Está en la página 1de 2

CONTRATO DE TRABALHO

Pelo presente instrumento, as partes: WILMAR JAMARES DE AVELAR, brasileiro, casado,
empresário, titular do CPF nº 166.479.551-00, RG 942.732 SSP/GO, residente na Rua
Duque de Caxias, quadra 15, lote 02, Parque Anhanguera, CEP 74.340-170, Goiânia-GO
que, por força do presente contrato passa a ser denominado EMPREGADOR DOMÉSTICO,
e VANDERLEY JOAQUIM DA COSTA, brasileiro, solteiro, ajudante de pedreiro, titular do
CPF nº 323.560.131-72, RG 1474532 residente e domiciliado em Aparecida de Goiânia GO, doravante designado EMPREGADO DOMÉSTICO, firmam o presente CONTRATO DE
TRABALHO DOMÉSTICO, nos termos da Lei nº 5.859, de 11 de dezembro de 1972, com
as alterações da Lei nº 11.324, de 19 de julho de 2006, e da Constituição Federal, com
as seguintes cláusulas e condições:
1ª CLÁUSULA – O empregado acima denominado exercerá a função de Empregado
doméstico nos serviços gerais, especificamente definido como Caseiro, conforme o
Código Brasileiro de Ocupações sob o número 512105, se obrigando para tal fim a
prestar serviços domésticos que vierem a ser objeto de ordens, verbais ou escritas,
segundo as necessidades do empregador, desde que compatíveis com as suas
atribuições, na chácara deste, situado no Rancho Santa Ediwirges, Região denominado
Cafurna, município de Hidrolândia, mediante o pagamento do salário mensal de R$
728,00, (setecentos e vinte e oito reais), sujeitando-se, contudo, aos descontos legais e
adiantamentos recebidos, a ser pago até o 5º (quinto) dia útil do mês subseqüente ao
vencido.
Parágrafo Único – São considerados serviços domésticos, dentre outros, as atividades de
preparo de refeições, assistência às pessoas, cuidados com maquinários e
equipamentos lotados na chácara, arrumação, faxina, cuidado com plantas do ambiente
externo à casa e animais domésticos e rurais, e todos os demais trabalhos necessários
para a manutenção da chácara com a finalidade de lazer do empregador, sem qualquer
destinação econômica, conforme regência da pela Lei nº 5.859/72.
2ª CLÁUSULA - A prestação do serviço se dará de segunda-feira a sábado, no horário de
08:00 às 16:00, com intervalo de 11:00 às 12:40, perfazendo a jornada de 6 horas
diárias e de 44 horas semanais e se houver necessidade de horas extraordinárias, estas
serão remuneradas ao final de cada mês.
Parágrafo Único – O empregado terá direito ao seu repouso semanal remunerado, que
será concedido preferencialmente aos domingos, como também ao gozo dos feriados
civis e religiosos, sem prejuízo de sua remuneração, podendo, se houver trabalho
nesses dias, ser concedida folga compensatória ou efetuado o pagamento
correspondente.
3ª CLÁUSULA – Sempre que causar algum prejuízo, resultante de alguma conduta
dolosa ou culposa ficará obrigado o empregado a ressarcir o empregador pelos danos
causados.
5ª CLÁUSULA - O prazo deste contrato é de 30 dias, a título de experiência, podendo ser
prorrogado por mais (30 ou 60) dias (desde que a soma desses períodos não exceda de
90 dias), se rescindido, neste prazo, não haverá cumprimento ou indenização do aviso
prévio.
Parágrafo único - Permanecendo o empregado a serviço do empregador após o término
do período de experiência, continuarão em vigor por prazo indeterminado as cláusulas
constantes deste contrato.
Por estarem de acordo, firmam o presente contrato de trabalho doméstico, para que
passa produzir seus efeitos legais.
Hidrolândia – GO, 01 de julho de 2014
_______________________________
WILMAR JAMARES DE AVELAR

________________________________
VANDERLEY JOAQUIM DA COSTA

Testemunhas: _______________________________ _________________________________ .