Hoje caiu sobre aquela cidade uma tromba d agua que fez desabar o teto do Março de 2001 Supermercado Extra. mas do País. DUILlO PISANESCHI . esse ex-seringueiro que tanto expressou a realidade amazônica representando nosso País no exterior. mas inc~usi~e na Europa. O SR.Sr. O SR. pelo acontecimento desta tard~. ' Muito obrigado. O SR. analise pesso~1 regra~ et~cas na re~aç~o terapeutlca com o paciente.Sr. Sem revisão do orado~. PRESIDENTE (Aeclo Neves) .n:cessidade de superv!~ão. o caso da psicanálise: que defendo. Até mesmo suas tintas eram fabricadas com resinas.Sr.A Mesa solidariza-se com V. A formalização de uma atividade não garante a sua eficiência. o Brasil é um dos poucos países do mundo que pode ostentar. nosso pesar pelo falecimento desse artista popular. cujas exigências são definidas em cada escola ou agremiação. Presidente peço a palavra pela ordem. na etimologia da palavra. Presidente.) .AC. PRESIDENTE (Aécio Neves) . em liA questão da análise leiga". tais como a remissão ao Conselho Federal de Medicina do encargo de regulamentação do exercício da profissão. esse artista amazônida. Presidente. Precisamos ter compromissos e uma visão de mundo em relação à melhora de condições aos pacientes.) . que. Deputados. E~identemente. O SR. Presidente.0650g QUlUta-t'tma 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS A psicanálise. . com certeza em nome de todos os integrantes da bancada amazônica e do povo brasileiro. Ex a palavra. Exa a palavra. há uma tendência internacional e brasileira . comunico com pesar o faleCimento de um dos maiores artísticas plásticos que a Amazônia já pos~uiu: o acreano Hélio Melo. salvo melhor juízo. que. na expressão essencial da palavra.

auferindo no exercício de 1999 um lucro da ordem de R$243 milhões. Afinal. índice considerado bastante elevado. foi também a primeira carta a circular em solo pátrio. tendo transportado em 1998 cerca de 7. por pacote. que mostrava. apesar de sua estrutura complexa. quem nunca enviou ou recebeu uma carta? Quem nunca teve o prazer de receber uma correspondência de algum parente ou amigo distante dando notícias. No dia 20 de março nossa Empresa de Correios comemorou seu 32° aniversário. No dia 6 de março último esse serviço foi lançado com sucesso no interior de São Paulo. O nível de eficiência faz dos Correios uma empresa modelar: 96% das cartas simples são entregues no dia seguinte à postagem. No período de 1999 a 2000. o mercado digital. levando notícias da terra recém-descoberta.4% da população brasileira são servidos por agências dos Correios. como em princípio se supunha fosse acontecer. A título de comparação. vem ostentando eficiência também nas suas finanças. podemos dizer que aquela narrativa. tornando o carteiro nosso amigo de todo dia. que possui mais de 82 mil funcionários. impressos e mensagens telemáticas. notadamente os serviços de e-mail. A empresa. modernização das agências e dos serviços prestados. Sorocaba e . a beleza e a importância destas terras onde se plantando tudo dá. beneficiando sobremodo a nossa população. projetos e aspirações. que possibilita seja efetuada a solicitação de aposentadorias. De modo simbólico. entre cartas. Novos serviços foram criados. transportando sonhos.5 milhões de encomendas. a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos tem. que somaram cinco bilhões. pelo qual artesãos e pequenos empresários. em forma de diário. uma crônica do nascimento do País. podemos dizer que nos países da União Européia 85% das correspondências chegam a seu destino três dias depois da postagem. portanto. aprovação desses serviços pelo público consumidor. atua num segmento de ponta.4 bilhões de objetos postais. 10. o que representa atendimento a mais de 136 milhões de brasileiros. alijados do mercado internacional pelas dificuldades de praxe. Desse modo. alcançando 85. com forte conteúdo tecnológico. efetua o pagamento de benefícios previdenciários e oferece aos interessados o "Kit Segurado". constituindo-se na maior empregadora em regime da CLT do Brasil. Atualmente. E. Além disso. constituindo-se em um serviço moderno e competitivo de entregas expressas derivadas do comércio eletrônico na Internet. Os números da ECT. criado ano passado. informando os acontecimentos familiares? Essa é uma função social sem precedentes que a empresa presta. inclusive em comparação com nações do Primeiro Mundo. Sr's e Srs. que chega à nossa casa. encomendas. 501 anos depois. Manuel.Março d~ 2001 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPU1ADOS de nascimento. com a modernização das agências. E hoje. O serviço de Sedex cresceu 11 %. Trata-se da carta de Pedro Vaz de Caminha endereçada ao Rei de Portugal. não abalaram o trabalho desempenhado pelos Correios. É o caso do "Exporte Fácil". beneficiando as regiões de Campinas. Este é o verdadeiro símbolo da integração nacional: 77% dos brasileiros contam com o conforto da entrega domiciliar. dadas as dimensões continentais do Brasil. há toda uma gama de serviços prestados à comunidade. além dos tradicionais serviços postais. considerado também nosso primeiro texto literário. uma frota estimada em 9 mil veículos e QUl1lta-t\:ma 22 06509 perto de 25 milhões de correspondências diárias.9 milhões de cartas e objetos a circularem diariamente de norte a sul do País. foi uma carta. de uma data que todos nós devemos festejar com orgulho. pois essa é uma instituição que toda a população brasileira respeita e que chega a atingir níveis de satisfação e eficiência superiores a empresas congêneres. neste seu 32° ano. contando ainda com 21 mil colaboradores que prestam serviços indiretos. Trata-se. O E-Sedex. registrou-se um crescimento de 36. É deveras curioso ainda observarmos que o incremento e a popularização da Internet. D. que fazem dos Correios uma presença cotidiana em nossas vidas. são gigantescos e demonstram o real significado social da empresa. todos os motivos para comemorar: eficiência administrativa. por exemplo.500 agências. E. o primeiro documento de nossa história. a empresa brasileira tem a sexta tarifa mais barata e alinha-se entre as dez mais produtivas do mundo. escritório ou empresa. O Correio está presente na vida de todas as pessoas. Instituição pública mais presente na vida dos brasileiros. Ribeirão Preto. podem utilizar a estrutura do Correio para exportar mercadorias até o valor de US$10 mil. contando com um dos serviços postais mais eficientes e respeitados de todo o mundo. indubitavelmente.35% no tráfego de cartas simples. originalmente em modestas sete folhas de papel manuscritas. Deputados: 99. Um outro dado de relevância. são poucas as localidades brasileiras que não contam com postos ou caixas de coletas da empresa. a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos atingiu a impressionante cifra de 24.

todos profissionais sérios e altamente qualificados. que com esmero vêm dedicando-se à ECT. Presidente. Presidente. e a todos os seus diretores. Participando. da Diretoria Comercial. Presidente. sociais e comerciais. nas comemorações de data tão significativa. Pimenta da Veiga. no nosso querido Vale do Paraíba. gerentes e diretores. por intermédio da empresa. haja vista que. Além disso. Presidente. altamente profissional. Basta que lhes sejam dadas as devidas condições e os bons resultados aparecerão. Nossos cumprimentos também aos seus 82 mil funcionários pelo excepcional trabalho desenvolvido nessa área tão vital para as comunicações humanas. A administração do Dr. que comemoram 45 anos de bons serviços prestados à nossa agência postal. gente séria. gostaríamos de deixar registrados nos Anais do Congresso Nacional nossos mais sinceros e efusivos cumprimentos a todos seus funcionários. Hassan Gebrim. instituto da USP . em recente pesquisa realizada pela FIA. Pimenta da Veiga. Afinal.Sr. trazendo-nos medalhas olímpicas. sejam públicas.SP. sejam privadas. quando a Coroa Portuguesa nomeou João Cavalheiro Cardoso como correio-mor do Brasil. ao Presidente da ECT.) . Assim é o Correio brasileiro. um pouco da história dos Correios. até chegarmos ao seu digno Presidente. por essa eficiência. do Brasil que deu certo e que deve servir de modelo para todas as instituições. aquele que atende com simpatia e lhaneza no trato o público nos balcões da empresa. No dia 20 de março a ECT comemorou 32 anos de criação. embora saibamos que o serviço postal brasileiro já faz parte da história brasileira. como instituição. Fazendo coro às escorreitas palavras do Presidente Hassan Gebrim. nesta oportunidade. Sem revisão do orador.Sr. ou. mais Março de 2(0) uma vez. RICARDO BERZOINI . participando de forma efetiva e direta do seu desenvolvimento. por intermédio de seus funcionários. e Francisco Assis Facó Gomes. de grandes conquistas nacionais. o próprio sita dos Correios vem agregando novos serviços. participando e colaborando com a Campanha de Aleitamento Matemo. que. Antônio Batista dos Santos. deixar bem lavrado nos nossos Anais este discurso.Tem V. com sabedoria. Isso sem falarmos do serviço de rastreamento feito pela Internet ou pelo sistema WAP de encomendas expressas e cartas registradas. honesta. o Sedex On-Iine e a venda de produtos por meio da sua própria loja virtual. Sr. pedi a palavra apenas para lembrar a esta Casa que já está em tramitação na Comissão de Finanças e . passando por seus altos funcionários. Parabéns. Hassan Gebrim e de seus diretores é a mais alta prova do Brasil eficiente. simbolizadas no sucesso da seleção brasileira de natação. PRESIDENTE (Aécio Neves) . ao afirmar perante o Ministro das Comunicações. que o Brasil pode esperar dos Correios outros 32 anos de serviço em que estaremos empenhados em conquistar a mente dos brasileiros através da eficiência e da competência de nosso trabalho. como o envio de cartas e telegramas via Internet. Ao relatarmos. Sr. nas comemorações deste 32° aniversário: ''Tenho certeza de que posso falar em nome de todos os funcionários e dirigentes da ECT. fazendo com que o nosso Correio hoje seja um orgulho da Nação brasileira. queremos simbolizar nossas congratulações nas pessoas de dois funcionários. Nestas comemorações do 32° aniversário da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. com garra e disposição para trabalhar em prol do bem comum. a Ex a palavra. temos gente com capacidade. destacamos as palavras proferidas pelo Presidente da ECT. em comemoração ao 32° aniversário dos Correios do nosso País. a Empresa Brasileira de Correios figura em segundo lugar como a instituição mais confiável. Pela ordem. do gabinete da Presidência. Hassan Gebrim. do Brasil moderno. O SR.(65) O Quinta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS São José dos Campos. cujos resultados positivos são palpáveis e nos enchem de otimismo e confiança nos destinos deste País. E o nosso Correio é um exemplo cabal de tudo isso. Por fim. João Pimenta da Veiga Filho. O SR. delegou aos atuais diretores dos Correios poderes para que pudessem implantar na instituição uma administração moderna e empreendedora. nossas congratulações ao Ministro das Comunicações. além de destacarmos sua eficiência administrativa e funcional. e compromissados em conquistar o coração dos brasileiros através da dedicação e da excelência de nosso desempenho profissional". dedicação e desempenho profissional demonstrados nesses 32 anos. desde 1663. só perdendo para a família. O SR. desde o mais simples. peço a palavra pela ordem.Universidade de São Paulo. RICARDO BERZOINI (PT . Queremos igualmente consignarmos nossas congratulações ao nosso Ministro das Comunicações. integrando a Nação. que pedimos seja divulgado no programa A Voz do Brasil. Hassan Gebrim. Queremos.

Naturalmente. Pela ordem. no entanto. com o Juventude ocupando o lugar que merece e a que tem direito. Presidente. Por isso o nosso protesto. Para tanto. VOTARAM: Sim: 327 Não: 24 Abstenções: 3 Total: 354 É Aprovado o Requerimento de Urgência para o Projeto de Lei n° 3. Milhares de trabalhadores que eram isentos hoje estão pagando esse imposto. digno e respenoso como a história do Rio Grande e do nosso Juventude de Caxias. Se não procedermos à correção da tabela. POMPEO DE MATTOS (Bloco/PDT . sabemos que há cinco anos esse clube vinha mantendo-se na primeira divisão de futebol do País. no exterior. Não é o que queremos. os dois últimos colocados da primeira descem e os dois primeiros da segunda sobem. foram para a segunda divisão e agora recuperaram espaço. PRESIDENTE (Aécio Neves) . Tenho projeto semelhante também tramitando na Comissão de Finanças e Tributação. Ricardo Teixeira. a CBF. para agilizar sua aprovação e atender a esse grande anseio popular que é a correção da tabela de Imposto de Renda de Pessoa Física. Sem a correção da tabela.) . PRESIDENTE (Aécio Neves) . Ora. os clubes geram milhões e milhões em divisas para o Brasil. Queremos tratamento igualMrio. nosso colega Deputado Carlos Melles. É bom lembrar também que temos de levar em conta essa questão fundamental que é a capacidade contributiva. É bom lembrar que desde 1995 não se faz a correção da tabela do Imposto de Renda. para extemar-Ihe a nossa indignação e fazer um apelo no sentido de que essa injustiça seja reparada. Hoje. mas devemos admitir que é também um negócio. Sr. no futebol especialmente. Queremos justiça. Em breve. uma atividade empresarial. time de futebol de Caxias. O SR. dizem que somos o país do futebol.RS. O SR. Presidente. Enfim. age e reage. mas sim justiça. Se os outros recuperaram espaço.Está encerrada a votação. pois não concordamos com essa discriminação.5 bilhões de reais dos contribuintes para os cofres do Tesouro. ficou fora da primeira divisão. vamos ao Ministro do Esporte e Turismo. que dêem ao Juventude o mesmo direito de outros times que estavam na mesma situação. Não queremos que seja virada a mesa. A bancada gaúcha rebela-se. procuraremos o Presidente desta Casa. Muito obrigado. o Juventude tem de recuperar o seu também. na medida em que exportam jogadores e geram emprego. levanta-se. mas junto com ele caíram outras equipes que agora estão na primeira divisão e somente o nosso clube está sendo penalizado. A Constituição Federal é clara: não se pode aumentar imposto sem que haja o reajustamento da capacidade contributiva de cada contribuinte. que sejam mudadas as regras. sob pena de ingressarmos com ação na Justiça para parar o campeonato.Tem V. Se o Dr. Estive reunido hoje com o Senador Paulo Hartung. Exa a palavra. o Deputado Aécio Neves. Presidente. O SR.Sr. De 1996 para cá a inflação já ultrapassou os 30%. e quem está pagando há mais tempo está contribuindo muno além de sua capacidade contributiva quando da aprovação da lei que instituiu a atual tabela de alíquotas. porque o Juventude caiu para a segunda divisão no ano passado. na primeira divisão do futebol brasileiro. O SR. A matéria voltará à pauta oportunamente. . Ocorre que o Qumta-lima 22 06511 Juventude. peço a palavra pela ordem. estaremos sendo coniventes com essa atitude omissa do Poder Executivo. essa tabela não foi corrigida. estamos reivindicando que o Juventude volte a integrar a elite do futebol brasileiro e que a CBF modifique a lista de equipes da primeira divisão. de 2000. PRESIDENTE (Aécio Neves) . que não envia a esta Casa projeto de lei propondo critérios objetivos para a correção anual da tabela do IR. assim como aqui no Brasil.524. Não queremos favor. absolutamente não. na verdade há uma sobretaxação e a transferência de mais de 3.Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Tributação projeto de lei do Senador Paulo Hartung que corrige a tabela do Imposto de Renda de Pessoa Física.Sr. Chamo a atenção da Casa para o assunto porque a C8F está organizando o próximo campeonato nacional e colocou 26 clubes na primeira divisão e 22 na segunda. trata-se de uma paixão do brasileiro. estamos na expectativa de que seremos atendidos. POMPEO DE MATTOS . para discutir a tramitação do projeto na Câmara dos Deputados. o Ministro Carlos Melles e as autoridades do desporto deste País querem realizar campeonatos sérios e querem seriedade no desporto. hoje o futebol é um grande negócio para o País e como tal deve ser tratado com seriedade. que tratem com respeito e igualdade os times. No final do campeonato. Hoje.A Mesa vai anunciar o resultado da votação. Até nos conformaríamos com essa decisão da C8F. O SR. Sem revisão do orador.

17 Total Quorum Obstrução RORAIMA Airton Cascavel Luciano Castro Luis Barbosa 2 GOV.Não PUPSL·Sim Total da Votação 354 Art.524/2000 • REQUERIMENTO DE URGÊNCIA Início Votação: 21/0312001 18:22 Fim Votação: 21/03/200118:46 Presidiram a Votação: Aécio Neves· 18:14 Resultado da Votação Sim 327 Não 24 3 Abstenção Orientação PSOBlPTB .Sim PFUPST-Sim PMDB-Sim PT· Sim PPB-Sim PDT1PPS • Sim PSBIPCDOB . Benedito Dias Eduardo Seabra Evandro Milhomen Fátima Pelaes Jurandit Juarez Sérgio Barcellos PSDB/PTB PSB/PCDOB PSDB/PTB PFUPST .065 12 Março de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Quinta-feira 22 LISTAGEM DE VOTAÇÃO Proposição: PL N° 3. -Sim 356 O Partido Bloco Voto PPS PFL PFL PDT/PPS PFUPST PFL/PST Sim Sim Sim PSOB PSDB PPB PTS PSB PSDB PMDB PFL PSOB/PTB PSDB/PTB Sim Sim Sim Sim Não Sim Sim Sim Total Roraima: 3 AMAPÁ Antonio Feijão Badu Picanço Dr.

MarçLl dtl2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU 1AIJOS Quinta-li:m'a 22 Partido Bloco Voto PSDB PT PFL PDT PSOB PMOB PTS PSOB PT PFL PTB PFL PSOB PSDB/PTB PFUPST PSDB/PTB PFUPST PSOB/PTB Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim PFL PFL PFL PFL PTB pedoB PFUPST PFUPST PFUPST PFUPST PSDB/PTB PSB/PCDOB Sim Sim Sim Sim Sim Não PPS POT PFL PSDB PTB POT/PPS POT/PPS PFUPST PSDB/PTB PSDB/PTB Sim Sim Sim Sim Sim PFL PPB PSL PPS PT PT PSOB PTS PFUPST Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Total Amapá: 8 PARÁ Anivaldo Vale Babá Deusdeth PantoJa Giovanni Queiroz Haroldo Bezerra José Priante Josué Bengtson Nicías Ribeiro Paulo Rocha Raimundo Sanlos Renildo Leal Vic Pires Franco Zenaldo Coutinho PFLlPST PDT/PPS PSOB/PTB PSOB/PTB PSOB/PTB Total Pará: 13 AMAZONAS Átila Lins Euler Ribeiro Francisco Garcia Pauderney Avelino Silas Câmara Vanessa Grazziotin Total Amazonas: 6 RONOONIA Agnaldo Muniz Euripedes Miranda Expedito Júnior Marinha Raupp Nilton Capixaba Total Rondonia: 5 ACRE IIdefonço Cordeiro João Tola José Aleksandro Márcio Bittar Marcos Afonso Nilson Mourão Sérgio Barros ZUa Bezerra PLlPSL PDT/PPS PSDB/PTB PSDB/PTB Total Acre: 8 TOCANTINS Antônio Jorge Igor Avelino João Ribeiro Kétia Abreu Osvaldo Reis Pastor Amarildo Paulo Mourão PTB PMDB PFL PFL PMDB PPB PSDB PSOB/PTB PFLlPST PFLlPST PSOB/PTB Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim 06513 .

06514 Qumta.lima 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Partido Bloco Março de 2001 Voto Total Tocantins: 7 MARANHÃO Antonio Joaquim Araújo Cesar Bandeira Costa Ferreira Gastão Vieira Jo~o Castelo José Antonio Almeida Neiva Moreira Nice Lobão Pedro Fernandes Pedro Novais Remi Trinta PPB PFL PFL PMDB PSOB PSB POT PFL PFL PMDB PST PFUPST PFLlPST PSOB/PTB PSB/PCOOB PDT/PPS PFUPST PFUPST PFUPST Sim Sim Sim Sim Sim Não Sim Sim Sim Sim Sim Total Maranhão: 11 CEARÁ Anlbal Gomes Antonio Cambraia Inácio Arruda José Unhares José Pimentel Léo Alcântara Manoel Salviano Marcelo Teixeira Moroni Torgan Nelson Otoch Pinheiro Landim Raimundo Gomes de Matos Roberto Pessoa Sérgio Novais Ubiratan Aguiar PMDB PSDB PCdoB PPB PT PSDB PSDB PMDB PFL PSDB PMDB PSDB PFL PSB PSDB PSOB/PTB PSB/PCDOB PSDB/PTB PSDB/PTB PFUPST PSDB/PTB PSDB/PTB PFUPST PSB/PCOOB PSDB/PTB Sim Sim Não Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Total Ceará: 15 PIAul Átila lira B.Sá Ciro Nogueira Heráclito Fortes João Henrique Marcelo Castro Mussa Demas Paes Landim Themístocles Sampaio Wellington Dias PSDB PSDB PFL PFL PMDB PMDB PFL PFL PMDB PT PSDB/PTB PSDB/PTB PFUPST PFUPST PFUPST PFUPST Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Total Piauí: 10 RIO GRANDE DO NORTE Ana CatarIna Lavoisier Maia Múcio Sá Ney Lopes Salomão Gurgel Total Rio Grande do Norte: 5 PMDB PFL PMDB PFL PPS PFUPST PFLlPST PDT/PPS Sim Sim Sim Sim Sim .

17 Sim Sim Sim Sim PFUPST PSDB/PTB PFUPST PSDB/PTB Total Paraíba: 9 PERNAMBUCO Armando Monteiro Carlos Batata Clementino Coelho Djalma Paes Eduardo Campos Fernando Ferro Gonzaga Patriola Inocêncio Oliveira João Colaço Joaquim FrancIsco Joel De Hollanda José Múcio Monteiro Luciano Bivar Maurilio Ferreira Lima Pedro Eugênio Severino Cavalcanti Wolney Queiroz PMDB PSDB PPS PSB PSB PT PSB PFL PMDB PFL PFL PFL PSL PMDB PPS PPB PDT PSDBIPTB PDT/PPS PSB/PCDOB PSB/PCDOB PSB/PCDOB PFUPST PFUPST PFLlPST PFUPST PUPSL PDT/PPS PDT/PPS Sim Sim Sim Não Não Sim Não Sim Sim Sim Sim Sim Sim Abstenção Sim Sim Sim Total Pernambuco: 17 ALAGOAS Augusto Farias Divaldo Suruagy Helenildo Ribeiro João Caldas José Thomaz NonO Luiz Dantas Olavo Calheiros Regis Cavalcante PPB PST PSDB PST PFL PST PMDB PPS PFUPST PSDB/PTB PFLlPST PFLlPST PFLlPST PSDB PPS PMDB PSB PSDB PCdoB PSDB/PTB PDT/PPS PFL PMDB PFUPST PDT/PPS Sim Abstenção Sim Sim Sim Sim Sim Sim Total Alagoas: 8 SERGIPE Augusto Franco Ivan Paixão Jorge Alberto Pedro Valadares Sérgio Reis Tânia Soares PSB/PCDOB PSDB/PTB PSB/PCDOB Sim Sim Sim Não Sim Não Total Sergipe: 6 BAHIA Ariston Andrade Benito Gama Sim Sim ()('515 .Março de 2001 PARAíBA Adauto Pereira Armando Abilio Carlos Dunga Damião Feliciano Efraim Morais Enivaldo Ribeiro Inaldo Leilão Marcondes Gadelha RIcardo RiQue DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUrADOS Quinta-lima 22 Partido Bloco Voto PFL PSOB PTS PMDB PFL PPB PSDS PFL PSDS PFUPST PSOBlPT8 PSDB/PTB Sim Sim Sim Sim Art.

17 PUPSL PSDB/PTB PFUPST PFUPST PFUPST PFLlPST PSDB/PTB PSDB/PTB PFLlPST PFLlPST PFUPST PSDB/PTB PFUPST PSDB/PTB PFUPST PFUPST PFUPST PFUPST PSDB/PTB PFUPST Total Bahia: 33 MINAS GERAIS Aécio Neves Antônio do Valle Bonifácio de Andrada Cabo Júlio Carlos Mosconi Cleuber Carneiro Custódio Mattos Danilo de Castro Eduardo Barbosa Elias Murad Fernando Diniz Gilmar Machado Ibrahim Abi-Ackel João Magno José Militão Lael Varella Lincoln Porteia Márcio Reinaldo Moreira Marcos Lima PSDB PMDB PSDB PL PSDB PFL PSDB PSDB PSDB PSDB PMDB PT PPB PT PSDB PFL PSL PPB PMDB PSDB/PTB PUPSL PSDB/PTB PFUPST PSDB/PTB PSDB/PTB PSDB/PTB PSDB/PTS PSDB/PTB PFUPST PUPSL Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim .06516 QUlOta-tima 22 BAHIA Claudio Cajado Coriolano Sales Eujácio Simões Félix Mendonça Francistllnio Pinto Gerson Gabnelli Jaime Fernandes Jairo Carneiro Jaques Wagner João Almeida João Leão Jonival Lucas Junior Jorge Khoury José Carlos Aleluia José Rocha Jutahy Junior Leur Lomanto Luiz Alberto Luiz Moreira Mário Negromonte Milton Barbosa Nelson Pellegrino Paulo Braga Paulo Magalhães Pedro Irujo Roland Lavigne Saulo Pedrosa Ursicino Queiroz Waldir Pires Walter Pinheiro Yvon ilton Gonçalves DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 200 I Partido Bloco Voto PFL PMD8 PL PTB PFL PFL PFL PFL PT PSDB PSDB PMDB PFL PFL PFL PSDB PMDB PT PFL PSDB PFL PT PFL PFL PFL PMDB PSDB PFL PT PT PFL PFUPST PFUPST Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim PSDB/PTB Art.

Março de 2001 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS Partido MINAS GERAIS Maria do Carmo Lara Maria Lúcia Mário Assad Júnior Mário de Oliveira Mauro Lopes Narcio Rodrigues Nilmário Miranda Odelmo Leão Olímpio Pires Osmânio Pereira Paulo Delgado Philemon Rodrigues Rafael Guerra Romeu Queiroz Saraiva Felipe Saulo CoelhO Sérgio Miranda Sílas Brasileiro Virgílio Guimarães Vittorio Mediolí PT PMDB PFL PMDB PMOB PSDB PT PPB POT PSOB PT PL PSDB PSDB PMDB PS08 PCdoB PMOB PT PSDB Bloco PFUPST PSDB/PTB PDT/PPS PSOB/PTB PUPSL PSDB/PTB PSDB/PTB PS08/PTB PSB/PCDOB PSDB/PTB Quinta-letra 22 Voto Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Não Sim Sim Sim Total Minas Gerais: 39 EsplRITO SANTO João Coser José Carlos Elias Magno Malta Marcus Vicente Max Mauro Ricardo Ferraço Rita Camata Rose de Freitas PT PTB PST PSDB PTB PSDB PMDB PSDB PSDB/PTB PFUPST PSOB/PTB PSOB/PTB PSDB/PTB PSDB/PTB Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Total Espíríto Santo: 8 RIO DE JANEIRO Aldir Cabral Alexandre Cardoso Almerinda de Carvalho Arolde de Oliveira BIspo Rodrigues Carlos Santana Camélia Ribeiro Dino Fernandes Eber Silva Eurico Miranda Fernando Gonçalves lédio Rosa Itamar Serpa Jandira Feghali José Egydio Laura Carneiro Mílton Temer Miro Teixeira Paulo Baltazar PFL PSB PFL PFL PL PT PSB PSD8 PST PPB PTB PSB PSOB PCdoB PL PFL PT PDT PSB PFLlPST PSB/PCOOB PFLlPST PFLlPST PL/PSL PSB/PCDOB PSDB/PTB PFLlPST PSDBfPTB PSB/PCDOB PSDB/PTB PSB/PCDOB PUPSL PFUPST PDT/PPS PSB/PCDOB Sim Não Sim Sim Sim Sim Não Sim Sim Sim Sim Não Sim Não Sim Sim Sim Sim Não 06517 .

Hélio Duilio Pisaneschi Fernando Zuppo Gilberto Kassab Ivan Valente Jair Meneguelli João Herrmann Neto João Paulo Jorge Tadeu Mudalen Jose Coimbra José de Abreu José Dirceu José Genoíno José Roberto 8atochio Julio Semeghini Kincas Mattos Lamartine Posella Luiz Antonio Fleury Luiz Eduardo Greenhalgh Luiza Erundina Marcos Cintra Medeiros Michel Temer Milton Monti Nelson Marquezelli Neuton Lima Orlando Fantazzini Paulo Kobayashl Professor Luizinho Ricardo 8erzoinl Ricardo Izar PSDB PCdoS PT PSDB PT PSDB PSDB PPB PSDB PPB PL PFL PSDB PFL PSL PPB PDT PTB S. PFL PT PT PPS PT PMDB PTB PTN PT PT PDI PSDB PSB PMDB PTB PI PSB PFL PL PMDB PMDB PIB PFL PI PSDB PT PI PMDB PSDB/PTB PSB/PCD08 PSDB/PTB PSDB/PTB PSDB/PT8 PSOB/PTB PL/PSL PFLlPST PSDB/PTB PFLlPST PL!PSL PDT/PPS PSDB/PTB PFUPST PDT/PPS PSOB/PTB PDT/PPS PSDB/PTB PSB/PCDOB PSDB/PTB PSB/PCOOB PFUPST PUPSL PSDB/PI8 PFUPST PSDB/PIB Sim Não Sim Sim Sim Sim Sim Não Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Não Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Não Sim Sim Sim Não Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim .06518 QUlllta-felra 22 RIO DE JANEIRO Simão Sessim Valdeci Paiva Wanderley Martins DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 200 I Partido Bloco Voto PPB PSL PSB PUPSL PSB/PCDOB Sim Sim Não Total Rio de Janeiro: 22 SÃO PAULO Alberto Goldman Aldo Rebelo A1oizio Mercadante André Benassi Angela Guadagnín Antonio Carlos Pannunzio Antonio Kandir Arnaldo Faria de Sá Arnaldo Madeira Ary Kara Bispo WandelVal Chico Sardelli Clovis Volpi Corauci Sobrinho De Velasco Delfim Netto Dr.Part.

55 MATO GROSSO Celcita Pinheiro Teté Bezerra PFL PMDB PFUPST Sim Sim PCdoB PMDB PT PMDB PFL PT PPB PSB/PCDOB Não Sim Sim Sim Sim Sim Sim PCdoB PMDB PSDB PMDB PMDB PMDB PSB/PCDOB Total Mato Grosso: 2 DISTRITO FEDERAL Agnelo Queiroz Alberto Fraga Geraldo Magela Jorge Pinheiro Paulo Octávio Pedro Celso Wigberto Tartuce PFUPST Total Distrito Federal: 7 GOIÁS Aldo Arantes Geovan Freitas Lidia Quinan Luiz Blttencourt Norberto Teixeira Pedro Chaves PSDB/PTB Não Sim Sim Sim Sim Sim Total Goiás: 6 MATO GROSSO DO SUL João Grandão Manoel Vitória Marçal Filho Nelson Trad PT PT PMDB PTB PSDB/PTB Sim Sim Sim Sim Total Mato Grosso do Sul: 4 PARANÁ Affonso Camargo Airton Roveda AJex Canziani Basilio Villanl Dilceu Sperafico Dr. Rosinha FlávioAms Gustavo Fruet Iris Simões Ivanio Guerra José Borba José Carlos Martinez PFL PSDB PSDB PSDB PPB PT PSDB PMOB PTB PFL PMDB PTB PFUPST PSDB/PTB PSDB/PTB PSDB/PTB PSDB/PTB PSDB/PTB PFUPST PSDB/PTB Sim Sim Sim Sim Abstenção Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim 06519 .Mar'ill de 200 I SÃO PAULO Rubens Furlan Salvador Zimbaldi Sampaio Dória Silvio Torres Valdemar Costa Neto Wagner Salustiano Xico Graziano Zulaiê Cobra DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS QUlllta-\clra 22 Partido Bloco Voto PPS PSDB PSDB PSDB PL PPB PSDB PSDB PDT/PPS PSDB/PTB PSDB/PTB PSDB/PTB PUPSL Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim PSDB/PTB PSDB/PTB Total São Paulo.

06520 Quinta-fena 22 PARANÁ Márcio Matos Nelson Meurer Oliveira Filho Osmar Serraglio Ricardo Barros Rubens Bueno Werner Wanderer DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 200 I Partido Bloco Voto PTB PPB PL PMDB PPB PPS PFL PSOB/PTB Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim PLlPSL PDT/PPS PFUPST Total Paraná: 19 SANTA CATARINA Carlito Merss Edinho Bez Eni Voltolini Fernando Coruja Luci Choinacki Paulo Gouvêa Pedro Bittencourt Renato Vianna Serafim Venzon PT PMDB PPB PDT PT PFL PFL PMDB PDT PDT/PPS PFUPST PFUPST PDT/PPS Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Total Santa Catarina: 9 RIO GRANDE DO SUL Adão Pretto Airton Dipp Alceu Collares Ana Maria Corso Augusto Nardes Clovis IIgenfritz Edir Oliveira Esther Grossi Ezidio Pinheiro Fetier Júnior Germano Rigotto Henrique Fontana Luis Carlos Heinze Mendes Ribeiro Filho Nelson Proença Orlando Desconsi Paulo José Gouvêa Pompeo de Mattos Roberto Argenta Telmo Kirst Veda Crusius Total Rio Grande do Sul: 21 PT PDT PDT PT PPB PT PTB PT PSB PPB PMDB PT PPB PMDB PMOB PT PL PDT PHS PPB PSDB PDT/PPS PDT/PPS PSDB/PTB PSB/PCDOB PUPSL PDT/PPS PSDB/PTB Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Não Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim Sim .

Mendes Ribeiro Filho. _ Está O SR. Sem revisão do orador. DA.Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS O SR. O SA. às 9h30min.Sr. DA. peço a palavra pela ordem. Inocêncio Oliveira. Exa a palavra. DR. Sem revisão do orador. a Ex a palavra.Paralelamente a isso. Exa e não apresenta objeção a que o projeto retorne à pauta na próxima terça-feira. para que o projeto seja apreciado em momento oportuno. do PMDB. em face da determinação e da disciplina do funcionamento da . ROSINHA (PT . do PFL e do PSDB. Quinta-lima 22 06521 O SR. O SR.Perfeito. a retirada de pauta do Projeto de Lei n° 3. nos termos regimentais. e de Constituição e Justiça e de Redação. Presidente. estava às voltas com um problema de identificação do meu polegar pelo sistema eletrônico quando V. Se houver unanimidade em torno da retirada de pauta. PRESIDENTE (Aécio Neves) _ O requerimento foi assinado pelas Lideranças do Governo. DR. Presidente. Fazemos uma proposta à Mesa.Farei uma consulta ao Plenário e depois darei a palavra aos Parlamentares que quiserem manifestar-se. O SA. DE 1989 (Do Sr.Concedo a palavra ao autor do projeto. Amanhã.Tem V. Em contrapartida.É verdade. RICARDO FIUZA . O SR. Há realmente diferenças. Consulto o Plenário para saber se algum Líder discorda da retirada de pauta. Líder do PPB.) . que dispõe sobre a extinção progressiva dos manicômios e sua substituição por outros recursos assistenciais e regulamenta a internação psiquiátrica compulsória. PRESIDENTE (Aécio Neves) . RICARDO FIUZA (Bloco/PFL . Presidente. PRESIDENTE (Aécio Neves) . O SR. O SR. PRESIDENTE (Aécio Neves) registrado. o requerimento sequer precisa ser votado. ROSINHA .657 . de 1989. PRESIDENTE (Aécio Neves) . O SR. para debatermos a diferença. O SR.Sr.C/89.657-B. que falo em nome do Partido dos Trabalhadores. O SR. do Deputado Paulo Delgado. Odelmo Leão. O SR. a Liderança do Governo e as demais Lideranças terão de concordar em que esse projeto retorne à Ordem do Dia na próxima terça-feira. estivemos conversando sobre esse projeto. REQUERIMENTO Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara dos Deputados: Requeremos. ROSINHA . em turno único. Exa encerrou a votação. Essas diferenças poderão ser resolvidas. Presidente. Líder do Bloco Parlamentar PFUPST. desde que haja consenso por parte de todas as Lideranças.MG. Estou presente e voto de acordo com meu partido. PRESIDENTE (Aécio Neves) . Estamos defendendo o projeto original . Pendente de pareceres das Comissões: de Seguridade Social e Família. o requerimento é de autoria de quem? O SR. não poderia deixar de registrar.) _ Sr. porque há uma diferença entre mim. Relator da matéria na Comissão de Seguridade Social e Família. Vice-Líder do PMDB. Por isso estou consultando o Plenário. Vice-Líder do Governo.Sr. Ricardo Barros. PRESIDENTE (Aécio Neves) . a Liderança do Governo e o representante do PFL. como autor do projeto. Presidente.PRo Sem revisão do orador. O SR. ROSINHA . Paulo Delgado) Discussão. PAULO DELGADO (PT . do Substitutivo do Senado Federal ao Projeto de Lei n° 3. pouparíamos o Plenário da discussão e dos encaminhamentos e passaríamos ao próximo item da pauta. Deputado Ursicino Queiroz. Presidente. vou falar em nome do Partido dos Trabalhadores. PRESIDENTE (Aécio Neves) . haverá uma reunião entre os principais Deputados dos respectivos partidos. do PPB.657-C. pois em seguida haverá sessão do Congresso Nacional.Sr.Tem V. de março de 2001. peço a palavra pela ordem. a fim de que se busque o entendimento e a matéria retorne em sessão futura.Sr. a quem peço seja bastante breve para podermos encerrar a discussão. Sala das Sessões. porque esse acordo sobre o requerimento foi traçado em separado e não há assinatura do Partido dos Trabalhadores. Havendo o compromisso de a matéria entrar na pauta da próxima terça-feira. PRESIDENTE (Aécio Neves) -1- PROJETO DE LEI N° 3. O SR. que reside no fato de nós defendermos o projeto original e outros partidos o substitutivo do Governo. o Deputado Carlos Mosconi.) . bem como há Deputados defendendo o substitutivo do Senado. A Mesa compreende a preocupação de V. Queremos ouvir os demais Líderes.e não vou entrar no mérito das razões -. Está sobre a mesa requerimento de retirada do projeto da pauta.PE.

meu voto foi de acordo com a Liderança. O SR. O SR. Presidente.) .) . Sem revisão do orador.Sr. Certamente. agradeço ao Movimento Nacional da Luta Antimanicomial a presença nas galerias da Casa. ROMMEL FEIJÓ .) . com o adiamento. Presidente. na votação anterior meu voto foi de acordo com o partido. Exa a palavra. O SR. ROMEL ANIZIO (PPB . WAGNER ROSSI (PMDB . quando aqui cheguei. Sem revisão do orador. Peço a V. NELSON MARCHEZAN (Bloco/PSDB RS.Sr. Presidente. PEDRO EUGÊNIO (Bloco/PPS .) .) . EMERSON KAPAZ (Bloco/PPS .RO. Portanto. meu voto não ficou registrado. Presidente. JAIR BOLSONARO (PPB _ RJ. peço a palavra pela ordem. Presidente. essa possibilidade. JAIR BOLSONARO (PPB . PRESIDENTE (Aécio Neves) . Sem revisão do orador. O SR.MA. Presidente. O SR. na votação anterior. no anexo IV.Tem V. O SR. Exa. Presidente. Presidente. PRESIDENTE (Aécio Neves). PRESIDENTE (Aécio Neves) . Sem revisão do orador. Rosinha.) . evidentemente.) . Deputado Carlos Mosconi. O SR. o projeto será retirado e retornará à pauta de votação na próxima terça-feira.PE. O SR.MG. na votação anterior meu voto foi de acordo com o PMDB.Sr. não se ouviu o chamado da Mesa para a votação. Presidente. na votação anterior. Gostaria que fosse consignado meu voto "sim".Sr.Sr. PRESIDENTE (Aécio Neves) . na votação anterior meu voto foi "não".) . Ex" já havia determinado o encerramento da votação. O SR.) .Sr.A Mesa consulta os Líderes sobre se há consenso ou objeção na retirada do projeto.Sr. LUIZ CARLOS HAULV (Bloco/PSDB PRo Sem revisão do orador.) . Voto de acordo com a Liderança do meu partido.Sr. PEDRO EUGÊNIO (Bloco/PPS .RS. meu voto foi "sim". com a bancada. PRESIDENTE (Aécio Neves) . Exa a palavra. Presidente. peço a palavra pela ordem.Por acordo das Lideranças. OSCAR ANDRADE .Sr. ALBÉRICO FILHO (PMDB . DARCíSIO PERONDI (PMDB .06522 QUlllta-fclra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Câmara dos Deputados sob a direção de V. O SR. Sem revisão do orador. Assim sendo. Pela ordem. Presidente.AL.Sr. Sem revisão do orador. O SR.Tem V. meu voto foi "sim". Presidente. muitos vítimas desse sistema arcaico que queremos superar. OSCAR ANDRADE (Bloco/PFL . O SR. meu voto foi "sim".Sr. Presidente. Presidente. O SR. peço a palavra pela ordem. Exa. na votação anterior.SC. Sem revisão do orador. Não posso. Obrigado. O SR. que trata da desospitalização dos pacientes psiquiátricos. O SR. PRESIDENTE (Aécio Neves) . Sem revisão do orador. acompanhei o Líder.) . Sem revisão do orador. GIVALDO CARIMBÃO (Bloco/PSB . Presidente. O SR. na votação anterior. Exa que meu voto seja registrado. meu voto foi de acordo com o PFL.SP. a palavra. na votação anterior. ARNALDO FARIA DE SÁ _ Sr. Março de 2001 O SR. encontraremos com o Relator. Presidente.Sr. O SR. SÉRGIO CARVALHO (Bloco/PSDB _ RO.SP. JOÃO EDUARDO DADO (PMDB .Sr. Exa . que divulgamos nacionalmente a votação desse projeto no dia de hoje.Sr. na votação anterior meu voto foi de acordo com o partido. Sem revisão do orador. Presidente. Sem revisão do orador.) .Sr. Por isso. Presidente.Sr. não há nenhuma oposição ao adiamento da votação desse projeto. O SR.Sr.) . Sem revisão do orador.) . deixar de acompanhar a proposta do Deputado Dr.Sr.) . ROMMEL FEIJÓ (Bloco/PSDB . Sem revisão do orador.RJ.Sr. ANTÔNIO CARLOS KONDER REIS (Bloco/PFL . O SR. Sem revisão do orador. meu voto foi "sim".Sr. onde se situa meu gabinete. ARNALDO FARIA DE SÁ (PPB _ SP. V. na votação anterior. O SR. Presidente. possa-se efetivamente encontrar um acordo entre o texto da Câmara e o do Senado. não há nenhuma objeção no sentido de que em se tratando de um projeto dessa importância.) . na votação anterior.) .PE. meu voto foi "sim". na votação anterior.) . O SR. . Sem revisão do orador. na votação anterior meu voto foi "não". que encaminha a posição do nosso partido no momento. na votação anterior. Presidente. O SR. Sem revisão do orador.Tem V. Sem revisão do orador. Presidente. Sem revisão do orador.Sr. O SR. São familiares e usuários do Sistema de Saúde do País.CE. meu voto foi de acordo com o PSDB.) . na votação anterior meu voto foi "sim". O SR. na votação anterior. meu voto foi de acordo com a orientação da bancada. na votação anterior. Presidente. SEBASTIÃO MADEIRA (Bloco/PSDB-MA.SP. O SR. o SR. O SR. Agradeço a V.

Tem V.Sr. autor da propositura. O SR.e eu. ExB . só quero dizer que estamos realmente fazendo uma justa homenagem a esse grande político e homem público que foi Mário Covas. O SR.194.Sr. peço a palavra pela ordem.) . Presidente. GERSON PERES (PPB . de sua atuação política e de sua presença marcante e dignificante nos momentos mais difíceis da História do País.a denominação seja "Rodovia Governador Mano Covas". e poderemos votá-Ia em seguida.RS.Sr. acrescentamos a sugestão de qu~ .Pode ser apresentada à Mesa uma emenda de redação nesse sentido.Sr.) . Presidente. o Projeto de Lei n° 4. Sem revisão do orador. quanto ao Projeto de Lei n° 4. de 2001. PRESIDENTE (Aécio Neves) . O SR. ANTONIO CARLOS PANNUNZIO (Bloco/PSDB . PRESIDENTE (Aécio Neves) .SP. é constitucional e apresenta boa estrutura jurídica. Sem revisão do orador. na votação anterior. O SR. PRESIDENTE (Aécio Neves) .) . PRESIDENTE (Aécio Neves) . apresenta todas as condições para a aprovação. Presidente. Presidente. Muito nos honra repetir o nome Mário Covas.Tem V. Pela ordem. Assim sendo. como proposto no projeto. PRESIDENTE (Aécio Neves) . ANTONIO CARLOS PANNUNZIO . no parecer. Pendente de parecer das Comissões: de Viação e Transportes. O SR. do Deputado Marcus Vicente.194. Presidente. Qumta-ílma 22 06523 O SR. Presidente.Sr.194. O Governador Mário Covas é um capítulo à parte na história política do País. . JORGE WILSON . Sem revisão da oradora. de 2001. O SR. na votação anterior. Para emitir parecer.Concedo a palavra. Sr. votei com minha bancada.que seja alterada a denominação de "Rodovia Mário Covas" para "Rodovia Governador Mário Covas". para que possamos votar esta matéria con. Presidente. de seu patriotismo.194. ExB .RS. O SR. MARCOS ROLlM (PT . Consulto S. ExB a palavra. o SR. Presidente. O SR. o parecer é favorável. O SR. PRESIDENTE (Aécio Neves) . concordo com S. JORGE WILSON (PMDB .clusivamente e dar início à sessão do Congresso Nacional.Tem V.SP. à Deputada Veda Crusius. S~m revisã~ do orador. O SR. entendemos que a propositura. O SR. ANTONIO CARLOS PANNUNZIO (Bloco/PSDB . homenageia alguém que efetivamente fez por merecer tal honraria. Presidente. Presidente. em substituição à Comissão de Constituição e Justiça e de Redação. ANTONIO CARLOS PANNUNZIO Perfeitamente. PRESIDENTE (Aécio Neves) . em turno único.) . O SR. O SR. Sem revisão do orador. votei de acordo com a orientação do partido.Sr. ExB a palavra. O SR.Sr. O SR. Portanto.Sr. votei conforme a orientação do meu partido. considere a proposta dessa emenda de redação.Sr. Deputado Antonio Carlos Pannunzio. Peço a V.Tem V. mas.Para oferecer parecer ao projeto. na votação anterior. PRESIDENTE (Aécio Neves) .DIÁRiO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 -2PROJETO DE LEI N° 4. nosso parecer é pela aprovação da presente propositura. O SR. Exa será pouco para relatar às gerações futuras informações a respeito de seu trabalho.Para encaminhar o voto em favor do projeto estão inscritos os Deputados Luiz Carlos Hauly e Marcus Vicente. peço a palavra pela ordem. para oferecer parecer ao projeto. e não apenas "Rodovia Mário Covas". Presidente. Para emitir parecer. GERSON PERES . Portanto.Sr. em substituição à Comissão de Viação e Transportes. de 2001. Marcus Vicente) Discussão. Presidente. ExB a palavra. para que se denomine "Rodovia Mário Covas" a BR-1 01 . concedo a palavra ao ilustre Deputado Antonio Carlos Pannunzio. MARCOS ROLlM . ExB a palavra. Exa que. toda e qualquer homenagem que se faça a S. que denomina "Rodovia Mário Covas" a BR-101.) . na verdade. o Deputado Marcus Vicente.PA. sugere .Será considerada. como Relator designado por V. PRESIDENTE (Aécio Neves) . e de Constituição e Justiça e de Redação. LUIZ CARLOS HAULV (Bloco/PSDB PRo Sem revisão do orador. O SR. O SR.Sr. VEDA CRUSIUS (Bloco/PSDB . peço a palavra pela ordem. A SRA. E)(-!!' sobre a possibilidade de abrir mão da inscrição ou de falarem em breve espaço de tempo.) . do Projeto de Lei n° 4. DE 2001 (Do Sr.RJ.) . em nome da juridicidade do projeto apresentado. Sem revi~o do orador. peço a palavra pela ordem.

de 2001. Aprovado por unanimidade. Art. Art. O SR. O SR. pela Câmara dos Deputados. WILSON SANTOS . Sras.194-A. por unanimidade. RICARTE DE FREITAS . Exa . O SR. PRESIDENTE (Aécio Neves) . PRESIDENTE (Aécio Neves) .Tem V. Aprovada. com a proposta de q~e a Rodovia BR-101 passe a chamar-se RodOVia Governador Mário Covas. O SR.ES.) • O SR. 2° Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Presidente.Sr. Presidente.) . O SR. em toda a sua extensão. Deputado Marcus Vicente. peço a palavra pela ordem.) .) . Sem revisão do orador.Os Srs. Exa a palavra. O Congresso Nacional decreta: Art.Há sobre a mesa e vou submeter a votos a seguinte Redação Final: Março de 2001 REDAÇÃO FINAL DO PROJETO DE LEI N° 4. RICARTE DE FREITAS (Bloco/PSDB MT. O SR. PRESIDENTE (Aécio Neves) . O SR.Não havendo oradores inscritos. O SR. mas.Concedo a palavra ao autor do projeto. PRESIDENTE (Aécio Neves) . gostaria de sugerir que esse nome seja dado à via em toda a sua extensão. PRESIDENTE (Aécio Neves) . mas.Tem V. e Srs. O Congresso Nacional decreta: Art. PRESIDENTE (Aécio Neves) . comunico ao Plenário que estou dando entrada em requerimento solicitando a reabertura do inquérito que investigava denúncias envolvendo a Marítima e a PETROBRAS. O SR. PRESIDENTE (Aécio Neves) . O SR. Deputado Mendes Ribeiro Filho. gostaria de manifestar meus sentimentos de pesar às famílias dos trabalhadores falecidos recentemente no acidente da Plataforma P-36.Aqueles que forem pela aprovação permaneçam como se acham.Tem V. Presidente. DE 2001 Denomina "Rodovia Governador Mário Covas" a BR-101. ExB a palavra. WILSON SANTOS (Bloco/PMDB . acompanhei o partido na votação anterior. Sala das Sessões. PRESIDENTE (Aécio Neves) . Exa a palavra. peço a palavra pela ordem. (Palmas. Pela ordem. Presidente. em toda sua extensão.Sr. JOÃO ALMEIDA .Sr. Presidente.Estão registradas as palavras de V. declaro encerrada a discussão.Em votação a Emenda de Redação para incluir a expressão "Governador". Ao mesmo tempo.Vou submeter a votos o Projeto de Lei n° 4.Tem V. propondo que a denominação passe a ser "Rodovia Governador Mário Covas".BA. O SR.E muito adequada a lembrança de V. só quero apresentar uma emenda. a Rodovia BR-1 01 passaria a chamar-se "Rodovia Governador Mário Covas". peço a palavra pela ordem.Sr. Exa Homenagem maior é a que V.06524 Quinta-lima 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPlJTADOS o SR.Sr. Deputados que o aprovam permaneçam como se encontram. O projeto vai ao Senado. Presidente. Deputados. PRESIDENTE (Aécio Neves) . Portanto. PRESIDENTE (Aécio Neves) . MARCUS VICENTE (Bloco/PSDB . 1° Fica denominada "Rodovia Governador Mário Covas" a Rodovia BR-1 01. Sem revisão do orador. Aprovada.) . Presidente. Vai-se passar à votação da matéria. peço a palavra pela ordem.Sr. Sem revisão do orador. Muito obrigado. Sem revisão do orador. e não será permitida qualquer outra denominação. O SR. A Presidência da Casa cumprimenta cada um dos Parlamentares pela iniciativa e pelo apoio. . Exa proporciona à Casa dando a oportunidade de votarmos ainda hoje esta matéria. ficando registrado nos Anais. e pedir a aprovação do projeto por unanimidade da Casa. no momento em que a Câmara aprova o projeto sem restrição de trecho obviamente compreende-se que a deno~inação é para toda a Rodovia BR-1 01. na votação anterior votei com o partido.Sr. (Palmas. O SR. Sem revisão do orador.Sr. O SR. 2° Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. Presidente. PRESIDENTE (Aécio Neves) .Aqueles que forem pela aprovação da emenda permaneçam como se acham. O SR.Sr.PE.Sr. podemos recuperar a proposta a qualquer hora. ExB a palavra. PRESIDENTE (Aécio Neves) . JOÃO ALMEIDA (Bloco/PSDB .) O SR. O SR. PRESIDENTE (Aécio Neves) . PRESIDENTE (Aécio Neves) . Relator.) . FERNANDO FERRO (PT . Presidente. 1° Fica denominada "Rodovia Mário Covas" a Rodovia BR-1 01. Presidente. O proje~o não estabelece isso claramente. MAURO BENEVIDES . O SR. FERNANDO FERRO . peço a palavra pela ordem. 21 de março de 2001. não sendo admitidas denominações parciais em qualquer trecho do Pa!s.MT.194. O SR. O SR. O SR. se aprovada essa emenda. O SR.

requ~nmento endereça~ . Como pode ser leve se vai apenar exatamente aqueles que ganharam o direito em todas as instâncias do Poder Judiciário? Ora se somarmos os valores que os trabalhadores vão ser 'obrigados a abrir do seu Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. a O SR. Sem revisão do orador.7 bilhões de reais. O ~~.Março de 200] DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS a O SR.do orador. Ex a palavra. CABO JULIO . Deputados. MURILO DOMINGOS . na votação anterior votei de acordo com orientação do partido. Exa. na votação nominal anteriormente ocorrida. todos tiveram cobertura com a emissão de títulos do Tesouro Nacional. ~O SR. Presidente. Exa a esta aguardando. Presl~ente. Sem r~vlsao do orador. PAES LANDIM (BI~oIPFL . INÁCIO ARRUDA (Bloco/PCdoB _ CE. Sem ~evisão. O SR.Deputado Ca~o Júlio.Tem V. PRESIDENTE (Aécio Neves) Apresentaçao de proposições. peço a palavra pela ordem. a Ex a palavra.MG. Ledo engano.5%. e Srs. . O SR. a quem agra~~o a atença?. Projeto de Lei Complementar na 135-B/00. o que considerou levíssimo.ao ~Sr.) . Sr. PRESIDENTE (Aécio Neves) . O SR. PAES LANDIM . peço a palavra pela ordem. O SR. O SR.) . Sem revisão do orador. ~ yamos pedir aos Líderes que deem urgencla a materla. PRESIDENTE (Aécio Neves) . O Executivo. inicialmente.Sr. .000 reais. Presidente.Tem V. retirando dos trabalhadores 4. nao tenho procuração para falar pel?~ demal~ _Deputados. Sem revisão do orador. peço a . votei de acordo com orientação da bancada. inconformado com a decisão anunciada de forma bombástica pelo Sr. Em seguida.) . banqueiros. Exa a palavra.U~ião.MG. O SR. .RJ. MURILO DOMINGOS (PMDB . Nossa proposta é no sentido de que seja reconhecida a dívida e emitidos os títulos necessários para garan~ir o pagamento. mas alllda estamos aguardando a poslçao da . Sem revisão do orador. PRESIDENTE (Aécio Neves) . utiliza-se do mecanismo de aumento de alíquota dos trabalhadores em 0. O S~. O SR. peço a palavra pela ordem. INÁCIO ARRUDA. PROER. Sras.Mes~a sobre o terna c~ntr~1 de todas as campanhas.Sr.Sr.Sr.Eminente Presidente. . fazendo-a usar o mesmo mecanismo que usou em relação a outras nessa mesma direção: SIDERBRAS. GLYCON TERRA PINTO . aplicar um deságio aos créditos acima de 1.) .Tem V. anuncio que a bancada do Partido Comunista do Brasil está dando entrada a projeto de lei objetivando que os trabalhadores sejam efetivamente reconhecidos pelo Governo como detentores do direito sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Pela ordem. vamos obter a quantia de 17 bilhões de reais! Por isso.o MeIO Amblent~. PRESIDENTE (Aeclo Neves) . MAURO BENEVIDES (PMDB . palavra pela ordem. Os Senhores Deputados que tenham proposições a apresentar poderão fazê-lo.Tem V.CE. APRESENTAM PROPOSIÇÕES OS SRS: . O SR.Tem V. Pela ordem. PRESIDENTE (Aécio Neves) . O SR. O SR. O SR. Para se ter uma idéia. GLYCON TERRA PINTO (PMDB . mas estamos aguardando raplda poslçao de socorro da Mesa ao trabalho do Parlamentar. num sofisma. a Mesa não tem dúvida de que V. JOÃO MAGALHÃES (PMDB . e Proposta de Emenda à Constituição n° 281-B/00). O SR. Qultlta-leira 22 06525 O SR.Sr. Presidente.) . PRESIDENTE (Aécio Neves) . es~ou enca~Inhado a V.) _ Sr. Fernando Henrique Cardoso.Sr. _ Repito. peço a palavra pela ordem. anunciou há pouco à mídia brasileira que está fazendo um megaacordo nacional para resolver o problema. a O SR. PRESIDENTE (Aécio Neves) . em primeiro lugar. n~o tenho procuraçao p~ra falar em nome dos demais De~u~ados.nheclmento d<? ~él:rque Nacional da Serra da Capivara como patnmo~lo natural da hur:nanidade.PI: Pela ordem. votei com o partido. PRESIDENTE (Aécio Neves) . PRESIDENTE (Aécio Neves) .681-A/96. a fim de que não venham com tentativas de acordo que não podem existir em relação a essa matéria se não houver o reconhecimento e a garantia efetiva de pagamento p~r parte 9a . Ex a palavra.Ficam adiad?s "de ofício" os demais itens da pauta (Projeto de Lei n° 2. Em segundo lugar. a respeito do reco. Presidente. Presidente. O SR. Presidente.Tem V.Sr.Sr. está dando entrada a projeto de lei com o objetivo de reconhecera dívida como sendo da União. O SR. a tao chamada valonzaçao do trabalho do Parla~entar. MInistro d. Presidente. Presidente. O SR. na votação anterior. na votação anterior. fazendo Indlcaçao. Ex a palavra. votei com a bancada. CABO JULIO (Bloco/PL . nosso partido. Presidente.MG. Sem revlsao do orador.) . ele pretende. Exa a palavra. comunico à Casa que vou acompanhar a Comissão Externa da Câmara dos Deputados na visita que vai fazer amanhã à Diretoria da PETROBRAS.Sr. Presidente.Sr.A Mesa receberá a proposta. Presidente.

(INC 01534/01) NILMARIO MIRANDA .Solicita informações ao Sr. (PEC 00329/01) MILTON MONTI.Projeto de Lei Revoga o art. 72. que autoriza o trabalho aos domingos no comércio varejista em geral. da Constituição Federal.(PL. o art. (INC 01532/01) NELSON PELLEGRINO .Solicita ao Sr. o inciso XIII do art. por intermédio do Ministério do Meio Ambiente. para implantação de sistema integrado de arrecadação e compensação de multas de trânsito.BNDES concedidos ao Hospital Nossa Senhora de Fátima.06526 QUInta-feira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS 21-3-01 MARÇAL FILHO . Estado de São Paulo.PETROBRÁS. para modificar o número ~e candidatos às eleições.504. (PL.Indicação . de 7 de dezembro de 1999. Decreto-Lei n° 2. .Projeto de Lei .Altera o Código Penal.Dispõe sobre o monitoramento eletrônico de presos.Proposta de Emenda à Constituição .Solicita informações ao Ministro do Esporte e Turismo sobre o Campeonato Brasileiro de Futebol.Solicita informações ao Ministro de Estado de Minas e Energia sobre parceria da empresa Petrobrás com a Fundação Cacique Cobra Coral. (RIC 03022/01) CARLOS BATATA . que trata da criação de subsidiárias da Petróleo Brasileiro S/A . (PL.Solicita informações ao Sr. Ministro do Desenvolvimento. às 10 horas. estabelecendo normas para a nomeação do Diretor-Geral da Agência Brasileira de InteligênciaABIN e impondo restrições ao ocupante do cargo de Diretor-Geral da Agência Brasileira de InteligênciaABIN que for exonerado. 84. HÉLIO . Ministro do Trabalho e Emprego que seja determinada a permanência de um fiscal do Ministério do Trabalho no município d~ Campo Mourão/PR. Indústria e Comércio Exterior sobre financiamentos provenientes de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social . (PL. (conferindo assinaturas) MÁRIO DE OLIVEIRA e OUTROS . e revoga o § 1° do art. Março de 2001 52. 04346/01) ALBERICO FILHO e OUTROS . o encaminhamento ao Congresso Nacional de projeto de lei que disponha sobre a função de fiscal ambiental voluntário.Requerimento de Informação .478.Modifica o art.Indicação .Projeto de Lei .Requerimento de Sessão Solene . Ministro da Justiça sobre o inquérito da Polícia . 71. Ministro de Minas e Energia sobre o tíquete dos frentistas de postos de gasolina. 04345/01) PADRE ROQUE E OUTROS . dedicada à comemoração do cinqüentenário de instalação no Brasil da Igreja do Evangelho Quadrangular.Requer. 04341/01) MARCUS VICENTE .Projeto de Lei . (RIC 03020/01) DR.944/00. (PL. (RIC 03021/01) LUCIANO ZICA E OUTROS .Requerimento de Informação . que estabelece normas para as eleições. 10 da Lei na 9. mais conhecido corno Beneficiência Portuguesa de São Caetano do Sul. com base no art. nos termos do art. equiparando as penas do crime de receptação às dos crimes de roubo e receptação. 31. de 30 de setembro de 1997. 64 da Lei na 9.Requerimento de Informação . (PLP 00189/01) BISPO RODRIGUES . 04343/01) ALDO ARANTES .883. VIRGíLIO GUIMARÃES .Requerimento .Fixa mandato para o Presidente do Banco Central e normas para sua escolha.101. "d" e "q" do inciso I do art. 68 do Regimento Interno da Câmara dos Deputados e ouvido o Plenário.(PLP 00188/01) JANDIRA FEGHALI Projeto de Lei Complementar .805/97 seja apreciado pelo Plenário. (PL.Sugere a inclusão.Projeto de Lei .Solicita informações ao Sr.GOE. ao art. 102 e ao parágrafo único do art. (REC 00126/01) RUBENS BUENO . 73. 141 do Regimento Interno da Câmara dos Deputados. 49. novo despacho à tramitação do Projeto de Lei n° 3.Indicação . a recomendação de utilização de embalagens que possibilitem a abertura manual e eliminem o risco de acidentes. (RIC 03023/01) DEUSDETH PANTOJA -Indicação .848.Indicação .Sugere ao Poder Executivo.Solicita providências para viabilizar a celebração de convênio entre a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista e o Detran do Estado da Bahia. às alíneas "c". 04342/01) MÁRIO ASSAD JÚNIOR . 161. 04344/01) ODELMO LEÃO . do Sr. (INC 01535/01) PAULO DELGADO . (INC 01536/01) FERNANDO FERRO e LUCI CHOINACKI Requerimento de Informação .Dá nova redação ao art.Dispõe sobre a aposentadoria especial para os trabalhadores que exercem atividades que prejudiquem a saúde ou a integridade física. aos §§ 10 e 2 0 do art. Ministro da Educação sobre cessão de área pública pertencente à Escola Agrotécnica de Uberaba/MG.(RIC 03019/01) Requerimento de Informação . (INC 01533/01) JAIR MENEGUELLI .Requerimento de Informação Solicita informações ao Sr. Deputado Eber Silva para incluir a Comissão de Seguridade Social e Família. a convocação de Sessão Solene desta Casa para o dia 13 de novembro de 2001.Sugere a inclusão da carreira dos Policiais Rodoviários Federais para a percepção da Gratificação por Operações Especiais . de 20 de dezembro de 2000.Recurso Requer que o Projeto de Lei na 2.Altera a redação do art. 74. 75 e o inciso XV do art.Requer.Projeto de Lei Complementar . de 7 de dezembro de 1940. ao art. a alínea "b" do inciso 111 do art.Projeto de Lei Altera a Lei n° 9. de 6 de agosto de 1997. nos Regulamentos Tóxicos de Identidade e Qualidade de Leite. 6° e § único da Lei n° 10.

que dispõe Comunico ainda que: in:'~d!atamente ~pós o sobre o valor total das anuidades escolares e dá encerramento desta.Projeto de Decreto mais havendo a tratar. para conclusão das obras do Metrô de Fortaleza.Solicita lucros auferidos e tributos pagos pelos dez maiores informações ao Sr.Requer a convocação de Sessão Solene da Câmara dos convocação de Sessão Solene da Câmara dos Deputados para o dia 4 de dezembro de 2001.Requerimento . do valor de matrícula em estabelecimento de ensino à em homenagem ao ex-Deputado Carlos Vlrgllo Tavora. (PDC 00849/01) Efromovich.Indicação . que. comunlcaçao. 04349/01) sessão plenária do dia 27 de março de 2001 PAES LANDIM .Requerimento . por tratarem de Trens Urbanos.Requer.às 10 horas. 115. (RIC 03024/01) EDUARDO BARBOSA e JOÃO ALMEIDA LUIZ EDUARDO GREENHALGH e OUTROS Requerimento de Sessão Solene . nos termos do art. da Companhia Brasileira de n° 3997/01 ao Projeto de lei n° 3839/00.(RIC 03025/01) paralisação de tráfego ferroviário de passageiros.Srs. havera sessao Acrescenta dISpOSI . le~bro a V. Ministro da Fazenda sobre Requerimento de Informação . que institui o Código de Trânsito Brasileiro. Requerimento de Sessão Solene . PRESIDENTE (Aécio Neves) . instituição de Comissão Externa com a finalidade de (INC 01538/01) aco~panhar os n:'inistro~ das ~elações Exteriore~ e ROBERTO PESSOA . (PRC 00139/01) transp?rte _ interestadual e intermunicipal de O SR. (conferindo assinaturas) Ceará.Projeto de Resolução .Revoga a sustação da tramttação O SR. abordando o problema criado com a nos termos regimentais.Requerimento de Informação METROFOR.: ° . do proble'"!la da Ylolencla e da segurança publica. por decisão do Govemo do Estado do matérias conexas. Petrobrás. ZULAIÊ COBRA . (confenndo assmaturas) "Embaraços do Metrô". na PAULO JOSÉ GOUVÊA . § 3° e art. Ministro dos Transportes sobre bancos e empresas do País. do empresário German ao nem 01 da Ordem do Dia.e E~ergla em viagem a Venez_uela. 04348/01) VII _ ENCERRAMENTO LAURA CARNEIRO .Projeto Requerimento .Requer a FERNANDO FERRO .sobre devoluçao Ex"s que amanha. às iOdos corpos dos trabalhadores na Plataforma P-36 da horas.Requerimento .Solicita informações ao Sr.Mari[o de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPurAnOS QUlllta-felra 22 06527 Federal que investigou as relações entre a Petrobrás. (PL.Nada ALOIZIO MERCADANTE . de fI:1tna~. e a de Requerimento de Urgência. do ADCT. 98. 53. as 16 horas. PAULO MOURÃO . (RIC 03026/01) ALOIZIO MERCADANTE e LíDERES Acrescenta o art.Requer a 1997. · ·t·IVO que d·Ispoe . (PEC 00330/01) _ RICARDO BERZOIN _ Projeto de Lei _ Deputados. Joel Rennó. Lei n° 9870.Requer a Capivara como Patrimônio Natural da Humanidade.Dá participação dos mu~icípios ~a a.rre~adaçã? do Imposto sobre operaçoes relativas a clrculaçao de nome ao hall de entrada do edifício do Anexo 11 da mercadorias e sobre prestação de serviços de Câmara dos Deputados.Requerimento .Projeto de Lei linha sul.Dispõe sobre a Deputados para o dia 12 de abril de 2001.Requer.om VISnos termos do art. de 23 de setembro de 1997. seja a 9503. 04347/01) PAULO JOSÉ GOUVÊA e OUTROS . 258 e 284 da Lei n° Regimento Interno da Câmara dos Deputados.Sugere o transformada e~ C~om!ssão Geral para discuss~o. 14-3-01 . de 23 de novembro de 1999. horas. outras providências. Legislativo . encaminhamento de proposta à Unesco para o (confenndo assmaturas) reconhecimento do Parque Nacional da Serra da LUIS BARBOSA . Canadá.Sugere a regulamentação do inciso IV.Dá nova redação aos arts. ouvida a Mesa. apreciada anteriormente Companhia Marítima. sera inICIada sessao do Congresso Nacional. ante~ ~e encerrar a sess?o. PRESIDENTE (Aécio Neves) congressual dos acordos bilaterais firmados com o Comparecem mais os Srs. *Matéria inserida nesta pauta. (conferindo assinaturas) . (PL. do Jomal Diário do Nordeste.ra~ de constr~ça~ da linha ~e Interno da Câmara dos Deputados. vou encerrar a sessão. após aprovação na época presidida pelo Sr. do art. 78-A à Lei n° 9472.Requer. 11 do Regimento tas a a~llI~açao d~s ob. no Ceará. c. (PL. de SALVAOOR ZIMBALDI .Requer convocação de Sessão Solene da Câmara dos voto de pesar pelo falecimento e desaparecimento Deputados para o dia 6 de novembro de 2001. transmlssa~ da hldr~letnca ~e Gun ate a fronteira se digne inserir nos Anais desta Casa editorial com o BraSIl. (conferindo assinaturas) MARCONDES GADELHA e OUTROS ANTÔNIO CARLOS KONDER REIS . PRESIDENTE (Aécio Neves) .Requer a Requerimento de Sessão Solene .Indicação . às 10 Deputados para o dia 29 de agosto de 2001 . 91 do de Lei . T solene . (INC 01537/01) O SR. de 16 de julho de Requerimento de Sessão Solene . a apensação do Projeto de Lei desativação da Linha sul.Proposta convocação de Sessão Solene da Câmara dos de Emenda à Constituição .

06528 Qumta-feJra 22 DIÁRIO DA ('ÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 Partido Bloco PFL PFUPST PSOB PSB PSOB PMDB PFL PSDB/PTB PSB/PCDOB PSDB/PTB PFL PMDB PTB PFL PSDB PFUPST RORAIMA Luciano Castro Presentes de Roraima : 1 AMAPÁ Antonio Feijão Evandro Mílhomen Fátima Pelaes Jurandíl Juarez Sérgio Barcellos PFUPST Presentes de Amapá : 5 PARÁ Deusdeth Pantoja José Priante Josué Bengtson Raimundo Santos Zenaldo Coutinho PSDB/PTB PFUPST PSOB1PTB Presentes de Pará : 5 AMAZONAS Pauderney Avelino Vanessa Grazziotin PFL pedoB PFUPST PSB/PCDOB PFL PSDB PFL PSOB PFUPST PSDB/PTB PFUPST PSDB/PTB PPS PT PSDB POT/PPS Presentes de Amazonas : 2 RONDONIA Expedito Júnior Marinha Raupp Oscar Andrade Sérgio Carvalho Presentes de Rondonia : 4 ACRE Márcio Bittar Nilson Mourão Sérgio Barros Presentes de Acre : 3 PSOB/PTB .

Março de 2001 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPU lADOS Partido Quinta-teira 22 06529 Bloco TOCANTINS Pastor Amarildo PPB Presentes de Tocantins: 1 MARANHÃO Albérico Filho Costa Ferreira Pedro Novais Sebastião Madeira PMDB PFL PMDB PSDB PFUPST PSDB/PTB Presentes de Maranhão : 4 CEARÁ Antonio Cambraia Roberto Pessoa Rommel Feijó PSDB PFL PSDB PSDB/PTB PFUPST PSDB/PTB PFL PMDB PFL PFUPST Presentes de Ceará :3 RIO GRANDE DO NORTE Lavoisier Maia Múcio Sá Ney Lopes PFLlPST Presentes de Rio Grande do Norte : 3 PARAíBA Adauto Pereira Inaldo Leitão Marcondes Gadelha Ricardo Rique PFL PSDB PFL PSDB PFUPST PSDB/PTB PFUPST PSDB/PTB Presentes de Paraíba : 4 PERNAMBUCO Armando Monteiro Djalma Paes João Colaço José Múcio Monteiro Marcos de Jesus Severino Cavalcanti Wolney Queiroz PMDB PSB PMDB PFL PL PPB PDT PSB/PCDOB PFUPST PUPSL POT/PPS Presentes de Pernambuco : 7 ALAGOAS João Caldas José Thomaz Nonê Olavo Calheiros PST PFL PMDB PFLJPST PFUPST PSB PSOB PSB/PCDOB PSDB/PTB Presentes de Alagoas : 3 SERGIPE Pedro Valadares Sérgio Reis Presentes de Sergipe : 2 .

06530 Quinta-feira 22 BAHIA Benito Gama Gerson Gabrielli Jairo Carneiro João Almeida João Leão Jonival Lucas Junior Jorge Khoury José Rocha Leur Lomanto Mário Negromonte Roland Lavigne Walter Pinheiro Yvonilton Gonçalves DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Partido PMDB PFL PFL PSDB PSOB PMDB PFL PFL PMDB PSDB PMDB PT PFL Março de 20U1 Bloco PFUPST PFUPST PSDB/PTB PSOB/PTB PFUPST PFUPST PSDB/PTB PFUPST Presentes de Bahia : 13 MINAS GERAIS Aracely de Paula Fernando Diniz Glycon Terra Pinto lbrahim Abi-Ackel Jaime Martins Lincoln Portela Márcio Reinaldo Moreira Rafael Guerra Romeu Queiroz Vittorio Medioli PFL PMDB PMOB PPB PFL PSL PPB PSOB PSDB PSDB PFUPST PUPSL PST PSDB PFUPST PSDB/PTB PFL PSDB PSOB PPB PMOB PFUPST PSDB/PTB PSDB/PTB PFUPST PSDB/PTB PSDB/PTB PSDB/PTB Presentes de Minas Gerais: 10 EspíRITO SANTO Magno Malta Rose de Freitas Presentes de Espírito Santo : 2 RIO DE JANEIRO Aldir Cabral Candinho Mattos Dino Fernandes Eurico Miranda Jorge Wilson Presentes de Rio de Janeiro : 5 .

Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU fADOS Oó531 Partido Bloco PSOB PCdoB PT PT PSOB PFL PPB PSL PPS PT PMDB PTN PTB PL PT PSOB PPB PSDB/PTB PSB/PCOOB SÃO PAULO Alberto Goldman Aldo Rebelo Aloizio Mercadante Angela Guadagnin Antonio Kandir Chico Sardelli Cunha Bueno De Velasco João Herrmann Neto João Paulo Jorge Tadeu MudaIen José de Abreu Luiz Antonio Fleury Medeiros Orlando Fanta=ini Silvio Torres Vadão Gomes ()uillta-feira 22 PSDB/PTB PFUPST PLlPSL PDT/PPS PSOB/PTB PUPSL PSOB/PTB Presentes de São Paulo : 17 MATO GROSSO Murilo Domingos Teté Bezerra Welinton Fagundes Wilson Santos PTB PMOB PSOB PMDB PSDB/PTB PSOB/PTB Presentes de Mato Grosso : 4 DISTRITO FEDERAL Paulo Octávio Wigberto Tartuce PFL PPB PFUPST Presentes de Distrito Federal : 2 GOIÁS Barbosa Neto Luiz Bittencourt Zé Gomes da Rocha PMDB PMDB PMDB Presentes de Goiás : 3 PARANA Abelardo Lupion Basílio Villani Dilceu Sperafico José Carlos Martinez Oliveira Filho Ricardo Barros PFL PSDB PPB PTB PL PPB PFUPST PSDB/PTB PFL PPB PFUPST PSDB/PTB PUPSL Presentes de Paraná : 6 SANTA CATARINA Gervásio Silva Joao P.=olatti Presentes de Santa Catarina : 2 Partido Bloco PT PMDB PPB PMDB PHS PSDB PSDB/PTB RIO GRANDE DO SUL Ana Maria Corso Germano Rigotto Luis Carlos Heinze Nelson Proença Roberto Argenta Veda Crusius Presentes de Rio Grande do Sul : 6 .

06532 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS QU1l1ta-llma 22 o SR. PRESIDENTE (Aécio Neves) - Março de 2001 Deixam de comparecer os Srs: Partido Bloco RORAIMA A1ceste Almeida PMDB Almir Sá PPB Francisco Rodrigues PFL Salomão Cruz PPB PFUPST Total de Ausentes: 4 PARÁ PMDB Elcione Barbalho Total de Ausentes AMAZONAS ~ 1 Luiz Fernando PPB Total de Ausentes: 1 RONDONIA Confúcio Moura PMDB Total de Ausentes: 1 TOCANTINS Freira Júnior PMDB Total de Ausentes: 1 MARANHÃO FrancIsco Coelho PFL PFUPST Mauro Fecury PFL PFUPST Paulo Marinho PFL PFUPST Roberto Rocha PSDB PSOB/PTB Arnon Bezerra PSD8 PSDB/PTB Vicente Arruda PSOS PSOB/PTB Carlos Alberto Rosado PFL PFUPST Laire Rosado PMDB Total de Ausentes: 4 CEARÁ Tota' de Ausentes: 2 RIO GRANDE DO NORTE Total de Ausentes: 2 .

Marçu de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPlJr A\)OS Partido qUlllta.feIra 22 Bloco PARAfBA Avenzoar Arruda PT Domiciano Cabral PSDB PSDB/PTB José Mendonça Bezerra PFL PFLlPST Osvaldo Coelho PFL PFLlPST Total de Ausentes: 2 PERNAMBUCO Total de Ausentes: 2 SERGIPE Cleonâncio Fonseca PPB José TeJes PSDB PSDB/PTB João Carlos Bacelar PFL PFUPST Reginaldo Germano PFL PFUPST Total de Ausentes: 2 BAHIA Total de Ausentes: 2 MINAS GERAIS Edmar Moreira PPB Maria Elvira PMDB Ronaldo Vasconcellos PL Tllden Santiago PT Walfrido Mares Guia PTS PSDB/PTB Zezé Perrella PFL PFUPST PSDB PSDB/PTB PUPSL Total de Ausentes: 6 EsplRITO SANTO Feu Rosa Total de Ausentes: 1 RIO DE JANEIRO A1cione Athayde PPB Fernando Gabelra PV Francisco Silva PL PUPSL José Carlos Coutinho PFL PFLlPST Marcio Fortes PSDB PSDB/PTB Mattos Nascimento PL PUPSL Total de Ausentes: 6 SÃO PAULO Celso Russomanno PPB José Indio PMDB Moreira Ferreira PFL Nela Rodolfo PMDB Paulo Lima PMDB Total de Ausentes: 5 PFUPST 06533 .

06534 QlIIllta-felra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Partido Bloco PSDB PSDB/PTB MATO GROSSO Pedro Henry Março de 200 I Total de Ausentes: 1 GOIÁS Jovair Arantes PSDB PSD8/PTB Juquinha PSDB PSD8/PTB Pedro Canedo PSDB PSDB/PTB Roberto Balestra PPB Ronaldo Calado PFL Total de Ausentes: 5 MATO GROSSO DO SUL Flávio Derzi PMDB Marisa Serrano PSDB PSDB/PTB Chico da Princesa PSDB PSDB/PTB José Janene PPB Max Rosenmann PSDB PSDB/PTB Odflio Balbinotti PSDB PSDB/PTB PFUPST Total de Ausentes: .2 PARANÁ Total de Ausentes: 4 SANTA CATARINA Hugo Biehl PPB Total de Ausentes: 1 RIO GRANDE DO SUL Júlio Redecker PPB Osvaldo Biolchi PMDB Paulo Paim PT Synval Guazzelli PMDB Waldomiro Fioravante PT Total de Ausentes: 5 .

às 9 horas. juridicidade e técnica legislativa (Relator: Sr. celebrado em Budapeste. Dr. jurídicidade e técnica legislativa (Relator: Sr. Dr. tendo pareceres das Comissões: de Ciência e Tecnologia. l. Marcelo Déda). do Projeto de Decreto Legislativo nº 482. Pendente de parecer da Comissão de Trabalho. no merito. em 9 de novembro de 1999: tendo parecer da Comissão de Constituição e Justiça e de Redação pela constitUCIonalidade. em 15 de novembro de 1999. Rostnha). I. do Projeto de Decreto Legislativo n!l 415. em 22 de outubro de 1999. em turno único. tendo parecer da Comissão de ConstItuição e Justiça e de Redação pela constitucionalidade. Jorge 8!ttar). de 2000. Comunicação e Informática pela aprovação (Relator: Nº 518-A. ui" do Regimento Interno) Discussão Sr. por troca de Notas. tendo parecer da Comissão de ConstItuição e Justiça e de Redação. em turno ÚniCO. . "j". complementada pela Recomendação 181. de Constituição e Justiça e de Redação pela constitucionalidade. celebrado em Bucareste. 3 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO 1 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 482-A. com a URGÊNCIA {Artigo 151. DE 2000 (DA COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL) Discussão. em Kiev. (Artigo 151. de 2000 que aprova o texto do Acordo sobre Cooperação Científica e Tecnológica celebrado entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da Ucrânia. DE 2000 (DA COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL) Discussão.uinla-teira 22 06535 dia 22. juridlcidade e técnica legislativa e. de 2000 que aprova o texto da Convenção 174 da OIT sobre a Prevenção de Acidentes Industriais Maiores. pela constitucionalidade. (DA COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL) Discussão. em turno ÚniCO. Rosinha). do Projeto de Decreto Legislativo nº 518. adotadas em Genebra em 02 e 22 de junho de 1993. em turno único. 2 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NQ 513-A. 52 § 69 do Regimento Interno) 4 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Ng 415-A. que aprova o texto do Acorde entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da Romênia sobre cooperação na área do combate à produção e ao trafico 'ilícito de entorpecentes e substâncias à psicotrópicas. DE 2000. de 2000 que aprova o texto do Acordo. para Abohç:ão Recíproca da Exigência de Visto de Entrada entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da República da Hungria. ao uso Indevido e farmacodependência. de Administração e Serviço Público. c/c art. DE 2000 tDA COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL) Discussão. juridicidade e tecnica legislativa (Relator: Sr. Geraldo Magela). respectivamente. pela aprovação (Relator: Sr. do Projeto de Decreto LegislatiVO n9 513.

jundicldade. DE 1996 (DO PODER EXECUTIVO) Discussão. de 2000 . Pareceres dos relatores designados pela Mesa em substituição às Comissões: de Finanças e Tributação. DE 2000 (DO PODER EXECUTIVO) Continuação da discussão.ldade. do Projeto de Lei nQ 2. em turno úniCO. Jundicldade e técnica legislativa (Relator: Sr. contra os votos dos Deputados Adão Pretto. da Proposta de Emenda à Constituição nQ 281-A. Salomão Cruz). Léo Alcântara). tendo parecer da ComEssão de Agricultura e Política Rural peja aprovação deste e rejeição das emendas apresentadas em Plenário. Nilson Mourão.689.1. que dá nova redação ao Inciso I do § 1Q do art. DE 2000 (DO SENADO FEDERAL) Discussão. tendo parecer da Comissão de ConstitUIção e Justiça e de Redação pela constituc:cna. pela adequação financeira e orçamentária deste e das emendas apresentadas em Plenário e. de 03 de outubro de 1941 Codlgo de Processo Penal. .681-A. AlOYSIO Nunes Ferreira). Nelson Meurer).06536 Março de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS QUlllta-ttma 22 PRIORIDADE Discussão 5 PROJETO DE LEI NQ 2.848. em primeiro turno. e da Comissão Especial pela aprovação (Relator: Sr. de 2000. pela aprovação deste & pela reieição das emendas apresentadas em Plenario (Relator: Sr. téCnica legislativa e. no mérito. pela constitUCionalidade. que autoriza os Estados e o Distrito Federal a legislar sobre questões especificas de desapropriação para fins de reforma agrária. no méri:o. pela aprovação. em primeiro turno. e dá outras providências.681. Tendo Pareceres: da Comissão de Constituição e Justiça e de Redação pela aprovação (Relator: Sr. e de ConstItuição e Justiça e de Redação. Valaecl Oliveira e Avenzoar Arruda (Relator: Sr. 202 do Regimento Interno) Discussão 7 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 281-8. com substitutiVO (Relator: Sr. RITO ESPECIAL (Artigo 191. Geraldo Simões. clc art. de 1996 que dá nova redação aos parágrafos primeiro e terceiro do artigo 184 e ao artigo 186 do Decreto-Lei nQ 2. do Projeto de Lei Complementar nº 135-A. de 07 de dezembro de 1940 Código Penal e acrescenta paragrafos ao artigo 525 do Decreto-Lei nº 3. Inaldo Leitão). Pauderney Avehno). Continuação da Discussão 6 PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 135-8. 73 da ConstitUIção Federal.

um representante da Associação dos Funcionários da SU DAM e um representante dos servidores. A PROPOSiÇÃO ABAIXO SOMENTE RECEBERÁ.que "Requer a convocação do Ministro da Integração Nacional. instituída pela Lei nQ 8. (Apensado a este o PL n 3.017/00 . Procurador-Chefe da Advocacia Geral da União. 11 e § 1°) Audiência Pública.que "Solicita sejam convidados o Presidente da Eletrobrás e o Presidente da Eletronorte para que prestem esclarecimentos sobre a pretendida divisão da Eletronorte para futura privatizaçãon. para debater. . Anexo fi Horário: 9h A . as razões de extinção do órgão". no CartórIo 2 do Registro de Imóveis".929. Babá .~putado SILAS BRASILEIRO Da Sra.329/00) RELATOR: D. para prestar esclarecimentos quanto às denúncias de possfveis irregularidades nas liberações de recursos da SUDAM ". Babá e outros.do Sr. Do Sr. Sílvio Torres que "fixa valor dos emolumentos a serem cobrados pelo registro da Cédula de Produto Rural (CPR). ele 22 de agosto de 1994.que "Solicita a convocação do Sr. 119. Senhor Fernando Bezerra. José Diogo Cyrillo. \lanessa Grazziotín . Ministro da Integração Nacional e convida o Dr.DIÁRIO DA l'ÀMARA DOS DEPUTADOS Marçll de 2(10] QUlllta-íelra 22 06537 COMISSÃO DA AMAZÔNIA E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL I • COMISSÕES PERMANENTES COMISSÃO DE AGRICULTURA E pOLíTlCA RURAL REUNIÃO ORDINÁRIA AVISOS PROPOSiÇÕES EM FASE _ DE RECEBJMENTO DE EMENDAS (5 SESSOES) Local: Plenário 16. em Substitutivo (art. EMENDAS APRESENTADAS POR MEMBROS DESTA COMISSÃO PROJETO DE LEI W! 3.Requerimentos: Decurso: 3 2 sessão Última Sessão: 26/0312001 Do Sr. Fernando Bezerra.

que 'aprova o ato que autoriza a Associação Cultural Comunitária e Recreativa de São Benedito do Rio Preto • ACCA a executar serviço de radiodifusão comunitária. Do Sr. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NSl 593/2000da Comissão de Ciência e TecnologIa. na Cidade de Porto Alegre.. Comunicação e Informática {MSC 1128/1999} .que "aprova o ato que outorga permissão à Fundação de Serviços de RadiodIfusão Educativa Shalom. . Comunicação e Informática (MSC 557/2000) .que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária Dom Oscar Romero a executar serviço de radiodifusão comunitária. _ RELATOR: Deputado LÉO ALCANTARA. Comunicação e Informática (MSC 801/1997) • que "aprova o ato que renova a permissão outorgada à Rádio ttaparíca FM ltda. Comunicação e Informática (MSC 751/1996) • que "aprova o ato que renova a concessão outorgada à Rádio Difusora de Machado Ltda. para explorar serviço de radiodifusão sonora em freqüência modulada. Comunicação e Informática (MSC 214/1998) .. _ RELATOR: Deputado LÉO ALCÂNTARA. Março de 2001 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N!! 52712000 • da Comissão de Ciência e Tecnologia. RELATOR: Deputado lÉO ALCÂNTARA.06538 QUlllta-fcira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Do Sr. na cidade de Barbacena.. para explorar serviço de radiodifusão sonora em onda média. a comparecer em Audiência Pública o Sena~or Moz~~t1~o Cavalcante autor do projeto que propoe a dIVISa0 territorial do estado do Pará. para explorar serviço de radiodifusão sonora em freqüência modulada. Estado de Minas Gerais". para prestarem esclarecimento sobre o assunto". Estado do RIO Grande do Sul". na localidade de São Benedito do Rio Preto. Da Sra.que "aprova o ato que autonza a Associação de Comunicação e Cultura Liberdade a executar servIço de radiodifusão comuOltária.que "aprova o ato que outorga permissão à MR Radiodifusão Ltda. Cnstovao DiolZ. Estado de Minas Gerais·. para explorar serviço de radiodifusão sonora em freqüência modulada.que "Solicita seja convocado o Ministro do MeiO Ambiente para prestar informações sobre o Programa NaCIonal de Florestas".? Sul". RELATOR: Deputado LÉO ALCÂNTARA. na localidade de Santa Luzia. Estado do Maranhão". Comunicação e Informática (MSC 677/1999) • que' aprova o ato que renova a permissào outorgada à Rádio Atlântida FM de Porto Alegre ltda. para explorar serviço de radiodifusão sono~a em onda média.. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NQ 595/2000 da Comissão de Ciência e Tecnologia. para prestar esclarecimentos sobre a pretendida divisão da Eletronorte para futura privatização". Socorro Gomes .que "Solicita seja convidado. Comunicação e Informá1ica (MSC 1159/1999) . PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N9 533/200ú da Comissão de Ciência e Tecnologia. o Governador do estado em dlscussão.que "Solicita seja convocado Ministro de Minas e Energia. Babá .__pa~ explorar serviço de radiodifusão sonora em frequencla modulada. RELATOR: Deputado LÉO ALCÃNTARA. na cidade de Ijuí. Estado do Rio Grande d!.Sr. RELATOR: Deputado LÉO ALCÂNTARA PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NSl 590/2ÚOOda Comissãô de Ciência e Tecnologia.. para executar serviço de radiodifusão sonora em freqüência modulada. RELATOR: Deputado LEO ALCANTARA. Estado do Maranhão".que 'aprova o ato que renova a permissão outorgada à A. COMISSÃO DE CONSTITUiÇÃO E JUSTiÇA EDE REDAÇÃO REUNIÃO ORDINÁRIA Local: Plenáno 01. com fins exclusivamente educativos. na cidade de Rondonópolis. Comunicação e Informática (MSC 1668/1998) . PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N!! 473/2000 _ da Comissão de Ciência e Tecnologia..C. Anexo 11 Hora: 10 h A . Estado ~ Mato ~rosso·. Comunicação e Informática (MSC 241/1997) • que "aprova o ata que renova a concessão outorgada à Rádio Progresso de Ijuí ltda. RELATOR: Deputado LÉO ALCÂNTARA. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 589/2000da Comissão de Ciência e Tecnologia. na cidade de Salvador. RELATOR: Deputado LEO ALCANTARA. ~r.B. Estado de Minas Gerais'. na localidade de Jaíba. Sr. Rádio e Televisão Ltda. na localidade de Codó. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Ne 534/2000da ComISsão de CiênCia e Tecnologia. RELATOR: Deputado LÉO ALCÂNTARA.Redações Finais: PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N~ 35311999 da Comissão de Ciência e Tecnologia. Comunicação e Informática (MSC 159111999) . Estado da Bahia". o Prefeito de Bel?m. Estado do Maranhão". Da Sra. Socorro Gomes . Edmílson Rodrigues e o Reitor da UFPA. na cidade de Machado. Babá . PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Ng 426/200D _ da Comissão de CiênCIa e Tecnologia. Almir Gabriel.que "Solicita seja convocado o Ministro de Estado da Ciência e Tecnologia a fim de prestar esclarecimentos sobre o acordo de salvagua~das tecnológicas entre o Brasil e o Estados Unidos relacionado a lançamentos a partir do Centro de Lançamentos de Alcântara".

PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 63212000da Comissão de Ciência e Tecnologia. Estado de Minas Gerais". Estado de Tocantins'. Comunicação e Informática (MSC 60512000) . Estado de Rondônia". Comunicação e Informática (MSC 516/2000) . na localidade de Pariquera-Açu. RELATOR: Deputado 9SMAR SERRÁGLlO. RELATOR: Deputado OSMAR SERRÂGLlO. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NIõ! 65312000da Comissão de Ciência e Tecnologia. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 64112. Estado de Minas Gerais". PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 655/2000da Comissão de Ciência e Tecnologia. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 634/2000da Comissão de Ciência e Tecnologia. pelo prazo de três anos.Associação Comunitária do Bairro Novo Horizonte. RELATOR: Deputado LÉO ALCÂNTARA. na localidade de Campina Grande. Comunicaçáo e Informática (MSC 559/2000) .que "aprova o ato que autoriza a ASEARC .que 'aprova o ato que autoriza a Associação de Difusão Comunitária Palmeirõpolis . RELATOA: Deputado LÉO ALCÂNTARA. a executar serviço de radiodifusão comunitána.que "aprova o ato que outorga permissão à Fundação Fafit de Rádio e TV Educativa. Estado do Amazonas". para executar serviyo de radiodifusão sonora em freqüência modulada. Cultural e de Promoção Social "Pe. Comunicação e PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 644/2000· da Comissão de Ciência e Tecnologia. a executar. na localidade de Abel Figueiredo. Estado do Pará". sem direito de exclusividade. a executar selViço de radiodifusão comunitária. Comunicação e Informática (MSC 370/2000) . PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 62212000da Comissão de Ciência e Tecnologia.que 'aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária de Desenvolvimento Artístico e Cultural de Naviraí . Comunicação e Informática (MSC 61312000) . serviço de radiodifusão comunitária.que "aprova o ato que autoriza a Associação de Difusão Comunitária Nossa Senhora DnAbadia a executar serviço de radiodifusão comunitária. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NI! 65212000· da Comissão de Ciência e Tecnologia. RELATOR: Deputado OSMAR SERRÁGLlO. RELATOR: Deputado OSMAR SERRÁGLlO. que autoriza a ACBNH . na localidade de Romaria.que 'aprova o ato que autoriza a Associação de Rádio Comunitária Alternativa a executar serviço de radiodifusão comuOltária. RELATOR: Deputado OSMAR SERRÁGLlO. Comunicação e Informática (MSC 48/2000) .que "aprova o ato que autoriza a Associação de Desenvolvimento Comunitário de Abel Figueiredo. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NIõ! 654/2000da Comissão de Ciência e Teénologia. na localidade de Sete Lagoas. . Comunicação e Informática (MSC 670/2000} . na localidade de Autazes. RELATOR: Deputado OSMAR SERRÁGLlO. Comunicação e Informática (MSC 607/2000) . de 22 de março de 2000. com fins exclusivamente educativos.Marlj\! de 200 I DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPU rADOS Qumta-íena 22 06539 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Ne 61312000 da Comissão de Ciência e Tecnologia. a executar selViço de radiodifusão comunitaria.que "aprova o ato que autoriza a Associação Católica. Estado de Minas Gerais'. Comunicação e Informática (MSC 556/2000) . TO. na localidade de Palmeirópolis. RELATOR: Deputado OSMAR SERRÁGLlO. Comunicação e Informática (MSC 61212000) . a executar. Comunicação e Informática (MSC 603(2000) • que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária PróDesenvolvimento Cultural e Turístico de Caconde a executar serviço de radIodifusão comunitária. RELATOR: Deputado OSMAR SERRÁGLlO.GOO· da Comissão de Ciência e Tecnologia.Associação Sete-Lagoana de Entidades Assistenciais e Rádio Comunitária. Cultural e Artístico "Amiga" de Registro a executar serviço de radiodifusão comunitária. Informática (MSC 518/2000) • que "aprova o ato constante da Portaria nº 103. Estado de São Paulo". na cidade de Ribeirão Bonito. Estado de São Paulo". PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 620/2000' da Comissão de Ciência e Tecnologia. Estado de São Paulo". serviço <:1e radiodifusão comunitária. RELATOR: Deputado LÉO ALCÂNTARA.ACONAVI. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 638/2000 • da Comissão de Ciência e Tecnologia. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Ng 635/2000 do Comissão de Ciência e Tecnologia. na localidade de Registro. Cassimiro Mikucki" a executar serviço de radiodifusão comunitária. RELATOR: Deputado LÉO ALCÂNTARA. na localidade de Naviraí.que "aprova o ato que autoriza a Associação de Difusão Comunitária do Catolá a executar serviço de radiodifusão comunitária.que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitãria de Desenvolvimento Social. Estado da Paraíba'. RELATOR: Deputado LÉO ALCÂNTARA. na localidade de Caconde. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 619f2000 da Comissão de Ciência e Tecnologia. Estado do Mato Grosso do Sul". Estado de São Paulo".que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária Artística e Cultural Vale de Autazes a executar serviço de radiodifusão comunitária. Comunicação e Informática (MSC 515/2000) . pelo prazo de 1rês anos. na cidade de Candeias do Jamari. na cidade de Itararé. na localidade de Bicas.que "aprova o ato que autoriza a Associação Rádio Comunitária Ilha FM a executar serviço de radiodifusão comunitária. Comunicação e Informática (MSC 55812000) . RELATOR: Deputado OSMAR SERRÁGLlO. Estado de São Paulo". PA.

do Sr. PROJETO DE LEI N2 3. que 'dispõe sobre normas de Direito Processual do Trabalho.do Sr. de 10 de fevereiro de 1993.que "estabelece diretrizes gerais da Política Urbana e dá outras providências".869. Laura Carneiro .do Sr. 4 2 da Lei Complementar n 2 73. RELATOA: Deputado FERNANDO CORUJA. de 11 de janeiro de 1973 (Código de Processo CIvil).da Sra. que regulamenta o disposto no inCISO VI do art. regula os pagamentos deVidos pela Fazenda Pública em virtude de sentença judiciária.que "dispôe sobre atendimento preferencial a idosos. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NQ 674/2000da Comissão de Ciência e Tecnologia. Estado do Ceará". dispõe sobre a intervenção da União nas causas em que figurarem. RELATOR: Deputado FERNANDO CORUJA. RELATOR: Deputado FERNANDO CORUJA. Simão Sessimque "acrescenta artigo à Lei n~ 6.da Sra. PROJETO DE LEI N2 2. Luiz Moreira . na localidade de Tlmbaúba.3398/1992 . Dr.CLT.515.que 'institui a reabilitação Criminal de oficio e dá outras providências". 15 da Lei nQ 6. Estado do Tocantins". RELATOR: Deputado OSMAR SERRÁGLlO. PROJETO DE LEI N2 1. José Carlos Coutinho . de 26 de junho de 1970.que "dispõe sobre o estabeleCimento da hora de verão no país em datas determinadas e nas regiões específicas" . na localidade de Calabu. RELATOR: Deputado FERNANDO CORUJA.015. na cidade de Araguaína.229A11998 . RELATOR: Deputado FERNANDO CORUJA.do Sr. e dá outras providências".7968/1997 .016B/1995 .97612000 .do Sr. e dá outras providências".lsão comunitária. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N~ 661/2000da Comissão de CiênCia e Tecnologia. RELATOR: Deputado OSMAR SERRÁGLlO. PROJETO DE LEI N!l303/1999 • do Sr. PROJETO DE LEI N2 667Al1999 . PROJETO DE LEI N2 675/1999 .do Sr. RELATOR: Deputado FERNANDO CORUJA. RELATOR: Deputado OSMAR SERRÁGLlO. Enio Bacci . Angela Guadagnin . Angela Guadagnin . Adolfo Marinho que "dispõe sobre a gestão da Área de Proteção Ambiental (APA) Jericoacoara. PROJETO DE LEI N~ 193/1999 . e clá outras providêncIas'.766/1999 . PROJETO DE LEI N2 5.181N1999 . PROJETO DE LEI N2 1. disciplina a concessão e prestação de assistência judiciária na Justiça do Trabalho e dá outras providências". entes da admimstração indireta. RELATOR: Deputado FERNANDO CORUJA. que disciplinam recursos". Cláudio Cajado .469.que "toma obrigatóna a indIcação nas embalagens dos produtos dietéticos e similares. de 31 de dezembro de 1973. Comunicação e Informática (MSC 59212000) • que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária de Comunicação e Cultura de Timbaúba a executar serviço de radiodifusão comunitária.564. Hélio . com fins exclUSIvamente educatiVos. e dá outras providências'. de 10 de Julho de 1997. RELATOR' Deputado FERNANDO CORUJA.que 'dispõe sobre a assistência domiciliar no Sistema Único de Saúde". Q PROJETO DE LEI N~ 2.que "acrescenta parágrafo único ao art.da Sra.que "dispõe sobre o uso do Bromato de Potássio na fari~~a e nos produtos de panificação'• RELATOR: Deputado FERNANDO CORUJA Março de 2001 PROJETO DE LEI N2 4. das quantidades de edulcorantes utilizados em suas composições". RELATOR: Deputado RONALDO CEZAR COELHO. MárCIO Fortes . de 26 de dezembro de 1977. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 65812000 da Comissão de Ciência e Tecnologia.do Sr. José Roberto Batochio • que "dá nova redação a dispositivos da Lei n~ 5.do Sr. que "dispõe sobre o pagamento de verbas rescisórias em juízo".788/199D . RELATOR: Deputado FERNANDO CORUJA PROJETO DE LEI N~ 406/1999 . Comunicação e Informática (MSC 824/2000) • que 'aprova o ato que outorga permissão à Fundação Educacional São Pedro para executar serviço de radiodifusão sonora em freqüência modulada. . RELATOR: Deputado FERNANDO CORUJA. RELATOR: Deputado OSMAR SERRÁGLlO. Comunicação e Informática (MSC 601/2000) • que "aprova o ato que autoriza a Associação "Clamor dos Pobres" a executar serviço de radiodifl.do Senado Federal (PLS 181/1989) . na localidade de Jaguaribe. PROJETO DE LEI N2 1. RELATOR: Deputado FERNANDO CORUJA. gestantes e portadores de deficiência para f'!larcação de consultas e complementares no Sistema Unico de Saúde".que "altera a Lei 0 2 9. PROJETO DE LEI N2 579A11995 . Estado de São Paulo". Comunicação e Informática lMSC 62112000} • que "aprova o ato que autoriza a Associação Nossa Senhora das Candeias a executar serviço de radiodifusão comunitária.que "altera a redação do artigo 467 da Consolidação das Leis do Trabalho . Valdeci Oliveira . Estado de Pernambuco".06540 Quinta-tlma 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NQ 656/2000 • da Comissão de Ciência e Tecnologia.do Sr. como autores ou réus. pelas indústrias fabricantes. altera dispositivos da Consolidação das Leis do Trabalho. RELATOR: Deputado FERNANDO CORUJA.que "modifica a Lei n 5.

em 04 de abríl de 2000". juridicidada a técnica legislativa. PARECER: pela constitucionalidade. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO W! 545/2000da ComIssão de Ciência e Tecnologia. PARECER: pela constitucionalidade. PARECER: pela constitucionalidade. Estado de Minas Gerais·. Estado de Minas Gerais". PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nl! 679/2000· da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (MSC 948/2000) • que "aprova o texto do Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo do Reino da Bélgica sobre Transporte Aéreo.RECER: pela constitucionalidade.que "aprova o ato que outorga concessão à Rádio Itatiaia Uda. em Capelinha. juridicidade e técnica legislativa. sem direito de exclusividade. Estado de Pernambuco·. 24 e 25 (16 de maio de 1998) e 74 (18 de maio de 1978) da Constituição da Organização Mundial de Saúde. na cidade de Nova Lima. Comunicação e Informática (MSC 237/2000) • que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária Beneficente e Cultural Dona Joaquina de Pompéu a executar serviço de radiodifusão comunitária. em 10 de abril de 2000". PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nl! 579/2000· da Comissão de Ciência e Tecnologia. na cidade de Unaí. na localidade de Bom Conselho. celebrado em São José. c - Proposições sujeitas à apreciação conclusiva das Comissões: PRAZO CONSTITUCIONAL (arL 223 C/C 64. PARECER: pela constitucionalidade. pelo prazo de dez anos. Comunicação e Informática (MSC 115/2000) . RELATÓR: Deputado SÉRGIO MIRANDA. RELATOR: Deputado EDMAR MOREIRA. e PROJETO DE DECRETO LEGiSLATIVO Nº 519/2000· da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (MSC 1150/1998) . RELATOR: Deputado GERALDO MAGELA. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nl! 555/2000da Comissão de Ciência e Tecnologia. a partir de 12 de novembro de 1993.que "aprova o texto das Emendas dos artigos (20 de maio de 1965). em 18 de novembro de 1999".. Estado de Minas Gerai~'~ PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NS! 573/2. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 680/2000· da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (MSC 956/2000) • que "aprova o texto do Acordo entre o Govemo da República Federativa do Brasil e o Governo da República do Panamá sobre o Exercício de Atividades Remuneradas por Parte dos Dependentes do Pessoal Diplomático. na. juridicidade e técnica legislativa. RELATOR: Deputado EDMAR MOREIRA. Administrativo e Técnico celebrado em Brasília. juridicidade e técnica legislativa.que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária de Radiodifusão e TV Jaboticatubas a executar serviço de radiodifusão comunitária. Comunicação e Informática (MSC 96/2000) • que 'aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária Cidade de Capelinna de Radiodifusão a executar. RELATOR: Deputado EDMAR MOREIRA. juridicidade e técnica legislativa. na cidade de Pompéu. juridicidade e técnica legislativa.Proposições sujeitas à apreciação do Plenário da Casa: URGENTE Qumta. sem direito de exclusividade. Comunicação e Informática (MSC 37212000) • que "aprova o ato que autoriza a Associação e Movimento Comunitário Rádio Bom Conselho FM a executar serviço de radiodifusão comunitária..Março de 200 I DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPUTADOS B . Estado de Minas Gerais". RELATOR: Deputado RICARDO FIUZA. para explorar serviço de radiodifusão sonora em freqüência modulada.localidade de Jaboticatubas. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 57212000da Comissão de Ciência e Tecnologia. Estado de Minas Gerais". §§ 2° e 4° da CF/8S) PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 507/2000da Comissão de Ciência e Tecnclogia. Comunicação e Informática (MSC 239/2000) • que "aprova o ato que renova a permissão outorgada ao Sistema de Radiodifusão Veredas de Unaí Ltda.lelra 22 RELATOR: Deputado EDMAR MOREIRA. pelo prazo de três anos. RELATOR: Deputado EDMAR MOREIRA. serviço de radiodifusão sonora em onda média. concluída em Nova York. PARECER: pela constitl:lcionalidade. juridicidade e técnica legislativa. juridicidade e técnica legislativa. PARECER: pela constitucionalidade. serviço de radiodifusão comunitária. celebrado em Brasília. PA.000· da Comissão da Ciência e Tecnologia. PARECER: pela constitucionalidade. 06541 . Comunicação e Informática (MSC 1936/1999) . PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nl! 615/2000 • da Comissão de Ciência e Tecnologia. PARECER: pela constitucionalidade. em 22 de julho de 1946 ". RELATOR: Deputado JOSÉ DIRCEU. juridicidade técnica legislativa. -r- PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nlô! 681/2000· da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (MSC 108812000) • que "aprova o texto do Protocolo de Emenda ao Convênio de Intercâmbio Cultural entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da República da Costa Rica. RELATOR: Deputado SÉRGIO MIRANDA. juridicidade e técnica legislativa. Comunicação e Informática (MSC 317/2000) • que ~aprova o ato que outorga permissão à Fundação Maria Rainha da Paz. PARECER: pela constitucionalidade. para explorar.

RELATOR. PARECER: pela constitucionalidade. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N9 647/2000da Comissão de Ciência e Tecnologia. Estado de Roraima". RELATOR: Deputado EDMAR MOREIRA. PARECER: pela constitUCionalidade. Comunicação e Informática (MSC 369/2000) . na localidade de ltatiba. na localidade de Diamantina. jundicidade e técnica legislativa. serviço de radiodifusão comunitária. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 62412000 da Comissão de Ciência e Tecnologia.que -aprova o ato que autoriza a RC FM . Comunicação e Informática (MSC 598/2000) • que "aprova o ato constante da Portaria n 9 81. Estado de Pernambuco". Jundicldade e téCnica legislativa. RELATOR: Deputado SÉRGIO MIRANDA. RELATOR: Deputado SÉRGIO MIRANDA. que autoriza a Associação Comunitána Educativa e Cultural de Afrânio a executar. de 21 de março de 2000. Estado de Minas GeraIs". PARECER: pela constitucionalidade. Estado do Rio Grande do Norte'. juridlcidade e técnica legislativa. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 683/2000da Comissão de Ciência e Tecnologia. juridic:dade e técnica legislativa. Estado de Pemambuco". na cidade de Manhuaçu. Comunicação e Informática (MSC 56212000) . Estado de Minas Gerais". Comunrcação e Informática (MSC 78/2000) . luridlcidade e técnica legislativa. PARECER: pela constitucionalidade. na localidade de Coronel Ezequiel. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 617J2000· da Comlssâo de Clencia e Tecnologia. na cidade de Boa Vista. PARECER: pela constitucionalidade. PARECER: pela constitUCionalidade.que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária Padre Maximino a executar serviço de radiodifusão comunitária. para executar serviço de radiodifusão sonora em freqüência modulada. juridicidade e técnica legislatIva. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 62S/20oo da Comissão de Ciência e Tecnologia. PARECER: pela constitucionalidade.06542 QU1l1ta-felra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS para executar serviço de radiodifusão sonora em freqüência modulada.que "aprova o ato que autoriza a Associação dos Movimentos Populares de Diamantina . Estado de Pernambuco".' com fins exclusivamente educativos. Comunicação e Informática (MSC 657/2000) • que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária de Radiodifusão de Nepomuceno a executar serviço de radIodifusão comunitária. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NQ 672/2000da Comissão de CiênCia e TecnologIa. RELATOR: Deputado NEY LOPES. Comunicação e Informática (MSC 51312000) . a executar serviço de radIOdIfusão comunitária. RELATOR: Deputado RICARDO FIUZA. da Comissão de Ciência e Tecnologia. na cidade de Ouro Preto. Comunicação e Informática (MSC 1676/1998) . PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N9 631/2000da Comissão de Ciência e Tecnologia. a executar serviço de radiodifusão comunitária. RELATOR: Deputado RICARDO IZAR. para explorar serviço de radiodifusão sonora em onda média. . Comunicação e Informática (MSC 1975/1999) • que 'aprova o ato que autoriza a Associação AssistenCial Cultural Irmã Eliza a executar serviço de radiodifusão comunitária. Comunicação e Informática (MSC 589/2000) • que "aprova o ato que autoriza a ASSOCIação Cultural e Comunitária dos Moradores do Centro da Vitória de Santa Antão a executar serviço de radiodifusão comunitária. juridicidade e técnica legislatIva. na localidade de Nepomuceno. jurídicidade e técmca legislativa· Mauro de 200] PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N9 646/2000 da Comissão de Ciência e Tecnologia. . Comunicação e Informática (MSC 1068/1997) . PARECER: pela constitucionalidade. Comunicação e Informática (MSC 1 ~ 9/2000) . PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 687/2000. na localidade de Santo Antão.. PARECER: pela constitUCionalidade. Estado de São Paulo". Estado de Minas Gerais". que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária e Cultural Ipanemense a executar serviço de radiodifusão comunitária. Estado de Minas Gerais". pelo prazo de três anos. RELATOR: Deputado RICARDO FIUZA.. RELATOR: Deputado EDMAR MOREIRA.AMPODl.que "aprova o ato que outorga permissão à Fundação Educativa Cultural José Allamano. na cidade de Itambé. PARECER: pela constitucionalidade. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO W 669/2000da Comissão de Ciência e Tecnologia. juridlcidade e técnica legislativa PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 618/2000da Comissão de Ciência e Tecnologia. Estado de Pernambuco". RELATOR: Deputado RICARDO FIUZA.que "aprova o ato que renova a concessão outorgada à Rádio OllndaPemambuco LIda.Rádio Comumtána de Itambé. Deputado RICARDO FIUZA. RELATOR: Deputado EDMAR MOREIRA. na cidade de Olinda. na localidade de Ipanema. juridlcldade e tecnica legislativa. na cidade de Afrânio. para explorar serviço de radiodifusão sonora em onda média.que 'aprova o ato que renova a concessão outorgada à RádiO Acaiaca Ltda. juridicidade e técnica legislativa. juridicidade e técnica legislativa. com fins exclusivamente educatiVOS. RELATOR: Deputado ZENALDO COUTINHO. PARECER: pela constitucionalidade. PARECER: pela constitucionalidade. Estaao de Minas Gerais". sem dIreito de exclusividade.

PARECER: pela constitucionalidade. na cidade de Vianópolis. juridicidade e técnica legislativa. na localidade de Balneário Camboriú. com fins exclusivamente educativos. Estado do RIO Grande do Norte". Comunicação e Informática (MSC 827/2000) • que "aprova o ato que outorga concessão à Fundação Educativa e Cultural João Soares Leal Sobrinho.. juridicidade e técnica legislativa. RELATOR: Deputado JAIME MARTINS. PARECER: pela constitucionalidade. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 70612000da Comissão de Ciência e Tecnologia. na cidade de Teófilo Otani. na localidade de Curvelo. RELATOR: Deputado FERNANDO CORUJA. para executar serviço de radiodifusão sonora em freqüência modulada. para explorar serviço de ra<iiodlfusão sonora em freqüência modulada. RELATOR: Deputado LUIZ ANTÔNIO FLEURY. na localidade de lracemápohs. juridicidade e técnica legislativa.que "aprova o ato que autoriza a ASSOCiação e Movimento Comunitário Cultural de Iracemápolis a executar serviço de radiodifusão comunitária. na localidade ele Liberdade. Estado de Pernambuco". jundicidade e técnica legislativa. RELATOR: Deputado EDMAR MOREIRA. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 689/2000 da Comissão de Ciência e Tecnologia. PARECER: pela constitucionalidade. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 7<J5/200Q da Comissão de Ciência e Tecnologia. Estado de Santa Catarina". juridicldade e técnica legislativa. RELATOR: Deputado JAIME MARTINS. juridicidade e téCnica legislativa. Estado de Minas Gerais'. Comunicação e Informática (MSC 45212000) • que "aprova o ato que renova permissão à Rádio 99 FM Ltda. na ddade de Cachoeira do ltapemirim. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NQ 698/2000da Comissão de Ciência e Tecnologia. Comunicação e Informática (MSC 814/2(00) • que 'aprova o ato que autoriza a SOCiedade Rádio Comumtária Camarà FM a executar serviço de radiodifusão comunitária. RELATOR: Deputado HENRIQUE EDUARDO ALVES. Estado de Minas Gerais'. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 693/2000 da Comissão de Ciência e Tecnologia.que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitána Ecológica do Rio Camboriú .que "aprova o ato que Municipal das Associações autoriza a União Comunitárias de Curveto • UMAC a executar serviço de radiodifusão comunitária. 06543 . Estado de Goiás".ACERC a executar serviço de radiodifusão comunitária.que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária para o Desenvolvimento de Carmópolis de Minas e Região a executar serviço de radiodlÍusão comunitária na cidade de Carmópolis de Minas. para executar serviço de radiodifusão de sons e imagens. RELATOR: Deputado EDUARDO PAES. Estado de Minas Gerais". PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N" 704/2000 da Comissão de Ciência e Tecnologia. Comunicação e Informática (MSC 238/2000) • que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária Liberlense de Radiodifusão a executar serviço de radiodifusão comunitária. PARECER: pela constitucionalidade. RELATOR: Deputado ZENALDO COUTINHO. Comunicação e Informática (MSC 814/2000) . PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 699/2000 da Comissão de Ciência e Tecnologia. PARECER: pela constitucionalidade. na localidade de Balneário Camboriú. com fins exclusivamente educativos. na cidade de Ceará·Mirim. juridicidade e técnica legis(atíva.que "aprova o ato que outorga permissão à Fundação Cultural Educacional de Rádio. na localidade de Camaragibe. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 69612000 da Comissão de Ciência e Tecnologia. para executar serviço de radiOdifusão de sons e imagens. Estado do Espírito Santo". juridicidade e técnica legislativa. juridicidade e técnica legislativa. Comunicação e Informática (MSC 81412000) . RELATOR: Deputado JAIME MARTINS. Comunicação e Informática (MSC 814/2000) . PARECER: pela constitucionalidade. PARECER: pela constitucionalidade. Comunicação e Informática (MSC 83212000) . com fins exclusivamente educativos. PARECER: pela constitucionalidade. Comunicação e Informática (MSC 591/2000) . RELATOR: Deputado EDMAR MOREIRA. Estado de Santa Catarina'. PARECER: pela constitucionalidade. juridiCldade e téCnica legislativa.Marçu de 2()() I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU fADOS Quinta-lima 22 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N~ 688/2000da Comíssáo de Ciência e Tecnologia. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NQ 697/2000 da Comissão de Ciência e Tecnologia. Comunicaqão e Informática (MSC 827/2000) • que "aprova o ato que outorga concessão à Fundação Cultural Santa Barbara. PARECER: pela constitucionalidade. PARECER: pela constitucionalidade. RELATOR: Deputado DJALMA PAES.que 'aprova o ato que autoriza a Associação Metropolitana Cultural e Artística "Dom Aloísio Roque Opperman" a executar serviço de radiodifusão comumtária na cidade de Uberaba. Comunicação e Informática (MSC 756/2000) . ComUnIcação e Informática (MSC 611/2000) .que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária de Vianópolis a executar serviço de radiodifusão comunItária. Estado de Minas Gerais". Estado de São Paulo". PARECER: pela constitucionalidade. juridicidade e técnica legislativa. RELATOR: Deputado FERNANDO CORUJA. juridicidade e técnica legisfátiva. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 69512000· da Comissão de Ciência e Tecnologia. Estado de Minas Gerais". PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 69212000da Comissão de Ciência e Tecnologia.

PARECER: pela constitucionalidade. para executar serviço de radiodifusão sonora em freqüência modulada. PARECER: pela constitucionalidade. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 722/2000 da Comissão de Ciência e Tecnologia. RELATOR: Deputado JUTAHY JÚNIOR. Comunicação e Informática (MSC 983/2000) • que "aprova o ato que autoriza a Associação ~o~uni~ána e Cul. Comunicação e Informática (MSC 832. Comunicação e Informática (MSC 974/2000) . PARECER: pela constitucionalidade. Comunicação e Informática (MSC 1066/2000) . RELATOR: Deputado ZULAIÊ COBRA.que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária da Comunidade São José a executar serviço de radiodifusão comunitária. juridlcldade e técnIca legislativa. juridicldade e técnica legislativa. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NQ 715/2000. com fins exclusivamente educativos. Comunicação e Infonnática (MSC 832/2000) . PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NQ 719/2000da Comissão de Ciência e Tecnologia. Estado de Goiás". PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N5! 714/2000da Comissão de Clencía e Tecnologia.2000) . ComUnicação e rnformátlca (MSC 983/2000) . PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N5! 710/2000da Comissão de Cléncia e Tecnologia. na cidade de Caçu. juridlcidade e técnica legislativa. da Comissão de Ciência e Tecnologia.'2000da Comissão de Ciência e Tecnologia. Comunicação e Informática (MSC 832/2000) . Os indicados são: Deputado ÁTILA LINS (Bloco PFUPST) Deputado RENATO VIANNA (Bloco PMDB/PTN) Deputado UBIRATAN AGUIAR (PSDBIPTBlPLJPSi/PSUPPB) RELATOR: Deputado Pedro Novais . Estado de Minas Gerais'. Juridicidade e técnica legislativa. DIstrito Federa'''. PARECER: pela constitucionalidade. na localidade de Conchas. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N2 769/2000da Comissão de Ciência e Tecnologia. Estado da Bahia'.t~ral de Caçu. Comunicação e InformátIca (MSC 933/2000) . COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO Local : Plenáno 4. na cidade de Uruaçu. Manio de 2001 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N9 721/2000da Comissão de Ciéncia e Tecnologia. Jund:cldade e técnica legislativa. jundicidade e técOlca legislativa. na localidade de Juazeilinho. Anexo 1\ Horário: 10h REUNIÃO ORDINÁRIA -INDICAÇÃO DAS LIDERANÇAS com vistas ao preenchimento de vaga de Ministro aberta na composição do Tribunal de Contas da União. juridicidade e técnica legislativa. juridicidade e técnica legislativa.que "aprova o ato que autoriza a AssOCiação MOVimento Comunltano Rádio Pérola FM . RELATOR: Deputado SÉRGIO MIRANDA.que "aprova o ato que autoriza a ASSOCiação Rádio ·Comunitária Madre FM a executar serviço de radiodifusão comunitána. Estado do Amazonas". juridicidade e técnica legislatIVa. Estado de Goiás". pelo prazo de três anos. Comunicação e Informática (MSC 946/2000) . PARECER: pela constitucionalidade. PARECER: pela constitucionalidade.que "aprova o ato que outorga permissão à Fundação Cultural Pássaro Grande. RELATOR: Deputado INALDO LEITÃO. na localidade de Manacapuru.que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitána de Comunicaçâo e Cultura "Comunidade em Ação" a executar serviço de radiodifusão comunltána. RELATOR: Deputado VILMAR ROCHA.que 'aprova o ato que outorga permissão à Fundação Santa Luzia. Estado de Minas Gerais'. Deputado V1LMAR ROCHA. na cidade de Carangola.AMCRP/FM a executar. para executar serviço de radiodifusão sonora em freqüência modulada. RELATOR: Deputado ÁTILA LINS. na cIdade de Muzambmho. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NE 724.06544 Qumta-feJra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NI! 709/2000 da Comissão de ClenCla e Tecnologia. PARECER: pela constitucionalidade. RELATOR: Deputado ZENALDO COUTINHO. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N9 713/2000da Comissão de Ciéncia e Tecnologia. Estado de São Paulo". RELATOR: Deputado SÉRGIO MIRANDA. na localidade de Madre de Deus. . para executar serviço de radiodifusão sonora em freqüência modulada. PARECER: pela constitucionalidade. a executar serviço de radlodlfusao comunltana.que "aprova o ato que autoriza a Associação Comunitária de Comunicação e Cultura do Gama a executar serviço de radiodifusão comunitária. Comunicação e Informática (MSC 933/2000) . na localidade do Gama.que "aprova o ato que autoriza a AssoCiação Comunitána 8adw Club FM "A Voz de Nazaré" a executar servIço de radiodifusão comunitária. Estado do Ceará".que "aprova o ato que outorga permissão à Fundação Sitonio do Vale. com fins exclusivamente educativos na cidade de Novas Russas. RELATOR. • RELATOR: Deputado LÉO ALCÂNTARA. serviço de radiodifusão comUnitária. PARECER: pela constitucionalidade. juridicidade e técnica legislativa. Estado da Paraiba". com fins exclUSivamente educativos. PARECER: pela constitucionalidade.

COMISSÕ ES TEMPORÁ RIAS COMISSÃO ESPECIAL PL 1. PROJETO DE LEI NQ 1. nos dias 29 e 30 de novembro próximo passado.Explanação do Relator. Anexo 11 Horário: 10h Substitutivos art. Comissão Especial oestinada a apreciar e dar parecer sobre todos os Projetos de Lei em trâmite nesta Casa. para prestar esclarecimentos sobre o acidente com a plataforma P-36.503. A COMISSÃO PROJETO DE LEI W. Anexo /I Horáno: 9h30min 06545 11 . daquela empresa. da Constituição Federal. 119. Ministro do Superior Tribunal de Justiça. PUBLICO AVI S OS PROPOSiÇÕES EM FASE DE RECEBIMENTO DE EMENDAS (5 SESSÕES) Decurso:4a sessão Última Sessão: 2310312001 AUDIÊNCIA PÚBLICA Convidados. COMISSÃO DE TRABALHO. Sr. 2 .Ministro RUY ROSADO DE AGUIAR JÚNIOR. (Apensado: PL ng 1. Luiz Sérgio . bem como sobre os processos de licitação para construção das plataformas da Petrobrás./ 2. Dr. RELATOR: Deputado: EDINHO BEZ. COMISSÃO ESPECIAL SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL Local: Plenário 7.Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor. DE 1999 .666. . RELATOR: Deputado JÚLIO SEMEGHINI. . Hélioque 'institui a fatura eletrônica e a assinatura digital nas transações de "comércio· eletrônico'. Flávio Derzi que "altera as Leis nl!g 9. Deputado Edinho Bez. 11 e § 1°) PAUTA PROPOSIÇÃO ABAIXO SOMENTE RECEBERA EMENDAS APRESENTADAS POR MEMBROS DESTA 1 . Henri PI1i1ippe Reichstul. relativos à regulamentação do Sistema Financeiro Nacional.solicitando realização de Audiência Pública com a presença do Presidente da Petrobrás.483.483/99 COMÉRCIO ELETRÔNICO Local: Plenário 13 Anexo 11 Horário: 10h Requerimento: Do Sr. Coordenador do Departamento de Atendimento do IDEG . MARCOS OfEGUES.Quinta-teira 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 200 I COMISSÃO DE MINAS EENERGIA REUNIÃO ORDINÁRIA Local: Plenário 10.Indicação de nomes de juristas especializados em Direito Financeiro e representl:lntes dos trabalhadores dos diversos segmentos que compõem o Sistema Financeiro Nacional para Audiências Públicas. DE ADMINISTRAÇÃO ESERViÇO . de 1997. de 1993".do Sr. e Dr.154199 . e 8.do Sr. especialmente os constantes no Anexo Unico do ato de Criação. RELATOR: Deputado LAíRE ROSADO acerca do Seminário ocorrido na Cidade do Rio de Janeiro.589/99). conforme previsto no artigo 192.

no trecho entre a divisa do Estado do Amazonas até a Cidade de Caracaraí. ·sobre a avaliação do cumprimento das metas referente ao ano de 1999. que "encaminha as Contas do Presidente da República referentes ao exercício financeiro de 1995". acompanhado da metodologia utilizada para a apuração do resultado primário do Governo Centra1". acompanhado da metodologia utilizada para a apuração do resultado primário do Governo Central". RELATOR: Senador JONAS PINHEIRO VOTO: pela aprovação das Contas. Anexo 11 Horário: 9h PAUTA A. HORÁRIO: DE 09:00 ÀS 12:00 E 13:30 ÀS 18:30 Do Sr.Relatórios: cp. Anexo 11 Horário: 10h PAUTA ~ Deliberação de Requerimentos. ·sobre a avaliação do cumpnmento das metas referente ao ano de 1999. ORÇAMENTOS PÚBUCOS E FISCALIZAÇÃO AUDIÊNCIA PÚBLICA DEPOENTE: Sr. RELATOR: Senador LUIZ PONTES MENSAGEM N2 1. acompanhado da metodologia utilizada para a apuração do resultado primário do Governo Central".06546 Quinta-lIma 22 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS CPI . RELATOR: Deputado JOÃO LEÃO VOTO: pela aprovação das contas. MENSAGEM NQ 34B/1999-CN. no Estado de Roraima.OCUPAÇÃO DE tERRAS PÚBLICAS NA AMAZÔNIA Local: Plenário 9. (Encerra-se a sessão às 19 horas e 5 minutos. que "encaminha as Contas do Presidente da República referentes ao exercício financeiro de 1999. jogador de futebol. que solicita inspeção na pavimentação e execução de obras de arte na BR-174. conforme projeto de decreto legislativo apresentado. MENSAGEM NS! 349/2000-CN.035/1999-CN. .) . B ~ Requerimentos: NOTA: FORMULÁRIO PARA EMENDAS DiSPONíVEL NAS SECRETAR!AS DAS COMISSÕES. a fim de que sejam apuradas as responsabilidades. Do Sr.COMISSÕES MISTAS COMISSÃO MISTA DE PLANOS. Local: Plenário 02. Anexo 11 Horário: 9h30min 11I .CBF I NIKE Local: Plenário 11. RELATOR: Senador LU1Z PONTES MENSAGEM N2 173/1996-CN. ROBERTO CARLOS. conforme projeto de decreto legislatIvo apresentado. "sobre a avallaçâo do cumprimento das metas referente ao ano de 1999. Airton Cascavel. Sérgio Miranda. que solicita o restabelecimento de publicações de 1abelas de detalhamento de receitas nos Relatórios de Demonstração da Execução Orçamentária. RELATOR: Senador LUIZ PONTES MENSAGEM N2 414/2000-CN.

destinada a acomplUlhar a apuração do acidente oconido na madrngada de Iwje na Plat%rma P·36. Brmília. na Bacia de Campos'~ o Presidente da Câmara dos Deputados resolve desigllar os SellJwres Depu/ados Luiz Alberlo (PT/BA). Alexandre Smuos (PSDBIRJ). t~ )ÉCIONrE~ . . Publique..Março de 2001 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DF. se. para fazer parte da mesma COlnissão. Heleno (P8DB/RJ) e CandinJw Mattos (PSDBIRJ)..PUI ADOS QUll1ta-leira 22 06547 '" ATO DA PRESIDENCIA Em aditamento ao Ato da Presidência que constituiu "Comissão Externo./ Preside '(! S . 21 de março de 2001. no Cmnpo de Roncador. Nelson Pelegrino (FI'IBA). sem ônus para a CâmlUa dos Deputados. Haroldo Lima (PC do B/BA). Dr. da Petrobrás.

06548 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS QUlllta-felra 22 M31ço de 2001 ATOS DO PRESIDENTE o PRESIDENTE DEPUTADOS. cÂMAR. da Lei nO 8.A. item r. artigo 1°. junho de 1990. CNE-12. C. exerce do do cargo Quadro de no Gabinete 21 de março de Assessor Pessoal do da Qua~to- Secretário. DOS DEPUTADOS. o a::::-tigo de 11 de dezembro de 1990. de 2001. KAMY nO 112.123. .112. RESOLVE 35/ LIMA item I. de 28 de . que de acorde CaIr:. Administrativo Câmara dos exonerar / ponto Adjunte Deputados. DA DOS no uso das atribuições que lhe con::ere o alínea "~n a do Ato da Mesa nO 205. FORMIGA PONCE. err.

da Ato da Mesa nO 205.995. de 28 de junho de 199:].co A. a~t:"go ~990.bro ée Assessor !écn.:"ei n° FRE IRE exonerar.arto Secretá~ios. ite~ artigo :0. o de 11 de deze!T.0 ~~ CN"2:.. Câmara cc~ que ponto . da ANUNCIADA '.RA DOS CEp:-JTA[. RESOLVE :"tem 1.. de acerdo a.OS. Sup1e~"[e dos SaLANO I dos Deputadcs.dj"Jn"co C.. no us:J das DA atr:"buições cÂMARA q"Je lhe 06549 DOS confere :J 1. MARIA cargo àe do Quad2:'o je Pessoal da exerce no Gabine-::e e::n 21 de março ::ia Qc. :'12. CÂl-1A.::. do 35.. alinea na". àe 200i..Março de 2(0) QUllIta-íeiIa 22 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS o PRESIDENTE DEPUTADOS. 1='2. .-12.

de 11 de dezembro de 1990.495.:12. Cânara exonerar. . RESOLVE 35. ar~igo i~em la. item I f Administrativo dos de acordo com o art:'gc da Lei nO 8. CÂ..Ji.JY". NÉLIA DA CONCEIÇÃO BICALHO. Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS QUlnta-tlma 22 DA DOS n8 uso das atribuições que lhe con::ere 8 r. de 28 de junho de 1990. alinea "a". do Ato da Mesa na 205. Adjunto Deputados. ponto nO 113.RA DOS DEPUTADOS f em 2ili de março de 2001. Cf que CNE-12.06550 o PRESIDENTE DEPUTADOS.. exerce do do cargo de Quadro no de Gabinete Assesso~ Pessoal do da Quarto- Secretário.

. j uI:. exe~ce ::'13. OLAVO pont.a :"ei r. 0 DALCANALE RIGON NETO. do Jepartamer-to de COKissões. d.Quinta. àe 28 de .to Depl:t:ados. :\ural. 8.20Cl.:. :"te~ GO =.:e!Dbro je ::"990..en-:'es.fere o 205. uso das a::":"nea li-I! a DA OÓ55 I DOS a-::.te ira 22 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPU1 AVOS MantO de 20tll o PRESIDENTE DEPUTADOS. ée de::. artigo 1°.ribu:"ções que =-he c::m..ho de 1990.::-mar.112. da' que C.. àe Quadro de Pessoal ca na 20missãe de ~oorde~ação de.222. e~ 21de março CIO NEVES / FresidEnt.carqo de Assessor de Ag~lcultura Comissões Câmê~a e dos ?e-lí~~ca Pe:.. ae ::. RESOLVE 35..e / de . CP~~A DOS DEPUTArOS. item :.e n c CXE-12. ~écnico Adj~r.

06552 QUlllta-tima 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPurADOS o PRESIDENTE DEPUTADOS. REJANE cargo Quadro artigo de de no Gabine-:e 21àe março Assessor Pessoal de na Quarto- Secretário. que lhe confere o do Ato da Mesa n° 205.-go 1°. a-=-ínea "a rt . de 11 de VENTURA. que acordo ào exerce com o de 199C. de 28 de junho de 1990. e~ de 2001. Deputados. .112. RESOLVE 35. ite~ MAYER de l. cÂMARA DOS D~PUTADOS. CNE-~2. Administrativo Câmara exonera~. dos ponto n° Adjunto C.1~2. :lO Março de 2001 DA DOS uso das atribuições art2. item l. àa Le: n° 8. dezemb~o do 114.

da Lei nO 8.0 205. RENATO DINIZ MACHADO.. ponto na 112. que do cargo de Assistente do Quadro de Pessoal da Câmara no Gabinete do Primeiro Vice- Presidente. alínea das n~1l Cl 06553 . de acordo com o artigo 35. DA CAMARA atribuições . iten I.. CNZ-09. PRESIDENTE no use item I. dos exerce Deputados. CÂHARA DOS :JEFJTADOS. em 21de março àe 2COl. RESOLVE exonerar.205.Março de 2001 D lÁRlü DA CÀMARA DOS DEPUTADüS o DEPUTADOS. Técnico de Gabinete.112. de 11 de dezenbro de 1990. Qumta-ícira 22 que lhe DOS confere o do Ato da Mesa r. artigo ~o. . de 28 de junho de 1990.

a partir de 21 de março do corrente ano. de 1990.112. cargo da atribuição da função comissionada de Secretário de Controle Interno. item r. ponto n° 3. 8.06554 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Qumta-tlma 22 "'" O PRESIDENTE DA CAMARA DOS DEPUTADOS. de 28 de junho de 1990 . alínea Ita lt . dispensar. do Quadro de Pessoal da Câmara dos Deputados. CÂMARA DOS DEPUTADOS. do Ato da Mesa n Q 205. RESOLVE 35.428. . de dezembro ocupante de de Analista Legislativo Padrão 45. em 21 de março de 2001. no uso das atribuições que lhe confere o artigo 1°. DOS de de acordo com o artigo 11 SANTOS. FC-09. que exercia na secretaria de Controle Interno. da MARIA Lei n° VITERBO Categoria Funcional Técnica Legislativa. item ADIVANY I.

da função comissionada de Consultor de Orçamento e Fiscalização Financeira. de 28 de junho de 1990. .296.112. item I. no uso das atribuições que lhe confere o artigo 1°. item I. cÂMARA DOS DEPUTADOS.. RE SOLVE 35. ponto n° 4.feira 22 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 06555 . que exercia na Consul toria de Orçamento e Fiscalização Financeira. alínea "ali. SALVADOR ROQUE BATISTA JÚNIOR. do Quadro de Pessoal da Câmara dos Deputados.. em 21 de março de 2001.. de 11 de dezembro de 1990. O PRESIDENTE DA CAMARA DOS DEPUTADOS. FC-07.QUlIIta. da Diretoria Legislativa. ocupante de cargo da Categoria Funcional de Analista Legislativo atribuição Técnico em Material e Patrimônio. do Ato da Mesa n° 205. a partir de 21 de março do corrente ano. Padrão 45. da Lei n° dispensar. de acordo com o artigo 8.

para nomear. de 28 de junho de 1990. e o art~go 6° da Lei n° 8. ~. cÂMARA DOS DEPUTADOS. no uso das atribuições que ::"he confere o artigo l°. Código C1270464. àa SOUSA Le~ LIMA n° 8. . do Ato da Mesa nO 205. item ANTONIA JOSSARA GOMES ALVES DE no Gabinete Ass~sten~e ào Técnico de Prirne~ro Vice- Gabine~e Ad~unto C~E-15.06556 QUlllta-fima 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 200 I A O PRESIDENTE DA CAMARA DOS . transformado pelo artigo 3° do Ato àa Mesa n° 15. RESOLVE lI. 2residente. do Quadro àe Pessoal àa Câmara dos Deputados. DEPUTADOS. em 21 àe março . ~~ CIO NEVES Presldente de 2001 .112. item I. exercer. o cargo de na forma do artigo 9°. de 24 de fevereiro de 1999.112. ~esa combinado com o artigo 10 ào Ato da nO 01. alínea "a". citada. de 11 de dezembro de 1990. de 26 de maio de 1987.

Deputados. t~~/ CIO NEVES Presidente . de ar~igo 26 de -o do Ate da Mesa na 01. cA~ DOS DEP~TADOS. Assistente C127ü464 1 n° nomear l 15. o artigo 6° da Lei nO 8 .Março de 200l DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUrADOS o DEPUTADOS. em21 de março de 200l.112. de Quadro transfc:::mado pelo ~aio citada l na forma do artigo 9°. de no uso àas DA a tr ibuições cÂMARA que lhe 06557 DOS confere o item 11 a'::"ínea " a "l do Ato da Mesa nO 205 1 de 28 de artigo 1°1 junho PRESIDENTE Quillta-ttma 22 e :'990. de 24 de fevereiro de 1999.112 1 Técnico do de 1987. de 11 de dezerrbro de 1990 1 RESOLVE 11 1 da Lei exercer I 8. ELIANE Gabinete de artigo Adjunto Pessoal 3° da do Ato DI Câmara o cargo àe Código CNE-15 1 dos da Mesa n° combinado corr o parágrafo único do item GUERRA para MASCARENHAS no Gabinete do Primeiro Vice-Presidente.

J:e c:)nfe~e o do Ate da Hesa n e 205. de :28 de 6° da nO 1e: 8. :na':e ée 1987. de ã. ~6digo repu::ados.:.:.rt:~gc : o do de 8n 21 de março I \~ C'J:O j NEVES I Presidente de 20nl. . :tem _.u:Lnado c.to ?essoa~ da ~. o parágrafo ".o Gabinete do Primeiro-Secretário. 3° do Ato da EeSâ n° Ate da Mesa n° 01. ae _~ de dezembro de 199C.112. 8. RESOLVE lI. :c. no das 1. FABI..cmear. t e=:'l -' r:. Gab:ne~8 de de ar~igo hd~~r:. coy. a:::tigo a-::::::ibuicães que ::.2.orr. c:e 2(:. ci::adc.ANE ALVES CRISPIN DOMINGOS Quud=o tra:c.. Técniço de na forma de a:::tigc ao ..Ín::"co de feverei~~ CÂM?RA ~os ~EP~TADOS. Assistente C1270684..l2.06558 Qumta-tima 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Marçu de 2001 o PRESIDENTE DA cÂMARA DOS DEPUTADOS. dos Câmara 1::. da Lei n° para exercer. àe 24 de ::. al=-::lea "a junto de 1990 r e o rF .sfo=Tado pe=-.S0 artigo 1°. ::) CEtr:go de C~~-15.

na forma ao Gabi:::ete Adj .999. ::::•. ~~sister-~e Cl27317~. RESOLVE :LI. e uso al~nea o at~ibuições das "a n a~tigo . 1990. exerce. em 21 de março de 2801.o Ato ca co:n. Je 24 de ~evereiro de 1.:'-12._ DOS ~EFUTP. junho QUlllta-t~iIa DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU lADOS to.DCS. de 11 de dezembro de 1990. Seg~ndo-Secreta~io.. ca~go lO do Ato da Mesa ~o de ::óài':.binadc cem c parágrafc C1. de 1996..!o dos Deputados.::::-. .'Ían.. dE: :3 de . do n° unice do 34.nto :âTIa~a D. .?J.o de 200 I de no ~~e~ I.. de 28 de 6° da Lei nO 8.o PRESIDENTE DEPUTADOS. Çuadro de Pessoal da ~·1esa nooea1.i . artigo la. citada. da Lei n G ~o Gab~nete Técrüco de 8 .112. a~~iqc ar~igo item JOSÉ CARLOS VIANA oa~-:::. DA 22 0655Y cÂMARA DOS que lhe confere o do Ato da Mesa nO 205. .2JI1JI. cr~ado pe~c c. o CNE-15.:[lar::::::::. ..

.1ARJl.06560 Quinta-feira 22 o '" PRESIDENTE DA CAMARA DOS DEPUTADOS. cc~ ée 24 de fevereirc de 1999..::.e lr._ DOS :JEPT~l\:COS.. nomear. de 11 de 1990. de 13 de marco ce 19?6.. da Le~ ~o 8. cJi.adc ~n~co de CD.r io. =1. ~eputados. dos ~a ~esa c de artigo l° do Ato ja Mesa nO O~. e~ 21 de II:Ja::"ÇO -~O-p cro NEVE~ preSidenti I I I ae 2001. do Ato da Mesa nO 285. na fo::::rc2.. al~nea 1990.~:2.e confere o "a".eCrllCO de GabineLe Adj~n:o .~IDA GONÇALVES pa::::a exe:::::e-r. :rLO • . conbir.:-. jur-no de dezeF~rc Março de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS no uso das i~em I.!. pe:o Ato Gabinete do Segunde-Secre -:::=.E-15. citada. RESOLVE i:: eIfl. o parágraf0 ca.J. e e a:::::: i:!Juições c. co Quacro de Pessoal da Câmar2. r-1 ' Assisten::e C1273~7~. de 28 de artige EO da ~e~ ne de :.:-go cria~o nO 34.112. artigo 1°. JOSÉ REZENDE DE .

em 21 de março de 2001. e o artigo 6° da Lei nomear (' na nO 8. item I. o cargo de Assessor Administrativo Adjunto D. do Ato da Mesa n° 205. CNE-14. DA CAMARA DOS no uso das atribuições que lhe confere o artigo 1°. RESOLVE forma do artigo 9°. . Código C1060454 1 de Pessoal da Câmara dos Deputados.112. citada..112. PRESIDENTE Quinta-teira 22 06561 . cÂMARA DOS DEPUTADOS. da Lei nO 8. alinea "a". KAMY LIMA FORMIGA PONCE para exercer. de 28 de junho de 1990. item 11... 1° da Resolução n° 103 1 do Quadro transformado pelo artigo de 03 de dezembro de 1984 1 combinado com o parágrafo único do artigo 1° do Ato da Mesa nO 01. de 24 de fevereiro de 1999. de 11 de dezembro de 1990. no Gabinete do Quarto-Secretário.Marçu de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS o DEPUTADOS.

do Ato da Mesa n° 205. o cargo de CNE-15. e o artigo 6° da Lei n° 8. de 24 de fevereiro de 1999. cÂMARA DOS DEPUTADOS.06562 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Qumta-feira 22 Março de 2001 o PRESIDENTE DA DEPUTADOS. Técnico do de Quadro Gabinete de Adjunto Pessoal transformado pelo artigo 3 D da D. LETÍCIA DE ALMEIDA BORGES no Gabinete do Primeiro Vice-Presidente. de 26 de maio de 1987. Assistente C1270464. Código Deputados. . citada. combinado com o parágrafo único do artigo 1° do Ato da Mesa nO 01.112. alínea "a". 8. FtESOLVE lI.112/ de 11 de dezembro de 1990. item 1. Câmara dos do Ato da Mesa nO para 15. na forma do artigo 9°. item nomear. de 28 de junho de 1990. da Lei n° exercer. no uso das CÂMARA DOS atribuições que lhe confere o artigo 1°. em 21 de março de 2001.

RESOLVE 11...112. e o artigo 6° da Lei nO 8. c. nO para exercer. DA C. o carljo de Assistente Técnico de Gabinete Adjunto D. alínea "all. de 24 de fevereiro de 1999. março ~~ 10 NEVES Presidente / / ..AM. na forma do artigo 9°. CNE-15. artigo l°. combinado com o parágrafo único do artigo 1° do Ato da Mesa nO 01. DOS DEPUTADOS. nomear. da Lei 8.NO no Gabinete do Quarto Suplente dos Secretários. do Ato da Mesa nO 205.ARA DOS atribuições que lhe confere o item I. junho de PRESIDENTE no uso das Qumta-tcíra 22 06563 . do Quadro de Pessoal da Câmara dos Deputados. Código C1273744. de 11 de dezembro de 1990. de 28 de 1990. criado pelo Ato da Mesa nO 77.112. de 11 de dezembro de 1997.ÂMARA.Maryo de 200I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS o DEPUTADOS. citada. em 21 de de 2001. MARIA ANUNCIADA FREIRE itE:ITl SOLA.

o cargo de Assistente Técnico de Gabinete Adjunto D. do Quadro de Pessoal da Câmara dos Deputados. RESOLVE item 11. em 21 de ~ CIO NEVES Presidente março de 2001. criado pelo artigo 1° do Ato da Mesa n° 10.112.06564 Quinta-feira 22 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS . da Lei nO 8. nomear. do Ato da Mesa nO 205. alínea na". item I. de 24 de fevereiro de 1999. de 11 de dezembro de 1990. PERES PADOVANI para exercer. combinado com o parágrafo único do artigo 10 do Ato da Mesa nO 01..112. e o artigo 6° da Lei n° 8. o DEPUTADOS. de 29 de março de 1995. na citada. de 28 de junho de 1990.. forma MARIA do DA artigo GLÓRIA 9°. CNE-15. Código C1270604. PRESIDENTE DA CAMARA DOS no uso das atribuições que lhe confere o artigo l°.. . cÂMARA DOS DEPUTADOS. no Gabinete do Segundo Vice-Presidente.

o cargo de Assessor Administrativo Adjunto D. combinado com o parágrafo único do artigo 1° do Ato da Mesa n° 01 1 de 24 de fevereiro de 1999. NAIDE ANA DE CERQUEIRA COSTA GOMES para exercer. item 11. RESOLVE nomear. citada. de 28 de junho de 1990. alínea lia". em 21 de março de 2001. do Quadro de Pessoal da Câmara dos Deputados.Março de 2001 DIÁRIO LJA CÂMARA DOS DEPU I AnOS Quinta-1tma 22 06565 o PRESIDENTE DA cÂMARA DOS DEPUTADOS.112. da Lei nO 8. no uso das atribuições que lhe confere o artigo 1°. na forma do artigo 9°. de 11 de dezembro de 1990. do Ato da Mesa nO 205. transformado pelo artigo 1° da Resolução nO 103. e o artigo 6° da Lei n° 8. item T. Código C1060454. de 03 de dezembro de 1984. CNE-14. . no Gabinete do Quarto-Secretário. cÂMARA DOS DEPUTADOS.112.

item I. de 11 de dezembro de 1990..112.-..AMARA DOS PRESIDENTE DEPUTADOS. artigo 1° da Resolução nO 103. na n° 8. .. do Quadro de Pessoal da Câmara dos Deputados.... do Ato da Mesa nO 205. Código C1060454. alínea "a"..112.06566 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Quinta-lima 22 o '" DA C. citada. NÉLIA DA CONCEIÇÃO BICALHO do Quarto-Secretário. de 24 de fevereiro de 1999. CNE-14.--. RESOLVE da Lei n° item 11. em 21 ~. NEVES Presidente de 2001.. cÂMARA DOS DEPUTADOS.. e o artigo 6° da Lei nomear. o cargo de Assessor Administrativo Adjunto D.. combinado com o parágrafo único do artigo 1° do Ato da Mesa nO 01. Gabinete f arma do arti ga 9o .. para exercer. no 8.. no uso das Março de 2UOl atribuições que lhe confere o artigo 1°.... de 03 de transformado pelo dezembro de 1984.c/--~ cro de março '"----. de 28 de junho de 1990.

combinadc lado Ato da JYIesa n° (] 1. de 29 de paragrafo único do artigo item CNE-15. Assistente Técnico de Gabinete Adjunto D.112.FA DOS DEPUTJl. em 21 de março I~~' NEVES cro Presidente o de 2001. Pessoal da Câmara dos Deputados. citada.nOS. no na forma do artigo 9°. da Mesa nO 10.. com de 24 de fevereiro de 1999. item I. nomear.112. alinea "a".Março de 2001 OLÁRIO DA CÂMARA DOS DH'UTAOOS o DEPUTADOS. RESOLVE 11. 8. do Ato da Mesa nO 205.rgo de do Quãdro de criado pelo artigo 1° do Ato marco de 1995.. de 28 de junho de 1990. o ca. da Lei n° exercer. Gabinete do OLAVO DALCANALE RlGON NETO para Primeiro-Secretário. de 11 de dezembro de 1990.. e o artigo 6° da Lei n° 8. Quinta-lIma 22 06567 Ao PRESIDENTE no uso das C~ DA atribuições que lhe DOS confere o artigo 10.J:!lP. . CF.

do Ato da Mesa n° 205/ de 28 de junho de 1990. da Lei nO 8. de 24 de fevereiro de 1999. o cargo de Assessor Administrativo Adjunto D. em 21 de março de 2001. Código CI060454. cÂMARA DOS DEPUTADOS. para exercer/ no Gabinete do Quarto-Secretário. CNE-14. na nO 8. citada. alínea "a". . forma REJANE do artigo MAYER VENTURA 9°.112.06568 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS QUInta-lima 22 o PRESIDENTE DA cÂMARA DOS DEPUTADOS. de 11 de dezembro de 1990. do Quadro transformado pelo artigo de 03 de dezembro de 1984/ combinado com o parágrafo único do artigo 1° do Ato da Mesa nO 01.112. RESOLVE item 11. de Pessoal da Câmara dos Deputados. item 1. 1° da Resolução n° 103. no uso das atribuições que lhe confere o artigo 1°. e o artigo 6° da Lei nomear.

Março de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Quinta-feira 22 06569 '" O PRESIDENTE DA CAMARA DOS DEPUTADOS. alinea "a". item RENATO para DINIZ MACHADO no Gabinete do Primeiro Vice-Presidente. item I. de 24 de fevereiro de 1999. na forma do artigo 9°. Assistente C1270464. de 26 de maio de 1987. Câmara dos do Ato da Mesa nO 15. citada. de 11 de dezembro de 1990. Técnico do Quadro de Gabinete de Pessoal transformado pelo artigo 3° Adjunto da D. RESOLVE 11.112. combinado com o artigo 10 do Ato da Mesa na 01. em 21ffle março de 2001.112. da exercer. do Ato da Mesa nO 205. . n° Lei nomear. o cargo de CNE-15. 8. Código Deputados. cÂMARA DOS DEPUTADOS. no uso das atribuições que lhe confere o artigo 1°. de 28 de junho de 1990. e o artigo 60 da Lei na 8.

428. ponto nO 3. DA CÂMARA DOS PRESIDENTE no uso das atribuições que lhe confere o artigo 1°. de 30 de maio de 2000. para exercer. do Ato da Mesa nO 205. artigo 13 ADTVANY da MARIA Categoria Resolução nO VITERBO DOS Funcional de 21. alínea lia". e o artigo 6° da Lei nO 8. Controle Interno. cargo da atribuição Técnica Legislativa. Controle Interno. Deputados. a partir de 21 de março do corrente ano. 4 de de SANTOS. em 21 de março ~ CIO NEVES Presidente de 2001. item I. de 28 de junho de 1990. comissionada na Secretaria de de Assessor de do Quadro de Pessoal da Câmara dos transformada pelo artigo 1° do Ato da Mesa nO 37. cÂMARA DOS DEPUTADOS. RESOLVE designar por acesso. Analista na novembro ocupante Legislativo de de 1992. a função FC-07.112. .06570 Quinta-feira 22 Março de 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS o DEPUTADOS. Padrão 45. de 11 de forma do dezembro de 1990.

de 1992. na forma do MARIA APARECIDA CORDUA ocupante de cargo da Categoria Funcional de Técnico Legislativo . cÂMARA DOS DEPUTADOS. em 21 de março de 2001.atribuição Assistente Administrativo. Pessoal da Câmara dos Deputados. a partir de 07 de Padrão 30. do Ato da Mesa nO 205.514. . alínea "a". a função comissionada de Assistente de Gabinete..DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPU1ADOS Març" de 2001 Quiuta-lima 22 06571 . FC-05. item I. artigo 13 da Resolução nO 21. O PRESIDENTE DA CAMARA DOS DEPUTADOS. BOSON. RESOLVE designar por acesso. do Quadro de criado pelo artigo l° do Ato da Mesa n° 16. para exercer. no Gabinete do Segundo Vice-Presidente.. ponto n° 4. março do corrente ano. de 03 de maio de 1995. no uso das atribuições que lhe confere o artigo l°. de 28 de junllo de 1990.

do Ato da Mesa nO 205.296. ponto março do Padrão 21 de atribuição Interno. alínea "a". FC-09.06572 Mallro de 200 I DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS QUlIlta-felra 22 o PRESIDENTE DA cÂMARA DOS DEPUTADOS. o artigo da 6° Lei nO de 8. em 2l de março de 2001. RESOLVE designar por acesso. na comissionada de Secretário de Controle Interno. item l. criada pelo artigo 4° do Ato da Mesa nO 69. exercer. SALVADOR ROQUE BATISTA JÚNIOR. do Quadro de Pessoal da Câmara dos Deputados. ocupante de cargo da Categoria Funcional de Analista Material e Patrimônio. artigo da 13 Resolução nO de 21. corrente em para ano. de 21 de junho de 1994. 4 de na novembro de 1992. . cÂMARA DOS DEPUTADOS. a função nO Técnico 4. de 28 de junho de e 1990. a partir Secretaria de de Controle Legislativo 45. no uso das atribuições que lhe confere o artigo 10.112. 11 de forma do dezembro de 1990.

Jurandil Juarez. Saulo Pedrosa. Paulo Kobayashi. Deputado Luís Carlos Heinze. o Deputado Gerson Peres convidou o Deputado Luís Carlos Heinze a assumir a presidência. Igor Avelino. O Livro de Presença registrou o comparecimento dos Deputados-Titulares: Abelardo Lupion. Roberto Pessoa. Wilson Santos. Josué Bengtson. A seguir. Rose de Freitas e Vadão Gomes. Themístocles Sampaio. B.Estados Unidos da América. Prosseguindo. com trinta e três votos favoráveis. Igor Avelino e Roberto Balestra. Nilo Coelho. Marcelo Castro. o trabalho das Subcomissões criadas no âmbito deste Órgão Técnico. o Presidente designou o Deputado Waldemir Moka para Quinta-letra 22 06573 servir como secretário. Romel Anízio. Josué Bengtson. declarando-o empossado.Sá. das áreas agrícola e agrária. Deputados Ronaldo Caiado. ainda. Joaquim Francisco. resumidamente. e apresentou. Telmo Kirst. Compareceu. Luís Carlos Heinze. Carlos Dunga. e as ações desenvolvidas pela Comissão no que se refere à participação do Brasil na Rodada do Milênio. Feita a chamada nominal. Joel de Hollanda. A seguir. Adauto Pereira. da Organização Mundial do Comércio. Paulo Braga. Romel Anízio. Sérgio Carvalho. Ronaldo Caiado. Antônio Jorge. José Carlos Elias. Deputado Josué Bengtson.3 8 SESSÃO LEGISLATIVA Ata da Primeira Reunião (Instalação e Eleição de Presidente e Vice-Presidentes) Realizada em vinte e um de março de 2001 Às dez horas do dia vinte e um de março de dois mil e um. Deixaram de registrar suas presenças os Deputados: Adão Pretto. Sá. Moacir Micheletto. os Deputados Nelson Marquezelli. conforme acordo de Lideranças. Salomão Cruz e Silas Brasileiro. Assumiu a presidência dos trabalhos. Nelson Meurer. Kátia Abreu. Tânia Soares. Anivaldo Vale. com trinta e três votos favoráveis. Carlos Batata. Nilo Coelho. Foi constatada a coincidência entre o número de cédulas e de votantes. com trinta e três votos favoráveis. Osvaldo Reis. Padre Roque. Roberto Balestra. B. Telmo Kirst. Orlando Fantazzini. Waldemir Moka. o Presidente declarou abertos os trabalhos e anunciou. o Presidente designou os Deputados Carlos Batata e Nelson Marquezelli para servirem como escrutinadores. Dando prosseguimento. Paulo Kobayashi.DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Março de 2001 COMISSÕES ATAS DAS COMISSÕES COMISSÃO DE AGRICULTURA E POLíTICA RURAL 51 8 LEGISLATURA . Ezidio Pinheiro. para eleição do Presidente e Vice-Presidentes deste Órgão Técnico. Waldemir Moka. Giovanni Queiroz. segundo e terceiro Vice-Presidentes. convidou para compor a Mesa os Deputados Odelmo Leão (Líder do . Odílio Balbinotti. Helenildo Ribeiro. . Pompeo de Matos. Fetter Júnior. Carlos Dunga. Moacir Micheletto. as negociações entre a classe produtora e o Poder Executivo. O Presidente eleito convidou para tomar assento à Mesa os Deputados Ronaldo Caiado. Rose de Freitas. Nelson Marquezelli. aos servidores da Comissão e aos consultores da Casa. Moacir Micheletto e Josué Bengtson e declarou-os empossados. Havendo número regimental. Giovanni Queiroz. para 1° Vice-Presidente. Confúcio Moura. Kátia Abreu. Luís Carlos Heinze. Armando Abílio. Saulo Pedrosa. Luci Choinacki. Hugo Biehl. no Plenário n° 6 do Anexo 11 da Câmara dos Deputados. João Grandão. Nilson Mourão. respectivamente. e de primeiro. Cleonâncio Fonseca. na presente Sessão LegisLativa. Nelson Meurer. na forma regimental. o Deputado Gerson Feres. Deputado Ronaldo Caiado. Vadão Gomes e Werner Wanderer. na qualidade de mais recente Presidente. Orlando Desconsi. o Deputado Gerson Peres. para 2° Vice-Presidente. Anivaldo Vale. Processada a apuração. João Grandão. Marcelo Castro. os nomes dos candidatos aos cargos de Presidente. Francisco Coelho. Deputado Moacir Micheletto. Deputado Luís Carlos Heinze. em Seattle . João Tota. Carlos Batata. Fetter Júnior. Wilson Santos e Xico Graziano. Moacir Micheletto e Abelardo Lupion usaram da palavra para parabenizar o Deputado Gerson Peres pela sua atuação como Presidente desta Comissão na última Sessão Legislativa. Kincas Mattos. Dilceu Sperafico. Finda a votação. Nelson Marquezelli. ainda. o Presidente agradeceu a atuação dos membros na última Sessão Legislativa. com trinta e três votos favoráveis. com destaque para as principais audiências públicas realizadas. Moacir Micheletto e Josué Bengtson. Jaime Fernandes. José Carlos Elias.Suplentes: Agnaldo Muniz. Padre Roque. e para 30 Vice-Presidente. reuniu-se a Comissão de Agricultura e Política Rural. João Tota. convocada pelo Presidente da Câmara dos Deputados. Ronaldo Caiado. Xico Graziano e. Dilceu Sperafico. votaram os Deputados Abelardo Lupion. Antes de dar início à votação. Adauto Pereira. Themístocles Sampaio. Augusto Nardes. os avanços mais importantes obtidos pela Comissão no último ano. que tiveram como principal função o equacionamento do endividamento agrícola. o Presidente anunciou o seguinte resultado: para Presidente. Justificaram suas ausências os Deputados Hugo Biehl. Ezidio Pinheiro.

Elcione Barbalho. o Presidente convocou reunião ordinária a realizar-se na próxima quarta-feira. Freire Júnior. e dá outras providências. o Deputado Evandro Milhomen. que. Presente ainda o Deputado Rubens Bueno na qualidade de Líder do Bloco PDT/PPS.Associação Brasileira de Grãos). Danilo de Castro. o Presidente agradeceu o apoio dos membros. dos servidores da Comissão e dos representantes das entidades que compareceram à reunião. Sérgio Carvalho. garantia de preços. Assumiu a presidência dos trabalhos. eu. o Presidente levou ao conhecimento do Plenário que iria distribuir ao Deputado Ronaldo Caiado o Projeto de Lei n° 9ü2-A/99 . Átila Lins. o Senhor Carlos Rivaci Sperotto (Presidente da Federação de Agricultura do Rio Grande do Sul). Logo após. Airton Cascavel.apoiaram a sua . Franqueada a palavra. às dez horas. porém. neste Plenário. Márcio Bittar. Abelardo Lupion. e seguro agrícola. Deputado Luís Carlos Heinze.membros titulares. Josué Bengtson. Deixaram de registrar suas presenças os Deputados Alceste Almeida. Presidente. indicou. Alberto Ercílio Broch e Sérgio Telles. que também saudaram os novos integrantes da Mesa da Comissão e externaram manifestações de êxito ao Presidente eleito. Alberto Ercílio Broch (Representante da CONTAG . Secretário. Marcelo Castro. Marcos Afonso. Badu Picanço.que "cria o Cadastro Nacional da Pecuária Brasileira. Os trabalhos foram encerrados às doze horas e trinta e cinco minutos. Odelmo Leão. Benedito Dias. Por último. Socorro Gomes. Nada mais havendo a tratar. Carlos Batata. . Havendo . na presente Sessão Legislativa. Vanessa Grazziotin e Vic Pires Franco . Moizes Lobo da Cunha. para substituí-lo. Waldemir Moka. convocada pelo Presidente da Câmara dos Deputados. Dilceu Sperafico.do Sr.Confederação Nacional da Agricultura). Eurípedes Miranda. na qualidade de Presidente.06574 QUlllta-felra 22 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS Partido Progressista Brasileiro) e Abelardo Lupion (presidente da Frente Parlamentar da Agricultura).fruticultura irrigada . COMISSÃO DA AMAZÔNIA E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL 51 8 LEGISLATURA _ 3 8 SESSÃO LEGISLATIVA Ata da Primeira Reunião (instalação e eleição de presidente e vice-presidentes).ca~didatura e demonstrou-se disposto a dar continUidade aos trabalhos iniciados pelos ex-Presidentes Dilceu Sperafico e Gerson Peres. Romel Anízio. o Presidente agradeceu aos integrantes de seu Partido e aos das demais bancadas partidárias da Casa que . Mário de Oliveira e Sérgio Barcellos . lavrei a presente ATA. antes. necessitando ausentar-se. com ênfase para as questões do endividamento rural. Ágide Meneguette (Presidente da Federação de Agricultura do Paraná). bem como os Senhores Antonio Ernesto de Salvo (Presidente da CNA .principalmente na região Nordeste. A lista de presença registrou o comparecimento dos Senhores Deputados Antonio Feijão. Evandro Milhomen. que parabenizaram o Presidente e Vice-Presidentes eleitos. será assinada pelo Presidente e encaminhada à publicação no Diário da Câmara dos Deputados. E para constar. Luiz Fernando e Salomão Cruz. Ezidio Pinheiro. ainda. no plenário n° 15 do Anexo 11 da Câmara dos Deputados. dos consultores da Casa presentes. e Valdir Colatto (Superintendente da OCB . que depois de lida e aprovada. o Deputado Xico Graziano sugeriu que fosse convidado para expor sobre esse tema o Senhor Pedro de Camargo Neto. o Presidente concedeu a palavra aos Senhores Carlos Rivaci Sperotto. Francisco Galli (Presidente da Sociedade Rural do Estado do Paraná) e Sérgio Telles (Presidente das Abrasgrãos . Durante as discussões. culturas adicionais como arroz. Jurandil Juarez. Josué Bengtson. Babá. Mauro Lopes. realizada em 21 de março de 2001 Às onze horas e trinta e sete minutos do dia vinte e hum de março de dois mil e hum. João Paulo . dia vinte e oito. Logo após. Ao usar da Março de 2001 palavra em seu pronunciamento. o Presidente registrou a presença dos Senhores Leôncio de Souza Brito Filho (Presidente da Federação de Agricultura do Mato Grosso do Sul).membros suplentes. reuniu-se a Comissão da Amazônia e de Desenvolvimento Regional. dada a sua relevância. Raimundo Santos. Luciano Castro. Manoel Vitório. usaram-na os Deputados Nelson Marquezelli." Sua Excelência informou.Organização das Cooperativas Brasileiras). Dr. que incluiria na Ordem do Dia da próxima reunião da Comissão requerimento de sua autoria para discussão desta matéria em audiência pública. Moacir Micheletto e Giovanni Queiroz. milho e trigo. ressaltaram a atuação do Deputado Luís Carlos Heinze em seu primeiro mandato e desejaram-lhe sucesso na condução dos trabalhos. que assumiria a Secretaria de Produção e Comercialização do Ministério da Agricultura e do Abastecimento naquela semana. Xico Graziano.Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura). Ricarte Freitas. e os Senhores Deputados Asdrubal Bentes. feijão. para a eleição do Presidente e Vice-Presidentes deste órgão técnico. Robério Araujo. na forma regimental. Valdir Colatto.

.~.k/.. .. para Vice-Presidente Elclone Barbalho com dezenove votos e um voto .cu-L~- <"-'::or· J r/ . ~ ...- c..~ ROBÉRIO ARAÚJO SALOMAD CRUZ SOCORRO GOMES VANESSA GAAZZIOTIN ./ J '\ ~ \'\.- -- ~ ~ LUIZ FERNANDO . Deputado Eurípedes M.Março do 2001 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS número regimental./ /' "f'-4-'''.. ~om dezenove voto~ e um voto branco. 'l- /'I . para Vice-Presidente. Socorro Gomes. A seguir.. Afonso. foi constatada a coincidência entre o número de cédulas e de votantes...03.vY/ ~ -. o Presidente declarou abertos os trabalhos e anunciou. os nomes dos candidatos aos cargos de Presidente.. Anexo 11 LISTA DE PRESENÇA . Deputados Airton Cascavel. \ - . A seguir./- 7. para VIce. Secretário. às nove horas. Facultada a palavra.. Presidente.. .. Babá..iranda...1-... Camara do~ Deputados. .. Marcos Afonso.. declarou empossados os Deputados Airton Cascavel./' VIC PIRES FRANCO ~-lj""'" A~~ f3.J o. Elcione Barbalho e Marcos Afonso.< ~"\.-I / -? . James Lewis Gorman Júnior.- ') -~- V/. de Vice-Presidentes.-- ~ . dela fizeram uso os Deputados Josué Bengtson. EUR(PEDES MIRANDA FREIRE JÚNIOR JOSUÉ BENGTSON . O Presidente eleito.resl en e.<. / j'/ MANOEL VITÓRIO /Y . BENEDITO DIAS I I..--.c.c -'" . -.L IJ fi . eu. lavrei a presente ata que depois de lida e aprovada. conforme acordo de Lideranças.r---. Presidente ~ bhcaçao no ~Iano da. Processada a apuração._. será e encaminhada a pu... ---./" ~ ~ ÁTILA LINS --- / DANILO DE CASTRO / DR. /I' -f / /' BABÁ MAURO LOPES " ~ L ANTONIO FEIJAO 06575 ~-----J ---C> / / F---. .. Sérgio Carvalho.cP< / --- . I~ ~ ~ y.. Benedito Dias.4')1/" lA'~ (...Ã ~ ~"A RAIMUNDO SANTO. o Presidente anunciou o seguinte resultado: para Presidente. Finda a votação.. Manoel Vitório.TITULARES ~ \ AIRTON CASCAVEL ALCESTE ALMEIDA ~ .... Deputado Eurípedes Miranda. " COMISSÃO DA AMAZONIA E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL REUNIÃO DE ELEiÇÃO DATA: 21....---:""'--- SÉRGIO CARVALHO . e encerrou os trabalhos às doze horas e quarenta e sete minutos. ~ V ..-~ . -- - DL-..d~ "f ~ \ . ... c~m deze~ove votos e um voto branco. . o Deputado Evandro Milhomen convidou o De- Qumta-lcira 22 putado Eurípedes Miranda a assumir a presidência... Dr. Deputado Airton Cas~avel. E para constar. "-= . Mauro Lopes.{-.. o Presidente designou o Deputado Sérgio Carvalho para servir como secretário. . Vanessa Grazziotin e Rubens Bueno.?1i "--." MARCOS AFONSO (' ~ """- -------- "/L...pelo . I .. - -- .- -~ - .. P 'd t Deputado Marcos b ranco... Elcione Barbalho.Deputado Eunpedes Muanda.- I / 'xJ ~ JURANDIL JUAREZ LUCIANO CASTAO y? /- .. assinada _ . [\. com dezenove votos e um voto branco..: RICARTE DE FREITAS . O Presidente convocou reunião para o próximo dia vinte e dois de março.. Airton Cascavel. - /.:r--il ~ /": --Z~ -.2001 HORÁRIO: 9 horas LOCAL: Plenário 15./7-~ . declarando-o empossado.. Deputado Eurípedes Miranda..-J -.-' . Elcione Barbalho e Marcos Afonso."---:7'" .

".06576 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS QUlnta-fima 22 Março de 2001 COMISSÃO DA AMAZÔNIA E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL REUNIÃO DE ELEiÇÃO DATA: 21. MÁRIO NEGROMONTE PASTOR AMARILDO SÉRGIO BARCELLOS TILDEN SANTIAGO VALDEMAR COSTA NETO WELLlNGTON DIAS -La.03...-------. ~..-.. 7- ."'._.ó" ~ AVENZOAR ARRUDA .."'.. x ~\'--------------f CONFÚCIO MOURA /' v // '- EULER RIBEIRO I EVANDRO MILHOMEN HAROLDO BEZERRA r/f/íf 1 JOÃO CASTELO JOÃO RIBEIRO V //1 j JOSÉ ANTONIO ALMEI..'-:.A'-l~~ .'---+----.---------...&..../ ~~ / ' f-=-=-'.":::.1 I' i . --- MÁRCIO BITTAA MARINHA RAUPP / .SUPLENTES z:_ ANIVALDO VALE ASDRUBAL BENTES .- 1.. . \ \ MÁRIO DE OLIVEIRA .4'" BADU PICANCO ".- ~ ...----.- --~-_..DA ( .__ __ ~_-ea~--' o KÁTIAABREU LUISINHO - -..2001 HORÁRIO: 9 horas LOCAL: Plenário 15.. -" I .---_... Anexo 11 LISTA DE PRESENÇA ..':"':~":..a'''' --------------.....

BENEDITO DIAS EURípEDES MIRANDA ELCIONE BARBALHO FREIRE JÚNIOR JOSUÉ BENGTSON. \\ -=:r-o -_---. ROBÉRIO ARAÚJO SALOMÃO CRUZ SÉRGIO CARVALHO SOCORRO GOMES VANESSA GRAZZIOTIN VIC PIRES FRANCO l 0 \ r ~.Quinta-teira 22 DIÁRIO DA CÀMARA DOS DEPlnADOS Marçu do 2001 COMISSÃO DA AMAZONIA E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL REUNIÃO DE ELEiÇÃO DATA: 21. Anexo 11 LISTA DE VOTAÇÃO \ 1\ ANTONIO FEIJÃO AIRTON CASCAVEL ALCESTE ALMEIDA ÁTILA LINS BABÁ DANILO DE CASTRO !_ ~J}-\ DA.. JURANDIL JUAREZ LUCIANO CASTRO - / LUIZ FERNANDO MANOEL VITÓRia MARCOS AFONSO MAURO LOPES RAIMUNDO SANTOS RICARTE DE FREITAS.2001 HORÁRIO: 9 horas LOCAL: Plenário 15..03.- ~ 06577 ..

..- \ ~...1/1lJ-7 BADU PICANÇO- ~'"" ':'x-' /.03. ~ ./~~ CONFÚCIO MOURA ~ ELCIONE BARBALHO EULER RIBEIRO EVANDRO MILHOMEN HAROLDO BEZERRA JOÃO CASTELO JOÃO RIBEIRO JOSÉ ANTONIO ALMEIDA KÁTIAABREU LUISINHO MÁRCIO BITIAR MARINHA RAUPP /I MÁRIO DE OLIVEIRA \ /1 -...2001 HORÁRIO: 9 horas LOCAL: Plenário 15.06578 Quinta-feIra 22 Março de 2UOr DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DA AMAZÔNIA E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL REUNIÃO DE ELEiÇÃO DATA: 21../ . '" -. V AVENZOAR ARRUDA . /Unn -t ~ 1- MÁRIO NEGROMONTE PASTOR AMARILDO SÉRGIO BARCELLOS.-/ TILDEN SANTIAGO VALDEMAR COSTA NETO WELLlNGTON DIAS ..~ /...J.? / f.. Anexo 11 LISTA DE VOTAÇÃO ANIVALDO VALE /~ ASDRUBAL BENTES ".

_ votos em branco nulos Total de votos PRIMEIRO VICE-PRESIDENTE: Deputado j1 01-- - ~_ -I-A-.p:.I.\ PtAd M."...._Q _ votos em branco nulos Total de votos _20_- TERCEIRO VICE-PRESIDENTE: Deputado _ ~p."'_L_C<_O_A1..A_V_t_L votos em branco nulos Total de votos SEGUNDO VICE-PRESIDENTE: Deputado J~ 20 .Marçll de 2()() I DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUrADOS Quinta-teüa 22 06579 RESULTADO DE ELEiÇÃO COMISSÃO DA AMAZÔNIA E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL RESULTADO DA ELEiÇÃO DO PRESIDENTE E VICE-PRESIDENTES EM ~ DE MARÇO DE 2001 PRESIDENTE: Deputado fI....:.' _ _~::. 5" A~RJ_1i.' _fl-_ro_tJ__ C_I_\_..Ç_(_.....:.f\_(l_flJ_/!L_I.._·6-=-.(......I::.) fL.......-t'J..:..-.(1...----- _O~ _2.".--~_o_~~_ votos em branco nulos Total de votos -----~ ._!1)_..

Gerson Peres. no Plenário 1 do Anexo " da Câmara dos Deputados. Bloco PSD~/PTB-PB. na forma do Ato da Mesa n° 54/2001. Nelson Pellegrino. às dez horas e quarenta e quatro minutos. ~~stodlo Mattos. José Genoíno. Robson Tuma. pelo PT. Júlio Redecker. André Benassi Antônio Carlos Konder Reis Augusto Farias. o Deputado Robson Tuma recebeu trinta e seis votos. reuniu-se ordinariamente a Comissão de Constituição e Justiça e de Redação. Reginaldo Germano. Roland Lavigne. LUIz Eduardo Greenhalgh e Marcos Rolim. Léo Alcântara. José Dirceu. votar~m os Sen~ores Me~~ros Titulares. O Deputado Ronaldo Cezar Coelho convidou os parlamentares eleitos a tomar . para Segundo Vice-presidente. Inaldo Leltao. o Deputado Osmar Serraglio recebeu trinta e sete votos. Nelson Marchezan Nelson Otoch. Cicero Lucena. Benedito Dias. Deputados Ricardo Rique. Rob~on Tuma. para Presidente. O Senhor Presidente proclamou o resultado declarando eleitos os Deputados Inaldo Leitão. José Antônio Almeida. Ronaldo Cezar Coelho. Rita Camata. e os Senhores Membros Suplentes. Bispo' Rodrigues. Cláudio Cajado. O Senhor Presidente afirmou ainda que. José Roberto Batochio. Mauro Benevides. constatando-se a coincidência entre o número de cédulas e o de votantes. o Deputado Zenaldo Coutinho recebeu trinta e sete votos. Nelson Marchezan. Moroni Torgan. P~raíba. os ~o~es dos candidatos ao~ carg. Fernando Coruja. Robson Tuma e Osmar Serraglio. Deputados Alceu Collares. Geovan Freitas. Moroni Torgan. Luís Barbosa. Pedro Irujo. José Antônio Almeida e Sérgio Miranda. na forma regimental. E~ segUimento: o . não membros. Aldir Cabral. Murilo Domingos. Gerson Peres e Ibrahim Abi-Ackel. Paulo Magalhães. Cezar Schirmer. Encerrada a votação.!hores Membros Suplentes. e que a elelçao que se seguIrIa sena procedida nos termos do art. para instalação dos trabalhos e eleição do Presidente e respectivos Vice-Presidentes desta Comissão.3a SESSÃO LEGISLATIVA ORDINÁRIA Ata da Primeira Reunião Ordinária _ Instalação e Eleição de Presidente e Vice-presidentes _ Realizada em 21 de Marco de 2001 Aos vinte e um dias do mês de março de dois mil e um. nos termos do art. _ Jaime Martins. respectivamente. e para Terceiro Vice-presidente. o Senhor Presidente declarou aberta a reunião e esclareceu que esta havia sido convocada pelo Presidente da Casa. nos termos Março de 2001 regimentais. Zulaiê Cobr~ e os Se. foi registrado o comparecimento dos Senhores Membros Titulares. O Deputado Ronaldo Cezar Coelho assumiu a presidência dos trabalhos. Segundo ~ _Terceiro Vice-Presidentes.os de P~esldente e Primeiro. pelo PPB. Vic Pires Franco e Wagner Salustiano. Deputados Andre Benassl. Cláudio Cajado. Foi registrada a presença dos Senhores Deputados Damião Feliciano e Chiquinho Feitosa. e Zenaldo Coutinho. Conolano S~les. pelo Bloco P~DB/PTB. Luciano Bivar.06580 Qumla-felra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE CONSTITUiÇÃO E JUSTiÇA E DE REDAÇAO 51 a LEGISLATURA . José Dirceu. Alexandre Cardoso. Ricardo Ferraço e Vicente Arruda. pelo Bloco PDT/PPS. Deputados Aldir Cabral. 39. Também foi assinalada a presença do Prefeito da cidade de João Pessoa. Eurico Miranda. AtUa Lira. Luís Barbosa e Pedro Irujo. Em seguida. Ricardo Rique. Sr. Fernando Gonçalves. pelo PMDB. Zenaldo Coutinho. § 4°. esta Comissão era c?mpost~ de cinqüenta e um Deputados ~it~lares. José Aleksandro. Professor Luizinho. Geovan Freitas. Luiz Eduardo Greenhalgh. Coriolano Sales: Custódio Mattos. Deputados Atila Lins.. pelo Bloco PSDB/PTB. Zenaldo Coutinho. o Deputado Inaldo Leitão recebeu trinta e sete votos. Jaime Martins. para a eleição do Presidente e dos Vice-Presidentes deste Órgão Técnico.. Fernando Coruja. Presidente. Inaldo Leitão. pelo PMDB. Segundo e Terceiro Vice-Presidentes. Dr. Nelson ~~ad. Vilmar Rocha. pelo Bloco PSB/PCdoB. No Livro de Presenças. Nelson Trad. Primeiro. ABERTURA: Havendo numero reglmenta'. Fernando Gonçalves. Mendes Ribeiro Filho. convocada pelo Presidente da Câmara dos Deputados.o Senhor Presidente anuncIou: conforme acordo de lIde~anças. com Igu~~ num~ro de su~lentes. pelo Bloco PFUPST. Eurico Miranda. Ronaldo Cezar Coelho. do Regimento Interno. Renato Vianna. Feita esta. resp~ctlvamente. Deputados Inald? LeItao. Bloco PFUP~T-SP.Senhor PreSidente procedeu a chamada ~omlnal. Zenaldo Coutinho e Zulale Cobra. Paulo Ma~alhaes e Robson Tuma~ Pelo Bloco PFU~ST. pelo Bloco PUPSL. Geraldo Magela. Sérgio Miranda. para Primeiro Vice-presidente. Osmar Serraglío. e Osmar S~rragho. PMDB-PR. Edmar Moreira.d Lav~gne. 7° do Regi~ento Interno. Blo~o PSDB/PTB-PA. 'Paes Landim. Nelson Otoc~. o Senhor Presidente convidou o Deputado Ibrahim Abi-ackel a auxiliar na apuração dos votos. Osmar Serragllo e Rolan. Foram apurados trinta e sete votos. sendo que. Marcos Rolím. na presente Sessão Legislativa. e Rita Camata. Bispo Rodrigues e Luciano Bivar. Ibrahim Abi-Ackel. José Gonomo. Augusto Farias. Ney Lopes. Bispo Wanderval. Deixaram de registrar suas presenças os Senhores Membros Titulares.

Março de 2001 DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPU r ADOS lugar à mesa e agradeceu a colaboração e o companheirismo dos membros da Comissão. parabenizando-o e declarando-o empossado. Moroni Torgan. Luisinho. será assinada pelo Senhor Presidente e encaminhada à publicação no Diário da Câmara dos Deputados. e de Vice-Presidentes. A Lista de Presença registrou o comparecimento dos Deputados Adolfo Marinho. às dez horas. E. Sérgio Barcellos. o Deputado Inaldo Leitão assumiu a presidência dos Trabalhos e. suplentes. José índio e Moacir Micheletto. Paulo Octávio. apresentando diversas propostas e manifestações de apreço. Deputado Inaldo Leitão. além de elogiarem o desempenho do Deputado Ronaldo Cezar Coelho e cumprimentarem o Presidente eleito. com 18 (dezoito) votos. declarou empossados a Deputada Socorro . Processada a apuração. que pretendia dar continuidade aos trabalhos desenvolvidos pelo Deputado Ronaldo Cezar Coelho. Quinta-lIma 22 06581 COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO E INTERIOR ATA DA REUNIÃO DE INSTALAÇÃO 51 a LEGISLATURA . Djalma Paes. Ricardo Rique e Chiquinho Feitosa elogiaram a atuação do Deputado Ronaldo Cezar Coelho enquanto Presidente da Comissão e cumprimentaram o Deputado Inaldo Leitão. A seguir. Pedro Eugênio e Lincoln Portela. com 18 (dezoito) votos. Deputada Socorro Gomes e Deputados João Castelo e Paulo Octávio. Mauro Fecury. os nomes dos candidatos aos cargos de Presidente. na qualidade de parlamentar com o maior número de legislaturas. o Deputado Simão Sessim convidou o Deputado Djalma Paes para assumir a Presidência. convocado outra para amanhã. na presente Sessão Legislativa. Clovis L1genfritz. Edir Oliveira. Zulaiê Cobra. a pessoa do Deputado Inaldo Leitão. com 18 (dezoito) votos: e para 30 Vice-Presidente. para a eleição do Presidente e Vice-Presidentes deste órgão técnico. eu Sérgio Sampaio Contreiras de Almeida. com 14 (quatorze) votos. João Castelo. Deputado Djalma Paes. Eunfcio Oliveira. Deputado Djalma Paes. José Chaves. Pedro Fernandes. o Presidente declarou abertos os trabalhos e anunciou. Deputado Paulo Octávio. Deputado João Castelo. João Sampaio. Socorro Gomes e Nilmário Miranda. Renato Vianna. conforme acordo de Lideranças. Márcio Matos. Secretário. João Leão. O Deputado Inaldo Leitão afirmou. O Presidente eleito. o Presidente designou o Deputado Pedro Eugênio para servir como Secretário. Damião Feliciano. ato contínuo. O Deputado Inaldo Leitão agradeceu sensibilizado as manifestações apostas pelos referidos Deputados. Assumiu a presidência dos trabalhos. ainda. Eliseu Moura. ex-Presidente da Comissão. quinta-feira. Maria do Carmo Lara. promover audiências públicas concernentes às matérias de relevância para o Pafs. depois de aprovada. convocada pelo Presidente da Câmara dos Deputados. para constar. José Coimbra. titulares. André Benassi. o Presidente anunciou o seguinte resultado: para Presidente. Deputada Socorro Gomes. enfatizando os méritos e experiência política deste. para 2° Vice-Presidente. lavrei a presente Ata. pela celeridade na apreciação das proposições em trâmite e principalmente pelo empenho empregado na informatização deste Órgão Técnico. O Deputado Ronaldo Cezar Coelho enalteceu. Mendes Ribeiro Filho. A seguir. Os Deputados Osmar Serraglio. reuniu-se a Comissão de Desenvolvimento Urbano e Intenor. Finda a votação. Gustavo Fruet. Empossado. Encerramento: Nada mais havendo a tratar. e intensificar a apreciação das matérias em trâmite nesta Comissão. Zenaldo Coutinho e Robson Tuma agradeceram a indicação feita pelos respectivos partidos e o apoio manifestado pelos membros da Comissão. Deixaram de registrar suas presenças os Deputados Marinha Raupp. Deputado Djalma Paes. Iara Bernardi. investiu na posse os Vice-Presidentes eleitos. para 10 Vice-Presidente. Também compareceu o Deputado Sebastião Madeira. ainda. trabalho iniciado anteriormente pelo Deputado José Carlos Aleluia. que. o Senhor Presidente encerrou a presente reunião às doze horas e trinta e seis minutos. na forma regimental. Presidente. foi constatada a coincidência entre o número de cédulas e de votantes. Euter Morais. no plenário n° 14 do Anexo II da Câmara dos Deputados. Fernando Coruja. bem como de todos os funcionários desta. como a reforma dos Códigos Penal e Processual Penal. o Deputado Simão Sessim. Os Deputados Ibrahim Abi-ackel. Deputado Inaldo Leitão.3a SESSÃO LEGISLATIVA Ata da Primeira Reunião (instalação e Eleição de Presidente e Vice-presidentes) Realizada em 21 de março de 2001 As onze horas e dois minutos do dia vinte e um de março de dois mil e um. Francisco Garcia. Havendo número regimental. Nelson Otoch. O Deputado Inaldo Leitão agradeceu o apoio manifestado pelos membros da Comissão e elogiou o desempenho do Deputado Ronaldo Cezar Coelho na condução dos trabalhos desta.

na Primeira. membros desta Comissão. João Sampaio e Gustavo Fruet. para Segundo Vice-Presidente. Deputado Marcos Cintra. com dezenove votos. Congratularam a nova Mesa as senhoras deputadas Iara Bernardi e Maria do Carmo Lara e os deputados Edir Oliveira. Emerson Kapaz. Assumiu a presidência dos trabalhos o Deputado João Pizzolatti. Givaldo Carimbão. . informou ao Plenário que já existia a proposta do Deputado José Chaves para a criação da Subcomissão de Transportes e solicitou aos membros que fizessem sugestões para criação de outras subcomissões e para a preparação da agenda da Comissão. Chico Sardelli.assuntos que foram discutidos por esta Comissão durante a realização da 11 Conferência das Cidades. Havendo número regimental. COMISSÃO DE ECONOMIA INDÚSTRIA E COMÉRCIO' ATA DA REUNIÃO DE INSTALAÇÃO a a- 51 LEGISLATURA . Gilberto Kassab. convocada pelo Presidente da Câmara dos Deputados. Secretário. será assinada pelo Senhor Presidente. Deputado Jaques Wagner. para Primeiro Vice-Presidente. na forma regimental. no plenário n° 5 do Anexo 11 da Câmara dos Deputados. Léo Alcântara. Ouvido o Plenário. o Presidente convocou reunião ordinária para a Março de 200! próxima quarta-feira. Sebastião Madeira. reuniu-se a Comissão de Economia. com dezenove votos. Sebastião Madeira. Jaques Wagner. através de requerimento. o pedido para realização da audiência pública. Deixaram de registrar suas presenças os Deputados: Arthur Virgílio. Márcio Fortes. O Deputado Gustavo Fruet informou ainda que apresentaria na próxima reunião um relatório da sua participação. A Deputada Iara Bernardi solicitou ao Presidente a realização de audiência pública. Deputado Marcos Cintra. Indústria e Comércio. Jorge Tadeu Mudalen e Euler Morais. Marcos Cintra. na Assembléia das Nações Unidas para preparação da Conferência Habitat/Istambul + 5. Badu Picanço. Gerson Gabrielli. Enio Bacci. os nomes dos candidatos aos cargos de Presidente. Processada a apuração. Delfim Netto. no Plenário 14. A Lista de Presença registrou o comparecimento dos Deputados: Alex Canziani. conforme acordo de Lideranças. e encaminhada à publicação no Diário da Câmara dos Deputados. foi constatada a coincidência entre o número de cédulas e de votantes. a ser agendada no próximo dia 4 de abril. Edison Andrino. E. O Deputado João Castelo agradeceu o apoio e se colocou à disposição da Comissão para somar esforços para combater as desigualdades sociais que assolam as camadas mais pobres da população. suplentes. com o objetivo de discutir o saneamento básico com os representantes municipais. Jurandil Juarez. Finda a votação. Manoel Vitório. Ricardo Berzoini e Yeda Crusius. realizada na cidade de Nairóbi.3 SESSAO LEGISLATIVA Ata da Primeira Reunião (Instalação e Eleição de Presidente e Vice-Presidentes). Múcio Sá e Zila Bezerra. Clóvis IIgenfritz. titulares. na presente Sessão Legislativa. o Presidente anunciou o seguinte resultado: Para Presidente. Jorge Henrique Cartaxo. destacando o acompanhamento da aplicação do Orçamento da União. para Terceiro Vice-Presidente.06582 Qultlta-felra 22 DIÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS Gomes e os Deputados João Castelo e Paulo Octávio. Deputado Gerson Gabrielli. O Presidente solicitou à Deputada que formalizasse. Deputado Djalma Paes. com dezenove votos. Jaques Wagner e Maria Abadia. para a eleição do Presidente e Vice-Presidentes deste órgão técnico. lavrei a presente Ata. O Presidente agradeceu os companheiros da Comissão e declarou que gostaria de contar com a participação de todos para dinamizar a Comissão e dar continuidade aos trabalhos realizados pelas mesas anteriores. juntamente com os deputados José índio. O Presidente Djalma Paes declarou que são muitos os temas de grande importância discutidos nesta Comissão. aproveitando a manifestação "Marcha dos Prefeitos". Realizada em 21 de Março de 2001 Às onze horas e vinte e cinco minutos do dia vinte e um de março de dois mil e um. Nada mais havendo a tratar. que aprovada. Lidia Quinan. eu. Valdemar Costa Neto e Virgílio Guimarães. Também comunicou o surgimento de proposta de emenda constitucional para modificar a forma de cobrança das taxas de coleta de lixo e limpeza pública . o Presidente declarou abertos os trabalhos e anunciou. dia vinte e oito de março. Elcione Barbalho. Rubem Medina. Antônio do Valle. Carlito Merss. respectivamente. Jairo Carneiro. Deputados Gerson Gabrielli. O Deputado Gustavo Fruet chamou a atenção para diversos temas que poderiam ser objeto de discussão nesta Comissão. às dez horas. Quênia. e encerrou os trabalhos ás doze horas e seis minutos. de Vice-Presidentes. Marisa Serrano. que viriam a Brasília no início do mês de abril. A seguir o Presidente designou o Deputado Emerson Kapaz para atuar como secretário. Segunda e Terceira Vice-Presidências. a proposta da Deputada Iara Bernardi para realização de audiência pública para discutir o saneamento básico com os Prefeitos Municipais foi aprovada unanimemente. para constar. às dezesseis horas.

reuniu-se a Comissão de Economia. Presidente. Ricardo Berzoini. José Lourenço. Havendo número regimental. Pequenas e Médias Empresas. Pedro Eugênio. O Deputado Gerson Gabrielli discorreu sobre a importância da Subcomissão das Micro. Léo Alcântara. Enio Bacci. Deputado Marcos Cintra. Manoel Vitório. o Deputado João Pizzolatti convidou o Deputado Marcos Cintra a assumir a presidência.3a SESSÃO LEGISLATIVA Ata da Primeira Reunião (Instalação e Eleição de Presidente e Vice-Presidentes) Realizada em 21 de Março de 2001 Às 11 horas e 5 minutos do dia 21 de março de 2001. Edison Andrino. Aparecida de Moura Andrade. No uso da palavra. às dez horas. Lidia Quinan. Márcio Fortes. que depois de lida e aprovada. Deusdeth Pantoja. suplentes. Silvio Torres. o Deputado Marcos Cintra manifestou sentir-se honrado por assumir a presidência de tão importante Comissão e solicitou ajuda dos colegas para a continuação do bom funcionamento da mesma. Fetter Júnior. Pauderney AveJino. Delfim Netto. Presidente. da Fiesp. será assinada pelo Presidente e encaminhada à publicação no Diário da Câmara dos Deputados. Rodrigo Maia. Luiz Dantas. Nice Lobão. para constar. Enivaldo Ribeiro. conforme acordo de Lideranças. João Pizzolatti. no plenário n° 5 do Anexo 11 da Câmara dos Deputados. Benito Gama. Valdemar Costa Neto e Virgílio Guimarães. atendendo a QUlUta-ltma 22 06583 requerimento verbal do Deputado Gerson Gabrielli. Ricardo Berzoini e Veda Crusius. eu. da Federação do Comércio. Virgílio Guimarães.. Indústria e Comércio. Aloizio Mercadante. Empresariais. Foi constatado erro de impressão nas folhas de votação e de presença. João Carlos Bacelar. Emerson Kapaz. Eujácio Simões e Roberto Argenta (Titulares).Março de 200 I DIÁRIO DA CÁMARA DOS DEPUTADOS Deputada Maria Abadia. Alex Canziani. declarando-o empossado. Deputado Marcos Cintra. . Mussa Demes. COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO 51 a LEGISLATURA . declarou empossados os Deputados Gerson Gabrielli. João Henrique. João Pizzolatti e Alex Canziani. com a presença de representantes das Centrais Sindicais. Veda Crusius. com a presença dos Deputados: Marcos Cíntra. Milton Monti. Chico Sardelli. que depois de lida e aprovada. João Coser. Pedro Novais. Presidente. na presente Sessão Legislativa. Deputado Marcos Cintra. O Deputado Marcos Cintra encerrou os trabalhos às doze horas e treze minutos. antes convocando reunião extraordinária às doze horas e quinze minutos. titulares. João Mendes. Max Rosenmann. Jaques Wagner e Maria Abadia. Assumiu a presidência dos trabalhos. o Deputado Jorge Khoury. lavrei a presente ATA. . Ata da Segunda Reunião (Extraordinária) Realizada em 21 de março de 2001 Às doze horas e quinze minutos do dia vinte e um de março de dois mil e um. Armando Monteiro e Cornélio Ribeiro. Múcio Sá e Zila Bezerra. convocada pelo Presidente da Câmara dos Deputados. da Confederação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas e Confederações Correlatas para discutir a Negociação da reposição do FGTS. Germano Rigotto. reuniu-se a Comissão de Finanças e Tributação. o Presidente declarou abertos os trabalhos e. Emerson Kapaz. na qualidade de último Presidente da Comissão. eu. Jaques Wagner. Givaldo Carimbão. José Carlos Fonseca Jr. Vice-Presidentes. Sebastião Madeira. Carlito Merss. Badu Picanço. A seguir. para a eleição do Presidente e Vice-Presidentes deste érgão técnico. Sampaio Dória. Gilberto Kassab. Rubem Medina. Miro Teixeira. Edinho Bez. Secretária. Em votação. Adolfo Marinho. no plenário n° 4 do Anexo 11 da Câmara dos Deputados. Jairo Carneiro. E. o Presidente franqueou a palavra aos Deputados Givaldo Carimbão. convocando reuni