Está en la página 1de 32

Principais ecossistemas

do Ceará
Professor Niepson de Sousa

Complexos do Estado do Ceará

complexo litorâneo
as regiões serranas

caatinga

Ecossistemas do Ceará
 Manguezal,
 Dunas,
 Restingas,
 Mata

Ciliar de Carnaúba,

 Mata

úmida ou Remanescentes da Mata Atlântica,

 Mata

Seca,

 Caatinga

Arbórea,

 Caatinga

Arbustiva e

 Carrasco.

Complexo litorâneo .

 O termo "mangue" origina-se do vocábulo Malaio. arbóreas ou arbustivas que conseguem crescer em solos com alto teor de sal. .Manguezal e mangue O termo manguezal é utilizado para descrever uma variedade de comunidades costeiras tropicais dominadas por espécies vegetais. servindo para descrever as espécies vegetais que vivem no manguezal.

escuro.Complexo litorâneo . com muita matéria orgânica em decomposição e alto teor de sal .Manguezal  Relevo: planície fluviomarinha  Vegetação: mangue  localiza-se próximo à foz de vários rios  solo é do tipo argiloso.

.Manguezal – Fatores abióticos  tipologia do substrato  teor salino do solo.  relevo da costa (quanto mais rasa e extensa for a região maior será a área de abrangência do manguezal).  iluminação e temperatura (na região intertropical. a temperatura > 20° C).  amplitude das marés (quanto maior for as variações das marés maior será a amplitude vertical das comunidades do manguezal).

Biota do manguezal .

Biota do manguezal .

.

Comunidades do manguezal  Moluscos  Crustáceos  Anelídeos  Aves  obs: berçário natural de peixes e crustáceos .

Dunas .Complexo litorâneo .

DUNAS  MÓVEIS  FIXAS  SEMIFIXAS SUJEITAS DIRETAMENTE À AÇÃO EÓLICA  .

DUNAS MÓVEIS .

DUNAS MÓVEIS desprovida de espécimes da flora.   Pode ocorrer. neste ambiente. . a presença de algumas aves migratórias e répteis. estando seu solo desprotegido. visto que a feição e a arquitetura da duna está sujeita à ação eólica.

DUNAS SEMIFIXAS .

cujo solo normalmente é encoberto pela vegetação pioneira do berma. etc. Cereus jamacaru (mandacarú). . em geral. Chrysobalanus icaco (guajiru).DUNAS SEMIFIXAS  As dunas semifixas. Suas principais espécies arbustivas são: Byrsonima sp. Apresentam vegetação com espécies arbustivas agrupadas. formando várias moitas dispersas. (murici). situam-se a barlavento do campo dunar.

DUNAS FIXAS .

Apresentam uma vegetação com dois estratos: o arbóreo podendo atingir uns 7 m e o arbustivo que fica em torno dos 3 m. Nesse ambiente existe a formação de húmus provindo da queda foliar local .Dunas fixas  As dunas fixas situam-se frequentemente a sotavento dos diversos cordões dunares. protegidas da ação eólica.

Lagoas interdunares .

Lagoas interdunares .

mais afastado da água e porte menor. formando uma região de transição entre estes dois ecossistemas. indo em direção ao continente até junto à caatinga.CVZL  localiza-se logo após o campo dunar. localizada mais próxima dos cursos d’água e com porte mais elevado. denomina-se vegetação de tabuleiro semidecíduo . denomina-se vegetação de tabuleiro subperenifólio. enquanto o outro tipo.RESTINGA .  a vegetação de tabuleiro.

.

.

Elas estão sujeitas a inundações frequentes. O termo refere-se ao fato de que ela pode ser tomada como uma espécie de "cílio" que protege os cursos de água do assoreamento. . vegetação ripária ou vegetação ripícola é a designação dada à vegetação que ocorre nas margens de rios e mananciais.Mata ciliar de carnaúba  Mata ciliar. vegetação ribeirinha.

.

.

de onde sobressaem as palmeiras endêmicas desse ambiente (carnaúbas) e no seu solo sedimentado observam-se as herbáceas representadas essencialmente de ciperáceas e gramíneas. A tipologia vegetal local está composta por um estrato herbáceo bastante denso. .

nos setores mais elevados das serras cristalinas de Baturité. Meruoca e Machado. Maranguape. da Chapada do Araripe. além das vertentes leste. Uruburetama.Matas úmidas  As matas úmidas localizam-se. Aratanha. do Planalto da lbiapaba. . e norte.

 Possuem como principais condicionantes ambientais a sua altitude. provinda das chuvas orográficas e dos orvalhos e nevoeiros. . clima úmido e bom acúmulo de água subterrânea.