Está en la página 1de 1

Cincias Agrrias

197

CARACTERIZAO ESPECTROSCPICA POR RMN 13C DA MATRIA ORGNICA DE
UM LATOSSOLO DA REGIO TROPICAL BRASILEIRA. Rafael Anzanello, Paulo Cesar
Conceio, Jeferson Dieckow, Madalena Boeni, Julio Cesar Salton, Cimelio Bayer (orient.) (UFRGS).
A matria orgnica (MO) constitui-se em importante componente dos solos das regies tropicais e subtropicais,
influenciando suas propriedades fsicas, qumicas e biolgicas. No entanto, o elevado teor de xidos de ferro nesses
solos, normalmente dificulta a anlise da MO por espectroscopia necessitando do tratamento prvio das amostras
com cido fluordrico. O presente estudo teve por objetivo avaliar o efeito de sistemas de manejo nos estoques e na
qualidade da matria orgnica do solo mediante quantificao dos tipos de C por resoluo espectral de RMN
13
C. A
metodologia utilizada baseou-se na obteno de amostras de solo da camada de 05 cm de um Latossolo Vermelho
pertencente a rea experimental da EMBRAPA-CPAO (Dourados-MS), manejado sob plantio direto, integrao
lavoura-pecuria e pastagem permanente. As amostras foram modas a 0, 25 mm, tratadas com HF 10% por um
perodo de agitao de sete dias, visando a solubilizao dos minerais, principalmente os xidos de ferro, e
concentrao da matria orgnica. Os espectros foram obtidos em equipamento pertencente a Embrapa
Instrumentao Agropecuria (CNPDIA-SP). Os resultados finais demonstraram que o tratamento com HF a 10% foi
eficiente em destruir a frao mineral possibilitando a obteno de espectros de alta qualidade evidenciados pela
elevada razo sinal/rudo. A pastagem permanente e a integrao lavoura-pecuria apresentaram maiores estoques de
matria orgnica que o sistema agrcola evidenciando a menor taxa de decomposio da MO nesses sistemas. Alm
disso, apresentaram alteraes qualitativas na MO em relao ao sistema agrcola, com maior composio de
carbono pertencente ao grupamento O-Alquil e conseqente menor relao C-Alqui/O-Alquil.
188