Está en la página 1de 4
PresidênciadaRepública CasaCivil SubchefiaparaAssuntosJurídicos DECRETONº8.061,DE29DEJULHODE2013

PresidênciadaRepública

CasaCivil

SubchefiaparaAssuntosJurídicos

AlteraoDecretonº5.820,de29dejunhode2006,

o Regulamento dos Serviços de Radiodifusão,

aprovadopeloDecretonº52.795,de31deoutubro

de1963,edáoutrasprovidências.

APRESIDENTADAREPÚBLICA,nousodaatribuiçãoquelheconfereoart.84,caput,incisoIV,

combinadocomoart.223daConstituição,etendoemvistaodispostonaLein o 4.117,de27deagostode 1962,enaLein o 9.472,de16dejulhode1997,

DECRETA:

Art.1 o ODecreton o 5.820,de29dejunhode2006,passaavigorarcomasseguintesalterações:

“Art.7 o

§ 3º Quando não houver canal de radiofrequência disponível para a consignação de que trata o caput,oMinistériodasComunicaçõespoderáautorizar:

I­atransmissãodosinaldigitalnomesmocanalanalógicojáoutorgado;ou

II ­ a execução do Serviço de Retransmissão de Televisão (RTV) em tecnologia digital por concessionáriadoserviçoderadiodifusãodesonseimagens.

4 o A autorização de que trata o inciso II do § 3 o fica condicionada à desistência voluntária da respectivaconcessãodoserviçoderadiodifusãodesonseimagens.”(NR)

§

“Art. 10. O Ministério das Comunicações estabelecerá cronograma de transição da transmissão analógica dos serviços de radiodifusão de sons e imagens e de retransmissão de televisão para o SBTVD­T,cominícioem1 o dejaneirode2015eencerramentoaté31dedezembrode2018.

§2ºOscanaisutilizadosparatransmissãoanalógicaserãodevolvidosàUniãoapósoprazofixado

nocronogramaprevistonocaput.”(NR)

“Art.11. Aconcessãodeoutorgasparaaexploraçãodosserviçosemtecnologiaanalógicaocorrerá, emrelação:

I­aosserviçosderadiodifusãodesonseimagens,até31deagostode2013;e

II ­ aos serviços de retransmissão de televisão, até a data correspondente a três anos antes do desligamento do sinal na respectiva localidade, conforme previsto no cronogramadequetrataoart.10.” (NR)

Art. 2 o O Anexo ao Decreto n o 5.371, de 17 de fevereiro de 2005, queaprovaoRegulamentodo Serviço de Retransmissão de Televisão e do Serviço de Repetição de Televisão passa a vigorarcomas seguintesalterações:

“Art.19. AautorizaçãodeusoderadiofrequênciaparaaexecuçãodoServiçodeRTVoudeRpTV seráoutorgadaatítulooneroso,cabendoàAnatelpromoveracobrançadorespectivopreçopúblico.”(NR)

Art. 3 o O Regulamento dos Serviços de Radiodifusão, aprovadopeloDecreton o 52.795,de31de

outubrode1963,passaavigorarcomasseguintesalterações:

12­

m)irradiarinformaçõesmeteorológicas,emconformidadecomaregulamentação;

”(NR)

“Art.45. Alicençaserásubstituídaquandosobrevieremalteraçõesemquaisquerdosseusdizeres.”

(NR)

“Art.47. Todaemissoraéobrigadaairradiarindicativodechamada,onomedaentidadedetentora daoutorgaouoseunomefantasia,naformadoregulamento.

§2º

”(NR)

“Art.55. Semprequeosserviçosderadiodifusãoforeminterrompidosporperíodosuperiorasetenta e duas horas,asconcessionáriasepermissionáriasdetaisserviçosdeverão,noprazodeatéquarentae oitohoras,comunicaraoMinistériodasComunicaçõesotempoeacausadeinterrupção.

”(NR)

Art.4 o Ficamrevogadososseguintesdispositivos:

I­doRegulamentodosServiçosdeRadiodifusão,aprovadopeloDecreton o 52.795,de31deoutubro

de1963:

d)oart.130;

II­doDecreton o 5.820,de29dejunhode2006:

a)oart.8 o ;e

Art.5 o EsteDecretoentraemvigornadatadesuapublicação.

Brasília,29dejulhode2013;192ºdaIndependênciae125ºdaRepública.

DILMAROUSSEFF PauloBernardoSilva

EstetextonãosubstituiopublicadonoDOUde30.7.2013