Está en la página 1de 4

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 5ª VARA DE

FAMÍLIA DA COMARCA DE UBERLÂNDIA/MG

AUTOS DISTRIBUÍDOS POR DEPENDÊNCIA AOS AUTOS 0702.10.053226-7

Rosa Maria da Silva Miguel, brasileira, viúva, do lar, portadora do RG n° MG3.771.508 SSP/MG e inscrita no CPF n° 539.389.256-04, residente e domiciliada à Rua
Alberto de Souza nº 48, casa 01, bairro Roosevelt, na cidade de Uberlândia/MG, CEP
38.401-010, juntamente com
Enéas Silva Miguel, brasileiro, solteiro, operador industrial, portador do RG n° MG7.838.416 SSP/MG e inscrito no CPF nº 004.195.666-43, residente e domiciliado à Rua
Alberto de Souza nº 48, casa 01, bairro Roosevelt, na cidade de Uberlândia/MG, CEP
38.401-010 e
Elaina da Silva Miguel, brasileira, solteira, atendente, portadora do RG n° MG12.834.617 SSP/MG e inscrita no CPF n° 050.215.336 -90, residente e domiciliada à
Rua Alberto de Souza nº 48, casa 01, bairro Roosevelt, na cidade de Uberlândia/MG,
CEP 38.401-010 , todos, por intermédio de seus procuradores judiciais, cuja procuração
segue anexa, inscritos na OAB/MG sob o nº 156.421 e 156.435, com escritório
profissional na cidade de Uberlândia/MG, à Avenida Cesário Alvim n° 609 fundos, CEP
38.400-098, onde recebem intimações e notificações, vem mui respeitosamente perante
V. Exa. requerer :
EXPEDICÃO DE ALVARÁ JUDICIAL PARA VENDA DE IMÓVEL

253. por trinta e cinco (35. pelo lado esquerdo. Elaina da Silva Miguel e Evandro Aparecido Miguel no quinhão de 16. com fulcro na Lei nº 1. designado por lote n°. em comunhão com Evandro Aparecido Miguel. no Bairro Jardim das Palmeiras. à Rua das Codornas. conforme documento em anexo.108 Cartório do 1º Ofício do Registro de Imóveis de Uberlândia/MG. são proprietários do imóvel. com a área de 350.00). na proporção de 50% (cinquenta por cento) pertencentes à autora Rosa Maria da Silva Miguel e 50% (cinquenta por cento) à Enéas Silva Miguel. em conformidade ao art.00) metros de frente e aos fundos.7% (dezesseis vírgula sete por cento) cada. com a Rua das Codornas. que se encontra desaparecido.38. inciso I. 23. com o lote n°. I. os mesmos não possuem condições financeiras de arcar com as custas processuais. e. haja vista que. motivo pelo qual esta ação foi proposta em dependência à estes autos. 06. dentre outras disposições legais aplicáveis à espécie. 21." A partilha do imóvel acima assinalado foi realizada por esta Vara em ação própria para inventariar o bem deixado por Ricardo Miguel. pelos motivos que a seguir passa a expor. pelos fundos.00m². do CPC. medindo dez (10. pleiteiam os benefícios da Justiça Gratuita. como disposto acima.com fundamento no artigo 1. conforme atestam declarações anexas. 22 da quadra n°. PRELIMINAR – JUSTIÇA GRATUITA Os autores. sem que estas interfiram no seu sustento e de sua família. matrícula nº 29. que é assim constituído: "Um terreno situado nesta cidade. II. requer-se que seja deferido o pedido de Justiça Gratuita. com o lote n°. . DA CONCESSÃO DO ALVARÁ Os requerentes. Dessa forma. confrontando pela frente.103 e seguintes do Código de Processo Civil. e.060/50. pelo lado direito. com o lote nº. falecido em 30 de junho de 1988.

para o herdeiro DESAPARECIDO. encontrase em estado de necessidade financeira para custeio de gastos decorrentes da idade e moradia. Evandro Aparecido Miguel. Ante o exposto. além de não exercer sua função social adequada. os postulantes necessitam da venda do referido imóvel. todavia esse processo está sendo dificultado. 104 e seguintes.Quando do inventário foi informado a este juízo que o herdeiro Evandro Aparecido Miguel encontrava-se em local incerto e não sabido. meeira do bem inventariado e pensionista do INSS.7% (dezesseis vírgula sete por cento). quais sejam. para efetivar o negócio jurídico nos termos do Código Civil.500. assim como de vulnerabilidade podendo ocorrer a invasão do mesmo (uma realidade infelizmente em nosso país de imóveis sem imóvel construído ou cultivo agrícola). Ademais. E por estar o proprietário Evandro Aparecido Miguel em local desconhecido e incerto. No entanto. pois o mesmo é um dos proprietários do bem inventariado e para que a Secretaria Municipal de Habitação conceda tal benefício a pessoa não pode ter nenhum imóvel em seu nome. art. se digne a deferir o pedido mediante expedição de ALVARÁ JUDICIAL. encontra-se com um processo administrativo junto à Prefeitura Municipal de Uberlândia para adquirir um imóvel próprio através do programa Minha Casa Minha Vida. 2) Com a devida autorização e expedição de Alvará Judicial. que desde já seja concedido o depósito judicial da quota parte correspondente a 16. o meritíssimo juiz nomeou curadora para então concretizar a partilha do bem. o postulante Enéas Silva Miguel.: 1) Que sejam feitas as avaliações necessárias e ouvido o Representante do Ministério Público. os demais proprietários vêm perante Vossa Excelência requerer a expedição de alvará autorizando a venda do imóvel. requer a V. e sua genitora Rosa Maria da Silva Miguel. por exemplo. autorizando os ora peticionários a venderem o imóvel aludido. Exa. e após várias tentativas frustradas de localizá-lo. . Em função de situações diversas. pois impossibilita qualquer negócio jurídico que envolva o bem. sem a localização do herdeiro o imóvel ficará em estado de inutilidade para os demais herdeiros.00 (Sete mil e quinhentos reais). faz-se necessário a declaração de vontade das partes. cujo quinhão corresponde aproximadamente a R$ 7.

000. __________________________________________________ Laura Nayara Gonçalves Costa Gomes OAB/MG 156. Nestes termos.435 ___________________________________________________ Nícollas Alves Moreira Silva OAB/MG 156. 17 de abril de 2015.Dá-se à causa o valor de R$ 45. Pede deferimento.00 (quarenta e cinco mil reais).421 . Uberlândia.