Está en la página 1de 3

Impugnação das deliberações

A anulabilidade tem que ser invocada apenas pelas pessoas cujo interesse a lei estabelece: os condóminos que não tenham aprovado as deliberações, quer porque tenham votado contra, quer porque não tenham estado presentes ou se tenham abstido. A ilegalidade das deliberações deve ser extinta por vontade da assembleia de condóminos, nos prazos previstos no artigo 1433º do DL- 267/94, de 25 de Outubro. Os condóminos podem também optar por submeter a questão ao Centro de Arbitragem ou, em última instância, ao Tribunal Judicial. A acção destinada a obter a anulação de deliberações tomadas em assembleia de condóminos deve ser proposta contra o condomínio, recaindo a sua representação – na falta de designação contrária da assembleia – ao administrador. São os condóminos que votaram as deliberações os titulares da relação jurídica em debate, podendo o administrador intervir apenas como seu representante judiciário. Nos termos do artigo 1433.º do Código Civil, as deliberações contrárias à lei ou a regulamentos anteriormente aprovados tornam-se definitivas se não for requerida a anulação por qualquer condómino que as não tenha aprovado, podendo, no prazo de dez dias contados da deliberação para os condóminos presentes, ou dez dias contados da sua comunicação para os condóminos ausentes, ser exigida ao administrador a convocação de uma assembleia extraordinária, a ter lugar no prazo de vinte dias, para revogação das deliberações inválidas ou ineficazes. No prazo de 30 dias contados nos termos do número anterior, qualquer condómino pode sujeitar a deliberação a um Centro de Arbitragem.

Título II . para os condóminos ausentes. De acordo com uma decisão do Tribunal da Relação de Coimbra.Do direito de propriedade Capítulo VI . devendo ter lugar no prazo de 20 dias após a exigência da convocação por parte de que pretende impugnar a deliberação. ou se esta não tiver sido realizada. uma acção judicial que pretenda obter a anulação de uma decisão da assembleia de condóminos deve ser proposta contra os que votaram . 5. Pode também ser requerida a suspensão das deliberações nos termos da lei de processo. pode ser exigida ao administrador a convocação de uma assembleia extraordinária. Para o efeito terão que o fazer no prazo de 20 dias a contar da data da assembleia geral extraordinária. como o grupo de condóminos que pretendam impugnar as deliberações. ou não tenha estado presente na reunião) Para o efeito poderá exigir ao Administrador no prazo de 10 dias a contar da data da reunião para os presentes. caso esta não tenha sido solicitada. O direito de propor a acção de anulação caduca no prazo de 20 dias contados sobre a deliberação da assembleia extraordinária ou. ou contado da sua comunicação. não houver consenso. No prazo de 10 dias contado da deliberação. 3. os condóminos que votaram contra as deliberações tomadas poderão pedir a anulação das mesmas.Administração das partes comuns do edifício Artigo 1433º (Impugnação das deliberações) 1. 2. para revogação das deliberações inválidas ou ineficazes. Espero ter respondido a sua questão cumprimentos. até 60 dias após a data das deliberações. pode qualquer condómino sujeitar a deliberação a um centro de arbitragem. ou a partir da recepção da acta para os não presentes. a convocação de uma nova assembleia extraordinária. para os condóminos presentes. Neste caso será necessário a intervenção de advogados para representar não só a Administração. que tenha votado contra. As deliberações da assembleia contrárias à lei ou a regulamentos anteriormente aprovados são anuláveis a requerimento de qualquer condómino que as não tenha aprovado. QUE AS NÃO TENHA APROVADO (isto é. 4. no prazo de 60 dias sobre a data da deliberação. A representação judiciária dos condóminos contra quem são propostas as acções compete ao administrador ou à pessoa que a assembleia designar para esse efeito. 6.Propriedade horizontal Secção IV . a ter lugar no prazo de 20 dias. podendo ainda solicitar a suspensão dos efeitos das deliberações até decisão do Tribunal. Se mesmo assim. Poderá também recorrer a Arbitragem no prazo de 30 dias. Estes podem tomar a iniciativa de contestar isoladamente o pedido de anulação ou designar o administrador ou outra pessoa para os representar. No prazo de 30 dias contado nos termos do número anterior.Acção de anulação de deliberações da assembleia de condóminos Em resposta a questão levantada: As deliberações que forem contra a lei ou regulamento podem ser anuladas a pedido de qualquer condómino. .