Está en la página 1de 6

Bullying na escola

Fernanda Madeira Azevêdo11 Luanda Cristina Rodrigues Gomes2

RESUMO O Bullying é um problema mundial e pode ocorrer em vários setores da atividade humana. Geralmente são estudadas duas formas de bullying: o bullying praticado na escola e aquele praticado no ambiente de trabalho. Ao longo dos anos, vários estudos foram desenvolvidos sobre o bullying, por instituições públicas ou privadas. No Brasil, enquanto o assunto vem ganhando espaço na mídia, as pesquisas e a atenção ao tema ainda estão passando por um estágio inicial. Neste trabalho, deuse ênfase ao bullying escolar, um tipo de violência que sempre ocorreu, mas que somente vem sendo estudado no Brasil nos últimos anos. Este trabalho objetiva esclarecer os fatos relacionados ao bullying escolar, pois o conhecimento do tema pelos professores e demais funcionários é indispensável para o efetivo combate do problema, além disso, este trabalho enfatiza a necessidade de se orientar as famílias e a sociedade para o enfrentamento da forma mais frequente de violência juvenil, o bullying. PALAVRA CHAVE: bullying escolar, efeitos do bullying, intervenção, violência escolar.

1- Aluna do 5º período do Curso de Licenciatura em Ciências Naturais da Universidade Federal do Maranhão Campus Pinheiro. Email: Fernanda.azevedo20@hotmail 2- Aluna do 5º período do Curso de Licenciatura em Ciências Naturais da Universidade Federal do Maranhão Campus Pinheiro, Bolsista do Programa Institucional de Iniciação a docência (PIBID). Email: luandagirl@hotmail.com

como fisicamente mais frágil ou socialmente inferior frente aqueles que o perseguem. há desequilíbrios de força. os métodos de ensino e estudo. estudos empíricos ainda necessitam ser realizados em uma abrangência nacional. Este artigo trata. O bullying é um forte fator de risco para comportamentos antissociais individuais geradores de violência na sociedade. para uma compreensão local e global da problemática da violência na escola e de suas implicações individuais e coletivas. geralmente este também já apresenta uma baixa autoestima. Devido sua incontestável relevância.é necessário modificar não somente a organização escolar. mas. envolvendo diferentes ramos de atividade. onde as intervenções podem estar além da responsabilidade e da capacidade das instituições de ensino e de seus funcionários. até mesmo por se tratar de uma questão de abrangência multidisciplinar. a saúde. Porém. e a área jurídica. o bullying se caracteriza ainda por se inscrever em relações entre pares nas quais. portanto. por diferentes razões. que variam de conflitos interpessoais até atos criminosos de grande relevância. Porém. localização da escola. A violência escolar refere-se a todos os comportamentos agressivos e antissociais. O Bullying esta sendo considerado um tipo de violência escolar. este tema vem despertando um interesse crescente nos meios acadêmicos. refletindo sobre alguns de seus desdobramentos. a mentalidade da educação formal. a saúde e a sociedade. Hoje o fenômeno bullying é uma realidade inegável nas escolas brasileiras independentemente de turno de estudo. na escola publica com alunos da educação básica da Escola Odorico Mendes. tamanho da escola ou da cidade onde ela se localiza ou se são séries finais ou iniciais ou ainda se a escola é pública ou privada. os conteúdos programáticos. Sabe se que as escolas mais sensíveis a atentas as mudanças globais de nosso tempo já estão procurando iniciar processos de inovação e de reforma que poderão dar conta dos novos desafios. esse tipo de conduta passou a ser seriamente considerada em decorrência de situações dramáticas que têm ocorrido em diversas partes do mundo envolvendo jovens que invadem escolas e matam pessoas ou mesmo cometem suicídio. Muitas destas situações dependem de fatores externos. Segundo Berger (2007). O objetivo é contribuir para a compreensão deste Fenômeno. como a educação. comportamentos como o de apelidar ou “zoar” de alguém podem ter sido vistos como inofensivos ou naturais da infância e da relação entre as crianças e adolescentes na escola. sobretudo. Esta pesquisa encontra-se em fase inicial. onde se destaca pela autora Ana Beatriz Barbosa Silva no livro “Bullying mentes perigosas nas escolas”. do bullying escolar. O interesse pelo tema partiu das experiências dos autores deste trabalho. ainda são poucos os artigos científicos brasileiros que tratam do tema. Aborda as consequências psíquicas e comportamentais do bullying onde escolhem um aluno alvo que se encontra em franca desigualdade de poder.INTRODUÇÂO Durante muito tempo. por exemplo. Objetivando também pensar as possíveis consequências deste tipo de violência e suas formas de enfrentamento. isto é. O alvo da agressão pode se perceber ou ser percebido. com dados de todas as regiões. e este artigo visa contribuir para estudos sobre a educação. .

dramatizações. algumas dessas vitimas buscam ajuda em profissionais da área de saúde mental. ou seja. . a exemplo de ludo teca. A sequência de procedimentos se deu da seguinte forma: primeiramente foi feita uma entrevista com os professores da escola citada em seguida analisada as resposta para assim obter os resultados da pesquisa. os professores também têm sofrido com essa situação de ameaças com alunos. de preferência sob a supervisão de um adulto. eles espalham mentiras. Foto shop. os tempos modernos no qual vivemos proporciona isso vem preocupar. Baseado no livro “Bullying e suas implicações no ambiente escolar”. além de publicações na internet. analise de historias da própria literatura infanto-juvenil (a depender a série). artigos impressos. nomes de pessoas famosas. são elas: Estratégias de currículo: utilização de vídeos para serem discutidos na sala de aula. em que a criança possa encontrar atividades recreativas interessantes. família. desses enganos que vem por trás da tecnologia o importante não e deixar de usar mais sim de como usar.METODOLOGIA Utilizou-se um questionário/entrevista com professores da rede pública de ensino buscando encontrar na Escola Odorico Mendes indícios e meios de combate ao bullying. entre outras mudanças em nível curricular. Melhoramento dos recreios: visa a tornar os recreios mais atrativos.A escola sabemos que ela e uma comunidade que pode reproduzir a sociedade como todo. fazendo com que desperte a vontade de brincar. boatos difamam as pessoas se tratando em todos os setores no trabalho. de conviver em grupo. Onde observa se que quando um aluno sofre bullying e não recebe o apoio familiar. tentar conscientiza-lo dessas praticas. espaço reservado para brincadeiras e diversões. You Tube entre outros. escolar ou o incentivo para desenvolver seus talentos. por isso escola família tem que esta atenta a tudo isso que gira em torno do aluno. hoje o aluno esta convivendo com essa realidade. Seleção do material encontrado sobre o tema. exemplo da escola Odorico Mendes segundo as informações adquiridas em entrevista a formas de bullying constante na escola onde os professores. dificilmente conseguirá acionar mecanismos de defesa positivos que o levem á superação dos obstáculos. existem inúmeras reações das vitimas do bullying pois o ser humano não é igual ao outro. Orkut. da autora Sônia Maria de Souza Pereira á alguma s intervenções que podem ser aplicadas na escola de baixo custo que podem ser adaptadas para qualquer estabelecimento escolar. optando-se pelas fontes consistentes e pertinentes de acordo com os objetivos da pesquisa. Face book. Infelizmente. discussão do tema transversalmente nas demais disciplinas. o bullying ocorre em qualquer escola seja privada. pois a forma como e usada esses avanços vem para humilhar e maltratar suas vitimas. independentemente de localização ou poder aquisitivo o que pode variar e os índices encontrados. Com esse objetivo.encontra ainda alunos que carregam consigo os traumas da vitimização para a vida adulta onde esse problema acaba sendo levado em seus relacionamentos profissionais. qualidades perante a sociedade. publica. Outra forma muito problemática é Ciberbullying. familiares tendem a reproduzir a violência que sofreram na escola. muitas vezes vem por apelidos. os praticantes do ciberbullying utilizam vários recursos da tecnologia entre eles. foram utilizados diversos tipos de materiais e os dados foram pesquisados baseando-se em publicações como: livros. pois tem colocado em. a direção da escola tenta modificar tal realidade. na escola. bullying virtual.

como as citadas acima.No Brasil. 2004) e. mas à violência de modo geral. Remando (BA. É importante lembrar que nem todas as consequências do bullying resultam em tragédias. mais recentemente Realengos (RJ. 2003). A psicóloga ainda lembra que é nas pequenas ações de todo dia que os valores vão sendo adquiridos e que os exemplos são muito importantes. Por fim. deve-se lembrar da importância da presença mais efetiva do poder público na vida dos seus cidadãos. interferindo drasticamente nos processos de aprendizagem e socialização. podendo deixar graves sequelas emocionais. no entanto. as agressões sempre causam sofrimento. casos como o de Taiuva (SP. 2011). promovendo políticas públicas de atenção à população com ações preventivas de combate não só ao bullying nas escolas. tem gerado muita comoção alertando para a gravidade das consequências que o bullying pode causar. .

professores. . habilitando-os a uma convivência social sadia e segura. É um fato que o combate a esse tipo de violência escolar é uma importante colaboração para a construção de uma sociedade diferente e mais justa. Para que haja maior interação entre professores. implantando-se uma política anti-bullying.CONCLUSÃO O bullying é um tipo de problema que se apresenta de forma diferente em cada situação. Portanto é necessária a cooperação de toda a sociedade. o que reduz a possibilidade de ocorrência do bullying. onde todos contribuam para que este problema seja cada vez mais discutido pelo grande público. enfim. sobretudo: pais. propõe-se com uma intervenção na escola. funcionários. todos que estão diretamente ligados com o contexto escolar para que o problema seja efetivamente controlado. Para tanto. Sua prevenção entre estudantes constitui-se em uma medida capaz de possibilitar o pleno desenvolvimento de crianças e adolescentes. Por fim a pesquisa contribuiu para mais esclarecimentos sobre o conceito do Bullying e descriminação no contexto escolar. é preciso que cada um faça sua parte. uma efetiva prevenção deste tipo de violência. pais e alunos. alunos. favorecendo uma nova visão a essa problemática vivenciada nas escolas. contribuindo para a formação de massa crítica que possa contribuir para uma sociedade melhor.

João Paulo Pereira. Ana Beatriz Barbosa. BARROS. 2009.racial no contexto escolar: recortes de uma pesquisa.REFERÊNCIAS SILVA. 2010.Fortaleza – Ceará. PEREIRA. Bullying e suas implicações no ambiente escolarSão Paulo: Paulus.intervenção. Sônia Maria de Souza. Bullying: mentes perigosas – Rio de Janeiro: Objetiva. . Bulling e Discriminação ética.