Está en la página 1de 1

Vamos juntos para a mesa

(Comunhão)
Letra: Pe. José Antônio de Oliveira
Música: Pe. Lucas de Paula Almeida, CM

»
œ ˙
»
Beguini (latino)

« _
» »
_
œ
»
b c Œ «« «ˆ« œ» œ»» » » » _
» œ
» «
b b
b ‰ Jœ»»» »» œ»»» ˙»» ‰ «j »»»œ œ»» ««˙« Ó
Gm E maj Cm Aº D Gm E D 7 7 7

ˆ
« » »
=======================
& » l l » ˆ
« » l =l l

bb GmŒ «« «« «« «« ««ˆ« ˆ««« ««ˆ«D. «« « Œ ««ˆ« ˆ««« ««ˆ« ˆ««« ««ˆ« ˆ««« Gm˙» ˙»
Introdução...................................................................................................................................................

ˆ« «ˆ ˆ« «ˆ
=======================
& “{ l #ˆj « «˙« l l »» =»» l
1- Va - mos jun - tos pa - ra_a me - sa do ban - que - te da_A - li - an - ça
Es - ta me - sa nos sus - ten - ta nos ca - mi - nhos da_es - pe - ran - ça,

bb AºŒ ««ˆ« «« ««D «« «« ˆ««« 1.««Gm ÓE D 2.n n # G«« «« Œ 2 Gœ»


b
ˆ« #ˆ« «ˆ ˆ« œ»»
l ˙« ˙« ˆ« l l 4 »»
7

=======================
& ”{ » =l
que_o Se - nhor nos pre - pra - rou. Refrão: Ó Se -

# D/F«« # «« «« Em
nas es - tra - das do a - mor.

« « « « « »
œ »
œ
& ˆ« ˆ« «ˆ l «ˆ« «ˆ« «ˆ« l «ˆ« ««ˆ ««ˆ« l »» »» l œ»»» œ»»» »»»œ=l
D C G

=======================
««ˆ ««Em «««ˆ D««˙ œ»G œ»
# Am
nhor, nes - ta me - sa, bus - ca - mos o_a - li - men - to que_a

D/F#
««ˆ ««ˆ« «««ˆ Em«« «« « D«« « «
& « ˆ« l « l »» »» l « l ˆ« ˆ« ««ˆ l ˆ« ««ˆ «ˆ« =l
7

=======================
# G/B «« «« «« « n b b Gm
to - dos re - faz. Na pro - cu - ra da ter - ra sem ma - les,

Eb
««ˆ« ««ˆ« « « « « «
l ˆ« ˆ« ˆ« l «ˆ« «ˆ« «ˆ l l c «˙« «ˆ« Œ =”
Am G D D 7

=======================
&
que_é pe - nhor da jus - ti - ça_e da paz!
1. 5. 1º Domingo:
Vamos juntos para a mesa Nesta terra, que é de todos, O poder, o prestígio, a riqueza
Do banquete da Aliança Há indígenas sem rumo Nos desviam da nossa missão.
Que o Senhor nos preparou. De nações já dizimadas; Tua Palavra, porém, nos sustenta;
ESta mesa nos sustenta Há sem-terras e sem-teto, Nos dá força em qualquer tentação.
Nos caminhos da esperança, Sem-saúde e sem-escola;
Nas estradas do amor. Há pessoas mal amadas. 2º Domingo:
É tão bom te louvar, ó Senhor;
2. 6. Como irmãos em tua casa ficar.
Ó Senhor, criaste a terra, Ó Jesus, A Boa Nova Há, porém, muitos rostos no mundo
Colocaste nela a vida, Semeaste pelas casa, Que precisam se transfigurar.
Deste ao povo como herança. Pelos campos e cidades.
Pra teus filhos, tuas filhas, Convocaste teus amigos 3º Domingo:
Tu sonhaste um paraíso: Pra contigo construírem Temos sede, à beira do poço:
Dom, saudade e esperança. Uma nova sociedade. Falta o balde do amor, do respeito.
Vem, Senhor, saciar nossa sede;
3. 7.
Nos lavar de qualquer preconceito.
Uma terra sem os males Que a paz e a justiça,
Do egoísmo e violência, Caminhando de mãos dadas,
4º Domingo:
Da ambição e todo o vício, Vençam ódio, a fome, a guerra;
É projeto do teu Reino, É o que juntos esperamos, Com um toque de amor, tu curaste
Utopia do teu povo, De acordo com a promessa: Quem vivia sozinho e sem luz.
Nosso sonho e compromisso. "Novos céus e nova terra" Tua graça nos cura a cegueira,
Ao serviço e à fé nos conduz.
4.
Tu visitas esta terra Refrão: 5º Domingo:
Com as chuvas e o orvalho, Quarta-feira de cinzas: Vem, Jesus Salvador, Deus da vida,
E com a vida que a invade, Ó Senhor, nesta mesa, buscamos Que nos amas com amor sem igual
Mas, pra muitos falta o solo; O alimento que a todos refaz. Vem tirar as amarras da morte;
Para tantos, o trabalho; Na procura da terra sem males, Libertar-nos da dor e do mal.
Falta, enfim, fraternidade. Que é penhor da justiça e da paz.
Ramos:
Entre palmas, Senhor, te aclamamos,
Celebrando o Mistério Pascal.
Peregrinos na fé caminhamos,
Construindo a vitória final.