Está en la página 1de 1

Quando (hoje) assisti ao filme Operao Valquria, pela terceira vez, no canal Space e

depois aprofundei-me um pouco mais na histria, pude perceber que o Coronel Stauf
fenberg foi em grande parte um homem honrado!
Sei que um filme, mas a histria Real e prova-nos que os direitistas so muito desar
ticulados comparados com os esquerdistas.
No almejo rebaixar a capacidade estratgica da direita, mas a esquerda, vide os naz
is e comunas, foi e ainda mais articulada. Infelizmente.
Uma coisa que aprendi com a histria da Operao Valquria foi que se temos que fazer um
a coisa, que faamos bem feita, pois isso ser conservador.
Diferentemente dos revolucionrios, os conservadores no buscam resolver todos os pr
oblemas do mundo ou das sociedades onde vivem, mas sim, tentam reduzir algumas d
as principais mazelas sociais de forma gradual, ao darem ateno significativa aos d
etalhes que causam tais mazelas.
No que concerne ao modo de atuao ou estratgia, a maioria dos revolucionrios so superi
ores, visto que sempre possuem um plano B, ou seja, sempre esto com uma carta na
manga.
As vezes considero a sagacidade da esquerda algo digno de elogios, diria at que h
vrios revolucionrios mais conservadores que os prprios "conservadores".
Enquanto os conservadores agem com precipitao, os revolucionrios agem de modo gradu
al ou conservador na destruio do ocidente.
Ento, para os direitistas fica a o exemplo da Operao Valquria, para que se lembrem qu
e precipitao ou radicalismo so atributos revolucionrios/esquerdistas e no conservador
es/direitistas.
A histria nos d exemplos de esquerdistas que atuam de forma conservadora, como os
da Escola de Frankfurt, Antnio Gramsci e os Sociais-democratas