Disfruta de este título ahora mismo, y de millones más, con una prueba gratuita

Gratis por 30 días. Luego, $9.99/mes. Puedes cancelar cuando quieras.

Louca Academia de Piratas: Ação e Aventuras na Ilha Caranguejo (para crianças de 8 a 10 anos)

Louca Academia de Piratas: Ação e Aventuras na Ilha Caranguejo (para crianças de 8 a 10 anos)

Leer la vista previa

Louca Academia de Piratas: Ação e Aventuras na Ilha Caranguejo (para crianças de 8 a 10 anos)

Longitud:
60 página
34 minutos
Editorial:
Publicado:
Nov 23, 2018
ISBN:
9781547559664
Formato:
Libro

Descripción

Quer ser um pirata?

Então, não perca as divertidas e alucinantes aventuras da Primeira e Única Grande Academia de Piratas.

Conheça Hugo, Rubén, Elena, Germán, Iván… e muitos outros amigos!

Descubra as loucas ocorrências de Casimiro, o Professor Pirata!

Não é fácil encontrar uma academia como esta, mas hoje é o seu dia de sorte.

Aqui, você aprenderá os fundamentos básicos da pirataria, os mandamentos piratas, como encontrar tesouros e, como se não bastasse, ainda visitará a Ilha Caranguejo.

Bem vindo a bordo, Pirata!

Editorial:
Publicado:
Nov 23, 2018
ISBN:
9781547559664
Formato:
Libro

Sobre el autor


Relacionado con Louca Academia de Piratas

Libros relacionados

Vista previa del libro

Louca Academia de Piratas - A.P. Hernández

leituras?

LOUCA ACADEMIA DE PIRATAS

Ação e Aventuras na Ilha Caranguejo

ANTONIO PÉREZ HERNÁNDEZ

Sobre o autor:

Antonio Pérez Hernández é professor de ensino primário, especialista em Educação Musical, Pedagogia Terapêutica, e Audição e Linguagem. Também é pedagogo, Mestre em Investigação e Inovação em Educação, e Doutor, cum laude, por sua tese de doutorado Evaluação de la competencia en comunicação lingüística a través de los cuentos en Educação Primaria (Avaliação da competência em comunicação linguística através dos contos em Educação Primária). Recebeu o segundo lugar no Prêmio de Criação Literária Nemira e foi finalista no Concurso Internacional de Novela Fantástica e de Terror Dagón. Atualmente, concilia sua atividade docente com a escrita. Já publicou diversos livros infanto-juvenis em espanhol, além de alguns romances, a maioria traduzida para o português, inglês, francês, italiano, holandês e grego.

Twitter: @ap_hernandez_

Instagram: @ap_hernandez_

Índice

Capítulo 1

Capítulo 2

Capítulo 3

Capítulo 4

Capítulo 5

Capítulo 6

Capítulo 7

Capítulo 8

Capítulo 9

Capítulo 10

Capítulo 11

Capítulo 12

Capítulo 13

Capítulo 14

Capítulo 15

Capítulo 16

Capítulo 17

Capítulo 18

Capítulo 19

Capítulo 20

Capítulo 21

Capítulo 22

Capítulo 1

Eu me chamo Hugo, tenho nove anos, e, desde o verão passado, tenho o privilégio de ser um autêntico pirata.

Não é para me gabar, mas conseguir o título de pirata não é nada fácil. É preciso, como tudo na vida, esforço, trabalho duro e muita perseverança.

Mas vamos começar pelo início. Desde pequeno, sempre quis ser pirata. De fato, minhas primeiras palavras não foram mamã nem papá, mas pirata.

Na escola, sempre que meus professores me deixavam fazer um desenho livre, sem hesitar nem por um segundo eu começava a desenhar piratas. Piratas com ganchos, com pernas de pau, com tapa-olhos... todos a bordo de seus imponentes navios.

Quando minha professora Rocío me mandava como tarefa fazer uma redação, eu escrevia sobre piratas. Até nas provas de matemática eu inventava um jeito de acabar falando de piratas.

Não é de se estranhar, portanto, que meus companheiros de sala e demais alunos da minha escola tenham me apelidado de Hugo, o Pirata.

Outra pessoa não teria gostado nem um pouco, teria tomado isso como um insulto, mas... eu fico encantado por me chamarem assim.

HUGO, O PIRATA.

Que formosa combinação de palavras. Destilam música e liberdade com cada sílaba.

Quando fiz seis anos, pedi a meus pais que, em vez de me darem um videogame, eles me dessem um navio. Obviamente, meus pais nunca atenderam meu pedido, e meu empenho por um navio apenas fez com que eu ficasse sem o videogame e sem embarcação alguma.

No meu sétimo aniversário, pedi a eles que me comprassem um papagaio. Vocês sabem, um papagaio da Amazônia, uma dessas tagarelas aves verdes. Mas também não consegui o que queria. Meus pais insistiam que, com meu cachorro Poncho, já tínhamos bastantes animais.

No ano

Has llegado al final de esta vista previa. ¡Regístrate para leer más!
Página 1 de 1

Reseñas

Lo que piensa la gente sobre Louca Academia de Piratas

0
0 valoraciones / 0 Reseñas
¿Qué te pareció?
Calificación: 0 de 5 estrellas

Reseñas de lectores