Está en la página 1de 5

Boa noite, ouvintes da rádio universidade.

Sou Gabriel Biscaglia, aluno do curso de música, bacharelado em violão da UFSM e inicia mais um programa música em pauta. Esta noite ouviremos uma obra do compositor alemão Ludwig van Beethoven. Ludwig van Beethoven nasceu na cidade alemã de Bonn em 16 de dezembro de 1770 e, ao lado de Haydn e Mozart, foi um compositor da escola Vienense. Pertence ao período de transição entre o período clássico e romântico da história da música, e é considerado um dos pilares da música ocidental pelo incontestável desenvolvimento, tanto da linguagem, como do conteúdo musical demonstrado em suas obras, sendo um dos mais respeitados e influentes de todos os tempos. Seu pai era tenor na corte local e era uma pessoa de caráter difícil, muito severa e com tendências para o alcoolismo, que assombrou a infância do filho tentando transforma-lo num menino prodígio semelhante a Mozart. Teve seus estudos iniciais ainda em Bonn. Aos nove anos de idade teve como professor Christian Neefe(x) (organista da corte), e aos 14 anos já era o segundo organista da corte. Foi enviado a Viena para estudar com Mozart (onde não obteve muito sucesso). Voltou a Bonn para estudar literatura e filosofia alemã. Conheceu Haydn, que visitava a cidade e, impressionado com o jovem, aceitou Beethoven como seu aluno em Viena. Tornou-se então um pianista virtuoso, cultivando admiradores, os quais muitos da aristocracia. Já com uma sólida reputação como pianista, compôs suas primeiras obras-primas: as Três Sonatas para Piano Op.2.

entre 1802 a 1804. o que faria com que escrevesse poucas obras importantes durante esses anos. Depois de 1812. agora com 26 anos. Pela primeira vez um compositor insere um coral em um movimento de uma sinfonia. A culminância destes anos foi a Nona Sinfonia em Ré Menor. ainda conseguiu compor cerca de 44 obras musicais e de grande influência na história. Os anos seguintes foram de extrema fertilidade criativa. por volta de 1796. a surdez progressiva. Entre 1796-78. uma obra sem precedentes na história da música sinfônica. que lhe surgiram os primeiros sintomas de surdez. Op.Foi em Viena. considerado por muitos a sua maior obra-prima. Ao morrer. a 26 de Março de 1827. ano da sua morte. 7 e 10. estreiou sua Primeira Sinfonia. o que lhe transtornou bastante o espírito e o levou a isolar-se e em meio a profundas depressões. Posteriormente. sonatas para piano. O texto cantado pelo coral é uma adaptação do poema de Friedrich Schiller. aberturas e uma ópera. aliada à perda das esperanças matrimoniais e problemas com a custódia do sobrinho levaram-no a uma crise criativa. estava trabalhando . composta entre 1822 e 24. quartetos de cordas. feita pelo próprio Beethoven. "Ode à Alegria". onde surgiram numerosas obras primas. atingiu sua verdadeira genialidade. concertos para piano e violino. com a publicação das sonatas para piano Op. Em abril de 1800. escreveu e estreou sua Terceira sinfonia (entitulada Eroica). De 1816 até 1827. considerada o início do período romântico.125. sinfonias.

o concerto foi por muito tempo considerado intocácel pelos intérpretes. Novamente o motivo rítmico de quatro notas aparece precedendo a reexposição dos temas. Uma pequena introdução aparece caracterizada por um motivo rítmico de quatro notas tocadas pelos tímpanos. No final do movimento o violino executa pela primeira vez o segundo tema integralmente. Logo após aparece a amplitude orquestral com o material temático conciso criando um sentimento de espera sobre o qual o violino faz sua entrada. a estreia do concerto aconteceu no dia 23 de dezembro de 1806 na cidade de Viena. É nesse momento então que realmente aparece o primeiro tema que será repartido. Logo após vem uma importante passagem de destaque do solista. assim como planejando escrever um Requiem. Uma passagem em modo menor transforma o ambiente. E esta noite ouviremos o Concerto para violino em Ré maior. Escrito para o virtuose Franz Clemet(X). Poderosos acordes terminam o movimento . O primeiro movimento vem com a indicação Allegro ma non troppo.61 de Ludwig van Beethoven.em uma nova sinfonia. que persistirá por todo o movimento. Cerca de 20. op. prefigurando o movimento seguinte. Pontos de destaque aqui são as ornamentações do violino. Contemporâneo da Quarta Sinfonia.000 cidadãos vienenses reuniram-se nas ruas para o funeral de Beethoven que ocorreu em 29 de março de 1827. com as clarinetas e fagotes de um lado e o violino do outro.

com Janine Jansen ao violino. . de forma muito calma. com repetições constantes do tema principal. O movimento acaba com dois vigorosos acordes. clarinetas e os fagotes figuram ao lado do violino como em livres improvisações em uma atmosfera de felicidade e poesia intensa. A orquestra se encadeia em ritmo marcante. aparece novamente o tema principal. o primeiro movimento do Concerto para violino de Ludwig van Beethoven.Com a Orquestra Sinfônica de Londres. Após uma curta passagem de destaque do solista. O movimento incia com as cordas anunciando o tema. Uma passagem de destaque em meio às repetições do tema é aquela em que o violino canta liricamente na tonalidade de sol menor. Com a Orquestra Sinfônica de Londres. o segundo movimento do Concerto para violino de Ludwig van Beethoven. Com um caráter de romance. sob a regência do maestro Paavo Järvi (X). As trompas. com Janine Jansen ao violino. (música) O terceiro movimento é um Rondo e vem com a indicação Allegro. sobre o apoio das trompas. o movimento já inicia com o solista expondo o primeiro tema. e até mesmo um caráter um tanto popular. sob a regência do maestro Paavo Järvi (X). (música) O segundo movimento aparece na tonalidade de sol maior e vem com a indicação Larghetto. Com uma alegria extrovertida. o movimento é contruido sobre um único tema e quase nunca deixa a tonalidade de sol maior.

Ouvintes do programa música em pauta. ouvintes da rádio universidade.Com a Orquestra Sinfônica de Londres. entrando em contato pelo email do nosso programa: musicaempautaufsm@gmail. com Janine Jansen ao violino. o segundo movimento do Concerto para violino de Ludwig van Beethoven. e até o próximo programa Música em Pauta.com Boa noite. critica e sugestão. gostaríamos de ouvir sua opinião. (música) Hoje ouvimos uma obra Ludwig van Beethoven. . sob a regência do maestro Paavo Järvi (X). Esperamos que tenham apreciado e aproveitado nosso repertório.