Está en la página 1de 11

Relatório Técnico

Aplicação do minério Nióbio na melhora da resistência de ligas de aço
Engenharia de Computação, Civil e Produção

Língua portuguesa II

Branndon Arruda - R.A. 101130706 Débora Farias - R.A. 101130508 Gustavo Tavares - R.A. 101130645 José Gentil - R.A. 101130631 Paulo Griecco - R.A. 101130239

SANTOS – SP SETEMBRO/2013

1

....................... 5 O que são ligas metálicas ............................................................ 6 Abrangência das características do Nióbio nos aços microligados... 4 Meios de obtenção dos metais ........................................................................................................ 5 O que é nióbio ................... 6 A aplicação do nióbio nas ligas metálicas .................. 4 O que é aço .................................. 3 O que é o metal .................................................................................................................................. 8 Outras finalidades para aplicação do Nióbio ...... 8 Conclusão .................................................................................................. ................... ........................................................................ 10 Bibliografias ................................................................................................... 11 2 ..................................................................................... ................................ 7 Utilização das ligas metálicas melhoradas a partir do Nióbio...................................................................... 7 Abrangência das características do Nióbio na indústria siderúrgica..........Sumário Introdução .....................................................................

e a aplicação de um minério em especifico – o Nióbio – em seu processo de beneficiamento. e aplicações diversas. e com o conhecimento adquirido de suas propriedades. fabricamos novas tecnologias. ou ainda. 3 . que não são apenas voltadas para a sobrevivência. a fim de se obter melhores resultados em sua aplicabilidade. e comportamento em diversos aspectos. e sim voltadas ao descobrir novos meios de fazer determinada atividade. e o aprimoramento dessas estruturas se da até hoje. que. Inicialmente essa busca acontecia de forma natural. aderiram nova forma. Ao abordar o aço. A descoberta dos metais trouxe uma grande vantagem em relação a fabricação e durabilidade de determinados instrumentos. empregar uma nova propriedade a algo já existente. Os metais trouxeram uma grande variedade de aplicações. e melhorias em seu aproveitamento. e também em diversos segmentos da indústria. O presente estudo busca iniciar o entendimento da aplicação de minerais diversos – especificamente o Nióbio – na formação de ligas metálicas mais resistentes e funcionais. devido a pesquisas. Estas ferramentas foram aprimoradas com o tempo.Introdução Desde o princípio dos tempos o homem buscou aprimorar os instrumentos que utiliza para sua sobrevivência. Podemos observar na atualidade uma grande variação de elementos. suas ligas metálicas. com a aplicação de pedras e paus. constatamos uma grande melhora em relação aos padrões de resistência. durabilidade. características.

e o processo de metalurgia tem como objetivo a obtenção do metal puro. produto. com o campo da química. ao qual relacionamos um metal. com características metálicas podem advir de inúmeros elementos distintos. Na realidade toda peça. cada um com suas características especificas. que venham a ser ou sejam valiosas para a mineração. todo metal se apresenta em forma de gases. Meios de obtenção dos metais Para obter-se os metais. O processo de mineração irá compreender a extração do minério das jazidas. e uma serie de outros. 4 . como um gás.O que é o metal Por diversas vezes ao analisarmos uma peça qualquer. Embora seja metal. por exemplo. dureza. e alocamos cada um destes dentro do processo de mineração e metalurgia. e afins. p 583) chama-se jazida uma massa de substancias minerais ou fosseis. até o seu processo de mineração e metalurgia. opacidade. sem necessariamente ser de ferro ou aço. densidade. a classificamos empiricamente como ferro. Todavia. para química. Ainda segundo Bauer (2013) para que se possa obter os metais são necessárias algumas fazes. existentes na superfície ou no interior da terra. Podemos realizar um comparativo. De acordo com Bauer (2013) podemos classificar um metal baseando-se em atributos característicos que podem variar em brilho. desde a sua descoberta em minas e jazidas. com características metálicas. identificamos inicialmente os minérios. podemos notar uma denominação mais abrangente quando abordamos o metal em relação aos minerais. ou aço. O processo de mineração baseia-se na exploração de jazidas. segundo Bauer (2013.

. é na verdade um produto destas misturas. relacionando a necessidade de aplicação de outros elementos de forma a garantir determinadas propriedades ao aço comum. [. se este elemento ligar-se a outro irá compartilhar as suas propriedades com o segundo. Podemos entender que o aço então é um composto de minérios.. para que possamos agregar novas propriedades a estes metais é necessário realizar misturas. fazendo uma analogia a palavra ligar. O que são ligas metálicas Podemos entender uma liga metálica. de aspecto metálico e homogêneo. conseguimos o que chamamos de metais puros. ainda complementa a denominação de aços especiais.O que é aço Após os processes de mineração e metalurgia. Entretanto. O aço. Bauer (2013. p. Geralmente as ligas tem propriedades mecânicas e tecnológicas melhores que as dos metais puros. ou misturados. A esta mistura também podemos chamar de liga. Deve ter constituição cristalina e comportamento como metal. Temos a consideração de Romeiro (1997) classificando o aço comum por uma liga de ferro-carbono (Fe-C). termo muito utilizado para representar força e resistência. recebem características especificas. entretanto. e tornar-se um elemento melhorado. e adições de outros metais. “Liga é a mistura. Quando um elemento esta distante do outro carrega apenas suas características. de um ou mais metais entre si ou com outros elementos.]” 5 . que quando juntos. 589) dispõe que.

O nióbio (Nb). a União Internacional de Química recomenda o uso do nome nióbio. segundo a mitologia grega.O que é nióbio O nióbio foi descoberto no começo do século XIX pelo britânico Charles Hatchett. devido à resistência proporcionada pela adição do nióbio. é o elemento de número 41 na tabela periódica dos elementos químicos. gás e petróleo a longas distâncias. são geralmente utilizadas para a fabricação de tubos transportadores de água. seu ponto de fusão ou derretimento é de 2468ºC e seu ponto de ebulição ou de evaporação é de 4744ºC. ou seja. já que este consegue cortar qualquer mineral). Estas ligas. seus usos atuais incluem desde sua composição na fabricação de aços estruturais e aços para indústria automotiva e até materiais para motores a jato e turbinas a gás. numa escala de um a dez (classificação do diamante. a 0 ºC e pressão atmosférica ao nível do mar). O nióbio é versátil. vantagens econômicas e disponibilidade de suprimento no longo prazo. Sua densidade é de 8. metal refratário de cor prateada-clara. As razões para sua crescente aceitação baseiam-se em três importantes fatores: versatilidade. Em condições normais de temperatura e de pressão (CNTP. na proporção de 24 partes por milhão. Apesar de alguns adotarem a terminologia colúmbio. e também em ligas de aço para a produção de tubos condutores de fluidos. Encontra ainda importantes aplicações 6 . classificado como metal de transição. em homenagem a deusa Niobe. filha de tântalo (nome de outro elemento químico na tabela periódica). dúctil. A aplicação do nióbio nas ligas metálicas O metal é empregado na fabricação de alguns aços inoxidáveis e em outras ligas de metais não ferrosos. É uma das substâncias de mais baixa concentração na crosta terrestre. encontra-se no estado sólido da matéria.57 g/cm³ e seu grau de dureza na escala de Mohs é de seis.

10%. a construção de estruturas de menor peso e custo reduzido. a quantidade de nióbio necessária para produzir melhorias significativas nas propriedades mecânicas do produto é mínima. basta elevar o teor de carbono. ou seja. são acrescentadas 400 gramas de nióbio. mas ao utilizá-lo em conjunto com os outros 7 . Abrangência das características do Nióbio na indústria siderúrgica. A vantagem do nióbio em relação ao vanádio e ao titânio é que ele possui maior resistência. em aços inoxidáveis e em uma variedade de materiais resistentes ao calor e à corrosão. No caso do nióbio as adições típicas são na faixa de 0. A indústria siderúrgica tem pesquisado uma alternativa que aumentasse a resistência mecânica do aço sem alterar as outras propriedades desejáveis. Abrangência das características do Nióbio nos aços microligados. por exemplo. onde elementos de liga além do carbono. tenacidade e conformibilidade são prejudicadas neste caso. contudo algumas propriedades do aço como soldabilidade. e o nióbio é adicionado em quantidades que variam de 0. variando de aços-ferramentas até ligas supercondutoras e compostos intermetálicos.01 a 0. o titânio e o vanádio são alguns dos elementos utilizados na fabricação dos aços microligados. Um bom exemplo de aplicação do Nióbio está contido na fabricação dos aços de Alta Resistência e Baixa Liga (ARBL). para cada tonelada de aço. O nióbio. manganês e silício estão presentes em teores típicos inferiores a 1% cada. assim denominados. São amplas suas perspectivas quanto às novas aplicações do nióbio. Em muitos casos. pois possuem uma alta afinidade com o carbono. Para aumentar a resistência mecânica do aço. Os aços microligados. O ARBL permite.04%. formam um grupo de ARBL.em ligas metálicas para indústrias químicas.

construção naval. conferindo alta resistência mecânica. responde por cerca de 90% do consumo do elemento ao redor do mundo. pode possibilitar ganhos de sinergia à liga. onde o desgaste do aço é mais intenso. Utilização das ligas metálicas melhoradas a partir do Nióbio. confere uma qualidade melhor do produto. utilizados em chassis de caminhões e rodas de veículos.elementos. O emprego dos aços ARBL microligados na indústria automobilística está aumentando rapidamente por permitir redução no peso do veículo. na indústria automobilística e em locais de alta atividade sísmica (terremotos). Outras finalidades para aplicação do Nióbio 8 . na área nuclear (fabricação de reatores nucleares). Na indústria automobilística. Este aço especial pode ser utilizado na construção de oleodutos e gasodutos e plataformas para exploração de petróleo em águas profundas. Seu consumo é fortemente influenciado por projetos associados à construção de gasodutos e oleodutos. Os aços microligados podem ser utilizados para fabricação de barras para concreto armado (vergalhões). como a adição de nióbio e titânio. na fabricação de trilhos ferroviários. O ferro-nióbio é uma liga de ferro utilizada para adicionar nióbio aos aços. e. o ferro-nióbio. por exemplo. o pentóxido de nióbio. com isso. as ligas grau vácuo e o nióbio metálico. utilizados principalmente em curvas e desvios. utilizadas em construções civis. enquanto as tiras laminadas a frio são utilizadas na fabricação de automóveis Os principais produtos de nióbio de interesse industrial são atualmente. o aço microligado pode ser utilizado em tiras laminadas a quente. economia de combustível e aumento da segurança. A liga ferro-nióbio geralmente com um teor médio de 66% de Nb. na liga de alta resistência.

como cromo. o nióbio é adicionado. A principal utilidade deste aço está na produção de escapamentos automotivos.O nióbio é utilizado também na fabricação de aços inoxidáveis tanto a base de carbono como a base de ferro. dando origem a carbonetos adequados para uso em situações severas de desgaste e abrasão. O metal nióbio pode ser utilizado também em ligas de nióbiotitânio. o nióbio aparece como elemento formador de carbonetos (NbC). tungstênio. contem aproximadamente 300 quilos de nióbio de alta pureza. como exemplo. garantindo maior durabilidade à peça. pois requer alta resistência mecânica. 18. em componentes de nióbiotitânio resistentes à 9 . o motor a jato mais usado atualmente. molibidênio. vanádio e cobalto.5% de Ferro (Fe) e 5. por carbonetos de alta dureza. para uso em implantes cirúrgicos. Em todos estes casos. utilizado. Dentre os materiais projetados para funcionar por longos períodos em atmosferas oxidantes e corrosivas. por exemplo.3% de Nióbio (Nb). O uso do nióbio em ferros fundidos é mais recente. com teor de 53% de níquel (Ni). os corpos moedores e as máquinas de jateamento são compostos por ferro fundido a base de nióbio e também é utilizado em discos de freios de caminhões. que demandam o segundo maior consumo de nióbio depois da indústria do aço. responsável por 10% do consumo mundial de nióbio. estão às superligas. basicamente. O aço inoxidável com nióbio garante melhor desempenho nas condições de trabalho em temperatura elevada. Muito utilizado para cilindros de laminadores e eletrodos para endurecimento superficial. em anéis de segmento e camisas de cilindros nos motores automotivos. A liga 718 é utilizada principalmente nos motores a jato e motores militares. O nióbio metálico é um dos metais que mais resistem à corrosão. No desenvolvimento do aço ferramenta de alto desempenho. Também é utilizado em componentes de lâmpadas de alta intensidade para iluminação pública. submetidas a temperaturas acima de 650º C. associadas à resistência corrosão pelo sódio (Na). associado ao metal tungstênio (W). mas o destaque é liga INCONEL 718.6% de Cromo (Cr). principalmente em meios ácidos e metais alcalino fundidos. Existem diversos tipos de superligas que utilizam nióbio. a General Electric (GE) produz o motor CFM56. O aço ferramenta é constituído. 18. na indústria de mineração do cimento. o aço ferrítico.

ignição. sem dúvidas. a produção da maioria dos motores a jato e motores militares contem nióbio nas superligas. que é utilizada para adicionar nióbio aos aços. em lâminas de nióbio puro usadas na produção de diamantes sintéticos. 10 . essencial para o desenvolvimento de novas tecnologias em todo o mundo. Além das aplicações do nióbio na liga ferro-nióbio e nos aços inoxidáveis. é com certeza um dos mais importantes metais nas diversas áreas em que é utilizado. que correspondem a quase todo o consumo mundial. porém não com a mesma eficiência do nióbio. Conclusão O nióbio. usados por mineradoras. em plataformas marítimas. oxidação e altas temperaturas. com cabos anódicos de nióbio platinizados para proteção catódica (contra corrosão) e para alvos de evaporação usados na indústria eletrônica e nas lâminas de barbear. A maior parte do consumo de nióbio corresponde a liga ferro-nióbio. o nióbio também é aplicado nas superligas. Quase todo o nióbio que não é utilizado na liga ferro-nióbio é aproveitado para fabricação de aços inoxidáveis que tem como principal utilidade a produção de escapamentos automotivos. fazendo com que seja possível a construção de gasodutos e oleodutos. Com todas essas importantes aplicações. principalmente na extração de ouro. As superligas são materiais com grande resistência a corrosão. Existem alguns metais que podem ser utilizados como substitutos. apesar da grande variedade de metais presentes no mundo. podemos concluir que o nióbio é.

A.Bibliografia ROMEIRO. vol 9. Falcão. et all. 32. 2000. Solange Bianco Borges. Niterói-RJ. Acesso em 05 setembro de 2013. Disponível em: http://diplo. L. 2013. KANDIYOTI. Rio de Janeiro. BNDES – Informe Setorial Mineração e Metalurgia.com. Le Monde Diplomatique Brasil. BARROS. Novas Rotas para o petróleo. nº1. A Matriz Energética Mundial e a Competitividade das nações: bases de uma nova geopolítica. UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE. Rafael. 5 ed. Maria Lúcia Amarante. NIÓBIO: O Brasil no Topo. BAUER. ANDRADE. Engevsita. 1997. Porto Alegre: Área de Educação Química do Instituto de Química da UFRGS. Evandro Vieira.uol. Materiais de construção. 2005.br. Química na Siderurgia. 11 . 2. 2007. Rio de Janeiro: Nº. Departamento de Engenharia de Produção.