Está en la página 1de 1

Newsletter

que faz
D’
Franco Gente Inovação em Gestão

Uma publicação semanal de Dermeval Franco para clientes e amigos Ano 1 * Número 4 * Setembro de 2009

Editorial - O que faz sentido para você?


Este é o numero 4 da newsletter que traz até você ideias, práticas e pensamentos. Pessoas que
refletem sobre a realidade e agem. O que faz sentido para você em tudo o que aprendeu até
hoje? E tudo o que tem para aprender? Quando técnicas, métodos e modelos se proliferam,
aumenta a ansiedade dentro de nós, confundindo-nos. Estamos ávidos por encontrar coerência
nas coisas. Estamos ávidos por nexo, por ligação, por compreensão das conexões entre o
visível e o oculto. Vivemos um momento da história onde as certezas dão lugar ao imponderá-
vel. Difícil de avaliar, difícil de prever. Como você se sente? Fazendo nexo?

Porque bons programas de liderança falham


Um dos temas mais polêmi- efetivamente provocar mudan- departamentos, após a aplicação
cos da atualidade nas empre- ças no comportamento dos desse modelo de desenvolvimento,
sas é liderança e a capacida- líderes, devemos levar em conta maior ânimo, motivação e clareza em
de de atingir e superar resul- que o papel gerencial é formado relação ao alcance de suas metas,
tados. de atributos e de resultados. porque estarão equilibradas nas
Os bons programas falham quatro dimensões. Assim como com-
Na pauta de reunião da Dire- porque trabalham somente os partilhadas, compromissadas e ali-
ção da empresa, o RH é cha- atributos de liderança que são nhadas entre os participantes de
mado para discutir formas de os valores, os conhecimentos, diferentes áreas da empresa. A siner-
melhorar o desempenho dos as habilidades, as atitudes, os gia e a simetria organizacional do
líderes porque os resultados hábitos, as motivações etc. Falta programa de liderança terão sido
estão aquém do esperado. E o alinhamento aos resultados alcançadas.
todos estão à mesa discutindo almejados pela empresa.
a situação da empresa: dificul- executivo de RH: “- Ok. Vamos DRE*¹ – Demonstrativo de Resultado
dade em alcançar às metas apoiar as medidas, mas vamos Outro ponto crítico do papel de EBITDA*² - Lucros antes de juros, impostos, depreci-
também desenvolver um pro- ação e amortização.
estabelecidas, baixo nível de liderança é a compreensão de
comprometimento do pessoal, grama para melhorar o desem- que o líder é responsável por Dermeval Franco – Administrador com pós
falta de informações e de clare- penho de nossos líderes. Iden- quatro dimensões de resultados: -graduação em Marketing. Apegeano,
za sobre necessidades dos tificaremos os gaps de compe- para os funcionários; para a nexialista e consultor organizacional em
clientes etc. – Diz o principal tências e faremos um trabalho organização; para os clientes e Estratégia, Marketing & Pessoas. Autor do
executivo com o DRE*¹ projeta- sob medida. Contrataremos para os investidores. São áreas livro “As Pessoas em Primeiro Lugar –
do na tela: - Nosso EBITDA*² uma boa consultoria e acompa- de responsabilidade do líder e a Como Promover o Alinhamento de Pesso-
foi o menor do semestre. Nos- nharemos o trabalho.” quem ele deve “prestar contas”. as, Desempenho e Resultados em Tempos
sas despesas cresceram 12% Turbulentos” – Editora Qualitymark – 2003.
no mesmo período e 8% dos - Certo! É por aí. – Diz o CEO A partir da equação Liderança
clientes deixaram de comprar da empresa. Eficaz = Atributos + Resultados,
nos últimos dois meses. O farol sugere-se que os líderes devam
vermelho se acende. Um mal As competências são mapea- empenhar-se pela excelência
estar se instala na sala de das com o foco nos comporta- em ambos os termos. É preciso
reunião. mentos que os líderes devem que demonstrem atributos e
apresentar para superar os que, ao mesmo tempo, aufiram
- O caso é grave, Doutor!? – desafios da empresa. Normal- resultados. Ambos representam
Pergunta o executivo ao con- mente, são competências de o DNA da liderança.
sultor da empresa. - Humm! – tamanho único e, por isso,
Creio que devemos tomar universais como por exemplo: Num trabalho mais consistente
algumas medidas de conten- trabalhar sobre pressão, comu- de desenvolvimento de lideran-
ção. Estudemos algumas alter- nicação e feedback, negocia- ças, é necessário definir primei-
nativas: (1) renegociação com ção, visão sistêmica, foco em ro quais são os resultados que o
fornecedores (pondo em risco a resultados, foco no cliente, líder precisa entregar. Fácil.
qualidade do produto ou servi- relacionamento interpessoal, Porém, quando aplicado às
ço); (2) corte no orçamento das trabalho em equipe e tantas quatro dimensões citadas anteri-
áreas (vai postergar, em alguns outras. ormente, fica mais difícil porque
casos, projetos de impacto os lideres não estão acostuma-
direto na lucratividade); (3) O programa é elaborado e dos a pensar nas dimensões de
enxugamento do portfólio de executado com base nas defici- resultados que devem entregar Forúm Internacional de Administração 2009 — Se
produtos ou serviços (a concor- ências das lideranças. São para os empregados, para a é o maior evento do planeta eu não sei. Mas
rência agradece); (4) aumento programas bons, as pessoas organização, para os clientes e recomendo! Terá gente boa falando e tem promoção
de preços (se o mercado esti- saem sensibilizadas, dispostas para os investidores. Este exer- legal para quem se inscrever logo. Ligue e confira.
ver disposto a pagar a diferen- Que tal lembrar do ditado: Você será o mesmo daqui
a corrigir tais deficiências, mas cício permite ampliar a visão de a 5 anos, exceto por dois motivos: as pessoas que
ça); (5) corte nos investimentos com o passar do tempo voltam responsabilidade compartilhada, tiver conhecido e os livros que terá lido.— Quer mais
em capacitação de pessoal a apresentar dificuldades para de senso de propriedade e de motivo para estar lá? De 14 a 16 de outubro.
(quando é nessa hora que se conectar o que aprendeu no urgência, equilibrar as contribui-
deve estimular a inovação e a programa aos resultados da ções e remover as barreiras
criatividade); (6) negociação empresa. Passam-se um, dois, enxergando a empresa como
com bancos (pode comprome- três meses... Volta-se a fazer um todo. Por sua vez, os atribu-
ter a liquidez da empresa); e se as mesmas coisas de antes. tos – baseados em competên-
nada disso der certo no curto Por quê? cias comportamentais - dirão
prazo, (7) corte de pessoal para nós como os lideres irão
(com todas as suas mazelas Novas estratégias e novas chegar aos resultados almeja-
subseqüentes). idéias não germinam em mode- dos.—Quais comportamentos
los mentais que não foram críticos e de impacto imediato
Pode ser que a empresa não colocados à prova, discutidos, ajudarão a chegar nos resulta-
esteja na UTI, apenas apresen- esmiuçados e confrontados. dos que desejamos? Fechamos
tando sinais de debilidade que assim, a equação da liderança
exigem medidas enérgicas e Para que a empresa otimize o eficaz. Próximo número: Você é um
rápidas. Mas aliado a tudo isso, investimento em programas de profissional nexialista?
a área de RH é chamada para liderança, e estes possam Os líderes levarão para os seus
dar a sua contribuição. Diz o Por Walter Longo.

© Copyright setembro de 2009. Permitida a reprodução total ou parcial desde que citada a fonte. Contato: franco.adm@uol.com.br Blog: www.capuccinoempresarial.blogspot.com