P. 1
Teste Intermédio - Matemática A - 12º Ano - 2009/2010 - 2º Período - Resolução

Teste Intermédio - Matemática A - 12º Ano - 2009/2010 - 2º Período - Resolução

|Views: 57|Likes:
Teste Intermédio - Matemática A - 12º Ano - 2009/2010 - 2º Período - Resolução
Teste Intermédio - Matemática A - 12º Ano - 2009/2010 - 2º Período - Resolução

More info:

Published by: Desafios Matemáticos on Jul 28, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/28/2012

pdf

text

original

TESTE INTERMÉDIO DE MATEMÁTICA A

______________________________________________
GRUPO I
1.

RESOLUÇÃO - VERSÃO 1

T ÐE ∪ FÑ œ T ÐEÑ

T ÐFÑ

T ÐE ∩ FÑ

Como E e F são acontecimentos independentes, tem-se que

T ÐE ∩ FÑ œ T ÐEÑ ‚ T ÐFÑ
Portanto, T ÐE ∪ FÑ œ !,%

!,&

!,% ‚ !,& œ !,(
Resposta B

2.

log & Œ #&  œ log & &"!!!

&"!!!

log & #& œ "!!!

# œ **)
Resposta D

3.

Comecemos por observar que a função 1 não é contínua no ponto #
B Ä# B Ä#

lim 1ÐBÑ œ $# lim 1ÐBÑ œ #

È# œ * & log # #

È# " œ

e

$

log # " œ

$

Como a função 1 não é contínua no ponto #, não é contínua no intervalo

Ò"ß $Ó, pelo que podemos excluir a opção B.
Como a função 1 é contínua nos intervalos Ò!ß "Óß Ò$ß &Ó e Ò&ß *Ó, basta descobrir em qual destes intervalos as imagens dos extremos têm sinais contrários. Como 1Ð!Ñ œ ",

1Ð"Ñ œ #, 1Ð$Ñ œ

", 1Ð&Ñ œ #

e

1Ð*Ñ œ (,
Resposta C

a opção correcta é a opção C.

4.

BÄ ∞

lim ’

ln B B

0 ÐBÑ “ œ !

" œ

"
Resposta A

5.

A sucessão de termo geral

%

inferiores a %, pelo que lim ?8

œ lim 2ÐBÑ œ "
B Ä%

"!!! 8

tende para %, por valores

Resposta B

Teste Intermédio de Matemática A - 12.º Ano - Versão 1 - Resolução - Página 1

GRUPO II
1.1.

T ÐElFÑ designa a probabilidade de os números saídos serem iguais, sabendo que a
sua soma é igual a 1. Se a soma dos números saídos é igual a 1, então uma das bolas extraídas da caixa tem de ter o número 0 e a outra tem de ter o número 1, pelo que é impossível os números saídos serem iguais. Portanto,

T ÐElFÑ œ !

1.2.

A variável aleatória Tem-se:

\ pode tomar os valores !, " e #
$

T Ð\ œ !Ñ œ T Ð\ œ "Ñ œ

G#
'

$‚$ $ * "# % œ "& œ "& œ & G#

#

'

G# G#

œ "& œ "& \ é, portanto,
#

"

T Ð\ œ #Ñ œ

#‚" ' G#

A tabela de distribuição de probabilidades da variável aleatória

B3 T Ð\ œ B3 Ñ

!
% &

"
" "&

#
# "&

2.

A resposta correcta é a do André: #&G#

"& ‚ "!

De facto, o número de comissões com dois alunos do mesmo sexo é igual à diferença entre o número total de comissões com dois alunos e o número de comissões formadas por um rapaz e uma rapariga. O número total de comissões com dois alunos é igual a #&G# O número de comissões formadas por um rapaz e uma rapariga é igual a
#&

"& ‚ "!

Assim, o número de comissões com dois alunos do mesmo sexo é igual a

G#

"& ‚ "! ‚ , que deve ser

Na resposta da Rita, o erro é o sinal

De facto, o número de comissões com dois alunos do mesmo sexo é igual à soma do número de comissões formadas por dois rapazes com o número de comissões formadas por duas raparigas. Assim, o número de comissões com dois alunos do mesmo sexo é igual a "&G#
"!

G#

Teste Intermédio de Matemática A - 12.º Ano - Versão 1 - Resolução - Página 2

3.1.

Tem-se:

B Ä#

lim 0 ÐBÑ œ lim
B Ä#

B B

# È#B

ˆ!‰ !

œ lim
B Ä#

B ŠB

È#B‹ ŠB

# ŠB

È#B ‹

È#B ‹

œ

B

œ

B Ä#

lim
B

# ŠB B# È#B B

È#B ‹ #B

B

œ
È% #

B Ä#

lim

# ŠB B ÐB

È#B ‹ #Ñ

œ

œ •

B Ä#

lim

œ B/

#

œ # " œ #‚ /
#

B Ä#

lim 0 ÐBÑ œ lim
B Ä#

B

B

#

" œ /#

#

$

Como função

B Ä#

lim 0 ÐBÑ Á lim 0 ÐBÑ , conclui-se que não existe lim 0 ÐBÑ, pelo que a
B Ä# B Ä#

0 não é contínua em B œ #

3.2.

Tem-se:

BÄ ∞

lim

0 ÐBÑ B
B

œ

BÄ ∞

lim

B/

B

B " B

œ "

BÄ ∞

lim Š
" ∞

B/ B

B

B B

" B ‹ œ

œ

BÄ ∞

lim Š/

"

" B ‹ œ /

œ !

"

! œ "

BÄ ∞

lim Ò 0 ÐBÑ lim Š /B
B

BÓ œ

BÄ ∞

lim B /

B

B

"

B œ lim B /
BÄ ∞

B

" œ

œ

BÄ ∞

"‹ œ !

" œ " " é assimptota do gráfico de 0

Portanto, a recta de equação

CœB

3.3.

As soluções da equação dos gráficos de

0 ÐBÑ œ 1ÐBÑ

são as abcissas dos pontos de intersecção

0 e de 1

Na figura, estão representadas parte do gráfico da função função

0 e parte do gráfico da
como as abcissas,

1,

bem

arredondadas às centésimas, dos pontos de intersecção dos dois gráficos. Portanto, as soluções são da e equação

0 ÐBÑ œ 1ÐBÑ

!,(#

#,*"

Teste Intermédio de Matemática A - 12.º Ano - Versão 1 - Resolução - Página 3

4.1.

Como

* !!! são * milhares, começamos por escrever a equação 0 Ð>Ñ œ *
"! #/
!,"$ >

0 Ð>Ñ œ * Í $ Í #/
!,"$ >

œ* Í $ $ Í #/

#/
!,"$ >

!,"$ >

œ *
"( *

"!

Í Í
ln Š "( ‹ ") !,"$

œ *

"!

œ

Í /

!,"$ >

"( œ ")

Í

"( !,"$ > œ ln Š ") ‹

Í > œ

Portanto, Como

> ¸ !,%$*(

!,%$*( ‚ ( ¸ $ , é ao fim de 3 dias, após a doença ter sido detectada, que o número de coelhos é igual a * !!!

4.2.

Ao longo da primeira semana, morreram dois mil coelhos e não nasceu nenhum. Por isso, no instante em que a doença foi detectada, havia mais dois mil coelhos do que uma semana depois. No instante em que a doença é detectada, o número de coelhos (em milhares) é igual a

0 Ð!Ñ. Ao fim de uma semana, o número de coelhos (em milhares) é igual a 0 Ð"Ñ
Portanto, Tem-se:

0 Ð!Ñ

0 Ð"Ñ œ #
5 # /! 5 #/

0 Ð!Ñ œ $ 0 Ð"Ñ œ $

œ $
!,"$

5

# œ5

Vem, então

5
Como

$

5 #/

!,"$

œ#
!,"$

$

#/

¸ ",#%$) , vem 5 œ #,%)(' Í !,#%$) 5 œ #,%)('

5

5 ",#%$) œ # Í ",#%$) 5 #,%)('

Í 5 œ !,#%$)
Tem-se, assim,

5 ¸ "!,#

Teste Intermédio de Matemática A - 12.º Ano - Versão 1 - Resolução - Página 4

You're Reading a Free Preview

Descarga
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->